Page 2

Omovimento Jornal

Pirassununga, sábado, 27 de fevereiro de 2016 www.omovimento.com.br

2

Editorial Foto da Semana

Desconstrução da educação

I

nspirado pelos textos de nossos colunistas Orlando Mello e Rosangela da Silva, publicados nesta edição na página 12, decidi abordar o assunto da Educação neste editorial, motivado também por recentes tentativas do Ministério da Educação (MEC) em simplesmente abolir a língua culta do sistema pedagógico público do Brasil. É isso mesmo. Em busca de “modernizar” o sistema de avaliação e aprendizado dos alunos, o MEC chegou a aprovar conceitos errados para não “constranger” os alunos. Essa seria a nova forma de averiguar o entendimento das crianças em sua alfabetização: não existe mais certo e errado, e sim: adequado e inadequado no uso da língua portuguesa. Terrível. Imagino os grandes letristas brasileiros se contor-

cendo com tamanha discrepância na forma de ensinar. Não se pode mais receber uma prova “corrigida”, porque não está errada. Ela só apresenta uma interpretação diferente do assunto. Até aí, a questão da liberdade de pensamento e entendimento é uma ressalva nessa teoria da desconstrução da Educação; mas acabar com a exigência da norma culta é um desserviço à Cultura, ao desenvolvimento e à Comunicação. As gerações Y, Z, pós-Z já possuem novas formas de se comunicar, seja por mensagens instantâneas online, seja pelas redes sociais e isso vem expondo a pobreza intelectual dos jovens, que publicam, sem o menor pudor, erros gramaticais grotescos, isentos de pontuação, acentuação e sentido. Uma geração

que foi aprovada no ensino básico com avanço automático, independentemente de seu desempenho. Uma geração que espera do mercado de trabalho alguma meritocracia, mas que não aprendeu isso na escola. Onde está o mérito de concluir o ano letivo, sem ter aprendido nada? Com a conivência do sistema, que passa a mão na cabeça e espera que este indivíduo se desenvolva e vire um grande cidadão para o mundo, estamos formando pessoas intelectualmente despreparadas, sem hábito de leitura consistente, que emitem opiniões descabidas em textos no Twitter, com seu máximo de 140 caracteres (mais curto e impreciso, impossível). E se a professora reclamar para os pais, corrigir, a errada ainda é ela. Perigo à vista...

Foto: Fábio Mello

No dia 23 de novembro, um forte vendaval atingiu a quadra de esportes do Jardim Limoeiro, em Cachoeira de Emas. Na última terça-feira (23), após três meses, a cobertura ainda continua no chão.

Memória

Frase da Semana Decreto a indisponibilidade dos bens do ex-prefeito até o valor de R$ 430.000,00. Donek Hilsenrath Garcia, Juiz de Direito da 1ª Vara Cível da Comarca de Pirassununga

Omovimento

EXPEDIENTE

Jornal

O Jornal O Movimento circula semanalmente na cidade de Pirassununga. É administrado pela CLIP Comunicação e Treinamento Ltda ME. As matérias assinadas são responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião do Jornal e seus diretores. Impresso na Grafica Stillo - Pirassununga Telefone: (19) 3055 3399

PLANTÃO DO ASSINANTE

Diretor Editorial: André Marangon (Mtb 42.393/SP). Diretor Administrativo: Evandro Denzin (Mtb 39.413/SP). Depto Comercial: (19) 9 9163 1572 Rua Id Jorge Facuri, 365 Polo Industrial Guilherme Muller Filho Pirassununga, SP Telefone: (19) 3562 8858 E-mail redação: redacao@omovimento.com.br

Se o seu jornal não for entregue ate’8h do sábado, Ligue: (19) 3562-2014 ou (19) 9619-0155. Fale com Carlos Educardo ou Fábio (19) 99255-9929 das 9h às 16h

Pirassununga rural: na edição de 23/02/1936 de O Movimento, o PRP – Partido Republicano Paulista - apresentava sua proposta de governo. Curioso ver que, no texto, as estatísticas citadas davam como habitantes urbanos de Pirassununga 8.720 pessoas e residentes na zona rural 15.471. Priorizando o cuidado com a zona rural, o PRP cita John Dewey: “A terra é a fonte final de toda a nutrição do homem. É o seu contínuo abrigo e amparo, a matéria-prima de todas as suas actividades (sic)”. 80 anos depois, essa continua sendo uma verdade!

Edição de 27/02/2016  
Advertisement