Issuu on Google+

G Goiás investe em jjovens talentos e Dodó do Atlético e espera não cair

22 mil ingressos distribuídos para Brasil e Argentina

Página 5

Página 4

Ano V - Nº 110 - R$

0,50

Vila No Vil V N va x Santo S t André A dé Nova

Página 6

Goiânia, 16 de setembro de 2012

TTigrão igrã g ão aatráss da l sific cclassificação class ificaçã çãão

Romes Ro mes Xavier comenta: comenta:

Atlético A tlé tlético ético briga para p não cai cairr e Vila Nov Nova va para subi subir. subir irr..

Página 2


"

*RLkQLDGHVHWHPEURGH

@aZ_Z{`

5RPHV;DYLHU

Brasileiro da sĂŠrie A ĂŠ feito para rico

Goiås Não vai dar zebra! O Goiås estå mesmo no caminho da classificação para a sÊrie A do ano que vem. Independente dos resultados contra AtlÊtico-PR e Vitória-BA, o time vai conseguir chegar à primeira divisão, porque estå com um time acertado, bem treinado e com os jogadores focados no objetivo de alcançar o acesso. Alguns jogadores estão conseguindo fazer a diferença. Vitor, Ernando e Egidio na defesa. Amaral e Ricardo Gulart no meio campo e Iarley no ataque. Estes jogadores estão sendo fundamentais para os resultados positivos do Goiås. Não då para duvidar que Goiås, AtlÊtico-PR, Vitória e Criciúma estarão na primeira divisão no próximo ano. É assim que a maioria pensa.

Balança e bem! Talvez sem nenhuma possibilidade de escapar do rebaixamento. O time rubronegro a cada rodada que passa sente os golpes dos adversĂĄrios no Campeonato Brasileiro. É a velha histĂłria, se o time nĂŁo consegue vencer adversĂĄrios do seu tamanho ou menores, jogando em casa, como vai se manter em uma competição? É o caso do AtlĂŠtico, nĂŁo venceu Portuguesa, Ponte Preta, Figueirense, NĂĄutico, Sport, Bahia, Coritiba e outros candidatos a rebaixamento. É primĂĄrio dizer que tem que passar pelo menos por times desse porte. Se os “nanicosâ€? superam a sua equipe, ĂŠ obrigatĂłrio dizer que o seu time serĂĄ rebaixado. O equilĂ­brio atleticano foi perdido ao longo do ano. Foi feita uma prĂŠtemporada ruim, onde foi utilizado dois times para iniciar o Campeonato Goiano. Essa idĂŠia foi do tĂŠcnico HĂŠlio dos Anjos e acatada por toda diretoria, que paga uma comissĂŁo tĂŠcnica para isso. Nenhum jogo do Campeonato Goiano teve a cara do AtlĂŠtico, ou seja, o time nĂŁo convenceu nas vitĂłrias e nada fez por merecer o titulo, que foi conquistado pelo GoiĂĄs. Na Copa do Brasil o time caiu nas primeiras rodadas, como era de se esperar. Quando imaginĂĄvamos que no Brasileiro seria diferente, ou pelo menos,

ATLÉTICO : time sofre na sÊrie A com resultados melhores, nada mudou! O AtlÊtico continuou e continua jogando muito mal. É iminente que o AtlÊtico não vai escapar do rebaixamento, por vårios fatores. Pouco dinheiro da televisão para competir com os demais times da sÊrie A. Com uma quantia de aproximadamente 15 milhþes de reais por ano, o time briga com times que tem quantias milionårias. São Paulo, Flamengo, Corinthians, Cruzeiro e vårios outros clubes trabalham com orçamentos acima de 100

milhĂľes e vai aumentar mais. Flamengo e Corinthians contarĂŁo com 60 milhĂľes a mais a partir de 2013. ChegarĂŁo a quase 200 milhĂľes somente da televisĂŁo. Competir com esses “ricosâ€?, vai ser quase impossĂ­vel e os candidatos a rebaixamento serĂŁo sempre os “pobresâ€? do BrasileirĂŁo. Nada vai mudar! Os times que cairĂŁo serĂŁo sempre os mesmos: AtlĂŠtico-GO, GoiĂĄs, AtlĂŠtico PR, Bahia, VitĂłria, Avai, Figueirense, AmĂŠrica-MG. Nada mudarĂĄ! O Campeonato Brasileiro ĂŠ feito para rico!

Vila Nova No jogo de hoje no Serra Dourada o Vila Nova não pode nem pensar em empatar com o Santo AndrÊ. A vitória Ê de fundamental importância para a classificação do time à sÊrie B do ano que vem. Normalmente os jogos em casa não têm dado tantos problemas para o Tigrão. Tem conseguido as vitórias. O problema do time são mesmo os jogos longe de Goiânia. Atravessou a fronteira, o time não consegue vencer ninguÊm. Isso Ê um complicador para o timer colorado. A equipe precisa melhorar o seu equilíbrio para conseguir uma classificação com mais simplicidade. Nem tudo na vida do Vila Nova precisa ser sempre difícil. Com a contratação do tÊcnico Ney da Matta o time pode alcançar a tranquilidade necessårio em campo para buscar esse equilíbrio que tanto necessita. O problema mesmo Ê fora de campo. Os dirigentes colorados não conseguem se acertar administrativamente, mas, vai levando o clube aos trancos e barrancos. E Ê isso que importa.


3

Goiânia, 16 de setembro de 2012

Futebol brasileiro do presente inventa, copia e às vezes acerta Marcus Vinicius Isac Da Redação

O futebol brasileiro busca uma nova identidade já faz tempo. A pesar do esforço de todos para se ter um futebol de alto nível, como no passado, a realidade de hoje é bem diferente. O campeonato brasileiro de 2012 tem dado mostras das várias tentativas dos clubes em acertarem uma forma de administrar as crises fora de campo e dar um padrão de jogo dentro dele. O descontrole pode virar desespero. É o caso de Flamengo e Palmeiras que, com um orçamento milionário, estando entre os que têm grandes receitas, passam por momentos difíceis no campeonato, justamente por não terem transformado em sucesso em suas campanhas as contratações feitas e os contratos desfeitos. O Flamengo totalmente descontrolado não consegue ter equilíbrio para resolver os problemas fora de campo. Prova disso foi a demissão de Joel Santana justificada pela fraca campanha e a contratação de Dorival Junior

com resultado pior ainda que seu antecessor, a diretoria bate cabeça e não encontra solução que parece não estar no comando técnico. O Palmeiras luta desesperadamente para escapar da segunda divisão. Após ter conquistado a Copa do Brasil e a vaga para a Libertadores de 2013, convive com uma campanha fraquíssima a ponto de demitir o técnico pentacampeão Mundial Felipão. Como explicar um treinador vencedor e experiente ter um sucesso em torneios matamata revelando e consagrando jovens jogadores e logo a seguir perder o controle destes mesmos atletas que colocaram a vaidade acima de tudo na disputa por pontos corridos? Tão inexplicável quanto o caso clube de Parque Antarctica é o do Internacional que em uma jogada nada leal viu seu dirigente Fernandão derrubar um treinador para ele próprio assumir o posto já que tinha este poder. Além disso o clube conta com cinco jogadores estrangeiros de nome em seu elenco

sendo que só pode utilizar três... difícil entender ! O Vasco está há 48 rodadas no G4 contando o Brasileirão de 2011 e teve que demitir o competente e surpreendente técnico Cristóvão por não saber resolver as vaidades de Juninho Pernambucano e Felipe, que mesmo sendo vencedores no futebol usam a velha tática de derrubar treinador, em benefício próprio. Dentro de campo a surpresa é o questionado esquema do técnico do Botafogo Oswaldo de Oliveira. Após perder seus três atacantes, Loco Abreu, Herrera e Caio, ignorou os artilheiros disponíveis no mercado para recompor a posição, e preferiu “inventar” um esquema sem centro-avante de ofício. Resultado: o time tem o segundo ataque do campeonato, não tem um jogador de referência para balançar as redes, se confunde ao saber quem chutará em gol e, mais intrigante ainda, confunde principalmente os adversários que não sabem a quem marcar, será que o errado está certo ou desta vez o futebol brasileiro está mesmo copiando o estrangeiro?

ATLÉTICO: medindo forças com orçamentos milionários

OSWALDO OLIVEIRA: técnico do Botafogo, sem centro-avante, ataca com meias


4

Goiânia, 16 de setembro de 2012

BRASIL x ARGENTINA

Amistoso no Serra terá 22 mil ingressos disponíveis para troca A organização local do Superclássico das Américas divulgou na tarde da última quarta-feira os detalhes da promoção1RWD6KRZGH%RODpara o jogo de ida entre Brasil e Argentina, a ser disputado no dia 19 de setembro, no estádio Serra Dourada, em Goiânia. O projeto disponibiliza 22 mil ingressos a serem trocados por notas fiscais e alimentos desde sexta-feira (14). A troca pode ser realizada nas bilheterias do Serra Dourada, e o torcedor que qui-

ser retirar o ingresso via promoção 1RWD 6KRZGH%ROD terá que apresentar R$ 100 em notas fiscais emitidas em Goiás no ano de 2012, além de doar 5 kg de alimentos não perecíveis, exceto sal, farinha de trigo e fubá. Desta vez, cada indivíduo poderá retirar apenas um bilhete, concedido mediante apresentação de documentos pessoais (carteira de identidade e CPF, ou CNH). A divulgação das informações coincidiu com o início da comercialização

física dos ingressos normais, que começaram a ser vendidos também na quarta-feira. Os bilhetes tradicionais custam R$ 90 (arquibancada) e R$ 190 (cadeira), e podem ser adquiridos também nas bilheterias do Serra Dourada ou nas Lojas Flávio’s do Setor Central, Flamboyant, Goiânia Shopping, Buriti Shopping e Campinas. A venda online teve início em 3 de setembro pelo site Zetks.com. A segunda partida do Superclássico

das Américas está marcada para o dia 3 de outubro. Nesta data, Brasil e Argentina se enfrentarão no estádio Centenário, em Resistência, na Argentina. Os dois países começaram a disputar o Superclássico das Américas em 2011. O confronto é uma tentativa de reeditar a antiga Copa Roca, disputada até o ano de 1976. No ano passado, o Brasil foi campeão após empate por 0 a 0, em Córdoba, e vitória por 2 a 0, em Belém.

Luiz Fabiano volta e Barnard é a novidade de Mano O técnico Mano Menezes anunciou a lista dos 21 jogadores que vão encarar a Argentina, dia 19 de setembro, no Serra Dourada, em Goiânia, pela partida de ida do Superclássico das Américas. Somente os atletas que atuam no futebol nacional puderam ser chamados: Luis Fabiano, do São Paulo, voltará a vestir a amarelinha pela primeira vez desde a Copa do Mundo de 2010, e Bernard, do Atlético-MG, é a principal novidade. Para a partida em Resistencia, na Argentina, no dia 3 de outubro, Mano afirmou que deverá manter esta convocação. No ano passado, depois de empate por 0 a 0 em Córdoba, a seleção brasileira venceu os hermanos por 2 a 0, gols de Lucas e Neymar, em Belém, e conquistou o título do torneio. Os convocados devem se apresentar a Mano Menezes em Goiânia no dia 17 (amanhã), após a 25ª rodada do Brasileirão. O segundo clássico contra a Ar-

Convocados do Brasil

LUIS FABIANO: de volta à seleção brasileira gentina será um dia antes da partida entre Atlético-MG e Figueirense, pela 28ª rodada. Os demais clubes com atletas na lista jogam no dia 6 de outubro. Em boa fase no São Paulo, Luis Fabiano não era chamado para a Seleção

desde a eliminação nas quartas de final da Copa do Mundo contra a Holanda. O Fabuloso é o atacante com mais gols pelo Brasil nos últimos dez anos: 28 em 43 partidas, à frente de Robinho e Adriano (ambos com 26).

Argentina treina só com um atacante O técnico da Argentina, Alejandro Sabella, mudou durante a semana o esquema tático visando ao jogo de ida do Superclássico das Américas, no próximo dia 19, contra a seleção brasileira, em Goiânia – a volta acontecerá no dia 3 de outubro, em Resistência. Do antes ofensivo 4-3-3 com a equipe principal, ele passou a adotar o 5-3-1-1 em atividade comandada no CT de Ezei-

za. Contando apenas com jogadores que atuam no futebol local, Sabella aumentou o número de defensores e montou duas linhas no meio-campo, incluindo Maxi Rodríguez e Rodrigo Braña, que participaram do empate em 1 a 1 do última terça-feira contra o Peru, pelas eliminatórias para a Copa do Mundo de 2014. Sabella escalou o time titular com:

Marcelo Barovero, Gino Peruzzi, Leandro Desábato, Seba Domínguez, Santiago Vergini e Clemente Rodríguez; Maxi Rodríguez, Rodrigo Braña e Juan Sánchez Miño; Lucas Mugni; Funes Mori. Durante o treinamento, Leonel Vangioni entrou no lugar de Sánchez Miño, enquanto Ponzio substituiu Braña. Outra mudança é certa para a partida: a entrada do goleiro Ustari.

Goleiros: Cássio (Corinthians), Jefferson (Botafogo). Laterais: Carlinhos (Fluminense), Fábio Santos (Corinthians), Lucas Marques (Botafogo), Marcos Rocha (Atlético-MG). Zagueiros: Dedé (Vasco), Réver (Atlético-MG), Rhodolfo (São Paulo). Volantes: Arouca (Santos), Fernando (Grêmio), Paulinho (Corinthians), Ralf (Corinthians). Meias: Bernard (AtléticoMG), Jadson (São Paulo), Lucas (São Paulo), Thiago Neves (Fluminense). Atacantes: Leandro Damião (Internacional), Luis Fabiano (São Paulo), Neymar (Santos), Welington Nem (Fluminense).

Convocados da Argentina Goleiros: Oscar Ustari (Boca Juniors), Marcelo Barovero (River Plate) e Esteban Andrada (Lanús). Defensores: Gino Peruzzi (Vélez), Maximiliano Caire (Colón), Lisandro López (Arsenal), Sebastián Domínguez (Vélez), Leandro Desábato (Estudiantes), Santiago Vergini (Newell’s), Germán Re (Estudiantes) e Clemente Rodríguez (Boca). Meio-campistas: Leonel Vangioni (Newell’s), Rodrigo Braña (Estudiantes), Leandro Somoza (Boca), Leonardo Ponzio (River Plate), Juan Sánchez Miño (Boca), Maximiliano Rodríguez (Newell’s), Julio Buffarini (San Lorenzo), Ricardo Centurión (Racing), Cristian Chávez (Boca) e Lucas Mugni (Colón). Atacantes: Lucas Viatri (Boca) e Rogelio Funes Mori (River).


5

Goiânia, 16 de setembro de 2012

ATLÉTICO-GO

Dodó mantém esperança como titular mesmo em momento difícil A situação do Atlético é alarmante. Após ensaiar um princípio de reação com o interino Jairo Araújo, o time voltou a ficar estagnado na última posição. Dodó, que acabou ganhando espaço entres os titulares neste período de crise, ainda se mostra otimista em relação a uma volta por cima, mas cobra nova postura do clube. “Meu querer, minha vontade sempre foi fazer o melhor para sair dessa situação, mas acho que tem que se doar mais. Tanto eu como outros atletas temos que doar algo a mais. Agora complicou muito, mas temos que fazer um pouco a mais para sair com as vitórias”. Para Dodó, a equipe acaba pagando caro pelos próprios erros cometidos. “Infelizmente, nossa equipe todo

jogo está tendo erros. Não está sabendo corrigir. Mas o Artur (Neto) está conhecendo os jogadores e vai ver o que vai fazer de melhor. Sabemos que futebol é assim: quem não faz, o outro vai lá e faz, e temos que estar mais atentos a cada jogo”. O volante diz ainda que alguns jogadores mais jovens do elenco podem estar sentindo a pressão por resultados melhores. De acordo com o atleta, a má fase rubronegra afeta o desempenho da equipe em campo. “Sabemos que estamos em situação complicada e isso mexe com alguns jogadores. Creio que alguns sentem mais, mas temos que trabalhar e olhar os erros para que possamos fazer a coisa certa. É olhar o que o Arthur fala e não errar”.

DODO: volante não desiste a acredita até último momento

GOIÁS

Enderson Moreira aprova contratação de jovens atletas com chegada silenciosa Eles chegaram sem qualquer badalação. Inicialmente, fariam apenas testes no Goiás. Mas tudo fazia parte de um trabalho de blindagem feito pelo próprio técnico Enderson Moreira. O fato é que os meias Yuri, de 22 anos, e Ulisses, de 23, já fazem parte do elenco esmeraldino. Embora não estejam nos planos imediatos do treinador, os jogadores poderão até mesmo defender o clube goiano na Série B do Campeonato Brasileiro. Yuri pertence ao Atlético-MG, estava no Boa Esporte, e foi emprestado ao Goiás até o fim do ano que vem. O nome do meia já aparece inclusive no Boletim Informativo Diário da CBF. O mesmo deve ocorrer com Ulisses, que pertence ao América-MG e estava no Uberaba. Os dois jogadores foram indicados por Enderson Mo-

ENDERSON MOREIRA valoriza jovens jogadores

reira, que já demonstra preocupação com o futuro do clube e acredita que é preciso dar espaço a este tipo de jogador. ���Yuri e Ulisses foram mais jogadores no América-MG e no Atlético-MG. O Goiás tem de começar a trabalhar com este tipo de atleta. Por algum motivo eles não se firmaram ainda em algum clube, mas isso acontece com vários jogadores de alto nível. Talvez eles possam representar algum ganho técnico, principalmente a partir do Campeonato Goiano do ano que vem”, afirma Enderson Moreira. Para o treinador esmeraldino, foi importante fazer as contratações de forma discreta. Segundo Enderson, os jogadores não chegam para solucionar os problemas da equipe e devem ficar longe das cobranças no momento.

Uma publicação da Gol Comunicação e Gestão Esportiva Ltda Av. T-29 nº 977 - Setor Bueno Goiânia- Goiás. Telefones: (62) 3945.7026 e 3945.7027.

Diretor:

Romes Xavier Editor:

Fernando Martins Jornalista (1074-JP) Colaboradores:

Fernando Farias Marcus Vinícius Isaac Osvair Santos Diretor Comercial: Tiragem desta edição: 15.000 exemplares Este jornal não mantém vínculo empregatício com seus colaboradores. Matérias assinadas não expressam

Impressão: GRÁFICA LIBERDADE Av. Rui Barbosa, 109 - St. Serrinha Goiânia-GO - Fone: (62) 3255.1616


6

Goiânia, 16 de setembro de 2012

VILA NOVA X SANTO ANDRÉ

Ricardinho admite turbulência na campanha do Vila na Série C O Vila Nova ainda se vê envolvido com muitos problemas, mesmo com a primeira fase da série C chegando em sua reta final. São jogadores pedindo demissão por atrasos salariais, outros sendo dispensados e alguns até mesmo ainda sendo contratados. Com quase dois anos de Onésio Brasileiro Alvarenga, Ricardinho diz que ainda se espanta com certas coisas que acontecem no Tigre e afirma que o ambiente não condiz com o de um clube de futebol. Apesar disso, prega foco no trabalho e tenta se concentrar em jogar futebol. “Todos nós, que há muito tempo trabalhamos com futebol, sabemos que o ambiente não é ideal. Que a nossa realidade realmente não é comum e não é fácil, também. A cobrança é muito grande. Nós precisamos subir, mas, apesar das dificuldades fazerem o ambiente não ser aquilo que a gente gostaria que fos-

se, aquela calmaria, aquela tranquilidade, aquela organização toda, não serve de desculpa para um eventual fracasso”, comentou. O Colorado é o terceiro colocado com 17 pontos e, para o volante, tem um desempenho esperado, apesar de não vencer fora de casa e não empolgar a torcida com grandes atuações. Após vitória por 1 a 0 sobre a Chapecoense, o Vila Nova volta a campo hoje e enfrenta o Santo André, às 16h, no Serra Dourada. Ricardinho aponta o apoio da torcida como um das armas para que o clube mantenha a invencibilidade como mandante na Série C. “A gente espera o apoio do torcedor, como é natural em todo jogo no Serra Dourada. Até porque estamos conseguindo resultados positivos. Esperamos que o público vá e incentive nossa equipe para que a gente consiga ter um rendimento ainda melhor”.

RICARDINHO enaltece o bom rendimento do time em campo

Santo André tem novo treinador para enfrentar o Vila Nova O Santo André apresentou no meio de semana o novo técnico da equipe, Itamar Schulle, contratado do Chapecoense. Ao lado de seu auxiliar técni-

Vamos passar uma organização para o time, pois as conquistas e vitórias são adquiridas durante os treinos da semana” afirmou Schulle. Após uma série invicta no começo da “Estou feliz pelo convite e conficompetição nacional, ante em fazer um grande trabalho a produtividade do Ramalhão caiu. A para ajudar a equipe” derrota por 3 a 0 co, Gerson Gusmão, o novo comandan- para o Brasiliense no estádio Bruno José te chega ao clube com a missão de sal- Daniel, no último sábado, causou a devá-lo do rebaixamento à Série D do missão de Claudemir Peixoto. Para o Campeonato Brasileiro. A idéia é, des- novo técnico, o problema está no pside o início, reordenar a casa. cológico dos jogadores. “Estou feliz pelo convite e confiante “É uma equipe que começou bem a em fazer um grande trabalho para aju- competição, com jogadores de qualidar a equipe. Temos de ter equilíbrio. dade, mas precisamos trazer a confian-

FICHA TÉCNICDA RÉ

SANTO AN VILA NOVA x ourada, em GoiD ra Estádio Ser 0. :0 16 às ), O ânia (G César; Thiago lio Jú a: Vila Nov Rafael Vaz e o, ch Gaú vandro Ryan, César cu , Man so, E Reivan; Russo lio e Mario. Técnico: Jú e Ricardinho; . ta at M an; Ney da : Marcelo Bon Santo André ta, Luiz Paulo e Paulis Bady e Alex, Júnior arcelo, Batata, o: ItaM ; go Raul Dio ic cn i e Cadu. Té Junai; Boreb . le ul ch Casmar S to Rodrigues Árbitro: Gilber ban ha C iliares: Ciro tro Júnior. Aux lson Frasão PereiEdi ey TrinJunqueira e tro: Fabrício N ra. Quarto árbi dade.

ça novamente para eles. Temos de buscar este objetivo” , concluiu. Se o Santo André hoje briga para não cair à última divisão do futebol nacional, a Chapecoense, ex-time de Itamar Schulle e na mesma chave da equipe do ABC Paulista, está a um ponto do G-4 do Grupo B. O bom trabalho do treinador na equipe catarinense fez com que ele se tornasse um “sonho de consumo” no Ramalhão. Hoje, às 16h, o Santo André, ocupando a nona colocação, com 12 pontos ganhos, volta a campo para enfrentar o Vila Nova, atual terceiro colocado, com 17 pontos. Ainda restam sete rodadas para o fim desta fase na Série C.


*RLkQLDGHVHWHPEURGH

'


8

Goiânia, 16 de setembro de 2012

CAMPEONATO BRASILEIRO - Série A

PALMEIRAS x CORINTHIANS

Contra deslumbramento de jogadores Felipão tentou padre, Bope e dedo-duro Assim que os jogadores conquistaram a taça tão sonhada pela torcida, o treinador e sua diretoria detectaram que alguns atletas subiram em um pedestal do qual demoraram para descer. A maioria do elenco nunca havia sido campeã de nada e ganhar um torneio nacional e que garante vaga na Libertadores iludiu boa parte dos jogadores. Entre a conquista da Copa do Brasil, em julho, e sua queda, oficializada na última quinta-feira, Felipão usou das mais variadas táticas para acabar com esse deslumbramento. Deu palestras motivacionais, broncas, barrou a imprensa de entrar no CT, chamou psicóloga, pediu contratações pouco acreditadas para balançar o elenco e usou até da religião e do Bope (Batalhão de

Operações Policiais Especiais) para mudar o ânimo da equipe. Nada disso adiantou. Felipão teria pedido a uma pessoa próxima para alertar três jogadores por meio de notícias nos jornais: João Vítor, Daniel Carvalho e Maikon Leite. Com notícias colocadas na mídia, o técnico esperava que o volante, que supostamente havia chegado a um treino com hálito de álcool, e o meia e o atacante, que demoravam a sair do departamento médico, “acordassem”. No fim, o elenco não engoliu que fatos internos fossem vazados e começaram a questionar a liderança do pentacampeão. Um dos dirigentes, que faz parte de sua diretoria, disse que chegou a ser usado pela comissão como possível

FICHA TÉCNTHICIAA NS

x CORIN PALMEIRAS , em io Pacaembu ád st E l: Loca P), 16:00. São Paulo (S io RaBruno; Mauric s: ra Palmei el H en o; ue e Th ia go m os , H en riq eal, ValR Vitor, Tiago Correa, João na. Técbi O e o; Luan divia e Juninh . nico: Narciso ssan: Cássio; Ale Corinthians e Fábio Paulo André dro, Chicão, glas e ou linho, Ralf, D TécSantos; Pau n. so er m E inho e Danilo; Romar . de nico: Tite. lo Aparecido R Árbitro: Marce Van o lh va ar C lo s: Marce Souza. Auxiliare o. rd na ério Pablos Za Gasse e Rog

bode expiatório para a polêmica do dedo-duro. Como últimas tentativas para tentar tirar o Palmeiras da zona de rebaixamento, Felipão apelou mais uma vez para o motivacional. Em São Paulo, convocou um pastor para uma prece no vestiário. Depois, chamou um padre para agradar os católicos. O resultado foi uma vitória contra o Sport, mas uma derrota diante do Atlético-MG. Felipão deixa o time na 18ª colocação do Brasileirão, com 20 pontos, a sete de sair da zona de rebaixamento. Enquanto um novo técnico não é contratado, o Palmeiras fica sob o comando de Narciso, treinador das categorias de base. Ele dirigirá a equipe no jogo de hoje, contra o arquirrival Corinthians, no Pacaembu.

CORINTHIANS

Tite deve ter dupla de volantes titulares A grande novidade do treino da últiCAMPEONATO BRASILEIRO ma quinta-feira no 25ª RODADA Corinthians foi o reJOGOS DE HOJE torno do volante Paulinho, um dos princiFlamengo x Grêmio – Estádio Engenhão pais nomes da camPalmeiras x Corinthians – Arena Barueri Internacional x Sport – Estádio Beira Rio panha do inédito tíCruzeiro x Vasco – Estádio Independência tulo da Libertadores. Ponte Preta x Botagogo – Estádio Moisés Lucarelli Depois de sentir um Coritiba x Santos – Estádio Couto pereira incômodo muscular Náutico x Atlético/MG – Estádio dos Aflitos a serviço da seleção Bahia x Figueirense – Estádio Pituaçú brasileira, o jogador voltou a campo e treinou normalmente. Com a volta de Ralf, que cumpriu suspensão por carDanilo Perto de acerto – O meia Danilo (foto) informou após o empate do Corinthians com a Ponte Preta, 1 tões no empate (1 a 1) contra a Ponte a 1, na última quarta-feira no Pacaembu, que faltam poucos detalhes para renovar seu vínculo com o clube. O Preta, o técnico Tite deve poder concontrato atual vence em dezembro, mas os dirigentes alvinegros e o empresário do jogador, Gilmar Rinaldi, se tar com sua dupla de volantes titular, reuniram nesta semana para firmar um novo acordo. “A renovação está perto de sair para eu ficar no Corinthians, considerada por muitos o coração da mas não posso falar de tempo de contrato. Estou feliz aqui e pretendo continuar”, disse o meia. equipe. A partida é hoje contra o Palmeiras.


9

Goiânia, 16 de setembro de 2012

Especializados LUTAS

Belfort se solidariza com Aldo e manda conselho sobre moto

Um tombo de moto tirou de José Aldo a chance de lutar pela segunda vez diante da torcida no Rio de Janeiro. Vitor Belfort passou por situação parecida antes do UFC de Belo Horizonte, quando lesionou a mão nos treinos. O “Fenômeno” se solidarizou com o campeão dos penas, mas aproveitou para dar um “puxão de orelha” no amigo motociclista. “O importante é vocês apoiarem o atleta lesionado. Aqui vai meu abraço para meu amigo campeão José Aldo, agora me faz um favor, vende essa moto, pois nesse esporte sair vivo de uma contusão é nascer de novo”, escreveu Belfort no Twitter. Prestes a enfrentar Jon Jones valendo o cinturão dos meio pesados no UFC 152, Belfort aproveitou para tentar explicar a onda de lesões que tem afetado os eventos de MMA, já que, além de José Aldo, Quinton Rampage também desistiu de lutar no Rio. E ele próprio saiu do card do evento brasileiro para substituir o lesionado Dan Henderson contra Jon “Bones”. “O MMA é um esporte ainda em desenvolvimento, os atletas buscam atingir maiores resultados”, observou Belfort, que citou até o documentário sobre o ex-piloto Ayrton Senna: nas cenas mostradas pelo filme, Senna pedia a mudança das regras para melhorar a segurança na Fórmula 1, algo que só aconteceu depois de sua morte em um acidente fatal.

Anderson Silva recompensa apoio em primeiro combate, aceitando lutar no UFC Rio 3 No meio de suas férias, Anderson Silva recebeu um telefonema de Dana White. O presidente do UFC queria que ele salvasse o card do Rio de Janeiro, de 13 de outubro, depois que José Aldo foi cortado por conta de uma lesão. Mesmo faltando apenas um mês para o show, ele decidiu enfrentar Stephan Bonnar na luta principal. Agora, em duas breves mensagens postadas em sua conta no Twitter, o campeão dos médios explicou porque aceitou esse combate tendo tão pouco tempo para se preparar. Ele disse que quer retribuir o carinho que recebeu do público na primeira edição do UFC Rio,

quando venceu o japonês Yushin Okami em agosto do ano passado. “O Brasil merece ser recompensado pelo apoio que recebi para minha última luta, minha obrigação como brasileiro será cumprir esta missão. Missão dada é missão cumprida!!!! Brasil, vamos juntos mais uma vez !!!”, disse o Spider. Campeão dos médios com dez defesas consecutivas do cinturão, ele enfrentará no UFC Rio 3 o norte-americano Stephan Bonnar. Essa será a terceira luta de Anderson Silva entre os meiopesados. Ele já derrotou James Irvin e Forrest Griffin na categoria de até 93 kg.

VÔLEI

Murilo escolhe Bernardinho como melhor treinador mesmo “sem conhecer Zé Roberto” Melhor jogador de vôlei da última olimpíada, Murilo comentou sobre a polêmica que voltou ao mundo do vôlei após os Jogos. Com o ouro olímpico de José Roberto Guimarães no time feminino, dúvidas surgiram entre quem seria o melhor treinador dentre ele e Bernardinho, da seleção masculina. E o camisa 8 não teve medo de escolher o seu treinador. A conquista do bicampeonato olímpico pela equipe feminina correspondeu à terceira medalha de ouro da carreira de Zé Roberto – antes, ele conquistou o ouro no comando do time masculino em Barcelona-1992. Já Bernardinho tem nove conquistas de Liga Mundial, além de um ouro olímpico em Atenas-2004 e duas pratas (Pequim-2008 e Londres-2012). Em entrevista à rádio Jovem Pan, Murilo, então, foi perguntado sobre qual técnico seria o melhor. Com uma longa experiência ao lado de Bernardinho, sua escolha pendeu fortemente para o lado do treinador da seleção masculina. “Eu não trabalhei com o Zé Roberto, então não posso falar (dele). Mas sou suspeito para falar do Bernardo, desde 2008 venho trabalhando com ele. Então, sem conhecer o Zé Roberto, acho que é o Bernardo”, afirmou, sem titubear. Bem humorado, Murilo, que é o capitão da seleção brasileira na ausência de Giba, lembrou da escolha como o melhor jogador da olimpíada de Londres-2012.

MURILO escolheu Bernardinho para 2016


10

Goiânia, 16 de setembro de 2012

A semana SEGUNDA-FEIRA

Brasil vence China por 8x0 em seu último jogo no Arruda A Seleção Brasileira entra em campo no Estádio do Arruda, em Recife, com uma enorme pressão após a vitória nada convincente sobre a África do Sul . Mas, desta vez, consegue um resultado mais satisfatório e mostra um futebol melhor, ao golear a frágil China por 8 a 0. O adversário não mostra nenhuma resistência, afinal é apenas a 78ª colocada no ranking da Fifa. No final,

valeu como festa o confronto, que fechou a história da seleção no Arruda – a partir do ano que vem, a Arena Pernambuco será o principal local dos jogos de maior porte no Estado. Gols: Ramires, aos 22min; Neymar, aos 25min do primeiro tempo; Lucas, aos 3min; Hulk, aos 6min; Neymar, aos 8min e 14min; Liu Jianye (contra), aos 24min; Oscar, aos 29min do segundo tempo.

TERÇA-FEIRA

Vasco anuncia contratação de Marcelo Oliveira Depois de demitir Cristóvão Borges na última segunda-feira, o Vasco anuncia a contratação do técnico Marcelo Oliveira. O novo comandante chega a São Januário com contrato até dezembro de 2013. Ex-jogador, Oliveira começou a carreira de treinador na base do Atlético-MG. Depois, passou por CRB, voltou à equipe principal do Galo,

Ipatinga, Paraná e Coritiba, onde foi demitido na última semana, após derrota de 3 x 0 ante a Portuguesa no Campeonato Brasileiro. Oliveira leva consigo o auxiliar técnico Cleocir dos Santos e o preparador físico Juvenilson de Souza. Oliveira tem estréia marcada para domingo pela 25ª rodada contra o Cruzeiro.

QUARTA-FEIRA

Inglaterra anuncia amistoso contra Brasil com foto de Neymar Em nota oficial e usando a foto de Neymar na página principal, a Federação Inglesa de Futebol (FA) confirma que a seleção que enfrentará o Brasil no dia 6 de fevereiro de 2013. O amistoso vai marcar as comemorações pelo aniversário de 150 anos da entidade. Como parte de um acordo, os ingleses devem fazer outro jogo em território brasileiro, em junho. Além das eliminatórias para o Mundial, das comemorações dos 150 anos da FA e dos amistosos no Brasil, a Inglaterra prevê mais duas partidas em Wembley em novembro de 2013 e dois jogos preparativos para a Copa em março e maio de 2014.

FELIPÃO: mesmo com o título da Copa do Brasil, campanha ruim no brasileiro causa demissão de treinador

QUINTA-FEIRA

Felipão é demitido e deixa Palmeiras em crise após 26 meses A segunda passagem de Luiz Felipe Scolari pelo Palmeiras termina. O treinador não resiste à péssima campanha no Campeonato Brasileiro, e a derrota por 3 a 1 para o Vasco, em São Januário, é a gota d’água para a demissão. O auxiliar Flavio Murtosa também tem o contrato rescindido. Segundo treinador com mais jogos no comando do Palmeiras, atrás apenas de Oswaldo Brandão, Felipão deixa o clube após aproximadamente 26 meses. Ele foi apresentado em julho de 2010, atravessou diversas crises e conquistou a Copa do Brasil deste ano. O Verdão é o penúltimo colocado, soma 20 pontos e está a sete do Flamengo, primeiro time fora da zona de rebaixamento.

SEXTA-FEIRA Atlético, Vila Nova e Goiás finalizaram a semana de treinamentos. Sendo que: O Goiás se concentrou para pegar no sábado o AtléticoPR em mais um jogo decisivo para todos esmeraldinos. Já o Atlético viajou para o Rio de Janeiro para jogar contra o Fluminense no sábado. Sem forças para sair da zona de rebaixamento, o novo técnico rubronegro, Arthur Neto, vai tentar algo diferente para surpreender o adversário. O Vila Nova utilizou a semana para treinar e escalar o melhor do grupo para conseguir uma vitória no domingo contra o Santo André.


11

Goiânia, 16 de setembro de 2012

FRASES

Valdivino e sua missão

Dorival vê rebaixamento se aproximar “Essa aproximação nos preocupa muito. Não tem como falar de outra maneira. A situação está difícil e precisamos trabalhar muito para reverter o quanto antes”. Dorival Jr., técnico do Flamengo, preocupado com rebaixamento, cada vez mais próximo.

Tite culpa arbitragem contra Corinthians no BR “Teve o pênalti contra o São Paulo que não deram. Teve o pênalti contra o Grêmio. O pênalti no Romarinho contra o Bahia. Contra o Grêmio foi um absurdo. E hoje o Romarinho domina e ia ficar de frente. Não tem vantagem para pênalti”. Tite, após empate do Co-

rinthians com a Ponte Preta, colocando seu time como vítima de arbitragem no BR.

Neymar deseja felicidade a Ganso “Para falar sobre esse caso, espero que ele seja feliz, é um cara que gosto muito, independente do lugar onde seja, é meu irmãozinho”. Neymar, que desde as categorias de base é muito ligado ao meia Ganso, desejando boa sorte em sua saída do peixe.

Culpa da seleção “A gente cede o estádio para fazer graça para a CBF no jogo que fizeram aqui e isso nos prejudica em 13 dias fora do estádio. Quando viemos para o jogo, viemos sem ritmo. Não tivemos proveito, não arrecadamos nada”. Zé Teodoro, técnico do Santa Cruz, culpando o jogo da seleção por empate de seu time contra Salgueiro pela série C.

Ronaldinho sonha voltar à seleção “A gente começa ver o jogo de outra forma quando tem mais experiência. Mas com certeza o Mano fez excelente convocação, jogadores de muita qualidade, vou torcer muito e tenho certeza que na hora certa vou voltar, vou ser lembrado, quero ajudar a seleção, não foi dessa vez, mas será depois”. Ronaldinho Gaúcho, experiente craque do Atlético-MG, avisando que não desistiu da seleção Brasileira.

“Eu já fiz o que tinha que fazer. Peguei o Atlético na Série B do Goianão, destruído, não tinha bens, não tinha nada e transformei em time de Série A. Acho que já fiz o que tinha que fazer, agora é a hora de outros atleticanos continuarem este trabalho”. Valdivino de Oliveira, descartando sua reeleição como Presidente do Atlético. Hora de passar o bastão!


!"

*RLkQLDGHVHWHPEURGH *RLkQLD GHVHWHPE EURGH

GOIà S, A FORÇA QUE IMPULSIONA O BRASIL Governo investe em infraestrutura e na atração de empresas e faz do Estado líder de crescimento no País To dos os indicadores confirmam: Goiås Ê, de longe, o Estado que mais cresce no Brasil. A força da economia goiana impulsiona o desenvolvimento do Centro-Oeste e ajuda o País a evitar a recessão. O dado mais recente estima um crescimento de 5% do Produto Interno Bruto (PIB) no primeiro semestre de 2012, em comparação com o mesmo período de 2011. É praticamente seis vezes superior ao número estimado para o PIB brasileiro, 0,8%. A pesquisa Ê do Instituto Mauro Borges de Estatísticas e Estudos Socioeconômicos (IMB), da Secretaria de Gestão e Planejamento. A estratificação dos dados do IMB mostra que Goiås evolui muito acima da mÊdia em praticamente todas as atividades econômicas. No segundo trimestre de 2012, na agropecuåria, o crescimento foi de impres sionantes 15,6%, contra 1,7% na mÊdia nacional. A indústria, que tem um peso de 27% na formação do PIB goiano, cresceu 3,6% no Estado. No Brasil, houve retração: -2,4%. A estimativa do PIB goiano no 2º trimestre Ê de 4,4%, ante 0,5% no Brasil. Outro in di ca dor a reforçar a pujança da economia goiana Ê o IBC-Br, do Banco Central. Pelo levantamento, que considera os últimos 18 meses, o Centro-Oeste Ê o território que mais se desenvolve no Brasil. E Goiås cresce o

dobro da mÊdia dos demais Estados da região. O Estado tambÊm Ê destaque na geração de empregos. Fo ram cri a dos mais de 80 mil postos no primeiro semestre de 2012, segundo o Caged, cadastro do MinistÊrio do Trabalho. Pelo IB GE, o empre go cres ceu 6,6% em Goiås, contra 5,5% no Brasil. A economia goiana mostra força especialmente pela ação indutora do desenvolvimento do Governo de Goiås. O crescimento Ê reflexo das grandes obras de infraestrutura, da política agressiva de atração de novos investimentos, da desburocratização dos processos ao empreendedor e da divulgação dos produtos goianos em outros Estados e no exterior. Sem contar o irrestrito apoio para que a iniciativa privada exerça suas atividades. O Gover no Es ta du al faz sua par te pa ra a eco no mia go i a na manter a pujança, na contramão do Brasil e do mundo, que passam por turbulências. Um novo projeto de de senvolvi mento jå es tå em curso com a implantação do Plano de Ação Integrada de Desenvolvimento (PAI), que vai injetar nos vårios segmentos produtivos mais de R$ 47 bilhþes, parte da iniciativa privada, parte do poder público. São novas obras de infraestrutura, mais apoio às iniciativas produtivas e empresari ais e, principalmente, novas oportunidades para toda a população do Estado.

PARCERIA COM O EMPREENDEDOR Confiante nas potencialidades de GoiĂĄs, a empresĂĄria paulista PatrĂ­cia Amaral vai abrir uma empresa de engenharia e avaliaçþes em Goiânia. Na Central Vapt Vupt, o processo de registro do empreendimento demora em torno de 45 dias, mas vai chegar a 14 atĂŠ o fim do ano. No Brasil, a mĂŠdia ĂŠ de 115 dias. â€œĂ‰ uma facilidade notĂĄvel ao empresĂĄrio, que consegue mais agilidade e economia de tempo por reunir todos os ĂłrgĂŁos necessĂĄrios a um empreendedor em um mesmo localâ€?, elogia PatrĂ­cia.


o_gol_110