Page 1

JORNAL

O FOCO

Ano 6 | Edição 142 | 13 a 19 de jULHO DE 2012

Diretor: Thiago Melo

w w w. j o r n a l o f o c o . c o m . b r

Eleições

Campanha 2012 já começou

justiça eleitoral libera campanha e candidatos revelam a o foco quais são as primeiras estratégias para buscarem o voto do eleitor. tse também libera ferramenta que disponibiliza informações dos postulantes A três meses das eleições que vão selar o destino político para os próximos quatro anos, a campanha começa para valer e alguns candidatos já começaram o corpo-a-corpo para conquistar o eleitor. O FOCO apurou quais serão os

próximos passos dos comitês e dos candidatos. Ao mesmo tempo, o Tribunal Superior Eleitoral torna disponível uma ferramenta avançada que registra informações dos candidatos, como por exemplo limites de gastos da cam-

panha, declaração de bens e planos de governo. O DivulgaCand é um poderoso aliado do eleitor na hora de decidir pelo voto. Saiba como acessá-lo no site do TSE e obter as informações oficiais em tempos políticos. Páginas 7 a 12 CAIO ASSIS

Pesquisa

Escolaridade na região é muito baixa, aponta IBGE

Urbanismo

Segundo dados do IBGE, apurados por conta do Censo 2010, Itaguaí, Mangaratiba e Seropédica têm gente demais sem ensino fundamental e médio. Secretárias Laudinice Brito (Itaguaí) e Lúcia Martinazzo (Seropédica) explicam que os governos municipais têm vagas, mas problema social atrapalha desenvolvimento pessoal por falta de estímulo ou demais obstáculos.

Tudo errado: carro na calçada e carrinho de bebê na rua. Flagrante em Itaguaí mostra que pedestre vive desafio diário

Página 3

Astro na cidade divulgação

|cadê a calçada? Não bastassem as péssimas condições das calçadas em Itaguaí, com

buracos perigosos, elas ainda assim não estão acessíveis aos pedestres. Carros, caixas de som, camelôs e toda sorte de obstáculos impedem o munícipe de andar com tranquilidade pelo centro da cidade. Problema se estende por todo bairro, onde ocupação desordenada causa transtornos Página 5

Entrevista

Esporte

"Baixinho" marcou gols e fez alegria da garotada

Romário marca gols na Praia do Saco Evento beneficente para o CER reuniu vários deputados em Mangaratiba ontem (12) Página 16

FALE CONOSCO

Conheça Damião Bugler, super campeão do atletismo Página 15

Comandante garante segurança em Itaguaí

À frente do 24º Batalhão há 11 meses, Ranulfo Brandão trabalha para manter a segurança e a ordem em cinco municípios. Página 2

Expo 2012

Confira o balanço geral da Expo e mais curiosidades

Trânsito

Recesso

Dnit reativa radares da rodovia Rio Santos

Câmaras anunciam paralisação de 15 dias, até 01/08

Página 6

Página 5

Página 13

REDAÇÃO2687-0694 PARA ANUNCIAR2687-0406 redacao@jornalofoco.com.br

comercial@jornalofoco.com.br

Descaso

Bairro de Santa Sofia sofre com falta de recursos básicos Página 4

Artes plásticas

Mestre Willard mostra sua arte na Fundação Mário Peixoto Página 14


13 a 19 de julho de 2012

2 entrevista Ranulfo Brandão

JORNAL O FOCO

redacao@jornalofoco.com.br fale com a redação (21) 2687-0694 www.jornalofoco.com.br

erbs jr.

o comandante do 24° batalhão da polícia militar ranulfo brandão fala sobre os métodos de atuação da polícia e as próximas metas

"Itaguaí é uma cidade segura"

Alan Miranda e Jupy Junior redacao@jornalofoco.com.br

R Comandante Ranulfo está há 11 meses no cargo

O FOCO – Uma crítica comum que se ouve em relação à polícia é que há uma troca muito constante de comandantes nos Batalhões. Por que acontece isso? RANULFO BRANDÃO – Isso é uma previsão institucional. Os comandantes costumam ficar no cargo por um ano, podendo ser renovado por mais um ano. O comandante que eu substituí já estava há um ano e dois meses e eu assumi no dia 3 de agosto de 2011. Já houve época em que o comandante ficava durante quatro anos, mas a instituição entende que há uma necessidade de renovação, até para que outros sejam testados na função de comando para que possam almejar outros cargos mais elevados. O FOCO – Se o comandante pudesse ficar durante mais tempo isso não o ajudaria a compreender melhor como funciona o Batalhão? RB – Nessa parte de logística, o comandante que está saindo já tem que deixar tudo pronto para o outro assumir. Em tudo: densidade demográfica, o IDH de cada município e outras peculiaridades. Às vezes, municípios fazem queixa que não são de segurança, mas tem relação e se refletem na área de segurança. Nesses casos também tentamos auxiliar.

anulfo Brandão é tenente-coronel da Polícia Militar do Rio de Janeiro e há 11 meses atua como o comandante do 24° Batalhão. Responsável pela segurança de cinco municípios na Baixada - Itaguaí, Paracambi, Seropédica, Japeri e Queimados -, ele conta que a maior incidência de crimes nessas regiões é o roubo de carros e que a organização e a logística são as maneiras pelas quais a polícia tenta coibir a prática. Para o comandante Brandão, Itaguaí é um município seguro, embora ele admita que o crime sempre vai acontecer e a ação da polícia sirva para diminuir a incidência. Durante a entrevista ele falou da possibilidade da criação de um Batalhão com sede em Itaguaí e que abrangesse também as áreas de Mangaratiba e Seropédica; da Central de flagrantes — ferramenta da polícia que voltou a funcionar — e de outras metas para a Cidade do Porto. distribuídos no centro da cidade e em escolas com alguns problemas que ocorrem no entorno. O FOCO – Há a possibilidade de se criar um Batalhão para Itaguaí. Em que pé está essa ideia? RB – Esse projeto é antigo. Passamos uma época em que Itaguaí era uma área coberta pelo 27ª Batalhão (Santa Cruz) e agora, por questões geográficas, passou a ser Baixada. Mas, a partir do momento em que temos um efetivo destacado com um oficial comandando, ele vai atender às demandas mais rápido e, caso não possa, haverá intervenção por parte do comando. Esse projeto de um Batalhão para Itaguaí, da deputada Andréia, teria a sede em Itaguaí, mas a abrangência seria de Mangaratiba a Seropédica. Ela já encaminhou o projeto. No momento o nosso problema realmente é efetivo. Nós formamos a cada mês uma média de 550 policiais, mas temos um projeto de ocupação e pacificação de comunidades da capital. Atendendo esse projeto e recebendo uma turma dessas, reforçaríamos o nível efetivo. Hoje não precisamos de um Batalhão tão grande para ter áreas que não utilizamos, porque a manutenção fica muito cara. Poderímos, por exemplo, fazer mais um andar para um novo Batalhão onde fica a atual Companhia.

O FOCO – Quais são as principais incidências de crime no 24º Batalhão? RB – Um dos índices que temos uma certa dificuldade para controlar é o de roubo de veículos. Temos uma área de 900 km² cortada por várias estradas. Todas as forças têm as suas dificuldades. Nós estamos atuando da seguinte maneira: a cada mês que passa, observamos a incidência da "mancha" criminal e vamos acompanhando e ocupando. É claro que o ideal seria ocupar a área de modo a evitar a mancha, mas isso não é uma dificuldade só da Baixada Fluminense. O crime sempre vai ocorrer.

O FOCO – Qual é a cidade mais violenta das cinco? Um dos nossos RB – Se formos comparar em relação ao passado, ainda que indicadores difíceis não seja o ideal, temos um dede controlar é o créscimo de homicídios. Mas roubo de veículos, isso varia a cada mês. Exemplo: Itaguaí no mês de maio temas direcionamos ve mais homicídios. Conversei logo a ação efetiva com o delegado, conseguimos de acordo com a efeturar algumas prisões e agoincidência" ra caiu para um caso, apenas. Há o crime que independente do contingente que tivermos, algo que não podemos evitar, que é o crime passional, pois acontece dentro de casa.

O FOCO – O que fazer para reverter ou minimizar esses crimes? RB – Hoje nós criamos o mecanismo do Regime Adicional de Serviço, em que as unidades estão recebendo reforço e o prefeito vai contratar o Proeis [Programa Estadual de Integração na Segurança]. Nesse programa, a prefeitura paga pela hora extra do policial militar. Já estamos levando um ofício para contratar uma média de 70 policiais a mais em alguns turnos que serão

O FOCO – Há pouco tempo houve uma discussão na Câmara em que o vereador Vicente comentou que o Batalhão não estaria sendo tão eficaz. Isso foi resolvido? RB – Eu não sei as palavras dele na íntegra e ficou parecendo que trocamos farpas. Na verdade não é nada disso. Todos os vereadores sempre colaboraram conosco. Nós temos aqui uma vez por mês um Conselho onde as pessoas se manifestam. Seria interessante se ele tivesse comparecido ao nosso Conselho para nos auxiliar, pa-

O FOCO – Qual é o efetivo e áreas de abrangência do Batalhão hoje? MFC – São 520 policiais para os cinco municípios: Seropédica, Japeri, Itaguaí, Queimados e Paracambi.

ra nos ajudar, como está sendo feito agora pelo prefeito. Pelo prefeito não houve nenhuma crítica, e é de onde está vindo a maior parte da ajuda. O FOCO – A central de flagrantes voltou a funcionar? RB – Voltou, e isso faz uma diferença muito grande. A central nos ajuda porque se você tem uma guarnição com quatro policiais trabalhando, dois ficarão fazendo ocorrência e os outros dois voltam para o município para fazer o patrulhamento. E quando é fora do município, o deslocamento fica mais difícil. O FOCO – Itaguaí é uma cidade segura? RB – É uma cidade segura. Posso considerar que sim. Agora, o crime vai acontecer. Sempre terá alguma coisa para gerar o crime. O FOCO – O fato do Batalhão ficar distante, em Queimados, causa um temor. Para quem denunciar uma emergência em Itaguaí a ação da polícia será rápida? RB – A polícia vai agir rapidamente, até porque os agentes serão deslocados daqui e podem estar na sede da companhia ou de uma cabina. Sempre há homens circulando. Nós temos um efetivo 100 policiais militares distribuídos em regime de escala e que atendem exclusivamente ao município de Itaguaí. erbs jr.

Brandão: efetivo é de 520 policiais para cinco cidades


13 a 19 de julho de 2012

3 cotidiano

JORNAL O FOCO

redacao@jornalofoco.com.br fale com a redação (21) 2687-0694 www.jornalofoco.com.br

Educação iBGE CONSTATA QUE EM VÁRIOS MUNICÍPIOS A ESCOLARIDADE É BAIXÍSSIMA. EM ITAGUÁI, MAIS DE 45 MIL NÃO TÊM ENSINO FUNDAMENTAL COMPLETO. EM MANGARATIBA, MAIS DE 13 MIL; E SEROPÉDICA, MAIS DE 32 MIL

IBGE: há pouca escolaridade, mas vagas sobram no EJA Jupy Junior e Alan Miranda redacao@jornalofoco.com.br

N

reprodução internet

habitantes, há somente 3.792 pessoas com ensino superior completo. No infográfico abaixo, há os dados das três cidades. Cabe ressaltar que Mangaratiba e Seropédica, têm, também de acordo com o IBGE, população de 36.311 e 78.183, respectivamente.

a quarta-feira (11), o jornal EXTRA publicou uma matéria sobre o nível de analfabetismo dos municípios da baixada. A matéria baseou-se no Censo 2010 do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). A pesquisa foi feita com pessoas com 10 anos ou mais e avaliou o nível de instrução nas cidades do Rio de Janeiro. A conclusão não é das melhores: de acordo com a pesquisa, em pelo menos cinco cidades da Baixada Fluminense, o percentual de pessoas sem instrução ou ensino fundamental incompleto é maior que 50%. A sexta e sétima cidades desse ranking são, respectivamente, Seropédica e Itaguaí.

Os número impressionam. Há gente demais sem instrução nos municípios de Itaguaí, Mangaratiba e Seropédica

NÚMERO ALARMANTES Os números de Itaguaí, por exemplo, são alarmantes, e revelam um realidade cruel que atinge grande parte da população. Em uma cidade com pouco mais de 100 mil habitantes (109.163), 45. 116 pessoas com 10 anos ou mais não têm instrução ou não completaram o ensino fundamental. E, quanto ao ensino superior, em uma cidade com, repita-se, um pouco mais de 100 mil

não representam a realidade atual do município. "Historicamente Itaguaí foi formada por agricultores, que realmente não têm instrução. Mas é um problema de conscientização das pessoas, pois há vagas sobrando no município para pessoas que querem estudar e se alfabetizar. Não podemos obrigar as pessoas a procurarem a escola" - lamentou Laudinice, que ressaltou o em-

SECRETÁRIAs EXPLICAm A secretária de Educação de Itaguaí, Laudinice Brito, disse a O FOCO que os números são de 2010 e

Escola municipal em Itaguaí: segundo secretária, rede pública pode oferecer milhares de vagas para instrução penho e a disponibilidade do município em atacar o problema. Brito disse ainda que familiares devem incentivar parentes a procurar a secretaria, que hoje conta com 1,5 mil pessoas que tentam se aperfeiçoar nos estudos, e tem uma turma de cerca de 50 pessoas na classe de alfabetização. "É pouco" — reconhece ela — "mas à noite podemos abrir milhares de

vagas, há inclusive contrapartida legal para que isso aconteça". O desafio, ainda segundo ela, é obter pessoas que possam instruir os alunos, o que envolveria questões burocráticas. A secretária de Educaçao de Seropédica, Lúcia Martinazzo, diz que o problema não é só dar acesso ao aumento de instrução, mas manter as pessoas na escola. Por isso a se-

cretaria criou projetos como o "Brinquedoteca", para que mães possam estudar e ter onde deixar seus filhos. Segundo Lúcia, há sim vagas ociosas na rede pública para educação de jovens e adultos (algo em torno de 40%), mas mesmo assim 1.095 pessoas aumentam a escolaridade no município, graças a iniciativas como incremento da merenda à noi-

te e vinculação da massa trabalhadora à escola por atuação da secretaria junto aos empregadores. O secretário de Educação de Mangaratiba, Devanil Gonçalves da Silva, não pode comentar os dados quando solicitado pela reportagem, que conseguiu falar com ele a poucas horas do fechamento da edição, mas prometeu receber a reportagem em breve. infografia: gian cornachini

Nível de Instrução ______________

Fundamental completo e médio incompleto

Médio completo e superior incompleto

Superior completo

Porcentagem total da população

29,03

7,37

______

20,4

______

42,95

______

MANGARATIBA

______

ITAGUAÍ 48,79 100% 19,55 27,09 4,1 _________________________ SEROPÉDICA 100% 49,2 19,69 25,65 5,19 ____________________________

______

Censo 2010 do IBGE mostra que grande parte da população de Itaguaí, Seropédica e Mangaratiba têm instrução limitada, o que limita a visão de mundo e as oportunidades de emprego e crescimento de renda.

Sem instrução e fundamental incompleto

100%


4

cotidiano

13 a 19 de julho de 2012

JORNAL O FOCO

fale com a redação (21) 2687-0694

Comunidade Seropédica santa sofia passa por muitos problemas: asfalto e quantidades de buracos preocupam

caio assis

Sem luz, sem aula e cheia de buracos Caio Assis caioassis@jornalofoco.com.br

N

a última semana, O FOCO esteve no bairro Santa Sofia, em Seropédica para apurar a situação dos alunos da escola do bairro. Eles ficaram sem aula após a demolição da unidade escolar devido a problemas estruturais. Os moradores se reuniram para protestar e aproveitaram a presença da reportagem para se queixar de outros problemas do bairro. A precariedade da iluminação, o abandono dos espaços públicos e a grande quantidade de buracos são os principais transtornos. “O Santa Sofia tinha tu-

do para ser um bairro modelo” — disse um morador, referindo-se principalmente à praça da localidade — que é equipada com quadra de futebol, parque de diversões e uma pista de skate. No entanto, o que era para ser um benefício se transformou em risco, pois a ferrugem tomou conta da praça e o chafariz, que devia embelezar, não funciona e acumula água. muitos buracos Ponto alto do atual governo, o asfalto também é problemático no bairro. Maria Gorete, moradora e mãe de um dos alunos prejudicados, se queixa morar em

umas das poucas ruas não asfaltadas. “Eles simplesmente ignoraram algumas ruas e deram o serviço como completo. Além disto, colocaram barro ao invés do asfalto” — revelou a moradora. Outro ponto preocupante do Santa Sofia é a quantidade de buracos. São de diversos tamanhos e quase sempre acumulam água e larvas de mosquitos. Além disto, faltam 78 lâmpadas nos postes da localidade, de acordo com Gilmar Tavares, morador que cuida da iluminação. “Sempre localizei os pontos sem luz. Mas hoje não adianta mais notificar a prefeitura, pois nada acontece” — reclamou.

Moradores se espantam com a quantidade de buracos que aparecem em Santa Sofia

Santa Sofia ainda sem aula Na Escola Manoelino da Silva, a tão aguardada estrutura começou a aparecer. Uma das mães informou que as tendas já estão no local, no entanto, as crianças e adultos da Santa Sofia continuam sem aula — pela quarta semana consecutiva. O FOCO entrou em contato com a secretaria de Educação e a subsecretária da pasta Mara Silva Soares informou que as obras estão em fase final,

faltando apenas a colocação dos pisos. De acordo com Mara, no dia 16 de julho todos os alunos voltarão a estudar. As mães também informaram que, em situação normal, o recesso do meio do ano começaria no dia 14. Mara comentou que nenhum aluno sairá prejudicado com a mudança e que a secretaria vai repor as aulas aos sábados e estendendo o horário normal em meia hora.

Concurso Público

Prazo para convocar concursados está no fim crédito

Representantes da Prefeitura não se pronunciaram sobre o prazo final para os concursados

JORNAL

O FOCO

EDITADO E PUBLICADO POR T.M. Comunicações LTDA cnpj: 07.600.975/0001-08

DISQUE-REDAÇÃO: (21) 2687-0694 PLANTÃO 24H: 7753-9156 ID.: 125*28667 Diretor Geral Thiago Melo (MTB 25806-RJ)

Editor Jupy Junior (MTB 28085-RJ)

Diretora Administrativa: Marina MELO Impressão editora esquema

Diagramação Gian Cornachini

„Atendimento ao leitor leitor@jornalofoco.com.br „Sugestões de pauta redacao@jornalofoco.com.br „Anuncie comercial@jornalofoco.com.br

O fim do prazo para convocação de aprovados noconcurso da Prefeitura Municipal de Itaguaí deixa concursados apreensivos. Realizado em setembro de 2011, o Concurso Público da Prefeitura de Itaguaí abriu 2.716 vagas para cargos nas áreas de saúde, administrativa e educação, no entanto, segundo informações de candidatos, a minoria dos aprovados foram convoca-

Proteção Ambiental

expediente

fale conosco

Carol Santana carolsantana@jornalofoco.com.br

(colaborador)

Reportagens Alan Miranda, Caio Assis e CARol Santana (colaboradores)

endereços na internet www.jornalofoco.com.br www.facebook.com/jornalofoco www.twitter.com/jornalofoco

dos para ocupar o cargo. Em edital, a informação é de que o prazo final seria de 180 dias após a publicação em Diário Oficial, sendo assim, o prazo encerra-se na próxima segunda-feira (16) — a publicação ocorreu dia 16 de janeiro. Candidatos que preferiram não se identificar, asseguram que as convocações estão sendo feita de forma desordenada. "Para algumas áreas chamam muitos e em outras poucos. O prazo está acaban-

do e tem muita gente aprovada sem saber o que vai acontecer" — disse a fonte. Também há reclamação sobre o descaso da Prefeitura com relação à informações. "Sempre nos atendem mal e ninguém nunca sabe dar uma resposta" - queixou-se outra aprovada. A equipe de O FOCO entrou em contato com as secretarias de Administração e Procuradoria, no entanto, nenhum representante quis se pronunciar sobre as convocações ou fim do prazo.

Educação e Saúde

Combate à caça ilegal Saúde e Educação em Mangaratiba lançam programa

O

Grupamento de Proteção Ambiental (GPA), descobriu na última semana em Mangaratiba, um abrigo de caçadores na Serra do Piloto. Os agentes encontraram buracos usados para enterrar vísceras dos animais abatidos e ganchos onde os animais eram pendurados e limpos. As instalações fo-

ram destruídas. No mês passado, o GPA encontrou armadilhas e carcaças de animais em Muriqui. O agente Wanderson Oliveira disse que o cerco aos caçadores está apertando e que a caça de animais silvestres deve ser banida da cidade. Para denunciar a prática ilegal, o telefone é: (21) 2789-6033.

O I Encontro da Saúde e Educação em Mangaratiba serviu para apresentar o Programa de Saúde Escolar que fará parte das pastas no município. Criado em 2007 pelo governo federal, o programa visa a prevenção, promoção e atenção integral a saúde das crianças, adolescentes e jovens do ensino público bá-

sico. As ações acontecem no ambiente escolar, unidades de saúde e são realizadas por profissionais de saúde e de educação. Um Grupo Gestor ficará responsável pelas atividades do programa, que está em processo de registro para se vincular ao Programa Federal, do qual receberá verba para custear as atividades.


cotidiano

JORNAL O FOCO

fale com a redação (21) 2687-0694

13 a 19 de julho de 2012

5

Urbanismo calçadas do centro de itaguaí sofrem sério problemas com ocupação irregular. Tem de tudo, desde ambulantes até veículos de diversos tamanhos. Munícipes se queixaM do problema

Calçadas são desafio para pedestres “ A Caio Assis caioassis@jornalofoco.com.br

palavra calçada, de acordo com o anexo I do Código Brasileiro de Trânsito, é a parte da via reservada ao trânsito de pedestres. No centro de Itaguaí, esta regra parece não se aplicar, pois em diversos pontos o munícipe não tem espaço disponível para transitar e tem que ir para a rua. Carros, mercadorias, placas publicitárias e camelôs são os principais obstáculos. Falta fiscalização e cidadão pouco faz para fazer valer seu direiro e reverter o quadro. Éricka Cristine foi flagrada nesta situação pela reportagem. A jovem caminhava com seus dois filhos — um deles dentro do carrinho — e não teve

espaço na calçada. Com o carrinho de bebê dentro do espaço dos veículos, ela diz que sente um pouco de medo. "Não é uma opção, sou obrigada a passar por aqui" — contou. Ericka diz também que ocupar a calçada com os carros é falta de vergonha na cara. No ponto onde O FOCO avistou Éricka existe um espaço para suficiente pa-

Produtos ocupam calçadas

ra receber mais de 10 veículos e sempre está lotado, deixando os munícipes na rua.

comércio evasivo Além dos carros e kombis, as calçadas do centro também ficam superlotadas com o comércio, seja ele legal ou ilegal. Os camelôs não se restringem ao espeço reservado — próximo à praça Vicente Cicarino — e ocupam diversos outros pontos. Por parte dos lojistas, o desrespeito é parecido e um grande número de lojas expõe suas mercadorias do lado de fora do espaço reservado. Para agravar, os lugares escolhidos por ambos são os trechos por onde circulam mais pessoas e isto "engarrafa" ainda mais o trânsito dos pedestres. Hosana Maria, de 30 anos, também passea-

Rodovia Rio-Santos

fotos caio assis

Acho esta situação péssima e é um problema em vários lugares. Para piorar, o comércio explora a calçada mais do que devia HOSANA MARIA moradora do Centro sobre a ocupação irregular das calçadas

va com seu filho dentro de um carrinho e teve sérias dificuldades de atravessar um corredor formado por camelôs próximo ao Berg's. Uma das comerciantes locais disse que nunca recebeu nenhuma reclamação a respeito disto. Nas lojas, a reportagem teve muita dificuldade de encontrar os responsáveis e ninguém comentou.

Dificuldade de caminhar nas calçadas arrisca munícipes

Polícia

Suspeito de matar fuzileiro é preso

Dnit reativa os radares da rodovia Rio-Santos jupy junior

Suspeito de matar o fuzileiro naval Leone de Oliveira Pinto há cerca de um ano, Luiz Henrique dos Santos Lage, de 21 anos, foi preso sábado (7) em Vespasiano, na Grande Belo Horizonte. De acordo com o Diário do Vale, Lage — que era um dos homens mais procu-

rados do Rio de Janeiro — foi capturado durante uma operação conjunta da Subsecretaria de Administração Prisional e da Polícia Civil. O crime aconteceu em julho de 2011 quando o fuzileiro naval Leone de Oliveira Pinto foi morto com um tiro no rosto, enquanto dormia

com a namorada dele dentro da própria da casa. Entre os suspeitos do crime está Luiz Henrique, que teria invadido a casa de Leone e efetuado vários disparos contra o casal. A namorada de Leone também morreu, após levar um tiro na boca, no braço e no ombro.

Foto-Legenda senai itaguaí: inscrições prorrogadas

reprodução internet

Cristiano Mota concorda com a reativação, mas só em parte: "velocidade muito baixa" Caio Assis caioassis@jornalofoco.com.br

N

o fim do mês de junho, os radares da Rio-Santos — que estavam desligados desde o dia 10/05 — foram religados. A decisão foi tomada ainda em maio (no dia 28) pelo Tribunal Regional Federal da 2ª Região. Desde então, não há qualquer impedimento contra o funcionamento dos equipamentos.

Um dos principais argumentos para o desligamento dos pardais era o de que eles estavam causando acidentes ao invés de evitá-los. Isto acontecia porque em alguns trechos, o limite de velocidade era muito baixo (40 km/h). Agora, com a decisão de religá-los, o problema é o mesmo e os motoristas já estão se queixando. Cristiano Mota, de 46 anos, é motorista de van

e passa diariamente pela BR-101. Ele concorda com a ação, mas acha que a velocidade esta muito baixa: "tem trecho que pode ser 60 km, 40 é brincadeira" — reclamou. Para Carlos Henrique de Jesus, de 42 anos, a mudança pode ser muito perigosa. "no radar perto do Portogalo, o motorista acaba tendo que frear muito de repente. Isto causa tumulto e até acidentes" — concluiu.

„Foram prorrogadas até dia 15, as inscrições para vagas gratuitas em cursos técnicos do SENAI. Podem se inscrever alunos da rede pública estadual de ensino, que estejam cursando o 2º ou o 3º ano do Ensino Médio regular. As inscrições deverão ser feitas no site da Secretaria de Educação (http://conexao.educacao.rj.gov.br/pronatectec/).


6

cotidiano

13 a 19 de julho de 2012

JORNAL O FOCO

fale com a redação (21) 2687-0694

Festa durante cinco dias a expo movimentou a cidade do porto e foi um show, tanto em atrações, quanto em público. com tradições e novidades, o evento marcou itaguaí e já deixa saudades

Expo Itaguaí é sucesso absoluto erbs jr.

Carol Santana carolsantana@jornalofoco.com.br

M

Animais adestrados se apresentaram no rodeio

D

istante de todo o tumulto do palco principal estava a Tenda de Vendas, onde produtos de todos os tipos estava disponíveis para os visitantes, desde bijuterias a objetos artísticos. Um destes artistas expositores e o que talvez chamou mais a atenção foi o africano Lamine. Nascido no Senegal, ele diz que já é

Com mais de 10 mil seguidores, a fanpage do evento já dava sinais do sucesso de público que seria a Expo Itaguaí 2012 nomados no país sacudiram a galera e fizeram o palco tremer durante suas apresentações. No primeiro dia (4), o cantor gospel Fernandinho, abriu a festa com muito louvor e adoração, levando milhares de fiéis ao evento. O segundo dia (5) teve o tradicional ser-

tanejo com a dupla Guilherme e Santiago que fez o público levantar poeira do chão. A terceira e agitada noite (6) foi embalada pela cantora Preta Gil e Banda Eva, que fez a galera tirar o pé do chão. O quarto dia (7) atraiu milhares de adolescentes e famílias para o show do NX Zero, que ao final da apresentação, dividiu a atenção com o lutador Anderson Silva que derrotou o americano Chael Sonnen, na luta considerada "a do século" pelos críticos. Um final eletrizante e inesquecível para todos.

Grupo de música portuguesa se apresenta na Lona Cultural

ERBS JR.

a terceira vez que vem à Expo e descobriu o evento pela internet. Entre os produtos expostos pelo senegalês estavam, máscaras, miniesculturas, roupas etc., todos feitos por ele e pelo irmão, com preços que variavam entre R$ 20 e R$ 200. De acordo com Lamine, cada máscara tem uma história. Uma das máscaras vendidas era o Thiakou, que representa um guerreiro que viajou por vários países da áfrica. caio assis

Edinael na frente da sua barraca: ele e mais três irmãos venderam churros na Expo 2012 Jupy Junior jupyjunior@jornalofoco.com.br

A

Cada márcara exposta representa um guerreiro africano

Expo é um universo tão tico que coisas incríveis acontecem. Veja a história de Edinael Conceição da Silva Junior, que vendia churros no evento. Com 16 anos, ele mora em Angra dos Reis e veio com os irmãos para fazer um dinheirinho. Ele chegou na área

da Expo na segunda-feira (9) para se preparar para as vendas. Ele e mais três irmãos (idades: 13, 20 e 23, mas são 10 irmãos no total) dormiram na barraca da foto acima pois ficaria dispendioso e cansativo fazer Itaguaí-Angra-Itaguaí durante os cinco dias de festa. Os pais deles ficaram em Angra. Eles carregaram duas carrocinhas de churros em

Fechando a Expo (8), o cantor Thiaguinho fez o seu primeiro show em carreira solo no Rio de Janeiro, e Itaguaí teve o privilégio de receber o artista, que cantou diversos sucessos e encantou as fãs. Sem dúvida o momento mais marcante foi quando Thiaguinho chamou ao palco a fã e aniversariante da noite Carol Almeida que fez dueto com o cantor na música "Viver sem ti". Num balanço geral, a festa superou expectativas e com certeza deixou saudade. gian cornachini

Dura vida de vendedor

Da África direto para a Expo Itaguaí Caio Assis caioassis@jornalofoco.com.br

uita animação, curiosidades e novidades marcaram a Expo Itaguaí 2012. Quem esteve na área do evento pode se deslumbrar com a megaestrutura do espaço e um leque enorme de atrações e opções para se divertir. Com algumas novidades e outras já tradicionais a Expo deste ano foi sucesso absoluto do primeiro ao último dia do evento. Segundo a organização, mais de 500 mil pessoas passaram pela área da feira agropecuária. E gente de toda a parte veio curtir a festa itaguaiense, como confirmou a estudante Karina Rodrigues. “Sou de Campo Grande, mas vim com amigos que são de Nova Iguaçu, Bangu, Santa Cruz. Já conheci gente de Guadalupe, Valqueire, Penha, mas tem espaço e diversão pra todos e todo mundo gosta” – afirmou a animada estudante que no

sábado (7) já aproveitava o seu terceiro dia de Expo. Exposição agropecuária, rodeio, shows, teatro, patinação no gelo, terreirão, lona cultural, oficinas e cursos marcaram a Expo, que com certeza completou mais um capítulo na história da cidade. Shows com artistas re-

um carro que ficou estacionado perto da área do Rodeio. Mesmo com o mau cheiro perto do valão que corta a área da Expo, ele não se incomoda. Commprava-se churros de Edinael a R$ 3 (na promoção, dois por R$ 5). Detalhe: ele e os irmãos passaram maus bocados porque choveu no domingo e a barraca de camping estava furada em vários pontos.

O FOCO: revista Itaguaí 194 anos O FOCO vai lançar, pela primeira vez, uma revista comemorativa pelo aniversário de Itaguaí. Trata-se da Revista Itaguaí 194 anos, uma publicação inédita na cidade. Os diferenciais são muitos, a começar pelo conceito mais humanizado, pois em uma das sessões há depoimentos de sete pessoas que representam setores da cidade. Em uma outra sessão, há uma matéria sobre curiosidades históricas a partir da dissertação de um mestre em História pela UFF. Também como iniciativa inédita, a revista cobre dois importantes eventos: a Sessão Solene e a Expo. a previsão para circulação na cidade é a partir de segunda-feira (16).


13 a 19 de julho de 2012

7 poder

JORNAL O FOCO

redacao@jornalofoco.com.br fale com a redação (21) 2687-0694 www.jornalofoco.com.br

Campanha nas ruas com a liberação das campanhas nas ruas pelo calendário eleitoral, candidatos de itaguaí, mangaratiba e seropédica fazem últimos ajustes para começar o corpo a corpo com os eleitores

O caminho está nas ruas Carol Santana carolsantana@jornalofoco.com.br

D

e acordo com o calendário eleitoral, os candidatos ao cargos municipais deste ano podem, desde o dia 06 de julho, colocar a propaganda eleitoral nas ruas. Com dura-

ção de três meses – até dia 6 de outubro, véspera do primeiro turno do pleito –, é preciso ficar atento às regras que a norteiam. São permitidos, por exemplo, o uso de alto-falantes ou amplificadores de som, a realização de comícios, caminhadas, carrea-

tas e a distribuição de material gráfico. Está autorizada a utilização de carro de som que transite pela cidade divulgando jingles ou mensagens de candidatos. O uso da internet para a campanha também já está liberado. Em Itaguaí, Mangaratiba

Andréia: estrategias e definições finais THIAGO MELO

„A candidata à Prefeitura de Mangaratiba, e deputada estadual Andréia Bussato (PDT) — Andréia do Charlinho — ainda está estruturando sua campanha e, neste primeiro momento, se reunindo com seus candidatos à vereança para traçar estrategias. "Estou me reunindo com meus vereadores para confirmar as localidades que iremos visitar. Nesse momento, ainda estamos fazendo reuniões internas, mas, em breve, liberarei a agenda pública" — resumiu a deputada pedetista.

Aramis: valorização do olhar CAROL SANTANA

„Candidato a prefeito de Itaguaí, Aramis Brito (PSC) ainda aguarda a conclusão de registros junto ao Tribunal Regional Eleitoral, mas afirma que à partir da próxima semana, já estará nas ruas da Cidade do Porto apresentando e ouvindo propostas dos cidadãos. "Faremos uma campanha empolgante, organizada e com base em propostas e dialógo com a sociedade, afinal, o cidadão sabe do que a cidade precisa. E é melhor termos vários olhares do que apenas um" — definiu Aramis.

Antônio: campanha de garra alan miranda

„O comerciante Antônio Barbosa da Silva, conhecido como Antônio Zona Rural (PMDB), tenta o cargo máximo no pleito municipal de Seropédica pela primeira vez, mas garante que terá uma campanha vibrante, forte e conta com a aderência popular para se destacar nas eleições. "Estamos preparando uma campanha maravilhosa, somando força e garra às necessidades da população de Seropédica. Queremos inovar e crescer com a cidade que tem capacidade para isto" — declarou Zona Rural.

e Seropédica, alguns candidatos não perderam tempo e já estão caminhando pelas ruas. Já outros ainda traçam estratégias e esperam um momento mais oportuno para iniciar as atividades de campanha nas ruas, rumo ao pleito municipal. A equipe de O FOCO en-

trou em contato com os candidatos à Prefeitura das três cidades para saber como está o andamento das campanhas e propostas que já estão sendo realizadas por cada candidato. No entanto, em alguns casos, o jornal não obteve respostas de Alexandre Valle, Luciano Mota,

Luiz Antônio, Márcia Chereghini e Vinicíus Moreira, em Itaguaí. Em Seropédica, Luciano Pereira. Em Mangaratiba, Emília Colonese. O candidato José Joaquim Madeira (PSC) ainda define atividades e aguarda material de campanha para ir às ruas em busca do pleito.

Capixaba: caminho da reeleição THIAGO MELO

„Para o candidato à reeleição Evandro Capixaba (PSD), já começou a campanha pelas ruas. O atual prefeito, já tem feito caminhadas ao lado de seu vice de chapa, Dr. Ruy Quintanilha. De acordo com a assessoria do candidato, a campanha está sendo embasada em continuidade e Capixaba tem tido respostas positivas da população mangaratibense. "Por onde ele passa as pessoas falam muito bem do trabalho que vem sendo feito por ele" — assegurou o assessor.

Anabal: retomando o fôlego thiago melo

„O candidato Anabal Barbosa (PHS), que já foi prefeito da Cidade da Seda, busca retornar ao cargo majoritário de Seropédica e garante que a campanha está voltada para a vitória, mas que o momento ainda é de cautela para que seja um trabalho forte até o final. "Estamos reunindo forças e esperando o momento certo. Ninguém colocou a campanha na rua; é um momento de definir as ações e resguardar para ter fôlego até o final e sair vitorioso de mais esse pleito" - garantiu Anabal.

Martinazzo: operação trator cAIO ASSIS

„Alcir Fernando Martinazzo (PSB) tenta dar continuidade ao governo municipal que comanda a quase dois anos em Seropédica. O candidato acredita no trabalho que está realizando na Cidade da Seda e mesmo com a autorização do calendário para campanha nas ruas, Martinazzo se programa para iniciar a caminha no próximo mês. "Estamos nos reestruturando, escolhendo locais estratégicos, mas no ínicio do próximo mês iremos às ruas com tudo para atropelar todo mundo" - afirmou o atual prefeito.


8

13 a 19 de julho de 2012

poder

JORNAL O FOCO

fale com a redação (21) 2687-0694

Eleições 2012 candidato à reeleição à prefeitura de mangaratiba começa campanha nas ruas

Capixaba inicia campanha na rua divulgação

Capixaba e Dr. Ruy percorreram bairros de Mangaratiba e conversaram com moradores Carol Santana carolsantana@jornalofoco.com.br

O

candidato Evandro Capixaba e o candidato a vice-prefeito Dr. Ruy Quintanilha — ambos do PSD —, iniciaram a campanha pela reeleição à Prefeitura de Mangaratiba no sábado (07). Capixaba andou por várias ruas da cidade e aproveitou a oportunidade para conversar com moradores e comerciantes locais. Segundo a assessoria do candidato, este é um momento de contato com a população para saber de seus anseios e desejos pa-

ra continuar desenvolvendo e construindo uma cidade melhor. No domingo (08), a caminhada ocorreu na comunidade da Palha e, em seguida, Capixaba e Dr. Ruy seguiram para evento no Centro de Atendimento Integral à Criança e ao Adolescente, na Serra do Piloto, e falou uma pouco sobre os primeiros passos da campanha. "Já estávamos diariamente conversando com a população e escutando suas vontades, mas agora vou poder fazer o que mais gosto, que é estar nas ruas vendo de perto

tudo que minha cidade precisa para continuar crescendo" — afirmou Capixaba. Já o candidato a vice, vereador Dr. Ruy, falou de como foram os primeiros dias de campanha ao lado de Capixaba: "Ele é querido por todos onde passa. Trago minha experiência de vereador e de médico para aliarmos uma política forte e de compromisso com a população de Mangaratiba. Está sendo maravilhoso" — afirmou Dr. Ruy. Na próxima semana os candidatos vão continuar visitando os bairros da cidade da Costa Verde.

Ilegalidade eleitoral

Campanha por telefone é ilegal Carol Santana carolsantana@jornalofoco.com.br

Alguns candidatos têm utilizado os serviços telefônicos como um meio de chegar até o eleitor para fazer campanha. No entanto, em entrevista à rádio CBN na última segunda-feira (09), o desembargador Luiz Zveiter, presidente do Tribunal Regional Eleitoral do Rio de Janeiro (TRE - RJ), afirma que a atividade é ilegal e incentiva os eleitores a denunciar os candidatos. De acordo com as regras

estabelecidas pelo Tribunal Superior Eleitoral, os candidatos não podem enviar spams, sms ou ligar para casa de um cidadão para fazer campanha eleitoral. O presidente afirmou que a lista de ilegalidades durante o processo eleitoral é extensa, mas reforça a proibição de algumas práticas comuns como distribuição de brindes — camisetas, bonés e canetas —, realização de showmícios, utilização de outdoor, trio elétricos e faixas de agradecimentos durante campanha. Zveiter destacou tam-

bém o papel dos eleitores durante a fiscalização dos candidatos. “O eleitor tem que entender que não é coadjuvante nas eleições, ele é o principal participante. Tem que contribuir com a fiscalização, denunciar e só votar em candidatos que façam campanhas dentro da legalidade” – alertou o desembargador. Os eleitores podem denunciar os candidatos através do site do TRE (www. tre-rj.jus.gov.br), pelo telefone (21) 3513-8144 ou pelo e-mail denunciapropaganda@tre-rj.jus.gov.br.


poder

JORNAL O FOCO

fale com a redação (21) 2687-0694

13 a 19 de julho de 2012

9

Eleições 2012 com as atas das convenções enviadas para o tribunal regional eleitoral, novos prazos se abrem e corridas às câmaras e prefeituras entram em uma nova fase. campanha já está liberada

Começa a campanha eleitoral Jupy Junior jupyjunior@jornalofoco.com.br

A

té o dia 6 de julho último o ano eleitoral era apenas uma abstração. Mas a partir desta data ele começou para valer, com a liberação, pela Justiça eleitoral, da propaganda na imprensa escrita. Já tem candidato na rua, fazendo campanha, e cheios de planos, e até outubro vão gastar muita sola de sapato em busca do voto do eleitor [ler matérias nas páginas 7 e 8]. A Justiça eleitoral tem prazos muito bem definidos para as eleições, e costuma ser rígida no cumprimento deles. Para quem quer acompanhar de perto, vale ficar atento aos sites dos tribunais: Tribunal Regional Eleitoral do Rio de Janeiro (TRE-RJ) e Tribunal Supe-

rior Eleitoral (TSE). Os endereços dos sites são os seguintes: TRE — www.tre-rj.gov. br e www.tse.jus.br; respectivamente. PRAZOS EXPIRADOS Em 6 de julho, segundo o TRE, além da liberação da propaganda em jornais e revistas (que também devem obedecer a uma série de regras, como por exemplo divulgação do custo do anúncio), a Justiça eleitoral liberou também a propaganda na internet, desde que seja feita em sites do candidato, do partido ou da coligação. Oito de julho foi o último dia para a Justiça eleitoral publicar a lista com a relação dos pedidos de registro de candidatura apresentados pelos par-

tidos políticos ou coligações. Isto efetivamente foi feito, conforme matéria na página 10 desta edição. PRAZOS E EXPIRAR Os partidos, candidatos e assessores devem ficar atentos aos próximos prazos. No dia 5 de agosto, por exemplo, é o limite para que sejam julgados os pedidos de registro (todos os candidatos são submetidos à análise da Justiça, principalmente por causa da lei da "Ficha Limpa") e os pedidos de impugnação. Tudo deverá ser resolvido, e as decisões devem ser publicadas nos sites dos tribunais até esta data. A campanha já começou e a militância já pode começar a atuar, embora os tribunais tenham muito trabalho com a fiscalização até outubro.

reprodução nternet

A Justiça eleitoral costuma ser muito rígida com o cumprimento de todos os prazos


10

poder

13 a 19 de julho de 2012

JORNAL O FOCO

fale com a redação (21) 2687-0694

Para checar seu candidato divulgacand reúne informações sobre todas as candidaturas, inclusive declarações de renda dos candidatos e permissão de gastos da campanha. ferramenta é importante instrumento para eleitor

Saiba tudo sobre seu candidato Jupy Junior jupyjunior@jornalofoco.com.br

O

Tribunal Superior Eleitoral oferece ao eleitor uma ferramenta incrível: o DivulgaCand. Por meio dela, o leitor pode ter acesso às informações do seu candidato, tais como: idade, estado civi, limites de gastos da campanha, declaração de bens, grau de instrução, profissão e plano de governo. A praticidade para o eleitor é excepcional, basta acessar o site do TSE (leia o box)e ter acesso imediato a todas as informações. Graças à rigidez dos prazos eleitorais e às inovações da internet, todas as candidaturas estão devidamente "fichadas" na ferramenta, e, embora ainda esteja em curso a apreciação dos registros (a data da homologaçao é só em agosto), o eleitor já pode ver, na comodidade da sua casa, quem é quem nas próximas eleições. NÚMEROS de candidatos Graças ao DivulgaCand, é possível saber exatamente quantos candidatos pleiteiam vagas nas Câmaras e nas prefeituras. Eis os nu-

meros. Em Itaguaí, são seis candidatos a prefeito e 148 a vereador. Em Mangaratiba, quatro para prefeito e 126 para vereador. Em Seropédica, quatro a prefeito e 151 a vereador. RELAÇÃO DE BENS Graças ao DivulgaCand também é possível saber quais são os bens que os candidatos relacionaram, e qual é o valor total da declaração. Há candidatos a prefeito que declaram ter R$ 60 mil e candidatos a vereador que declaram ter bens que, somados, chegam a mais de R$ 1 milhão. O eleitor pode tranquilamente "perder" vários minutos só para che-

car as informações e estabelecer, com isto, critérios para escolher a quem dará o seu voto. PLANOS DE GOVERNO Ainda em relação a critérios, é possível também checar quais são os planos de governo de cada candidato a prefeito, embora nem todos tenham ainda cumprido com excelência este item. É uma boa maneira de conferir se os candidatos de fato conhecem as cidades nas quais pleiteiam cargos públicos. O DivulgaCand está à disposição de todos, e é um instrumento poderoso para o exercício da democracia no país.

REPRODUÇÃO INTERNET

A ficha de Martinazzo mostra que o atual prefeito concorre com argumento de continuidade

Acesse já o Divulgacand „Acesse o site do Tribunal Superior Eleitoral — www.tse.gov.br. Em seguida, clique em "Eleições", no alto da página. Selecione "Eleições 2012". No meio da página, vai aparecer em azul "DivulgaCand", é só clicar. Depois, é bem simples, o eleitor escolhe o estado da federação que deseja consultar, e preenche no formulário o nome da cidade. As opções vão se abrir (prefeito ou vereador, com o número de candidatos), e o eleitor clica nas páginas para fazer as consultas a todos os candidatos. A aparência é como nas reproduções ao lado, nesta página, com os candidatos a prefeito de Seropédica.

Anabal Barboza: sorriso largo na foto da sua ficha no DivulgaCand: eleitor pode conferir

Ferramenta disponibiliza curiosidades dos candidatos

O

DivulgaCand tem como maior interesse — acredita-se — a relação de bens dos candidatos e o limite de gastos das campanhas. Mas em relação a estas informações, alguns dados são bem curiosos. O atual presidente da Câmara de Mangaratiba, Edison Ramos (Edinho, PMDB), é candidato à reeleição como vereador e tem discriminados na relação de bens, dentre outros, sete carros e dois cordões de ouro de 200 gramas cada que somam o valor de R$ 16 mil. De acordo com a ferramenta do TSE, Andréia Busatto (PDT) pode gastar três vezes menos na

campanha do que Evandro Capixaba (PSD). Ela, R$ 500 mil; ele, R$ 1,5 milhão. em Itaguaí, Aramis Brito (PSC) não declarou nenhum bem; assim como Luciano Mota (PSDB). Ambos são candidatos a prefeito. Para vereador, Silas Cabral (PV), o mais antigo parlamentar da Casa, declarou ter bens que, somados, chegam a R$ 1,54 milhão. O atual presidente, Jorge Luis da Silva Rocha (Jorginho do Charlinho, PV), decalrou ter R$ 500 mil em bens. Em Seropédica, Alcir Martinazzao pode gastar até R$ 2,5 milhão. Anabal Barboza, muito menos: R$ 1 milhão,

mesmo valor de Luciano Pereira, do PT, que declarou ter bens no valor de R$ 52 mil, aproximadamente. Ainda em Itaguaí, a Pastora Márcia Chereghini (PPS) é a candidata a prefeita que está autorizada pelo TSE a gastar mais na campanha: até R$ 3 milhões. Todos os outros vão gastar menos: Alexandre Valle (950 mil); Aramis Brito (R$ 2 milhões); Luciano Mota (R$ 1 milhão); Luiz Costa (R$ 1,5 milhão) e Vinícius Moreira (R$ 500 mil). Os candidatos são obrigados a preencher estes dados quando registram suas candidaturas junto ao TSE. O eleitor agradece.

Antônio Zona Rural também sorri na sua foto na ferramenta do TSE: todos os candidatos

Luciano Pereira, do PT, optou por foto mais convencional: todos os dados importantes


poder

JORNAL O FOCO

fale com a redação (21) 2687-0694

13 a 19 de julho de 2012

11

Tumulto no registro vereador do phs de mangaratiba aciona a polícia federal para dar um flagrante em SUPOSTO caso de convenção fraudulenta. segundo ele, houve intenções de inviabilizar sua candidatura

O

vereador mangaratibense Sidney Marcello Filho (PHS) está furioso. Ele se diz traído, e que não será candidato à reeleição por uma manobra empreendida pelo prefeito Evandro Capixaba, orquestrada pelo secretário de Obras Humberto Vaz. "O fato covarde de não ter me deixado sair candidato demonstra que esse cidadão não é digno de qualquer adjetivo que eu possa usar para ele. O que falam mal dele na rua, o que xin-

Sidney Marcello diz que ata de convenção do PHS foi forjada segundo interesses políticos que o eliminaram do processo eleitoral gam esse cidadão pela atitude covarde e vil que ele teve comigo, é uma grandeza. Isso só demonstra que esse cidadão não é capaz nem de gerenciar partidos, quanto mais a minha Mangaratiba" — disse o parlamentar a O FOCO na quarta-feira (11). IRMÃO DA DEPUTADA Sidinho diz que foi impedido de discutir com o seu partido os rumos da eleição, e que foi limado do processo de registro de candidaturas porque é irmão da deputada e can-

Sidinho declara guerra didata pelo PDT Andréia Cristina Marcello Busatto, adversária de Capixaba nas próximas eleições. E diz mais. Em depoimento na Polícia Federal no dia 5 de julho — o vereador se fez acompanhar da PF quando foi assinar o livro de registros — disse que a ata foi forjada, pois ele não compareceu à convenção do dia 15/6 que teria definido o apoio ao atual prefeito, Capixaba, embora seu nome constasse na ata. Sidinho disse que o PHS não publicizou a realização da convenção e que houve vários desrespeitos à legislação eleitoral. "Ninguém assinou documentos no dia 15 de junho, e as assinaturas estão sendo colhidas no dia de hoje [5 de julho] no interior da Prefeitura de Mangaratiba" — é o que diz o depoimento na Polícia Federal que Sidinho prestou ao ter percebido a suposta manobra. De fato, os bastidores políticos ficaram exaltados com a notícia de que o vereador tinha convocado a Polícia Federal. Sidinho prestou depoimento no dia 5, foi com policiais ao comitê, na Praia do Saco, que deram voz de prisão às pessoas presentes para que se esclarecesse a situação. Em síntese, Sidinho declara que houve manipulação do atual prefeito para eliminá-lo thiago melo

jupy junior

Sidinho diz que ata foi forjada para que o prefeito Capixaba pudesse eliminá-lo do processo eleitoral deste ano do processo eleitoral. Tudo porque ele assinaria a ata que teria se realizado no dia 15 de junho no dia 5 de julho. Sidinho protocolou ação de impugnação às candidaturas do PHS também nesta quarta (11) e diz que tomará outras providências legais.

Segundo o vereador, a convenção do do dia 15/6 foi fraudulenta, e pessoas que não compareceram assinaram a ata

„ O presidente do PHS disse a O FOCO o seguinte: "Chamei Sidinho para comparecer à convenção no dia 15 de junho, mas ele não foi. Nessa convenção ficou decidido que apoiaríamos Capixaba. Não houve outra convenção no dia 30 de junho. Até o dia da inscrição, Sidinho era candidato. Liguei a semana toda para ele pedindo os documentos. Sidinho me disse pro telefone que levaria, mas quando chegou no comitê estava acompanhado da Polícia Federal. O

vereador na verdade não queria que o PHS fizesse uma coligação menor como fizemos, com PC do B e PRB, porque as chances para vereadores de mandato se reelegerem seria menores. Ele inclusive disse para mim: 'se for com o PSD [partido de Capixaba], tô dentro, senão, tô fora'. Sidinho poderia fazer o registro dele sozinho, o prazo era até o dia 7, e quando ele apareceu foi com a PF. Eu disse a ele ' a legenda é sua, preciso de você para me ajudar, sou inexperiente', mas na verdade quem foi traído fui eu".

Advogado conta outra versão dos fatos Jupy Junior jupyjunior@jornalofoco.com.br

O

Capixaba: advogado disse que Sidinho fez ato político

Rômulo Nogueira, presidente do PHS, comenta

thiago melo

Jupy Junior e-mail@jornalofoco.com.br

advogado da coligação "Mangaratiba crescendo com o povo", cujo candidato a prefeito é Evandro Capixaba, apresentou uma outra versão para os fatos apontados por Sidney Marcello Filho. O Doutor Afonso Destri conversou com a reportagem por telefone na quarta-feira (11), e disse que Sidinho tentou tumultuar o processo de registros dos candidatos do PHS. Ape-

sar de ressalvar que não poderia explicar outros fatos a fim de não instruir a parte contrária, Destri deixou claro que haverá batalha judicial por conta dos eventos do dia 5 de julho: "já comunicamos à corregedoria e ao procurador regional eleitoral" — garantiu ele. "NÃO HOUVE FLAGRANTE" O advogado disse também que, na Polícia Federal em Angra dos Reis, não foi confirmado nenhum flagrante e as pessoas foram liberadas em seguida, assim

como o livro de registro de candidaturas. Destri repetiu o que disse o presidente do PHS, que Sidinho teria até o dia 7 de julho para registrar sua candidatura individualmente, e que ele não se candidatou "porque não quis". A legislação eleitoral prevê que é possível candidatar-se mesmo que os partidos já tenham enviado as atas para a Justiça Eleitoral via site do Tribunal Regional Eleitoral. Para ele, o tumulto que se criou ocorreu porque Sidney é irmão da depu-

tada estadual e candidata à prefeitura pelo PDT, Andréia Cristina Marcello Busatto. "Ele fez com propósito político, para prejudicar um partido que compõe a coligação de Capixaba" - afirmou o advogado. Destri contou que Sidinho assinou o livro que lhe foi entregue e que o vereador teria declarado "agora vocês cometeram um crime eleitoral", no que o policial teria dado voz de prisão ao presidente do PRP e ao secretário do PHS.


12

poder

13 a 19 de julho de 2012

JORNAL O FOCO

fale com a redação (21) 2687-0694

Polêmica na Câmara juiz eleitoral de itaguaí decide que redução do número de cadeiras de 17 para 11 só pode ser válida para eleições de 2016

Sucessão na Cidade do Porto

Em Itaguaí, novos candidatos

Vagas na Câmara ainda são incertas em 2012 E

Jupy Junior jupyjunior@jornalofoco.com.br

thiago melo

les não estavam sendo cogitados na disputa, mas o TSE registrou candidaturas. No apagar das luzes, novos candidatos surgiram, e o cenário político do próximo pleito fica um pouco mais complexo com Vinícius Monteiro, Emília Colonese Carrad e Luiz Braga Costa.

Emília: outra mulher Quem pensou que Andréia Busatto seria a única a pleitear o cargo máximo do executivo mangaratibense, enganou-se. Emília Colonese Carrad (48 anos)— nome político Emília — vai disputar as eleições para a prefeitura da cidade sob o partido PSol. O FOCO entrou em contato com Arlete Colonese, mãe de Emília

ArQUIVO PESSOAL

Integrantes do movimento "Limpa Geral" comemoram a decisão do juiz Alexandre Gavião: lenha na fogueira Jupy Junior jupyjunior@jornalofoco.com.br

P

ara quem achava que o jogo político itaguaiense já estava confuso, é bom se preparar: a polêmica envolvendo a revogação do decreto que aumentou para 17 o número de cadeiras em disputa ainda não acabou. O juiz Eleitoral Titular da 105ª Vara eleitoral (Itaguaí), Alexandre Guimarães Gavião Pinto, apreciou a instrução do Ministério Público motivada pelo requerimento assinado por 17 integrantes do movimento "Limpa Geral" (formado por candidatos a vereador e demais pessoas revoltadas com a revogação) e decidiu: a Câmara errou e feriu a lei orgânica municipal ao reduzir o número para 11. O juiz mandou informar ao Tribunal Regional Eleitoral do RJ que o número (pelo menos por enquanto) é 17. A ressalva da frase anterior se deve ao fato de que ainda cabe recurso, o que a Câmara, via nota oficial, prometeu fazer. ANO ELEITORAL Na fundamentação, Gavião diz que a medida tomada pela Câmara só poderia ter efeito se fosse realizada na última legisla-

tura antes do ano eleitoral. Ou seja, ainda em 2011. Também como fundamentação, o juiz esclarece que a Justiça eleitoral não leva em consideração aspectos políticos das Casas Legislativas, mas sim a observância dos pressupostos de legalidade no que diz respeito à lei orgânica municipal e à Constituição federal. Depois da ressalva, o juiz chama a atenção para o fato de que a Lei Orgânica estabelece um prazo mínimo para votações deste tipo: "qualquer alteração no número de cadeiras de vereadores tem de ser estabelecida até o final do ano legislativo anterior ao ano das eleições" - diz o texto da decisão de Gavião

Pinto. Isto, de acordo com o juiz, foi o suficiente para que se desse razão integral ao Ministério Público Eleitoral de Itaguaí. "Hou-

O Ministério Público Eleitoral de Itaguaí encaminhou requerimento e o juiz manteve cadeiras em 17, mas cabe recurso ve ofensa à regra da própria Lei Orgânica Municipal (...) sem a indispensável observância das normais legais pertinentes" escreveu o juiz eleitoral.

POSSÍVEL CONFUSÃO E agora?, poderia se perguntar o leitor politizado que acompanha de perto — ou por O FOCO — os rumos da disputa pelo cargo de vereador. Agora, decididamente, tudo ficou ainda mais confuso. Isto porque, caso a decisão seja mantida — não há informações precisas sobre prazos —, talvez seja necessário realizar novas convenções partidárias, porque o número de candidatos pode aumentar (segundo o TSE, oficialmente são 148). Poderá haver até mesmo alteração nas eleições, ou novas contas para saber quem realmente entra, pois os coeficientes se alteram. Agora a questão virou caso de Justiça.

Serão 11 ou 17 cadeiras? Entenda o caso „A Câmara de Itaguaí decidiu em 2011 aumentar o número de caideiras de 11 para 17. Argumentou-se, na época, que a cidade aumentou a população e que era preciso dar mais representatividade ao povo. Este procedimento estava de acordo com o que dizia a Constituição Federal: cidade com mais de 100 mil habitantes (segundo o Censo 2010, Itaguaí tem pouco mais de 109 mil) pode ter até 17 parlamentares. Na época, a Câmara não estava muito afinada com o Executivo municipal

(várias denúncias vieram a público). Meses depois, com a paz selada com a prefeitura, os vereadores voltaram atrás e, sob o argumento de contenção de despesas (embora o percentual de 7% de repasse do orçamento municipal não se altere), os vereadores aprovaram por unanimidade a revogação do decreto, e mudaram também a Lei Orgânica para permitir a mudança. Foi justamente sobre a revogação que o juiz eleitoral incidiu nesta semana, e declarou inválida a redução do número de cadeiras.

(que comanda uma ONG no município), para obter uma entrevista. Mas Arlete avisou que Emília está viajando a trabalho, e só volta daqui a cerca de 15 dias. No site do TSE, há informações de que Emília pode gastar até R$ 2 mil na campanha e sua declaração de bens, diz o TSE, tem um total de R$ 800 mil.

Emília: surpresa!, há uma segunda mulher na disputa

Vinícius e Luiz Costa Os candidatos do PPL e do PTN, respectivamente, são Vinícius Monteiro e Luiz Braga Costa. Ambos não divulgaram pré-campanha para O FOCO, e suas candidaturas são, digamos, misteriosas. Isto porque tanto um quanto outro não estavam cogitados na disputa. Com eles, Itaguaí soma seis candi-

datos a prefeito. Costa (54 anos), de acordo com o site do TSE, pode gastar na campanha R$ 1,5 milhão; e Vinícius (31 anos), R$ 500 mil. O PPL é um partido jovem, tem mais ou menos um ano de fundação. Costa declarou ter bens qu e somam R$ 419 mil; e Vinícius, segundo o TSE, R$ 60 mil. divulgação

David Ferreira, candidato a vice (esq) e Vinícius Monteiro


poder

JORNAL O FOCO

fale com a redação (21) 2687-0694

13 a 19 de julho de 2012

13

Paralisação parlamentar As câmaras municipais de itaguaí, mangaratiba e seropédica anunciam seus respectivos recessos. o período de paralisação dura 15 dias e retorno das sessões acontecerá a partir de 1° de agosto

Câmaras anunciam recesso Alan Miranda alanmiranda@jornalofoco.com.br

A

s Câmaras de Itaguaí, Mangaratiba e Seropédica entraram em recesso. O período dura cerca de 15 dias e, para todos, o prazo de retorno é dia 1° de agosto. Em Mangaratiba e Seropédica, a última sessão antes do recesso já aconteceu. itaguaí Em nota, a Câmara de Itaguaí divulgou que entrará em recesso a partir da próxima terça-feira (17), após a realização de uma Sessão Solene que

será presidida pelo vereador Jorge Luís da Silva Rocha (Jorginho Charlinho, PV). No período de recesso, os parlamentares continuarão outras atividades e atenderão em seus gabinetes. Apenas os vereadores estarão em recesso, porque os funcioná-

Durante o recesso, os parlamentares continuarão exercendo outras atividades e atenderão os munícipes em seus gabinetes ERBS jR

Câmara de Itaguaí entra em recesso na próxima terça

rios da Câmara irão trabalhar normalmente. Seropédica A Câmara de Seropédica paralisou as atividades na quarta-feira (4). Segundo o presidente da Câmara de Seropédica, Dedé Bananeira (PSB), todos os 10 vereadores estavam presentes. Assim como em Itaguaí, os parlamentares manterão outras atividades durante o recesso. "Acho que nesse período de legislatura todos fizeram um bom trabalho e pretendemos mantê-lo" — disse ele. mangaratiba Em Mangaratiba, um fato no mínimo curioso aconteceu na última sessão antes do recesso. Ou melhor, não houve sessão. O fato é que não houve quórum. Somente os vereadores Edison Ramos (Edinho, PMDB), Gustavo Busse (PSDB), José Carlos Simões (PSDB) e Sidney Marcello Filho (Sidinho, PHS) compareceram. O vereador Edinho, tam-

Presidente Edinho vai aproveitar o recesso para pintar a Câmara e trocar móveis bém presidente da Câmara, disse não estar preocupado, pois os vereadores ainda irão justificar a ausência. Segundo ele, o expediente continua normalmente durante o recesso, só não haverá sessão. "Eu pretendo aproveitar esse período também pa-

Última sessão de Mangaratiba antes do recesso não aconteceu por falta de quórum. Edinho acredita que vereadores terão boas justificativas

Imprensa

O FOCO prepara documento sobre eleições crédito

Jupy Junior jupyjunior@jornalofoco.com.br

O

jornal O FOCO vaipromover um encontro com os representantes das candidaturas majoritárias às prefeituras de Mangaratiba, Itaguaí e Seropédica para divulgar um documento. Trata-se de um esclarecimento quanto à posição da direção do jornal sobre a condução dos trabalhos durante a cobertura das eleiçoes 2012. Tal iniciativa tem por objetivo comunicar que O FOCO pautará a cobertura tendo sempre em vista o princípio da isonomia (igualdade entre os candidatos). COMO NA SUPLEMENTAR O FOCO tomou tal atitude na cobertura das eleições suplementares do ano passado em Mangaratiba, quando Evandro Capixaba

THIAGO MELO

sagrou-se vencedor naquele pleito. Na ocasião, representantes das candidaturas receberam o documento e felicitaram o jornal pela atitude, considerada por eles como louvável, e que evidencia o esforço da publicação em participar da cober-

O jornal O FOCO prepara um documento em que detalha a cobertura das eleições de 2012 para garantir a isonomia

Representantes de candidatos na eleição suplementar

tura de modo a valorizar os ideiais democráticos. Ainda em relação à cobertura das eleições suplementares em Mangaratiba, os candidatos Ruy Quintanilha, José Luiz do Posto, Evandro Capixaba tiveram uma pá-

gina de entrevista cada um para expor suas ideias e responder aos questionamentos dos jornalistas. Gustavo Busse, que era candidato, desistiu de concorrer e por isso não foi entrevistado, assim como Capixaba, que optou em não atender a reportagem. Ruy Quintanilha e José Luiz do Posto tiveram uma página cada um. Para as eleições de 2012, O FOCO ainda vai detalhar para os leitores como se dará a cobertura nas três cidades e qual espaço os candidatos a prefeito efetivamente terão. O documento para os candidatos e as matérias para os leitores ainda estão sendo preparados a fim de garantir que todos os candidatos sejam atendidos e todos os leitores tenham acesso às suas ideias.. O encontro com os representantes também será devidamente registrado por O FOCO.

ra fazer uma pintura na casa, trocar alguns móveis que estão precisando aqui na casa." — adiantou ele. Durante o primeiro período de atividade, a Câmara fez 204 indicações, 32 projetos de lei, 13 requerimentos, 92 ofícios e 3 leis complementares.

Alerj decide

Venda de canetas laser são proibidas

A

gora é lei: a venda de canetas que emitem raios de laser passará a ter regras determinadas pela legislação estadual. É o que assegura a lei 6.293/12, publicada no Diário Oficial do Executivo desta quarta-feira (11/07). A nova norma é assinada pelos deputados José Luiz Nanci (PPS) e Luiz Martins (PDT), e estabelece, entre suas determinações, o limite etário para a compra do equipamento: o produto não poderá ser vendido a menores de 18 anos. A proibição, acreditam os autores, reduzirá o uso irresponsável deste recurso.


13 a 19 de julho de 2012

14 cultura & variedades

JORNAL O FOCO

redacao@jornalofoco.com.br fale com a redação (21) 2687-0694 www.jornalofoco.com.br

Tinta na espátula assim como o israelense leonid afremov, a ferramenta de pintura de mestre willard é a espátula. com 87 anos, ele leva à fundação mário peixoto seu trabalho repleto de cores e criatividade

A técnica de Mestre Willard Alan Miranda alanmiranda@jornalofoco.com.br

O

artista Willard Dias Basílio, ou Mestre Willard, como é apresentado no convite, vai levar à Fundação Mário Peixoto 16 quadros inéditos de seu acervo. A exposição "Espátula e Luz" chega ao Salão de Exposições Solar Barão do Sahy na sexta-feira (13) e fica durante um mês, até 12 de agosto. Willard dias Basílio Nascido em 1924, em Jacarepaguá, Willard é filho único e começou a se embrenhar pelo mundo da pintura desde que tinha 14 anos. Já pela década de 1940 começou a ter aulas com alguns professores mais experientes do meio artístico. Por conta de dificuldades financeiras, Willard teve que interromper o ofício da arte e traba-

lhou durante anos em outras áreas, como comerciário, balconista, vitrinista (magazine louvres). Pouco tempo depois começou a trabalhar na fabricação de sapatos, que até fazia sucesso na época. Um dos modelos era de pelica e personalizado. Apesar de ainda não poder tirar seu sustento da arte, nunca deixou de pintar. Nessa época usava o estilo acadêmico e com pincéis. Alguns anos mais tarde, começou a expor seus quadros na feira de Copacabana, montou uma galeria e começou a vender suas obras. "Eu só comecei a viver da pintura com uns 50 anos" — relembra ele, que hoje já tem quadros espalhados por cidades de vários países. a técnica da espátula Diferente da maneira convencional de pintar,

Livros na calçada

Mestre Willard faz uso de uma técnica pouco convencional, mas já praticada por outros pintores: Seus quadros são feitos com o uso de espátula em vez de pincel. Assim como o israelense Leonid Afremov, Willard faz uso das espátulas, geralmente usadas para limpar a tinta das paletas para dar forma à sua imaginação. Dentre os desenhos que serão expostos a partir de sexta-feira, o artista destaca alguns: "Nessa exposição mostrarei o meu forte, que são marinhas, barcos, paisagens e natureza morta" — disse ele. Ele conta que os trabalhos com a espátula começaram muito cedo. "Acho que só tenho dois quadros feitos com pincel, há uns 60 anos" — relembra. "Comecei a usar espátula por causa da minha irmã, que também pinta e foi um grande incentivo para mim." — conta ele.

divulgação fmp

Mestre Willard em exposição: quadros pintados com uso de espátula

Um dos quadros da mostra

Marinhas e barcos estão entre suas preferências

Fundação Mário Peixoto

Projeto de incentivo à Programação da FMP com arte e música leitura em Mangaratiba jupy junior

Alan Miranda alanmiranda@jornalofoco.com.br

A Fundação Mário Peixoto (FMP) preparou uma série de atividades que vão movimentar a casa nesse mês de julho. Haverá ex-

"Livros para você. Pegue um, leia-o e depois devolva"

H

á alguns dias, os mangaratibenses depararam-se com um objeto inusitado em frente à Secretaria de Educação. Trata-se de uma estante cheia de livros e à disposição de qualquer um que quiser ler. Lê-se no informe colado na estante que é um projeto da Prefeitura Municipal de Mangaratiba, através de seu órgão cultural - Fundação Mário Peixoto. O informe in-

ferior diz o seguinte: "Livros para você. Pegue um, leia-o e depois devolva". E a ideia conta não só com a colaboração dos munícipes, mas também com a fiscalização. A estante não tem qualquer proteção e qualquer um que passar pelo local pode sacar um livro. A ideia é fomentar e incentivar a leitura. Dentre os exemplares expostos figuram alguns clássicos como "Lolita" e "Sagarana".

posição de arte com o pintor Mestre Willard, feira, shows de chorinho e apresentação da Orquestra Sinfônica. Ao todo, serão quatro dias de eventos, que começam já nesta sexta-feira,

dia 13, com a abertura da exposição Espátula e Luz, a partir das 18h, no Solar Barão do Sahy. No dia 20, vai acontecer na Praça Robert Simões a Feira do Livro, às 17h. Já no dia 21, a programação

chega até Muriqui, com apresentação do grupo de chorinho Toque de Linha, na Praça João Bondim, às 21h. A Orquestra Sinfônica da AMAN se apresenta dia 26 na Praça de Mangaratiba às 19h.


13 a 19 de julho de 2012

15esportes

JORNAL O FOCO

redacao@jornalofoco.com.br fale com a redação (21) 2687-0694 www.jornalofoco.com.br

Fenômeno Mangaratibense o baiano bugler damião conta a o foco sua trajetória campeã, que começou em ilhéus, na bahia, e hoje segue a passos largos nas ruas mangaratibenses

Os passos de um campeão Caio Assis caioassis@jornalofoco.com.br

F

ranzino, 40 anos de idade e muitos quilômetros rodados: este é o breve currículo de Bugler Damião Nascimento dos Santos, maratonista baiano que há 14 anos adotou Mangaratiba como moradia e ponto de treinamento. Solteiro e sem filhos, o corredor dedica-se quase inteiramente ao esporte e chega a correr os 35 km de uma só vez, de Mangaratiba ao trevo de Itaguaí aos domingos, e nas horas vagas, trabalha com obras e pintura de casas. ESPORTISTA DE CERTIDÃO Sua relação com o esporte vem de sua certidão de nascimento. A origem de seu nome vem do meia-atacante José Roberto Bougleaux (o Buglê), conhecido por marcar o pri-

jupy junior

meiro gol da história do "Mineirão" — Estádio Governador Magalhães Pinto. Buglê jogava no Vasco na época que seu chará Bugler nasceu. Bugler iniciou a caminhada esportiva com 15

Tudo começou na brincadeira. Fui convidado para disputar uma corrida e fiquei na terceira posição. Gostei e continuei o treinamento" anos de idade, quando começou a praticar karatê e kung fu. Já o gosto pela corrida nasceu de uma brincadeira. "Eu era triatleta e fui convidado para correr uma maratona que um vereador estava organizando em Ilhéus, minha

Em casa, Bugler acumula diversas medalhas e troféus

Bugler Damião mostra com orgulho sua coleção de medalhas. São 75 no total e, claro, não deve parar por aí cidade natal e fiquei em terceiro lugar. Gostei e comecei a treinar” — disse. NO RIO DE JANEIRO Após se destacar na Bahia, Bugler veio disputar sua primeira maratona no Rio de Janeiro. Na ocasião, o baiano ficou entre os 200 primeiros — do total de 1.061 concluintes. Bugler não venceu a prova, mas a vinda ao Rio mudou sua vida: no mesmo dia ele conheceu outros maratonistas que o trouxeram para Mangaratiba. No município, Bugler dis-

putou a Maratona de Mangaratiba, que aconteceu 15 dias depois e ficou na terceira colocação. Pouco tempo depois conseguiu trabalhar com obra e pintura — mesma área que já trabalhava na Bahia —, se estabilizou e fixou residência na Costa Verde, onde guarda suas 75 medalhas. CAMPEÃO AUTODIDATA Bugler começou a treinar sozinho e assim permanece até hoje. Sem qualquer ajuda de treinador, o baiano faz diversos trajetos na cidade, como Man-

Esporte e Cidadania

"Esporte e Cidadania" leva futvôlei a Jacareí

C

onceição de Jacareí recebeu no sábado (7) o projeto “Mangaratiba Esporte e Cidadania”, que tem como principal objetivo desenvolver atividades sociais e esportivas em todo o município. Durante todo o dia aconteceu o Torneio Futvôlei, que foi disputado com eliminatórias simples e teve a participação de Elcio Garcia — atleta profissional, que em agosto disputará os campeonatos esta-

duais de Espírito Santo e Brasília. Elcio ficou na terceira colocação, junto com Vinicius Barreto. Na segunda colocação ficaram Leonardo Medeiros e Fernando Henrique e na primeira, a dupla de moradores de Mangaratiba, Rafael Azevedo e Jeferson Laurentino. O evento também teve diversas outras atividades, como recreação para crianças, avaliações físicas, além de diversas outras não esportivas.

divulgação/pmm

garatiba-Muriqui, Serra do Piloto, Junqueira e domingo sim, domingo não, Mangatatiba-Itaguaí (trajeto que faz em cerca de 2 horas e 10 minutos). Sem médico particular, Bu-

Não adianta só o patrocínio em dinheiro. Tem que ter também o patrocínio em palavras. Ouvir as pessoas dando força é muito bom" Futebol

Muriqui na China por mais quatro anos

N

Futvôlei foi a principal atração do Esporte e Cidadania

gler não deixa de se cuidar: "sempre vou me consultar, seja por qualquer dorzinha. Também pego dicas de alimentação, pois o esporte requer muito" — revelou. Bugler conta com o apoio da prefeitura, da academia Hugo e de alguns comerciantes locais, para bancar as viagens, mas o maior patrocínio são as palavras: "é muito bom quando ouço 'é isso aí, atleta, não desista'" — revelou o atleta. Quanto ao fim da carreira, ele revela: "pretendo parar. Mas só quando Deus disser que chegou a minha hora" — concluiu.

a terça-feira (3), o atacante Muriqui renovou seu contrato com e Guangzhou Evergrande — atual campeão chinês. O contrato agora vai até julho de 2016. O jogador foi o artilheiro e eleito melhor jogador da última edição e já é o principal goleador da atual, com dez gols. Desde 2010 no clube, Muriqui despertava o interesse de outras equipes, como

o Al-Jazira, dos Emirados Árabes, mas comemorou a permanência na China. "Estava negociando a renovação de contrato com o Guangzhou há algum tempo e fiquei muito feliz por termos chegado a um desfecho positivo. Recebi uma boa proposta salarial, e pretendo permanecer aqui até o final desse compromisso" — disse o jogador ao "Globoesporte.com".


16

esportes

13 a 19 de julho de 2012

Futebol Solidário Em partida beneficente repleta de gols, deputados arrecadam alimentos para CER

Oito gols para a solidariedade

Em partida anunciada em 12 de junho, Romário fez dois gols dos seis da equipe Caio Assis caioassis@jornalofoco.com.br

U

ma das duplas de atacantes mais famosas da história do futebol, Romário e Bebeto voltaram a atuar juntos. Atualmente, os dois estão no campo político, mas a partida aconteceu nos gramados. O local escolhido foi Mangaratiba, na disputa do "Futebol Solidário". A partida aconteceu no estádio da Praia do Saco na tarde de quinta-feira (12) e teve a participação de cerca de 20 deputados — dentre eles Acelino Popó Freitas (PRB), Tiririca (PR), Danrlei (PSD) e Deley (PSC) — que jogaram contra um combinado de jogadores

do município. A presença do prefeito Evandro Capixaba estava cotada, mas não ocorreu. O evento teve o objetivo de arrecadar alimentos não-perecíveis para o Centro de Educação e Reabilitação Emanuela Ribeiro de Souza (CER), já que para participar cada munícipe levou 1 kg de alimento para doação. a partida A partida aconteceu às 16h, lotou o estádio, e terminou com o placar de 6x2 para os deputados (com dois gols do baixinho). As autoridades aproveitaram o momento para anunciar que tentarão melhorias no estádio, já que a iluminação não é das me-

Rúgbi

Itaguaí joga para não ser rebaixado Caio Assis caioassis@jornalofoco.com.br

D divulgação

lhores, e insuficiente quando escurece. visitas anteriores A relação do deputado Romário com o município começou quando o baixinho — acompanhado do também deputado Marcelo Matos — visitou Mangaratiba há exatamente um mês atrás (12 de junho) para anunciar uma emenda parlamentar de R$ 300 mil para o CER. Na ocasião, os reputados aproveitaram também para anunciar o evento futebol solidário. No dia 23, os parlamentares voltaram ao município, desta vez para anunciar o pedido de mais R$ 500 mil, desta vez para a área de Esporte e Lazer.

JORNAL O FOCO

fale com a redação (21) 2687-0694

omingo (15) é dia de decisão para o Itaguaí Rugby Clube. A equipe viajará até Friburgo para disputar o último jogo do Campeonato Fluminense, que decidirá o quinto e o sexto colocado, ou seja, quem vencer se mantém no campeonato e o perdedor será rebaixado para a segunda divisão estadual.

Para evitar o decesso, o time da Cidade do Porto treina forte para o jogo contra o Friburgo. Para esta difícil missão, o clube conta com o apoio do treinador argentino Walter Bornemann. “Ele conheceu o nosso trabalho em um torneio no Leme. Pedimos a ajuda dele e ele aceitou o desafio sem qualquer custo” – declarou André Muniz, vice-presidente do Itaguaí.

equipe confiante Apesar dos maus resultados no torneio (cinco derrotas em cinco jogos), André se diz confiante para a partida: “passamos por muitos problemas de organização e perdemos alguns jogadores importantes. No entanto, compensamos em treinamento nestas últimas semanas e vamos vencer e nos manter na primeira divisão” – afirmou.

JORNAL O FOCO ED. 142 | NOTÍCIA COM NITIDEZ  

Notícias sobre o cotidiano dos municípios de Itaguaí, Mangaratiba e Seropédica. Informação sobre política e os bastidores do poder. Cultura,...

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you