__MAIN_TEXT__
feature-image

Page 1

DIRETOR: THIAGO MELO

O FOCO

PMDB ARQuIvO O FOCO/THIAgO MELO

JORNAL

ANO 6 | EDIÇÃO 126 | 16 A 22 DE MARÇO DE 2012

w w w. j o r n a l o f o c o . c o m . b r

ALAN MIRANdA

Abastecimento

Verão a seco em Itaguaí

Rosilene santos, moradora de Coroa grande, aponta para o que tem sido a única solução para a constante falta de água no bairro: um poço improvisado para que ao menos se possa tentar tomar um banho no calor escaldante

Correspondência misteriosa indica Câmara para inscrições em cursos superiores Página 11

Homenagem

câmara aprova lei que batiza parque municipal com nome da mãe de eike batista: Jutta fuhrken Página 10 ALAN MIRANdA

Urbanismo

terrenO recebe despeJOs de empresas nãO identificadas

O time de Mangaratiba conquista os três primeiros pontos na série C do Cariocão. É o início da jornada em busca da tão sonhada vaga na série B do futebol estadual. Vitória foi por WO sobre o time do Serrano, que não inscreveu atletas. Página 14

Artes plásticas

Grafiteiro propõe usar a arte como meio de integração social de jovens na Cidade do Porto Haroldo Vanner Neto, o grafiteiro que assina várias obras nos muros de Itaguaí como "Hum", dá aulas sobre graffite no Ciep Djalma Maranhão e defende a valorização da arte como saída para os problemas sociais. "Graffite não é pichação" - diz. Página 15

FALE CONOSCO

Entrevista

Jailson Barboza recebe O FOCO

Dez metros de detritos prestes a invadir casas em Chaperó Grêmio consegue primeira vitória

Página 11

Mistério

As reclamações abrangem várias localidades de Itaguaí, e O FOCO foi a uma delas: Coroa Grande, que há 29 dias está sem uma gota d´água sequer. Mediante o descaso das autoridades e falta de providências da Cedae, moradores partem para soluções improvisadas, como instalar poços e carregar baldes de um lugar a outro a fim de tentar minimizar o transtorno. Ações judiciais e até idas ao Ministério Público têm sido inúteis. Página 6

Futebol

vicente rocha diz que apoio a alexandre valle é por orientação de Jorge picciani

Pág. 2

Consumo

A Páscoa vem aí. O FOCO foi às ruas para conferir as novidades Página 3

César Carlos observa "montanha" que traz uma série de incômodo para moradores

Orçamento cultura

Emil de Castro comenta orçamento

O presidente da Fundação Mário Peixoto - órgão cultural de Mangaratiba - Emil de Castro, comentou que o orçamento para a área aumentou em 2012. "Mas poderia ser melhor" disse. Museu a ser inaugurado este mês vai aumentar despesas. Página 15

Partido dos Trabalhadores

CARLOs PAIvA

Urbanismo

Centro de Itaguaí só tem três lixeiras

Página 4

Adriana do PT com Weslei e Benedita

Presidente do PT nega acordos de aliança A presidente do PT nega que o partido esteja em conversas para acertos de alianças para a sucessão de Charlinho, embora não decida se é oposição ou situação Página 9

REDAÇÃO2687-0694 redacao@jornalofoco.com.br

PARA ANUNCIAR2687-0406 comercial@jornalofoco.com.br

Saúde no verão

Óculos de sol mais barato pode comprometer visão, dizem oftalmologistas Página 7


16 a 22 de março de 2012

2 entrevista

JORNAL O FOCO

redacao@jornalofoco.com.br fale com a redação (21) 2687-0694 www.jornalofoco.com.br

Jailson Barboza O secretário de meio ambiente, agricultura e pesca de itaguaí nega que a secretaria tenha privilegiado colônias de pescadores em acordo com a marinha e diz estar atento às empresas

"Só pescador conhece pescador "

fotos jupy junior

Barboza: secretaria dá suporte, mas não decide impasse

Jupy Junior jupyjunior@jornalofoco.com.br

O

secretário de Meio Ambiente, Agricultura e Pesca de Itaguaí revela nesta entrevista que ainda está longe de uma solução o impasse entre os pescadores da Ilha da Madeira e a Marinha do Brasil, responsável pelo empreendimento dos submarinos em Itaguaí. Para ele, o papel da secretaria é reunir os interessados e oferecer suporte para que as discussões sejam produtivas. "Não vou dizer quem deve receber as contrapartidas, quem deve decidir isso são as associações" - disse Barboza. Ele também comenta a situação da agricultura no município, e diz que parceria com iniciativa privada já rende frutos.

O FOCO – A secretaria que o senhor dirige abrange três temas: meio ambiente, agricultura e pesca. Qual deles é mais difícil de dirigir? JAILSON BARBOZA – Os problemas são os mesmos. Talvez meio ambiente seja mais trabalhoso, por causa dos processos de licenciamento ambiental, por causa dos impactos ambientais que o município sofreu não somente na Ilha da Madeira. A agricultura também tem seus problemas. O FOCO – Qual é o principal problema na Agricultura em Itaguaí? JB – Talvez a falta de maquinário aqui para que possamos atender a todo mundo. O FOCO – Que tipo de assistência a secretaria presta aos agricultores do município? JB – Tem um caminhão que às sextas, sábados e domingos fica à disposição dos agricultores. Contratei um motorista só para isso, ele fica o dia inteiro. O serviço é pegar os produtos em Mazomba, levar para a feira de Paciência, Nilópolis e Ceasa para eles venderem, eles têm pontos, assim como têm aqui. Em face disso, só temos um caminhão, nossa intenção é comprar mais um com verba do governo federal para atender também Raiz da Serra, que fica sem caminhão. A produção toda não cabe somente em um veículo.

O FOCO – Qual é a vocação agrícola de Itaguaí? JB – Hoje é banana, coco e goiaba. Só que a goiaba e o coco os atravessadores vão lá e pegam. A banana, por ter um volume maior, é mais difícil de transportar. O FOCO – Há algum tempo o vereador Carlos Kifer (PP) fez uma crítica à secretaria, disse que ela "só fazia horta". Ainda existe essa ideia de que a secretaria só faz projetos piloto para exibir na Expo? JB – [Jailson não responde de imediato, levanta-se e vai buscar uma pasta para mostrar ao repórter] Tudo que temos aqui é documentado. Nossa secretaria não é estática. São muitos projetos. Algumas coisas é melhor nem responder, certas pessoas são dignas de perdão. [a assessora não encontrou a pasta para mostrar à reportagem] O FOCO – Além do caminhão para escoamento da produção, há algum projeto importante para os agricultores? JB – Hoje o agricultor que quiser plantar e vender para a Odebrecht, está vendendo. Fizemos três reuniões aqui com os agricultores. A Odebrecht não quer comprar comida de ninguém, ela quer fazer a comida dela com os produtos de Itaguaí, e isso já está acontecendo. A Odebrecht tem um engenheiro agrônomo e duas assistentes sociais, eles nos procuraram e estamos tocando a parceria: eles estão comprando aimpim, por exemplo. O FOCO – O que o agricultor interessado em participar da parceria com a Odebrecht precisa fazer para vender seus produtos para a empresa? JB – Tem que ter nota fiscal. Alguns não têm, mesmo porque não tinham necessidade de ter. Estamos ajudando essas pessoas a conseguir tirar as notas. Também estamos abertos a receber contadores interessados em ajudar nesse processo. O FOCO – Há informações de que a secretaria estaria privilegiando determinadas associações de pescadores para recebimento de valores de contrapartidas ambientais. Isso procede? JB – Isso não é verdade. Recebemos um documento da MaO pescador rinha em novembro de 2011. perdeu muito, mas Eles pediram uma relação o que é suficiente? com nomes de pescadores arQuem tem que tesanais que seriam contemplados com a contrapartida. resolver são as Informamos que não poderíassociações"

amos fazer isso, nosso cadastro estava desatualizado, e dissemos que não queríamos nos comprometer. Então a Marinha pediu que reuníssemos as lideranças e fizemos isso. A reunião foi em fevereiro, e ficou decidido que os representantes das associações indicariam quem são os pescadores que merecem a contrapartida. Eu não vou dizer quem são os pescadores que merecem receber, quem tem que dizer são as associações. Os boatos são maldade, não apontei ninguém. Só pescador conhece pescador. Eu como filho de pescador conheço vários, mas não vou apontar quem merece receber as contrapartidas. O FOCO – Mas então a listagem foi fechada? As associações já decidiram quem merece receber contrapartidas? JB – A Marinha decidiu que serão 70 pescadores a receber um salário mínimo por 14 meses. Seriam barcos, mas o Ibama proibiu com o argumento de que aumentaria muito o esforço Hoje o de pesca na baía e seria prejuagricultor que dicial. Cada associação manquiser vender dou sua listagem, mas nada ficou decidido, porque a Mapara a Odebrecht, rinha disse que daria para 70 vende. Temos pessoas e a soma da listagem parceria com eles" das associações deu 120. Como a lista não fechou, a Marinha sugeriu que o Conselho Municipal de Meio Ambiente Agricultura e Pesca resolvesse. Na verdade nada está decidido ainda.

O FOCO – Por que a Marinha decidiu que apenas 70 pescadores deveriam receber contrapartidas? JB – Segundo a Marinha, é o que conta no Relatório de Impacto Ambiental da obra do estaleiro para os submarinos na Ilha da Madeira. Essa foi a conta feita pelo Rima [Relatório de Impacto Ambiental]. O FOCO – E os pescadores que não pertencem a nenhuma associação? Eles também não deveriam ser beneficiados porque foram igualmente impactados como os outros? JB – É uma atribuição da Marinha junto com os pescadores. Eu é que não posso escolher. Depende das associações. Talvez o Ministro Crivella possa contribuir. O FOCO – O senhor acha que as contrapartidas são justas? JB – Acho que o pescador tem que ter uma compensação de tudo o que aconteceu. Mas qual é o valor disso tudo? Quem vai decidir? O pescador perdeu muito, mas o que é suficiente? A secretaria está ao lado dos pescadores, mas não quer ser injusta.


16 a 22 de março de 2012

3 cotidiano

JORNAL O FOCO

redacao@jornalofoco.com.br fale com a redação (21) 2687-0694 www.jornalofoco.com.br

Consumo

ALAN MIRANdA

cOmérciO em itaguaí Já se mObiliza cOm preparativOs para a páscOa. lOJas mOstram nOvidades para a épOca dO chOcOlate

Quero Chocolate! Itaguaí se prepara para Páscoa Na vitrine da Cacau show, recheada de novidades para a Páscoa de 2012, dona Lúcia escolhe as guloseimas: "sempre compro aqui. Adoro as trufas" - diz ela Alan Mirranda alanmiranda@jornalofoco.com.br

F

altam 17 dias para a Páscoa. A data costuma levar bastante gente às compras e o comércio deve estar bem preparado para atender à demanda pelo mais procurado na Páscoa: o chocolate. Em Itaguaí, algumas lojas já estão decoradas e com novidades para as vendas. O FOCO foi ao supermercado Berg’s e à

loja Cacau Show, no Shopping de Itaguaí, checar os preços e quais são as novidades desse ano. Confira.

dia 1º de março com todo tipo de chocolates. Ainda vão chegar mais” – conta ele. Dentre as novida-

MERCADOS O supermercado Berg’s já montou a tenda de Páscoa - setor destinado aos diversos tipos de chocolates. O gerente Alexandre Nogueira contou que a preparação começou no início do mês: “Começamos a abastecer o estoque

A cada R$ 50 em compras na Cacau show o cliente irá concorrer a R$ 1 milhão em barras de ouro e R$ 5 mil em ovos de chocolate

Prefeitura de Mangaratiba avisa A secretaria de Desenvolvimento Econômico, Trabalho e Renda de Mangaratiba está de endereço novo. Agora, os interessados nas vagas do Balcão de Emprego terão que se encaminhar até à loja 203 da rua Coronel Moreira da Silva, no centro do município para serem atendidos. O espaço vai atender de segunda a sexta das 8h às 16h. O superintendente da pasta Nilton Santos acredita em maior visibilidade com a nova sede da secretaria: “conseguimos um local estratégico, de cara para rua. Já era uma

vontade nossa e a Prefeitura de Mangaratiba nos proporcionou este lugar” – disse. O endereço antigo era na mesma rua, porém, dividia as atenções com o Detran - que ficava no mesmo prédio. Para mais informações, a secretaria disponibiliza atendimento pelo telefone 2789-6023, e pelo e-mail balcão.emprego@ m a n g a r a t i b a . r j . g o v. b r. Em breve, mais informações sobre vagas oferecidas pelo Balcão. IPTU: NOvA DATA Direto do gabinete do Prefeito Evandro Capixa-

ba saiu mais um decreto que prorroga o prazo para o pagamento do IPTU deste ano com desconto. A data desta vez foi para o dia 31 de março. A vantagem é para quem vai pagar a taxa em cota única - pagamento em uma parcela. A primeira data de pagamento do imposto era para o dia 31 de janeiro. Em seguida, foi prorrogada para 15 de fevereiro. Desta vez, a prefeitura ofereceu mais 45 dias de prazo. Para mais informações: www.mangaratiba.rj.gov.br - "Guia do IPTU".

des estão os ovos Smurfs (180g - R$ 20,41) e o Sonho de Valsa bombom “gigante” (400g – R$ 32,59). Para aqueles que esperam o melhor momento para as compras, Nogueira avisa: “As promoções vão acontecer, estamos deixando para quando a data estiver mais próxima”. O Guanabara foi procurado, mas o subgerente Marcos disse não estar autorizado a falar com a imprensa.

CACAU SHOW A loja também preparou algumas surpresas para a Páscoa de 2012. Dentre elas, cestas com coelho de pelúcia e diversos tipos de chocolates que variam entre R$ 60,00 e R$ 120,00; um ovo de 2,5Kg que custa R$ 179,00 e uma promoção milionária para os amantes de chocolate. A vendedora Adriana Costa explica: “a cada R$ 50,00

em compras na Cacau Show, o cliente concorre a R$ 1 milhão em barras de ouro mais R$ 5 mil em ovos de páscoa.” Segundo Adriana, o cliente receberá um código para cadastrar no site da loja, junto de um protocolo de identificação. Em caso de compra de R$ 100,00 o cliente concorre com dois códigos e assim por diante. É chocolate que não acaba mais.

fOtO-legenda "tigrãO" em mangaratiba capacita alunOs

dIvuLgAçãO / PMM

„O caminhão da foto é da empresa Tigre, que está na cidade graças a uma parceria com a prefeitura no projeto "Tigrão". Ele fica em Mangaratiba até esta sexta (15) para servir de sede de cursos de capacitação de tubos e conexões. O caminhão vai percorrer todo o Brasil com aulas práticas e teóricas.


4

cotidiano

16 a 22 de março de 2012

JORNAL O FOCO

fale com a redação (21) 2687-0694

Urbanismo entulhO e material de cOnstruçãO causam tumultO a menOs de 5 minutOs dO centrO

Muito entulho para pouca rua Caio Assis caioassis@jornalofoco.com.br

E

lias Ribeiro tem 70 anos e trabalha como fiscal de uma das cooperativas que fazem transporte público na Cidade do Porto. Há algum tempo ele se queixa da grande quantidade de entulho e material de obra espalhados pela rua Antônio Santiago, onde mora. O problema de Elias parece ainda mais grave pela proximidade do centro, pois a rua fica a cinco minutos de lá. A ocupação do entulho e do material de construção é tanta que na rua mal há lugar para trânsito de carros.

MOTIvOS DA DESORDEM O principal motivo do tumulto é a execução de uma reforma residencial. O proprietário da obra, Carlos Quintanilha, diz que faz o possível, mas se vê de mãos atadas: “estou esperando a prefeitura vir recolher o entulho faz mais de 20 dias. Tenho mais entulho dentro de casa. Mas se eles não tiram o de fora, não posso colocar mais, para não fechar a rua. Com isso, fico sem espaço para guardar o material da obra”. Quintanilha se mostra preocupado com a segurança das pessoas e veículos que transitam e explica o motivo da demora da prefeitura: “o motorista que faz o recolhimento me CAIO AssIs

disse que eles só têm três caminhões e dois tratores para fazer o serviço na cidade inteira, por isso que demora, mas já estou providenciando mão de obra para dar um jeito nisso.” – disse. MAIS ENTULHO Os problemas da rua vão além da obra de Quintanilha. Em menos de 100 metros de distância do tumulto principal, existem pelo menos mais dois montes com pedras, folhas, galhos etc. Outro agravante está na arquitetura da rua: as calçadas são bem mais estreitas do que o habitual. Portanto, qualquer aglomerado é suficiente para interromper totalmente a passa-

FOTOs CAIO AssIs

Caminhão da prefeitura passa pelo local - onde mal cabe um carro popular

gem. Vanderlí Santana trabalha nesta rua e sempre passa pelo local, ela definiu a situação de forma breve e direta, assim como o fiscal Elias Ribeiro: “esta situação é ridícula” – concluiu.

A culpa não é só da prefeitura. Para ter um município limpo, não basta limpar, é preciso não sujar. do jeito que está, fica muito complicado. ELIAS RIBEIRO morador da rua Antônio Santiago sobre a real situação dos entulhos

Outros pontos da rua também acumulam lixo e entulho

Urbanismo

Centro de Itaguaí: só três lixeiras Caio Assis caioassis@jornalofoco.com.br

C Além de poucas, as lixeiras estão mal conservadas expediente JORNAL

O FOCO

EDITADO E PUBLICADO POR T.M. COMUNICAÇÕES LTDA

DISQUE-REDAÇÃO: (21) 2687-0694 PLANTÃO 24H: 7753-9156 ID.: 125*28667 diretor geral THIAGO MELO (MTB 25806-RJ)

dept.º comercial VLADIMIR BRANDÃO

diretora administrativa: MARINA MELO impressão EDITORA ESQUEMA

editor JUPY JUNIOR (MTB 28085-RJ)

fale conosco „atendimentO aO leitOr leitor@jornalofoco.com.br „sugestões de pauta redacao@jornalofoco.com.br „anuncie comercial@jornalofoco.com.br

diagramação GIAN CORNACHINI

(colaborador)

reportagens ALAN MIRANDA e CAIO ASSIS

(colaboradores)

endereços na internet www.jornalofoco.com.br www.facebook.com/jornalofoco www.twitter.com/jornalofoco

aminhar pelas ruas itaguaiense já não é uma missão fácil, com os buracos na ciclovia, camelôs pelas calçadas e o forte calor que faz no verão. Mas esses não são os únicos problemas. Se o leitor tem em mãos algum pedaço de papel, lata de refrigerante, ou qualquer outro objeto cujo destino é o lixo, a coisa fica um pouco mais complicada. Não importa o trajeto, nem a distância percorrida: dificilmente encontra-se uma lixeira nas ruas do centro de Itaguaí. Portanto, cabe somente ao munícipe a função de manter a cidade limpa. Com um copo descartável nas mãos, a reportagem de O FOCO partiu da rua Dr. Curvelo Cavalcanti em direção ao centro a procura de uma lixeira pública.

OPÇÕES No caminhou da extensa rua encontram-se diversas opções de lixeiras improvisadas, dentre elas: sacos de lixo e papelões jogados ao redor de postes e árvores, lixeiras colocadas pelos comerciantes locais e o chão - opção bastante utilizada pelos itaguaieses. Pedro Paulo Mota, comerciante, reclamou: "se eu não colocar a minha, vira uma bagunça. Sem contar que a todo momento tenho que trocar o saco plástico" - protestou. Outra que vive intensamente a de falta

O itaguaiense precisa caminhar quase um quilômetro para encontrar uma lixeira pública no centro da Cidade do Porto

de lixeiras é Áurea dos Santos - funcionária da Locanty e responsável por varrer parte do centro. A servente confessa que a falta de lixeira influencia diretamente no seu trabalho: "se tem mais lixo no chão, tem mais trabalho pra mim" - disse. QUASE 1KM DE SUJEIRA A quase 1 quilômetro do início da caminhada, a reportagem chegou ao calçadão de Itaguaí e enfim uma boa notícia: uma outra funcionária da Locanty informou que logo à frente existiam duas lixeiras públicas. Mais alguns passos e outra surpresa: no calçadão existem duas lixeira. Mas deveriam existir quatro, duas delas estão quebradas e não foram substituídas. Mais alguns metros de caminhada e mais uma pequena lixeira, esta em frente ao Itaguaí Shopping.

As lixeiras colocadas pelos comerciantes do centro de Itaguaí tornam-se a única opção. Fora isso, é lixo no chão, ou ao redor de postes SEM RESPOSTA Para responder sobre o problema, O FOCO tentou contato com algumas secretarias. Na de Administração, disseram não ser os responsáveis, e não souberam informar. Na de obras, o secretário Jack Fernandes não pode responder até o fechamento desta edição. Para as próximas edições, O FOCO aguarda o retorno por parte da prefeitura para tentar solucionar o problema. Afinal, Itaguaí não merece tornar-se uma lixeira de 271 km².


cotidiano

JORNAL O FOCO

fale com a redação (21) 2687-0694

16 a 22 de março de 2012

5

Urbanismo o bairro de chaperó sofre com transtornos causados por um depósito de detritos de empresas não identificadas. material incomoda moradores e acúmulo faz uma "montanha" de 10 metros

Soterrados pela injustiça Alan Miranda alanmiranda@jornalofoco.com.br

"Depois que esse depósito veio para cá, nunca mais tive sossego" - esse é o desabafo de César Carlos, 62 anos, aposentado e morador do bairro de Chaperó há pouco mais de um ano. O depósito a que ele se refere abriga os detritos das obras de empresas da região, embora não se possa apontar os responsáveis. O espaço onde se deposita o material é muito próximo das casas e os moradores sofrem com os transtornos. RECLAMAÇÕES Dona Maria da Penha, 51 anos, mora com o marido Braz (43 anos) e com mais dois filhos: Alex (18) e Luana (16). Ela conta que os caminhões trabalham

quase que ininterruptamente, e o barulho não os deixa dormir: "a poeira que eles levantam é demais. Não posso abrir a casa." - conta ela. César mora em Chaperó com a esposa Doroti (63) e com a filha Cintia (20). "A situação é triste: quando chove, a água é retida pela barreira de terra, morreram várias árvores e até cobra já apareceu." - desabafa. César procurou autoridades pa-

Descaso com moradores de Chaperó é total. Autoridades não atendem à imprensa e situação se agrava cada vez mais.

ra solucionar o problema: foi à secretaria de Obras e ao Ministério Público. Na secretaria, ele não obteve o registro da sua declaração e no MP não acataram a denúncia, pois exigiam registro de queixa. DENÚNCIAS E AUTORIDADES A situação foi matéria do programa Balanço Geral (TV Record), mas ainda não surtiu efeito. O FOCO tentou entrar em contato com a secretaria de Obras para apurar quem responde pelos transtornos, mas a reportagem não foi atendida. Moradores atribuem a propriedade do terreno a várias empresas que investem em Itaguaí, mas Prefeitura não informou a quem pertence o terreno e que tipo de atividade ocorre no local.

alan miranda

Máquinas trabalham ininterruptamente, poeira invade as casas e água da chuva é retida

Força feminina

Assistência Social

Projeto "Desatando Nós" continua sua missão Ainda é Dia da Mulher de melhorar a vida dos moradores das ilhas em Mangaratiba Caio Assis caioassis@jornalofoco.com.br

M

ais uma ilha no roteiro do “Desatando Nós” – projeto da secretaria de Saúde que visa melhorar as condições de vida dos moradores das ilhas. Desta vez a visita foi à Ilha Cruz das Almas, em Itacuruçá. Membros do projeto visitaram as casas do local, fiscalizaram terrenos e ficaram sa-

tisfeitos com o que viram: caixas d’água com tampas e sem acúmulo de lixo – que poderiam trazer doenças e focos de mosquitos -, o que mostra evolução por parte dos munícipes. Do outro lado, os moradores também se mostraram contentes com a presença do projeto: “é interessante a visita deles aqui. Orientar sobre dengue e mostrar o uso certo e consciente da água são divulgação

Sônia Coutinho auxiliando a doméstica Josefa da Silva

coisas fundamentais. Não sabia que o “umbigo” da banana poderia ser criadouro de larvas do mosquito da dengue” - disse a doméstica Josefa Vieira da Silva, de 71 anos. O PROJETO Há três anos o “Desatando Nós” faz um trabalho de prevenção nas principais ilhas do município. Este trabalho não se restringe ao convencional: há foco na educação, saúde pública, assistência social, apresentação de palestras e um contato direto com os moradores, que têm pouco acesso à informação e ao continente – devido à distancia e aos custos para atravessar. A idealizadora do projeto, Sônia Coutinho, diz que os moradores já evoluíram bastante no que se refere a cuidados com a higiene: “muitos não cuidavam da própria saúde, mas conseguimos encaminhamentos aos postos de atendimento e hoje o cenário é outro.” – destacou a enfermeira. Ela conta também

casos graves: “já encontrei um senhor até com câncer em uma das ilhas. Se não fosse o projeto, aquele senhor nunca buscaria um tratamento adequado” – revelou Coutinho. Quando questionada sobre a expansão do trabalho para fora das ilhas, ela foi categórica: “já fiz trabalhos em terra firme, no asfalto, e também pretendo voltar. Mas por enquanto minha missão é dentro das ilhas. O mais impressionante é que eu venho com a missão de ensinar, e acabo aprendendo muito também com os moradores, por isso tenho que ficar por aqui, está sendo maravilhoso, é uma experiência de vida” – concluiu.

O projeto "Desatando Nós" existe há três anos e é uma iniciativa da enfermeira sanitarista Sônia Coutinho para mudar vidas.

Caio Assis caioassis@jornalofoco.com.br

A

inda é Dia da Mulher em Mangaratiba. A data oficial foi a aproximadamente há uma semana, mas mesmo assim a prefeitura - através da Superintendência da Mulher - realiza um dia inteiro de palestras dedicadas a elas na sexta-feira (16). O evento acontece no "King Nigth", distrito de Itacuruçá e tem o objetivo de esclarecer dúvidas frequentes do dia a dia e assegurá-las dos seus direitos e deveres. PALESTRAS As dicas oferecidas abrangem diversas áreas de interesse feminino, tais como: saúde, auto estima, direitos e deveres, dentre outros temas importantes e indispensáveis para celebrar o dia 8 de março. A superintendente da pasta, Shirley Behrends, explicou que a data só será celebrada agora devido ao fato de que no dia

8 (a data oficial) a Superintendência da Mulher participou, juntamente com Movimentos Feministas do Rio de Janeiro, de uma passeata no Centro da capital: “fomos comemorar a conquista desta data. É muito importante levantar as bandeiras que norteiam os movimentos de mulheres do nosso Estado, e Mangaratiba não poderia ficar fora dessa" - explicou. "Mas também não poderia ficar sem a celebração, por isso estamos fazendo nesta sexta (16)" - ponderou. o evento O encontro acontece às 9h e é aberto a todo o público do município. Além das palestras, terá também a participação de grupos como a da "Terceira Idade", muito atuante em Mangaratiba: "vamos trazer grandes mulheres para conversar com a nossa população feminina” - assegura Shirley. O King Night fica na Rua Jardim s/nº, Brasilinha, em Itacuruçá.


6

cotidiano

16 a 22 de março de 2012

JORNAL O FOCO

fale com a redação (21) 2687-0694

Itaguaí sem água cOrOa grande enfrenta situaçãO difícil: mOradOres estãO há mais de um mês sem abastecimentO de água. prOblema é recOrrente e alternativa é fazer pOçOs para aO menOs pOder tOmar banhO

"Estamos sem água há mais de um mês"

ALAN MIRANdA

Hélio Freitas, morador de Coroa grande: "Há três anos sofremos sem água"

Alan Miranda alanmiranda@jornalofoco.com.br

Coroa Grande, 14 de março: 28 dias sem água. Esta é a situação dos moradores do bairro que todo ano passa pelo mesmo problema de abastecimento. Segundo moradores, o bairro sempre sofreu desse inconveniente, principalmente quando o clima fica seco. Alguns já ajuizaram ações na Justiça contra a Companhia Estadual de Águas e Esgotos (CEDAE), outros aguardam medidas das autoridades competentes. PROCESSOS E DESCASO Jurandir da Silva, cansado de sofrer com a situação, já tentou contato com a empresa diversas

situação no bairro de Coroa grande é alarmante: moradores queixam-se pela falta de água, que acontece todo ano vezes, mas ainda não obteve êxito. Ele conta que já tem mais de 8 protocolos de atendimento e até agora nada foi feito. "Eu ligo, mas cai na central de atendimento em São Paulo. Eles me dão o protocolo, mas nada fazem" - revela Jurandir. A maneira que os moradores encontraram para "driblar" o problema foi construir poços artesianos. Entretanto, pagam a conta de luz mais cara por

causa da bomba d'água. O aparelho custa cerca de R$ 430,00 e consome bastante energia. Evandro Garcia é dono do condomínio July, na rua Alcebíades da Rocha e teve prejuízo com a falta de água: "Tive que encomendar três carros-pipa de 15 mil litros cada e paguei mil e quinhentos reais." - disse ele. O empresário disse ainda já que moveu cinco processos contra a CEDAE, mas até agora nada foi feito. Também teve prejuízo por causa do uso da bomba. "A nossa última conta de luz veio R$ 1,5 mil. Segundo moradores, a situação é calamitosa, e só se consegue água a partir do Iate Clube de Coroa Grande. dIvuLgAçãO/PMM

PROBLEMAS ANTIGOS Segundo moradores, o problema é recorrente no bairro. É comum faltar água durante o dia. "Quando o clima está seco sempre falta. Rezamos para chover" - diz Valdir Ribas, zelador do condomínio July. No ano passado, ficaram sem água durante o mês de fevereiro e

Tive que encomendar três carros-pipa para o condomínio, de 15 mil litros cada e gastei mil e quinhentos reais."

Evandro Garcia Advogado e proprietário do Condomínio July, em Coroa Grande

o jeito que a maioria encontrou foi adquirir uma bomba d'água. Para tornar a situação ainda mais grave, há um vazamento na mesma rua do condomínio July. Os moradores dizem que o problema existe há meses. Ou seja, a água que falta às casas é desperdiçada na rua. BRISAMAR Os moradores da rua Dalvina Cabral de Lima, no bairro Brisamar também sofrem com a falta de água. Cláudia Nascimento, 46 anos, mora em Brisamar e, segundo ela, o corte de abastecimento persiste há 40 dias. "Estamos sem água há mais de um mês e até agora nenhuma autoridade tomou providên-

cia" - desabafa. O problema, assim como em Coroa Grande, não atinge a todos. Os moradores da rua Dalvina Cabral vão buscar água com baldes em uma rua próxima à torre. "Lá tem uma casa com uma torneira exposta. É onde estamos buscando água" - explica Cláudia. Ainda segundo ela há um cano furado nas proximidades: mais desperdício. O FOCO tentou entrar em contato com a secretaria de obras da prefeitura e com a CEDAE, mas até o fechamento dessa edição não obteve resposta. O problema de falta d´água ocorre em vários bairros de Itaguaí, e a situação é dramática, ainda mais com o calor escaldante.

Educação Mangaratiba

Seminário debate sexo e drogas em Mangaratiba Alan Miranda alanmiranda@jornalofoco.com.br

sexóloga Beatriz Larrosa palestra sobre a importância de se falar do tema em casa

Aconteceu na quinta-feira (15), no Iate Clube Muriqui, o primeiro Seminário de Sexualidade e Drogas. Durante a reunião discutiu-se como levar os assuntos às salas de aula, às famílias e à sociedade. Ao fim das palestras, representantes de pais, alunos, professores e orientadores educa-

cionais falaram de suas dúvidas e experiências. O seminário tinha como objetivo discutir a responsabilidade de todos os envolvidos no processo educacional dos jovens. A sexóloga e coordenadora de sexualidade e drogas da prefeitura de Angra, Beatriz Larrosa, ratificou a proposta: “Quando os alunos ou filhos não recebem informações adequadas ocorrem as discrimina-

ções, abandono escolar, gravidez precoce, exploração sexual, entre outros problemas.” – disse ela. Segundo a diretora de projetos educacionais, Mona Lisa Fouyer, no segundo semestre desse ano deve ser realizado outro encontro sobre o tema e, a partir deste seminário, os profissionais de educação da cidade receberão orientações durante as próximas capacitações.


cotidiano

JORNAL O FOCO

fale com a redação (21) 2687-0694

7

16 a 22 de março de 2012

Escondido no matagal Saúde no verão vendedores e especialistas confirmam: vale a pena pagar mais caro. proteção não tem preço

Proteção ou preço baixo?

Em Muriqui, rapaz nu surpreende meninas Q

caio assis

Óculos vendidos na "Arte Ótica": beleza e segurança, mas com preços altos Caio Assis caioassis@jornalofoco.com.br

E

legância, proteção e preço baixo: esta é a união perfeita para quem deseja comprar um par de óculos de sol. No entanto, esta combinação esbarra em altos custos e falta de informação, e isto pode custar muito caro para o consumidor. Com o forte sol do verão, os olhos sofrem bastante devido à grande incidência de raios ultravioleta - que causam diversos problemas oculares. Para proteger a vista nesta época do ano não basta usar os óculos escuros, é preciso procurar um produto de qualidade. Em diversos pontos do centro encontram-se óculos escuros de diversos estilos, e preços que variam entre R$ 10 e R$ 25. No entanto, os vendedores são despreparados e não fornecem informações suficientes sobre segurança e proteção ocular. Na contramão disto, as óticas oferecem produtos de qualidade e com proteção, porém com preços que ultrapassam os R$ 500. PREÇO BAIXO Nenhum dos vendedores de óculos do centro quis se identificar. No entanto, um deles – que

vende de 10 a 15 unidades por dia - opinou com clareza e objetividade sobre o assunto: “compram aqui porque é mais barato” – contou o comerciente. Sabrina Batista, de 18 anos, é uma dessas consumidoras. A jovem disse que comprou os óculos por R$ 15 reais, e mesmo com consciência do risco à saúde, mostrou-se satisfeita. QUALIDADE Nas óticas, o panorama é outro. Os preços são maiores e as vendas menores. No quesito segurança dos olhos, a diferença também é gritante, ao menos em teoria. André Rafael é técnico no assunto e gerente da “Arte Ótica”. Ele vende em média três unidades por dia, com preços que variam de R$ 150 a R$ 480. O técnico em óptica contou sobre os riscos de usar um produto de baixa qualidade: “a falta do filtro de proteção nas lentes pode causar doenças graves como o glaucoma e até catarata”- resumiu. Quanto ao preço, o gerente disse que não tem jeito, é caro mesmo: “os impostos são altos e o investimento em testes é grande. Isto encarece o produto”. Durante a entrevista, Vivia-

uarta-feira, dia 14 de março, 13:30h. Duas jovens moradoras de Muriqui - que preferiram não se identificar - faziam o trajeto de casa ao mercado, quando foram surpreendidas por Julio Cesar Godinho. O jovem, que diz ser morador do bairro de Irajá - capital fluminense -, se escondia entre galhos e árvores em um matagal quando as vítimas passaram pela localidade de Cachoeira II. Godinho surpreendeu as duas jovens, e as perseguiu durante um tempo: "ele saiu nu do meio do mato e começou a correr atrás da gente. Larguei minha bicicleta e fugi." - contou uma das vítimas. Depois disso, o jovem pegou a bicicleta dei-

xada por elas e fugiu na direção contrária. Cerca de 10 moradores no local o deteram e aguardaram a chegada da Polícia Militar. Depois de 15 minutos, os cabos Jacob e Euzébio levaram Godinho para a 165ª DP (Mangaratiba). A delegacia não soube dar mais informações sobre o caso até o fechamento des-

caio assis

Julio César dos Reis Godinho negou todas as acusações

ne de Souza entrou na loja. Ela usava óculos originais, mais caros. Mas ela disse que vale a pena pagar a mais pela qualidade e segurança dos olhos.

Kombi roubada em casa

NEM TUDO ESTÁ PERDIDO Tatiana Nogueira, contatóloga que trabalha na “Ótica da Fábrica”, falou sobre outro grave problema causado pela falta de testes para óculos de sol: “a curvatura da lente, em alguns casos, faz com que os óculos tenham um pouco de grau. Quem não precisa deste acréscimo se prejudica e pode ter problemas futuros” – resumiu. Além disto, Tatiane mostrou que não é preciso pagar um preço tão alto. Em sua loja, existem modelos que custam R$ 80. Não é barato, mas qualidade e segurança são importantes, mesmo que por preços altos.

Policiais da 50ª DP (Itaguaí) prenderam na manhã de segunda-feira (12) o policial rodoviário federal aposentado Romualdo Vasconcelos. Segundo a polícia, havia um mandado de prisão em seu nome. Aos chegarem na casa de Romualdo para cumprimento do mandado, os policiais encontraram uma Kombi (placa KNV-1079) que havia sido furtada, de

Além de não proteger devidamente, o uso desses óculos de sol de baixa qualidade podem agredir ainda mais os olhos TATIANA NOGUEIRA contatóloga, sobre o uso indevido dos óculos escuros sem certificação ou testes

ta edição. No entando, um dos funcionários adiantou que a delegada provavelmente o indiciará por tentativa de furto. Ou, talvez, até mesmo por tentativa de estupro das jovens. Julio Cesar Godinho disse ter 24 anos e negou estar sob efeito de álcool. Ele também negou as demais acusações.

Policial rodoviário federal aposentado resiste à prisão acordo com registro de ocorrência. Os policiais deram voz de prisão a Romualdo, que resistiu, foi imobilizado à força e levado para a delegacia onde ele agora está detido. Romualdo Vasconcelos foi autuado pelos crimes de receptação (Art. 180 do Código Penal) e resistência à prisão (Art. 329), além de ter sido detido também por conta do mandado.

divulgação

Romualdo: preso na 50ª DP

Oportunidade

Cursos de gratuitos no setor de Petróleo e Gás em Angra dos Reis

Estão abertas desde quarta-feira (7) as inscrições para o 6º ciclo de cursos de capacitação gratuitos do Prominp (Programa de Mobilização da Indústria Nacional de Petróleo e Gás Natural). O programa oferece mais de 11 mil vagas para 85 ocupações voltadas para a área de Petróleo e Gás em todo o Brasil nos níveis básico, médio, técnico e superior. Na região da Costa Verde, as vagas são para o muni-

cípio de Angra dos Reis, todas para nível básico. Há também vagas em Macaé, Niterói, São Gonçalo e Rio de Janeiro. inscrições vão até 12 de abril e a prova será no dia 13 de maio. Vale lembrar que os municípios de Mangaratiba e Itaguaí são de extrema importância para o setor – tendo em vista a futura exploração de petróleo no pré-sal. Os candidatos aprovados no processo seletivo que estiverem desempre-

gados durante o curso receberão uma bolsa-auxílio de até R$ 900. A taxa de inscrição é de R$ 25 para nível básico, R$ 42 para níveis médio e técnico e R$ 63 para nível superior - o pedido de isenção vai até domingo (18). As inscrições serão realizadas via internet no site do Prominp: (www. prominp.com.br). Neste mesmo endereço, também se encontra o edital do concurso.


8

16 a 22 de março de 2012

classificados

JORNAL O FOCO

fale com a redação (21) 2687-0694


16 a 22 de março de 2012

9 poder

JORNAL O FOCO

redacao@jornalofoco.com.br fale com a redação (21) 2687-0694 www.jornalofoco.com.br

Sucessão Itaguaí a presidente do pt municipal esclarece qual é a situação atual do partido dos trabalhadores nas discussões sobre a sucessão do prefeito charlinho

"Ninguém me procurou" Jupy Junior jupyjunior@jornalofoco.com.br

Q

uando O FOCO chegou à pequena sala que serve de sede do PT em Itaguaí, Adriana Salomão - ela prefere este sobrenome ao "Oliveira", por ser "mais forte" - estava varrendo para deixar o ambiente mais limpo e organizado. Limpeza e organização são duas palavras que muito acrescentam à missão que o Partido dos Trabalhadores tem a enfrentar no próximo pleito. Depois de perderem um possível candidato com chances de sucesso - o vereador Abeilard Goulart se decidiu pelo PMDB e pode acabar não disputando a pre-

feitura - é tempo de realinhar as expectativas e buscar novos horizontes. Por enquanto, apesar dos boatos - sim, eles são muitos o PT mantém ainda acesa a chama da candidatura própria: é o que garante a presidente Adriana Salomão. PRÉVIAS ADIADAS O PT havia marcado as prévias para o domingo (4). Elas foram adiadas para 1º de abril, segundo rumores, porque o partido estava estudando possibilidades de alianças nas majoritárias. Tudo mentira, diz Adriana. "Nós temos um calendário, e ele não ficou completo, ficou faltando uma data, e isso acabou interferin-

do nas prévias" - explicou ela, que descartou motivos políticos para o adiamento. Em dezembro, Wesley (do Banco do Brasil) lançou pré-candidatura com a presença de Benedita da Silva, figura emblemática do partido. Mas as prévias decidirão entre ele, Wilson e Missionária Goretti para as majoritárias.

Adriana Salomão: PT ainda não decidiu se será oposição ou situação nas eleições

POSIÇÃO INDEFINIDA Adriana disse a O FOCO que o PT ainda não definiu se é oposição ou situação. Ela não descarta possíveis alianças, embora reforce que hoje trabalha por uma candidatura própria. "Ninguém me procurou ainda" - garante, e acrescenta: "Se tem alguém do PT tem con-

versado com possíveis candidatos, eu desconheço. Se tem alguém que está conversando, esse alguém poderia aparecer, seria melhor para o partido". Como o PT não tem tradição na cidade, Adriana usa a parábola bíblica para definir o próximo desafio das urnas: "será Da-

Legislativo Itaguaí

Silas Cabral investe em posto do Inmetro Jupy Junior jupyjunior@jornalofoco.com.br

O

vereador Silas Cabral (PV), quando não atua como parlamentar, investe na cidade. Pelo menos foi o que se pode constatar em conversa com O FOCO depois da sessão da Câmara de Itaguaí, na terça (28): Silas em breve anunciará a abertu-

ra de um posto do Inmetro (Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia) em Itaguaí. DAQUI A 15 DIAS “É um empreendimento que estou fazendo, um posto do Inmetro para fazer vistoria de veículos a gás a fim de evitar que as pessoas precisem ir a Santa Cruz” – explicou o verjupy junior

Silas, com boné do seu haras, anuncia investimento

arquivo pessoal

de. Segundo Silas, há dois anos que ele vem tocando o negócio, e representantes do Inmetro já fizeram a conferência dos equipamentos: “agora só falta o OK do Denatran [Departamento Nacional de Trânsito] para autorização final” – disse o vereador Silas Cabral. A previsão é que o posto esteja em funcionamento daqui a 15 dias. INMETRO O Inmetro é vinculado ao Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior. Dentre as funções do Inmetro está a avaliação de conformidade que envolvem a aprovação de regulamentos, como no caso dos veículos a gás que precisam de certificação do Instituto para poderem circular no trânsito.

vi contra Golias". "Mas eu acredito no PT, sou positiva e confiante" - declara a presidente. O PT já tem um programa de governo para Itaguaí, mas Adriana não arriscou um palpite para as prévias. "Isso é com os filiados, ninguém sabe o que anda na cabeça deles"

- disse Salomão, pensativa. Quanto ao fator Alexandre Valle, Adriana garante que nada mudou. Pelo menos por enquanto. A presidente disse que há "um certo receio" em procurar o PT por causa da indefinição das prévias. "Depois dessa definição, tudo vai mudar" - disse ela.

Convite religioso

Câmara não tem preconceitos, diz Kifer Jupy Junior jupyjunior@jornalofoco.com.br

O

vereador Carlos Kifer (PP) teve alguma dificuldade em ler as palavras em yorubá do convite que a Fundação Ile Ase N´ibaim de Itaguaí fez ao presidente da Câmara Legislativa, Jorginho do Charlinho (PV), na sessão legislativa de terça-feira (13). Motivo do convite: a celebração de 40 anos de Santo de Elias Logun Edé, a se realizar no dia 18 de março na rua Tenente José Gabriel, número 8, no Jardim Laiá, em Itaguaí. O vereador Nisan César, gaiato, pediu que o vereador repetisse termos do convite de difícil pronúncia, e foi sutilmente repreendido pelo colega do PP.

FUNDAÇÃO TEM 24 ANOS A Fundação Ile Ase Níbaim de Itaguaí tem sua representação na cidade há 24 anos, segundo site mantido na internet no endereço www.ileaseibaim.com. br. Pai Elias, que comemora 40 anos como líder religioso - ele é sacerdote do culto "Yorubá Ode" - teve sua feitura do Orisá em 19 de março de 1972, graças à

amizade com Dona Nadir de Oyá. CASA SEM PRECONCEITOS Com a gaiatice de Nisan, Kifer disse a Silas Cabral - que presidia a sessão na ausência de Jorginho - logo após a leitura do convite para o presidente: "Senhor vice-presidente, esta Casa não tem preconceitos". arquivo o foco

Kifer: dificuldades em ler yorubá e repreensão sutil


10

poder

16 a 22 de março de 2012

JORNAL O FOCO

fale com a redação (21) 2687-0694

Parque Municipal cÂmara aprOva lei que nOmeia parque municipal, ainda em cOnstruçãO, de Jutta fuhrKen - mãe de eiKe batista. recursOs para cOnstruçãO dO parque vieram de cOntrapartidas ambientais da llx

Câmara batiza Parque com nome da mãe de Eike

ARQuIvO OFOCO/JuPy JuNIOR

Parque Municipal à noite, no primeiro dia de carnaval: empresa de Eike deu R$ 20 milhões como contrapartida ambiental por conta da construção do superPorto sudeste Jupy Junior jupyjunior@jornalofoco.com.br

A

sessão de terça-feira (13) na Câmara Legislativa de Itaguaí foi marcada pela sucessão de projetos de lei que dava nomes a ruas na cidade. Uma exceção: um dos projetos aprovados, que vai se tornar lei, é o de número 2.992. Ele determina que o Parque Municipal de Itaguaí, ainda em construção, seja chamado de "Parque Municipal Jutta Fuhrken Batista". Trata-se da mãe de Eike Batista, falecida em 2000. A lei aguarda apenas a sanção do prefeito Charlinho.

HOMENAGEM O autor do projeto é o vereador Silas Cabral (PV), que disse a O FOCO que havia consultado o prefeito antes de propor a lei. "Claro que eu não faria isso sem falar com Charlinho" - disse o parlamentar, que coletou assinatura de todos os colegas. A Câmara aprovou o projeto de lei por unanimidade. Jutta Fuhrken Batista nasceu em Hamburgo, na Alemanha. Ela teve sete filhos com o engenheiro Elizer Batista, pai de Eike. Segundo a revista Veja Rio, Jutta iniciou em 1983 um trabalho filantrópico

em Vitória (ES) onde a família vivia, ao reunir um grupo de mulheres voluntárias para fazer artesanato. Na época, Jutta conhecia um cardeal alemão que acabou contribuindo substancialmente para a instituição. O religioso era Joseph Ratzinger, hoje papa Bento XVI. O trabalho iniciado por ela ainda rende frutos e envolve mais de mil voluntários em onze municípios e recebe o apoio do filho. Ainda segundo a publicação, Eike, hoje megaempresário, se inspira na mãe para financiar projetos filantrópicos.

fOtO-legenda crivella recebe reivindicações de pescadOres

ARQuIvO PEssOAL

Parque Municipal já deveria estar pronto „O Parque Municipal que provavelmente receberá o nome da mãe de Eike tem sido financiado com os R$ 20 milhões em contrapartidas ambientais por conta do SuperPorto Sudeste, empreendimento bilionário na Ilha da Madeira, em Itaguaí. De acordo com acertos feitos com a empresa de Eike que controlava o Porto - a LLX - a obra deveria ter sido entregue em agosto de 2010. Com sete meses de atraso, o Parque ainda não está pronto, apesar de ter recebido foliões no último carnaval (ele foi aberto parcialmente), de modo seguro e confortável, com palco e camarins espaçosos. O projeto prevê a construção de um teatro, res-

taurantes, quadras de esportes, auditório, pista de corrida, dentre outros. Em agosto, o vereador Carlos Kifer (PP) leu cláusulas do contrato da LLX com a prefeitura, e estranhou o fato da construtora responsável ser a Lytorânea, empresa suspeita de participar de licitações fraudulentas na cidade. O contrato, segundo Kifer na ocasião, determinava que a LLX escolheria a empresa, e a Lytorânea, mais uma vez, saiu vitoriosa. O FOCO na época buscou esclarecimentos com a LLX, que não respondeu às perguntas. Pouco tempo depois a MMX assumiu a direção do SuperPorto Sudeste e a Câmara arquivou a CPI da LLX.

Rápidas

Fundação Mário Peixoto oferece cursos gratuitos em Mangaratiba

Cabral vem a Itaguaí dia 23

A Fundação Mário Peixoto abriu inscrições para seus cursos – gratuitos – no Centro Cultural Cary Cavalcanti, no Centro. As vagas disponíveis são para aulas de capoeira, desenho, teatro, dança de salão e jazz. Em algumas modalidades as vagas são limitadas. Os cursos da FMP começam a partir da próxima semana. Interessados devem procurar a sede do Centro, perto do hospital.

„O governador do estado do Rio de Janeiro, Sérgio Cabral, vem a Itaguaí o dia 23 de março para lançar o Programa Renda Melhor. Será no Ciep 300, no bairro de Santana, às 15h. A prefeitura avisa que as famílias contempladas devem comparecer no dia do evento para validação do benefício. Haverá ônibus gratuitos, os interessados devem procurar uma unidade do Cras mais próxima a fim de obter informações. O Programa Renda Melhor é um complemento ao Bolsa-Família.

Grupo da Terceira Idade de Muriqui recebe piscina ainda esta semana

„O diretor secretário da Fapesca-RJ e Confapesca-BR, Marcos Garcia, conseguiu a atenção do Ministro da Pesca, Marcelo Crivella, na visita que o Ministro fez à Ilha do Governador, na capital, na semana passada. Garcia foi interceder em nome da colônia de pescadores Z-15, que atua na Baía de Sepetiba.

A Prefeitura de Mangaratiba avisa: o grupo da Terceira Idade de Muriqui já pode comemorar. A entrega da piscina do espaço, em reforma desde o início do mês, está prevista para próxima semana. A obra é para adaptá-la ao uso dos idosos, com escadas e barras apropriadas, além de troca do ladrilho e iluminação interna. O motivo da ansiedade é pelo fato de a hidroginástica ser um dos exercícios mais procurados pelos idosos.


poder

JORNAL O FOCO

fale com a redação (21) 2687-0694

16 a 22 de março de 2012

11

Câmara Itaguaí vicente rocha diz que segue o partido na eleição de 2012 e repete que "política é como nuvem". apoio a alexandre valle, segundo ele, é determinação de jorge picciani

Vicente Rocha explica apoio a Alexandre Vale Jupy Junior jupyjunior@jornalofoco.com.br

E

m junho de 2011, o então presidente da Câmara de Itaguaí, Vicente Cicarino Rocha (PMDB) usou a tribuna para comentar as denúncias de trânsito de informações privilegiadas na prefeitura de Itaguaí. O FOCO noticiou o discurso em matéria na edição 102. Em sua fala na tribuna, Vicente sugeriu o afastamento do secretário de Indústria, Turismo e Esportes, Alexandre Valle, por envolvimento na denúncia de compra de terrenos na Ilha da Madeira em área que pertenceria ao SuperPorto Sudeste. No mesmo discurso, Rocha chamou Valle de "larápio, sem moral e mercenário". Oito meses depois, Vicente anunciou, na mesma

Picciani não quer correr risco de perder. Acho isso uma visão inteligente, mas contraria os partidos municipais"

tribuna, que apoiará o peemedebista Alexandre Valle como candidato à prefeitura de Itaguaí. Vicente disse que teve uma reunião com o prefeito Charlinho, que o indicou como líder do PMDB da Câmara, e ficou acertado que todos trabalhariam em prol da candidatura de Valle. Ao final da sessão legislativa de terça-feira (13), Vicente explicou a O FOCO suas posições políticas depois dos recentes acontecimentos na sucessão à prefeitura. "BAQUE MUITO FORTE" "Somos todos subordinados a determinações e orientações da executiva estadual. Não tomei nenhuma decisão, quem decidiu foi o presidente Picciani" - disse Rocha na sala dos vereadores. Segundo ele, a candidatura de Valle é um acerto entre Picciani e o prefeito Charlinho. "Sou vereador do PMDB, e tenho que seguir as orientações do meu partido, contrariando ou não minha vontade" - disse Rocha. O ex-presidente da Câmara disse que a suposta decisão de Jorge Picciani foi "um baque muito forte"

arquivo o foco / 14 de unho de 2011

É preciso ter maturidade e experiência para saber conduzir estas questões e alguns dissabores que a vida nos proporciona" para ele e para o vereador Abeilard Goulart (Abelardinho) - que teria obtido de Picciani a promessa de que seria o candidato do partido a prefeito de Itaguaí. " "COMO UMA NUVEM" Rocha repetiu a expressão "política é uma nuvem", a quem atribuiu a Ulysses Guimarães, notório peemedebista, mas que muitos atribuem ao ex-senador Magalhães Pinto (1926-1996). Vicente também repetiu a frase "a política é muito dinâmica" - que o seu colega vereador Carlos Kifer (PP) também já usou mais de uma vez. "O que está acontecendo hoje é que o PMDB de Itaguaí voltou às mãos do prefeito Charlinho, independente da minha vontade, é vontade de Picciani" afirmou Rocha.

Vicente Rocha, ex-presidente da Câmara: de oposição a situação em oito meses "RISCO DE PERDER" Para Vicente, Picciani não quer correr riscos de perder a eleição para a prefeitura de Itaguaí. O FOCO perguntou se a pesquisa que apontava Abeilard com 60% das intenções de voto não seria uma garantia de vitória do PMDB. "Me recordo disso, hoje não sei como estão os números" - respondeu ele. "Mas o presidente Picciani não viu essa pesquisa, não tem acompanha-

do os números?" - insistiu O FOCO. Vicente respondeu: "Há três meses não falo com Picciani". Rocha disse que decisão de lançar Valle como candidato foi fruto de um processo de aproximação entre Charlinho e o presidente estadual do PMDB. "FERIDAS E DOR" "Nem tudo ocorre da maneira que a gente quer, isso gera feridas e dor" - frisou o vereador, que deixou

claro o descontentamento com a situação e mencionou a palavra "sonho" em relação ao projeto político que ele e Abelardinho planejaram para a cidade. Quanto a ter sido oposição e agora ser situação, Rocha disse que tem pontos de vista contrários a Charlinho, mas que "é preciso lembrar que o prefeito tem 90% de aprovação". Disse ainda que todos os vereadores também já foram oposição ao prefeito.

Convocação suspeita

Correspondência misteriosa em Itaguaí divulga cursos com inscrição na Câmara Jupy Junior jupyjunior@jornalofoco.com.br

U

m mistério digno de Agatha Christie, a mais conhecida das escritoras de romances policiais, ocorreu nessa semana em Itaguaí. Uma correspondência endereçada a vários munícipes convocava os "sorteados"a comparecer à Câmara na quarta (14), entre 16 e 20h, para inscrições em cursos de nível superior. Cada um dos inscritos ganharia o material didático e R$ 61 para

"financiamento da graduação". A carta não possui timbre, é confusa, contraditória, e não tem respaldo nenhum da Casa de Leis de Itaguaí. CÂMARA DIVULGA NOTA A proliferação da correspondência motivou uma nota oficial da Câmara, distribuída à imprensa na sessão de terça (13). Na nota, o presidente Jorginho do Charlinho avisa que a correspondência é "mentirosa" e que a Câmara "desmente que tenha dado au-

torização para que houvesse qualquer manifestação" - diz o documento. JUPY JUNIOR

Câmara: instituição desconhecida convoca inscrições

SEM IDENTIFICAÇÃO Na carta que munícipes receberam não há qualquer número de telefone ou timbre que identifiquem os responsáveis pelo envio. O conteúdo citava o Censo 2010 - "segundo o Censo [...] foi identificado neste bairro um baixo índice de pessoas com nível superior" - e um programa chamado "Pró-univerdade", inexistente em qualquer esfera de poder. A carta menciona os cursos que estariam com vagas abertas para inscrição: Análise

e Desenvolvimento de Sistemas, Gestão Ambiental, Gestão em Recursos Humanos, Gestão Hospitalar, Processos Gerenciais e Gestão em Marketing. Além dos cursos, a garantia de que os futuros alunos receberiam material didático e ajuda financeira de R$ 61. Além desses detalhes, a carta avisa que o não comparecimento "descredenciaria a residência para futuras ações" e avisa também que não tem vínculos com órgãos governamentais nem apoio político, sendo de iniciativa privada. O presidente da Câmara considerou a carta "um desrespeito".


12

poder

16 a 22 de março de 2012

Choque de ordem prefeitura de mangaratiba derruba cOnstruções irregulares em Junqueira

Casa irregular demolida Jupy Junior jupyjunior@jornalofoco.com.br

H

á algum tempo a Prefeitura de Mangaratiba tem mostrado disposição em coibir as construções irregulares na cidade por meio de operações especiais. Na última semana, aconteceu mais uma dessas operações, com a participação de várias secretarias, como por exemplo Meio Ambiente, Obras, Guarda Municipal e Polícia Militar. A última operação removeu construções irregulares às margens da or-

la do bairro Junqueira, na altura da praia de Santo Antônio. O local é área de preservação ambiental e as construções não tinham licença, além de ameaçarem a vida e a segurança dos moradores.

SECRETÁRIO COMENTA O secretário de Meio Ambiente Antônio Xavier lamentou o fato de as pessoas não respeitarem a lei. “Não podemos compactuar com essas construções irregulares. Nosso dever é esse, o de manter a ordem no município e a segurança dos mora-

dores. Essas construções são feitas de qualquer jeito, sem nenhum projeto. Já havíamos notificado as pessoas sobre a irregularidade, e como não respeitaram a decisão, tivemos que entrar com medidas mais enérgicas”, disse Xavier. O secretário acrescentou que ações como a esta acontecerão com maior frequência em todo o município. “Não vamos permitir desordem o município. Todas as ações que forem de encontro com as leis municipais serão inibidas”, conclui. dIvuLgAçãO / PMM

Trator derruba construção irregular em Junqueira: casa estava em área ambiental

Rápidas

CSA oferece curso gratuito de alimentação saudável em Santa Cruz

Evento beneficente

A CSA fechou parceria com o sistema Firjan para levar à Santa Cruz o programa SESI Cozinha Brasil, que oferece cursos gratuitos de culinária a fim de promover a alimentação saudável e redução do desperdício de alimentos. Uma equipe de nutricionistas vai ensinar receitas fáceis e econômicas usando talos, cascas e sementes e ingredientes simples, além de orientação sobre a correta produção, higiene e conservação dos alimentos. As inscrições podem ser feitas dias antes nos locais dos cursos. As próximas turmas acontecem na Paróquia São José, de 20 a 23 de março, na Lona Cultural Sandra de Sá, de 27 a 30 de março, e na Associação de Moradores do Jardim Palmares, de 02 a 4 de abril. O curso tem 10 horas de duração e, ao final, o participante recebe livro de receitas, caderno, camisa e certificado de conclusão.

„O Instituto José Miguel realiza sábado (17) a partir das 19h, o evento “Noite Carioca”, no King Night, em Itacuruçá. O convite custa R$10 e já está à venda na sede em Mangaratiba, na filial, em Itacuruçá, e no ‘Bar do Fábio’, em Muriqui. Os convidados vão curtir música ao vivo e deliciosos petiscos de boteco. Durante os intervalos serão sorteados prêmios. O objetivo do evento é filantrópico: Páscoa das Crianças.

JORNAL O FOCO

fale com a redação (21) 2687-0694

Saúde Pública vereadOr apresenta prOJetO de lei que prevê cOnstruçãO de canil e cOntrOle reprOdutivO THIAgO MELO

Quintanilha espera resolver o problema da superpopulação de cães em oito anos

Esterilização gratuita e canil público em pauta Thiago Melo thiagomelo@jornalofoco.com.br Caio Assis caioassis@jornalofoco.com.br

S

ujeira nas ruas, ploriferação de doenças e até mesmo acidentes automobilísticos: os transtornos que animais sem dono ou abandonados causam é um sério problema mangaratibense que precisa urgentemente de solução. Para isto, a Câmara Municipal de Mangaratiba apresentou na quarta-feira (7) um projeto de lei - de autoria do vereador Ruy Quintanilha - que prevê a construção de um canil público e a implantação de esterilização gratuita de animais no município. SAÚDE PÚBLICA Ao caminhar pelas ruas do município de Mangaratiba fica fácil perceber a grande quantidade de animais abandonados. São centenas de cães e gatos espalhados pela cidade que podem causar graves problemas de saúde pública. O maior deles é a Leishmaniose - contraída pela picada do mosquito-palha. A doença provoca problemas na pele do animal, que pode ser diagnosticado com a queda acentuada de pelos, feridas ao redor dos olhos e nas pontas das orelhas, dentre outros. Há também casos em que a doença não apresenta sintomas, e este é o maior perigo pa-

ra o ser humano, que não identifica o problema no cão e acaba por contrair a enfermidade. Além disto, a multiplicação exacerbada dos cães também é preocupante em Mangaratiba.

sistem no meio do caminho, e acabam deixando o animal na rua por não ter onde colocá-lo. No entanto, com o canil público isso vai mudar" - contou esperançoso o vereador.

RUY COMENTA Para solucionar este e outros transtornos, o projeto vem com um objetivo ousado: acabar com todos os animais de ruas em um prazo de cinco a oito anos. "Se conseguirmos es-

PARCERIA E ONG A ideia do projeto surgiu através do pedido de diversas pessoas que cumpriam parte do papel de cuidar, vacinar e alimentar os cachorros de rua. Com base nisto, o objetivo é passar esta função para o Poder Executivo - com a criação do canil público -, aproveitar estas pessoas e traçar parcerias: "queremos a criação de uma ONG por parte deles para administrar o espaço. A prefeitura entra com equipamentos, veterinários e toda a estrutura do canil" - disse. Quintanilha confessou também que já existe um trailer sendo preparado para receber os cães: "será uma espécie de esterilização itinerante, que não será destinada apenas aos animais abandonados. Qualquer pessoa poderá levar seu cachorro, pois isto também contribuirá para acabar com o problema". O local do canil também já está sendo pensado. Provavelmente será em um lugar pouco habitado - para evitar incômodo aos vizinhos. O vereador diz que acredita muito na aprovação do projeto: "tenho certeza que muita gente vai ficar satisfeita com isso" - concluiu Quintanilha.

Além de proteger o cão, queremos também acabar com outros problemas, como sujeira e doenças - principalmente a Leishmaniose RUY QUINTANILHA vereador, sobre os objetivos do projeto de lei apresentado quarta-feira (6)

terilizar todos os cães, a multiplicação para. É um processo gradual, que, auxiliado pelo recolhimento e encaminhamento acabará de vez com o problema - contou Quintanilha. Além disto, haverá também campanhas contra o abandono de cães: "as pessoas têm que ter responsabilidade para ter um cachorro, pois trata-se de um ser que viverá por mais de 10 anos. As vezes as pessoas de-


16 a 22 de março de 2012

13 cultura & variedades

JORNAL O FOCO

redacao@jornalofoco.com.br fale com a redação (21) 2687-0694 www.jornalofoco.com.br

Arte Itaguaí a arte do graffiti se difunde em itaguaí e chega às escolas da região. o grafiteiro haroldo fala do seu trabalho como artista e professor e sugere a arte como forma de inclusão social

Graffiti: a arte das cidades Alan Miranda alanmiranda@jornalofoco.com.br

Que Itaguaí é repleta de graffitis pelos muros, isso qualquer olhar distraído pode perceber. O que poucos sabem é quem são esses artistas. Um deles é Haroldo Vannier Neto, que assina seus desenhos como "Hum". O grafiteiro tem uma bagagem de formação considerável: é graduado em História, com extensão em Sociologia e Filosofia e pós-graduado em

O Graffiti é capaz de resgatar jovens do crime. Eu gostaria de implantar um projeto desses em Itaguaí, mas ainda falta apoio"

HAROLDO VANNIER Grafiteiro e professor de graffiti no Ciep Djalma Maranhão

História da Arte, fez curso de graffiti pela Central Única das Favelas (CUFA), onde também deu aula e já fez trabalhos em parceria com ONGs e com o Afroreggae.

planos para itaguaí "Hum" conta que já grafitou em todo o RJ e até em outros estados. Dentre os locais onde sua arte já passou estão o Complexo do Alemão, Cidade de Deus e São Paulo. Ele dá aulas desde 2007 e atualmente leciona no CIEP Djalma Maranhão, no bairro Vila Margarida. O convite surgiu da diretora do colégio, Jaqueline Ramalho. "Ela viu alguns trabalhos meus com o Mica - outro grafiteiro, e nos convidou" - diz o artista-professor. O rapaz tem um projeto, que, para ser implantado em Itaguaí, precisaria do apoio das autoridades. "Eu

Itaguaí mantém seus muros ilustrados graças à inspiração de artistas como HUM, MICA e SEJA - grafiteiros da Cidade do Porto

arquivo pessoal

Em ação, o grafiteiro e professor de arte, Haroldo - cujo nome astístico é "Hum" arquivo pessoal

gostaria de realizar um projeto de inclusão social de menores infratores através do graffiti." - revela "Hum". Para ele, a arte é um caminho para a ressocialização. GRAFFITI NÃO É PICHAÇÃO Quanto aos que têm dúvidas sobre a diferença, "Hum" explica de modo simples: "Graffiti é arte contemporânea, pichação é crime." Para ele, a técnica ganha aceitação na sociedade, e iniciativas de inclusão social comprovam isso, além de deixar a cidade muito mais bonita.

Secretaria de Cultura Mangaratiba

Arte nos muros encanta e surpreende: graffite exige técnica rigorosa e dedicação

Secretaria Estadual de Cultura

Orçamento aprovado: FMP Circuito Estadual das Artes da preparada para desafios culturais SEC-RJ abre edital para 5ª edição Alan Miranda alanmiranda@jornalofoco.com.br

R

ecentemente, a Câmara Municipal de Mangaratiba aprovou o orçamento destinado ao setor de Cultura da cidade. A quantia é de R$ 1.000.182,00. É desse valor que a Fundação Má-

rio Peixoto vai dispor para colocar em prática os projetos do ano e para manter os existentes. A quantia repassada à Fundação é utilizada para manutenção e preservação dos equipamentos culturais, dos trabalhos desenvolvidos e pagamento de funcionários. Além disso, crédito

Presidente Emil comenta o orçamento: "ainda não é o ideal"

também deve servir para o projeto de criação de três bibliotecas na cidade. Segundo o presidente da Fundação - Emil de Castro - o valor aumentou em relação ao ano passado por conta dos novos projetos, mas pode melhorar: “Ainda não é o ideal, mas aumentou um pouco em relação ao último ano. No próximo, precisaremos de mais investimento para aquisição de acervo e manutenção do museu, por exemplo” – explica ele. O museu a que ele se refere é o Museu Histórico Municipal de Mangaratiba, que será inaugurado no dia 23 de março, às 20h. O prefeito Capixaba deve comparecer ao evento. Com orçamento aprovado, agora é mãos à obra.

Alan Miranda alanmiranda@jornalofoco.com.br

A

Secretaria Estadual de Cultura (SEC) abriu vagas para o Circuito Estadual das Artes até o dia 25 de abril. O programa está na quinta edição e tem como proposta levar montagens já consagradas aos municípios do interior e/ou às localidades mais distantes da Zona Metropolitana do Rio, a preços populares ou com entrada franca.

Objetivo do circuito é oferecer acesso aos bens culturais para vários municípios, com programação de qualidade

O objetivo do Circuito é oferecer acesso aos bens culturais para a Baixada Fluminense, com uma programação de qualidade aos equipamentos culturais municipais, prioritariamente. O projeto também tem intenção de ampliar o mercado de trabalho para artistas, técnicos e produtores. Ao longo do projeto, cada espetáculo será apresentado em três municípios, em três localidades diferentes do estado, e vai passar também pela Costa Verde. MAIS DE 60 ESPETÁCULOS Através do Circuito Estadual das Artes, espetáculos não inéditos de Artes Cênicas (teatro adulto, teatro infanto-juvenil, teatro de rua, dança e circo) e Música (popular e erudita)

circulam pelos municípios do estado do Rio de Janeiro, com preferência àqueles que não foram apresentados. Em 2011, o Circuito Estadual das Artes levou 53 espetáculos a 65 municípios, com um total de mais de 160 apresentações. O Circuito ampliou sua ação. Agora, o projeto inclui também formação e capacitação técnica, com residências de companhias de artes cênicas ou de produções e artistas independentes em 11 municípios, e também vai proporcionar intercâmbio com companhias ou grupos de profissionais locais. As inscrições para o Circuito Estadual das Artes devem ser feitas exclusivamente online, no portal www.cultura.rj.gov.br.


16 a 22 de março de 2012

14esportes

JORNAL O FOCO

redacao@jornalofoco.com.br fale com a redação (21) 2687-0694 www.jornalofoco.com.br

Esporte Itaguaí através de projeto de iniciativa própria do professor luís paulo, crianças do município têm a oportunidade de conhecer o basquete

Basquete Itaguaí City promove cidadania Alan Miranda alanmiranda@jornalofoco.com.br

H

ortência Marcari é uma das maiores jogadoras de basquete da história e já conquistou um título mundial (1994) pelo Brasil. Moradora de Potirendaba – interior de São Paulo e com poucos recursos, a atleta só começou a praticar o esporte por causa de um programa da secretaria municipal de esportes de São Paulo, o "Adote um Atleta". Assim como em Potirendaba, o basquete também chegou aos jovens de Itaguaí. No Ciep Djalma Maranhão, próximo aos Prédios, existe um projeto que leva às crianças da região a oportunidade de aprender

reprodução internet

um novo esporte. Quem ministra as aulas é o professor de Educação Física Luís Paulo, conhecido pe-

Ideia de criar o projeto surgiu através do incentivo de amigos e interesse das crianças da região em aprender o esporte lo apelido de "Jordan". Ele dá aulas desde setembro de 2011, toda terça e quinta-feira, às 20h. Luís conta que a ideia de começar a dar aulas na região surgiu do incentivo de amigos e da vontade das crianças em

"Basquete Itaguaí City" é o nome do projeto que acontece no Ciep Djalma Maranhão às terças e quintas, às 20h aprender: “Alguns amigos me incentivaram. Sabiam que eu era professor e que a ideia poderia dar certo na cidade. Comecei a falar com as crianças na rua mesmo, e convidava para jogarem. Assim que elas toparam, a gente começou” – conta ele. Assim surgiu o "Basquete Itaguaí City" - nome dado pelos alunos. Ele explica que o projeto não tem relação formal com o Ciep, que só entra com o espaço, cedido pela diretora.

O ESPORTE MUDA VIDAS Assim como Hortência, os jovens atletas têm a oportunidade de aprender um novo esporte e através dele conhecer novos caminhos. Segundo Luís Paulo, o projeto atende cerca de 35 alunos, entre sete e 18 anos. Mais do que apenas esporte, Luís acredita que a proposta é transmitir cidadania: “Aqui eles aprendem o respeito, a trabalhar em equipe.” Um dos treinos exemplifica isso: duas equipes se enfrentam e não podem quicar a bola, nem

Grêmio Mangaratibense

Sem partida, sem suor, mas com três pontos Caio Assis caioassis@jornalofoco.com.br

M

esmo com o forte sol das 15h de domingo (11), não faltou disposição, nem gols nas partidas dos pequenos times cario-

cas pela estreia da série C. Segundo as estatísticas da Federação de Futebol do Rio de Janeiro, foram 39 gols em nove partidas – média de 4,3 -, com jogos de até 10 gols. No entanto, o número de redes ba-

lançadas foi um pouco menor, 33. Isto, graças ao grupo do Grêmio Mangaratibense (grupo B), que teve duas partidas vencidas por W.O. (nesses casos, define-se o placar como 3x0 para a equipe vencedora).

divulgação

Após primeira vitória, Mangaratibense continua confiante

falta de jogadores Como dito acima, não faltou disposição por parte dos atletas na estreia da "terceirona". Porém, no caso do Serrano – primeiro adversário do Mangaratibense -, faltaram jogadores inscritos. Segundo informações do site GuiaFut, o presidente do Serrano - Alexandre Beck - informou que houve um erro do até então diretor de futebol, Henrique Barbosa: “perdemos o prazo de inscrição por um erro do antigo diretor,

já exonerado do cargo” – afirmou. Com isto, o time de Mangaratiba conquistou os primeiros três pontos sem ao menos dar o pontapé inicial, e divide a liderança do grupo B com o Condor de Queimados, que também venceu sua partida por W.O. – por falta de um enfermeiro no estádio do América de Três Rios. confiança continua Com os primeiros três pontos da equipe, o presidente do clube Alexandre Garcia continua confiante: “Não vamos lutar somente por uma das vagas de acesso, vamos em busca do título” – disse. O próximo compromisso da equipe mangaratibense é domingo (18) ,contra o Condor, às 15h no estádio Cabuçu, na capital.

andar com ela. A única maneira de pontuar é passando a bola para o colega.

Para alguns, o basquete é vida. Às vezes os alunos vêm me procurar em casa. Fico muito feliz, mas ainda precisamos de apoio" NOME qualificação e breve explicação sobre o tema da declaração

FALTA APOIO Apesar do esforço de Luís e dos alunos, é difícil manter o projeto sem apoio ao esporte na cidade. "Para algumas pessoas o basquete é vida. Às vezes as crianças vêm me cobrar o treino em casa. Fico muito feliz, precisamos de apoio, até mesmo para organizar torneios." - diz ele. De todo modo, o esporte proporciona maravilhas às vidas dos jovens atletas. Vale acreditar. Quem sabe não sai dali um grande atleta como foi Hortência.

Foto-Legenda reforma esportiva em muriqui divulgação

„A secretaria de Obras de Mangaratiba começou na última semana as reformas de melhorias nas instalações da quadra municipal e do campo de futebol de Muriqui, localizados na Avenida Cândido Jorge. Dentre as melhorias da quadra estão: troca de telhas, reforma e pintura do muro, instalação de grades de proteção, troca de balizas etc. No campo, o trabalho é parecido, com foco nas telas de proteção atrás do gol - que estavam em péssimo estafo. O campo de areia também receberá grades e tela.


JORNAL O FOCO

fale com a redação (21) 2687-0694

classificados

16 a 22 de março de 2012

ANUNCIE AQUI

15

2687-0694


16

16 a 22 de março de 2012

classificados

JORNAL O FOCO

fale com a redação (21) 2687-0694

Profile for JORNAL O FOCO

JORNAL O FOCO ED. 126 - Notícia com Nitidez  

Notícias sobre o cotidiano dos municípios de Itaguaí, Mangaratiba e Seropédica. Informação sobre política e os bastidores do poder. Cultura,...

JORNAL O FOCO ED. 126 - Notícia com Nitidez  

Notícias sobre o cotidiano dos municípios de Itaguaí, Mangaratiba e Seropédica. Informação sobre política e os bastidores do poder. Cultura,...

Advertisement

Recommendations could not be loaded

Recommendations could not be loaded

Recommendations could not be loaded

Recommendations could not be loaded