Page 1

www.jornalofoco.com.br

O FOCO

ANO 7  N.º 159 Sexta-feira, 25 de janeiro de 2013

Cadê a água?

jupy júnior

R$ 0,50

EM COROA GRANDE, ITAGUAÍ

Aeródromo gera disputa há mais de três anos Morador do loteamento Frontal das Ilhas denuncia desmatamento e perigo de queda. Organizador nega. Desde 2009 uma verdadeira guerra, com acusações mútuas, trava-se em Coroa Grande: de um lado, um morador que fez diversas denúncias a vários orgãos municipais, estaduais e federais contra um aeródromo reconhecidamente ilegal. De outro, um líder comunitário que diz ter a aprovação de 350 moradores. A Agência Nacional

de Aviação Civil (Anac) reitera que é proibido abrir pistas e fazer pousar e decolar aeronaves sem sua autorização, e já empreendeu uma operação no local em 2012. Apesar disso, segundo o morador reclamante, os voos continuam no final de semana em área de proteção ambiental permanente (APP) reconhecida pelo Inea. PÁGINA 3

thiago melo

sortudo de muriqui

Levou o Camaro Protesto minguado na sede municipal da Cedae: há anos abastecimento ineficiente em Itaguaí causa transtornos

Cedae diz que itaguaiense não reclama da falta d´água Representantes da empresa reuniram-se com prefeito e vereadores e disseram que povo não protesta. Há planos concretos de obras para elevatórias, mas Cedae nada faz. Vereador Abelardinho diz: "é só enrolação". PÁGINA 7

imposto 2013

Chuvas continuam

Atenção ao IPTU!

Inpe prevê tempestades

Contribuintes devem ficar atentos aos calendários. PÁGINA12

Centro de Estudos diz que índice ficou acima do esperado. PÁGINA 5

Claudio de Souza abasteceu no posto Parada Legal, em Coroa Grande, e se inscreveu na promoção da Petrobras. Resultado: ganhou um Chevrolet de R$ 200 mil. Entrega das chaves foi na quinta (24) . PÁGINA 4

Claudio com o carrão, que faz 100km/h em apenas quatro segundos

câmara de itaguaí

primeiro escalão

lixo em itaguaí

nisan césar, presidente, fala a o foco com exclusividade

prefeituras nomeiam secretários

cidade nunca esteve tão suja

Vereador diz que próxima legislatura "será a melhor em 30 anos" PÁGINA 11

Sem anúncio oficial, e na forma de publicação de atos, prefeituras nomeiam PÁGINA 12

Contrato com Locanty vai até 31 de janeiro, mas coleta é inexistente ou precária em toda Itaguaí há duas semanas. PÁGINA 8


2

O FOCO

cotidiano

Sexta-feira, 25 de janeiro de 2013


cotidiano

Sexta-feira, 25 de janeiro de 2013

O FOCO

3

guerra do voo livre

Aeródromo ilegal: polêmica nas alturas Pista de pouso clandestina em Itaguaí gera disputa há mais de três anos, sem que autoridades decidam o destino da área departamento de arte sobre google maps

Jupy Junior jupyjunior@jornalofoco.com.br itaguaí | Um aeródromo no loteamento Frontal das Ilhas em Coroa Grande (Itaguaí) é motivo de polêmica. De um lado, um morador que diz sofrer com o barulho das aeronaves, o perigo de acidentes devido à proximidade com as casas e o desmatamento de uma Área de Proteção Permanente (APP). O responsável e idealizar do aeródromo diz ter colhido 350 assinaturas de apoio de moradores, assegura que tem autorização da proprietária do terreno onde fica a pista e diz ter pedido licenciamento à Agência Nacional de Aviação Civil (Anac). Fotos do Google Maps

"Eles colocam as pessoas em risco. Apesar da proibição continuam voando"

Hangar

Área residencial: Condomínio Frontal das Ilhas

Nova pista com 550 metros de extensão

Pista antiga

Imagem do Google Maps com indicações feitas por O FOCO: pista em Coroa Grande tem cerca de 250 metros, e complexo abriga também hangar para aeronaves em área de proteção ambiental

Morador anônimo

deixam claro que uma grande área entre a Rio-Santos e o mar cedeu espaço para não apenas uma, mas duas pistas de pouso (a segunda foi construída pouco depois, e passou a ser usada em detrimento da primeira). Há também uma construção para guardar aeronaves (antes, uma primeira havia sido derrubada pela prefeitura de Itaguaí). O morador incomodado aciona desde 2009 várias entidades: Ministério Público (MP), Anac, Prefeitura de Itaguaí, Instituto Estadual do Ambiente (Inea) e Secretaria Estadual de Ambiente (SEA). O FOCO atestou que há mais de dois quilos de documentação com as denúncias, e uma operação conjunta da Anac com a

Foto enviada por leitor mostra que alguém voou no local

Voo proibido no domingo Segundo um dos responsáveis pelo aeródromo ilegal, Hudison Loureiro, a proibição da Anac foi acatada e desde abril de 2012 ninguém voa usando a pista de Frontal das Ilhas. Mas um leitor mandou uma foto, segundo ele, tirada no local no último domin-

go (20). Pistas de pouso devem ter autorização expressa da Anac e a sua construção precisa de licenças ambientais. Hudison reconhece que a pista em Coroa Grande é ilegal, e que por isso o movimento teria parado. A foto, se é legítima, mostra o contrário.

Polícia Federal interditou o local em 2012. Segundo um relatório do MP a que O FOCO teve acesso, os responsáveis pela construção e manutenção da pista são os militares Hudison da Silva Loureiro e Otagnan Biriba da Silva (ambos também moradores de Frontal das Ilhas); Sergio Roberto Coutinho (que teria sido piloto de helicóptero de Ricardo Teixeira, ex-presidente da CBF) e um morador de Itacuruçá identificado apenas como Rogério. O autor das denúncias diz que para burlar a fiscalização os ultraleves mudam as asas para omitir os prefixos, que a qualquer momento uma aeronave pode cair em uma das casas, que foi ameaçado de morte pelos organizadores dos eventos em torno dos voos e que alguém voou lá no último domingo (20), apesar da proibição das autoridades. Hudison nega tudo e diz que fez uma queixa

na 50ª DP contra o morador, que o teria ameaçado com uma arma na pista de pouso.

HUDISON MINIMIZA Conhecido como “Peixe”, Loureiro afirma que a pista é uma iniciativa dele e recohece que ela está ilegal. Segundo Hudison, a SEA fez uma vistoria e não constatou irregularidades, e o morador reclamante, na sua visão, está movido por uma obsessão inexplicável em exterminar o divertimento aéreo. Hudison disse também que há três meses protocolou na Anac um pedido de legalização da pista, e declarou: “mas está tudo parado lá, acho que estão em greve”.

O QUE DIZ A ANAC A Anac desmentiu Hudison. Em nota a O FOCO enviada nesta quarta (23) diz o

seguinte: “a pista não tem processo de cadastramento em curso e continua sendo considerada irregular". A assessoria de imprensa da Agência Nacional de Aviação Civil avisou ainda que nenhum

"Desde abril de 2012 não se voa aqui. A pista realmente é ilegal" Hudison da Silva Loureiro ("Peixe")

aeródromo poderá ser construído sem prévia autorização da autoridade aeronáutica, sob pena de flagrante delito. O Inea disse a O FOCO na quinta (24) que vai apurar o caso e se pronunciará depois.


4

cotidiano

O FOCO

Sexta-feira, 25 de janeiro de 2013

sortudo de mangaratiba fotos: thiago melo

"Não tenho como manter os custos de um carro como esse, vou vender e investir em um imóvel para garantir o futuro. Já tinha até esquecido da promoção, fiquei muito surpreso Claudio Souza, empresário de Muriqui, sobre o momento em que recebeu a ligação da Petrobras

Claudio Batista de Souza, morador de Muriqui, foi um dos seis vencedores da promoção da Petrobras e levou o Camaro da Chovrolet: fidelidade ao Posto Parada Legal em Itaguaí premiada

Morador de Muriqui leva carro de R$ 200 mil Claudio Souza, dono de um salão de beleza em Mangaratiba, trocou consumo por pontos em uma promoção da Petrobras no posto de gasolina Parada Legal, em Coroa Grande, Itaguaí e no sorteio levou um Camaro vermelho da Chevrolet Jupy Junior jupyjunior@jornalofoco.com.br itaguaí | Com direito a ritmistas e mulatas da Acadêmicos da Porto da Pedra, Claudio Batista de Souza, 38 anos, morador de Muriqui, comemorou a conquista de um carro Camero, sonho de consumo de muita gente que gosta de automóveis. A entrega das chaves foi na quinta-feira (24), no Posto Parada Legal, no quilômetro 19,5 da Rio-Santos, em Coroa Grande, Itaguaí. Foi neste posto, em que Souza

abastece seu Tucson 2007 há sete anos, que ele trocou por pontos os valores do consumo e assim pode credenciá-lo a participar da promoção "Você merece sempre mais", da Petrobras. Um dos seis Camaro disponibilizados para o sorteio é de Claudio desde 12 de dezembro de 2012, mas a entrega do automóvel foi apenas nesta semana. O Camaro, modelo da Chevrolet que chega a 100 km/h em apenas 4 segundos, está avaliado em cerca de R$ 200 mil. "Graças a Deus eu fui contemplado, foi uma

As mulatas da Porto da Pedra, representantes da Petrobras, Claudio e Emanuel

Claudio também ganhou uma bolsa do curso de inglês Yes de Itaguaí

alegria só" — conta o microempresário (dono do salão Nazaré), que pretende vender o carro e investir em um imóvel. "Não tenho condições de manter os altos cus-

mulatas da Porto da Pedra e recebeu cumprimentos de Emanuel (que também dançou com as mulatas), dono do Posto Parada Legal; e do gerente executivo

tos de um carro como esse, só se fosse um super empresário, por isso vou vender e investir no futuro" — contou o sortudo à reportagem. Claudio dançou com

Concurso público

Parceria Senai/Odebrecht Seropédica lança edital para educação Vagas gratuitas em curso técnico Inscrições estão abertas até dia 14 de fevereiro. Provas serão em 10 de março O SENAI de Itaguaí em parceria com a Odebrecht oferece vagas gratuitas em cursos técnicos. As inscrições

devem ser feitas pessoalmente nos dias 23, 24 e 25 de janeiro, no SENAI de Itaguaí. Atendimento entre 8:30h e 17h.

Desde a semana passada a Prefeitura de Seropédica lançou o edital do concurso público para preenchimento de 856 va-

gas na Secretaria de Educação, Cultura e Esporte (SEMEC). Inscrições e edital estão no site www. aocp.com.br. O candidato

deve se candidatar até as 14h do dia 14 de fevereiro. Cargos em disputa são para professor (Médio, até o 5º e Libras).

da Petrobras, José Antonio Merotto, que enfatizou a importância das promoções da empresa para fidelizar os clientes e para garantir a alegria dos contemplados.

jupy junior

856 vagas na Sec. de Educação


cotidiano

Sexta-feira, 25 de janeiro de 2013

O FOCO

5

chuvas intensas thiago melo/o foco/03-01-2013

Índice pluviométrico em janeiro é maior do que o previsto Centro de estudos diz que zona de convergência é a razão Jupy Junior jupyjunior@jornalofoco.com.br Mangaratiba | As tempestades que castigam o Sul Fluminense e que provocaram alagamentos, deslizamentos e deixaram desabrigados em Mangaratiba e Angra dos Reis têm um motivo: uma zona de convergência do Atlântico Sul (ZCAS). É o que diz o Centro de Previsão de Tempo e Estudos Climáticos (CPTEC), do Inpe (Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais). O FOCO apurou que os valores estimados de precipitação acumulada até o dia 23 de janeiro encontram-se em torno de 100 a 200 milímetros superiores à media climatológica para o mesmo período na região sul fluminense. Tal situação ocorreu pela última vez, segundo o meterologista Fabio Pinto da Rocha, em dezembro de 2010.

Fenômeno climático A causa principal para o aumento de chuvas foi a

atuação da Zona de Convergência do Atlântico Sul (ZCAS), um sistema meteorológico que provoca a formação de uma extensa banda de nuvens convectivas que atravessa o país desde a região Amazônica até a Região Sudeste, passando pelo Brasil Central e prolongando-se pelo Oce-

CPTEC diz que índice semelhante ocorreu em dezembro de 2010, e prevê possibilidades de mais chuvas violentas ano Atlântico. A ZCAS pode ocasionar volumes significativos de precipitação em pontos isolados, devido ao seu caráter de persistência. Esse sistema é mais frequente no verão, mas pode ocorrer também na primavera. Quanto à violência das pancadas de chuva acom-

panhadas de trovoadas e rajadas de vento, o meteorologista explica que isso é comum no verão, por causa do forte calor e da alta umidade durante o dia.

NO TRIMESTRE Rocha explicou também que hoje o CPTEC não elabora previsões climáticas mensais, somente previsões climáticas sazonais (ou seja, condições médias trimestrais de precipitação e temperatura). Assim, para esse primeiro trimestre do ano a previsão climática de consenso para a região indica a ocorrência de condições típicas da estação em relação à chuva. Pode ocorrer alternância de períodos secos e de períodos de dias com chuva associados à passagem de frentes frias, além da formação esporádica da ZCAS, e ainda há possibilidade de ocorrência eventual de pancadas de chuva típicas do verão, principalmente no período da tarde e noite, associados ao calor e a alta umidade do ar.

Solidariedade às vítimas das chuvas revela face mais humana de uma grande tragédia Instituto José Miguel continua a receber doações para vítimas das chuvas O Instituto José Miguel, órgão de assistência social da prefeitura de Mangaratiba, continua recebendo diversas doações para serem entregues às vitimas da chuva no município. Durante a última semana, o espaço social recebeu mais de três mil reais da Paróquia Cristo Operário, localizada na Vila Kennedy. Outra Igreja que se mobilizou foi a Paróquia São Francisco Xavier, de Itaguaí, que doou mais

de mil peças de roupas e móveis. A conta corrente do Instituto para receber doações é 834.6, agência 0886/9, Banco Bradesco. Parcerias com secretarias da prefeitura também rendem benefícios para a população. Neste último fim de semana, a secretaria de Esporte e Lazer doou diversas roupas e cerca de 90 quilos de alimentos arrecadados no evento ‘Futebol de Praia Solidário’, realizado na

Praia do Saco. No sábado (19) e domingo (20), a secretaria realizou outro evento na Praia de Junqueira, o ‘Pesca com Caiaque’, em parceria com o Clube de Pesca de Caiaque do Rio de Janeiro, no qual os participantes doaram 430 quilos de alimentos. Irene Taranto, presidente do Instituto José Miguel, agradeceu emocionada a colaboração de todos os envolvidos e mobilizados em ajudar os desabrigados.

Carro em Muriqui enfrenta alagamento: municípios sofreram com a violência e volume das chuvas em janeiro

MINERAÇÃO

Troca de executivos na MMX Segundo o site Portogente.com.br, o mercado financeiro reagiu mal à saída de Guilherme Escalhão, que cedeu o lugar a Carlos Gonzales, que agora é o novo diretor-presidente da MMX. Segundo o site, o motivo teria sido técnico. Gonzales tem mais de 20 anos de experiência em mineração, com passagem pela Vale., mas as ações da MMX caíram mais de 2,5% depois ao anúncio.

Rio Claro Cidade em alerta total

Angra dos Reis Lixo correto em Ariró

Devido às chuvas que atingem Rio Claro, o prefeito Raul Machado determinou estado de alerta. Deslizamentos e destruição de pontes (foram duas em Várzea) foram incidências que mais afetaram o município. A Secretaria de Planejamento Urbano informou que está avaliando a situação do local.

Por 45 dias, o lixo de Angra dos Reis será depositado no CTR de Seropédica e os resíduos de Paraty continuarão sendo depositados no CTR Ariró, em Angra. A determinação é da SEA e do Inea para que a empresa Infornova Ambiental execute um plano de recuperação do aterro sanitário de Ariró.


6

cotidiano

O FOCO

Sexta-feira, 25 de janeiro de 2013

meio ambiente

Boto cinza mais protegido em Mangaratiba Lei que protege o cetáceo aprovada em outubro entra em vigor e animal é declarado patrimônio municipal instituto boto cinza

Jupy Junior jupyjunior@jornalofoco.com.br Mangaratiba | Mesmo tendo sido aprovada em outubro de 2012, a Lei n° 832/2012 – que determina limitações e condições para a observação do boto-cinza (sotalia guianensis) - somente agora entra em vigor, com sua publicação em Diário Oficial. A lei declara Patrimônio Natural do Município o Boto-cinza, espécie ameaçada há tempos na Baía de Sepetiba. Além de declarar o animal patrimônio, a lei institui também ações necessárias à proteção e preservação da espécie, regulamentando áreas específicas para o turismo de observação do cetáceo que encanta tanta gente. O Institu-

to Boto-cinza considera positiva a lei, embora reconheça que ainda há mais a ser feito para preservar a espécie.

DUAS EMBARCAÇÕES De acordo com a Lei, serão permitidas no máximo duas embarcações simultaneamente durante a prática de observação de golfinhos nos arredores da Ilha de Jaguanum (ver mapa que ilustra a matéria), além da obrigatoriedade de autorização prévia emitida pela Secretaria Municipal do Meio Ambiente, Agricultura e Pesca; a presença e o monitoramento de um profissional em todos os passeios, que forneça informações interpretativas sobre tais animais, a necessidade de conservação e as normas de aproximação; e

a capacitação de toda a equipe envolvida. Desta forma, garante-se que a atividade turística seja inofensiva para os animais, além de promover renda alternativa para a comunidade local e difusão de conhecimento. Para o Instituto Boto Cinza (IBC) - entidade sediada em Itacuruçá que realiza pesquisas com os cetáceos desde 2005 – a lei é uma vitória, pois “abrirá portas para reduzir impactos negativos e aumentará a fiscalização em relação à degradação que vem ocorrendo nessa região nos últimos anos” - afirma Bianca Morais, bióloga do IBC. O biólogo Pedro Lacerda, também do Instituto, comenta: “Saber que esses animais agora são protegidos por lei auxilia nosso trabalho e nos deixa mais tranquilos”.

Três botos próximos a uma embarcação: turismo ecológico deve crescer na região e animais serão menos perturbados

Mapa da baía de Sepetiba indicando os polígonos nos quais a observação de botos-cinza é restrita a duas embarcações

pesca

Mortandade na Ilha da Madeira APLIM preocupada com peixes e crustáceos encontrados mortos na areia. Para entidade a água da praia da Ilha da Madeira está contaminada erbs jr.

Carlos Erbs Jr. carlos@jornalofoco.com.br itaguaí | O que estaria acontecendo no mar da Ilha da Madeira? Essa pergunta pescadores estão fazendo para tentar entender a mortandade de peixes e crustáceos que vem ocorrendo há dois dias na localidade e teve seu momento mais crítico na manhã da última quinta-feira (24). Conforme contou à reportagem de O FOCO, o vice-presidente da Associação de Pescadores e Lavradores da Ilha da Madeira (APLIM), Ségio Hiroshi, disse que se assustou pela manhã, quando a maré estava baixa, ao ver siris batendo no

Pescadores notaram alterações no mar: grande quantidade de peixes mortos casco das embarcações, como se quisessem buscar ajuda para conseguir respirar normalmente. Também chamou a atenção algumas aves mortas no entorno de onde estavam os peixes e crustáceos mortos. "Em decádas nessa praia nunca vi isso.

Sem contar a colaração e o cheiro da água.Ela estava avermelhada e com forte odor atípico", declarou. Ele suspeita que haja alguma contaminação, por isso entrou em contato com os órgãos competentes. Primeiro ligou para a "Linha Verde",

número de denúncia do Ibama. Obteve a informaçã de que a responsabilidade era da Secretaria Municipal de Meio Ambiente, Agricultura e Pesca. "Achei estranho um órgão superior passar a responsabilidade para uma pasta municipal. O pior foi ouvir que isso se tratava de uma variação climática e por isso estaria acontecendo esses efeitos" — comentou. Para Hiroshi, um dos órgãos consultados deveria coletar a água para análise e assim ter um laudo técnico sobre essa mortandade. Fizemos contato com a assessoria de imprensa da Prefeitura e ela disse que o secretário não poderia falar sobre o caso.

ANUNCIE AQUI! ...

CUSTA POUCO AUMENTAR AS VENDAS DA SUA EMPRESA

2687-0694


cotidiano

Sexta-feira, 25 de janeiro de 2013

O FOCO

7

abastecimento e cidadania

Vidas secas

fotos jupy junior

Abastecimento de água precário irrita itaguaienses e é fruto de muitos anos de descaso das autoridades. Mas segundo a Cedae, munícipes não reclamam Jupy Junior jupyjunior@jornalofoco.com.br itaguaí | Luzia da Silva e Souza - 60 anos, moradora do bairro Brisamar - era uma dentre os cerca de dez manifestantes que se concentraram timidamente na sede municipal da Cedae de Itaguaí, por volta das 14h de quarta-feira (23). Alguns outros traziam narizes de palhaço (assim posaram para as lentes de O FOCO), e a história de Luzia é a mesma deles: vivem às turras com a falta de água crônica em Itaguaí. Alguns estão sem abastecimento normal há mais de seis meses, embora apresentem as

As tubulações no centro da cidade datam da década de 1960, e há 14 anos a cidade não tem contrato firmado com a cidade de Itaguaí contas em dia. O minguado protesto foi mobilizado via Facebook. Esperava-se muito mais gente, e isso se coaduna com o que disseram representantes da Cedae a vereadores, em reunião fechada na mesma quarta (23), na Câmara: o povo de Itaguaí não reclama.

14 ANOS DE PROBLEMA Itaguaí, a exemplo de Mangaratiba, não tem contrato com a Cedae renovado há 14 anos. A última intervenção na cidade foi para troca de tubulações, ainda no governo Sagário. De lá para cá pouco ou nada foi feito. Os trans-

tornos são inúmeros, e as histórias se repetem: problemas em cozinhar, tomar banho, lavar a louça, lavar roupa. Mas o maior problema de todos talvez seja a ausência de providências que, durante anos, não foram tomadas. Outro problema que também pode contribuir par ao descaso é o fato de que as pessoas não se mobilizam para fazer valer seus direitos. A minguada manifestação desta quarta é uma demonstração de que o cidadão pode usar as redes sociais para dar visibilidade às suas queixas, mas de efetivo pouco tem sido feito no sentido de pressionar o poder público a agir de acordo com o que se espera dele (e que é sua obrigação).

rador do Engenho, está há três meses sem água e sua conta de dezembro de 2012 foi paga no valor de R$ 216. Quem também pagou a conta de R$ 60 dentro do vencimento foi Daniel dos Reis Santos, 53 anos, morador de Vila Margarida. A falta de água é generalizada, atinge praticamente todos os bairros, inclusive o centro. A maioria dos entrevistados de O FOCO se vale da solidariedade de vizinhos que têm poços artesianos e da boa vontade de familiares para poderem cumprir uma das suas necessidades mais básicas: contar com água encanada e tratada.

CONTAS PAGAS, SEM ÁGUA Luzia, a cidadão mencionada na primeira linha da matéria, pagou a conta de água mesmo sem ter recebido uma gota em novembro de 2012. Ednaldo Salgado de Souza, 39 anos, mo-

Sede municipal da Cedae

"Povo não reclama" O FOCO esteve na Câmara para acompanhar a reunião que ocorreu nesta quarta (23) entre vereadores e representantes da Cedae. A reunião foi fechada para a imprensa, mas a discussão acalorada entre os parlamentares presentes (Abelardinho e Vicente Rocha – ambos PMDB, Carlos Kifer – PP, Noel da SOS – PT do B, Jailson Barboza – PRP, Genildo Gan-

dra - PDT e Miriam Pacheco – PMN) fez com que o som chegasse até o outro lado da porta, onde estava o repórter. “Não temos muitas reclamações de Itaguaí” – pôde-se ouvir claramente de um dos representantes da Cedae. É possível, mas isso em nada diminui a responsabilidade da empresa em oferecer serviço perfeito a quem paga as contas em dia.

Itaguaiense sem água há meses mostra a conta de dezembro paga: situação se repete em toda a cidade

Ainda a portas fechadas Legislativo e Executivo mobilizam-se para resolver problema, mas postura da Cedae é de apatia e desrespeito com a população Não é de hoje - ainda na legislatura anterior - que o vereador Vicente Rocha (PMDB) bate na mesma tecla: é preciso modernizar o abastecimento de água em Itaguaí, e isso significa trocar tubulações e criar meios de fazer com que haja água suficiente para todos. Apesar da urgência do assunto, somente o peemedebista, presidente da Comissão Legislativa de Obras, falou com a imprensa depois de uma (tensa) reunião com Marcello Motta, diretor da Cedae de distribuição e comercialização da região metropolitana.“Quero que a Cedae tenha respeito com a população de Itaguaí, que mantenha um canal de comunicação direto com os consumidores e que tome providências efetivas para solucionar o problema” – disse Rocha aos repórteres em uma das salas da Câmara, na tarde de quarta-feira (23).

“APENAS UM ENCONTRO” Marcello Motta seguiu para a reunião da Câmara logo depois de encontrar-se com o prefeito Luciano Mota, com quem discutiu a possibilidade de unir esforços para que o abastecimento de água em Itaguaí seja coerente com o crescimento da cidade. Carlos Kifer, também logo após a

reunião, disse a O FOCO que houve “apenas um encontro”, em base amigável, mas quem passava no corredor onde a reunião acontecia poderia ouvir e constatar que houve tensão e severas advertências dos parlamentares, especialmente de Rocha. O vereador Abeilard Goulart, que participou da reunião, saiu da sala antes que ela terminasse e disse aos repórteres: “é só enrolação, desde 2009 conversamos sobre isso e nada acontece”. Disse também que há planos para construir três elevatórias: uma em Amendoeira, outra no Sase e mais uma na localidade conhecida como 26 de dezembro, o que, segundo Rocha, resolveria em mais de 70% a questão da precariedade no abastecimento. Não há somente planos, as desapropriações para a obra já foram realizadas pela prefeitura e há R$ 65 milhões para o processo licitatório. Só falta a Cedae agir, e com atraso de 14 anos.

RÁDIO E JORNAL Vicente enfatizou que a Cedae deve usar os jornais e rádio para informar ao cidadão sobre qualquer problema na adutora, intervenção ou manutenção cuja consequência seja falta d´água. A O FOCO, a Cedae nunca se pronun-

Vicente pediu respeito com o povo ciou embora tenha sido provocada em diversas ocasiões via assessoria de imprensa. A última delas foi na terça (22), e até agora O FOCO ficou sem resposta oficial. “Há bairros que têm tubulação e mesmo assim falta água. No centro da cidade, a tubulação é dos anos 1960, e se abrirem a pressão da água, vai explodir as calçadas” – disse Vicente. Ele mencionou também a cobrança indiscriminada da Cedae mesmo em locais onde não há água. Vicente disse que Marcello Motta prometeu: as providências começariam no dia seguinte (quinta-feira, 25). E ouviu do representante da Cedae que há poucas reclamações dos itaguaienses. Rocha recomendou que as pessoas reclamem, e, caso não haja sucesso, que procurem a Câmara dos Vereadores.


8

cotidiano

O FOCO

Sexta-feira, 25 de janeiro de 2013

urbanismo

Montanhas de lixo em cada esquina da cidade Coleta irregular em Itaguaí demonstra que o jogo democrático da alternância de poder pode ter péssimas consequências fotos thiago melo

Lixo se acumula em Vista Alegre: cena deplorável mostra que o início do ano está sendo difícil para o itaguaiense Jupy Junior jupyjunior@jornalofoco.com.br Itaguaí | Caso não haja continuidade no poder, cada ciclo eleitoral é assim: o povo escolhe seus representantes, e quando o anterior sai de cena e o novo mandatário assume, as pendências começam a explodir e o prejudicado, como sempre, é o povo. Assim tem sido em Itaguaí por causa da proximidade do encerramento do contrato da empresa Locanty com a prefeitura: montanhas de lixo em cada esquina, mau cheiro, risco de doenças e piora dos alagamentos por causa do entupimento dos bueiros. Não que Itaguaí pudesse, antes, ser considerada uma cidade urbanisticamente limpa, pois terrenos abandonados sem fiscalização eficiente já contribuíam e muito para a proliferação da dengue no município. Mas há cerca de duas semanas a coleta deixou de ser feita com a regularidade de sempre, e o munícipe que paga impostos e espera atendimento decente sofre com o mau serviço público.

ATÉ SOFÁS No bairro Califórnia, O FOCO viu até sofás jogados na rua sem recolhimento. Uma morado-

ra afirmou: “desde que Charlinho saiu não recolhem o lixo, eu tenho que deixar no meu quintal porque senão os cães de rua espalham tudo e é pior”. No centro, caçambas estão transbordando e no Engenho moradores decidiram juntar o lixo da rua para não obstruir os bueiros e piorar o já deficiente sistema de escoamento da água da chuva, que, com as recentes tempestades, podem ser um tormento ainda maior.

SALÁRIOS ATRASADOS Na sexta-feira (18), funcionários demitidos da Locanty, a prestadora do serviço, fizeram uma manifestação em frente à prefeitura para reivindicar salários atrasados. Fontes não-oficiais dão

conta de que a responsabilidade ficará a cargo da JSL, empresa paulista cujo site anuncia ser vencedora de diversos prêmios e de proceder (com sucesso) à coleta de lixo na cidade de Mogi das Cruzes (SP). O presidente da Câmara de Itaguaí, Nisan César (PSD) disse em entrevista a O FOCO (ler na página 11 desta edição) que o problema do lixo perturba os munícipes justamente porque a Locanty deixou de pagar os funcionários. Ainda segundo ele, a empresa tem contrato assinado até 31 de janeiro, e a prefeitura não pode contratar outra empresa se o contrato ainda está em vigor. Nisan disse que a prefeitura estuda uma forma jurídica de pagar os funcionários a fim de que eles não se pre-

No bairro do Engenho, não há como evitar o mau cheiro com o acúmulo de lixo, que aparece até em árvores judiquem e a fim de ver regularizada a situação. Em 17 de janeiro o prefeito de Itaguaí publicou em seu Facebook: “(...) estamos providenciando em caráter emergencial a coleta de lixo em toda Itaguaí,

pedimos desculpas pelo transtorno e agradecemos os alertas". Enquanto isso os itaguaienses precisam conviver com a situação insustentável de manter o lixo em casa ou se ver obrigado a suportar

o mau cheiro constante. O FOCO entrou em contato com a empresa Locanty mas até o fechamento desta edição não obteve qualquer resposta. A empresa, pelo jeito, acha que não deve satisfações.


cotidiano

Sexta-feira, 25 de janeiro de 2013

O FOCO

9

entidade internacional thiago melo/o foco/14-01-2013

Sérgio Tavares Duarte (ao centro, de gravata) ao lado do Capitão Barbosa (24º BPM): presidente quer que grupo qualificado que se organizou em Itaguaí utilize expertise para ajudar em calamidades e em voluntarismo social

Cruz Vermelha de Itaguaí acaba de ser criada Organização notória não tinha representação na cidade, e quer atuar junto com a prefeitura em várias áreas de interesse público Jupy Junior jupyjunior@jornalofoco.com.br Itaguaí | A nobre e respeitada entidade internacional Cruz Vermelha (CV) acaba de receber uma representação em Itaguaí. Comandada por Sérgio Tavares Duarte – que acumula também a presidência do Conselho de Segurança da cidade, a direção do Sítio Chaminé (no Mazomba) e negócios no setor hoteleiro – a Cruz Vermelha municipal vai atuar em casos de calamidades advindas de desastres naturais, como enchentes, por exemplo, e também

tem interesses em ações de saúde e segurança. “Estamos treinando uma brigada de pessoas preparadas para qualquer situação” – contou Duarte em recente reunião com o futuro sub-secretário de segurança de Itaguaí, Capitão Junior. A Cruz Vermelha, formada há mais ou menos um mês, se ofereceu para participar do governo Luciano Mota com expertise em treinamentos para primeiros socorros, defesa pessoal, dentre outros.

DEFESA CIVIL A Cruz Vermelha municipal já conta com

cerca de 40 agentes extremamente qualificados. “Cada um é professor da sua matéria” – disse o presidente a O FOCO. Ele adiantou que vai começar a preparar 100 rapazes para que estes atuem na cidade e também em Seropédica e Mangaratiba, caso haja necessidade. Duarte aguarda apenas que um prédio próximo ao Sítio Chaminé encerre as obras para abrigar provisoriamente os treinamentos, que vão durar cerca de um ano. Haverá seleção dos interessados em participar, que podem ganhar até R$ 800 para atuarem

pela CV, se a prefeitura fechar o convênio com a entidade. Quem quiser ser voluntário é só se apresentar no Sítio Chaminé. A Cruz Vermelha municipal vai funcionar em sede própria, ainda segundo o presidente, daqui a alguns meses: será em um prédio de três andares próximo ao Albanoel, na rodovia Rio-Santos. Como Itaguaí ainda não tem Defesa Civil – uma das metas do prefeito Luciano Mota – a Cruz Vermelha municipal, segundo o presidente Sérgio Duarte, pode contribuir nesse sentido.

O que é a Cruz Vermelha A Cruz Vermelha é uma organização não-governamental sem fins lucrativos. No Brasil, a entidade existe desde 1907, e o primeiro presidente foi o sanitarista Oswaldo Cruz. O registro e o reconhecimento da entidade nos âmbitos nacional e internacional se deu nos anos de 1910 e 1912, sendo que a I Grande Guerra (1914/1918) constitui-se, desde seus primórdios, no fator

decisivo para o grande impulso que teria a CV no mundo, com atuação em guerras e catástrofes. O presidente Sérgio Tavares conta que a CV atua em 156 países e que recebeu todos os títulos de utilidade pública, e opera graças às diversas doações e convênios. “Podemos atuar em todos os segmentos que a sociedade precisa” - assegurou o presidente da representação municipal.

ANUNCIE AQUI! CUSTA POUCO AUMENTAR AS VENDAS DA SUA EMPRESA... 2687-0694


10

poder

O FOCO

Sexta-feira, 25 de janeiro de 2013

segurança patrimonial thiago melo/o foco/14-01-2013

Tropa da terceira idade Futuro sub-secretário de segurança de Itaguaí diz que média de idade dos guarda municipais é de 60 anos Jupy Junior jupyjunior@jornalofoco.com.br itaguaí | A média de idade dos 725 guardas municipais de Itaguaí é de 60 anos. A informação é do capitão Junior (Jurandir de Almeida Junior), futuro sub-secretário municipal de Segurança (até o fechamento desta edição a prefeitura não havia anunciado a lista de nomeados para os cargos de primeiro nem de segundo escalão). Segundo o capitão, o cargo de guarda municipal possivelmente era usado como massa de manobra política a fim angariar votos. “Há um guarda com 85 anos, muitos deles não têm condições físicas para o trabalho porque estão em idade avançada” – afirmou ele em reunião na segunda-feira

(14) com membros da recém-criada Cruz Vermelha de Itaguaí (ver box desta matéria). O capitão Junior disse a O FOCO que os guardas municipais, além de não terem condições físicas para o trabalho, ganham apenas um salário mínimo e não têm a qualificação necessária para empreender a segurança patrimonial, principal função da corporação. Os guardas carecem de treinamento capaz de conferir a eles capacidade de interagir com a população, auxiliar a Polícia Militar em eventos de grande porte (como a Expo, por exemplo) e coibir qualquer pessoa que comprometa a ordem pública.

REMANEJAMENTO O capitão Junior disse também que “qual-

quer pessoa poderia ser guarda”, e que somente agora a prefeitura de Itaguaí realiza um levantamento para checar os antecedentes criminais dos agentes da corporação a fim de identificar até mesmo pessoas que podem estar sendo procuradas pela Polícia em outros estados e que porventura possam ocupar o cargo de guarda municipal na cidade: “estamos fazendo um recadastramento dos agentes para nos certificarmos de quem pode ou não fazer parte da corporação” – afirmou o capitão – “não temos nem estatuto” – completou ele. O futuro sub-secretário afirmou que a prefeitura pretende destinar verbas para todos os equipamentos de segurança (Guarda Municipal incluída) e que vai investir na qualificação

Capitão Junior revela que guarda municipal servia de cabide de empregos e que qualificação é mais que urgente dos agentes por meio de vários treinamentos. Ele admitiu também que há possibilidade de remanejamento dos guardas

para funções em que não haja exigência de condicionamento físico, porque, segundo ele, é determinação do pre-

feito Luciano Mota não exonerar sem critérios rígidos e sim aproveitar servidores que podem ser úteis à população.

Cruz Vermelha pode atuar na qualificação A recém-criada Cruz Vermelha de Itaguaí reuniu-se com o futuro sub-secretário na tarde de segunda-feira (14) para tratar da possibilidade de firmar um convênio com a prefeitura. É de interesse

do Executivo oferecer treinamento para a Guarda Municipal, e o presidente da Cruz Vermelha Municipal, Sérgio Tavares Duarte, disse que a entidade tem pessoal qualificado para a tarefa. A princípio, segundo o capitão Junior, será mi-

nistrado um curso de defesa pessoal para 100 agentes, em duas turmas de 50 alunos. A reunião, que ocorreu no Sítio Chaminé, em Mazomba, foi para que se dessem os contatos iniciais nesse sentido.

reunião em brasília divulgação / pmm

Capixaba reúne-se com Paulo Passos Prefeito de Mangaratiba solicitou diversas melhorias da Rio-Santos ao Ministro dos Transportes

Pedro Capixaba, Ruy Quintanilha, Evandro Capixaba, Paulo Passos (Ministro dos Transportes), Conceição Rabha (prefeita de Angra) e deputado federal Luiz Zérgio

BRASÍLIA | O prefeito de Mangaratiba, Evandro Capixaba, e o vice-prefeito, Ruy Quintanilha (ambos do PSD), estiveram em Brasília na terça-feira (15). Motivo: uma reunião com o ministro dos Transportes, Paulo Sérgio Passos. Capixaba e Quintanilha solicitaram a Passos medidas preventivas e emergenciais relativas a Rio-Santos: duplicação da rodovia, instalação de lombadas eletrônicas e construção de passagens subterrâneas em pontos da cidade. A prefeita de Angra dos Reis, Concei-

ção Rabha (PT), também participou da reunião, assim como o deputado federal Luiz Sérgio (PT) e do presidente da Câmara dos Vereadores de Mangaratiba, o vereador Pedro Capixaba (PSD). Capixaba solicitou também ao ministro ações como melhoria no fluxo da rodovia com um novo asfalto e sinalizações para evitar gargalos nos dois túneis existentes na cidade, onde motoristas enfrentam engarrafamentos quando o acesso de duas faixas volta a ser pista simples, dentre outras medidas.


poder

Sexta-feira, 25 de janeiro de 2013

O FOCO

11

legislativo itaguaí

Nisan César: "a melhor Câmara em 30 anos" Presidente da Câmara de Itaguaí diz que Casa Legislativa será proativa e que não é tão complicado administrá-la Jupy Junior jupyjunior@jornalofoco.com.br itaguaí | Ele ainda exibe um grande curativo de esparadrapo no dedo médio por causa de um acidente no portão de casa, mas Nisan César ainda é o mesmo parlamentar que em 2012 fez severa oposição ao governo Charlinho. Desta vez, entretanto, ele é situação. Foi o que se pode depreender claramente da entrevista que ele concedeu a O FOCO nesta quinta-feira (25). Depois de um mês à frente da presidência e mantendo relação direta com o prefeito de Itaguaí, Nisan disse que a Câmara "será a melhor em 30 anos" porque ela será proativa, terá como fundamento não tratar dos assuntos importantes da cidade depois que eles acontecem, mas sim ocupar-se deles antes de tornarem-se problemas. Para tanto, confia nos vereadores eleitos e reeleitos e também nos servidores. Sua intenção é também tornar a Câmara um prédio sustentável energeticamente ("vamos implantar energia solar, a conta de luz é de R$ 15 mil/ mês, e também coleta de água da chuva para tratamento posterior") — adiantou Nisan. Ele não encontrou grandes problemas das administrações passadas e disse que a disposição de enfrentamento do governo anterior na legislatura que foi até o final de 2012 esmoreceu por causa do ano eleitoral. O antigo problema cultural do assistencialismo —, verificado não só na legislatura anterior, mas em todas as outras — é para Nisan uma questão de conduta pessoal de cada vereador. Para ele, cada parlamentar deve cuidar do seu próprio mandato e agir apenas de acordo com suas próprias convicções.

thiago melo

segurança, e não demora O Presidente Nisan acredita que o prefeito de Itaguaí tem uma grande qualidade: saber ouvir. "Ele é jovem, mas tem maturidade para ouvir o que temos a dizer, antes ninguém estava interessado" — avalia o presidente, que é do PSD. Para ele, não há demora nas ações de Luciano, pois as atitudes certas demandam mais tempo de análise. "Não se iludam" — alerta ele — "ainda é preciso mais tempo para que tudo se regularize, pelo menos 90 dias". Nisan refere-se ao problema de abastecimento de água e coleta de lixo na cidade, que se tornaram caóticos em janeiro. Segundo ele, deficiência proposital da administração passada, mesmo tendo dito que o contrato com a Locanty se encerra apenas em 31 de janeiro, sugerindo um conluio entre o mandatário anterior da prefeitura e a empresa para prejudicar a nova gestão de Itaguaí.

SALÁRIO DO PREFEITO Em relação à recente polêmica sobre a negativa do prefeito de Itaguaí em revelar seu salário ao RJ-TV, que fez um levantamento nesta semana sobre tais valores, Nisan disse que Luciano "não sabia que o valor é de R$ 25 mil e que isso é estipulado pela legislatura anterior". Para Nisan, ficou claro que o prefeito não se preocupou em saber quanto ganharia. Quanto à determinação da Câmara em desfazer atos da legislatura anterior (ele comentou em entrevista depois de sua posse) ele diz que este fenômeno é normal, pois acontece em qualquer lugar do mundo, e que o objetivo é garantir governabilidade ao prefeito de Itaguaí.

Nisan César (PSD) recebeu O FOCO e avalia como positiva a harmonia entre Câmara e Prefeitura. Ele declarou que a administração da Casa Legislativa "é simples"

"A Câmara será proativa, antecipando-se aos problemas. Será a melhor em 30 anos" Nisan César Presidente da Câmara de Itaguaí


12

poder

O FOCO

Sexta-feira, 25 de janeiro de 2013

tem desconto!

primeiro escalão

Prefeituras divulgam calendário do IPTU

Prefeitos publicam atos em que nomeiam secretários

Contribuinte deve ficar atento aos prazos e opções As prefeituras de Seropédica e Mangaratiba divulgaram informações sobre o Imposto Predial e Territorial Urbana de 2013. A prefeitura de Itaguaí não enviou comunicado a O FOCO a respeito do assunto até o fechamento desta edição. Os contribuintes podem se beneficiar caso queiram realizar o pagamento em cota única, mas devem ficar atentos às datas de vencimento e às formas de obter o carnê, caso ele não chegue em casa a tempo.

SEROPÉDICA Moradores e proprietários de terrenos e imóveis em Seropédica devem ficar atentos, pois o prazo para o pagamento do Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU) em cota única com desconto de 10% termina no dia 28/2. Após esse período, o valor poderá ser parcelado em até 10 ve-

zes, sem desconto, com vencimento da primeira parcela em 10 de março. O secretário de Fazenda, Airton Aguia, alerta os contribuintes para que não deixem para a última hora e aproveitem os descontos oferecidos. Em Seropédica, o contribuinte tem que buscar o carnê na sede da prefeitura, na Rua Maria Lourenço, nº 18, no Centro.

MANGARATIBA A cota única em Mangaratiba seria até o dia 21 de janeiro deste ano, mas a prefeitura decidiu prorrogar o prazo até o dia 31, por causa das fortes chuvas que se abateram sobre o município e que atrapalharam o acesso de alguns munícipes à sede da prefeitura. O desconto é maior do que na cidade de Seropédica: 15%. Quem quiser mais informações é só telefonar para (21) 2789-6000.

OFÍCIO ÚNICO DO MUNICÍPIO DE MANGARATIBA Oficial - Rubem Cabral Rua Coronel Moreira da Silva 155- Centro Mangaratiba -RJ CEP: 23.860-000 Telefones: (21) 2789-2405 ou 2789-1578 PUBLICAÇÃO Processo n° 088/2012 – Casamento: JOSÉ MAICON DA FONSECA MIRANDA & LOISE CHAVES DE OLIVEIRA Processo n° 089/2012 – Casamento: CARLOS GILBERTO DE ALMEIDA JUNIOR & PRISCILA BORGES DA SILVA Processo nº 090/2012 – Casamento: JOÃO DA SILVA CAMPOS NETO & MARIA TEIXEIRA DAMIÃO Processo n° 091/2012 – Casamento: LEANDRO PERES DA SILVA & AYRA CHAYANE FERREIRA Processo nº 092/2012 – Casamento: OLAVO OLIVEIRA DOS SANTOS & PRISCILA RAISSA MACHADO Processo nº 093/2012 – Edital de Proclamas: GLUBER DO VALLE BORGES & TYASSIA DOS SANTOS GOMES Processo nº 094/2013 – Casamento: MICHEL PABLO DOS SANTOS VIEIRA & PATRICIA NUNES DE MIRANDA Processo n° 095/2013 – Casamento: FILIPE VILA VERDE FREZ & PÂMELA BARBOSA DE SOUZA Processo nº 096/2013 – Casamento: ANTONIO GUEDES DA SILVA & UBIRACY BEZERRA DA SILVA Processo n° 097/2013 – Casamento: WALACE DE CARVALHO FERNANDES & PALOMA SUZANO MARQUES DE SOUZA Processo nº 098/2013 – Casamento: VALDECI SCARDINI CATRINQUE & MARIA JUÇARA MOREIRA NASCIMENTO. Processo n°099/2013 – Casamento: LUCAS POVOA DA SILVA & VANIZIA BAPTISTA MARTINS Processo nº 100/2013 – Edital de Proclamas: ALVARO ARAUJO MENDES & JOSIANE CESCON FERREIRA DA SILVA. Processo n° 101/2013 – Edital de Proclamas: MARCOS VINICIUS DOS SANTOS MOREIRA & EMANOELE FERREIRA MATOSO. Processo n° 102/2013 – Casamento: JORGE CLAUDIO DA ROSA & SANDXRA MEIRA FERREIRA. Processo n° 103/2013 – Casamento: EMANOEL FREITAS DA SILVA e TAIRINE DA SILVA RODRIGUES. MANGARATIBA – RJ, 25 DE JANEIRO DE 2013.

Anúncio oficial não foi feito ainda pelas equipes de Seropédica, Itaguaí e Mangaratiba Jupy Junior jupyjunior@jornalofoco.com.br Não há como não notar uma certa demora na definição dos secretários de governo das administrações das cidades de Itaguaí, Mangaratiba e Seropédica. O FOCO mantém-se alerta, mas nada foi divulgado pelas assessorias dos três municípios, muito embora Itaguaí e Mangaratiba tenham publicado atos com nomeações dos secretários. Seropédica não seguiu seus vizinhos e a assessoria informou que ainda não há data para confirmação.

ITAGUAÍ A prefeitura publicou em seus atos a nomeação das seguintes pessoas para o secretariado: Andréa Moreira Costa Lima (Assuntos Estratégicos); Célia Maria

do Nascimento Tavares (Educação); Maria Ireniz Soares Peres Cabral (Saúde); Antonio Henrique Pereira de Sousa Werneck Martins (Administração e Procuradoria-geral); Antônio Lobo Santiago (Governo); Armando

A expectativa é que os governos municipais apresentem seus respectivos secretários à sociedade, via imprensa Augusto Pereira Lopes (Finanças); Ricardo Luís Rosa Soares (Indústria, Turismo, Eventos e Esportes); Alex de Lucena Barboza (Transportes); Ivana Neves Melo Couto (Agricultura, Meio Ambiente e Pesca); An-

dré Fernandes Barbosa (Segurança); Geraldo Ernesto de Oliveira Filho (Planejamento) e Glauco Miranda de Oliveira (Itaprevi). Notou-se a ausência do (a) secretário (a) de Assistência Social. Há rumores de que haverá desmembramento na secretaria de Indústria, Turismo, Eventos e Esportes: tornaria-se duas secretarias, uma de Turismo e Eventos e outra de Indústria e Comércio.

MANGARATIBA A prefeitura de Mangaratiba publicou atos oficiais em que nomeia os seguintes secretários: Ricardo Albuquerque de Brito (Ciência e Tecnologia); Alexsandro Santos Fernandes (Defesa Civil); José Hugo nunes Satyro (mantém-se em Esportes); Antônio Xavier Araújo Filho (mantém-se em Meio Ambiente);

Márcia Moreira (Planejamento); Sidney José Ferreira da Silveira (Segurança); Humberto Carlos de Mendonça Vaz (Integração Governamental, que já vinha exercendo).

PRIMEIRA ANÁLISE Ainda é cedo para avaliar, até mesmo porque espera-se que as administrações apresentem à sociedade, via imprensa, os secretários de governo que se tornarão responsáveis por grandes desafios. Em Itaguaí, há mistério em torno também da possível desmembração da secretaria de Cultura, que sairia de Educação. Em Mangaratiba também há indefinição sobre quem se mantém ou não no governo nas secretarias não mencionadas na publicação. Espera-se que dentro dos próximos dias surjam mais informações.

em local estratégico

Nova sede dos bombeiros à vista Prefeito Capixaba reúne-se com comando da corporação para mudar destacamento de lugar na cidade mangaratiba | Um encontro no quartel do Comando Geral do Corpo dos Bombeiros, no Casarão Vermelho, no Rio de Janeiro, iniciou o processo para transferência do destacamento militar que atua em Mangaratiba. O prefeito Evandro Capixaba reuniu-se com subcomandante-geral coronel Alcântara, na terça-feira (22), para começar o processo de cessão de terreno para a construção do novo destacamento do Corpo dos Bombeiros na cidade. Há possibilidade da nova unidade ser construída no Sahy, em parceria com a empresa de construção civil Brook-

divulgação / pmm

secretário de Defesa Civil de Mangaratiba, Alex Sandro Fernandes (que também é bombeiro), participou da reunião.

na rio-santos

Capixaba com o comando dos bombeiros: prédio antigo está condenado field Incorporações. A nova unidade substituirá a atual sede da corporação, que fica no Trevo da Praia do Saco. O motivo para a mudança de sede

foi a condenação do imóvel, que apresenta danos estruturais. No temporal que atingiu a cidade no início do ano o prédio também foi afetado. O

“O subcomandante mostrou-se preocupado com a situação do batalhão da cidade. A nova unidade certamente ficará em local estratégico, pois queremos instalá-lo a poucos metros da Rodovia Rio-Santos, o que atenderá com rapidez a qualquer chamado” —, destacou o prefeito Capixaba. * com informações da Prefeitura Municipal de Mangaratiba


cultura & variedades

Sexta-feira, 25 de janeiro de 2013

O FOCO

13

dança

Tijolos aparentes, mas com sonho em dia Instituto de Dança de Itaguaí abre nova sede, oferece cursos gratuitos e, mesmo com dificuldades, mantém acesa a chama da cultura fotos jupy junior

Jupy Junior jupyjunior@jornalofoco.com.br itaguaí | Não se engane o incauto leitor que possa ficar surpreso com com o cabelo roxo moicano de Jailson Trevysani, professor de dança de 29 anos que há pelo menos 14 milita na área de cultura. "Milita" é a palavra certa para quem, em nome da arte e da cultura, tenta de todos os modos manter acesa a chama da dança no município, embora o seu pioneirismo acabe por lançar sementes (às vezes até mesmo dissidentes) por outras áreas de Itaguaí. Mas o certo é que sua determinação encontra raízes no tempo em que, ainda estudante, saía de Santa Cândida para a Lapa e para Jacarepaguá para ensaiar em companhias notórias do Rio de Janeiro. Trevysani sofreu preconceito mas não desistiu, e sua gestão à frente do Instituto é motivo de orgulho.

Jailson Trevysani:dedicação e obstinação em prol da cultura municipal

Banner indica onde funciona o Instituto, no Engenho: sem apoio, com dificuldades, mas com persistência também

cursos gratuitos É o mesmo orgulho que ele demonstra a O FOCO quando exibe as paredes ainda mal caiadas e pintadas com a mesma cor do seu cabelo exótico (coincidência?) da nova sede do Instituto recém-inaugurada (funcionava no centro, agora é no Engenho). A maior parte da construção é de tijolos

aparentes. Se a muitos pode parecer ainda pobre e feia, por dentro ela abriga muitos que, certamente, só têm a chance de dançar e sonhar naquele espaço que volta a oferecer cursos gratuitos de várias modalidades de dança (inscrições pelo telefone 3781-3035), além de reforço escolar dado por uma professora vo-

Nova sede e vagas para cursos gratuitos: o Instituto de Dança de Itaguaí continua com sua missão de formar talentos na cidade

luntária (!). Os horários, muito bem organizados, mostram uma disposição em fazer do sonho a realidade de gente esquecida pelos governos. "Nunca ganhei um centavo da prefeitura, embora precise muito para poder dar equipamento de qualidade para os alunos" — diz Trevysani, sem qualquer ranço de rancor (ele não tem tempo para isso).

LINHA DO TREM A vontade de ver concretizados seus planos é tão irrefreável que Jailson

folia já vai começar!

não hesitou em abrir seu centro, que sobrevive graças a um programa da Secretaria Estadual de Cultura (com que ele paga os professores) a cerca de 5 metros da linha do trem administrada pela MRS. Perigoso é, mas falta a empresa atender ao Instituto e providenciar uma proteção. "Já mandei ofício e e-mail, eles não respondem" — lamenta ele. Nada disso vai abalar a disposição de muitos que vão procurá-lo para obter uma das várias vagas em aberto. A cultura ainda vive, que bom!

divulgação / pms

Seropédica divulga grande programação de carnaval Baile de Máscaras, atrações para a criançada, pagode e escola de samba já agitam a cidade a partir do dia 2 de fevereiro Quem acha que o carnaval ainda não começou, engana-se. Em Seropédica, pelo menos para os organizadores, ele está a todo vapor. A prefeitura divulgou extensa programação que inclui Baile de Máscaras, um corrida, entrega das chaves para o Rei Momo, pagode, baile infantil e bateria de escola de samba. Os locais das atrações dividem-se entre a Rua Rita Batista, a Praça Nido Romano e o Seropédica Atlético

Clube (onde ocorrerá o Baile de Máscaras, no sábado, dia 2/2). Sim, o leitor leu direito, em Seropédica já tem atração no final de semana anterior ao carnaval (que para muitos começa na sexta (dia 8/2). A corrida da cidade de Seropédica, que também será bem animada, será no domingo (3/2), com largada às 8h no km 40 e chegada na Praça Nildo Romano. Na sexta (8/2) será feita a entrega das chaves da cidade ao

Rei Momo, no km 49, também na Praça Nildo Romano.

PARA A CRIANÇADA Nos dias 10 e 11/2 a criançada pode pular à vontade nos bailes infantis. O grupo de pagode Toda Hora, um DJ e grupos de pagode locais também agitam os adultos, em horários diferenciados. O secretário de Comunicação, Turismo e Eventos, Thiago Ribeiro garante:

Prefeito Alcir Martinazzo e o secretário Thiago Ribeiro posam ao lado do grupo Toda Hora, uma das atrações do carnaval " Este será, sem dúvida, um dos melhores carnavais de rua de Seropédica". As prefeituras de Itaguaí e Mangaratiba ainda não divulgaram a programação das respectivas cidades.

angra dos reis A Fundação Cultural de Angra dos Reis – CULTUAR e a Associação Recreativa e Cultural dos Blocos Carnavalescos de Angra dos Reis – ABCAR já começam a esquentar

os tamborins para a abertura do Carnaval 2013. Nesta quinta-feira (24) ocorre o Projeto “Quinta do Samba” na Praça do Porto, às 19h, com a apresentação de baterias de diversos blocos.


14

cultura & variedades

O FOCO

Sexta-feira, 25 de janeiro de 2013 jupy júnior

Jupy Junior jupyjunior@jornalofoco.com.br ITAGUAÍ | Foi de uma tacada só. Melhor dizendo, um strike na falta de opções de divertimento em Itaguaí. Desde 20 de dezembro, ainda sem divulgação maciça, a ItaWorld (algo como Itaguaí-mundo, em tradução livre) abriu suas portas e oferece restaurante, videokê, jogos eletrônicos e boliche em quatro ambientes separados, na Avenida Doutor Otávio Cabral, no centro (em frente à Light, onde funcionava a boate Cabana). Para quem nunca jogou boliche, agora não há desculpa para deixar de se aventurar na árdua tarefa de derrubar todos os pinos de uma vez (strike) ou em duas jogadas (spare).

INVESTIMENTO INÉDITO “Sabíamos que a cidade estava crescendo e que precisava de entretenimento mais especializado, voltado para as classes A e B” – explica Anderson Pinheiro, 41 anos, um dos sócios. João Tavares, de 48, o outro sócio, concorda. Os empresários investiram cerca de R$ 2,5 milhões nas obras e aquisição de equipamentos (tudo começou há um ano) para compor os quatro ambientes bem iluminados, espaçosos e confortáveis. A novidade do funcionamento 24 horas, mais do que ne-

strikes, spares

&

diversão

Casa de entretenimento traz restaurante, jogos, videokê e boliche em um único estabelecimento 24h em Itaguaí

Cliente arremessa a pesada bola em direção aos pinos em uma das seis pistas oficiais do ItaWorld: paga-se por hora e seis pessoas podem competir. Tecnologia e atrações na mesma casa cessária, deixa a cidade menos carente de boa comida e bebida depois da meia-noite.

O BOLICHE Certamente as seis pistas de boliche são a principal atração. Não é exatamente barato: cada hora para seis pessoas custa R$ 80 (nos finais de semana é R$ 100). O ItaWorld fornece calçados e meias descartáveis adequados, para todos os tamanhos. Um dos 60 funcionários orienta os clientes.

A tecnologia das seis pistas (serão 12 daqui a três meses) é da empresa americana Imply, que tem representação no RS. Na ItaWorld, é tudo oficial: as pistas são revestidas com laminados sintéticos; há terminais touch-screen para incluir os nomes dos jogadores e conferir a pontuação. Há poltronas confortáveis para quem espera sua vez de jogar, os garçons são atenciosos e servem comidinhas e bebidinhas pedidas na pista. Programa imperdível.

Boliche diverte muito, mas é bastante difícil Ok, boliche é muito legal, muito divertido, mas é difícil. Só com muito treino é que se pode fazer bonito na pista e vencer todo mundo. Há bolas de diferentes pesos e cores, uma para cada situação específica (como acertar apenas dois pinos em um canto, por exemplo). Mas haja bola na canaleta

para poder pegar o jeito. Este repórter bem que tentou vencer os empresários Anderson e João: fez quatro strikes em três partidas, mas o máximo que conseguiu foi ficar em segundo lugar. Isto, é claro, depois de três rodadas amargando a última colocação. Quem nunca jogou, não deve perder a chance. A pontuação é complicada e esta matéria não é

exatamente didática sobre o esporte. Mas basta saber: tem que derrubar tudo no mínimo de jogadas. Quem consegue derrubar mais com menos, ganha. Só quem já conseguiu ver todos os pinos caindo depois de arremessar a bola com três furos sabe a delícia que é. Ganhar é outra história...

ANUNCIE AQUI! CUSTA POUCO AUMENTAR AS VENDAS DA SUA EMPRESA... 2687-0694


Sexta-feira, 25 de janeiro de 2013

poder

O FOCO

15


16

O FOCO

opini達o

Sexta-feira, 25 de janeiro de 2013

JORNAL O FOCO ED. 159 - NOTÍCIA COM NITIDEZ  
JORNAL O FOCO ED. 159 - NOTÍCIA COM NITIDEZ  

Notícias sobre o cotidiano dos municípios de Itaguaí, Mangaratiba e Seropédica. Informação sobre política e os bastidores do poder. Cultura,...

Advertisement