Page 1

jornalofoco.com.br

O FOCO thiago melo

Secretária da imobiliária informou o valor do aluguel: R$ 18 mil/ano

Duas cidades, dois flagrantes de abuso

google maps

raphael melo

[ poder público]

Ano 6 | Edição 110 26 de agosto de 2011 Diretor: Thiago Melo

Antes e depois: área pública (em vermelho) foi aterrada

Em Itaguaí, área pública é transformada para dar lugar a terreno que teria sido comprado por Nelson Donato, secretário de Transportes. Em Muriqui, imobiliária de parente do secretário de Turismo Páginas 7 e 10 oferece aluguel de concessão municipal: flagrantes do desrespeito ao que é público. [transporte]

thiago melo

Infrações sem fim

Detro surpreende a Expresso Mangaratiba e fiscais constatam o péssimo estado em que circulam os veículos da empresa: roletas ilegais, parte elétrica defeituosa, pneu careca e até motorista sem habilitação. Das 11 multas aplicadas pelo órgão à empresa, três delas são relativas à supressão de linhas. População continua indignada, e Detro promete ainda mais rigor.

Página 2

[seu bolso]

Vale a pena?

Sair de Mangaratiba para fazer compras em Itaguaí é hábito de muitos consumidores. O FOCO foi conferir se o esforço vale a economia. O resultado é surpreendente. Pág. 3

[leitor em foco]

Lama, buracos, ratos e poste Fiscal aborda motorista da Expresso ainda nas primeiras horas da manhã: irregularidades em série

Leitores acionam a redação para fazer reclamações. Confira e participe também. Pág. 4

thiago melo

[entrevista]

Finalmente, Capixaba recebe O FOCO

Prefeito recebeu a reportagem no seu gabinete. A conversa foi longa: a entrevista será publicada em duas edições. Nesta primeira parte, Capixaba fala sobre o aluguel de carros pela Prefeitura, relação com a Câmara e desabafa: “está sendo um desespero”. Página 8

[ESTREIA]

Celebre a vida! Estreia nesta edição o caderno VIVA! – matérias sobre comportamento, saúde, bem-estar, cultura e diversão. Na primeira edição, tudo sobre a 22ª Expo Cultural Mangaratiba. Evento terá Luan Santana, Ana Carolina, Seu Jorge e Victor & Leo.


2

Sexta-feira, 26 de agosto de 2011

O FOCO

cotidiano [TRANSPORTE]

Detro na cola da Expresso Operação em Mangaratiba pune empresa por uma série de irregularidades FOTOS THIAGO MELO

[Jupy Junior] jupyjunior@jornalofoco.com.br

Começou cedo: era pouco mais de seis da manhã de segunda-feira (15) quando dois fiscais do Departamento de Transportes Rodoviários do Rio de Janeiro (Detro) já estavam a postos para verificar a procedência das inúmeras reclamações contra a empresa de viação Expresso Mangaratiba. A operação foi motivada pelo contato de O FOCO com o Detro, que ocorreu na semana passada, para fins de apuração sobre irregularidades da Expresso. O resultado: 11 multas e três recolhimentos de veículos. A Expresso vai pagar uma multa de R$ 1.786,82 por cada ônibus recolhido. “Poderíamos ficar a manhã inteira aqui multando” – disse a fiscal, por volta das oito horas. ALTERAÇÃO DE CARACTERÍSTICAS Os fiscais do Detro fizeram verificação de vários veículos: parte elétrica, pneus, limpadores de parabrisa e documentação. Antes de oito da manhã, os fiscais já tinham mandado três ônibus para a garagem: estavam com a parte elétrica danificada. Um deles apresentou pneus “carecas”. Um motorista estava

O assento que fica de frente para o corredor também representa mudança de características, o que é proibido

balanço A Expresso Mangaratiba foi punida pelo Detro por não obedecer as determinações do órgão para transporte público. Veja os números:

11 multas Os fiscais do Detro verificam veículos da Expresso: várias irregularidades e 11 multas no total sem habilitação. “O maior problema foi alteração de características e paralisação de linhas” – informaram os fiscais. Três linhas que deveriam estar em circulação – todas que ligam Duque de Caxias a Mangaratiba – deixaram de circular, observou o Detro. Ônibus rodoviário, ou seja, com apenas uma porta para entrada e saída, não pode ter roleta nem rodar com passageiros em pé. Este foi um dos itens que o Detro fez questão de

Detro avisa: ônibus com apenas uma porta para entrada e saída não pode ter roleta nem rodar com passageiros em pé

apurar junto à Expresso, e a empresa foi reprovada. O assento que fica de frente para o corredor também representa mudança de ca-

racterísticas, o que é proibido. Os fiscais resolveram deixar de recolher mais veículos para não prejudicar a população. RECLAMAÇÕES CONTINUAM “Moro aqui há 30 anos, e sempre foi assim” – lamentou a enfermeira Rosalva Trajano, 42 anos. Ela complementou: “acho ótimo que façam fiscalização, essa empresa nunca cumpre os horários e os ônibus não dão condições para grá-

vidas ou obesos”. De fato, uma das reclamações é que as roletas representam um desrespeito à população. A falta de acessibilidade aos deficientes físicos também é um problema. O professor Ubirajara Moraes abordou a fiscal do Detro e avisou que a Expresso não tem veículos para cadeirantes: “é um absurdo, 20% da frota tem que ser destinada a cadeirante, e a Expresso só tem um que faz a linha Mangaratiba-Itaguaí via Itacuruçá” – disse ele, indignado.

Sendo três por paralisação de tráfego de linha (Duque de Caxias – Mangaratiba: via Nova Iguaçu, Campo Grande e Estrada do Campinho); três por alterações de características (assento incluído no fundo do corredor); duas por parte elétrica defeituosa (faróis, lanternas e pisca-alertas que não acendem); uma por pneu careca; uma por defeito no parabrisa; e uma pelo motorista estar carteira nacional de habilitação.

Rosalva Trajano: "a Expresso nunca cumpre horários e desrespeita grávidas e obesos" Problemas para todo lado: lanternas danificadas... roletas ilegais...

Ubirajara Moraes: "é um absurdo, só uma linha atende a cadeirantes" ... pneus carecas...

... e faróis sem lâmpadas


Sexta-feira, 26 de agosto de 2011

3

O FOCO

[CONSUMO]

fotos thiago melo

juliana torres

Em Muriqui os produtos são mais caros que em Mangaratiba. Consumidores acreditam que fazerm compras em Itaguaí é vantajoso, porém levantamento feito por O FOCO surpreende

Calculadoras a postos

Itaguaí é realmente mais barato para compras do mês? Sim, mas a diferença na cesta básica é de pouco mais de R$ 1 [Jupy Junior] jupyjunior@jornalofoco.com.br

[Juliana Torres] julianatorres@jornalofoco.com.br

Um senhor de aproximadamente 80 anos disse que achava absurdo ter que sair de sua cidade para fazer compras. Ele estava dentro de um ônibus com direção a Muriqui. “Porque o senhor sai do seu bairro para fazer compras?” – quis saber a reportagem. Ele foi categórico: “Aqui os preços são bem mais baixos, toda semana faço isso”. O mais intrigante: ele estava carregando saco-

las pesadas. Este é o pensamento de centenas de pessoas que saem de Mangaratiba para fazer as compras no supermercado Guanabara, em Itaguaí. O FOCO quis saber: vale a pena? NO PONTO DE ÔNIBUS No ponto de ônibus em frente ao Guanabara, a reportagem conversou com três consumidoras. Para Débora Abraão, moradora de Mangaratiba, os produtos em Itaguaí são 50% mais baratos que na Costa Verde. Ela, que é gerente de um mercado, disse que mensal-

O consumidor acaba gastando mais para comprar em Itaguaí: ganha por um lado mas perde por outro

Bárbara: "Vou de van todo mês"

mente faz compras no Guabanara e em outros estabelecimentos itaguaienses. Com várias sacolas, Débora afirmou que costuma vir à cidade nos dias de folga. A agente de saúde Ma-

ria José, grávida de oito meses, também disse que frequentemente sai de seu município para realizar compras. Moradora de Muriqui, ela alegou o mesmo motivo: “preços mais em conta”. Marina Garcia, aposentada, disse que costuma ir muito a Praia Grande, onde tem uma casa. De acordo com ela, os preços daquela região são maiores. “É quase o dobro ou o triplo. É muito caro” – disse a aposentada. empresário COMENTA José Manoel Lemos Neto, sócio do supermercado Santa Cruz (com filiais em Mangaratiba e Itaguaí), disse que não vale muito a pena o esforço de fazer compras em outro município. Segundo ele, é difícil competir com as promoções do Guanabara, porém, os preços de outros produtos podem inclusive ser mais caros. “É bom quando a pessoa quer mais variedade” – explicou ele, e completou: “compramos queijos refinados para vender aqui [Mangaratiba], mas não vendi nenhum” – explicou. Lemos Neto também

lembrou que as pessoas que vão para outro município acabam gastando em transporte e lanche. Bárbara Moreira de Oliveira, funcionária pública, disse a O FOCO durante suas compras no supermercado Costa Verde (Muriqui) que todos os meses vai a Itaguaí: “mas só vou de van, e sempre gasto alguma coisa a mais, pelo menos com água” – explicou. CONFIRA OS PREÇOS O FOCO realizou uma pesquisa de preços em três supermercados: o próprio Guanabara (em Itaguaí, PRODUTOS CESTA BÁSICA Carne – Patinho (1kg)

Em produtos isolados, Mangaratiba é mais em conta. Mas no geral o Guanabara sai ganhando, embora a diferença seja de apenas pouco mais de um real na terça-feira, 16), o Santa Cruz (centro de Mangaratiba) e no Costa Verde (Muriqui) – ambos na quarta-feira (17). A reportagem se baseou na lista de cesta básica do Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (DIEESE). No supermercado Santa Cruz não havia padaria, por isSANTA CRUZ (Mangaratiba)

COSTA VERDE (Muriqui)

GUANABARA (Itaguaí)

12,90

14,02

13,98

Leite (1l)

2,80

2,77

2,49

Feijão Máximo (1kg)

2,80

2,98

1,99

Arroz Tio João (1kg)

2,39

2,52

2,79

Farinha Granfino (1kg)

2,30

2,96

2,58

Batata lisa lavada (1kg)

0,95

1,00

1,19

Tomate (1kg)

2,95

3,22

2,82

Café Pimpinella (250g)

3,40

3,35

3,99

Açúcar União (1kg)

2,50

2,79

2,76

Óleo Soya (900ml)

7,20

3,29

3,68

Margarina Qualy (250g)

1,95

1,91

1,15

Banana prata (1kg)

1,75

1,72

2,76

TOTAL DAS COMPRAS

43,89

42,53

42,18

Na ponta do lápis: diferença no total é muito pequena. Em negrito os preços mais caros

[REDUTORES DE VELOCIDADE]

Velocidade sob controle Até o final deste ano novos radares serão instalados na Rio-Santos [Juliana Torres] julianatorres@jornalofoco.com.br

Desnecessários para uns, segurança para outros. As opiniões divergem quando o assunto é a sinalização para a redução de velocidade nas estradas do Rio de Janeiro. Apesar de ainda ser uma informação interna do DNIT – Departamento Na-

cional de Infraestrutura de Transportes –, a Rodovia Rio-Santos receberá novos radares eletrônicos. Segundo Wanderson Lopes da Silva, engenheiro do DNIT de Angra dos Reis, o limite de velocidade, a localização e a quantidade de redutores de velocidade são informações confidenciais a serem ainda publicadas no

Diário Oficial. Mas o engenheiro afirma que a população não será surpreendida: “Vai ser tudo sinalizado. O Código de Trânsito prevê a sinalização vertical e horizontal dos medidores de velocidade” - garantiu. RADARES DESLIGADOS Quanto aos radares inoperantes na cidade de

so o produto não foi considerado no comparativo. Resultado: por produtos, comprar em Muriqui é bem mais caro. Dos 13 produtos pesquisados, quatro estavam mais caros no Guanabara. Comprar em Mangaratiba, a se levar em conta produtos em separado, é mais econômico: na lista apurada, o supermercado Santa Cruz só tinha três produtos mais caros. Mas o Guanabara levou a melhor no geral: na soma da cesta básica, fica sim mais barato, mas com uma diferença irrisória. Entre o mais caro e o mais barato, a diferença foi de R$ 1,71. Será que vale a pena o esforço de carregar sacolas pesadas no ônibus? Só o consumidor vai poder medir... Confira abaixo o comparativo (valores em reais):

Mangaratiba, principalmente os da Praia do Saco e de Conceição de Jacareí, Wanderson disse que contrato com a antiga empresa foi encerrado em 2007. De acordo com ele, foi feita uma licitação, mas o Tribunal de Contas da União entendeu que deveria fazer algumas alterações no procedimento licitatório.

Isto atrasou essa licitação, fazendo com que, durante quatro anos, estes radares ficassem sem atividade. Agora a empresa responsável pela reinstalação destes radares é a Sitran (Sinalização de Trânsito Industrial Ltda). Segundo o engenheiro, a empresa já está nos trechos fazendo o levantamento da situação do local, riscos de acidentes etc. “Até o final do ano, a empresa deve instalar os novos radares e religar os antigos”disse Wanderson Lopes.

THIAGO MELO

Um dos pontos que receberá novo radar


4

Sexta-feira, 26 de agosto de 2011

O FOCO

Estas matérias foram produzidas a partir de denúncia feita por leitores. Você também pode participar. É só ligar para (21) 2687-0694 ou mandar carta para leitor@jornalofoco.com.br com sua reclamação.

LEITOR EM FOCO [lama e buracos]

[itacuruçá]

Esburacada e sem asfalto

fotos thiago melo

Morador da Rua Rio de Janeiro, em Itaguaí, procura [Juliana Torres] julianatorres@jornalofoco.com.br

Esta semana O FOCO recebeu a ligação de um morador da Cidade do Porto que estava indignado com a situação em que a rua onde mora se encontra. Sem asfalto – ou melhor, com apenas uma parte asfaltada -, buracos e muita poeira. Segundo moradores da Rio de Janeiro, quando chove a rua enche-se de lama. De acordo com o pedreiro César Alves, morador há 10

Segundo moradores, quando chove a rua enche de lama anos, a rua nunca foi asfaltada. Outro morador, Braz Piovezan, disse que a Prefeitura colocou manilhas, mas não terminou o trabalho. “Quando chove, tem trecho que fica uma lagoa, e ninguém passa” – disse o motorista de caminhão.

SEM ESCOAMENTO A rua não possui escoamento para a água da chuva. Segundo César Alves, basta chover por três horas para alagar tudo. O comerciante José Silva de Melo, conhecido como Zé Carneiro, disse que quando chove a rua “fica um ‘mingau’”. Na Avenida das Nações, que faz cruzamento com a Rio de Janeiro, outro problema. Além do chão de terra e esburacado, há um vazamento de água. Existem casas que ficam perto de um

rio e segundo moradores, quando chove – às vezes – esse enche. “Quando o rio sobe traz um monte de lixo, cobra, sapo e um monte de animal que eu nunca vi” – disse Letícia Vatelô, uma das moradoras do local. O FOCO procurou a secretaria de obras da Prefeitura de Itaguaí para saber se há algum projeto de asfaltamento e como que os moradores deveriam agir para solicitações, mas até o fechamento desta edição não obteve resposta. fotos verônica leal

Leitor avisa que inclinação de poste assusta pedestres e motoristas

Ameaça pendente

Poste perigoso deixa moradores em alerta Moradores reclamam da falta de asfalto

Na Avenida das Nações vazamento forma poças de lama

[Juliana Torres] julianatorres@jornalofoco.com.br

[INVASÃO DE RATOS]

Visitantes indesejados Roedores invadem casas no centro de Itaguaí [Juliana Torres] julianatorres@jornalofoco.com.br

Além das péssimas condições de transportes, de buracos nas ruas e do barulho ensurdecedor na cidade, agora os itaguaienses reclamam de outro problema: ratos. Segundo moradores da Rua Doutor Monteiro de Azevedo, no centro, os roedores estariam entrando em suas casas e causando um grande transtorno para suas famílias. Ratos – qualquer que seja o tamanho - assustam. Seja por nojo ou por medo de doenças, os roedo-

O FOCO (21) 2687-0694 (21) 8254-9275 (21) 8400-7848

res nunca são bem vindos e constituem em um problema de saúde pública. DENTRO DE CASA A dona de casa Leandra Bartmann disse que, em dois dias, chegou a matar sete ratos pequenos. Ela disse que os roedores aparecem normalmente à noite e que eles entram constantemente em sua casa. “De vez em quando escuto uns barulhos no forno” – afirmou Leandra. Com um bebê sete meses, a dona de casa preocupa-se com a saúde de seus três filhos. Bartmann disse que o problema existe há aproxiO jornal O FOCO é distribuído gratuitamente às sextas-feiras nas principais bancas e ruas de Seropédica, Itaguaí e Mangaratiba. Tem alcance estimado de 50 mil leitores na região.

www.jornalofoco.com.br

“De vez em quando escuto uns barulhos no forno” Leandra Bartmann, dona de casa

madamente dois anos, e que a louça de casa precisa ser lavada antes e depois de ser usada. “Não tem como deixar comida no fogão ou na mesa, eles roem tudo” – alegou a dona de casa. CACHORRO INIBE RATOS A cozinheira Regina de Souza disse que ratos

frequentemente entravam nos fundos de sua casa. Mas, após sua filha adquirir um cachorro, os roedores não apareceram mais. Ela, que mora com seus filhos e com um neto, disse que sempre encontrava ratos mortos após colocar veneno para matá-los. Além do susto e dos incômodos dejetos fecais espalhados pela casa, a urina do rato pode transmitir uma perigosa doença – a leptospirose. A reportagem tentou contato com a Vigilância Sanitária de Itaguaí, sem sucesso.

Um poste danificado está causando terror em pedestres e motoristas que passam pela Avenida Santana, em Itacuruçá. O motivo seria a sua acentuada inclinação, que dá a impressão de que ele irá cair. Segundo moradores, o poste está assim desde o início do ano, quando um ônibus bateu ao dar a ré. No dia 27 de julho, Rafael Yuri (morador de Itacuruçá) fez uma reclamação à Ampla Energia e Serviços S/A, na agência de Muriqui. Mas até o momento nada foi feito. O FOCO procurou a empresa de energia para saber sobre o andamento da reivindicação do morador. De acordo com a assessoria de comunicação da Ampla, o poste não oferece risco de queda. A empresa informou que agendará uma data para a realização das manutenções.

EXPEDIENTE Diretor Geral/Editor-Chefe: Thiago Melo MTB 25806-RJ Editor: Jupy Junior MTB 28085-RJ. Diretora Comercial: Verônica Leal. Colaboradores: Juliana Torres e Raphael Melo Matérias assinadas não refletem necessariamente a opinião do jornal O FOCO e elas são de inteira e exclusiva responsabilidade de seus respectivos autores.

“No dia 27 de julho, Rafael Yuri (morador de Itacuruçá) fez uma reclamação à Ampla Energia e Serviços S/A, na agência de Muriqui”

Rafael mostra a reclamação

FALE CONOSCO redacao@jornalofoco.com.br comercial@jornalofoco.com.br direcao@jornalofoco.com.br

Editado e distribuído por T.M. Comunicações Ltda. O jornal O FOCO é impresso pela Editora Esquema Ltda.


Sexta-feira, 26 de agosto de 2011

5

O FOCO fotos jupy junior

[HOSPITAL GERAL CEMERU- ITAGUAÍ]

Hospital novo em folha

Corredores mais largos e mais conforto: obras no Guanabara terminam

Grupo Cemeru vai inaugurar nova unidade na Cidade do Porto

Carlos Alberto saiu de Jacarepaguá e se decepcionou

[Juliana Torres] julianatorres@jornalofoco.com.br

Everaldo e Zenilda gostaram da estrutura

Dorinéia e Denilsa não acharam os preços altos

[REINAUGURAÇÃO]

Novas instalações, velhos preços Apesar de uma ou outra promoção ocasional, consumidores reclamam dos preços [Juliana Torres] julianatorres@jornalofoco.com.br

[Jupy Junior] jupyjunior@jornalofoco.com.br

Quando se fala em inauguração ou reinauguração de algum supermercado a ideia que se tem são preços mais baixos e promoções diversas. Por isso muitos clientes foram conferir a reinauguração do supermercado Guanabara, em Itaguaí. As instalações agradaram, porém os preços foram desanimado-

res para muitos que foram conferir os preços anunciados como promocionais. Carlos Alberto, morador de Jacarepaguá, veio até a reinauguração em busca de promoções, mas se decepcionou: “os outros supermercados estão com o preço mais em conta” – disse Alberto. Apesar de reclamar dos preços, ele disse que o espaço do local está bem melhor. Com a mesma opinião de Carlos, Vera e Paula afirmaram que a mudança

De quem é a culpa?

Ofertas válidas para os dois mercados condicionadas à duração do estoque. Valores sujeitos a alteração sem aviso prévio.

Seis horas da tarde, Rua Curvelo Cavalcante. Milhares de carros, ônibus, vans e kombis passam a todo instante. Além do fluxo de veículos, o estacionamento do Guanabara cria

uma fila de carros que tumultua ainda mais o trânsito, principalmente nos primeiros dias do mês. “A principal (rua) se tornou pequena para o crescimento da cidade”- disse Marcus Wesley, subge-

na estrutura “ficou ótima”, mas que “os preços continuam a mesma coisa”. Paula, animada, disse que os uniformes dos funcionários também deveriam mudar. “Tinha que colocar uma roupa mais bonitinha”- disse ela. Para Dorinéia Brito e Denilsa Costa, os preços estavam bons. Mas vale ressaltar que as duas senhoras haviam acabado de chegar ao supermercado. Na saída do Guanabara, o casal Everaldo Eu-

trázio Francisco e Zenilda Borges disseram que o espaço interno ficou mais agradável, mas repetiram os outros entrevistados: os preços precisam melhorar. “A oferta do açougue está boa. Agora, eles precisam é dar continuidade” – afirmou Everaldo. O FOCO tentou falar com a gerência do Guanabara para saber mais detalhes sobre a reinauguração, mas um funcionário afirmou que o gerente estava em reunião e não poderia receber a reportagem.

rente do supermercado, que falou com O FOCO na terça (16). Para ele, a principal causa do tumulto é o número elevado de carros. José Carlos de Medeiros, coordenador de trânsito de Itaguaí, concorda com ele: “hoje circulam cerca de 229 mil

veículos na Curvelo” – afirmou. Medeiros disse também que, com o fim da reforma no supermercado, as obras de alargamento da pista vão começar. “Vai melhorar 70% depois dessas obras” – declarou o coordenador.

Os moradores de Itaguaí já podem contar com mais uma unidade da rede Cemeru no município. Mas desta vez não é uma clínica, e sim um Hospital Geral. De acordo com Cid Ballier - um dos diretores do grupo Cemeru até janeiro de 2012 dois dos cinco andares já estarão em funcionamento. Neles, além do ambulatório – com todas as especialidades médicas haverá serviços de imagem como tomografia e laboratório. Nos três andares restantes ficarão o centro cirúrgico e a internação. Em Itaguaí, existe um centro médico Cemeru que atende diariamente entre 250 e 300 pacientes. Segundo Cid, o Hospital deve atender a um número mais elevado. TUDO PRONTO EM 2012 De acordo com Ballier, daqui a um ano o Hospital deverá estar com as obras finalizadas. Além dos cin-

Até janeiro de 2012, dois dos cinco andares do Hospital Geral Cemeru em Itaguaí já devem estar em funcionamento co andares, ainda haverá uma garagem subterrânea. Aproximadamente 40 médicos estarão à disposição da população itaguaiense. Com uma capacidade para 150 leitos, o ambulatório atenderá 24 horas por dia, sete dias por semana. Além do atendimento emergencial, o Hospital Geral Cemeru em Itaguaí atenderá também a consultas marcadas. Ballier disse que quase todos os planos de saúde serão aceitos, dentre eles a Unimed Costa Verde e o Cemeru. O Hospital Geral Cemeru ficará no mesmo endereço que o Centro Médico, na Rua Ary Parreira.

Arte ilustrativa da fachada do novo hospital da Cemeru


6

O FOCO

Sexta-feira, 26 de agosto de 2011

[33º BATALHÃO DA POLÍCIA MILITAR]

Novo chefe na Costa Verde Novo comandante começa atuação com base na disciplina [Juliana Torres] julianatorres@jornalofoco.com.br

Apesar de estar há pouco tempo no comando do 33º Batalhão da Polícia Militar – menos de um mês – o tenente coronel Almyr Cabral Mendonça já aumentou o policiamento. O objetivo é “começar a disciplinar a partir de agora”. De acordo

com Almyr, daqui a poucos meses começa o período de alta temporada e é nesta época que há um aumento de carros de som, abuso no trânsito etc. “A idéia é fiscalizar tudo o que o Código de Trânsito entende como irregular” – disse ele. Antes de assumir o Batalhão responsável pelo policiamento em Mangaratiba,

Angra dos Reis, Paraty e Rio Claro, Almyr foi subcomandante em Cabo Frio e diretor da Secretaria de Segurança. COSTA VERDE Almyr disse que Mangaratiba está dentro das metas estabelecidas pela Secretaria. Mesmo assim ele aumentou o policiamento com mais duas viaturas. “Uma

para Muriqui, Praia Grande e Sahy. Outra para patrulhar o trânsito em toda Mangaratiba” – disse ele. O comandante disse que a partir de quarta (17) haverá operações diárias para fiscalizar carros e motocicletas. A OPETRAN 1 – nome da operação de trânsito - fará uma orientação aos motoristas e motociclistas quanto ao pagamen-

O comandante do 33º BPM disse que a partir de quartafeira (17) haverá operações diárias para fiscalizar carros e motocicletas to de IPVA, uso de capacete, cinto de segurança etc. A operação vai durar um mês. Após este período, a polícia começará a apreender quem estiver em desacordo com as leis.

COMANDANTE ALMYR Dos 44 anos de vida, 23 são de polícia. Com tantos anos dedicados à Corporação, fica difícil imaginar que, antes de ingressar na Polícia Militar, ele cursou durante um ano a faculdade de Física, na UFRJ. Segundo Almyr, o que despertou o interesse nesta área da segurança foi o fato de alguns amigos trabalharem como policiais militares. “Acabei me simpatizando pela profissão” – disse ele, que trancou a faculdade e foi fazer pré-vestibular para ingressar na polícia.


Sexta-feira, 26 de agosto de 2011

7

O FOCO

[denúncia]

Flagra na praia

fotos thiago melo

Imobiliária de parente de secretário oferece aluguel ilegal de quiosque em Muriqui Quiosques na praia de Muriqui não podem ser alugados. É o que afirma Gilson (sobrenome não revelado), da fiscalização fazendária do município de Mangaratiba. Apesar da proibição, O FOCO flagrou a oferta de aluguel na terça-feira (16) de um dos quiosques na orla de Muriqui. A imobiliária “Laurinho Imóveis” negou que tenha colocado a placa no local e disse que nunca fez a oferta. Mas a foto publicada nesta página é a confirmação da ilegalidade. A reportagem apurou que a responsabilidade pelo quiosque é da família de Vitor Tenorio Santos, atual secretário de turismo de Mangaratiba, conhecido como “Vitinho”. De acordo com a fiscalização fazendária, a concessão de quiosque em praias é “pessoal e intransferível”. Portanto, o aluguel de quiosques para terceiros é ilegal.

De acordo com a fiscalização fazendária, a concessão de quiosque em praias é “pessoal e intransferível”

CONTRADIÇÕES A reportagem simulou interesse no aluguel do quiosque. A secretária da imobiliária – identificada como Jessica - disse que o valor anual era de R$ 18 mil. Ao ser perguntada sobre a legalidade da operação, a funcionária alegou que “questões burocráticas ficavam a cargo do corretor”. A reportagem pediu então para conversar com ele, e Jessica afirmou que o corretor estava ocupado. Meia hora mais tarde O FOCO ligou nova-

mente. A secretária disse: “falei com o corretor e ele disse que o quiosque não estava mais para alugar”. A reportagem telefonou novamente. Desta vez, quem atendeu Lauro Matias Silva, que se identificou como corretor e negou ser o proprietário. Ele disse não saber “como a placa chegou ao local”, e sugeriu que alguém talvez tivesse afixado a placa para que “se tirasse foto para o jornal”. Segundo ele, a imobiliária “nunca alugou, nem nunca colocou placa em quiosque algum”. PARENTESCO O FOCO recebeu a informação de que o dono da imobiliária se chama Lauro Tenório. A respeito do possível parentesco com a família beneficiária da concessão, Silva afirmou que esta informação não era verdadeira. Porém o secretário Vitinho confirmou que é primo do dono da imobiliária

A placa que anunciava a proibida oferta de aluguel por R$ 18 mil ao ano... e também disse o seguinte: “o quiosque não é meu, utilizei por um tempo, mas por perseguição política, larguei. Isso já faz sete ou oito anos. Acho isso tudo uma grande besteira, o quiosque já está com o mesmo proprietário há 45 anos. Está no nome da minha mãe, eu acho” – declarou o secretário. Sobre o aluguel, Vitinho não quis se pronunciar.

... foi retirada depois dos questionamentos da reportagem

transação ilegal De acordo com a fiscalização fazendária de Mangaratiba, para obter a concessão da Prefeitura é necessário fazer um pedido de “con-

cessão de quiosques em solo público”. Em seguida, o prefeito analisa e dá ou não esta permissão. Ainda segundo a fiscalização, a concessão só pode ser transferida

de acordo com a autorização do executivo. “O aluguel de quiosques não é permitido. Aqueles que o fizerem podem ter a concessão cassada” – disse a fiscalização.


8

Sexta-feira, 26 de agosto de 2011

O FOCO

poder [ENTREVISTA | EVANDRO CAPIXABA, PREFEITO DE MANGARATIBA]

“A dívida de Mangaratiba chegou a R$ 25 milhões”

Como se deu a operação de aluguéis de carros para a Prefeitura? CAPIXABA – Está tudo certinho. Os carros estão alugados e as placas são de Nilópolis porque a sede da empresa que aluga é lá, vai transferir agora para Mangaratiba. No outro governo, os carros tinham placa de Belo Horizonte e Juiz de Fora e os vereadores não falavam nada, inclusive o vereador Simões, que bateu, bateu e nada falou antes. HUMBERTO VAZ – É uma empresa só quem presta serviço, mas ela sublocou parte dos veículos.

Demorou, mas Capixaba finalmente concede entrevista exclusiva a O FOCO thiago melo

“Está sendo um desespero, encontramos a prefeitura de cabeça para baixo” “Tentei fazer o Sidinho presidente. Estávamos fechados com todos os vereadores, mas na hora em que precisei nem telefonema eles atenderam”

Com o valor dos aluguéis – R$ 2.280,00 / mês - não seria possível comprar um carro, ao invés de alugar? HUMBERTO VAZ – É lógico que poderia pagar por uma parcela, mas não se considera que teria despesa de manutenção, seguro, impostos etc. A maior parte da frota do governo estadual e federal é assim, inclusive o prefeito recebeu uma carta do governador, informando que a frota da polícia militar será renovada. CAPIXABA – Ele [Sérgio Cabral] vai nos dar 10 carros Gol e duas Blazer. Recebemos denúncias de que as ambulâncias do município estão em péssimo estado. Haverá renovação da frota? CAPIXABA – Estão chegando sete ambulências, seis Sprinter zero quilômetros e uma UTI móvel. Todas alugadas também. A deputada Andréia do Charlinho, do PDT, foi cassada recentemente pelo TRE-RJ e se mantém na Alerj por uma liminar, além de ter sido declarada inelegível. Charlinho foi também considerado inelegível. O senhor faz parte do grupo político ligado ao prefeito de Itaguaí. A relação continua a mesma? CAPIXABA – Nada mudou, a relação continua excelente, somos parceiros, aliados. Tentei fazer o irmão da deputada [Sidney Marcello Filho, “Sidinho”, PHS] presidente da Câmara, mas não conseguimos. O que a deputada está passando é lamentável, mas a justiça vai ser feita, acredito na inocência dela.

O prefeito Evandro em seu gabinete sob o "olhar" de Capixaba pai (ex-prefeito): dívidas e articulações políticas [Thiago Melo] thiagomelo@jornalofoco.com.br

Depois de cinco meses, O FOCO conseguiu uma longa entrevista exclusiva com o prefeito de Mangaratiba, Evandro Capixaba (PR). Ele recebeu a reportagem em seu gabinete na tarde de quarta-feira (17) acompanhado do seu cunhado e secretário de obras, Humberto Vaz, e do filho dele, Pedro Vaz. Pedro e Humberto, por vezes, respondiam pelo prefeito, principalmente quando as explicações precisavam de detalhes. Mas Capixaba, bem-humorado, falou bastante, e fez importantes revelações. A entrevista será publicada em duas partes. Nesta primeira parte estão incluídas declarações sobre os aluguéis de carros para uso oficial, sobre as ligações de Capixaba com o grupo político de Charlinho e de Sandro Matos e sobre a tentativa de eleição de Sidinho para a presidência da Câmara de Mangaratiba. Capixaba comenta sobre a situação em que recebeu a prefeitura em março deste ano: “está sendo um desespero” – desabafou. A segunda parte da entrevista será publicada em O FOCO na edição 111. Nela, Capixaba fala sobre seus planos para a reeleição, sobre as polêmicas demissões que já começaram a acontecer, obras, planos de cargos e salários, educação e saúde. Confira a primeira parte da entrevista: O FOCO - Qual é o balanço que pode ser feito até o momento do governo Evandro Capixaba? CAPIXABA – Está sendo um desespero, encontramos a prefeitura de cabeça para baixo, com 68% do orçamento comprometido. A Prefeitura “está” no CAUC [Cadastro Único de Convênio, sistema de verificação das exigências estabelecidas pela Constituição, pela Lei de Responsabilidade Fiscal, Diretrizes Orçamentárias e legislação aplicável. O município que consta irregular, segundo o CAUC, não pode receber verba estadual ou federal relativas a programas ou convênios]. O que significa para a prefeitura “estar no CAUC”? CAPIXABA – Estamos com várias ações de obras que estão dependendo do CAUC. As obras estão paradas porque os governos federal e estadual só liberam

recursos se estiver tudo “OK”. Encontrei com o governador, que me disse: “prefeito, tem que liberar o CAUC”. Acontece que de 2008 até 10 de outubro de 2010, o prefeito cassado descontava o INSS dos servidores e não repassava a parte patronal. Essa dívida chegou a R$ 21,8 milhões. Contratamos uma empresa de consultoria e conseguimos reduzir para R$ 9 milhões, com parcelamento em 240 meses para poder “liberar” o CAUC. Depois que Aarão foi cassado em 2010, o interino, vereador Edinho, também não pagou e a dívida chegou a R$ 25 milhões. Para a nossa surpresa, Edinho, como presidente da Câmara, também não pagava a Previ na Casa Legislativa. PEDRO VAZ - Já conversamos com o presidente Edinho e já estamos regulamentando essa questão do CAUC. A partir dessa semana vamos começar a receber os repasses.

O senhor declarou que “tentou fazer o irmão da deputada presidente da Câmara”. Houve interferência na eleição? CAPIXABA – Houve, eu tentei fazer o Sidinho presidente. Estávamos fechados com todos os vereadores, menos o Edinho, que já se lançou candidato a prefeito. Aí não posso apoiar uma pessoa que será contra mim. Os outros estavam todos “fechadinhos”, a gente ajudando. E na hora que precisei deles nem telefonema atenderam. Fiquei magoado com o José Luiz [“Do Posto”]. Mas já passou, bola para frente. A relação institucional com a Câmara está muito boa, não temo nada porque fui vereador por 12 anos. Sei como funciona a Câmara, tenho amigos lá dentro. Sua relação com o grupo político de Sandro Matos [prefeito de São João de Meriti] anda estremecida, como estão dizendo? CAPIXABA – Deus me livre! Vou para lá hoje (17), para a abertura do Circuito Brahma de Rodeios. Estive sábado com ele, na filiação dele no PDT, foi muito bom. O governo Capixaba faz retaliações politicas a pessoas ligadas a outros grupos políticos? O caso Soninha [diretora exonerada de escola pública porque teria amizade com a ex-secretária de educação do governo Aarão e ex-primeira-dama, Mônica Brito], por exemplo, foi retaliação? CAPIXABA – Não houve perseguição com a Soninha. Ela continuou com a gente no cargo, mas há uma hierarquia e a diretora tem que respeitar a secretária. Na próxima edição: Continuação da entrevista - Capixaba fala sobre possível ida para o PDT, sobre as polêmicas demissões, plano de cargos e salários, reeleição, educação, saúde e obras.


Sexta-feira, 26 de agosto de 2011

9

O FOCO

[pelo bem comum]

[CÂMARA MANGARATIBA] divulgação

Polêmica em segundo grau Sidinho diz que sua irmã - Andréia do Charlinho chamou vereador de “mentiroso” [Jupy Junior] jupyjunior@jornalofoco.com.br

O evento da Aemerj reuniu autoridades do estado

Municípios unidos pelo estado

Prefeitos de Itaguaí, Mangaratiba e Seropédica participam de Congresso no Rio [Juliana Torres] julianatorres@jornalofoco.com.br

Nos dias 10 e 11 o Píer Mauá, no Rio de Janeiro, hospedou o 2º Congresso Fluminense de Municípios. O objetivo foi o debate sobre o desenvolvimento do Estado. Mais de oitenta prefeitos estiveram presentes, dentre eles, Carlo Busatto Junior (PMDB) – Charlinho –, Evandro Bertino Jorge (PR) - Capixaba – e Alcir Fernando Martinazzo (PSB). Além dos representantes municipais, secretários estaduais e municipais, gestores públicos, acadêmicos, deputados, senadores e empresários participaram do evento.

O objetivo foi o debate sobre o desenvolvimento do Estado através dos municípios O 2º Congresso Fluminense de Municípios foi organizado pela Associação Estadual dos Municípios do Rio de Janeiro (Aemerj) junto com o Governo do Estado do Rio de Janeiro, Prefeitura do Rio e Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro (Alerj). De acordo com a assessoria de comunicação da Aemerj, “desde 2005, a Associação realiza eventos e seminários com gestores públicos com o objetivo de fortalecer o diálogo com os demais entes federativos e instituições apoiadoras do desenvolvimento nos municípios”.

PRIMEIRO DIA No dia 10, participaram da cerimônia de abertura do 2º Congresso Fluminense de Municípios o governador Sérgio Cabral, o vice-governador Luiz Fernando Pezão, o prefeito Eduardo Paes, Paulo Melo (presidente da Alerj), Vicente Guedes (presidente da Aemerj) e Orlando Diniz (presidente da Fecomércio RJ). De acordo com a assessoria da Aemerj, mais de 1,5 mil pessoas estiveram presentes neste dia. “Gestão pública” foi o assunto do primeiro dia. Estavam à mesa de debate Regis Velasco Pereira (secretário de Estado da Casa Civil) e Pedro Paulo Carvalho Teixeira (secretário-chefe da Casa Civil do município do Rio de Janeiro). SEGUNDO DIA No segundo e último dia do evento, Carlos Minc (secretário estadual do Ambiente) esteve presente. Segundo a assessoria de comunicação da Aemerj, ele afirmou que “as prefeituras que destinarem pelo menos 1% de seus recursos para programas de coleta seletiva contarão com arrecadação maior do ICMS Verde”. O ICMS Verde visa compensar os municípios pela restrição de uso de território e recompensar as prefeituras por investimentos ambientais. O presidente da Aemerj deu início à cerimônia de encerramento. À mesa de solenidade, estavam presentes Paulo Melo, Luiz Fernando Pezão (vice-governador), Sérgio Ruy Barbosa (secretário de estado de Planejamento e Gestão do Rio de Janeiro) e Olavo Nonato (assessor de assuntos federativos da Presidência da República).

Tudo começou na sessão itinerante em Itacuruçá no dia 10 de agosto. Cada vereador dedicou palavras aos presentes sobre seu trabalho para o distrito, e José Luiz Figueiredo Freijanes (“Do Posto”, PMDB) mencionou que se esforçaria em tentar incluir rampas para deficientes e pessoas idosas na praia. Mencionou também que atuava junto ao secretário de educação estadual, Wilson Risolia, para tentar trazer o ensino de segundo grau para Mangaratiba.

Na quarta (17), em plenário, o vereador Sidney Marcello Filho (“Sidinho”, PHS) usou palavras da deputada Andréia Cristina Marcello Busatto (“Andréia do Charlinho”, PDT) para chamar Do Posto de “mentiroso”. “FILHO FEIO TEM PAI?” Sidinho, na tribuna, disse o seguinte: “minha irmã fez uma reunião com o PDT na semana passada e falou que o vereador que disse em público que estava resolvendo o problema do segundo grau em Mangaratiba é mentiroso”. De fato, Andréia este-

ve em Mangaratiba na terça-feira (9) em uma reunião com pedetistas. Sidinho usou a fala da irmã para atacar o vereador José Luiz do Posto. “Andréia tem tido contato diretamente com o governador Sérgio Cabral para devolver o segundo grau para Mangaratiba. Alguns vereadores tinham ingerência no passado para não acabar com o segundo grau, e na época não se mexeram” – disse Sidinho a O FOCO, em seu gabinete. O vereador disse ainda: “Filho feio tem pai? Não. Quando a criança é bonita e traz fru-

[Sidinho não sabia sobre determinação do Inea] A ideia é acabar com o lixão de Mangaratiba. Para tanto, o vereador Sidinho encaminhou indicação ao prefeito Capixaba para que ele dê atenção ao problema. Porém o Inea já havia notificado, em maio, os municípios de Itaguaí, Mangaratiba e Seropédica para que estes extinguissem os aterros sanitários e passassem a utilizar a Central de Tratamento de Resíduos de Seropédica. “Não tinha conhe-

cimento sobre o Inea” – disse Sidinho. O subsecretário de Estado do Ambiente, Luiz Firmino, durante audiência pública conjunta das comissões de Saneamento Ambiental, de Defesa do Meio Ambiente e de Saúde da Assembleia Legislativa do Rio (Alerj) no dia 27 de maio afirmou que a “CTR Seropédica vai solucionar boa parte dos problemas de lixo do estado, que tem, atualmente, 42 lixões irregulares”.

tos bons, todo mundo quer ser o pai, não adianta postar ofício” – afirmou o parlamentar, que fez menção ao ofício que Do Posto mostrou na sessão itinerante em Itacuruçá. DO POSTO RESPONDE José Luiz foi elegante ao comentar as declarações de Sidinho: “não sou mentiroso, apenas estou fazendo a minha parte, estou tentando o melhor para o município”. Sobre Andréia, o peemedebista declarou: “respeito a deputada, sei que ela me respeita também, e sei que ela quer o melhor para o município, assim como eu”. Do Posto divulgou para a imprensa, por meio do seu gabinete, a resposta da secretaria de educação no ofício 0582. Ana Christina de Lima, assessora especial, escreveu: “esclarecemos que o pleito de implantação do Ensino Médio em duas unidades escolares (...) em Mangaratiba está sendo analisado”.

[CÂMARA ITAGUAÍ]

Oposição light, com prazo de validade thiago melo/arquivo o foco

Beto da Reta propõe uma “trégua” de 60 dias ao governo Charlinho [Jupy Junior] jupyjunior@jornalofoco.com.br

Ele é um dos integrantes do “G7” – como tem sido chamado o grupo político que faz ferrenha oposição ao governo de Carlo Busatto Junior (Charlinho, PMDB). Porém Luis Roberto de Jesus (Beto da Reta, PMDB), propôs uma trégua ao prefeito na sessão da terça-feira (16). O vereador disse que durante dois meses vai “dar um tempo” na oposição para que “Itaguaí possa respirar”. “Ou você é situação, ou você é oposição” – disse Beto de Reta, e acrescentou: “tenho certeza e absoluta tran-

Da Reta surpreendeu ao declarar que vai parar com ataques quilidade de dizer que eu e meus colegas fizemos o papel de oposição nessa Casa”. Da Reta mencionou também que a Câmara aprovou a expedição de 115 requerimentos de informação para

a Prefeitura e fez denúncias ao Ministério Público. “Fizemos tudo o que podíamos fazer, mas eu vou dar um tempo de 60 dias para que Itaguaí possa dar uma respirada, porque ninguém es-

tá aguentando mais essa situação” – explicou Beto. GARGALHADAS O vereador Toni Coelho (PRP) – outro representante do “G7” - falou na tribuna logo a seguir, e afirmou que se manterá na oposição. Segundo ele, não há qualquer argumento novo que o faça mudar de opinião. “A linha é reta, eu continuo na mesma linha e meu candidato a prefeito é o vereador Abelardinho, não vejo porque mudar agora” – disse Coelho. Em seguida, Beto provocou gargalhadas na audiência ao afirmar: “Eu também, tanto que esse é meu nome, Beto da Reta” – afirmou. Outros três integrantes do “G7” reagiram às afirmações de Da Reta no sentido de contestá-lo. “Não há isso de oposição light” – disse a O FOCO o vereador Carlos Kifer (PP). Nisan César (PV) e Vicente Rocha (PMDB) são da mesma opinião. A decisão de Beto, ao que parece, é isolada dentro do grupo.


10

Sexta-feira, 26 de agosto de 2011

O FOCO

[DENÚNCIA]

fotos raphael melo

Público ou privado? Uso de máquinas em terreno alterado precisa de explicações oficiais [Jupy Junior] jupyjunior@jornalofoco.com.br

Um terreno suspeito, máquinas da prefeitura, um administrador e um secretário: estes são os ingredientes de uma denúncia que O FOCO recebeu na terça-feira (16). O terreno fica na Estrada do Facão, em frente ao número 2485, em Itaguaí. O administrador de Santa Cândida - Fabiano “do sítio”, como é mais conhecido – garantiu que o terreno era seu e que havia sido vendido para Nelson Donato (secretário de transportes) há quatro meses, e que as máquinas no terreno não eram da Prefeitura. Mas O FOCO apurou que a denúncia vai além: a área em questão sempre foi pública, e muito menor do que a área atual.

MURO DE R$ 30 MIL Fabiano a princípio negou que o terreno fosse de Donato, mas depois mudou a história. “Do Nelson Donato?, eu não sei disso não” – disse ele. Logo depois emendou: “o terreno era meu e eu vendi para o Nelson, tem um m..., uns três ou quatro meses” – vacilou o administrador. Fabiano ainda chamou a reportagem antes da equipe ir embora e disse que está construindo um muro de 250 m² e dois metros de altura para o terreno de Donato ao custo de R$ 30 mil. Afirmou também que a venda para Donato era na verdade de três terrenos, embora o formato atípico da área – em triângulo – não sugerisse que ali havia divisão possível por três.

[PARTIDO PROGRESSISTA] jupy junior

A área na Estrada do Facão foi visivelmente alterada, e parte da rua foi modificada a fim de abarcar um terreno que antes era um trevo na estrada

ÁREA PÚBLICA OU PRIVADA? O FOCO fez uma busca do endereço no Googlemaps, serviço disponível na internet que possibilita ver áreas específicas sob vários ângulos no computador. No endereço do terreno o Googlemaps mostra a situação: a área na Estrada do Facão foi visivelmente alterada, e par-

Fabiano "do Sítio": "vendi o terreno para o Nelson Donato" - secretário de Transportes reprodução google maps

O terreno antes, segundo o Google Maps... ...e depois: alteração de área pública te da rua foi modificada a fim de abarcar um terreno que antes era um trevo na estrada. Uma das ruas não possibilitava passagem para a Estrada do Facão, mas hoje ela está aberta, e o trevo foi aterrado para aumentar a área útil. Máquinas faziam re-

moção de entulho e o material retirado seguia, conforme o próprio administrador admitiu para a reportagem, para um terreno de sua propriedade, duas ruas acima. Quanto aos dois caminhões (um deles com placa KNP 2617) e dois tratores,

Fabiano declarou que ele presta serviço para a Prefeitura por meio de sua empresa de materiais de construção, a Sebastião Fabiano ME. A reportagem telefonou várias vezes para o secretário Nelson Donato, porém ninguém atendeu as ligações.

Sem constrangimentos Kifer, do “G7”, apoia Abelardinho, mas é cunhado de Saulo, pré-candidato de Charlinho [Jupy Junior] jupyjunior@jornalofoco.com.br

Kifer ao fundo: posição delicada para 2012

Sem constrangimentos – assim espera passar o vereador Carlos Kifer (PP) pela sucessão do prefeito Charlinho. Kifer apoia Abelardinho e é cunhado de Saulo de Faria, presidente do PP em Itaguaí e seu cunhado. Saulo é um

dos pré-candidatos de Charlinho para a sua sucessão, conforme noticiou O FOCO na edição passada. Na terça (16), Kifer disse na Câmara: “Tenho um grande amigo candidato e um cunhado na relação do prefeito” – esclareceu, e logo em seguida completou: “sou um político de partido”.

“Sou um político de partido”

Carlos Kifer (PP), vereador Kifer deu a entender que apoiará Saulo caso ele seja escolhido como candidato do prefeito, e desta forma esclareceu o futuro apoio, caso ele venha a acontecer.

CHAVEIRO AMÉRICA

Cópias de chaves , troca de segredo e conserto de fechadura Estrada RJ-14 - Muriqui - Tel.: (21) 8871-8179 Cláudio

A fim de talvez marcar posição, Kifer leu um panfleto sobre PP. Eis um trecho: “O Partido Progressista vive tempos de renovação, e nós convidamos todos a participar desse novo tempo, pensar em conquistas para o povo, e aproveitar esse novo momento da vida nacional” – leu o vereador.


Sexta-feira, 26 de agosto de 2011

11

O FOCO

esporte [GRÊMIO MANGARATIBENSE]

Passando a régua...

divulgação

Equipe divulga projetos para 2012 [Jupy Junior] jupyjunior@jornalofoco.com.br

Mesmo sem a sonhada vaga na série B, o Grêmio Mangaratibense mantém-se firme para 2012 e divulga planos e projetos. A campanha no Campeonato Carioca da série C – na qual o time terminou na inédita sexta colocação – trouxe gás ao clube, que agora vai investir também no social. No futebol, o pensamento também é no futuro: de acordo com a assessoria de comunicação, ainda este mês o Grêmio já se prepara pa-

ra disputar a categoria juniores e também começará com o processo de seleção para o Cariocão de 2012. Na área social, o Grêmio prevê a criação do projeto sócio-torcedor – visando o apoio e o incentivo da população; a criação de um grupo de escoteiros – projeto pioneiro em Mangaratiba; e a elaboração de um informativo mensal, mas os detalhes ainda não foram divulgados. O clube também está de casa nova: agora a sua sede fica na Estrada São João Marcos, nº 70, na Praia do Saco. A Prefeitura de Mangaratiba e a

O time que ficou em sexto lugar no Cariocão Série C: elenco será remodelado para a próxima temporada Unimed Costa Verde mantêm o apoio ao time. SEXTO LUGAR A participação do time de Mangaratiba no campeonato da série C foi a seguinte: 12 vitórias, três empates e quatro derrotas. O clube não perdeu nenhuma partida em que jogou no Estádio da Praia do Saco. O Grêmio ficou em sex-

Ainda este mês, o Grêmio se prepara para disputar a categoria juniores

to lugar na série C e venceu adversários experientes como o América de Três Rios e o Juventus. Alguns joga-

dores do time receberam propostas para trabalhar em outros clubes, com salários mais altos. Segundo a assessoria de comunicação, o presidente do clube, Alexandre Garcia, ainda reclama da falta de apoio: “Existe um grupo pequeno de pessoas da nossa cidade que ainda torce contra o desenvolvimento esportivo do município, mas

“Somos uma vitrine de craques” Alexandre Garcia, presidente do Grêmio Mangaratibense

eles são minoria (...) Somos uma vitrine de craques. Os jogadores são valorizados aqui” – disse ele.

Presidente do clube tem ataque de fúria com reportagem Na quinta-feira (4), O FOCO foi entrevistar o secretário de turismo, Vitor Tenorio Santos – Vitinho – na sede da secretaria, onde acontecem também as reuniões do Grêmio Mangaratibense, o time oficial da cidade de Mangaratiba (que inclusive recebe patrocínio da Prefeitura). A entrevista com o secretário foi publicada na edição anterior, mas um incidente marcou a apuração. Alexandre Garcia, presi-

Garcia indignou-se com O FOCO desde a publicação de matéria com Davi, ex-jogador do Grêmio

dente do Grêmio, estava à porta da secretaria de turismo, e recebeu a reportagem trêmulo e aos gritos: “Vocês não me conhecem!” – ameaçou – “Não

vou dar nenhuma informação para esse jornaleco de merda! – vociferou ele. Garcia indignou-se com O FOCO desde que foi confrontado por uma matéria com Davi Kistenmarker Pontes, ex-jogador do Grêmio. Garcia havia dito a O FOCO, em entrevista exclusiva publicada na edição 96, que o jogador - ajudado por outros seis homens que teriam saído de uma kombi - participou de emboscada para surrá-lo numa rua

escura de Mangaratiba, às 23:40h do dia 29 de junho. O incidente está sob investigação da 165ª DP, onde o ex-jogador registrou queixa. A reportagem foi cumprir uma das obrigações do bom jornalismo: ouvir a outra parte envolvida ou citada. Davi contou uma história bem diferente, e, como foi mencionado por Garcia, sua versão foi publicada na edição 97. Desde então Garcia acusa O FOCO de perseguição.

Nas duas semanas que antecederam o incidente na porta da secretaria, O FOCO solicitou à assessoria de imprensa do Grêmio um balanço sobre a campanha da série C do campeonato carioca – o time acabou não conseguindo a vaga para a série B, apesar de uma boa campanha – e algumas palavras sobre os planos para 2012. As informações só chegaram dias depois do escânda-

lo promovido por Garcia, com teor de ameaças ao repórter. O presidente, que é uma figura pública, não entende o papel da imprensa e não entende também que, ao lidar com o patrocínio da Prefeitura, precisa prestar declarações que esclareçam a população interessada pelo time que preside. O temperamento explosivo, testemunhado agora pela reportagem, depõe contra sua posição.

Instituição Bancária de grande porte contrata:

GERENTE DE RELACIONAMENTO – COMERCIAL Para atuar na gestão de carteira de clientes e prospectar novos clientes para a agência de um dos principais bancos do Brasil. Para trabalhar em Itaguaí/ Mangaratiba/ Rio de Janeiro - A remuneração é de cerca de R$ 3.000,00 + variável mensal + variável semestral. Existe um excelente plano de carreira, oportunidade de crescimento e todos os benefícios bancários! Aos interessados: Encaminhar currículo atualizado com pretensão salarial e último salário para o email: recruiters.selecao@gmail. com, e preencher o cadastro online pelo link: http://bit.ly/rjbGDS


12

O FOCO

Sexta-feira, 26 de agosto de 2011

fotos jupy junior


VIVA!

caderno

cultura | entretenimento | saúde | bem-estar | comportamento | beleza e muito mais...

O FOCO | Sexta-feira, 26 de agosto de 2011

ANUNCIE: (21) 2687-0694

! 22ª EXPO CULTURAL MANGARATIBA

A vida vale a pena ser vivida! Viva! – esta é a proposta deste Caderno, que inaugura mais uma empreitada de O FOCO. A ideia é trazer matérias que estimulem a vida, com os temas cultura, comportamento, diversão, saúde e beleza. Artistas locais, baladas, festas, atrações culturais merecem destaque no Viva!, mas também nos ocuparemos em esclarecer sobre a saúde das pessoas, como elas se comportam e quais são as novidades em termos de estética e beleza. Aproveitar a vida, aplaudir, se emocionar... O FOCO abre esse espaço para você, leitor! Viva!

"Como nunca se viu"

Ana Carolina se apresenta no dia 24

Festa começa dia 19. Ana Carolina, Seu Jorge, Victor & Leo e Luan Santana são as atrações [Juliana Torres] julianatorres@jornalofoco.com.br

Em coletiva de imprensa realizada na última quinta-feira (25), o prefeito de Mangaratiba – Evandro Capixaba – revelou a tão esperada programação de shows para a 22ª Expo Cultural Mangaratiba, que acontecerá entre os dias 19 e 25 de setembro, no Parque de Eventos. Luan Santana (dia 22), Seu Jorge (23), Ana Carolina (24) e Victor & Léo (25) são as atrações musicais confirmadas. Apesar do cantor gospel Regis Danese constar do cartaz oficial do evento como atração do dia 21, sua presença ainda não está confirmada.

Luan Santana canta no dia 22

NOVIDADES Dentre as novidades deste ano estão o Circuito Brahma Country (com rodeios no estilo de Barretos) e o camarote vip da Brahma. Além dos shows à noite, a Expo acontecerá durante todo o dia e terá programação voltada para o público infantil. Os estudantes da rede pública serão levados ao parque com ônibus da Prefeitura. A criançada terá a oportunidade de fazer passeio em pôneis e em charretes. Para o público em geral, haverá artesanato, apresentação de grupos locais, dentre outras atrações. Além do principal, o palco 2 será comandado pela Rádio FM O DIA com programação variada. No último dia, o Projeto Ressoar, da TV Record – serviço de ação social do canal televisivo - será realizado no evento. Serão realizadas emissões de documen-

tos, cortes de cabelos etc. ESTRUTURA No primeiro dia, dedicado ao gospel, a Prefeitura disponibilizará empresas de ônibus e vans para o deslocamento do público para a festa. A Expo contará com diversas barracas distribuídas pelo evento, além de uma praça de alimentação. Para os que gostam de música techno, uma tenda eletrônica. Para os que gostam de rodeios, arena com peões.

Além dos shows, haverá rodeio, atrações para crianças, barracas, camarote vip com boate e tenda eletrônica

O camarote Vip da Brahma terá uma boate. De acordo com o secretário de comunicação, os ingressos do primeiro lote serão vendidos a R$ 70 nos principais hotéis e pousadas da região. Na recepção do camarote haverá customização dos abadás – que serão entregues no dia – e maquiagem.

Jorge Luis e Evandro Capixaba anunciaram as atrações da festa

Prefeito mostra o mapa da 22ª Expo Cultural: novidades à vista


14 [VIVA]

Sexta-feira, 26 de agosto de 2011

O FOCO

fotos divulgação

comportamento

! CARROS MODIFICADOS

Possantes e transformados Tem até competição para reunir a tribo dos amantes de carros tunados e rebaixados seus clientes é o desejo de tornar o veículo único e assim “chamar a atenção”.

É possível gastar uma pequena fortuna para transformar um carro [Juliana Torres] julianatorres@jornalofoco.com.br

equipe seu carro Rua Nilo Peçanha, n° 40, Centro - Itaguaí Tel.: 2688-1580 www.masterson.net mastersomdeitaguai@ hotmail.com

Rua Deputado Otávio Cabral, n° 501, Vila Califórnia - Itaguaí Tel.: 2688-8326

Pinturas específicas, rodas especiais, mudanças internas e suspensão rebaixada transformam o automóvel em uma máquina única. Estes apaixonados costumam se reunir para demonstração de seus possantes. De acordo com Luis Rocha, da equipe RJ 22 Itaguaí, estes encontros acontecem frequentemente, e uma vez por ano a equipe organiza um grande evento: o Campeonato Brasileiro de Som Tunning e Carros Rebaixados. Em Itaguaí o evento acontece há 15 anos, e a próxima edição será em setembro.

“Quando criança, o que o meDIFERENTE DOS DEMAIS nino ganha de brinquedo? CarTatuagens e piercings são usaros. Então, já dá para imaginar dos pelos humanos para se destadesde quando vem essa paixão” car do restante da população. No - esta foi a resposta dada pecaso de uma máquina, não é dilo degustador de café Ovair Doferente. De acordo com Paulo Ronizete Silva quando o VIVA! quis berto - do auto-center Extreme saber desde quando vinha o seu Som - as alterações mais pedidas interesse por carros. São milhasão rodas com aro acima de 17 e res de apaixonados por veículos rebaixamento. Sua loja existe há automotores. Este encantamencinco anos, mas há 10 ele já exeto faz com eles modifiquem sucuta alterações em veículos. “Desas máquinas e as deixem do jeide adolescente, sempre to como seus donos gostei de barulho, de gostam: persosom” – disse Paunalizados e com Sonho de criança lo, que prepara seu estilo. É o que realizado na Pegeout 307 para o também afirmou fase adulta: próximo campeonaMarlon Rodricarros “tunados” to em Itaguaí. gues, proprietário da Mase rebaixados Outro campeão é ter Som em Itamovimentam o Escort 99 de Marguaí. Para ele, dinheiro e agitam lon. O carro que é too que motiva competições do alterado em seu grande parte de

tomóveis. Muitos procuram este tipo de serviço, que custa entre R$ 1 mil e R$ 1,5 mil, para deixar o carro “fosco”. “A vantagem é que não danifica o carro. Se o cliente quiser tirar o adesivo, a pintura fica ‘zero’" – disse o proprietário.

No dia 4 de setembro, nova competição em Itaguaí: o Campeonato Brasileiro de Som Tunning e Rebaixados

interior (com uma grande caixa de som que ocupa os bancos traseiros e o porta-malas) e vai competir na categoria "trio pancadão" no Campeonato Brasileiro de Som Tunning e Carros Rebaixados. O carro atinge a potência de 18 mil watts e pesa em torno de duas toneladas. Marlon é apaixonado por som desde os 15 anos, idade em que começou a trabalhar como DJ. SOM AUTOMOTIVO Segundo Bruno Silva Lima, gerente da Angel Som, o mínimo para a instalação básica é R$ 1,6 mil, e em duas semanas está pronto o trabalho. A loja está “montando” um carro de propaganda que, dentre as alterações, estão a instalação de som pesado na mala e a suspensão a ar. A Master Som, além de instalar som básico ou para competição, também realiza o envelopamento (adesivação) de au-

PRÓXIMO EVENTO Campeonato Brasileiro de Som Tunning e Carros Rebaixados acontecerá no dia 04 de setembro, em Itaguaí. Luís Rocha, que é um dos coordenadores do evento, disse que já existem bastantes carros inscritos, inclusive de outros estados, como a equipe que vem de Goiás, por exemplo. O Campeonato Brasileiro de Som Tunning e Carros Rebaixados será no Sítio Fabiano, que fica na Estrada Dona Elizabeth, 10, no bairro Santa Cândida. O evento começa a partir das 10h e contará com as categorias amador e profissional. Para mais informações, basta ligar para (21) 7837-3277 ou 7842-7402.

Marlon da Master Som: cotidiano barulhento e paixão pelos tunados


Sexta-feira, 26 de agosto de 2011

O FOCO

[VIVA]

15

! skate

Dropando com amizade

fotos jupy junior

Jovens itaguaienses se unem em torno do esporte [Jupy Junior] jupyjunior@jornalofoco.com.br

Muito se diz sobre a juventude atual e sobre a violência em Itaguaí. Faltou adicionar um capítulo: um que inclua o esporte como força capaz de unir a galera e criar laços muitos mais fortes que o poder de destruição das drogas e da marginalidade. Eles têm entre 18 e 20 anos, moram na Cidade do Porto e seguem à risca a cartilha do skate: dropam e evoluem com facilidade, usam bonés e formam uma espécie de “tribo”. Parte deles conversou com o VIVA! nesta terça (23) e foi assim que a reportagem descobriu que há muita gente ligada no esporte em Itaguaí. Eles são organizados e têm muitos planos para tentar popularizar ainda mais o skate. “QUACKDEAD” William Persiny (18 anos), Diogo de Oliveira (“Suipaa”, 20), Jonathan Wilson (14), Caio Fábio (17) e Carlos Benedito (“Zé”, 19)

Laiá é uma das seis pistas em Itaguaí

reuniram-se na pequena pista do tipo vertical numa praça em Laiá, uma localidade perto da prefeitura. Eles são parte de um grupo de mais ou menos 15 garotos que curtem skate, e, segundo disseram, formaram uma turma chamada de “Quackdead” que durou até 2009. “Vamos formar outra turma” – disse Diogo, o mais falante deles. O garoto franzino de olhos verdes explicou que cada turma faz sua camiseta e que isso seria o início de uma modelagem de moda. “Mas não temos recursos para produzir, fica uma coisa artesanal” – explica Suipaa. A “Quackdead” não era a única turma, revelam os rapazes. As mais conhecidas, segundo eles, são a “Blackboard” e a “Centercrew” – que existem até hoje - , assim mesmo, em inglês. O skate, não custa lembrar, foi criado na Califórnia (EUA) em meados de 1960 por surfistas que queriam se divertir em épocas de maré baixa. Por esse motivo as manobras e demais termos são todos na língua de Shakespeare. SEIS PISTAS Itaguaí não está mal de pistas. Os garotos enumeram, são seis: Laiá, Estrela do Céu, Brisamar, Ponte Preta, Jardim América e Chaperó. Algumas são indicadas para tipos específicos de prática de skate: street, vertical, bowl rider, free style e down hill – este último é aquele em que o ska-

tista desce ladeira abaixo, em velocidade crescente. “Zé” é praticante: “uso o skate como se fosse uma bicicleta” – explica ele, que, a exemplo dos colegas, também já se machucou várias vezes. Os atletas avaliam como boas as condições das seis pistas, mas acham ruim a falta de apoio do poder público: “não tem escolinha para quem quer aprender” – lamenta Caio, e “Suipaa” concorda: “a gente é que acaba ensinando a galera menos experiente”.

Caio, jonathan, William, e Diogo: juventude skatista com valores bem definidos

CAMPEONATO Eles já organizaram um campeonato (o Skate in Green), mas o ideal seria ter um que agrupasse todas as turmas e que se tornasse parte do calendário esportivo da cidade. No próximo dia 8 de setembro haverá mais um na pista da Estrela do Céu, a primeira a ser construída em Itaguaí e considerada por Diogo a melhor delas. Quando questionados sobre o que há de melhor no skate, eles responderam rapidamente: “a amizade”. O entrosamento e a união dos jovens atletas mostra que o esporte – qualquer que seja ele - é uma excelente maneira de mudar para melhor a sociedade.

Manobra típica do esporte: galera se reúne com frequência

! CRÔNICA

A solidão do civilizado Foi ele quem aumentou o volume no máximo, como se estivesse sozinho em casa. Ninguém reclamou. Eis o dilema: Arrumar ou não uma confusão?

Por Jupy Hunior Difícil decisão: arrumar ou não uma encrenca com o senhor de aproximadamente 40 anos, acompanhado de dois filhos pequenos, no ônibus sacolejante que ia de Muriqui para Itaguaí? Ele entrou com as crianças em frente a um colégio na avenida Cândido Jorge. O maiorzinho chegou primeiro em um assento bem perto do meu, estava com o celular ligado, música evangélica a todo volume. “Coisa de criança”, pensei. Pedi logo: “faz um favor?, abaixe um pouco o volume”... e o menino atendeu. Depois vi que não era coisa do menino, era do pai mesmo. Foi ele quem aumentou o volume no máximo, como se estivesse sozinho em casa. Ninguém reclamou. E aí o dilema do início desta crônica. Arrumar ou não uma confusão? Porque uma coisa é certa: a pessoa que reclama é sempre vista como caxias, intragável. Bate-boca e xingação fazem parte do pacote para aqueles que querem simplesmente ser respeitados. Existe respeito hoje em dia? O homem continuou imperturbável. Me armei de disposição: sim, é preciso disposição para enfrentar esse tipo de coisa. Pedi, com educação: “será que o senhor poderia diminuir um pouco o volume do celular? Estamos em um ônibus...”. Ele olhou para mim como se estivesse vendo um ET. “Como é que é?” – perguntou, já se alterando. E eu: “isso mesmo, o senhor não sabia que é proibido aparelhos sonoros dentro dos coletivos?”. “Ninguém está reclamando” – retrucou ele.

Verdade. Estamos sós no mundo dos civilizados. De repente, me transformei em uma ilha. Há pouca solidariedade no mundo. Mesmo quem me dava razão permaneceu no conforto do seu silêncio. Solidão total. Caverna escura, com a música insistente a todo volume. Bastava um fone de ouvido, a preocupação com o outro que não há. O homem abaixou o volume só um pouco, e me olhou com ódio a viagem inteira, até descer no Brisamar, já em Itaguaí. Parece que eu nunca mais chegaria à rodoviária. Me senti desconfortável, sem irmãos, o civilizado que se espanta com os canibais. A irracionalidade de cada dia, a cegueira social que incomoda cada vez mais. Talvez fosse mais fácil colocar a culpa na tecnologia: afinal, para quê esses celulares potentes que baixam e reproduzem músicas? Mas não, a culpa, infelizmente, ainda é do humano que não enxerga o outro humano. A situação me obriga e engolir o meu incômodo, ou seja, eu é que tenho que entender o outro. O mundo não é justo, mas cabe então a bela frase de Pitágoras: “Em matéria de injustiças, o pior não é sofrê-las: é cometê-las”. Cheguei à rodoviária certo de que poderia ter sido pior: violência física, polícia, viagem interrompida. O cotidiano nos esmaga. As pessoas não se reconhecem, não são gentis, não pensam no próximo. O pessimismo me dominou. E música, algo tão divino, passou a ser motivo de discórdia. Que venha o próximo encontro com a solidão do civilizado. Estarei pronto para ela, e pronto talvez para lutar. Matar ou morrer: eis a lei dos celulares nos ônibus.


16 [VIVA]

Sexta-feira, 26 de agosto de 2011

O FOCO

saúde & bem-estar

! GASTROPLASTIA

Entenda como é feita a "redução" de estômago

Nova bolsa estomacal

Esôfago Estômago

Duodeno

Colon

Intestino delgado

“Mais novo, Cirurgia bariátrica: saúde e qualidade de vida estão entre as prioridades dos pacientes

Parte isolada do intestino delgado

novam

CURIOSIDADE

A redução de estômago na modalidade "cirurgia de capela" é o tipo mais realizado no Brasil e nos Estados Unidos

VANTAGENS

É a cirurgia considerada como padrão entre as operações bariátricas. Tem excelente resultado, especialmente quando realizada por videocirurgia, proporcionando internação e recuperação mais rápidas, com melhor cuidado estético em relação à cirurgia convencional.

desvantagens

É uma técnica mais radical implicando, portanto, em maior risco de complicações. Suplementação vitamínicomineral é necessária freqüentemente.

ESTIMATIVA

Emagrecimento de 35 a 45% do peso, ou 70 a 80% do excesso de peso.

Priscila Santos e Glaucia Nunes: psicóloga e paciente concordam que a cirurgia é apenas parte do tratamento [Juliana Torres] julianatorres@jornalofoco.com.br

Para muitas pessoas amarrar o calçado ou cortar as unhas dos pés podem ser tarefas simples. Mas para quem sofre de obesidade estas tarefas simples se constituem em um tormento, e são motivo de constrangimento e tristeza. Além da dificuldade nas atividades diárias, as complicações da diabetes e pressão alta atingem a maioria daqueles que estão muito acima do peso. A fim de garantir melhoria da qualidade de vida para o indivíduo doente – sim, a obesidade é tratada como doença – a cirurgia é indicada apenas

em último caso. Para os operados, uma nova vida. Para os médicos, bem-estar para seus pacientes. A CIRURGIA A cirurgia da obesidade consiste na diminuição do tamanho normal do estômago. Existem diferentes tipos de cirurgia, porém a mais utilizada é a gastroplastia vertical em Y de Roux – conhecida como “cirurgia de Capela”. Segundo o cirurgião Paulo Falcão – que atende em consultório e na clínica Nossa Senhora do Carmo (Campo Grande) -, esta técnica combina efeitos restritivos com efeitos disabsortivos para oferecer um resultado mais equilibrado para o paciente.

baço são algumas das complicações que Apesar dos inúmeros benefícios podem ocorrer por causa da cirurgia. da cirurgia, vale lembrar que não Por isso o acompanhamento médico há garantia de se tornar magro. O antes e após a cirurgia é fundamental. tratamento de emagrecimento deve ser constante e paAPÓS A ra toda a vida. “No CIRURGIA primeiro ano, há “A cirurgia é a É comum os paum emagrecimento ultima ferramenta cientes apresentamecânico. Após espara tratar a rem alterações no te período, a possiobesidade” paladar e adquiribilidade de ganhar Priscila Soares Santos, rem intolerância a peso é alta” – dispsicóloga especializada determinados alise a psicóloga Prisem tratamento de mentos. Vômitos, cila Soares Santos, pacientes obesos flatulências e diarque trabalha há seis réias (principalmenanos com pacientes te após a ingestão de gordura) tamno pré e no pós operatório. bém são comuns após a cirurgia. Infecções no abdômen ou tórax, inflaCom a perda de peso é comum mação no estômago e sangramento do


Sexta-feira, 26 de agosto de 2011

O FOCO

[VIVA]

17

editoria de arte

Estômago ignorado

Fluxo de alimento

Realiza-se um grampeamento (costura) que reduz o tamanho do estômago a cerca de 10% do que era, ficando com capacidade de 15 a 20 ml.

Em seguida, realiza-se um desvio de trânsito alimentar (detalhe em azul) diretamente a uma parte distal do intestino delgado.

Para o assessor jurídico Fábio Paz, o momento mais difícil da cirurgia foram as primeiras 48 horas Fábio com 258 quilos...

mente” [Cirurgia só com indicação médica] A cirurgia bariátrica é a ultima opção nos casos de emagrecimento por obesidade. Para realizá-la é preciso de indicação médica e o esgotamento de todas as outras formas de

emagrecimento. O índice de massa corporal deve estar acima de 40 e o paciente deve apresentar duas ou mais “comorbidades”, como a hipertensão e a diabetes, por exemplo.

“TUDO DÓI QUANDO SE É OBESO” Glaucia Lixa Victor Nunes, 45 anos, há mais de dois se trata com Priscila e a equipe de cirurgia com a qual a psicóloga trabalha. Segundo Glaúcia, antes de operar ela ficou um ano e meio sob tratamento com nutricionista e psicóloga. Nesse tempo ela emagreceu nove quilos. Foi então que decidiu, há oito meses, realizar a cirurgia de estômago. “O melhor da cirurgia é ficar mais novo, novamente” – afirmou Glaucia, que há três anos pesava 117 kg. Agora, aos 75 kg, ela pode fazer caminhada e está retornando para a hidroginástica – atividades antes impensáveis, já que Glaucia sentia cansaço e muitas dores pelo corpo. O ganho estético foi uma consequência a mais para Glaucia. Sua maior motivação para realizar a cirurgia foi reencontrar a saúde e ter mais disposição. Para ela, a melhor parte da cirurgia é o reequilíbrio do organismo. “Antes tomava três comprimidos para pressão e já estava começando a apresentar alta na glicose. Depois da cirurgia não preciso mais de remédios”. Glaucia não teve nenhuma complicação. De acordo com ela, para que não haja problemas no tratamento basta seguir todas as orientações médicas, comer tudo moderadamente e respeitar os intervalos das refeições. O apoio da família foi fundamental para sua recuperação. Segundo Glaucia, seu marido Robson Nunes a apoiou e, carinhoso, sempre disse que, por ele, a cirurgia não era necessária. Além de Robson, seus dois filhos mudaram os hábitos ali-

haver o enrugamento na pele dos braços, pescoço, pernas, abdome ou outro local do corpo. Por isso pode haver necessidade de realização de cirurgias plásticas, e estas só podem ocorrer dois anos após o procedimento cirúrgico. As mulheres também devem ficar atentas: gravidez, também só depois de dois anos. TRABALHO PSICOLÓGICO De acordo com Priscila, o acompanhamento psicológico é essencial durante o tratamento. “É feita uma avaliação da capacidade que a pessoa tem de suportar a mudança de vida. O paciente terá uma rotina diferente: deverá comer com mais qualidade e em menores porções” – alegou Pris-

cila. Além da avaliação, é preciso trabalhar também a ansiedade e a relação que o paciente estabelece com a comida. “A obesidade é uma doença multifatorial. Engloba o psicológico, biológico e o social” – afirmou. Para a psicóloga, os pacientes que não realizam o trabalho psicológico podem desenvolver ansiedade, alcoolismo, depressão, acidente de trânsito (“a pessoa quer aproveitar ao máximo”) e suicídio (“a comida ocupava o lugar da falta de alguma coisa”). Por causa da falta de amadurecimento emocional, a indicação para a cirurgia é a partir dos 18 anos de idade. Mas a psicóloga ressalta: “A cirurgia é a ultima ferramenta para tratar a obesidade”.

... e hoje com 100 quilos

mentares desde que Glaucia começou o processo de emagrecimento. “Juntando a equipe familiar com a equipe médica, só poderia dar certo” – comemorou ela.

258 quilos aos 27 anos

O assessor jurídico Fábio Paz, de 38 anos, realizou a cirurgia em 2004. “Nasci com quase 6 quilos e sempre tive o peso acima da média. Fiz minha primeira dieta aos 12 anos e aos 16 já era consumidor de anfetamina para diminuir o apetite” – contou. Após a operação, Fábio perdeu todo o excesso de peso em nove meses. Ele, que já chegou a pegar 258 kg, pesa hoje 100. Para Fábio, o momento mais difícil da cirurgia foram as primeiras 48 horas. A pior parte do tratamento, para ele, foi ficar sem o chopinho. Mas hoje Fábio come de tudo: massas, pães, carnes, e doces. Porém, ele faz um alerta: “Quando se tem o estômago reduzido acabamos por optar por alimentos mais nutritivos”. Paz disse que já passou por diversas situações constrangedoras, como a dificuldade de comprar roupas e não poder sentar-se em determinadas cadeiras. Ele fez questão de esclarecer: “Quando vejo pessoas obesas se arrastando pela rua tenho vontade de contar minha experiência, e dizer que emagrecer não é impossível. A cirurgia não te deixará bonito, simpático ou bem sucedido. Se você não for tudo isso antes, não será depois. É uma cirurgia, não é mágica ou milagre!” – explicou Fábio.


18 [VIVA]

Sexta-feira, 26 de agosto de 2011

O FOCO

cultura & entretenimento

! CINECLUBE

Muito além da pipoca CineClube em Campo Grande é alternativa para os amantes de clássicos de cinema EXIBIÇÕES Desde 2005, quando foi criado, o CineClube já exibiu cerca de 270 filmes. A universidade possuía uma parceria De Chaplin a John Ford. A procom a locadora Cinéfila – que dispogramação semanal do CineClube nibilizava os filmes em troca da divulMoacyr Bastos é bem diversificada. gação de sua marca. Mas com seu feDe acordo com André Mansur, reschamento, André passou ponsável pelo CineClua comprar alguns filbe e assessor de comes. “Recebo uma municação da uni“O objetivo quantia em dinheiversidade, o objenão é só o ro que me possibilitivo não é só o enentretenimento, ta comprar até quatretenimento, mas mas reflexão tro filmes por mês” a reflexão sobre um sobre um tema” – alegou o jornalisdeterminado teAndré Mansur, ta. Além destas aquima, que, no caso, é responsável pelo sições – que ficam transmitido pelo ciCineClube Moacyr Bastos no acervo da univernema. Para Mansidade -, muitos fresur, a idia é oferecer quentadores emprestam uma alternativa em filmes - fora do circuito comercial - pa- seus filmes para que outras pessoas tenham a possibilidade de assistir. ra os moradores da região. O público que vai assistir aos filmes, em geral, é aquele que tem o hábito de frequentar cinemas que não são tão populares. Ou seja, aqueles que são fora de shopping. [Juliana Torres]

julianatorres@jornalofoco.com.br

O CINECLUBE A sala onde são exibidos os filmes tem capacidade para 80 lugares, porém somente uma média dez pessoas vão ao CineClube. André atribui a baixa assiduidade ao horário de exibição dos filmes: sempre às 19h. “Neste horário, muitos estão em sala de aula” – alegou ele. Os professores da universidade também costumam levar os alunos para assistir os filmes e depois realizar um debate. “Aí, a sala fica lotada” – disse Mansur. Os filmes são transmitidos em um telão (tipo cinema), sempre às sextas-feiras. O CineClube acontece uma vez por semana e a entrada é gratuita. Para aqueles que se interessam pela sétima arte, o CineClube fica na Rua Engenheiro Trindade, 229 – Campo Grande.

Bardot e "Morango e Chocalate": programação requintada

[Clássicos do cinema mundial]

De acordo com André, a divulgação da programação é feita em jornais da zona oeste e por e-mail. Ele afirmou que, apesar da baixa frequência, sempre aparece gente nova no CineClube. Há também os fãs de carteirinha: uma senhora de Bangu, com aproximadamente 80 anos, é presença garantida em filmes de Chaplin.

A programação do mês de setembro começa com Charles Chaplin (dia 2): quatro filmes do período “Mutual” serão apresentados. Em seguida, no dia 9, é a vez do “E Deus Criou a Mulher”, com a atriz Brigitte Bardot. No dia 16, será exibido o musical “West Side History”, vencedor de 10 Oscars. A Revolução Cubana é o pano de fundo do filme “Morango e Chocolate”, que será exibido no dia 23. Para fechar o mês (dia 30), “O Homem que Matou o Facínora”, com direção de John Ford. Todos os filmes programados são praticamente obrigatórios para quem curte cinema.

! BALADA

Música eletrônica com vista para o mar Evento em pousada inova em Itacuruçá [Jupy Junior] jupyjunior@jornalofoco.com.br

Uma pousada paradisíaca em Itacuruçá vai abrigar um evento de música eletrônica no dia 10 de setembro: o Avalon Beach. A novidade vai contar com a estrutura da pousada Avalon e com dois tipos de música: Hip Hop e House, com DJs conhecidos do Rio de Janeiro. A proposta, segundo os organizadores, é trazer o melhor da música eletrônica em um ambiente selecionado, cardápio diferenciado de comida e bebidas e uma cenografia de balada nunca vista antes em Mangaratiba. BARCOS COMO TRANSPORTE

A novidade já começa com o local do evento: será fora do continente, na Ilha de Itacuruçá, na bela pousada Praia Grande. A hospedagem para o evento já está com lotação esgotada, mas os organizadores estimam um público de aproximadamente 500 pessoas. Cerca de 10 barcos, devidamente legalizados, farão o transporte para a pousada, e o local de embarque será o cais de Itacuruçá. CENOGRAFIA DIFERENCIADA Tito, um dos organizadores, destaca a cenografia da festa como algo totalmente inovador: “é a parte mais cara do evento, os responsáveis participaram do projeto Oi Futuro”

– revela ele. Quanto ao público, e a festa, Tito comenta: “Nunca houve nada parecido por aqui. Esperamos um público em torno dos 30 anos, e a estrutura da pousada é um diferencial. Os DJs são ótimos, tocam nas melhores casas da zona sul do Rio” – entusiasma-se ele. No flyer de divulgação constam os seguintes nomes na line up: hip hop – Tony (MV Bill) e Bruno Vinelli; house – John Failly, Leo Yukio, Bernardo Campos, Pedro Mazzonato, Batucacuca, Tiago Luz.

A pousada Avalon vai abrigar balada inédita na Ilha de Itacuruçá

serviço: Avalon Beach 10/09, às 23h Informações / reservas: 7853-1413 Embarque no cais de Itacuruçá 1° lote – masc R$ 40, fem R$ 20 2° lote – masc R$ 60, fem R$ 30


Sexta-feira, 26 de agosto de 2011

O FOCO

[VIVA]

19

agenda ago/set

[EVENTOS]

Olho no guia para curtir a valer! Atrações de final de agosto e do mês de setembro prometem muita diversão

N

o final de agosto e no mês setembro são muitas as atrações pela região. Os destaques são os seguintes: um super festival de rock, Jeito Moleque e Furacão 2000 Vip, Frank Aguiar, Raça Negra e boas peças no teatro, tudo isso em Itaguaí. Para a galera que curte Restart, atenção! Eles vão se apresentar em Cam-

po Grande na Big Field Show no feriado de sete de setembro. Também em Campo Grande, no Luso Brasileiro, tem Exalta Samba no dia 11. Em Mangaratiba, uma boa pedida, ainda em agosto (dia 28) é o Garoupa Fest com MC Ombrinho. Em setembro, poesia e exposição de telas. Olho no Guia para se programar! fotos divulgação

Sítio Bumerangue - Rua Tocantins, 512 Santa Cândida - 2688-8712 / 2688-8713 03 e 04/09 - Raça Negra Ingresso: R$ 90 (programação do dia inteiro) R$ 25 (só o show) Cabana Beer - Avenida Deputado Octávio Cabral, 427- (21) 3781-1321 27/08, às 23h - Chopada das Torcidas Ingresso: R$ 20 (1º lote) Quinta Nobre, às 21h - Todas as quintas, com o grupo de pagode “Brasileirinho” - Damas grátis a noite toda Caldeirão do Funk com a equipe do Kabana Digital, às 23h - Todas as sextas - Damas grátis até meia-noite Banda Nova Visão, às 22h - Todos os sábados - Damas grátis até a meia-noite

ITAGUAÍ Shows / Boate: Rolling Stone Discotheque - Rua Juraci Vidal Clemente, 111 - (21) 8845-8504 26/08 e 27/08, às 21h - Heaven and Hell Rock Festival 26/08 (Heaven Day) com: Steremob, Cretina, Rock a Vapor, Sociedade Sismica, RJ 99, Izabel Salles e banda Madame Lyn. Ingresso: R$ 10 27/08 (Hell Day) com: Concorde, Nitrochip, Silent Tears, Mergulhoides, Shuffle e Lady in Black. Ingresso: R$10 Prime Club - Rua Pará, 10 (21) 2687-5424 03/09, às 22h - Mr. Catra Ingresso: R$ 20 (Pista) R$ 30 (VIP) 06/09, às 22h - CNA Costume Party 10/09, às 22h - Jeito Moleque 18/09, às 17h - Rock Birita 4 24/09, às 22h - Furacão 2000 Vip Ingresso: R$ 20 (Pista 1º lote) R$ 30 (VIP 1º lote) Itaguaí Show - Final da Reta (21) 7821-0232 10/09 - Frank Aguiar Ingresso: R$ 10 (1º lote) R$ 15 (2º lote)

Boteco Cadena - Avenida Piranema, 2355 – Jardim América (21)2688-1020 14/09, às 19h - Baile de Dança de Salão, com Banda Brasil Show Ingresso: R$ 10 (1º lote) R$ 15 (2º lote) Espaço Cultural Maria Bonita - Rua da Feira 09/09, às 22h - Inauguração da Casa de Bamba Multishow - Damas grátis a noite toda

Teatro: Teatro Municipal - Rua Amélia Louzada, 311 Centro - (21) 2688-2287 01/09 - “Grito no andaime” (comédia), às 19 horas. Classificação: 14 anos 02/09 - A Porta (drama), às 19h. Classificação: 14 anos 04/09 - Angelina Bailarina (infantil), às 16 e 17 horas”. Classificação: livre 09/09 - “As embaralhadas” (comédia), às 20:30. Classificação: 14 anos 17/09 - “Impropédia” (comédia stand up), às 20h. Classificação: 14 anos 18/09 - “A galinha pintadinha” (infantil), às 17h. Classificação: livre 22/09 - “Indecente, com Néris Cavalcante” (comédia musical), às 19h. Classificação: 12 anos 23/09 - “Chuva de arroz” (comédia), às 20h. Classificação: 12 anos 25/09 - “Hi Five Musical” (infantil), às 17h. Classificação: livre

CAMPO GRANDE

MANGARATIBA

Shows / Boate:

Shows / Boate:

Teatro de Arena Elza Osborne Estrada Rio do A, 220 (21) 3406-8552 ou 3406- 8434 02/09 às 22h - Leoni e Trio Ingresso: R$ 25 Big Field Show - Av. Santa Cruz, 12.296 (21) 3055-4040 07/09 às 16h - Tô na Boa Festival com show do Restart - Ingresso: R$15 (Pista 1º lote) R$ 20 (Jirau 1º lote) R$ 30 (Área vip 1º lote) 09/09 às 22:30h - Belo e Furacão 2000 - Ingresso: R$ 15 (Pista 1º lote) R$ 20 (Camarote 1º lote) R$ 250 (Pista vip para 10 pessoas 1º lote) R$ 300 (Camarote Premium 1º lote) West Show - Est. do Monteiro, 111 (21) 3303-8500 06/09 às 22:30h - A Noite do Anima Eu com os MC’s G7, Maikinho, Pierre, Didô e Menor B. Ingresso: R$ 15 (Homens até a meia-noite) Mulheres não pagam até a meia-noite Luso Brasileiro - Estrada do Campinho, 881 - (21) 2415-6960 11/09 - Exalta Samba - Ingresso: R$ 30

Teatro: Teatro de Arena Elza Osborne - Est. Rio do A, 220 - (21) 3406-8552 ou 3406- 8434 04/09 às 17h - O Rei Leão Ingresso: R$ 14 04/09 às 19:30h - Bethânias com a participação de Paulinho Serra, o “traficante gay” - Ingresso: R$ 20 16/09 às 22h - Paulinho Gogó Ingresso: R$ 25

Bar e Restaurante Toca da Garoupa Avenida Litorânea, 345 – Ribeira – (21) 2789- 1033 28/08, às 23:30h - Garoupa Fest - É o Caldeirão, com MC Ombrinho

Centros Culturais: Centro Cultural Cary Cavalcanti - Rua Fagundes Varella, 146, (21) 3789-0717 02/09, às 20h - Sarau de Poesia] Solar Barão de Sahy - Rua Coronel Moreira da Silva, 173 – (21) 3789-0717 16/09, às 19h - Abertura da Exposição Aquarelas com Sônia Madruga Centro Cultural de Itacuruçá - CEFEC Avenida Sant’Anna, 80 – Itacuruçá – (21) 3789-0717 09/09, às 19h - Abertura da Exposição Modernismo SESC


20 [VIVA]

Sexta-feira, 26 de agosto de 2011

O FOCO

Churrascaria Nova Bréscia Avenida Otávio Cabral, 284 Centro - Itaguaí tEL.: 3782-2075 FUNCIONA de 11h à meia-noite

Nova Bréscia em Itaguaí serve muito bem, e com qualidade  [Jupy Junior]

jupyjunior@jornalofoco.com.br

Vamos começar esta matéria com três “Bréscias”. A mais antiga fica na Itália, no norte: é uma província da região da Lombardia com pouco mais de 1 milhão de habitantes. A segunda, menos antiga que a primeira – por isso “nova” – fica no Brasil, Rio Grande do Sul. Foi colonizada por italianos e é conhecida como a “capital da mentira” por causa de um festival que ocorre de dois em dois anos: quem contar a maior mentira ganha um prêmio. Nesta seção, como sabe o leitor, não contamos mentiras. Por isso cabe apre-

“Não tem segredo, é só salgar e colocar na churrasqueira” Ermilo Legramanti, o “Bolo”

[cotaÇÃO]

O chef não acertou...



Precisa melhorar...



Vale a pena conferir!



Corra para experimentar!

 O chef arrasou!

sentar a terceira Bréscia, também nova (tem dois anos que foi inaugurada): é a churrascaria itaguaiense que fica perto da rodoviária e que já se tornou ponto de encontro na cidade.

fotos raphael melo

gastronomia

O sabor da carne

CHURRASCO GAÚCHO A Nova Bréscia é um estabelecimento versátil: oferece almoço com balcão self-service a quilo, com grande variedade de carnes em Quando se trata deliciosa forma de de churrasco, churrasco gaúcho. não tem jeito: os (“Dudu”, À noite, o momengaúchos é que 36 anos) e abriram to relax com muito sabem das coisas a conhecida chursabor: petiscos e um rascaria, que fica em chopp muito, muito uma esquina, bem ao gelado. Gaúcho, além lado da secretaria de Trânsito. do churrasco, tem o torcedor do Grêmio Ermilo Legramanti (olha o sobre“NÃO TEM SEGREDO” nome que marca a ascendência italia“Não pode fazer carne com fumana da Bréscia do Rio Grande), mais conhecido como “Bolo”. Foi ele quem ça, a brasa tem que estar viva, apenas” – explica “Bolo”, quem tem 45 contou ao VIVA! a origem da casa. Os mesas para servir e sete funcionáirmãos dele vieram primeiro, e abririos. A esposa e a filha ajudam. Sexram uma churrascaria onde hoje é o ta e sábados à noite é uma loucura, Boteco Cadena, “Bolo” veio em seassim como o almoço no domingo. guida. Os irmãos venderam o CadeSão torres e torres de chopp e muito na há mais de 10 anos, depois “Bochurrasco, servido como refeição ou lo” uniu-se ao simpático e atencioso petisco. “Não tem segredo” – conta vascaíno Eduardo Gomes da Rocha

o gaúcho sobre o churrasco – “é só salgar e colocar na churrasqueira”. Sabemos que não pode ser tão fácil quanto comer, e isto é dito sem mentira nenhuma, que nos perdoe a Bréscia do sul.

Dudu: chopp gelado e segredo do pastel

[Pratos bem servidos e carne perfeita] Como disse Ermilo (“Bolo”), “não tem segredo” – pelo menos para nós, simples comensais. É só abrir a boca, mastigar e engolir. Claro que isto tudo deve ser feito com muito prazer, e a Nova Bréscia faz isso com muita competência. A honestidade da churrascaria agrada em cheio: são pratos muito bem servidos, com a inteligência de oferecer opções para uma ou mais pessoas. Mas, falando sério, prato para um pode servir para dois, investigue a sua fome primeiro. Antes de qualquer coisa, peça uma porção de pastéis. Se a carne “não tem segredos”, o pastel tem. É o que diz Dudu, um dos sócios. O pastelzinho da Bréscia merece todas

as estrelas, é uma atração da casa (com carne e queijo), e, vale dizer, é sensacional! Depois o leitor deve optar pela picanha com os acompanhamentos (R$ 22,90 – 1 pessoa, R$ 42,90 – 2 pessoas): arroz branco e soltinho, as obrigatórias batatas-fritas, molho a campanha e uma sensacional farofa de ovos (com salsinha e margarina, deliciosa). Vamos ao que interessa de fato: a picanha. Perfeita, e faz com que as cinco estrelas que a seção conferiu fiquem ainda mais brilhantes. Macia e no ponto, ela é a prova viva de que, quando se trata de churrasco, não tem jeito – nem mentira – os gaúchos é que sabem das coisas.

O FOCO Ed. 110 - Notícia com Nitidez  

Notícias de Mangaratiba, Itaguaí e Seropédica

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you