Page 1

Oexpresso

CRUZ ALTA - RS / SÁBADO / 19 DE SETEMBRO DE 2015 / EDIÇÃO N° 910 / R$ 1,50 www.oexpressocruzalta.blogspot.com.br - E-mail: oexpresso@gmail.com

Semana Farroupilha - Distribuição da Chama Crioula

Em comemoração aos 18 anos da Revolução Farroupilha, os Festejos da Semana Farroupilha culminam no domingo,20 de setembro, com um desfile temático ás 10 horas, na Avenida General Osório e ás 11 horas a Extinção da Chama Crioula.

20 de setembro de 2015 Domingo 10h00min. DESFILE FARROUPILHA CTG Querência da Serra CTG Rodeio da Saudade CTG Turibio Verissimo Piquete Adauto Mastella Basso 11h00. Extinção da Chama Crioula e Encerramento da Semana Farroupilha 2015, pelo Prefeito Juliano da Silva, nesse ato representado pelo Secret. Julio Ferreira. 12h00min. CTG Querência da Serra, Almoço churrasco, Animação do Grupo Quero-Quero. 12h30min. Piquete Adauto Mastella Basso, Confraternização no CINCA e Troca de Patronagem. 12h30min. CTG Turibio Verissimo, Almoço e após Baile com o Grupo Som do Sul.


2

O EXPRESSO

EDITAL DE CASAMENTO Nº 037/2015 CARTÓRIO DO REGISTRO CIVIL RUA PINHEIRO MACHADO - 772 – SALAS 1 E 2 Faço saber que se habilitam para casar: • LÚCIO MAURO FELKER MIRON e DESIRÉE ROBERTO SILVEIRA • IVO LEONARDO HORBACH HENRIQUES e LARISSA EDUARDA POMPÉO LEAL • ADRIANO LOPES BISSO e CLARIANA BAGOLIN MORAIS • JORGE LEANDRO TEIXEIRA VARGAS e DAIANE HERNANDEZ FUNCK • MATHEUS TEIXEIRA VARGAS e FERNANDA DE AGUIAR VICENTE • MARCO AURÉLIO DE MOURA FAGUNDES e DANIELE FARIAS DE PAULA • MARIO CÉSAR KARPOVINSKI DA CRUZ e LUCIANE PATRICIA SALDANHA DOS SANTOS • THIAGO MOREIRA DIAS e LETÍCIA APARECIDA MARTINS DO AMARAL Quem souber algum impedimento acuse-o na forma da Lei.

NOME

ÓBITOS NASC.

OBTO.

MARIA DOS SANTOS TEIXEIRA 13/10/1938 16/09/15 WALZUMIRA DOS SANTOS OLIVEIRA 10/02/1929 12/09/15 JOSÉ BASILIO ALVARES 17/03/1941 12/09/15 ADRIELE SILVA DE LIMA 29/04/2002 16/09/15 HEITOR CIGANA 27/04/1928 12/09/15 SUZI DARLENE DE FREITAS MARTINS 30/01/1969 15/09/15 MATHEUS FACCO RAVANELLO 14/02/1985 10/09/15 LUIZ PACIFICO BOEIRA 01/06/1949 17/09/15 CLEUSA MARIA BASTOLLA PACHECO 23/08/1950 14/09/15 ZELSA MARIA CASTRO DA SILVA 08/03/1948 11/09/15 EDVINO ARNOLDO KISNER 13/12/1952 13/09/15 GENOVI RODRIGUES DE ALMEIDA 23/01/1964 14/09/15 JULIANA MACHRY PAVEGLIO 31/08/1983 16/09/15 GENESSI ALEIXO DE SOUZA 28/09/1950 16/09/15 JULIETA GUILHERMANO SOARES 11/09/1933 17/09/15 JOÃO BATISTA DE MELO 15/05/1947 17/09/15 ANTONIO JOSÉ FORTES FIGUEIREDO 09/04/1925 18/09/15

id

77 86 74 13 87 46 30 66 65 67 63 51 32 65 82 68 90

Sábado, 19 de setembro de 2015

Gincana Unijuí minha Escola é Dez A EEEM Dr. Hildebrando Westphalen, está participando da Gincana Unijuí minha Escola é Dez com os alunos dos terceiros anos do ensino médio, uma das tarefas da Gincana é a revitalização de um espaço público. Os participantes da gincana, alunos e moradores do bairro onde está inserida a escola decidiram pela revitalização da Praça Wilibaldo Schmidt. Após a elaboração do projeto de revitalização, foi proto-

colado o mesmo junto a Prefeitura e passou-se a execução com a busca de recursos junto aos empresários locais. Com o objetivo de revitalizar a praça próxima à escola para que se torne um ambiente agradável de convivência entre os alunos e moradores, se trabalhou intensamente para que o local torne-se um cartão postal do bairro. A entrega das melhorias a comunidade será dia 19 de setembro as 09h, com mateada e visitação local.

POIS BUENO , ABRE - SE A SEMANA RELEMBRANDO ARDUA GUERRILHA CHAMADA DE FARROUPILHA EM TERRAS SOMADAS ÁS PAMPEANAS JUNTOU PESSOAS HERMANAS RELATAR AQUI ME FINCO COM BRAVEZA E AFINCO AO COMBATE SOLTOU SE A MANEIA INICIOU - SE A PELEIA MIL OITOCENTOS E TRINTA E CINCO !!


Sábado, 19 de setembro de 2015

3

O EXPRESSO

Encontro com novos bispos em Roma

A palavra

Mensagem:

Dom Adelar Baruffi

Amados por Deus, para amar

De 07 a 17 de setembro, Dom Adelar Baruffi, bispo diocesano de Cruz Alta esteve participando do encontro com novos bispos, nomeados no último ano pelo Papa Francisco, em Roma. Neste encontro estão presentes 122 bispos, sendo 50 da Europa, 13 da América do Norte, 7 da Ásia e Oceania, 3 do Oriente médio e 49 da América do Sul, dos quais 17 do Brasil, o maior grupo por nação. Do Rio Grande do Sul, além de Dom Adelar, participou também o Bispo Auxiliar de Porto Alegre, Dom Leomar Brustolin. Além de ser uma peregrinação ao Túmulo de São Pedro, o encontro quer ser, também, um momen-

to de reflexão sobre a responsabilidade e a missão do bispo na Igreja e na sociedade moderna. Entre os temas estudados estão a Teologia do Ministério do Bispos, Direito Canônico, Liturgia, Moral e a comunhão entre os bispos. Todos esses estudos serão embasados no Diretório para o Ministério Pastoral dos Bispos, intitulado de Apostolorum Sucessores. Um dos pontos mais esperados do encontro foi a audiência com o Papa Francisco que, no dia 10/09, recebeu na Sala Clementina, no Vaticano, os novos bispos. Dom Adelar, em entrevista a rádio Vaticano, falou do encontro com o Papa e da experiência destes dias de aprendizado em Roma.

Somos amados por Deus. Deus manifestou o seu amor imenso por nós em Cristo morto e ressuscitado e esta verdade central do cristianismo traz sempre “uma nova alegria na fé e uma fecundidade evangelizadora.” (Papa Francisco, EvangeliiGaudium,11). Não somente temos um Deus bondoso e criador, mas livremente se faz pequeno para vir ao nosso encontro e nos amar. Diferente do modo como os filósofos gregos o compreendiam, o Deus de Israel, o Pai(Abbà) de Jesus, ama pessoalmente.“Cada um de nós é fruto de um pensamento de Deus. Cada um de nós é querido, cada um de nós é amado, cada um de nós é necessário.” (Bento XVI, 24 de abril de 2005). Amor supõe relação e liberdade. Deus fala, visita, vem ao encontro, toma a iniciativa e comunica-se com o ser humano. Propõe e estabelece uma aliança conosco. Coloca-se, com humildade, como um Tu, diante do qual nos descobrimos acolhidos e amados. Com esta consciência, o salmista canta: “Que é o homem, Senhor, para que dele te lembres e o visites?” (Sl 8,5).

Amor que faz viver No Antigo Testamento, este amor de Deus por seu povo se manifesta na eleição de Israel (cf. BENTO XVI, Deus Caritas Est, 10). Dentre todos os povos, Deus escolhe Israel e o ama: “Vocês serão minha propriedade especial entre todos os povos” (Ex 19,5a). É um amor de predileção: “Não tenha medo, porque eu o redimi e o chamei pelo nome; você é meu” (Is 43,1b). O ama com amor de mãe, com “entranhas de misericórdia”. E, porque o ama, também o perdoa em suas infidelidades: “Como te abandonarei, ó Efraim? Entregar-te-ei, ó Israel? Meu coração dá voltas dentro de mim, comove-se minha compaixão” (Os 11,8). O cristão, porém, é convidado ao “olhar fixo no lado trespassado de Cristo” (DCE, 12), onde de uma maneira radical se manifesta o amor de Deus pela humanidade. A grande motivação de todo o agir de Deus na Encarnação é o amor: “Pois Deus amou de tal forma o mundo, que entregou o seu Filho único, para que todo o que nele acredita não morra, mas tenha a vida eterna” (Jo 3,16). O amor de Deus se fez visível quando enviou seu Filho para que vivamos (cf. 1Jo 4,9).

Apostar no caminho do amor Ao discípulo de todos os tempos esta verdade, quando experimentada na vida, é fundamental: “Ele amou-nos primeiro e continua a ser o primeiro a amar-nos; por isso, também nós podemos responder com o amor. Deus não nos ordena um sentimento que não possamos suscitar em nós mesmos. Ele ama-nos, faz-nos ver e experimentar o seu amor, e desta ‘antecipação’ de Deus pode, como resposta, despontar também em nós o amor” (DCE, 17), nos disse o Papa Bento XVI. A acolhida deste amor em minha vida me faz ver a minha verdadeira identidade: sou filho amado de Deus, como a Jesus foi revelado no seu batismo: “Este é o meu filho amado”. A resposta à pergunta “quem eu sou” não virá mais de quanto eu tenho, quanto eu sei, o que os outros dizem de mim ou até o que eu penso de mim, mas desta identidade profunda que resulta do encontro com um Deus que me ama pessoalmente. (Cf. H. Nouwen, 2007). Deste modo, “eu amo, em Deus e com Deus” o meu próximo. O discípulo vê o outro com os olhos de Cristo. “Desse modo, já não se trata de um ‘mandamento’ que do exterior no impõe o impossível, mas de uma experiência do amor proporcionada do interior, um amor que, por sua natureza, deve ser ulteriormente comunicado aos outros” (DCE 18). Vale a pena apostar e trilhar a via do amor. Em síntese, este é o caminho cristão.


4

O EXPRESSO

Sábado, 19 de setembro de 2015

Horóscopo Quarta Mingfuante de 05 a 13 de Setembro

Áries

“A arte não é um espelho para refletir o mundo, mas um martelo para forjá-lo.”

20 de Setembro - Revolução Farroupilha

As Causas

O estado do Rio Grande do Sul vivia basicamente da pecuária extensiva e da produção de charque, que era vendido para outras regiões do País. No início do século XIX, a taxação sobre o charque gaúcho tornava o produto pouco competitivo, e logo o charque proveniente do Uruguai e da Argentina passou a abastecer esta demanda. Alguns estan-

cieiros, em sua maioria militares, propuseram ao Império Brasileiro novas alíquotas para seu produto, a fim de retomar o mercado perdido para os vizinhos do Prata. A resposta não foi nada satisfatória. Indignados com o descaso da Corte e cansados de ser usados como escudo em várias guerras na região, os gaúchos pegaram em armas contra o Império.

A guerra

Em 20 de Setembro de 1835, tropas lideradas por Bento Gonçalves marcharam para Porto Alegre, tomando a capital gaúcha e dando início à guerra. O governador Fernandes Braga fugiu para a cidade portuária de Rio Grande, que tornou-se a principal base do Império no estado. Em 11 de Setembro de 1836, após alguns sucessos militares, Antônio

de Souza Netto proclama a República Rio-Grandense, indicando Bento Gonçalves como presidente. O líder farrapo, no entanto, mal toma posse e, na Batalha da Ilha do Fanfa sofre uma grande derrota e é levado preso para o Rio de Janeiro, e logo em seguida para o Forte do Mar, em Salvador, de onde fugiria espetacularmente. A revolução se estendeu por dez anos e teve altos e baixos para os dois lados. Um dos pontos altos foi a tomada de Laguna, em Santa Catarina com a ajuda do italiano Giuseppe Garibaldi, em 1839. Finalmente os farroupilhas tinham um porto de mar. Ali foi fundada a República Juliana (15 de julho de 1839). Após dez anos de batalhas, com Bento Gonçalves já afastado da liderança e com as tropas já muito desgastadas, os farrapos aceitam negociar a paz. Em fevereiro do 1845 é então selada a paz em Poncho Verde, conduzida pelo general Luís Alves de Lima e Silva. Muitas das reivindicações dos gaúchos foram atendidas e a paz voltou a reinar no Brasil.

A cultura

A Revolução Farroupilha é o mito fundante da cultura gaúcha. É a partir dela que se estabelece toda a identidade do povo gaúcho, com suas tradições e seus ideais de liberdade e igualdade. Hoje a cultura gaúcha é reverenciada não só no estado, mas no país e no mundo, através dos milhares de CTGs (Centro de Cultura Gaúcha) espalhadas por todos os cantos. E a cada 20 de Setembro, o gaúcho reafirma o orgulho de suas origens e o amor por sua terra.

Receita

Coxinha de brigadeiro com morango

21/03 a 20/04

Com a influência da Lua em Libra, seu signo oposto, há tendências para mais envolvimento com assuntos dos outros. Touro

21/04 a 20/05

A organização de assuntos domésticos e finanças do lar tende a ocupar sua atenção de forma mais intensa. Gêmeos 21/05 a 20/06 Aproveite mais as oportunidades para lazer, diversões, festas e eventos, que estarão mais frequentes. 21/06 a 21/07 Câncer Momento importante para solucionar questões materiais relacionados ao lar. A dedicação aos familiares tomará atenção extra.

Leão

22/07 a 22/08

O empenho a assuntos culturais, estudos e tudo o que traga novos conhecimentos tomará dedicação especial. Virgem

23/08 a 22/09

Período importante para reavaliar despesas e objetivos materiais. Procure priorizar as mais essenciais.

Libra

23/09 a 22/10

A Lua em seu signo recomenda atenção para não se exceder na dedicação aos problemas de outra pessoas.

Escorpião

23/10 a 21/11

Momento importante para recompor energias, valorizar crenças, sua espiritualidade e mais cuidados ao corpo e mente. Sagitário

Ingredientes:

3 latas de leite condensado; 1 lata de creme de leite; 2 colheres de manteiga; 4 colheres de chocolate em pó.

Modo de preparo: Coloque todos os ingredientes em uma panela e misture bem; Leve ao fogo por aproximadamente 35 minutos, sempre mexendo para não queimar no fundo; o segredo do ponto certo é observar se o doce já está descolando do fundo da panela; Despeje o doce em um recipiente e leve para geladeira por duas horas; Depois de frio, pegue uma colher de sopa do brigadeiro e abra a massa na palma da mão; Coloque um morango inteiro dentro da massa e molde no formato de uma coxinha; E para finalizar, é só passar a coxinha de brigadeiro no granulado;

22/11 a 21/12

Há boas tendências para expandir seu círculo social e vivenciar mais momentos de amizade. Capricórnio

22/12 a 20/01

Período propenso a se envolver de maneira mais intensa com projetos a longo prazo. Evite apressar etapas diante deles.

Aquário

21/01 a 19/02

Contatos à distância com amizades farão muito bem ao seu dia. Tende a retomar convivências especiais.

Peixes

20/02 a 20/03

Tenha cautela em assuntos financeiros, pois há mais propensões a imprevistos e gastos não programados.


Sábado, 19 de setembro de 2015

O EXPRESSO

5

NATIVISMO, TRADICIONALISMO E GAUCHISMO HISTÓRICO Estamos vivenciando um mês emblemático para todos os gaúchos. Afinal setembro é um mês marcado em nossas vidas por todas as histórias e estórias (termo um tanto em desuso) que o mesmo suscita, eis que no dia 20 se comemora anualmente a chamada epopeia farroupilha ou revolução farroupilha ou ainda guerra dos farrapos, com queiram. È um mês de muita festança, bailantas, gauchadas e de muita comilança também, afinal ninguém é de ferro e precisamos depois de reverenciarmos tantas peleias repor as vitaminas e as energias para as batalhas do dia seguinte. Mas, e sempre pode ter um mas no meio de tudo, setembro também deve se mostrar um período propício para algumas reflexões, sobretudo acerca das implicações históricas da formação do povo gaúcho. Importante ressaltar que toda história é passível de interpretação e de

diferentes verdades ao curso do tempo. Especificamente no caso da história do Rio Grande do Sul e da formação do povo gaúcho isso se apresenta de uma forma bastante explícita. Em um estado onde a identidade regional é algo muito marcante, são e várias e diversas as correntes de pensamento que tratam da questão do gaúcho ou do gauchismo. Isso se expressa em alguns movimentos de cunho social, intelectual ou cultural que tratam de temas com implicação direta com esse pensamento ou modo de ser. Alguns desses movimentos ganharam proporções que talvez nem mesmo o mais otimista de seus precursores poderia supor. Mas o que os diferencia entre si, quais as suas convergências e divergências, como surgiram, o que propõem, enfim qual a sustentação ontológica ou epistemológica de cada um deles? O tradicionalismo é um movi-

mento cultural que ganhou proporções de massificação em todo o território gaúcho e se ramificou mundo a fora através da fundação de verdadeiros QGs desse movimento, os denominados Centros de Tradições Gaúchas, os CTGs. Surgido na metade do século passado por iniciativa de um grupo de jovens estudantes do Colégio Julio de Castilhos de Porto Alegre, oriundos do interior gaúcho que numa ato então de rebeldia buscaram a valorização dos temas, usos e costumes da vida rural do homem gaúcho na capital. Tal movimento deflagrou a fundação do primeiro CTG, o 35, em Porto Alegre, como um verdadeiro templo onde se contemplaria a vida campeira e uma referência ao passo pecuário do Rio Grande do Sul. Esse movimento teve efeito e repercussão social e hoje temos uma realidade em que o Movimento Tradicionalista Gaúcho, MTG, conta com mais de 2500 entidades fi-

liadas fora.

mundo

a

Diferente do tradicionalismo, que busca cultuar o gaúcho no tempo passado, o movimento nativista ou nativismo surge em Uruguaiana no ano de 1971 por ocasião da realização da 1ª Califórnia da Canção Nativa como um movimento musical, mas com implicações e efeitos também em outros setores da vida dos gaúchos. Esse movimento tem o propósito de cantar a vida e a obra do homem gaúcho em todas as suas nuanças, campeira ou urbana, e sua vida no presente, sem esquecer da relação histórica com o passado, porém não como um culto de retorno ao mesmo, senão quem para referenciar uma articulação da vida no presente e vislumbrando o futuro. Por sua vez, setores importantes, sobretudo da intelectualidade gaúcha, do meio acadêmico, buscando se afastar das posições cômodas do pensamento do

senso-comum propõem que se pense o gaúcho a partir de outra ótica. Inspirados no saber científico, constituído a partir das relações sociais e históricas formadoras do povo do sul do Brasil e também dos territórios do Uruguai e da Argentina, esses pensadores buscam estabelecer um nexo histórico e cultural constituído não apenas pelos dogmas de posições conservadoras impulsionadas por uma vertente ideológica que busca idealizar um modelo de gaúcho, mas propõem que se pense o gaúcho não com um sujeito mitificado mas como um sujeito histórico, humano, constituído a partir de uma história que sempre está em movimento e que sofre mutações transformações ao longo do tempo. Jamais como algo estático ou estanque, como um pacote pronto de condições pré-estabelecidas para se inscrever como membro de uma cultura determinada. Tem no gaúcho não um sujeito

ALEX DELLA MEA

Psicólogo, Compositor, Produtor Cultural. Mestrando em Práticas Socioculturais e Desenvolvimento Social.

constituído a partir de si mesmo, mas o tem como um sujeito histórico, como produto das relações sociais e culturais que formaram e formataram a vida no sul do Brasil e nos países vizinhos. Aqui temos um estado gaúcho dentro da nação brasileira, no outro lado da fronteira temos duas “pátrias gauchas” com singularidades e identidades próprias. Em tempos de 20 de setembro que cultuemos e comemoramos esse modo de ser e essa identidade que tanto nos orgulha, mas que também tenhamos a plena consciência do lugar que ocupamos como agentes vivos para a manutenção dessa cultura.


6

e u q a t s e d e t m n Ge e O EXPRESSO

Sábado, 19 de setembro de 2015

s o n A 40

Comemoram neste domingo, dia 20 de setembro 40 anos de feliz união o casal ASSIS BRASIL SOARES FILHO e SÔNIA MARIA GAI Soares. Exemplos de amor e fé para os filhos JULIANA, GIÁCOMO, GIOVANE E FLÁVIA, noras GRACIELE E ROBERTA e oS netos GIÁCOMO FILHO, GIUSEPPE e GIOVANA. LEANDRO SANTOS, e esposa ALETHEA VIEIRA.

Dr. ANGÊLO SILVEIRA e esposa prestigiando eventos sociais. OMERO FAGUNDES e esposa Elvira .

Tradicionalista CARLOS COSTA e IVETE COSTA

HUMBERTO PAUSE GERENTE DE VENDAS E ESPOSA GRACE


Sรกbado, 19 de setembro de 2015

O EXPRESSO

7


8

O EXPRESSO

INFORMA: www.acicruzalta.com.br

Av. Gal Câmara, 935 | Galeria Centauro 2° andar

Tema da Semana Nacional de Trânsito 2015: “Seja você a mudança”

Com foco na mudança de comportamento como ação primordial para a redução de acidentes, será aberta no próximo dia 18, a Semana Nacional de Trânsito. Em Cruz Alta, a atividade promovida pela Coordenadoria Municipal de Trânsito, acontecerá na próxima sexta-feira, às 14 horas em frente à Praça General Firmino. A programação segue com atividades de trânsito, no dia 22, próximo à empresa de transporte coletivo Nossa Senhora de Fátima; no dia 23, junto ao Centro de Formação de Condutores Erico Verissimo, no dia 24, em frente ao Colégio Ciep e no dia 25, na esquina das ruas Pinheiro Machado e João Manoel. Para o coordenador de Trânsito, Tabajar Nogara, a Semana é um convite à participação de toda a sociedade no esforço para a redução de acidentes.

A Semana

O Contran (Conselho Nacional de Trân-

sito) definiu o tema da Semana Nacional do Trânsito 2015, que será “Década Mundial de Ações para a Segurança do Trânsito – 2011/2020: Seja você a mudança”. Segundo o Denatran, “é importante alertar que para mudar esse quadro dependemos da mudança de atitude de todos os

SMR Estamos chegando em mais um dia 25 de dezembro, data emque é celebrada desde o século IV no Ocidente a festa do Natal. Comemorarmos o nascimento de Jesus. É Deus que se fez carne e veio permanecer entre nós, trazendo diretrizes e modos para se viver bem. Mateus 22, 37 diz – “Amarás o teu próximo como a ti mesmo”. Mas numa pequena reflexão: será que é isso que o mundo anda fazendo em relação a esse versícu-

lo? O mundo que é chamado nas modalidades do cristianismo – cristão, nasce com a ajuda e propagação por meio da fé. Mas estamos vivendo em tempos em que esse século pode ter o merecimento de se dizer que é cristão? Obviamente não devemos deixar de mencionar que os primeiros cristãos por diversas vezes tiveram por hábito o uso de força e poder que lhes foram concedidos. E na mesma linha não devemos deixar

atores no trânsito (pedestres, ciclistas, passageiros e condutores). O ator do trânsito deve ser tratado como alguém que tem o poder de decidir o seu destino e que é responsável pelas próprias ações e vai sofrer as consequências de suas escolhas”. Prevista na Lei 9503, de 23 de setembro de 1997 – Código de Trânsito Brasileiro, a Semana Nacional de Trânsito, é comemora-

da entre os dias 18 e 25 de setembro, com a finalidade de conscientizar a sociedade, com vistas à internalização de valores que contribuam para a criação de um ambiente favorável ao atendimento de seu compromisso com a “valorização da vida” focando o desenvolvimento de valores, posturas e atitudes, no sentido de garantir o direito de ir e vir dos cidadãos.

Sábado, 19 de setembro de 2015

Oração Pra Ficar Rico “Ritual” (Leia esta oração com muita Fé) “Salve São Cipriano, fazei que muito dinheiro, riqueza e fortuna fiquem para sempre comigo (J.A.G.S). São Cipriano, trazei muito dinheiro, riqueza e fortuna para mim (JAGS). Assim como o galo canta, o bezerro rincha, o sino toca, a cabra berra assim Tu São Cipriano, hás de trazer muito dinheiro, riqueza e fortuna para mim. (JAGS) Assim seja! Preso debaixo do meu pé esquerdo com dois olhos eu vejo o dinheiro, a riqueza e a fortuna, e com três eu prendo o dinheiro a riqueza e a fortuna, com meu anjo da guarda peço que muito dinheiro, riqueza e fortuna venham até mim (JAGS) e que não consigam ficar com quem não merece, e que não fiquem com outra pessoa que não seja eu (JAGS) e que atenda a todos as minhas vontades, comprando o que eu quiser, gastando como eu queria, que nunca me faça sofrer por ficar sem dinheiro. Que quando eu (JAGS) durma, acorde sempre com dinheiro, a rique-

za e a fortuna, estejam dentro da minha casa, da minha empresa, da minha bolsa, do meu bolso ou onde eu (JAGS) estiver. Que o dinheiro, a riqueza e a fortuna estejam sempre comigo, (JAGS) Que assim seja! Pelo poder de São Cipriano assim seja! Que muito dinheiro, riqueza e fortuna em penca venham até atrás de mim (JAGS) para que possamos ter conforto, fama, poder, saúde, proteção e ajudar a muitos necessitados, e ter um bom convívio e assim sermos muito felizes. Peço a São Cipriano que o dinheiro, a riqueza e a fortuna me procurem ainda hoje, faço isto ao Poder das 3 Almas Pretas que vigiam São Cipriano. Assim Seja! Que o dinheiro, a riqueza e a fortuna venham logo, de uma vez para minha Vida. Que os inimigos não nos vejam, não nos enxerguem. Assim seja! Assim será! Assim está feito! Ó São Cipriano e as 3 almas Pretas que vigiam São Cipriano, atendam o meu pedido!!!

O Aprendiz

Como o mundo cristão aplica as leis? escapar da memória, as oportunidades que lhes foram propiciadas por esse poder – e não sendo por ele, talvez hoje não possuiríamos a fé cristã, que é bem expressiva no ocidente atual. Por motivos dessa natureza, não devemos ligar as coisas somente aos erros, mas certamente nas dignas condutas. Infelizmente não é só isso que ocorre, mas graças a Deus o sol nasce todos os dias e, no entanto não são todos os cristãos que ali o apreciam e

agradecem o Pai por esta grandeza. E nesse raciocínio nos deixamos de recordar das boas obras, sendo bem mais fácil recordar das tempestades, do que desse precioso sol. Nós nos lembramos da luz quando está falta e eruditamente, lembramos das coisas que estão ao nosso dispor quando estas faltam surpresamente. Dessa forma também acontece no mundo ocidental que se diz cristão, que lamentavelmente está distante para conse-

guir esse mérito. Posso dizer mérito sem medo de errar – bastando apenas estudar, mesmo com reservação e longe da fé, que não deparemos nem um só item que seja contrário ao bom senso, a transparência e a ausência de obstáculos de vida que o cristianismo assegura a quem o vive. Sabemos que se todas pessoas assim o fizessem, é claro que estaríamos em outro mundo, bem melhor. O cenário cristão

atual é composto de aproximadamente 33% sendo 17,4% de cristãos incluindo os católicos e 15,6% dos inicialmente chamados protestantes, estes em geral se subdividiram em milhares de denominações começando com os luteranos, os que mais justificam separação, anglicanos e outras diversas denominações que vieram se subdividindo e que até hoje continuam se separando.

(ANDRÉ MARQUES) Advogado, Consultor, Escritor e Doutorando em Direito pela UNLZ.


Sábado, 19 de setembro de 2015

O EXPRESSO

Lançamento da ExpoIjuí/Fenadi 2015

A

ExpoIjuí/Fenadi 2015 foi lançada oficialmente na noite desta sexta-feira, 11. O evento foi realizado no Centro Cultural 25 de Julho no Parque de Exposições Wanderley Burmann. Durante o lançamento oficial foi apresentada à imprensa local e regional a campanha institucional da Feira, que já está sendo vinculada em todos os meios de comunicação da região. O presidente da Fenadi, Nelson Casarin, falou sobre a Inaugura-

ção do novo Palco das Etnias. “Um investimento do Governo Federal, através do Ministério do Turismo, com contrapartidas do Poder Executivo, da ACI e da UETI. Mais de R$ 1 milhão investidos em um novo espaço cultural para Ijuí, que possibilitará a realização e qualificação de grandes eventos no nosso município. A inauguração deste palco representa muito mais que uma obra, representa a conquista de um sonho de inúmeros voluntários que se dedicam anual-

mente em prol do desenvolvimento da Terra das culturas diversificadas”. O presidente da ExpoIjuí, Nilo Leal da Silva, trouxe em seu discurso a comercialização dos espaços. “Já estamos com todos os espaços para a feira comercializados. Isso demonstra que os negócios serão destaque em nosso evento. Devemos ter uma feira de oportunidades”. De acordo com o prefeito Fioravante Ballin, a realização da Expoijui é muito importante não somente para o município, mas para todo o Estado.

Baile de Debutantes 2015

Iniciaram hoje as inscrições para o Baile de Debutantes promovido pelo município de Cruz Alta através do Gabinete da Primeira Dama. O evento chega a sua 3ª edição e mantém a redação como forma de inscrição das candidatas. As redações podem ser entregues até o dia 15 de outubro.

E no momento do lançamento a primeira candidata aguardava ansiosa para fazer sua inscrição, trata-se de Moane Borges, moradora no bairro Toríbio Veríssimo. A jovem aproveitou a presença do Prefeito Juliano da Silva e da Primeira Dama Denise da Silva para entregar sua redação e ser a primeira a se inscrever.

9

A organização do evento agora busca atrair madrinhas e padrinhos interessados em colaborar com as jovens que possuem o sonho debutar. O baile de debutantes será realizado no Clube Internacional no dia 06 de novembro. Mais informações podem ser obtidas pelo fone: 3343-2084.

Campeonato de Campo está com inscrições abertas em Cruz Alta

Estão abertas as inscrições para Campeonato Municipal de Campo, categorias Livre e Sub-16. As fichas podem ser adquiridas na Secretaria de Esportes e ser entregues até o dia 21 de setembro. Os jogos estão programados para o pró-

ximo mês no Estádio do Esporte Clube Nacional e no Campo do Comercial. A arbitragem do torneio será da Associação Independente de Árbitros de Cruz Alta (AIACA). Outra competição programada no calendário esportivo do municí-

pio é o Futsal Citadino de Menores. A disputa está prevista para a segunda quinzena do mês de setembro. Ao todo 100 equipes se inscreveram em sete categorias de jovens entre 8 e 15 anos. Os jogos serão realizados no Ginásio Municipal de Esportes. Os campeonatos são organizados pela Administração Municipal, através da Secretaria de Esporte, Lazer e Juventude. Segundo o secretário João Cunha Lopes o objetivo é incentivar a atividade física e oportunizar o esporte em todas as idades e modalidades.

ADVOCACIA E CONSULTORIA JURÍDICA

Dr. Wellington Martini OAB/ RS 68.259 Dr. Jorge Augusto Banza de Arruda OAB/ RS 69.350

Ações Trabalhistas Causas Civeis Direito de Família e Sucessões Ações Previdenciárias

Direito AgrárioRevisão de Dívidas e Contratos Bancários

Direito do Consumidor

Em Cruz Alta / RS, Rua João Manuel, 764, Centro - F: (55) 3303 4484 Em Não-Me-Toque / RS, Avenida Alto Jacuí, 585, 2º andar, Centro,F: (54) 3332 3755


10

O EXPRESSO

ANGELINO ROGERIO

Lei beneficiará entidades filantrópicas Programa Troco Solidário foi sancionado pelo executivo

angelinorogerio@terra.com.br

PARTILERA A casa da minha avó tinha. Da minha tia também. Lá em casa tinha. Na cozinha, nos quartos, no galpãozinho dos fundos. Até se enfeitava, forrando com papéis de cores diferentes, onde tinha uma aba, com desenhos feito a recorte de tesoura. Na verdade, todas as casas tinham. As “partileras” tinham enorme utilidade, num tempo em que móveis eram caros e difíceis de se conseguir. Era tudo muito simples, bastava uma tábua reta, dois suportes na parede e pronto. Nelas, se colocava de tudo. Pratos, copos, vidros de compota e inclusive livros. Tinha até prateleira prá colocar o lampião a querosene. Era muito prático. Substituía armários e até as famosas “cristaleiras”, um luxo

para a época. Nos escritórios de advocacia, consultórios médicos, lojas e escolas sempre tinha uma, ou muitas. Era enorme quebra-galho para colocar qualquer coisa, qualquer objeto. O interessante é que esse móvel simples sobreviveu a tudo. Aos avanços da marcenaria e fábricas moveleiras, até aos projetos de designers e arquitetos. Onde se vai, sempre se vê uma “partileira”. Só que não é assim que se diz. A forma correta de escrever e falar é

PRATELEIRA. E o termo, quer dizer: lugar de guardar prato. Vem da palavra pratel, ou prato pequeno, mais o sufixo eira. Só que seu uso passou a ser universal, além de acomodar pratos, é claro. Bacana, né? Mas, e por que se fala errado o nome da coisa, em tudo que é lugar? Uns até enfeitam, dizem “pratileira”, puxando aquele “TI” de porto-alegrense, para dar um certo charme na pronúncia.

Sábado, 19 de setembro de 2015

Mas o correto mesmo é Prateleira. Pra-te-lei-ra. O engraçado é que, “apesar de tudo, tudo o que vivemos”, como diz um trecho da famosa música “Como Nossos Pais”, do Belchior, gravada pela Elis Regina, a famosa e simples prateleira continua presente nos nossos lares. E é citada até em canção de sucesso, como esta, da dupla sertaneja Guilherme e Santiago, “Meia Noite e Meia”: Eu volto pra casa de cabeça cheia Relógio marcando meia noite e meia Whisky sem gelo tá na prateleira. Eu pego e bebo, bebo, bebo a noite inteira Pelo jeito, esse móvel singelo vai acompanhar a evolução do mundo por muito tempo, por sua praticidade. A nós, só resta uma coisa. Falar corretamente. A prateleira merece.

O Prefeito de Cruz Alta Juliano da Silva sancionou hoje a Lei Municipal n° 2661 que estabelece junto as empresas locais o Programa “Troco Solidário”, o qual tem por finalidade auxiliar financeiramente as entidades filantrópicas do município. Apresentada pelo vereador Rafael Braga visa fomentar a solidariedade da população com as entidades da cidade. O executivo deverá dentro de 180 dias implantar o Conselho que será responsável de gerenciar todos os valores arrecadados através do programa, bem como as instituições que serão beneficiadas. De acordo com a lei inicialmente todos os recursos arrecadados deverão ser revertidos em benefício da Associação das Damas de Caridade (Hospital São Vicente de Paulo). Segundo o vereador esta lei irá proporcionar a parceria da iniciativa privada através do engajamento voluntário de empresários e consumidores. “Esperamos promover amplos benefícios que contemplem um objetivo comum que é a solidariedade e cooperação mútua para o apoio às entidades filantrópicas de nossa cidade” destaca Braga. Após a formalização da adesão do comércio ao programa, será disponibilizado uma caixa coletora, de responsabilidade da entidade beneficiada, identificada com os dizeres “TROCO SOLIDÁRIO”, onde o consumidor poderá depositar sua contribuição de forma voluntária. A somatória das contribuições será repassada, inicialmente à Associação das Damas de Caridade – Hospital São Vicente de Paulo e, posteriormente, as devidamente cadastradas junto ao Conselho de gerenciamento de fundos. O processo de implantação do Programa seguirá os seguintes passos:

I - Cadastramento das entidades que desejam receber os recursos advindos do Programa Troco Solidário junto ao Conselho de gerenciamento dos fundos arrecadados; II - Formalização do Termo de Parceria entre o Município de Cruz Alta e o comércio local interessado na adesão ao Programa; III - Oficialização e ampla divulgação dos Termos de Parcerias para o inicio do implemento técnico.


Sábado, 19 de setembro de 2015

11

O EXPRESSO

O MAGO DAS FINANÇAS

FINAL MELANCÓLICO Pois, os que passaram e passam pela antiga e tradicional Rua do Comercio (Pinheiro Machado) se deparam com um cartaz, em letras maiúsculas, anunciando que o prédio do falecido Clube do Comercio está para venda ou aluguel, é um final melancólico para a entidade fundada no ano de 1900 e que, por muitas décadas, foi o reduto inexpugnável do mundo econômico, social e político da cidade outrora denominada de “Rainha da Serra”. Relembrando o industrial Julio Tisser, “Tudo tem seu fim”.

área de lazer, que, em determinada época de fastígio foi preferida pela sociedade e que tinha o nome de “Summer Garden”. Isso nos anos 60/70. O clube enfrentou a pior fase a partir do ano dois mil e cinco, quando seu salão outrora luxuoso, passou a sediar bailões dos mais populares, com cobrança de entrada e com carreteiro, galinhadas e suínos assados. A boate, construída na administração Alberto Faccin, tornou-se um dos mais populares bailões da cidade, com freqüência das mais heterogêneas e expressivas cervejadas que se traduziam em lucros polpudos para os gestores do local. E, numa decadência acentuada, o clube chegou ao seu final, depois de ter sido alugado, por vários anos para uma igreja. E o velho prédio está vazio. Uma tapera na rua principal. Moveis e utensílios tiveram destino incerto, como os que foram doados, sem razão, para uma boate particular na Rua do Comercio, doação efetivada há vários anos, sem explicações. Moveis e utensílios que foram adquiridos com o dinheiro dos associados. E, assim, o clube da elite chega a um final melancólico. Recentemente, por decreto municipal, o clube foi considerado “Patrimônio Histórico do Município. O GRANDE ARMAZÉM

O que restou do patrimônio do clube foi, apenas o prédio da rua principal. As dependências das piscinas, pomposamente chamadas de “parque aquático” foram vendidas, junto com vestiários, banheiros, bar, equipamentos das piscinas e demais pertences da

Na época em que Cruz Alta sediava uma grande guarnição do Exercito, com um regimento de Artilharia com mil homens e um de Infantaria com dois mil, foi construído, nas proximidades da Estação da Viação Férrea, um armazém de grandes proporções, o “Armazém de Subsistência Militar” que era composto de grandes depósitos de mercadorias que eram distribuídas pelos quartéis dos municípios vizinhos. Dois desses prédios eram sobrados. Também dispunha o “Armazém” de uma grande padaria que fabricava os pães para os quartéis locais e da região. A padaria, com forno de tijolos e aquecido com lenha de mato, funcionava a noite para que os pães estivessem prontos de madrugada. Para os municípios próximos o pão seguido pelos trens de passageiros.

Com a mudança dos tempos e com a extinção do regimento de infantaria e diminuição de efetivo de Artilharia, o “Armazém de Subsistência “ foi desativado e agora, se queda totalmente desocupado, com perspectiva de venda. Esse estabelecimento militar foi outra testemunha dos tempos áureos vividos pelo município, quando o porte ferroviário era fator explicito de progresso. Basta lembrar, que nas proximidades da “Subsistência” incontáveis firmas comerciais e industriais se estabeleceram, exatamente por estarem nas proximidades dos trilhos que ligavam Cruz Alta a todo o Estado e também a outros estados. O “Armazém” tinha também um quadro de funcionários civis, entre os quais os saudosos Paulo di Pauli e Ari Madruga. Como sobrevivente da época, hoje aposentado pelo Ministério do Exercito, Yoste Pery Pereira, que atua na radiofonia local. ISTO É HISTORIA!

Pois, quando Adolfo Hitler assumiu o comando da Alemanha, na década de trinta, encontrou uma situação desastrosa. A chamada “Republica de Weimar”, havia sido de desastrosas conseqüência com a moeda nacional - O Marco - completamente desvalorizada, com três cotações diárias. No fina o dinheiro era impresso de um lado só, para apressar a distribuição. Aqui pela Cruz Alta, havia um comerciante, o seu Walter Bauermann, que tinha uma coleção desse papel-moeda totalmente desvalorizado. E sem a menor condição de recuperação. Apenas, “papel pintado” em uma só face. Uma época trágica. Mas o novo comandante alemão procurou se cercar de equipe categorizada para enfrentar a situação. E, para lidar com as finanças, nomeou o Dr. Schacht, autoridade no assunto e que tratou de reordenar o assunto. E, em pouco tempo, o Fuhrer estava dando velocidade a seus planos. Por sua ação e visão, o Dr. Schacht, foi denominado de “O Mago das Finanças”. Aqui pela Aldeia tivemos, em menores proporções, a atuação de um “Mago das Finanças”. Atuando no jornal diário local, Darcy Schultz foi de alta visão de negócios e de grandes iniciativas. Iniciou ele suas atividades como distribuidor de jornais, tendo, por sua capacidade, sido levado aos escritórios, no departamento comercial. Ali deu mostras de sua alta capacidade de organização e visão, e, em pouco tempo, assumiu a direção comercial. E, nessa função, suas habilidades ficaram patentes. Com alto senso de oportunidade, tratou da aquisição do prédio onde funcionava o diário. O imóvel, de propriedade de dona Modesta Vescia Robinson, foi transacionado, e o jornal passou a ter sede própria. Foi um grande passo e desenvolvimento dos negócios. Mas Darcy tinha planos mais audaciosos. Na época a impressora era manual, uma Marinoni importada do Uruguai por Prado Jr. Para a então Folha da Serra. A máquina imprimia duas páginas por vez o que limitava o trabalho. A época da evolução tecnologia se apresentava e Darcy deu um passo arrojado para a acompanhar os novos tempos. Tratou de entabolar negociações com firma americana produtora de “Rotativa Coprel”. Negócio fechado a máquina chegou sob grande expectativa tendo o equipamento desfilado pelas ruas centrais sob a curiosidade do público. Iniciava-se uma nova fase com a impressão pelo sistema “Off-Set”, então a grande novidade. Ocorreu uma solenidade para inauguração da máquina e na sede da AABB ocorreu um grande almoço alusivo. E dali para a frente, o progresso passou a ter condições de desenvolvimento. E, pela sua visão, foi ele denominado de “Mago das Finanças”. Também Darcy foi ativo na vida da cidade, tendo presidido o Sindicato dos Comerciários, e, na sua gestão, construído a ampla sede da entidade, na Venâncio Aires, fundos do edifício do Fórum, terreno do Município que foi cedido ao Sindicato. A inauguração contou com a presença do Presidente da Assembléia Legislativa, Carlos Santos, que veio acompanhado de deputado cruz altense Pedro Nunes. ISTO É HISTÓRIA! DESPEDIDA Aos oitenta e sete anos de Cida, encerrou sua trajetória terrena Heitor Cigana, pessoa altamente relacionada nos meios sociais e esportivos. Natural da tradicional Capoeira, integrante da família Cigana, fundadores das Industrias Cigana, um panificio e pasticio de importância, com ação em toda a redondeza e uma das industrias importantes da época. O falecido integrou a equipe do time alvi-azul, onde era conhecido pela alcunha de “Perdigão”, atuando com destaquena equipe dos “índios”. Sua família pertenceu ao PSD (Depois ARENA), e, mais tarde, foi um dos fundadores do “Centro Parlamentarista Lucidio Ramos”, fundado pelo político Jusé Rodrigues. Dedicado á família e aos amigos, deixa um lastro de realizações positivas. PAZ Á SUA ALMA. FINAL E, na próxima semana, chega a Primavera, a estação das flores. Até a próxima.


12

O EXPRESSO

Sábado, 19 de setembro de 2015

PDT Inaugura Comite Distrital

Exposição de máquinas agrícolas antigas será mais uma atração da Fenatrigo

Para valorizar a classe produtora e recordar a história da agricultura mecanizada, está sendo organizada para a XII Fentrigo uma exposição de tratores e colheitadeiras antigas. De acordo com um dos responsáveis pela exposição, Alessandro Jung, serão 21 tratores e 3 colheitadeiras em exposição, a maioria deles da coleção dos Irmãos Daltrozo, conhecidos por serem os pioneiros na aquisição desses equipamentos na região. “Vários produtores rurais estão envolvidos nesta exposição que vai mostrar um pouco da história da agricultura. Quem tiver interesse em participar para expor seu maquinário pode entrar em contato pelo telefone 3322 7810”.

Foi inaugurado dia 17/09 o Comite Distrital na TV. Emilio Aranha, bairro Turibio Verissimo, junto ao estabelecimento comercial do companheiro Josnei (Pinto). Dezenas de pessoas prestigiaram o evento, como o autor da preposição, vereador Marino Marangon, Deputado Estadual Eduardo Loreiro, o assessor do Deputado Federal Cherine e o Presidente do partido PDT de Cruz Alta, Dr. Paulo Oliveira.

Jornal 19 de setembro de 2015  
Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you