Issuu on Google+

Campos dos Goytacazes | segunda-feira, 28 de outubro de 2013 | Ano 13 | Número 4.739 | www.odiariodecampos.com.br | R$1,5 0

A-PDF Merger DEMO : Purchase from www.A-PDF.com to remove the watermark

divulgação

o alemão sabastian vettel é o campeão 2013 de fórmula 1 • esportes P•8

adolescente grávida é assassinada em guarus Namorado da vítima, que está foragido, é o principal suspeito do crime

• polícia P•7 agência estado

governo do rio na contramão da história

Vasco e Flu perdem e ficam perto da Série B

• painel diário P•2

detran passa por 47 cidades em novembro

Vasco e Fluminense foram derrotados ontem e seguem com risco de rebaixamento no Campeonato Brasileiro. A situação do Vasco, que foi derrotado pela Ponte Preta por 2 a 1, é mais delicada. Já o Fluminense, que ainda não entrou na zona do descenso, perdeu para o Vitória por 3 a 2 e já se preocupa com a degola.

• regiões P•5

dois mortos e um ferido em estrada de sjb • polícia P•7

cariocas derrotados

outra derrota O vascaíno Sandro Silva não conseguiu segurar Adrianinho que marcou para a Ponte

• esportes P•8 em macaé

divulgação

sérgio cabral "desvendado" por revista Matéria na Revista Piauí, em sua última edição, traça o perfil devastador do governador do Rio de Janeiro. A publicação lista algumas das facetas da personalidade maquiavélica de Sérgio Cabral durante seu mandato.

Cresce o índice de infestação da dengue O índice de infestação do mosquito transmissor da dengue, o Aedes aegypti, em Macaé, sofreu uma elevação de 0,4%. Os dados são do Centro de Controle de Zoonoses da Secretaria de Saúde. Na última semana, 100 agentes realizaram o Levantamento de Índice Rápido do Aedes aegypti (LIRAa).

• política P•4

• regiões P•7

Escritor da ABL faz uma revista ao Rio de Janeiro

educação x petróleo

Royalties não serão suficientes na educação

O escritor Marco Lucchesi, membro da Academia Brasileira de Letras homenageia a instituição e faz uma declaração de amor a todos os bibliófilos em "O bibliotecário do imperador". • P.3

mostra animada no iff

• boa música

Terça é dia de Chorinho no Teatro Trianon • P.4

Com entrada gratuita, mostra de curtas nacionais e internacionais acontece em mais de 230 cidades do Brasil e em 30 países; em Campos a Mostra será hoje,

às 19h30, no Iinstituto Federal Fluminense (IFF). O evento faz parte da comemoração do Dia Internacional da Animação, que é celebrado hoje. • Capa

O ministro da Educação, Aloizio Mercadante, declarou que os recursos dos royalties do petróleo não serão suficientes para cumprir a meta de investimento de 10% do Produto Interno Bruto (PIB) para a educação nos próximos dez anos, como consta no Plano Nacional de Educação (PNE). • economia P•6


2

Opinião

Campos dos Goytacazes | segunda-feira, 28 de outubro de 2013

Painel Diário

Glauco Torres Grayn

paineldiário@gmail.com

Esculápios de mentira Que os estelionatários não têm escrúpulos e nem medem as consequências quando se trata de aplicar um golpe para obter vantagem financeira todo mundo já sabe. Agora, participar de um esquema de fraudes na emissão de diplomas falsos de Medicina, que seriam revalidados a fim de ingresso no “Mais Médicos” no Brasil para o exercício ilegal da profissão é um absurdo. Sorte que a Polícia Federal (PF) agiu rápido e através da Operação Esculápio conseguiu desarticular o esquema. Imaginem os estragos de um grupo exercendo a profissão de médico no país sem estar habilitado? Algumas pessoas chegaram a entrar na Justiça para conseguir entrar no “Mais Médicos”, mas a Advocacia-Geral da União conseguiu derrubar todas as ações.

Artigos

LIVRO, LEITURA, LITERATURA E BIBLIOTECAS

Luiz Carlos Amorim Escritor

Já existia, no Brasil, uma lei do livro, desde 2003. Tinha o número 10.753 e o objetivo era instituir a Política Nacional do Livro e da leitura no país, sendo que uma de suas diretrizes mais importantes era, segundo o Art. 1º Inciso I, "assegurar ao cidadão o pleno exercício do direito de acesso e uso do livro”, assim como também fomentar e apoiar a produção, a edição, a difusão, a distribuição e a comercialização do livro; estimular a produção intelectual dos escritores e autores brasileiros tanto de obras científicas como culturais; promover e incentivar o hábito da leitura; instalar e ampliar no País livrarias, bibliotecas e pontos de venda do livro.” Não foi bem o que aconteceu nos anos seguintes e, em 2011, a presidente Dilma assinou o decreto 7559, que criava o PNLL – Plano Nacional do Livro e da Leitura, que consistia em “estratégia permanente de planejamento, apoio, articulação e referência para a execução de ações voltadas para o fomento da leitura no País.” O objetivo do decreto, tendo em vista o disposto nos arts. 1º, 13 e 14 da Lei nº 10.753, era “a democratização do acesso ao livro; a formação de mediadores para o incentivo à leitura; a valorização institucional da leitura e o incremento de seu valor simbólico e o desenvolvimento da economia do livro como estímulo à produção intelectual e ao desenvolvimento da economia nacional.” E tanto a lei quanto o decreto vigoraram a partir de suas publicações, mas nem uma nem outra tiveram o cumprimen-

to que deveriam. Tanto, que no dia primeiro de outubro deste ano aconteceu uma audiência pública sobre políticas públicas de incentivo ao livro e à leitura, em Brasília, promovida pela Comissão de Educação, na Câmara dos Deputados. O evento discutiu a construção de uma política de Estado para o livro, leitura, literatura e biblioteca, que institucionalize o Plano Nacional do Livro e Leitura (PNLL), o Fundo Setorial Pró-Leitura e o Instituto Nacional de Livro, Leitura, Literatura e Bibliotecas. Isso foi o resultado de uma oficina que aconteceu nos dias 30 de setembro e 1º de outubro e que teve a audiência pública como parte integrante da agenda. O evento foi promovido pelo Ministério da Cultura (MinC), órgão governamental responsável pela proposta de construção de uma política de Estado para o livro e a leitura, em parceria com o Ministério da Educação (MEC). A respeito da criação do Fundo Setorial Pró-Leitura e do Instituto Nacional do Livro, Leitura, Literatura e Bibliotecas, a promessa é que o primeiro servirá para financiar e o segundo, para executar, de forma mais específica, a política de Estado para o setor do livro e leitura. Será? Será que agora a coisa vai? Muita promessa, lei, decreto, etc., já foram feitos para incentivar o hábito da leitura e melhorar o acesso ao livro, mas nem tudo é cumprido. Então esperemos que realmente venha a existir uma política do livro e da leitura e que o PNLL, Fundo Pró-Leitura e o Instituto Nacional do Livro, Leitura e Bibliotecas funcionem e realmente mostrem a que vieram. Precisamos, não é de hoje, que o acesso ao livro seja mais fácil, precisamos que haja mais incentivo para a leitura, precisamos que a escola tenha mais espaço no conteúdo programático para trabalhar a leitura. Simplesmente porque a leitura é que possibilita nosso acesso à instrução, à cultura, à educação, a qualificação para que se possa ter qualidade de vida.

Flexibilização da LRF José Alves de Azevedo Neto Economista e professor

Foi a votação na Câmara dos deputados na semana passada, o projeto de lei complementar que altera o indicador utilizado na correção das dívidas de estados e municípios com a União, e ainda permite um desconto no estoque acumulado da dívida, o que na pratica possibilitará aos estados e municípios elevarem os gastos públicos, além de ferirem a Lei de Responsabilidade Fiscal. Tal proposta foi aprovada na idônea cada de lei brasileira por 334 votos a favor e nove contra. Pela proposta aprovada, as dívidas serão corrigidas pela taxa básica de juros Selic ou o IPCA mais 4% ao ano, o que for menor, na atual conjuntura o indicador é o IGPI-DI mais 6% a 9% ao ano. As dívidas dos estados renegociadas com a União perfazem o valor de R$ 400,4 bilhões, enquanto as dos municípios chegam a R$ 68 bilhões, importante ressaltar que deste valor, a maior parte é de São Paulo. O aludido projeto está sendo chamado em Brasília de operação socorro financeiro à prefeitura de São Paulo, governada pelo petista Fernando Hadadd, que sofre dificuldades para administrar a cidade devido o alto índice de endividamento da prefeitura paulista.

Como as prefeituras endividadas com o governo federal, ficam impedidas de receberem recursos federais, por determinação da Lei de Responsabilidade Fiscal, o governo resolveu bancar tal projeto, para aliviar o sofrimento do ilustre companheiro, sobretudo, no maior estado em importância econômica da federação, onde o PT tentará de qualquer maneira eleger o seu candidato ao governo do Estado, para tanto necessita calibrar financeiramente, os cofres do município. O economista especialista em contas públicas Raul Velloso, vaticinou no caderno de economia do jornal O Globo na quinta-feira 24/10/2013, que os recursos oriundos do leilão do campo petrolífero de Libra, deverão tapar muitos “buracos”, “imagino que os R$ 15 bilhões de Libra vão tapar muito buraco, mas haja Libra para cuidar de toda essa situação”. Concordo plenamente com o colega. Dentro deste contexto verifica-se que a nossa classe política, continua com os mesmos vícios dos militares quando administravam o nosso país, socorriam sem pudor algum os seus correligionários, à custa do dinheiro publico, por qualquer preço. O que é lamentável no século XXI, e depois somos obrigados a ouvir membros ligados ao governo feral fazer a defesa da reedição da CPMF, com uma nova roupagem e o pior, toda esta conta, cairá mais uma vez sobre o colo do contribuinte para bancar as “farrinhas” com dinheiro público no Brasil.

PH Gomes Editora Ltda. Fundado em 8 de março de 2001 CNPJ 04.853.257/0002-28 • Rua Carlos de Lacerda, 13 – Centro • Campos dos Goytacazes – RJ • Tel: (22) 3054-4200

• Depto. Comercial/ Assinaturas (22) 3054-4200 Representantes no Rio e São Paulo • J. Capella – Av. Rio Branco, 173

Os infiltrados

Mobilidade

Bem ao estilo do jornalista Fred Melo Paiva, que interpreta “O Infiltrado” na série do History, em Campos um grupo de “estrangeiros” se fez passar por profissionais da educação para protagonizar cenas deploráveis, gritando palavrões em frente à Câmara Municipal. Tem gente que para se deslocar no município precisou de GPS, já que não conhecia as ruas da cidade...

Levantamento do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) constatou que aproximadamente 20% dos trabalhadores das regiões metropolitanas brasileiras gastam mais de uma hora por dia no deslocamento de casa para o local de trabalho. No município de Campos, nos bairros da área urbana, por exemplo, a média do tempo gasto pelos trabalhadores é de 20 a 30 minutos. divulgação

Cabral na contramão da História Na recente história dos casos de violência contra moradores de comunidades carentes no Estado do Rio de Janeiro, o episódio em que teve como vítima o ajudante de pedreiro Amarildo (foto) talvez seja o de maior repercussão. O presidente da Comissão de Direitos Humanos da Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro (Alerj), deputado Marcelo Freixo, declarou que “o número de desaparecidos em tempos de democracia é muito maior que os desaparecidos em tempos de ditadura”. É a política de Segurança Pública do governador Sérgio Cabral entrando para a contramão da História...

Campos tem oferecido oportunidades de qualificação através de cursos gratuitos ou com bolsas de estudo através da prefeitura.

Alfabetizando I - Boa iniciativa o projeto itinerante “Colhendo Leitores”, criado pela Secretaria do Trabalho, da Assistência e Promoção Social de São Francisco de Itabapoana (SFI), lançado na quadra do Colégio Estadual Pedro Cerqueira, na localidade de Imburi de Cacimbas. Alfabetizando II - O objetivo da proposta é incentivar a leitura entre as 396 crianças com idades entre seis e 14 anos assistidas pelo Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos. Para desenvolver o projeto, foram reunidos 250 títulos de diferentes autores com obras direcionadas ao público infantil, como Ziraldo, Monteiro Lobato e Ruth Rocha, entre outros.

Centro - Rio de Janeiro – RJ Tel: (21) 2262-8116 Diretor de Jornalismo • Hélio Cordeiro

Toda semana a Polícia Militar detém menores infratores envolvidos com o tráfico de drogas em Campos e na região.

WWW.odiariodecampos.com.br Fale conosco: odiario@gmail.com


Política

Campos dos Goytacazes | segunda-feira, 28 de outubro de 2013

julgamento da 'machadada' e Expectativa em SJ da Barra

Movimentos na Justiça fortalecem possível cassação de Neco

Isaías fernandes

Da Redação

www.claudiohumberto.com.br

Conab sob suspeita de fazer negócios irregulares

Muito estranho

Importante

A Conab pagou à vista no fim de 2012, no Rio Grande do Sul, mas só 20% da compra começaria a ser entregue após 6 meses… em Curitiba.

A suposta compra irregular da Conab foi feita à Nova Aliança e à Aurora, cooperativas distantes da definição de produtores modestos.

Bolsa Família virou máquina de gastar dinheiro

Prefeito Neco, em recente entrevista, disse que o assunto da 'Machadada' não lhe interessa

Aposta de nova eleição no município

Vereador Aluizio Siqueira

Caso sejam cumpridas as expectativas de condenações dos réus da “Machadada” – comandada pelo delegado da PF Paulo Cassiano Jr, em outubro do ano passado -, dificilmente Neco não será cassado. Além das prisões da então prefeita de SJB Carla Machado (PT) e do atual vice-prefeito Alexandre Rosa (PMDB), “por compra de votos e formação de quadrilha”, as provas reunidas pela PF (questionadas por advogados dos denunciados) foram consideradas lícitas, pelo perito criminal federal Rodrigo

Ricarti Santoro. A aposta maior é de que haverá nova eleição. Porém não se sabe, ainda, se o candidato mais votado da oposição, Betinho (que obteve 10.165 votos), estará disposto a concorrer novamente. A mesma dúvida ocorre em relação a Murilo da Carol (157 votos) e Jessica Ribeiro (35 votos). Quanto à situação, mesmo Neco fazendo o papel de “mais tranqüilo do quadro”, o PMDB estaria se movimentando e o nome mais cotado seria o do presidente da Câmara Municipal, Aluizio Siqueira (PMDB).

Carlos Emir/Arquivo

'Não joguei a toalha'

Betinho Dauaire: quase 40% de votos nas Eleições 2012

No caso específico de Betinho Dauaire, a avaliação de alguns governistas é que para eles o melhor seria o ex-prefeito não concorrer. Argumentam que o adversário mostrou densidade eleitoral considerável nas eleições passadas, tendo conquistado cerca de 40% dos votos do

município. Betinho evita o assunto, porém diz que analisa todas as possibilidades: “ainda não ‘joguei a toalha’, mesmo com todas as decepções geradas pelas denúncias de corrupção eleitoral ocorridas no pleito de 2012”, assinala o ex-prefeito de SJB.

compra de votos e formação de quadrilha Está marcado para o próximo dia 4 de novembro, às 18h, o julgamento da "Machadada", por determinação da juíza Ana Tereza Basílio. A magistrada é relatora do inquérito movido pelo Ministério Público Eleitoral do Estado do Rio de Janeiro (MPE-RJ). A ação investiga compra de votos e formação de quadrilha, sendo investigados Neco, Alexandre Rosa, a Coligação São João da Barra Não Pode Parar, a ex-prefeita de SJB Carla Machado (PT), o ex-vice prefeito Dodozinho Mendonça (PMDB), além do vereador Alex Sandro Matheus Firme (PMDB) e o suplente de vereador Renato dos Santos Timótheo (PDT). A “Machadada” aconteceu em outubro do ano

Cláudio Humberto

Contra a vontade do ministro Antônio Andrade (Agricultura), o petista Sílvio Porto se mantém na presidência interina da Cia Nacional de Abastecimento (Conab), apesar das suspeitas de compras milionárias, sem licitação, usando brechas do Programa de Aquisição de Alimentos (PAA), de incentivo à agricultura familiar. O PAA autoriza compra até o limite de R$ 8 mil anuais por família e R$ 1,5 milhão por cooperativa. A Conab pagou R$ 11 milhões por 3,7 milhões de litros de suco de uva.

Divulgação/arquivo

Os últimos movimentos na Justiça Eleitoral das ações que denunciam corrupção eleitoral nas eleições municipais de 2012, em São João da Barra (SJB), em especial a resultante da Operação Machadada da Polícia Federal (PF), fortalecem expectativas quanto à possibilidade de cassação do prefeito José Amaro de Souza, o Neco, e o vice Alexandre Rosa, ambos do PMDB. As especulações mais evidentes são de que deverá ocorrer novo pleito e, mesmo não sinalizando abertamente, há governistas torcendo para que Betinho Dauaire (PR), segundo colocado no ano passado, com mais de 10 mil votos, não participe da disputa, caso ocorra o pleito suplementar. Em recente entrevista ao jornal O Diário, Neco afirmou que a “Machadada” – cujo resultado agrava, com riqueza de provas, as denúncias contra o esquema considerado fraudulento que o teria elegido -, cujo julgamento está marcado para 4 de novembro, vai “dar em nada”. Tentou transmitir tranquilidade, argumentando que “enquanto falam nessa operação, o município continua crescendo”, acrescentando: “não quero nem tocar nesse assunto, porque esse assunto não me interessa”.

3

passado, quando Carla Machado e Alexandre Rosa foram presos e soltos depois de pagarem fiança. Segundo a PF, os candidatos a vereador da oposição, mediante pagamento de dinheiro ou de promessa de cargos na prefeitura no futuro governo (Neco e Alexandre Rosa) desistiriam de concorrer, além de declarar publicamente apoio a candidatos do grupo político liderado por Carla Machado. Em junho deste ano, o MPE-RJ denunciou por formação de quadrilha e corrupção eleitoral Neco, Carla Machado, Alexandre Rosa, Alex Firme, Renato Thimóteo, o vereador Elisio Alberto da Silva Rodrigues, o Elisio Motos (PDT), e o candidato não eleito a vereador

de SJB Alex Nascimento Valentim (PR). Segundo o MPE-RJ, os crimes foram cometidos na campanha para a eleição de 2012, quando eles se uniram para oferecer vantagens indevidas a candidatos da oposição em

troca de seu apoio. Neco e Alexandre correm o risco de serem cassados por terem sido beneficiados pelo suposto esquema de compra de votos. Já Carla pode se tornar inelegível e aí não poderia ser candidata nas Eleições 2014. reprodução inter tv/Arquivo

carla e Alexandre Rosa ao serem soltos pela Polícia Federal

A presidenta Dilma conseguiu superar o ex-presidente e mentor Lula tanto nas pesquisas, como candidata à reeleição, quanto nos gastos do programa Bolsa Família. Certamente uma coisa está ligada à outra: Lula distribuiu mais de R$ 67,368 bilhões aos beneficiados no período de sete anos, enquanto Dilma disparou nas pesquisas de avaliação do governo distribuindo R$ 53,9 bilhões em apenas dois anos e 8 meses.

Costas quentes

Explicações

Silvio Porto é ligado ao ministro Gilberto Carvalho, secretário-geral da Presidência da República, o que explicaria sua estabilidade no cargo.

A Conab alega que a compra não era de formação de estoque, mas para “doação”. Mas não explicou por que mantém o suco estocado.

Dinheiro na veia A média anual de gastos do governo Dilma com o Bolsa Família (R$ 20,2 bilhões) é mais que os R$ 9,6 bilhões em toda era Lula.

Objetos distintos Para o presidente Ricardo Izar (Conselho de Ética), eventual cassação de Natan Donadon por voto aberto não escancara hipocrisia da Casa, que no voto secreto o absolveu: “O objeto agora é a falta de decoro”.

Acordo fechado Apesar da oposição do prefeito de Petrolina, Júlio Lóssio, o PMDB-PE está mais do que fechado com a candidatura de Eduardo Campos (PSB) à Presidência da República, contra a reeleição de Dilma.

A ‘prioridade’

Tucano é tucano

Os R$ R$ 54,2 bilhões aplicados por Dilma no Bolsa Família são bem mais expressivos que os R$ 43,3 bilhões gastos em educação básica.

O deputado Paulinho da Força (SDD-SP) ironiza Aécio Neves, seu aliado: “Hoje ele só tem o nosso partido. Nem o PSDB ele tem”.

Poder sem Pudor Mercado imobiliário Ciro Gomes era ministro da Integração Nacional e convocou coletiva para anunciar a reconstrução de casas no Nordeste. Explicou: - Cada casa terá 52 metros quadrados e custará, em média, R$ 5 mil. - Não acredito!… – exclamou uma repórter, interrompendo-o. Fez-se um breve silêncio e ela complementou, meio envergonhada com a própria espontaneidade, sepultando a credibilidade do anúncio: – …acabei de comprar uma casa de 38 metros quadrados por R$ 17 mil!

Colaboraram Teresa Barros e Tiago Vasconcelos


4

Política

Campos dos Goytacazes | segunda-feira, 28 de outubro de 2013

Facetas maquiavélicas de Cabral

Revista Piauí revela perfil devastador do governador com atitudes negativas repugnantes Da Redação A revista Piauí, numa matéria publicada em sua ultima edição deste mês, acaba de desvendar algumas das facetas da personalidade maquiavélica do governador do Estado do Rio de Janeiro, Sérgio Cabral (PMDB). O conjunto da reportagem revela um perfil devastador onde aparece em Cabral algumas atitudes negativas mais repugnantes de um ser humano. O governador também sintetiza um perfil dos piores defeitos que um político pode carregar: mentiras, traição, preconceito, prepotência, arrogância, superficialidade nos afetos e sentimentos... A matéria denuncia com riqueza de detalhes as manobras que Cabral perpetrou nos bastidores da Justiça para cassar o mandato de Rosinha Garotinho como prefeita de Campos. Também identifica as digitais de Cabral nos processos contra o casal Garotinho. Na reportagem da jornalista Daniela Pinheiro, um relato produzido pela repórter na primeira pessoa sobre como Cabral enriqueceu e a forma como utilizou os métodos mais baixos e vis para alcançar seus objetivos, ainda que tenha de pisar no pescoço de amigos

que ele tornou adversários. Cabral, em reuniões fechadas (o governador mal pode sair às ruas com medo de ser vaiado), costuma a relativizar as críticas contra si e rasgar elogios a seu governo. Se um carioca recémchegado de 20 no Ártico entrasse no auditório, jamais imaginaria ser Cabral o mandatário mais hostilizado e pior avaliado do país. Desde os protestos de junho, a aprovação a seu governo desabou de 45% para parcos 12%, segundo medição do Ibope. É um percentual inalcançado em décadas. O recorde ainda é de Fernando Collor de Mello, que tinha 9% de aprovação quando sofreu o impeachment. Contra Cabral, houve passeatas, depredação, tentativa de invasão de prédios públicos, saques de lojas, carros incendiados, ataques à Polícia e um vagalhão de apupos que chegou até a Avenida Paulista. Por quase 50 dias, manifestantes acamparam ao lado de seu apartamento no Leblon para pressionar por uma renúncia. Vizinhos se agitaram, exigindo sua mudança do bairro. Correligionários de longa data evitaram defendê-lo em público, caso do prefeito do Rio, Eduardo Paes (PMDB).

Vaias em solenidades Cabral passou a ser vaiado em solenidades com entusiasmo pela multidão. Reeleito há menos de três anos em primeiro turno com 66% dos votos, a grande estrela do PMDB se viu impedida de sair às ruas. Parecia um calcinado corpo celeste caindo num buraco negro. Durante o Rock in Rio, um coro de 85 mil pessoas o havia xingado por um longuíssimo minuto durante uma apresentação. Sobre os 12% nas pesquisas, na avaliação de Cabral, o que parece uma crise sem solução é, segundo ele, fruto da exploração de um “imaginário popular” alimentado por adversários que “jogavam abaixo da linha da cintura”. Havia os que chamou de “profissas de manifestação”, os sindicatos, os partidos políticos – como o Partido Socialismo e Liberdade e o Partido da República –, seus representantes, os black blocs, de quem não se conhecia exatamente a agenda, e os “formadores de opinião”. “É o pessoal que em 2006 fez campanha para a Denise Frossard, em 2008 e 2010 fez para o Fernando Gabeira, em 2012 estava com o Marcelo Freixo”, comentou. Parecia muita gente, disse, mas eram vozes isoladas. Para ele, a oposição soube reverberar com força a onda negativa produzida contra o governo. O quadro delirante do imaginário de Cabral é desmentido por uma pesquisa do Instituto GPP é mostrado pelo ex-prefeito e atual vereador pela capital, César Maia. O levantamento de opinião pública mostrava que, três meses antes dos protestos, mais de 60% da população não sabia citar uma realização do governo Cabral. Como se não bastasse, Cesar Maia enumerou um conjunto de práticas que atentam contra a ética, a moral e os bons costumes, onde

Cabral aparece como chefe das mazelas. “Começou com os gastos exorbitantes na festinha de sorteio da Copa do Mundo, construção de estádios, a boa vida, viagens para o exterior, ligações promíscuas com Eike, Cavendish, guardanapos, helicóptero, marquetagem, relação péssima com os servidores públicos, omissão e catástrofe na Serra Fluminense e ele sempre viajando, caso Amarildo, vídeo chamando menino de otário, escritório de advocacia da mulher. É bastante coisa, não?” Segundo ele, os protestos de junho afetaram a imagem de todos os políticos, mas a situação de Cabral era de outra ordem. “A passagem de ônibus foi um tipping point. Com ele, o que houve foi um processo cumulativo, foi a desfaçatez de anos, que estava represada, que veio à tona”, comentou. Para o ex-prefeito, Cabral virou o retrato acabado da infâmia na política nacional. “Quando a população se vê à deriva, você tem que escolher sua Geni de estimação, um fato ou personagem para aglutinar e canalizar a revolta das pessoas. Ele foi fácil. Quem colecionou tanta impropriedade assim?”, perguntou. Em sua opinião, a situação de Cabral era irreversível e a tentativa de emplacar Pezão como sucessor, um devaneio. Formado em Jornalismo sem jamais ter exercido a profissão, Cabral nunca cogitou outra carreira que não fosse a dos palanques, dos gabinetes, das muitas viagens – de campanha ou não. Filho do veterano jornalista Sérgio Cabral, emérito pesquisador da Música Popular Brasileira, Cabral filho trabalhou no gabinete do pai na Câmara Municipal, mas vivia com conforto graças à família da mulher.

Antonio cruz/abr

Revista Piauí: Cabral sintetiza piores defeitos de um político: mentiras, traição, preconceito, prepotência, arrogância e superficialidade

Acusação de embolsar diárias da Alerj Em 1987, aos 24 anos, Cabral assumiu seu primeiro cargo público. Foi nomeado diretor de Operações da Companhia de Turismo do Estado do Rio de Janeiro a pedido do sogro e do pai. Eles insistiram com o então governador Moreira Franco para que desse uma chance ao jovem e ambicioso aspirante a político. A aposta vingou. Em pouco tempo, Cabral implementou dois projetos que se tornariam sua marca registrada junto ao eleitorado: o Clube da Maior Idade e os Albergues da Juventude. Passou a ser adorado por velhinhos e mocinhos. A profícua atuação à frente dos programas o levou ao

PSDB e ao cargo de deputado estadual – para o qual foi eleito em 1990 com tímidos 12 000 votos. Aproximou-se do então prefeito Marcello Alencar – à época no PDT. A essa altura, Sérgio Cabral já encarnava os atributos que vieram a defini-lo no futuro. Aprendeu com o pai a contar piadas, a soltar bons mots, além de discorrer sobre boemia, samba, futebol e demais clichês da carioquice. Por outro lado, sempre cultivou o modo tradicional de ganhar votos; chamar prefeitos do interior de “meu querido”, contratar cabos eleitorais, tratar empresários como sumidades e atender pedidos de emprego.

Entre os pares na política, é considerado o mestre das evasivas. Um deputado estadual da base governista me contou que, quando o governador Cabral fala “Que maravilha, vamos nessa!”, quer dizer exatamente o contrário. Em 1994, Marcello Alencar se elegeu governador e seu afilhado político conquistou a presidência da Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro. Presidente da Alerj, candidatou-se a prefeito do Rio e perdeu. Dois anos depois, candidatou-se novamente à prefeitura e novamente foi derrotado. Durante a campanha, o deputado Miro Teixeira, candidato pelo PDT, acusou Cabral de

ter embolsado diárias da Assembleia para viagens jamais realizadas. Ele negou e atacou o adversário, chamando-o de “político velho e carcomido”. Os adversários revidaram dizendo que era a prova de que Cabral não gostava de velhos. “A campanha foi toda errada. Ele parecia um mauricinho vazio, que estava ali a passeio”, disse um ex-correligionário. “Em momentos de crise, Cabral costuma se abater fisicamente. Tranca-se num quarto escuro, fica dias incomunicável com a cabeça soterrada no travesseiro, à base de calmantes”, disse um dos coordenadores de seu comitê eleitoral na ocasião, hoje parlamentar.

Patrimônio incompatível com a renda Em 1998, Garotinho foi eleito governador pelo PDT, numa ampla coalizão de legendas de esquerda. A campanha de Garotinho foi fincada na crítica à gestão de Marcello Alencar e, por consequência, à turma de Sérgio Cabral – sobretudo no que dizia respeito às privatizações. O governo vendera quase todas as empresas públicas estaduais – barcas, energia elétrica, trens urbanos e o Banco do Estado do Rio de Janeiro, o Banerj. A um mês da posse de Garotinho, Cabral participou de uma gravação clandestina, que revelou um esquema de cobrança de propina na privatização da Cedae, que acabou suspensa. A denúncia foi uma punhalada no peito de Alencar e reduziu a pó a sólida amizade e parceria que os unia dando início a um belicoso confronto diário pela imprensa. É quando se toma conhecimento de uma novidade: Cabral havia ficado rico. Apesar de viver com o salário de deputado estadual, Cabral, segundo Marcello Alencar, tinha um patrimônio incompatível com sua renda. Pela primeira vez, soube-se da casa no luxuoso condomínio Portobello, em Mangaratiba, um assunto sobre o qual o governador ainda hoje tergiversa.

A propriedade, avaliada por corretores em 5 milhões de reais, tem as estruturas interna e externa feitas com divisórias drywall, toda importada dos EUA. À época, ele informou dar consultoria política a um publicitário, o que justificava seus rendimentos. Há dois anos, a revista Época mostrou que, para quitar a casa, Cabral fizera empréstimos junto a seu chefe de gabinete, ao subchefe e a um assessor, que ganhavam um décimo do valor que disponibilizaram ao patrão. Também aparecia dinheiro do sogro e de Suzana Neves na negociação do imóvel. Em sua declaração de bens entregue ao Tribunal Superior Eleitoral, ele alegou que o valor da casa era de 200 mil reais. Marcello Alencar ainda acusou Cabral de empregar parentes em cargos no Tribunal de Contas do Estado, incluindo seu irmão e sua segunda mulher, a advogada Marise Rivetti. Dizendo ser “inviável” sua permanência entre os tucanos, Cabral rompeu com o partido e voltou à casa de origem, o PMDB. A partir daí, aliou-se a Garotinho, o que lhe garantiu a continuidade à frente da Alerj. À frente da Assembleia, Cabral foi um fiel parceiro de Garotinho, garantindo maio-

ria do plenário nas votações de interesse do governo. Em 2002, Cabral lançou-se ao Senado e foi eleito com 4,2 milhões de votos, a maior votação para o cargo na história do Rio. Rosinha Garotinho sucedeu o marido e era a governadora em 2005. Sem poder disputar mais um mandato, o casal Garotinho, então no PMDB, resolveu apoiar Cabral para substituí-la no comando da Guanabara. Colocaram a estrutura do governo à disposição da campanha e, em troca, indicaram o vice na chapa, Luiz Fernando de Souza “Pezão”, ex-secretário de governo de Rosinha, ex-prefeito de Piraí, cidade que havia sido bombada com recursos dos cofres estaduais. Ali, Pezão promovera o que chamou de “revolução tecnológica” com wi-fi público gratuito. O governo Rosinha contava com boa popularidade entre os mais pobres, mas era desprezado pela elite. Orientado por marqueteiros, Cabral passou a imagem de querer romper com a continuidade, sem enterrar os programas sociais aprovados pelo povo. Uma história me foi contada, diz a repórter, por três interlocutores distintos. Rosinha havia decidido se desincompatibilizar do governo para

se candidatar ao Senado e garantir um cargo público. Com sua saída, assumiria o vicegovernador e ex-prefeito, Luiz Paulo Conde. Às vésperas da saída, Cabral e Regis Fichtner – hoje chefe da Casa Civil do governo – apareceram na residência oficial durante a noite. Queriam convencer o casal para que Rosinha terminasse o mandato. De acordo com os relatos, Cabral disse que, se Conde assumisse, ele o trairia e acabaria com o projeto dos Garotinho – e dele próprio – de fazê-lo governador do Rio. Depois de uma longa conversa e a garantia de que continuariam parceiros no governo futuro, o casal topou a proposta. Rosinha ficou, Conde não assumiu, e Cabral foi eleito governador com mais de 5 milhões de votos. No dia seguinte à eleição, Cabral não atendeu aos telefonemas de Garotinho. E não os atendeu nunca mais. Garotinho comentou a matéria da Piauí em seu blog. “A reportagem é de uma revista bem conceituada, mas que pertence à família Moreira Salles, que já teve problemas comigo, dona de um dos maiores bancos do País. Mas serve para desmascarar Cabral e mostrar o que ele é capaz, a sua verdadeira personalidade”.


Regiões

Campos dos Goytacazes | segunda-feira, 28 de outubro de 2013

Detran Itinerante visita 47 cidades em novembro

Órgão oferece 3.700 vagas em serviços diversos Foto: Rogério Santana/imprensa/rj

Em novembro, o Departamento de Trânsito do Estado do Rio de Janeiro (Detran-RJ) visitará 47 municípios do interior, oferecendo cerca de 3.700 vagas para serviços como licenciamento anual, transferência de propriedade, transferência de jurisdição, transferência de município, baixa e inclusão de alienação, segunda via do Certificado de Registro e Licenciamento de Veículo (CRLV) e alteração de característica. Com a Visita Itinerante, a partir da próxima sexta-feira, o Detran evita que seus clientes precisem se deslocar até cidades vizinhas para regularizar os veículos. Para agendar o serviço, os motoristas devem estar com o Imposto Sobre a Propriedade de Veículos Automotores (IPVA) pago e ligar para 0800-0204040 ou 0800-0204041, de segunda a sexta-feira, das 6h à meia-noite, e aos sábados, das 8h às 18h. Nos municípios de Quatis, Mangaratiba, Pinheiral, Porto Real, Paraty, Guapimirim, Piraí, Duas Barras, Sumidouro, Areal, São José do Vale do Rio Preto, Tanguá e Rio das Ostras, os documentos dos veículos são emitidos no local da vistoria.

Confira o calendário do mês: 01/11 – Guapimirim, Italva e Silva Jardim; 04/11 – Porto Real, Seropédica e Rio das Ostras; 05/11 – Itatiaia, Japeri e Rio das Ostras; 06/11 – Piraí, Mangaratiba e Saquarema; 07/11 – Rio Claro, Seropédica e Saquarema; 08/11 – Paraty, Japeri e Iguaba Grande; 11/11 – Pinheiral, Areal e Rio das Ostras; 12/11 – Mendes, São João da Barra e Carapebus; 13/11 – Paulo de Frontin, São Francisco de Itabapoana, Conceição de Macabu; 14/11 – Rio das Flores, Levy Gasparian, Cardoso Moreira e Arraial do Cabo; 18/11 – Bom Jardim, Natividade e Tanguá; 19/11 – Duas Barras, Porciúncula e Saquarema; 20/11 – Sumidouro, Carmo, Varre Sai, Laje do Muriaé e São Fidélis; 21/11 – Cantagalo, São João da Barra e Quissamã; 22/11 – Trajano de Moraes, Três Rios e Rio das Ostras; 25/11 – Itaocara, Mangaratiba e Iguaba Grande; 26/11 – Aperibé, Três Rios e Tanguá; 27/11 – Cambuci, São José de Ubá, São José do Vale do Rio Preto e São Fidélis; 28/11 – São Sebastião do Alto, Sapucaia e Quissamã; 29/11 – Guapimirim, Três Rios e Arraial do Cabo.

Ponto facultativo no Dia do Servidor em Campos A Prefeita Rosinha Garotinho decretou ponto facultativo nas repartições públicas municipais hoje, em virtude do Dia do Servidor. Os serviços essenciais, inclusive, os atendimentos e plantões médico-hospitalares funcionarão normalmente. O decreto 336/2013 foi publicado no Diário Oficial do Município na última quarta-feira. O secretário de Limpeza Pública, Praças e Jardins, Jorge Rangel, informou que está mantida a coleta de lixo domiciliar em todos os bairros da margem direita do Rio Paraíba do Sul. O plantão de 24 horas do serviço funerário da Secretaria de Família e Assistência Social estará funcionando normalmente, bem como todas as Unidades Básicas de Saúde (UBs) de todos os bairros do município. As unidades de urgência e emergência 24h ligadas estarão funcionando normalmente durante hoje. Médicos, enfermeiros, assistentes sociais, psicólogos e demais profissionais cumprirão suas jornadas de trabalho nos hospitais Ferreira Machado (HFM) e Geral de Guarus (HGG). Além dos hospitais, as Unidades Pré-Hospitalares da FMS Saldanha Marinho, Guarus, Santo Eduardo, Travessão, Ururaí, São José e também a recém incorporada UPH de Farol estarão em regime de plantão 24h para atendimentos de urgência.

arquivo

prefeita Rosinha decretou ponto facultativo

5

Infestação do mosquito da Limpeza do Canal de dengue cresce em Macaé Medeiros A Secretaria de Serviços Públicos de Rio das Ostras, na Região dos Lagos, realizou a limpeza do Canal de Medeiros nos três quilômetros de extensão dentro dos limites do município. A equipe retirou cerca de 50 toneladas de material, entre vegetação, entulhos, pneus, sofás e até computadores. O objetivo do trabalho é prevenir os alagamentos, comuns no período de chuvas intensas, e atender às reivindicações dos moradores das localidades da Cidade Praiana e Cidade Beiramar. “Estamos concentrando nossos esforços para atender às necessidades da nossa população. A Secretaria de Serviços Públicos tem um papel importante na promoção do bem-estar dos moradores e estamos empenhados em realizar o melhor trabalho possível”, explicou o secretário da pasta, Gelson Apicelo. O secretário ressalta que os serviços de manutenção ligados à secretaria permitem limpeza, melhoria na iluminação pública, drenagem, pavimentação e manutenção de praças e parques. Para os moradores que quiserem se desfazer de entulhos, restos de podas de árvores e lixo de grande porte a Secretaria Municipal de Ambiente disponibiliza um serviço específico de recolhimento desse material. A população pode agendar esses serviços pelos telefones (22) 2771-6420 e (22) 2771-6421.

O índice de infestação do mosquito transmissor da dengue, o Aedes aegypti, em Macaé, sofreu elevação de 0,4%. Os dados são do Centro de Controle de Zoonoses (CCZ) da Secretaria de Saúde. Na última semana, 100 agentes realizaram o Levantamento de Índice Rápido do Aedes aegypti (LIRAa). O resultado apontou índice de infestação predial de 1,8%, sendo que na última pesquisa, em julho, era de 1,4%. “Durante a pesquisa, os agentes de endemias verificaram que os tipos de depósitos onde as larvas foram encontradas são recorrentes. É preciso que a população fique atenta às formas de prevenção à doença”, frisou o supervisor geral do CCZ, Flávio Paschoal. Ao longo da semana serão intensificadas as ações nos bairros com maior índice, pulverização com o carro fumacê, além de treinamento para os supervisores. Neste ano o CCZ realizou o LIRAa em janeiro, março, maio e julho. A prefeitura promove

ações que vão desde o combate com visitas domiciliares, eliminação dos criadouros e tratamento, como a prevenção através de trabalhos educativos junto à população. Foram vistoriados 4.121 imóveis divididos em 47 bairros. Do total, em 74 foram encontrados a presença do Aedes aegypti, sendo recolhidas 75 amostras de larvas. Dos 47 bairros, três apontaram estado de risco, 17 em alerta, dois satisfatórios e 25 não encontraram presença de larvas do mosquito. Os três bairros com maior índice de infestação foram: Cajueiros (7,3%), Nova Esperança (4,5%) e Ajuda de Cima (4,1%), que apontam estado de risco. No mês de julho as localidades que apresentaram risco foram Novo Eldorado (6,9%), Cajueiros (6,7%) e Ajuda de Cima (5,9%). O levantamento apontou ainda que os focos foram encontrados dentro das residências, tendo como depósitos predominantes tonéis, galões, caixas d´água e tambores.

Mauricio Rocha - PMRO

Índice de infestação da dengue cresceu 0,4% em Macaé


6

Economia/Geral/Coluna

Campos dos Goytacazes | segunda-feira, 28 de outubro de 2013

Audiência pública em campos para Plano Local de Habitação Emhab à frente do encontro amanhã na Secretaria de Governo

Programa Morar Feliz reduziu o déficit habitacional em Campos nos últimos anos

Morar Feliz: mais de 10 mil casas Para a segunda fase do Programa Morar Feliz está prevista a construção de 4.573 casas. Através do programa, 5.427 unidades já foram construídas, sendo 10% delas adaptadas para idosos ou pessoas com deficiência, distribuídas em 12 conjuntos habitacionais, em nove pontos diferentes do município, beneficiando mais de 20 mil pessoas. Cada casa corresponde a lotes de 140 m²,

O ministro da Educação, Aloizio Mercadante, disse na última sexta-feira que os recursos dos royalties do petróleo não serão suficientes para cumprir a meta de investimento de 10% do Produto Interno Bruto (PIB) para a educação nos próximos dez anos, como consta no Plano Nacional de Educação (PNE), em tramitação no Senado Federal. A área de Libra, a maior do pré-sal e de onde virá a maior parte dos recursos, atingirá o auge da produção nos próximos 12 anos.

com área de 42,08m². As residências seguem um padrão superior aos projetos populares, já que possuem laje, telhado cerâmico, piso frio, chuveiro elétrico e parede com textura. Todos os condomínios do Morar Feliz têm infraestrutura completa, com redes de água e esgoto, ruas asfaltadas, iluminação pública e calçadas com acessibilidade. Na primeira faze foram abertas 206 novas

ruas, construídas 800 rampas de acessibilidade, implantados 31 quilômetros de drenagem e feitos mais de 153km² de calçadas. O processo de elaboração do PLHIS tem três etapas; a primeira é a proposta metodológica, a segunda o diagnóstico do setor habitacional e, por fim, as estratégias de ação, que resultarão em um conjunto de diretrizes e instrumentos de ação e intervenção para

Segundo Mercadante, apenas em um próximo PNE será possível atingir a meta. Em setembro, a presidenta da República, Dilma Rousseff, sancionou a lei que destina 75% dos royalties do petróleo para a educação e 25% para a saúde. O primeiro repasse, de R$ 770 milhões, deverá ser feito ainda em 2013; chegando a R$ 19,96 bilhões, em 2022, e a um total de R$ 112,25 bilhões em dez anos. "A receita do petróleo é a melhor receita que nós podíamos ter.

Mas Libra, que é a maior parte dessa receita, pelo menos nos próximos cinco anos, não terá produção. Então não resolve o problema dos 10% do PIB. Não é problema fiscal que está resolvido no Orçamento", disse Mercadante. Segundo o ministro, atingir a marca de investimento de 10% do PIB significam R$ 240 bilhões a mais de prefeituras, estados e União. "Não há uma fonte segura que garanta esse recuso". Perguntado se a pasta tem outra fonte em

vista, disse: "Penso nisso o dia inteiro". O PNE estabelece metas para a educação para os próximos dez anos. O plano tramita na Comissão de Educação, Cultura e Esporte (CE) antes de ser votado em plenário. De acordo com ele, a estimativa é que Libra gere um acréscimo de R$ 20 bilhões em média por ano nos próximos 30 anos para a educação. "Daqui a 20 anos, provavelmente resolverá [os 10% do PIB], mas nesses primeiros dez anos não resolve", diz Mercadante.

Indicadores Bovespa

-1,32%

Salário Mínimo (Federal)

R$ 678,00

Salário Mínimo (RJ)

R$ 802,53

SELIC/Ano

IMPOSTO DE RENDA +9,5%

Trabalhador assalariado

R$ 1.710,78

Salário de contribuição

R$ 1.710,79 a R$ 2.563,91

Alíquota (%) 8

Até R$ 1.247,70

9

De R$ 1.247,71 a R$ 2.079,50

11

Ufir-RJ Outubro/2013 R$ 2,4066

R$ 2.563,92 a R$ 3.418,59 R$ 3.418,60 a R$ 4.271,59 Acima de R$ 4.271,59

Alíquota

Parcela a deduzir

Isento

-----

7,5%

15%

22,5%

27,5%

Dólar

Compra

Venda

Dólar comercial

2,1879

2,1886

Dólar turismo

IR na fonte *Outubro/2013 Base

INSS/Outubro

OBS.: foi extinta

BOLSA DE VALORES

CÂMBIO

ÍNDICES

R$ 1,0641

* Rosângela Tavares Secretária do Procon/Campos, advogada e pós-graduanda em Responsabilidade Civil e Direito do Consumidor

Uso correto dos eletrodomésticos

Recursos dos royalties do petróleo não serão suficientes para meta da educação

Ufir

Direito do Consumindor

Rogério azeredo/PMCG

A Empresa Municipal de Habitação (Emhab), em Campos, realiza amanhã audiência pública para aprovação da metodologia do Plano Local de Habitação de Interesse Social (PLHIS). A reunião acontece a partir das 15h, na Secretaria de Governo, nos altos da Rodoviária Roberto Silveira, no Centro. Por determinação do Governo Federal, através do Ministério das Cidades, todos os municípios do país têm que traçar metas na área habitacional para o recebimento de verbas. No início deste ano, segundo a presidente da Emhab, Simone Ferreira Muniz de Oliveira, a prefeitura realizou licitação para escolha da empresa que vai elaborar o PLHIS. “É ela quem vai orientar as secretarias municipais nesse trabalho”, disse. O Instituto Eficácia Brasil foi o vencedor da licitação. Simone afirmou ainda que será feito um diagnóstico do déficit habitacional no município entre famílias com renda de até três salários mínimos. “O Programa Morar Feliz reduziu bastante esses números, mas queremos saber se ele ainda é alto”, explicou ela, destacando que toda a sociedade está convidada a participar da audiência.

De R$ 2.079,51 a R$ 4.159,00

Tirando Dúvida

R$ 128,31

R$ 320,60

2,1600

2,2700

OUTRAS MOEDAS

CDB/CDI/TBF As taxas CDB e CDI podem ser consultadas no site www.anbid.com.br. A TBF (Taxa Básica Financeira) pode ser consultada no site www.bc.gov.br

FUNDOS DE INVESTIMENTOS

Cotações para venda ao público (R$)

Informações disponíveis no site da Agência Nacional dos Bancos de Investimentos (Anbid), www.anbid. com.br, clicar no quadro “Ranking”

Euro

3,0210

Dólar Canadense

2,0936

IDTR

Iene

0,0225

Pode ser consultado no site da Federação Nacional de Empresas de seguros Privados e Capitalização, www.fenaseg.org.br/servicos

Libra Esterlina

3,5377

Peso Argentina

0,3720

R$ 577,00

R$ 790,58

Informações sobre cotações diárias de ações e evolução dos índices Ibovespa e IVBX-2 podem ser obtidas no site www.bovespa.com.br

Cotações em real para venda. Outras moedas estrangeiras podem ser consultadas no site www.xe.com/ucc

ÍNDICES DE PREÇOS Outros indicadores podem ser consultados no site da Fundação Getulio Vargas, www.fgv.br ou na Andima, www.andima.com.br

GELADEIRAS Abrir a geladeira várias vezes ou deixá-la muito tempo aberta sobrecarrega o sistema e aumenta o consumo de energia. 1- Posso secar roupas atrás da geladeira? NÃO. As grades traseiras da geladeira são dutos por onde passa o fluido que tira o calor de dentro do eletrodoméstico e o dissipa no ar, por isso elas esquentam. Quando você coloca roupas úmidas sobre esses dutos está dificultando a dissipação do calor, o que diminui a capacidade de resfriamento e causa desgaste no refrigerador, diminuindo a vida útil do compressor (o motor) e aumentando a conta de energia. 2- É prejudicial abrir a geladeira várias vezes ao dia? SIM. Quando você abre a geladeira, o ar frio sai e entra calor. Como ela deve manter seu interior gelado, precisa trabalhar mais para esfriar o ar que entrou. Quanto mais vezes isso for feito ou quanto mais ar quente entra (dependendo do período em que a porta fica aberta), mais cara será a conta de energia. 3- É verdade que ovos guardados na porta do refrigerador estão sujeitos à salmonela? NÃO. A não ser que a casca do ovo tenha alguma trinca ou furo, mesmo com a variação (que é bem pequena) de temperatura pela abertura da porta, os germes não conseguem penetrar a casca. 4- Guardar alimentos quentes na geladeira estraga o eletrodoméstico? SIM. Se por um lado, para manter o interior do aparelho frio, ele vai sobrecarregar o compressor, consumindo mais energia, por outro, a vasilha quente trocará calor com outras vasilhas internamente, alterando o estado de conservação de outros alimentos. 5- Posso encostar a geladeira nos móveis ou na parede da cozinha? NÃO. É necessário deixar espaço ao redor da máquina para a dissipação do calor. Tanto atrás com lateralmente, o espaço mínimo recomendado de distância da parede ou de outros móveis é de 35 centímetros. 6- Há algum risco em ligar a geladeira logo após o seu transporte? SIM. O motor do aparelho possui uma pequena quantidade de óleo lubrificante para garantir o funcionamento e, quando o aparelho é inclinado, esse óleo se movimenta, podendo obstruir os dutos de gás refrigerante, o que gera um desgaste grande e possivelmente irreparável na geladeira. A não ser que ela tenha sido transportada em posição vertical (por todo o período), recomenda-se esperar duas horas antes de ligá-la novamente. 7- Acelerar o degelo do congelador com o secador de cabelos é perigoso? NÃO se você tomar os devidos cuidados. Se o piso estiver molhado, use sapatos com sola de borracha e evite direcionar o ar quente para os alimentos no freezer, pois isso pode alterar seu estado de conservação. MÁQUINA DE LAVAR E DE SECAR Nunca use mais sabão ou amaciante do que o recomendado. Isso pode estragar as roupas e a máquina. 1- Posso colocar o quanto couber de roupas para lavar ao mesmo tempo? NÃO. Se não respeitar a capacidade máxima da sua máquina (8kg, 10 kg, 12 kg), ela não só vai te devolver a roupa suja como vai consumir mais energia e ter as peças desgastadas, fazendo mais barulho. 2- Quanto mais sujas as roupas, mais sabão e amaciante devo usar? NÃO. Tanto as máquinas como os próprios fabricantes de sabão e amaciante indicam a quantidade certa de acordo com o nível de água da lavagem (que deve ser indicada no painel da máquina ou no manual). Exagerar pode manchar as roupas e até estragar o aparelho. 3- É necessário limpar ou trocar o filtro e outras partes da máquina? SIM. A limpeza pode ser feita a cada dois meses e deve eliminar restos de sabão e amaciante nas gavetas (com uma escovinha e água) e fiapos nos filtros. Para lavar o aparelho internamente, deixe-o funcionar em modo “lavagem completa” com o maior nível possível de água e junte a ele, meio litro de água sanitária. Já o filtro deve ser limpo apenas com água corrente. 4- As máquinas mais modernas lavam qualquer tipo de roupa sem estragar? NÃO. Por melhor que seja seu aparelho, observe sempre a etiqueta das roupas. Se estiver escrito que ela não pode ser lavada à maquina (símbolo de uma máquina com um “X” ou uma tina com uma mão dentro), não experimente lavá-la no aparelho. 5- É preciso fazer alguma manutenção de limpeza nas secadoras? SIM. O filtro de fiapos deve ser limpo com o aspirador de pó – usando o bocal de escova acoplado. Faça também uma inspeção no cano exaustor – desconectando-o da secadora e usando o aspirador de pó –, pois se ele entupir parcialmente, suas roupas demorarão mais para secar e a conta de energia vai subir bastante. Por razões de segurança, recomenda-se ainda aspirar o chão embaixo e atrás da secadora todas as vezes que ela for usada.


Polícia/Geral

Campos dos Goytacazes | segunda-feira, 28 de outubro de 2013

7

Menor grávida morta em Guarus

Namorado é o principal suspeito de ter assassinado a jovem com vários cortes no pescoço Um crime brutal aconteceu na noite de sábado (27) no Parque Calabouço, em Campos. Bruna da Conceição Marins, de 15 anos, que estava grávida de oito meses foi morta a facadas. Para a polícia o principal suspeito é o namorado, que está desaparecido. A arma do crime foi encontrada no local e apreendida pela Polícia Militar (PM). Na manhã de ontem, quando o corpo da menor foi encontrado, dezenas de pessoas, entre familiares, vizinhos e amigos se aglomeraram em frente à casa onde os dois moravam, lamentando a morte da adolescente. Segundo a PM, o crime teria acontecido por volta das 21h na casa de número 75 da Rua Coronel Gilson Monfort Ramos, próximo ao Hospital Geral de Guarus. De acordo com informações de vizinhos, ninguém ouviu nada, até porque todos já estavam acostumados com as brigas do casal. O corpo da menor só foi encontrado por um primo na manhã de ontem. Segundo ele, que

não quis se identificar, o namorado da vítima teria passado em um bar próximo ao local e confessado o crime, dizendo inclusive que ia se matar. O suspeito também estava com ferimentos de faca. Em seguida, ele teria fugido. A PM informou que o suspeito teria tomado banho e levado roupas antes de deixar o local. Esse mesmo primo, contou que o casal brigava muito porque o marido de Bruna desconfiava que o filho não era dele e sim de um ex-namorado da menina, de 13 anos. “Antes de ficar com ele, Bruna namorou um outro cara e ele desconfiava que o filho não era dele e sim do outro. Eles brigavam muito e ele sempre batia nela. E batia na irmã também”, disse. Ele disse ainda que o suspeito era usuário de drogas com passagens pela polícia. Segundo informações de uma tia da menor, eles moravam no local há poucos meses e ele teria se aproveitado da ausência da proprietária da casa para cometer o crime.

carlos emir

buscas já começaram

Três viaturas da Polícia Militar estiveram no local, além da Polícia Civil. A PM informou que não foi registrada em nenhum hospital de Campos, entrada de um homem com ferimentos provocados por faca. Com informações de que o suposto assassino ainda poderia estar por perto, a polícia imediatamente iniciou as buscas e foi informada que ele poderia estar escondido na casa de alguns amigos no bairro Parque Prazeres. A PM informou que as buscas continuarão até que o assassino da vítima seja encontrado. O caso foi registrado na 146ª Delegacia de Polícia. Caso fique comprovada a autoria do crime, o marido de Bruna poderá ser indiciado por duplo homicídio. Após a perícia realizada no local, o corpo de Bruna foi encaminhado ontem à tarde para o Instituto Médico Legal. terror O corpo de Bruna foi encontradc na sala; a casa estava tomada pelo seu sangue

Dois mortos e um ferido em colisão em São João da Barra Duas pessoas morreram e uma ficou ferida na madrugada deste domingo vítimas de um acidente entre duas motos. A colisão aconteceu próximo ao radar na BR356, na estrada que liga as praias de Grussaí à Atafona, no município de São João da Barra. As duas motos seguiam em destinos opostos, o que provocou uma colisão frontal. Rhuan Carlos Braga da Silva, de 18 anos e Marcelo Silva Batalha, de 44, morreram no local. A namorada de Rhuan, M.R., de 15 anos, foi socorrida e está em estado grave no Hospital Ferreira Machado, em Campos. Segundo a irmã de Rhuan, que era padeiro, Querolen Braga da Silva, de 21 anos, ele estava indo levar a namorada

em casa quando aconteceu o acidente. Já o filho de Marcelo, Felipe Siqueira Batalha, de 22 anos, disse que o pai estava em casa dormindo. “Quando me ligaram, fui até o local e já encontrei meu pai morto”. Marcelo era pescador. Os corpos foram encaminhados para o Instituto Médico Legal de Campos. As famílias informaram que o enterro das vítimas aconteceria ontem mesmo no cemitério de São João da Barra. Em decorrência do acidente, o trânsito no local ficou parado por algumas horas, sendo controlado pela Polícia Militar. As duas motos foram levadas para o Pátio Norte, em Campos dos Goytacazes e o caso foi registrado na 145ª Delegacia de Polícia.

reprodução

marcelo e Rhuan (foto menor) morreram no local do acidente

Destaques do dia carro abandonado com drogas em guarus

corpo não identificado

carlos emir

No último sábado, a Polícia Militar, após denúncias, encontrou um Gol branco, de placa CDG 0183, abandonado na Rua Minas Gerais, no Parque Cidade Luz, em Guarus, com uma das portas abertas. Os policiais encontraram no veículo cinco munições calibre 38, dois sacolés de maconha e um celular. O material estava embaixo do banco traseiro. Ninguém foi encontrado no local. O caso foi registrado na 146ª Delegacia de Polícia.

Na madrugada de domingo, por volta das 3h, o corpo de um homem com perfurações de tiros foi encontrado na Travessa Natanael, em frente à casa de nº 64, no Parque Santa Helena, em Campos. O homem estava vestido, porém sem qualquer documento de identificação. Junto ao corpo, policiais militares encontraram 13 munições de calibre 9mm e seis de calibre 38. A polícia não informou se alguma dessas munições foi usada no crime. O corpo foi encaminhado para o Instituto Médico Legal de Campos, onde permanece sem identificação. O caso foi registrado na 146ª Delegacia de Polícia, onde será investigado.

Quatro tentativas de homicídio em Guarus Em menos de 24hs, quatro tentativas de homicídio foram registradas pela polícia neste sábado, em Guarus, em Campos, sendo uma delas contra um menor de 16 anos. Todas as vítimas foram encaminhadas para o Hospital Ferreira Machado (HFM) onde permanecem internadas. Apenas uma das vítimas foi liberada. Todos os casos foram registrados na 146ª Delegacia de Polícia, onde estão sendo investigados. A primeira ocorrência, de dupla tentativa de homicídio aconteceu por volta das 14h, na Rua Nazário Pereira Gomes, no Parque São José. As vítimas R.P.S., de 19 anos e Wanderson Rocha da Silva, de 22 anos, não foram socorridas no local e deram entrada no HFM com disparos de arma de fogo. Segundo informações da Polícia Militar

(PM), ambos disseram que foram alvejadas por homens que estavam dentro de um Gol branco, de placa não identificada. R.P.S. foi encaminhado para o setor de ortopedia e Wanderson passou por cirurgia. Por volta das 21h, J.C.P., de 30 anos foi atingido quando estava em casa. Ele contou a PM que foi surpreendido por dois homens que estavam em um veículo não identificado. Ele foi socorrido pelo Corpo de Bombeiros, atendido no HFM e liberado em seguida. Já durante a madrugada, por volta de 01h, o menor M.F.S., de 16 anos foi atingido quando passava pela Rua Pernambuco, no Conjunto Habitacional do Novo Eldorado. Ele disse a PM que dois homens em uma moto disparam contra ele. O menor continua internado em observação.


8

Esportes

Campos dos Goytacazes | segunda-feira, 28 de outubro de 2013

caminho cada vez mais difícil

Vasco perde para a Ponte Preta e vê as suas chances de permanecer na Série A diminuírem

O drama do Vasco aparenta não ter fim no Campeonato Brasileiro. Vencendo o jogo contra um adversário direto, com um a mais em campo durante boa parte do segundo tempo, o Vasco conseguiu levar a virada, ontem, em Campinas. A Ponte ganhou por 2 a 1 e ultrapassou o adversário dentro da zona de rebaixamento. Diego Sacoman, contra, colocou o Vasco na frente. A Macaca virou com Adrianinho e Uendel. Foi um jogo com erros de todos os tipos, de todas as formas. A partida teve repetidas falhas técnicas, frouxidão na marcação, falha de goleiro e até destempero emocional. Nem a arbitragem ficou livre, visto que o gol do Vasco nasceu em um impedimen-

to de Yotún. Adrianinho, muito mal marcado por Wendel, empatou. E Uendel virou em chute que foi aceito pelo goleiro Alessandro. No intervalo, torcedores do Vasco atiraram pedras contra a torcida da Ponte e entraram em confronto com a Polícia Militar na sequência. O episódio foi contornado, mas deixou pessoas com crianças assustadas no estádio. Cruzmaltino e Ponte têm sete rodadas para tentar escapar do rebaixamento. Com o resultado, a Ponte Preta foi a 33 pontos, na 17ª colocação, à frente do Vasco no número de vitórias. Na próxima rodada, os cariocas recebem o Coritiba, e a equipe de Campinas visita o Criciúma. divulgação

goleiro do Vasco admite que falhou em um dos gols

divulgação

torcida faz protesto

sem garra O Vasco não aproveitou a vantagem e perdeu ontem para a Ponte Preta

goleiro acredita na virada O goleiro Alessandro foi um dos protagonistas na derrota do Vasco por 2 a 1 para a Ponte Preta. Apesar de três defesas difíceis, o camisa 12 falhou no chute de Uendel da intermediária aos 44 minutos do segundo tempo, que passou por baixo do seu braço e sacramentou a virada da Macaca. "Difícil. A gente estava com um a mais, deve-

ria ter aproveitado, mas infelizmente nos fechamos e acabamos tomando o gol. Sem palavras. Aquela bola era defensável, mas estavam batendo sempre ali da entrada da área, o campo molhado, acabou entrando". O goleiro, que assumiu sua falha no lance do segundo gol da Ponte, fez questão de ressaltar que o mais importante é man-

ter a cabeça no lugar. Faltando sete rodadas para o término do Brasileirão, o Vasco tem quatro partidas em casa e não pode pensar em outro resultado que seja diferente da vitória se quiser escapar do rebaixamento. "São sete decisões. Não vamos desistir. Precisamos ter calma. Vamos conversar para arrumar as coisas", afirmou.

Fluminense perde e fica mais perto da zona de rebaixamento

Flamengo empata com a Portuguesa no Ceará Portuguesa e Flamengo fizeram jogo sonolento ontem, em Fortaleza. As equipes foram apáticas durante boa parte do confronto, ficaram no 0 a 0 e não conseguiram subir na tabela do Brasileiro. O placar inalterado no Castelão também não permitiu mudanças para Portuguesa e Flamengo no Brasileirão. Os dois times seguem com distância segura para a degola, mas não conseguem se afastar de vez do perigo. A Lusa foi aos 39 pontos, na 14ª colocação. O Fla chegou aos 41 e se manteve na 11ª posição. O jogo começou morno, com muitas disputas no meio campo e equilíbrio. Souza, pela Portuguesa, e Paulinho, pelo Flamengo, foram os jogadores mais participativos nos primeiros 25min de jogo. As bolas paradas eram as armas dois times, mas os defenso-

photocamera

O Fluminense teve ontem uma de suas derrotas mais preocupantes no Brasileirão. Com um jogador a menos desde os 14 minutos do primeiro tempo, o Vitória mostrou força e organização ao virar o jogo e bater o tricolor por 3 a 2. Marquinhos, ex-Flamengo, foi o destaque da partida: fez um gol e participou dos outros dois, de Juan e William Henrique. Biro Biro e Rafael Sobis marcaram para o Tricolor. O Fluminense passou a partida inteira sendo mais ofensivo do que o adversário, mas quase sempre sem sucesso. Os três pontos alavancam o Rubro-Negro para o sexto lugar. Já o Fluminense, que não vence há sete partidas, fica ainda mais ameaçada de rebaixamento. É a 16ª, com 36 pontos, três à frente de Ponte Preta e Vasco.

atacante do Vitória dá uma cambalhota após marcar mais um gol para o time baiano

'Time sem vergonha' e vaias O drama do Fluminense aumenta a cada rodada. Diante do Vitória, mesmo com um a menos, o Tricolor foi derrotado por 3 a 2 e acabou com a paciência

Vettel vira tetra mais jovem da f1 Ajudado por um problema no câmbio de Mark Webber, Sebastian Vettel venceu o Grande Prêmio da Índia e se tornou o mais jovem tetracampeão da história da Fórmula 1. O Grande Prêmio da Índia foi incluído no calendário da Fórmula 1 em 2011. Nas duas edições anteriores,

Vettel foi pole position e liderou de ponta a ponta. Ele voltou a dominar os treinos neste ano, largou na frente, mas chegou a ter a primeira posição ameaçada. Fez uma corrida de recuperação até encostar em Mark Webber. que com um problema no câmbio, não segurou o campeão.

Maracanã, alguns torcedores chegaram a se aproximar do carro de Diguinho para intimidar o jogador, mas o seguranças do clube agiram com rapidez.

divulgação

Destaques do dia

de sua torcida. Depois de apoiar durante os 90 minutos, os 30 mil tricolores vaiaram muito após o apito final sob o coro de 'Time sem vergonha'. Na saída do

O Vasco desembarcou na noite de ontem em clima tenso depois da derrota para a Ponte Preta, que deixou o time ainda mais ameaçado pelo rebaixamento. Dezenas de torcedores compareceram ao aeroporto Santos Dumont para cobrar uma virada do time, que soma 33 pontos e está na 18ª posição. O primeiro rival fora da zona de degola, o Fluminense, tem 36 pontos. Prevendo a manifestação, foi solicitado reforço no policiamento, e o time embarcou em um ônibus direto da pista para escapar dos protestos. O presidente Roberto Dinamite também estava no voo com os jogadores. Os torcedores começaram a chegar cerca de uma hora antes do horário previsto para o desembarque. Muitos com camisas do time e de facções organizadas do clube. A movimentação foi crescendo com o passar do tempo, e com a notícia de que a delegação poderia passar do avião direto para um ônibus na pista, o grupo se dividiu para tentar cercar todas as saídas.

res trabalharam bem e evitaram maior perigo na primeira metade da partida. A primeira oportunidade mais clara foi da Portuguesa, que se beneficiou de erro de Amaral no meio campo para puxar ataque aos 33min. Begson tocou para Bruno Henrique, mas a finalização do meia da Lusa passou à direita do gol de Felipe. O Flamengo respondeu aos 36min, com chute de João Paulo. Lauro teve dificuldades, mas defendeu a finalização do lateral rubro-negro. O Flamengo mostrou um pouco mais de disposição após o intervalo e teve boa chance aos 7min. Luiz Antônio fez boa jogada na direita até chegar à linha de fundo. André Santos recebeu cruzamento, mas isolou a bola. A Portuguesa respondeu com jogadas do lateral esquerdo Bryan, mas não foi capaz de assustar o time rubro-negro.

Serena é campeã em Istambul Na Li sabia que a missão não era das mais fáceis. Não importava a instabilidade emocional do dia anterior: Serena Williams, com nove títulos em dez finais em 2013, sabia bem como engolir as lágrimas. A chinesa tentou dar seu jeito na quadra de Istambul. Até começou bem, ao vencer o primeiro set, mas

a americana reagiu. Venceu as duas parciais seguintes, com direito a um pneu na última, e fechou a partida em 2 sets a 1, parciais 2/6, 6/3 e 6/0. Em uma temporada brilhante, a número 1 do mundo somou mais um troféu à sua galeria ao conquistar o WTA Championship pela quarta vez na carreira.


notícias da abolição

Campos dos Goytacazes | segunda-feira, 28 de outubro de 2013

O jornal Vinte Cinco de Março, periódico abolicionista, está sendo exposto no Museu Histórico de Campos. Criado pelo jornalista Carlos Lacerda, a folha circulou entre 1884 a 1886 e tinha o objetivo de denunciar crimes, maus tratos e torturas aos escravos da região, o que causou revolta nos coronéis da época. O acervo do médico e colecionador Wellington Paes foi cedido à Fundação Cultural Jornalista Oswaldo Lima, tendo em vista sua importância histórica para a cidade.

FOTOS: DIVULGAÇÃO

Mostra nacional AS AVENTURAS DE VIRGULINO 2min – Rio de Janeiro/RJ – 1930 Direção: Luiz Sá Técnica de Animação: Graffiti animado/cartazes/técnica mista GRAFFITI DANÇA 6min – São Paulo/SP – 2013 Direção: Rodrigo EBA! Técnica de Animação: Graffiti animado/cartazes/técnica mista

breakfast (acima), Nuestro Pequeño Paraíso e Cangaceiro (abaixo) serão exibidos nesta segunda, na Mostra de Campos

Com entrada gratuita, mostra de curtas nacionais e internacionais acontece em mais de 230 cidades do Brasil e em 30 países; em Campos a Mostra será hoje, às 19h30, no IFF Patrícia Bueno

ONE MAN 4min 01seg – Ribeirão Pires/SP 2012 Direção: Graciliano Camargo Técnica de Animação: CG DINOSHOP 3min 27seg – Pelotas/RS – 2013 Direção: Tainá Ribeiro Nepomuceno Técnica de Animação: Stop-motion

ANIMA aí!

Neste dia 28 de outubro, pontualmente às 19h30, muitas atenções - principalmente as cabecinhas mais criativas - estarão voltadas para o Dia Internacional da Animação. Desde 2004 a data é celebrada no Brasil com uma sessão simultânea e gratuita, de curtas-metragens de desenhos animados nacionais e internacionais e também acontece em 30 países na forma de intercâmbio. Para delírio dos amantes da arte, Campos não vai ficar fora dessa. Na cidade, o evento acontecerá no auditório do IFF – Instituto Federal Fluminense, lógico, às 19h30, com exibições de produções internacionais e nacionais. — Vamos exibir primeiro as animações internacionais, e depois, as nacionais. Deixei as nacionais por último para que as pessoas possam sentir que elas não deixam nada a desejar às internacionais. Há trabalhos maravilhosos, como O Cangaceiro, com base na xilogravura — comenta o produtor cultural Antônio Luiz Baldan, responsável pela Mostra em Campos. Baldan refere-se à animação dirigida por Marcos Buccini e realizada pelos alunos de Design da UFPE, que conta a história de Lampião, temperada com os mitos e fantasias que sempre rondaram a saga o personagem. — Será uma hora para cada mostra. São filmes pequenos, entre 2 e 15 minutos, com classificação 12 anos. É bom chegar cedo porque seremos pontuais e o lugar tem entre 60 e 70 lugares — avisa

o produtor que realizou recentemente, com sucesso, a Semana do Audiovisual na Uenf. No Brasil, o evento envolve 230 cidades e também acontece em países como Bulgária, França, Estados Unidos, Portugal, Grécia, Polônia, Coréia do Sul, Austrália e Egito na forma de intercâmbio. A iniciativa deste que é considerado o maior evento simultâneo do gênero no país, é da Associação Brasileira de Cinema de Animação (ABCA). O principal objetivo é "difundir o cinema de animação, atraindo novos públicos e proporcionando aos espectadores o acesso a essa arte cinematográfica, institucionalizando esta data, como referência histórica da animação mundial no calendário de eventos culturais do Brasil". Desde a sua criação, o Dia Internacional da Animação chega a mais cidades e conquista mais espectadores. A produção local do evento costuma acontecer graças ao empenho de voluntários entusiastas da arte da animação. Entusiastas como Baldan, que se dedica a dar atenção a uma área pouco difundida na cidade. A primeira exibição pública de imagens animadas (desenhos animados) no mundo teria acontecido no dia 28 de Outubro de 1892, quando Émile Reynaud realizou a primeira projeção do seu teatro óptico no Museu Grevin, em Paris. A arte que resiste ao tempo segue ganhando adeptos que se unem, nesta segunda, numa espécie de corrente onde elos de várias partes do mundo são essenciais.

UN DÍA DE TRABAJO 3min 12seg – São Paulo/SP – 2012 Direção: Francisco Rosatelli Técnica de Animação: Rotoscopia PHANTASMA 10min 20seg– São Paulo/SP – 2012 Direção: Alessandro Corrêa Técnica de Animação: Cut-out, 2D OS INVISÍVEIS “NA FAMÍLIA” 2min 03seg – Rio de Janeiro/RJ 2012 Direção: Humberto Avelar Técnica de Animação: 2D O CANGACEIRO 5min 34seg – Recife/PE – 2012 Direção: Marcos Buccini Técnica de Animação: Recorte digital LALA – “ÁGUA” 1min 30seg – Ribeirão Preto/SP 2013 Direção: Jon e Thomate Técnica de Animação: Mista: 2D, Recortes Digitais QUINTO ANDAR 7min 40seg – Belo Horizonte/MG 2012 Direção: Marco Nick Técnica de Animação: Animação de Recorte Digital A ÚLTIMA REUNIÃO DANÇANTE 12min 45seg – Porto Alegre/RS 2012 Direção: Lisandro Santos Técnica de Animação: 2D Digital Os filmes da Mostra Internacional são:

one Man, Quinto Andar e Os Invisíveis: na sequência

BREAKFAST (2min20seg – Polônia – 2006), NUESTRO PEQUEÑO PARAÍSO (9min – Uruguai – 1983), ONDE QUER QUE VÁS, LÁ ESTARÁS (2min – Portugal – 2008), THE SPARROW WHO KEPT HIS WORD (6min 30seg – Rússia – 2010), SOMETHING LEFT, SOMETHING TAKEN (10min – Estados Unidos 2010), CASA MECÂNICA (1min Dinamarca – 2013), NEIGHBOURS (1min – Dinamarca 2013), PIRATES CAN’T SWIM (1min – Dinamarca – 2013), GINGEROKALYPSE (1min – Dinamarca – 2013), THE REWARD (09 min – Dinamarca – 2013), GOLD (03 min França – 2013) e HISTÒRIA D’ESTE, DE PASCUAL PÉREZ (07 min – Espanha – 2011)


2

O DIÁRIO

| Campos dos Goytacazes | segunda-feira, 28 de outubro 2013 DIVULGAÇÃO

Poesia para um astro... Iniciando a jornada para o espaço... Marcelo Souza

THALES e Leila, depois da morte de Nicole, vivem brigando e relação vai ficar maais complicada com a chegada de Natasha

thales não será assassinado por leila garante autor da trama Personagem de Fernanda Machado vai se incomodar com Natashaa Walcyr Carrasco, autor de "Amor à Vida", fez questão de esclarecer uma polêmica informação que circulou na última semana. O autor se manifestou nas redes sociais a respeito do crescimento dos rumores de que Thales (Ricardo Tozzi) seria assassinado por Leila (Fernanda Machado) no final da novela. Desde a morte de Nicole (Marina Ruby Barbosa), o casal vive brigando e, segundo os boatos, a vilã, cheia de ciúmes, tiraria a vida do escritor. No entanto, Walcyr negou a informação em seu perfil oficial do Twitter. "Leila não matará Thales por ciúmes", limitou-se a responder aos fãs.

O ciúme de Leila crescerá quando Natasha (Sophia Abrahão) decidir morar na mansão do casal, alegando que tem direito à herança de Nicole. Em seu primeiro dia, Natasha ficará encantada com a casa. "Não bota o olho. Essa casa é herança do Thales. A gente vai vencer essa guerra judicial e você não vai ver a cor do nosso dinheiro. Eu ainda não acredito que você aceitou essa garota aqui, Thales", dirá Leila. Walcyr Carrasco, autor de "Amor à Vida", fez questão de esclarecer uma polêmica informação que circulou na última semana. O autor se manifestou nas redes sociais a respeito do cres-

cimento dos rumores de que Thales (Ricardo Tozzi) seria assassinado por Leila (Fernanda Machado) no final da novela. Desde a morte de Nicole (Marina Ruby Barbosa), o casal vive brigando e, segundo os boatos, a vilã, cheia de ciúmes, tiraria a vida do escritor. No entanto, Walcyr negou a informação em seu perfil oficial do Twitter. "Leila não matará Thales por ciúmes", limitou-se a responder aos fãs. O ciúme de Leila crescerá quando Natasha (Sophia Abrahão) decidir morar na mansão do casal, alegando que tem direito à herança de Nicole.

Tirinhas Wulffmorgenthaler

OsDois

Olá!!! Ontem, dia 27 de outubro, foi o último dia para participação no Concurso Cassini Cientista por Um Dia 2013. O concurso é organizado pela NASA e no Brasil a equipe do Clube de Astronomia Louis Cruls é responsável pela coordenação nas regiões Sul e Sudeste. O desafio é que os estudantes escolham um de três possíveis alvos no planeta Saturno para que a nave espacial Cassini, atualmente em órbita do Planeta, obtenha imagens durante um tempo definido reservado para esse projeto educacional. As melhores redações, justificando a escolha, são premiadas. Nesse ano os alvos são: A lua Iapetus, a lua Dione e o planeta Saturno. Ficamos muito felizes com as inscrições que recebemos. Um dos textos sobre a lua Iapetus nos surpreendeu. Já notificamos a coordenação internacional do concurso. Iapetus é uma das luas mais interessantes do sistema solar. Esta lua tem a forma de uma noz, com uma cadeia de montanhas em torno de seu equador que é mais alto do que o Monte Everest. Iapetus tem sempre o mesmo lado voltado para Saturno. Uma das coisas mais intrigantes sobre Iapetus é que metade de sua superfície é coberta com o que se parece com um material com cor branca, como açúcar, enquanto a outra metade é muito escura. O Valmique Bento da Silva Oliveira estudante da Escola Municipal Dr Getúlio Vargas escreveu uma linda poesia. Para a sua participação no concurso ele contou com o incentivo da profesora Sílvia Helena Rineiro Neto Pessanha. O seu texto foi escolhido com louvor. Foi o texto mais criativo que já vimos no concurso. Parabéns Valmique!!! Abaixo publico o maravilhoso poema: “Como Iapetus, eu sou para você Autor: Valmique Bento da Silva Oliveira Eu tenho um passado Que é como uma cadeia de montanhas: Maior que o Everest. E é impossível alguém descobrir o topo. Mas o meu lado sentimental Estava sempre voltado para você. Algo muito intrigante sobre mim É que minha metade É coberta por uma substância brilhosa Que eu revelo hoje o por quê! É que o lado voltado para você Estará sempre brilhando de felicidade Porque está sempre comigo. Mas tenho uma metade escura Que não irá descobrir. Porque lá está o meu passado Que nunca será revelado. Te amo, Saturno. Te escrevo: Iapetus.” É muito agradável conhecer jovens talentosos aqui da região... Nessa semana iniciamos a nossa jornada em direção ao espaço... O Dr. Mugurel Balan, Pesquisador do Institute of Space Science de Bucareste, Romênia, estará ministrando um curso sobre a construção de nanosatélites nos dias 29 e 30 de outubro aqui em Campos dos Goytacazes. Um curso inédito no Brasil!!! Uma proposta de vanguarda... O desenvolvimento de um pequeno satélite de modo criativo e com uma pequena equipe... Quem quiser se juntar ao nosso grupo será muito bem-vindo... Participe do curso, que é gratuito... Ajude-nos... Agradecemos, o incentivo e apoio da prefeitura de Campos dos Goytacazes através da Secretaria Municipal de Petróleo, Energias Alternativas e Inovação Tecnológica e o grande apoio do empresário Thiago Chila para que fosse possível realizar o evento. Será muito bom ter como resultado desse curso a conclusão da construção do primeiro nanosatélite daqui da região. O projeto é que em 2014 ele seja colocado em órbita da Terra. A previsão inicial é que seja lançado por um foguete indiano em fevereiro de 2014. Estamos realizando um grande esforço para conseguir cumprir os prazos e obter os recursos necessários para a realização desse grande desafio. Será um sonho que estará se tornando realidade. A primeira equipe brasileira a colocar um satélite em órbita da Terra. Com o curso estaremos dando um largo passo, mas ainda há uma longa estrada a ser percorrida... Em breve esperamos poder anunciar que Campos dos Goytacazes é a cidade brasileira pioneira no espaço!!! Pano Rápido

Luluzinha

Na nova campanha de busca de asteroides... As equipes daqui de Campos dos Goytacazes já realizaram a descoberta preliminar de seis novos asteroides... Aguardam que outro grupo confirme a descoberta... Na Universidade do Terceiro Milênio continua o período de exceção... Uma excelente notícia!!! Uma grande torcida... Para superar um enorme desafio... Começou a jornada Rumo ao Espaço!!! Céu limpo para todos


3

| Campos dos Goytacazes | segunda-feira, 28 de outubro de 2013

intrigas do império à república Membro da Academia Brasileira de Letras faz uma revisita ao Rio de Janeiro, e conta detalhes da Corte Da Assessoria Em seu novo livro, Marco Lucchesi, membro da Academia Brasileira de Letras, revisita antigas paixões. Frequentador, pesquisador e curador de importantes exposições sobre o acervo da Biblioteca Nacional, o escritor homenageia a instituição e faz uma declaração de amor a todos os bibliófilos e leitores em O bibliotecário do imperador. Lucchesi volta ao mesmo século XIX de O dom do crime, romance em que dialogava com a obra de Machado de Assis. Agora, seu personagem é Ignácio Augusto Cesar Raposo, bibliotecário de dom Pedro II. Este homem real, que foi testemunha dos bastidores do Palácio de Petrópolis e da Corte no Rio de Janeiro, é usado pelo autor como um fio-condutor, para que ele apresente as alterações no tabuleiro de poder e na vida cotidiana do Rio de Janeiro a partir da Proclamação da República. O bibliotecário do imperador não é, no entanto, um romance histórico típico. A narrativa muito ágil e cheia de referências montada por Lucchesi funciona como um jogo, em que personagens reais, como Ignácio e Pedro II, se misturam a figuras fictícias, como o barão de Jurujuba. O leitor é convidado a percorrer um fluxo de muitas vozes, no qual é tão difícil quanto fascinante discernir o que é dado real e o que é ficção. Lucchesi tira partido da metalinguagem: o livro é aberto por uma nota de um suposto revisor, que critica o autor. Logo depois dela, vemos uma carta de Ignácio Augusto para Adriano Fer-

reira, um de seus desafetos. Este documento, que não se sabe se realidade ou ficção, tem a assinatura fac-similada do bibliotecário, pesquisada por Lucchesi em documentos da Biblioteca Nacional e do Museu Imperial de Petrópolis. O narrador de O bibliotecário do imperador só entra em cena depois destas duas intervenções. Ele avisa ao leitor que precisa percorrer um "labirinto de cartas e insultos" para contar sua história e chega a discutir com os personagens ao longo dos capítulos. Tudo é montado para que não se perceba exatamente quem está falando ou em quem se pode confiar, exatamente como ocorria nos tempos de transição entre o Império e a República, época em que vive o bibliotecário Ignácio Augusto. A obra de Jorge Luis Borges, com labirintos espelhando livros e cidades, é uma das pistas bibliófilas deixadas por Lucchesi. Unamuno, Pirandello e o próprio Machado de Assis também aparecem ao longo das páginas. Figura controvertida, quase anônima e nada épica, Ignácio Augusto é apresentado por Lucchesi como um herói pouco comum, já que é ele quem procura dar destino nobre para a vasta biblioteca que dom Pedro II deixa aqui antes de partir para o exílio na Europa. Ignácio é um protagonista que tem como pano de fundo uma trama apoiada em uma espécie de "vocabulário" presente em edições e bibliotecas - a figura do revisor, as fichas catalográficas, os ex-libris, a conversa do narrador com seus leitores. Elementos que são transformados em personagens nesta trama sobre homens e livros.

Cinema SALA 3 SERRA PELADA NAC: Classif: 14 SALA 1 DIARIAMENTE: 15:30 MEU PASSADO ME CONDENA NAC: Classif: 12 DIARIAMENTE:16:00,18:00, SALA 4 TÁ CHOVENDO HAMBURGUER 20:00 (3D) DUB: Classif: LIVRE SALA 2 ROTA DE FUGA SEX/SAB/DOM/SEG/QUA: 15:00 DUB: Classif: 14 SEX/SAB/DOM/SEG/QUA: 21:30 TER/QUI: 16:00 TER/QUIN: 21:00 SALA 4 MEU PASSADO ME CONDENA SALA 2 DIGITAL MATO SEM CACHORRO NAC: Classif: 12 ANOS NAC: Classif: 12 DIARIAMENTE: 19:15 DIARIAMENTE: 17:00, 19:00, 21:00 TER-QUINTA: 19:00, 21:00 SALA 2 RIDDICK SALA 5 DUB: Classif: 14 DIARIAMENTE: 17:00 MEU PASSADO ME CONDENA (DIGITAL) NAC: Classif: 14 SALA 3 SEX/SAB/DOM/SEG/QUA: 15:30, OS SUSPEITOS 17:30, 19:30, 21:30 DUB: Classif: 14 TER/QUI: 17:00, 19:00, 21:00 DIARIAMENTE: 17:30, 20:30

FOTOS: DIVULGAÇÃO

Título: O bibliotecário do imperador Autor: Marco Lucchesi Gênero: Romance Páginas: 112 Formato: 14 x 21 cm Preço: R$ 29,90

Passatempo

Resumo das Novelas AMOR À VIDA l GLOBO l

PALAVRAS CRUZADAS DIRETAS

www.coquetel.com.br Ligação da França com a Inglaterra

© Revistas COQUETEL 2013

Reforço ao Nome da aluno fora 22ª letra da escola do alfabeto Inclinar Embaçado

Condutor; Música de Rita Lee e portador Roberto de Carvalho Pai de Cro- Peculiar a determinanos (Mit.) Acalento da região

Lábio (?), deformidade facial congênita

Madeira de lei Universidade católica

O Poeta da Vila Ácido venenoso

Vigário Regina Volpato, jornalista

Maior ilha da baía de Todos os Santos Furacão que atingiu os EUA em 2011

Marília (?), atriz de “Pé na Cova” (TV)

Formato do palito Retórica (abrev.)

Rota, em espanhol Ceifa; corte

JOIA RARA l GLOBO l

Pedra de lagar Término; conclusão

(?) falho: revela um desejo oculto

iktor diz a Sílvia que a ama e pede que ela não viaje com Franz. Davi se sente humilhado quando Thereza termina o namoro. Tenpa e Sílvia perdem o navio. Joel pergunta a Aurora se ela está apaixonada por Davi. Manfred flagra Viktor com Sílvia. Iolanda propõe a Mundo que os dois fujam juntos. Venceslau pega uma joia sem que Pilar veja e dá para Volpina usar. Conceição vê Eulália comendo na cozinha e reage de forma receptiva, surpreendendo Matilde e Serena. Aurora convida Davi para ir à sua estreia no cabaré. Sílvia se prepara para viajar e diz a Ernest que trará Franz de volta.

Coulomb (símbolo) Além do mais

Está + aí A “casa” do boêmio Agir como o artista de vanguarda Material de panelas Estrondoso

(?) Fleming, criador do 007 (Lit.)

53

Solução A E L N O D A E L M O I M C A O R C A I L A

www.coquetel.com.br

S O

Nas BaNcas e Livrarias

IA N

HERLOCK S

VE

APRENDA A PENSAR COMO

R O T U N E P O R I C A R A N U C N O R O C O V I F A P A R I R E N E R U T A S A R T E E B O G A T A A G O R O

Meu Passado me Condena conta a história de Fábio e Miá. Eles se conhecem há apenas um mês e resolveram se casar. A lua de mel é num cruzeiro do Rio de Janeiro até a Europa, onde ela reencontra seu ex-namorado, o bem-sucedido Beto, que está casado com a estonteante Laura, antiga paixão não correspondida de Fábio. Atrapalhados com essa coincidência, Fábio e Miá viverão situações cômicas.

Vírus mortal surgido na África (1976)

A E U L J A P P A R I T I C O U L A F R

MEU PASSADO ME CONDENA

SANGUE BOM l GLOBO l

4/ruta. 5/ebola — irene. 8/endêmico. 9/fragoroso.

BANCO

marilys pede para Eron ir embora com ela e Fabrício. Valdirene não se conforma de ter que ficar longe de Márcia. Rinaldo incentiva Márcia a voltar para o apartamento de Ignácio. Vivian fala sobre alcoolismo e se emociona. Eudóxia não deixa Valdirene comer demais no restaurante. Niko dá um ultimato em Eron. Bruno teme que Paulinha deixe de gostar dele. Eron avisa a Niko que, para Jayminho ser adotado, eles precisam morar juntos. Aline sugere que César tente negociar com Atílio para evitar ser descoberto. Jacques flerta com Pilar. Félix termina seu romance com Anjinho. Lutero leva Gigi para falar com Atílio. Pilar volta para casa. Eudóxia proíbe Márcia de morar com Valdirene.

Renata recusa o pedido de casamento de Érico. Verônica pede para conversar com Natan. Lara convida Vitinho e Bárbara para estrelarem seu reality show. Caio teme que Lara tenha engravidado dele. Érico e Renata se despedem. Tito e Mel procuram Damáris. Salma e Gilson consolam Érico. Verônica decide ficar sozinha. Socorro pega o celular de Bento. Fabinho teme que Amora queira se vingar de Giane. Giane é ovacionada em seu desfile. Tito e Mel imploram que Lara os deixe participar de seu programa. Wilson se encontra com Bento e Glória. Xande inscreve Filipinho para fazer um teste em um musical. Érico desiste de falar com Verônica. Socorro entrega o celular de Bento para a pessoa que quer se vingar de Amora. Amora recebe uma mensagem de Bento pedindo para se encontrar com ela, e Irene se preocupa.


4

O DIÁRIO

Perfil

candinhovasconcellos@gmail.com

Candinho Vasconcellos

Campos dos Goytacazes | segunda-feira, 28 de outubro de 2013 |

PENSAMENTO

“Como é importante um carinho, um afago diante das atribulações. Hoje já estou com forçar pra junto de Jr recomeçar. E essa força vem de Deus, minha Nossa Senhora e de vcs amigos que essa cidade me deu.” SID FREITAS

PERFIL DO SILÊNCIO

Hoje, a coluna não registra notas, não imprime nenhuma opinião. Fotos? Também não. A coluna de hoje estamparia e comentaria, com todo charme, a cobertura da festa de aniversário de Edvar Jr. Fotos divertidas de pessoas alegres, esbanjando alto astral pois tenho certeza de que assim seria essa festa. Hoje, o espaço Perfil registra nesta página do jornal o sentimento mais desejoso de toda a Campos, ver muito em breve a Femac Móveis de portas abertas. Portas abertas para um novo tempo, para um novo ciclo de vida. Para a família Freitas Chagas eu ofereço toda a energia desse universo. Vamos recomeçar a escrever uma nova história! E já cantava Ivan Lins, “...No balanço de perdas e danos Já tivemos muitos desenganos Já tivemos muito que chorar Mas agora, acho que chegou a hora De fazer Valer o dito popular Desesperar jamais...”

Terça é dia de chorinho no Trianon O tradicional encontro que reúne os admiradores do chorinho acontece na próxima terça-feira (29), às 20h, no foyer do Teatro Municipal Trianon. Em mais uma edição, o projeto Choro & Cia., da Fundação Cultural Jornalista Oswaldo Lima, apresentará um grande show do Conjunto Regional Carinhos, recebendo convidados especiais. A apresentação tem entrada franca. Talentos locais prometem fazer a noite de terça ainda mais especial. No palco estarão os músicos Silvino Amorim, Waldir Simões e as cantoras Amália Marins e Janilce Simões, do Grupo “Boa Noite, Amor”. No intervalo po-

ético, Antonio Roberto Fernandes, quem se apresenta é o radialista José Florentino Salles. Outro convidado especial será o professor Hélio Coelho, atual presidente da Academia Campista de Letras. O tradicional Conjunto Regional, que pertencente ao Clube do Choro & Cia., é formado por Eumir Silva da Gama (violão sete cordas), João Ernesto Aldred Pinto Filho (bandolim), Mailton Gonçalves Ferreira (cavaquinho), José Maria Viana (violão seis cordas), Aderval Gomes - Valzinho (pandeiro), Vinícius Velasco (acordeon), Alba Valéria (voz e coordenação) e Katito (voz e direção musical).

PATRÍCIA BUENO

CONJUNTO Regional Carinhoso vai receber convidados no foyer do Teatro Municipal Trianon.


Jornal2810