Issuu on Google+

Locomotiva

Puxando o assunto, trazendo o debate, levando informação 15 de outubro - sábado - nº 37 - Distribuição Gratuita

Fé em Deus. E no futuro Franco da Rocha foi a cidade escolhida para receber os símbolos da Jornada Mundial da Juventude |Pág3

Orquidário: orquídeas e muito mais |Pág 6

Moto Club Tork Fort comemora aniversário com evento na cidade |Pág 6

Crianças aproveitam seu dia com festas nos bairros | Pág 4

Novos loteamentos preocupam franco-rochenses |Pág 5

Ministro da Educação visitará o Juquery |Pág 7


2

15 de outubro - sábado - nº37 Distribuição gratuita

NOS TRILHOS Franco da rocha na grande mídi Saiu no ESTADÃO de 11/out: o Ministro da Educação, Fernando Haddad informou ao governo de São Paulo que, na próxima semana, fará a primeira vistoria ao Juquery, que deverá sediar um novo campus de Universidade Federal.

Abaixo assinado Está rolando pela cidade um abaixo-assinado de apoio a vinda da Universidade Federal, de forma a reforçar a luta. A idéia é entregá-lo ao ministro. Factóides O prefeito de Franco da Rocha anda a procura de fatos para voltar a ter a iniciativa do jogo. Continua insistindo na criação do Museu do Juquery. Ocorre que, em 1985, foi inaugurado o Museu Osório César, na mesma residência do Dr. Franco da Rocha e que hoje se encontra inativo.

Boas novas KIKO, satisfeito com a notícia, declarou que o trabalho de aproximação com o governo federal, no sentido de trazer um futuro digno para a cidade, começa a dar frutos. “Toda a cidade está DEM esperançosa e trabalhando Na batalha por candidatos e partidos a favor”, finaliza. no encerramento do primeiro round da Governo do disputa de 2012, o Estado Toninho Lopes que se O Secretário de mudou para o PSD, Desenvolvimento perdeu o DEM, que sairá Metropolitano de na frente de partidos São Paulo, Edson capitaneados pelo PT, Aparecido, irá com o apoio do deputado acompanhar o ministro na vistoria ao federal Jorge Tadeu. Complexo do Juquery Dúvidas Mal informado Na dança de partidos aconteceu de tudo, até Ao contrário do que filiado que pertence a o prefeito postou no Facebook, o ministro comissões provisórias de dois partidos diferentes, não vem na segunda e outros que vão aparecer feira, mas em data filiados em partidos em a ser agendada que não assinou filiação. juntamente com o secretário Edson Aparecido.

O

Locomotiva

EDITORIAL

que é fé para você? A fé, para muita gente, está apenas relacionada com a religião, com Deus. Ela aparece, geralmente, nos momentos em que mais precisamos de um apoio. Mas a fé é algo ainda mais abrangente. Ter fé é acreditar. Acreditar que se pode ser melhor, que existe a chance da conquista, da vitória. Nós, criados a partir de um hospital, acostumados a conviver com as dores dos outros, somos um povo de fé. Católicos, evangélicos ou protestantes, os franco-rochenses, em sua maioria, foram educados para acreditar. Passamos por enchentes, rebeliões, chacinas e corrupção, mas não perdemos a fé. E, seguindo em frente, acreditamos fielmente

que, um dia, voltaríamos a ter orgulho daqui. E, como a fé move montanhas, mesmo depois de centenas de nãos, de sonhos e de projetos que não deram em nada, continuamos firmes. Não deve ser à toa que a cruz da Jornada Mundial tenha vindo exatamente para Franco e nesse momento de extrema fé em nosso futuro. E é isso que é a fé, o firme fundamento das coisas que não se vê, ainda, mas se espera. Eu espero, eu creio, eu acredito. E o grão de mostarda plantado com a iniciativa dos envolvidos na vinda da universidade para o Juquery certamente germinará. Mas precisamos de todos, da fé comum e, mais ainda, precisamos colocar nossa fé em ação.

EDITAL DIRETORIA DE ENSINO – REGIÃO CAIEIRAS EE BENEDITO FAGUNDES MARQUES Licitação de Cantina Escolar A Diretoria Executiva da Associação de Pais e Mestres da EE Benedito Fagundes Marques situada na Avenida dos Coqueiros, s/n, em Franco da Rocha, torna pública a Abertura do Processo de Licitação para a administração dos serviços da Cantina Escolar da referida Escola e comunica aos interessados que as instruções deverão ser retiradas no endereço aci-

ma, no período de 17/10/2011 a 18/10/2011 no horário das 09h00 às 11h00, mediante a comprovação do recolhimento de R$ 26,60 (vinte e seis reais e sessenta centavos), correspondente a 2 (duas) UFESP`s, em nome da APM EE Benedito Fagundes Marques junto ao Banco Santander, agência nº 0344, conta corrente nº 1300870-2, sem devolução.

As propostas deverão ser encaminhadas em envelopes lacrados para o mesmo local até o dia 20/10/2011 às 10 horas. A abertura dos envelopes contendo as propostas será realizada em sessão pública no dia 20/10/2011 às 10 horas e 30 minutos, nas dependências da escola, pela Comissão Julgadora designada pelo Diretor Executivo da APM.

Franco da Rocha, 05 de setembro de 2011 Rosinei da Silva Diretor Executivo da APM

Carta do Leitor

Expediente Locomotiva é uma publicação semanal da

Reportagem: Luciene Machado e Fernanda

Editora Havana Ltda. ME.

de Sá

Circula em Franco da Rocha, Caieiras, Francis-

Projeto gráfico: Feberti

co Morato, Mairiporã e região.

Diagramação: Vinícius Poço de Toledo

E-mail: jornallocomotiva@gmail.com

Todos os artigos assinados são de responsa-

Impressão: LWC Gráfica e editora

bilidade de seus autores e não representam,

Tiragem: 50 mil exemplares

necessariamente, a opinião do jornal.

Editor: Ricardo Barreto Ferreira Filho

“Queremos agradecer a todos nossos amigos e demais franco-rochenses por todo o carinho recebido na ocasião da morte de nosso pai, marido, avô, irmão e tio, João Emílio Hernandez (cuca), que faleceu no último sábado, dia 08 de

outubro. Hoje sabemos que não estamos sós. É bom perceber que temos pessoas que nos apóiam e acolhem com tanto carinho nesse momento tão difícil, nos oferecendo palavras de

conforto e ânimo. Somos gratos a todos que souberam reconhecer o legado deixado por este homem que além de sua dedicação à família, também era um advogado abnegado e preocupado com o futuro e o desenvolvimento de nossa cidade”.


Locomotiva

3

15 de outubro - sábado - nº37 Distribuição gratuita

Franco da Rocha recebe ícone e cruz da Jornada Mundial da Juventude A devoção católica levou, no domingo (09), quase 1000 pessoas à Igreja Cristo Ressuscitado, também conhecida como igreja “nova”, para receber a cruz e o ícone da Jornada Mundial da Juventude que foram oferecidos aos jovens de todo o mundo pelo Papa João Paulo II, em Roma, no ano de 1984.

O padre Alexandre Lopes Alessio, da Paróquia Imaculada Conceição, coordenou o início da celebração com músicas coreografadas enaltecendo a liberdade e o amor a Deus. Além disso, uma peça de teatro emocionou os fiéis que estavam no interior da igreja e também os que, do lado de

fora, puderam acompanhar tudo por meio de um telão. “O ícone e a cruz estão peregrinando pelo Brasil e, entre tantas cidades que gostariam de recebê-los, Franco da Rocha foi uma das escolhidas. Vejo como um sinal de benção para a nossa cidade. É um momento de comunhão da nossa igreja

com paróquias de várias cidades da região”, diz se o padre Alexandre. A cruz e o ícone, que vieram de Bragança Paulista, trazidos pelo Bispo Dom Sérgio, da arquidiocese da cidade, participarão da Jornada Mundial da Juventude, que acontecerá em 2013, no Rio de Janeiro, com a presença do

Papa Bento XVI. A última Jornada foi sediada em Madri, na Espanha. Todo o evento foi organizado pelos jovens das comunidades locais. “Ouvimos dizer que a igreja não está mais conseguindo falar a linguagem dos jovens, mas provamos aqui que isso não é verdade”, finaliza o padre.

Padres pedem apoio à instalação da universidade no Juquery Para aproveitar a grande presença de fiéis que assistiram, na Igreja Cristo Ressuscitado, a Jornada Mundial da Juventude, os padres Padres Antonio e Alexandre falaram à platéia

a respeito da importância da criação de uma Universidade Federal em Franco da Rocha. Explicando que a conquista é de interesse e responsabilidade de todos, os padres pediram aos presentes que

assinem os abaixo-assinados que estão sendo distribuídos pela cidade. Receptivos, os fiéis procuraram as listas e demonstraram seu interesse no progresso que a instalação da universidade

trará para toda a região. “Precisamos reconhecer que isso trará de volta a grandeza à nossa cidade e região. Mas ainda há muito que se fazer. Todos somos responsáveis para que isso aconteça”, explicou

a professora Fátima Pelizari, que também fez questão de deixar sua assinatura. A população pode assinar o abaixo-assinado na tenda instalada em frente à Igreja Velha.


4

15 de outubro - sábado - nº37 Distribuição gratuita

Locomotiva

Crianças ganham brinquedos e doces em comemoração ao seu dia

No último Dia das Crianças o que não faltou foi disposição e alegria. Com a ajuda de muitos voluntários, crianças de diversos bairros de Franco da Rocha passaram momentos inesquecíveis. Na Avenida Giovanni Rinaldi, no Parque Vitória,

400 crianças receberam bolas, carrinhos, bonecas e doces ao longo de todo dia, na 15º Festa das Crianças do bairro. Organizada pelo morador Carlos Roberto de Almeida, o evento ainda sorteou cortes de cabelo, chuveiro e quadros de pintura. “Gostaria de

agradecer todos os colaboradores que me ajudaram a organizar essa festa. São doadores anônimos e empresas preocupadas em ver o sorriso dessas crianças”, lembra Carlinhos. Também no ‘Buraco do Sapo’ e no Jardim Luciana, os pequenos

franco-rochenses receberam brinquedos e fizeram a festa com a distribuição de mais de 250 brinquedos, como carrinhos e bonecas, além de lanche, refrigerante e algodão doce. No Jardim Luciana, mais de 100 crianças receberam brinquedos e lanches.

Sindicato dos Comerciários conquista reajuste salarial de até 10,5% Após várias reuniões, iniciadas em agosto, entre o Sindicato dos Empregados no Comércio de Franco da Rocha e Região e as patronais que representam os comércios, Fecomércio e Sincovaga, a Convenção Coletiva 2011-2012 da categoria foi assinada no início de Outubro, trazendo, entre outros benefícios, o reajuste salarial de 10,5% para os empregados no comércio que ganham o piso salarial e 9,8% para os empregados que recebem acima do piso salarial. O reajuste deve ser retroativo a setembro, que é a data base dos comerciários. “Este reajuste é o maior desde 2005, chegando próximo do reivindicado pelo sindicato este ano, que foi 12%”, diz Cintia

Ramos de Oliveira, presidente do sindicato. O ato da assinatura das duas convenções Coletivas foi realizado na sede da Fecomércio, em São Paulo. Convenção Coletiva- Os comerciários têm registrado em uma “cartilha” todos os seus direitos trabalhistas, baseados na CLT, que anualmente podem ser alterados de acordo com as negociações realizadas a partir de Agosto entre o sindicato e as patronais. O sindicato apresenta as patronais uma pauta de reivindicações trazendo algumas cláusulas que, na visão da entidade, são importantes para o comerciário. Durante as reuniões, as cláusulas são discutidas até se chegar a um acordo que nem sempre é satisfatório para o comerciário,

já que os comerciantes não aceitam grande parte das reivindicações. As Convenções Coletivas 2011-2012 dos profissionais que trabalham nos comércios de elétrica, farmácia e material de construção estão em negociação.


Locomotiva

5

15 de outubro - sábado - nº37 Distribuição gratuita

Loteamentos, apoiados pelas autoridades, preocupam moradores Onças em árvores, macacos nos quintais, falta de vagas em creches e de leitos em hospitais. Esses são alguns dos sintomas observados quando as áreas urbanas crescem sem que se pense em políticas públicas de gestão e planejamento urbano e ambiental. Regularizados ou clandestinos, os novos loteamentos que vêm sendo implantados em Franco da Rocha prometem deixar para a cidade forte impacto sócio-ambiental que, a longo prazo, pode fazer com que a população sofra com a falta de serviços básicos, uma vez que a cidade já não tem infraestrutura nem para a atual demanda. Em Franco da Rocha, os novos loteamentos estão espalhados em diversos bairros. Do Lago Azul à Vila São Benedito, são habitações que devem ser construídas em terrenos menores para otimizar o espaço e garantir um maior número de unidades. De acordo com

corretores, são centenas de unidades e milhares de pessoas que devem se instalar na cidade tendo em vista os preços baixos e a proximidade com São Paulo. “O problema disso tudo será conseguir vaga em escola para os filhos e leitos nos hospitais. Já sofremos agora com os ônibus, imaginem quando esse povo todo chegar por aqui”, reclama Estelita Magalhães, moradora do Lago Azul há 20 anos. Regularizados, os novos loteamentos ainda usam de espaço público para fazer propaganda. Postes e áreas de uso comum são utilizados para abrigar placas e indicar a localização dos empreendimentos, indicando o apoio do poder público para este tipo de iniciativa. A onça do Lago Azul foi só o começo do problema. Esperamos as respostas do Poder Executivo municipal que até agora não se pronunciou por meio de sua assessoria de imprensa.

Prefeitura demonstra descaso com a situação do trânsito Em matéria publicada na última edição do jornal Locomotiva, assim como no Jornal “Agora S. Paulo”, foi divulgado o crescente problema envolvendo o trânsito em Franco da Rocha, bem como o aumento no número de veículos e a

falta de alternativas para os motoristas. Na tentativa de buscar informações mais precisas sobre a questão da implantação dos semáforos na cidade e de demais políticas públicas que procurem senão resolver, ao menos

minimizar o problema, a reportagem do Locomotiva entrou em contato com o diretor de Trânsito da Prefeitura de Franco da Rocha, Coronel Márcio da Silva, que informou não ter autorização para falar sobre o assunto e que o responsável

por essas informações seria o assessor de imprensa. Entretanto, o diretor de imprensa da Prefeitura, João Cruz, afirmou não ter conhecimento sobre quaisquer projetos na área em questão ou sobre o prazo de entrega da Avenida Israel,

que deve ligar o centro de Franco a outros bairros, e que está interditada há dois anos. Mais uma vez o prejuízo é da população que, além de enfrentar o caos do trânsito local, ainda fica desinformada.


6

15 de outubro - sábado - nº37 Distribuição gratuita

AQUI TEM

Locomotiva

Esta nova seção do Locomotiva é dedicada ao comércio de Franco da Rocha, o mais forte da região. Em cada edição, vamos mostrar um produto ou serviço que é prestado aqui, do lado de casa.

Orquidário comercializa plantas de várias espécies

Cultivar plantas não é o hobby de muitos, mas para Jurandir Frias, além de ser agradável e prazeroso é uma das fontes de renda do aposentado. Herdado de seu pai, o carinho e a delicadeza com que Jurandir cuida das orquídeas, fazem dele um dos mais conhecedores do ramo na região. No Cantinho das Orquídeas, em sua própria casa, possui vários

orquidários que ficam ainda mais floridos em dezembro, época de maior lucro para Jurandir, que chega a vender três caminhões cheios de orquídeas. Com 80 clientes cadastrados vindos de Francisco Morato, Caieiras, Mairiporã, Barueri, Atibaia e, principalmente, de Jundiaí, Jurandir também vende as orquídeas para as floriculturas, e é solicitado para enfeitar igrejas

para casamentos e festas em geral. “Esses dias mandei orquídeas para Poços de Caldas”, conta o aposentado, que se dedica integralmente aos orquidários há 15 anos e já ganhou vários troféus e medalhas em exposições. Nos orquidários há diversas espécies a venda, algumas vindas da África, México, Guatemala e as nacionais que, segundo

Jurandir, são mais baratas. “As importadas geralmente são mais caras, porque ganham os campeonatos. Eu as adquiro de colecionadores”, explica. O cuidado com as orquídeas é motivo de preocupação para Jurandir, que faz questão de explicar para os novos clientes o modo correto de cultivá-las e mantê-las longe de pragas, fazendo com que durem mais tempo. “Montei um folhetim que entrego a

Moto Club Tork Fort celebra aniversário com dois dias de festa Nos dias 15 e 16 de Outubro acontece, em Franco da Rocha, o 5º aniversário do moto club Tork Fort. Para o presidente do moto club, João Grandão, a expectativa é que, além dos motoqueiros da região, compareçam também muitas pessoas de São Paulo. “Nos

encontros anteriores centenas de motoqueiros e suas famílias vieram prestigiar a festa. Este ano acredito que não será diferente”, diz João. A festa será no CSU, ao lado do Ginásio Paulo Rogério Seixas. A entrada será 1 kg de alimento não perecível ou R$ 3,00.

De acordo com a programação, a festa começa às 8h00 com o café da manhã. Ao longo dos 2 dias, grupos de rock n’ roll irão se apresentar ao vivo. Haverá praça de alimentação, expositores, sorteio de brindes e uma área de camping coberta, que abrigará o público.

cada cliente para que cuidem com carinho da planta. Assim, ajudamos a conservar a natureza, que é tão generosa com a gente”, diz.

Cantinho das Orquídeas Rua Justino Anzelotti, 164- Vila Rosalina Contato: 4443-7582


Locomotiva

7

15 de outubro - sábado - nº37 Distribuição gratuita

Ministro Haddad visitará o Juquery para definir campus da UFSCar De acordo com matéria de Gustavo Uribe, publicada na versão online do jornal Estadão do dia 11 de outubro, o Ministério da Educação pretende bater o martelo na próxima semana sobre a criação de um novo campus da Universidade Federal de São Carlos (UFSCar) na cidade de Franco da Rocha. Foi o próprio ministro Fernando Haddad que informou ao governo de São Paulo que fará a primeira vistoria ao antigo Hospital Psiquiátrico do Juquery que, tombado pelo Conselho de Defesa do Patrimônio Histórico (Condephaat), deverá sediar a nova estrutura. O secretário de Desenvolvimento Metropolitano de São Paulo, Edson Aparecido, também envolvido nas negociações a respeito da instalação da Universidade, acompanhará o ministro na vistoria ao Complexo Hospitalar do Juquery. Na próxima segunda-feira (17), o secretário estará na

cidade. entre os governos federal e A visita do ministro ain- estadual para a instalação da não tem data divulgada do novo campus, cujos curPróximos passos sos devem ser definidos no A expectativa é de que, próximo ano, em função da após a visita, seja assina- realidade regional. do um termo de referência A ideia inicial é que a

estrutura universitária, que deve ser instalada após a restauração dos prédios, ofereça cursos nas áreas de biológicas e saúde. A inauguração do novo campus, que ainda não

tem data definida, mas é o próprio O Estado de São Paulo que garante que deverá contar com as presenças da presidenta Dilma Rousseff e do governador de São Paulo, Geraldo Alckmin.

Juquery:Você sabia? A implantação do Juquery foi baseada nas propostas elaboradas durante o Congresso Internacional de Paris, em 1889, que estabelecia o sistema asilar open door em colônias agrícolas como novo modelo de atendimento a doentes mentais – um prédio central com grandes áreas envoltas destinadas ao trabalho com agricultura, a chamada laborterapia, oferecendo liberdade e trabalho. Além disso, o novo hospital possibilitaria a transformação do próprio sistema de tratamento, com pavilhões separados jardins, de aspecto alegre, ao contrário dos velhos conventos que atendiam

a esse tipo de pacientes. Os prédios do Juquery seriam pensados conforme prescrições médicas que se desenvolviam na Europa. Em 1895, começou a construção do novo asilo psiquiátrico do estado de São Paulo, o futuro Juquery, em uma área montanhosa, entre a Serra da Cantareira e a Serra do Botujuru - entre São Paulo e Jundiaí. A nossa região tinha clima agradável e abundância de água e rio para escoar o esgoto. Também pesou a presença, desde 1867, da Estrada de Ferro Santos-Jundiaí, a primeira ferrovia paulista, construída pela antiga São

Paulo Railway, do empresário Irineu Evangelista de Souza – o Barão de Mauá. O terreno acidentado – com preço baixo e a necessidade da pouca despesa para terraplanagem, além do espaço abundante – tornou-se o palco para a grande criação do arquiteto/engenheiro Ramos de Azevedo, um dos maiores profissionais da área na época, também foi responsável pela construção do Teatro Municipal de São Paulo, e que faria do Asilo de Tratamento e da Colônia Agrícola pérolas arquitetônicas incomparáveis no Brasil e na América Latina.


8

15 de outubro - sábado - nº37 Distribuição gratuita

NOSSA GENTE

Locomotiva

Nesta seção vamos registrar as histórias, os “causos”, a vida dos homens e mulheres que fizeram e fazem, a cada dia, a nossa cidade.

Seu Emiliano. Entre sapatos, cola e dedicação ‘Seu’ Emiliano, ou Emiliano da Silveira Magalhães, sempre foi sapateiro. Orgulhoso de sua profissão, o artesão de quase oitenta anos de vida conta que começou por acaso. Vindo da pequena Usina Junqueira, dentro do município de Igarapava, à margem do Rio Grande que separa São Paulo e Minas Gerais, o menino de nove anos veio com a família para a capital em busca de ajuda médica para o pai. E acabou ficando. O pai arrumou emprego no Juquery e de lá só saiu quando se aposentou. Os irmãos assim como ele, aqui constituíram família e tiveram seus filhos. “Alguns foram embora, mas ainda somos em três aqui em Franco”, conta. Como a mãe não queria ver o filho na rua, tratou de arrumar uma ocupação como ajudante do ‘Seu’ Enéas,

SOCIAIS

“pai do Dr. Clésio”, explica. Ele tinha apenas 13 anos quando começou a engraxar sapatos e a partir de então pegou o gosto pelos calçados. Com apenas 19 anos abriu a sua própria sapataria, no Pouso Alegre, onde ficou por mais de 20 anos, quando resolveu investir no centro da cidade. Hoje, passados quase 35 anos, está no mesmo ponto e não existe uma pessoa antiga da cidade que não sabe onde fica a sapataria do Emiliano. Casado há 57 anos com Dona Adelina e pai de Maria Ester e Cláudio, Emiliano nunca mais deixou a cidade. “Prá mim a cidade é boa, tudo que fiz na vida, fiz aqui. Tenho amizade com todo mundo e todos me conhecem. Aqui só é difícil encontrar ajudante e gente que queira aprender o ofício”, complementa.

Nesta seção, traremos sempre as pessoas, lugares e eventos que brilham na vida social de nossa cidade e região.

Aniversariantes

Cláudio (Maluf) Fernandes, 5 de

outubro

Igor Sanches, 14 de

outubro

Ricardo Barreto, 15

de outubro

Pedro Nery, 15 de

outubro

Ana Lucia Cruz, 15

de outubro

Luiza Gomes de Sá,

16 de outubro

Maurici Barbosa, 16

de outubro


Jornal Locomotiva 37