Issuu on Google+

Massamá “Mais Verde”

Limpeza na praia

Região de Sintra

Projecto “Massamá mais verde”, envolver 25 jovens da freguesia, em acções de manutenção e limpeza de espaços verdes. (Pág. 5)

As praias de Sintra uma das atrações naturais do concelho, obrigam a HPEM a intensificar a sua actividade. (Pág. 8)

Concurso internacional cria Categoria “Parques de Sintra” tendo em conta a riqueza botânica da região de Sintra e o seu potencial fotográfico. (Pág. 10)

l a n r Jo

www.radioocidente.pt

OCIDENTE Ano 2 | Nº 8| Setembro 2012 | GRATUITO

Director Jorge Tavares

Guilherme Ponce Leão

“Orgulho por chegar a bom porto”

“Pintar Monte Abraão”

Estão abertas inscrições para a iniciativa, “Pintar Monte Abraão”. (Pág.9)

Sintra Portugal PRO 2012 Sintra capital mundial do Bobyboard até domingo com os melhores do mundo, na praia Grande. (Pág.13)

Obras

A Escola EB D.Fernando II, foi requalificada durante as férias de verão. (Pág.8)

Contagem decrescente para a inauguração do espaço Multiusos, de São João das Lampas, uma “nova estrutura para múltiplas actividades”, obra quase concluída, “importante e sem paralelo” na freguesia e no concelho de Sintra, disse ao Jornal OCIDENTE, o Presidente da Junta, Guilherme Ponce Leão. (Pág. 6)

“Não há nenhum clube, que diga que vai deixar de competir por falta de dinheiro”

Progresso Clube A prática de exercício físico “é fundamental em todas as idades”, chama a atenção João Machado, em entrevista. (Pág.14)

Nuno Lobo, presidente da AFL (Pág. 15) Reforma Administrativa

Dossier freguesias fechado até final do ano

São João das Lampas

São João das Lampas, a memória viva Regresso à escola

O Governo quer fechar o dossier sobre o novo mapa das freguesias, até ao final do ano, independentemente da apresentação das propostas dos municípios. (Pág. 13)

As paisagens são denunciadoras das populações que as habitam! – Já sabíamos. Mas, São João das Lampas é um dos casos exemplares e mais interessantes dessa interacção do Homem com a Terra. (Pág. 11)

Junta de Monte Abraão está a promover uma campanha de recolha de manuais e materiais escolares. (Pág.9)

Dia do Imigrante Sintra reconhece contributo do cidadão Imigrante na vida local, com diversas actividades, dia 17 de Setembro. (Pág.8)


4

Jornal OCIDENTE Setembro 2012

Opinião

Editorial

Idade de terceira A falta de saúde é talvez o aspecto mais dramático e triste do envelhecimento tardio da população. O apoio médico é escasso, os medicamentos são caros. Aflitiva é a situação dos que padecem de doenças degenerativas. Só o Alzheimer afecta cerca de 100 mil portugueses. Sem condições para manter os idosos em casa, a família não tem outro remédio senão interná-los em instituições que, apesar do trabalho meritório, também não dispõem de condições. Imaginem, que nos lares e centros de dia coexistem nas mesmas instalações, idosos capacitados e outros que padecem de doenças como o Alzheimer. No dia 17 em Rio de Mouro, o assunto vai ser tema de reflexão deste e outros temas da velhice, para reflectir sobre um envelhecimento ativo, - envelhecer com qualidade. Vivemos num tempo em que milhares de idosos vivem na solidão e no abandono, prisioneiros nas suas próprias casas. Sobrevivem com reformas de miséria, e já sem capacidade para organizar manifestações ou tumultos. O aumento da esperança de vida parecia ser a maior conquista da revolução de Abril. Mas o aumento de vida em quantidade correspondeu, infelizmente, um decréscimo de vida em qualidade. Recordo palavras de um amigo de longa data da rádio OCIDENTE, que nos deixou esta semana, curiosamente aos 88 anos: - Cheguei à terceira idade, mas com idade de terceira?

O director

Jorge Tavares Jornalista

“O trabalho realizado? A obra? Está lá fora, à vista de todos, à disposição do julgamento de eleitores ou apenas frequentadores da nossa Freguesia”

“Belas já foi concelho e é uma freguesia que tem sido muito mal tratada (...) por aqueles que nada têm feito pelo seu desenvolvimento. Guilherme Dias, presidente da Junta de Belas

Fátima Campos, Presidente da Junta de Monte Abraão “No próximo ano, vamos transformar Rio de Mouro num circuito permanente [BTT] ainda mais espectacular, com zonas específicas e delimitadas para espectadores”

À pergunta, “Sois Maçon?”, quantos iniciados poderão responder de acordo com a substância da réplica canónica “Os meus Irmãos, me reconhecem como tal”?

Victor Banquinho, Presidente de Ciclismo de Lisboa

João Cachado | http://sintradoavesso.blogspot.pt “Não me assusta o presente do Atlético Clube do Cacém. Preocupa-me a herança do passado, que pode condicionar as ambições para o futuro desta colectividade”.

“Com a regularidade que as preocupações justificam, hoje comemoram-se 1790 dias de espera pela recolocação, no devido lugar, do Fontanário Neo-Manuelino da Estefânia” (…)

Fernando Castelo | http://retalhos-de-sintra.blogspot.pt

Marco Almeida, vice-Presidente da Câmara de Sintra

“Se as novas tecnologias vêem ganhando espaço no mundo das comunicações, sentimos que não podíamos adiar por mais tempo esta possibilidade de interagirmos com a nossa gente”.

“O arrastar dos pés amparados pela muleta ampliava o som no velho salão agora restaurado.

Fernando Morais Gomes | http://cafecomadocante.blogs.sapo.pt

Guilherme Ponce de Leão, Presidente da Junta de S.João das Lampas

À Varanda

Papéis indefinidos “– Já te disse, ou é assim ou não é! Tenho os meus princípios e não vou mudá-los para…” Saí da varanda, deixando de ouvir a conclusão, certamente edificante, quanto mais não fosse pelo ar respeitável que ambos tinham, casal de meia-idade (expressão curiosa que sempre me denunciou como a idade de cada um nunca está completa), cãozinho ao lado, espantado, sem responder (como lhe é esperado). As noites ainda são de Verão, mas a contagem decrescente já co-

Por João Morales

meçou. A televisão ligada lá vai debitando as novidades, como a encenada intervenção de António Borges sobre um cenário possível (?) para a RTP; a senhora que pintou por cima duma pintura e se tornou pintora em análise; os malabarismos que envolvem a gestão da água, indiferentes à morte dos bombeiros; o festival de góticos em Leiria; a morte do astronauta veterano e outras frutas desta época. Por entre notícias surgem outras, envolvidas em papel de publicidade, essa linguagem de compra

*

e venda que tanto nos diz sobre quem queríamos ser. Entre os exemplos mais recentes, um famoso da rádio e televisão, homem que em tempos anunciou uma coisa chamada Tucson, uma pulseira destinada a manter o equilíbrio no dono do pulso que a usasse. Agora, preocupado com as crises cada vez mais graves que assolam os nossos tempos (como bondosamente faz questão de nos confessar), partilha como “sempre que pode” investe em ouro, comprando para si ou vendendo “algumas peças que já não usa”.

Sempre, e apenas, naquela empresa em que confia. E continua a sua preciosa informação explicando como podemos saber mais consultando a página de Internet da referida entidade de benfeitores dourados. Ou “dirija-se a uma das nossas lojas…”. Paro. Se escutei mal, tudo bem, se escutei bem, tudo mal. Então, ele não era um cliente? Mau… A História repete-se. “Lá vem essa Mãe Coragem, que tem muito que contar”. *Jornalista

JORNAL OCIDENTE:

Impressão na Empresa Gráfica Funchalense, SA - Morelena Pêro Pinheiro / Sintra • Tiragem: 10 000 exemplares • Depósito Legal: 332891/11 DIRETOR: Jorge Tavares geral@radioocidente.pt Telef: 963 964 040 • REDAÇÃO: Ana Marreiros; Nuno Diogo, Rui Camões, Rui Oliveira, Solange Henriques • MORADA: Praceta Progresso Clube, 17 - 2725-110 Algueirão geral@radioocidente.pt Telef: 219 267 367 / 96 66 77 041 • RÁDIO OCIDENTE ONLINE: Artur Barral; Hugo Saraiva; Jorge Lima; Jorge Manuel Cardoso, João Antunes, Marinela Tavares, Miguel Ângelo, Nuno Cachucho, Nuno Diogo, Pedro Esteves • MARKETING & PUBLICIDADE: Ana Maria Rodrigues publicidade@radioocidente.pt Telf: 219 267 367 / 96 66 77 041 • FOTOGRAFIA: José Correia • CARTOON: Luis Cardoso • DESIGNER GRÁFICO: Victor Duziteo Rádio Ocidente

www.radioocidente.pt


Jornal OCIDENTE Setembro 2012

Local

5

Massamá

Jovens trabalham por “Massamá mais Verde” volvimento pessoal e prepará-los para o exercício consciente e activo dos direitos de cidadania. Este ano, o Instituto Português do Desporto e Juventude (IPDJ) apoiou esta iniciativa com o financiamento de um jovem. Também o Serviço Municipal de Protecção Civil da Câmara de Sintra, em articulação com os Bombeiros Voluntários de Queluz, colaboraram

no projecto, através de uma acção de sensibilização em Suporte Básico de Vida, onde os jovens tiveram oportunidade de ficar a saber um pouco mais sobre o Sistema Integrado de Emergência Médica e os seus intervenientes e como agir em situação de emergência até à chegada de ajuda diferenciada. M.C

O projecto “Massamá mais verde”, envolve jovens da freguesia, em acções de manutenção e limpeza de espaços verdes

Pelo segundo ano consecutivo, a junta de Massamá promove, o projecto “Massamá mais verde”, uma iniciativa de sucesso que pretende envolver jovens da freguesia, em acções de manutenção e limpeza de espaços verdes. Durante três meses, 25 jovens, com idades compreendidas entre os 14 e os 30 anos, colaboram na limpeza e manutenção dos espaços verdes e prestam apoio na organização de actividades lúdico-desportivas a decorrer nos parques urbanos.

Os participantes são organizados em equipas que funcionam quinzenalmente, num máximo de 3 horas de trabalho diário e recebem uma bolsa de participação no final do período. Este é um dos programas de ocu-

pação de tempos livres da Junta de Freguesia que visa ocupar os jovens de forma saudável, pedagógica e formativa, sobretudo nos períodos de interrupção lectiva, procurando dotá-los de experiências relevantes para o seu desen-

Cerca de 25 jovens, com idades compreendidas entre os 14 e os 30 anos, colaboram na limpeza e manutenção dos espaços verdes


6

Jornal OCIDENTE Setembro 2012

Entrevista

São João das Lampas / Pavilhão Multiusos

“Sinto um grande orgulho por ter tomado esta decisão” Estão praticamente concluídas as obras de construção do Complexo Multiusos em São João das Lampas, no concelho de Sintra, equipamento, situado nos terrenos do antigo campo da bola, espaço adquirido pela Câmara de Sintra por proposta da Junta de Freguesia, mediante um contrato de comodato. O espaço protocolado com a Junta, foi motivo de obras de conversão e construção de um novo equipamento, que vai ficar aberto à população da freguesia e do concelho, para a realização das mais variadas actividades de carácter cultural, recreativo e desportivo. O espaço ao ar livre é amplo, está pavimentado e vedado. Contempla uma zona com canteiros ajardinados e decorado com pedras de formato invulgar e ‘sui generis’. Inclui ainda, instalações sanitárias, balneários, posto médico, bar, armazém, sala administrativa e de arrumos, portaria onde vão funcionar os serviços de fiscalização e a GNR sempre que se justificar. Com uma área de 9 mil metros quadrados, este equipamento de “excelência”, e “referência”, nas palavras de Ponce Leão, irá permitir a realização de espectáculos e eventos vários, já que foi concebido numa perspectiva de “maisvalia”, tendo em conta o desenvolvimento de actividades lúdicas, culturais e desportivas e a realização da feira de levante, que já não reúne as “condições ideias” de funcionamento, no largo São João das Lampas, segundo o presidente da Junta de Freguesia.

Estacionamento Nos terrenos contíguos ao espaço multiusos, estão a terminar as obras que vão permitir a criação de 500 lugares para estacionamen-

Em breve a freguesia de São João das Lampas vai passar a contar com um espaço multiusos, “há muito desejado pela população”, recorda Ponce Leão, presidente da Junta de São João das Lampas. “Orgulhoso”, o autarca fala de uma “nova estrutura para múltiplas actividades”, obra quase concluída, “importante e sem paralelo” na freguesia e no concelho de Sintra. to automóvel, decisão que obrigou à construção e alargamento de uma estrada de acesso, só possível de concretizar com a colaboração de alguns proprietários. “Grande parte dos terrenos para a construção da estrada foram cedidos”, refere Ponde Leão, acrescentado que a via ainda a pavimentar, “será uma avenida com sete metros de largura e sentido único”, para evitar congestionamentos. Entretanto, “a estrada principal foi alargada e alcatroada desde o cruzamento, para que facilite o acesso”, sublinha o autarca.

espaço multi-usos espectacular”, desabafa. “O equipamento é único no concelho. É uma obra enorme. Excepção para o parque de estacionamento na praia do Magoito, no último século, não há nada desta

também Marco Almeida, vicepresidente da autarquia e o vereador Luís Duque, “que deram o seu apoio, desde a primeira hora”. Questionado sobre os custos de investimento do equipamento, Ponce Leão considera que foram

lação” ainda em execução, [instalação eléctrica, concluir o parque de estacionamento, etc.], obras, que terão que estar concluídas, antes de se pensar na inauguração. Contudo, o autarca, aguarda ainda por uma última tranche muni-

grandiosidade na freguesia”, refere orgulhoso o presidente. Pensativo, “devo também dizer, que se não fosse a Câmara de Sintra a ajudar-nos, também não seria possível concretizar esta obra. Mas também é verdade que se não fizéssemos pressão, a obra não estaria feita”.

“avultados”, sobretudo na aquisição do terreno, com uma verba na ordem dos 400 mil euros. “Esse foi um custo elevado, porque durante seis anos nada foi feito”, sublinha o autarca. “O investimento que agora estamos a fazer, é na qualidade de vida da população. Quando o dinheiro é bem empregue os custos deixam de existir”, remata. Ainda sem data marcada para a sua inauguração, que “terá ser articulada com a Câmara de Sintra”, Ponce Leão, dá conta de um conjunto de “pequenas obras de insta-

cipal, para concretizar o projecto. “Estamos a aguarda que a Câmara de Sintra tenha possibilidades de nos conceder a verba restante, para acabarmos a obra. Penso que em breve tudo estará resolvido”, admite Ponce Leão. “Sinto um grande orgulho por ter tomado esta iniciativa, com o meu executivo, e por “termos conseguido levar a bom porto, a construção deste equipamento, que vai ficar certamente, para a história da freguesia e do concelho” , destaca o presidente da Junta de Freguesia de São João das Lampas.

Obra de referência “Este é um espaço multiusos que vai permitir a realização de todo o tipo de espectáculos, assim queira a sociedade civil e as instituições e clubes da freguesia”, sublinha Ponce Leão, acrescentando que “o espaço permite a realização de inúmeras actividades, desde karting, a provas de bicicleta, desporto, concertos de música. Isto é um

Empenho da Câmara foi decisivo Ponce Leão destaca o “papel importante” e o “envolvimento”, não só de Fernando Seara, presidente da Câmara de Sintra, mas


8

Jornal OCIDENTE Setembro 2012

Local

Época balnear

Obras

Escola EB D.Fernando II requalificada

HPEM reforça limpeza nas praias de Sintra

As praias de Sintra uma das atrações naturais do concelho, e de maior afluência de visitantes na época balnear, obrigaram a HPEM - Empresa Municipal de recolha de lixo, a intensificar a sua atividade nesta área, até ao final do mês de Setembro. Este é um período em que além de existir uma maior utilização dos espaços públicos pela população, decorrem também várias iniciativas que contribuem para um aumento do número de visitantes. Neste sentido a HPEM reforçou a limpeza destes espaços e sensibilizando os veraneantes para a importância de adotar comportamentos adequados. A Empresa Municipal é responsável pelo plano de limpeza de sete praias, designadamente a Praia da Adraga, Praia das Maçãs, Praia Grande, Praia de São

Julião, Praia de Magoito, Praia da Aguda e praia Pequena. A limpeza do areal é feita com recurso a meios mecânicos e manuais, sendo utilizadas máquinas, viaturas de apoio e pequenas ferramentas, como – vassouras, pás, ancinhos, camaroeiros. Adicionalmente a HPEM faz a substituição dos sacos nos ecopontos de praia, o despejo das papeleiras dos arruamentos, estacionamentos e passeios pedonais, bem como a remoção dos sacos dos areais. Em comunicado a HPEM relembra a importância de manter as

praias limpas “não deitar lixo ou beatas no areal, pois manter as praias limpas e seguras é uma responsabilidade de todos. O lixo que for produzido na praia ao longo do dia, deve ser colocado num saco plástico, que deve ser depositado num dos muitos contentores existentes. Para que qualquer pessoa possa estender a sua toalha e desfrutar da praia sem preocupação, a HPEM fará a recolha do lixo”. Afinal, manter e preservar a riqueza e beleza natural das praias de Sintra é uma tarefa contínua que depende de todos.

A Câmara de Sintra fez durante as férias de verão, obras de substituição integral das coberturas da EB D. Fernando II, em Sintra. Há mais de uma década que esta escola sofria as consequências criadas pelos problemas estruturais das coberturas antigas, nomeadamente através de graves infiltrações existentes no conjunto dos diferentes espaços escolares. “A decisão do Município, em levar a efeito esta obra, visou alterar as condições que têm vindo a afectar, de forma negativa, a qualidade de vida da população escolar e de todos os que trabalham naquela unidade educativa”, refere em co-

municado a autarquia. Esta intervenção, orçada em cento e trinta e sete mil euros, foi suportada pelo município de Sintra, “enquadra-se numa política generalizada de melhoria das escolas do Concelho, que a Câmara Municipal tem vindo a privilegiar e a realizar nos últimos anos”. No regresso à escola, no novo ano lectivo que se aproxima, “os alunos e restantes membros da comunidade escolar vão encontrar um espaço mais bonito, mais seguro e mais acolhedor, propício ao seu desenvolvimento pessoal e à obtenção de maior sucesso individual e colectivo”, sublinha a nota informativa.

Dia do Imigrante

Sintra reconhece contributo do cidadão Imigrante Durante o mês de Setembro a Câmara de Sintra vai comemorar no dia 17 de Setembro e pelo 5º ano consecutivo, o Dia Municipal do Imigrante, como reconhecimento da forte presença e do contributo dos cidadãos imigrantes na vida local, com diversas actividades como workshops, exposições, artesanato, gastronomia, dança e muito mais. Com estas comemorações, abertas a todos os munícipes e interessados, a autarquia pretende promover o intercâmbio e o convívio fraterno entre as diversas comunidades migrantes em presença e as comunidades locais de acolhimento. Este ano o programa é muito diversificado e engloba atividades como a apresentação de filmes de contextos lusófonos, seminários, uma feira multicultural, atuações de música do mundo ao vivo, animação de rua, mostra gastronó-

mica, almoços temáticos, desfile etnográfico, exposições de artesanato, de pintura e de fotografia, workshops de danças do mundo, torneios desportivos e de xadrez, animação de palco, apresentações de grupos de capoeira, batuco e Hip-hop, tarde com jogos tradicionais de Cabo Verde e de Portugal e uma procissão em honra de Nossa Senhora da Boa Viagem.

Dia do Imigrante O dia 17 de Setembro (Dia Municipal do Imigrante) será assi-

nalado com a apresentação do documentário Encontros que recolheu os testemunhos de dirigentes, técnicos e voluntários das associações e instituições que foram convidados a falar sobre as suas experiências em contextos de interculturalidade, iniciativa que terá lugar na Biblioteca Municipal de Sintra. A comemoração do Dia Municipal do Imigrante conta com a participação ativa das associações e instituições que no concelho de Sintra trabalham junto dos cida-

dãos imigrantes, no contexto de um trabalho de articulação permanente com a autarquia que se desenvolve ao longo do ano.

Actividades em todo o concelho As atividades terão lugar nas localidades de Mira Sintra, Tapada das Mercês, Queluz, Mem Martins, Cacém e Serra das Minas e serão promovidas pelas seguintes associações: Casa Seis – Associação para o Desenvolvimento Comunitário, A Comunidade Islâmica da Tapada das Mercês e Mem Martins - Associação em parceria com o Grupo (I)Nova Tapada e Programa K’Cidade (CLDS/ Tapada das

Mercês), Olho Vivo – Associação para a Defesa do Património, Ambiente e Direitos Humanos, Ser Alternativa – Associação de Apoio Social, Associação Estrela da Lusofonia e Associação Luso Cabo-verdiana de Sintra (ACAS).

PROCURAMOS COMERCIAL para a área de Publicidade Precisamos de alguém que tenha espírito de iniciativa e vontade de vender. Disponibilidade e residência na área de Sintra/ Amadora. Excelente ambiente de trabalho.

Se gosta de desafios, junte-se a nós. Praceta Progresso Clube, 17 - 2725-110 Algueirão - geral@radioocidente.pt

Telef: 219 267 367 / 96 66 77 041


Jornal OCIDENTE Setembro 2012 Pub.

Local

9

Pintar Monte Abraão 7.ª Edição A Junta de Fregue­sia de Monte Abraão vai promover, pelo 7.º ano consecutivo, a actividade de pin­tura ao ar livre “Pin­tar Monte Abraão”. O evento realizar-se-á no dia 22 de Se­tembro, sábado, no horário compreen­ dido entre as 10h00 e as 16h00, no bo­nito jardim do Par­que 25 de Abril, em Monte Abraão, que à semelhança de anos anteriores servirá de palco a todos os pin­tores e amantes da arte de pintar que se associem à iniciati­va. As inscrições são gratuitas, mediante o preenchimento da ficha de inscrição que está disponí­vel no site e nas ins­talações da Junta de Freguesia de Monte Abraão.

Campanha de recolha de manuais e materiais escolares

Com o aproximar do novo ano lectivo, a Junta de Freguesia de Monte Abraão pro­move mais uma campanha de recolha de manuais e materiais escolares. Atendendo às dificuldades manifestadas por algu­mas famílias da nossa Freguesia, informa­mos que no período de Agosto a Outubro de 2012, a Junta de Freguesia recolhe nas suas instalações todas as doações que se­jam feitas. Assim, os materiais necessários são, manuais escolares do ano lectivo tran­ sacto (2011/ 2012), lápis, canetas de pintar, esquadros, compassos, réguas, borrachas, papel de desenho, entre outros que per­mitam completar as aprendizagens. Acre­ditamos nos valores da solidariedade e da partilha. Queremos transmiti-los aos mais novos. Contamos consigo!


10

Jornal OCIDENTE Setembro 2012

Local

Parques de Sintra Monte da Lua

Concurso internacional de fotografia de jardins cria Categoria “Parques de Sintra” O mais importante concurso internacional de fotografias de plantas e jardins (International Garden Photographer Of The Year - IGPOTY) lançou, em parceria com a Parques de Sintra, uma nova categoria de prémios, tendo em conta a riqueza botânica da região e o seu potencial fotográfico. Setembro, no Palácio de Monserrate.

Exposição prolongada

Os visitantes têm a possibilidade de conhecer os segredos da paisagem cultural de uma forma nunca antes vista Na edição do concurso que se encontra agora a decorrer (candidaturas até 30 de Novembro 2012), serão atribuídos três prémios para as melhores imagens captadas nas áreas da Parques de Sintra (Parque da Pena, Parque de Monserrate, Castelo dos Mouros, Convento dos Capuchos). Além do prémio monetário, o 1º lugar integrará a exposição internacional do IGPOTY (Londres, Austrália, Alemanha, Sintra/

Portugal), e os três vencedores estarão naturalmente incluídos na exposição de vencedores, em Monserrate, em 2013. Para explicar o concurso e as regras de participação, bem como partilhar algumas dicas sobre a seleção de imagens para candidatura, com exemplos práticos a partir da exposição patente, Henrique Souto (premiado por este concurso já em duas edições) fará uma apresentação gratuita a 22 de

De referir que a exposição das imagens vencedoras de 2011 no Palácio de Monserrate foi prolongada até 23 de Setembro, tendo em conta o sucesso em termos de visitas e opiniões do público. Trata-se das melhores imagens do maior concurso internacional de fotografia de jardins, e em apresentação estão as melhores imagens da 5ª edição (2011), que contou com 16 mil participações e dois vencedores portugueses (Fábio Claudino, Menção Honrosa na categoria Beautiful Gardens, com uma imagem de Monserrate; e Henrique Souto, 1º lugar na categoria Bountiful Earth, com “Quince”).

Prémios para a categoria Parques de Sintra - 1º Prémio: 350 Euros + passe anual “4 parques” + fotografia exposta no Palácio de Monserrate, nos Kew Gardens, em Londres, na Austrália e na Alemanha + reprodução no catálogo da exposição IGPOTY2012 - 2º Prémio: 100 Euros + passe anual “4 parques” + fotografia exposta no Palácio de Monserrate - 3º Prémio: 50 Euros + passe anual “4 parques” + fotografia exposta no Palácio de Monserrate Para participar, os fotógrafos amadores ou profissionais podem inscrever-se em qualquer uma das categorias do International Garden Photographer (jardins, plantas, vida selvagem ou pessoas nestes ambientes). Ao submeter uma imagem captada nas áreas da Parques de Sintra, devem incluir a expressão “Parques de Sintra” na legenda ou título, e serão avaliados também para este prémio. Data limite: 30 de Novembro de 2012.


Jornal OCIDENTE Setembro 2012

Viagens na minha terra...

Local

11

São João das Lampas, a memória viva As paisagens são denunciadoras das populações que as habitam! – Já sabíamos. Mas, São João das Lampas é um dos casos exemplares e mais interessantes dessa interacção do Homem com a Terra. Gente laboriosa, esforçada, que durante séculos modelou o magnífico planalto, conferindo-lhe aspecto singular. Granjeando os seus proventos, o prestígio e peso político colectivo que desde muito cedo proporcionou uma História e Património Local bastante variado e, sobretudo, rico por contextualizado.

A terra produz abundantemente, o Homem sonha e realiza. Cria a sua Paróquia, ergue a sua Igreja Matriz, na qual se evidência o Portal Manuelino, classificado desde 1959 como Imóvel de interesse público. A autonomia da Fé também é feita em construção, com obras devotas e de Assistência Social caritativa. Em 1580 São João dos Porqueiros, como então se designava, albergava nos seus dois hospícios, respectivamente o São Lourenço, na sede da paróquia e um outro na localidade de Odrinhas, muitos forasteiros vindos de Lisboa, fugiam da peste. A Senhora da Saúde também aqui, intercedia pelo povo, da terra e aldeias vizinhas. No final do Século XVI o topónimo muda, de São João dos Porqueiros para São João das Lampas.

Mudança sugestiva e emblemática da evolução positiva que a nova paróquia vivia e vive. “Lampas”, sinónimo de vantagem, de levar a melhor; são as premissas de um tempo ou de colheita fértil. A História regista toda essa evolução. O crescimento demográfico e económico é constante e harmonioso com o território.

Casais Saloios de arquitectura vernácula típica e sugestiva para uma vida bucólica nos tempos presentes. Por tudo isto São João das Lampas é detentora de um cenário campestre classificado, ainda activo, paredes-meias com a poderosa Serra de Sintra e recheado de jóias da História e património local e sintrense. Jóias que são pontificadas

A vida cultural, tanto a religiosa como a profana, pulsa com vitalidade praticamente nas 43 localidades que compõem a freguesia. Ao deambular pelo território de São João das Lampas, em viagem sedutora e em muitos aspectos iniciáticos até, constamos facilmente a beleza do seu litoral atlântico, de recorte sinuoso, de praias e pe-

quenas enseadas recônditas, quase sem mácula humana. As mesmas praias e ensedas que os Homens de São João tinham de defender da pirataria naval dos séculos passados. Na ruralidade de São João encontramos também exemplos vivos. Os velhos moinhos eólicos setecentistas, os lagares, os próprios

pela vetusta ponte e via romana de Catribana, pelo grande complexo museológico de Odrinhas de valor mundial. A heterogeneidade da populacional e económica de São João Lampas, na actualidade, projecta o futuro, certamente promissor, respeitando o seu Passado Histórico. Rui Oliveira


12

Pub

Jornal OCIDENTE Setembro 2012


Jornal OCIDENTE Setembro 2012

Local

Reforma Administrativa

Novo mapa das freguesias fechado até final do ano O Governo quer fechar o dossier sobre o novo mapa das freguesias, até ao final do ano independentemente da apresentação das propostas dos municípios. parlamentar”, diz o secretário de Estado convicto que PSD e CDS chegarão a acordo sobre a proposta a apresentar ao PS - sendo uma lei de valor reforçado exige a aprovação de dois terços da assembleia.

Freguesias preparam novo protesto “O prazo está bem definido. Com ou sem a pronúncia das Assembleias Municipais, a competência é da Assembleia da República. A lei do novo mapa das freguesias estará pronta até ao final do ano”, garante Paulo Júlio, secretário de Estado da Administração Local e da Reforma Administrativa. Menos optimista está Fernando Ruas, presidente da Associação Nacional de Municípios. “Na minha opinião se é para fechar até ao final do ano, o processo está atrasado, mas o secretário de Estado costuma cumprir o que diz”, refere o autarca de Viseu. Com a publicação em Diário da República do Programa de Apoio

à Economia Local (PAEL) e com a aprovação de Cavaco Silva à legislação sobre o Sector Empresarial Local e da redução de um terço dos dirigentes do poder local, Paulo Júlio aponta para a Lei das Competências - legislação que deverá ser apresentada no próximo Conselho de Ministros - como o último passo do Executivo para concluir a reforma do poder local. O resto, diz, terá de ser negociado no Parlamento. “Dos quatro pilares que apresentámos em Setembro do ano passado só falta o da democracia local, ou seja a lei eleitoral autárquica que nem depende do Governo mas sim da maioria

Praia Grande / Sintra Portugal PRO 2012

Sintra capital mundial do Bobyboard

Sintra recebe até domingo, 2 de setembro, o Sintra Portugal PRO, a mais importante e mais antiga prova do Circuito Mundial de Bodyboard IBA, evento desportivo que se realiza pelo 17.º ano consecutivo na Praia Grande.

Esta prova junta, durante seis dias, os melhores do mundo da modalidade, num festival desportivo que traz à Praia Grande milhares de adeptos das modalidades de ondas e amantes do desporto em geral. Com um prize money total de 50 mil dólares, esta prova continua a ser a mais premiada de todo o circuito mundial e é também aquela que reúne o maior número de inscritos. A edição de 2012 conta com a participação de cerca de 150 atletas de 16 nacionalidades diferentes, vindos de cinco continentes. A prova sintrense apresenta os melhores praticantes da modalidade a nível nacional e internacional, com uma prova Open e um

A Plataforma Freguesias SIMtra vai participar no Encontro Nacional de Freguesias, iniciativa promovida pela Associação Nacional de Freguesias (ANAFRE) que terá lugar no dia 15 de Setembro, em Matosinhos. A Lei nº 22/2012, de 30 de maio aprovou o regime jurídico da Reorganização Administrativa Territorial autárquica, documento que na opinião deste órgão visa “a redução estatística do número de Freguesias”. Entretanto, decorre, neste momento, o processo de pronúncia - ou não pronúncia - dos Órgãos da Freguesia e do Município, terminando o prazo para apresentação de propostas, por parte das Assembleias Municipais, a 15 de outubro de 2012. Seguir-se-á

o envio dos processos para a Assembleia da República. Em caso de não pronúncia ou pronúncia em desconformidade com a Lei, o processo é remetido à Unidade Técnica constituída nos termos da Resolução da Assembleia da República. Segundo a ANAFRE, “sempre defendeu que a reforma, a fazer-se, deveria ter em conta a opinião das populações e dos Autarcas de Freguesia; porque se não desvia deste princípio e pretende demonstrá-lo e porque, nesta hora, se encontra em discussão a intenção (sem consistência) de atribuição de novas competências e recursos às Freguesias”. Assim, e tendo em contra a “intransigência do legislador”, o Conselho Diretivo da ANAFRE decidiu promover um novo Encontro Nacional de Freguesias, “para ouvir os eleitos de freguesia e, de viva voz, dar conta do trabalho desenvolvido e a desenvolver no apoio às Freguesias de Portugal”, refere o documento.

Visita interativa com natureza

13

PS

Basílio disponível para Sintra Basílio Horta está a ganhar avanço entre os socialistas como possível candidato à sucessão do social-democrata Fernando Seara na presidência da Câmara Municipal de Sintra. O antigo dirigente do CDS, ex-presidente da Agência para o Investimento e Comércio Externo de Portugal (AICEP) e deputado (independente) pelo PS desde 2011, já foi sondado e não terá enjeitado o desafio — que significaria recuperar para o PS a segunda câmara mais importante da Área Metropolitana de Lisboa, perdida (para o PSD) em 2001. São João das Lampas

Igreja abre Nova Creche A creche “Pé ante Pé”, com capacidade para 66 crianças, inicia as suas atividades a 5 de setembro, com a abertura de salas de crianças de dois anos, e a 17 de setembro, com as salas de um ano e berçário. Esta nova valência do Centro Social e Paroquial de S. João das Lampas tem como finalidade promover a família e a sua estabilidade, bem como dar resposta a uma lacuna existente na comunidade. Odrinhas

Património abre inscrições A Escola Profissional de Recuperação do Património de Sintra abriu inscrições para os chamados cursos livres: restauro de peças em faiança I e II, restauro de mobiliário I e II, manufatura de azulejo, reintegração cromática - faiança, técnicas de cinzelagem e pintura mural - fresco. Os cursos livres vão decorrer nos dias 29 de setembro e 6, 13, 20 e 27 de outubro, das 9H00 às 13H00. Casa Mantero

Festival de Máscaras e Comediantes

torneio feminino. Neste cartaz, o destaque vai para atletas como o nove vezes campeão mundial Mike Stewart, do Havai; o seis vezes campeão mundial Guilherme Tâmega; o havaiano Jeff Hubbard e o australiano Dave Winchester, ambos na luta pelo título deste ano. Na competição feminina, Eunate Aguirre (Espanha), Isabela Sousa (Brasil) ou as portuguesas Rita Pires e Catarina Sousa são os nomes a reter. O Sintra Portugal PRO é a única prova do Mundial que se realiza na Europa Continental, integrando, conjuntamente com as provas do Havai, México, Chile, Austrália, Canárias, Ilhas Reunião e Porto Rico, a primeira divisão da modalidade, sendo considerada a prova mítica de todo o circuito.

Aplicação inovadora coloca natureza a falar com os visitantes A Parques de Sintra lança a plataforma “Talking Heritage – Percursos Multimédia em Sintra”, aplicação que permite ao visitante uma experiência interativa na qual pode ser avisado aquando da passagem por locais de maior relevo nos Parques da Pena, Monserrate e Capuchos, acedendo a informação em vídeo, fotografia, áudio e texto. Um formato inovador de visitas em que, recorrendo ao uso de iPod e smartphones, o visitante terá acesso a informação vocali-

zada em vários pontos, dando a sensação de que a natureza fala consigo. Através de uma aplicação de software (App), o visitante pode aceder, para cada ponto de interesse do percurso, a informação escrita, fotografias, ficheiros áudio e vídeo. O texto é vocalizado, dando a ilusão de que “a natureza fala com o visitante”, proporcionando maior proximidade e interatividade entre o visitante e os locais percorridos.

Sintra vai acolher a 9ª edição do Festival Internacional de Máscaras e Comediantes (FIMC), nos dias 1, 2, 15 e 16 de setembro, nos Jardins da Biblioteca Municipal de Sintra – Casa Mantero. Promovido pelo Teatro Casa da Comédia, com a participação de companhias nacionais e internacionais, é o único evento do género em Portugal. Artesanato

Selo de Qualidade ® 2012 Pelo 15º ano consecutivo, a Câmara Municipal de Sintra atribui o Selo de Qualidade®, conferindo aos trabalhos artesanais o reconhecimento da sua autenticidade. As inscrições estão abertas até 7 de setembro.


14

Jornal OCIDENTE Setembro 2012

Desporto

ção o técnico e antigo atleta de competição. “O importante é sempre fazer o que se gosta, andar ou correr, qualquer exercício é bom”, diz João Machado, que chama ainda a atenção para a importância da alimentação, “mais cuidada e saudável”, sobretudo para quem quer perder peso.

Progresso Clube

Actividade física e manutenção a qualquer hora

Importância da manutenção A actividade física não deverá ser esgotante ou dolorosa para ser eficaz, mas deverá sempre ser praticada de uma forma re-

Morada: Progresso Clube Praceta Progresso Clube, 17 – 2725-110 Algueirão Telefone: 219 267 360 E’mail: geral@progressoclube.pt Horário: Das 09h00 às 14h00 Das 16:30 às 22h00

Em qualquer idade o exercício físico tem um papel importante na saúde, no bem-estar e na criação de estilos de vida mais saudáveis. Traz benefícios aos sistemas respiratório e cardiovascular, fortalece os músculos, baixa o colesterol e perder peso. A prática de exercício físico “é fundamental em todas as idades”, disse ao Jornal OCIDENTE, João Machado, vice-presidente do Clube e um “apaixonado” pela prática e manutenção física, “fundamental nos nossos dias”. Para um bom desenvolvimento e crescimento, começar a actividade física desde criança é o ideal. “Jovens e adultos levam uma vida mais tranquila e saudável quando não se perde o hábito do exercício físico”, chama a aten-

gular. O Progresso Clube dispõe de uma equipa de técnicos e profissionais que podem ajudar a resolver muitos dos problema da sociedade moderna. A sala de Manutenção do Clube, foi renovada e conta com novos equipamentos que vêm contribuir ainda mais para o “bemestar físico e emocional e ajuda a prevenir doenças”, como a obesidade e problemas cardiovasculares. “O ambiente aqui é fantástico de grande cumplicidade entre técnicos e praticantes, o que é fantástico e até muito motivador, para quem quer estar em forma” e sentir-se bem. “O importante é começar”, deixa o desafio João Machado.


Jornal OCIDENTE Setembro 2012

Desporto

Nuno Lobo, presidente da Associação de Futebol de Lisboa

“Não permitirei que clubes de Lisboa continuem a ser prejudicados”

15

nacional e o terceiro desafio que lancei aos clubes da I Liga, que estenderei aos da II, para que já no próximo ano se volte a realizar a Taça de Honra de Lisboa. Nuno Lobo explicou, ainda, que a escolha dos nomes de Rui Gomes da Silva e Luís Duque foi da responsabilidade das respetivas SAD, depois do convite que ele próprio endereçou a ambas no sentido de se fazerem representar no referido encontro.

Falta de dinheiro não impede clubes de jogar

“Não há nenhum clube, que diga que vai deixar de competir este ano por falta de dinheiro”, assegura Nuno Lobo, presidente da AFL.

Nuno Lobo quer erguer uma muralha para defender os clubes de Lisboa, intenção reafirmada durante a cerimónia comemorativa dos 71 anos do Clube Atlético do Cacém, no concelho de Sintra. Mais recentemente o presidente da Associação de Futebol de Lisboa (AFL), Nuno Lobo, juntou Benfica e Sporting à mesma mesa, porque quer que Lisboa tenha uma só voz e seja uma muralha na defesa dos seus clubes e da verdade desportiva. “Estarei muito atento à verdade desportiva, serei uma voz incómoda e intransigente na defesa dos clubes de Lisboa e não vou permitir mais que sejam prejudicados como o têm sido nos últimos anos”, disse Nuno Lobo, referindo-se à ideia de que o FC Porto tem beneficiado das más relações entre o Benfica e o Sporting.

Pela verdade desportiva A promessa de defesa da verdade desportiva decorre, segundo Nuno Lobo, dos “erros consecutivos que têm prejudicado” os clubes lisboetas, quer “a nível de arbitragem” quer a nível de “tudo aquilo que contribuiu” para o afastamento de Lisboa da liderança, como “deixar de ter uma voz atuante nos fóruns do futebol, como as assembleiasgerais da Liga e da Federação Portuguesa de Futebol”. O responsável pela AFL não quis, no entanto, opinar sobre o trajeto e as condições em que o FC Porto alcançou as suas vitórias, pelo facto de se tratar de um clube alheio à instituição a que preside. Nuno Lobo juntou no início do mês Benfica e Sporting, que se fizeram representar pelos administradores das respetivas SAD, Rui Gomes da Silva e Luís Duque, à mesma mesa, num hotel da capital, encontro esse que suscitou várias especulações sobre o objetivo da iniciativa, tendo

em conta as más relações atuais entre os dois grandes de Lisboa. Instado a explicar o que o moveu nessa iniciativa, Nuno Lobo deu conta da pretensão de “promover o diálogo e as sinergias comuns” entre todos os clubes da capital, sendo certo que, “estando Benfica e Sporting do mesmo lado”, partilhando a mesma visão, “tudo será mais fácil para que Lisboa volte a triunfar no futebol nacional”.

AFL muralha do futebol nacional “Acredito, acima de tudo, no diálogo. Se houver, estamos muito

perto da pacificação. E quero dizer que há muito mais coisas que unem o Benfica e o Sporting do que os desune. Conto com os dois grandes para que Lisboa fale a uma só voz e seja a muralha do futebol nacional”, disse. Para o presidente da AFL, “se calhar, houve palavras não compreendidas” entre o Benfica e o Sporting e outros clubes de Lisboa, suscetíveis de gerar conflitos, e tudo seria mais fácil “se houvesse uma mediação, como está a haver agora, e alguém que ouça os clubes, que procure fazer pontes e criar sinergias para o futuro”.

Houve três motivos, segundo Nuno Lobo, para juntar os representantes das SAD de Benfica, Sporting e Estoril, na pessoa do seu presidente, Tiago Ribeiro: “O primeiro foi encetar o diálogo para a defesa dos interesses comuns, o segundo a manifestação da minha disponibilidade para ser o líder atuante e o interlocutor dos clubes de Lisboa a nível

Na sessão comemorativa dos 71 anos do Clube Atlético do Cacém, que contou entre outros convidados, com a presença do vice-presidente da Câmara de Sintra, Marco Almeida, o presidente a AFL fez questão de esclarecer que não haverá afastamento de qualquer clube das competições da AFL, por falta de pagamento. “Numa altura de crise, não há nenhum clube, que diga que vai deixar de competir este ano por falta de dinheiro. Não é por falta de dinheiro ou por dívida que o Atlético do Cacém deixe de competir este ano”, assegurou Nuno Carmo, dando conta de uma reunião “com mais de meia centena de clube de Lisboa e que chegou a acordo sobre o pagamento”. Para que não restem dúvidas, “se não puderem pagar em dois anos pagam em dez”, anunciou o presidente da AFL. “Agora uma coisa é certa: comigo, a AFL é para todos, seja o Cacém, o Rio de Mouro, o Benfica ou Sporting”.


FS-Institucional2012-Imprensa-260x367.pdf

1

12/05/15

15:37


Jornal OCIDENTE 08