Page 1

Divulgação

PÁGINA 4

ALIMENTAÇÃO SAUDÁVEL NA INFÂNCIA PODE EVITAR OBESIDADE E OUTRAS DOENÇAS Divulgação

PÁGINA 2

Divulgação

PÁGINA 4

SETEMBRO AMARELO: AÇÕES REFORÇAM DIA MUNDIAL DE PREVENÇÃO AO SUICÍDIO

QUEM TEM PROBLEMA DE CORAÇÃO PODE FAZER EXERCÍCIOS FISICOS? SAIBA COMO PROCEDER NESSE CASO

Divulgação

PÁGINA 3

EX-GOVERNADOR DO DF JOAQUIM RORIZ MORRE EM BRASÍLIA E RECEBE MUITAS HOMENAGENS

Divulgação

PÁGINA 5

Professores e alunos fazem rifas para cuidar dos campos de futebol

CAMPOS DE FUTEBOL DO GUARÁ E OUTRAS REGIÓES ESTÃO EM PÉSSIMAS CONDIÇÕES


2

JORNAL NTA

Distrito Federal e Entorno, Setembro de 2018

TREINAMENTO FÍSICO PARA CARDIOPATAS Quem tem problema de coração pode fazer atividade física? Como deve ser? Quais cuidados devem ser tomados? Foto: Divulgação

necessidade, pois o professor de Educação Física qualificado saberá dosar a intensidade e o volume dos exercícios. Seguindo estes passos, as doenças cardíacas ou agravamento das mesmas diminuirá bastante. Quando fazemos exercícios, a circulação sanguínea aumenta e com isto se

houver alguma artéria danificada poderá se romper durante o esforço, daí a importância do volume e intensidade dos mesmos. A atividade aeróbica de longa duração e menor intensidade abaixam a pressão em repouso, principalmente quando se perde peso. Quando treinamos exigi-

mos que o coração bombeie mais sangue para os músculos e mais artérias vão trabalhar sob tensão elevando a pressão sanguínea, por isto o monitoramento da carga deve ser bem controlado. Indivíduos cardiopatas podem fazer treinos com pesos (musculação) desde que estes sejam feitos na

forma de circuitos com cargas leves, muitas repetições, descanso mínimo e com a utilização no descanso ativo incluindo esteira ou ergométrica. Evita-se desta forma o aumento exagerado da pressão sanguínea. As cargas devem ser entorno de 60%, assim como a zona-alvo de batimentos car-

díacos por minuto. Exercícios básicos elevam a pressão sanguínea mais do que exercícios isolados, pois grupos musculares em maior quantidade são solicitados, exigindo mais bombeamento de sangue do coração. A respiração tem grande importância no controle da pressão arterial, exercícios em apneia (bloqueio da respiração) aumentam a pressão arterial e intracraniana elevando os riscos cardíaco e vascular cerebral. Por isto o acompanhamento, a prescrição de exercícios ideais e o controle do batimento cardíaco ideal e da pressão sanguínea durante os exercícios físicos requer o acompanhamento do professor de Educação Física, que junto com uma educação alimentar orientada por um nutricionista e o acompanhamento médico do cardiologista permitirá ao cardiopata a prática de atividades físicas para a melhoria da qualidade e aumento da perspectiva de vida. Bons treinos e cuide do seu coração! Profº Julio Carvalhaes Personal Trainer e Consultoria Contato: juliocarvalhaes@gmail.com

DA PÁGINA 3

solução DA CRUZADINHA

Cardiopatas são pessoas que possuem disfunções ou problemas cardíacos. Por exemplo: Doença arterial coronariana, hipertensão, AVC, insuficiência cardíaca, etc. As doenças cardíacas são doenças degenerativas crônicas, ou seja, as pessoas não percebem que o processo avança de maneira lenta e progressiva até chegar a complicações graves, inclusive a morte. A detecção precoce e o tratamento adequado impedem tanto a incapacitação do coração como a morte do doente. Cardiopatas devem fazer uma avaliação médica antes de iniciar sua atividade física, um eletrocardiograma em repouso e o teste ergométrico para analisar o funcionamento do coração em esforço, caso haja alterações não previstas deverá fazer o eco cardiograma que avaliará a estrutura e funcionamento do coração. O médico poderá pedir um hemograma principalmente para analisar o colesterol e triglicerídeos no sangue. Após a liberação médica o cardiopata deve procurar um educador físico que irá elaborar um programa de treinamento de acordo com a sua

NOTÍCIAS TREVO AZUL Jornal NTA-DF / CNPJ: 03.709.528/0001-22 / CF/DF: 07.457.106/001-72 Redação: Chácara 01 Lote 3B1 Sala 06 - Bernardo Sayão - Guará II - DF - CEP: 71.080-005 Tel: 61-3301-8905 / 61-98417-8727 / 61-98328-0587 e-mail: nta.trevoazul@gmail.com

Jornalista Responsável Zuleika Aparecida Lopes Reg. Prof. 001038/85 - DF

Diretoria Nilda S. Nascimento Wesley S. Alves

Arte, Projeto Gráfico e Diagramação Renato R. Rodrigues

Edição | Comercial Vanessa Romão e Nanci Cruz

Fotografia Iracema Batista de Souza

Tiragem: 5.000 Exemplares

AS MATÉRIAS ASSINADAS SÃO DE RESPONSABILIDADE DOS SEUS AUTORES E NÃO REPRESENTAM NECESSARIAMENTE A OPINIÃO DO JORNAL NTA.


JORNAL NTA

Distrito Federal e Entorno, Setembro de 2018

3

MORRE EM BRASÍLIA O EX-GOVERNADOR JOAQUIM RORIZ

Morreu, na quinta-feira (27/9), em Brasília, o ex-governador do Distrito Federal Joaquim Roriz. Ele estava internado no Hospital Brasília, no Lago Sul, desde 24 de agosto, quando deu entrada com febre alta. Os médicos confirmaram a morte às 7h50, por choque séptico decorrente das complicações da infecção pulmonar, que resultou em falência múltipla dos órgãos. “Estamos devastados. É um momento em que só peço orações. Tenho certeza que não é só a família que perde com a morte do meu avô, mas Brasília inteira”, disse Joaquim Neto, na porta do hospital. “Ele merece todo o carinho do mundo, mas está descansando agora”, completou. Roriz é o primeiro político do DF a ser velado no museu que é dedicado ao criador de Brasília. Ele será enterrado em cova posicionada a 20 metros da lápide do ex-presidente. O corpo será levado em carro aberto dos bombeiros. O governador Rodrigo Rollemberg (PSB) decretou luto oficial de três dias. O patriarca do clã Roriz estava na Unidade de Terapia Intensiva e chegou a apresentar melhora, quando foi transferido para um quarto no último dia 10. Contudo, voltou a ser internado na UTI dois dias depois, onde permaneceu até o momento de sua morte. Algumas horas antes do óbito, Roriz sofreu uma parada cardíaca e foi submetido à traqueostomia. A cirurgia abriu um pequeno orifício na traqueia, onde uma cânula foi instalada para a passagem de ar. Depois, sofreu mais duas paradas cardiorrespiratórias. O velório ocorreu no Memorial JK. Diabético e doente renal crônico, o quadro de saúde do ex-governador se agravou nos últimos anos. Em agosto de 2017, o Metrópoles revelou que Roriz precisou amputar dois dedos do pé esquerdo por causa da diabetes. O político voltou ao hospital 11 dias depois e teve parte da perna direita amputada, na altura do joelho. Dois anos antes, em novembro de 2015, Roriz ficou quase uma semana internado após um quadro de hipertensão e taquicardia. Na época, precisou ser submetido a cateterismo. LEGADO Joaquim Domingos Roriz teve o nome reconhecido nacionalmente ao governar o Distrito Federal por 14 anos. Ele sofria de doença renal crônica e diabetes. O quadro de saúde se agravou nos últimos anos. Em agosto de 2017, Roriz precisou amputar dois dedos do pé esquerdo,

depois da complicação do diabetes. Alguns dias depois, precisou voltar ao hospital para amputar a perna direita na altura do joelho. Roriz ficou conhecido por adotar medidas polêmicas, como a ampla distribuição de lotes e projetos de moradias populares que marcaram suas gestões. Nos discursos, havia expressões típicas do interior do país e um estilo popular, que o aproximava do eleitorado mais humilde do DF. As campanhas políticas e eventos públicos eram transformados em comícios, com direito a corpo a corpo constante e um tom religioso. O ex-governador saiu da vida política em 2010, quando teve a candidatura questionada no Tribunal Superior Eleitoral (TSE), que determinou a impugnação, com base na lei Ficha Limpa. Em 2006, ele se candidatou ao Senado e assumiu, em fevereiro de 2007. Cinco meses depois, renunciou ao mandato de senador em meio a denúncias de envolvimento em corrupção no governo do Distrito Federal. O caso ficou conhecido como o escândalo da Bezerra de Ouro. Foi o mandato de senador mais rápido da história. A possível candidatura chegou ao Supremo Tribunal Federal (STF). Temendo veredito desfavorável do STF, ele desistiu de concorrer ao cargo de governador. Na época, a poucos dias das eleições, lançou em seu lugar a esposa, Weslian Roriz, que nunca exerceu cargo político. Ela chegou ao segundo turno, mas perdeu a eleição para o candidato do PT, Agnelo Queiroz. POLÍTICA Roriz começou a carreira política em 1962, como vereador em Luziânia (GO), onde nasceu. Em 1978, candidatou-se a deputado estadual por Goiás e venceu, sendo o candidato mais votado pelo PMDB, hoje MDB, no estado. Foi um dos fundadores do Partido dos Trabalhadores (PT) em Luziânia, em 1980. Já no PMDB, foi eleito deputado federal em 1982. Em 1986 venceu a eleição para vicegovernador de Goiás, na chapa do governador Henrique Santillo, já falecido. Roriz chegou ao governo do DF em 1988, indicado pelo então presidente José Sarney (MDB-AP). O Distrito Federal ainda não elegia seu governador por voto direto. Após quase 18 meses de mandato biônico, foi acusado pelos adversários de ter distribuído lotes para os eleitores, de olho nas eleições diretas que iriam ocorrer em outubro de 1990. Entre 15 e 29 de março de 1990, Roriz foi ministro da Agricultura e Reforma Agrá-

QUEM NÃO É VISTO NÃO É LEMBRADO!

ria no governo Collor, renunciando ao cargo para disputar o governo do DF. Venceu, sendo o primeiro mandatário eleito ao Palácio do Buriti e se manteve no cargo até 1994. Passou apenas um mandato fora. Em 1998, concorreu novamente e voltou a governar o Distrito Federal. Foi reeleito em 2002. Roriz inaugurou a primeira linha de metrô da capital federal e foi o responsável pela construção da Ponte JK, um dos cartões postais do DF. Durante o quarto mandato como governador, deixou o Buriti para se candidatar ao Senado. Foi eleito, mas renunciou cinco meses depois de assumir o cargo, em julho de 2007, para evitar um processo por quebra de decoro parlamentar no Conselho de Ética da Casa. O ex-governador nasceu em 4 de agosto de 1936, filho de Lucena Roriz e de Jerzuleta de Aguiar Roriz. Ele deixa viúva Weslian Roriz, com quem teve três filhas: Wesliane, Liliane e Jaqueline. As filhas também são conhecidas no cenário político brasiliense. EMOÇÃO NA DESPEDIDA Segundo a PM, mais de duas mil pessoas passaram pelo monumento para se despedir do ex-governador desde as 15h30 de quinta (27). E o público pôde tocar, beijar e chorar sobre o caixão de Roriz. Por determinação de dona Weslian, esposa do patriarca do clã, as cordas que separavam o corpo dos simpatizantes foram retiradas. Assim, vários cidadãos puderam estar mais perto de Roriz. A matriarca revelou a pessoas do círculo familiar que “Roriz sempre foi um homem do povo e que não poderia ter atitude diferente neste momento”. Weslian, aliás, precisou ser amparada pelo menos duas vezes no fim da tarde de quinta (27). Ao lado das filhas e dos netos, chorou o tempo todo. Cansada, ela deixou o Memorial JK por volta das 20h45, acompanhada de Marilda, a enfermeira que cuidou de Joaquim Roriz nos últimos anos. Quatro bandeiras foram colocadas sobre o caixão, cada uma delas ligada à história de Joaquim Roriz. Entre elas: a do Brasil; a do estado de Goiás, onde Roriz nasceu e iniciou a carreira na política; a do Distrito Federal; e, por fim, do Divino Espírito Santo. Esta última tem relação com a devoção católica da família e a tradicional festa do Divino Espírito Santo, na qual o ex-governador costumava marcar presença. agenciabrasil.ebc.com.br e metropoles.com

ANUNCIE, DIVULGUE SEU NEGÓCIO!

JORNAL NTA

Foto: Divulgação

C R U Z A D I N H A s o l u ç ã o

n a

p á g i n a

2


4

JORNAL NTA

Distrito Federal e Entorno, Setembro de 2018

SETEMBRO AMARELO: AÇÕES REFORÇAM DIA MUNDIAL DE PREVENÇÃO AO SUICÍDIO

Imagem: Divulgação

10 de setembro é o Dia Mundial de Prevenção ao Suicídio. Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), a cada 14 segundos, uma pessoa se mata no mundo, o que dá uma média de 800 mil pessoas por ano. Aqui no Brasil, uma pessoa se mata a cada 45 minutos. Como forma de conscientizar sobre a importância da prevenção foi criado em todo o mundo o Setembro Amarelo. Vários monumentos são iluminados com essa cor aqui no país. Empresas podem fazer ações internas e promover palestras. E cada pessoa pode se mobilizar usando uma fita amarela, por exemplo. A campanha é realizada pelo Conselho Federal de Medicina e Associação Brasileira de Psiquiatria, além do Centro de Valorização da Vida. O coordenador nacional do Setembro Amarelo, Antonio Geraldo da Silva, da Associação Brasileira de Psiquiatria, fala da mobilização. “O Setembro Amarelo é extremamente importante para a nossa situação atual, porque a gente não suporta mais tanta gente morrendo, uma tragédia tão grande, sendo que, nós sabemos, 90% dos casos podem ser prevenidos.”

O psiquiatra fala que o Setembro Amarelo quer divulgar ações para ajudar. “O nosso site www.setembroamarelo.com.br e dizer que queremos ajudar a todos que têm esse tipo de pensamento. E que a gente deve cobrar nas instituições que façam ações para diminuir o número de pessoas que estão suicidando no nosso país. Não podemos permitir que uma doença

OS SINAIS E COMO AJUDAR Segundo Leila, voluntária do CVV e porta-voz do grupo em Brasília, ainda existe um tabu muito grande ao falar sobre suicídio: a pessoa não se sente confortável para conversar, teme ser julgada, recriminada ou que a família ache “mimimi”. Normalmente não se fala sobre suicídio por simplesmente não saber como levantar o assunto sem assustar o interlocutor. “Quem está próximo deve ficar atento se a pessoa está se isolando, se tem algum comportamento diferente, apresenta problemas com a ali-

que pode ser tratada acabe não tendo tratamento e levando uma pessoa a ter morte por suicídio.” A psicóloga Celia Maria Teixeira alerta sobre os mitos que devem ser esclarecidos quando o assunto é suicídio. “A gente chama de mitos, por exemplo, quem fala muito não vai fazer.Quem fala muito está dando um sinal. Fez uma tentativa, não vai repetir isso mais, já passou por um

mentação e deixa de comparecer a atividades sociais que gostava. São pequenos sinais, não necessariamente vão levar à morte, mas indicam que a pessoa precisa de ajuda e não sabe como pedir”, explica Leila. A analogia utilizada pela voluntária do CVV é de que uma pessoa pensando em se matar é como uma panela de pressão. Sofre pressões externas (a família não a entende, o estresse do trabalho, dívidas) e internas (sentimento de não pertencer, se menosprezar, não se achar importante), todas ao mesmo tempo. Conversar

sufoco. Não. Tem que se ter cuidado. Outro: não posso perguntar, parece que está pensando em morrer, mas enfim, não posso perguntar porque parece que estou induzindo a pessoa a pensar mais nisso. Não. Perguntar de forma adequada, isso muitas vezes pode dar um alivio, ela conseguir falar de algo que estava atormentando.” Segundo a voluntária Leila, do Centro de Valorização da

com honestidade sobre as emoções seria o equivalente a tirar a pressão da panela, evitando sua explosão. “É preciso conversar abertamente, dialogar, falar sobre as emoções de forma segura, sem ameaça. Outra dica é garantir o sigilo: é preciso poder falar sem ter medo de a notícia se espalhar. E jamais reprimir. Nossa tendência neste mundo corrido é, quando alguém começa a expor seus problemas, logo dizemos que a pessoa tem tudo ou começamos a falar sobre nós mesmo, impedindo o outro de se expressar”, conta Leila. É preciso ouvir sem bloquear, sem julgar,

Vida, é importante falar sobre o assunto para saber ouvir quem precisa de ajuda. “Falar sobre suicídio, falar sobre depressão, falar sobre ideação suicida é muito importante porque ainda é um tabu, e o tabu é uma das maiores barreiras à prevenção. A pessoa está passando por um momento de angústia e tristeza e elas têm dificuldade de romper aquele isolamento, o que ela está passando.”

com empatia e mostrando solidariedade, acompanhando de verdade. “Às vezes alguém revela que está muito mal e a gente se assusta”, completa. A ajuda médica também é importante, mas o ideal é não ser imposta. O paciente deve entender que precisa de atendimento especializado e, para isso, a família e amigos podem sugerir procurar um profissional e seguir o tratamento à risca. “O CVV funciona como um pronto socorro emocional para quando a pessoa não tem a quem recorrer, com quem conversar. Esperamos fortale-

Entre as principais causas que levam uma pessoa a acabar com a própria vida, estão problemas como depressão, abuso de drogas e situações que despertam forte carga emocional, como o fim de um relacionamento amoroso ou a perda de um emprego. Lucinaura Diógenes, presidente do Instituto Bia Dote, já passou pela dor da perda de um ente querido. Ela fala da importância dos familiares das vítimas de suicídio também procurarem ajuda. “Os familiares que passam por uma situação de suícídio, são consideradas pessoas sobreviventes de suicídio, essas pessoas não devem se envergonhar porque um ente querido faleceu por suicídio, mas buscar ajuda, processar o seu luto, porque um processo de luto já difícil e de luto por suicídio muito mais.” É possível buscar ajuda com profissionais, nos serviços de saúde, em emergências como o Samu, Centro de Valorização da Vida no 188 disponivel em todo o país. A preocupação com o suicídio faz com que muitas iniciativas de prevenção estejam sendo adotadas por escolas, universidades, empresas. ebc.com.br metropoles.com

cer cada um por meio da fala, sem aconselhar, mas escutando com respeito, aceitação, compreensão e confiança”, explica a voluntária. O CVV O Centro de Valorização da Vida presta apoio emocional gratuitamente 24 horas por dia, de forma anônima e sigilosa. Os atendimentos podem ser feitos por telefone, e-mail, Skype, chat, ou pessoalmente. Em Brasília, o posto de atendimento funciona no Setor de Rádio e TV Norte Quadra 702, Edifício Brasília Rádio Center, sobreloja 5. O atendimento é feito gratuitamente pelo telefone 188.

A ALIMENTAÇÃO SAUDÁVEL NA INFÂNCIA PODE EVITAR OBESIDADE E DOENÇAS FUTURAS

Foto: Divulgação

Alimentação saudável na infância é essencial para o desenvolvimento da criança. Ingerir alimentos que oferecem nutrientes e energia ajuda a manter o bom estado de saúde. Mas, para muitos pais fazerem os filhos adotarem o hábito da boa alimentação, tem sido um grande desafio. De acordo com a Organização Mundial de Saúde (OMS), as crianças devem consumir cinco frutas por dia, legumes e hortaliças. Dessa forma, é possível prevenir muitas doenças. A nutricionista Mariana Del Bosco afirma que 41 milhões de crianças ainda menores de cinco anos de idade são afetadas pela obesidade a nível mundial. Elas estão sujeitas ao colesterol, hipertensão, diabetes, além de afetar a autoestima e a qualidade de vida. Quando bebê, os alimentos são oferecidos por etapa, assim, a criança vai desco-

brindo sabores, texturas, aromas de cada alimento e também nutrindo o seu corpo. Nessa fase, o alimento é oferecido a cada três horas. Bons hábitos alimentares e a boa qualidade dos alimentos contribuem com a saúde das pessoas em geral Ter uma alimentação saudável desde a infância é o meio mais adequado para garantir a qualidade de vida e prevenir diversos tipos de doenças. Portanto, é importante que seja balanceada em carboidratos, fibras, proteínas, sais minerais e água. A alimentação de qualidade tem como objetivo proporcionar ao organismo nutrientes que garantem energia e disposição para o desenvolvimento de atividades diárias. Já quando o indivíduo não tem hábitos alimentares saudáveis, as chances de contrair sérios problemas de saúde são grandes. De acordo com os especialistas, equilíbrio alimentar é a melhor direção que

uma pessoa pode seguir para ter sempre a saúde em dia. As frutas e as verduras devem fazer parte do cardápio todos os dias. Esses alimentos fornecem minerais, água e fibras que contêm oxidantes e são ricos em substancias bioativas que permitem uma saúde melhor. Saiba como balancear a alimentação das crianças Por conta das dificuldades que alguns pais enfrentam com seus filhos em relação aos hábitos alimentares saudáveis, segue algumas dicas que podem ajudá-los. Frutas As frutas podem ser ingeridas com casca. Antes de oferecê-las às crianças, deve-se higienizá-las. As vitaminas e nutrientes estão na casca, assim, se for possível, evitar a sua retirada será melhor. Doces Os doces podem ser consumidos com muita moderação. Quando o consumo passa do permitido, tor-

na-se prejudicial à saúde. A recomendação da oferta é de apenas três vezes por semana para as crianças com peso adequado. Alimentos duros Alimentos como beterraba, cenoura, pepino, tomate e outros ajudam a fortalecer a musculatura bucal, auxi-

liando na mastigação. Pratos coloridos Os pratos coloridos têm o poder de chamar atenção das crianças e, principalmente, ajudam a abrir o apetite. Isso acontece pelo fato de elas estarem na fase lúdica, pois tudo que possui cores diversificadas as estimulam.

Água e sucos Conforme a Sociedade Brasileira de Pediatria, o ideal é oferecer água, no entanto, se a preferência for suco, nesse caso, os cítricos são recomendados, e excelentes para absolver vitaminas. terra.com.br www.eatwellbrasil.com.br


JORNAL NTA

Distrito Federal e Entorno, Setembro de 2018 Foto: Vinícius Santa Rosa/Metrópoles

Embalado pelo sonho de se tornar jogador de futebol profissional, Tales Sousa, 15 anos, percorre estabelecimentos comerciais do Guará munido com bilhetes de rifa. As cédulas prometem R$ 300 ao felizardo que faturar o prêmio. Mas quem vai, de fato, tirar a sorte grande ao fim das vendas é o menino e uma centena de adolescentes. Por meio da rifa, eles arrecadam fundos para tapar buracos e demarcar o campo público onde treinam e, assim, suprir o desmazelo do poder público. A grana também vai custear materiais esportivos e viagens para disputa de torneios.

CAMPOS DE FUTEBOL COMUNITÁRIOS DO GUARÁ E DE OUTRAS REGIÕES VIRAM “CAMPO MINADO” cessária, o treinador recorre ao espaço gratuito apelidado de Toca da Coruja, no Guará II. Ele ensina futebol desde janeiro do ano passado, às segundas, quartas e sextas-feiras, das 18h30 às 21h. Quando chegou, a situação do gramado era pior. Segundo Élton, estava “cheio de cupim”. Hoje, parte dos problemas desapareceu, por união de esforços voluntários. Porém, um deles perdura: a insegurança causada por falta de iluminação. A solução para o entrave, o dinheiro das rifas não pode pagar.

Os campos comunitários do Distrito Federal foram percorridos. De grama natural ou sintética, nenhum deles recebe dos agentes públicos a atenção necessária para promoção de esporte e lazer. Nos arredores, falta iluminação e, consequentemente, segurança. As grades estão quebradas. Nos espaços, à míngua, buracos põem à prova a integridade física dos atletas que apostam as fichas no futebol amador como base para o esporte profissional. “Dependemos de doações e boa vontade, porque a administração não toma conta do local. Nós que fizemos demarcação do gramado. Temos de pegar água em um posto de gasolina perto. E só de vez em quando caminhãopipa vai ao campo para irrigá-lo”, reclama Élton Cláudio Pinto, 39, idealizador e técnico da escolinha Élton Futebol Arte (EFA), na qual Tales e outros 100 atletas, de 12 a 19 anos, treinam. Sem verba para alugar campo com toda estrutura ne-

Meus meninos, às vezes, passam por lugares muito escuros em volta do campo. Tenho medo de que ali sejam vítimas da violência, mas, felizmente, nunca houve algo assim com eles. A CEB [Companhia Energética de Brasília] vem de vez em quando e conserta os postes. Mas logo estragam de novo" Élton Cláudio Pinto, treinador de futebol Em volta do campo, além

de luz, faltam espaços próprios para os atletas trocarem de roupa e guardarem pertences. Para solucionar tais problemas, o treinador considera alugar contêineres. Mas o arrocho financeiro, agravado pelas despesas com viagens para disputa de torneios, inviabiliza a medida. Apesar das adversidades, Élton não perde a esperança de ter melhores condições de desenvolver o trabalho. “Não desisto porque, por meio do esporte, tiro os meninos das ruas. Meu trabalho não tem só importância social, ajudo os meninos a terem mais cultura, nas viagens para torneio, por exemplo”, diz. BURACOS A 14km de distância dali, na Praça dos Eucaliptos, em Ceilândia Norte, pelo menos quatro escolinhas se revezam em um campo sintético castigado por buracos e desníveis. Na marca do pênalti, por exemplo, os atletas improvisaram um círculo de concreto e gesso para tapar a falha no revestimento. Em uma das áreas de escanteio, o furo no piso

chega a 10cm, o suficiente para lesionar os atletas. Apesar disso, a alternativa representa risco às centenas de crianças e adolescentes que jogam na cidade mais populosa do DF, com 489,3 mil habitantes, de acordo com a última Pesquisa Distrital por Amostra de Domicílios (PDad), de 2015/2016, da Companhia de Planejamento do Distrito Federal (Codeplan). “No fim de semana passado, um garoto escorregou no local. Se não tivéssemos tapado, poderia ter quebrado o pé. O gesso foi a melhor maneira que encontramos”, conta o treinador do Madureira, uma das escolinhas que utilizam o campo, Nildo Arcanjo dos Santos, 58, conhecido como Ninha. Fora das quatro linhas, há uma ameaça cuja solução não é possível por meio de improviso: a insegurança. Segundo Antônio Gomes de Araújo, 60, o Tonhoca, técnico na escolinha Botafoguinho, traficantes de drogas frequentam os arre-

Boa notícia para os adeptos da dieta mediterrânea! Nova pesquisa feita no Reino Unido revela que a dieta baseada no consumo de vegetais, peixes e nozes diminui em 33% as chances de uma pessoa desenvolver depressão. O estudo, liderado por especialistas da Universidade College London (UCL), no Reino Unido, foi feito com 36 mil pessoas do próprio Reino Unido, França, Austrália, Espanha e Estados Unidos. A dieta mediterrânea tem esse nome porque se baseia na alimentação da região do Mar Mediterrâneo, rica em alimentos como azeite de oliva, peixes de água salgada, oleaginosas, grãos integrais e frutas e verduras. “Há uma associação entre a adesão a uma dieta mediterrânea e o menor risco de depressão”, escreveram os autores na revista científica Molecular Psychiatry. MOTIVO O consumo de alimentos

Foto: Divulgação

PESQUISA APONTA QUE DIETA MEDITERRÂNEA AJUDA A COMBATER DEPRESSÃO

inflamatórios faz o corpo aumentar o estresse, já que o organismo não consegue metabolizar os excessos de gorduras saturadas, frituras e açúcares. Frutas, legumes, nozes e peixes tendem a ser mais elevados em fibras, vitaminas, minerais e polifenóis que podem reduzir a inflamação. O OUTRO LADO “Uma dieta pró-inflamatória pode induzir inflamação sistêmica do corpo, o que po-

de aumentar diretamente o risco de depressão”, disse Camille Lassale da UCL. “Há também evidências que mostram que a relação entre o intestino e o cérebro desempenha um papel fundamental na saúde mental, e que esse eixo é modulado pelas bactérias gastrointestinais, que podem ser modificadas de acordo com a dieta.” Tasnime Akbaraly, co-autor do estudo, acredita que esta análise apoia o aconselha-

mento de nutricionistas a pacientes que estão tratando distúrbios mentais. “Isso é importante no nível de saúde pública, especialmente em um contexto em que a má alimentação é reconhecida como a principal causa de morte precoce nos países de alta e média rendas. Ao mesmo tempo, transtornos mentais são a principal causa de incapacidade”, alertou. sonoticiaboa.com.br com informações da Galileu

dores do campo. “Inclusive, já entraram no gramado e arrombaram a grade para entrar e fugir da polícia. Nunca mexeram conosco, mas incomoda”, lamenta. O atleta Jonathas Amilcon, 17, engrossa o coro. Ele conta que mães e pais de atletas temem pela falta de segurança no local. “Às vezes, vemos ‘bote’ da Polícia Militar nos traficantes aqui perto. É uma situação chata”, diz. O garoto critica a situação do gramado e afirma já ter sofrido torções por causa dos buracos, mas sem contusões graves. A iluminação também é alvo de queixa do adolescente. Ele conta que, a partir das 18h, os refletores demoram a ligar. Em época de campeonatos, o impasse atrasa o cronograma de partidas. O OUTRO LADO A Administração Regional do Guará informa que “aguarda recursos para a revitalização do campo comunitário”. “Quanto à iluminação pública, monitoramos as áreas mais demandadas pela população e investimos R$ 1,34 milhão, via emenda parla-

Imagem: Divulgação

5

mentar, para reforçar nas entrequadras 36/34, 34/32, 32/30, Avenida Contorno (da QE 36 à EQ 30/32), dando continuidade aos serviços por toda a extensão da avenida”, acrescentou, em nota. Ainda segundo o texto, há previsão para troca de luminárias na Avenida Contorno, próximo ao campo comunitário, a partir deste mês. A obra deve custar R$ 2,15 milhões. A administração também salienta a importância da participação da população pelo número 162, via internet ou pessoalmente, na regional. Já a Administração Regional da Ceilândia afirma que o campo de grama sintética na Praça dos Eucaliptos tem problemas “por falta de cautela dos próprios cidadãos”. Informa que vai solicitar vistoria no local e, “após o laudo, os reparos necessários serão encaminhados aos órgãos responsáveis”. “Além do campo de futebol, a Administração já tem projeto de melhorias também para a praça, atualmente sob análise da Novacap”, diz, em nota. O plano, segundo a pasta, prevê a reforma do skate park, playground, academia ao ar livre e a criar pista de caminhada. Já a Polícia Militar do Distrito Federal disse que atua “de acordo com levantamento e estudo de manchas criminais”. “O patrulhamento nessas regiões é realizado de forma ininterrupta e viaturas são estabelecidas em pontos estratégicos, com o intuito de inibir o cometimento de crimes”, acrescentou. A PMDF também ressaltou a importância de a comunidade acionar a corporação e fazer registro de ocorrências em delegacias. Douglas Carvalho metropoles.com


6

JORNAL NTA

Distrito Federal e Entorno, Setembro de 2018

ATLETA VALPARAISENSE CONQUISTA 1º LUGAR EM CAMPEONATO DE JIU-JITSU REALIZADO EM LAS VEGAS A jovem de 34 anos, também professora de artes marciais pela Secretaria Municipal de Cultura e Esportes, já tem uma carreira de 11 anos como atleta Foto: facebook.com

A atleta de Valparaíso de Goiás, Marília da Conceição Farias Alves Vieira, conquistou com muita garra o 1º lugar no Campeonato World Master Jiu-jitsu Championship 2018, promovido no final de agosto pela Federação Internacional de Jiu-jitsu (IBJJF). A jovem de 34 anos, também professora de artes marciais pela Secretaria Municipal de Cultura e Esportes, já tem uma carreira de 11 anos como atleta e voltou para casa com a medalha de ouro na categoria meio pesado faixa preta. O Mundial de Masters se difere dos demais porque apenas atletas acima de 30 anos participam da competição. Em 2018, o Campeonato bateu o recorde de inscritos, principalmente na categoria feminina. Marília Vieira já tem experiência em competições no exterior e conta que faz de tudo para orgulhar a equipe, alunas e cidade. “Sempre que puder farei uma forcinha para trazer o título. Acredito que podemos alcançar nossos sonhos se tivermos foco, fé e determinação, é o que passo aos meus alu-

nos, crianças, jovens e adultos. Através do esporte podemos salvar vidas”, ressaltou. Para o campeonato internacional, a competidora contou com o apoio da Secretaria de Cultura e Esportes de Valparaíso de Goiás, de parentes e amigos. “Infelizmente no município ainda temos pouco incentivo por parte dos empresários. Gostaria muito de ter uma parceria forte para competir mais vezes e deixar sempre em evidência o nome da minha cidade e do Estado de Goiás e por que não CentroOeste”, destacou. A lutadora não só de Jiujitsu, mas que luta pelo esporte, pela vida e por seus ideais, destaca algumas parcerias importantes que já conquistou, incluindo ser treinada “pelo melhor professor”, chamado Piezi. Marília logrou parcerias com nutricionista, endocrinologista e farmácia de manipulação, mas ressalta que o atleta de alto rendimento precisa de outras coparticipações que ajudem na realização deste sonho. ASCOM

REDE PÚBLICA MUNICIPAL DE ENSINO DE VALPARAÍSO DE GOIÁS AVANÇA NO IDEB Dados divulgados pelo Ministério da Educação (MEC) revelam o crescimento da Rede Pública Municipal de Ensino, que saiu do valor de 4,9 obtido em 2015, para avançar e assegurar a ótima nota de 5,2 em 2017 Foto: Divulgação

O município de Valparaíso de Goiás segue avançando e comemora os resultados do Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (IDEB) 2017, referente aos primeiros anos do Ensino Fundamental. Dados divulgados pelo Ministério da Educação (MEC) revelam o crescimento da Rede Pública Municipal de Ensino, que saiu do valor de 4,9 obtido em 2015, para progredir e assegurar a ótima nota de 5,2 em 2017. Este resultado significa que a meta projetada pelo Governo Federal foi atingida com êxito em Valparaíso de Goiás. Os indicadores do IDEB apontam que as escolas municipais Chico Mendes (Residencial Florais do Planalto) e Valparaíso I-E (Etapa E), chegaram à maior evolução durante o processo de avaliação. Além disso, as unidades públicas bateram o índice de 5,8 que é estipulado para o ano de 2021 e conquistaram a admirável nota de 6,1. Segundo o prefeito Pábio Mossoró, os números apresentados pelo MEC compravam o comprometimento do Governo Municipal e da Secretaria Municipal de Educação, que investe no setor que é umas das prioridades da atual gestão e que vem trazendo inúmeros benefícios para a cidade. “Esses índices significativos nos dão mais força, para seguir buscando investimentos e elevando cada vez mais a qualidade do ensino ofertado nas escolas. Com a garantia de estrutura adequada e da qualificação contínua dos profissionais da Educação, estaremos oportunizando aos alunos aprendizado, conhecimento e oportunidades para viver um futuro muito mais pro-

missor”, destacou. De acordo com a secretária de Educação, Rudilene Nobre, o desenvolvimento conquistado eleva o patamar da rede pública de ensino e supera todas as expectativas. “A qualidade da nossa educação é o reflexo do planejamento e dos investimentos da gestão do prefeito Pábio, que ama esta pasta e acredita na qualificação contínua dos seus profissionais. Quando o trabalho é feito com responsabilidade e engajamento, os resultados aparecem e melhoram a vida das pessoas”, finalizou. Saiba mais sobre o Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (IDEB) O que é o Ideb? É o Índice de Desenvolvimento da Educação Básica, uma das primeiras iniciativas brasileiras para medir a qualidade do aprendizado nacionalmente e estabelecer metas para a melhoria do ensino. Quando o Ideb foi criado? Quem fez? O Ideb foi criado em 2007

pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep). Esse órgão é uma autarquia do Ministério da Educação (MEC). Como varia o Ideb? O Ideb das escolas e das redes de ensino varia em uma escala de zero a dez, assim como as notas escolares variam usualmente. Para que serve o Ideb? O Ideb é um indicador nacional que possibilita o monitoramento da qualidade da Educação pela população. É um dado concreto, com o qual a sociedade pode se mobilizar em busca de melhorias. O que são as metas do Ideb? Na criação do Ideb, foram calculadas metas de melhoria da Educação. Ou seja, se o País tem mais estudantes com boas notas e mais aprovados na escola, isso é sinal de que houve melhora no aprendizado e no sistema educacional. O Ministério da Educação (MEC) tem metas para cada uma das escolas e também

para os municípios, estados e para a federação. Qual é a meta geral do Ideb para o Brasil? O objetivo principal, segundo o MEC, é que o Brasil conquiste 6 pontos no Ideb da primeira etapa do Ensino Fundamental até 2022, ano do bicentenário da Independência do Brasil. Essa nota é equivalente à média dos estudantes dos países da Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE). Em 2005, primeiro dado disponível (e anterior à criação do Ideb, em 2007), a nota do Brasil para essa etapa do ensino era 3,8. As metas das escolas são todas iguais? Não. As metas são diferenciadas para cada rede e escola. Estados, municípios e escolas deverão melhorar seus índices e contribuir, em conjunto, para que o Brasil chegue à meta 6 em 2022. Mesmo quem já tem um bom índice deve continuar a evoluir. ASCOM

FINAL DO PROJETO SOLETRANDO É REALIZADA EM VALPARAÍSO DE GOIÁS A aluna Graziela e o aluno Lucas foram os grandes campeões do Soletrando 2018 denador pedagógico da Escola Municipal Judite Maria da Silva destaca que o Projeto Soletrando tem um significado grandioso para o aprendizado dos alunos. “Assim como muitos outros projetos apresentados e trabalhados nas nossas escolas, o Projeto Soletrando tem um significado grandioso para o aprendizado de nossos alunos, já que tem o intuito de sensibilizar nossos alunos para a necessidade de escrever corretamente. Nesse sentido, quando a criança participa de algo nessa magnitude, ela se torna mais segura, seja na comunicação em qualquer esfera da sociedade seja na

Foto: Divulgação

A Secretaria Municipal de Educação, por meio da Divisão de Assuntos Técnicos Pedagógicos, realizou a Fase final do Projetos Soletrando na sexta-feira, 17/09, no auditório do CESB, localizado no bairro Jardim Oriente. Durante a Fase Escolar, a ação envolveu todas as escolas da Rede Municipal Pública de Ensino, com turmas de 1º ao 9º Ano e classificou os estudantes para a Fase Final. As grandes vencedoras municipais do projeto foram Graziela Diana Aruaste da Silva Sena, da Escola Municipal Cora Coralina, campeã do 6º ao 9º ano, e Lucas Gabriel Coutinho Bueno, da Escola Municipal Ipanema, campeão do 1º ao 5º ano. Docimar Felisbino, coor-

elaboração de textos. Vale salientar também que esse projeto enriquece o vocabulário daqueles que participam. Considerando tudo que fora

pontuado, é valido parabenizar a prefeitura de Valparaiso de Goiás, juntamente com a secretaria de educação por realizar um projeto tão valio-

so. Que mais projetos como esse possam ser gradativamente implementados na nossa rede de ensino”, evidenciou o coordenador. Segundo a SME, os projetos já são tradicionais nas unidades escolares e confirmam que o trabalho em Valparaíso de Goiás está no caminho certo em busca pela qualidade da Educação. Ainda de acordo com a pasta, incentivar e promover a busca do conhecimento aos alunos é prioridade para o Governo Municipal. Para a Secretária de Educação, Rudilene Farias, essa edição dos projetos buscou despertar o interesse pela Língua Portuguesa, enriquecen-

do o vocabulário dos alunos. “A Fase Final nos mostrou que as crianças e adolescentes aproveitaram muito este momento de entretenimento e diversão, melhorando a escrita e desenvolvendo ainda mais conhecimento”, disse. Segundo o diretor pedagógico, Jhean Lima, o Projeto Soletrando é uma importante estratégia pedagógica que oferece ao aluno uma forma lúdica de fazer contato direto com a Língua Portuguesa, aperfeiçoando o vocabulário da fala e da escrita. “A aplicação dessa ação nos faz acreditar que ela é de inteira relevância para o crescimento intelectual e para a harmonização do contexto escolar”, afirmou. ASCOM


JORNAL NTA

Distrito Federal e Entorno, Setembro de 2018

7

PREFEITURA DE ÁGUAS LINDAS DE PREFEITURA DE ÁGUAS LINDAS AVANÇA NA ASSISTÊNCIA À PESSOA ACAMADA GOIÁS REALIZA PAVIMENTAÇÃO ASFÁLTICA Foto: Divulgação

A Prefeitura de Águas lindas de Goiás vem intensificando ações de assistência à saúde das pessoas acamadas, por meio do Programa Melhor em Casa. O programa conta com uma equipe formada por médico, enfermeiro, técnico em enfermagem, fisioterapeuta, assistente social, fonoaudiólogo, nutricionista, dentista, que realiza visitas constantes a 122 pacientes, atualmente. Entre os pacientes assistidos pelo Melhor em Casa estão: idosos, pacientes crônicos sem agravamento ou em situação pós-cirúrgica. Os trabalhos fazem parte do Programa da Saúde da Família e é uma das estratégias para assistência multiprofissional gratuita em seus lares. “Fico realmente grato a Deus por poder colaborar, por meio de ações como esta na melhoria da saúde destas pessoas, sem condições de locomoção e com necessidade de reabilitação motora que em muito precisam de nossa atenção”, disse o prefeito Hildo do Candango. O vice-prefeito de Águas Lindas de Goiás, Luiz Alberto Jiribita, tem lembrado que a Saúde avançou muito na gestão atual. “Hoje o município é referência em toda a região e atende a demanda inclusive de pacientes do Distrito Fe-

deral. O prefeito conseguiu recuperar a rede de atendimento e implantar importantes programas, como informatização da Atenção Básica e das Salas de Vacinas, abertura de novas Unidades de Saúde e revitalização da Policlínica e HMBJ”, destacou. Em todo o município a assistência às famílias con-

ta com a participação efetiva de médicos em diversas especialidades, enfermeiros, agentes de Saúde que registram visitas constantes às unidades, técnicos em enfermagem, dentistas, entre outros profissionais, por meio de novas Unidades Básicas de Saúde. ASCOM

NA REGIÃO DO JARDIM COIMBRA

A Prefeitura de Águas Lindas de Goiás, por meio da Secretaria Municipal de Obras vem realizando intensivamente os trabalhos de pavimentação asfáltica em ruas e avenidas do Jardim Coimbra. O populoso bairro já recebeu obras de infraestrutura como: construção de galerias de águas pluviais, rede de esgoto, meio-fio, entre outros benefícios. Na semana do dia 24, máquinas e homens se concentraram em uma das principais avenidas do bairro passando pela Creche das irmãs e indo até o bairro Laranjeiras e vai desafogar o trafego na avenida principal do Coimbra.

O Coimbra já conta com o primeiro Reservatório de Água do município, que faz parte do novo sistema de abastecimento de água da cidade. O Reservatório tem capacidade para armazenar dois milhões de litros. “Com estas obras estamos solucionando um problema antigo que acontecia na época da chuva, onde as casas eram inundadas e a enxurrada transportava entulhos para a Bacia do Descoberto”, garante o prefeito Hildo do Candango. Vale ressaltar que toda a rede de adução foi renovada para suportar o novo sistema que irá coletar água da Barra-

Foto: Divulgação

gem do Descoberto. Nesta região a Prefeitura atua também com a construção de galerias de águas pluviais e pavimentação que beneficiam os moradores dos Jardins Pérola I e II, Cidade Jardim, Setor 01, Mansões Centro-Oeste e Mansões Village. Estas obras também irão eliminar o acúmulo de águas das chuvas no setor Mansões Centro-Oeste que afligem aquela comunidade. O secretário de Obras, José Dinando, destacou a importância das ações da Prefeitura para melhorar a qualidade de vida dos moradores desta localidade. ASCOM

PREFEITURA REALIZA OBRAS DA LIGAÇÃO DE ÁGUA POTÁVEL NO SETOR 11

Foto: Divulgação

Foto: Divulgação

A Prefeitura de Águas Lindas de Goiás concentrou na sexta-feira (31 de agosto), os trabalhos de implantação da Rede de Abastecimento de Água Potável no Setor 11, na quadra 101. Toda aquela região recebe galerias de águas pluviais, esgotamento sanitário, asfáltico, construção de meios-fios e calçadas e outros serviços de saneamento básico. A cidade será abastecida pelo novo sistema. Em virtude das intensas obras de saneamento básico, executadas pelo prefeito Hildo do Candango em diversos bairros de Águas Lindas de Goiás, os moradores se dizem satisfeitos. Os bairros

contemplados pelo Complexo Camargo, Setores 03 ao 09, Jardim Querência, Quedas do Descoberto e Mansões Camargo também receberam a pavimentação asfáltica em suas ruas. No Jardim Pérola e Setor 1 os trabalhos estão a todo vapor. Os Setores 04, 05 e 07 foram os primeiros a receber o asfalto, em seguida os outros bairros do Complexo também foram asfaltados. “Nós estamos muito felizes com as obras, é um sonho antigo dos moradores e uma luta da nossa administração. A cada trabalho que realizamos uma nova sensação de dever cumprido. A ur-

banização em vários bairros da cidade, com asfalto e rede de abastecimento de água e esgoto, estão sendo executadas. Os trabalhos devem melhorar a condição de vida dos moradores”, disse o prefeito Hildo do Candango. O secretário de Obras, José Dinando, declarou que o volume de obras é grande, e as ações estão por toda a cidade. “Temos todo o cuidado necessário na fiscalização de cada etapa das obras em execução, seguindo a determinação do nosso prefeito continuamos trabalhando em prol desta comunidade”, declarou o secretário de obras Dinando. ASCOM

AVANÇAM AS OBRAS DA CRECHE JARDIM PÉROLA EM ÁGUAS LINDAS DE GOIÁS A Prefeitura de Águas Lindas de Goiás, por meio da Secretaria Municipal de Obras, continua os trabalhos para concluir a creche do Jardim Pérola I que já está com a estrutura bem avançada. As obras irão beneficiar a comunidade da região com alto nível de qualidade, uma marca da atual gestão. Em breve a unidade será entregue à comunidade e atenderá a 250 crianças de seis meses a cinco anos de idade em período integral, oferecendo educação, lazer e alimentação.

A creche contará com professores e monitores devidamente treinados, que cuidam das crianças durante todo o dia até a hora em que vão para casa às 18 horas. Na unidade as crianças receberão café da manhã, almoço, lanche e jantar. “Eu sei das dificuldades que as mães têm de encontrar um lugar seguro para seus filhos enquanto estão no trabalho, esta creche vai trazer segurança para estas mãezinhas, pois aqui seus filhos terão educação, lazer, alimentação e muito

carinho por parte de nossos funcionários”, disse o prefeito Hildo do Candango. O Complexo Pérola recebe atualmente o pacote de obras de infraestrutura completa, que mudarão para melhor a qualidade de vida da população. Vale lembrar que foram iniciados também os trabalhos de construção da Creche modelo Pró-infância Tipo B do setor Mansões Pôr do Sol. E a Creche Municipal Santa Lúcia atualmente atende a 170 crianças em tempo integral. ASCOM


JORNAL NTA

Distrito Federal e Entorno, Setembro de 2018

ÁGUAS CLARAS GANHARÁ MAIS UMA CICLOVIA COM ACESSO À EPTG

Foto: Divulgação

8

MEDITAÇÃO

A construção de três quilômetros de ciclovia começa nesta terça e deve ser concluída até o fim do ano. A região também vai receber novas pistas Fotos: Divulgação

Nova ciclovia (em amarelo) terá três quilômetros

Os ciclistas de Águas Claras vão contar com uma nova ligação para a Estrada Parque Taguatinga (EPTG), aproximadamente oito quilômetros mais curta do que o atual acesso à via. As obras começam na terça-feira (25/9) e devem ser concluídas ainda este ano, segundo a expectativa do Governo do Distrito Federal (GDF). Além da ciclovia, que terá três quilômetros, a cidade vai contar com uma terceira saída, que deve ajudar a desafogar o trânsito da região. A ciclovia vai ligar o circuito do Parque Ecológico de Águas Claras e as vias internas da cidade à Estrada Parque. As obras foram possí-

veis depois da doação de aproximadamente 36 hectares da área pertencente à Residência Oficial de Águas Claras. Devido à mudança, o parque urbano passou a ser considerado um dos maiores do DF, com 126,4 hectares. A doação das terras também vai possibilitar a construção de novas pistas. De acordo com o Departamento de Estradas de Rodagem (DER), o processo de licitação deve ser aberto até o fim de 2018. O parque Criado em abril de 2000, o Parque Ecológico de Águas Claras é administrado pelo Instituto Brasília Ambiental (Ibram) e, para além de ofere-

cer aos moradores um contato direto com a natureza, tem a missão de preservar a flora e a fauna do Cerrado. A área também é dedicada ao lazer dos moradores e recebe atividades voltadas para a educação ambiental, cultural e de lazer, bem como pesquisas ecológicas. O Ibram é responsável pelas 92 unidades de conservação do Distrito Federal, sendo 72 parques. Destes, pelo menos 18 são considerados "urbanos", com administração local, fluxo contínuo de pessoas e agentes de segurança. É o caso do Parque de Águas Claras, o Olhos d'Água, e do Sudoeste. G1 e correiobrasiliense.com.br

Diante da correria do dia a dia e em um mundo cada vez mais competitivo e com tanta tecnologia, nada melhor que acalmar o coração e harmonizar os pensamentos, evitando que o estresse e problemas psicossomáticos afetem a saúde do corpo e da mente. Por esse motivo, é realizada, todas as quintas-feiras, às 19 horas, na Sala Egípcia, um dos muitos ambientes do Templo da Boa Vontade (TBV), a Meditação. É uma boa opção para quem mora em Brasília/DF, está de passagem pela cidade ou, ainda, pretende viajar para a capital federal. A entrada é gratuita, e quem participa aprova. Além

de aprender exercícios meditativos, a pessoa que adota o hábito da meditação, mesmo que por alguns minutos ao dia, passa a usufruir de seus benefícios, os quais promovem bem-estar, felicidade, melhora a memória, a capacidade de concentração, a criatividade, eleva a autoestima e reduz os níveis de estresse. Nessas reuniões, as pessoas também aprendem a controlar as emoções para uma vida equilibrada, com estabilidade emocional, e a ter autoconfiança e mais energia para as atividades diárias. Os interessados podem dirigir-se ao Templo da Boa Vontade, uma das Sete Maravi-

lhas de Brasília e o monumento mais visitado da capital brasileira — segundo dados da Secretaria de Estado de Turismo do Distrito Federal (SeturDF). O local possui infraestrutura para receber todos que desejam um lugar de Paz.

SERVIÇO ►Evento: Meditação ►Dia e Horário: Às quintasfeiras, às 19 h ►Local: Sala Egípcia do Templo da Boa Vontade ►Endereço: Quadra 915, Lotes 75/76, Asa Sul Brasília/DF ►Entrada: Gratuita ►Telefone: (61) 3114-1070 ►Site: www.tbv.com.br

Profile for Jornal NTA - Notícias Trevo Azul

Jornal NTA - Notícias Trevo Azul - Edição 170 Setembro de 2018  

Edição impressa do Jornal NTA. Confira notícias do Distrito Federal e Entorno.

Jornal NTA - Notícias Trevo Azul - Edição 170 Setembro de 2018  

Edição impressa do Jornal NTA. Confira notícias do Distrito Federal e Entorno.

Profile for jornalnta
Advertisement