Issuu on Google+

QUINTA-FEIRA, 09 DE DEZEMBRO DE 2010


QUINTA-FEIRA, 09 DE DEZEMBRO DE 2010

NOTICIA REAL

opinião 02

Editorial Natal de Jesus surgiu de um decreto Natal é a celebração do grande amor de Deus, o dia em que Deus nasceu no mundo, trazendo paz, luz, amor, esperança, uma nova aliança, uma nova vida. O Filho de Deus, Jesus de Nazaré, nasceu em Belém, como uma criança humilde e marginalizada e encontrou todos e todas neste mundo, oferecendo-lhes a presença e a reconciliação de Deus. Em torno deste acontecimento há muitas decisões e tradições herdadas do passado. Nos relatos bíblicos não encontramos nenhuma referência sobre a data do nascimento de Jesus. Naquela época os calendários eram muito confusos. Os antigos calendários romanos tinham, às vezes, semanas de quinze dias e meses de dez dias, de acordo com a vontade do Imperador reinante. O povo em geral não conhecia as datas de nascimento, casamento ou falecimento. Não existem registros históricos a respeito de “Festas de Aniversário” na Antigüidade. Sobre o nascimento de Jesus sabemos muito pouco. Ele nasceu antes da morte de Herodes Magno (Mt 2.1; Lc 1.5), que faleceu na primavera de 750 da era romana, quer dizer: no ano 4 antes de Cristo. Conforme estudos o ano mais provável do nascimento de Jesus é 7 ou 6 antes da era cristã. As primeiras comunidades cristãs não comemoravam o nascimento de Jesus. Somente a partir do ano 350 o Natal começou a ser comemorado no dia 25 de dezembro. Em torno da escolha desta data há uma longa história. Os Celtas, por exemplo, tratavam o Solstício do Inverno, em 25 de dezembro, como um mo-

mento extremamente importante em suas vidas. O inverno ia chegar, longas noites de frio, por vezes com poucos gêneros alimentícios e rações para si e para os animais, e não sabiam se ficariam vivos até a próxima estação. Faziam, então, um grande banquete de despedida no dia 25 de dezembro. Seguiam-se 12 dias de festas, terminando no dia 6 de Janeiro. Em Roma, o Solstício do Inverno também era celebrado muitos séculos antes do nascimento de Jesus. Os Romanos o chamavam de Saturnálias (Férias de Inverno), em homenagem a Saturno, o Deus da Agricultura, que permitia o descanso da terra durante o inverno. Em 274 o Imperador Aureliano proclamou o dia 25 de dezembro, como “Dies Natalis Invicti Solis” (O Dia do Nascimento do Sol Inconquistável). O Sol passou a ser venerado. Buscava-se o seu calor que ficava no espaço muito acima do frio do inverno na Terra. O início do inverno passou a ser festejado como o dia do Deus Sol. A comemoração do Natal de Jesus surgiu de um decreto. O Papa Júlio I decretou em 350 que o nascimento de Cristo deveria ser comemorado no dia 25 de Dezembro, substituindo a veneração ao Deus Sol pela adoração ao Salvador Jesus Cristo. O nascimento de Cristo passou a ser comemorado no Solstício do Inverno em substituição às festividades do Dia do Nascimento do Sol Inconquistável. Outras curiosidades estão relacionadas com este dia 25 de dezembro. O calendário que adotamos hoje é uma forma recente

de contar o tempo. Foi o Papa Gregório XIII que decretou o seu uso através da Bula Papal “Inter Gravissimus” assinada em 24 de fevereiro de 1582. A proposta foi formulada por Aloysius Lilius, um físico napolitano, e aprovada no Concílio de Trento (1545/ 1563). Nesta ocasião foi corrigido um erro na contagem do tempo, desaparecendo 11 dias do calendário. A decisão fez com que ao dia 4 de outubro de 1582 sucedesse imediatamente o dia 15 de outubro do mesmo ano. Os últimos a adotarem este calendário que usamos foram os russos em 1918. O fato interessante desta correção é que o Solstício do Inverno foi deslocado para outra data. Dependendo do ano o início do inverno se dá entre o dia 21 e o dia 23 de dezembro. A razão fundamental para a comemoração do Nascimento de Jesus no dia 25 de Dezembro se perdeu com essa mudança no calendário. Mesmo assim o Natal continuou a ser comemorado no dia 25 de dezembro. Para nós, habitantes do Hemisfério Sul, há menos razões ainda para se comemorar o Natal no dia 25 de dezembro. Nesta data vivemos os primeiros dias do verão e não do inverno. Porém, herdamos as tradições cristãs que vieram do Hemisfério Norte. Mesmo assim vale celebrar este ato de amor maravilhoso de Deus: Deus veio ao mundo e inaugurou uma nova vida entre nós. Este é o motivo da nossa festa. Vamos juntos, povos do norte e do sul, celebrar e festajar o Natal de Cristo, a chegada do amor de Deus ao mundo.

DACgraf

Cadastre-se... Lançado oficialmente no dia 27 de novembro a loja virtual da DACgraf (Gráfica e Comunicação Visual), já atingiu em menos de um mês 200 clientes cadastrados, cadastre e receba todas as promoções e brindes oferecidos aos clientes e visitantes cadastrados. No DACgraf.com, você encontra para sua empresa todo material impresso para divulgar suas promoções e produtos, alem de muitos brindes para presentear seus clientes nesse final de ano

Viver COM

Fronteiras... Depois de tantos aborrecimentos por falta de torre achei uma solução pratica para meu TIM chip, a lata do lixo. Eu desisto de usar uma operadora que faz tanta campanha de investimentos, gastas milhões em comerciais de televisão, enquanto o povo brazense sobre pela péssima qualidade de sinal. Convido você também a fazer o mesmo, somente se todos se unirmos conseguiremos uma melhora nos serviços prestados. Diga NÂO ao péssimo serviço...

Cavalo de Tróia

Cuida-se... Tem certa autoridade que deu um tiro e acabou acertando o próprio pé, alguém já sabe de quem estou falando? O povo não se esqueceu de suas promessas, agora não vem querendo enganar o povo novamente com esta historia de bom mocinho...


NOTICIA REAL

QUINTA-FEIRA, 09 DE DEZEMBRO DE 2010

publicidades 03


NOTICIA REAL

QUINTA-FEIRA, 09 DE DEZEMBRO DE 2010

Vida de Artista Antonio Marcos Miguel é um artista. No momento ele está executando sua obra de arte na futura Biblioteca Professora Maria de Lourdes Alves (Maria Baiana), atualmente conhecida apenas como Biblioteca Cidadã. O trabalho desse artista é de uma grandeza cultural extraordinária e uma obra que ele executa é um monumento para sempre. Basta passar pela Biblioteca Cidadã e conferir o seu trabalho passo a passo. Mas quando deparamos com um artista a gente fica imaginando muitas coisas a respeito daquele elemento humano que ali se apresenta. Há alguns que o valorizam pelo seu trabalho. Olham, entendem e admiram. Isso porque conhecem e sabem o que é arte e qual o valor dela. Para dar opinião sobre arte tem que ser gente que entende ou então que tem sensibilidade para captar o sentido que a arte apresenta. Para outros, aquilo é apenas um conjunto de riscos ou um amontoado de massa, de pedra ou de madeira. E existem muitos campos e estilos de arte. Eu, no momento, estou me referindo à arte da escultura e escultura em cimento em alto relevo de três dimensões, enfim, da arte do Sr. Marcos. Mas o que eu quero destacar neste artigo não é a arte, a obra de arte. Eu quero destacar aqui é o artista, a pessoa desse grande artista. Ele não esconde as suas origens. Natural de Lorena, estado de São Paulo, nascido e criado na lavoura, não estudou mais do que o curso primário da época. Trabalhava para sustentar a família com pequenos afazeres relacionados a pedreiro, trabalhador diarista e nada mais. Mas, segundo ele mesmo e sua narração, num belo dia as coisas se modificaram. Ele sentia desde os 9 anos de idade que Deus o tinha enriquecido de algum tipo de dom, mas que ele ainda não tinha conseguido discernir satis-

fatoriamente no decorrer de sua vida até então. Coisas extraordinárias, e apenas explicadas em nível de fé, foram acontecendo em sua vida. Mas nunca seguidas uma das outras. Sempre acontecia alguma coisa e depois passavam-se meses e até anos para acontecer outra. Vale a pena escutar os seus testemunhos e as suas histórias de vida. Pois bem, naquele dia determinado, quem sabe por Deus ou pelo menos interpretado pelo Sr. Marcos naquela ocasião, a família de nosso artista vivia dias de angústia, de sofrimentos, de necessida-

começa a esculpir, coisa que nunca antes tinha acontecido ou imaginado. Em poucos minutos aparece uma escultura admirável que todos os que olham ficam estupefatos. Corre ao patrão e diz; “Pode me mandar embora. De agora em diante não vou mais trabalhar de pedreiro”. E foi. Em sua casa e entre os seus familiares foi só reprovação e incompreensões. Todos. Ninguém entendeu. Ninguém aceitou. O Sr. Marcos vai até um material de construção próximo e pede fiado um saco de cimento ao qual o proprietário não fez

pedreiro na sua firma de construção. A partir daí Marcos deixa de ser um mero pedreiro e inicia sua vida como escultor. Suas obras representadas em esculturas de pessoas, palácios, castelos, golfinhos, elefantes, dragões, céu estrelado, animais silvestres, aves e muitos outros tipos de escultura foram se multiplicando e se espalhando pelos estados de São Paulo, Rio de Janeiro e Paraná. No momento ele se encontra em Wenceslau Braz, esculpindo a História de Wenceslau Braz no seu passado, presente e futuro, representando no painel da Biblioteca Professora Maria Baiana o início de Wenceslau Braz, representado pelo Presidente da República de então, o Sr. Venceslau Brás Pereira Gomes,

des familiares em todos os sentidos, desde situações de doenças como aqueles de ausência de recursos financeiros para remédios, tratamentos médicos, pagamento de água e luz e outros mais que só ouvindo da boca do nosso colega é que se pode captar, compreender e avaliar. Naquele dia o desespero tomava conta do grande, ainda não revelado, artista. Ele pede um adiantamento ao patrão. Recebe agressões e humilhações. Desespera-se. Ora a Deus, suplica, reclama, pede um sinal. Vê à sua frente um monte de areia, toma uma colher de pedreiro, vai ao monte de areia e

muita dificuldade em vender, visto conhecer a integridade daquele vizinho. De posse do material ele vem para o seu quintal, ali se isola e começa a trabalhar a massa. Em pouco tempo, talvez uns dois dias, ele abre o esconderijo e chama os familiares para verem a sua obra. Todos se extasiam e correm para colocar a obra na rua a fim de que aparecessem admiradores e compradores. Alguém telefona para o antigo chefe que, descrente da coisa, vem até a residência do recém artista e finaliza por comprar a sua escultura pelo preço de um mês de trabalho de um

isso mesmo, com V e com a acentuado e s no final, a Maria Fumaça propagadora do progresso da época para esta região, os imigrantes pioneiros de outros países: japoneses, espanhóis, portugueses, poloneses e ucranianos e sírio-libaneses. Evidentemente que havia paranaenses, paulistas e mineiros, mas todos estes estão representados na figura do Venceslau Brás. O presente está representado por uma cachoeira que é a única queda de águas significativa deste município e se localiza no Salto dos Silvérios. Também estão representando o presente os produtos

cidades 04 atuais da agricultura do município; o feijão, o milho, o tomate, a soja e o trigo. Faltam ainda outros elementos como a pecuária bovina, eqüina, caprina, leiteira e de corte. Faltam também elementos como comércio e confecções. Mas os que ali estão representados são os que, na realidade, são os maiores expoentes da vitalidade do município no presente momento. A Maria Fumaça é um símbolo que envolve o passado, por causa da origem ferroviária da cidade, mas também representa o futuro. A sua posição de corrida em busca do horizonte, está a indicar que Wenceslau Braz também está olhando o futuro e correndo para ele, preparando-se para antecipálo o mais rápido possível para que o presente também seja promissor e os brazenses que ora aqui residem tenham motivação, esperança e certeza de que o futuro se constrói agora. Para isso é preciso unir todas as forças para que o bem comum, o bem de todos venha a se ampliar e realizar, de modo a corresponder com todas as expectativas e necessidades de emprego, saúde, educação, cultura, agropecuária e comércio que significam segurança no presente e certeza de um futuro melhor. Marcos tem interesse em deixar a sua marca artística por muitos lugares e estabelecimentos desta cidade. É sua proposta e vontade fazer com que Wenceslau Braz possa se tornar um local de visitação turística para obras de arte. Por isso várias propostas e projetos já existem para serem ofertadas aos nossos moradores. Quem tiver interesse para contar com seus serviços artísticos é só passar na Biblioteca Cidadã e fazer suas propostas e ouvir as que ele tem e, quem sabe, daí surgirem muitos monumentos artístico-culturais que vão engrandecer a nossa cidade e a nossa população e divulgar positivamente o nome de nosso artista no Paraná e no Brasil.

Professor Moisés


NOTICIA REAL

QUINTA-FEIRA, 09 DE DEZEMBRO DE 2010

cidades 05

CSTA comemora seu melhor momento W. Braz - O CSTA - Colégio São Tomaz de Aquino de Wenceslau Braz-PR comemora o apoio recebido da Prefeitura Municipal de Wenceslau e recebe a visita do Excelentíssimo Prefeito Dr. Athayde Ferreira dos Santos Jr. que intermediou patrocinador para o Projeto de Iniciação Esportiva do CSTA. Trata-se de um projeto de inclusão social por meio do esporte iniciado neste ano de 2010. Através deste projeto o CSTA objetiva unir diferentes segmentos sociais oportunizando um futuro melhor para jovens com grande potencial esportivo e intelectual. Exercendo assim o seu papel social. Além de oferecer aos seus alunos uma alternativa para o tempo ocioso que até então era ocupado tão somente por computadores e televisores que ressaltavam o sedentarismo responsável pela má postura e falta de condicionamento físico dos jovens da instituição. O projeto iniciou com as modalidades de voleibol feminino, futsal masculino e feminino, xadrez masculino e feminino. Já superada a fase de implantação, os alunos atletas estão iniciando com os amistosos e algumas competições a nível local. Para o próximo ano objetiva-se participar dos jogos municipais e regionais. Retribuindo o apoio recebido pela Prefeitura Municipal, o CSTA se compromete em oferecer bolsa de estudo aos três melhores alunos da Rede Municipal de Ensino. Além da Prefeitura o CSTA conta com o apoio das empresas Auto Posto Avenida, DENORPI e SICREDI. Três conceituadas e tradicionais empresas brazenses que têm contribuído muito para a realização dos projetos de 2010. O CSTA vive hoje seu melhor momento e vem se destacando entre os melhores colégios do Estado do Paraná. Através de um ensino tradicional-moderno sob o comando das Irmãs Dominicanas de Santa Maria Madalena do Brasil, material didático do POSITIVO, excelente estrutura e equipe pedagógica,

corpo docente e administrativo altamente comprometidos e pais engajados, vem galgando excelentes resultados nos vestibulares da capital e região. Além da primeira colocação no curso de medicina na PUC – Pontifícia Universidade Católica do Paraná e 76% de aprovação na turma de 2009 em várias faculdades e universidades renomadas da região, esta turma fechou o ano com chave de ouro classificando-se em primeiro lugar regional no ENEM – Exame Nacional do Ensino Médio realizado pelo MEC – Ministério da Educação e Cultura. O ENEM – Exame Nacional do Ensino Médio foi criado em 1998 e tem o objetivo de avaliar as competências e habilidades dos estudantes ao fim da escolaridade básica. Destinando-se aos alunos concluintes ou que já concluíram o Ensino Médio. O resultado obtido pelo aluno é utilizado em diversas conceituadas universidades públicas e privadas substituindo o tradicional vestibular. Segundo dados do INEP – Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira, uma autarquia federal vinculada ao Ministério da Educação e Cultura (MEC), o Colégio São Tomaz de Aquino apresentou o melhor resultado entre todas as escolas particulares e públicas da região. A média de 589,71 obtida confirma a qualidade da proposta educacional oferecida por esta conceituada instituição que com a missão de “Primar pela qualidade, visando o desenvolvimento pessoal e profissional do aluno”, almeja potencializar ainda mais este resultado. Os vestibulandos de 2010 se comprometeram em superar a turma de 2009 e estão apresentando excelentes resultados destacando a aprovação da aluna Bárbara Maryan Abou Saab no curso de medicina em 3 universidades. Estando ainda em novembro e, portanto, não concluindo todos os vestibulares, já apresentam 83% de aprovação em várias instituições de renome.

Com mensalidade bastante acessível, o CSTA vem provocando questionamentos sobre o seu diferencial, pois cobrando praticamente um terço do que é cobrado nas grandes instituições da capital consegue ser eficiente em seus resultados. A coordenadora pedagógica da instituição Professora Nilceli Sayuri Izu Uno acre-

dita que além de um excelente sistema educacional, o diferencial está na proximidade existente entre professor e aluno, bem como a garantia da estrutura e apoio familiar que normalmente se perde quando o filho sai para estudar longe do aconchego da família. “Aqui nós praticamente adotamos o aluno. Conhecemos seus

problemas, orientamos, tiramos todas as suas dúvidas, cobramos desempenho explorando ao máximo o potencial do aluno e ainda mantemos contato direto com os familiares auxiliando na educação, motivando-os a galgar melhores condições sociais para a garantia do seu futuro pessoal e profissional.”


NOTICIA REAL

QUINTA-FEIRA, 09 DE DEZEMBRO DE 2010

Chegada do Papai Noel reúne centenas de crianças na Praça Vargas Foi grande a movimentação na Praça Getúlio Vargas no sábado, 4, durante a abertura do II Natal para Todos, com a chegada do Papai Noel. Enquanto aguardavam a chegada do Bom Velhinho, crianças, jovens e adultos participaram de brincadeiras, com sorteio de brindes, e assistiram à apresentação da Fanfarra Municipal de Jaguariaíva. O público começou a chegar na Praça por volta das 19 horas, na expectativa de ver o Papai Noel, que chegou por volta das 21 horas. Recepcionado pelo Prefeito Otélio Renato Baroni, o Bom Velhinho saudou a todos os presentes, dando início à visitação à Casa do Papai Noel. Centenas de crianças aguardavam nas filas o momento de poder entrar na casa e falar com o Papai Noel. Sozinhas ou acompanhadas, todas demonstravam a alegria e ansiedade estampada nos rostos, envolvidas pela magia do Natal. No domingo, 5, mesmo com tempo chuvoso muitas crianças estiveram na Praça, aproveitando para tirar fotos, participar de brincadeiras, sorteio de brindes visitar o Papai Noel. O Papai Noel vai estar na Praça Getúlio Vargas nos dias 11 e 12, 18 e 19 e 23 de dezembro, sempre à partir das 20 horas.

Museu abrirá para visitação no período noturno O Museu Histórico Municipal Conde Francisco Matarazzo, que durante os festejos de Natal transformou-se no Palacete do Papai Noel, com cenários que tem atraído a atenção dos visitantes, abrirá para visitação também no período noturno, de 07 a 22 de dezembro, das 19 às 21h30. Durante o dia, os horários serão mantidos, das 9h30 às 12 horas e das 13h30 às 16h30 horas. Já nos jardins do palacete, o visitante encontra uma ornamentação ecológica com anjos, velas e guirlandas feitas a partir de garrafas pet e que dão o tom do que se vai encontrar no interior do palacete. Com banners que contam a história do Natal e o significado de cada símbolo natalino, crianças e adultos podem viajar através de cenários de magia como as salas de estar e de jantar, da lareira, da fábrica de brinquedos, do quarto do Papai Noel, que descansa na cama e do escritório, onde o Bom Velhinho recebe e responde as cartas das crianças.

cidades 06


NOTICIA REAL

QUINTA-FEIRA, 09 DE DEZEMBRO DE 2010

cidades 07

Beto Richa declarou apoio à candidatura de Guilherme a presidência da Amunorpi O governador eleito do Paraná Beto Richa confirmou esta semana seu apoio a candidatura do prefeito de Tomazina Guilherme Cury Saliba Costa, a presidência da Amunorpi (Associação dos Municípios do Norte Pioneiro) e do prefeito de Ibaiti Luiz Carlos dos Santos “Peté”, presidente do Cisnorpi, que vai acontecer simultaneamente no dia 10 de dezembro na cidade de Japira. O governador eleito Beto Richa anunciou seu apoio ao prefeito de Tomazina no seu escritório político, com sede no Batel em Curitiba. Na oportunidade estavam presentes, além dos candidatáveis, o recém nomeado presidente da COHAPAR Mounir Chaowiche, que também é Presidente da Associação Brasileira de Cohabs (ABC), Secretário dos Transportes José Pepe Richa, de-

putados estaduais e federais e vários nomes que irão compor o governo Beto Richa a partir de 2011. O governador eleito Beto Richa declarou na oportunidade que o prefeito Guilherme preenche excelentes requisitos para desempenhar um ótimo trabalho frente a Amunorpi, “O Guilherme é um jovem prefeito com um dinamismo incontestável, vale destacar o excelente trabalho que ele vem realizando junto ao município de Tomazina. Acredito que na presidência da Amunorpi não será diferente, e de ante mão quero dizer que o governo do Paraná estará caminhando lado a lado com a Amunorpi e juntos vamos fazer acontecer o desenvolvimento que tanto o Norte pioneiro almejou”, finaliza Beto Richa. O prefeito Guilherme disse que

ser o candidato a presidente da Amunorpi não foi uma iniciativa própria, mas, dos companheiros prefeitos que compõem a Associação, que o incentivaram a disputar o cargo, “sou um prefeito do Norte Pioneiro e como tal não poderia deixar de pensar em uma maneira, que alguma forma, desse um novo impulso no

desenvolvimento da nossa região. Estou me colocando a disposição dos nossos companheiros prefeitos e se for eleito vamos propor ações junto ao governo do estado que contribuam para que este desenvolvimento comece acontecer. Quero agradecer o empenho e o apoio do governador Beto Richa e já antecipadamente pe-

dir uma atenção especial aos novos secretários para que olhem com muito carinho para as questões que dizem a respeito do Norte Pioneiro”. Afirmou Guilherme. O nome mais cotado para ser vice presidente na chapa de Guilherme é o prefeito de Santana do Itararé José de Jesus Isac.


NOTICIA REAL

QUINTA-FEIRA, 09 DE DEZEMBRO DE 2010

publicidades 08


NOTICIA REAL ED 35