Page 1

RIO VERDE

MEIO AMBIENTE

02 DE ABRIL DE 2011

14

Superintendente é elogiado por empresários

Empresária do ramo imobiliário compara superintendência do meio Ambiente de Rio Verde com a do estado. Elaempresária Zuleika Camilo de Souza Alves. Ela parabeniza e aponta que a superintendência dessa cidade é uma das mais ágeis. “O atendimento é dinâmico e de forma personalizada. Não tenho nenhuma dificuldade, o andamento nos processos que deixamos lá, é muito rápido”, ressalta Alves. Segundo a empresária o desenvolvimento da cidade evoluiu após a criação da superintendência. Alves acrescenta que o órgão deveria se desvincular do município e se vincular ao estado, deixando de atender só Rio Verde, passando a assessorar toda a região. “O tempo é uma moeda. Se eles atendessem a região, isso contribuiria para o desenvolvimento

das demais cidades como Caçu, Cachoeira Alta, Mineiros, Santa Helena, Acreúna, Paraúna e Montividiu, além de desafogar o estado, pois como esses municípios não possuem superintendência todos os projetos vão para Goiânia”, concluiu a empresária. Recentemente a superintendência recebeu os elogios de Fábio Gonzaga, empresário, responsável pelas obras do Blue Tree em Rio Verde, uma rede de hotelaria instalada em diversos países. Lázaro José de Almeida (Lazão), superintendente do Meio Ambiente, relata que faz o possível para atender a demanda. “Ficamos satisfeitos com o reconhecimento das pessoas”, exclamou Lazão.

Superintendente Lázaro José de Almeida (Lazão)

Empresária Zuleika Camilo de Souza Alves

Foto: Taffarel Tarcisio

Foto: Rosalvo Campos

À Superintendência Municipal de Meio Ambiente, que engloba as diretorias de recursos naturais, compete supervisionar, regulamentar e orientar as ações de gestão e políticas referentes aos recursos naturais, acesso, manejo e uso sustentável dos recursos de reserva legal, de áreas de unidades de conservação e preservação ambiental. Em seu horizonte de atuação, viabiliza o atendimento dos padrões de qualidade ambiental em conformidade com a legislação vigente. Organizar e colocar à disposição da sociedade dados e informações sobre a qualidade ambiental também compete a ela assessorar. Trabalhar as estratégias de conscientização e adaptação da sociedade rioverdense às da legislação é um processo burocrático, visto que, principalmente o ramo imobiliário necessita frequentemente do órgão para apresentar e desenvolver seus projetos de expansão da cidade, com a criação de obras civis. Como citado anteriormente, a avaliação e aprovação de projetos exige muito tempo e com a crescente demanda de construções o processo se torna mais lento. Em Rio Verde a realidade é outra, como destaca a empresária Zuleika Camilo de Souza Alves.

Rio Verde está fedendo!!!

Nas últimas semanas nossa redação recebeu denúncias sobre o mau cheiro que têm invadido a cidade. Procurados, moradores demonstram indignação.

Jardim Adriana, relata que não suporta mais o odor. “Incomoda bastante esse mau cheiro, parece que vem de granjas. É um cheiro insuportável. Depois das seis horas da tarde é que o negócio fica pior. Pra mim esse cheiro é fora do comum. São praticamente todos os dias, tem vez que saio à noite na porta da minha casa e não dá para agüentar, os olhos e o nariz ardem” relatou. Os moradores aguardam que providências sejam tomadas o mais breve possível. “Do jeito que esta não pode ficar” aclama comunidade dos bairros que são atingidos pelo o problema.

Foto: Danilo Monteiro

Um problema antigo tem incomodado moradores de Rio Verde, o mau cheiro que invade a cidade na parte da tarde. Os bairros mais afetados são os localizados na parte sul da cidade. Moradores reclamam que o odor é insuportável, para Vanessa moradora da Vila Baylão, o cheiro parece está dentro de sua casa. “Não adianta usar odorizador, não passa, parece bicho morto. Tem parentes que vem nos visitar e reclama do mau cheiro. Não é do lixo, é de coisa pobre. E outro problema é o Barrinha, aqui tem rede esgoto, pagamos caro por ele, mas para onde vai isso? São Paulo tem o Tietê nos temos o Barrinha” disse Vanessa. O senhor Edivaldo tem um comércio na Alameda Barrinha disse que o mau cheiro incomoda. “É cheiro de granja de porco de frango. Quando o ar está parado é insuportável, o “fedor” começa no final da tarde, tem vez que vamos nos deitar e ainda está fedendo. As autoridades competentes deveriam tomar alguma providência, isso causa problema para a população, não podemos conviver com isso” exclamou o comerciante. Dona Alzira tem um estabelecimento comercial no

Locações • Vasos • Jardins • Praças p/ Eventos

(62) 8120.1390 / (62) 9164.2299 (64) 9625-0533 netajardins@hotmail.com Goiânia - Goiás - Brasil Vista da Cidade de Rio Verde

Recanto Araras

Onde você faz o melhor Negócio (64)

2101-0800

Av. Presidente vargas - 292 - Centro Rio Verde-Go

Pag 14  

Empresária Zuleika Camilo de Souza Alves Foto: Taffarel Tarcisio Recanto ArarasRecantoAraras Empresária do ramo imobiliário compara superint...

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you