Page 1

Freguesia, Taquara e Valqueire Pare no McDonald’s e pegue o seu exemplar gratuitamente Loja Valqueire com Drive thru aberto até às 5h

Periodicidade Mensal - Distribuição Gratuita - Edição nº 68 - abril/2013 - Ano V - Tiragem: 22.000 exemplares

Osteoporose: fisioterapia auxilia no tratamento Especialista explica como os exercícios podem beneficiar quem tem a doença | Página 12

Assalto a veículos

Conselho de Segurança da 18a AISP Autoridades discutiram questões que permanecem preocupando a população de Jacarepaguá como drogas, ruas sem iluminação, estacionamento irregular, entre outras. | Página 11

Dia da Sogra

Saiba mais

Foto: Divulgação / Internet

De vilã a aliada É possível ter um bom relacionamento com a sogra e evitar conflitos e situações constrangedoras. Confira as sugestões das especialistas. | Página 5

Cidadania | Página 7

ONG oferece oportunidades para jovens de comunidades ingressarem no mundo artístico IRPF | Página 8

Fim do prazo do Imposto de Renda de Pessoa Física Palestra | Página 8

Acija realiza encontro sobre Poder Público

Consultor de segurança ensina como não ser vítima deste crime que tem crescido nos bairros da região | Páginas 10

A arte da Tatoo Tatuador de Jacarepaguá fala das origens dessa arte milenar e dos cuidados após tatuar o corpo | Página 15

Cultura Confira as peças e os shows do circuito cultural Vander Lee e Peter Pan na Lona Cultural neste mês. | Página 18


2

ESTE É O NOSSO BAIRRO | WWW.NOSSOBAIRRO.NET

Editorial

STELLA* WALLITER

Expediente

Dias de fúria rondam Jacarepaguá Em diversos bairros da região de Jacarepaguá há meses se vivencia incontáveis "dias de fúria" no trânsito. Por determinação de autoridades locais e engenheiros de tráfego, muitas ruas tiveram seus sentidos alterados e algumas viraram mão dupla. A medida visa conter a desordem que avança com as obras da Transcarioca, mas tudo indica que os novos traçados não estão colaborando para a fluidez do trânsito. Os motoristas que trafegam nestas vias demonstram um elevado grau de estresse e de falta de educação ao tentarem fugir dos "nós" fazendo ultrapassagens pelas calçadas, canteiros, acostamentos, além de invadirem a contramão e até desrespeitarem os profissionais treinados para auxiliar o trânsito. Se continuar assim, está arriscado os condutores dos veículos provocarem um grave acidente por conta dessa "neura". O que os responsáveis pela engenharia de trânsito da região farão para evitar uma tragédia? O Jornal Nosso Bairro Jacarepaguá questionou, em

várias edições, peritos, representantes da prefeitura, motoristas e pedestres, e a falta de planejamento, foi apontada como uma das principais responsáveis pelo caos além das estratégias ineficientes para a realização de uma obra deste porte. Iniciar um trabalho que exige tamanha mobilização é um desafio que deve ser regido por cautela, e um plano B, caso se depare com os obstáculos. Embora a frase "tudo para o bem-estar da coletividade" nos remeta a um estado de entusiasmo, ainda não foi apontada pelos moradores satisfação com este projeto. Enquanto isso, a população, que tem consciência dos seus direitos, exige soluções e está obrigada a elevar seu nível de paciência até 2014. Também nesta edição, viajamos no universo familiar para mostrar os curiosos relacionamentos com as sogras e revelamos o significado da arte de tatuar. Aproveitem bem as dicas de saúde, segurança e entretenimento. Boa leitura!

Ano V - Edição 68 - abril/2013 Diretor: Nelson Cardoso nelson@backstage.com.br Coordenação de Redação: Stella Walliter stella@nossobairro.net Redação e fotografia Alessandra Nunes redacao@nossobairro.net Assistente de Redação Maristella Alves Financeiro Rafael Pereira adm@backstage.com.br

Nossa missão

O Jornal Nosso Bairro Jacarepaguá nasceu com o objetivo de promover a disseminação das informações que interferem no cotidiano e divulgar os eventos sociais e culturais da região.

JORNAL FILIADO |

Projeto Gráfico / Arte Leandro J. Nazário arte@nossobairro.net Diagramação Leonardo C. Costa diagramacao@nossobairro.net Publicidade Hélder Brito da Silva publicidade@backstage.com.br Comercial anuncios@nossobairro.net Colunistas Carlos Araujo, Fátima Guerra, Léo Freitas, Maria Helena dos Santos, Malu Rodrigues, Ricardo Pires e Tiago Mohamed Logística Adilson Santiago e Ernani Matos circulacao@nossobairro.net Distr. Gratuita Jornal Nosso Bairro CNPJ: 29.418.852/0001-85 Tel./fax:(21) 3627-7945 / 2440-4549 As matérias e os artigos assinados são de responsabilidade dos autores. É permitida a reprodução, desde que seja citada a fonte e que nos seja enviada a cópia do material. O jornal não se responsabiliza pelas matérias assinadas e pela veracidade dos anúncios veiculados.

Nosso compromisso

Nosso compromisso é tentar, através da transmissão das informações, melhorar a qualidade de vida dos moradores da Baixada de Jacarepaguá.

ADJORI-RJ

ASSOCIAÇÃO DOS DIRETORES DE JORNAIS DO INTERIOR DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO


WWW.NOSSOBAIRRO.NET | ESTE É O NOSSO BAIRRO

3


4

ESTE É O NOSSO BAIRRO | WWW.NOSSOBAIRRO.NET

Falta d’água gera debate na Comissão de Meio Ambiente

Direito DRA. MARIA HELENA DOS SANTOS

ADVOGADA CIVIL INFORMAÇÕES: 3069-4962 MHS1@IBEST.COM.BR

Foto: Divulgação / Internet

Estado democrático de direito

Caro leitor, começo o texto expondo o artigo 1º da Constituição Federal do Brasil e peço que você faça uma reflexão. Artigo 1º da Constituição Federal do Brasil: “a República Federativa do Brasil, formada pela união indissolúvel dos Estados e Municípios e do Distrito Federal, constitui-se em Estado democrático de direito...”. §Único: Todo poder emana do povo, que o exerce por meio de representantes eleitos ou diretamente nos termos da Constituição”. Estado democrático de direito significa que um Estado ou organização políticoestatal terão suas tarefas e atividades limitadas pelo direito. Significa dizer também, que os mandatários políticos eleitos pelo voto direto devem obediência às leis promulgadas. Não somos um Estado de desmando, cujos governantes fazem o que querem sem observar a lei. Isso só acontece porque a informação custa a chegar até você e você em contrapartida não a procura. A prática da cidadania só se dá quando o cidadão se reconhece parte do Estado em que vive e aprende a exigir o melhor para si, porque o melhor para si é um direito seu e não caridade. Quem é culpado pelo que aconteceu em Caxias, Petrópolis, Xerém e demais municípios? O governo, o povo, a certeza da impunidade, a ignorância das pessoas? Não é um deboche, uma empresa do porte da Caixa Econômica Federal ter construído as casas em um local que se sabe ser palco de tragédias em períodos de chuva? Quem fez o planejamento, será que houve planejamento? As partes interessadas se preocuparam em levantar dados sobre o local? Por que não o fizeram, falta de interesse, falta de informação ou ingenuidade? Perguntas, perguntas e mais perguntas que não saberemos a resposta nunca. Governo se faz com o povo, nós sabemos o que queremos, do que precisamos, agora precisamos aprender a exigir, que caminhos percorrer. Vamos parar de colocar a culpa no outro, está na hora de assumirmos a nossa parcela de responsabilidade. Se queremos o melhor, vamos em busca dele e o caminho é o conhecimento, a educação jurídica. Fique certo que em algum momento a corda irá arrebentar do seu lado. Isso é fato. Reflita, pense e aja. Desculpem o desabafo. Mas é muito fácil colocar o dedo em riste e não olhar para si. Um forte abraço e fiquem com Deus.

Cerca de 25 pessoas participaram da reunião da Comissão de Meio Ambiente realizada no Condomínio Rio Antigo, no Pechincha, dia 14 de março. Estiveram presentes as autoridades Pedro Paulo Araújo, assessor do subprefeito Tiago Mohamed e os representantes Sérgio Duarte, da Cedae, Luzia Pequeno, da Rio Águas e Nunciata Santiago, do Núcleo Sócio Ambiental da Bacia de Jacarepaguá. A principal reivindicação dos participantes foi a falta d’água em alguns bairros da região, inclusive no Condomínio Rio Antigo. Segundo os moradores, o inconveniente persiste há muitos anos, apesar das

inúmeras reclamações. As respostas da Cedae são por mensagens automáticas e nenhuma providência é tomada para a solução do problema. O representante da Cedae, Sérgio Duarte, citou o decreto 553/76, que estabelece as condições para o abastecimento de água. Outros temas abordados no encontro foram a retirada de árvores pela prefeitura devido as obras da Transcarioca e os lixos descartados pelos carroceiros que contribuem com a proliferação de ratos e insetos. A próxima reunião será realizada no dia 11 de abril, às 9 horas na Rua Peroba, 378 - Gardênia Azul.

Lions Club Rio de Janeiro realiza ação comunitátia no Camorim

Doutora Maria Helena dos Santos (à direita, colunista do JNB Jacarepaguá) orienta os participantes sobre os seus direitos com a colaboração da Doutora Raphaela Pansera O Lions Club Taquara promoveu no Camorim, dia 23 de março, a “Ação de Saúde Comunitária”, em parceria com ACUCA (Associação Cultural do Camorim) e com a Loja Maçônica Rodrigues Neves. A ação atendeu 239 pessoas e permitiu que a população da região desfrutasse de diversos serviços nas áreas de cidadania como emissão de carteira de trabalho, assistência jurídica, orientações sobre o diabetes, aferição da pressão arterial acompanhada da distribuição de prospectos informativos, corte de cabelo, teste de acuidade visual, teste de daltonismo e exa-

mes oftalmológicos na unidade móvel do Lions Clube, além de atividades de contação de histórias e leitura de livros educativos para as crianças, com recreação. O Lions Clube RJ Taquara realiza trabalho voluntário há 33 anos na região e as ações também acontecem em conjunto com Lions Clubes de outros bairros. “As nossas ações visam melhorar aspectos sociais, educacionais, culturais e de saúde para que as pessoas possam usufruir de uma cidadania plena e digna”, explica a presidente do Lions Clube Taquara, Ana Márcia Paz.


WWW.NOSSOBAIRRO.NET | ESTE É O NOSSO BAIRRO

5

A difícil tarefa de lidar com a sogra

Especialistas analisam o comportamento entre noras, genros e sogras

As piadas e as reclamações, tanto de noras quanto de genros, parecem indicar que a relação com as sogras é algo complicado e sem solução. Alguns dos principais motivos de conflitos são a necessidade de controle e o sentimento de posse, que acabam por gerar disputas, em que, nem sempre as partes não estão dispostas a ceder. Com isso, confrontos se instalam e comprometem o bem-estar das famílias. Em alusão ao Dia da Sogra, comemorado no dia 28 de abril, o Jornal Nosso Bairro Jacarepaguá conversou com as especialistas Maria Helena da Rocha (CRP: 05/38361) e Luísa Nobrega (CRP: 05/16.782), na busca de orientações que contribuam para que a convivência com a geradora do cônjugue seja bem sucedida. A psicóloga clínica Maria Helena da Rocha (CRP: 05/38361) aponta que, como em qualquer guerra, a necessidade de controle e o sentimento de posse acabam por transformar as relações numa disputa, numa "queda de braço", em que, na maioria das vezes, as partes não estão dispostas a ceder. Daí surgem os famosos conflitos familiares que se instalam, banhados de emoção e se traduzem em chantagens, articulações, fofocas, gritos, choros etc.

Passos para uma boa convivência: 1º) Dar conta do sentimento de posse e entender que ninguém pertence a ninguém, somos todos seres livres capazes de fazer nossas próprias escolhas e responder por elas; 2º) Está diretamente ligado ao primeiro, que é abrir mão do controle. Ninguém pode monitorar a vida de ninguém. Isso gera um grande desgaste, até porque, controlar nossa própria vida já é um exercício e tanto; 3º) Evitar as expectativas. Sogras sonham com noras / genros ideais. Daí surge a pergunta: Ideal para quem? Por outro lado, noras / genros sonham com a "super sogra". Mas o que seria uma super sogra? Criar expectativas em uma pessoa é desejar o perfeito, é almejar que ela seja a materialização do esboço que desenhamos. As relações tornam-se mais saudáveis e felizes quando tentamos entender e aceitar o outro como Psicóloga Clínica Gestalt-Terapeuta Maria Helena Manhães R. da Rocha Tel: 8747-0212 E-mail: mhrocha.psi@gmail.com

uma pessoa real, ou seja, imperfeita como todos nós. É fato que somos pessoas únicas, individuais e o grande segredo é saber respeitar as diferenças. Finalmente, se dar conta do sentimento de posse, do controle e das expectativas, conduz ao único e mais eficaz remédio para solução de qualquer conflito: o diálogo. Segundo a psicóloga Luisa Nobrega, o mais importante na relação entre sogras com noras / genros é olhar a sogra como aquela que foi responsável pelo nascimento da pessoa amada, pois assim ela já será associada a um canal de benção para a vida da pessoa. Tudo é uma questão de como olhamos as coisas, se a pessoa entende que mesmo quando a sogra se intromete na vida do casal, ou super protege o(a) filho(a), ela age assim pensando no melhor, a nora / o genro podem começar a olhar a sogra pelo menos com misericórdia, e agir com sabedoria para lidar com ela. Afinal como diz o ditado:"quando um não quer, dois não brigam".

Sogra:

Nora:

A dona de casa Yeda Marques, de 72 anos, explica que Adriana é uma verdadeira filha. “Amar a nora também é amar o filho, precisamos ter essa visão e deixar que eles vivam o casamento, sem opinar ”, destaca a sogra.

A técnica em enfermagem Adriana Albuquerque, de 33 anos, afirma que é essencial o respeito mútuo. “Apesar de sermos pessoas diferentes, procuramos compreender uma à outra e assim conseguimos viver em harmonia”, conta a nora.

Algumas atitudes podem fazer diferença para facilitar as relações com as sogras: 1ª) Olhar para ela como aliada e não como concorrente do amor e atenção do(a) parceiro(a); 2ª) Procurar agradá-la, vendo o que ela gosta e a tratando como uma segunda mãe; 3ª) Evitar demonstrar desagrado com o parceiro, e principalmente discussões com ele(a) na frente da sogra, para não dar oportunidade dela se intrometer; 4ª) Tratar de assuntos do casal longe da sogra, mesmo se eles tiverem que morar próximo ou junto dela; 5ª) Fazer o possível para manter a privacidade do casal, conversando também sobre os limites do que vai ser dialogado com outras pessoas, incluindo as sogras. Psicóloga Junguina e Arteterapeuta Luisa Nobrega - Especialista em Desenvolvimento do Potencial Humano luisanobrega@oi.com.br Praça Seca - Tel.:(21) 9317-4599

Genro: O coordenador de marketing Hélder Brito, de 24 anos, aponta que o respeito é essencial. “Devemos compreender, saber conviver e exaltar as qualidades”, aconselha o genro que admira muito a sua sogra Carla Pacca.


6

ESTE É O NOSSO BAIRRO | WWW.NOSSOBAIRRO.NET

Subprefeitura SUBPREFEITO TIAGO MOHAMED

Cartas

BARRA E JACAREPAGUÁ REDACAO@NOSSOBAIRRO.NET

TRÂNSITO PROBLEMÁTICO O trajeto da Rua André Rocha que vai da esquina com a Estrada do Guerenguê até a Rua Cônego Felipe está colocando em risco a vida de crianças e idosos. O excesso de veículos que trafegam pela Rua André Rocha, nos dois sentidos, está tirando o sossego e a tranquilidade dos moradores. Não temos mais segurança nessa via com pouca sinalização, onde em alguns casos, motoristas apressados e estressados trafegam em alta velocidade na contramão, principalmente no sentido Taquara, onde um semáforo controla o cruzamento com a Estrada do Guerenguê. O bairro da Curicica vem servindo de rota de fuga para os motoristas que vêm das regiões da Barra da Tijuca, Recreio e Zona Sul e seguem em direção à zona norte, tentando fugir do trânsito caótico e sem solução da Taquara. Precisamos com urgência de guardas municipais para vigiar os mal educados, radares de velocidade, pardais eletrônicos e quebra-molas na Rua André Rocha, se possível na altura dos números 1999, 2038, 2368 e 2480. Aliás, precisamos de um choque de ordem nesta região até a Curicica. Sergio Pessoa Resposta – A Rua André Rocha está sendo mais utilizada do que era, em função das obras. A prefeitura está atenta ao trânsito e colocou operadores fazendo ações pontuais. A operação continua e a Guarda Municipal também foi acionada para reforçar a fiscalização e multar os motoristas que praticam irregularidades. Vamos encaminhar o pedido para os engenheiros da CET-Rio avaliarem a necessidade de colocação de sinais ou radares. SOS PRAÇA PADRE AMBRÓSIO Pedimos providências para as diversas irregularidades que acontecem na Praça Padre Ambrósio, mais conhecida como Praça do Skate, no Largo do Tanque. Desde setembro do ano passado a praça tem sido local de uso e venda de drogas. Alguns usuários abrem o porta-malas dos carros estacionados em torno da praça e roubam o que encontram. Uma moradora do local teve a casa invadida por um desses marginais, que não se intimidam e fazem o que querem. São adultos, adolescentes e crianças, que escondem as drogas em vários locais para usar depois ou passar para os colegas. O triste é observar que a polícia não toma nenhuma atitude eficaz para acabar de vez com o problema. Os moradores se tornaram reféns de covardes. Além disso, a praça está imunda e sem cuidados; a quadra de futebol está com várias pedras e poças de água, impossibilitando as crianças de jogar bola; um dos braços da tabela de basquete corre o risco de cair a qualquer momento e machucar alguém; o aramado que cerca as quadras apresenta ferrugem e falhas em vários locais; além do desgaste dos brinquedos e a retirada de um escorrega foi para o conserto e até hoje não voltou. A bacia de skate se tornou uma “piscina” com as chuvas e a calçada da praça virou local de estacionamento de carros particulares e comerciais. Diariamente as pessoas que caminham ou correm em volta da praça têm que desviar dos veículos estacionados em cima da calçada. A Praça Padre Ambrósio está “agonizando” e precisa urgentemente de ajuda. Moradores do Tanque Resposta – Faremos uma visita à praça, mas já solicitamos um mutirão de serviços através do programa “A Praça é Sua”, em que são executados serviços de poda, limpeza, pintura de mobiliário, troca de lâmpadas e o que mais for necessário. Avisaremos quando entrar na programação, que deve ser breve. MANUTENÇÃO NAS FAIXAS Quero fazer uma reclamação importante, relacionada à manutenção nas faixas de trânsito da Estrada do Gabinal, entre o Rio Shopping e o Assaí. Muitos transtornos são gerados naquele local, que fica parecendo uma única

pista. Por gentileza, pintem as faixas com urgência para o trânsito fluir melhor. Pedro Junior Resposta – Já pedimos a pintura da faixa central na pista e isso está na programação. Os serviços serão executados em breve. FISCALIZAÇÃO DA GUARDA MUNICIPAL Gostaria de solicitar à Guarda Municipal uma fiscalização no trânsito na Rua Lívia Barreto, esquina com a Avenida Nelson Cardoso, no Largo do Tanque. Muitos motoristas não respeitam o semáforo e fazem da rua mão única dificultando o acesso de veículos que vêm pela Avenida Nelson Cardoso. Passo diariamente no local e já presenciei carros que sobem na calçada, sem respeito aos pedestres. O movimento é grande nesta travessia. As pessoas normalmente têm que desviar dos carros que sobem as calçadas na tentativa de avançar o sinal de trânsito. Providências urgentes precisam ser tomadas para que algo grave não aconteça no local. Márcia Marques Resposta – Vamos solicitar à chefia da Guarda Municipal a possibilidade de colocar um ponto de operação nos horários críticos, já que não dá para manter um guarda o dia inteiro no local. SEM ESPAÇO NAS CALÇADAS É uma vergonha o descaso com as calçadas do bairro. A calçada em frente à Igreja Internacional da Graça de Deus da Taquara, na altura do número 1.000 da Estrada dos Bandeirantes, é um exemplo. Além de vários pneus encostados no muro, em que não se sabe exatamente o motivo, a calçada vira um lamaçal nos dias de chuva, impossibilitando totalmente o trânsito de pedestres, que são obrigados a passar pelo meio da rua, arriscando a vida. É comum também jogarem lixo nessa mesma calçada, tornando o local num verdadeiro caos. Peço atenção do subprefeito Tiago Mohamed e que seja tomada alguma providência, não só com relação a essa, mas as calçadas de Jacarepaguá em geral. Leo Costa Resposta – Vamos fazer uma vistoria no local para avaliar o que é possível resolver e também solicitar à Comlurb uma atenção ao local. PRAÇA PÚBLICA QUE VIROU LIXÃO Moro no condomínio Rio Grande, situado à Estrada do Rio Grande e atrás da minha casa existia uma praça pública com escorrega, balanço, flores, quadra de futebol, campo de bocha etc. Hoje o lixo acumulado no local está com três metros de altura. A Comlurb comparece três vezes por semana, mas não é suficiente. Acho que deve ser feita uma mobilização no sentido de impedir os carroceiros de descarregarem lixos no local e restabelecer o espaço que existia antes. Os moradores da comunidade na Rua Curumaú também não podem ficar satisfeitos com esta situação. Na minha casa as moscas tomaram conta, os ratos não têm dificuldade em pular o muro devido à altura do lixo, e os mosquitos que podem transmitir dengue também se fazem presentes. Usamos repelente direto, com medo de adoecer. Por favor, me ajudem, pois estou até pensando em vender a casa por conta disso. Aguardo resposta ansiosamente. Rosane Santos Resposta – Realizaremos uma visita ao local para ver o que é possível fazer para a resolução definitiva do problema, já que a Comlurb está fazendo o serviço, mas não é suficiente, devido à falta de educação de quem descarrega o lixo. Vamos pedir também um mutirão de serviços para a praça.


WWW.NOSSOBAIRRO.NET | ESTE É O NOSSO BAIRRO

ONG proporciona oportunidades Da Central Cultura Urbana para os shows cariocas

7

Autora relança livro Jardim de Escuridão

Foto: Fernanda Gaspar - Meninas do Rio

A ONG Central Cultura Urbana tem o objetivo de promover a reintegração e inserção social através da disseminação da cultura, do esporte, da educação, e do desenvolvimento social, utilizando esses meios como formas de aprendizado. Um dos frutos deste trabalho é a banda Meninas do Rio, formada por jovens cariocas nascidas em comunidades do Rio de Janeiro. A banda divulga em seus shows na cidade o batuque típico da música carioca, reunindo diversos ritmos. A ex-aluna da oficina de percussão Bruna Oliveira, de 16 anos, é percussionista profissional do grupo Meninas do Rio. “A Central Cultura Urbana me deu a oportunidade de iniciar minha carreira artística e sou muito feliz por fazer parte dessa família, que luta pela valorização e reconhecimento da cultura e do esporte nas favelas do Rio de Janeiro”, relata a artista. Bruna Oliveira (em destaque) é percursionista da banda “Meninas do Rio”

Informações: 2423-3129 contato@centralculturaurbana.com.

A autora Bianca Carvalho (na foto acima), moradora da Freguesia, relançou o livro “Jardim de Escuridão”, no dia 1º de fevereiro.


8

ESTE É O NOSSO BAIRRO | WWW.NOSSOBAIRRO.NET

Notas Sinal

IRPF

PAM Bombeiro

Temporizadores semafóricos

Fim do prazo para declaração do Imposto de Renda 2013

Novo coordenador toma posse

A CET-Rio instalou recentemente temporizadores semafóricos (que mostram em contagem regressiva o tempo de permanência da luz verde) em alguns sinais de trânsito na região de Jacarepaguá e em vários bairros da cidade. O projeto faz parte da fiscalização eletrônica de avanço de sinal e parada sobre faixa de pedestres.

Center Shopping Ginástica e memorização para idosos Preocupado com o bem-estar dos idosos, o Center Shopping, no Tanque, disponibiliza para os clientes o projeto "Transformando a vida dos idosos para melhor". A iniciativa, sem fins lucrativos, tem o objetivo de proporcionar lazer e entretenimento através de ginástica, caminhada, alongamento, além de atividades de memorização. As inscrições são gratuitas e para participar é necessário ter no mínimo 55 anos de idade.

Projeto Pêlo Próximo realiza ação na Emilien Lacay O projeto Pêlo Próximo, que desenvolve um trabalho terapêutico com o auxílio de animais, visitará a Creche Emilien Lacay, no dia 6 de abril, às 14 horas. A instituição reunirá 30 crianças e 15 idosos para desfrutarem das atividades oferecidas pelos integrantes do projeto. Projeto Pêlo Próximo www.peloproximo.com.br peloproximo@gmail.com

Dia 30 de abril termina o prazo para a entrega da declaração do Imposto de Renda 2013. São obrigadas a apresentá-la as pessoas físicas que receberam rendimentos tributáveis superiores a R$ 24.556,65 no ano passado. A declaração poderá ser feita pela internet ou entregue em disquete nas agências da Caixa Econômica Federal ou Banco do Brasil. A Receita Federal do Brasil recebeu em março mais de 4 milhões de declarações do Imposto de Renda da Pessoa Física (IRPF) 2013. O contribuinte que desejar doar a um dos fundos de ajuda à criança e ao adolescente inscritos na Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República, e repassados à Receita, poderá fazê-lo até o dia 30 de abril, com direito ao abatimento de 3% do total no IR ainda na declaração atual. A expectativa da Receita Federal é que as declarações de ajuste anual do Imposto de Renda Pessoa Física este ano superem 26 milhões, o que representa um recorde em relação aos anos anteriores. Informações: http://www.receita.fazenda.gov.br/

Palestra

Acija realiza palestra sobre a Humanização do Poder Público A Acija (Associação Comercial e Industrial de Jacarepaguá) promoveu em seu auditório, no dia 28 de fevereiro, um café da manhã para seus associados e uma palestra com o tema “A humanização do Poder Público”. O palestrante Beto Matos, secretário de integração da Prefeitura Municipal de São João de Meriti, enfatizou que, no Brasil, não há tempo e nem espaço para uma gestão pública autoritária, viciada e ineficaz. O consultor ressaltou também que, mais importante do que uma reforma política, é uma reforma cultural. Beto citou algumas questões públicas do país e enfatizou que o desenvolvimento e o bem-estar do cidadão devem ser o foco de todo gestor público. O palestrante apresentou tópicos que precisam ser entendidos e colocados em prática para que o Estado esteja a serviço da prosperidade, justiça e eficácia como, ampliação da democracia brasileira através da gestão pública profissional e do exercício da cidadania; fomento a uma indústria brasileira da transformação de alta competitividade que agregue valor a economia baseada em commodities; inclusão dos brasileiros nestas oportunidades, seja de emprego ou de negócios; regulamentação e democratização real dos meios de comunicação. Ao final, o palestrante respondeu perguntas dos participantes.

Com o objetivo de manter um treinamento teórico e prático dos procedimentos de auxílio mútuo em caso de emergências nas empresas da região, foi realizada no dia 12 de março a primeira reunião do ano do Plano de Auxílio Mútuo (PAM) Bombeiro, nas dependências do laboratório Merck, na Taquara. Na ocasião foi celebrada a posse do novo coordenador do grupo, Waldyr Guimarães.

Trânsito Conselho discute estratégias para melhorias no trânsito da região Estiveram presentes na reunião do Conselho de Trânsito, realizada no auditório da Acija dia 22 de março, representantes da Rio Águas, da Guarda Municipal e da CET-Rio. Nenhum assessor da subprefeitura compareceu ao encontro, que ainda tem pouca participação de moradores da região. Na ocasião foi abordada a questão dos pontos ilegais de mototáxi, os estacionamentos irregulares, os conflitos no trânsito em um entrave na Gardênia Azul, as revindicações com relação a urbanização da Estrada do Covanca, a necessidade de apoio da equipe da SEOP (Secretaria Municipal de Ordem Pública) para melhoria na fluidez do trânsito e os transtornos gerados nas proximidades da Merck devido as obras da Transcarioca. O próximo encontro, que se tornou bimestral, acontecerá no dia 23 de maio, às 9h, no auditório da ACIJA – Associação Comercial e Industrial de Jacarepaguá - Estrada do Gabinal, 313 sala 270 A - Rio Shopping, Freguesia.


WWW.NOSSOBAIRRO.NET | ESTE É O NOSSO BAIRRO

Como captar recursos financeiros para micro e pequenas empresas

Laíza Esteves dos Santos e Márcio Monteiro, presidente do Comitê de Micro e Pequenas Empresas No dia 21 de março foi realizado o 4º Encontro do Comitê de Micro e Pequenas Empresas da ACIJA. Para este evento foi convidada a gerente geral da Caixa Econômica Federal da agência Praça Jaúru (Taquara), Laiza Esteves dos Santos, que explicou todos os produtos e tipos de financiamentos que a CEF oferece aos micros e pequenos empresários e as diferenças en-

tre os diversos programas financeiros e as taxas usadas pela instituição. A palestrante terminou respondendo as perguntas e realçando a segurança que uma instituição financeira que pertence integralmente ao Governo Federal pode oferecer. Cerca de 50 associados aprovaram o encontro e pediram que a ACIJA e o Comitê promovam mais eventos desta natureza.

9


10

ESTE É O NOSSO BAIRRO | WWW.NOSSOBAIRRO.NET

Dicas de Segurança RICARDO PIRES

SÓCIO-DIRETOR DA EMPRESA RSP E CONSULTOR DE SEGURANÇA COMERCIAL@RSPTREINAMENTO.COM

Foto: Divulgação / Internet

Assalto a veículos

Prezados leitores, Neste mês falaremos sobre os assaltos a veículos, crime que vem aumentando em nossa região. Para que não fiquemos reféns desta situação, devemos tomar medidas preventivas. Vamos às dicas: 1- Ao ver que o sinal ficará vermelho, evite parar logo abaixo do mesmo, deixe sempre um espaço para que possa ter visibilidade dos extremos da rua, evitando ser surpreendido por meliantes; 2- Nunca deixe objetos como bolsas, celulares, aparelhos eletrônicos à vista, como por exemplo, nos bancos dos caronas dianteiro e traseiro ou na mala (caso não possua proteção de uma tampa interna); 3- Caso seu veículo seja atingido por ovos no para-brisa, não esguiche água do limpador, pois quando acionado irá formar uma “meleca” e isto impossibilitará sua visibilidade, obrigando-o a parar o veículo, e desta forma os meliantes irão efetuar o roubo. Se ocorrer este fato, não acione o limpador e tente deslocar-se para o local mais longe do incidente, em busca de algum policial ou uma área com grande movimento; 4- Evite transitar pelas faixas laterais das pistas, dê preferência para a pista central, assim poderá desviar de qualquer tentativa de abordagem ao seu veículo. Se a via em que estiver transitando não possuir três faixas, dê preferência à faixa da esquerda, pois ela é de velocidade e fará com que você tenha uma melhor rota de fuga; 5- Uma boa dica é a instalação de película protetora nos vidros do automóvel, além de dificultar a visibilidade dentro do veículo protege contra golpes de menor potencial ofensivo, mas que pode ser um fator essencial entre acontecer ou não um sinistro; 6- As nossas amadas mulheres devem evitar a colocação de adesivos no veículo, que evidenciem que este é de uma mulher, pois para os marginais esta ainda é uma forma de escolher as futuras vítimas; 7- Não coloquem os “famosos” adesivos de família, onde estão todos os integrantes dela, caso haja algum sinistro fica fácil para os marginais usar este tipo de informação como subterfúgio para um golpe ainda maior, como o falso golpe do sequestro, extorsão e outros. Espero que as dicas possam ser de grande valia. Um forte abraço a até a próxima!


WWW.NOSSOBAIRRO.NET | ESTE É O NOSSO BAIRRO

11

Drogas preocupam a população da região Aumento do tráfico de drogas foi um dos temas no Conselho de Segurança

A mesa foi composta pelo inspetor Neto, comandante Almyr Mendonça, Carlos Eduardo da Silva, Antônio Miranda e outras autoridades

Flanelinhas na porta das escolas da Rua Xingu, na Freguesia, falta da ronda escolar, precariedade na iluminação pública, estacionamento irregular e aumento do tráfico de drogas foram apenas algumas das questões que estiveram na pauta da terceira reunião do Conselho Comunitário de Segurança (CCS) de 2013. A lista de reclamações foi apresentada no dia 28 de março, no sítio Nova Era, na Taquara, ocasião em que a população de Jacarepaguá se reuniu com autoridades locais para debater mais uma vez sobre os problemas que ainda atormentam a vida dos moradores dos bairros da região. Dentre os temas que mais preocupam portância a cada ligação que recebemos”, tado duas vezes de uma só vez. Uma a população, o que está relacionado às afirma. pela infração e outra pelo desrespeito drogas parece ser o que mais incomo- Outro problema que vem afligindo os a autoridade, porque pedimos para tida. Os presentes denunciaram alguns moradores da baixada de Jacarepaguá rar o carro e a pessoa se nega”. locais nos bairros onde têm crescido é a ação dos flanelinhas nas proximida- A precária iluminação pública também a incidência desse crime, e também co- des das escolas da Rua Xingu, na Fre- foi outro tema levantado como um dos municaram a desativação de um ponto guesia. De acordo com relato da po- problemas frequentes nos bairros. A de atendimento de fisioterapia den- pulação presente, a ação é feita durante falta de luz nos postes em algumas ruas tro da Colônia Juliano Moreira para o embarque e desembarque de alunos. e praças, segundo moradores, contrique o local seja utilizado no tratamen- É nessa hora que os responsáveis são bui para a ocorrência de crimes. No ento de usuários de crack. Segundo Jor- intimidados a pagar pelo tempo de ge Horisawa, assessor do subprefeito permanência. Tiago Mohamed presente à reunião, a O estacionamento irregular de veículos subprefeitura ainda trará uma resposta também foi alvo de críticas durante a sobre a desativação do posto, no pró- reunião. Segundo moradores, os veículos ximo encontro. estacionados sobre as calçadas obrigam O comandante do 18º Batalhão da os pedestres a transitarem no meio da Polícia Militar, coronel Almyr Mendonça, rua, tendo que dividir o asfalto com lembrou que a população deve denun- carros de passeio, ônibus e caminhões. ciar pelo disque-denúncia ou SMS (men- A explicação do representante da Guarda sagem de texto pelo celular) qualquer Municipal, inspetor Gomes, do 3º delito presenciado. A autoridade garantiu Grupamento Especial de Trânsito, foi que em nenhum momento é exigida a que os veículos estacionados irregularidentificação de quem está denuncian- mente são multados, no entanto, condo. “Só precisam denunciar o fato que tinuam cometendo a mesma infração. a polícia vai investigar. Damos muita im- “Tem motorista que chega a ser mul-

tanto, de acordo com o assessor Jorge Horisawa, a prefeitura já está fazendo reparos na iluminação. Além de Almyr Mendonça, comandante do 18º Batalhão da Polícia Militar, Jorge Horisawa, assessor do subprefeito Tiago Mohamed, e inspetor Gomes, do 3º Grupamento Especial de Trânsito, estiveram presentes à reunião, inspetor Neto, da 7ª Inspetoria da Guarda Municipal, Antônio Miranda, primeiro secretário do CCS e Carlos Eduardo da Silva, presidente do Conselho e da mesa, que informou que o objetivo das reuniões é estimular a harmonia e o respeito entre os membros da comunidade da polícia e do governo. Assim como coibir a apologia, a violência, o descumprimento das leis e a violação dos direitos fundamentais do ser humano, como solução para os problemas de segurança da comunidade. Com relação aos avanços alcançados ao longo desses seis meses a frente do Conselho Comunitário de Segurança, Carlos Eduardo declara que já começa a perceber resultados. “A integração com os membros natos do CCS estão trazendo respostas significativas para Jacarepaguá. Cito o exemplo, já registrado em ata, que tiramos o 2º lugar entre todas as AISPs e só perdemos o 1º lugar no quesito desempate. Destaco que das 39 AISPs existentes, só oito conseguiram cumprir as metas”, comemora o presidente do Conselho de Segurança. A próxima reunião do CCS será no dia 25 de abril, às 9 horas na Rua Peroba, 378, Gardênia Azul. Polícia Militar do Estado do Rio de Janeiro – 18º Batalhão Disque Denúncia: 2332-2594 / 2332-2602 / 8596-7615 (SMS) / 2253-1177


12

ESTE É O NOSSO BAIRRO | WWW.NOSSOBAIRRO.NET

Fisioterapia no tratamento da osteoporose Especialista destaca a importância dos exercícios físicos

Na edição anterior, o ortopedista e traumatologista Felipe de Paiva apresentou causas e consequências da osteoporose, uma doença que provoca a perda de massa óssea. A redação este mês entrevistou a fisioterapeuta Alexsandra Serafim (CREFITO: 46198- F) e solicitou explicações sobre a atuação da fisioterapia no tratamento e prevenção desta doença.

Doutora Alexsandra Serafim auxilia paciente nos exercícios fisioterápicos

JNB – Sabemos que a osteoporose é uma doença que atinge os ossos, fazendo com que se tornem frágeis e com risco de fratura. De que forma a fisioterapia pode ajudar na prevenção ou no tratamento de quem tem osteoporose? Dra. Alexsandra Serafim - A fisioterapia pode atuar através de exercícios, que são elaborados de forma individualizada. JNB - Quais são os benefícios da fisioterapia na vida de quem está com osteoporose? Dra. Alexsandra Serafim - A fisioterapia atua na qualidade de vida através de exercícios para melhorar a flexibilidade e a postura. Eles constituem um importante estímulo para a formação e fortalecimento dos ossos. Realizamos exercícios para fortalecer a musculatura e melhorar

o equilíbrio, diminuindo com isso o risco de quedas e fraturas. A fisioterapia atua também no alívio de dores. JNB - Quais são os exercícios praticados? Dra. Alexsandra Serafim - Os exercícios indicados são caminhadas, alongamentos, treino de equilíbrio, coordenação e fortalecimento muscular. É importante destacar que eles devem ser feitos em ambiente seguro e agradável. O paciente deve manter a respiração leve e solta. JNB - Não há risco de fraturas na prática da fisioterapia? Dra. Alexsandra Serafim - O risco existe, inclusive de fratura espontânea em casa, por exemplo. Para evitar que isso aconteça, esta prática deve ser realizada por um profissional competente, que deve acompanhar os exames e prescrever exercícios individualizados.


WWW.NOSSOBAIRRO.NET | ESTE É O NOSSO BAIRRO

13


14

ESTE É O NOSSO BAIRRO | WWW.NOSSOBAIRRO.NET

Rios D’Or realiza palestra sobre Alzheimer Especialista destaca o valor dos exercícios no tratamento

Mensalmente o Hospital Rios D’Or da Freguesia promove palestras aos familiares, amigos e cuidadores de pessoas portadoras de Alzheimer, com o intuito de esclarecer suas dúvidas e orientar sobre a importância dos cuidados ao lidar com os pacientes.

A fisiterapeuta Alexsandra Serafim esclarece as dúvidas dos cuidadores e familiares

O encontro, realizado no dia 13 de março, teve como tema “Cuidados terapêuticos: garantindo uma melhor qualidade de vida” e a palestrante, a fisioterapeuta Alexsandra Serafim, advertiu sobre zelos que os cuidadores precisam ter para não prejudicarem a coluna e outras partes do corpo quando estiverem cuidando do paciente. “Os esforços precisam ser feitos pelos membros mais fortes, como troncos e pernas. Explique ao paciente o que você quer que ele faça para que, dentro das possibilidades, ele possa colaborar”, avisa Alexsandra Serafim. A fisioterapeuta também ressaltou a importância de se começar o dia fazendo exercícios. “Tente reservar pelo menos 30 minutos por dia para se preparar para a sua rotina e, quanto ao paciente, procure dar voltas com ele no play do prédio ou em casa, para que a articula-

ção não retraia e nem a musculatura atrofie”, aconselha Alexsandra. Na ocasião, a psicóloga clínica do hospital, Maria Helena Rocha, recomendou que se incentive o paciente a dar pequenos passeios. “Às vezes o portador de Alzheimer não aceita determinadas coisas, não porque ele seja ‘birrento’, mas devido ao estado da doença que ele está vivendo”. A psicóloga também orientou que, muitas vezes o paciente não aceita que outra pessoa dê banho nele por questões de preservação do pudor, portanto caberá ao cuidador procurar contornar a situação tornando a atividade possível de ser realizada. Ao final, os participantes trocaram experiências e tiraram dúvidas com as especialistas. Curare: Fisioterapia Especializada Fisioterapeuta Alexsandra Serafim Estrada dos Três Rios 1530, sala 413 Freguesia. Tel.: 3546 2039, 8869 2039

Foto: Divulgação / Internet

Foto: Divulgação / Leo Costa

Na mira do leitor

POSITIVO

Apesar dos transtornos no trânsito de Jacarepaguá devido às obras da Transcarioca, que ligará a Barra da Tijuca ao Aeroporto Internacional Tom Jobim, na Ilha do Governador, a prefeitura tem se empenhado para minimizar o impacto na rotina da população. É notório o aumento do efetivo de agentes de trânsito para orientar os motoristas e pedestres que trafegam pela região.

NEGATIVO

As quedas de energia elétrica em Jacarepaguá são constantes. Apesar das chuvas neste período, os “picos de luz” nem sempre são decorrentes dos fenômenos da natureza. A empresa responsável pelo fornecimento de energia, Light, deverá traçar novos projetos para qualificar seus serviços. O desconforto causado pela falta de energia reflete em vários setores e prejudica moradores, empresários e principalmente o comércio alimentício, que necessita garantir a preservação da qualidade das mercadorias através da refrigeração.

Atenção leitor! Este espaço é destinado a participação de todos. Envie os dados principais com foto, do ponto positivo ou negativo de Jacarepaguá para o e-mail: redacao@nossobairro.net


WWW.NOSSOBAIRRO.NET | ESTE É O NOSSO BAIRRO

Tatuagem: uma arte milenar Registrar imagens na pele exige cuidados

Bruno Freitas revela a paixão pelo Rio de Janeiro também em sua arte

Não se sabe ao certo quando surgiu a primeira tatuagem no corpo humano, mas estudos arqueológicos mostram sua existência já no Antigo Egito, entre 4000 e 2000 a.C.. A tatuagem, também conhecida como tattoo, é um desenho permanente feito na pele que introduz pigmentos por agulhas. O termo tattoo foi inventado pelo inglês James Cook no século 18. A expressão era uma alusão ao ruído provocado durante a inserção dos pigmentos na pele e, com isso, deu origem à palavra em inglês que, traduzida significa tatuagem. Os temas escolhidos para registrar na pele são diversos e variam de acordo com a vontade do cliente. O tatuador Bruno Freitas, de 32 anos, conta que desenha todos os estilos “Para mim o importante é tatuar. Não tenho preconceitos, mas dou preferência ao oriental e ao realismo preto e cinza”, destaca o tatuador. Além desses temas, o artista conta que também desenha os pontos turísticos da Cidade Maravilhosa. “Comecei a fazer esse tipo de tatuagem, quando quis desenhá-la em minha perna. Então, conversando com uma cliente, ela perguntou qual seria a minha próxima tatuagem. Respondi que pensava em fazer uma que reunisse todos os pontos turísticos do Rio de Janeiro.

Ela, que fazia turismo, pediu para que eu fizesse essa tattoo”, conta o tatuador. Mas não são só os cariocas que escolhem ter na pele as belezas do Rio. “Já teve um americano que solicitou o desenho dos pontos turísticos da cidade e também um sueco, que conseguiu aguentar 11 horas para fazer a tatuagem, e, para completar, voltou para a Suécia no dia seguinte”, revela. Fora do Brasil, Bruno já esteve no maior museu de tatuagem do mundo, que é o de Amsterdã, e na Convenção de Tatuagem Internacional de Londres. “Estas viagens foram muito importantes para mim, pois tive a oportunidade de ver e trocar experiências com os maiores tatuadores do mundo, além de conhecer o ‘Amsterdã Tattoo Museum’, o sonho de qualquer tatuador”, ressalta Bruno. Informações: Facebook: "Bruno Freitas Tattoo"

15

Cuidados Como proceder após a tatuagem

Para que a tatuagem seja feita, é necessário que a pessoa tenha idade superior a 18 anos e leve para o estúdio um documento de identidade original. É essencial que ela não esteja alcoolizada e nem sob efeito de drogas. Confira alguns cuidados importantes a serem tomados na cicatrização: • Retire a bandagem duas horas após a realização da tattoo; • No banho, lave o local com água morna e sabonete neutro ou antisséptico, enxágue bem e seque com uma toalha sem esfregar; • Procure tomar vitamina C; • Mantenha uma higiene rigorosa no local; • Evite contato com suor, roupas e superfícies sujas; • Não se exponha ao sol; • Não tome banho por imersão (mar ou piscina) e nem faça sauna; • Não coce a região recém tatuada e em nenhuma hipótese tire a casca que irá se formar; • Não coma derivados de porco, camarão e ovo frito por, pelo menos, uma semana e mantenha uma alimentação saudável; • Evite fazer exercícios físicos. Após a cicatrização, use hidratante neutro e sempre que for se expor ao sol, utilize um bloqueador solar de boa qualidade (fator 50 ou superior) no local da tatuagem.


16

ESTE É O NOSSO BAIRRO | WWW.NOSSOBAIRRO.NET

No Bairro Acontece...

THRILLER LIVE

O casal Davi Frossard e Luciana Peroni prestigiou o musical Thriller Live no Citibank Hall, no dia 22 de março

NOVO POINT

O empresário José Luiz convida os leitores para conhecerem o Bar e Pizzaria Aconchego do Rio, no Tanque, inaugurado em março.

RIO 40 GRAUS

O diagramador do Jornal Nosso Bairro Jacarepaguá, Leo Costa, curtiu no dia 08, o show exclusivo de Fernanda Abreu na casa Imperator, no Méier.

FELICIDADE EM DOBRO

Fernando Matos (à esquerda) e seu pai Ernani Matos, comemoraram com a família seus aniversários no domingo, dia 24 de março.

TARDE ANIMADA

A Farmácia Popular homenageou as mulheres realizando o “Bingo da Mulher”, no dia 08 de março


WWW.NOSSOBAIRRO.NET | ESTE É O NOSSO BAIRRO

17

...Acontece no Bairro

COMEMORAÇÃO EM DOSE DUPLA

A equipe do Jornal Nosso Bairro Jacarepaguá, festejou no dia 18 de março os aniversários dos amigos Leo Costa (de cinza) e Ernani Matos (de branco).

MUITAS FELICIDADES

Beatriz Aquino (à direita), moradora da Praça Seca, comemorou seu aniversário com os amigos no dia 25 de março

PRIMEIRO ANINHO

Eduardo comemorou seu primeiro aniversário ao lado dos pais Hélio e Érica e dos irmãos.

DIA ESPECIAL

Natalia Pacca festejou seu aniversáro no dia 28 de fevereiro ao lado do marido, o coordenador de marketing do Jornal Nosso Bairro Jacarepaguá, Hélder Brito e amigos.

INSPIRAÇÃO

Os atores Marcus Tardin e Diana Vieira em Puerto Madero, Buenos Aires, onde foram buscar inspiração nas tabernas espanholas para a reestreia do espetáculo "Uma História em Muitas Vidas", no mês de maio, na Barra.

VIVA AS MULHERES

As alunas de ginástica do Projeto Rio 2016, comemoraram o Dia Internacional da Mulher com um café da manhã na Praça do Skate, no Tanque


18

ESTE É O NOSSO BAIRRO | WWW.NOSSOBAIRRO.NET

Agenda Cultural Espaço Cultural Camarim das Artes Rua Araguaia, 359 - Freguesia Informações: 3392-7096 Dia 14 Domingo do Conhecimento (R$ 5,00 + 1 kg de alimento não perecível) às 17h Bandas/shows: Vagabonde / Grupo de dança Co-nexo / Rumo alternativo Oficinas: Brigadeiro / Reciclagem Tie-Dye, com Agatha Lannes Moda: Brechic, com Agatha Lannes Alimentação natural Studio tatuagem, com Luisinho Tattoo Lona Cultural Municipal Jacob do Bandolim – Praça Geraldo Simonard (Praça do Barro Vermelho), no Pechincha. Informações: 2425-0825. Dia 14 – Teatro infantil - Peter Pan em novas aventuras - 17h Dia 19 – Academia Carioca de Música - 20h Dia 21 – Shakespeare nas praças - 18h Dia 28 – A pequena Sereia - 17h *Programação sujeita a alteração.

Lona Cultural

Destaque Center Shopping anima os domingos da criançada com o Clubinho do Jack

Em abril, a Lona receberá em sua reabertura o cantor Vander Lee

Lançamento O cantor Frederico Amitrano lançará seu CD no dia 04 de maio, às 20h, no Espaço Elam na Rua Samuel das Neves, 226 - Pechincha. Ingressos: R$15,00 (antecipados pelo telefone 7995-1360 (Lidu Amorim)

A criançada se diverte aos domingos com o Clubinho do Jack no Center Shopping, no Tanque. O projeto semanal conta com oficinas de colorir e maquiagem, além de uma atração principal que pode ser a montagem de clássicos infantis, contadores ou cantadores de histórias, apresentação de mágicos, entre outros. O Clubinho do Jack é gratuito e acontece todos os domingos na praça de alimentação, no 2o piso, das 13 horas às 15 horas. O Center Shopping fica na Avenida Geremário Dantas, 404 - Tanque. Informações: www.facebook.com/center.rio ou pelo telefone 3312-5001.


WWW.NOSSOBAIRRO.NET | ESTE É O NOSSO BAIRRO

19

Cia de Arte e Teatro Popular é premiada em festival Foto: Hugo Pontes

Pêlo Próximo realiza ação com animais abandonados

O Projeto Pêlo Próximo, em parceria com a Leroy Merlin, no Tanque, realizou no dia 03 de março a 9ª edição da campanha “Adote um Amigo e Seja Feliz”, com cães abandonados e resgatados por voluntários do abrigo João Rosa. A parceria, iniciada em maio de 2012, já conseguiu novos lares para cerca de 100 animais e, nesta edição, 14 foram adotados. Todos os animais apresen-

tados na campanha são castrados e vacinados. Além do incentivo a adoção, a campanha tem como objetivo a conscientização da população contra o abandono. O evento acontece mensalmente no pátio da Leroy Merlin e para adotar, é necessário levar um comprovante de residência e documento de identificação. Informações: abrigojoaorosa@yahoo.com.br.

A Companhia de Arte e Teatro Popular (CATP), recebeu troféu no Festival de Teatro anual, em fevereiro, no Teatro Miguel Falabella, em Del Castilho. Os 12 atores da companhia encenaram as peças de Nelson Rodrigues “Boca de Ouro” e “Sete Gatinhos”. “Para mim, o Nelson Rodrigues é um dos melhores dramaturgos de todos

os tempos. Há mais de dez anos venho me preparando para fazer o ‘Boca de ouro’ e isso é importante para que o ator tenha uma relação com o personagem”, revela o diretor e ator de teatro Flávio Alves. Companhia de Arte e Teatro Popular Estrada do Tindiba, 2.495, sala: 201 – Taquara - Rio de Janeiro


20

ESTE É O NOSSO BAIRRO | WWW.NOSSOBAIRRO.NET

Atriz Kátia Saules lança seu primeiro livro: Crônicas Nuas Foto: Divulgação

Curiosidades do Bairro CARLOS ARAUJO

HISTORIADOR ARAUJO.HISTO@GMAIL.COM

A biblioteca regional de Jacarepaguá está no fim A Biblioteca Regional de Jacarepaguá tem uma história, possivelmente conhecida por todas as pessoas preocupadas com a cultura. Em 8 de maio de 1964, pelo trabalho ingente, primoroso e abnegado da professora Dyla Sylvia de Sá, foi criada a Biblioteca Infantil, que recebeu o nome de sua fundadora. Durante vinte meses o local funcionou em uma das salas da Divisão de Educação e Cultura da XVI Região Administrativa, no Tanque. Mas, a professora Dyla de Sá não considerava que ali fosse um bom lugar para a biblioteca. Por isso, após alguns meses houve a transferência para a Rua Cândido Benício, 2.935 – bloco O, loja F, no Mato Alto. O imóvel foi cedido pelo IPASE.

Giostri, a obra contém 150 páginas e é destinada ao público jovem e adulto. O livro possui uma narrativa simples, envolvente e de fácil identificação com os leitores pelos temas abordados em situações comuns do dia a dia. Informações pelo site: www.katiasaules.com.br/cronicasnuas .

Conheça o livro Marketing da sustentabilidade habitacional da autora Gisela Santana Foto: Divulgação

Até 1970, o centro cultural inexistia oficialmente, apesar de o Departamento de Educação Primária saber de sua existência, mas não tomava as providências cabíveis. Nesse mesmo ano, no boletim Oficial do Estado da Guanabara de 12 de agosto, veio publicada a transferência da Biblioteca Dyla de Sá para a Divisão de Bibliotecas e Documentação do Departamento de Cultura. A inauguração oficial foi a 9 de setembro de 1971, dia em que Jacarepaguá completava trezentos e setenta e sete anos e assim passou a ser denominada Biblioteca Regional de Jacarepaguá.

A atriz e escritora Kátia Saules acaba de lançar seu primeiro livro, intitulado “Crônicas Nuas”. Nele, a autora apresenta crônicas emocionantes e divertidas que trazem à luz situações do cotidiano como idas à praia, passeios em família, sonhos e também frustrações sob diferentes perspectivas. Lançado pela Editora

Em 1977, após muito trabalho, a professora Dyla, conseguiu transferir a sede para um local mais apropriado, em rua tranquila e distante do barulho do trânsito, onde o leitor pudesse ter melhor concentração e aproveitamento nas pesquisas. A nova sede, mais espaçosa e com vários cômodos, fica localizada na Rua Dr. Bernardino, 218, nas proximidades da Praça Seca. A luta da professora foi muito grande para ver a sua criação reconhecida e prestigiada pelo Poder Público. A biblioteca tem atualmente, um departamento de livros em Braille com equipamentos apropriados para os cegos. Grande e justo orgulho de sua antiga diretora, a senhora Alayde Júlia Bernardo. O local também organiza eventos comunitários, como exposições de artes plásticas, fotografias, palestras sobre temas variados; ciranda de poesias para diversas faixas etárias; música e outros programas culturais. Infelizmente, hoje, o local corre o risco de desmoronamento, motivado por violenta infiltração em suas paredes. Com isso, uma grande quantidade de livros já foi perdida. A Biblioteca de Jacarepaguá precisa, com urgência, de nova sede, antes que ela acabe. Se a população de Jacarepaguá tivesse mais atenção com essa entidade, talvez sua projeção, dentro da comunidade, fosse maior do que atualmente demonstra. Pois ela representa um baluarte da cultura deste bairro tão querido pelos seus tradicionais moradores e, podemos dizer, ignorado pelo poder constituído.

Escrito pela arquiteta urbanista e doutora em psicologia social, Gisela Santana, o livro “Marketing da ‘sustentabilidade’ habitacional”, lançado no dia 19 de março, analisa as propagandas e o marketing utilizado nos lançamentos imobiliários, acompanhados dos impactos causados no ambiente natural da Freguesia e seu entorno. Ao estudar a evolução do bairro, a autora analisa o crescente número de unida-

des habitacionais que surgem e lucram com os mega eventos que estão transformando radicalmente a cidade, sem considerar a qualidade de vida da população, que sofre com o trânsito, e com as perdas ambientais do bairro. A obra possui 240 páginas e foi lançada pela Editora Mauad. Informações: www.mauad.com.br ou pelo telefone: 3479-7422.


WWW.NOSSOBAIRRO.NET | ESTE É O NOSSO BAIRRO

21

Evokar socializa jovens das comunidades Projeto viabiliza inclusão social através do esporte

Foto: Divulgação

O instituto Evokar pertence a iniciativa privada e desenvolve um projeto há mais de 10 anos que visa socializar crianças e adolescentes residentes nas comunidades Rio das Pedras, Cidade de Deus e Gardênia Azul, através da prática do vôlei de praia.

O atleta Ramon lamenta a falta de apoio e patrocínio

Idealizado pelo professor de educação física Leandro Martins, em 2001, a ONG beneficia os alunos com acompanhamento escolar, aulas de vôlei e passeios. O projeto busca utilizar o rendimento do aluno na instituição pública de ensino como condição para participar das aulas de vôlei. “A prática do esporte é um instrumento para que o estudante fortaleça a autoestima, aprendizado, disciplina e organização”, destaca Leandro. Os atletas da Evokar são bicampeões brasileiros da categoria sub-19 e, atualmente, campeões sub-23 e alguns deles já

estão em treinamento para as Olimpíadas de 2016. Um dos exemplos é o jovem atleta Ramon Ferreira, residente na comunidade de Rio das Pedras e integrante do instituto desde criança. Atualmente ele está com 20 anos e representa o Estado do Rio de Janeiro nas competições do país e, por duas vezes, representou o Brasil em mundiais. “Infelizmente ainda sofremos com a falta de apoios e patrocínios, mas buscamos não deixar este projeto morrer”, conta Ramon. Informações pelo site: www.evokar.org.br


ESTE É O NOSSO BAIRRO 2Informe 2

| WWW.NOSSOBAIRRO.NET

O futuro é aqui A arquitetura inovadora da Barra, celeiro de novos empreendimentos, inspira toda a cidade

Se os nomes americanizados da Barra podem levar a crer que no bairro imperam réplicas de obras da terra do Tio Sam, os grandiosos mostram que, em matéria de design, o bairro é cosmopolita, um celeiro de projetos ousados, inspirados no que está em voga em diferentes partes do mundo. São exemplos a ponte estaiada da Linha 4 do Metrô (Ipanema - Barra da Tijuca), ideia do arquiteto espanhol Santiago Calatrava; e a Cidade das Artes, criada pelo francês Christian Portzamparc e inspirada em outros trabalhos assinados por ele, como Cidade da Música, em Paris, e o Museu Hergé, na Bélgica. - A arquitetura feita aqui é para gerar provocação, uma novidade máxima com destaque na paisagem, como o arquiteto Lelé (João Filgueiras Lima) fez no (hospital) Sarah e o Christian de Portzamparc, na Cidade das Arte. Na tentativa de inovar, temos bons exemplos como Sheraton Barra, o O2 e o Centro Empresarial Mário Henrique Simonsen - atesta Celso Royal, membro do Instituto de Arquitetos do Brasil (IAB) e professor de Arquitetura da PUC-Rio.

Para o arquiteto, amplas áreas externas, comuns na região, muitas vezes definem como será um projeto: - Elas tanto fazem parte do projeto como do próprio empreendimento, nada é construído na Barra sem generosidade de vista ou sem a preocupação com a natureza. A arquitetura é muito forte aqui, porque, onde há competição entre construtoras, a criatividade não tem limite. O GLOBO - Barra visitou empreendimentos inovadores, que favorecem o principal objetivo do urbanista Lucio Costa ao traçar as linhas do bairro: proporcionar qualidade de vida. E nem só os empreendimento grandiosos das construtoras, como o Centro Metropolitano, revelam o que está por vir em termos de arquitetura urbana: shoppings e obras públicas, como o metrô, também trazem ideias modernas, que poderão ser copiadas em outras áreas da cidade.

Inspirações de Abu Dhabi a Nova York Nas novas propostas da construtoras destacam-se referências ao que há de mais moderno na arquitetura mundial. Vide o exemplo do CasaShopping, que,

em julho, inicia mais uma expansão. A estrela da nova área é uma cobertura de vidro idealizado pelo arquiteto israelense Nir Sirvan, batizada como Carioca Wave. A construção está a cargo da Seele, que assina o projeto da famosa caixa de Vidro da Matriz da Apple em Nova York. Já a Calper lançou no Recreio um residencial com fachada ondulada, que será entregue em 2015 e, segundo a construtora, procura remeter às edificações de Abu Dhabi e Dubai, riquíssimas cidades dos Emirados Árabes, onde se destacam recursos tecnológicos e artes futuristas. Os legados urbanísticos de Gaudí em Barcelona e dos Jogos Olímpicos da Inglaterra também foram referências no projeto. Outro exemplo de arquitetura contemporânea é o prédio do hospital MDX Medical Center, que, segundo o autor do projeto, o arquiteto baiano Ivan Smarcevscki, "está em concordância com a paisagem urbana da Avenida das Américas e com seu partido horizontalizado, valorizado por uma cortina de vidro entremeada por uma estrutura leve e delgada, em conjunto com a escultura metálica junto à entrada principal". Mais novo shopping center do bairro, o Village Mall apostou noutra ten-

dência mundial, a de ser tão sustentável quanto possível, e aproveita a luz do sol. - A luz natural nas áreas internas reforça a ligação com a natureza. Se a vista é generosa, a paisagem deslumbrante do entorno, como a Lagoa da Tijuca, a Pedra da Gávea e as outras montanhas do entorno, não poderia ser negligenciada - explica Antônio Paulo Cordeiro, um dos arquitetos responsáveis pela concepção do shopping. Uma forte característica dos empreendimentos da região é o investimento na multifuncionalidade, o que acaba influenciando, naturalmente, sua concepção arquitetônica. É o caso do recém-lançado centro comercial da SIG, o Uptown, na Avenida Ayrton Senna, que tem mais de 600 unidades. - Ao longo do tempo, em quase todos os condomínios e complexos da Barra foram criadas soluções para melhorar a dinâmica da rotina. O condomínio Santa Mônica (um dos mais antigos), por exemplo, tem formato circular que favorece a circulação em sua generosa área de lazer, que mais parece um clube, com tudo o que e pode imaginar - oberva Celso Rayol, do IAB.


Entrevista Dr. Carlos Carvalho

WWW.NOSSOBAIRRO.NET | ESTE É O NOSSO BAIRRO

23

Sorria: você está na Barra 'O bairro é o Centro do Rio' Para Carlos Carvalho, o projeto urbanístico ajudou a transformar a região no futuro da Cidade. Todas as conversas de Carlos Carvalho terminam no Centro Metropolitano. O atual projeto de sua construtora, a Carvalho Hosken, tornou-se uma obsessão na vida do empresário de 88 anos - 38 deles dedicados exclusivamente à Barra. Foi em 1975 que Carvalho fechou todos os escritórios que tinha pelo país para atuar no local pelo qual é apaixonado e chama carinhosamente de "cidade nova". Uma provocação direta ao Centro e à Zona Sul, sempre citados pelo empresário como "o lado de lá", "cidade velha" ou "centro histórico". É isso mesmo. Carlos Carvalho quer transformar 1,4 milhão de metros quadrados do terreno na Avenida Abelardo Bueno no novo centro geográfico do Rio, como sonhou Lucio Costa. E, para completar a missão, não encontra sucessor. Por isso, não deixa de bater ponto, todos os dias, às 8h, em seu escritório decorado com inúmeras obras de arte. • Na rua opinião, o que marca a ocupação da Barra? R. O primeiro fato marcante foi a Cidade de Deus, quando o Carlos Lacerda fez o primeiro conjunto de casas sociais. Era até um programa muito bem-feito, mas estava distante dos centros de trabalho, sem integração entre a comunidade e as conveniências devidas, o direito ao lazer, ao trabalho, acesso ao transporte. • E o erro se repetiu?

R. Depois a cidade teve uma sucessão de erros urbanísticos. Em todos os lugares onde foram criadas comunidades expressivas não houve visão urbanística para integrar moradia com lazer e trabalho. Isso levou uma série de problemas na nossa cidade antiga, e nós pagamos caro até hoje. O grande problema do Centro é que ele acabou tendo uma concepção que hoje está atrasada lá só se trabalha. Tem uma fortuna investida lá, mas ele funciona apenas até uma certa hora. Com isso, você passa a ter dificuldades, por exemplo, de acessá-lo. Não há equilíbrio. • Por isso seu apoio à ideia de um novo centro do Rio? R. A gente passou a ter uma cidade antiga agradável, mas com um conceito urbanístico pobre. O Centro antigo não é centro; é ponta. O Rio tem sorte, porque a Barra, a parte mais importante, em termos geográficos e de conforto urbano, que é uma réplica da Zona Sul e da cidade antiga, está se desenvolvendo. É uma região que tem cinco vezes a área de toda a Zona Sul. Será o centro mais elitizado do mundo, com avenidas de até cem metros de largura, enquanto a Rio Branco tem 30 metros. • Como vai ser o Centro Metropolitano? R. Vai ter tudo. Hospital, escola, centros comerciais, escritórios, moradias. O Rio tem tudo para ser uma cidade modelo. O destino do outro lado é ser o centro histórico. Ele já está bem

visível, já está surgindo. O governo dificilmente virá. Mas ali será o centro geográfico da região metropolitana. • Como o senhor vê o urbanismo na Barra? R. O poder público induz as diretrizes de ocupação urbana. Quando ele se coloca mal ou é omisso, as coisas começam a apresentar defeitos, porque aí depende muito de cada proprietário, que vai fazendo como lhe convém, e não como convém a cidade. Aqui na Barra, não. A coisa ficou definida de um jeito que o que está feito é o que convém à cidade. A área é privilegiada. Aqui só faltam mobilidade e acessibilidade. Houve erros urbanísticos graves, mas felizmente têm conserto. Só estamos atrasados. Não tínhamos mobilidade urbana porque estávamos engarrafados, nem acessibilidade porque estávamos isolados. Agora temos a acessibilidade. Em que isso vai se traduzir? Num problema para nossa mobilidade. Então, ou as nossas autoridades vão perceber que é preciso criar mobilidade aqui, distribuir o tráfego de maneira ordenada, ou isso vai virar São Paulo. Vai chegar muita gente. O governo precisa criar uma comissão especial para cuidar da Barra, que é uma joia valiosa e precisa ser protegida. • Sugere alguma medida imediata? R. Se não se aplicar os limites e regulamentos corretos, as vias podem se transformar em problemas. A Avenida do Canal, por exemplo, foi interrompida em alguns trechos por-

que um condomínio avançou sobre o terreno. • O poder público está ausente? R. As lagoas vão ser saneadas. O esgoto está sendo canalizado para o emissário. Então, não tem havido ausência; ao contrário. A Barra está sendo privilegiada pela ação do poder público e a atitude de seus empresários. • Essa atuação vai aumentar, agora que a Barra é a menina dos olhos do Rio? R. Ouço isso com alegria, porque tem gente do lado de lá, da cidade antiga, para quem a Barra não existe. • O senhor acha que o desenvolvimento da Barra vai se acelerar? R. É a única alternativa para a cidade crescer. É onde dá para fazer isso de forma ordenada e a onde a população quer ir. As olimpíadas serão um grande legado. Por um lado, essa vai ser a salvação da Barra. Por outro, pode ser Waterloo. Porque é um lugar todo elitizado, mas, se você não conseguir andar pelo sistema viário vicinal, estará perdido. Hoje, se você entrar na Salvador Allende para pegar a Ayrton Senna, pode demorar duas, três horas, caso haja um acidente. E quem está cuidando disso? Ninguém. Algumas coisas estão melhorando; vamos ver. A Barra tem tudo para bombar. Reproduzido do Jornal Globo Barra do dia 7 de março de 2013


24

ESTE É O NOSSO BAIRRO | WWW.NOSSOBAIRRO.NET

Dicas para uma vida melhor RENNE MARTINS

ALTEREGO DE UM GULOSO QUE DESEJA CHEGAR AOS 100 ANOS

Foto: Divulgação / Internet

Vinho, o melhor da dieta do Mediterrâneo

Há alguns anos que a dieta do Mediterrâneo vem sendo estudada por instituições conceituadas. Os estudos favoreceram a criação de um manancial infinito de livros e dietas que se julgam "milagrosas". Porém, todos esquecemos de um detalhe, nós não moramos em cidades banhadas pelo Mediterrâneo, não somos descendentes dos povos que habitam esta região, não temos as mesmas cargas culturais e genéticas deles. Nem temos a vida pacata, regada a muita conversa com os vizinhos, com um clima ameno e uma paixão franciscana por alimentos frescos e não industrializados. Ressalto outro diferencial, o hábito de fazer longas caminhadas em uma região com aclives e declives. Quem conhece algumas cidades da Espanha, França ou Grécia, que são banhadas por este mar, sabe do que estou falando. É indiscutível o padrão de qualidade de vida destes povos. Este tipo de cultura representa o maior fator para longevidade e boa saúde. Claro que uma alimentação saudável, rica e muito diversificada também é primordial. O que eu ainda não vi nas receitas foi a inclusão de uma taça de vinho, o principal alimento das conversas, da felicidade e do espírito (lembre-se do primeiro milagre de Jesus). Algumas propriedades do vinho tinto estão sendo apontadas como preventivas e eficazes no tratamento de doenças coronarianas e do coração. E falando sobre o vinho, tenho a opinião que não existe vinhos bons e vinhos ruins, mas sim vinhos verdadeiros e vinhos falsificados. Deixo para os enólogos, de narizes grandes, a responsabilidade de dar características e notas nos concursos de vinhos e nos programas de TV. Nos próximos meses volto ao tema e uma vez por semana, coma peixe, pão integral com umas gotas de azeite extra virgem (acidez abaixo de 3%) e claro saboreando uma taça de vinho. Se for com os amigos mais próximos, você terá um deslumbre do paraíso. Seja feliz!


WWW.NOSSOBAIRRO.NET | ESTE É O NOSSO BAIRRO

25

Notas Itinerante

Paralisada

Freguesia recebe o projeto Subprefeitura no seu bairro

Obras param no Complexo da Covanca

Moradores tiram dúvidas sobre obras na região

O projeto “Subprefeitura no seu bairro” esteve na Freguesia, no dia 22 de março. O subprefeito da Barra e Jacarepaguá Tiago Mohamed e seus assessores, além de representantes da Rio Águas e de outros órgãos da prefeitura esclareceram dúvidas dos moradores e informaram o andamento das obras na região. O objetivo da ação é aproximar a prefeitura do cidadão, ouvir as queixas e relacionar o que precisa ser melhorado. “Esse contato é fundamental”, destacou o subprefeito. Os assuntos discutidos no encontro foram as obras em andamento no bairro, entre elas a Macrodrenagem da Bacia de Jacarepaguá, que prevê a canalização de 15 rios. Segundo a assessoria de comunicação da subprefeitura, a canalização já foi feita em uma parte do Rio Sangrador e concluída nos rios Panela, São Francisco e Itanhangá. Na ação foram expostos painéis que apresentavam aos moradores detalhes de trechos no período anterior e posterior às obras dos rios, que visam resolver o problema de alagamentos em época de chuva. Os assistentes do programa sócio ambiental da Rio Águas destacaram a importância da preservação e limpeza dos rios.

Plano Inclinado Obras ainda sem previsão de retorno No dia 02 de junho de 2012, o prefeito Eduardo Paes oficializou o início da construção do Plano Inclinado da Igreja Nossa Senhora da Penna, na Freguesia. As obras, com conclusão prevista para março de 2013, pararam em novembro do ano passado para readequação do projeto e segundo a assessora de imprensa do subprefeito da Barra e Jacarepaguá, Nida Rego, ainda não tem previsão de retorno.

A Prefeitura do Rio iniciou no ano passado a obra de urbanização no Complexo da Covanca, que abrange as comunidades Bela Vista, Pendura Saia, Caixa d’água e Caicó. Segundo o presidente da Associação de Ataul de Castro, presidente da AsMoradores do Complexo da sociação de Moradores do ComCovanca, Ataul de Castro, o plexo da Covanca elogia a polícia local, que esteve abandonado há mais de 40 anos, recebeu verba do governo para a execução de todo o trabalho no complexo, mas infelizmente, até o momento, ele só foi feito em uma parte da área. O subprefeito da Barra e Jacarepaguá, Tiago Mohamed, informou que a obra licitada foi executada. “Falta uma segunda etapa que ainda depende de recursos para entrar na programação da prefeitura e ainda não há previsão de data para isso acontecer”, explica o subprefeito. A população da Covanca ainda sofre com a falta de creche e quadra de esportes, além de ter apenas uma escola para atender a comunidade. Os serviços de coleta de lixo, iluminação e água exigem contato com as empresas responsáveis. Apesar das incertezas que os moradores da região são obrigados a conviver, no que se refere ao andamento das obras, eles comemoram o sucesso na segurança do local. “A polícia tem feito um excelente trabalho no Complexo da Covanca e conseguiu extirpar o tráfico da região, graças ao apoio do 18º Batalhão e da 41ª DP”, destaca o presidente da associação de moradores.

Premiação

Irmã Maria Elci, do Espaço Convivência Betânia do Loreto recebe prêmio No dia 20 de março, a irmã Maria Elci Zerma, do Espaço de Convivência “Betânia do Loreto”, na Freguesia, recebeu o Prêmio Betinho – Atitude Cidadã 2012, promovido pelo COEP (Comitê de Entidades no Combate à Fome pela Vida). O Prêmio Betinho – Atitude Cidadã é uma iniciativa do COEP Nacional, com o

objetivo de homenagear pessoas que desenvolvem ações solidárias no país. A irmã Maria Elci Zerma foi idealizadora e fundadora do projeto que reúne cerca de 50 acolhidos de diversas idades na instituição “Betânia do Loreto”. O local visa recuperar e reintegrar na sociedade moradores de rua e dependentes de drogas ou álcool. Os acolhidos recebem tratamentos médicos, além de participarem de atividades sócio-educativas.


26

ESTE É O NOSSO BAIRRO | WWW.NOSSOBAIRRO.NET

Gastronomia FÁTIMA GUERRA

GOURMET FATIMA@ALFABUFFET.COM.BR

Delícia de banana

Olá amigos! Este mês vamos ajudar vocês a engordarem uns quilinhos, com uma sobremesa especial e com algumas calorias, mas com muito sabor. Receita Ingredientes: 1ª Camada • 6 bananas pratas maduras • 1 xícara de açúcar • 1 colher de chá de canela em pó 2ª Camada • 395 g de leite condensado • 3 gemas de ovo (sem pele) • 300 ml de leite integral • 1 colher de sopa de maizena • 200 g de creme de leite 3ª Camada • 3 claras de ovo • 3 colheres de sopa de açúcar Modo de Preparo: 1ª Camada Corte a banana em rodelas e leve ao fogo com o açúcar e a canela. Sempre mexendo até as bananas desmancharem e soltarem do fundo da panela. Coloque num pirex e reserve 2ª Camada Leve ao fogo o leite condensado, o leite misturado com a maisena e as gemas. Mexa até engrossar. Acrescente o creme de leite e misture bem. Coloque sobre as bananas no pirex. 3ª Camada Bata as claras em neve e vá acrescentando o açúcar, sempre batendo. Coloque sobre a 2ª camada e faça picos com uma colher de sopa. Leve ao forno para dourar. Coloque na geladeira e sirva. Dica: Passe a gema do ovo pela peneira (balançando de leve), não passe a colher para não furar a película, na peneira vai ficar só a pele.


WWW.NOSSOBAIRRO.NET | ESTE É O NOSSO BAIRRO

Cartas

27

ATENÇÃO LEITOR! ESTE ESPAÇO É DESTINADO À PARTICIPAÇÃO DE TODOS QUE DESEJAM DENUNCIAR, CRITICAR OU SUGERIR MELHORIAS PARA O NOSSO BAIRRO. ENVIE E-MAIL PARA: REDACAO@NOSSOBAIRRO.NET

INSTALAÇÃO DE QUEBRA-MOLAS Moro na Rua Jacirú, em frente à Estrada do Tindiba, número 1.517 - Taquara. Gostaria de solicitar a instalação de quebra-molas no local, pois quando o trânsito está intenso na Estrada do Tindiba, carros e ônibus costumam cruzar a Rua Jacirú em alta velocidade, no intuito de chegarem a Rua Marquês de Jacarepaguá, para voltarem à Estrada do Tindiba, na altura do supermercado Prezunic. Gostaria de relatar que este fluxo de veículos em alta velocidade nesta pequena rua vem causando rachaduras nas paredes e teto de minha residência. Outro inconveniente ocorre nas noites de sábado, quando há eventos nas duas casas de festa da rua e só é permitido estacionar de um lado da calçada, mas os motoristas não obedecem a sinalização e, por várias vezes, o trânsito pára e o “buzinaço” começa. Leo Mascarenhas

RUA ARAGUAIA PEDE SOCORRO Moro na movimentada Rua Araguaia, na Freguesia, mas estou surpreso com o caos ocasionado pelos carros estacionados nos dois lados da rua. A sinalização mostra que apenas o lado esquerdo da rua pode ser utilizado. O que está acontecendo? As escolas, cursos e academias podem auxiliar orientando seus clientes. Considero válida a convocação de um guarda para orientar os motoristas, principalmente na hora da saída dos colégios. A presença deste profissional inibirá os motoristas que insistem em estacionar indevidamente. A multa pode resolver o problema. Espero que minha solicitação seja acatada, pois favorecerá a coletividade. Antonio Luiz

MAU CHEIRO 2

FAMÍLIA EM PORTUGAL PROCURA PARENTES EM JACAREPAGUÁ O jornal recebeu esta carta solicitando informações e agradece aos leitores que possam oferecer notícias. Sou brasileira e moro em Lisboa, tenho aqui uma pequena cafeteria e clientes que são especiais para mim. Hoje, um senhor que conheço já há algum tempo perguntou-me se eu conhecia Jacarepaguá, mas eu sou de Santa Catarina e já fui ao Rio de Janeiro, mas não ao bairro de Jacarepaguá. Então o senhor disse-me que tem um irmão que mora no local, mas que faz muitos anos que não tem contato. Eu peço que se puderem me ajudar a localizar o Sr. José da Conceição Valpaços Valverde ou algum familiar desta pessoa que me contatem, pois gostaria muito de dar esta alegria ao meu querido cliente e claro ajudar no encontro dos irmãos. Muito obrigada pela atenção. E-mail: zebarbosa11@hotmail.com Zenaide Kroeger BANHO DE ÁGUA SUJA Existe uma enorme poça de água de esgoto na Rua Cândido Benício, na altura do número 3.936, no Tanque, e outra na mesma pista, porém nas proximidades do Mato Alto. Os ônibus passam pela via e os passageiros são obrigados a fechar as janelas, se não quiserem tomar um banho de água podre e fedorenta. O problema persiste há alguns meses, sem que ninguém tome uma providência. Em dias de chuva aquilo se torna um lago e o “banho” é certo. Não é possível que ninguém tome uma providência para solucionar o caos que já dura tanto tempo. Senhor subprefeito, por favor, faça alguma coisa? Valéria Souza

Sou moradora da Estrada Caribu, na Freguesia, há quase seis anos. Li a reclamação do senhor Alexandre (Edição 66 - fevereiro de 2013) sobre o mau cheiro que a fábrica “Rica Alimentos” provoca nas ruas em seu entorno e, até mesmo a longa distância. Assim como o morador citado, já cancelei visitas em minha residência por causa do mau cheiro e não consigo deixar minhas janelas abertas. Não conseguia entender como moradores e autoridades concebiam tal problema. No entanto, vejo que, assim como eu, outras pessoas têm tomado alguma atitude e o Jornal Nosso Bairro Jacarepaguá tem sido bastante eficiente na divulgação de nossas reclamações. Porém, a resposta dada pelo senhor Alexandre Igayara (Diretor Presidente da “Rica Alimentos”) não é nada convincente, pois, afirmo, com toda a segurança, que há mais de cinco anos a Estrada Caribu é totalmente fétida, devido a presença da “Rica Alimentos”. Segundo relatos de moradores da região, a citada estrada é conhecida por todos pelo seu odor, evitando, inclusive, que muitos passem por ela. O mais interessante é que, ultimamente, o mau cheiro está presente em vários momentos do dia. Aproveito para parabenizar esse meio de comunicação, já que demonstra interesse em solucionar as mazelas desse bairro tão agradável, mas que tem sido tão explorado e maltratado. Fabiana Cunha

FIOS PENDURADOS É lamentável a situação da fiação na região. Trafego quase todos os dias pela Rua Cândido Benício e não consigo acreditar que os fios permaneçam, durante tanto tempo, sem uma manutenção. Eles ficam enrolados em postes, arrebentados nas calçadas e os pedestres são obrigados a se desviar para não pisar em cima. Isso quando não estão presos nos postes e em quantidade tão grande que ficam pesados e na altura das cabeças das pessoas. Em um local desta via, eles ficam amarrados com cordas. Que absurdo! Isso não acontece só na Rua Cândido Benício. Infelizmente essa situação é comum em várias localidades da região. Gostaria de saber do subprefeito, até quando teremos que suportar essa situação? Alan Ramos


28

ESTE É O NOSSO BAIRRO | WWW.NOSSOBAIRRO.NET

Hair Stylist LÉO FREITAS

CABELEIREIRO LPINTO.LEO@GMAIL.COM

Fotos: Divulgação / Internet

Cores e cortes

O verão terminou e com a chegada do outono nos deparamos com mudanças em vários segmentos da moda. As tendências e os estilos não são os mesmos, começando pelas cores, que conquistam tons mais sóbrios, os modelos das roupas ficam menos decotados e chega a vez das botas, dos scarpins e de novas opções de acessórios. No quesito cabelos não é diferente, as cores e os cortes de cada estação mudam bastante. Portanto, na moda outono/inverno deste ano, os volumes e os cachos ficarão em alta e os cabelos terão um aspecto natural, inspirados nas madeixas indianas.

Tendências: Cores - tons acobreados, de fogo e pretos com mechas finas e castanhas. Pontas mais claras em raízes escuras também farão sucesso. Penteados - Exigirão menos arrumação, mais soltos e desarrumados, remetendo ao aspecto de um pentear com as mãos. Curiosidades - As chapinhas e os secadores poderão tirar umas férias, porque os cachos e o volume estarão com tudo. Dicas - Vale adaptar um antigo estilo próprio, tipo "loira fatal" para uma das tendências apresentadas, que permita você ficar com um visual bem moderno. Além disso, use e abuse dos shampoos e condicionadores, dos cremes de pentear e de produtos que ofereçam a garantia de saúde e beleza para as madeixas cacheadas. Na próxima edição vou contar uns segredos para as princesas de cabelos naturalmente lisos. Viva o natural! Você vai aderir?


WWW.NOSSOBAIRRO.NET | ESTE É O NOSSO BAIRRO

Artigo Neves Laera

Prêmio Lions de Comunicação é concedido a Nelson Cardoso

O Mosquito Democrático Semana passada, um amigo ilustre contraiu “dengue”. Ele reside na Barra da Tijuca, no ponto mais nobre do bairro. Interessante, pensei. Tal fato me leva a crer que, mesmo sendo um ser detestado por todas as pessoas, o famoso “Mosquito da Dengue” é, ao menos, um ser democrático, pois não escolhe vítimas. E, por falar em democracia, ontem fui a um fast food na Taquara tomar uma casquinha, que estava em promoção. Ao chegar ao local, deparei-me com uma imensa poça de esgoto, bem na saída do estacionamento da lanchonete. Comentei com o segurança e ele me informou que o problema existe há pelo menos duas semanas. E, pior, me disse também que os responsáveis pelo estabelecimento procuraram a prefeitura ou a Cedae (ele não sabia especificar qual órgão) e obtiveram a informação de que não iriam resolver o problema, porque em breve serão feitos trabalhos de modificação na pista, por conta das obras em execução no bairro. Logicamente, essa é também uma atitude democrática. Isto porque, sem dúvida alguma, é muito pouco provável que alguma “autoridade governamental” (ou seus descendentes) frequentem o fast food na Taquara, e assim sendo, ninguém de suas respectivas famílias estão expostos ao esgoto a céu aberto que flui livremente pelas calçadas da região. Portanto, democraticamente falando, recomendo que todos instalem telas protetoras em suas casas, mantenham as calhas limpas, recipientes de plantas secos e que também frequentem lanchonetes de bairros mais privilegiados do que o nosso. E que torçam para que as referidas “autoridades” passem antes nessas lanchonetes, pois somente assim problemas como os nossos não irão existir e, consequentemente, os riscos individuais serão menores. Mas, para evitar contrair “dengue”, somente o uso de um bom repelente e muita sorte ajudam. Enquanto isso, evitem caminhar pela calçada da Taquara, sem máscaras e repelentes, pois a situação está pior a cada dia que passa. Neves Terriani Laera/Eng. Agrônomo Morador da Taquara-Jacarepaguá.

29

No dia 21 de março a Associação Internacional de Lions Clubes concedeu ao diretor do Jornal Nosso Bairro Jacarepaguá, Nelson Cardoso, o certificado e a medalha em reconhecimento pela qualidade do seu serviço na área de comunicação.


30

ESTE É O NOSSO BAIRRO | WWW.NOSSOBAIRRO.NET

Horóscopo MALU RODRIGUES

ASTRÓLOGA, MALUCATAO@GMAIL.COM

Previsão astrológica do mês de abril Áries:

Coragem, impulso, comando, essas qualidades dão a esse signo a realização de projetos bem como atividades físicas e artes marciais. Parte do corpo: cabeça Áries (21/03 a 21/04): siga esse impulso nos planos de estudos e pode se programar para investir em grandes negócios.

Libra (23/09 a 22/10): com a delicadeza nas suas palavras, conseguirá convencer qualquer um a entrar no teu plano mágico.

Touro (21/04 a 20/05): a carreira está fortemente estabelecida, sua meta em ganhos financeiros foi bem estruturada e, por isso, os ganhos virão.

Escorpião (23/10 a 21/11): pode mandar fazer a obra em casa, o momento da grande transformação na sua vida é agora, começando pela casa.

Gêmeos (21/05 a 20/06): foi fácil a aproximação dos amigos, pois com essa forte ajuda e a sensibilidade em entendê-los, você mostrou todo o seu amor.

Sagitário (22/11 a 21/12): viva esse momento de felicidade através da realização dos filhos. Conquistas profissionais deles também são merecidas para você.

Câncer (21/06 a 21/07): ouça bem a sua intuição, ela levará você a concretizar algo muito esperado, não desanime.

Capricórnio (22/12 a 20/01): espalhe seu conhecimento, compartilhe o que sabe, afinal todos acabam ganhando e você sempre será destacado.

Leão (22/07 a 22/08): carisma não te falta leonino, aproveita a maré boa e se dedique a quem ama, pois terás o reconhecimento que tanto esperas.

Aquário (21/01 a 19/02): não adianta querer agarrar o que não tem mais reserva, o amor quando acaba não tem jeitinho, é ponto final!

Virgem (23/08 a 22/09): com a lua no teu signo passando pela casa dos valores, busca no parceiro aquela ajuda financeira que com certeza virá.

Peixes (20/02 a 20/03): se o dinheiro está escoando entre os dedos, é hora de fechar as mãos e parar de gastar o que não tem.

Erros de português frequentes REDACAO@NOSSOBAIRRO.NET

No dia a dia, é comum observarmos que algumas pessoas se confundem ao empregar certos vocábulos da língua portuguesa. Por isso, o Jornal Nosso Bairro Jacarepaguá, dá algumas dicas para você não fazer feio ao se expressar. Confira os exemplos abaixo: 1-Menos Ontem veio menos gente do que hoje, e não menas. 2-Sejam Que eles sejam muito felizes, e não sejem. 3-Meio Eu estava meio preocupada, e não meia.


WWW.NOSSOBAIRRO.NET | ESTE É O NOSSO BAIRRO

Pontos de Distribuição ANIL Bosque dos Esquilos Condomínio Aldeia Condomínio Floresta Condomínio dos Bancários Condomínio Mansões Ituverava Condomínio Moradas do Itanhangá Condomínio Residência do Bosque II Condomínio Portal da Serra AUTÓDROMO Condomínio Paraíso Classe A Vivendas do Recreio CURICICA Associação Loteamento Curicica Condomínio Barra Premier Condomínio Solar da Montanha Comunidade Vila União FREGUESIA

Condomínio Uruçanga Condomínio Vale Dourado Condomínio Varandas Potiguara Condomínio Villarejo Condomínio Ville France Condomínio Terral Edifício Belle Epoque Edifício Casa Grande Edifício Ecolife Edifício Green Hill’s Edifício Ipuã Edifício Singulare Edifício Tulipa Garden Monte Carlo Residence Park Residencial Araguaia Residencial Guilherme Denorwich Residências da Estrada do Quitite Residências da Estr. Uruçanga Residências da Rua Ituverava Residencial Tirol

AMAPAV Condomínio Campestre Condomínio Capim Melado Condomínio Del Giardino Condomínio Edifício Santa Mônica Condomínio Eldorado Condomínio Estoril Sol Condomínio Frei Cassiano Villarosa Condomínio Galileu Galilei Condomínio Garden Park Condomínio Mansões Araguaia Condomínio Mirante da Barra Condomínio Pedras Douradas Condomínio Residencial Tauany Condomínio Saíra Verde Condomínio São Pedro da Aldeia

PECHINCHA Assoc. de Moradores do Rio Antigo Assoc. de Moradores Solar da Tindiba Colina Pasqualini Condomínio Colina das Acácias Condomínio Dayse Lucy Bolleli Condomínio Dell Monte Condomínio Edifício Pau Ferro Condomínio Edifício Saturno Condomínio Eldorado Green Condomínio Escuna Condomínio Hyde Park Cond. Morada dos Beija-Flores Condomínio Mirante do Campestre Condomínio Mirataia II Condomínio Rainbow Park

ANIL Academia Vida Fit Brasil Rua Ituverava, 307 Academia Água Viva Estr. de Jacarepaguá, 5420

Balcão ao lado dos elevadores Rios D’Or Estr. dos Três Rios, 1366 Shopping Main Street Balcão ao lado dos elevadores Som Mexe Music Estrada Gabinal, 919 Toca da Traíra Estr. dos Três Rios, 722 Universidade Estácio de Sá Estrada do Capenha, 1.535 a 1.571

CURICICA Banca de jornal Largo da Preguiça Burgão Estr. dos Bandeirantes, 3300 Programa de Saúde da Família Estrada Curicica, 2000 Posto de Gas. BR (ao lado Mundial) Posto de Gas. BR (em frente Mundial) FREGUESIA Centro Com. Unicenter Freguesia Balcão ao lado dos elevadores Loja Conveniência Posto Ipiranga Rua Tirol c/ Cmte. Rubens Silva Meta Office Building I Estrada de Jacarepaguá, 7187 Passarela da Freguesia

PECHINCHA Banca Cristiane Lima R. Edgard Werneck, 588 Casa da Paz Rua Samuel das Neves Loja de conveniência (Posto) Esq. Geremário Dantas com Edgard Werneck Ordem Esp. Caboclo Cobra Coral Rua Claudino de Oliveira, 327 Papelaria Lumar Rua Prof. Henrique Costa, 726 Elam Escola de Música Rua Samuel das Neves, 226

Condomínio Residencial Galeões Condomínio Res. Mediterranee Condomínio Recanto do Lazer Condomínio Rocha Araujo Condomínio Spazio Reale Condomínio Terra do Sol Condomínio Uirapuru Condomínio Vale Suíço Edifício Chamonix II Edifício Solar das Paineiras Edifício Vila Dinapole Residencial Pechincha Suíça Carioca I e II PRAÇA SECA Condomíno 28 de Agosto Condomínio Residencial Aeronáutica TANQUE Condomínio Faster I Condomínio Green Hill Condomínio Scorpions TAQUARA Condomínio Alessandra Condomínio Bacaíris Condomínio Bairro da Graça Condomínio Barão IV Condomínio Bosque Condomínio Bosque Paradiso Condomínio Brasil Gerson Condomínio Higoty Condomínio Iriquitiá Condomínio Gramado Condomínio Los Angeles Condomínio Marlua Lona Cultural Municipal Jacob do Bandolim SENAI Teatro Sesi Av. Geremário Dantas, 940 Universidade Estácio Campus Jacarepaguá PRAÇA SECA Bar Mangueira Rua Doutor Bernardino Centro Comercial 705 Rua Baronesa, 705 Centro Cultural Profª. Dyla de Sá Rua Barão, 1180 Vila Olímpica TAQUARA Bazar, Papel. e Armarinho Requinte de Jpa Rua Bacairis, 409-ABanca de jornal da Taquara Em frente ao Prezunic Taquara Banca de jornal do Arlindo Rua Caviana c/Bacairis Banca de jornal do Edinho Rua dos Prazeres, 19

Cond. Mirante Res. Taquara (Ed. Muriqui) Cond. Mirante Res. Taquara (Ed. Parati) Condomínio Monte Carlo Condomínio Pousada do Engenho Condomínio Residencial da Taquara Condomínio Resid. Rodrigues Caldas Cond. Reserva Especial Mapendi Cond. Residencial Outeiro Santo Condomínio Rio Grande Condomínio Spazio Rossini Condomínio Solar Ipinambés Condomínio Terra Nossa Condomínio Visconde de Asseca Cond. Vale do Rio Grande Edifício Jóia Edifício Maria Stockler Edifício Marquês de Jacarepaguá Edifício Spazio Rotterdan Fazenda Passaredo Morada dos Mananciais Quinta do Rio Grande Residencial Recanto Mananciais Residências da Estr. do Meringuava Residencial Colina dos Duques Residencial Nova Laranjeiras Residencial Taquara Sociedade Residencial Verde-Ville Village da Taquara Vivendas Bandeirantes VILA VALQUEIRE Associação Com. Moradores de Vila Valqueire Vale das Orquídeas Banca de jornal do Helio Rua Guaravera Banca de jornal do Wilson (Merck) Estr. dos Bandeirantes, 1099 Centro de Medicina Integrada Rua Apiacás, 110 Centro Social Dona Meca Rua Gazeta da Noite, 302 Colégio Gaudium Estr. Meringuava, 1310 Lab’s D‘or Av. Nelson Cardoso, 974 Papelaria Celebridade Rua Professora Francisca Piragibe, 30 Restaurante Cara Pintada Rua Apiacás, 412 Studio G Rua Bacairis, 361 Universidade Estácio Campus R9 Rua André Rocha, 838 TANQUE Sesi Av. Geremário Dantas, 342 MCDONALD’S Taquara - Freguesia - Vila Valqueire

31


32

ESTE É O NOSSO BAIRRO | WWW.NOSSOBAIRRO.NET

Edição 68 - Abril 2013 - Jornal Nosso Bairro Jacarepaguá  

Jornal Nosso Bairro Jacarepaguá - Edição 68 - Abril 2013

Advertisement