Page 1

(47) 3433-1326 Mais informações, página 16 Joinville - SC

Junho - 2012 - Ano 01 - Edição 05

Compartilhe este exemplar com um amigo

NOSSOS BENEFÍCIOS ESTÃO AO SEU ALCANCE, VENHA NOS CONHECER

www.jnbonline.com.br

Mercado de negócios exige planejamento

Foto: Andre Kopsch

As cooperativas de crédito constroem um mundo melhor

GRÁTIS

Expogestão 2012 traz soluções empresariais e novidades voltadas para o pequeno e grande empreendedor

- Conta Corrente Sem Tarifa De Manutenção; - Cartões De Crédito Visa; - Caixas Eletrônicos(disponíveis em mais de 30 cidades do Estado); - Poupança E Investimento; - Empréstimos E Financiamentos; - Cheque Especial; - Progrid (cursos e palestras gratuítos oferecidos nas regiões onde atua). No final de cada ano todo o dinheiro que sobra é distribuído entre os cooperados. Para fortalecer nossa transparência, anualmente é realizado as Assembleias, evento que apresenta para os cooperados o trabalho realizado durante o ano pela cooperativa.

03

www.acredi.coop.br

Região

Proibição de som alto em ônibus pode virar lei municipal

ereadores de São Francisco do Sul discutiram e aprovaram o projeto que incentiva a construção de fossas sépticas e sumidouros no município. De acordo com o projeto, os moradores que requisitarem o programa e preencherem algumas exigências ganharão mão de obra e material para a construção de fossas sépticas. (... leia mais)

Loja 01 Av. Getúlio Vargas, 1446 Shopping Americanas Big - Joinville (47) 3028-9293

Praça do Bosque continua abandonada no Costa e Silva Foto: Jacson Carvalho

Foto: Divulgação

V

Confira as ofertas - Página 12

13 Boca no Trombone

07 Política

Fossas sépticas e sumidouros de graça para moradores de SFS

DESTAQUES

2012 foi intitulado pela Organização das Nações Unidas ( ONU ) como Ano Internacional das Cooperativas. Este reconhecimento foi concedido pelo trabalho que as cooperativas desenvolvem nas comunidades, com base nos princípios cooperativista, focando o ser-humano e o crescimento mútuo da comunidade onde atua.

04

Fots: Divulgação

2012 ANO INTERNACIONAL DO COOPERATIVISMO

J

á começou a ser discutido na Câmara de Vereadores de Joinville o projeto de lei que pretende proibir a prática de ouvir música alta dentro dos veículos do transporte coletivo. O texto é do vereador Maurício Peixer (PSDB), que apresentou a ideia na segunda quinzena de maio. (... leia mais)

Loja 02 Rua: Orestes Guimarães 720 - Galeria de Lojas e Serviços - Big da Beira Rio Joinville (47) 3028-9202

E

quipe de reportagem do JORNAL NOSSO BAIRRO retorna à praça que foi motivo da reclamação de moradores da região há 1 mês. O espaço está com os brinquedos depredados, como o assento do balanço e a quadra de esportes. Conurb não cumpriu o prazo de dez dias para averiguar e solucionar o problema. (...leia mais)

Loja 03 Rua Guilherme, 1347 Costa e Silva (ao lado do hotel da Vila)

Joinville (47) 3028-9223


EDITORIAL Expediente: Gestor Executivo/Jornalista Responsável: Jacson Carvalho (2452/SRTE-SC) Projeto gráfico e diagramação: Jacson Carvalho • Ilze Moreira Jornalista - Colunista “Repercussão” Email:ilze.moreira@gmail.com • Ariane Pereira Jornalista - Colunista “Farejando” Email: farejando@jnbonline.com.br • Marcelo Santos Colunista “Esporte” Email: esporte@jnbonlie.com.br • Geizieli Neumann Colunista “Moda” Email: moda@jnbonline.com.br • Rozane Campos Jornalista - Colunista “Esporte/aventura” Email: esporteaventura@jnbonline.com.br • Pierre Colunista “Charges do Pierre” Email: pierret@ibest.com.br • Major Coelho Major da PM, Comandante da 2 companhia de aviação da PM/SC Colunista “Polícia” Email: policia@jnbonline.com.br • Ezequias Anacleto Professor e Consultor de Economia e Vendas Colunista “Economia” Email: economia@jnbonline.com.br • Pedro Campos Colunista “Comunidade” Email:comunidade@jnbonline.com.br • Camilla Gonçalves Repórter e Revisão de conteúdo Email: jornalismo@jnbonline.com.br • Guilherme Cesa Médico ortopedista Colunista “Saúde” Email: saude@jnbonline.com.br • Maitê Morgana Uhlmann Colunista “Turismo” Email: turismo@jnbonline.com.br • Jeferson Corrêa Colunista “Política” Email: politica@jnbonline.com.br

Contato: WWW.JNBONLINE.COM.BR Email: jnb@jnbonline.com.br Fone: (47) 9911-1016 O JORNAL NOSSO BAIRRO é publicado quinzenalmente e distribuído de forma gratuita nos bairros de Joinville. Qualquer publicação por parte dos anunciantes e colunistas são de inteira responsabilidade dos que assinam.

Edição anterior:


JOINVILLE

jornalismo@jnbonline.com.br

03 Junho - 2012 Camilla Gonçalves

Planejamento é a alma do negócio

A

Foto: Andre Kopsch

Há 10 anos Expogestão em Joinville traz soluções para o pequeno e grande empreendedor brir e gerir uma empresa exige uma série de conhecimentos e habilidades. Um dos fatores de extrema importância é conhecer e entender seu público e o mercado que deseja atingir. Através de uma feira de negócios é possível estabelecer contatos, fechar negócios, participar de workshops gratuitos de atualização empresarial, dentre outras atividades. Em Joinville, a 10ª edição da Expogestão ocorreu de 13 a 15 de junho no Expogestão 2012 Centreventos Cau Hansen. No evento foi possível para começar do zero. Perseve- disso, a maior cidade do Estado encontrar stands de empresas rança e persistência”, aconse- também procura se destacar na que já estão consolidadas no lha o empresário que também área de Tecnologia da Informamercado e as que ainda procu- é economista e especialista em ção, área em que Florianópolis ram um espaço para se estabele- educação à distância, aos novos já é reconhecida. O analista técnico cer. Feiras como essa colaboram empreendedores. afirma que quem engrossa as para encontros empresariais, Que negócio abrir? estatísticas de empresas e eme no caso da Expogestão, já é preendedores que perderam didestaque no calendário nacional Durante a feira também nheiro e terminaram com suas como uma das feiras mais relehouve espaço para quem tem empresas e endividados são os vantes para aprender e apresentar tendências, experiências no projetos de iniciar um negó- que não planejam o seu próprio mercado e na gestão empresa- cio próprio. O Sebrae (Serviço negócio. “Com planejamento de Apoio às Micro e Pequenas não tem como dar erro. É prerial. A empresa Nous. está Empresas) atendeu num stand ciso pensar, inclusive, no capital há quatro anos no mercado e à todos os interessados nos au- de giro que é super importanpela primeira vez experimenta a xílios oferecidos gratuitamente te. Constatamos no Sebrae que vivência de uma feira nacional pela entidade. Todos os serviços falta conhecimento de gestão”, voltada ao público executivo. prestados não têm custo e são avalia Novakoski . Ele avisa que “A satisfação foi grande quando focados nas micro e pequenas no planejamento tem que estar começamos a ser reconhecidos empresas. “Fazemos um traba- contemplado as despesas com por clientes que só negociamos lho completo com quem tá co- imposto, funcionários, matérianos meios digitais, e outras pes- meçando, desde o planejamento prima, publicidade etc. O Sebrae proporciosoas que vieram até o stand, mas inicial prevendo custos, gastos já conheciam o nosso trabalho e e lucros; estudamos o foco que na que os iniciantes possam se elogiaram”, conta um dos nove deverá ser dado para o produto, enquadrar mais facilmente e sócios da empresa, Maurício enfim”, relata o analista técnico legalmente no mercado brasileiVeras Fortes. O produto da em- do Sebrae/Joinville, João Paulo ro. Dependendo a receita bruta anual da empresa há uma denopresa é a inovação. A proposta é Novakoski. Segundo ele, não há minação para o negócio. Se a implantar modelos (softwares) uma receita mágica para abrir receita bruta anual for de até R$ de inovação de acordo com a um negócio e ter lucro garanti- 60 mil/ano é considerado um necessidade do cliente. Ele conta que abrir o do. Mas é possível estudar qual empreendedor individual; se espróprio negócio veio da necessi- o melhor segmento de negó- tiver entre R$ 60 mil e R$ 360 dade de se manter no mercado, cio, por exemplo, conforme a mil/ano é considerado uma mipois, antes disso, ele prestava região. “No caso de Joinville, cro-empresa; se a receita bruta serviços para uma empresa de por exemplo, podemos afirmar anual for de R$ 360 mil a R$ 3,6 software de Joinville. Quando que apostar em negócios que mi é considerado uma pequena essa empresa foi vendida os alimentem, como prestadoras empresa. “Os enquadramentos próprios funcionários come- de serviço, as empresas da ci- proporcionam uma tributação çaram a executar a tarefa antes dade, que são na sua maioria de privilegiada”, explica o analista feita por Maurício. “É preciso metalurgia, metalmecânica, de técnico, quando aponta as vanter conhecimento para inovar, plástico, têxtil”, explica. Além tagens de sair da informalidade.

faça sua reserva

3029-0343

Getúlio Chapa Q. Joinville

Em breve abriremos para o almoço www.getuliochapaquente.com.br Av. Getúlio Vargas, 1098 Anita Garibaldi Joinville


04

REGIÃO

jornalismo@jnbonline.com.br

Junho - 2012 Camilla Gonçalves

Fossas sépticas e sumidouros de graça para moradores de SFS Sessão ordinária na Câmara deu parecer favorável aos três projetos do executivo

Foto: Divulgação

16 anos fornecendo qualidade!

Parcelamento em até

8x

Solicite a visita de um de nossos vendedores! Matriz: Avenida Marquês de Olinda, 110 - Costa e Silva

(47) 3435-0106 Filial: Rua Guaira, 1111 -Iririú

(47) 3427-2450

www.reidastelhas.com.br

Vereadores também apresentaram indicações e moções durante a sessão

V

ereadores de São Francisco do Sul discutiram e aprovaram o projeto que incentiva a construção de fossas sépticas e sumidouros no município. De acordo com o projeto, os moradores que requisitarem o programa e preencherem algumas exigências ganharão mão de obra e material para a construção de fossas sépticas. Também recebeu parecer favorável o projeto que cria o centro de bem estar animal no município e o projeto que autoriza a abertura de crédito adicional suplementar no valor de R$ 100 mil para a recuperação de bocas de lobo. Outras indicações e moções também foram apresentadas na sessão. O vereador Ismael dos Santos,

apresentou moção apelando pela viabilidade de projeto para a construção de um auditório na Escola de Educação Básica Professora Nicola Baptista. O objetivo é proporcionar um ambiente adequado para a apresentação de trabalhos, reuniões e palestras, melhorando assim, a qualidade do ensino e a infraestrutura da escola. O vereador também apelou pela viabilidade de projeto para a instalação de câmeras de segurança nas escolas municipais e centros de educação infantil, visando a segurança dos alunos, professores e funcionários. Outro pedido foi do vereador Clovis Matias para a concessão de título de Cidadão Honorário ao Sr.

Moacir Luiz Bogo, e a solicitação para a extensão de rede elétrica na rua Concórdia, Centro, e também no loteamento Jardim Estrela do Mar, no Ubatuba. O mesmo vereador ainda apresentou moção de apelo requisitando a drenagem e pavimentação asfáltica na Travessa Ingá, bairro Rocio Pequeno, e a ativação do campo do Guanchuma e instalação de uma academia de ginástica, no bairro São José do Acaraí. De acordo com o vereador, as obras no bairro São José do Acaraí são reivindicações dos próprios moradores, que necessitam de um local para a prática de esportes.

Araquari inaugura primeiro Centro de Atenção Psicossocial

A

sede do Centro de Atenção Psicossocial (Caps I) Mário Corrêa de Miranda, está localizado atrás do PA Aci Ferreira de Oliveira, no Centro. O Caps-I está capacitado para oferecer assistência aos dependentes químicos e portadores de transtornos mentais por meio de uma equipe multiprofissional composta por psiquiatra, terapeuta ocupacional, psicóloga, pedagoga, enfermeira, recepcionista e servente. Segundo o terapeuta ocupacional Hélio Dias Júnior, que é um autores do projeto, o objetivo da unidade é reforçar a implementação de ações que visam a melhora na área de saúde men-

tal, e que consiga tratar as pessoas com um outro olhar. “O Caps se constitui numa vitória para nós. Nosso trabalho é promover assistência qualificada que possa incluir e direcionar à reinserção social dos usuários de forma humanitária”, conta. Para o vice-prefeito, Paulino Sério Travasso, a unidade será a referência em relação a esse tipo de serviço que a cidade não tinha. “Com a inauguração do Caps, cumprimos com o papel social na política nacional de saúde mental, que é levar auxilio à população local”, diz. Homenagem

O nome do Centro de Atenção Psicossocial (CAPS I) foi dedicado à Mário Corrêa de Miranda (1947 -1997). Mário iniciou sua carreira como funcionário da Prefeitura de Araquari em 2 de janeiro de 1968, onde exerceu a função de datilógrafo. O funcionário público dedicou 30 anos de sua vida em prol da comunidade araquariense. No dia 4 de abril de 1997, o “Seu Mário”, como era conhecido por seus colegas de trabalho, faleceu aos 49 anos. Participaram da cerimônia de inauguração do Caps: a filha do homenageado, Dione Corrêa Mirada; e a viúva, Marlene Corrêa de Miranda.


Polícia

05

Por: Major Coelho

policia@jnbonline.com.br

F

Junho - 2012

Uma sociedade sem Polícia Militar?

ato que chamou a atenção nesta última semana foi uma recomendação proferida pela Comissão Internacional de Direitos Humanos da ONU, onde dentre outras sugeria a “extinção” da Polícia Militar no Brasil. E sugere o modelo de UPP (Unidade de Polícia Pacificadora) carioca como um modelo a ser seguido. Infelizmente poucos conhecem a polícia militar dos seus estados, sua origem, características e, principalmente, a forma como se relacionam e atuam perante o cidadão. Podemos até nos dar o direito de achar estranho terem como referência um estado onde a segurança pública é ou era caótica, como relatam diariamente os meios de comunicação; convivendo com o crime organizado, o tráfico de drogas nas ditas “comunidades” onde o estado não se fazia presente. Seria dizer que é um modelo? Salientamos que a inclusão das UPPs se dá não apenas pela inserção de um prédio com alguns soldados. Ela é desenvolvida com ações sociais na área de saúde, educação, lazer e urbanismo. Além do que depende do aporte de um efetivo razoável de, aproximadamente, 450 policiais. Com este dado gostaria de fazer uma reflexão com os senhores: de onde vieram estes policiais? Ocorreram concursos? Pelas informações coletadas, estes policiais estão sendo retirados de outras unidades, diminuindo o efetivo em outras cidades onde, por exemplo, os índices de ocorrência vêm aumentando significativamente, como em Niterói. Além disso, para atrair tais policias está a questão financeira, pois, existe uma previsão do pagamento de adicional aos integrantes da segurança pública das cidades sedes da copa de 2014 e olimpíadas, em um valor de mais R$ 1.200,00 (um mil e duzentos reais). Não sabemos informar se já está sendo pago este valor. Mas vamos a uma reflexão? Os policiais integrantes da cidade do Rio de janeiro terão este adicional e, Niterói, que é do lado, não terá! E aí? O que você acha? Segurança Pública tem que ser gerida com responsabilidade. Imaginem os efeitos disto dentro de um estado? Mas, diante deste alvoroço nos meios de comunição o presidente do CNCG (Conselho Nacional dos Comandantes Gerais) que atualmente é presidido pelo Comandante Geral da PMSC, no portal publicou uma carta tratando do assunto a que relato na íntegra: http://www.pm.sc.gov.br/website/ rediranterior.php?act=1&id=14421

“Esclarecimentos à sociedade brasileira acerca do Relatório Periódico Universal elaborado pelo Alto Comissariado de Direitos Humanos da ONU em 30 de maio de 2012 O Conselho Nacional de Comandantes-Gerais das Polícias Militares e Corpos de Bombeiros Militares (CNCG-PM/BM), órgão de representação dos Comandos de cerca de 600 mil militares estaduais, sobre as notícias veiculadas de que o Conselho de Direitos Humanos, do Alto Comissariado de Direitos Humanos da Organização das Nações Unidas – ONU teria recomendado a “supressão” ou o “fim” das Polícias Militares, tem a esclarecer o seguinte: 1 – As informações veiculadas não encontram fundamento, sequer próximo, numa leitura atenta e contextualizada, da Minuta do Relatório do Grupo de Trabalho do Conselho de Direitos Humanos, do Alto Comissariado de Direitos Humanos da Organização das Nações Unidas – ONU, sobre a Revisão Periódica Universal referente a sua 13ª sessão, divulgado em 30 de maio de 2012, que recomende o fim das Polícias Militares no Brasil. 2 – A recomendação, cuja autoria foi do representante da Dinamarca no Conselho, na verdade literalmente propõe que o governo brasileiro trabalhe para abolir um dito sistema separado de polícia militar, agregando-a ao mecanismo nacional de prevenção a tortura e execuções extrajudiciais por policiais, sem detalhar mais a respeito, conforme se verifica dos textos originais: 119.14. Adopt Bill No. 2442 in order to guarantee the independence and autonomy of the members of the National Preventive Mechanism, in conformity with Brazil’s obligations under the OPCAT* (*Optional Protocol to the Convention against Torture and other Cruel, Inhuman or Degrading Treatment or Punishment )(Denmark);(…) 119.60. Work towards abolishing the separate system of military police by implementing more effective measures to tie State funding to compliance with measures aimed at reducing the incidence of extrajudicial executions by the Police. (Denmark) 3 – Tanto é verdade esta interpretação que o mesmo documento recomenda ao Brasil que estenda a outros estados da federação a experiência do Rio de Janeiro de Unidades de Polícia Pacificadora, integrada por policiais militares: 119.62. That other state governments consider implementing similar programs to Rio de Janeiro’s UPP Police Pacifying Unit (Australia)

4 – É desconhecido de boa parte da sociedade que a experiência de polícias de natureza militar não é uma exclusividade brasileira, estando também presentes em vários países como Holanda, Itália, França, Espanha, Portugal, Argentina e Chile, dentre tantos outros. 5 – A excelência de uma polícia de natureza militar é atestada pela ONU quando ela, há anos, se vale de policiais militares brasileiros para treinamento de forças policiais estrangeiras em países em estabilização, após passarem por guerras. 6 - Mudanças são sempre necessárias e, nesse sentido, as Polícias Militares têm empreendido um grande esforço, apesar dos obstáculos cada vez maiores que tem enfrentado, na busca incessante da qualidade dos serviços prestados. 7 - O sistema de segurança no Brasil reclama por transformações, mas transformações incrementais, muito bem refletidas e fundamentadas, que busquem a melhoria do processo e não simplesmente uma mudança na característica de uma instituição centenária, capilarizada por todos os municípios brasileiros, como se isso representasse um ganho por si só. Assim e diante de todo o exposto, o Conselho Nacional de Comandantes-Gerais das Polícias Militares e Corpos de Bombeiros Militares reafirma seu compromisso, solenemente declarado, de servir a sociedade brasileira, dispondo-se sempre ao diálogo, na busca do aperfeiçoamento dos serviços prestados por policiais e bombeiros militares por uma segurança pública melhor para o Brasil” O que sempre nos preocupa é o tema segurança pública não ser tratado por técnicos e, diante disto tudo, eles fazem afirmações sem conhecer a realidade. As mudanças pretendidas não seriam possíveis de ocorrer nem com os resultados pretendidos por vários aspectos como, por exemplo, efetivo. No início da década de 90 a PMSC possuía em torno de 13 mil policiais e hoje possuímos cerca de 10 mil. Perceberam? A população catarinense era de 4.211.994 e hoje de 6.248.436. Enquanto uma cresceu em torno de 48% o efetivo da PM reduziu. Se levarmos em conta a referência que a ONU usa da quantidade de policial por habitante, que seria de 1/250, teria que ter um efetivo de 24.993 policiais; mas se pelo menos tivesse acompanhando o crescimento populacional teria um efetivo de 19.250 policiais. O senhor leitor tire suas próprias conclusões.

www.jnbonline.com.br

Quem investe em propaganda pensa no futuro da empresa...

... anuncie aqui, retorno garantido com baixo investimento (47) 9911-1016 jnb@jnbonline.com.br


06

ECONOMIA Por: Ezequias Anacleto

economia@jnbonline.com.br

Junho - 2012

A Empresa Lar SA Foto: Divulgação

Finanças para casais

A

dministrar as finanças de uma casa é muito semelhante ao que ocorre na administração de uma empresa, partindo da ideia que o dinheiro precisa entrar para honrar os compromissos tanto no lar (em casa) como em qualquer empresa. Controlar é fundamental para o êxito da administração geral. As empresas são organizadas de forma hierárquica. Para cada função existem tarefas pré-definidas de acordo com a capacidade, conhecimento e habilidade de cada empregado. No lar, não é muito diferente. É preciso definir quem será o responsável pela entrada de recurso financeiro (empregos e rendas), quem pagará as contas (compromissos), quem fará os investimentos, quem fará o controle de gastos (orçamento doméstico), quem fará a lista de compras e necessidades para a casa e membros da família. “Peraí!” Cada um da família que faça a sua parte? Fazendo um rateio de contas (cada um paga suas contas ou proporcional), gastos, investimentos, tudo individualizado? Não, não aconselho! Usemos o exemplo das empresas: as responsabilidades são muito bem detalhadas. Quando apenas um integrante da família fica como responsável pelo orçamento doméstico, inevitavelmente vai gerar uma sobrecarga. O ideal é definir as responsabilidades na empresa-Lar para cada integrante da família. Quando a família não pensa/ age “financeiramente” de forma harmônica, a tendência é perder dinheiro com gastos desnecessários pela falta de planejamento. Os problemas na comunicação são muito comuns. Há um enorme despreparo na grande maioria das famílias na utilização do dinheiro. Organizar as finanças dentro de casa é importante para a família viver isenta da dependência bancária, dos empréstimos e das ligações telefônicas dos

órgãos de cobranças. No trabalho de conclusão de curso da estudante Alyne Barcelos Darabas da UNISUL de Palhoça/ SC, com o tema Desencantamento do Casamento, revelou-se a partir de uma pesquisa, que problemas financeiros colaboram para as separações conjugais. O negócio é organizar as finanças da casa. É necessário dispor de tempo para esta tarefa. Aliás, arrumamos tempo para tudo nesta vida, mas não para cuidar das nossas finanças. Cuidar significa zelar, não deixar perderse. Então basta definir os papéis. Quem será o presidente desta empresa chamada Lar? Um toma as rédeas do negócio e outro fica com o conselho fiscal monitorando os recursos financeiros. Quem deve fazer o tal controle? Aquele que se sentir capaz, instruído para fazer. Não importa quem fará, pode ser o pai, a mãe ou o filho mais velho; importa é que seja feito mensalmente. E a cada início de mês faz-se a convocação geral para a reunião de assuntos financeiros domésticos. Assuntos financeiros? Sim, é a hora de discutir o orçamento familiar. Gastos, receitas, investimentos, financiamentos etc. Para aqueles que sentem a necessidade de aprender mais sobre este assunto eu indico o livro do Gustavo Cerbasi, Casais inteligentes enriquecem juntos - Finanças para casais. É um excelente manual. Agora já você já sabe, lápis, papel e calculadora na mão. Analise criteriosamente as contas. E muito planejamento para cuidar bem do dinheiro do Lar SA. Facebook.com/ezequias.anacleto Já faz tempo que o colchão é só para dormir Foi-se o tempo que ele ia pra

roça e ela ficava na cozinha Era tempo de vida dura, de poucos centavos, de muita rinha Naquele tempo, trabalhar fora era sinal de alguma provisão Naquele tempo, ela em casa, economizava no arroz e no feijão Foi-se o tempo, que dinheiro era posto sobre a mesa Era tempo de dificuldades, mas do pouco se fazia proeza Naquele tempo, a mulher defendia a dispensa Naquele tempo, o marido lidava com a força densa Foi-se o tempo que dívida era coisa de quem vivia nos bares. Era tempo de Brasil rural, muitas bocas famintas nos lares Naquele tempo, filho era a mão de obra necessária Naquele tempo os filhos maiores fugiam da lida agrária Foi-se o tempo que o colchão era o secreto Era tempo de batalha para prover sustento Naquele tempo, filhos não recebiam a mesada Naquele tempo, no pagamento eles queriam mais uma cocada Foi-se o tempo que mulher não entendia de finanças Era tempo de o casal acertar as contas das cobranças Naquele tempo funcionava por que era tudo muito natural Naquele tempo casamento era juntar sonhos, sonho conjugal Foi-se o tempo e agora é um novo tempo Era tempo, quem viveu, sofreu, venceu com alento Naquele tempo, ficou no tempo, quem sabia agora não compreende. Naquele tempo, tinha reserva, não pagava juros, se é que me entende!


POLÍTICA

Por: Jeferson Corrêa

politica@jnbonline.com.br

MOLDURAS

07

4050

Junho - 2012

Proibição de som alto em ônibus pode virar lei municipal

Só Poster’s Colocação de Molduras e Vidros em quadros de todos os tipos, inclusive de Alumínio.

Projeto surgiu após reclamação de passageiros de ônibus em Joinville á começou a ser discutido na Câmara de Vereadores de Joinville o projeto de lei que pretende proibir a prática de ouvir música alta dentro dos veículos do transporte coletivo. O texto é do vereador Maurício Peixer (PSDB), que apresentou a ideia na segunda quinzena de maio. A intenção é obrigar que o respeito e bom senso sejam praticados por parte dos usuário de ônibus, a exemplo da proibição do fumo e de ceder bancos para idosos, gestantes, pessoas com crianças de colo e deficientes físicos. Ouvir uma música em alto volume é um dos problemas enfrentados dentro dos ônibus do transporte coletivo de Joinville. A criação de normas que estabelecem um determinado volume já seria de bom tom. Nestes casos, a proibição é algo muito severo, mas os bons sempre pagam pelos maus. Tal proibição já é realidade em cidades como Petrópolis (RJ) e também em municípios do Paraná e do Espírito Santo. Antes de se tornar lei, o projeto deve passar pelas comissões que estudam a viabilidade do texto, que começa tramitando na

Foto: Divulgação

J

Gabriel

3473-7859

Rua: Benjamin Constant, 4050 Bairro Glória - Joinville - SC

Comissão de Legislação, Justiça e Redação, cujo secretário é o próprio autor da matéria. Peixer ressalta que ouvir música com o fone de ouvidos continuará sendo

permitido. Ainda não há data para que o projeto chegue ao plenário e passe pelo crivo final dos 19 vereadores.

Calendário eleitoral exige definições de partidos políticos J

á não são mais permitidos aos pré-candidatos a cargos políticos nas eleições deste ano apresentar programas de rádio e televisão ou mesmo exercer a função de comentarista. A exigência é lei (nº 9.504/1997, art. 45, § 1º) e faz parte do calendário do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), definindo que a partir de 10 de junho “é vedado às emissoras de rádio e de televisão transmitir programa apresentado ou comentado por candidato escolhido em convenção”.

O tempo segue em contagem regressiva também para o fim das entrevistas nas mídias eletrônicas, 30 de junho. A partir de julho só serão permitidos debates e entrevistas que contemplem todos os aspirantes a cargos públicos. Tais ações geralmente abrem espaço para candidatos a prefeito. Também até dia 30 de junho, os partidos políticos também devem realizar as convenções para definir coligações e escolher candidatos a prefeito, a vice-prefeito e a vereador.

Partido Data da convenção PDT PMDB PPS PR PSC PSD PSDB PSol PT PTN

28 de junho 30 de junho 23 de junho 22 de junho 30 de junho 28 de junho 30 de junho 23 de junho 29 de junho 30 de junho

Frase

“Ciência é conhecimento organizado. Sabedoria é vida organizada.” Immanuel Kant, filósofo alemão

www.mondinichurrasqueiras.com.br


09 nilsongs@terra.com.br

Junho - 2012

Foto:Divulgação

BR 280 – Uma novela com diversos capítulos de morte

C

MICHELAINE

Material Elétrico - Hidráulico Ferragem e Ferramentas

Promoções:

Lâmpada Taschibra 14W R$

4,50

Unidade

Pista não comporta o movimento intenso e provoca congestionamento

A

BR 280 é realmente uma novela que se arrasta há anos e que já levou consigo dezenas de vidas, mas parece que está “quase” chegando ao fim. Pelas projeções, até o final do ano, começam a roncar as máquinas (eu só acredito que isso aconteça no primeiro semestre do próximo ano). Acontece que a partir daí é que começamos a enfrentar mais problemas do que os atuais e isso tem uma explicação óbvia. Primeiro: os transtornos normais de uma duplicação de rodovia (caminhões, máquinas etc.); segundo: a instalação dos redutores de velocidade; terceiro: o aumento do fluxo de veículos com o início da temporada (somando tudo isso ao intenso

movimento de caminhões rumo ao Porto de São Francisco do Sul). Para amenizar o problema que se avizinha, e que não vai ser pequeno, ainda haverá o ris-

“Uma novela que se arrasta há anos e que já levou consigo dezenas de vidas...” co de mais acidentes e, claro, mais mortes. A única solução viável é o asfaltamento urgente da estrada do Rio do Morro, que dá acesso a Araquari via Joinville, através do bairro Pa-

ranaguamirim. A obra já está licitada, porém sem data para seu início. E a outra obra tão urgente quanto esta, e que está sendo objeto de discussão, é a estrada que liga Balneário de Barra do Sul a BR 101 via Itapocu. Vale lembrar que, assim feito, com mais 4 km completa-se o asfaltamento até a Praia do Ervino. Aí sim, ficando como uma via alternativa, até para quem vem das praias de Enseada, Ubatuba, Capri e da própria Praia do Ervino. Se estas iniciativas não forem tomadas com urgência, certamente vamos assistir um verdadeiro caos nesta região. Quem viver, verá...

Silicone incolor Power Ved 270 ml. R$

6,50 24,00 Unidade

Luminaria de emergência 30 LED’s R$

Unidade

Horário de atendimento: Segunda à Sexta 7h30 - 12h00 13h30 - 18h30 Sábados 7h30 - 12h00 13h30 - 17h00 Domingos e Feriados 8h00 - 11h00

(47) 3473-7207

Rua Inambú, 2910 - Costa e Silva - Joinville -SC


10

ESPORTE/AVENTURA Por: Rozane Campos

esporteaventura@jnbonline.com.br

Junho - 2012

Artes Marciais

Foto: Rozane Campos

22º Campeonato Brasileiro de Kickboxing

Competições de Kickbosing

Confederação Brasileira de Kickboxing realizou em Piracicaba, cidade que fica a 164 km de São Paulo, o 22º Campeonato Brasileiro de Kickboxing adulto e o 16º Brasileiro sub-17 de 07 a 10 de junho no Ginásio Municipal Waldemar Blatkauskas. O evento, que é considerado o mais importante do semestre, começou na quintafeira com a pesagem oficial dos 900 esportistas inscritos. Segundo o diretor de arbitragem do campeonato, Nelson Vidal, o nível dos atletas estava muito bom e o evento teve bastante repercussão. E contou também com a participação do público, que cada vez mais demonstra interesse pela modalidade esportiva de luta. Piracicaba foi fundada em 1767 às margens do Rio Piracicaba. O rio foi vital para a região e teve como destaque econômico, na época, o cultivo da cana-de-açúcar e do café antes de entrar em crise. Com aproximadamente 480 mil habitantes, Piracicaba está situada em uma das mais importantes regiões econômicas do Estado de São Paulo que tem 22 municípios e uma população estimada em 1,3 milhão de habitantes. No ranking das cidades que mais exportam, ocupa a 23ª posição no país e a 6ª no Estado. A equipe do Programa Esporte Aventura esteve presente no evento que recebeu atletas de vários estados. Era comum andar pela cidade no final de semana e cruzar com os atletas pelas ruas. O evento aconteceu com lutas simultâneas na arena do ginásio. Entre eles estava o atleta Brayner Ornela, 23 anos, do Espirito Santo, representando a sua Equipe Força Fight. Ele luta pro-

fissionalmente há dois anos e vai lutar na seletiva do Pan-americano. Já ganhou primeiro lugar na sua categoria no campeonato. Ornela está muito feliz com a sua vitória e vibrante como todos da sua equipe por ter conseguido fazer um barulho grande na torcida. Alguns nomes conhecidos estiveram presentes como lutador profissional Clei Silva e um dos grandes destaques do campeonato, o atleta e lutador profissional Tiago Michel, 28 anos que treina desde os seis anos de idade, mora em Contagem/BH e estreou no profissional aos 18 anos. Ele é o detentor atual do cinturão do K1 Rules dentro da sua categoria. Ganhou o cinturão no pan-americano e é tricampeão da copa do mundo desde 2010 até 2012. O seu treinador é o seu pai, o Mestre Ely Pereira que também é técnico da seleção brasileira. Tiago tem contrato internacional com o FC Bellator, evento norte americano que concorre diretamente com o UFC - Ultimate Fighting Championship.

Também esteve presente no campeonato a equipe J.A.M. – Junior Aguiar Team de Joinville/SC. O professor Junior Aguiar e sua esposa Juliana Aguiar, levaram dez atletas de sua equipe que competiram e tiveram os seguintes resultados: medalha de ouro para a pentacampeã brasileira Juliana Aguiar, prata com a Caroline Correia e bronze com a Josiela Keil. Gilson Caetano e Guilherme Uliana, vicecampeão no ano passado. Com sede de vitória a equipe esperava ganhar mais títulos, mesmo assim esse ano conseguiu trazer algumas medalhas novamente para nossa cidade. Ao nos despedirmos da cidade e do evento é natural que, como esportista e praticante de artes marciais, cada vez mais, com todos os campeonatos que temos acompanhado, aumenta a minha vontade de arriscar uma luta semiprofissional, entrando em um ringue para sentir toda a adrenalina de enfrentar uma oponente. Foto: Rozane Campos

A

Treinadores e atletas joinvilenses Junior e Juliana Aguiar


ESPORTE

AUTO MECÂNICA

11

lamin

Por: Marcelo Santos

esporte@jnbonline.com.br

Beto Lamin

Depois de 11 dias Jec recebe o Ceará

alve, salve galera tricolor! Depois da vitória contra o Asa/AL na terça-feira (05/06) por 1x0 na Arena o Joinville teve uma folga de 11 dias antes do jogo deste sábado (16/06) quando recebe o Ceará. A equipe estará sem o zagueiro Maurício que cumpre suspensão automática, mas, conta com o retorno do capitão Ricardinho. O objetivo é ganhar, para, quem sabe, acabar a 6ª rodada, novamente, no chamado G4 – grupo dos quatro melhores deste início de competição. Tenho certeza que a Arena estará novamente lotada com a torcida apoiando o Tricolor. O grupo busca mais uma vitória neste início de competição tão bom que o Jec vem fazendo.

Foto: Assessoria/Jec

S

Junho - 2012

Tiago Real, principal atleta do elenco Tiago Real Autor do gol na vitória contra o Asa/AL, aliás, vinha merecendo este gol pela sua regularidade neste início de competição, é um dos principais atletas do

elenco. Com o gol tirou um peso das costas, pois ele mesmo vinha se cobrando pela falta do gol que na última rodada. Pelo que vem jogando só basta contribuir em campo para vitória do tricolor que a torcida vai sempre te apoiar.

Krona fecha primeira fase em terceiro

A

equipe da Krona Futsal fechou sua participação na primeira fase da Liga Futsal na segunda-feira (11/06) com vitória sobre Florianópolis por 3x1, garantindo a terceira colocação na primeira fase. Agora começa uma nova

competição com quatro equipes jogando entre si dentro das respectivas chaves, em sistema de turno e returno. Os dois melhores de cada grupo avançam aos playoffs quartas-de-final. A segunda fase tem previ-

são para iniciar em 23 de junho. A equipe terá como adversários: Assoeva/Venâncio Aires (RS), Botafogo (RJ) e Florianópolis Futsal (SC). E mais uma vez entra como favorita a garantir uma das duas vagas para a próxima fase.

Confira como ficou a divisão das equipes dentro dos grupos: Grupo A: ADC Intelli/Orlândia (SP), São José Futsal/ValeSul Shopping (SP), SPFC/Col. Londrinense/Ldna (PR) e V&M Minas (MG). Grupo B: Carlos Barbosa (RS), Atlântico Apti UriErechim (RS), Poker/PEC (RJ) e Suzano/ Penalty (SP). Grupo C: Krona/Joinville/DalPonte (SC), Assoeva/Unisc/ALM/Venax (RS), Macaé/Botafogo/CDE (RJ) e Floripa Futsal (SC). Grupo D: Copagril/Faville/DalPonte (PR), S. C. Corinthians Paulista (SP), São Caetano/ Drummond/ NS (SP) e Csm/ Pré-Fabricar/ Fme (SC).

S

Copão Kurt Meinert 65 equipes inscritas para 35º edição

essenta e cinco equipes estão inscritas para o 35º Copão Kurt Meinert de Futebol. Com abertura oficial marcada para o dia 30 de junho, os jogos ocor-

rerão aos sábados à tarde e domingos pela manhã. A fórmula de disputa do campeonato será divulgada no congresso técnico que acontecerá no dia 26, na

Agenda 35º Copão Kurt Meinert: 21/06 - Quinta-feira - Teatro Juarez Machado 20 horas - Lançamento oficial do 35º Copão Kurt Meinert 26/06 - Terça-feira - Arena Joinville 19h30 - Congresso técnico do 35º Copão Kurt Meinert 30/06 - Sábado - Arena Joinville 15 horas - Abertura do 35º Copão Kurt Meinert

Arena Joinville. A festa de lançamento do campeonato acontecerá no dia 21, no Teatro Juarez Machado.

FREIOS MOTOR CAIXA DE CÂMBIO INJEÇÃO ELETRÔNICA SUSPENSÃO EM GERAL

Especializada em todas as marcas

(47) 3473-5106 (47) 9912-5893 betolamin@hotmail.com

Rua Aracuã, 93 - Próximo à praça do Costa e Silva - Joinville SC

Mais informações ligue agora mesmo!


12

FAREJANDO Por: Ariane Pereira

farejando@jnbonline.com.br

*Consulte disponibilidade em cada loja

PROMOÇÕES

Salsicha foi adotado em setembro de 2011 e, apesar de todos os cuidados da família, acabou fugindo de casa em janeiro de 2012. Poucos dias depois, uma pessoa

Premier raças grandes 15 k Ad. R$ 129,90 Fil. R$ 139,90 Senior R$ 134,90

tificassem seus cães com plaquinhas, com nome e telefone. Os animais não conseguem falar seu endereço ou telefone, e podem andar para muito longe em poucas horas. Quando se perdem podem não conseguir encontrar seu lar novamente, ficando sujeitos a muito perigo nas ruas. Se tiverem a sorte de alguém os acolher e não estiverem com plaquinha, a pessoa não tem como entrar em contato com o tutor. Uma placa de identificação é algo muito barato e pode ajudar

seu cão a voltar para casa. Se você tem um animalzinho e quiser adquirir para ele uma plaquinha de identificação, mande um e-mail para o Projeto Vira-Lata: viralata@jlle1.com.

Big encontrou um novo lar em junho de 2011, mas acabou fugindo em novembro do mesmo ano. A pessoa que o acolheu viu números de telefone na pla-

quinha de identificação do Big e entrou em contato, ajudando Big a voltar pra sua família.

Adoção Atenção: para adotar animais do Projeto Vira-Lata você deve ser maior de 18 anos, apresentar CPF e comprovante de residência, fazer uma entrevista e assinar um termo de responsabilidade. Assim, o Projeto garante que os animais vão ser bem cuidados pelos novos tutores.

Rebecca:

Iglu

a partir de

R$19,90

Uma cadela de porte pequeno. Já foi castrada, vacinada e vermifugada. Quem tiver interesse em adotá-la, entrar em contato pelo e-mail: viralata@jlle1.com

Chef Dog Adulto 15Kg

58,50

Ecopet Filhote 12Kg

Cx. Transporte Zooplast

R$

R$

49,90

Golden Special 15Kg R$

are e pense: quantos cães viralatas andando sozinhos na rua você viu hoje? Você sabia que a grande maioria deles um dia teve uma família, mas agora estão sozinhos por abandono ou porque fugiram de casa e seus tutores não conseguiram encontrá-los? Todos os dias os grupos de proteção animal da cidade recebem dezenas de e-mails de cães achados e perdidos. E esse é um problema que poderia ser facilmente evitado se os tutores tomassem uma atitude muito simples: iden-

que o encontrou entrou em contato com o Projeto ViraLata graças à plaquinha de identificação, e ele pôde voltar para casa.

Ofertas especiais de aniversário

79,90

P

Finais felizes...

Amazon Pet comemora 1 ano no Costa e Silva dia 23/06/2012. Convidamos você para o coquetel de aniversário após as 14h.

R$

Plaquinha de identificação ajuda animais perdidos a voltarem pra casa

Foto: Divulgação

- Os mais lindos filhotes - Roedores Filhotes Parcelados em até 10x nos (hamsters, chinchilas, coelhos) Cartões - Pássaros mansos (calopsitas, Australianos) - Acessórios (caminhas, guias, coleiras, gaiolas) - Rações - Aquários - Consultório Veterinário - Banho e tosa (delivery dog)

Junho - 2012

89,90

Plano Banho e Tosa 4 Banhos 1 Hidratação 1 Tosa Higiênica

75,90 R$ Até 10 Kg

contato@amazonpetshop.com.br

Promoções válidas até 30/06/12 ou enquanto durar o estoque

Amazon Petshop

Tufão: É um gato muito carinhoso, que adora um colo. Este ainda está em tratamento, e logo será vacinado e castrado. Quem tiver interesse em adotá-lo, entrar em contato pelo e-mail: viralata@jlle1.com

Tobby: Um cachorro de porte médio. Ele já foi vacinado e vermifugado, logo será castrado. Quem tiver interesse em adotá-lo, entrar em contato pelo e-mail: viralata@ jlle1.com


BOCA NO TROMBONE

13

Envie sua sugestão de matéria para jornalismo@jnbonline.com.br

Junho - 2012 Foto: Jacson Carvalho

www.jnbonline.com.br

Eu Reclamo

Nome: Agostinho Pacheco Profissão: Aposentado Mora há 40 anos no bairro Costa e Silva

Brinquedos continuam sem manuntenção

Novidade

Praça no Costa e Silva continua sem manutenção da Conurb BAIRRO que em dez dias solucionaria os problemas nas estruturas da praça. Mais de 40 dias se passaram e nada foi feito. Para o morador, a Prefeitura tem exagerado em reforma e manutenção em algumas áreas da cidade e tem esquecido de outras. “Não acho que eram necessárias todas aquelas luminárias, por exemplo, na Beira Rio. Ou deveriam ter dado um espaço maior entre elas”, explica. Pacheco avalia que os bairros estão esquecidos pela administração municipal. “Falta mais fiscalização nos espaços públicos. Nosso prefeito está mal assessorado.” Além disso, o aposentado conta que o limo toma conta da superfície das calçadas. “Muita gente idosa vem praticar exercícios aqui na Academia da Melhor Idade e até

mesmo caminhar por aqui... está perigoso para os idosos essa situação”, acrescenta. Para ele, a Conurb precisa cumprir com a palavra, já que estabeleceu prazos para a reforma e não compareceu.

Novas baterias PIONEIRO

Foto: Jacson Carvalho

equipe de reportagem do JORNAL NOSSO BAIRRO esteve novamente com o morador do bairro Costa e Silva, o aposentado, Agostinho Pacheco. O motivo é que os prazos prometidos pela Conurb (Companhia de Desenvolvimento e Urbanização de Joinville) para consertar as instalações da Praça do Bosque que estão inutilizáveis pela comunidade, como o balanço, a quadra de esportes (que está com o piso sem demarcações, totalmente áspero e sem um das traves) não foram cumpridos. “É um desrespeito com a comunidade. A praça é um bem público e precisa de mais atenção. Aliás, a cidade toda precisa”, fala o aposentado. A Conurb informou no dia 19 de abril ao JORNAL NOSSO

Venha conhecer o novo sistema de bloqueador para seu carro!

Foto: Jacson Carvalho

A

- Peças e Acessórios para veículos em geral - Oficina mecânica e elétrica anexo - Freios - Suspensão - Trava Elétrica - Máquinas de Vidro (manual e elétrica) - Alarmes - Alternador - Motor de Arranque

Eu Respondo “Até o final do mês

serão feitos os reparos”, afirma Conurb

Nome: Renato Godinho Função: Diretor Técnico Operacional da Conurb

O

gerente de praças e jardins da Conurb, Luiz Carlos Ribeiro de Souza, está licenciado e, por enquanto, ninguém assumiu o cargo dele. Na primeira reclamação do morador o assunto foi tratado com ele, que, comprometeu-se em averiguar e resolver os problemas em dez

dias. Como nada foi feito, o órgão foi procurado novamente, e dessa vez, sobre o mesmo problema. Para responder às reclamações do morador e explicar o por quê da demora para o início das reformas na praça, a equipe de reportagem do JORNAL NOSSO BAIRRO conversou o diretor técnico operacional da Conurb, Renato Godinho. Renato Godinho explica que problemas com a ma-

nutenção nos parquinhos das praças serão solucionados em breve. “Esse serviço é terceirizado, e nessa semana já assinamos o contrato com a empresa que venceu a licitação para cumprir esse serviço”, conta. Quanto à situação da Praça do Bosque no bairro Costa e Silva, ele garantiu que até o final deste mês (junho) as reformas, instalações, manutenção e revitalização do espaço público serão realizadas.

CONFIRA A PROMOÇÃO PREÇO ESPECIAL

MSN: freiocar@hotmail.com

TELE-VENDAS

3435-5239 3435-2352

Rua Promotor Ary Silveira de Souza, 27 Costa e Silva | Joinville | SC


FIGUEREDO BOX -Box em acrílico e vidro temperado -Esquadrias em vidro temperado

14

“REPERCUSSÃO” Por:

Ilze Moreira

ilze.moreira@gmail.com

Junho - 2012

Imagem: Divulgação

A violência social

-Solicite uma visita na sua obra -Produtos e mão de obra qualificada - Orçamento sem compromisso

TELEVENDAS:

(47) 3433-5539 (47) 8435-1967

vidracariafigueredo@hotmail.com

Rua: Papa João XIII, 36 - Iririú - Joinville SC (Próximo ao Banco Besc)

Q

25 anos com você!

- Venda de Pneus novos - Rodas Esportivas - Freios - Suspensão - Geometria - Balanceamento e Cambagem Fone:

(47) 3473-8455 Fax:

(47) 3418-0059 vandopneus@terra.com.br

PROMOÇÃO Balanceamento + Geometria

R$

65

,00

PARA LEITORES DO JORNAL

20% Desconto

Rua: Bernardo Welter, 346 -Costa e Silva - Joinville - SC

uando se fala de violência, logo vem à lembrança a violência conhecida pelos crimes como, assassinatos, assaltos, furtos, roubos, sequestros, estupros etc. Sobre a violência social o tom é outro, tem um diagnóstico diferente, uma visão diferente, uma consequência diferente na vida e no futuro das suas vítimas. No Brasil existe um mapa da violência que está sendo divulgado, que trata do aumento dos homicídios na maioria dos Estados. Em média, por dia, estão acontecendo 137 assassinatos no Brasil inteiro. É pouco? É demais! Sem explicações para tanta vontade de matar. Mas a miséria social existe, números reais de miseráveis apontam que existe quem não tem nem água para matar a sede! As políticas públicas do “Brasil sem miséria” utilizam como critérios, renda baixa, como por exemplo, R$ 70 por pessoa. Será que todas as milhões de pessoas miseráveis já foram alcançados pelos programas sociais? Pois o que a gente vê é que a miséria não acaba, e que os números não diminuem. Existe relação entre a violência criminosa e a violência social? Com certeza existe, pois com a violência social mal curada, as pessoas enfraquecidas pela fome e miséria, seguem pelo caminho da violência, se utilizando das drogas, e das drogas para as ações criminosas. Muitos diriam que a miséria não é desculpa

para se praticar crimes e a violência, mas, muitas dessas vítimas não têm nem uma oportunidade e são jogadas de lado como coisas, objetos sem valor. Para nós que estamos fora deste circuito de violência é normal olharmos para a violência com visão crítica e julgadora. Avaliamos um ato violento como jamais seríamos capazes de fazê-lo, pois não temos este perfil, ou esta índole. Mas, se tivés-

“Existe relação entre a violência criminosa e a violência social?” semos nascido em uma família pobre demais, sem nenhum incentivo à educação, sem comida na mesa, sem roupa para vestir, só mesmo aquelas doadas pelos outros? Ao chegar à adolescência, juventude e fase adulta, essa pessoa vai buscar um jeito de se vestir, comer e se drogar. Como? Roubando, matando, assaltando, e praticando a violência contra outra pessoa, que ela, sem nenhuma consciência, quer culpar por tanta dificuldade e miséria. Eu vejo que parte da criminalidade é praticada por quem imagina que quem tem mais dinheiro e mais

posses é o culpado por sua desgraça e, por isso, praticam e se arriscam. Uma das formas para diminuir e melhorar os índices da violência social e a violência criminosa está em ações concretas para atender às necessidades das pessoas mais pobres, ali onde ela mora. Onde existir uma pessoa, deve ter ali uma escola, um posto de saúde, um trabalho social sério e empresas que possam contratar esta mão de obra. O ser humano precisa de incentivos e oportunidades. Não há como, desejar mudanças sem que eu e você nos envolvamos nesta história de vida e que faz parte da realidade. Os pobres e ricos não vivem em mundos separados. Vivemos num só planeta e no mesmo espaço, não tem como separar. Se o que tem mais, olhar para o que tem menos e não tentar fugir daquele momento e tentar ajudar, logo, teremos menos violência. O médico Dráuzio Varella escreveu: “A violência urbana é uma enfermidade contagiosa. Embora acometa indivíduos vulneráveis em todas as classes sociais, é nos bairros pobres que ela se torna epidêmica. A prevalência varia de cidade para cidade, e de um país para outro. Como regra, a epidemia começa nos grandes centros e se dissemina pelo interior. A incidência nem sempre é crescente; a mudança de fatores ambientais pode interferir em sua escalada.”


COMUNIDADE Por:

15

Pedro Campos

comunidade@jnbonline.com.br

Junho - 2012

Hortas Foto: Divulgação

Uma boa alternativa para quem quer ter uma alimentação saudável

Confira nossas ofertas * Caibro Peroba R$ 6,80 * Sarrafo Peroba R$ 1,60 Horta mandala, CEI Girassol ando sequência às matérias sobre saúde e qualidade de vida, vou falar um pouco de hortas. Em artigos anteriores vimos que verduras, legumes e frutas precisam, definitivamente, passar a fazer parte do nosso cardápio. Mas como ter uma alimentação saudável consumindo produtos com tantos agrotóxicos? Felizmente, em nossa comunidade já existem iniciativas bem interessantes que nos mostram que com um pouco de esforço podemos resolver este problema e ter nossa mesa farta de produtos saudáveis. Para fazer esta matéria fiz duas visitas em experiências diferentes de hortas. A primeira visita que fiz foi ao CEI Girassol onde encontrei uma linda horta em forma de mandala, que faz parte do projeto “Semeando em solo fértil”, escrito em 2010 e que ganhou o 1º lugar no concurso da Catarinense Ambiental “Prêmio Interdisciplinar de Educação Ambiental”. Em 2011 o projeto foi colocado em prática quando professores e crianças confeccionaram a horta, plantaram e acompanharam as mudas até que estivessem prontas para o consumo. Com os produtos colhidos fizeram saladas, sanduíches, bolos e tortas que as crianças consumiam na merenda escolar. O projeto deu tão certo que se tornou um programa e agora faz parte do dia a dia da escola. Todo ano cada turma adota um canteiro. A coordenadora do CEI Maria Terezinha Teixeira Domingos, fala com entusiasmo sobre a horta. “Com esse projeto a criança vai semear, vai verificar a transformação da natureza com o crescimento da planta, vai colher, se alimentar e

acompanhar todo o processo. Vai estar em contato com elementos da natureza como a terra e a água, coisa que hoje falta pra maioria das crianças. Elas levam essa experiência para sua casa e são multiplicadoras desse conhecimento. Muitas levam os pais para ver a horta, pra ver o que elas plantaram, e muitas vezes em casa elas falam que querem o alimento do CEI. Muitos pais comentam que a criança não comia salada e hoje come, então elas acabam mudando o hábito da família. É uma sementinha que a gente lança, e que dá bons frutos.” Esta visita me deixou feliz de ver que nossas crianças estão aprendendo a ter hábitos saudáveis e acabam contagiando seus pais com a ideia. Saindo do CEI fui até a horta comunitária do Parque Douat, no Costa e Silva. Segundo Lourenço M. Foss Joenk, presidente da Associação de Moradores Parque Douat e responsável pela horta, o local desempenha vários papéis na vida da comunidade: além de melhorar

a alimentação, o trabalho na horta é uma verdadeira “terapia ocupacional”, proporciona o exercício físico e melhora a convivência comunitária. Muitos até dizem: “posso não colher nada, mas só as amizades que eu colho aqui já é o suficiente”, relata. Lourenço afirma que já houve casos de pessoas com problemas de stress e depressão e que fizeram da horta uma terapia. Este é um modelo de horta que pode e deve ser disseminado pela cidade. Não precisa ser grande como esta, um pequeno pedaço de terra como tantos que existem pela cidade, que muitas vezes acabam sendo usado como depósito de entulhos, pode se tornar uma horta comunitária. Mesmo em casa um pequeno espaço pode ser usado para plantar temperos, verduras e ervas para chás. Uma rápida busca na internet e encontramos várias ideias de hortas caseiras que podem ser implantadas até mesmo em apartamentos. E viva a saúde! Foto: Divulgação

D

* Caibro Cambara R$ 5,30 m * Sarrafo Cambara R$ 1,30 m * Caibro Eucalipto R$ 4,50 m * Sarrafo Eucalipto R$1,00 m

Ligue Agora!

3424-6483 3435-5380 Temos uma linha completa de madeiras para construção civil: Caibros, linhas, sarrafos, tábuas, pranchas, pé direito, vistas, rodapés, caixilhos, madeiras para caixaria e madeiras em geral.

www.madeireiracosta.com.br email: contato@madeireiracosta.com.br Horta comunitária do Parque Douat

Rua Inambú, 619 – Costa e Silva - Joinville SC


CARROS

16

www.jnbonline.com.br

Audi bate recorde de vendas em maio

Audi AG quebrou um novo recorde de vendas em maio, entregando 128.900 veículos e obtendo um crescimento de 13,7% se comparadas com o mesmo mês de 2011. Nos cinco primeiros meses do ano, a montadora acumula 600.200 unidades comercializadas pelo mundo, preservando a meta de 1,4 milhão de automóveis vendidos até o final de 2012. Como é de praxe, a China se destacou entre os principais mercados da Audi, com alta de 44,2%. Na América do Norte, a alta foi de 10,3%, enquanto na Europa os números subiram 3,8%, graças ao lançamento de modelos como o Q3 e o A1 Sportback. “Nosso desempenho na Europa continua contrariando o desempenho do mercado, com crescimento estável na Alemanha e no Reino Unido. É por isso que nossa meta é quebrar novos recordes de vendas em ambos os mercados”,

declarou Peter Schwarzenbauer, membro do conselho administrativo de Vendas e Marketing da empresa. Em seu país natal, a Audi teve incremento de 8,1% em suas vendas em maio, atingindo 25.307 unidades, principalmente pelo sucesso do novo A6. Já no Reino Unido o crescimento chegou a 8,5%, totalizando 14.081 unidades comercializadas em maio. Em contrapartida, a marca sentiu os efeitos do novo IPI no mercado brasileiro. Por aqui, a Audi fechou o mês de maio com 203 unidades vendidas, representando uma queda de 56%. No ano, a marca das quatro argolas acumula 1.612 veículos comercializados, declínio de 0,9% em comparação ao ano anterior.[Vitor Matsubara]

Foto: Divulgação

A

Junho - 2012


206 1.4 Moonligth - AC-DH-VE-TE-TS-CB-RL 2008 - Preto - Bicombustível

Fit 1.4 AUT -AC-DH-VE-TE-AB-ABD-ABS 4 4 portas - 2004 - Verde - Gasolina

Idea 1.8 ADVENTURE AC-DH-VE-TE-AB-ABDABS 5 PT - 2007 - Prata - Bicombustível

Vectra 2.0 CD / AC-DH-VE-TE-AB-ABD-ABS 4 PT - ano 1997 - Prata - Gasolina

R$ 31.900,00

R$ 17.900,00

Prisma 1.4 Flex MAXXAC-DH-MP3-CD-AL-AQDT 4 PT - Ano 2009 - Cor Branco - Bicombustível

Clio 1.0 PRIVILLEGE / AC-ACD-DH-VE-TE-ABABD 4 PT - Ano 2004 - Bordô - Gasolina

R$ 23.900,00

Muito mais carros, muito mais ofertas !

Visite nossa loja

R$ 26.900,00

Email: veiculosmultcar@yahoo.com.br

R$ 26.900,00

R$ 19.900,00

Os valores divulgados neste anuncio é para negociação sem troca, em caso de oferta de outro veículo no negócio, consultar o vendedor

Rua Iririú, 3170 – 89.227-017 – Joinville SC


TURISMO Por:

18

Maitê Morgana Uhlmann

turismo@jnbonline.com.br

Presentes, Decorações e Papelaria Acessórios:

Junho - 2012

A economia criativa e a Expoville

Bolsas, carteiras, porta celular, óculos de sol, colares, anéis e grande variedades de brincos banhados a prata ou ouro a partir de R$ 5,00 (o par).

Arte em madeira:

Foto: Divulgação

Guirlandas, caixas, puxa-saco, kit p/ banheiro, Kit para bebê (sob encomenda), penteadeira infantil, baú para brinquedos, etc.

Muito mais:

Corações e bichos de pelúcia, inclusive os Smurfs e Smurfetes e a galinha pintadinha. Lindo arranjos de flores artificiais Brinquedos, camisas de time de futebol adulto e infantil, croks, amarradores de cortina, porta retrato, espelhos e muito mais...

Sugestão de presentes:

J

-Avenca -Jambo -Cogumelo -Squalene -Cápsulas de óleo de côco * Acelera o metabolismo * Melhora o funcionamento do intestino * Reduz a gordura abdominal * Diminui a fome e a ansiedade * Combate a celulite e a flacidez * Retarda o envelhecimento

Ligue agora mesmo!

Pagamento em até 3 x no cartão

3425-4643 9107-0959

qual os nossos diferenciais podem ser apresentados ao mundo. Além de atender os eventos com profissionalismo, podemos fazer com que as pessoas fiquem mais por aqui. Ficando mais por aqui, nosso comércio e nossos restaurantes terão mais movimento, e estas empresas, por sua vez, necessitarão de mais pessoas trabalhando, que poderão ganhar mais e poderão investir em sua qualidade de vida. A diversificação do perfil econômico da região é salutar. A cultura e o turismo podem fazer a roda da economia criativa girar, sem deixar a cidade tão dependente da indústria convencional, além de distribuir os ganhos de forma mais democrática e de não poluir o meio ambiente. Segundo dados da Associação Brasileira de Empresas de Even-

Agenda de Eventos

F

3ª Festa do Aipim

esta realizada na Sociedade Dona Francisca que tem como destaque a gastronomia com a elaboração dos pratos típicos à base de aipim. Conta também com outros pratos típicos dos imigrantes germânicos, churrasco, olimpíadas

folclóricas, coroação da rainha e princesas dos grupos folclóricos e apresentações musicais. •

Data: 16 e 17 de junho de 2012

EXPOSUPER 2012 Data: 19 a 21 de junho de 2012 Local: Complexo Expoville Site: www.exposuper.com.br

valtrudescarvalho@yahoo.com.br

www.soalegria.amawebs.com Rua: Dona Francisca, 4895 - Bairro Santo Antônio - Joinville, SC

tos (Abeoc), cerca de 50 setores da economia são afetados a cada realização de um evento. As cidades chamadas criativas, como Gramado, Paulínia e Parati, conseguiram driblar a sazonalidade criando eventos culturais em períodos de baixa estação. Blumenau recentemente criou o Natal Luz e a Sommer Fest, atraindo os turistas que estão no nosso litoral para seu comércio e para a charmosa Vila Germânica. Esperemos que a Expoville se transforme na promessa que sempre foi: de ser um equipamento capaz de proporcionar lazer, cultura e diversão para a população, e que seja palco para atração de mais eventos para Joinville. A cidade que não é boa para o morador, não será boa para o visitante.

• • •

Local: Sociedade Rio da Prata - Rodovia SC 301 – Dona Francisca Contato: Paulo Kühl (47) 3424-1023 / (47) 99052030 / (47) 2101-1306

Foto: Divulgação

Produtos naturais:

oinville se prepara para um grande salto: a profissionalização da infraestrutura de eventos. Até o fim de maio conheceremos o vencedor da licitação que revitalizará a Expoville, que além do parque de lazer para a comunidade terá um Centro de Convenções. O Brasil ocupa o 9º lugar no ranking mundial dos eventos classificados pela International Congress Convention Association (ICCA). O país é cada vez mais preterido para receber eventos, a exemplo da Copa e das Olimpíadas. Em 2011, segundo o Joinville Convention & Visitors Bureau, foram captados 19 eventos; porém, ainda temos vários obstáculos, tais como aeroporto e espaços de eventos ultrapassados. Um Centro de Convenções serve de palco para a economia criativa de uma região, é um espaço no


Informação de qualidade e de graça para toda Joinville!

www.jnbonline.com.br

Anuncie aqui, retorno rápido com baixo investimento. (47)9688-9797 comercial@jnbonline.com.br

Alegrei-me quando me disseram: Vamos à casa do SENHOR. Salmos 122:1

Dias e Horários de Cultos • Todos os Domingos, pela manhã, “Escola Biblica Dominical” Início às 9h00 •

A Escola Bíblica Dominical é o centro principal de formação cristã religiosa das igrejas evangélicas. As crianças, adolescentes, jovens e adultos ao receberem os ensinos sábios, maravilhosos e inspiradores das escrituras sagradas são beneficiados do mais novos ao mais velho; as crianças recebem sua base para formação moral e espiritual, os adolescentes formam sua personalidade cristã, já os adultos renovam suas forças para uma vida cristã sempre saudável, frutífera e abundante na presença do nosso Senhor Jesus Cristo (Pv 23:15).

• Todos os Domingos Culto da Família Início às 19h00 “A verdadeira família é aquela unida pelo espírito e não pelo sangue.” • Todas as terças-feiras Culto de Ensinamento e Doutrina. Início às 19h30

Para ler e refletir:

Porventura pode uma mulher esquecer-se tanto de seu filho que cria, que não se compadeça dele, do filho do seu ventre? Mas ainda que esta se esquecesse dele, contudo eu não me esquecerei de ti. Isaías 49:15

• Todas as quintas-feiras Culto da Vitória Início às 19h30 “Nas grandes batalhas da vida, o primeiro passo para a vitória é o desejo de vencer!” Venha, participe, Deus tem benção pra você! • Todas as sextas-feiras Tarde da Bênção. Início às 15h00 “Sem a bênção de Deus qualquer esforço é em vão”.

Igreja Evangélica Assembléia de Deus Sob a direção do Pr. Manoel de Carvalho Visite-nos, você será bem-vindo!

Rua Rui Barbosa, 2417 - Zona Industrial Norte (em frente a empresa COLLEY/SINTEX)


SAÚDE

21

Por: Dr. Guilherme Cesa

saude@jnbonline.com.br

Junho - 2012

Foto: Divulgação

Obesidade na adolescência

PRATIQUE MUSCULAÇÃO, ALÉM DE TONIFICAR VOCÊ ELIMINARÁ GORDURAS INDESEJADAS E MODELARÁ SEU CORPO!

-

MUSCULAÇÃO JUMP LAMBAERÓBICA MUAY THAY - JUNIOR AGUIAR PACOTES PROMOCIONAIS

- COMERCIARIO, A ACADEMIA CENTAURO OFERECE OS MESMOS DESCONTOS PRATICADOS PELO SESC.

Rua: Dr. Julio Mesquita Filho - 206 Jardim Iririú - Joinville -SC

C

onforme dados recentes da Organização Mundial de Saúde (OMS), os jovens estão sofrendo cada vez mais com o excesso de peso e problemas relacionados com o mesmo. Atualmente, considerada uma doença, a obesidade afeta qualquer tipo de indivíduo, em qualquer idade. Levando em conta as mudanças de padrão de vida, trabalho e stress do mundo atual, é cada vez mais comum ver (principalmente nos países desenvolvidos) adolescentes e jovens com este quadro ou patologia. Estas alterações de estilo de vida e falta de atividade física cada vez mais irão afetar o ser humano e, principalmente, a parte mais jovem da população. Com grandes repercussões na saúde, outro ponto muito importante é a parte psicossocial deste jovem, muito influenciável nesta época de autoconhecimento e formação do ser que é a adolescência. Um jovem com problemas na autoestima, dificuldade de relacionamentos, amizades, poderá ter uma vida adulta muito prejudicada por conta de um problema, aparen-

temente, inofensivo. Nesta fase de nossas vidas todos são convidados ao excesso, ao extremo, autoafirmação, no qual o organismo está aprendendo e se adaptando às peculiaridades da vida. Um dos problemas é a ingestão alimentar em grande quantidade e de baixa qualidade, como os lanches rápidos, doces, e variados outros alimentos, associados ao grande crescimento das cidades, com isso diminuição das atividades físicas, menor espaço de lazer ou para prática de esportes, violência urbana e o stress gerado por esse sistema em geral. A obesidade na adolescência pode trazer enormes consequências para o jovem, muitas delas duradouras por um bom período de suas vidas, incluindo algumas como: alterações posturais (prejudicando muitas vezes de forma irreversível o sistema esquelético), início de alterações cardiológicas (como a hipertensão arterial – depósito de gordura nos vasos sanguíneos), aumento dos índices de colesterol, triglicerídeos, diminui-

ção da capacidade física (com dificuldade muitas vezes até nas atividades de lazer) e ainda uma grande dificuldade em afastar a obesidade na idade adulta, pois os hábitos de vida foram adotados e quanto mais tempo se passa mais difícil de mudá-los. Infelizmente a obesidade na adolescência é uma realidade dos dias de hoje, porém, cada vez mais os órgãos públicos e muitos privados, como escolas e ONG’s, estão incentivando as mudanças no estilo de vida dos adolescentes e até dos pais, para com isso darem o exemplo a ser seguido. Com o avanço da medicina e de todas outras áreas da saúde cada vez mais estão dando opções variadas para o tratamento desta patologia que associa parte física com psicológica. Mas somente o avanço e o incentivo não são o bastante. Todos nós temos que ter força de vontade e querer sair desta estatística que cada vez mais irá acometer este grupo de pessoas. Viva uma vida saudável e seja sempre feliz!


22

MODA

Por: Geizielli Neumann

moda@jnbonline.com.br

Junho - 2012

Foto: Divulgação

Meia calça

-

Corte Masculino Corte Feminino Hidratação Blindagem Capilar Escova Progressiva Manicure Pedicure

3435-6632

Rua: Tuiuti, 1590, Aventureiro (em frente a Madereira Sinop)

Gesso Gouveia

Todo acabamento em gesso para sua obra! Orçamento grátis:

(47) 3467-6806

s primeiras meias foram utilizados pelas mulheres gregas por volta de 600 a.C.. Na verdade, as meias eram um sapato baixo, tipo sandália, que cobria principalmente os dedos do pé e o calcanhar. Chamado de sykhos era considerado um artigo vergonhoso para ser usado pelo homem e tornou-se uma das vestimentas favoritas para teatro cômico, garantindo o riso quando um ator masculino a usava. As mulheres romanas copiaram o sykhos e latinizaram seu nome para soccus. De Roma, a soccus de couro macio viajou para as ilhas britânicas, onde os anglo-saxões descobriram que uma daquelas bem macias dentro de uma bota protege-

ria os pés de arranhões. Estava, assim, a caminho de se tornar a meia moderna. A meia-calça foi uma invenção que começou a ser usada inicialmente pelos homens. Na Antiguidade, os povos do Mediterrâneo usavam saiotes e não precisavam se preocupar em proteger as pernas porque a região era bastante quente. No norte da Europa, onde fazia frio, as tribos germânicas protegiam da cintura até os tornozelos. O exército de Júlio César, no século I a.C., também usaram esse tipo de proteção quando partiam para conquistas. Ao longo dos séculos, a proteção se estendeu dos tornozelos para os pés, e a meia-calça estava inventada. Na temporada de inverno

de 2012 os vestidos e saias serão grandes tendências, como já foi dito em “Moda outono inverno 2012”. E para acompanhar esta proposta nos dias frios, a meia calça é uma peça fundamental, que traz beleza, estilo e conforto, além de permitir que você não precise abrir mão dos modelos curtinhos ou até os médios, mesmo que o clima não esteja tão favorável. A meia calça para o inverno 2012 vem em muitos modelos e cores diferentes, com a variação das meias longas, que não ganham necessariamente a forma de calça. Dentre as opções, marcarão-se os xadrezes, quadriculados, coloridos, estampados, e até com tatuagem. Foto: Divulgação

(47) 9921-4056

A

15 anos prestando serviço de qualidade! Bairro Aventureiro - Joinville - SC

Rodrigo Gouveia


VARIEDADES

www.jnbonline.com.br

Estofados Sob Medida Direto de Fábrica

23

Faça com a medida que você precisa, com o tecido que você desejar

Junho - 2012

Foto: Divulgação

Panqueca americana

TRUQUES DO LAR

Para encontrar pequenos itens perdidos, como brincos? Coloque um pano sobre a mangueira do aspirador.

D` E S 6x Q U I N A MÓVEIS Tudo em até

Cheque/Cartão

4. O ponto da massa não deve ser muito líquido, deve escorrer lentamente 5. Aqueça e unte a frigideira e co-

loque a massa no centro, cerca de 1/4 xícara por panqueca 6. Fica muito gostoso comer com nutella, brigadeiro.

Foto: Divulgação

1. Misture em um recipiente a farinha, o açúcar, o fermento e o sal 2. Em outro recipiente misture os ovos, o leite e a manteiga 3. Acrescente os líquidos aos secos, sem misturar em excesso

(47) 3034-5905 Escolha o seu!

RECEITAS

Ingredientes • 1 xícara e 1/4 de chá de farinha de trigo • 1 colher de sopa de açúcar • 3 colheres de chá de fermento em pó • 2 ovos levemente batidos • 1 xícara de chá de leite • 2 colheres de sopa de manteiga derretida • Pitada de sal • Óleo para untar • Modo de preparo:

TELEVENDAS

Estofados e Decoração

Rua: Inambú, 350 - Costa e Silva - Joinville SC (ao lado do Mercado Campos)

Caldo de Mocotó &

Dobradinha

Faça sua festa ou encontro de amigos com um cardápio diferente Ligue e encomende Entrega em domicílio

(47) 9669-7066 Marcos Fialho


R$ 219,90

Forno Elétrico ITC 45 L

R$ 990,90

Refrigerador Dako 380

R$ 359,90

Fogão 4 bocas Moderatto

R$ 399,90

R$ 299,00 Câmera Digital Fujifilme JX300 14MP

R$ 289,90

Câmera Digital Fujifilme L50 12MP

R$ 1.499,00

R$ 149,90 Cômoda Civardi 1 porta

Cozinha Rafaela Novo Tempo

R$ 99,90

Cozinha Compacta Plus Brinde forno ITC

Cômoda Civard

R$ 249,90

R$ 249,90 Cômoda Civardi 2 portas

R$ 329,90

Roupeiro 4 Portas

R$ 599,90

R$ 399,90 Cama box Elegance c/ cama auxiliar Gazin

R$

Bi-box Munique Gabriele

299,90

Roupeiro Irmol lleus

R$

499,90

Roupeiro Paris Maxel

Preencha o cupon, leve em uma das lojas Nilson Eletro Móveis e concorra a uma Cozinha Vivaz Luciane Nome:___________________________________________________________________________ Endereço:______________________________________________________Número:___________ Bairro:____________________________________________Cidade:_________________________ Telefone:_______________________________Email:_____________________________________ O sorteio será realizado no dia 22/12/12 na loja da rua XV de Novembro, 7568 - Vila Nova - Joinville.

Triliche Multimóveis

R$

999,90

Roupeiro Bahamas Germai

MÓVEIS PLANEJADOS, AGORA COM FABRICAÇÃO PRÓPRIA!

TELEVENDAS

3439-2000 www.nilsoneletromoveis.com.br

JORNAL NOSSO BAIRRO edição 05  

Referente a segunda quinzena de Junho de 2012