Issuu on Google+

BAIRRO NOSSO

www.jspisos.com.br

Tele Vendas 3427-0010 jspisos@jspisos.com.br

O jornal da comunidade

Joinville - SC

29/04 à 14/05/2013 - Edição 26

Abertura de carros Abertura de residências Colocação de fechaduras Consertos em geral Afiação de alicates Afiação de cutícula Afiação de tesouras

Distribuído em todos os bairros de Joinville

GRÁTIS Foto: Divulgação

Compartilhe este exemplar com um amigo

PLANTÃO 36 HORAS

www.jnbonline.com.br

Mão de obra desqualificada Em Joinville, a maior cidade do estado, com mais de meio milhão de habitantes e considerada um pólo industrial,existem vagas em aberto, mas não aparecem candidatos qualificados para assumi-las

Xerox

3437-7778 9961-3672

03

NEXTEL: Região

Itapoá pede segurança

Codificamos controles - Portões - Carros

Rua: Prefeito Wittch Freitag, 1946 Binário do Iririú - Esquina c/ Rua Papa João XXIII

15 Boca no Trombone

Consumo consciente é vida inteligente Foto: Divulgação

U

Meio Ambiente

ma Comitiva do município reivindica mais viaturas e reforço nos efetivos policiais. A comunidade está assustada com o que define ser uma onda de violência. Só este ano foram seis assassinatos, sendo quatro deles motivados por envolvimento com o tráfico de entorpecentes. (Leia mais...)

Queimadas diárias no terreno vizinho Foto: Jacson Carvalho/JNB

CHAVEIRO.IMPACTO@HOTMAIL.COM

DESTAQUES

ID: 114*98979

WWW.CHAVEIROIMPACTO.COM

14

Foto: Divulgação

7814-9929

04

C

asa é sempre um assunto que chama a atenção, os detalhes com o planejamento, a escolha de materiais... O interessante é que várias opções no mercado possibilitam que, além de ter um ambiente com personalidade, ainda se concilie consciência ambiental. (Leia mais...)

M

oradora do Jardim Paraíso precisa conviver com um vizinho que faz queimadas em seu próprio terreno. Todos os dias caminhões descarregam lixos, entulhos e outros materiais no terreno deste vizinho, e, posteriormente, após a separação do que será reutilizado, ateiam fogo no resto. (Leia mais...)


- Envie seu anúncio

- www.jnbonline.com.br

Expediente: • Gestor Executivo/Jornalista Responsável: Jacson Carvalho (2452/SRTE-SC)

- Click em classificados

• Marcos Aurélio Costa Executivo de Contas Email: comercial@jnbonline.com.br • Hudson H. Baptista Executivo de Contas Email: hudson@jnbonline.com.br Projeto gráfico e diagramação: Jacson Carvalho • Ilze Moreira Jornalista - Colunista “Repercussão” Email: ilze.moreira@gmail.com • Ariane Pereira Jornalista - Colunista “Farejando” Email: farejando@jnbonline.com.br • Carlito Cartunista “GÊNIO” Email: carlito@jnbonlie.com.br • Geizieli Neumann Colunista “Moda” Email: moda@jnbonline.com.br • Rozane Campos Jornalista - Colunista “Esporte/Aventura” Email: esporteaventura@jnbonline.com.br • Aurélio Ramos Colunista “Esporte Mania” Email: sportmania@jnbonline.com.br • Elaine Cristina Borges Colunista “Turismo” Email: turismo@jnbonline.com.br • Major Coelho Major da PM, Comandante da 2ª Companhia de Aviação da PM-SC Colunista “Polícia” Email: policia@jnbonline.com.br

Padaria

• Camilla Gonçalves Repórter e Revisão de conteúdo Email: jornalismo@jnbonline.com.br • Ingrid Passos Hille Jornalista - Colunista “Prato feito” Email: pratofeito@jnbonline.com.br • Tiago Gancheiro Advogado OAB/SC 35.391 Colunista “Saber Direito” Email: saberdireito@jnbonline.com.br • Bárbara Vicente de Souza Colunista “Saúde” Email: saude@jnbonline.com.br • Rosangela Chiodini Colunista “Emprego” Email: emprego@jnbonline.com.br

Horário de atendimento: Segunda - sábado: 7h30 - 12h30 - 14h00 - 20h00 (* Aos sábados não fechamos para o almoço) Domingos: 7h30 - 12h30

• Gabriela Schiewe Colunista “Política” Advogada OAB/SC 23554 Email: politica@jnbonline.com.br • Patrícia de Melo Colunista “Meio Ambiente” Email: meioambiente@jnbonline.com.br

Açougue

• Tarcísio André Colunista “ClickVips” Email: tarcisio.andre@jnbonline.com.br

Fone: 3034-3727 compras.saomarcos@hotmail.com

Contato: WWW.JNBONLINE.COM.BR Email: jnb@jnbonline.com.br Fone: (47) 9911-1016 O JORNAL NOSSO BAIRRO é publicado quinzenalmente e distribuído de forma gratuita nos bairros de Joinville. Qualquer publicação por parte dos anunciantes e colunistas são de inteira responsabilidade dos que assinam. Filiado:

Edição anterior:

Aceitamos:

Rua: Inambú, 3570 Costa e Silva - Joinville


JOINVILLE

jornalismo@jnbonline.com.br

03

Joinville - 29/04 à 14/05/2013 Camilla Gonçalves

Mão de obra desqualificada

Matrículas Abertas Fotos: Divulgação

Vagas não faltam, falta profissional qualificado

- Valor da Mensalidade R$ 95,00 - Aula uma vez por semana com carga horária flexível - Material didático gratuito

(47) 3422-8735 / 9159-6532

A

tualmente o que mais se ouve falar sobre o mercado de trabalho, tanto local quanto nacional, é sobre qualificação profissional, ou melhor, sobre a falta dela. Em Joinville, a maior cidade do estado, com mais de meio milhão de habitantes e considerada um pólo industrial, a realidade encontrada não é diferente. Existem vagas em aberto, mas não aparecem candidatos qualificados para assumi-las. Segundo a coordenadora de RH, Rosangela Chiodini do Carmo, profissional dessa área há aproximadamente 20 anos, o setor operacional pode ser considerado o mais aquecido, nesse momento, na cidade. Bem como, vagas administrativas e comerciais. Na agência de empregos que ela trabalha, a grande procura é por oportunidades na área industrial operacional e administrativa. “O que estamos encontrando no mercado são profissionais em início de carreira, com pouca experiência ou com pouca estabilidade; a escolaridade também está em déficit”, afirma. Os trabalhadores empregados da atualidade estão preocupados em ter estabilidade na empresa em que estão, e com isso, investem no conhecimento, buscando qualificação por meio dos estudos. Para Rosangela, são esses os profissionais que são disputados pelas empresas, sem maiores dificuldades para encontrarem uma colocação no mercado. Só na agência de empregos em que Rosangela coordena são 500 vagas em aberto, e por dia são fei-

tos, em média, 350 cadastros. Ela acredita que as empresas levam muito em consideração a estabilidade do candidato no mercado de trabalho. “Dois meses de contratação na carteira de trabalho, por exemplo. E não estou falando de empregos temporários, estou falando de vagas efetivas mesmo. Pessoas que são contratadas e por algum motivo desistem ou não correspondem à expectativa da empresa”, explica. Esses são um dos fatores que desestimulam a contratação de algum candidato, uma vez que um dos critérios procurados pelos contratantes são funcionários que levem a sério seu desenvolvimento profissional, afirma Rosangela. “Profissionais que queiram desenvolver suas carreiras de forma gradativa e com total comprometimento com a empresa, coisa rara no mercado de trabalho hoje. Estabilidade é a palavra chave para se conseguir uma boa oportunidade hoje”. A realidade não muda no cadastro de candidatos do Sistema Nacional de Empregos, o Sine de Joinville. Segundo o administrador do Sine, Magnus Klostermann, existem 207 vagas em aberto, porém, o problema continua sendo o mesmo: a grande maioria dos candidatos possui baixa escolaridade e qualificação. “É preciso que o trabalhador se prepare urgentemente, tanto na escolaridade quanto na qualificação para uma área”, afirma ele. Ainda que a grande maioria de vagas em aberto no Sine seja para o setor de limpeza e alimentação,

ou seja, não tem muitas exigências, não há interessados, por conta dos baixos salários pagos por essas empresas de serviço. Para os profissionais que lidam com contratações para o mercado de trabalho de Joinville, existem diversas oportunidades profissionais em diferentes áreas, com ênfase maior no segmento industrial, ou seja, área de produção. Mas, devido a falta de qualificação, a mão de obra tem sido trazida de outros estados por falta de treinamento e desenvolvimento adequado em nossa cidade, segundo Rosangela. Cursos gratuitos são oferecidos pelo governo, por meio da Secretaria de Assistência Social do município, que realiza o encaminhamento para o Pronatec (Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego), criado pelo Governo Federal desde 2011, em parceria com o Senai, Senac, Senat e IF/SC. “Jovens profissionais precisam focar nos estudos, ainda mais porque não conhecem o mercado de trabalho e suas exigências, por falta de maturidade e orientação”, aconselha Rosangela.

Só na agência de empregos em que Rosangela coordena são 500 vagas em aberto, e por dia são feitos, em média, 350 cadastros.


04 Joinville - 29/04 à 14/05/2013

REGIÃO

jornalismo@jnbonline.com.br

Itapoá pede segurança ma Comitiva do município de Itapoá esteve reunida na manhã de quarta-feira (24), com o secretário César Augusto Grubba para tratar de melhorias no sistema de segurança pública do município. Eles

reivindicam mais viaturas e reforço nos efetivos policiais. A comunidade está assustada com o que define ser uma onda de violência. Só este ano foram seis assassinatos, sendo quatro deles motivados por envol-

vimento com o tráfico de entorpecentes. Itapoá é um dos municípios que mais cresce no Estado. Este desenvolvimento está ligado à ampliação do porto e a chegada de novos moFoto: Divulgação

U

Só este ano foram seis assassinatos

radores. A população é de 18 mil, mas na temporada este número chega a 200 mil. Seu litoral tem mais de 30 quilômetros e muitas residências só são ocupadas durante o verão, o que facilita a ação de marginais. “Queremos buscar parcerias para melhorar a segurança pública do município”, explica a presidente do Conseg, Dayana Karina Correia da Silva. Um dos principais problemas é o efetivo policial, hoje formado por 28 militares e sete civis. Segundo o secretário, o governo já lançou edital para abertura de concurso público para preenchimento de 1,5 mil vagas de soldado PM. Neste primeiro momento serão chamados 500 policiais. Após conclusão do curso de formação eles serão designados para as regiões militares com maior carência de efetivo. Sobre viaturas, o secretário confirmou a compra de 1,6 mil veículos, dentro do programa Pacto da Segurança, e Itapoá será beneficiada com novos veículos. A comunidade também reivindicou a construção

de um quartel para a Polícia Militar. O município se comprometeu a doar uma área e participar com recursos da contrapartida do projeto Ouro pedido foi o de continuidade do Programa Educacional de Resistência às Drogas, o Proerd, desativado desde a transferência para outra cidade do policial que atuava no projeto. O encontro teve a participação dos nove vereadores da cidade, representantes do Conselho Comunitário de Segurança (Conseg), além lideranças políticas e empresariais. [Fonte: Governo do Estado de SC]

O secretário confirmou a compra de 1,6 mil veículos, dentro do programa Pacto da Segurança, e Itapoá será beneficiada com novos veículos.


POLÍTICA

05

Gabriela Schiewe politica@jnbonline.com.br

Joinville - 29/04 à 14/05/2013

Conselho da Cidade Foto: Divulgação/CVJ

Conferência da Cidade definirá quem irá “ficar de olho” nos projetos da nossa cidade

PLANOS MENSAIS E SEMANAIS HOTELZINHO INFANTIL Aulas Extras de: • Inglês duas vezes por semana • Dança uma vez por semana • Capoeira uma vez por semana

Rua Marechal Hermes, 678 - Glória

C A

cidade de Joinville, no dia 18 de maio, estará realizando a Conferência da Cidade, que elegerá os seus componentes, sendo 32 (trinta e dois) titulares e 32 (trinta e dois) suplentes da sociedade civil e 20 (vinte) titulares e 20 (vinte) suplentes do Poder Público para compor o Conselho Municipal de Desenvolvimento Sustentável de Joinville, conhecido Conselho da Cidade, para o mandato 2013/2016. As inscrições para participar da eleição, estão abertas até o dia 07 de maio, através do preenchimento de formulário no site do Ippuj, www.ippuj.sc.gov.br , onde constam todos os detalhes para aqueles que pretendam participar da “disputa”. A função do Conselho da Cidade será discutir projetos e atos da Câmara de Vereadores e Prefeitura, formado por quatro câmaras setoriais: 1) Ordenamento Territorial e Integração Regional; 2) Promoção Econômica e Social; 3) Qualificação do Ambiente Natural e Construído; e 4) Mobilidade Urbana. No dia 18 de abril, foi realizada na Câmara de Vereadores, Audiência Pública para tratar do Regimento Interno da Conferên-

cia da Cidade que definiu as regras da eleição no dia 18 de maio de 2013. O que se espera efetivamente é que este Conselho da Cidade seja realmente ouvido e que suas solicitações sejam atendidas nas discussões dos projetos da Prefeitura e Câmara de Vereadores para Joinville, e que se deixe de lado as decisões unicamente políticas que sempre são tomadas tanto no Legislativo como no Executivo. Ou, na hora de definir os caminhos, a Câmara de Vereadores, ao apagar das luzes, convocará, sem que “ninguém” saiba, seus pares para votarem projetos de cunho de extrema importância, como tentou-se fazer com a Lei de Ordenamento Territorial, a tão comentada LOT, que até hoje não se decidiu, pois continuam tentando reverenciar seguimentos específicos do ramo empresarial em detrimento da qualidade de vida da nossa cidade. A “briga” continua, um verdadeiro cabo de guerra e que não vejo nenhum vereador puxando a corda para a questão “qualidade” de Joinville, assim como o Prefeito Udo Doehler também não emitiu posicionamento concreto. O Conselho da Cidade, se

prestar àquilo que lhe cabe de fato e de direito, deverá exigir que questões como a aprovação da LOT, sejam para a melhoria da qualidade de vida da cidade e não de uma parcela específica da sociedade que estará se beneficiando com o que se propõe hoje e que tem se tentado, a duras penas, evitar a pá de cal que alguns tentam concretizar. Agora, fica a dúvida: se o Conselho da Cidade se prestará ao seu verdadeiro fim, e para isso a sociedade joinvilense tem que estar atenta e de olhos bem abertos para não ter o seu quintal invadido.

MICHELAINE

Horário de atendimento: Segunda à Sexta 7h30 - 12h00 13h30 - 18h30 Sábados 7h30 - 12h00 13h30 - 17h00

(47) 3473-7207 Rua Inambú, 2910 - Costa e Silva - Joinville -SC

MOTOS RW SEMPRE O MELHOR PREÇO

O que se espera é que este Conselho da Cidade seja ouvido e que suas solicitações sejam atendidas nas discussões dos projetos da Prefeitura e Câmara de Vereadores

: s a t r e f o s a a ir f n Co

• KIT DE RELAÇÃO AÇO 1045

R$ 39,90 para YBR, TITAN, BIZ

Todos os itens das ofertas, a colocação é grátis!

PNEU DE MOTO A PARTIR DE:

R$ 64,90 dianteiro e traseiro para YBR, TITAN, BIZ

ÓLEO DE MOTO IPIRANGA

R$ 9,90

3422-4301 8483-7050

Rua: Albano Schimidt nº 1189 - Boa Vista - Joinville Em frente à Mecânica Industrial Vick Ltda. após a Vanessa Modas


06

SABER DIREITO Dr. Tiago Gancheiro

saberdireito@jnbonline.com.br

Joinville - 29/04 à 14/05/2013

Prestação de serviços, cuidados especiais Foto: Divulgação

Nada melhor do que participar de uma boa festa. Mas, quanto à organização? Como reagir quando as coisas não saírem conforme o planejado?

S

eja aniversário, casamento, ou outras confraternizações, a organização de qualquer festa demanda tempo, trabalho e cautela na hora de contratar os serviços. A comida é um dos serviços importantes nessas comemorações, pois além de ser mais um componente para tornar a festa inesquecível, é responsável por cerca de 60% do custo dessa festa. O segredo é a antecedência na organização. Desta forma você pode pesquisar o preço dos locais, estrutura, o que será oferecido na sua festa e, se possível, não deixe de participar de algum evento promovido naquele local ou pela empresa que você está prestes a contratar. Importante também é agendar uma visita e fazer uma degustação do cardápio oferecido. ALERTA: Não deixe de se informar se o local está regular e se possui os alvarás para funcionamento, afinal ninguém quer “passar vexame” na própria festa. Outro ponto a ser observado é a reputação da empresa contratada, busque saber com outras pessoas se o serviço foi bem prestado e

se atingiu as expectativas. Muita atenção na hora de assinar o contrato, tenha certeza de que tudo o que foi acordado verbalmente está redigido no mesmo, sendo assim, tudo o que foi prometido poderá ser exigido. Fique atento aos detalhes da festa, por exemplo, o número de funcionários disponibilizados, se haverá recepcionista, manobrista, garçons, taxas a serem cobradas, valor por convidado excedente, quais os produtos que serão colocados a disposição dos convidados, bebidas, comidas e seus respectivos preços, multas e formas de rescisão do contrato por ambas as partes, valor e forma de pagamento. Enfim, deve constar todos os detalhes do serviço prestado. Na hora de assinar o contrato, leia todas as cláusulas, risque espaços em branco e exija uma via assinada. No caso de qualquer falha na execução do serviço durante a festa, informe ao responsável do estabelecimento, por escrito, pegando inclusive sua assinatura. Caso o serviço não saia como o combinado, pelo Código de Defesa do Consumidor (CDC) o con-

sumidor tem direito as seguintes opções: reexecução dos serviços sem custo adicional; a restituição da quantia paga, com a devida correção monetária; ou, conforme o caso, o abatimento nos valores pagos. Sendo que alguns tipos de festas são datas únicas e inesquecíveis, nem sempre se consegue a reparação do problema. Neste caso, cabe ação judicial para pedir indenização por perdas e danos.

Não deixe de se informar se o local está regular e se possui os alvarás para funcionamento, afinal ninguém quer ´passar vexame´ na própria festa


REALIDADE

07

Jacson Carvalho jnb@jnbonline.com.br

Joinville - 29/04 à 14/05/2013

Confiança não se compra

uero contar a história de um gato que ainda não tem nome. Mas, para chegar ao bichano sem nome, preciso contar o que aconteceu com a mãe dele. Uma gata de rua teve seus filhotes, ainda não se sabe o que aconteceu com ela, mas o fato é que a gata-mãe apareceu morta, ainda não se sabe por qual motivo, não havia marca de agressão. Antes da sua morte ela tentou transportar os filhotes para um lugar seguro. Conseguiu levar alguns, porém um deles acabou caindo num barranco atrás da minha casa. Desesperado, miava sem parar, era ensurdecedor. Para evitar o barulho, vizinhos colocaram uma escada no barranco para resgatar o animal. No dia seguinte ele acabou parando na minha casa. Confesso que me compadeci com o animal, mas a minha inexperiência não permitiu acolhê-lo. Levei o pobre animal com poucos dias de vida para uma veterinária, expliquei que nunca tive um gato e não conseguiria cuidar do tão pequenino felino. Ela mesma, não podendo acolher o gatinho, não resistiu àquele olhar de abandonado e acabou ficando ele. Mas o destino revela coisas pra gente e dá lição de moral. E é esta história que quero compartilhar. Duas semanas depois apareceu outro gatinho próximo daquele local em que o primeiro fora encontrado, com as mesmas características e idade. Porém se passaram duas semanas e durante este tempo ele ficou escondido num amontoado de madeiras. Alguns vizinhos escutavam miados, mas quando se aproximavam para ver, nada encontravam. Ele resistiu à fome, ao tempo e ao medo. Sem a mãe para acolher ele miava para chamá-la, mas ela já estava morta. Até que um dia ele se revelou, saiu da madeira, um vizinho viu aquela bolinha de pêlos e ossos, estava muito magro. Novamente eu peguei o animalzinho e trouxe para casa. Parece que o filme se repetia, o gatinho miava forte em busca da mãe e o medo de mim. O medo dele era maior que a fome, preferia não comer ao invés de se aproximar de alguém. Algo terrível aconteceu neste tempo em que ele ficou abandonado, pois o medo era mais do que o normal. Para alimentá-lo foi preciso pegá-lo, misturar ração com leite e forçá-lo a comer. Mas fazer isso foi algo quase impossível: primei-

Foto: Jacson Carvalho/JNB

Q

Dar tempo ao tempo é fundamental para conquistar seu espaço. Conheça a história do gato abandonado

A O CLÉCIO UTO LAVAÇÃ

ro ficou três dias debaixo do sofá, depois mais um dia embaixo do armário da lavanderia. Cada vez que eu me aproximava ele se arrepiava e me atacava. O primeiro contato foi com uma luva, pois ele mordia. Conquistando a confiança Passou quase uma semana e eu nesta batalha, tentando conquistar a confiança dele. Mas, um dia eu estava no sofá e ele começou a se aproximar. Veio de mansinho até que parou ao meu lado e dormiu. Percebi naquela hora que todo esforço e paciência com ele fora recompensado. Toda esta história veio para mim como uma lição de vida, isso me ensinou sobre confiança. Quando eu ouvia a frase que diz que “confiança não se compra, se conquista” eu não tinha noção do que isso significava. Tanta gente quer vender uma imagem para o outro, acha que num dia ou um mês conseguirá alcançar o respeito e confiança, mas não sabe o que cada um passou na vida. Isso serve para o trabalho, para o relacionamento amoroso e para amigos. Um trabalhador que entra numa empresa agora não pode exigir que

o patrão confie 100% nele. Afinal, o contratado não sabe quantas decepções ele já teve em contratações anteriores. Do mesmo modo o empregado, não acredite que ele confie no padrão no primeiro dia ou mês, isso pode levar muito mais tempo. No relacionamento amoroso da mesma forma, o namorado ou namorada não pode achar que toda confiança do mundo deve ser depositada logo de início. É preciso ter calma, é preciso ter paciência. Você sabe a história do seu namorado (a)? Sabe se ele já não teve alguma decepção no passado? Então procure entender o próximo, respeitar o tempo que for preciso para chegar ao objetivo de cada um, ter a confiança. A realidade é que poucos querem esperar, vivemos num mundo corrido em que o marketing parece se embrenhar em todos os departamentos do nosso cotidiano. Mas realmente tem coisas que não têm preço, tem coisas que só o tempo pode nos dar, e a confiança é uma delas. Fique tranquilo que esta coluna não será uma cópia de “Marley e eu”, mas o pequeno gatinho me inspirou a falar sobre isso e, veja só: de abandonado para um gato famoso do jornal.

A V L I S E A& T A S B O A C R I E B A R PI • • • • • • •

LAVAÇÃO COMPLETA LAVAÇÃO DE MOTORES CERA ESPELHAMENTO 3M CRISTALIZAÇÃO DE PARA-BRISAS HIGIENIZAÇÃO DE AR CONDICIONADO Polimento

Costa e Silva

Pirabeiraba

Fone: (47) 9644-8990 / (47) 8807-8820

Fone: (47) 3435-1923

Rua: Alícia Bittencourt Ferreira, 514

Rua: Joinville, 13855


08

VEÍCULOS

Joinville - 29/04 à 14/05/2013

Uma casa sobre rodas Viajar levando todo o conforto de uma casa é uma experiência fascinante, mas desconhecida pela maioria dos brasileiros

Foto: Divulgação

Procurando por carro?

jornalismo@jnbonline.com.br James Klaus

Que modelo de carro você procura?

3436-0593 9964-3392 lguns estilos de vida se fundem quando se encontram. Um exemplo disto é a paixão por acampar e a paixão por carros. Duas vertentes que se unem na proposta automobilística chamada de motor home ou motor casa. Trata-se de uma casa sobre rodas, pois o equipamento possui sala, cozinha, banheiro completo, quarto (s) e até varanda, adaptados a um veículo. Também conta com televisão, que pode ser alimentada com energia 12 volts ou de rede externa (220 ou 110 volts), geladeira/ freezer automotivos, forno elétrico ou micro-ondas e outros eletrodomésticos comuns, tudo para propiciar o conforto do lar na estrada. O suprimento de água potável é feito em reservatórios com volume variável de acordo com o tamanho do motor home. Em modelos tipo “A”, a caixa d’água pode comportar até 200 litros e o reservatório de água servida (pia da cozinha e água do banheiro) costuma ser equivalente. Já o sanitário possui caixa de dejetos com tratamento químico –utiliza-se produto biodegradável semelhante ao usado em iates e aviões- e é descarregada em fossas apropriadas, jamais devem ser largadas diretamente na natureza. Na estrada o campista tem o mundo como quintal de casa. Os pontos de parada variam de acordo com a disponibilidade; pode ser num camping, num posto de combustíveis (pernoite em local autorizado) ou na beira da praia; a casa está sempre no local escolhido. É claro que a legislação de cada município deve ser observada quanto às restrições de camping em áreas públicas, mas no geral, o campista é sempre bem recebido. Pessoas com facilidade de fazer amizades encontram terreno fértil no campismo, onde cada viagem, de acordo com a proposta, possibilita ampliar conhecimentos e criar novos laços sociais.

Foto: Divulgação

Rua Santa Catarina, 588 Bairro Floresta - Joinville -SC

A

Habilitação As categorias de motor home variam de “A” a “C”, sendo que a categoria tipo “A” é formada por veículo com mais de 10 metros de comprimento, a categoria “B” por veículos com até 7 metros e a “C” por veículos com até 5 metros de comprimento. A habilitação para conduzir essas máquinas se aplica às normas brasileiras de trânsito dispostas pelo Código de Trânsito Brasileiro (CTB), sendo que alguns modelos “C” –até 5 metros- podem ser conduzidos por motorista com habilitação categoria “B” (carro). Mas nem sempre foi assim. Na década de 1990, a interpretação errônea da palavra “trailer” no Código de Trânsito quase acabou com a indústria de veículos de recreio no Brasil. A Lei nº 9503, de 23 de setembro de 1997 exigia categoria “E” para rebocar trailers (equipamento de campismo rebocado por um veículo) e categoria “D” para a condução de motor homes com peso superior a 3.500 kg. Passados 14 anos de luta para mudar essa situação, a correção da Lei foi aprovada no dia 22/07/2011. A publicação da Lei 12452 com alterações no Art. 143 do Código de Trânsito reacendeu a produção de veículos de recreio no Brasil.

O que diz a lei? “O § 2º do Artigo 143 da lei anterior foi renumerado para § 3º, instituindo um novo §2º, com o seguinte texto: “§ 2º - São os condutores de categoria B autorizados a conduzir veículo automotor da espécie motor-casa, definida nos termos do Anexo I deste Código, cujo peso não exceda a 6.000 kg (Seis mil quilogramas), ou cuja lotação não exceda a 8 (oito) lugares, excluindo a do motorista’.”

O suprimento de água potável é feito em reservatórios com volume variável de acordo com o tamanho do motor home. Em modelos tipo “A”, a caixa d’água pode comportar até 200 litros


POLÍCIA

09

Major Coelho policia@jnbonline.com.br

Joinville - 29/04 à 14/05/2013

Irresponsabilidade, assim é fácil! omo é bom você trabalhar sem a dita responsabilidade pelos seus atos e ações. Como seria bom; aliás, como é bom trabalhar desta forma. É, senhores, podemos assim dizer quando apenas alegando questões de direitos humanos pensa-se em soltar pobres cidadãos presos injustamente, alguns inclusive por suspeita de estupro. Aliás, o culpado deve ser a vítima, pois, se não há vítima não há crime. Então, os culpados pela prisão de algumas pessoas que estavam na carceragem da polícia civil de Joinville estavam lá por culpa de suas vítimas. Desculpem, mas vítimas se tornam criminosos submetendo pessoas a condições desumanas. Mas, como é fácil tomar decisões sem a responsabilidade por elas? Imaginemos em uma empresa onde o responsável por uma seção na linha de produção resolveu sair do seu setor de trabalho e ao final, produtos e mais produtos deverão ser destruídos. Continuaria empregado? Ou estaria na rua? Pois, bem no caso dos presos, que por questões da greve dos agentes prisionais não recebiam os detidos no presídio. Os detidos foram alvos de defensores eméritos dos direitos humanos. Foram rapidamente em defesa dos detidos suspeitos de estupro, assaltantes (que bonito!), pois estavam em condições desumanas. Senhores, e se, por ventura, estes suspeitos de estupro, assaltantes, fossem soltos, e no dia seguinte cometessem outro estupro, outro assalto à pessoa. Quem determinou a soltura ou quem não permitiu que ficassem presos ‘porque seria exposta a uma condição desumana’, seria responsável pela sua decisão? Não, senhores, por incrível que pareça, quem toma estas decisões nunca é responsabilizado por suas ações, simplesmente as toma como é o caso. Assim é fácil! Claro que não falo de responsabi-

Imagem: Divulgação

C

A vítima deve ser responsabilizada?

Anuncie no jornal que circula em todos os bairros de Joinville. jnb@jnbonline.com.br

(47) 9911-1016

www.jnbonline.com.br

lidade sobre ações penais ou cíveis depois do devido processo legal. Falo sim de fatos que são baseados na decisão subjetiva, esta sim, deveria ser passível de responsabilidade, pois, na maioria das vezes pessoas que tomam este tipo de decisão ou levantam tais bandeiras vivem em outro mundo, literalmente, com boas percepções financeiras, longe de áreas de riscos, alguns muitos com segurança; não vivendo a realidade da maioria da população que não dispõem das condições necessárias para manter-se protegido e a sua família. Assim é fácil! Mas, ao invés de solicitar a soltura de suspeitos de estupro, assalto, interditar carceragens, porque não determinam judicialmente que os agentes recebessem os referidos detidos? É tão difícil tomar uma decisão desta forma! Será porque é mais fácil deixar a comunidade em risco? Não há como entender algumas linhas de pensamento. É claro que, se alguém será privado de sua liberdade, deve ser dado a ele as condições adequadas de vida e os meios necessários a que possa rever suas ações e ter a possibilidade de ser inserido na socie-

dade novamente. Mas não há como entender que vale mais a pena deixálos soltos e fazerem outras vitimas seja a forma mais adequada ou justa. Aliás, justiça é algo que a sociedade espera daqueles que tem por responsabilidade promovê-la e não tratá-la como se estivesse em rodas de discussão ideológica, como se estivesse em bancos escolares. Assim é fácil! No mundo das suposições, teorias, as ações não geram efeito sobre nada, apenas sobre a forma de ver as coisas por ângulos diferentes. Mas a consequência de decisões na vida real vai gerar sempre efeitos muitas vezes devastadores na vida de várias pessoas. Mas se você não tem a capacidade de perceber a realidade da vida, não se importa com o resultado... assim é fácil! Estas pessoas, as vítimas de estupradores, assassinos, assaltantes, deveriam ser objeto de estudo da vitimologia, pois, na concepção destes que são contra prisões desumanas, estão atrapalhando a ordem pública, o bom convívio social. Estou chegando crer que a dentista que foi queimada viva deve ter feito alguma coisa errada...


10

ESPORTE/AVENTURA Rozane Campos Joinville - 29/04 à 14/05/2013

esporteaventura@jnbonline.com.br

Arvorismo Loucos por aventura e natureza

Serviços

Primeira habilitação Segunda via da CNH Adição de categoria Carteira definitiva Mudança de categoria Reciclagem Renovação da CNH

Foto: Divulgação

• • • • • • •

Ligue agora!

47) 3027-2786 47) 3029-2786 cfcaventureiro@hotmail.com www.cfcaventureiro.com.br

Rua Tuiuti, 1.694 Avetureiro - Joinville-SC

Sabe quanto custa

anunciar aqui? Promoção:

Agora eu posso! Ligue: (47) 9911-1016 / (47) 3467-5158

www.jnbonline.com.br

LANDMANN

SERVIÇOS

• • • •

Limpeza de terrenos Roçadas Capinagem Corte de grama

(47)9953-2204 LANDMANN (47)9953-2204

PEQUENOS FRETES

P

ara os amantes da natureza e loucos por adrenalina, nada melhor do que entrar nessa aventura. O arvorismo consiste na travessia de um percurso suspenso entre plataformas montadas nas copas das árvores. Não é necessário ser atleta para praticar essa atividade, mesmo porque o percurso é acompanhado por monitores. Além disso, há todo um aparato de segurança, chamado de kit arvorismo. Dentro do arvorismo existem três modalidades: o arvorismo básico, arvorismo acrobático e o arvorismo contemplativo. Dentro de cada uma dessas há uma técnica diferente.

O arvorismo teve origem na Costa Rica, nos anos 80, por uma necessidade de cientistas que precisavam não só coletar espécies nas copas das árvores, mas permanecer nas alturas para observar o comportamento das espécies. Para tanto, construíram plataformas estruturadas para possibilitar o pernoite nesses locais, dando origem ao arvorismo contemplativo. Como prática esportiva, foi desenvolvida na Nova Zelândia e na França, a partir dos anos 90. Com o tempo, os percursos foram melhorados, foi aumentado o grau de dificuldade dos percursos, criando assim o arvorismo

acrobático. É muito divertido praticar essa atividade em meio à natureza, sentir aquele cheirinho gostoso das arvores e estar pertinho das aves que ali habitam.

Não é necessário ser atleta para praticar essa atividade, mesmo porque o percurso é acompanhado por monitores. Foto: Divulgação

Tamanho 10x12cm


Aurélio Ramos

PARA MANÍACOS POR ESPORTE

sportmania@jnbonline.com.br

11

Joinville - 29/04 à 14/05/2013

Futebol

O

Hora de juntar os cacos no Jec

lá, amigos do JNB! Fora do filet mignon do estadual, o Jec agora foca a Copa do Brasil e o Brasileirão da Série B. Foram tantos os equívocos nesse estadual que é melhor esquecer do que continuar a ressaltálos. A hora agora é de unir o grupo, detectar as falhas e ter a humildade de rever os erros cometidos. No rescaldo da última rodada, o técnico Arturzinho balançou no comando do clube. Numa entrevista emocionada e indignado pela malfadada campanha, o presidente do clube, Nereu Martinelli basicamente demitiu o treinador, para no outro dia, mais calmo, resolver declinar da decisão.

Para tentar influenciar ou pelo menos estar a par de tudo o que rola na comissão técnica, Nereu contratou o uruguaio Sergio Ramirez. O gringo já passou várias vezes pelo Jec e tem um bom retrospecto, sem dúvida, pelo menos com ele não tem muito bla, blá, blá!!! O Jec trabalha forte para qualificar o elenco, já acertou com o zagueiro João Paulo e com o lateral destaque do catarinense desse ano, Rafinha, que estava no Metropolitano. O tricolor ainda sonha em ter o concurso de Cleber Santana, meia extra classe que está no Flamengo. Outro que pode pintar pelos lados da “Manchester” é o Martin Liguera,

uruguaio com passagens pelo Olimpia e Atlético Paranaense. Um reforço considerável mesmo ao clube é a parceria assinada com a Ambev, um reforço financeiro para investimentos em estrutura no clube. O Jec é um dos poucos clubes da Série B inseridos no projeto “Por um futebol melhor”, uma grande sacada da Ambev. E vem o Santos aí, minha gente! Ainda sem a confirmação da presença do craque Neymar, mas só o fato de receber um dos grandes da Série A, num jogo oficial aqui na nossa Arena, já mexe com o emocional da galera. Vamos nessa, agora é vida nova no Jec, é juntar os cacos e dar a volta por cima.

Futsal

Krona larga bem na Liga Futsal

A

Krona Futsal largou muito bem nesse início de Liga Futsal. Abriu a competição jogando na vizinha Jaraguá do Sul contra o forte time “tetra” campeão da Liga Futsal. O maior clássico do futsal catarinense e um dos mais pegados do Brasil tiveram os ingredientes típicos desse embate. Uma Arena Jaraguá cheia, um jogo com várias alternativas e um gol decisivo no apagar das luzes, a vitória da Krona Futsal por 1 x 0 mostrou a dureza dessa conquista.

Na 2ª rodada as emoções não foram menores, a Krona Futsal enfrentava a atual campeã da Liga Futsal, a Intelli/ Orlândia veio com força máxima para esse confronto. O time do craque Falcão vendeu caro a derrota para a Krona Futsal, num 1º tempo primoroso na parte técnica o placar só mudou uma vez, já no 2º tempo o bixo pegou. Jogando de forma compacta e com uma defesa muito bem postada, a Krona Futsal venceu a Intelli/Orlândia por 3 x

1 e mantinha dessa forma o 100% na competição. Na 3ª rodada um teste de fogo para os comandados do técnico Fernando Ferreti, o pragmático time do Minas Tênis Clube abriu 4 x 0 ainda no 1º tempo do jogo. Numa recuperação espetacular, a Krona Futsal conseguiu a virada no jogo, mas para manter o viés da justiça, nos últimos segundos o Minas buscou o empate em 5 x 5, um jogo sensacional. É a Liga Futsal, emoções em todas as rodadas.

• • • •

www.nutricentershop.com Suplementos alimentares Vitaminas Roupas masc/fem. Acessórios esportivos

Tem uma loja perto de você: RUA TUIUTI 2295 SALA 01 AVENTUREIRO ANEXO AO SUPERMERCADO RODRIGUES 47-3437-9365 RUA LAGES 440 CENTRO 47-3422-8099 SHOPPING AMERICANAS 47-3422-4232

Surf

SHOPPING MUELLER ANEXO ACADEMIA THE BEST 47-3439-5108

Catarinense de surf amador chega a Bal. Barra do Sul

maior celeiro de surfistas do norte de Santa Catarina recebe nos dias 04 e 05 de maio o maior circuito de surf amador do sul do Brasil. O Oceano Amador 2013 vem com força e muito equilibrado nessa temporada. Pelo menos 90 surfistas de Santa Catarina, Paraná, Rio Grande do Sul e São Paulo vão duelar nas ondas da Praia do Bispo. A ASB (Associação de Surf de Barra do Sul) sempre faz grandes eventos, entidade com mais de 25 anos de fundação, agora conta com uma diretoria 100% local. A Fecasurf foi muito feliz em trazer a 3ª etapa do circuito para o balneário, a única cidade brasileira que tem um surfista em seu brasão e bandeira municipal, respira o esporte dos reis havaianos. Nas ondas da Barra, nasceram grandes campeões, desde os pioneiros surfistas como Odracir Ferrari (Pica-pau) o saudoso Espiga, a lenda viva Armin Kaesemodel e tantos outros. Nas gerações seguintes temos Geovani Peixer, João Pastega, Rafael Inhoff, Jean Thomas e a campeoníssima Claudinha Santos. Os mais novos campeões nascidos nas ondas da Pikama, Poin da Dô,

Bispo e Salinas são Greg Cordeiro, Jean da Silva, Peterson Thomas, Fernando Paulino, André Heiden e a musa das ondas e campeã Sul

Americana Júnior, Gabriela Leite. Uma lista de campeões que não para de crescer. Foto: Divulgação

O

ACADEMIA GETULIO 47-3029-5870

TEAM CELL ASSISTÊNCIA TÉCNICA

Manutenção e venda Celulares

Games Líderes do Ranking Catarinense Fecasurf 2013 Open - Fábio Carvalho 3458 pontos Júnior - Luan Wood 3600 pontos Mirim - Gustavo Ramos 3800 pontos Iniciantes - Matheus Herdy 4000 pontos Infantil - Matheus Herdy 4000 pontos Feminina - Marina Resende 3458 pontos D.Auditivos - Sérgio Renato 3620 pontos Master - Álvaro Bacana 3458 pontos

Computadores Acessórios em Geral (47) 9634 6884 - (47) 8440 4140

Rua: Bem-te-vi - Costa e Silva - Joinville/SC


14

MEIO AMBIENTE Patrícia de Melo

meioambiente@jnbonline.com.br

Joinville - 29/04 à 14/05/2013

Consumo consciente é vida inteligente

Foto: Divulgação

Aprender a consumir é mais que preservar, e sim ser presenteado pela natureza

- Corte Masculino - Corte Feminino - Hidratação - Blindagem Capilar - Escova Progressiva - Manicure - Pedicure

C

3435-6632

Rua: Tuiuti, 1590, Aventureiro (em frente à Madeireira Sinop)

asa é sempre um assunto que chama a atenção, os detalhes com o planejamento, a escolha de materiais... O interessante é que várias opções no mercado possibilitam que, além de ter um ambiente com personalidade, ainda se concilie consciência ambiental. A grande jogada é aproveitar ao máximo os recursos naturais e harmonizar a construção com a natureza. Algumas dicas são valiosas, como a utlização da luz natural e reaproveitamento da água, por exemplo. Uma das ideias mais atraentes é a do telhado verde. Nele se cobre as casas com plantas e vegetais, propiciando um efeito bem bacana. Apesar de ter um valor de construção um pouco maior os ganhos são consideráveis. Começa pela redução dos gastos em refrigeração, já que a redução dos efeitos climáticos chega a 30%. Nem quente, nem frio, mas sempre uma temperatura agradável. Mas não é apenas a natureza que sai ganhando com esse tipo de cobertura, ele ajuda a manter a umidade relativa do ar, além de deixar o oxigênio mais puro. Outro ponto positivo é que a água drenada por este tapete natural fica limpa e pode ser coletada e reutilizada. Apesar de parecer complicada essa história de captar a água da chuva, é bem fácil, e pode até ser divertida. Na internet existem algumas experiências que podem

ajudar. Uma delas é a colocação de um latão no final da calha. A engenharia é simples. Coloca-se o cano ou as correntes que descem do telhado dentro do recipiente e, na parte inferior, uma torneira. Para garantir que a água não transborde com o excesso de chuva é só fazer um buraco na lateral superior. Além de reduzir a conta mensal, se reduz, principalmente, a exploração dos recursos naturais. A água pode ser usada para lavar calçadas, carro e limpeza da residência. Para quem está construindo é bom começar a prestar atenção desde já. O uso de vidros diminui o consumo de energia elétrica. Parece regra que ao conciliar consciência ambiental e engenharia os ganhos são sempre em dobro. Como foi colocado antes, quem constrói telhado verde tem temperatura agradável e oxigênio puro. Quem reaproveita a água reduz a conta com a distribuidora e tem sempre um armazenamento de segurança para os afazeres domésticos. Agora a vantagem em diminuir a quantidade de paredes e abusar das vidraças, aproveitando ao máximo o sol. A iluminação é um gasto necessário e considerável no orçamento, mas pode ser reduzido ao aproveitar a iluminação natural. Quando se anda pela rua durante o dia, por exemplo, as luzes dos poste estão apagadas e tudo permanece muito bem iluminado. A saída é deixar toda essa claridade entrar

em casa. Claro que isto tem custos salgados, já que o vidro precisa ser grosso para evitar a entrada de calor excessivo e também proteger de rachaduras. Aliás, trata-se mais de um investimento. A conta de energia vem menor, mas também criase um ambiente mais saudável. Locais arejados e com iluminação solar tendem a ter menos fungos e bactérias, vilões conhecidos. Claro que além dessas alternativas existem mil e uma, super criativas rolando na web. Pneus virando puffs, canos de pvc sendo transformados em jardins suspensos e tantas outras alternativas que agregam, além da reutilização de materiais o emprego consciente dos recursos como água e luz. Vale a pena pesquisar. Buscar alternativas não apenas pela economia no bolso, mas por compreender que todos compartilham do mesmo universo. Aqui no Brasil ou na Austrália é tudo da mesma fonte, e somente com consumo inteligente será possível continuar usufruindo desses bens.

Para quem está construindo é bom começar a prestar atenção desde já. O uso de vidros diminui o consumo de energia elétrica


BOCA NO TROMBONE Joinville - 29/04 à 14/05/2013

15

www.jnbonline.com.br Camilla Gonçalves

Queimadas diárias no terreno vizinho

PEROBA - CAMBARÁ - EUCALIPTU - PINUS - TELHAS

Foto: Jacson Carvalho/JNB

OFERTA ESPECIAL, CONFIRA: • CAIBROS CAMBARÁ 4X9 BITOLA

• SARRAFO CAMBARÁ C/ 2,5 MT COMPRIMEIRO

R$ 4,95 ml

R$ 1,20 ml

• FRONTAL EUCALIPTO

• PINUS 5X10

R$ 34,99 m²

R$ 2,20 ml

• TIJOLOS 8 FUROS

• CAL

R$ 390,00 MILHEIRO

R$ 6,40 SACO 20KG

• CAIXARIA

R$ 5,90m² PINUS MISTA

Trabalhamos com os seguintes cartões:

• TEM MUITO MAIS...

VENHA E CONFIRA!

*Preços especiais à vista, não cobramos frente dentro de Joinville

progressomadeireira@hotmail.com

Eu reclamo

Nome: Luíza Sampaio Profissão: Dona de casa Bairro: Jardim Paraíso

C

asada, moradora do Jardim Paraíso há 10 anos, a dona de casa Luíza Sampaio precisa conviver, há quase três meses, com um vizinho que faz queimadas em seu próprio terreno todos os dias. Preocupada com a saúde do único filho, de pouco mais de um ano de idade, a moradora pede que algo seja feito, afinal, todos os dias caminhões descarregam lixos, entulhos e outros materiais no terreno deste vizinho, e, posteriormente, após a separação do que pode ser reutilizado, ateiam fogo no restante. “É tanta fumaça, mas tanta fumaça, que não consigo mais nem sequer deixar roupa pendurada no varal”, conta. Segundo o marido de Luíza, parte do lixo reutilizado serve para aterrar o buraco que ficou após o desvio do Rio Cubatão e para aterrar o próprio terreno deste vizinho. “Eles tem mais de uma casa num terreno só, e praticamente quase todos os moradores desta rua são parentes dele, ele é um dos primeiros moradores desta região”, explica o marido, que teme sofrer alguma represália por parte dos vizinhos, após a divulgação desta matéria. “Tem muito resto de construção que jogam ali, e esses dias veio um

caminhão cheio de CD que foi jogado também, fiz até vídeo para comprovar a fumaceira que faz”, afirma. Há um mês os moradores fizeram uma denúncia na Fundema (Fundação Municipal do Meio Ambiente), porém, quando eles chegaram para constatar o fato, já não havia mais o fogo. “Mandaram a gente ligar na Ouvidoria da Prefeitura, no 156, liguei mas ninguém nos atende”, diz.

Eu respondo Nome: Prefeitura de Joinville Setor: Fundema (Fundação Municipal do Meio Ambiente)

Em caso de queimadas, denuncie, diz prefeitura Por meio da Secretaria de Comunicação da Prefeitura Municipal de Joinville, a equipe de jornalismo do JORNAL NOSSO BAIRRO foi informada que qualquer tipo de queimada é considerada poluição ambiental. A orientação do poder executivo é que o cidadão realize uma denúncia ligando na Ouvidoria da Prefeitura, número 156. A partir desse registro, uma equipe da Fundema será enviada ao local para averiguar os motivos da queimada e, especialmente, o

que está sendo queimado. A equipe de jornalismo do JORNAL NOSSO BAIRRO também conversou com o proprietário do terreno, e indicado pela moradora que reclama das queimadas como o autor das queimadas que ocorrem todos os dias. O aposentado, José Augusto da Silva Paradella, 60 anos, afirma que recebe esses entulhos em sua casa há quase três meses. Ele conta que separa o que pode ser utilizado como aterro, para nivelar o terreno dele. E o que não tem utilidade, como lenha, por exemplo, ele queima. “Não tenho condições de aterrar com barro meu terreno. Quando eu terminar de nivelar eu não vou mais receber o caminhão aqui, entende?”, diz ele. O Código Municipal do Meio Ambiente que regula os direitos e obrigações concernentes à proteção, controle, conservação e recuperação do meio ambiente em Joinville, diz no artigo 54 que “é proibido o uso de queimadas nas florestas e demais formas de vegetação, exceto em condições especiais, tecnicamente recomendadas.” Além disso, o artigo 25 explicita sobre a “proibição da queima ao ar livre de resíduos sólidos, líquidos ou de qualquer outro material combustível que cause degradação da qualidade ambiental, na forma estabelecida nesta lei complementar.”

Envie sua sugestão de matéria para jornalismo@jnbonline.com.br

Rua: Tuiuti, 2936 SL 02 - Aventureiro - Joinville/SC

FIGUEREDO BOX -Box em acrílico e vidro temperado -Esquadrias em vidro temperado

-Solicite uma visita na sua obra -Produtos e mão de obra qualificada - Orçamento sem compromisso

Novo endereço TELEVENDAS:

(47) 3433-5539 (47) 8435-1967

vidracariafigueredo@hotmail.com

Rua Tuiuti 884, Iririú próximo ao Centro Social Urbano, ao lado da pracinha.


Estamos crescendo! Completamos 1 ano levando informação gratuita para toda

Joinville

BAIRRO NOSSO

O jornal da comunidade


EMPREGO

Rosangela Chiodini emprego@jnbonline.com.br

17

Bombeiros Voluntários de Joinville. Voluntários a serviço da vida.

Joinville - 29/04 à 14/05/2013

Rotatividade Imagem: Divulgação

Como perder seu funcionário

Desde 1892, os Bombeiros Voluntários de Joinville são os nossos guardiões preparados para enfrentar situações de urgência e emergência no dia a dia da cidade. A gente nunca sabe quando, mas pode precisar dos Bombeiros Voluntários de Joinville. E eles estarão prontos para nos atender.

Colabore com os Bombeiros Voluntários de Joinville, ligue: 0800-6430193.

N

os dias de hoje, empresas sérias e de credibilidade no mercado veem seus funcionários como seu maior ativo, ou seja, seu patrimônio mais valioso, a ferramenta que irá impulsionar a empresa rumo ao sucesso, um elemento estratégico com importância imprescindível ao desenvolvimento organizacional. Diante desse cenário cada vez mais competitivo, é comum às empresas disputarem esse “ativo” com unhas e dentes, chegando muitas das vezes a enfatizar uma contratação de um novo profissional importante ao fechamento de um contrato de peso que irá gerar bom retorno financeiro à empresa. Porém, pesquisas nos mostram que para perder esses funcionários é muito mais fácil do que encontrálos, porque atualmente, os profissionais mais qualificados não buscam somente a realização financeira para se firmarem no mercado de trabalho, mas sim o seu reconhecimento como profissional. Se a sua empresa não se incomoda com a rotatividade de seus talentos e acha que o profissional é mero instrumento operacional das atividades desempenhadas pela empresa, darei algumas dicas de como perdê-los para o concorrente de forma rápida e muitas das vezes inesperada. DICAS: 1. O salário não é o único motivo pelo qual o profissional procura outro emprego, mas sim a falta de um trabalho mais desafiador, interessante. Muitos deles buscam de-

safios e não trabalhos monótonos. Então, SE QUER PERDER para a concorrência, mantenha-os entediados, sem responsabilidades, assim eles irão procurar um novo emprego onde irão ganhar menos, mas terão satisfação profissional. 2. Muitos profissionais visam o reconhecimento como fonte motivadora para continuar na empresa. Benefícios e principalmente o reconhecimento e o respeito às suas opiniões estão presentes no momento em que o funcionário irá avaliar seu emprego. SE A SUA EMPRESA DESEJA ENTREGÁ-LO AO CONCORRENTE, NÃO OUÇA as suas ideias, não respeite suas opiniões, deixe-o ficar doente com dentes estragados e enfrentar as filas intermináveis dos atendimentos médicos públicos. 3. A cultura da empresa é muito importante para o profissional no momento da escolha de uma empresa para se trabalhar, chegando muitas das vezes a ser um reflexo fiel de quem a coordena ou dirige. Muitas empresas praticam uma liderança autocrática, apontando apenas aqueles funcionários que lhe convém para ocupar cargos chave dentro da empresa, não levando em consideração os perfis de competência necessários para o bom desenvolvimento daquela função específica. Planos de carreira são pontos primordiais de avaliação para a procura de um novo emprego, pois isso é visto como fonte de reconhecimento e desenvolvimento profissional para o funcionário. Então, se deseja que o seu funcionário

busque em seu concorrente aquilo que ele não teve na sua empresa, seja um líder autocrata, NÃO dê oportunidade de crescimento para o seu funcionário, mantendo-o anos no mesmo cargo, realizando as mesmas atividades diárias. Um profissional qualificado quando chega ao ponto de buscar novos horizontes para sua carreira, deixando de lado a empresa na qual trabalha e indo buscar emprego em seu concorrente, muitas das vezes, essa evasão de talentos deveria de ser visto como um grave problema de visão estratégica dentro da empresa, pois se eu não consigo manter meu funcionário, vindo a perdêlo para o meu concorrente, quem dirá o meu cliente. Pois então, se a sua empresa pensa diferente e deseja manter seu funcionário sempre motivado para o trabalho, tornando sua empresa um local harmonioso e de satisfação constante para seus profissionais, fica a dica: Envolva, Desenvolva e Reconheça o seu funcionário.

Profissionais mais qualificados não buscam somente a realização financeira para se firmarem no mercado de trabalho, mas sim o seu reconhecimento como profissional


18 tarcisio.andre@jnbonline.com.br

Joinville - 29/04 à 14/05/2013

7ª Stammtisch de Pirabeiraba, tradicional festa em comemoração ao aniversário de Pirabeiraba, que reuniu a comunidade joinvilense com muito chopp, música, gastronomia e diversão

R$ 99,90

E

m comemoração aos 154 anos de Pirabeiraba, ocorreu no dia 13 de abril o tradicional encontro dos amigos que reuniu centenas de pessoas

em torno das 56 barracas montadas na Rua Olavo Bilac para prestigiar esta grande festa. Foi um evento de muita confraternização, onde os pre-

sentes puderam rever amigos e descontrair ao som das tradicionais músicas alemãs, como também saborear uma boa gastronomia e muito chopp.

U

m click especial para as anfitriãs da 25ª Festilha de São Fco. do Sul: Haeixa Pinheiro (1ª princesa), Taina R. da Cunha (2ª princesa), Ana Maria Silveira (Rainha) junto com Tarcisio André e Taize Bachmann (ClickVips).

www.getuliochapaquente.com.br

2º Samba e Pagode da Massa

BUFFET

A

Cosultora de Beleza Narjara Melissa Junkes (1ª Esq.) junto com suas amigas que marcaram presença e deram um brilho super especial ao 2º Samba e Pagode da Massa.

De Segunda à Sábado Com carnes chapeadas e sobremesa

M

3029-0343

Reservas e tele-entrega

uito Samba, gente bonita e uma deliciosa macarronada foi o que marcou o belo dia ensolarado de domingo,14 de abril, na recreativa Schulz. Segundo os organizadores, o evento foi um sucesso absoluto onde du-

rante as 8 horas de festa, reuniu um excelente público apreciador do bom samba e pagode da cidade, em um ambiente muito agradável ao som de vários grupos musicais de ótima qualidade. Também estiveram presentes al-

guns jornalistas,atletas, empresários, assim como pessoas atuantes no meio comunitário e político de Joinville. Portanto, ao final de um excepcional e marcante evento como este somente nos resta dizer: Que venha a próxima edição!!

Confira mais fotos na fan page ClickVips. Acesse: facebook.com/clickvips


TURISMO

19

Elaine Cristina Borges Scalabrini Joinville - 29/04 à 14/05/2013

turismo@jnbonline.com.br

Conheça Corupá

orupá é destino de apreciadores do turismo ecológico, rural e de aventura. A cidade fica no sopé da Serra do Mar, em um vale rodeado de Mata Atlântica e quedas-d’água – os dez rios da região formam mais de 60 cachoeiras no município. Seu nome é de origem indígena e significa “lugar de muitas pedras”. O município foi fundado em 1897 por colonizadores alemães, italianos e poloneses. A economia baseia-se na agricultura, em especial a bananicultura. O artesanato com produtos de banana é uma marca da cidade. A partir da década de 1940, Corupá também passou a ser conhecida pelo cultivo em grande escala de orquídeas e bromélias. Seu principal atrativo turístico é a Rota das Cachoeiras, a 15 km do Centro. O que fazer? • Trilhas O município possui diversas trilhas que levam a cachoeiras, saltos ou grutas. Algumas são fáceis e du-

ram no máximo uma hora. Outras, como a que leva ao Morro da Igreja, duram mais de três horas e apresentam maior grau de dificuldade. Entre as mais conhecidas, estão a do Araçá (foi a primeira a ser aberta, tem 2,3 km de extensão e vai direto à 14ª cachoeira, o Salto Grande, de 25 m de altura) e a Passa-Águas, que segue um percurso de 1,8 km, bem próximo a várias cachoeiras. Para os mais aventureiros, há trilha de quatro horas de caminhada para o Salto da Bruaca, um dos menos explorados da região. • Rapel Há vários lugares adequados à prática do rapel em Corupá. Um dos mais procurados é a boca da Caverna da Fuga, a maior da região – tem mais de 40 m de altura, e, em seu interior, as águas do Rio Braço Esquerdo formam uma cachoeira. Outra opção é a Pedra da Usina, ao lado da antiga usina hidrelétrica da cidade. • Cachoeirismo Corupá possui mais de 60 cacho-

Foto: Divulgação

C

Prática de esportes, trilhas ecológicas e uma paisagem encantadora, bem pertinho de Joinville

eiras. A do Ano Bom tem 150 m e fica em uma área ainda pouco explorada; a do Faxinal, com 70 m, em quatro patamares, está situada no Rio Pedra de Amolar. Próximo ao Vale do Ano Bom, encontra-se a Cachoeira da Fumacinha, que despenca em meio à mata

(20 m); e a Cachoeira Rabo do Cavalo, no Vale do Rio Isabel. • Montanhismo Pode ser praticado no Morro do Boi, pico mais alto do município, com 990 m de altitude, ou no Morro da Igreja. Encantos Turismo

Trilhas, rapel, cachoeirismo e montanhismo. Rua Getúlio Vargas, 839, Centro. Fone: (47) 3375-2676 www.encantosturismo.com.br [Fonte: Santur]


Especializada em todas as marcas FREIOS MOTOR CAIXA DE CÂMBIO INJEÇÃO ELETRÔNICA SUSPENSÃO EM GERAL

Beto Lamin

20

REPERCUSSÃO

Ilze Moreira

repercussao@jnbonline.com.br

Joinville - 29/04 à 14/05/2013

Subprefeituras levam esperança aos bairros Moradores esperam respostas rápidas e ações eficazes com as Subprefeituras já instaladas Foto: Rogerio da Silva/Secom

lamin AUTO MECÂNICA

Super promoção

Troca de óleo + filtro A partir de:

R$ 79,90

3 x nos cartões: Visa ou Master Óleo Mobil 20w 50

Limpeza de injeção com diagnóstico A eletrônico + Kit Injeção + Filtro de Combustível A partir de:

R$ 160,00 3 x nos cartões: Visa ou Master

(47) 3473-5106 (47) 9912-5893 betolamin@hotmail.com

Rua Aracuã, 93 - Próximo à praça do Costa e Silva - Joinville SC

s subprefeituras são divisões administrativas dos municípios onde elas estão sendo implantadas, tais como, Joinville, São Paulo e Rio de Janeiro. A autoridade máxima do Poder Executivo em uma subprefeitura é o subprefeito, que normalmente é indicado diretamente pelo prefeito do município (embora alguns urbanistas advogam que tal cargo deveria ser submetido à votação popular). Em outras cidades, como Curitiba, não há subprefeitos, ou seja, a subprefeitura é apenas um meio de concentrar bairros semelhantes e instituir políticas públicas de acordo com a necessidade de cada região. Em 7 de fevereiro de 2013 foram criadas oito subprefeituras para a cidade de Joinville, através do Decreto nº 20.116, substituindo as 14 secretarias regionais em funcionamento até o final de 2012. Elas foram extintas pela reforma administrativa e aprovada pela câmara de vereadores em janeiro deste ano. Até este momento, o prefeito Udo Dohler já nomeou quatro subprefeitos. O primeiro foi Osmari Fritz que assumiu a subprefeitura da região Sul de Joinville, com uma população de 90 mil pessoas e muitos problemas de infraestrutura por todos os lados. Ruas mal conservadas, cheias de buracos, o pó e a lama e outras ainda sem pavimentação, rios

obstruídos pelo mato e pelo lixo jogado pelos que ainda não aprenderam a cuidar do seu cantinho. O segundo subprefeito nomeado e empossado foi o vereador Sidnei Sabel, que abraçou as causas dos moradores do Distrito de Pirabeiraba, os mais de nove mil do Distrito e em torno de 20 mil na região rural. Falando em área rural, Pirabeiraba precisa também, além dos investimentos em pavimentação, saneamento e mais melhorias no geral, é investir na agricultura familiar, com apoio financeiro e técnico para os produtores que ainda sobrevivem da produção da terra. As regiões Sudeste e Nordeste de Joinville ganharam seus subprefeitos na esperança de verem seus bairros mais bem estruturas, organizados e com mais qualidade.Para a região Nordeste assumiu Valdemir Luiz Schulze e o subprefeito do Sudeste de Joinville é Vilderson Laureano. O prefeito continua sendo o prefeito com a total responsabilidade, mas agora dividindo um pouco do peso com os primeiros quatro subprefeitos que estarão diariamente nas comunidades, ruas e obras, vendo e ouvindo os moradores e podendo acompanhar de perto o trabalho pelos bairros. Os subprefeitos precisarão de máquinas, equipamentos e auto-

nomia para tudo que precisa ser feito. Uma das exigências dos moradores será a resposta rápida para os problemas que estavam acumulados. Das quatro subprefeituras que ainda faltam para fechar o quadro de oito, uma ou duas poderiam ser assumidas por mulheres. No governo municipal, na estrutura principal, poucas mulheres fazem parte do quadro. Quem sabe, o prefeito encontre mulheres capazes de assumirem os cargos de subprefeitas. Mais do que especulações políticas e nomeações, o importante é ver as subprefeituras agindo de forma eficaz e responsável, cuidando dos bairros com zelo e dinamismo. Nos bairros estão pequenas cidades, dentro de outras cidades, com suas deficiências, mas, com vida própria e cheias de planos para o futuro.

Das quatro subprefeituras que ainda faltam para fechar o quadro de oito, uma ou duas poderiam ser assumidas por mulheres


SAÚDE

21

Bárbara Vicente de Souza saude@jnbonline.com.br

Joinville - 29/04 à 14/05/2013

Prevenção e Combate a Hipertensão Arterial Veja como se prevenir desse mal silencioso

Dia Nacional de Prevenção e Combate à Hipertensão Arterial ocorreu na sexta (26/04). Ela permanece como um dos grandes problemas de saúde pública mundial, estimando-se que 29% da população americana com 18 anos ou mais tenham hipertensão arterial e no Brasil parece ser um pouco mais, pelo alto consumo de sal de cozinha ou marinho que alcança 13/14 gramas por dia, incluindo o sal dos alimentos industrializados, quando o aceitável não deve ultrapassar 4 a 5g/dia. Estudos observacionais mostram uma relação entre altos níveis de pressão arterial e risco de complicações cardiovasculares a partir de níveis de pressão maiores que 120x80 mmHg. Indivíduos com mais de 55 anos de idade com níveis normais de pressão arterial terão no transcorrer de sua vida 90% de chance para desenvolver hipertensão. A hipertensão arterial potencia o risco de ataques cardíacos, derrames cardiovasculares e insuficiência renal. Pode ainda causar cegueira, irregularidades do ritmo cardíaco e insuficiência cardíaca. O risco de desenvolver estas complicações é maior na presença de outros fatores de risco cardiovasculares, tais como a diabetes. Conhecida como uma doença silenciosa, a hipertensão quase não apresenta sintomas e, quando ocorrem, são vagos e comuns a outras doenças, como dor de cabeça, tonturas, cansaço, falta de ar ou enjoo. Dados da Sociedade Brasileira de Hipertensão revelam que a pressão arterial elevada já atinge 30% da população adulta brasileira e está presente em mais de 50% das pessoas na terceira idade. Para que sua saúde se mantenha uniforme e sem qualquer tipo de problema é indicado que faça a medição da sua pressão arterial, pelo menos, uma vez por mês. A hipertensão arterial acontece quando os níveis da pressão estão acima de valores de referência para

Foto: Divulgação

O

Atendemos os convênios:

a população geral. Apesar do valor normal de pressão arterial ser de 120x80 mmHg, considera-se alteração de pressão apenas quando os valores forem superiores a 140x90 mmHg. No caso das crianças, os valores variam de idade para idade e são sempre mais baixos do que a referência nos adultos. Há muitas crianças hipertensas, pois o problema não é uma exclusividade dos adultos. Qualquer indivíduo pode apresentar esporadicamente níveis de pressão arterial altos sem que seja considerado hipertenso. Somente a manutenção dos níveis permanentemente altos em múltiplas medições, em diferentes horários, em várias posições e condições (repouso, sentado ou deitado) caracteriza a hipertensão arterial. A medida da pressão arterial deve ser realizada apenas com aparelhos confiáveis. Algumas dicas simples podem ser bastante úteis para conseguir reduzir o sal. São elas: • Retirar o saleiro da mesa; • Controlar o uso do sal no cozimento; • Preferir sempre alimentos frescos; • Substituir o sal por temperos e ervas frescas ou secas (como alho, cebola, salsa e pimenta vermelha fresca, por exemplo); • Evitar os temperos prontos; • Temperar a salada de outras formas (com azeite de oliva, limão,

vinagre, vinagre balsâmico e ervas, por exemplo); • Evitar sopas prontas e embutidos, assim como conservas salgadas, salgadinhos, frios salgados e queijos gordos. Outra dica é ler sempre o rótulo dos alimentos. Sugere-se consumir adoçantes como estévia, sucralose, frutose e aspartame, já que os mais comuns têm sódio. Para as comidas enlatadas, como milho e palmito em conserva, a dica é remover o excesso de sal deixando-as de molho em água fresca por uma hora. A pressão arterial elevada pode ser prevenida e tratada. O risco de desenvolvimento de hipertensão arterial pode ser reduzido de várias formas além da redução da ingesta de sal: • Optar por uma dieta equilibrada; • Evitar o uso nocivo do álcool; • Praticar atividade física de forma regular, de três a seis vezes por semana, em sessões de 30 a 60 minutos de duração; • Manter um peso corporal saudável; • Evitar o uso de tabaco. Lembre-se: não deixe de verificar a sua pressão arterial, principalmente se você tem histórico familiar de pressão acima de 140/90 mmHg. Procure orientação médica para começar a se cuidar e prevenir a doença.

- Dra. Suely Keiko Kohara CRM: 5682 – Responsável Técnica - Dra. Goretti Silveira Rodrigues CRM 6175 - Dra. Rejane Baggenstoss CRM 6973 - Dra. Bárbara Vicente de Souza CRM 12403

Rua Alexandre Dohler, 129 Sala 1005 10º andar – Fone: 3028-3894

• • • • • • • • • • •

Bradesco Unimed Agemed Vitaserv Assefaz SC-Saúde Sindicatos Planos assistenciais Convênio Werner Particulares Sociais

Horário de atendimento • •

Segunda - sexta / 6h30 - 18h30 Sábado / 7h00 - 12h00

Endereços • •

Rua: Tenente Paulo Lopes, 200 - Bairro: Boa vista (47) 3434-1293

• •

Rua: Tuiuti, 1447 - Bairro: Aventureiro (47) 3467-7152

www.laboratoriowerner.com.br

FARMÁCIA ELIANE Convênios - Funcional Card (Tigre, Wetzel) - Servmed (Tupy, Docol) - Plenocard Oferecemos Serviços - Agemed farmacêuticos

Promoção

Medicamentos genéricos com até:

40%

Desconto

(47) 3473-8855

Rua: Walmor Harger, 20 - Costa e Silva

Sabe quanto custa

anunciar aqui? Promoção:

Agora eu posso! Tamanho 10x12cm

Ligue: (47) 9911-1016 / (47) 3467-5158

www.jnbonline.com.br


MODA

22 Joinville - 29/04 à 14/05/2013

moda@jnbonline.com.br

22 truques de maquiagem para os olhos Foto: Divulgação

do produto que fica nas dobras da pálpebra para retocar o make. 13 - Loiras devem evitar sombras azul-celeste, pois o tom envelhece o olhar. 14 - Ruivas ficam bem com sombras nos tons de verde, azul-marinho e marrom, mas devem evitar os rosados. 15 - Para aproximar os olhos, o ideal é aplicar um tom de sombra mais escuro nos cantos internos e próximo à raiz dos cílios, clareando em direção ao canto externo. 16 - Já quem tem olhos muito juntos deve usar sombra mais clara ou até com um pouco de brilho no canto interno, e ir escurecendo ao se aproximar do externo. 17 - Se você tem olhos caídos, use sombra escura do canto interno até o externo, subindo em direção ao final da sobrancelha. Evite delinear o contorno dos olhos. 18 - Quem tem olheiras deve abandonar as sombras azuis, que tornam o problema mais evidente. 19 - A maquiagem não precisa seguir sempre as mesmas regras. Crie um look contemporâneo misturando olho metalizado com traço puxado (bem anos 1970) a uma boca opaca clara (herança dos anos 1960). 20 - Para fazer um olho esfumado perfeito, passe primeiro sombra bronze-escuro em toda a pálpebra e esfume. A seguir, aplique sombra preta rente aos cílios, já marcado previamente com lápis ou delineador, e esfume novamente. 21 - Exibir cílios longos e volumosos exige paciência. Aplique uma camada de máscara, espere secar, aplique outra e continue… Faça isso até chegar ao resultado esperado. 22 - Está em dúvida quanto à cor da sombra? Use os tons de marrom. Não tem erro! [Texto: Denise Fernandes/uol]

Foto: Divulgação

1 - A sombra não precisa combinar com a roupa, mas é necessário existir uma harmonia. Por exemplo, se o look é supercolorido ou floral, a sombra deve ser neutra para equilibrar o visual. 2 - Para não carregar muito na cor da sombra, aplique-a aos poucos, esfumando até chegar ao tom desejado. 3 - Uma forma fácil e bonita de usar sombras é eleger duas tonalidades (uma clara e outra escura) e aplicar a mais clara no canto interno e a mais escura no externo, criando uma fusão, sem contrastes entre elas. 4 - Para o ambiente de trabalho, prefira sombras em tons mais neutros, como marrom, pérola e rosa queimado. Deixe as cores fortes e os brilhos para as festas e baladas. 5 - Uma boa dica para fazer a sombra durar mais é passar primeiro uma camada de sombra cremosa (em bastão, por exemplo) e aplicar por cima a compacta. 6 - Também vale umedecer levemente o pincel na água antes de aplicar o produto. Além de fixar melhor a sombra, o truque torna sua cor mais intensa. 7 - Quem tem olhos proeminentes deve evitar sombras coloridas e cintilantes. As cores neutras e quase sem brilho são as mais indicadas. 8 - Outra opção é aplicar sombra clara abaixo das sobrancelhas e uma sombra escura sobre as pálpebras. 9 - Experimente substituir a sombra por gloss. O make fica supermoderno. 10 - Antes de usar o curvex, esquente a parte da borracha com o secador. Assim ele vai modelar os cílios ainda mais. 11 - Para delinear os olhos sem borrar, faça o traço antes com lápis preto ou marrom, e só então passe o delineador. 12 - Coçou o olho e borrou a sombra cremosa? Use o próprio acúmulo

Márcia & Daniella Toda semana uma nova promoção, confira no facebook

Stúdio da Beleza

facebook.com/MarciaDaniellaStudioDeBeleza

Vem oferta especial DIA DAS MÃES!

Rua: XV de Novembro, 1165 Centro - Joinville - 89201-602

3433-8511


PRATO FEITO

CANTINHO DOS

23

CUIDADOS

Ingrid Passos Hille pratofeito@jnbonline.com.br

s

ta r e b A s la Matrícu

Joinville - 29/04 à 14/05/2013

Foto: Divulgação

Congelamento de vegetais

• • • •

Playground para as crianças com 100m² Salas amplas e arejadas Turmas separadas por idade Idade de 0 a 10 anos

Horário: 4h00 - 22h00 Cuidamos do seu filho enquanto você trabalha!

3437-7142 9612-4101 Rua: Rio do Ferro, 572 - Santa Bárbara Aventureiro - Joinville

Conciliar uma alimentação saudável e com a correria do dia a dia é um dos grandes desafios da vida moderna. A boa notícia é que existem ótimos truques que podem nos ajudar a manter a linha e fugir de alimentos pouco nutritivos.

U

ma excelente opção é investir no congelamento. E por comida congelada, não entenda lasanhas prontas ou empanados. É possível manter diversos vegetais à disposição no freezer, prontos para o consumo. Porém, existem alguns cuidados que devem ser respeitados. Se um vegetal for congelado velho, ele continuará velho depois de congelado. As baixas temperaturas não revitalizam os alimentos, então o ideal é que o resfriamento ocorra com os vegetais ainda frescos. Além disso, antes levar os vegetais ao freezer, é necessário que eles sejam “branqueados”. Esta técnica permite conservar as características originais, como cor, sabor e textura. Para isto, lave, retire as partes danificadas, descasque e corte os vegetais. Ferva 1 litro de água e coloque 100g de legumes ou verduras. Abaixe o fogo e cozinhe-os até que fiquem “al dente”. Retire-os da água com o auxílio de uma peneira ou escumadeira e mergulhe-os em recipiente com água e gelo (choque térmico) até que fiquem frios. Este procedimento é importante para deter a ação do calor, que continua cozinhado o alimento mesmo com o fogo desligado. Deixe escorre e embale-os em potes plásticos com tampa ou em sacos plásticos, retirando o ar. Ao lado, veja uma lista de vegetais congeláveis e o processo de “branqueamento” deve ser aplicado.

FEITO COM AMOR festas

Encomendas: • Bolos • Tortas • Docinhos • Empadão • Salgados fritos • Salgados assados • e muito mais

3465-0997

Entrega em domicílio


Promoção imperdível! R$ 32,90

R$ 1,10

R$ 29,90

R$ 73,50

Tubo esgoto 100mm Amanco (barra 6m)

Caixa de luz 4x2 Amanco

Tubo soldável 40mm Amanco (barra 6m)

Tubo soldável 25mm Amanco (barra 6m)

R$ 15,50

Assento sanitário Branco Amanco

R$ 3,75 Joelho 100mm 90° Amanco

TELE-VENDAS

3467-1084 ciroconstrucenter www.ciroconstrucenter.com.br

Avenida Santos Dumont, 6510 - Aventureiro - Joinville/SC

Promoção válida de 01/04 à 15/05/2013

R$ 9,95

Corrugado Reforçado 3/4 Amanco (Rolo 50m)


JORNAL NOSSO BAIRRO JOINVILLE