Issuu on Google+

Ariquemes - Rondônia / 16 a 22 de abril de 2012 - Edição 64 - Ano II

Acessibilidade

Pedestres reclamam da falta de espaço nas calçadas de Ariquemes

Programas Sociais

“Passeios públicos não respeitam normas de acessibilidade”

“Meu Terreno” e “Título Já” beneficiam população em Ariquemes Pág. 7

Pág. 4

Ariquemes - Rondônia 16 a 22 de abril de 2012 Edição 64 - Ano II R$ 2,50 Acesse: www.jornalnossafolha.com

“R$ 10 Milhões” Banco da Amazônia libera financiamentos durante a Agroari

Investimentos Os financiamentos serão liberados apenas para produtores rurais, e especificamente para a aquisição de máquinas, equipamentos, veículos utilitários e custeio. A verba de R$ 10 milhões é uma liberação inicial e pode ser aumentada de acordo com a demanda.

Prestação de Serviço Empresas de telefonia celular são líderes em reclamações no Procon ► Segundo dados do Procon, a operadora “Oi” lidera o ranking de reclamações. Em segundo lugar está a operadora claro, em terceiro lugar a operadora Vivo e em quarto lugar a Tim.

Inclusão Social Projeto “Vencer Mais 2012” vai implantar nova modalidade esportiva para pessoas com limitações físicas ► A verba destinada para a entidade será utilizada para comprar mais duas cadeiras de basquete e três cadeiras de paraatletismo.

Agora em novo endereço BR 364 - Setor Industrial Jamari Em frente a Pemaza

(69) 3535-2540


2

Ariquemes - Rondônia / 16 a 22 de abril de 2012 - Edição 64 - Ano II

Opinião

In Foco

Pré-lançamento do CD de Wando Teixeira A Prefeitura de Ariquemes, por intermédio da Fundação de Cultura Esporte e Lazer (FUNCEL), cedeu o Espaço Cultural do Mirante para um encontro entre amigos e pré-lançamento do CD de Wando Teixeira, músico radicado nesta cidade. “O Centro Histórico Marechal Rondon é um ponto turístico da cidade, um verdadeiro cartão postal, pois foi nesse local que começou a cidade de Ariquemes”, lembrou Lafaiete. Em nome do Chefe do Executivo, o presidente da FUNCEL ressaltou que Administração Municipal está empenhada em incentivar e promover a cultura local “Apesar da ameaça de chuva nesta noite, quero dizer que tudo foi como o planejado e agradeço a presença de todos e tantos amigos que prestigiam a minha carreira”, disse Wando Teixeira, destacando a presença “dessas figuraças: Flávio Silvestre, Nerone Maiolino Simioli, Raidy Alves, Alex Redano, Lafaiete Ribeiro e vereador Val do PT”.

Nossa Folha Publicações Ltda CNPJ - 06.934.246/0001-17 Rua Recife (4ª), 2227 - Setor 03 Ariquemes - Rondônia

DIREÇÃO GERAL

Paulo Roberto de Freitas Morais

69 3536-3854 CONTATOS redacao@jornalnossafolha.com contato@jornalnossafolha.com comercial@jornalnossafolha.com Distribuido semanalmente em - Porto Velho, Ariquemes, Alto Paraíso, Cujubim, Monte Negro, Buritis, Machadinho D´Oeste, Cacaulândia, Rio Crespo, Jaru, Ouro Preto, Ji-Paraná, Cacoal, Rolim de Moura, Pimenta Bueno e Vilhena Artigos e Colunas são de responsabilidade de quem os assina e não representam nescessariamente a opinião do jornal

Direto da Redação Paulo Morais

Um imagem fala mais que mil palavras... Acompanhando a cobertura do acidente ocorrido na BR 364, próximo a Ariquemes que vitimou 9 pessoas e deixou dezenas de feridos, essa imagem em particular me chamou a atenção... Confesso que me arrepiei e fiquei extremamente comovido com essa cena. O Policial militar Ivon Camillo Dos Santos se emocionou ao resgatar um garoto que sobreviveu a essa tragédia! Nem o mais violento de todos os filmes de terror conseguiu ser como as cenas de ontem: Chuva, sangue, corpos, vidros quebrados, pessoas mutiladas, gritos de desespero, poucas ambulâncias para socorrer a tantos feridos...todo mundo se mobilizou e fez o que foi possível... Nem o mais forte de todos os adultos merece presenciar uma cena dessas, agora imagino a dor e o desespero dessa criança! Esse é o retrato do dia a dia desses profissionais da Policia e do corpo de bombeiros que merecem todo o nosso respeito! Policiais são heróis! Heróis que não usam capa. Não têm super-poderes. Estão aonde nenhum de nós gostaria de estar...Se eles não são valorizados pelas nossas autoridades como eles merecem, pelo menos que eles tenham o nosso RESPEITO! Parabéns Ivon, parabéns a todos os policias e voluntários envolvidos nesse resgate de ontem! E que essa desgraça sirva mais uma vez para nos conscientizar da importância de uma completa reestruturação da nossa rodovia, mas isso somente não basta! Acreditem que ainda a maior parte dos acidentes que ocorrem em nossas estradas são causadas por IMPRUDÊNCIA e falta de atenção dos motoristas...o estado da 364 colabora com as tragédias, mas nós podemos fazer a nossa parte...

Relato postado no Facebook por Wando Teixeira

O frentão A festa foi bonita. A queima de fogos parecia a abertura da Expoari. A solenidade de lançamento da candidatura do pecuarista e empresário Chico Pinheiro pelo PC do B deixou muita gente impressionada. Estiveram reunidos ainda os presidentes dos partidos políticos que compõem o chamado, “frentão de oposição” que contam com o apoio do ex senador Expedito Júnior. O frentão já nasceu morto Foi o que disse o meu colega Edirceu Lima em sua coluna e replicado por mim nesta. Líderes de partido que estariam apenas prestigiando o evento foram colocados no bolo dos que apoiavam a campanha de Chico Pinheiro. De acordo com informações outros três partidos também lançariam candidaturas no evento, porém não foram nem convidados a fazer uso da palavra. Parece que ficaram sozinhos... O pau quase quebrou O clima ficou tão tenso depois da cerimônia que um dos membros do PSC chegou a trocar farpas com o líder do PC do B pela a atitude tomada durante o evento. A turma do “deixa disso” teve que interferir. Comendo pelas beiradas Não se assustem se tiverem uma surpresa com o empresário China Higutti, que também é pré-candidato ao executivo municipal em Ariquemes. O japonês ta trabalhando muito, fazendo equipe e buscando aliados. Pelo que estamos vendo ele é o único que está “fazendo a correria” para o início da campanha. Operação Pentágono Parabéns! Parabéns mesmo aos 180 policiais civis que integraram a equipe que fez o limpa em boa parte da bandidagem em Ariquemes. A operação teve um resultado excelente. Com a prisão dos principais traficantes do município, o que se espera é que haja pelo menos uma diminuição na criminalidade, uma vez que seus altos índices estão ligados diretamente ao tráfico de drogas.


Ariquemes - Rondônia / 16 a 22 de abril de 2012 - Edição 64 - Ano II

Política PROBIDADE MP ajuíza ação contra prefeito de Cujubim por fraude na contratação de máquina de radiologia

O

Ministério Público, por meio da Promotoria de Justiça de Ariquemes,, ingressou com Ação Civil Pública, no dia 11 de abril, contra o Prefeito Municipal de Cujubim, Ernan Santana Amorim e de Eneas Antonio Brito Alves Sampaio Souza, Franciane Brito Alves Sampaio Souza, Danielle Gonçalves da Silva, Roberta Eulina França Brito dos Santos, Barbara Carolina França Brito dos Santos, Glauber Amálio dos Santos e a empresa G. A. dos Santos. A ação foi interposta pelos Promotores de Justiça Joice Gushy Mota Azevedo e Francisco Tojal Dantas Matos, na 1ª Vara Cível da Comarca de Ariquemes, autos nº 0004198-

71.2012.822.0002, visando ao ressarcimento aos cofres públicos do Município de Cujubim e à condenação dos requeridos pela prática de atos de improbidade administrativa. O Ministério Público apurou que Ernan Santana Amorim, sua companheira e Secretária de Ação Social, Franciane Brito Alves Sampaio Souza e o seu cunhado Eneas Antonio Brito Alves Sampaio Souza, dono da pizzaria “Mamamia”, articularam-se e executaram esquema de corrupção, ao criar a empresa de “pasta” 'G.A. dos Santos', registrada em nome do laranja Glauber Amálio dos Santos, com o único propósito de ganhar o certame licitatório e desviar dinheiro dos cofres públicos para os envolvidos,

através da contratação e pagamento de empresa de locação de máquina de radiologia, sem a prestação do serviço. O esquema ainda contou com a colaboração da Secretária Municipal de Saúde, Danielle Gonçalves da Silva e das servidoras públicas, Roberta Eulina França Brito dos Santos e Barbara Carolina França Brito dos Santos. Assim, durante todo o ano de 2010, após firmados os contratos de locação de máquina de radiologia, para realização de exames de raio-x na Unidade de Saúde de Cujubim, os pagamentos à G.A. dos Santos passaram a ser efetuados. No entanto, na unidade de saúde não houve qualquer providência de instalação de equipamento

e, muito menos, realizaram-se os exames de radiologia para os quais a máquina foi locada. O equipamento só foi devidamente instalado e passou a funcionar no ano de 2011, após um dano ao erário na ordem de R$ 154.225,00. Com tais condutas, todos os requeridos, consciente e intencionalmente, incidiram em uma série de atos de improbidade administrativa, mais precisamente lesão ao erário e quebra dos princípios constitucionais da honestidade, legalidade, imparcialidade, impessoalidade e moralidade, nos termos dos artigos 10, caput e incisos I, VIII e XII e 11, caput e inciso I, da Lei nº 8.429/92, sem prejuízo de enriquecimento ilícito.

3

PEDIDO DE LICENÇA DE PRÉVIA E INSTALAÇÃO A empresa M. L. Construtora e Empreendedora Ltda., empresa privada portadora do CNPJ sob o n.º 08.596.997/0001-04 com sede na Avenida Machadinho, n.º 2695, Setor Jardim Paulista em Ariquemes/RO, torna público que requereu ao COLMAN/SEDAM em 19/04/2012 a Licença Prévia e a Licença de Instalação, para as atividades de loteamento.


14

Ariquemes - Rondônia / 16 a 22 de abril de 2012 - Edição 64 - Ano II

Destaque

Acessibilidade

“Passeios públicos não respeitam normas de acessibilidade”

Pedestres reclamam da falta de espaço nas calçadas de Ariquemes Michele Parise - Da Redação

E

m Ariquemes, pedestres disputam o espaço nas calçadas com motoristas que utilizam os passeios públicos para estacionarem seus veículos e com os empresários que fazem das calçadas vitrines para seus produtos. Quem precisa andar a pé em Ariquemes, muitas vezes coloca em risco a própria vida ao disputar espaço com os carros nas ruas da cidade. A situação é a mesma no centro e nos bairros. O problema é ainda maior para quem tem algum tipo de necessidade especial, isso porque, a grande maioria das calçadas foi construída sem respeitar as normas de acessibilidade. “As ruas são estreitas e as calçadas

são tomadas por carros e motos. Fica muito difícil para quem anda a pé circular, principalmente no centro. Nos bairros quase não existe calçamento, mas onde tem é muito ruim”, desabafa a diarista, Elisangela Candida Ferreira. Para tentar resolver esse problema a Secretaria Municipal de Planejamento e Gestão, lançou em abril de 2011, a “Cartilha de Calçadas”, com o objetivo de orientar a população sobre a maneira correta de construir os passeios públicos. A cartilha traz a regulamentação das calçadas, como por exemplo, as medidas padrão que devem ser respeitadas na hora da construção. Segundo informações do Secretário Municipal,

Marcelo Santos, os fiscais da prefeitura já começaram a notificar os proprietários de calçadas irregulares no município. “Nossa equipe esta nas ruas fazendo o trabalho de verificação e de notificação em todos os bairros do município. Quem estiver com calçamento irregular terá de se adequar. Quem não fizer isso estará sujeito a multas que variam de acordo com a gravidade da situação”, esclarece Marcelo. A cartilha de calçadas é distribuída gratuitamente na Secretaria Municipal de Meio Ambiente (SEMA), Secretaria de Obras e Serviços Públicos (SEMOSP), Secretaria de Planejamento e Gestão e no site oficial da Prefeitura Ariquemes: www.ariquemes.ro.gov.br


Ariquemes - Rondônia / 16 a 22 de abril de 2012 - Edição 64 - Ano II

Destaque

Descaso

Empresas de telefonia celular são líderes em reclamações no Procon

N

o primeiro trimestre de 2012 a agência do Procon em Ariquemes registrou mais de seis mil atendimentos à população. Aproximadamente 40 porcento das reclamações registradas são referentes à ineficiência dos serviços prestados pelas operadoras de celular. Segundo dados do Procon, a operadora “Oi” lidera o ranking de reclamações. Em segundo lugar está a operadora claro, em terceiro lugar a operadora Vivo e em quarto lugar a Tim. As reclamações na maioria das vezes são sobre faturas com valores cobrados indevidamente e planos que não foram contratados pelo consumidor. Angelita Gomes, autônoma, procurou o órgão para reclamar da conta

de celular. “Eu contratei um plano controle de R$ 30 por mês. Mas quando chegou a hora de pagar o valor era praticamente o dobro. E não adianta ligar para a operadora por que eles só enrolam a gente e não resolvem nada. No final temos que acabar pagando a conta pra continuar com o serviço. Acho isso um desaforo, por isso procurei o Procon para tentar resolver o problema”, explica. O gerente do Procon, Roni Argeu, conta que casos como o de Angelita são frequentes. “A nossa unidade tem registrado muitas reclamações contra a operadora Claro. Constatamos que esta empresa está fazendo a mudança de planos pré-pagos para pós-pagos sem a devida autorização dos clientes. Sobre essa situação específica, nós estamos coletando relatos de casos que

depois serão encaminhados ao Ministério Público. Adotamos essa postura porque essa atitude da operadora é completamente irregular”, declara. Em Ariquemes as estatísticas mostram que aproximadamente 80% dos casos registrados no Procon são resolvidos no próprio balcão de atendimento em um primeiro contato entre as atendentes da instituição com a empresa reclamada. “Cerca de 18% casos vão para o Juizado Especial Cível e são resolvidos por meio de audiências. O nosso município mantém um convênio com o Juizado para atender as ações de até 20 salários mínimos no próprio Procon. Com essa medida agilizamos os processos, que são resolvidos em média com cerca de 45 dias”, finaliza o gerente.

5


16

Ariquemes - Rondônia / 16 a 22 de abril de 2012 - Edição 64 - Ano II

Cidades


Ariquemes - Rondônia / 16 a 22 de abril de 2012 - Edição 64 - Ano II

Cidades

7

Reunião em Buritis discutiu conflitos agrários na região “Meu Terreno” e “Título Já” beneficiam população em Ariquemes

C

om a aprovação da Lei nº 1.665, em novembro de 2011, que autoriza o Poder Executivo a conferir isenção do imposto sobre a transmissão de bens de imóveis (ITBI) e da taxa de alienação, a Secretaria Municipal de Planejamento, Orçamento e Gestão (SEMPOG) implantou o programa “Meu Terreno”. Segundo João Batista David, diretor de Planejamento Urbano, o programa foi implantado em dezembro de 2011, sendo identificados alguns aspectos que dificultam a regularização fundiária e um ponto muito característico é a comprovação da propriedade do imóvel. “Neste caso, o morador pode comprovar que é dono da propriedade apresentando as faturas de energia elétrica, água ou, ainda, a

declaração por escrito dos vizinhos de que reside na localidade há mais de cinco anos”, esclareceu João David. Desde o mês passado, em ação articulada com o programa “Titulo JÁ” do Governo do Estado, os técnicos do município e do estado estão atendendo os proprietários de imóveis para que obtenham o título de domínio de sua propriedade. O Diretor de Planejamento Urbano informou que para isenção do ITBI e da taxa de alienação “é necessário a comprovação de renda mensal de até três salários mínimos; que o imóvel objeto de regularização possua área total de até 800 metros quadrados; comprovar posse mansa, pacífica e ininterrupta pelo prazo mínimo de cinco anos; seja proprietário de um único imóvel urbano, que seja utilizado como única moradia ou como meio lícito de subsistência, exceto locação ou assemelhado”.

Regularização Fundiária Urbana A Regularização Fundiária Urbana é uma intervenção pública para legalizar a posse do imóvel de interesse social, com implicações diretas sobre a urbanização da área e a inclusão social da população. Esta regularização fundiária garante a segurança de posse. E quando o local onde a pessoa mora é regular, o Bairro torna-se parte legalizada da cidade, possibilitando as ações da prefeitura para melhoria gradativa do local. A ação conjunta da Administração Municipal e do Governo do Estado, por meio dos programas “Meu Terreno” e “Titulo Já”, visa promover a posse definitiva do imóvel e propiciar a inclusão social.

Fazendo parte do crescimento de

Cujubim

Jeanne Machado - Assessoria

A superintendência regional do Incra, o programa Terra Legal, a ouvidoria agrária regional, a Polícia Militar, Polícia Civil e a secretaria de Segurança, Defesa e Cidadania de Rondônia se reuniu na quinta-feira (19), na Câmara Municipal de Buritis, para discutir a violência no campo na região. O superintendente do Incra/RO, Flavio Luis Carvalho Ribeiro, afirmou que o órgão está intensificando sua atuação na região e firmando parcerias com o programa Terra Legal e governo do estado para solucionar os conflitos agrários. “Vamos ampliar a pre-

sença do Incra no local e aprimorar o diálogo para resolver os conflitos e construir uma reforma agrária de qualidade”, disse. O Incra possui 13 projetos de assentamento em Buritis, com 2.850 famílias, e nove em Campo Novo, com 1.290 famílias. Existem 872 famílias acampadas na região, nos acampamentos José e Nélio, Élcio Machado, Jacinópolis II e Conquista da União, segundo dados do Sistema de Informação de Projetos de Reforma Agrária (Sipra). Entre as ações do Incra para a melhoria da qualida-

de de vida nos assentamentos de Buritis e Campo Novo, o superintendente destacou o serviço de assistência técnica que será estendido a 717 famílias com a assinatura em breve de novo contrato com a Emater/RO. Haverá investimentos em crédito, nas modalidades apoio inicial, aquisição e recuperação de materiais de construção e obras de infraestrutura e construção de estradas. Com o Terra Legal a parceria buscará agilizar a emissão de títulos de terra, com georreferenciamento das glebas, levantamento de posses e ações judiciais para desapropriação.


8

Ariquemes - Rondônia / 16 a 22 de abril de 2012 - Edição 64 - Ano II

Capa

Economia

“Os recursos são do Fundo Constitucional do Norte, FNO”

Banco da Amazônia libera R$ 10 milhões para financiamentos durante a Agroari

Michele Parise - Da Redação

O

Banco da Amazônia S/A, (Basa) participa mais uma vez da Agroari, a feira de agronegócios de Ariquemes que acontece duas vezes por ano, e movimenta a economia do município. Para a edição do primeiro

semestre de 2012, o Basa vai disponibilizar R$ 10 milhões, recurso proveniente do Fundo Constitucional do Norte, (FNO), administrado pela instituição financeira. Os financiamentos serão liberados apenas para produtores rurais, e especificamente para a

aquisição de máquinas, equipamentos, veículos utilitários e custeio. Para ter acesso a essa linha de crédito os interessados devem ter cadastro pré-aprovado no banco. “O produtor que quiser adquirir algum produto exposto durante a Agroari

deverá apresentar a proposta do vendedor no nosso stand. Manteremos contato com esse produtor, e depois da feira iniciaremos o processo de aprovação do pedido”, explica Soniura Carvalho, gerente de pessoa física do Basa.

A verba de R$ 10 milhões é uma liberação inicial e pode ser aumentada de acordo com a demanda. “Geralmente conseguimos liberar uma quantia maior que a inicial. Isso por que a Agroari é um evento de credibilidade e atrai muitos in-

vestidores. No geral trabalhamos o desenvolvimento da nossa região. A feira proporciona melhorias e a elevação de receitas”, finaliza a gerente. O stand do Banco da Amazônia irá funcionar durante os três dias de evento das 18h às 22h.


Ariquemes - Rondônia / 16 a 22 de abril de 2012 - Edição 64 - Ano II

Capa

9

Projeto “Vencer Mais 2012” vai implantar em Ariquemes uma nova modalidade esportiva para pessoas com limitações físicas Michele Parise - Da Redação

A

A ssociação dos Deficientes Físicos de Ariquemes, (Asdefari), foi contemplada pelo segundo ano consecutivo com uma verba de patrocínio do Banco da Amazônia. A instituição financeira incentiva projetos inovadores. Em 2011 a Asdefari recebeu uma verba de

R$ 25 mil com o projeto “Vencendo Desafios”. O dinheiro foi utilizado para comprar oito cadeiras de rodas especiais e seis bolas para os paraatletas do basquete. “A verba do ano passado ajudou muito a nossa equipe. O time precisava de equipamentos adequados para melhorar o desempenho em quadra. Trabalhamos

com dedicação no projeto “Vencendo Desafios” e conseguimos o patrocínio do Basa. Esse ano fomos novamente contemplados” explica Fernando Costa, membro da entidade. O projeto “Vencer Mais 2012” conquistou o patrocínio no valor de R$ 30 mil. “Nós garantimos essa verba porque nova-

mente fizemos um projeto com a intenção de promover e melhorar a qua-

plantar no município uma nova modalidade esportiva, a corrida em cadeira

“O projeto será patrocinado pelo Banco da Amazônia” lidade de vida dos portadores de deficiências. Agora, por meio deste novo projeto, vamos im-

de rodas, a intenção é incluir mais esportistas com limitações físicas. Fomos contemplados

porque nossa associação está regularizada e apta para receber esse tipo de recurso”, declara Fernando. A verba destinada para a entidade será utilizada para comprar mais duas cadeiras de basquete e três cadeiras de paraatletismo. Cada cadeira custa em média R$ 7,6 mil.


10

Ariquemes - Rondônia / 16 a 22 de abril de 2012 - Edição 64 - Ano II

Estado


Ariquemes - Rondônia / 16 a 22 de abril de 2012 - Edição 64 - Ano II

Estado TRÁFICO INTERNACIONAL Para MP, condenação de traficante é emblemática para o combate ao crime em Rondônia

P

ara o Ministério Público de Rondônia, a condenação do traficante internacional Roque Cardoso de Oliveira a 103 anos de prisão em regime fechado por sete homicídios no município de São Felipe do Oeste (cinco consumados e duas tentativas) é resultado emblemático do esforço que as polícias e o próprio MP vêm empregando no combate ao crime no Estado. “A condenação do mega traficante decorre das atuações da Polícia Civil, no que se refere à apuração dos homicídios, da Polícia Federal,

em relação ao tráfico internacional, e do próprio Ministério Público, que atua no combate a esses crimes, os quais estão entre os que mais ameaçam à pacificação social na atualidade”, disse o Promotor de Justiça Marcus Alexandre de Oliveira Rodrigues, responsável pela acusação no julgamento, realizado na última terça-feira, em Pimenta Bueno. O integrante do Ministério Público explica que o Conselho de Sentença acatou em 100% as teses defendidas pelo MP. Os jurados reconheceram a materialidade (de fato houve o crime) e a autoria (por parte do réu) relativas a todas as vítimas. Também foi rejeitada a tese de absolvição.

Os cinco homicídios consumados e as duas tentativas foram praticados em razão de dívida de uma das vítimas com o réu, decorrente do tráfico de drogas. A sessão de julgamento movimentou a cidade de Pimenta Bueno. O crime ocorrido na cidade vizinha, São Felipe, chocou a população da região pela brutalidade das mortes. Após o crime Roque Cardoso fugiu para o Rio de Janeiro e posteriormente para a Bolívia, onde teria voltado a chefiar carregamentos de droga para o Brasil. Procurado pela polícia brasileira, o réu foi preso na Bolívia, extraditado ao Brasil e está preso no presídio federal de Porto Velho.

11

jornalnossafolha.com

Todo mundo lê!


112

Ariquemes - Rondônia / 16 a 22 de abril de 2012 - Edição 64 - Ano II

Brasil

Nova Lei Seca é aprovada no Plenário da Câmara

P

ara tornar efetiva a punição ao motorista que dirigir embriagado e diminuir o número de acidentes no trânsito provocados pela mistura de bebida e direção, o plenário da Câmara dos Deputados aprovou o projeto de lei 5607/2009, que altera a Lei Seca. Com a mudança, será possível punir no âmbito penal o motorista embriagado, ainda que ele se recuse a soprar o bafômetro. Passam a valer provas admitidas em direito como

testemunhas e vídeos, a exemplo do que já acontece para outros crimes. O aperfeiçoamento da legislação foi construída por parlamentares e pelo Governo Federal, por meio do Ministério da Justiça. No último dia 29, o Superior Tribunal de Justiça entendeu que não poderiam ser aceitas provas distintas do bafômetro ou do exame de sangue para condenar motorista que dirige embriagado, o que tornou urgente a necessidade de mudar o texto da lei.

“Queremos coibir com muito vigor o ato de irresponsabilidade de beber e dirigir e, se queremos uma sanção penal, precisamos mudar a lei”, defendeu o ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, na data da decisão. A Lei Seca atual prevê punição penal ao motorista que conduzir veículo automotor, estando com concentração de álcool por litro de sangue igual ou superior a seis decigramas. Assim, para comprovar o estado de embriaguez é ne-

cessário fazer o teste do bafômetro, que é a prova capaz de levar à condenação. Como ninguém é obrigado a produzir prova contra si mesmo, as pessoas podem legitimamente se recusar a fazer o teste e, ainda que estejam alcoolizadas, não são condenadas. De acordo com dados da Polícia Rodoviária Federal, quase metade das pessoas autuadas em 2011 negou-se a fazer o teste, com o intuito de evitar o enquadramento no crime.

Sem a obrigatoriedade de se submeter ao bafômetro, esse comportamento vem se tornando recorrente. Em 2009, 17,33% dos motoristas com sinal de embriaguez se recusaram contra 41,52% em 2011. Com o novo texto, passará a ser crime conduzir veículo estando com a capacidade psicomotora alterada em razão do consumo de álcool e outras drogas. Além disso, para desestimular as pessoas a assumir o volante após ingerirem bebida alcoólica, o

projeto de lei também propõe aumentar o valor da multa aplicada ao motorista flagrado sob efeito de álcool. A quantia, que hoje é de R$ 957,65, seria dobrada para R$ 1.915,30. A proposta é duplicar esse valor caso o motorista reincida na mesma infração dentro de 1 ano, caso em que a multa será de R$ 3.830,60. A proposta segue agora para apreciação do Senado Federal e, se aprovada, vai à sanção presidencial para que possa entrar em vigor.


Ariquemes - Rondônia / 16 a 22 de abril de 2012 - Edição 64 - Ano II

AGRONEGÓCIO Plataforma de Gestão Agropecuária começa a funcionar em 60 dias A plataforma vai permitir maior controle sobre a movimentação dos rebanhos, com uma base de dados únicos, evitando a duplicidade de informações Priscilla Mazenotti - Agência Brasil

E

m 60 dias, entra em funcionamento a primeira etapa da Plataforma de Gestão Agropecuária (PGA), sistema informatizado que vai unificar os dados sobre o trânsito do gado no país e integrar diversos mecanismos de controle, inclusive o sanitário. A sistema foi entregue hoje (18) pela Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA) ao Ministério da Agricultura. A plataforma vai permitir maior controle sobre a movimentação dos rebanhos, com uma base de dados únicos, evitando a duplicidade de informações. Além disso, possibilitará ações rápidas em caso de ocorrência dos chamados eventos sanitários, como febre aftosa. A ideia é que todos os estados saibam antecipadamente qual

movimentação de gado detêm, a origem desses animais e o destino deles. Atualmente a gestão dessas informações é estadual, com sistemas informatizados diferentes. Em alguns estados, o processo ainda é manual. “O maior beneficiado com isso é o consumidor, que vai ter informações fidedignas em tempo real da origem de seu produto”, disse a presidente da CNA, Kátia Abreu. “Estamos iniciando com a carne, mas em breve, poderemos ter a alface, o leite e demais produtos produzidos no Brasil”, completou. A atualização do sistema será feita por todos os envolvidos no processo, como produtores, órgãos de fiscalização e laboratórios. A fiscalização se dará por amostragem, com auditorias. “Confiança será a pala-

vra-chave para inserção dos dados no sistema”, ressaltou Kátia Abreu. Para o ministro da Agricultura, Mendes Ribeiro Filho, o lançamento desse mecanismo de gestão é a garantia de que as informações serão organizadas a partir de agora. “A plataforma nada mais é do que todo mundo dizendo: Vamos organizar tudo e deixar de forma clara para explorar o nosso potencial e dar segurança para o consumidor. Precisamos da máxima clareza de que está tudo certo.” Inicialmente, a ferramenta vai englobar o controle online do trânsito de todos os animais do país. Depois, será ampliada para abranger a fiscalização do trânsito dos animais, a gestão de normas para exportação de produtos de origem animal e o bloqueio no caso de eventos sanitários.

“O maior beneficiado com isso é o consumidor, que vai ter informações fidedignas em tempo real da origem de seu produto” Kátia Abreu

Presidente do CNA


114

Ariquemes - Rondônia / 16 a 22 de abril de 2012 - Edição 64 - Ano II

Esporte

Hora da verdade

IMBATIVEL NA VILA

Com 100% de aproveitamento na Vila, santistas vibram com vantagem Com média de 3,2 gols por jogo em casa em 2012, Peixe tem cinco vitórias na Baixada e coleção de boas atuações diante de seu torcedor

PAULISTÃO 19ª RODADA ► Corinthians supera rival São Paulo e termina 1ª fase do Campeonato Paulista na liderança ►Santos brilha e Palmeiras dá outro vexame ► Portuguesa está rebaixada para Série A-2 Depois de 19 rodadas, com 190 partidas disputadas, muitas delas com qualidade duvidosa e público pífio, terminou ontem a primeira fase do Campeonato Paulista, que definiu confrontos entre os oito times que seguem para as quartas de final. Quatro equipes caíram para a Série A-2. Na parte de cima da tabela, o São Paulo, que entrou na rodada na liderança, tropeçou contra o Linense e deu, de brinde, a primeira colocação para o Corinthians Com o time reserva, o alvinegro superou a Ponte Preta em

Campinas. A Macaca, inclusive, será o rival do Timão – que terá a vantagem de jogar em casa no mata-mata. Já na Vila Belmiro, o Santos confirmou com brilho a terceira colocação contra a Catanduvense. O golaço de Ganso na goleada por 5 a 0 deve até render uma placa ao meia – o presidente do clube, Luis Alvaro Olivera Ribeiro, já anunciou que vai homenagear o jogador pela pintura de gol que anotou. O Palmeiras, por sua vez, deixou sua torcida mais uma vez com uma pulga atrás da orelha. Apesar

de um gol mal anulado, o time de Luiz Felipe Scolari protagonizou mais um vexame. Jogando em casa, com dois a mais desde os 7 minutos do 2o tempo, o alviverde só conseguiu um empate com o Comercial, e fechou a primeira parte do campeonato na 5a posição. O clube, inclusive, foi o único dos grandes que acabou a fase classificatória fora do G-4. Agora, o time do Palestra Itália terá que encarar o Guarani fora de casa na próxima fase. Adeus Portuguesa e Guaratinguetá

se juntaram a Catanduvense e Comercial, que já entraram rebaixados na última rodada, e disputarão a Série A-2 do Paulistão no ano que vem. O time do Vale do Paraíba só empatou com o São Caetano e viu suas chances de permanecer na elite irem embora. A surpresa, entretanto, foi o descenso da Lusa. A equipe de Jorginho, que encantou na Série B do Brasileiro do ano passado e dependia apenas de si, foi goleada pelo Mirassol e, com a vitória do Botafogo e o empate do XV de Piracicaba, foi rebaixada no torneio.

DOMINGO(15) Santos 5 x 0 Catanduvense Palmeiras 2 x 2 Comercial Ponte Preta 1 x 2 Corinthians Linense 2 x 1 São Paulo Oeste 4 x 2 Ituano Mirassol 4 x 2 Portuguesa Paulista 2 x 0 Bragantino Mogi Mirim 2 x 2 XV de Piracicaba Botafogo 2 x 1 Guarani Guaratinguetá 2 x 2 São Caetano


Ariquemes - Rondônia / 16 a 22 de abril de 2012 - Edição 64 - Ano II

Esporte

Pedaladas

Alexandre

Jabá

Um Paulistão morno, e sem grandes emoções, aliás a única exceção é o GUARANI, que há anos vem se arrastando, e este ano voltou a rememorar os velhos tempos de CAMPEÃO, como já foi um dia, enquanto a grande decepção, foi a queda da BARCE-LUSA 2011, que agora, vai disputar a segundona do campeonato PAULISTA em 2013. Mas falando em título, não há nenhuma dúvida, que o CORÍNTHIANS DOS PLACARES MAGROS FUTEBOL CLUBE, é um forte candidato ao título Paulista. Não emplaca goleadas, joga um futebol “BUROCRÁTICO”, mas não toma gols, e tem no técnico TITE, um líder calmo e objetivo, que coloca sim o TIMÃO, como um forte candidato a ser campeão Paulista. Quanto ao São Paulo, do técnico ÉMERSON LEÃO, versão “paz e amor”, também não pode ser desconsiderado um favorito.

15

Tem um bom elenco, com jogadores jovens como o LUCAS e CASEMIRO, mesclado à experiência do “FABULOSO”, que estando inspirados, tornam o SPFC, um time perigoso e muito difícil de ser batido. O PALMEIRAS, até que iniciou bem o PAULISTÃO, contagiado pelo carisma e os belos gols do importado BARCOS, “ EL PIRATA”, que se entrosou rapidamente com Maicon Leite, e deixou a impressão, que este ano, algo de novo ocorreria no ataque do VERDÃO, mas a boa fase durou pouco como um bom sonho, e o PALMEIRAS entra na segunda-fase do campeonato PAULISTA, em queda livre, e em crise. “Crise sim”, por mais que FELIPÃO tente negar. Acho que o PALMEIRAS não passa para as SEMI-FINAIS, ante o GUARANI. MAS E O SANTOS ? O que dizer de um time que joga bonito, que faz belos gols, e tem algo mais que apenas o inigualável NEYMAR, tem também BORGES, tem GANSO, e tem o MURICY. E tem mais ainda! Não bastasse, o SANTOS joga e deixa jogar, toma gols também, mas parece que sempre com a convicção de que vai tomar menos gols do que o seu ataque pode reverter. Ironicamente, o SANTOS de hoje, encara seus adversários, assim como um pescador, que já está com o peixe fisgado, mas fica brincando com ele na água, só prá dar emoção. Seria injusto, ao bom futebol, que o SANTOS não fosse o CAMPEÃO PAULISTA neste ano, e a recíproca é verdadeira, em relação à seus adversários.

Um site completíssimo! Acesse agora www.

.com


Ariquemes - Rondônia / 16 a 22 de abril de 2012 - Edição 64 - Ano II


Edição 64