Issuu on Google+

Hospital João Paulo II

Ariquemes - Rondônia 14 a 20 de novembro de 2011 Edição 50 - Ano II

"Superlotação é provocada pela violência no trânsito". Diariamente quase 30 pessoas dão entrada vítimas de acidentes. Pag. 14

Ariquemes - Rondônia 14 a 20 de novembro de 2011 Edição 50 - Ano II - R$ 2,50

"Os chupa-cabras" Polícia Civil desmantela em Ariquemes, quadrilha especializada em clonagem de cartões

Os bandidos instalaram um aparelho conhecido como "chupa-cabra" em um terminal eletrônico do Banco Bradesco em Ariquemes. O aparelho coleta os dados de cartões inseridos no terminal e com a ajuda de uma microcâmera eles tinham acesso às senhas. Em entrevista ao JNF, o Bradesco informou que está reembolsando os valores perdidos por todos os clientes envolvidos na fraude. Com o golpe, a polícia estima que mais de R$ 60 mil foram roubados. Pags. 04 e 05

Segurança

Política

Após pedido, Confúcio confirma contratações

"Cassol foi mentiroso e leviano" diz PT

Vereador Clovis José solicitou cobertura para os quadros das polícias Militar e Civil ainda em 2011

Em entrevista Cassol fez duras críticas à Eletrobrás - RO, antiga Ceron, e por tabela detonou os administradores do PT Pag. 03

Pag. 06


2

nossaopinião

Editorial

Ariquemes - Rondônia 14 a 20 de novembro de 2011 Edição 50 - Ano II

Paulo Morais

E aí, alguém se habilita? Semana passada o governador Confúcio Moura colocou à disposição de algum mágico a Secretaria de Saúde do Estado. Depois do título dado por uma reportagem da Rede Globo aonde coloca o Hospital João Paulo II como um dos piores do país. Sim, ele é ruim, mas querer uma mudança da água pro vinho em apenas dez meses é pedir de mais. À frente da pasta está um dos melhores médicos deste Estado, Orlando Ramires, e no cargo máximo do executivo Estadual está outro médico, Dr. Confúcio Moura, que fez de tudo por aqui, quando nada e ninguém arriscava a vida com uma malária atrás da outra à mais de 30 anos. Esta notícia foi um prato cheio para os abutres que só querem um pezinho para arrebentar com tudo. Vai lá bichão da goiaba, resolve o problema do JP II. Falar é muito fácil. Resolver o problema de uma unidade hospitalar onde desembocam diariamente dezenas e dezenas de pessoas doentes de todo o Estado, onde quase 30 pessoas vítimas de acidentes de trânsito chegam para ser atendidos todo santo dia, onde médicos e enfermeiros trabalham em um estado de stress altíssimo, não é pra qualquer um. Todo rondoniense sabe que não é de hoje que o JP II é um problema e ele vem se arrastando à muitos anos. Por que cobrar isso de um governo de apenas dez meses? Ah tá, tem que achar um culpado né. E aí, alguém se habilita? Vou tomar a liberdade e fazer algumas indicações ao governador. Temos o Ben 10, as Meninas Super Poderosas, as Panteras...tem um que tá meio sumido mas acredito que ele dê jeito na situação, o Mister M. Quase esqueci, tem o Super Walter também, e olha que de hospital ele entende heim. Pois é, a situação da Saúde é crítica em todo o país. Não sejamos hipócritas, as coisas estão melhorando aos poucos, e com certeza irão se ajustar logo logo. Por mais que o governo coloque um médico para cada paciente, sempre vai ter um “abençoado” que vai achar um defeito pra falar mal. Então, é aguentar a pancada e continuar trabalhando! Vamos lá que acabou de chegar mais um todo arrebentado de uma queda de moto... Nossa Folha Publicações Ltda

DIREÇÃO GERAL

DIRETOR DE REDAÇÃO

CNPJ - 06.934.246/0001-17

José Olavo Subtil de Oliveira Paulo Roberto de Freitas Morais

Ivan de Lara

Rua Rio Negro, 4612 - Jd das Palmeiras Ariquemes - Rondônia

Direto da Redação

Paulo Morais

Adversários Ficou complicada a situação do PT na administração Márcio Raposo em Ariquemes depois do incidente que acabou cancelando as eleições para diretores escolares em nosso município. Não se sabe por quê o secretário de Educação Edson Vicente colocou a culpa do cancelamento das eleições no prefeito – pelo menos foi o que ele demonstrou nas entrevistas ao Canal 35, onde em nenhum momento eximiu o prefeito Márcio da responsabilidade de toda a situação. O que foi mostrado pelo secretário Edson e pelo presidente da Câmara de Vereadores, Val do PT, é que uma possível parceria para as próximas eleições municipais está descartada. Então Não justifica manter o PT à frente de duas importantes pastas na administração – Educação e Meio Ambiente estão respectivamente nas mãos de Edson Vicente e Amauri Guedes, ambos do PT. Competência Não quero aqui colocar em “xeque” a competência dos integrantes do PT junto ao governo Márcio Raposo. Contribuem sim, mas precisam ajudar mais. Secretário existe para auxiliar o prefeito e não para arrumar mais problemas pra ele. Se o prefeito tiver que cuidar de tudo, até mesmo de uma eleição para diretoria de escola, aí ferrou de vez. Pra quê ter secretário? Meu nobre, quando tiver que levar algum problema para o prefeito, leve a solução junto. Mostre o porquê você está aí. A campanha começou Mesmo que ainda seja cedo para se posicionar, alguns já estão fazendo. Pode ser que tudo mude amanhã com as parcerias e acordos interessantes, mas por enquanto a expectativa das candidaturas está deixando todo mundo de orelha em pé. Márcio, Tiziu, Daniela, Lorival, Val do PT, Ricardo (Rodrigues ou Shwantz) , estão comendo pelas beiradas planejando a tacada certa. Com a palavra o governador!

69 3536-3854 www.jornalnossafolha.com

CONTATOS redacao@jornalnossafolha.com contato@jornalnossafolha.com comercial@jornalnossafolha.com

Artigos e Colunas são de responsabilidade de quem os assina e não representam nescessariamente a opinião do jornal Distribuido semanalmente no Estado de Rondônia


3

nossapolítica

Ariquemes - Rondônia 14 a 20 de novembro de 2011 Edição 50 - Ano II

“Cassol é mentiroso e leviano,” diz PT. Partido dos Trabalhadores acusa o ex-governador de ter dado um calote de 35 milhões de reais em dívidas da contra partida governamental ao Programa Luz para Todos. Cassol teria deixado ainda uma dívida de mais de 200 milhões de reais em consumo de energia gasto pela Caerd em seu governo. Assessoria - Matéria extraída do site Tudorondonia.com

O

Partido dos Trabalhadores no Estado de Rondônia – PT/RO, por meio de seu Secretário de Comunicação, David Nogueira, rebateu, na semana passada, as acusações do Senador Ivo Cassol. Em entrevista a um canal de TV e emissora de rádio da capital, Cassol fez pesadas críticas à Empresa de Energia de Rondônia (Eletrobrás RO), antiga Ceron e, por tabela, aos administradores petistas responsáveis pelo seu destino nos últimos 8 anos de Governo Lula. Usando um tom mais didático, o professor David Nogueira comentou as acusações do Senador Cassol, fazendo questão de des-

tacar os números do setor. Segundo destacou, foi a administração do PT, à frente da Ceron , quem a transformou numa empresa lucrativa. Algo inédito na história de Rondônia. Nesse período, 50 mil novos domicílios rurais foram atendidos com energia através do Programa Luz para Todos, com um investimento superior a 400 milhões de reais. Medidores e subestações foram instalados para atender o mercado que mais cresceu no Brasil em termos de demanda por energia. Segundo a fala do Secretário, todas essas ações articuladas geraram empregos, renda, trabalho, qualidade de vida e cidadania para milhares de rondonienses, con-

forme relatórios da empresa. “O Senador Cassol é leviano ao falar essas bravatas pelos veículos de comunicação. Realmente, poderíamos ter feito mais, principalmente se o Governo Cassol não tivesse dado um calote de 35 milhões de reais em dívidas da contra partida governamental ao Programa Luz para Todos. Estaria mais saudável se ele tivesse pago os mais de 200 milhões de reais em consumo de energia gasto pela Caerd em seu governo. Estaria muito melhor se ele falasse a verdade sobre suas intenções dentro do setor. Cassol é um empresário de produção de energia no Estado que pensa ser a Ceron obrigada a fazer toda a sorte de ilegali-

dade para atender aos seus interesses empresariais. A Ceron é um bem do povo de Rondônia e nunca esteve tão bem administrada como esteve na gestão dos petistas, isso é fato com reconhecimento social”, comentou David Nogueira. Questionado sobre as muitas reclamações existentes, o Secretário fez questão de destacar a necessidade na melhoria permanente dos serviços prestados. Todos, segundo relata, estão empenhados nisso. A melhora do fornecimento da energia urbana e a ampliação das redes das cidades foram apresentadas como ações em andamento. “Os Técnicos e profissionais

da Ceron merecem todo o nosso apreço e têm toda a nossa confiança pela história de cada um. A preocupação de Cassol com a empresa é “estranha”. Por qual motivo não se importou em indicar para a direção da Ceron uma pessoa que responde na justiça por roubo de energia (vulgo gato)?... Uma pessoa responsável pelo fracasso das licitações das obras de saneamento (água e esgoto) em Porto Velho, as quais o MPF ainda investiga? Isso não pode ser sério... O senhor Cassol precisa falar menos bobagens e fazer um pouco mais. O que fez até hoje no Senado Federal além de emprestar sua vaga para um familiar?”, concluiu o Secretário do PT/RO.


4

nossacapa

Ariquemes - Rondônia 14 a 20 de novembro de 2011 Edição 50 - Ano II

“Os chupa cabras” Polícia Civil desmantela quadrilha que clonava cartões em Ariquemes

Fábio Nocrato da Silva - preso

César Nocrato da Silva - foragido

Silas Martins Chaves - foragido

Um aparelho conhecido como chupa-cabras foi instalado em uma agência bancária e com o auxílio de uma microcâmera roubava as senhas e os dados dos cartões inseridos no terminl eletrônico

A

Paulo Morais - Da Redação

pós um brilhante trabalho de investigação da Polícia Civil em Ariquemes, foi preso em Porto Velho no início da semana passada

Fábio Nocrato da Silva, 40 anos. Ele tentava embarcar em um vôo com destino ao Nordeste. Fábio é integrante de uma quadrilha especializada em clonagem de

cartões que agia em Ariquemes e região nos últimos dias. Foram identificados ainda César Nocrato da Silva, irmão de Fábio e Silas Martins Chaves, ambos

foragidos. A quadrilha aplicava o golpe utilizando-se de um aparelho conhecido como “chupa-cabras”, onde instalado principalmente nos

caixas eletrônicos, rouba os dados dos cartões inseridos ali. Em Ariquemes, um caixa eletrônico do Banco Bradesco foi o escolhido pelos

meliantes, que instalaram o aparelho, quase idêntico ao leitor original da máquina. Logo após os primeiros registros de ocorrências foi instaurado um inquérito ►


nossacapa

Ariquemes - Rondônia 14 a 20 de novembro de 2011 Edição 50 - Ano II

5

►para a investigação do caso, e de posse das imagens das câmeras de segurança da agência bancária foram identificados os integrantes do bando. Cópias dos mandados e fotos dos meliantes foram distribuídos às DPs de toda a região, colocando um alerta para a situação. Segundo o delegado titular da 1ª DP

em Ariquemes, Dr. Rodrigo Spiça, foi expedido mandado de prisão em desfavor dos mesmos e através de uma denúncia anônima, foi efetuada a prisão – “O Fábio já estava dentro da aeronave, quando fizemos contato com a polícia Civil em Porto Velho. O trabalho da PC na capital foi apenas de capturar o bandido que

não reagiu à prisão”, disse o delegado. Segundo dados da Polícia Civil, mais de 40 ocorrências foram registradas e estima-se que mais de R$ 60 mil foram roubados das contas locais. “Achei estranho, mas mesmo assim tentei utilizar o caixa eletrônico. Alguns dias depois percebi que havia sumido

dinheiro da minha conta. Procurei a delegacia e registrei a ocorrência”, disse A.C.S. Em conversa com o gerente do Banco Bradesco em Ariquemes, estão sendo reembolsados os valores roubados de todos os clientes que sofreram o golpe – “A recomendação do delegado é que os clien-

tes registrem a ocorrência e depois se encaminhem ao banco. Aqui nós conferimos a movimentação bancária através do extrato e ressarcimos os valores no mesmo dia”, declarou o gerente. Dr. Spiça, pede ainda, que as pessoas que utilizam constantemente o seu cartão de crédito redobrem

a atenção neste fim de ano – “O movimento está aumentando devido as festas de fim de ano, e com isso situações de novos golpes aplicados vem crescendo também”. Segundo o delegado, as investigações para a prisão César Nocrato e Silas Martins continuam em andamento.

Dicas para evitar surpresas

senha; * Ao realizar compras com cartão, acompanhe o funcionário até a máquina onde o cartão será passado e exija a segunda via da operação;

* Ao utilizar o caixa eletrônico, observe se há alguma pessoa em sua proximidade e peça para que se afaste. Não aceite ajuda de desconhecidos; *

Caso a máquina retenha seu cartão, não digite sua senha para tentar retirá-lo. Cancele a operação utilizando a tecla anula. Não abandone o caixa

eletrônico com o cartão retido sem antes efetuar o bloqueio junto à instituição financeira; * Caso a leitora de cartão não pareça completamente fixa

ou esteja diferente das outras, use outra máquina; * Em caso de suspeita de fraude, chame a polícia e mantenha contato com o banco.

Fique atento, proteja seus dados pessoais, cartões de crédito e sua


6

nossacidade

Ariquemes - Rondônia 14 a 20 de novembro de 2011 Edição 50 - Ano II

Vereador solicita apoio do governo para contratação de servidores publicos A contratação de servidores públicos é para complementar o quadro da Polícia Militar e Civil e do Detran em Ariquemes. Divulgação

A

solicitação da Câmara Municipal de Ariquemes foi feita pelo vereador Clóvis José ao governador Confúcio Moura. O encontro aconteceu na quinta-feira (10), no Palácio Presidente Vargas. A contratação de servidores públicos é para complementar o quadro da

Polícia Militar e Civil e do Departamento de Trânsito (Detran) em Ariquemes. O governador Confúcio Moura atendeu a reivindicação e em conversa com o secretário de Segurança Pública, Defesa e Cidadania (Sesdec), Marcelo Bessa que prontificou-se a atender o pedido do verea-

dor Clovis José. “Serão chamados para ocupar os cargos aqueles que prestaram concurso público e estão dentro do prazo previsto no edital de convocação”, informa o vereador. Ainda segundo Marcelo Bessa, as contratações acontecerão ainda em 2011.

Segurança Pública em Ariquemes A preocupação do governo com a segurança pública em Ariquemes é notória. A presença da Força

Nacional no município se dá através de um convênio com o Governo do Estado. Uma parceria formada pe-

las polícia Militar e Civil e a Força Nacional está fechando o cerco à criminalidade em Ariquemes.

População de Ariquemes apóia melhorias no trânsito Comunicação PMA

A Prefeitura de Ariquemes está gradativamente reorganizando o trânsito no município. Com o aumento da frota de veículos pelas ruas da cidade - o que aumenta os riscos de acidentes - a administração tomou uma série de medidas com base no projeto de engenharia de trânsito visando melhorar ainda mais a segurança de todos os munícipes. Uma das medidas adotadas é a abertura de retornos nos locais apropriadas e o fechamento dos cruzamentos diretos, principalmente das Avenidas Canaã e Tabapuã, locais com

elevados índices de acidentes. A população apóia a iniciativa e acredita que foi uma atitude acertada do poder executivo. “É uma ação que demonstra a preocupação da administração com a segurança da comunidade. Era preciso fazer alguma coisa” disse seu Pedro Albuquerque, morador da Avenida Canaã, Setor 02. Outra que não escondeu seu contentamento foi Cleuza Dias, do Setor 04. “Minha maior preocupação sempre é com relação a minha filha. Ela estuda de manhã e quando termina a aula é horário de muito movimento. Com essa

“A vida está em primeiro lugar”

Fazendo parte do crescimento de

Cujubim

afirma o prefeito.

iniciativa já fico mais tranqüila” afirma. Durante esta semana a equipe da Secretaria de Obras, responsáveis pela execução das melhorias, iniciou os fechamentos dos cruzamentos diretos que dividem os setores 02 e 04. Segundo o prefeito Márcio (DEM), as medidas fazem parte de um planejamento já determinado. “Estamos passo a passo aplicando as melhorias necessárias para que o município se adapte a atualidade. O trânsito cresceu muito em Ariquemes. A vida está em primeiro lugar” lembra.


nossocidade

Ariquemes - Rondônia 14 a 20 de novembro de 2011 Edição 50 - Ano II

7

Atitude Vereadores e ACIA falam sobre nova Rodoviária

O

Assessoria

s vereadores de Ariquemes se reuniram na semana passada na Câmara Municipal com representantes da Associação Comercial e Industrial de Ariquemes (ACIA) para falar sobre a construção do novo Terminal Rodoviário da cidade. Segundo o presidente do Legislativo, vereador Valmir Francisco dos Santos (Val/PT), a preocupação em discutir o assunto é de acompanhar o crescimento do município. “O progresso de Ariquemes é perceptível, e a estrutura da Rodoviária não acompanhou esse ritmo e está fora dos padrões do município que vem rece-

bendo investimento em vários setores”, argumentou. Na oportunidade, Val e o presidente das Comissões temáticas da Câmara, vereador Clovis José (PMDB) lembraram também que o assunto já havia sido discutido com o senador Acir Gurgacz na última viagem que os vereadores fizeram à Brasília, ocasião em que o senador colocou-se a disposição do município para intermediar em favor da construção da nova Rodoviária. “Na oportunidade, a sugestão do senador foi de que o projeto não fosse realizado através de emenda parlamentar, pois segundo ele, a burocracia impediria a agilidade da

obra, por isso, ele sugeriu a parceria com os empresários, a exemplo do que foi feito em Vilhena e que contemple um RodoShoppin”, acrescentaram. “Hoje temos uma das piores rodoviárias do Estado, precisamos urgentemente modernizar esse Terminal e acompanhar o ritmo de desenvolvimento de Arique-

mes”, reforçou Clovis. Os vereadores João Leite (PP), Tibério Rocha (PSD), Alex Redano (PRTB) e Nivaldo Vieira (PDT), complementaram que a parceria com empresários do município tem o objetivo ainda de valorizar os empresários locais. “Não queremos que empresas de outros estados venham fa-

zer o serviço, e sim beneficiar quem é daqui”, disseram. O presidente da ACIA Jonas Perutti considerou o projeto ousado e destacou que merece atenção e deve ser bem estudado para que atenda as necessidades da população. “Mas o projeto não pode demorar, precisa ser colocado em

prática logo”, complementou Antônio Custódio diretor financeiro da Associação. Na reunião, que contou com a presença da secretária de Governo, Debora Raposo, ficou decidido que o próximo passo é levar o assunto para ser discutido com o prefeito Márcio Raposo (DEM).

Prefeitura de Ariquemes convoca beneficiários do Bolsa Família para recadastramento Comunicação PMA

O atendimento é feito nas Unidades Básicas de Saúde (UBS) até o dia 15 de dezembro

A prefeitura Municipal de Ariquemes, por intermédio da Secretaria de Desenvolvimento Social (SEMDES), convoca todos os beneficiários do Programa Bolsa Família para atualizarem os dados do Cadastro Único que interliga as informações das Secretarias de Educação, Saúde e Desenvolvimento Social. O atendimento é feito nas Unidades Básicas de Saúde (UBS), até o dia 15 de dezembro e as pessoas que não atualizarem os dados, podem perder ou de ter o benefício bloqueado. A primeira etapa foi realizada entre os meses de

janeiro a junho quando 87% dos cadastros foram atualizados no município. “Alertamos os beneficiários que já fizeram o cadastramento esse ano no primeiro semestre, que compareçam ás UBS’s novamente. Aqueles que ainda não realizaram o cadastramento devem fazê-lo com urgência, pois essa será a última oportunidade para atualizarem dados e não perderem o benefício” alertou a secretária de desenvolvimento social Ângela Bim. Ângela esclarece que é necessário informar o Número de Identificação Social (NIS). “Quem tiver o cartão antigo do Bolsa Fa-

mília deve levá-lo pois nele consta este número”. A carteira de vacinação de todos os dependentes deve ser apresentada no momento do recadastramento. Todas as pessoas que estão incluídas no programa necessitam realizar a pesagem e estar com as vacinas em dia. As mulheres estão convocadas a fazer o exame preventivo do câncer de colo de útero. Algumas UBS estarão realizando plantão para atender a demanda, informou a secretária. O prefeito Márcio solicita que aos beneficiados por este Programa que realizem o recadastramento o quanto antes.

Cadastro Único O Cadastro Único é responsável pelo ingresso das famílias em Programas Sociais, entre eles o Bolsa Família. As pessoas beneficiadas são acompanhadas pelo Centro de Referência de Assistência Social (CRAS). Por meio do Cadastro Único é possível conhecer a realidade socioeconômica das famílias, obter informações sobre o núcleo familiar, as características do domicílio, as formas de acesso a serviços públicos básicos e dados de cada um dos componentes da família, informou Ângela Bim.


8 Caderno nossarondônia 12 nossoestado

Social

Ariquemes Rondônia Veja14 as suas -fotos a 20 de novembro de 2011 Edição 50 - Ano II divulgue o seu evento Acesse o site mais top da cidade

RONDOFEST

.com.br

Um abraço pro amigo Edson Ker, liderança do PP em Ariquemes. Edson tem a tarefa de estruturar o partido em nosso município. Abração e muito sucesso!!!

Muito sucesso para a turma de formandos no curso de Cabo da Polícia Militar. O pessoal comemorou bastante no Clube da Polícia Civil na última sexta-feira em Ariquemes. Pensa só, o Arruda passou em 1º lugar!!!

A casa ficou cheia. Bombou a inauguração da Fábrica do Chopp, na Av. Canaã em Ariquemes. Representante da Haus Bier, a casa promete em mais um "point" para o happy hour nos fins de tarde. Muita gente bonita e chopp geladinho a noite toda. Parabéns ao Paulo e ao Marcelo pelo empreendimento.

◄◄◄

Destaque também para a empresária Adelci, presente no 7º Gima na Praça com a Loja Indiana. Sucesso nas vendas!!!

◄◄◄

◄◄◄

◄◄◄

O destaque aqui vai para o chargista Lair Ventura, recém chegado em Ariquemes e já mostrando serviço. Lair está elaborando algumas charges para o JNF e uma delas é esta acima, onde figura o casal Shirley e Gilberto Miranda, empresários e idealizadores do evento Gima na Praça. Outros trabalhos do chargista são as caricaturas do Ciro e do Jabá, colunistas esportivos.

◄◄◄

Alô especial para o "Trio Parada Dura", Capitão Lima, Capitão Livi e Tibério Cardoso. Trabalho arrojado no DER na região de Ariquemes.

Fotos

Ariquemes Agora

A voz que conquistou o Brasil!!! Um mega show prontinho pra você!


Ariquemes - Rondônia 14 a 20 de novembro de 2011 Edição 50 - Ano II

17


10

nossoestado

Ariquemes - Rondônia 14 a 20 de novembro de 2011 Edição 50 - Ano II

Regularização fundiária é tema de reunião entre Confúcio Moura e Michel Temer A aceleração no processo de regularização de terras urbanas e rurais nos 17 municípios rondonienses que estão na faixa de fronteira com a Bolívia foi a pauta da audiência do governador Confúcio Moura e o vice-presidente da República e coordenador do Plano Estratégico de Fronteiras, Michel Temer, na quarta-feira (11), em Brasília.

P

ara Confúcio Moura, a regularização fundiária desta faixa de 150 km a partir da linha de fronteira está atrasada. O Programa Terra Legal tem tido dificuldade para vencer todos os requisitos burocráticos existentes, em especial devido à dificuldade de se obter anuência prévia do Conselho de Defesa Nacional. O governador ressaltou que é preciso trazer essas propriedades para o mundo da regularização e do

conhecimento. “Primeiro porque vai valorizar os imóveis, dar dignidade ao cidadão posseiro e a consequência é aumentar o PIB do Estado de Rondônia, em decorrência do cadastro bancário”, disse. A deputada federal e coordenadora da bancada de Rondônia no Congresso Nacional, Marinha Raupp, explicou que a regularização fundiária dessas terras resgata o reconhecimento das famílias que estão nessa faixa de fronteira há

muito tempo. De acordo com a deputada, a audiência foi positiva porque o vice-presidente irá fazer os encaminhamentos à presidenta Dilma Rousseff. “Estamos esperançosos e vamos trabalhar com o objetivo de concretizar positivamente essa matéria”, finalizou. Participaram também dessa audiência, o senador Valdir Raupp e o secretário de Administração do governo de Rondônia, Rui Vieira de Souza.

O ME MÉT LHOR ODO D ENS INO E

Deputados gastam quase R$ 80 mil em perícia em novo prédio da ALE Licitada às pressas no final do governo Cassol, a nova sede da ALE nem sequer tomou forma e já criou diversas polêmicas em Rondônia. Desta vez, os deputados estaduais dispensaram licitação para contratar uma empresa especializada em prestação de serviços em perícia técnica para avaliar a estrutura atual e o andamento parcial das obras no canteiro. São quase R$ 80 mil dos cofres públicos gastos para verificação de uma obra que não tem três anos completos. A justifica-

tiva parlamentar é simples. Existe a necessidade de confirmar se há ou não irregularidades nas obras como: “desgaste ao longo do tempo, pela ação da natureza, logo, todo o problema físico existente na obra sofrerá aumento de dano com avanço do tempo e que todo acréscimo de tempo é contribuinte na deterioração, mesmo que mínima, dos materiais aplicados”. A população de Rondônia, principalmente na Praça Jonatas Pedrosa – na Sete de Setembro – , no Centro Comercial da Avenida José Amador dos Reis e também

na Jatuarana tem um questionamento em comum: por que não foi solicitada, por exemplo, a perícia técnica do Estado? E acrescentam: - Onde estão os órgão de fiscalização? Já que houve licitação, o projeto foi homologado e as obras têm um engenheiro responsável que está devidamente registrado no CREA - Conselho Regional de Engenharia, Arquitetura e Agronomia de Rondônia – por que gastar quase R$ 80 mil se a obra ainda está dentro do prazo de cinco anos da responsabilidade da empresa que a constrói?

Al. Fortaleza Setor 03

FONE

3535

4430


18

Ariquemes - Rondônia 14 a 20 de novembro de 2011 Edição 50 - Ano II

Jabá Pedaladas

Alexandre

nossapolítica

Romário Até que enfim alguém para peitar Ricardo Teixeira, o Baixinho Romário fez uma ação inédita na história da política do nosso país, a pergunta chave é, você renunciaria a Presidência da CBF Sr° Ricardo Teixeira ? Pois Ricardo não teve resposta se manteve calado amparado pela lei. Outra colocação de Romário foi a seguinte, “ isto aqui está parecendo

Ciro Martins De Trivela Muito mais do que em um clube, uma Seleção é composta por vários jogadores além dos onze que entram em campo inicialmente. Um grupo de Copa do Mundo, por exemplo, é formado por 23 jogadores e estar nele é o objetivo da maioria dos atletas de alto nível. Estrelas como Neymar, Ronaldinho, Kaká, entre outras sabem que,

circo” . O atual e sempre Presidente achou que o baixinho seria outro pau mandado. Mas quebrou a cara, o representante da FIFA faz parte da máfia, quis questionar, mas Romário disse a última frase “ eu não sou pago pela FIFA, nem CBF e quanto menos AMBEV. COPA 2014 Uma verdadeira palhaçada no congresso, “que isso gente”, só esquema forte, liberar Cerveja nos

Estádios, Estudantes entrada completa, interesses próprios, uma verdadeira “zorra total”. Nossa, até 2014 o povo Brasileiro, vai ter a oportunidade de ver ,que são nosso atuais políticos, do que eles são capaz. Romário, eu já era seu fã como jogador de futebol , agora sou seu fã como político. Valeu Peixe. Copa Glacial/Globo Sport Tem pessoas que não

ajuda em nada e ainda quer atrapalhar o trabalho dos outros, são os mesmo de sempre, pessoas medíocre, pobre de espírito e sem personalidade nenhuma. Minha nossa, será que isto nunca vai acabar, reclama de arbitragem, reclama de campo, reclama de iluminação, reclama dos organizadores. Olha o conselho meu para este tipo de gente: Está chegando o final do ano, vai para uma praia

ou vai para P.Q.P... Vasco na Busca da Tríplice Coroa Vasco da Gama que não lembra da rápida passagem do Vascão na segundona, mais isto tudo já se apagou, Roberto Dinamite e Ricardo Gomes, são eles os responsáveis pela ótima campanha do Gigante da Colina, Campeão da Copa do Brasil.

Desfalcado, Brasil faz amistoso com Gabão se tudo ocorrer normalmente terá o seu lugar garantido. É pela ausência das estrelas e pela opção do técnico Mano Menezes, que os amistosos contra o Gabão e Egito, ganhem a devida importância. O Brasil enfrentou o Gabão na última quinta-feira, ás 16h de Brasília e fez um teste de jogadores que não são titulares ab-

solutos com a amarelinha e nem em seus clubes, e digo de passagem que jogo horroroso, devia jogar e nem transmitir, perdeu tempo quem ficou em frente à telinha da poderosa. Foi o penúltimo amistoso da Seleção Brasileira em 2011, o último nesta Segunda, contra o Egito. Ora, acho um absurdo, tratar a Seleção Brasileira

com tanto descaso, fazer amistoso contra Gabão e Egito, é no mínimo uma falta de consideração com o povo brasileiro, a CBF mais uma vez, cometendo esses desmandos para poder aumentar a riqueza de seu cofre, que será dividido entre os amiguinhos de Ricardo Teixeira. E ainda suando pra ganhar de 2 x 0 num campo

de várzea, do fraco time do Gabão, quando será que alguém irá tomar uma atitude pra parar essa vergonha que é a CBF e o Sr. Ricardo Teixeira. Depois vem dizer, que a Seleção é a pátria de chuteiras, temos que mudar a marca e calçar chuteiras melhores viu!!!!


12

nossoestado

Ariquemes - Rondônia 14 a 20 de novembro de 2011 Edição 50 - Ano II

R$ 6,08 bilhões Governo estima receita para 2012 DECOM

N

o valor estimado de R$ 6,084 bilhões, já se encontra na Assembléia Legislativa o projeto de lei do orçamento de 2012. O projeto que estima as receitas e fixa as despesas do governo estadual ao longo do ano que vem terá um caráter mais social, focado na eficiência da gestão e sintonizado com os compromissos assumidos pelo então candidato Confúcio Moura durante a campanha eleitoral, porém, “atento aos desafios a serem superados, num momento em que Rondônia vem se consolidando como a terceira economia da Região Norte”, observa o governador Confúcio Moura

em sua mensagem enviada aos deputados estaduais. A peça orçamentária incorporou sugestões apresentadas por representantes da sociedade rondoniense, por ocasião da elaboração do Plano Plurianual (PPA) quando foram realizadas cerca de dez audiências públicas em todas as regiões do Estado. Na mensagem enviada à ALE, o governador Confúcio Moura destaca a “necessidade de modernização da estrutura da administração pública, o fomento e o incentivo à competitividade dos diversos setores produtivos, principalmente dos mais carentes de investimentos tecnológicos, o forte

investimento em políticas públicas para a promoção de um desenvolvimento inclusivo que amplie as oportunidades e erradique a pobreza e a miséria, bem como a implementação de uma eficiente gestão territorial e ambiental”. Confúcio Moura acentua ainda na mensagem que os programas e ações contidos no projeto de lei “refletem a responsabilidade em agregar forças e explorar a sinergia ativa da sociedade, visando proporcionar um desenvolvimento mais justo e equilibrado para todos, buscando a elevação do Produto Interno Bruto (PIB) e a melhoria do Índice de Desenvolvimento

Humano (IDH) para promover condições de vida mais adequadas aos rondonienses”. O governo contingenciou R$ 54 milhões da parte do próprio Executivo a serem utilizados em despesas de emendas parlamentares de bancada ou bloco parlamentar. Contingenciamento é o bloqueio de despesas previstas no orçamento, cujo procedimento é empregado pela administração para assegurar o equilíbrio entre a execução das despesas e a disponibilidade efetiva de recursos. As despesas são bloqueadas a critério do governo, que as libera ou não, dependendo da sua conveniência.

Orçamento traduz os compromissos políticos e socialmente assumidos, diz Confúcio

Combate à Aftosa Idaron participa do lançamento de campanha na Bolívia

DECOM

O presidente da Agência Idaron, Marcelo Henrique Borges e o gerente de Inspeção e Defesa Sanitária Animal (GIDSA), Fabiano Ale-

xandre dos Santos, participaram no dia 1º de novembro do lançamento do 22º Ciclo de Vacinação Contra a Febre Aftosa da Bolívia. O evento aconteceu

em Santa Cruz de La Sierra. Na oportunidade foi feita a vacinação de alguns bovinos, dando início oficialmente, ao ciclo de vacinação naquele país.

A expectativa do Serviço Nacional de Sanidade Agropecuária e Alimentar da Bolívia (Senasag) é vacinar mais de 5,5 milhões de bovinos em todo o País, o que representa cerca 82% do rebanho bovino nacional. Segundo o presidente da Federação dos Pecuaristas, Juan Carlos Peredo, a projeção é imunizar 2,6 milhões de bovinos e bubalinos espalhados em 19,4 mil propriedades dos 39 municípios existentes no Departamento de Santa Cruz. A Bolívia registrou o últi-

mo foco de aftosa em 2007 e tem um rebanho de aproximadamente 7 milhões de bovinos. “O objetivo da nossa ida a Bolívia foi de reafirmar compromisso do governo de Rondônia em colaborar com o país vizinho no processo de erradicação da doença. No último ciclo de vacinação na Bolívia técnicos do Idaron vacinaram aproximadamente 23 mil animais, em 277 propriedades bolivianas”, conforme Fabiano Alexandre. Segundo o presidente do Idaron, Marcelo Henrique, “é

compromisso do governador Confúcio Moura estarmos irmanados na política nacional do governo Dilma de apoiar os países da América do Sul no desenvolvimento das mais diversas áreas, sendo que na área de sanidade o objetivo da Bolívia em se tornar livre da febre aftosa, ampliando mercados e gerando divisas para contribuir com o desenvolvimento econômico dos nossos irmãos bolivianos, contará com a nossa cooperação, pois estamos juntos nesta empreitada”.


Ariquemes - Rondônia 14 a 20 de novembro de 2011 Edição 50 - Ano II


14

nossoestado

Ariquemes - Rondônia 14 a 20 de novembro de 2011 Edição 50 - Ano II

CASO JOÃO PAULO II

Superlotação é provocada pela violência no trânsito

C

Divulgação

om uma média diária de 29 pacientes vítimas da violência no trânsito, não apenas de Porto velho, mas também do interior - número que sobe para 50 a 60 aos finais de semana - o Hospital e Pronto Socorro João Paulo II chegou ao esgotamento, estando permanentemente superlotado e com os profissionais de saúde sobrecarregados em suas funções. Não é diferente, entretanto, da

realidade espalhada pelo país. A questão é que o grande fluxo de vítimas de acidentes no trânsito tem provocado um congestionamento que leva a unidade a uma situação além de sua capacidade de atendimento. De janeiro a outubro de 2011, por exemplo, já foram registrados 7.186 atendimentos à vítimas do trânsito. Na maioria dos casos, os acidentes envolvem jovens que fazem uso de bebidas alcoólicas

e dirigem em alta velocidade, sendo que muitos desses pacientes necessitam passar por cirurgias de alta complexidade. Em 90% dos casos, as vítimas são motociclistas que, em sua maioria, não utilizam o equipamento de segurança necessário. O João Paulo II dispõe de uma equipe multiprofissional que realiza plantão 24h, com dois ortopedistas, dois cirurgiões geral, dois neurocirurgiões, dois clínicos geral, dois in-

tensivistas, dois anestesiologistas e uma equipe de enfermagem especializada. Além disso, mais de 15 médicos especialistas ficam de sobreaviso, dentre eles, cardiologista, neuro-clínico, buco-maxilofacial, pneumologista e oncologista, e outros.

Vale destacar ainda que cerca de dois meses após o início do trabalho em conjunto entre cirurgiões de outros Estados, equipes próprias e apoio de especialistas do Hospital de Base Ary Pinheiro, o João Paulo II zerou a lista de pacientes a espera de cirurgias ortopédicas.

..................................................... de Nota Fiscal A força do Publicação trabalho- Extravio a serviço de Ariquemes

Brasil Norte Bebidas LTDA, situada na Rodovia BR 364, KM 190, nº 2031, Bairro: Vila Sossego, inscrita no CNPJ: 34.590.315/0013-91 e Inscrição Estadual: 0000000173796-1 em atendimento ao paragrafo 2º do Art. 327 do Decreto 8321/98 RICMS, vem comunicar aos órgãos Federais, Estaduais e Municipais o extravio da 1ª NF nº 5841 emitido no dia 22/07/2008 pela CSI Service LTDA; Tornando sem efeito para quem estiver de sua posse.

Aprovada medida que reduz a zero tolerância para álcool na direção Um projeto aprovado no Senado muda o código brasileiro de trânsito e reduz a zero a tolerância a quantidade de álcool no sangue dos motoristas. Divulgação

A Lei Seca deve ficar ainda mais rigorosa. Um projeto aprovado no Senado traz mudanças no código de trânsito. Uma delas é polêmica, porque reduz a zero a quantidade de álcool para quem dirige. Tolerância zero, álcool zero. Caso tenha bebido qualquer quantidade de álcool, o motorista poderá ser punido. Testemunhas, fotos, imagens ou vídeos poderão substituir o teste do bafômetro para comprovar a embriaguez. Mas o projeto ainda precisa ser votado na Câma-

ra. Apesar da Lei Seca, tem muito motorista que ainda insiste em beber antes de dirigir. “Duas cervejinhas não atrapalham ninguém”, acredita o servidor público Paulo Antonio. Rommel Cavalcanti, que é motorista profissional, discorda: “A gente acaba perdendo um pouco do reflexo, mesmo tomando um copo”. Nem um nem meio copo. Uma mudança aprovada no Senado aumenta o rigor da Lei Seca. Proíbe qualquer quantidade

de álcool no sangue do motorista. Hoje é considerado crime dirigir com concentração de álcool igual ou superior a seis decigramas por litro de sangue. A nova lei cria uma punição específica para quem dirigir alcoolizado e provocar acidente com morte. Nesse caso, o motorista pode pegar de 10 a 16 anos de prisão. Outra novidade é a forma de comprovar o crime. Vídeos do motorista embriagado ou mesmo o depoimento de testemunhas também serão considerados provas.


nossobrasil

Ariquemes - Rondônia 14 a 20 de novembro de 2011 Edição 50 - Ano II

Coniventes com o tráfico

Traficante Nem diz que metade do seu faturamento ia para policiais

15

“Preso na penitenciária de segurança máxima Bangú 1, Nem deve ser transferido para o presídio federal em Porto Velho - RO”

Divulgação

Rio de Janeiro - Num longo depoimento na sede da Polícia Federal na madrugada de quinta-feira (10), acompanhado por um grupo restrito de policiais federais, o traficante Antônio Bonfim Lopes, o Nem, chefe do tráfico na Rocinha, preso na quarta-feira (09) na Lagoa , afirmou que metade de tudo que faturava com a venda de drogas era entregue a policiais civis e militares da banda podre. A propina gorda seria entregue a numerosos agentes públicos. O traficante deu detalhes, inclusive datas, de casos de extorsão. Ainda no depoimento, o criminoso afirmou que, devi-

do às constantes extorsões, em alguns períodos seu faturamento era zero. Segundo algumas estimativas da Polícia Civil, não confirmadas no depoimento, o bandido faturava mais de R$ 100 milhões por ano. - Metade do dinheiro que eu ganhava era para o "arrego" (gíria para propina) afirmou Nem. O secretário de Segurança, José Mariano Beltrame, disse em entrevista ao “RJ-TV”, da TV Globo, que gostaria muito que Nem falasse mesmo o que sabe, por conhecer “a arquitetura do tráfico de drogas e como são os meandros da corrup-

ção”. - Ele tem uma prestação de contas muito séria e importante a fazer à sociedade fluminense. Ele tem que prestar contas sobre a corrupção de agentes públicos. Eu acho que isso faria com que fosse dado um passo importante no combate à criminalidade - disse Beltrame, por telefone, de Berlim, onde está apresentando os projetos na área de segurança para a Copa e as Olimpíadas. O bandido contou no depoimento que uma parte do seu lucro com a venda de drogas era gasta em assistencialismo na Rocinha,

com pagamento de enterros, fornecimento de cestas básicas, compra de remédios e realização de obras. - Quando me pediam, eu comprava tijolos e financiava a construção de casas na comunidade - disse. PF diz que monitora outros traficantes O delegado Victor Hugo Poubel, coordenador da Delegacia de Combate ao Crime Organizado da PF, garantiu que as informações passadas pelo bandido serão investigadas em inquérito. Poubel afirmou também que outras prisões podem ocorrer nos próximos dias e que a PF tem acompanhado a movimenta-

ção dos bandidos do Rio, em especial os da Rocinha. - Nossos policiais da Delegacia de Repressão a Entorpecentes (DRE) estão monitorando a movimentação de bandidos

que porventura tentem fugir da Favela da Rocinha. Estamos trabalhando intensamente, com apoio da Secretaria de Segurança, numa troca constante de dados de inteligência - afirmou Poubel.


Ariquemes - Rondônia 14 a 20 de novembro de 2011 Edição 50 - Ano II


EDICAO 50