Page 1

jornalminuano.com.br

BAGÉ, sábado, 11, e domingo, 12 de agosto de 2018 - ANO XXIV Nº 6 005 | R$ 2,50

Comércio

Perspectiva de aumento nas vendas para Dia dos Pais Lojistas de Bagé mantêm otimismo e apostam em promoções para estimular as vendas no final de semana

Educação

Congrega Urcamp 2018 será realizado em outubro Maior evento científico da região da Campanha acontece entre os dias 22 e 26 em Bagé. Inscrições estão abertas no site da Universidade da Região da Campanha

Pág. 3

Pág. 12 Vera Caetano/EspecialJM

Rural

Mais de 97% do rebanho foi vacinado contra febre aftosa Resultado representa o balanço parcial da primeira etapa da campanha de vacinação, realizada de 1º a 30 de maio

Pág. 4

Gestão

Comitiva de Jaguarão conhece modelo adotado pelo HU Direção da Santa Casa realizou visita ao Hospital Universitário, na sexta-feira, para uma troca de experiências

Pág. 8

Esporte

Equipe do Guarany disputa semifinal da Copa Safergs

Time sub-20 entra em campo no final de semana para enfrentar o Rio Grande no Estádio Estrela D’Alva

Pág. 19

Previsão do tempo

9ºC

15ºC

Com foco no meio ambiente

Em atividade organizada pela Emater com a Escola Simões Pires, mais de 40 alunos participaram da implantação de lixeiras seletivas. O cronograma de ações ambientais também incluiu o plantio de palmeiras Pág. 13

Empreendedor - Festas personalizadas são diferenciais da LolliCreative

Pág. 6


02

Opinião

Editorial

O

www.jornalminuano.com.br

BAGÉ, 11 E 12 DE AGOSTO DE 2018

redacaominuano@gmail.com www.jornalminuano.com.br

Nova chance para o carvão leilão de energia

Essas empresas encaram o de-

nova A-6, agen-

safio de convencer investidores

dado para o dia

em um ambiente desfavorável,

31, será observa-

do ponto de vista econômico.

do com atenção por lideranças

Sem linhas de crédito específi-

políticas da região. Mais de mil

cas, as térmicas precisam atrair

empreendimentos foram ca-

pela eficiência. O fator social,

dastrados no certame. Um, em

porém, pode ter peso maior

especial, pode representar uma

neste debate.

alternativa para a geração de

Os municípios de Ace-

emprego e renda. A UTE Ouro

guá, Bagé, Caçapava do Sul,

Negro, projetada para Pedras

Candiota, Dom Pedrito, Hulha

Altas, também é importante

Negra, Lavras do Sul, Pinhei-

para uma cadeia produtiva que

ro Machado e Pedras Altas,

precisa comprovar seu poten-

que integram o denominado

cial para crescer diante de no-

Polo Carboquímico da região

vas condições políticas.

da Campanha, deveriam am-

As usinas eólicas domi-

pliar o debate sobre a geração

nam a oferta, com 928 empre-

de energia a partir do carvão

endimentos. Sete hidrelétricas e

mineral. Diante de uma nova

66 pequenas centrais hidrelétri-

chance, representada pelo lei-

cas (PCHs) disputam o leilão.

lão do governo federal, a arti-

Ocorre que apenas duas terme-

culação local cumpre uma fun-

létricas a carvão estão no páreo.

ção estratégica.

FAT - Jornal Minuano | CNPJ: 87415725/0012-81 Endereço: Rua Brigadeiro Mércio, 72 - CEP 96400.720 - Bagé/RS Telefones: Redação (53) 3242-7693 - Assinaturas 3241-6377 www.jornalminuano.com.br | redacaominuano@gmail.com | facebook.com/jornalminuanobage

GERENTE COMERCIAL Adriana Robaina

EDITOR-CHEFE Felipe Valduga

Editor assistente - Sidimar Rostan • Reportagem - Viviane Becker - Cláudio Falcão - Melissa Louçan - Jaqueline Muza - Rochele Barbosa - Daiane Lima - Augustho Soares (estagiário) • Chargista - Cláudio Falcão • Repórter fotográfico - Antônio Rocha - Tiago Rolim de Moura • Diagramação - Luís Mário Pereira - Daniel Cuerda Ferreira • Revisão - Helena Pereira • Assistente comercial - Angelina Britto • Vendedores - Dulce Dias - Fabrício Becker • Distribuição - Marcos Goulart • Administrativo - Lidiane Selaje Marques • Colaboradores - José Carlos Teixeira Giorgis - Marcelo Teixeira - José Artur M. Maruri dos Santos - Norberto Dutra - Airton Gusmão - Dilce Helena dos Santos - Fernando Risch - João L. Roschildt • Impressão - Gráfica UMA (Grupo RBS) - Porto Alegre/RS Laboratório de

Jornalismo

Coordenador do Curso de Jornalismo

Glauber Pereira

Os artigos assinados não refletem, necessariamente, a posição do jornal. Por isso, a editoria não se responsabiliza pelas opiniões emitidas.

Marcelo Teixeira

@marcelodct marceloct@ymail.com

Faça amor!

O tema “aborto” voltou à pauta em função de uma tentativa de mudança legislativa na nossa vizinha Argentina que, coincidentemente, ocorreu simultaneamente às audiências públicas promovidas pelo STF sobre um pedido feito pelo PSOL, solicitando uma autorização para o aborto até a 12ª semana de gravidez. Bueno, lá entre os hermanos a discussão já terminou com um veredicto apertado contra o aborto no Senado argentino. Aqui não sei quando o tema vai para o plenário do STF, mas me parece que juridicamente não há razão para o debate visto que o Código Penal não condiciona a autorização do aborto ao tempo de gestação da mãe do bebê. Da forma como foi apresentada a proposta do PSOL, parece até que existe um prazo menor que precisa ser ampliado, mas, na verdade o aborto não pode ser feito em momento algum, seja no primeiro, no terceiro ou no quinto mês. Que eu saiba, o tempo de gestação é de relevância médica, pois é ele que determina se o procedimento é aborto ou parto. Assim, a delimitação do tempo de gestação, que até pode ser relevante do ponto de vista médico, é absolutamente inócua do ponto de vista jurídico, para efeito de caracterização do crime. Pouco importa! Aborto é aborto e pronto! Se a lei autoriza ou não autoriza é aborto igual! E apesar de todo o tempo em que este debate é travado ciclicamente, o aborto continua carecendo de melhores argumentos que o justifiquem. Um deles, preferido por muitos, é o que considera o aborto como uma questão de saúde pública, visto que as gestantes seriam “obrigadas” a fazer o procedimento em clínicas clandestinas e/ou em condições precárias, e não em hospitais públicos equipados. O argumento já começa ruim, porque a realidade da maioria dos hospitais públicos brasileiros não garante condições adequadas sequer para evitar um diagnóstico genérico de virose, quanto mais para fazer um aborto. E mais, depois da vigência da Portaria nº 1508 do Ministério da Saúde,

desde setembro de 2005, de fato, em muitos hospitais públicos brasileiros, o aborto já é um procedimento cotidiano, praticamente “liberado”. Para tanto, basta a gestante alegar ter sido estuprada e preencher alguns formulários padrão, sem que isso traga alguma consequência jurídica para a gestante ou para o suposto estuprador. Essa realidade foi revelada no ano passado pelo programa Profissão Repórter, da Globo. É verdade que em muitas localidades a referida portaria não saiu do papel, mas em outras, não só saiu como ainda instaurou um procedimento muito ágil onde a alegação de estupro é mera formalidade para autorizar o aborto, o velho e conhecido fim que justifica os meios. Desta forma, fica provado que a “brecha jurídica” infelizmente já existe para se “legalizar” o aborto e isso, de certa forma, parece confirmar os dados de 2014 divulgados pela revista Exame que, para um número estimado de um milhão de abortos praticados, registrou a prisão de apenas 33 mulheres em 22 estados brasileiros. Na prática, esses números apontam que a chance de ser efetivamente presa por aborto no Brasil é de apenas 0,003%. Mesmo sem ter dados mais atuais e locais, não é difícil acreditar nestes números, sobretudo neste país da impunidade. E tudo isso revela que boa parte do debate ocorre sobre premissas falsas, necessidades irreais, problemáticas inventadas, direitos inexistentes etc. Enfim, acho que está na hora de inaugurar novos parâmetros para este debate não só para sair da mesmice, mas principalmente para deixá-lo mais honesto e qualificado. Sou contra o aborto, sou a favor da lei. Sou contra o aborto, sou a favor da vida. Sou contra o aborto, sou a favor da pílula. Sou contra o aborto, sou a favor da prevenção. Sou contra o aborto, sou a favor da coragem de assumir suas responsabilidades. Sou contra o aborto, enfim, mais pela razão do que pela fé, mas, sou contra o aborto, também por ter fé em Deus, fé na vida, fé no amor, como Ele nos ensinou. Faça amor, não faça aborto!

Se a lei autoriza ou não autoriza é aborto igual!

Advogado e professor universitário

Cláudio Falcão

Charge Florêncio e os rituais

falcaobage58@gmail.com


Cidade

www.jornalminuano.com.br

BAGÉ, 11 E 12 DE AGOSTO DE 2018

Comércio projeta aumento de vendas para Dia dos Pais durante final de semana

fotos Tiago Rolim de Moura

Andreia afirma que produtos mais procurados são celulares, televisores e “cadeiras do papai”

Comerciantes apostam em promoções para atrair clientes

Mesmo com a aproximação do Dia dos Pais, celebrado neste domingo, o comércio local permanece pouco movimentado em relação aos anos anteriores. A redação do Jornal MINUANO visitou alguns estabelecimentos localizados no centro de Bagé, e verificou que, mesmo com o baixo movimento, os lojistas continuam otimistas e apostam em promoções e em uma alta nas vendas, no fim de semana. O proprietário de uma livraria local, Richarles Nogueira, é um dos que apostam neste aumento do movimento. Nogueira revela que, normalmente, o dia dos Pais é a terceira melhor data para o comércio de livros, em Bagé, com aumento médio de 15% a 20% nas vendas, apenas ficando atrás do Natal e do Dia das Mães.

Neste ano, a livraria está disponibilizando aos clientes a possibilidade de comprar cartões presentes, com valores de R$ 50, R$ 100 e R$ 200. Entretanto, ainda não houve incremento significativo no comércio.“Nos outros anos nós tínhamos uma semana com movimento mais intenso. Mas acreditamos que deve haver um aumento nos próximos dias”, declara. A gerente de uma loja de artigos personalizados, Márcia Câmara, e a gerente de uma loja de departamentos, Andreia Barreto, também acreditam que os bajeenses estão deixando para escolher os presentes no final de semana. Márcia conta que, embora haja procura por produtos personalizados com a palavra “pai” e kits para churrasco, as vendas continu-

Nogueira indica “cartões presente” como alternativa para presentear os pais

Camisas são uma opção de presente

am amenas. Já, Andreia, conta que para atrair o público, a loja está com promoções em produtos de diversos setores, além de apostar em facilidades de parcelamento nas compras. A gerente revela que os artigos mais procurados nesta época são celulares, televisores e “cadeiras do papai”. Por sua vez, o proprietário de uma loja de confecções masculinas, Rafael Marques, revela que o movimento está em alta, porém a procura por presentes continua baixa. Marques explica que os itens com maior procura são camisetas e acessórios. O proprietário atribui parte do movimento à época de formaturas, mas também espera um aumento no fim de semana e realiza promoções com 50% de desconto à vista e em sorteios com brindes especiais.

03


04

Campo & Negócios

www.jornalminuano.com.br

BAGÉ, 11 E 12 DE AGOSTO DE 2018

Abertas inscrições para as finais de provas funcionais

No mês de setembro, em Esteio, as tradicionais Campereada, Freio do Proprietário e Movimiento a La Rienda chegam às suas finais. As

inscrições para as disputas estão abertas no site da Associação Brasileira de Criadores de Cavalos Crioulos (ABCCC) até o dia 17 de setembro.

Simpósio na Expointer atualizará veterinários

O Sindicato dos Médicos Veterinários no Estado do Rio Grande do Sul (Simvet/RS) organizará durante a Expointer, neste ano, um simpósio de dois dias abordando temas importantes para a categoria. Nos dias 29 e 30 de agosto, na Casa do Veterinário do Parque de Exposições Assis Brasil, em Esteio, temas como inspeção de produtos de origem animal, combate ao carrapato e bem estar animal de equinos estarão em pauta. Conforme a presidente do Simvet/RS, Angelica Zollin, o sindicato continua levando à Expointer assuntos de extremo interesse para a categoria dos médicos veterinários, onde poderão ver modelos e exemplos do que vem sendo realizado no campo, além de poder tirar dúvidas sobre os temas propostos. “Todos os assuntos a serem apresentados são pertinentes e continuam atuais, mesmo alguns já terem sido debatidos, acabam retornando por sua reincidência como é o caso da resistência dos carrapatos e a modernização da inspeção. E essa será uma oportunidade de conhecermos outros olhares sobre os temas”, enfatiza. No dia 29 de agosto, a partir das 9h30min, ocorre o painel sobre “Programas e combate ao carrapato”, com o presidente do Conselho Técnico da Conexão Delta G, Bernardo Pötter,

que falará sobre “Seleção genômica para resistência a carrapatos” e com o mestre em produção animal Octaviano Pereira Neto, que aborda os “Mitos e fatos no controle do carrapato dos bovinos”, com a mediação da presidente Angelica Zollin. Já a partir das 13h30min, o assunto é a “Inspeção de produtos de origem animal”, com a participação de Antônio Aguiar, da Secretaria da Agricultura do Rio Grande do Sul, e Leonardo Werlang, do Ministério da Agricultura, apresentando os modelos propostos no Estado e no País, mediado pela representante do sindicato, Andréa Troller Pinto. No dia 30 de agosto, o Bem Estar Animal em equinos será pauta a partir das 9h30min com a participação do superintendente do Serviço de Registro Genealógico da Associação Brasileira de Criadores de Cavalos Crioulos (ABCCC), Frederico Araújo, que mostrará o exemplo da associação nesse tema, além de Carla Menger, da Secretaria da Agricultura do Estado, com mediação do diretor do sindicato, João Júnior. E à tarde, a partir das 13h30min, a médica veterinária Denise Bicca aborda o tema do Horsemanship, mostrando as vantagens e benefícios da prática de doma, mediado pelo diretor do Simvet/RS, Alexandro Daura. Toda a programação é gratuita.

Exportações brasileiras do agronegócio registram recorde, diz ministério

As exportações brasileiras do agronegócio subiram de US$ 56,39 bilhões para US$ 59,2 bilhões entre janeiro e julho deste ano (+5%), valor recorde de toda a série histórica (1997-2018) para o período, conforme o Boletim da Balança Comercial do Agronegócio divulgado pela Secretaria de Relações Internacionais do Agronegócio (SRI) do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) na quinta-feira. O recorde foi obtido em função, principalmente, da elevação do volume das exportações, que subiu 4,3%. O índice de preços das exportações teve incremento de 0,7%. O agro representou 43,4% do total das vendas externas brasileiras no período analisado. As importações no setor totalizaram US$ 8,3 bilhões no período (-0,6%). Como resultado, o saldo da balança comercial do agronegócio nos primeiros sete meses do ano foi de US$ 50,9 bilhões. O complexo soja foi o principal responsável pelo resultado das vendas externas nos sete meses, somando US$ 27,26 bilhões (+18,5%). As vendas de soja em grão foram de US$ 22,50 bilhões (+17,2%) e tiveram participação de 82,5% no valor total exportado pelo

Ivan Bueno/Appa/EspecialJM

Vendas somaram US$ 59,2 bilhões entre janeiro e julho segmento. O montante é recorde da série histórica (1997-2018). As 56,47 milhões de toneladas de soja em grão exportadas também são recorde para o período. As exportações de farelo de soja também foram recordes em valor e quantidade. De janeiro a julho, foram vendidos ao exterior US$ 4,06 bilhões em farelo de soja (+30,1%) ou o equivalente a 10,3 milhões de toneladas (+17,5%).

Os produtos florestais ficaram na segunda posição dentre os principais segmentos do agronegócio, atingindo US$ 8,11 bilhões, em alta de 27,4%. O principal produto exportado foi a celulose, com US$ 4,94 bilhões (+40,8%), com recorde de nove milhões de toneladas (+11,0%). De acordo com o boletim da SRI, o produto vem, ano após ano, quebrando recorde nos embarques externos.

Segunda etapa da vacinação contra febre aftosa deve iniciar em novembro

Balanço parcial da primeira etapa da campanha deste ano de vacinação contra a febre aftosa, realizada de 1º a 30 de maio, que teve prorrogação de 15 dias em 20 estados e no Distrito Federal, apontou que foram vacinados 97,32% do rebanho esperado de 201,1 milhões. A imunização alcança 195,75 milhões de bovinos e búfalos. O dado preliminar foi apresentado pela Divisão de Febre Aftosa (Difa) do Ministério

da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa). A quase totalidade dos estados brasileiros já enviou seus relatórios de vacinação e a previsão é que a cobertura chegue a 98%. Nos últimos três anos, esse percentual vem sendo mantido. A prorrogação do calendário de vacinação foi necessária porque a greve dos caminhoneiros afetou a entrega de vacinas no comércio. A paralisação, realizada de 21 a 30 de

maio, comprometeu a distribuição no país, no período programado. A segunda etapa de vacinação contra a aftosa será iniciada, na maioria dos estados, entre 1º e 30 de novembro, informou o Mapa. Todos os produtores do País devem vacinar seu rebanho bovídeo (bovinos e búfalos), com exceção do estado de Santa Catarina que é livre da febre aftosa sem vacinação. A dose da vacina, nessa próxima etapa, vai continuar contendo o volume de 5 ml.


Fogo Cruzado

www.jornalminuano.com.br

BAGÉ, 11 E 12 DE AGOSTO DE 2018

TCE-RS afasta débitos impostos ao ex-prefeito Dudu

Por unanimidade, o Tribunal de Contas do Estado do Rio Grande do Sul (TCE-RS) acolheu o recurso de embargos, interposto pelo ex-prefeito de Bagé, Luís Eduardo Dudu Colombo dos Santos, afastando apontamentos referentes ao exercício de 2014. O TCE-RS reduziu o débito fixado em função de apontamento sobre a prestação de contas de convênio celebrado com a Associação dos Amigos do Parque do Gaúcho e afastou os apontamentos sobre o acordo de término de greve e termo de acréscimo que, e sobre a inexistência de previsão legal no pagamento de funções gratificadas a servidores celetistas. As contas de Dudu já haviam sido consideradas regulares, com ressalvas. O recurso foi interposto para reverter sanções aplicadas pelo TCE-RS, que aceitou parcialmente os argumentos apresentados pelo ex-prefeito.

Arquivo JM

Corte aceitou, parcialmente, recurso apresentado por Dudu

Eduardo Leite deve participar da convenção do PTB de Bagé

O PTB de Bagé realizará, neste sábado, convenção para eleição do novo diretório municipal, que hoje conta com Volmir Silveira como presidente. O candidato a governador pelo PSDB, Eduardo Leite, confirmou presença. O candida-

to a vice-governador, Delegado Ranolfo, do PTB, e o candidato ao senado, Luís Carlos Heinze, do PP, também devem participar. O PTB, que inicialmente anunciou candidatura própria ao governo do Estado, aderiu à aliança em torno

do nome de Eduardo Leite, no dia 22 de maio, indicando o nome do correligionário para vice. A convenção do partido será realizada no Centro Nativista Gaspar Silveira Martins (na rua Marcílio Dias, nº 2459, bairro Laranjeiras), a partir das 20h.

Ex-presidente da Câmara de Pinheiro Machado tem contas consideradas irregulares O Tribunal de Contas do Estado do Rio Grande do Sul (TCERS) considerou irregulares as contas de gestão, referentes ao exercício de 2016, do ex-presidente da Câmara de Vereadores de Pinheiro Machado, Geovane Dutra Teixeira. A decisão não é definitiva, cabendo recursos. Seguindo o voto da relatora do processo, conselheira-substituta Letícia Ramos, o TCE-RS também impôs ao ex-gestor multa de R$ 1,5 mil, valor máximo previsto em lei

estadual. O Órgão de Controle determinou que o atual presidente da Câmara proceda à reestruturação do quadro de cargos de servidores, nos moldes exigidos pela Constituição Federal. O Legislativo de Pinheiro Machado deverá manter seu site atualizado para disponibilização de informações referentes à Lei de Transparência e à Lei de Acesso à Informação, e deverá cumprir totalmente as referidas legislações. O não atendimento a essas determina-

ções poderá repercutir na análise das contas de exercícios futuros. O TCE-RS também determinou a adequação das cópias das atas de encerramento dos inventários de bens e valores, entregues ao Tribunal, e recomendou que sejam cumpridas as normas previstas na resolução 1052/2015, que trata dos prazos, documentos e informações que deverão ser entregues ao Tribunal, para exame dos processos de contas de governo e de gestão da esfera municipal.

@sidimarrostan sidimar_frostan@hotmail.com

05

Sidimar Rostan

Município pode participar do prêmio MPT na Escola As Secretarias Municipais de Educação de 58 municípios gaúchos têm até a próxima quarta-feira, 15, para inscrever trabalhos na segunda edição do Prêmio MPT na Escola RS. A iniciativa, voltada a alunos do Ensino Fundamental, objetiva premiar os melhores contos, curtas-metragem, esquetes teatrais, músicas, desenhos e poesias sobre o combate ao trabalho infantil, elaborados a partir de atividades em sala de aula. De acordo com levantamento preliminar, o projeto atingiu neste ano mais de 190 escolas e mil turmas. As cidades participantes selecionam e inscrevem um trabalho de cada categoria, encaminhandoos para a etapa estadual, organizada pelo MPT-RS. A premiação municipal é optativa. Na fase estadual, por sua vez, serão premiados três trabalhos de cada categoria. As escolas dos primeiros colocados também ganham prêmios. A cerimônia de premiação será realizada em 5/10, em Porto Alegre. Alegrete, Arroio do Sal, Arroio do Tigre, Bagé, Balneário Pinhal, Barra do Quaraí, Boqueirão do Leão, Brochier, Cachoeirinha, Candelária, Capivari do Sul, Capão da Canoa, Carazinho, Charrua, Chuí, Cidreira, Dom Pedro de Alcântara, Eldorado do Sul, Encantado, Erechim, Esteio , Garruchos,

Glorinha, Gravataí, Ibarama, Imbé, Itati, Lagoa Bonita do Sul, Mampituba, Manoel Viana, Maquiné, Marau, Mariana Pimentel, Maçambará, Morrinhos do Sul, Nova Santa Rita, Não-Me-Toque, Osório, Passo Fundo, Pelotas, Porto Alegre, Rio Grande, Santa Cruz do Sul, Santo Antônio da Patrulha, Santo Antônio das Missões, Sapucaia do Sul, Sertão Santana, Sobradinho, Taquari, Terra de Areia, Teutônia, Torres, Tramandaí, Três Forquilhas, Uruguaiana, Vera Cruz, Viamão e Xangri-lá participam do projeto. A avaliação dos trabalhos inscritos será feita por comissão julgadora, composta de três jurados para cada categoria, os quais serão indicados pelo MPT entre membros do órgão, representantes de organismos internacionais, órgãos e entidades nacionais e parceiros nas ações de prevenção e erradicação do trabalho infantil. Os primeiros colocados de cada categoria da etapa estadual serão encaminhados pelo MPT-RS para o Prêmio MPT na Escola Nacional, organizado pela Coordenadoria Nacional de Combate à Exploração do Trabalho da Criança e do Adolescente (Coordinfância) do MPT. Em 2017, na etapa nacional, aluna de Capão da Canoa venceu a categoria Conto.


06

Empreendedor

www.jornalminuano.com.br

BAGÉ, 11 E 12 DE AGOSTO DE 2018

Divulgação

Aprenda Inglês e Espanhol no Rockfeller Language Center

O Rockfeller Language Center está com matrículas abertas para os cursos de Inglês e Espanhol ainda para este semestre. Venha ser um Rock Student e aproveite todas as vantagens que a escola oferece. Let’s Rock!

Sábados Azuis

A sétima edição dos Sábados Azuis será realizada no dia 8 de setembro. A data foi confirmada pela Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico, Ciência, Tecnologia e Inovação.

Girou, ligou, ganhou A Itaimbé Renault, em Bagé, está participando da promoção ‘girou, ligou, ganhou’. Basta ir até a concessionária, escolher uma chave e tentar dar a partida em um dos 100 Renault Kwid. Ganha o carro, aquele que conseguir ligá-lo girando a chave premiada.

Empresa oferece oficinas especiais, equipe de brincadores e arte e educadores preparados

LolliCreative oferece opções de festas personalizadas

As festas da LolliCreative são personalizadas para cada família, a partir dos gostos e interesses dos aniversariantes. A empresa oferece oficinas especiais, salas preparadas para o livre brincar, camarim com fantasias, personagens, equipe de brincadores e arte educadores preparados, decoração personalizada,

convite, equipe de garçons, copa, louça, cardápio adulto e infantil, cardápio saudável, lembrancinhas e ambiente climatizado. É possível escolher festa escolar, Lolli 55 convidados, Lolli 70 convidados, Teen, noite pijama ou chá de bebê. E, além das festas, a Lolli funciona como espaço de entretenimento

de segunda-feira a sábado, das 14 às 19 horas. Se o cliente precisar de horários diferenciados, a empresa atende com agendamento prévio. De segunda-feira a sábado, a Lolli também tem brincadores à espera dos pequenos e, nos sábados, oficinas especiais, com lanche incluso.

Rua General Sampaio, nº 374 - Telefone: (53) 3311 1171 e (53) 997130384 e-mail contato@lollicreative.com.br, ou ainda pelo Facebook ou Instagram.

Leb Livraria e Cafeteria Bajeense A Itaimbé Renault, em Bagé, está participando da promoção ‘girou, ligou, ganhou’. Basta ir até a concessionária, escolher uma chave e tentar dar a partida em um dos 100 Renault Kwid. Ganha o carro, aquele que conseguir ligá-lo girando a chave premiada.

Aniversariantes 11 de agosto Débora Cristina Leguisamo Eleonel Cunha Moura Eliane Leal Machado Francione Nogueira Gonçalves Francisca Silveira Umpierres Isabel Cristina Peres Duarte Josiane Nunes Palomeque Manoela dos Santos Manoela Silva da Costa

Márcia Liliane de Oliveira Machado Mateus Fortes dos Santos Oroziolina Ferraz Magalhães Regina Gorete Guerra Oliveira Simone Pereira Alves Teixeira Susana Goulart Budó Susana Goulart Guerra Oliveira Tayro da Silva Vaz Vivian Ramos Vaz Fortes

12 de agosto Antônio César Dutra de Meneses Carmen Lúcia Aires de Barros Cecília Borba Guimarães Delma Regina Berchon Dione Martins Vargas Enilda Alves Branco Ervandil de Moura Moreira Fabiane Caneda Filipe Soares Chaves Teixeira Gelci Martins Urdangarin

Guilherme Amaral Nunes Ingrid Sivielen Vasconcellos Ivete Beatriz Guimarães Severo Lourival de Souza Manoel José Nunes Maria Edi Pinto Fernandes Maria Francisca Granato Veiga Mateus Gomes Barbieri Paulo Roni Motta Thomas da Silva Vaz


Cidade

www.jornalminuano.com.br

BAGÉ, 11 E 12 DE AGOSTO DE 2018

07

Ópera O Quatrilho lota o complexo cultural do Museu Dom Diogo de Souza fotos Antônio Rocha

Leite se emocionou com a apresentação

Mesmo com a noite fria e chuvosa de quinta-feira, 9, os bajeenses lotaram o complexo cultural do Museu Dom Diogo de Souza, mantido pela Fundação Attila Taborda (FAT-Urcamp)para assistir a ópera O Quatrilho. O espetáculo, em dois atos, de Vagner Cunha, com libreto de José Clemente Pozenato, estreou em Porto Alegre e irá passar por vários municípios do interior gaúcho. O bajeense Flávio Leite interpretou Ângelo, um dos personagens principais.

Vagner Cunha informou que o projeto iniciou há um ano e os artistas ensaiaram por um mês durante oito horas por dia. Ele explica que a obra garante uma leitura moderna e vivaz não só para O Quatrilho, mas também para o gênero da ópera como um todo. O Quatrilho tem a direção cênica de Luís Artur Nunes e regência do maestro Antônio Carlos Borges-Cunha. A montagem tem recitativos em português e árias, duetos e coros cantados em

italiano por sete atores e cantores. Nos papéis principais estão, além do tenor Flávio Leite, as sopranos Carla Maffioletti - como Teresa - e Maíra Lautert - como Pierina -, e barítono Daniel Germano interpretando Mássimo. Também participaram das cenas a contralto Luciane Bottona, no papel de Tia Gema, o barítono Ricardo Barpp como Cósimo e o baixo Pedro Spohrcomo Rocco. A Camerata OntoArte, integrada pelos músicos Moisés Bonella Cunha (primeiro violino), Jean Veiga (segundo violino), Michael Penna (viola), Christian Munawek (violoncelo), Luciano Dal Molin (contrabaixo), Leonardo Winter (flauta e piccolo), Samuel Oliveira (clarinete), Tiago Linck (trompete), Jhonatas Soares (tuba), André Carrara (piano), Diego Silveira (timpani) e Guenther Andreas (percussão) foi montada ao lado direito do teatro. Para o tenor bajeense foi um momento de muita emoção. Ele salienta que mesmo com a noite fria e chuvosa a plateia recebeu o espetáculo com muito carinho. “Cantar uma ópera completa como O Quatrilho foi muito emocionan-

te para mim. Que essa seja a primeira de muitas e que possamos voltar para emocionar e envolver as pessoas com outros espetáculos da mesma grandeza”, disse.

História Produzido inteiramente no Rio Grande do Sul, o espetáculo tem elementos cênicos que remetem à maneira como os imigrantes italianos viveram na área rural do Estado no início do século 20. O palco foi montado retratando o cotidiano e a realidade dos imigrantes no Sul do Brasil . A história acontece em 1910, numa comunidade rural de imigrantes italianos, no Sul do Brasil, quando dois casais se unem para sobreviver e decidem morar na mesma casa. Com o tempo, a esposa de um passa a se interessar pelo marido da outra, sendo correspondida. Os dois amantes decidem fugir e recomeçar outra vida, deixando para traz seus parceiros, que viverão uma experiência dramática e constrangedora, mas nem por isso desprovida de amor. O título faz analogia ao jogo do quatrilho: jogo de cartas onde os parceiros se trocam ao longo da

partida. Os figurinos, assinados pela porto-alegrense Malu Rocha, são compostos por cerca de 30 peças produzidas em cores frias e terrosas, retratando as personalidades dos protagonistas da trama. O cenário, desenhado pelo cenógrafo Rodrigo Lopes, mostra o interior e ao mesmo tempo o exterior de uma casa colonial italiana. O uso de lambrequins, adorno arquitetônico de madeira recortada, muito utilizado nas residências dos imigrantes italianos, e de pintura de madeira junto a um céu formam o espaço cênico.

Cunha comenta que o projeto iniciou há um ano


08

Cidade

www.jornalminuano.com.br

BAGÉ, 11 E 12 DE AGOSTO DE 2018

Hospital Universitário troca experiências de gestão com Santa Casa de Jaguarão Antônio Rocha

Grupo conheceu funcionamento da instituição A equipe diretiva da Santa Casa de Caridade de Jaguarão realizou, na sexta-feira, uma visita no Hospital Universitário (HU) Doutor Mário Araújo, mantido pela Fundação Attila Taborda (FAT-Urcamp), para uma troca de experiências na gestão. O grupo formado pelo diretor-geral Filipe Ribeiro, a gestora presidente, Luisiane Costa, a gerente comercial, Tatiane Passos, a gerente de apoio, Elisa Severino, e a gerente de enfermagem, Luciana Santos, foram recebidos pelo diretor da instituição, Henry Ritta. O grupo visitou o HU, na sexta-feira, e foi informado da história e da forma de gestão instituída. De acordo com Luisiane, a visita, denominada “benchmarking”, é uma troca de experiências com o objetivo de implantar, em Jaguarão, o mesmo modelo de gestão

aplicado em Bagé. “O hospital tem um case de sucesso em um período curto de tempo e nossa ideia é buscar um modelo similar para nossa instituição”, disse. Ribeiro salienta que já esteve em Bagé, há cerca de duas semanas, e a intenção é voltar à instituição com outro profissionais. “Fomos muito bem recebidos e agradecemos à atenção dispensada pela direção do Hospital Universitário”, enfatiza. O diretor geral ressalta que o grupo realizou visitas em outra instituição de Pelotas. A Santa Casa de Jaguarão conta com 63 leitos. A nutricionista do hospital, Giovana Borges, acompanhou os visitantes. Ela salienta que a equipe diretiva da instituição está cogitando realizar uma visita à Santa Casa de Jaguarão. “É uma troca de experiencias importante”, frisa.

Organização prorroga prazo para pagamento de exames de mormo com desconto Fernanda de Oliveira/ Especial JM

Xirú Azambuja e secretária Anacarla Flores O prazo para inscrição e pagamento com desconto dos exames de anemia e mormo, referentes aos animais que desfilarão na Semana Farroupilha, foi prorrogado até o dia 15. O desconto é de 50% do valor total da coleta (R$ 61). A redução no valor se deu através de uma parceria entre a Secretaria Municipal de Cultura e Turismo e a prefeitura com um laboratório especializado, para tornar a prevenção mais acessível aos cavalarianos. O Estado registrou um surto de mormo em 2016, e, desde então, para garantir que a doença não voltará ao Rio Grande do Sul, é necessário que todos os animais que forem participar dos festejos da Semana Farroupilha tenham feito a coleta e estejam livres da bacté-

ria que causa a enfermidade. Segundo normativa da Inspetoria Estadual de Agricultura, Pecuária e Irrigação, a vacina contra a Influenza antes era uma dúvida entre os cavaleiros, agora não será necessária. De acordo com a Secretária Municipal de Cultura e Turismo, Anacarla Flores, a previsão é de que entre 400 e 500 cavalos sejam coletados, com validade dos laudos até dezembro deste ano. “Independente de desfilar ou não, se o cavalariano quiser regulamentar seu animal, deve fazê-lo. Para que a semana do 13 ao 20 de setembro seja um sucesso, é preciso que os animais estejam em bom estado de saúde”, complementa. A adesão dos animais é através de uma ficha de inscrição disponibilizada na secretaria, logo

deve-se efetuar o pagamento e então levar a ficha de inscrição no laboratório ou na pasta. Após o encerramento das inscrições, será contabilizado o número total de cavalos a serem coletados, e será divulgado o roteiro de vacinação. De acordo com o coordenador do Parque do Gaúcho, Xirú Azambuja, até o dia 5 de setembro, todas os exames já terão retornado à cidade e até o dia 13 de setembro, todos os animais estarão examinados e com as pulseiras de identificação, aptos para o desfile. Ainda segundo ele, o time de cavalarianos que vai buscar a chama crioula, no dia 29, foram os primeiros cavalos a serem coletados. De acordo com Azambuja, no dia 20 o desfile começa às 10h, com a concentração na rua Tupy Silveira, a partir da quadra da Escola Estadual de Ensino Médio Silveira Martins, tendo como rota, a rua Tupy Silveira, a rua Sete de Setembro, até a catedral, e o desfile se encerra no Parque do Gaúcho. No dia 20, a partir das 14h, será realizada uma festa, com mateada, gineteada, shows e entrega das premiações do dia, até as 18h, quando será apagada a chama crioula. Os festejos da Semana Farroupilha são realizados pelo Lions Bagé Tradição em parceria com Assessoria de Tradicionalismo do Gabinete da Cavalgada do Distrito LD3 e Comissão dos Cavalarianos, com o apoio da prefeitura.


Cidade

www.jornalminuano.com.br

BAGÉ, 11 E 12 DE AGOSTO DE 2018

09

Curso de Formação de Professores e Gestores Escolares chega a Itacurubi fotos Jéssica Pacheco/EspecialJM

Dilossane Vargas foi aluna do colégio há 25 anos Itacurubi é uma cidade da região das Missões, com aproximadamente 3,5 mil habitantes, onde educar é prioridade. Tanto a 35ª Coordenadoria Regional de Educação (35ª CRE), quanto a Secretaria Municipal de Educação, se movimentaram ao máximo para viabilizar a realização do curso de Formação de Professores e Gestores Escolares. Na manhã de sexta-feira, 10, teve início o primeiro encontro presencial das atividades desenvolvidas pela Universidade da Região da Campanha (Urcamp). O primeiro momento foi através de uma abertura oficial com a titular da 35ª CRE, Tânia Teresinha Schorn Carpes, e a pró-reitora de Inovação, Pós-graduação, Pesquisa e Extensão da Universidade da Região da Campanha (Urcamp), professora Elisabeth Drumm, que, neste ato, também representava a reitora da Urcamp e presidente do Corede Campanha, professora Lia Maria Herzer Quintana. A primeira aula foi sediada na Escola Estadual de Ensino Médio Vicente Goulart, onde a diretora, professora Vanize Diconzi

Guerra, recepcionou as turmas de professores e gestores escolares e fez a apresentação dos membros da 35ª Coordenadora Regional de Educação, Secretaria Municipal de Educação e Urcamp. O ato oficial teve a presença da coordenadora Tânia Teresinha Schorn Carpes; da diretora pedagógica da CRE, Jucelma Nuves Schneid; da Adjunta e chefe de RH da CRE, Fátima El Ali Cuthy; da secretária Municipal de Educação de Itacurubi, Lucieli Fortes; da pró-reitora de Inovação, Pós-graduação, Pesquisa e Extensão da Urcamp, professora Elisabeth Drumm; da professora da turma de gestores escolares, professora Giciéli Barúa; e da professora da turma de professores, Dilossane Vargas. Para a Coordenadora da 35ª CRE, esse curso é uma das metas do Estado e, em sua fala, ela fez uma referência à Urcamp em nome de toda as instituições de Ensino Superior comunitárias. “São as universidades que formam os nossos professores que estão na sala de aula. Portanto, nós precisamos valorizar essas instituições que, além

Coordenadora da Educação, Tânia, diretora da escola, Vanize, e pró-reitora da Urcamp, Elisabeth Drumm desse primeiro processo de gradua- meiro momento de forma poética. ção, ainda tem essa disposição de Ao abrir as cortinas da sala de aula, trazer um curso de formação conti- ela fez uma reflexão em forma de nuada. A parceria é importantíssi- metáfora, chamando a atenção soma e nós não podemos viver sepa- bre a importância do professor na rados das universidades, muito pelo vida do aluno. “Enquanto houver contrário. Todo esse processo é sol, haverá luz; e enquanto houver muito valioso, principalmente por- professor, haverá esse raio de sol que o nosso mundo está evoluindo, que ilumina. Nós somos, muitas em constante mudança; os nossos vezes, o primeiro bom dia dos nosalunos acompanham diariamente sos alunos. A primeira luz que eles esse avanço, e é somente o conheci- encontram. Aquele sol que eles mento que nos adapta para esse não têm em casa. E vocês têm nonovo mundo de que tanto falamos”, ção da nossa importância na vida explana Tânia Carpes ao concluir deles? Mas e nós? Quem cuida de com a seguinte frase: “A Educação nós? Quem é a nossa luz? Nós, é a única arma para vencermos to- professores, também precisamos dos os obstáculos”. ser cuidados. E a vida é isso. Uma A turma de professores ficou construção diária de encontros e sob responsabilidade da docente reencontros. E momentos como Dilossane Vargas que, emocionada, estes precisam ser valorizados, relatou que, hoje, retornava ao colé- pois nos enchem de luz. Eu vivo gio com um sentimento de grandes um encontro com vocês, pois verecordações. “Vinte cinco anos de- nho lá de Alegrete, é a minha pripois, eu chego nesta escola, de onde meira vez aqui; a Dilossane vive sai como aluna, para conduzir uma um reencontro, afinal já esteve turma de professores. É realmente nestes bancos como aluna, como um momento muito importante coordenadora e, hoje, vem de São para mim”. Já a responsável pela Borja para se reencontrar com anturma de gestores escolares, profes- tigos colegas. E a vida é isso. Nós sora Giciéli Barúa, conduziu o pri- abrimos a janela para que um raio

de sol nos ilumine. E nós, professores, iluminamos a vida dos nossos alunos através da educação”. Itacurubi é o penúltimo município da primeira etapa de encontros presenciais deste curso de formação de professores e gestores escolares. A última cidade a receber a Urcamp será Candiota, neste sábado, 11, quando o encontro acontece na Vila Operária. Em setembro outro cronograma será montado para o segundo contato presencial e encerramento do curso. Neste intervalo de tempo, todos os alunos inscritos terão atividades através de uma plataforma a distância.

Entenda o curso

O curso de formação de professores e gestores escolares é proveniente da votação da Consulta Popular 2016/2017, quando 63 municípios elegeram como prioridade a educação em suas cédulas. Graças ao resultado, foi firmado um convênio entre o governo do Estado do Rio Grande do Sul, Secretaria Estadual de Educação do Rio Grande do Sul (Seduc-RS), Conselhos Regionais de Desenvolvimentos (Coredes) e o Consórcio das Universidades Comunitárias Gaúchas (Comung). Das 15 instituições que são parte do Comung, 11 estão responsáveis pela organização dos cursos de formação em todas as regiões do Estado. A Urcamp assumiu as áreas de abrangência do Corede Campanha e Corede Fronteira Oeste, realizando a capacitação nos municípios de Itaqui, Uruguaiana, Alegrete, Bagé, Lavras do Sul, São Gabriel, Hulha Negra, Itacurubi e Candiota. O31 recurso destinado da Consulta Popular 2016/2017 é de, aproximadamente, R$ 4 milhões. O curso vai até 28 de setembro, com encontros presenciais (16h) e a distância (44h).


SOC

VIVIANE

Becker

viviminuano@hotmail.com

Exposição Pelas Mãos do Pampa

Neste sábado, acontece uma nova exposição na Casa de Cultura Pedro Wayne. Estou curiosa para ver essa mostra de artesanato. Pelas imagens postadas pelos organizadores nas redes sociais, teremos peças lindas para apreciar. A exposição terá início as 11h, sendo a abertura oficial às 14h, com apresentação artística e desfile de peças em lã ovina, confeccionados em tricô, crochê e tear, além de show de Niandra Lacerda. Às 17h, haverá coquetel. O projeto Pelas Mãos do Pampa é uma parceria entre as artesãs do Pampa Gaúcho, alunos do curso de aprendizagem comercial do Senac Bagé, Emater-Ascar Bagé e Associação para Grandeza e União de Palmas – AGrUPa, que visa desenvolver e valorizar o artesanato local.

Em apoio à Fundação José e Auta Gomes A Fundação Geriátrica José e Auta Gomes inicia a campanha Tampinha Legal que irá mobilizar a cidade na arrecadação de tampinhas. A ideia é preservar o meio ambiente, ao mesmo tempo que irá ajudar a Entidade Assistencial. Para aqueles que sempre colaboram com os idosos que lá residem, vale lembrar, que a média diária de consumo de leite é de 42 litros e que são utilizadas por dia, 330 unidades de fraldas geriátricas. Por isso, toda a contribuição é sempre, muito bem-vinda.

www.jornalmi

Ópera O Quatrilho en

A

noite gelada de quinta-feira foi de muita emoção para quem assistiu à ópera O Quatrilho. O espetáculo reuniu um público de mais de 350 pessoas no auditório do complexo do Museu Dom Diogo de Souza. Emoção ainda maior para o tenor bajeense Flávio Leite, que atuou em um palco de sua cidade natal, ao lado de grandes amigos. Orgulhoso por proporcionar esse momento único aos conterrâneos, ele mencionou que essa foi a primeira ópera apresentada na íntegra, com orquestra, cantores, cenários e figurinos em décadas, em Bagé. “Chegamos até aqui pelas mãos da sorte, feitos uns para os outros, para nos amarmos!”, refletiu, através de um trecho do espetáculo. Flávio diz sair da Rainha da Fronteira com o peito explodindo de amor e gratidão, para dar sequência a turnê, que segue durante todo o mês de agosto por diversas cidades do Estado. Esta colunista fez alguns registros desse acontecimento histórico e fica na torcida, para que outros espetáculos deste porte, sejam oportunizados para os bajeenses. O tenor rodeado pela família

Festa da Família

Com o propósito de comemorar as datas especiais de forma diferenciada e mais ampla, o Colégio Nossa Senhora Auxiliado realiza no dia 16 de agosto, às 19h, no Centro Cultural Auxiliadora, a Festa da Família.

Evento só para mulheres

Em prol da Associação dos Amigos do Museu que montou bar no complexo: Lizete Bazerque, Eliane Simões Pires Pacheco e Heloisa Beckmann

A expert Luciana Camillo entra em cena mais uma vez, para dar dicas às mulheres da cidade. O evento será realizado no dia 13, às 19h30min, no Quitanda Restaurante, somente para mulheres. O investimento é de R$ 30 com coquetel, salgados e sorteio de vários brindes: como produtos Da Lu, jantar no Quitanda, um mês de Zumba na Personal Care e mais um mês de musculação, funcional, pacotes de modelagem corporal entre outros.

Dr. Adauto Simões Pires curtindo o espet da linda filha Diene

Verinha Jardim e Conceição Dias

Georgina Rocha, Maria do Carmo Nocchi Kalil e Gilca No


CIAL

10/11

Bagé, 11 e 12 de agosto de 2018

inuano.com.br

ncanta os bajeenses

táculo acompanhado

ochi Collares

Daiane e Antônio Carlos Coradini também estiveram na plateia apreciando a apresentação

Nos bastidores, os músicos da Ópera com o produtor Vagner Cunha e o bajeense Flávio Leite


12

Cidade

www.jornalminuano.com.br

BAGÉ, 11 E 12 DE AGOSTO DE 2018

José Carlos Teixeira Giorgis

Mathias

Há alguns anos, estando no estrangeiro, o Mathias me telefonou. Quando soube que eu estava longe tratou de desconversar. Intrigado, liguei para um companheiro. E soube que o Liader, seu compadre, havia falecido. Agora, a sina prega outra peça. Estava num táxi, após o pouso no Rio de Janeiro, quando amigo transmite a dolorosa notícia de que havia sucumbido o amigo de mais de sessenta anos de fraterna convivência. Assim também aconteceu quando minha mãe se transformou em estrela; e quando outros que estimava se foram: estava distante. Se, por um lado há o malogro da ausência, sem poder mirar pela última vez, abraçar os parentes e chorar, em outra face há um fato consolador: a imagem que permanece é da presença física; inteira, visível. É a pessoa completa, com seus sorrisos e afeto, a fotografia da perenidade. A amizade que se destina à solidez começa nos primeiros anos do ginásio, nas matinês dos seriados. A vida dos meninos que recém abandonam as calças curtas, ansiosos para crescer; as partidas de futebol no meio das ruas com uma bola de tênis; os livros de aula emprestados; os recreios; as missas, novenas e procissões; o medo do inferno. Nós, contudo, tivemos outro amálgama: a zona, o espaço sentimental que une a vizinhança das quadras, irmandades que professavam apoio e zelo, ligadas na fidelidade das crenças e sinceridade do apreço. Mathias morava perto da Cobagelã, onde seu Henrique e dona Maria tinham a tinturaria. E um Nash verde para entregar as vestes lavadas. Dobrando residia o Felipe Monmany, o primeiro aliado a quem ele se dedicou com esmero, carne e unha, solidário até o fim; no rumo do colégio, mais adiante, minha casa. Depois, tempos dos bailes do Recreativo, as tardes eram no clube jogando sinuca, aí também Liader, todos na diretoria infanto-juvenil, Bochão, Habiaga, Ferrinho. Mathias despontando como o orador que já impressionava. Adiante, a busca por melhores condições para o futuro profissional, os internatos, os vestibulares, os bajeenses lotavam a pensão da dona Filhinha, na Barros Cassal. Eduardo e Felipe, Djalma, Clóvis Pereira, Benevenga, Ubiratã, Paulo Antônio; os irmãos Simões Pires, de Livramento; Obino, George e mais tarde Mathias habitavam o Lar Americano, perto do Colégio Rosário. Mas a reunião era diária. Todos jovens remediados que não tinham maiores folgas financeiras contentando-se com o cinema de fim de semana; o futebol; os grêmios estudantis. Quando Mathias ingressa no curso jurídico logo sobressai sua liderança natural, sua elegância, destaque nos júris simulados com Pedro Simon e outros acadêmicos para se

jgiorgis@terra.com.br

elevar, desde então, à concretude de um porvir de sucessos. Concluída graduação queda-se na capital, iniciando o noviciado político quando chefia o gabinete de Justino Quintana, então secretário da Educação do governo brizolista. Nas férias todos retornavam para os jogos na Praça de Esportes, as tardes dançantes na casa das Moreira, os primeiros namoros. Mathias foi, seguramente, o tribuno que encantava e convencia, um dos melhores advogados criminais que a cidade conheceu. Também discursador contumaz, eu gostava de me desculpar quando não aceitava a palavra depois de Mathias, Jaime Tavares ou Luiz Maria Ferraz, todos de rara fluência verbal, a frase adequada, a imponência, a palavra correta. Também foi um dos políticos mais relevantes que atuou por aqui. Voltando para Bagé depois da extinção do velho PTB, desde logo ajudou a construir o MDB na fase do bipartidarismo, tornando-se o líder natural dos seguidores do trabalhismo e vereador de histórica votação. Quando houve nova configuração partidária, foi na sua casa e de Elenara que se fundou o PDT, lavrando ele a primeira ata, entidade que presidiu com destemor e sapiência. Tive a ventura de acompanhá-lo, com outros poucos militantes, na evangelização dos adeptos, por vilas e distritos, a fim de organizar a nova estrutura, o que fez com seu carisma e esforço. Em 1988, quando o partido entendeu que eu deveria cumprir o calvário da candidatura, não tendo logrado convencer ninguém a aceitar o encargo para vice, Mathias prontificou-se a compor a chapa, iluminando a campanha com seu verbo e disposição; e com enorme sacrifício pessoal, pois sua família já estava em Porto Alegre, e, pior, sua amada filha Kuka havia sofrido grave acidente no trânsito, o que exigia sua constante assistência. Revelei em outros artigos como fatos circunstanciais e fortuitos têm comandado minha vida e a desviado para caminhos sequer imaginados. É a sincronicidade ou coincidências significativas. Nisso muito devo a Mathias por me levar para a capital como seu substituto na Casa Civil, outra atividade em que ele brilhou. É que por estar lá permanecendo como remanescente no governo de Alceu Colares - Mathias fora indicado para a Corte Militar- despertei para a disputa de vaga no Tribunal do Estado, passando a integrá-lo como representante do Quinto Constitucional. Se tivesse ficado aqui, possivelmente outro teria sido meu destino. Por isso, lamento o amigo que se afasta, deixando o rastro de seu talento, coerência e exemplo, um legado para os seus e todos que o reverenciam neste instante de dor e saudade.

Congrega Urcamp 2018 – educação e desenvolvimento regional O maior evento científico da região da Campanha já tem data marcada e duas de suas categorias completam, em 2018, 15 anos de vida. O Congrega Urcamp, que, neste ano, traz como pensamento a educação e o desenvolvimento regional, é a oportunidade de acadêmicos, professores, alunos do Ensino Médio, outras universidades e comunidade em geral se reunirem e prol da pesquisa e da extensão. As inscrições para submissão de trabalhos estão abertas no site congrega.urcamp.edu.br e o evento acontece no campus Corujão e Central, em Bagé, entre os dias 22 e 26 de outubro. Na perspectiva de ampliar os espaços de compartilhamento dos avanços do conhecimento, a realização anual do Congrega, evento científico e cultural, cumpre a função de reunir alunos da Educação Básica, da graduação e da pós-graduação e docentes envolvidos com a pesquisa, o ensino e a extensão, da Urcamp e de instituições de ensino e de institutos de pesquisa do Brasil e do exterior. O Congrega é formado por diferentes eventos, mas concentra espaço para o esforço de publicação de resultados de iniciação científica, de projetos de pesquisa e de ações comunitárias e de extensão. Assim, cumpre a função promover um encontro multidisciplinar de vários níveis de ensino e áreas do conhecimento. Para a pró-reitora de Inovação, Pós-graduação, Pesquisa e Extensão da Urcamp, professora Elisabeth Drumm, que é a coordenadora geral do Congrega, a temática de 2018 vem ao encontro da realidade em que se vive hoje, mas, principalmente, ao que a instituição traz em seu caráter de comunitária. “Diante dos desafios e dos problemas da realidade em nível global, esse ano o Congrega propõem-se a refletir sobre a educação em um contexto regional. A Urcamp, enquanto instituição comunitária, traz em sua base o desenvolvimento e, portando, o seu papel transformador e a necessidade de se atualizar em relação ao ensino, pesquisa e extensão. Pois, mesmo diante de um cenário onde a pesquisa está em debate, a Urcamp entende que é por meio da iniciação científica e da pesquisa que é possível avançar o conhecimento e dar conta dos problemas da realidade social. Afinal, para além da sala de aula, é preciso olhar pela janela e sair ao encontro da realidade social.”, declara. Neste ano, o Congrega Urcamp elege a dimensão pedagógica do conhecimento como fonte e objetivo. O tema de 2018 é Educação e

Desenvolvimento Regional, trazendo referência à importância dos agentes de transformação e inovação na relação com o crescimento econômico, social e cultural das regiões onde a Urcamp mantém ações de interação comunitária. O evento foi criado para estabelecer vínculos fortes entre a prática do magistério superior e a produção de conhecimento novo. Esse objetivo é cumprido na integração de duas dimensões do trabalho universitário da universidade: a primeira é a aproximação de suas unidades nas cidades da região da Campanha e Fronteira Oeste; a segunda, reunir as diversas áreas de conhecimento em um único evento. O resultado desse movimento foi a geração de um dos maiores encontros acadêmicos da Metade Sul do Rio Grande do Sul. Ao longo dos últimos 15 anos, o Congrega Urcamp transformou-se em uma das mais eficientes formas de atrair a atenção de profissionais, professores e estudantes (que vêm de diversas localidades e instituições). No Congrega, eles compartilham os principais desafios enfrentados pelas administrações municipais, setores produtivos e tecnológicos das regiões atendidas. É a partir de suas propostas de investigar os problemas e apresentar as soluções possíveis que sua presença destacou a atividade universitária como essencial opção de desenvolvimento. Ao destacar a Educação como motor de crescimento econômico, o Congrega e a Urcamp estão, na verdade,

Jéssica Pacheco/EspecialJM

Professora Elisabeth Drumm é a coordenadora geral do Congrega incluindo abordagens sociais, ambientais e culturais aos grandes dilemas do desenvolvimento econômico e tecnológico regional. O Congrega traz as seguintes atividades: 15ª Jornada de Pós-graduação e Pesquisa; 15ª Mostra de Iniciação Científica; 13ª Mostra de Projetos Comunitários e de Extensão; 13ª Mostra de Iniciação Científica Jr; 2ª Mostra de Trabalhos de Conclusão de Curso; Minicurso e 6ª Feira das Profissões. Para falar sobre cada uma destas categorias, abriremos uma série de reportagens, trazendo, a cada dia, o Coordenador responsável para falar sobre a sua atividade. Nesta segunda-feira, o assunto será a 15ª Jornada de Pós-graduação e Pesquisa.

Comissões Coordenação Congrega: Elisabeth Cristina Drumm Coordenação Feira das Profissões: Virgínia Dreux Coordenação Acadêmica: Súsi Barcelos e Lima Coordenação de infraestrutura: Isabel Leaes Coordenação de Comunicação, Marketing e Cerimoniais: Melissa Porto Coordenação Financeira: Sebastião Kaé Coordenação ATI: Alexander Mendonça, Fernando Fagonde Prospecção e patrocínio: Glauber Pereira

Coordenação das atividades Mostra de Iniciação Científica: Cristiano Pinto dos Santos Mostra de Iniciação Científica Jr: Rita Luciana Saraiva Jorge, Mariana Brasil Vidal, Vera Maria da Fonseca Ramos Jornada de Pós-graduação e Pesquisa: Clarisse Ismério, Daniela Giffoni Marques,Fábio Josende Paz, Luciane Nunes Pereira Suñé, Sílvia Helena Soares Oliveira, Rafael Bueno Moreira Mostra de TCC: Vera Maria de Souza Bortolini, Guilherme Cassão Marques Bragança e Eliane Soares Tavares. Projetos Comunitários e de Extensão: Lize Cappelari, Ângela Susana Jagmin Carretta, Maria do Carmo da Silva Minicursos: Cléia Siqueira, Carlos Bellinaso, Derli João Siqueira da Silva, Maria Elaine Leon, Patrícia Salla, Ana Cláudia Couto Secretaria Geral do Congrega: Cláudia Ferreira


Cidade

www.jornalminuano.com.br

BAGÉ, 11 E 12 DE AGOSTO DE 2018 Vera Caetano/EspecialJM

Alunos participaram na implantação de lixeiras seletivas

Emater e Escola Simões Pires promovem ações ambientais Com o objetivo de mobilizar a comunidade escolar da Escola Municipal Rural de Ensino Fundamental Simões Pires de Bagé, a equipe do Escritório Municipal da Emater/RS - Ascar realizou, quintafeira, um trabalho de estímulo à separação e destinação adequada dos resíduos produzidos na instituição. Durante a atividade, 41 alunos da escola, localizada na Coxilha das Flores, em Palmas, participaram da implantação de lixeiras seletivas, que terão, a partir de agora, o objetivo de estimular a separa-

ção correta do lixo, facilitando o trabalho dos catadores. Entendendo a escola como um canal de informação e cultura, a técnica Agrícola da Emater de Bagé, Luciane Foggiato, teve a preocupação de levar ao conhecimento dos alunos a importância da destinação correta do lixo, que descartado indevidamente provoca danos irreparáveis ao meio ambiente. Para a diretora da instituição, Adriana da Silva Pinto, “a atividade viabiliza refletir sobre o cuidado do ambiente e os benefícios que uma

relação de harmonia com a natureza trazem para a comunidade local”. O projeto contempla, ainda, o embelezamento dos arredores da Escola. Além da implantação das lixeiras seletivas, foram plantadas Palmeiras Fênix doadas pelo produtor Francisco Krupinski Netto, do município de Hulha Negra. Nos próximos dias, segundo a Emater, será implantado um minhocário campeiro, para a produção de adubo orgânico que será utilizado em uma horta que será implantada na escola.

13


14

Religião

www.jornalminuano.com.br

BAGÉ, 11 E 12 DE AGOSTO DE 2018

Airton Gusmão

O Evangelho da família, alegria para o mundo

Com o tema: “O Evangelho da família, alegria para o mundo”, acontece em todo o Brasil, de 12 a 18 de agosto, a Semana Nacional da Família. Diz uma canção bastante conhecida, falando da família, o seguinte: “Que nenhuma família comece em qualquer de repente. Que nenhuma família termine por falta de amor. Que o casal seja um para o outro de corpo e de mente. E que nada no mundo separe um casal sonhador. Que nenhuma família se abrigue debaixo da ponte. Que ninguém interfira no lar e na vida dos dois. Que ninguém os obrigue a viver sem nenhum horizonte. Que eles vivam do ontem no hoje em função de um depois”. Mesmo sob a influência da “cultura do provisório”, onde as pessoas com facilidade passam de uma relação afetiva para outra; em que acreditam que o amor, como acontece nas redes sociais, possa ser conectado ou desconectado ao gosto do consumidor; que propaga

José Artur Maruri

o medo de um compromisso permanente, com a obsessão pelo tempo livre, com relações medidas por custos e benefícios, tudo isso na perspectiva do descartável; precisamos continuar afirmando que o bem da família é decisivo para o futuro do mundo e da Igreja. Por isso, como nos diz o Papa Francisco: “Todos são chamados a cuidar com amor da vida das famílias, porque elas não são um problema, mas sobretudo uma oportunidade” (Exortação Apostólica póssinodal sobre o amor na família, nº 7). A família continua sendo um dos tesouros mais importantes e patrimônio da humanidade. Deus quis nascer numa família humana, que ele mesmo formou. Em Nazaré, segundo os costumes de uma família israelita piedosa e diligente, trabalhava-se, a mãe cozinhava, ocupava-se dos afazeres de casa; o pai, carpinteiro, labutava, ensinava o filho a trabalhar. Porém, o mais importante era a família. Não era uma família fictícia, nem uma família

josearturmaruri@hotmail.com bagespirita.blogspot.com.br

Madalena

“Jesus lhe diz: Maria! Voltando-se, ela lhe diz em hebraico ‘Rabbuni’, que se diz ‘Mestre”. (João 20:16) Dos fatos mais significativos do Evangelho, a primeira visita de Jesus, na ressurreição, é daqueles que convidam à meditação substanciosa e acurada. Por que razões profundas deixaria o divino Mestre tantas figuras mais próximas de sua vida para surgir aos olhos de Madalena, em primeiro lugar? Somos naturalmente compelidos a indagar por que não teria aparecido, antes, ao coração abnegado e amoroso que lhe servira de Mãe ou aos discípulos amados... Entretanto, o gesto de Jesus é profundamente simbólico em sua essência divina. Dentre os vultos da Boa-Nova, ninguém fez tanta violência a si mesmo, para seguir o Salvador, como a inesquecível obsidiada de Magdala. Nem mesmo Paulo de Tarso faria tanto, mais tarde, porque a consciência do Apóstolo dos gentios era apaixonada pela Lei, mas não pelos vícios. Madalena, porém, conhecera o fundo amargo dos hábitos difíceis de serem extirpados, amolecera-se ao contato

de entidades perversas, permanecia “morta” nas sensações que operam a paralisia da alma; entretanto, bastou o encontro com o Cristo para abandonar tudo e seguir-lhe os passos, fiel até o fim, nos atos de negação de si própria e na firma resolução de tomar a cruz que lhe competia no calvário redentor de sua existência angustiosa. É compreensível que muitos estudantes investiguem a razão pela qual não apareceu o Mestre, primeiramente, a Pedro ou a João, à sua Mãe ou aos amigos. Todavia, é igualmente razoável reconhecermos que, com o seu gesto inesquecível, Jesus ratificou a lição de que a sua doutrina será, para todos os aprendizes e seguidores, o código de ouro das vidas transformadas para a glória do bem. E ninguém, como Maria de Magdala, houvera transformado a sua, à luz do Evangelho redentor”. (Referências: Caminho, verdade e vida. Cap. 92. “O Evangelho por Emmanuel”. Comentários ao Evangelho Segundo João. Coordenação de Saulo Cesar Ribeiro da Silva. Editado pela Federação Espírita Brasileira no ano de 2017. p. 312-313) Colaborador da União Espírita Bajeense

irreal. A família de Nazaré compromete-nos a redescobrir a vocação e missão da família: deixar lugar a Jesus que vem, acolher Jesus na família, na pessoa dos filhos, do marido, da esposa e dos avós e demais familiares. A propósito, falando sobre a santidade no mundo atual, o Papa Francisco nos diz: “Todos os fiéis, seja qual for a sua condição ou estado, são chamados pelo Senhor à perfeição do Pai, cada um por seu caminho. Todos somos chamados a ser santos, vivendo com amor e oferecendo o próprio testemunho nas ocupações de cada dia, onde cada um se encontra. Estás casado? Sê santo, amando e cuidando do seu marido ou da tua esposa, como Cristo fez com a Igreja” (Sobre o chamado à santidade no mundo atual, 11 e 14). No subsídio da Semana Nacional da Família, da CNBB Regional Sul 3, nos é dito o seguinte: “Em nossas casas tudo tem seu lugar e ocupa o seu espaço. Mas qual é o

Norberto Dutra

lugar em nossa casa que nos faz lembrar de Deus? A Pastoral Familiar faz este convite: construa o ‘Cantinho de Deus’ em sua casa. O que não pode faltar? A Cruz de Cristo; a Palavra de Deus e a Água benta. Você pode acrescentar: a vela, a foto da família, a imagem de Nossa Senhora, da Sagrada Família ou santo de devoção e flores. Cada dia, ao sair de casa e antes de descansar, leia um texto da Palavra de Deus para iluminar o teu dia; toque a Cruz de Cristo salvador e redentor e com a água benta trace sobre si o Sinal da Cruz”. Que o Deus Trindade, comunhão perfeita de amor abençoe todas as famílias e, de modo especial neste final de semana, todos os pais. Façamos a nossa parte. Sejamos alegres na esperança, fortes na tribulação, perseverantes na oração e solidários com os que sofrem. Um bom final de semana a todos e até uma próxima oportunidade. Pároco da Catedral

Jesus não teve medo de demonstrar seus sentimentos

As emoções ditam os eventos mundiais. Um líder mundial enraivecido ataca outro país. Empregados irados de uma companhia aérea fazem piquetes grevistas nos aeroportos. Certa mãe cujo filho foi morto por um motorista embriagado lança uma campanha nacional. Milhares estão se reunindo para tentar deter o aborto de milhões de bebês. Os sentimentos realmente importam na vida. Nos negócios, os sentimentos são contagiosos. Quando um vendedor fica animado com seu produto, o comprador sente e é influenciado por isso. Jesus não teve medo de se expressar. Quando ficava furioso, outros sabiam disso. “Quando já estava chegando a Páscoa judaica, Jesus subiu a Jerusalém. No pátio do templo, viu alguns vendendo bois, ovelhas e pombas. Então ele fez um chicote de cordas e expulsou todos do templo... e espalhou as moedas dos cambistas e virou as suas mesas” (João 2.13-15). Jesus se moveu intimamente de compaixão quando viu multidões perambulando sem objetivo, sem direção. “Ao ver as multidões, teve compaixão delas, porque estavam aflitas e desamparadas, como ovelhas sem pastor” (Mateus 9.36). Na Bíblia, está registrado que Jesus chorou publicamente. “Quando se aproximou e viu a cidade, Jesus chorou sobre ela” (Lucas 9.41).

Não estou falando de um temperamento incontrolável, nem estou referindo-me a alguém que chora e tem chiliques todas as vezes que ocorre um problema na sua vida. Mas estou pedindo para que você note que Jesus não reprimia as Suas emoções. Ele, não era um robô. Ele ficava animado, quando via uma demonstração de fé. Chorou quando viu a incredulidade. Pedro, Seu discípulo, foi afetado por isso. O apóstolo Paulo se inflamou por isso. Eles mudaram o curso da história. Tenha coragem de expressar as suas opiniões. Sinta integralmente as coisas que importam na vida. Você pode ser uma influência maravilhosa para o bem. Você sempre será atraído por pessoas que são expressivas. Milhares gritam nos concertos de rock, nos jogos de futebol, e nas lutas de campeonatos mundiais de boxe. Não seja um espectador da vida. Entre na arena. Jesus fez isso. Jesus não teve medo de demonstrar Seus sentimentos. Esse foi um dos Segredos da Liderança de Jesus. Deus abençoe a todos até o próximo final de semana! Pastor e presidente da Igreja Assembleia de Deus de Bagé Doutor em Divindade


Cidade

www.jornalminuano.com.br

BAGÉ, 11 E 12 DE AGOSTO DE 2018

15

STF suspende julgamento sobre sacrifício de animais em rituais religiosos O julgamento do Recurso Extraordinário 494601, no qual se discute a validade de lei do Rio Grande do Sul que trata do sacrifício de animais em ritos das religiões de matriz africana foi suspenso, pelo Supremo Tribunal Federal (STF), por pedido de vista do ministro Alexandre de Moraes. A sessão, que aconteceu na quintafeira, 9, contou com representantes religiosos de todo o País. A representante dos templos religiosos de matriz africana de Bagé, Ana Paula Ribeiro, acompanhou a mobilização em Brasília. O recurso foi interposto pelo Ministério Público do Rio Grande do Sul (MP-RS) contra decisão do Tribunal de Justiça (TJ-RS), que negou pedido de declaração de inconstitucionalidade da Lei 12.131/2004. A norma introduziu dispositivo no Código Estadual de Proteção aos Animais (Lei 11.915/2003) – que veda diversos tratamentos considerados cruéis aos animais – para afastar a proibição no caso de sacrifício ritual em cultos e liturgias das religiões de matriz africana. No STF, entre outros argumentos, o MP-RS susten-

ta que a lei estadual trata de matéria de competência privativa da União, além de restringir a exceção às religiões de matriz africana. Conforme Ana Paula, que integrou a comitiva gaúcha, com participantes de Pelotas, Rio Grande, Porto Alegre e Guaíba, houve manifestações em frente ao STF e foram realizados atos com integrantes dos Tambores de Minas, Candomblé e da Nação. “Eles não queriam permitir mas conseguimos mostrar nossa força e cultura”, relata. A religiosa informa que a votação não tem nova data para acontecer, por que houve o pedido de vista do ministro Alexandre de Moraes. Antes, já haviam sido apresentados dois votos a favor, o primeiro do relator Marco Aurélio, e o segundo do ministro Edson Fachin. Marco Aurélio votou no sentido de dar interpretação conforme a Constituição e à lei estadual. “A laicidade do Estado não permite o menosprezo ou a supressão de rituais religiosos, especialmente no tocante a religiões minoritárias ou revestidas de profundo sentido his-

tórico e social, como ocorre com as de matriz africana”, afirmou. Em seguida, o ministro Edson Fachin adiantando seu voto, reconhecendo a total validade do texto da norma. Para ele, a menção específica às religiões de matriz africana na lei gaúcha não traz inconstitucionalidade, uma vez que a utilização de animais é de fato intrínseca a esses cultos, e a eles deve ser destinada uma proteção legal ainda mais forte, uma vez que são objeto de estigmatização e preconceito estrutural da sociedade.

Divulgação

Manifestações Durante o julgamento, houve manifestações a favor e contra a constitucionalidade da medida. Se manifestaram o vice-procuradorgeral da República, Luciano Maia, o representante do Ministério Público do Rio Grande do Sul, o promotor de Justiça Alexandre Saltz, o procurador do Estado do Rio Grande do Sul Thiago Holanda González, o representante do Fórum Nacional de Proteção e Defesa Animal, Francisco Carlos Rosas Giardina também da Federação

Ana Paula representou Bagé durante o ato em Brasilia Afro-Umbandista e Espiritualista do Rio Grande do Sul (Fauers), a advogada Tatiana Antunes Carptero e por último advogado Hédio Silva Júnior que se pronunciou

pela União de Tendas de Umbanda e Candomblé do Brasil e pelo Conselho Estadual da Umbanda e dos Cultos Afro-Brasileiros do Rio Grande do Sul (Ceucab/RS).


www.jornalminuano.com.br

BAGÉ, 11 E 12 DE AGOSTO DE 2018

O Tempo Não Para - GLOBO - 19h30min Agustina estranha a conversa entre Marocas e Dom Sabino. Eliseu discute com Barão. Petra ouve Emílio afirmar que pode provar a verdadeira identidade das pessoas congeladas. Dom Sabino foge com a família da Criotec. Paulina decide falar com Barão. Barão ameaça Lalá para não contar seu segredo para Paulina. Paulina reclama da presença da família de Dom Sabino. Betina se demite da Samvita. Monalisa e Marino ficam intrigados com os dois homens trabalhando na ilha. Samuca pensa em Marocas. Paulina desafia Marocas a provar sua história.

Horóscopo

Segundo Sol - GLOBO - 21h Valentim garante a Karola que não contará a Beto sobre seu passado com Laureta. Berta se preocupa com as atitudes de Juarez contra Manuela. Karola agride Rosa, e Laureta aconselha a comparsa a se afastar da jovem. Edgar confessa a Cacau que ficou incomodado ao saber da relação de Karen com Roberval. Rochelle tenta descobrir o motivo da briga entre Zefa e Roberval. Severo desconfia da reação de Zefa quando Edgar comenta sobre seu novo emprego. Rochelle se insinua para Roberval, que rechaça a menina. Luzia pede ajuda a Jurema para salvar Manuela. Disfarçada como Sílvia, Luzia propõe trabalhar com Juarez. Manuela revela a Narciso que Luzia é sua mãe. Rochelle deduz que Roberval é filho de Severo.

ÁRIES De novo o céu está pega fogo e vai ser assim no eclipse solar de amanhã. Agora você pode retornar para si mesmo, para se redescobrir, se fortalecer, recuperar sua alegria de viver.

TOURO A lua em território doméstico e familiar, onde ocorrerá o eclipse solar de amanhã, já chama você para a intimidade. Hora de colocar tudo e todos no lugar certo e fortalecer o emocional.

GÊMEOS Na véspera do eclipse solar de amanhã, a lua já está mexendo com sua maneira de pensar, desapegando de velhas crenças, fortalecendo as ideias novas, promovendo altas intuições.

CÂNCER Conforme a lua se aproxima do eclipse solar de amanhã, vai ficando mais forte a necessidade de desapegar de algo porque outros ganhos vão se revelando possíveis. Um investimento.

LEÃO A lua já está em Leão, onde amanhã eclipsará o sol. Com isso, a emoção pode sobrepor a razão. Olhe menos para os outros e mais para si, reconhecendo e aceitando sua natureza.

VIRGEM Véspera de eclipse solar na sua alma, é para dar uma pausa no tempo cronológico para ouvir a intuição, a voz da verdade, a única que realmente pode confiar. Despeça-se do velho Eu.

Palavras Cruzadas

Orgulho e Paixão - GLOBO - 18h30min Elisabeta ajuda Camilo, Jane, Ernesto e Januário, deixando Lady Margareth furiosa. Susana prende Olegário. Camilo decide ir para um hotel com Jane. Brandão revela aos sogros que foi amante de Josephine. Elisabeta avisa a Julieta que Camilo está no Vale do Café. Luccino tenta conversar com Ernesto sobre seus sentimentos. Xavier desconfia quando Virgílio conta sobre o sumiço de Mário/ Mariana. Aurélio e Julieta têm sua primeira noite de amor. Darcy se emociona com a proximidade de Elisabeta e Charlotte. Ernesto visita Rômulo. Mariana convida as irmãs para assistirem à corrida de motocicletas. Xavier flagra Mariana se vestindo como Mário. Jane passa mal e descobre que está grávida. Após a corrida de motocicleta, Mariana revela seu disfarce na frente de todos.

LIBRA

A lua em Leão em véspera de eclipse solar convida às programações com amores e amigos. É possível que esteja se afastando de alguém ou um grupo. Outros interesses, outras pessoas.

ESCORPIÃO Refletindo sobre o que realizou ou deixou de realizar, sobre seus desejos e amores, talentos e trabalhos. O eclipse solar de amanhã será a chance de fortalecer seu projeto de vida.

SAGITÁRIO Para se aproximar mais da sua verdade, que até pode ser universal, abra a mente para receber a mensagem. O eclipse solar de amanhã promoverá uma expansão, pense em suas rotas e rumos.

CAPRICÓRNIO A lua já está em Leão, adentrando seu inconsciente, onde ocorrerá o eclipse solar de amanhã. Podem ser dias emocionalmente intensos, mas transformadores. Fins e recomeços.

AQUÁRIO Relacionamentos na berlinda com a lua em Leão caminhando para o eclipse solar de amanhã. Íntimo ou profissional, é hora de se despedir de alguém e se alinhar com quem veio para ficar.

PEIXES Tenha cuidados essenciais com sua saúde desde já, véspera do eclipse solar que promoverá o realinhamento corpo-mente. Trabalho, atividades, hábitos, agenda: mudanças no estilo de vida.

Solução 10/08

Loterias

Novelas

Edibar

16

Lazer

FEDERAL

LOTOFÁCIL

Sorteio: 05308

1º prêmio 2º prêmio 3º prêmio 4º prêmio 5º prêmio -

Sorteio: 1699

41794 85718 27151 59389 42048

04 05 06 08 09 10 13 14 15 16 19 21 23 24 25

LOTOMANIA Sorteio: 1890

01 02 05 12 17 20 25 33 41 49 54 55 59 60 65 70 81 84 93 99

DUPLA-SENA

MEGA-SENA

QUINA

Sorteio: 1824

Sorteio: 2066

Sorteio: 4746

06 25 27 35 45 55

30 33 35 55 80

1º- 07 14 25 26 33 39 2º- 01 17 30 34 39 40


www.jornalminuano.com.br

Cidade

BAGÉ, 11 E 12 DE AGOSTO DE 2018

17


18

Segurança

www.jornalminuano.com.br

BAGÉ, 11 E 12 DE AGOSTO DE 2018

Homem é executado com nove tiros em Pinheiro Machado Emerson Sousa Vidart, 34 anos, foi morto na manhã de sexta-feira, na rua Arno Ratto da Silva, no centro de Pinheiro Machado, com nove tiros de uma pistola nove milímetros. De acordo com o titular da Delegacia de Polícia Civil de Pinheiro Machado, delegado regional Luís Eduardo Benites, responsável pela investigação, a vítima foi executada. “Temos a suspeita de que se trata de um acerto de contas do tráfico de drogas na região”, explica. De acordo com Benites, a investigação apurou que o autor do crime adentrou a residência utilizando uma touca ninja e luvas, rendeu um dos moradores e disparou contra a vítima. O levantamento técnico do Instituto Geral de Perícias (IGP) de Pelotas foi até o local para realizar o procedimento.

Divulgação

fotos Divulgação

Vítima Émerson Sousa Vidart, 34 anos

Brigada Militar recaptura foragido da justiça Carlos Alexandre Padilha Dutra, 30 anos, foi preso na manhã de sexta-feira, pela Brigada Militar, na avenida Padre Abílio Sponchiado. O Pelotão de Operações Especiais (POE) da Brigada Militar, em patrulhamento, abordou Dutra e verificou haver em seu desfavor

Região forma 14 novos sargentos para atuar na Brigada Militar

um mandado de prisão, onde o mesmo encontrava-se foragido da justiça. O acusado tem que cumprir sete anos de reclusão no regime semiaberto. Após os trâmites na Delegacia de Polícia de Pronto Atendimento (DPPA), ele foi encaminhado ao Presídio Regional de Bagé (PRB).

Óbitos ZAIRA SALIM RIBEIRO, 85 anos, dona de casa, casada com Murillo Souza Ribeiro. Residia na rua Hipólito Ribeiro. Deixa os filhos Sandra Helena, Sérgio Murilo e Sílvio Carlos. JOÃO ADÃO BATISTA GOMES, 58 anos, pedreiro, casado com Sílvia Alves Moraes Gomes. Residia na rua Érico Silveira, bairro Ivo Ferronato. Deixa a filha Ana Letícia. MARISTELA RAUBER DE OLIVEIRA, 56 anos, enfermeira aposentada, casada com Aberton Correa de Oliveira. Residia na rua Luís Maria Ferraz, bairro Madezzatti. Deixa o filho João Luiz. DORILDA COUGO BARREIRO, 80 anos, dona de casa, viúva. Residia na rua Lauro Lima, bairro Castro Alves. Deixa os filhos Jair César, Jane Rosemeri, Jadir Éverton, Jéferson Jesoir, Jônatas Isaías e Katiélen. MARIA DE LOURDES CARDOSO, 68 anos, doméstica aposentada, solteira. Residia na rua Doutor Penna.

Os segundos sargentos irão atuar em Bagé, Candiota, Santana da Boa Vista, Caçapava do Sul e Dom Pedrito Na tarde de quinta-feira, o Comandante do 6° Regimento de Polícia Montada (RPMon), tenente-coronel Sérgio Alex Laydner Medina, recebeu 14 novos sargentos, oriundos do Curso Superior de tecnologia em gerenciamento auxiliar de polícia Militar. Dos 14 segundos sargentos, cinco vão reforçar o efetivo do 1º esquadrão de Bagé e dois para o estado maior do regimento, um vai ser lotado em Candiota, dois em Caçapava do Sul, dois em Dom Pedrito e dois em Santana da Boa Vista. O curso de formação teve a duração de cinco meses e agora os sargentos recém-formados vão desempenhar funções administrativas e operacionais em suas unidades. Fo-

ram feitas as apresentações dos novos oficiais aos integrantes do regimento. De acordo com o comandante Laydner, os sargentos irão desempenhar ações administrativas e operacionais. “Na operacionalidade eles serão o comando nas fiscalizações de veículos, apoio nas operações e orientação ao efetivo de serviço”, informou.

Sonho realizado

Para a sargento Sabrina Costa, 38 anos, esta é a realização de um sonho. “Ingressei na Brigada Militar há 12 anos e sempre almejei ser sargento”, destacou. Ela revela, ainda, que irá continuar estudando para subir a novos cargos. “Vou fazer faculdade de Direito. Sempre quis ser

Sargento Sabrina Costa tem sonho realizado com a formação policial militar. Agora, como sargento, vou atuar no elo entre o efetivo e o comando”, completou. Além de Sabrina, Alex Sandro Vasconcellos Rodrigues, Saleh Soares Abdel Ghani, Aldoir de Oliveira Saraiva, José Carlos Bassualdo Cabreira, Flávio Moisés Paz Martins e Ivan Laerte Gonçalves Fagundes vão atuar no 6º RPMon, em Bagé. Claudinei da Silva Mesquita vai atuar em Candiota. Carlos Alberto Chagas Romeu e Maurício Bairros Forte foram destacados para Caçapava do Sul, enquanto Alex Sander da Silva Derzette e Dalvi Nunes Pereira vão para Santana da Boa Vista. Cláudio Leite Boucinha e Wagner Guimarães Ceretta irão para Dom Pedrito.

Operação Viagem Segura Dia dos Pais: PRF recomenda prudência e cautela

Começou, na sexta-feira, a Operação Viagem Segura – Dia dos Pais. De acordo com a Polícia Rodoviária Federal (PRF), a maior movimentação começou no final da tarde. Durante o final de semana, as rodovias mais movimentadas deverão ser a BR-116, em direção à Serra, a BR-386, a BR-290, em direção ao interior, e a BR-116, em direção ao Sul do Estado. Como habitualmente é feito nas situações de aumento no fluxo de veículos na rodovia, as ações da PRF serão direcionadas aos locais e

horários de maior acidentalidade, visando coibir imprudências, como a alta velocidade, ultrapassagens irregulares, combinação álcool e direção, dentre outras. A orientação aos motoristas é de que revisem seus veículos antes de iniciar a viagem, conferindo itens de segurança como estado de conservação dos pneus e dos limpadores de para-brisas, entre outros. Durante a viagem é importante ter paciência nas situações de lentidão, nunca realizando ultrapassagens forçadas ou manobras arris-

cadas. O cinto de segurança é indispensável para todos os ocupantes, assim como o dispositivo de retenção veicular adequado à idade da criança (até um ano, bebê conforto; um a quatro anos, cadeirinha; quatro a sete anos e meio, assento de elevação). A PRF orienta os motoristas a evitarem utilizar a rodovia nos dias e horários de maior fluxo, permitindo assim uma viagem mais tranquila e segura, que são sexta à tarde, sábado pela manhã e domingo final de tarde.


Esporte

www.jornalminuano.com.br

BAGÉ, 11 E 12 DE AGOSTO DE 2018

Bagé fará jogo treino no sábado Como forma de se preparar para a Copa Wianey Carlet, o jaldenegro fará um amistoso neste sábado, às 15h30min. O adversário será o Pelotas, no Estádio Pedra Moura. As equipes participam da disputa e começam no Grupo C. O áureo-cerúleo deve estrear no dia 19 de agosto, na Copinha, contra o Barra. Os ingressos custam R$ 10. Sócios em dia não pagam, assim como crianças de até 11 anos, desde que acompanhadas de um adulto. A venda será feita no dia.

Tales Leal/AI ECP/Especial JM

Pelotas será o adversário

Sub-20 do Guarany está na semifinal da Copa Safergs Divulgação

O time sub-20 do Guarany entra em campo no final de semana. A equipe vai enfrentar o Rio Grande, no sábado, às 15h. A partida será realizada no Estádio Estrela D’Alva e disputada pela semifinal da 10ª Copa Safergs na categoria. O alvirrubro ganhou o direito de jogar em casa por ter apresentado a melhor campanha. No domingo, a semifinal será entre Farroupilha e Vasquinho do BGV, em Pelotas, pela manhã. A final entre as equipes está prevista para o dia 25 de agosto.

19

Daiane Lima Jalde-negro tem estreia adiada na Copinha daiane.lima.bg@gmail.com

A Copa Wianey Carlet começa neste final de semana. No sábado, o Grêmio vai receber o Real, às 15h, no estádio Hélio Dourado. Para o domingo, há duas partidas agendadas. No Grupo A, o Soledade recebe o Três Passos, às 15h, e, no Grupo B, no mesmo horário, o Lajeadense vai até o Estádio dos Eucaliptos enfrentar o Avenida. O jogo de estreia do jalde-negro, agendado para o dia 15 de agosto, foi transferido. O time vai começar na Copinha no dia 16 de agosto, às 15h, contra o Farroupilha. Os dois times se enfrentaram pela última vez no dia 27 de maio do ao passado, na Segunda Divisão do Campeonato da Federação Gaúcha de Futebol (FGF).

Na ocasião, o jalde-negro venceu o time de Pelotas por 3 a 0 na partida de volta das classificatórias. Na primeira partida, o time da Rainha da Fronteira venceu por 1 a 0. O Farroupilha foi eliminado logo na primeira fase e o Bagé ficou em segundo lugar, perdendo apenas para o Internacional, garantindo, assim, vaga na Divisão de Acesso. A Copa Wianey Carlet garante uma vaga no Campeonato Brasileiro na série D, em 2019, e uma vaga na Copa do Brasil do próximo ano. Caso o campeão e o vice já tenham vagas garantidas nessas disputas, a equipe melhor colocada na classificação geral poderá optar por uma das vagas.

Aeje retorna ao Gauchão no dia 19 de agosto

A Associação Esportiva João Emílio (Aeje) terá o final de semana de folga do Campeonato Gaúcho. O Grêmio vai receber o Oriente e o Rio Grande recebe o Black Show, ambos às 15h30min.

A equipe de Candiota retorna a campo no dia 19 de agosto, às 15h30min. A Aeje vai até o Estádio Campo do Coelhão, disputar contra a Black Show. A primeira fase da competição deve se estender até o final de setembro.


20 Contracapa Programa Plantar fecha parceria com o curso de Agronomia da Urcamp BAGÉ, 11 E 12 DE AGOSTO DE 2018

O Programa Plantar, desenvolvido pela Secretaria do Desenvolvimento Econômico, Ciência, Tecnologia e Inovação, busca embelezar a paisagem do centro da cidade com plantio de flores nos canteiros, fechou, na última terçafeira (7), uma parceria com a Universidade da Região da Campanha (Urcamp), através do curso de Agronomia, para apoio técnico. Segundo informa o titular da pasta, Bayard Paschoa Pereira, a parceria foi selada após a visita da coordenadora da graduação Eliana Silveira e do professor Fernando Menezes. O acordo, entre outras coisas, possibilitará práticas dos estudantes de Agronomia, junto aos canteiros, com plantio, qualificação do solo e orientações técnicas pelos profissionais dos cursos, entre outras ações. Bayard destaca que o programa vem recuperando os canteiros da cidade que estavam destruídos e colocando flores através de parceria com as empresas que como contrapartida divulgam suas marcas nos locais. “Já são mais de 40 empresas que aderiram à ideia. A população tem apoiado e defendido o programa que embeleza a cidade com suas cores. Em breve, teremos um centro mais atrativo e humanizado. Com o tempo, o objetivo é que essa cultura se dissemine por toda a cidade”, finaliza.

www.jornalminuano.com.br

Divulgação

Iniciativa busca embelezar centro da cidade através de cuidados com canteiros


m BAGÉ, 11 DE AGOSTO DE 2018

Diabetes em pets


02

A

BAGÉ, 11 DE AGOSTO DE 2018

diabetes não é apenas um problema dos humanos. Os cães e gatos também podem sofrer com essa doença. Segundo a professora do curso de Medicina Veterinária da Universidade da Região da Campanha (Urcamp), Paula Costa dos Santos, nos cães, a causa mais comum é a suscetibilidade genética. Além disso, a destruição das células beta do pâncreas, a pancreatite – infecção no pâncreas e medicamentos também podem influenciar no desenvolvimento da patologia. Já nos gatos, problemas no pâncreas, obesidade, medicamentos e suscetibilidade genética são alguns dos fatores que ajudam no desenvolvimento da doença. Segundo Paula, esses problemas, aliados a fatores de resistência insulínica, levam a diabetes mellitus canino e felino. Os fatores de resistência insulínica incluem

obesidade, infecções, cio, medicamentos corticosteroides – com forte ação antiinflamatória, medicamentos progestágenos – com hormônio feminino, doenças predisponentes, como como a acromegalia – excesso de hormônios de crescimento liberados. Vale lembrar que há dois tipos da doença. A mellitus acontece em função da insuficiência de produção de insulina ou resistência à ação da insulina. Já a diabetes insipidus é causada por um distúrbio do metabolismo hídrico. Há algumas raças que possuem predisposição ao problema. Os poodles, fox paulistinha, pinscher, cocker spaniel, beagle, husky siberiano, rottweiller, yorkshire, dachshund, schnauzer, setter irlandês e pastor alemão são exemplos disso. Em gatos, não há raças definidas com mais chances de desenvolver a diabetes. Para que os tutores observem seus animais de estimação, vale a pena estar atento

REPORTAGEM jornalminuano.com.br

Endereço: Rua Brigadeiro Mércio, 72 - CEP 96400-720 Bagé/RS • Telefone: (53) 3242-7693 www.jornalminuano.com.br

Daiane Lima

a alguns sinais. O aumento do volume da urina, o aumento da ingestão de água, apetite exagerado, fraqueza e perda de massa corporal e maior suscetibilidade às infecções são alguns dos sintomas que indicam que o animal pode estar sofrendo de diabetes. Caso a doença não seja controlada, em longo prazo, pode ter como consequência a catarata – especialmente em cães e transtornos neurológicos – principalmente em gatos. Os pets podem ter predisposição genética para desenvolver a patologia. Mesmo assim, a professora explica que uma dieta balanceada e atividades físicas podem “diminuir muito” a possibilidade do problema. Isso, porque “a forma mais comum da doença está ligada a obesidade”, como esclarece a veterinária. O tratamento da diabetes pode ser feito com dietas, mas em alguns casos é necessário o uso de medicamentos, que deve ser indicado por profissionais especializados.

REVISÃO

Cristiani Martins , Helena Pereira

EXECUTIVOS DE CONTA

Dulce Dias e Fabrício Becker

FOTOS

DIAGRAMAÇÃO

Daniel Ferreira

GERENTE COMERCIAL Adriana Robaina

Antônio Rocha, Tiago Rolim de Moura, Divulgação


03

BAGÉ, 11 DE AGOSTO DE 2018

Galeria Pet SÃO FRANCISCO

Puka e Jully, do tutor Cléo do Pinho Perlin, clientes da São Francisco.

Charlie, da tutora Daiana Silveira.

IMPÉRIO ANIMAL

Kim, o maltês da tutora Maria Inês Belezza.

Maria e Amora, dos tutores Eduardo e Niúra.

Kyra, do tutor Bruno Cardoso, cliente da São Francisco.


04 02

BAGÉ, 11 DE AGOSTO DE 2018

Tendência Animal

SERVIÇOS PET BANHO E TOSA

São Francisco, Bicho Urbano, Mundo Pet, DM Agropet, Tipo Bicho, Solução, Bicharada Vip

ATENDIMENTO VETERINÁRIO

São Francisco, Mundo Pet, Tipo Bicho, Bicharada Vip

PET SHOP

São Francisco, Bicho Urbano, Mundo PET, DM Agropet, Tipo Bicho, Solução, Bicharada Vip

HOTELARIA

São Francisco, Bicho Urbano, Mundo Pet, Bicharada Vip

Acquapet’s Aquário e decoração para água doce.

Ração para aquário.

São Francisco Caminha e toca para os pets.

Casa para os amigos de quatro patas.

PROCURA-SE UMA FAMÍLIA

Pipoca, esse macho de 10 meses, espera por amor. Ele é de porte médio e está no Núcleo Bajeense de Proteção aos Animais (NBPA) esperando para ser adotado.

Império Animal Cama box baú para os pets.

Escada para os amigos de quatro patas subirem em camas ou sofás.

Se você tem alguma dica, dúvida, crítica ou sugestão, entre em contato conosco pelo e-mail redacaominuano@gmail.com.

A Baia sofreu com maus-tratos. Ela espera uma família para receber amor e descobrir que os humanos podem ser legais. Baia tem 10 anos, pesa 20 quilos e é de porte grande.

Na página do Facebook Procuro um Amigo, há outras fotos de diferentes pets que também esperam por um lar.

facebook.com/ProcuroUmAmigoBage/

20180811  
20180811  
Advertisement