Page 1

Política

Prefeito veta lei que restringiria trânsito de caminhões em estradas rurais

arquivo jm

ANTÔNIO ROCHA

Economia

Candiota fechou 2017 com avanço na geração de empregos

Obra da UTE Pampa Sul, em Seival, foi decisiva para a criação de novos postos Pág. 7

Proposta que proibia circulação de veículos pesados, após dias de chuva, havia sido aprovada pela Câmara de Vereadores de Bagé, em dezembro do ano passado Pág. 4

Racionamento

jornalminuano.com.br BAGÉ, quinta-feira, 8 de fevereiro de 2018 - ANO XXIII Nº 5 854 | R$ 2,00 tiago rolim de moura

Três dias sem água

Temperatura 20

34

Dentro do sistema estabelecido pelo Daeb, o bairro Floresta integra o cronograma de distribuição da zona Oeste, com abastecimento das 3h às 15h. Mas desde que o rodízio iniciou, na segunda-feira, uma parcela de moradores não recebeu água. A autarquia trabalha para identificar e resolver o problema, que pode estar associado a uma questão geográfica Pág. 3


02

Opinião

www.jornalminuano.com.br

BAGÉ, 08 DE FEVEREIRO DE 2018

Editorial

redacaominuano@gmail.com www.jornalminuano.com.br

Efeito cíclico

O

ano inicia sem grandes novidades para as prefeituras. Contabilizando perdas com o Fundo de Participação dos Municípios (FPM), em 2017. Os prefeitos articulam, em 2018, a transferência de um novo auxílio. Com pires nas mãos, a corrida com obstáculos para Brasília não brinca com premiações. Sequer consolação existe para quem comanda as unidades mais frágeis da federação, a ponta mais fraca do poder político que estabeleceu tentáculos nacionais. A gestão tem peso nos números, é fato. O déficit registrado no ano passado, porém, mostra-se capaz de impor desafios hercúleos aos melhores administradores. A contenção, que deveria ser adotada em detrimento

de uma condição pontual, ganha contorno de regra, freando investimentos em áreas importantes. Perdemos no campo da infraestrutura, mas, especialmente, na perspectiva de autonomia financeira e administrativa. Migrar para a capital do País, em busca de apoio, virou uma espécie de tradição. A demanda pela revisão do modelo de distribuição das receitas é discurso vencido. Ninguém discorda, mas o cenário não muda. A manutenção da sistemática está no fato de que não favorece a União apenas em termos econômicos. É, antes de tudo, o efeito político que interessa ao Planalto. Não resta dúvida de que a relação com as bases, tão propagada em períodos eleitorais, pode muito bem ser comparada a um grande balcão de negócios. Laboratório FACOS/Urcamp

João L. Roschildt

joaoroschildt.jornalminuano@outlook.com

No máximo um knockdown

Um nocaute. Foi dessa forma que a Revista Donna, mentou no Instagram que finalmente apareceu alguém que da Zero Hora de 20-21/01/2018, classificou o sucesso de canta pior que ele. No dia seguinte, o vocalista da BanPabllo Vittar. Dispensável mencionar que tal categorização da Detonautas, Tico Santa Cruz, defendeu Vittar. Disse foi motivada pela conquista do “Troféu Domingão – Me- que as críticas não se direcionam ao fato de cantar mal lhores do Ano 2017 (categoria Música do Ano)”, com o hit ou desafinar, mas sim porque “o real problema é ter que “K.O.”. O jornal britânico The Guardian disse que a drag suportar uma drag ocupando os espaços mais importantes queen se transformou em símbolo de resistência contra uma da mídia nacional”. Para ele, a drag queen foi e é criticada minoria moral no país; alguns textos na grande mídia, inpois faz parte de uma parcela da população que, infedicam que apoiá-lo é um ato político; a própria lizmente, “sempre foi perseguida e pelo visto artista reconhece que a sua personalidade afecontinuará sendo”. minada tem caráter político. Pois bem, em Mas a opinião de Falcão é acompaO progressismo sendo uma ação de cunho político, como nhada do maestro Tom Martins: por mais está provocando isso afeta a liberdade? que seja evidente a ausência de afinação, Ben Shapiro, ao falar sobre os detécnica, harmonia e ritmo em Vittar, isso constantes safios da liberdade de expressar ideias fará de seu crítico, “na loucura do neoknockdowns na nas universidades, disse que há uma coletivismo identitário em voga”, um holiberdade de grande ameaça articulada pelos guerreimofóbico. Para Martins, o “mainstream” expressar ideias ros da justiça social disposta em três pasbusca naturalizar a falta de qualidade para sos. O primeiro é afirmar que um argumento que se engrossem as fileiras de uma narrapode ser julgado como válido ou inválido extiva política que censure divergências conclusivamente em razão da etnia ou sexualidade da trárias à ideologia progressista. E ele está correto! pessoa que profere a ideia. O segundo passo é apontar Afinal, não foi Vittar e seus apoiadores midiáticos que que aqueles que se opõem à ideologia de plantão, cometem acham sua atitude uma ação política? violência verbal, ao passo que o último ponto é justificar a Nos últimos dois meses, dois pais e uma mãe me violência física em razão da suposta violência psicológica relataram, em contextos absolutamente distintos, que, ao sofrida (uma simples visualização do canal “Mamãe, falei” comentarem em família como as músicas de Vittar são do YouTube é a exemplificação disso). Reparem como mo- péssimas, foram chamados de homofóbicos pelos seus fivimentos coletivistas de invasões/ocupações e os partidos lhos adolescentes. Cumpre-se, assim, a análise de Shapipolíticos adeptos desses grupos preenchem integralmente ro: criam-se figuras intocáveis, que, ao serem criticadas, esses passos. Discorda de suas pautas? Fascista! Contrário agregam ao agente da crítica a pecha de preconceituoso. ao aborto? Machista! Contrário a cotas? Racista! Contrário O progressismo está provocando constantes knockdowns ao “same-sex marriage”? Homofóbico e preconceituoso! na liberdade de expressar ideias. É questão de tempo para Ora, mas qual a relação de tudo isso? O cantor e sofrer um nocaute ou aguentaremos cambaleantes como humorista cearense Falcão, famoso no gênero brega, co- Rocky Balboa?

Professor do curso de Direito da Urcamp

Estimulo à aviação

Cristiano Guerra/Especial JM

FAT - Jornal Minuano | CNPJ: 87415725/0012-81 Endereço: Rua Brigadeiro Mércio, 72 - CEP 96400.720 - Bagé/RS Telefones: Redação (53) 3242-7693 - Assinaturas 3241-6377 www.jornalminuano.com.br | redacaominuano@gmail.com | facebook.com/jornalminuanobage

DIRETOR EXECUTIVO Glauber Pereira GERENTE COMERCIAL Adriana Robaina Editor assistente - Sidimar Rostan • Reportagem - Viviane Becker - Cláudio Falcão - Melissa Louçan - Jaqueline Muza - Rochele Barbosa - Daiane Lima Augustho Soares (estagiário) • Chargista - Cláudio Falcão • Repórter fotográfico - Antônio Rocha - Tiago Rolim de Moura • Diagramação - Luís Mário Pereira Daniel Cuerda Ferreira - Wilson Cesar Alpoim Leite • Revisão - Lorena Robaina • Assistente comercial - Angelina Britto • Vendedores - Dulce Dias - Fabrício Becker • Distribuição - Marcos Goulart • Assinaturas - Martina Motta dos Santos • Administrativo - Lidiane Selaje Marques • Colaboradores - José Carlos Teixeira Giorgis - Marcelo Teixeira - José Artur M. Maruri dos Santos - Norberto Dutra - Airton Gusmão - Dilce Helena dos Santos - Fernando Risch - João L. Roschildt • Impressão - Gráfica do Jornal do Povo - Cachoeira do Sul

Os artigos assinados não refletem, necessariamente, a posição do jornal. Por isso, a editoria não se responsabiliza pelas opiniões emitidas.

Durante reunião realizada, ontem, no Palácio Piratini, empresas mantiveram prazo para início dos voos comerciais entre Bagé e Porto Alegre


Cidade Moradores do bairro Floresta estão há três dias sem água www.jornalminuano.com.br

BAGÉ, 08 DE FEVEREIRO DE 2018

03

FOTOS Tiago Rolim de Moura

Mesmo próximo do reservatório, parte mais alta do bairro permanece desabastecida Enquanto nos últimos três dias, os bajeenses têm racionado o uso da água e juntado litros adicionais para uso cotidiano, algumas famílias que vivem na zona Oeste da cidade (com abastecimento das 3h às 15h), ainda aguardam abastecimento. No bairro Floresta, as casas que estão localizadas na parte mais alta estão integralmente sem abastecimento, já que desde segunda estão sem água nas torneiras. É o caso do comerciante Márcio Adriano Varella Amaral. Morador do bairro há 28 anos, ele conta que esta é a primeira vez em que fica três dias consecutivos sem água, mesmo tendo enfrentado grandes secas, como a de 1989. “Antes vinha pelo menos uma hora de água por dia. Mas agora, desde que iniciou o racionamento, estamos totalmente sem água”, conta. Além do uso pessoal, com higiene e alimentação, o recurso também é utilizado por Amaral para manter sua mercearia em ordem para receber os clientes. Como os vizinhos também estão passando pela mesma situação, nos últimos três dias

recorreu à compra de água no bairro Stand, para utilizar em necessidades básicas. “Pelo menos água para beber e cozinhar nós conseguimos comprar. Mas para tomar banho e limpar é mais complicado porque é uma quantidade maior”, conta. Na residência, vive com a esposa e o filho, com caixa d’água de 500 litros. “Às vezes falta água no verão, mesmo em épocas em que não estamos em racionamento. Mas nunca fica tanto tempo assim e geralmente consigo encher a caixa e manter estoque para as necessidades. Agora nem isso conseguimos”, relata. O comerciante acredita que o desabastecimento se deve à falta de pressão na rede, que mantém apenas as partes mais baixas do bairro com água durante o horário do esquema de racionamento. “Já ligamos para o Daeb (Departamento de Água, Arroios e Esgoto de Bagé, responsável pelo abastecimento) e só informam que estão enviando caminhão-pipa para abastecer o reservatório do bairro. Mas não adianta. Moro há 100 metros do reservatório e a água não chega para mim”, explica.

Glaucia relembra, que em anos anteriores, Daeb abasteceu diretamente as caixas das casas com caminhão-pipa

Sem água desde segunda-feira, Amaral está comprando galões apenas para consumo

Cenário é de reservatórios vazios

Questão geográfica

Silveira, afirma que a situação do bairro Floresta já é de conhecimento da autarquia. Desde o início do racionamento, uma equipe técnica analisa a falta de abastecimento. “Acreditamos que houve alguma coisa pontual. Estamos averiguando. Enquanto isso, abastecemos o reservatório do bairro. Se não conseguirmos encontrar a raiz do problema ainda hoje (ontem), vamos abastecer diretamente as casas com caminhãopipa”, afirma.

Na casa vizinha, mora a família de Gláucia. Desde domingo, último dia em que teve água na torneira, ela tem passado com apenas uma garrafa pet para higiene pessoal. A caixa d’água de 500 litros, que atende o banheiro da casa, está vazia. “Eles abasteceram com três caminhões-pipa a caixa d’água do bairro. Mas não adianta, porque o registro fica aberto e a água vai toda para as casas que estão lá na parte mais baixa”, conta.

Em anos anteriores, Gláucia recorda que a autarquia abasteceu diretamente as caixas d’água dos moradores, em uma situação semelhante, em que a falta de pressão impedia a chegada da água nas casas localizadas na área mais alta do bairro. “No verão é comum faltar água, mas nunca assim. Agora estamos passando trabalho, dividindo uma garrafa d’água para uso de todo mundo da casa”, lamenta.

Buscando soluções O diretor do Daeb, Volmir


04

Campo & Negócios

www.jornalminuano.com.br

BAGÉ, 08 DE FEVEREIRO DE 2018

Arquivo jm

Federarroz apoia decreto que regulamenta cadastro de agroquímicos A Federação das Associações de Arrozeiros do Rio Grande do Sul (Federarroz) emitiu nota nesta segunda-feira, dia 5 de fevereiro, declarando o mais amplo e irrestrito apoio ao teor normativo contido no Decreto de número 53.888/2018 do Estado do Rio Grande do Sul, que regulamenta o procedimento de cadastro de agroquímicos e biocidas instituído pela Lei 7.747, de 22 de dezembro de 1982. Segundo o comunicado, diferentemente do que se quer fazer crer, a medida do governo estadual não se revela grave ameaça à saúde da população gaúcha e ao meio ambiente, tampouco pode ser caracterizado como um retrocesso na legislação que rege a matéria. Segundo o comunicado, mediante a verificação do teor do texto legal positivado recentemente no Decreto se poderá verificar que este se limitou a adequar à legislação Estadual ao regramento vigente na legislação federal, esta que, inclusive, traz no seu bojo o conceito de país de origem, conforme se pode perceber por meio do Decreto Federal nº 4.074/2002. A nota da Federarroz menciona ainda que o registro de um defensivo agrícola é rigidamente avaliado pelos ministérios da Agricultura, do Meio Ambiente (por meio do

Ibama, que efetiva a avaliação ambiental) e da Saúde (pela Anvisa, que efetiva avaliação toxicológica), não sendo exigido, como requisito para registro, a comprovação de uso no país de origem. A nota frisa ainda que, no mesmo passo, o debate técnico sobre a questão traz à tona o fato de que a legislação brasileira sobre o uso de defensivos é uma das mais rígidas no mundo, sendo a aprovação vinculada a realização de inúmeros testes laboratoriais e de campo, os quais, dentre outros pontos, garantem a sua segurança ambiental e toxicológica. “Em média, são avaliados mais de 500 estudos, entre eles, estudos sobre resíduos, bioacumulação, persistência, bioquímicos, toxicológicos agudos, crônicos, toxicidade para animais superiores, entre outros, antes da concessão de um registro”, ressalta o comunicado. O informe da Federarroz finaliza efetivando o reconhecimento ao governo estadual pela coragem em adotar, em todos os sentidos, medidas necessárias ao desenvolvimento do Estado, sem, contudo, se esquecer, conforme o transcorrer dos tempos certamente revelará, dos aspectos sociais e ambientais fundamentais ao interesse público.

Legislação gerou polêmica por tratar sobre deslocamento de caminhões

Divaldo veta lei sobre trânsito de veículos pesados em estradas rurais

O prefeito de Bagé, Divaldo Lara, do PTB, vetou a lei que proibiria o trânsito de veículos automotores pesados nas estradas rurais pelo período de 24 horas após as chuvas. A legislação, apresentada pelo próprio Executivo, foi aprovada pela Câmara de Vereadores, em dezembro do ano passado. A Associação e Sindicato Rural de Bagé já havia solicitado o veto da proposta ao petebista. O veto será apreciado pela

Câmara, a partir de março. A posição de Divaldo será avaliada, inicialmente, pela Comissão de Constituição, Justiça e Redação Final (CCJ) do Legislativo bajeense, antes de seguir para o plenário. Na prática, os parlamentares podem reverter a medida. Embora a proposição tenha sido aprovada com facilidade, pela Casa, a tendência é de que o veto seja mantido. A proposta da prefeitura previa punições severas para quem

descumprisse a determinação. Na primeira autuação, a multa seria de até 100 Unidades de Referência Padrão do Município (URPs). Na segunda, será aplicada multa de até 200 URPs. O valor da URP é de R$ 829,56. Se a conduta for reiterada, após a segunda autuação poderá ser aplicada a multa no valor dobrado. O Executivo argumentava que a intenção era preservar o trabalho de manutenção realizado em vias vicinais.

Cadastro Ambiental Rural será exigido por instituições financeiras O Cadastro Ambiental Rural (CAR) passará a ser item obrigatório para liberação de empréstimos e financiamentos a produtores rurais a partir de 1º de junho. Quem não estiver inscrito, precisa realizar a adesão ao banco de dados

para ter acesso a crédito. Com base em resolução do Banco Central, o prazo de cadastramento foi prorrogado para o dia 31 de maio. Inicialmente, a data limite era de 1º de janeiro de 2018. O texto também aborda mudanças

Adesão ao banco de dados será exigida para ter acesso a crédito

nas taxas de juros aplicadas ao Programa de Capitalização de Cooperativas Agropecuárias (ProcapAgro) e do Programa de Desenvolvimento Cooperativo para Agregação de Valor à Produção Agropecuária (Prodecoop). Arquivo jm


Fogo Cruzado

www.jornalminuano.com.br

BAGÉ, 08 DE FEVEREIRO DE 2018

Cristiano Guerra/ Especial JM

@sidimarrostan sidimar_frostan@hotmail.com

05

Sidimar Rostan

Prefeituras da região contabilizam queda nos repasses do FPM Arquivo JM

Novas rotas foram debatidas durante reunião no Palácio Piratini

Voos comerciais devem ser retomados em Bagé com apoio do Programa de Desenvolvimento da Aviação Regional Durante reunião realizada, ontem, no Palácio Piratini, o diretor de Relações Institucionais da Gol Linhas Aéreas, Alberto Fajerman, solicitou a adesão da empresa ao Programa Estadual de Desenvolvimento da Aviação Regional (PDAR-RS). O representante da companhia também confirmou, para março, o início da operação de cinco novas rotas ligando Porto Alegre a Rivera, Bagé, Passo Fundo e Rio Grande, em parceria com a Two Flex. “Por duas vezes fui prefeito de Rio Grande e sei da dificuldade que a falta de oferta de transporte aéreo traz aos municípios. O incremento da aviação regional significa uma oportunidade de crescimento econômico para essas regiões”, afirma o secretáriochefe da Casa Civil, Fábio Branco. A Two Flex recebeu, em novembro de 2017, a autorização da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) para fazer o transporte aéreo regular de passageiros no âmbito da aviação regional. A em-

presa, que já havia confirmado as operações em Bagé, para março, é proprietária de 18 aeronaves Cessna Gran Caravan, com capacidade para até 12 passageiros ou 1,9 tonelada de carga. No Rio Grande do Sul, a Two Flex representada na reunião pelo presidente, Ruy Aquino, irá atuar como feeder (alimentadora) da Gol Linhas Aéreas, através de um contrato de operação complementar, a exemplo do que ocorre em outros países. “Há mais de seis meses esse assunto vem sendo tratado em reuniões com a Secretaria Nacional da Aviação, Secretaria Estadual dos Transportes, Frente Parlamentar da Aviação e nos demais órgãos do governo do Estado”, afirmou o deputado estadual Frederico Antunes, ao acrescentar que “no final do ano passado tivemos excelentes avanços e, hoje, foi mais um passo através da solicitação da Gol, em aderir ao Programa Estadual de Desenvolvimento da Aviação Regional.

Nossa expectativa é de que em março, cinco novos municípios do interior do RS já possam contar com novos voos regionais ligando essas cidades à capital gaúcha”. O secretário estadual dos Transportes, Pedro Westphalen, destacou o trabalho que vem sendo realizado pelo titular da Secretaria Nacional de Aviação Civil, engenheiro Dario Lopes, que tem dado atenção especial a todos os encaminhamentos enviados pelo governo do Rio Grande do Sul. “Essas novas rotas vêm ao encontro do objetivo do PDAR, promovendo o desenvolvimento econômico, social e turístico, em todas regiões. Trabalhamos nessa integração regional desde o início do governo Sartori junto com a Frente Parlamentar da Aviação, da Assembleia Legislativa (presidida por Antunes). Somos pioneiros nesse programa, continuaremos lutando e trabalhando em prol do crescimento do Estado”.

Lelinho sugere distribuição de caixas d’água O líder do PT no Legislativo bajeense, vereador Lélio Lopes (Lelinho), apresentou, ontem, um requerimento ao Executivo, sugerindo um convênio entre a prefeitura e o Departamento de Água, Arroios e Esgotos de Bagé (Daeb), para viabilizar a aquisição e distri-

buição de caixas d’água. O recurso, segundo indicação do petista, seria destinado exclusivamente para famílias em situação de vulnerabilidade social, inscritas no Cadastro Único. O governo ainda não recebeu o requerimento. Não existe, por-

tanto, posição oficial sobre a medida. Lelinho argumenta que, devido ao racionamento, a medida representa uma alternativa para que os contribuintes possam armazenar água. “Com a implantação do convênio (o município) vai garantir a distribuição”, opina.

Lei cria Semana do Empreendedorismo Feminino A lei que cria a Semana Municipal do Empreendedorismo Feminino, a ser comemorada de 13 a 19 de novembro, foi promulgada pelo presidente da Câmara, vereador Edimar Fagundes, do PRB. A

legislação apresentada pela líder do PP, vereadora Sonia Leite, foi aprovada em dezembro do ano passado. A nova lei municipal prevê apresentações, junto à população, de conceitos e práticas ad-

ministrativas, comerciais, de logística, produção e finanças, através de palestras, debates, seminários, fóruns, visitas técnicas, feiras de negócios, workshops e oficinas.

Bagé recebeu apenas R$ 34.9 milhões através do Fundo, em 2017 A crise econômica refletiu nos cofres das prefeituras. Na região da Campanha, Aceguá, Bagé, Candiota e Hulha Negra contabilizaram, em 2017, uma espécie de retração no volume de recursos repassados pela União, através do Fundo de Participação dos Municípios (FPM). Uma alternativa para compensar a redução tramita no Congresso Nacional. O FPM é uma transferência constitucional, formalizada às cidades. O Fundo é composto de 22,5% da arrecadação do Imposto de Renda e do Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI). A distribuição dos recursos aos Municípios é feita de acordo com o número de habitantes, onde são fixadas faixas populacionais, cabendo a cada uma delas um coeficiente. Por isso Aceguá, Candiota e Hulha Negra recebem o mesmo valor. Em 2016, aliás, as três prefeituras receberam R$ 6.346.063,96. No ano passado, o volume reduziu para R$ 6.160.136,23. Bagé, que recebe o maior montante, também registrou perda. A Rainha da Fronteira, que havia recebido R$ 35.961.027,51, pelo FPM, em 2016, recebeu R$ 34.907.437,15, em 2017. A Federação das Associações de Municípios do Rio Grande do Sul (Famurs) estimava, em dezembro do ano passado, que as prefeituras gaúchas deveriam registrar perdas superiores a R$ 242 milhões do Fundo, que é a principal receita para muitas cidades. Na Campa-

nha, as prefeituras adotaram medidas para fechar as contas, cortando diárias e horas extras, a exemplo do que ocorreu em Hulha Negra.

Alternativas

O movimento municipalista aguarda a aprovação de uma medida provisória, que tramita no Congresso Nacional e prevê o repasse de R$ 2 bilhões através do Aporte Financeiro aos Municípios (AFM). As prefeituras gaúchas devem receber R$ 135 milhões. De acordo com projeção da Famurs, os municípios de Aceguá, Bagé, Candiota e Hulha Negra receberão juntos, pouco mais de R$ 1,3 milhão. Bagé deve receber R$ 899.275,11 de auxílio. Aceguá, Candiota e Hulha Negra vão receber apenas R$ 158.695,61. Os valores não superam as perdas com o FPM. Os prefeitos também articulam a aprovação de uma Proposta de Emenda Constitucional que prevê aumento de 1% no FPM. A proposição, que tramita na Câmara dos Deputados, prevê a elevação de 1% no repasse feito aos municípios, de maneira gradativa até 2021, para preservar o ajuste fiscal. Se a redação for aprovada, o repasse será feito anualmente em setembro. Serão repassados 0,25% a mais para os municípios em 2018 e 2019 e 0,5% a mais em 2020, totalizando 1% somente em 2021. Para os municípios do Rio Grande do Sul, a proposta representará um aporte de R$ 362,2 milhões em 2021.


06

Empreendedor

www.jornalminuano.com.br

BAGÉ, 08 DE FEVEREIRO DE 2018

Loja da Miss está com promoção de vestidos longos até final de fevereiro

Divulgação

CVC Bagé

A CVC Bagé já está em ritmo de Carnaval. A empresa aguarda todos os clientes e amigos com salgadinhos e espumante hoje, para organizar as férias tão esperadas, com várias promoções. Aproveita! Na Av. Gal Osório, 851 ou pelo telefone 53 3241-6668.

Locasul

A empresa atende toda a região da Campanha gaúcha, com serviço especializado em içamento, com caminhão munck. A Locasul possui pátio próprio para qualquer tipo de transbordo e agora amplia o leque de serviços prestados, com a escavação de açudes e limpeza de canais com retroescavadeira hidráulica. Orçamento através do número (51) 99727-0708.

Dinapolli

Para as comemorações de cinco anos da empresa, a Dinapolli está com um pacote especial para garantir a segurança dos motoristas e suas famílias com as revisões de férias. A empresa oferece serviço de mecânica multimarcas, pneus, freios e suspensão, geometria 3D, balanceamento, arcondicionado, injeção eletrônica, elétrica, troca de óleo e filtros, baterias e higienização de ar-condicionado.

Clínica Dr. Jorge Kaé Filho

Com 20 anos de experiência, a clínica conta com a mais alta tecnologia, como o último lançamento em videoendoscopia digital, com precisão no diagnóstico em imagens em HD. Para marcar consulta, o telefone é 3242 9290.

ASM Empreendimentos Imobiliários

O residencial Hugo da Rosa Pêgas já está pronto para morar! O empreendimento conta com localização privilegiada e garagem individual nos apartamentos de dois dormitórios, sendo um deles suíte, hidrômetro individual, teto com gesso rebaixado, gás central e água quente, lareira, piso laminado, churrasqueira e área de serviço coletivo. Visite o apartamento mobiliado para conhecer as dimensões. O Espaço Gourmet e o Hall de Entrada também estão prontos, com mobília. Agendamentos através dos telefones: 3242-7399 ou 99977-2009.

Peças longas de malha estão com valores especiais A Loja da Miss está com promoção super especial para as mulheres com curvas, que vestem até 7G. As peças estão com desconto, principalmente as de malha, fresquinha e ideal para o verão. A empresária Nanda Martens conta que entram na promoção os vestidos longos de malha com manga curta, que estão com 50% de desconto à vista ou 30% off em todos os cartões. As peças podem ser parceladas em até quatro vezes

pelo preço da etiqueta. A promoção vai até final de fevereiro. A loja oferece variedade de peças que atendem mulheres plus size, desde moda casual até vestidos de festa mais elaborados. As peças vão do P Plus até 7G. Entre as principais marcas da loja estão Stylosa Plus Size, Decidida Jeans, Comprometida, Via Soreto e Carmella Cloo. As peças têm cortes diferenciados, feitas para mulheres com curvas. “As peças são

confeccionadas pensando no conforto e qualidade que as clientes procuram. Os cortes dessas marcas são feitos exclusivamente para mulher com curvas”, destaca. A empresa funciona na rua Monteiro Alves, nº 698, diariamente das 10 às 19h. Os atendimentos podem ser feitos na casa da cliente ou na própria loja, mediante agendamento através do telefone (53) 999.676.329, inclusive aos finais de semana e feriado.

Aniversariantes Aldenir de Freitas Rodrigues Florência Bucheli Guasque Hélio Leandro Alves Morales José Agostinho Ferreira Pinto José Luiz Rodrigues Júlia Pires Araújo Karen Nicoloso

Luís Eduardo Alves Maria Lizete Hessel Rodrigues Nanci Silveira Neil Alabi Costa Roseane Maidana Moreira Wagner Domingos Zílio


Cidade

www.jornalminuano.com.br

BAGÉ, 08 DE FEVEREIRO DE 2018

Candiota liderou geração de empregos na região em 2017 O município de Candiota fechou 2017 com crescimento na geração de empregos formais. De acordo com dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), vinculado ao Ministério do Trabalho, no ano passado, a Capital do Carvão admitiu 1.644 trabalhadores, registrando 1.310 demissões. Com um saldo positivo de 334, a cidade mantém 2.047 vagas em 402 estabelecimentos. De acordo com o coordenador da agência FGTAS/ Sine de Candiota, Maicon Vinícius Borges, em 2017 o município movimentou 2,6 mil empregos somente na construção da Usina Termelétrica (UTE) Pampa Sul, em Seival, que deve ser concluída em 2018. Porém, houve um crescimento de empresas no município, em virtude da isenção de alguns impostos oferecidos pela prefeitura. Segundo Borges, a empresa que se instala no município tem que empregar 50% de mão de obra local (Candiota e região). Pelo menos 10% das vagas devem ser destinadas às mulheres. Cumprindo as determinações, o empreendedor recebe desconto no Imposto Sobre Serviço (ISS), passando a pagar 1%, em detrimento dos 3% cobra-

Divulgação

07

Bagé registra 12 focos de Aedes Aegypti desde início do ano

Antônio Rocha

Obra da UTE Pampa Sul estimulou criação de postos formais dos anteriormente. “As principais vagas foram para as áreas de metalmecânica e construção civil”, relata. Hulha Negra e Aceguá também tiveram variações positivas, em 2017, segundo o Caged. Em Hulha Negra, cidade que conta com 198 estabelecimentos, ofertando 1.854 empregos formais, foram registradas 383 admissões e 365 desligamentos. A variação do município foi positiva em 18 vagas. Já Aceguá teve a admissão de 277 trabalhadores e contou com 249 desligamentos. Em um total de 664 empregos formais em 318 estabelecimentos, o município teve variação positiva de 23 vagas. Em novembro, Bagé estabe-

leceu 133 novas vagas, conforme os dados do Caged apresentados no dia 28 de dezembro, pela Secretaria Municipal do Desenvolvimento Econômico, Ciência, Tecnologia e Inovação (SDI). Pelo estudo, até o primeiro dia do ano passado, Bagé contava com 17.722 empregos formais, distribuídos em 5.665 estabelecimentos. No último balanço parcial, publicado pelo Jornal MINUANO, no dia 30 de dezembro, o volume registrado era de 17.855 empregos. Em dezembro, no fechamento do ano, a variação foi negativa em uma vaga. Os dados do cadastro apontam que 5.773 pessoas foram admitidas e o município contou com 5.774 desligamentos.

Agentes realizam análise de larvas coletadas Desde o início do ano, a ini- Índices (LI), visitando as casas, ciativa pública para o combate ao para orientar os moradores e verifiAedes Aegypti identificou 12 fo- car a existência de possíveis focos. cos do mosquito em Bagé. Conforme o coordenador da Vigilância Ambiental, Marcelo Inchauspe As regiões onde os focos são Fernandes, as larvas foram encon- encontrados recebem uma ampliatradas no centro do município e no ção no serviço da Vigilância Sanibairro Jardim do Castelo. tária. Fernandes orienta que estas Em 2017, foram registrados pessoas sejam receptivas com os 249 focos do Aedes Aegypti no agentes da vigilância, os deixando município. As áreas com maior in- entrar em suas casas para realizacidência de larvas do transmissor ção do trabalho. da dengue, Chikungunya e Zika O coordenador salienta que vírus estão localizadas nos bairros estes estão devidamente uniformiGetúlio Vargas, Mascarenhas de zados e portarão materiais inforMoraes, centro e São Judas Tadeu. mativos, com indicações para que Entretanto, até então, o município suas residências não atraiam o não teve casos confirmados de mosquito. Fernandes pede que os dengue. cidadãos façam limpezas periódiO coordenador informa que a cas em suas casas, procurando por vigilância conta com apenas 20 possíveis pontos de água parada e agentes para realizar o monitora- tapando-os. mento nas residências, visitando “Como estamos no verão, é duas vezes por mês, 42 pontos es- importante avisar as pessoas que tratégicos cada, como cemitérios, têm piscinas, que mantenham elas oficinas mecânicas, postos de gaso- cobertas quando estiverem sem lina, sucatas e borracharias. uso. A limpeza das bordas também Salienta, também, a impor- deve ser realizada, sendo que é tância dos agentes comunitários, onde a maioria dos ovos do mosque ajudam o órgão a realizar o quito são depositados”, esclarece o programa para Levantamento de coordenador.

Indicações

Cartórios extrajudiciais não terão expediente na segunda-feira Os cartórios extrajudiciais dos municípios de Bagé, Aceguá, Hulha Negra e Candiota não terão expediente na segunda-feira, 12. Haverá apenas o plantão obrigató-

rio da parte do Registro Civil. O expediente será retomado no dia 14, das 12h às 19h, voltando ao horário normal de atendimento, das 10h às 17h, a partir do dia 15.


08

www.jornalminuano.com.br

BAGÉ, 8 DE FEVEREIRO DE 2018

VIVIANE

Becker

viviminuano@hotmail.com

Caca e Lulu, as gêmeas lindas, filhas da Márcia Melo e do Jorge Luís Leite Robaina

Clicad Lima F

Bianca Malaman dos Santos no Seaworld em Orlando, encontrou com Lorena Queiroz protagonista da novela Carinha de Anjo

Isabelle Lucena Trindade, filha da Márcia Lucena está na contagem regressiva para o aniversário de nove anos que acontece no dia 14. Parabéns! Rainha Baby do Grêmio Esportivo Bagé. Helena Barbosa, 1 ano e 2 meses, filha de Luisy Ferraz

O primeiro encontro dos manos Isabela e Vicente Vaz Comin. Uma cena mágica


www.jornalminuano.com.br

da nos estúdios da Everest, a pequena Maysa Faria, a Rainha Baby Caixeiral 2018, de apenas 1 ano e 9 meses

BAGÉ, 8 DE FEVEREIRO DE 2018

Isabela Fischoeder Becker comemorou seus 12 aninhos recebendo o carinho da mãe Patrícia e do mano Luís Felipe

Família reunida. Silvia com os pais Stella e Ronaldo Cantão e o amado Ignácio

Na Praia do Cassino curtindo bons momentos em família, Nice Barañano com as filhas Adriana e Simone, os netos Mariana e Pedro

Raquel Lence e a pequena Lavínea curtindo as férias

09

Indiara Deamici com a doce Maitê


10

Cidade

www.jornalminuano.com.br

BAGÉ, 08 DE FEVEREIRO DE 2018

Correios informam que serão contratados colaboradores temporários para Bagé Os Correios, através da assessoria de comunicação, esclareceram, ontem, que a entrega de correspondências está sendo realizada normalmente em Bagé. Os atrasos foram tratados na edição de sábado, do Jornal MINUANO, quando a reportagem não conseguiu contato com a empresa, em virtude do feriado de Nossa Senhora dos Navegantes, em Porto Alegre. Conforme a nota emitida, ontem, nos últimos meses houve aumento da demanda no Centro de Distribuição Domiciliária da cidade, o que pode ter ocasionado demora em alguns locais. “Para manter o serviço em dia, a empresa contratou trabalhadores temporários e tem previsão para contratar mais nas próximas semanas. Além disso, quando necessário, são realizados mutirões nos finais de semana, liberação de horas extras e apoio de empregados de outras unidades”, pontua o comunicado dos Correios. Em relação à demanda de um dos entrevistados na semana passada, Martin Rodrigues, que

havia se deslocado até a agência para buscar a correspondência, após receber dois avisos em casa. A empresa reforçou que os procedimentos estão dentro do previsto para o serviço. “Houve tentativa de entrega em domicílio, mas, por motivo de ausência do destinatário, a encomenda foi encaminhada para uma unidade dos Correios e o cliente foi corretamente orientado a buscá-la no local”, reforça a nota. Os Correios também esclarecem que episódios pontuais de atraso na entrega de correspondências podem acontecer por diversos motivos, e, para que a empresa consiga verificar cada caso, é importante que a população utilize os canais oficiais para registrar as reclamações e resolver possíveis dúvidas. A agência disponibiliza o “Fale com os Correios”, no site www. correios.com.br, e a Central de Atendimento aos Clientes dos Correios (CAC), pelo telefone 0800 725 0100 (de segunda a sexta-feira, das 8h às 20h, e aos sábados, das 8h às 14h).

Tiago Rolim de Moura

Filas se formam diariamente na agência local


Cidade

www.jornalminuano.com.br

BAGÉ, 08 DE FEVEREIRO DE 2018

11

Apenas 26 servidores municipais não responderam ao censo da prefeitura

ARQUIVO JM

No início de fevereiro, a Secretaria Municipal de Economia, Finanças e Recursos Humanos, através da coordenadoria de Administração e Recursos Humanos da Prefeitura, realizou um mutirão para regularizar a situação de 89 servidores que não haviam participado do censo de funcionários. O responsável pela coordenadoria, Carim Saliba, avalia a mobilização, que alcançou 63 municipários, de forma positiva. Saliba explica que o processo visa apresentar um relatório útil à gestão do município, com dados inteligentes e capazes de sustentar uma base sólida para a tomada de decisões relacionadas ao futuro do servidor e à saúde financeira do município. A primeira fase do levantamento iniciou em novembro e encerrou em 22 de janeiro. Como dezenas de servidores não responderam à pesquisa da municipalidade, a coordenadoria deu início a um processo de regularização, um mutirão

para cadastro destes funcionários nos dias 1, 2 e 3 de fevereiro. “Como houve a suspensão de vencimentos de 89 servidores, o expediente foi desenvolvido com ares de “força-tarefa”, pois reconhecemos a dificuldade que é virar um mês sem a disponibilidade do salário. O resultado foi ótimo, pois apenas 26 servidores não fizeram atualização, e destes, identificamos os motivos de boa parte”, conta. Ele explica que dos servidores faltantes no censo, 17 deles encontram-se em Licença sem Vencimentos, portanto não sofreram o dano direto de ficar sem salário; dois celetistas afastados por motivos de saúde, vinculados ao INSS; cinco servidores ausentes e com registros de serem faltantes ao trabalho por mais de 30 dias e dois servidores em situação de efetividade plena, que não fizeram atendimento ao Censo. “Destes 26, ainda permanece a obrigatoriedade de atendimento ao processo, e só assim terão seus vencimentos restabelecidos

Atividade busca levantar dados precisos sobre quadro de funcionários municipais normalmente, seja quando re- têm prazo de atendimento defi- rem pendentes ao processo, tantornarem de suas licenças ou de nido até 28 de fevereiro, quan- to online quanto presencial, ainoutra situação em particular”, do teremos uma nova avaliação da ficam sujeitos à nova suspenalerta. do processo”, destaca. são de vencimentos, conforme A equipe do Censo man- estabelecido em decreto municitém atendimento e suporte aos pal do ano passado. inativos e pensionistas no Fundo Com relação aos inativos de Pensão e Aposentadoria do e pensionistas, Saliba explica Servidor Público Municipal Para os servidores ativos que segue a mecânica de trata- (Funpas), das 8h às 14h de se- que não fizeram atendimento à mento diferenciado, em virtude gunda a sexta-feira, onde podem etapa presencial (entrevistas), da idade mais avançada e rela- realizar a etapa online e presen- será lançada uma lista de setiva dificuldade em compreen- cial ao mesmo tempo. Não have- gunda chamada, com atendider as modernas ferramentas de rá mais prorrogação de prazos. mento entre os dias 19 a 28 de atualização cadastral. “Estes Os servidores que permanece- fevereiro, das 15h às 18h.

Inativos e pensionistas

Segunda chamada


www.jornalminuano.com.br

BAGÉ, 08 DE FEVEREIRO DE 2018

Edibar

12

Lazer

Deus Salve o Rei - GLOBO - 19h30min

Amália (Marina Ruy Barbosa) garante a Afonso que está grávida. Depois de repreender Hermes, ao vê-lo conversando com Augusto, Constantino aconselha o amigo a ficar longe de Demétrio. Lucrécia pede a Osiel que a ensine a pintar. Augusto solicita a Demétrio que convide os atores da companhia de teatro para fazerem uma apresentação no castelo. Selena diz a Ulisses que ele é uma pessoa feliz quando está na cozinha. Tiago beija Diana. Augusto se diverte com a apresentação da companhia de teatro. Petrônio revela a Orlando que o comentário da cidade é que Rodolfo está dando as costas para o povo. Catarina conta a Lucíola que Constantino se sente ameaçado por Hermes. Constantino avisa a Hermes para não se meter com Catarina.

O Outro Lado do Paraíso - GLOBO - 21h

Horóscopo

Laura conta a Adriana sobre o que viu e afirma que não irá mais voltar. Clara se preocupa com Laura, que vai embora apressada da casa de Adriana. Laura chega em casa e é agressiva com Vinícius. Rafael estranha o comportamento da esposa e pede que ela volte para uma nova sessão com Adriana. Rafael discute com Vinícius e pergunta a Lorena sobre a infância de Laura. Clara comenta com Patrick e Renato sobre a experiência de Laura. Patrick avisa a Elizabeth/Duda que ela terá todos os documentos novamente. Nádia busca o dinheiro da propina de Gustavo com Sophia, mas acaba perdendo parte da quantia. Bruno desconfia da mãe. Renato pede a Tônia para não seguir com o plano e voltar para Palmas. Nádia deixa Marcel encarregado do salão, e Nicácio protesta. Raquel chega à casa de Nádia, que finge ser agradável com a juíza. Clara afirma que consegue convencer Laura a fazer outra sessão com Adriana. Desirée planeja se casar com Juvenal depois do Carnaval. Gael reclama de ter que ir com Aura ao baile de Carnaval. Laura chora ao lembrar dos acontecimentos do passado durante o encontro com Adriana.

ÁRIES Tenha claro para si o que espera da vida afetiva ou de alguém para não sofrer ou agir de forma inadequada ao que não corresponde sua expectativa. Deixa as pessoas serem o que são.

TOURO

Se debatendo entre desejos contraditórios, razão e emoção não se entendem e nisso você não se permite viver uma experiência. Resolva-se você, e também com as pessoas envolvidas.

GÊMEOS Será que você não anda meio vago? Há escolhas na sua vida que você não pode se furtar a fazer, envolva-se com esses temas e desejos sem medo. No que fizer, não seja raso: aprofunde-se.

CÂNCER Você será questionada, atreva-se ou não a fazer o que deseja, inclusive porque você mesma está se questionando. Será bom conversar e agir pela verdade. Dia bom para ganhar dinheiro.

LEÃO O coração hoje queria acolhimento, mas talvez encontre alguma distância. Evite doar-se esperando recompensa, ou faz de coração ou não faz. Há contatos interessantes para você, se liga.

VIRGEM Risco de sobrecargas mentais, mas você pode desempenhar bem tudo o que for mais complexo. Experimente novidades no trabalho. No amor, você está investigativo. Seduza mais.

Palavras Cruzadas

Lucinda expulsa Fernão de sua casa, mas fica mexida com o beijo. Fernão descobre que Inácio é casado com Lucinda. Celina comemora a venda do vestido de sua mãe. Lucerne conta a Gilberte sobre sua conversa com Teodoro. Lucinda pensa em Fernão. Alzira se faz de vítima ao saber que seu vestido foi vendido. Celina questiona Celeste sobre a paternidade de Pepito. A casa que Firmino estava com a família pega fogo, e todos tentam ajudá-los. Delfina parabeniza Vasco por ter cumprido suas ordens. Inácio leva Firmino e a família para passarem a noite na antiga casa de Tereza e Fernão. Tereza tenta convencer Delfina a abrigar Firmino e sua família na Quinta. Angélica e Lucas se beijam. Lucinda repreende Gregório e Leonor por terem saído sem avisá-la. Giuseppe, Tomaso e Edgar saem juntos à noite. Fernão procura José Augusto.

LIBRA

Nessa fase de esclarecimentos, aproveite para falar o que sente e pensa. Valorize os bons sentimentos e ganhos e promova a união. E invista em algo novo para melhorar trabalho e finanças.

ESCORPIÃO O problema de esperar muito é a frustração quando não recebe o esperado. Em uma relação que vale a pena, seja mais receptiva. Se não vale tanto assim, não tem mesmo por que aceitar pouco.

SAGITÁRIO Ainda precisando ir mais fundo em algumas verdades, especialmente sobre a natureza do seu desejo e o propósito da sua existência. Você quer muito algo, mas não tem paciência de esperar?

CAPRICÓRNIO Uma amizade pode ficar meio abalada, porque aliás você anda meio frustrado com o mundo, as pessoas e as portas que não abrem. É difícil para você não julgar. Ame com mais generosidade.

AQUÁRIO Reivindicar direitos é legítimo, mas não há garantias que serão atendidos. Siga cuidando de você e fazendo o seu melhor que quem tiver olhos, verá. Não se desafie no que não lida bem.

PEIXES

Se estiver terminando uma relação ou projeto, abra-se para o vazio e espere, logo virão novas propostas. Se não, de todo jeito esses são dias para deixar as respostas virem.

Loterias

Novelas

Tempo de Amar - GLOBO - 18h30min

FEDERAL

LOTOFÁCIL

LOTOMANIA

Sorteio: 05256

Sorteio: 1622

Sorteio: 1838

01 02 03 04 08

05 07 12 30 33 38 43 48 50 54 57 59 65 67 70 80 84 90 94 98

1º prêmio 2º prêmio 3º prêmio 4º prêmio 5º prêmio -

52539 47939 68773 37759 57104

09 11 16 17 18 20 22 23 24 25

DUPLA-SENA

MEGA-SENA

QUINA

Sorteio: 1753

Sorteio: 2011

Sorteio: 4601

02 28 32 35 54 58

10 21 28 63 64

1º- 03 05 13 24 26 40 2º- 05 08 23 33 41 45


Cidade

www.jornalminuano.com.br

BAGÉ, 08 DE FEVEREIRO DE 2018

Iniciam inscrições para vagas temporárias de professores na rede estadual

Estão abertas as inscrições para candidatos às vagas temporárias de professores na rede estadual de ensino. Aqueles que desejarem se candidatar aos postos oferecidos pela Secretaria Estadual de Educação, podem se inscrever no cadastro temporário de contratação emergencial até o dia 19 de fevereiro. Conforme o representante 13ª Coordenadoria Regional de Educação (13ª CRE), José Carlos Nobre, para se inscreverem, os interessados devem assinar um formulário disponibilizado no site da Secretaria (www.educacao.rs.gov.br). Após esta ação, será entregue a lista com a documentação que deve ser apresentada no protocolo da coordenadoria, na avenida Sete de Setembro, 264, ou enviadas via Sedex até o último dia de inscrição. O coordenador afirma que até o momento, não se tem o número exato de vagas que serão oferecidas. O contrato terá duração de 12 meses, que poderão ser prorrogados conforme a demanda de professores. O salário será definido de acordo com a quantidade de horas/ aula que os profissionais atuarem durante a semana.

Antônio Rocha

Coordenador salienta que prazo termina no dia 19 de fevereiro

Vagas na região Em Bagé, serão contratados profissionais nas disciplinas de Língua Espanhola para o ensino médio, Direito e Legislação para a educação profissional. Aceguá, Candiota, Lavras do Sul e Caçapava do Sul também terão vagas para Língua Espanhola e oportunidades para a educação especial, na disciplina de Libras. O município de Hulha Negra contratará professores de Língua Espanhola. O município de Dom Pedrito terá oportunidades nas disciplinas de Arte, Biologia, Língua Espanhola do ensino médio, além de Contabilidade

e Custos na educação profissional.

Quem pode se inscrever

Para se inscrever, os interessados precisam ser profissionais com Curso Superior de Licenciatura (Educação Básica); Bacharéis na área de atuação (Educação Profissional); Tecnólogos na área de atuação (Educação Profissional). Também podem se inscrever, aqueles que estão cursando ensino superior, apresentando frequência no 4º semestre ou superior para licenciatura; ou cursarem, no mínimo, o 7º semestre de bacharelado em educação.

Bloco do Buteco divulga venda de ingressos para Carnaval 2018

Divulgação

Desfiles acontecerão nos dias 10 e 12 de fevereiro Em ritmo de folia, o Bloco do Buteco divulga as atrações do Carnaval 2018, no Cassino, em Rio Grande. Serão três dias de festa, de 10 a 12 de fevereiro. Além do abadá e das festividades, o primeiro lote de ingressos, vendido pelo valor de R$ 55, dá direito a um copo metalizado. Os pontos de venda são a Óptica Mais Você e a loja 1000 Volts. No sábado e na segunda-

feira de carnaval acontecem os dois desfiles, com novo trio elétrico e apresentação do músico Thiago Nogueira e Banda. No domingo, 11, às 18h, será realizado um carnaval na praia, entre as guaritas 10 e 11. As concentrações dos desfiles serão na Avenida Rio Grande (avenida principal), próximo ao Fabiano Lanches. Na ocasião, open bar de refri-

gerante, água, cerveja e caipira. Segundo os organizadores do Bloco, Guto Souza e Roberto Messias, os abadás e copos serão entregues nas concentrações dos desfiles e lojas Obino do Cassino. Para mais informações, os organizadores divulgam os números (53) 9 9999-0819 (Guto) e (53) 9 9955-7745 (Leonardo).

Cláudio de Leão Lemieszek

13

Um século da Gripe Espanhola em Bagé

Em 1918, Bagé possuía cerca de 46 mil habitantes, estando a metade deles na zona rural. Importante destacar que, na época, este município era considerado o sexto mais populoso do estado. Naquele tempo, a Rainha da Fronteira ainda era uma potente locomotiva de desenvolvimento econômico do estado, considerando-se sua apurada produção primária, ao mesmo tempo em que se salientava pelas manifestações artísticas existentes, especialmente no teatro e nas artes plásticas. Ainda se evidenciava como cidade modelar, graças às obras de benemerência e de gestão administrativa. Como exemplos claros desses dois últimos aspectos, podemos citar o solene ato de criação da Cruz Vermelha, em Bagé, realizada no dia 8 de janeiro de 1918. A pomposa solenidade aconteceu no Teatro Coliseu, em sessão presidida pelo Dr. José Francisco de Freitas, que enalteceu o sentimento patriótico dos bajeenses. Imediatamente, foram criadas diversas comissões com vistas à organização da entidade que já naquele ano haveria de prestar inestimável auxílio a toda comunidade. Lamenta-se que, passado um século dessa realização, não tenhamos ativa na cidade essa imprescindível instituição. No setor da administração pública, é de se destacar a festividade promovida pelo prefeito Tupy Silveira, no dia 4 de fevereiro, quando foram iniciadas as obras de implantação do sistema de esgotos na cidade, projeto este idealizado ainda na gestão do intendente José Octávio Gonçalves. Ao ato regado com taças de champanha, compareceram diversas personalidades, entre elas o engenheiro André Veríssimo Rebouças, autor do projeto, o diretor de Obras do Município, o engenheiro Lincoln Borralho e o deputado federal Domingos Mascarenhas. Porém, o ano de 1918 bajeense não foi marcado somente por festas e inaugurações ou novidades, dentre elas, a escola de esgrima, iniciada pelo jovem 1º tenente Dilermando de Assis, recém-chegado na cidade. Toda a alegria do povo transformou-se em apreensão e tristeza quando as primeiras notícias sobre a gripe espanhola, que mundialmente já dizimava inúmeras vidas, anunciavam que ela rondava nosso município. A gripe espanhola foi uma pandemia de gripe de altíssima gravidade, causada por um surto de Influenza vírus A, do subtipo H1N1, que matou mais de 50 milhões de pessoas em todo o mundo. Ela foi batizada com o nome de “espanhola” pela importância que a imprensa da Espanha dispensou àquela que é considerada até hoje, uma das mais letais pandemias que a humanidade experimentou. Ainda que os jornais do mundo inteiro, dentre eles o nosso Correio do Sul e O Dever, tivessem sido aconselhados pelos governos a evitar o sensacionalismo e a procurar minimizar os efeitos trágicos da doença, a população mundial entrou em pânico. Tendo entrado nos países, principalmente, através das cidades portuárias, a gripe se alastrava para o interior das nações, constituindo-se sonho ou utopia tentar evitá-la. Assim, de nada adiantou os meios de comunicação locais tentarem tranquilizar a população, afirmando que a doença não tinha a gravidade decantada ou, até mesmo, negando que ela se aproximava de Bagé. Em fins de outubro daquele ano, a “espanhola”, que havia sido observada pela primeira vez no mês de março desse ano, no estado de Kansas, nos Estados Unidos, já estava disseminada pela cidade e campanha do município de Bagé. Imediatamente, o prefeito Tupy Silveira e seu diretor de Saúde, Dr. Monteiro Alves, tomaram todas as providências ao alcance para minimizar as possibilidades de contágio. Assim, foram determinadas várias medidas tais como: a

desinfecção das malas dos correios e dos prédios dos colégios, o uso de desinfetante na frente das casas, a proibição de bailes e apresentações cinematográficas e teatrais, além de recomendações de profilaxia higiênica, como a troca frequente de roupas de cama, ventilação permanente e asseio total de latrinas e banheiros. Recomendavam-se, ainda, banhos diários, a diminuição de exercícios e a total restrição de álcool. Em algumas cidades, chegou a ser proibido o aperto de mão! Diante do infortúnio que ameaçava a população bajeense, o Dr. Monteiro Alves reuniu os médicos e dividiu a cidade em 18 zonas, cada uma a cargo de um médico, sendo que na sede da prefeitura ficava sempre um plantonista. O curioso é que não havia uma receita ou tratamento milagroso, como se pode observar pelas múltiplas e divergentes recomendações para tratar a doença. Entre as principais, estava o uso moderado de carne e dieta à base de leite, caldo e água filtrada; também era recomendado o gargarejo com água oxigenada, o uso de mentol nas fossas nasais e algumas gotas de iodo. Algumas receitas caseiras sugeriam infusões de folha de caroba, flor de sabugueiro e limão galego. Unanimidade no tratamento só mesmo boa higiene, rigorosa assepsia da boca e das fossas nasais e o uso massivo de quinino, ainda que vozes ditas credenciadas dissessem que o uso de quinino era ilusório. Mesmo assim, o prefeito Tupy Silveira, diante da escassez do produto, mandou buscar na cidade de Melo, no país vizinho, grande quantidade de quinino, até porque logo o valor dessa substância atingiu preços estratosféricos nas farmácias. O ambiente na cidade era o pior possível e o pânico generalizava-se. Logo nos primeiros dias de novembro, já havia mais de mil bajeenses infectados. Em muitas residências, todos os moradores estavam infectados com o vírus da gripe, a ponto de algumas casas de comércio não poderem abrir suas portas, porque proprietários e funcionários estavam doentes. O prefeito tomava todas as providências possíveis e visitava seguidamente os hospitais, entre eles, a Beneficência Portuguesa, recém-inaugurada, mas já sem vagas para novas internações. Em meados de novembro, Tupy Silveira foi obrigado a baixar um decreto criando o Comissariado de Alimentos a fim de fiscalizar a tabela de preços dos gêneros de primeira necessidade e poder distribuir alimentos aos pobres, assim como abastecer os asilos da cidade. Diversas entidades civis como a ACIBa, o Clube Caixeiral, a maçonaria, através da Loja Capitular Amizade do Oriente de Bagé e muitas outras, acudiam os pobres, contribuíam com dinheiro, alimentos, roupas e todo o tipo de ajuda possível. O mesmo tipo de apoio era oferecido por famílias abastadas como a do Visconde de Ribeiro Magalhães, a de Vitorino Vieira, Roberto Silveira, Antônio Torrescassana, Manoelito Sarmento e Martim Pons, que não só emprestavam carros, como também doavam remédios e substanciosas quantias em dinheiro. A exaustão e o temor pela doença eram de tal ordem que a população sequer teve tempo ou interesse em comemorar o fim da Grande Guerra, cujo Armistício entre aliados e a Alemanha fora assinado no dia 11 de novembro. Somente na segunda metade de dezembro, a doença entrou em franco declínio, tendo sido contabilizadas, no final, 184 mortes em Bagé, entre as mais de cinco mil pessoas infectadas pela gripe espanhola, que no Brasil causou perto de trezentas mil mortes.

Diretor do Arquivo Público Municipal


14

Segurança

www.jornalminuano.com.br

BAGÉ, 08 DE FEVEREIRO DE 2018

Operação Viagem Segura de Carnaval começa na sexta-feira A partir de amanhã, começa a Operação Viagem Segura de Carnaval, quando a fiscalização nas rodovias deverá ser intensificada. Conforme informações da Polícia Rodoviária Federal (PRF), um número maior de radares será utilizado, na tentativa de coibir os excessos de irresponsabilidade. O número de testes de embriaguez também deve aumentar ao longo da operação. Ainda segundo a PRF, as ultrapassagens malsucedidas ou realizadas em locais proibidos são um dos maiores responsáveis pelos acidentes com mais de uma vítima. Denúncias de motoristas dirigindo inadequadamente podem ser feitas pelo número do órgão, o 191. A sugestão é de que as viagens sejam realizadas pela sexta-

feira durante a manhã e no sábado à noite, para evitar congestionamentos. O retorno das festas deve ficar concentrado durante a terça e a manhã de quarta-feira. Também é importante que os motoristas façam revisão nos automóveis, antes de pegar a estrada. Conforme informações divulgadas pelo Departamento Estadual de Trânsito do Rio Grande do Sul, o Carnaval é um dos feriados mais violentos nas estradas. A média nos últimos dez anos foi de 5,4 vítimas fatais por dia no feriadão de Carnaval, abaixo da média geral dos 15 feriados prolongados em que é realizada a operação, 6,5 mortes por dia. No ano passado, foram 29 mortes nos seis dias de operação, considerando as pessoas que vêm a óbito até 30 dias pósacidente.

ERRAMOS

Na edição de ontem, por um equívoco, foi reproduzido o obituário do dia 17 de julho de 2015. O Jornal MINUANO pede desculpas por qualquer transtorno causado aos familiares.

Óbitos MARIA ANTONIETA RODRIGUES NOGUEIRA, 68 anos, agricultora, casada com Patrocínio Rodrigues Nogueira, morava na rua Artur Maruri. Deixa os filhos Jair e Sebastião.

Amigos e familiares de Gilberto Bittencourt realizam caminhada pela paz

Após a missa de sétimo dia do tradicionalista Gilberto Bittencourt Silveira, realizada ontem, às 18h30min, na Paróquia Nossa Senhora da Conceição, dezenas de pessoas caminharam pela avenida Sete de Setembro, em protesto pelo assassinato do ex-coordenador da 18ª Região Tradicionalista, ocorrido no dia 31 de janeiro. A maior parte do grupo, formado por amigos e familiares, vestia roupas brancas, em um pedido de paz. Três cavaleiros abriram a passeata. O corpo de Gilberto foi encontrado, por volta das 21h30min de 31 de janeiro, dentro do seu carro. O crime aconteceu em frente ao Kartódromo de Bagé, no bairro São Judas Tadeu. Conforme informações da Brigada Militar, a vítima estava no banco traseiro do veículo e as mãos amarradas com um lacre plástico. Segundo a perícia, de Santana do Livramento, ele foi atingido com um tiro de arma de calibre 38 na cabeça. O acusado, Rafael da Costa Pinheiro, 20 anos, foi preso algu-

FOTOS Tiago Rolim de Moura

Passeata foi realizada na avenida Sete de Setembro mas horas depois e confessou o crime. À polícia, ele informou ter visto a vítima dentro do carro, próximo à Escola Fundação Bradesco quando resolveu cometer o assalto. Gilberto, que já estava amarrado com os braços para trás, teria se debatido dentro do automóvel, quando foi atingido no rosto.

Durante férias escolares, escola é alvo de criminosos Na tarde de ontem, foi registrado na Delegacia de Polícia de Pronto Atendimento (DPPA), o furto de cabos de cobre da rede

elétrica da Escola Municipal de Ensino Fundamental Teo Vaz Obino. De acordo com a denúncia feita à Polícia Civil, não é

possível saber exatamente quando o crime ocorreu, já que o local estava fechado em função das férias escolares.

Homem é flagrado tentando entrar em estabelecimento comercial

Um homem de 30 anos foi preso em flagrante durante a madrugada de ontem. Segundo ocorrência registrada na Delegacia de Polícia de Pronto

Atendimento (DPPA), ele foi visto pulando o pátio de uma residência próxima ao Grêmio Esportivo Bagé. Ele foi flagrado pelos policiais militares ten-

tando entrar em um estabelecimento comercial, forçando a grade com um pedaço de madeira. O acusado foi encaminhado à DPPA.

Uma mulher de 68 anos teve a casa arrombada no bairro Getúlio Vargas. O fato aconteceu no

final da tarde de terça-feira. Conforme informações prestadas à Polícia Civil, os ladrões arrombaram

a porta dos fundos e fugiram levando dois botijões, uma motosserra, uma extensão e um pneu.


Esporte

www.jornalminuano.com.br

BAGÉ, 08 DE FEVEREIRO DE 2018

Tiago Rolim de Moura

@daianelimaalves daiane.lima.bg@gmail.com

15

Daiane Lima

Piloto bajeense é destaque no Uruguai DIVULGAÇÃO

Clube realizou duas peneiras para contratação de atletas

Guarany adia apresentação para dia 26 de fevereiro A apresentação do alvirrubro, que estava agendada para o dia 19 de fevereiro, foi adiada para 26 de fevereiro. Conforme o treinador Totonho Padilha, a alteração foi feita devido à data definida de começo da Terceirona: 15 de abril.

Os torcedores poderão conhecer a equipe completa às 19h, no Estádio Antônio Magalhães Rossel. Da primeira avaliação, foram selecionados nove jogadores amadores e, outros sete atletas já confirmaram a contratação após a segunda peneira, realizada

no final de semana. Outros quatro nomes devem vir da Chape Bagé e um jogador de um time da várzea, de Bagé, está confirmado. Para finalizar o plantel, o técnico relata que ainda precisa de dois atacantes e um atleta atuando como meia.

Jogadores de tênis disputam nos Jogos de Verão da AABB No final de semana, jogadores de tênis de mesa competiram nos Jogos de Verão da Associação Atlética Banco do Brasil (AABB). Conforme o vice-presidente de Esportes, Ângelo Silva, cerca de 10 atletas participaram das disputas.

Os jogos na AABB de Bagé iniciaram no final de semana passado e devem estender-se até o final de fevereiro, com um intervalo no final de semana do carnaval. Na modalidade adulto masculino, Gabriel Victor Ribeiro

ficou em primeiro lugar, seguido por Matheus Oliveira de Melo, Bruno Fialho e Carlos Eduardo Pereira. No adulto feminino, a vencedora foi Gabriela Borges de Azevedo e Larissa Dantas Vaz foi a segunda melhor.

Esta foi a primeira disputa internacional de Vernieri

Augusto Vernieri ficou em segundo lugar, em sua primeira competição internacional, no final de semana. O bajeense foi o único brasileiro a disputar, no Uruguai, a Prova dos Campeões, evento festivo que reúne todas as modalidades de esportes do país hermano. No total, 16 pilotos disputaram na categoria cadete, a de Vernieri. O competidor tem seis anos e correu com outros pilotos de até 14 anos. Ele foi até o país vizinho com seu pai, Mauro Vernieri e André Barbosa, também pilotos.


16

Contracapa

BAGÉ, 08 DE FEVEREIRO DE 2018

www.jornalminuano.com.br

Centro Municipal de Educação oferece 100 novas vagas

A partir do dia 26 de fevereiro, os alunos da Escola Municipal de Ensino Infantil (Emei) Marianinha Lopes, da Creche Noturna Corujinha e do recém-criado Centro Municipal de Educação Melanie Granier, começam as aulas em novo local. O prédio, localizado na rua Flores da Cunha, 217, foi totalmente reformado para receber as crianças em uma estrutura nova, com objetivo de aumentar o padrão de qualidade da rede pública, já que é considerada a melhor escola de educação infantil disponível na região. A coordenadora da Central de Vagas da Secretaria Municipal de Educação e Formação Profissional, Magda Veiga, informa que foram disponibilizadas 100 novas vagas no local inaugurado este ano. “Ainda estão disponíveis muitas vagas no pré I, para alunos que completam quatro anos até o dia 31 de março de 2018; e para pré II, para os que fizerem cinco anos até 31

de março de 2018”, explica. Os documentos necessários para matrícula são: duas fotos 3x4 do aluno; certidão de nascimento; cartão de vacinas; comprovante de residência e carteira de identidade com CPF dos pais ou responsáveis. Magda destaca que para o maternal e berçário, as vagas já estão todas preenchidas, não sendo possível a matrícula nestas turmas.

Estrutura Local terá nova proposta pedagógica, atendendo crianças de quatro meses até cinco anos, com base na metodologia de Maria Montessori. O destaque será a implementação das aulas especializadas. “Todas as crianças da Educação Infantil da rede municipal poderão, com agendamento prévio, participar das aulas”, disse a secretária Adriana Lara, ao elencar as atividades oferecidas: arte, musicalização, inforLocal atenderá crianças de quatro meses até cinco anos mática, inglês e esportes.

ARQUIVO JM

20180208  
20180208  
Advertisement