Issuu on Google+

Em defesa da magistratura

Antonio Rocha

Prefeitura desenvolve ações de combate ao Aedes aegypti Pág. 3

Membros da magistratura e do Ministério Público realizaram uma manifestação, ontem, contra a aprovação do chamado ‘pacote anticorrupção’. Pág. 11

Urcamp vai oferecer bacharelado em Educação Física

Dener será velado na Câmara de Vereadores de Bagé

Pág. 10

Pág. 15

jornalminuano.com.br BAGÉ, sexta-feira, 02 de dezembro de 2016 - ANO XXII Nº 5 505 | R$ 2,00 TIAGO ROLIM DE MOURA

Decisão garante manutenção das casinhas amarelas Temperatura

Hoje

17

31

Os abrigos instalados nas ruas de Bagé para abrigar cães abandonados não devem ser removidos. Decisão judicial negou pedido formulado em Ação Civil Pública, pelo Ministério Público, para que a prefeitura providenciasse a retirada das denominadas casinhas amarelas da área central da cidade.

Pág. 3


02

Opinião

www.jornalminuano.com.br

BAGÉ, 02 DE DEZEMBRO DE 2016

Editorial

redacaominuano@gmail.com www.jornalminuano.com.br

Uma discussão necessária

E

mpresas podem ser obrigadas a comprovar o cumprimento dos percentuais das vagas reservadas às pessoas com deficiência para participar de licitações. A legislação determina que, nas companhias com mais de 100 empregados, de 2% a 5% dos postos de trabalho sejam destinados para cidadãos com deficiência. Um projeto de lei que tramita na Câmara dos Deputados pode estabelecer a nova exigência. As empresas, na prática, já são obrigadas a cumprir as cotas. A nova redação apenas torna esta obrigação mais evidente. Fiscalizar a determinação é um desafio antigo. A mudança representa uma espécie de solução neste sentido, aumentando a eficácia, principalmente porque pres-

supõe a apresentação de uma certidão de cumprimento. A proposta estimula a inclusão de cidadãos com deficiência no mercado de trabalho e pode forçar o desenvolvimento de soluções para outra demanda. É importante reconhecer que as empresas enfrentam dificuldades para suprir vagas destinadas às pessoas com deficiência. Empresários alegam que a falta de qualificação interfere neste contexto. O argumento dialoga com uma realidade que pode perfeitamente ser revertida. Existe, de fato, uma dimensão cultural que deve ser considerada. As famílias são fundamentais na discussão de novos marcos. Empresários não deveriam se preocupar com a inclusão apenas diante de notificações. Laboratório FACOS/Urcamp

Ana Regina Caminha Braga

anaregina_braga@hotmail.com

O papel da família na Educação Infantil

Tão importante quanto o papel do pro- os “sins” e “nãos” que essa criança deve obefessor na educação das crianças é o papel dos decer. Esse limite não é papel da escola, e sim pais, afinal, são eles que estabelecem os pri- da família. meiros ciclos de aprendizagem em casa. Por À escola cabe educar essas crianças para isso, é muito importante que exista essa cons- que elas tenham maturidade para pensar em ciência por parte dos responsáveis e que eles alternativas, nos problemas que as gerações saibam qual é o dever da escola e o que com- anteriores deixam como herança e nos novos pete a eles. desafios que serão enfrentados. E para que A cada dia que passa, percebe-se certa isso aconteça, é preciso que família e escola inversão de papéis; hoje as famílias caminhem juntas, cumprindo cada confiam à educação formal de seus uma o seu papel, tendo em vista que filhos desde muito cedo à escola. É pais e professores têm que recoA instituição claro que os pais tem consciência nhecer seus papéis na educação de ensino deve do seu papel, mas nem sempre das crianças, para que nenhuma ensinar a criança acabam colocando isso em práinstância esteja ausente de seus detalhes relacionados tica, muitas vezes por questão deveres como tem acontecido à cidadania de tempo e a vida agitada que o atualmente. ser humano vem levando. A sociedade precisa ter consPorém, essa lacuna pode acarciência de que o papel da escola não retar problemas futuros na educação é transmitir conhecimentos da educação daquela criança, e, se não forem tratados com básica vinda da educação recebida em casa, a devida atenção podem evoluir com o tem- isso é responsabilidade dos pais e da família. A po. Crianças são crianças, elas precisam es- instituição de ensino deve ensinar a criança detabelecer com seus pais, professores e outros talhes relacionados à cidadania e os valores étiadultos, relações equilibradas para o seu de- cos, além de ajudar a criança a formar opinião senvolvimento. Elas precisam de um espaço e filosofias de vida. Na instituição se aprende o adequado, no qual as aprendizagens primárias mundo e suas múltiplas linguagens. Nesta, reasejam vividas e ensinadas. E cabe aos pais ou liza-se uma caminhada acadêmica, a qual meresponsável estabelecer os primeiros limites, dia novos caminhos para uma vida profissional. Escritora, psicopedagoga e especialista em educação especial e em gestão escolar

Cláudio Falcão

Charge O pacote anticorupção

FAT - Jornal Minuano | CNPJ: 87415725/0012-81 Endereço: Rua Brigadeiro Mércio, 72 - CEP 96400.720 - Bagé/RS Telefones: Redação (53) 3242-7693 - Assinaturas 3241-6377 www.jornalminuano.com.br | redacaominuano@gmail.com | facebook.com/jornalminuanobage

DIRETOR EXECUTIVO Glauber Pereira GERENTE COMERCIAL Vinícius Azevedo de Oliveira

EDITORA GERAL Márcia Sousa

Editor assistente - Sidimar Rostan • Reportagem - Viviane Becker - Cláudio Falcão - Dora Beledo - Melissa Louçan - Jaqueline Muza - Daiane Lima Rosane Coutinho - Rochele Souza Barbosa - Estefânia Borges (estagiária) • Chargista - Cláudio Falcão • Repórter fotográfico - Antônio Rocha - Tiago Rolim de Moura • Diagramação - Sandro Leal - Luís Mário Pereira - Daniel Cuerda Ferreira • Revisão - Cristiani Martins de Souza • Assistente comercial - Angelina Britto • Vendedores - Dulce Dias - Fabrício Becker • Auxiliar administrativo - Fábio Silveira • Distribuição - Marcos Goulart • Assinaturas - Adriana Robaina • Colaboradores - José Carlos Teixeira Giorgis - Marcelo Teixeira - Raquel Barreto Garcia - José Artur M. Maruri dos Santos - Norberto Dutra - Airton Gusmão - Dilce Helena dos Santos - Lafayette Augé - João L. Roschildt • Impressão - Gráfica do Jornal do Povo - Cachoeira do Sul

Os artigos assinados não refletem, necessariamente, a posição do jornal. Por isso, a editoria não se responsbiliza pelas opiniões emitidas.

MIRO

falcaobage58@gmail.com


Cidade

www.jornalminuano.com.br

BAGÉ, 02 DE DEZEMBRO DE 2016 Tiago Rolim de Moura

03

Prefeitura de Bagé inicia ações de combate ao Aedes aegypti

Tiago Rolim de Moura

Abrigos para cães devem permanecer na área central da cidade

Justiça garante manutenção das casinhas amarelas em Bagé

Instaladas antes do rigoroso inverno do ano passado, as casinhas amarelas que servem de abrigo para cães de rua tiveram sua manutenção garantida em Bagé. A decisão judicial, assinada pelo juiz Max Akira Senda de Brito, foi publicada no final de novembro. A ideia das casinhas surgiu de Stefânia Corrêa, para abrigar os animais do entorno de sua casa. A proposta foi bem aceita e, logo, mais casinhas foram fabricadas, com recursos próprios das famílias e de amigos que aderiram à iniciativa. Hoje, há mais de 100 abrigos espalhados pela zona central da cidade. Martha Corrêa, mãe de Stefânia, conta que, somente na rodoviária, seis casinhas foram instaladas para os animais que habitam os arredores. A ação civil pública movida pelo Ministério Público (MP) exigia que a Prefeitura de Bagé retirasse as casinhas do centro da cidade. O mesmo pedido já havia sido recusado pelo mesmo juiz em junho do ano passado, em caráter liminar.

Entre as justificativas apresentadas pelo MP estão a de que as casinhas foram instaladas em áreas tombadas sem autorização do Instituto do Patrimônio Histórico do Estado (Iphae), além de oferecer riscos de acidentes de trânsito, por estarem localizadas em canteiros centrais; mas o entendimento do magistrado foi diferente do MP. Segundo Brito, a iniciativa é ‘louvável’ e vai ao encontro de preceito constitucional que trata do direito ao meio ambiente ecologicamente equilibrado. “A simples retirada dos abrigos não solucionaria o problema dos animais abandonados, eles continuariam a vagar pela cidade, porém, sem os cuidados que hoje possuem em razão do engajamento da sociedade e do município”, explicou o juiz da Comarca de Bagé. Além disso, o juiz destacou que os locais de instalação das casinhas amarelas não descaracterizam o patrimônio histórico-cultural, já que as casas e prédios “permanecem irretocáveis”.

Enquanto isso, a iniciativa tem sido amplamente divulgada e elogiada. Martha conta que, ainda em 2015, a instalação das casas foi divulgada na revista “Seleções Readers Digest”. Com circulação internacional, a publicação chegou até Espanha e Alemanha, onde a implantação das casinhas foi reproduzida. “Recebemos uma carta do cônsul alemão parabenizando minha filha pela iniciativa e contando que a ideia foi copiada e que estão providenciando as casinhas para os animais de Berlim”, relata. Martha adianta que, em breve, algumas cidades da Espanha também devem aderir ao projeto A proposta também está se expandindo em Bagé. A família Corrêa confeccionou camisetas do projeto. A compra de uma ajuda na construção dos abrigos. “As pessoas que, assim como minha filha e eu, não gostam de ver os animais na rua estão ajudando o projeto para a construção de mais casinhas amarelas”, conta Martha.

Bagé registra crescimento no número de jovens infectados pelo HIV

O número de jovens, com idades entre 19 e 30 anos, infectados pelo vírus HIV, cresceu em Bagé. O volume geral de pacientes em tratamento no município também evoluiu, saltando de 360, em 2015, para 425. Os números foram divulgados ontem, dia mundial da luta contra a Aids, por profissionais que atuam no Serviço de Atenção Integral à Sexualidade (Sais). De acordo com o médico Carlos Jeismann, que atende os portadores, o HIV é uma doença em mutação. “A cada semana temos um novo caso”, destaca. Ele diz que os homens se contamina duas vezes mais do que as mulheres. Em 2015 foram realizados, no Sais de Bagé, 894 testes de HIV. O teste rápido é feito por profissional

devidamente capacitado e tem eficácia de 99,9%. Não precisa de equipamentos sofisticados e o resultado é fornecido na hora (cerca de 20 minutos). Todas as pessoas que suspeitam ter contraído o vírus do HIV podem fazer o teste. HIV é a sigla em inglês do vírus da imunodeficiência humana. Causador da Aids, o vírus ataca o sistema imunológico, responsável por defender o organismo de doenças. Para a coordenadora do Sais, Terezinha Ricaldone, ‘não há mais falta de informação’. “Hoje, os métodos de prevenção estão à disposição de forma gratuita, até mesmo fora as campanhas. Os preservativos masculinos e femininos estão cada vez mais perto das pessoas”, explica.

ARQUIVO JM

Lixo em locais proibidos é um dos problemas enfrentados A partir de hoje, a vigilância ambiental do município inicia as atividades da campanha lançada pelo Ministério da Saúde contra o Aedes aegypti, mosquito transmissor da dengue, chikungunya e zika vírus. Agentes de endemias, em conjunto com o Exército e 7ª Coordenadoria de Saúde estarão nas escolas e em paradas de ônibus distribuindo panfletos de conscientização sobre o combate ao inseto. Na semana passada, o Ministério da Saúde lançou a campanha “Um simples mosquito pode marcar uma vida - um simples gesto pode salvar” para conscientizar a população sobre as consequências das doenças causadas pela chikungunya, zika e dengue. De acordo com a coordenadora da vigilância ambiental, Milena Hecht, todas as sextas-feiras haverá mobilizações integradas e simultâneas entre os órgãos. Na próxima semana, haverá uma reunião com membros do Exército, para definir as próximas atividades.

Ministério da Saúde

Conforme dados do Ministério da Saúde, a mobilização nacional será desenvolvida através das prefei-

Pontos de coleta

Milena salienta que um dos principais problemas enfrentados no combate ao mosquito é a colocação de lixo e pneus em locais proibidos. A coordenadora lembra que a prefeitura possui um ecoponto de recolhimento de pneus, que fica localizado na rua 20 de setembro, nº 889.

Clubes de serviços realizam blitz para Santa Casa Os clubes de serviços de Bagé realizam, hoje, uma blitz em conjunto, em oito pontos da cidade.

Coordenadora do Sais destaca que métodos de prevenção estão à disposição

turas, governos estaduais e população. Ministros de Estado, militares das Forças Armadas, agentes de saúde e de defesa civil, além de outras autoridades, visitarão residências, escolas, órgãos públicos, canteiros de obras e outros locais para conscientizar a população sobre a importância do engajamento de todos na luta contra o Aedes aegypti. O mutirão também será realizado nos órgãos da administração pública, unidades de saúde e estatais, marcando a intensificação das ações de combate. Diante disso, haverá mobilização todas as sextas-feiras para verificação de possíveis focos do mosquito. A ação visa incentivar outras empresas, associações e a própria população para que cada um faça a sua parte. A campanha traz como foco “Sexta sem mosquito”.

A intenção é arrecadar fundos para a Campanha Troco da Vida, da Santa Casa de Caridade de Bagé.


04

Campo & Negócios

www.jornalminuano.com.br

BAGÉ, 02 DE DEZEMBRO DE 2016

Tempranito movimenta Associação Rural

fotos tiago rolim de moura

Provas mini-incentivo abriram programação Uma das principais disputas morfológicas não oficiais da raça Crioula, o Tempranito chega à 8ª edição com provas de mini-incentivo, doma de ouro, paleteadas e remate. O evento, organizado pelo Núcleo de Criadores de Cavalos Crioulos (NCCC) de Bagé, reuniu criadores, ontem, no Parque de Exposições Visconde de Ribeiro Magalhães. As provas iniciaram pela manhã, com 81 animais de galpão e 13 trios, totalizando 120 exemplares inscritos nas provas de mini-incentivo. A competição é para equinos nascidos em 2015. À noite aconteceu o coquetel de entrega de prêmios e show do Petiço e Banda. Hoje serão realizadas as provas da Doma de Ouro, na pista da AsDiaz assumiu entidade sociação e Sindicato Rural. em outubro Competem 84 animais e cerca

de 20% a 50% passam para a final, que será realizada no domingo. A premiação da Doma de Ouro é de R$ 30 mil. De acordo com o presidente do NCCC, Luiz Mario Diaz, hoje à noite haverá um churrasco de confraternização entre domadores, cabanheiros e proprietários. A carne foi doada pelos sócios do núcleo e será preparada por Bruno Abascal Teixeira, reconhecido, segundo o dirigente, como um dos melhores assadores do Estado. As provas encerram no sábado, ao meio-dia, com a entrega de prêmios e almoço. “O animal mais bem pontuado é da Cabanha Capanegra, que foi vendido em leilão na Expofeira de Bagé deste ano. Ele está habilitado para participar da disputa e ganhará uma moto oferecida pelo proprietário”, disse.

Competiram animais nascidos em 2015

Festa para crianças Por ser o último evento do ano promovido pelo núcleo, no sábado à tarde haverá uma programação para as crianças. Conforme Diaz, serão realizadas provas e todos os participantes receberão medalhas e

presentes de Natal. “O Papai Noel chegará a cavalo”, adianta. À noite acontece o remate Redomão da Lagoa, da Cabanha Cala Bassa, de Aceguá. No domingo, ocorre, a partir das 9h, as paleteadas Força A e Força B, que contam com 50 duplas.


Fogo Cruzado

www.jornalminuano.com.br

BAGÉ, 02 DE DEZEMBRO DE 2016

Novo debate sobre projeto de mineração da Votorantim O líder da bancada petista na Assembleia Legislativa, deputado Luiz Fernando Mainardi, solicitou, ontem, ao procurador-geral de Justiça do Rio Grande do Sul, Marcelo Dornelles, o acompanhamento do projeto da Votorantim Metais e Iamgold Brasil, que prevê a mineração de chumbo em Minas do Camaquã, em Caçapava do Sul. Durante reunião, ontem, com Dorneles, o petista adiantou que vai articular uma audiência pública para que o projeto seja apresentado no parlamento gaúcho. Mainardi participou de atividades na região. Durante audiência em Bagé, realizada na semana passada, promovida pela Fundação de Proteção Ambiental (Fepam) para debater o Estudo de Impacto Ambiental (EIA) e Relatório de Impacto Ambiental (RIMA), o parlamentar manifestou posição contrária ao empreendimento.

Divulgação

Petista apresentou demanda ao procurador

Vereadores assinam requerimento pela redução das passagens O vereador Lélio Lopes (Lelinho), do PT, reuniu 15 assinaturas, entre os parlamentares bajeenses, para solicitar ao Executivo a revisão no reajuste da tarifa de ônibus. O petista já havia antecipado a intenção de requerer ao prefeito Dudu Colombo (PT) a revogação do decreto que aumentou as passagens de R$ 2,75 para R$ 3,05.

O reajuste foi aprovado pelo Conselho Municipal do Turismo (Comtur). Os parlamentares argumentam, porém, que o percentual estaria acima da inflação do período. O requerimento assinado pelos 15 vereadores destaca que o Comtur deliberou sobre a aprovaçãa de um estudo técnico realizado para calcular o novo preço do ser-

viço, ressaltando que instituições que representam classes sugeriram o valor de R$ 2,90. O Legislativo agora deve aguardar um posicionamento oficial do prefeito. Lelinho, porém, não descarta a possibilidade de levar a questão ao Ministério Público. Os vereadores consideram, também, a realização de uma audiência pública.

Os vereadores de Bagé aprovaram, ontem, em segunda discussão do primeiro turno, uma emenda à Lei Orgânica que altera a lógica de eleição das mesas diretoras do Legislativo. Se for aprovada, em caráter conclusivo, os mandatos dos presidentes podem ser reduzidos à metade, a partir do próximo ano. A proposta, apresentada pelo

líder do PTB, vereador Carlos Adriano Carneiro (Esquerda), determina que os parlamentares serão eleitos para exercer as funções de presidente, vice-presidente e secretarias pelo período de um ano. A Câmara de Vereadores de Bagé poderá ter, portanto, quatro presidentes na próxima legislatura, tendo em vista que a recondução aos cargos é vedada.

Pela legislação em vigor, os mandatos são de dois anos. A atual legislatura teve três presidentes, porque Paulinho Parera, do PT, renunciou ao posto, em detrimento de Uílson Morais, do PMDB. Divaldo Lara, do PTB, cumpriu os dois anos. Esquerda defende a tese de que a mudança torna mais democrático ‘o acesso à condição de membro da mesa diretora’.

Lei que amplia número de presidentes do Legislativo avança na pauta

@sidimarrostan sidimar_frostan@hotmail.com

05

Sidimar Rostan

Câmara de Bagé vai votar seis projetos na segunda-feira O Legislativo bajeense aprovou, ontem, seis matérias em segunda discussão. Entre as redações que serão votadas, em caráter conclusivo, na segunda-feira, está o projeto de lei que institui o Programa Adolescente Aprendiz no âmbito da administração pública direta e autárquica, de autoria do Executivo. O destaque da pauta fica por conta da proposta que dispõe sobre licenças provisórias de funcionamento para as edificações de baixa carga de incêndio. Com base na legislação estadual que estabelece normas sobre segurança, prevenção e proteção contra incêndios, a Prefeitura de Bagé propôs, em agosto, a criação de uma lei municipal que viabilize a concessão da licença provisória. O prefeito Dudu Colombo (PT) afirma que a medida agiliza o processo e ‘amplia a responsabilidade do empreendedor quanto à adequação da edificação’. Na prática, o município pretende expedir, mediante apresentação do protocolo do Plano de Prevenção e Proteção Contra Incêndio (PPCI) no Corpo de Bombeiros, licenças e autorizações provisórias de funcionamento para edificações que apresentem baixo risco de incêndio, conforme classificação prevista pela lei estadual. A medida, porém, fica condicionada à expedição do alvará definitivo de funcionamento e à apresentação do Alvará de Prevenção e Proteção Contra Incêndio (APPCI). Se a redação for aprovada, a prefeitura também assume a função de fiscalizar, regulamentar e

revogar as licenças, com base na legislação estadual. As autorizações terão prazo de validade de um ano. A concessão fica condicionada à assinatura de termo de responsabilidade, por parte do proprietário, e não o exime da apresentação do PPCI. Além do projeto que institui o Festival Artístico e Cultural da Rainha da Fronteira, como evento oficial do município, apresentado pelo vereador petista Rafael da Silva Rodrigues (Fuca), da matéria que declara de utilidade pública a Rede Operacional de Emergência para Rádios Amadores (ROER), de autoria do presidente, vereador Divaldo Lara (PTB), e da redação que altera a composição do Conselho Municipal de Trânsito e Transporte Urbano e Rural (Comtur), os vereadores devem votar, ainda, a criação da Procuradoria Especial da Mulher, proposta por integrantes da base. A procuradoria terá atribuições específicas, que incluem as funções de promover debates e estudos sobre violência e discriminação contra as mulheres, cooperar com organismos públicos e privados, fiscalizar e acompanhar a execução de programas do governo municipal, além de organizar e divulgar a legislação relativa aos direitos das mulheres, a exemplo da Lei Maria da Penha. A estrutura também servirá para receber, examinar e encaminhar denúncias de violência ou discriminação. A procuradoria será constituída, na prática, por uma procuradora e duas procuradoras adjuntas, eleitas, através de voto secreto, pelas vereadoras. O mandato será de dois anos.


06

Empreendedor

www.jornalminuano.com.br

BAGÉ, 02 DE DEZEMBRO DE 2016

ANTÔNIO ROCHA

dora.beledo@hotmail.com

Dora Beledo

Cadora

Procurando casas para alugar? A Cadora Corretora tem muitas sugestões. Visite o site www.cadora.com.br ou obtenha mais informações pelos telefones 3311-1590 / 99909-1590 / 98481-4342 ou pelo e-mail aluguel@cadora.com.br.

América

Compras de Natal é na América. A loja tem sugestões de presente para toda família e amigos. Encontre diversos looks modernos e versáteis com ótimos preços para você arrasar na escolha do seu presente.

Núria

Na Núria, a coleção Reserva Natural (100% algodão) está um arraso! E agora também tem 25% de desconto no pagamento à vista ou 15% de desconto em até quatro vezes. Confira!

Moda cristã

Roupas com temática cristã são tendência de moda. A Livraria Caminhos, atenta às novidades, apresenta a novíssima coleção primavera-verão 2016/2017 de camisetas e vestidos com estampas de imagens religiosas. São vários modelos de camisetas e vestidos que vestem do tamanho P ao EGG. As estampas de imagens religiosas têm santos como: São Jorge, Santo Antônio, São Bento, Nossa Senhora Aparecida, Nossa Senhora de Fátima, entre outras. A Livraria Caminhos fica na Sete de Setembro, 712.

Aline e Matheus destacam que kits têm valor a partir de R$ 32

Casa e Conforto tem opções para presente de amigo secreto e Natal O final de ano está chegando e a Casa e Conforto preparou muitas opções para presentear na noite de Natal e também nas brincadeiras de amigo secreto. São muitas sugestões com preços acessíveis. Um dos presentes mais em conta disponível na Casa e Conforto são os kits que podem conter toalha de rosto, toalha de banho, água perfumada, spray aromatizante de ambiente, difusores de vareta, peso de porta, entre outros tantos itens. O cliente escolhe quais os produtos irão compor o kit. Uma tolha de rosto e um aromatizante de ambiente, por exemplo, custa R$ 32.

E quem quiser surpreender no presente neste final de ano, pode apostar em uma toalha de banho/saída de banho (2 em 1), que custa a partir de R$ 39. Outras opções da Casa e Conforto são os kits de toalha e touca de banho, os kits de toalha para academia, os jogos americanos, as luvas de cozinha e muito mais. A responsável pela loja, Aline Sória, comenta que a Casa e Conforto recebeu muitos artigos com motivo natalino para decorar

a casa. São toalhas de mesa, guardanapos, guardanapos de boca, trilhos de mesa, centro de mesa, porta-copos, argolas prateadas e douradas para guardanapo de boca e capas para almofada. E quem está em busca da coleção verão 2017 de artigos para cama, mesa e banho vai encontrar muitos tecidos com estampas floral, coloridas e geométricas. Vale ressaltar que a loja tem linha completa para berço e dormitórios infantis.

Rua Marechal Floriano 1698 Telefone: 3311-4100

Núria

Na Núria, a coleção Reserva Natural (100% algodão) está um arraso! E agora também tem 25% de desconto no pagamento à vista ou 15% de desconto em até quatro vezes. Confira!

Drenagem

A drenagem que modela o corpo de famosas como Ivete Sangalo, Taís Araujo, Fernanda Paes Leme e Sabrina Sato, entre tantas outras, também pode ser feita em Bagé. O setor de Fisioterapia e Pilates da Clínica Madruga apresenta a drenagem método Renata França, conhecida em grandes centros em razão de ser um dos tratamentos mais procurados por mulheres que estão em destaque na mídia. Os resultados são vistos já na primeira sessão. Marque seu horário pelo telefone 3247-1616 ou / 99976-1673.

Mercado Gourmet

Que tal uma salada bem levinha para acompanhar o almoço? Experimente a variedade de saladas no buffet do Mercado Gourmet ao meio-dia. Sempre tem alguma novidade no cardápio.

Teste de paternidade

Teste de paternidade com total precisão no resultado é no Examinare. O laboratório fica na Marcílio Dias, 1084. Telefone: 3247-7246.

Aniversariantes Adriana Barbosa Cardoso Bruno de Carvalho Cristina Britto Silveira Dalva Ribas Edison Paiva Junior Edma Moraes Porto Edsnei Dias Elenara Silva Ramos Eli Netto Saliba Elias Fagundes Fabiane Gadea Trindade Felipe Ianzer de Souza Bittencourt Fernanda Coutinho

Grênio Bibiano Leite Soares Guilherme Pichler Jacinto Iara Catarina Machado Amaral Afonso Joseane Lemos dos Santos Jovenal Vestfahl Leonardo Gonçalves Benites Mara Gleice Vigil Maria Pereira Rosa Marta Eliana Soares Dias Paulo da Silva Simone Machado Vilson Rosa


Cidade

www.jornalminuano.com.br

BAGÉ, 02 DE DEZEMBRO DE 2016

07

CRM, CEEE e Senergisul unidos contra privatização A Câmara de Vereadores de Bagé sediou, ontem, uma sessão especial contra a privatização da Companhia Estadual de Energia Elétrica (CEEE), Companhia Riograndense de Mineração (CRM) e Sulgás. A privatização está prevista no pacote apresentado pelo governador José Ivo Sartori (PMDB), sob alegação de conter a crise financeira no Estado. Entre as medidas, além da privatização, estão a extinção de 11 órgãos ligados ao Executivo nove fundações, uma companhia e uma autarquia - e a redução no número de secretarias, que passa de 20 para 17, com três fusões. A sessão aconteceu um dia após a instalação da Frente Parlamentar em Defesa da CRM, presidida na Assembleia Legislativa pelo deputado Luís Augusto Lara (PTB). Ao todo, 34 deputados endossaram a criação da frente. Gerente regional da CEEED, Ruimar Freitas destacou a situação favorável da empresa, que, mesmo frente à crise econômica do País, obteve resultados positi-

vos “fazendo mais com menos”. Um dos reflexos disso será percebido a partir deste mês, com a redução de 17% na tarifa da luz. Freitas ressaltou o resultado da pesquisa de satisfação dos clientes, que registrou a CEEE na 6ª posição entre as 63 distribuidoras do País. “Subimos 24 posições em dois anos. Acredito que esse retorno demonstra que a companhia está cumprindo as propostas apresentadas no plano da Aneel para renovação da concessão da CEEE”, comentou. O presidente do Sindicato dos Mineiros de Candiota, Wagner Lopes Pinto, destacou que a categoria está mobilizada, aguardando resultados positivos nesta etapa, em que o governo busca retirar a obrigatoriedade de consulta popular, através de plebiscitos, para a privatização das companhias do Estado. Entre as mobilizações, está prevista uma reunião no dia 9 de dezembro, no ginásio municipal de Dario Lassance, em Candiota, a partir das 19h. No dia seguinte, 10, em Bagé, a categoria se une em caminhada, com saída da Pra-

Tiago Rolim de Moura

Servidores organizam ações de mobilização para os próximos dias ça Santos Dumont até a Praça de Esportes, a partir das 17h. O diretor estadual do Sindicato dos Eletricitários do Rio Grande do Sul (Senergisul), Ubiratan Noble, aponta que além da mobilização contra a privatização, o foco principal agora é contra a

derrubada da obrigatoriedade do plebiscito. “Se ele conseguir fazer isso, a população não vai participar de uma decisão que vai afetar todos”, destaca. Em uma empresa superavitária, entre os principais reflexos negativos apontados por ele com a privati-

zação está o desemprego, a terceirização e desqualificação dos serviços. “Com a terceirização do objeto-fim, a preocupação será o melhor valor, e não o profissional mais qualificado. Hoje, um profissional da CEEE tem mais de 5 ou 6 anos de qualificação, no mínimo”, apontou.


VIVIANE

Becker

viviminuano@hotmail.com

Pizza solidária

Hoje, no Quiosque da Praça de Esportes, acontece a promoção do Rotary Club de Bagé Rainha da Fronteira. A ação vai das 18h às 22h. Os recursos serão aplicados na festa de Natal das crianças da E.E.E.F. Arthur Damé. As pizzas custam R$ 20,00 e estarão disponíveis nos sabores: calabresa, mussarela, quatro queijos e portuguesa.

Agenda do Clube Comercial

Depois das reformas, o Clube Comercial voltou a receber as grandes festas da cidade. Neste sábado tem jantar Baile do NPOR. No dia 9 acontece a festa de formatura da Escola Infantil Cavalinho de Pau. No dia 11 tem show/baile com diversas atrações e no dia 23 acontece a colação de grau e baile do Geteco.

SOC

Romance

www.jornalmi

M

A

O

inda se comenta a bela recepção que marcou a união dos noivos Karen Muñoz e Pedro Ernesto Obino, filhos de José e Nelci Muñoz, e Neca Capiotti e Theo Obino. Nas rodas sociais fala-se da bonita e emocionante cerimônia que realizaram no Hotel Serena, em Punta del Este, Praia Mansa. Um casamento íntimo, para um seleto grupo de 120 convidados. A bela noiva vestia um look lindo, romântico e perfeito para o local escolhido, assinado por Adriana Kavietz, de Porto Alegre. Sua produção teve o crédito da equipe Estética Fêmina, e os convidados se divertiram animados com o Som da Cor. As fotos são de Thiago Machado.

Um dos divertido presiden Peruzzo Felicidades ao belo casal!

Karen Muñoz e Pedro Ernesto Obino casaram tendo como cenário as belezas da Praia Mansa, de Punta del Este

Lançamentos

Guida Collares reuniu convidados na semana passada, quando apresentou linha de tecidos exclusivos. Na foto, com os amigos Helena e Marta Severo Bordignon, Katia Vinciprova, Rafael Gomes, Carine Sachett Pilon e Mara Ceolin


CIAL

Coletiva no MGB

inuano.com.br

Mérito Empresarial

O

s maiores contribuintes de ICMS de Bagé foram homenageados, na terça-feira, durante a solenidade da 16ª edição do Prêmio Mérito Empresarial da Aciba. Decoração de Patrícia Kloppenburg e serviço de coquetel da Delícias da Edu.

O Museu da Gravura Brasileira da Fundação Átilla Taborda realiza, hoje, coletiva no MGB, reunindo a arte do Ateliê Forma e Expressão, de Consuelo Cuerda, e também dos artistas Bruno Tamboreno, Carlo Andrei, Caroline Veilson, Eulália Anselmo, Francisco Lucas, Heloisa Beckman, Janaina Herbstrich, Judith Plentz, Julio Pimentel, Léo Rodrigues, Norma Vasconcellos, Rejane Karam e Theo Gomes. A abertura será as 19h30min, no Museu da Gravura, que fica na rua Coronel Azambuja, nº 18.

FOTOS VIVIANE BECKER

Pedágio Campanha Troca da Vida

melhores palestrantes do RS, o o Dado Schineider, com Chelei e o nte da Aciba, Lindonor Junior

Verany Cauduro Pilon, Rodrigo Pilon e Rachel Morgado

Dezenas de entidades sociais estão engajadas na Campanha Troco da Vida, que terá seu ponto alto hoje, com um pedágio em apoio à Santa Casa de Caridade de Bagé. Contribua, separe o seu troco e faça sua doação aos grupos de arrecadação que estarão espalhados por diversas sinaleiras da cidade.

Na balada do final de semana Mariel, Elaine e Aline Rodrigues em noite de premiação

Francine Ávila, Daniele Valls, Enora Valls, Pedro Valls Ribeiro e Ana Alice Moraes Valls

No badalado bar de caipiroscas, Maria Esther Vianna Pais e Pascuale Natuzzi, no coquetel de lançamento de sofás e poltronas Natuzzi, na Cachivache

>>> MERCADO GOURMET - Nesta sexta-feira a atração do happy proposto pelo Mercado Gourmet tem Juneco Montier animando a noite, e a sugestão de petisco é a sequência de brusquetas. Boa dica! >>> QUITANDA- Hoje tem show com Marcelo Muska no Quitanda. Não deixem de experimentar também a tábua de carnes e o chop da casa. Adriano Trindade é quem anima a noite do sábado. >>> SPERANTO - Hoje, a sexta-feira é das Ladies na ilha e promete! Elas free e caipira em dose dupla até a 1h. >>> PUB SEU JORGE - Sexta-feira é dia de Niandra Lacerda e o duo Joca & Roger no palco do pub. E amanhã tem Marcelo Muska abrindo os trabalhos e o show rola com Viajantes do Éden no Pub. >>> BARÔ BAR E PETISCO - Hoje tem abertura com Rodrigo Flores seguido do Sambarô. Sábado no Barô tem Estela La Bella + Táxi Driver para animar a noite, a partir das 20h. Reserva pelos fones 3242-8379 e 99971-8379. >>> GABANA - Superfesta, logo mais. No palco tem a dupla Estela & Mariano e uma superpagodeira com o Som da Cor. Amanhã a Rural Jovem apresenta uma superfesta. Fazendo sua estreia no palco do Gabana tem a dupla Willian & Mariane com o melhor do sertanejo e mais o show que promete conquistar o público com Daniel Romero. Na pista das duas noites Dj Jonathan Calcagno. >>> ALI BABÁ - Neste sábado, a partir das 22h, vai ser aberta a temporada de samba no Ali Babá. Sempre com música de qualidade e aquele quibe sensacional. Reservas pelos foness 3242-0529 ou 99953-6083. >>> CASA DA SETE - Na próxima quinta-feira, 8 de dezembro, a Casa da Sete abre suas portas para uma nova proposta, um happy hour que iniciará as 19h. Neste dia, haverá jantar italiano com menu exclusivo preparado pelos chefes Luciano Souza e Rodrigo Turna. Nesta quinta terá show com O Samba a Bossa e as Novas, entre outras atrações! Reservas pelo fone 99900-1226. Conto mais sobre essa proposta depois!

08/09

Bagé, 02 de dezembro de 2016


10

Cidade

www.jornalminuano.com.br

BAGÉ, 02 DE DEZEMBRO DE 2016

Educação Física da Urcamp vai oferecer bacharelado O curso de bacharelado em Educação Física será oferecido somente no próximo semestre e é direcionado aos profissionais que já concluíram a graduação em licenciatura. A informação foi confirmada pela Pró-Reitoria Acadêmica (PROAC) da Universidade da Região da Campanha (Urcamp) e já conta com uma grande expectativa de quem é da área. Atualmente o curso em Bagé e São Gabriel oferece somente a licenciatura, que permite ao profissional atuar na área escolar. O bacharelado permite ao educador ampliar as possibilidades de trabalho, já que pode, além de desenvolver atividades nas escolas, atuar também em academias, clubes, empresas, entre outros. A educadora física Marion Padilha concluiu a graduação na Urcamp em 2012 e é uma das interessadas em incrementar a carreira. “Acho uma ótima iniciativa da universidade; é oportuno. Na minha turma muitos fizeram a licenciatura com a esperança de ter este complemento, nos abre muito mais

Fotos Chrystian Ribeiro / Especial JM

Marion concluiu graduação em 2012 o leque de trabalho, sou interessada”, justifica. O curso será oferecido no turno da noite em três semestres, ou seja, um ano e meio, e a dinâmica de ensino será em um formato ágil, com 20% das disciplinas em Ensino a Distância (EAD), e a garantia de que todas as aulas práticas serão presenciais. “Queremos contemplar quem já fez o curso conosco, já

Curso existe na Urcamp há 43 anos que o mercado hoje pede uma qualificação ainda maior, hoje não dá para ficar somente em uma área”, afirma o coordenador do curso, professor Gerson Previtali. Os profissionais da Educação Física interessados devem protocolar, junto à Central do Aluno, o pedido de ingresso como portador de

Curso Superior, munidos da cópia do diploma e do histórico, não havendo, assim, a necessidade de prestar o Processo Seletivo A pró-reitora acadêmica da Urcamp, professora Virgínia Dreux, diz que o curso vai atender a uma necessidade da região. “Era uma demanda dos campi de Bagé e São Ga-

briel, visto que a Urcamp já oferece o bacharelado em Alegrete e vai atender a uma solicitação dessas unidades e das cidades próximas desses municípios”, explica. Paralelo ao bacharelado, o curso de Educação Física segue oferecendo normalmente a licenciatura. O curso existe na Urcamp há 43 anos.


Cidade

www.jornalminuano.com.br

BAGÉ, 02 DE DEZEMBRO DE 2016

Manifestação contra mudanças no pacote anticorrupção

Juízes, servidores e promotores de Bagé aderiram ao protesto de repúdio à decisão de deputados, que aprovaram o projeto de lei que cria a punição para juízes e promotores, após mudanças no pacote anticorrupção. A manifestação ocorreu na frente do fórum, ontem. O grupo realizou também um minuto de silêncio em homenagem à democracia. De acordo com o diretor do foro, Max Akira Senda de Brito, um dos efeitos da lei é enfraquecer as ações do Judiciário. “Entendemos que o projeto inicial é de combate à corrupção, mas algumas emendas criminalizaram o trabalho dos juízes e promotores. Estamos aqui para esclarecer para a população e tomar as medidas cabíveis para contestar a decisão”, ressalta. Para Brito, as medidas aprovadas afrontam à Constituição e os interesses da sociedade, pois usurpam o direito da população em ter um Ministério Público e Judiciário capazes de atuar com independência pela garantia de seus direitos e destemor no combate à corrupção. Das 10 medidas originais, apenas quatro passaram, ainda assim parcialmente. Os deputados aprovaram diversas modificações no texto que saiu da comissão especial. A primeira delas, e a que está gerando a polêmica no Judiciário, é a que criou a punição para

Antonio Rocha

Grupo realizou um minuto de silêncio em homenagem à democracia juízes, promotores e procuradores, que forem enquadrados no crime de abuso de autoridade. A emenda ao projeto diz, entre outras coisas, que é crime de abuso quando magistrados e membros do Ministério Público abrirem processos contra alguém sem indícios de culpa, ou divulgar a opinião sobre casos em andamento. A matéria prevê ainda que qualquer pessoa pode fazer a denúncia contra juízes, promotores e procuradores, e que o inocentado pode receber indenização por danos morais. A pena é de seis meses a dois anos de prisão e multa. A emenda acabou sendo aprovada por 313 votos favoráveis contra 123 contrários.

O Ministério Público Federal apresentou 10 medidas para aprimorar a prevenção e o combate à corrupção e à impunidade, objetivando transparência, prevenção, eficiência e efetividade. A medida teve apoio maciço da sociedade. Durante a votação na Câmara Federal, seis itens foram retirados do pacote e os quatro que restaram foram alterados. Entre as mudanças na proposição inicial, os parlamentares incluíram o crime de responsabilidade a magistrados e membros do Ministério Público, enfraquecendo duas instituições essenciais no combate à corrupção. A proposta, agora, segue para análise do Senado Federal.

11

Destaques da Engenharia e Arquitetura serão premiados pelo NEAB

divulgação Hoje, a partir das 20h, no restaurante Betemps, os profissionais mais lembrados da Engenharia e Arquitetura de Bagé recebem homenagem. O Troféu Destaque 2016 é promovido pelo Núcleo de Engenheiros e Arquitetos de Bagé (Neab). O atual presidente do núcleo, Márcio Marun Gomes, conta que disputam o troféu as empresas e profissionais mais votados na internet. Na categoria de Construção Civil, estão as empresas ASM Gomes passa presidência Empreendimentos do núcleo para Schäfer Imobiliários, Dallé Construções e Sistema Engenharia. maior de participantes no processo Entre os engenheiros que mais se de indicação. Entre os três mais destacaram estão Bruno Robaina, votados, o vencedor só será conheCristiano Cardoso dos Santos e cido durante a celebração. Marcus Menezes. Os arquitetos Além da premiação, a noite que estão no páreo são Ana Lúcia também será marcada pela passagem Kalil Sarmento, Dineu Resende de diretoria. Gomes deixa a cadeira Borba Neto e Rachel Beckman da presidência para o engenheiro ciMorgado. vil Adalberto Schäfer. O atual presiGomes ressalta a inovação dente deixa seu legado marcado na deste ano, com a votação pela in- galeria de presidentes, que também ternet, que possibilitou um número será lançada na mesma ocasião.


www.jornalminuano.com.br

BAGÉ, 02 DE DEZEMBRO DE 2016

Edibar

12

Lazer

Rock Story - GLOBO - 19h30min

Júlia revela a Alex que o denunciou à polícia no aeroporto. Gordo avisa a Diana que trabalhará com Gui. Chiara fica insegura sobre sua apresentação de balé. Léo ameaça denunciar Néia. Alex fica revoltado com Júlia. Chiara avisa a Diana que não quer que Léo apareça em sua apresentação. Lázaro diz a Néia que tem uma ideia para acabar com o romance entre Léo e Diana. Gui fica encantado ao ouvir Zac, Tom e Wellington tocando. Júlia conta o plano que armou contra Alex para Lorena. Marisa se interessa por Nicolau. A pedido de Gui, Júlia tranquiliza Chiara. Diana se surpreende com o desabafo da filha depois da apresentação de balé. Diana faz uma proposta para Júlia. A Lei do Amor - GLOBO - 21h

Horóscopo

Letícia diz a Pedro que Helô a renegou e o acusa de ter destruído sua família. Tião consegue seduzir Jéssica. Magnólia avisa a Ciro que Beth voltará para casa. Flávia convida Helô para morar com ela. Tiago deleta as fotos de Isabela do celular e Pedro aconselha o sobrinho a voltar ao trabalho. Salete se surpreende ao ver Mileide com Hércules. Suely pede a Salete para reconsiderar e readmitir Gustavo. Ruty Raquel comenta com Sansão que Gigi pode estar desconfiada de seu namoro com Antônio. Helô e Pedro constatam que Tião deu fim a todos os documentos da galeria. Tião sugere a Letícia que ela invente que rompeu relações com ele para reconquistar Tiago. Arlindo avisa a Venturini que irá fugir. Ciro finge que deseja voltar para Vitória. Misael tenta convencer Yara a alugar a garagem para Gustavo. Tiago descobre por Camila que Letícia alugou um flat. Pedro proíbe Magnólia de dar ordens a Jáder. Augusto e Vitória se surpreendem ao ver Beth.

ÁRIES Um impulso positivo leva as parcerias adiante. O entusiasmo com as pessoas é grande, assim como as chances de atuarem juntos na mesma direção.

TOURO Situações voltam a prosperar no trabalho, inclusive apontando para alguma promoção ou melhora das condições materiais. Bom momento para ter um comando firme e vigoroso.

GÊMEOS O desenvolvimento cultural é o assunto que mais se desenvolve. Procure unir desejos vigorosos a aspirações elevadas, numa direção integrada e positiva.

CÂNCER Conte com o apoio familiar em questões materiais, em especial para ganhar confiança e vencer batalhas. Há mais recursos e forças para equilibrar as relações.

LEÃO Momento para importantes conquistas nas associações e parcerias. Você pode dar belos passos para expandir suas relações. Momento para melhorar a organização do cotidiano.

VIRGEM O bom aspecto estimula as conquistas materiais por meio do trabalho e das batalhas em seu cotidiano. É tempo de ganhar dinheiro com suas melhores capacidades produtivas.

Palavras Cruzadas

Mario discute com Ralf. João Amaro coloca a arma que usou contra Massao em um dos vasos de planta na casa de Gaetano e Geppina. Milena reconhece João Amaro e Damasceno registra. Yumi volta para casa. Dora suspeita de que tenha deixado de gostar de Tiago. Júlia pergunta se Chica acredita que a explosão da traineira foi criminosa. Ralf agradece Vittorio pelo apoio a Lenita. Carolina leva para Mario uma lista com opções de nomes de bebê. Patrick incentiva Ralf a falar com Vittorio sobre Milena. Moreira convida a Arraial Pescados para participar de uma feira de produtos gourmet. Loretta tenta avisar Milena que está voltando para o Brasil. Surfistas encontram o corpo de Massao na praia. Chica afirma a Alice que a explosão das traineiras foi criminosa.

LIBRA A confiança e a ousadia se unem para proporcionar bom impulso para as empreitadas pessoais. No amor e na expressão pessoal, você alcança conquistas significativas.

ESCORPIÃO A coragem de enfrentar antigos problemas é amplamente recompensada. As melhorias na vida familiar e doméstica estão favorecidas. Lute pelo que deseja resolver e realizar.

SAGITÁRIO Um dia positivo para as relações de amizade e para estabelecer contato com pessoas e ambientes novos. Os estudos e as viagens estão favorecidos.

CAPRICÓRNIO Os empreendimentos profissionais, mesmo os de maior fôlego, estão estimulados. Os gestos fortes dão bom resultado, podendo alcançar bom êxito.

AQUÁRIO Marte e Júpiter indicam maior força de caráter apoiada num sentido ético firme. É momento para agir integralmente conforme seus princípios e sua moral.

PEIXES Momento de libertação de problemas do passado, mas também de compreender o lado oculto do mundo. O autoconhecimento leva-o a explorar novos aspectos de si mesmo.

Loterias

Novelas

Sol Nascente - GLOBO - 18h30min

FEDERAL

LOTOFÁCIL

LOTOMANIA

Sorteio: 05132

Sorteio: 1442

Sorteio: 1714

01 02 03 04 07

02 07 09 12 23 25 34 35 45 46 48 51 53 57 62 74 76 80 88 90

1º prêmio 2º prêmio 3º prêmio 4º prêmio 5º prêmio -

64823 07842 56068 20254 86377

09 11 12 13 15 16 17 19 20 21

DUPLA-SENA

MEGA-SENA

QUINA

Sorteio: 1575

Sorteio: 1881

Sorteio: 4246

1º- 02 06 21 45 49 50 03 10 30 44 53 56 2º- 03 26 27 32 36 50

25 44 59 63 73


www.jornalminuano.com.br

Cidade

BAGÉ, 02 DE DEZEMBRO DE 2016

13


14

Segurança

www.jornalminuano.com.br

BAGÉ, 02 DE DEZEMBRO DE 2016

Divulgação

Aumentam registros de fraudes em compras via internet

Com três ocorrências registradas ontem, associadas à fraude via internet, o titular da Segunda Delegacia de Polícia Civil, Luis Eduardo Benites, alerta os consumidores nas compras de final de ano. “Temos muitas ocorrências em investigações de falsos sites e de sites espelhos de verdadeiros”, destaca. Benites alerta que ficou chocado com o número alto de registros. “Além de ser uma época em que todos procuram preços baixos e as vendas realmente aumentam, é um procedimento de difícil elu-

cidação. A investigação é delicada. Há todo um trâmite jurídico. Muitas vezes o autor é de outro estado, então é melhor prevenir”, completa. O delegado recomenda observar se o site é confiável e ver se é o site verdadeiro e não site espelho. Ele observa que é preciso atentar para preços muito abaixo do anunciado em outros sites e comprar de empresas conhecidas. No Procon há uma lista de sites suspeitos ou que estão sob investigação, a maioria é de São Paulo e não foram encontrados os proprietários.

Auditoria de Bagé realiza inspeções carcerárias Nos meses de outubro e novembro, a Auditoria Militar de Bagé cumpriu uma intensa agenda de inspeções carcerárias. Estiveram à frente dos trabalhos o juizauditor substituto da 2ª Auditoria da 3ª CJM, Wendell Petrachim Araújo, e o servidor Ricardo Moglia Pedra. De 16 a 18 de novembro, as visitas se estenderam às cidades de Rosário do Sul e São Gabriel. Na ocasião, foram contemplados os seguintes quartéis: 4º Regimento de Carros de Combate; 9º Regimento de Cavalaria Blindado; 13ª Companhia de Comunicações Mecanizada; e 6º Batalhão de Engenharia de Combate. De 17 a 20 de outubro, as inspeções atenderam aos seguintes quartéis: 1º Regimento de Cavalaria Mecanizado, em Itaqui; 2 ª Brigada de Cavalaria Mecanizada, 22º Grupo de Artilharia de Campanha Autopropulsado e 8º Regimento de Cavalaria Mecanizado, todos na cidade de Uruguaiana. Na cidade de Uruguaiana, também foram realizadas visitas de cortesia ao comandante da 3º Bate-

ria de Artilharia Antiaérea, major Rafael Salgado da Silva, e ao general de Exército Edson Leal Pujol, que é comandante militar do Sul.

Atividade A atividade de inspeção está regulamentada pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ), na forma da Resolução nº 47, de 18 de dezembro de 2007. O objetivo da atividade é contribuir com a segurança e o bom funcionamento dos estabelecimentos penais, por meio de visitas do próprio juiz responsável pela execução penal. Pela norma, o juiz deve realizar inspeções pessoalmente nos estabelecimentos prisionais com o propósito de verificar as condições desses locais e tomar providências para seu adequado funcionamento, solicitando, quando for o caso, a apuração de responsabilidades. Os resultados do trabalho devem ser encaminhados aos órgãos de correição de cada tribunal. No caso da Justiça Militar da União, os relatórios são encaminhados à Auditoria de Correição, que funciona em Brasília.

Óbitos PAULINA CAVALHEIRO RITTA, 82 anos, dona de casa, viúva. Morava na rua Jerônimo Silveira, vila Ipiranga. Deixa os filhos Valvite, Manoel, Gilberto, Gelci, Gleci, Roberto e Ana Cristina. JOÃO DE DEUS DUTRA DE OLIVEIRA, 59 anos, trabalhador rural, solteiro. Morava na rua Osmar Paz Palma, bairro Malafaia. Deixa os filhos Ana Salete, Santa Cleonice, João Antônio e Gilson Jesus. IVONETE SILVEIRA FIGUEIRÓ, 62 anos, alambrador aposentado, solteiro. Morava na travessa 106, vila Damé. Deixa o filho Mateus. HELOÍSA MARTINS JORGE, 81 anos, do lar, viúva. Morava na rua da Gomes Carneiro. VANDELMAR NUNES VALENTE, 65 anos, motorista , divorciado. Morava na avenida Visconde de Ribeiro Magalhães, bairro Santa Teresa.

Reunião do Acinser para realização de operações de fiscalização

Órgãos de segurança planejam ações de combate ao abigeato

A Brigada Militar e o programa de Ações Integradas de Segurança Rural (Acinser) realizaram, na manhã de quarta-feira, uma reunião na Delegacia Regional de Polícia Civil, com a finalidade de reforçar os laços de integração entre os órgãos e definir um calendário de operações para o mês de dezembro de 2016. Foram definidas quatro datas, com modalidades diferentes, sendo elas de barreiras rurais diurnas, noturnas e fiscalização de estabelecimentos comerciais, além das atividades já

desenvolvidas pelos órgãos presentes. Conforme o coordenador do Acinser, Reni Dorneles, a intensificação se deve frente aos últimos casos registrados e à proximidade do final de ano, período em que normalmente há um maior consumo de produtos de origem animal. “Solicitamos a quem tiver conhecimento de comércio irregular de carnes, que denunciem no telefone 190 (BM) ou 197 (PC), porque o abate clandestino ou abigeato pode trazer graves problemas de saúde à população e coloca os empresários em uma concorrência desleal”, completou.

A reunião contou com representações da Vigilância Sanitária; coordenação do Imposto Sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS), da Secretaria Estadual da Fazenda; Secretaria Municipal da Fazenda; Corpo de Bombeiros; Brigada Militar; Gabinete de Gestão Integrada Municipal (GGI-M); Polícia Ambiental; Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico e Turismo (Smdet); Delegacia Regional de Polícia Civil e cartório de combate ao abigeato da Delegacia Especializada em Furtos, Roubos, Entorpecentes e Capturas (Defrec).

Um armazém foi assaltado na noite de quarta-feira, por volta das 22h, na rua Paulo Tuiuti Camargo, bairro Jardim Monte Carlo, em Bagé. A proprietária contou que um adolescente (menor de 15 anos) e um homem armado entraram no local e anunciaram o rou-

bo, levando R$ 150 em dinheiro do caixa. Ela disse que seu esposo entrou em luta corporal com um dos assaltantes e tomou a arma dele. Após, a vítima ressaltou que ambos fugiram. Mais tarde, a mãe do menor acionou a Brigada Militar e apre-

sentou seu filho na Delegacia de Polícia de Pronto-Atendimento (DPPA). O adolescente revelou o nome do outro acusado do roubo. A investigação ficará a cargo da Delegacia Especializada em Furtos, Roubos, Entorpecentes e Capturas (Defrec).

Adolescente e homem assaltam armazém no bairro Jardim Monte Carlo


Esporte

www.jornalminuano.com.br

BAGÉ, 02 DE DEZEMBRO DE 2016

Antônio Rocha

@daianelimaalves daiane.lima.bg@gmail.com

15

Daiane Lima

Bagé sedia Desafio Strongman

Grupo realizou oração na concha acústica e caminhou pela avenida Sete de Setembro

Bajeenses homenageiam Dener Machado, agradeceu o apoio dos bajeenses. Após as orações, o vigilante Deivid Fonseca falou, emocionado, sobre o sucesso do atleta. “Eu também já tive um sonho e nele (Dener) me via realizado”, disse. A tia Eliana informou que o sepultamento do jogador será na Câmara de Vereadores, no final de semana.

noite de ontem. Entretanto, no fim da tarde, o presidente da Câmara, e prefeito eleito, Divaldo Lara (PTB), postou, em conta pessoal em uma rede social, o cancelamento do evento, em decorrência do luto oficial.

Um grupo de amigos e familiares prestou uma homenagem ao jogador Dener Assunção Braz, 25 anos, ontem, data em que o atleta da Chapecoense havia marcado seu casamento com Amanda Machado. A caminhada foi organizada por meio do Facebook. A concentração aconteceu na Praça de Esportes, onde foi realizada uma oração, na concha acústica. O tio do lateral esquerdo da equipe catarinense, Valdir Feijó, falou do sobrinho e ressaltou a humildade do jogador. A tia, Marlene Assunção, lembrou que ele passaria alguns dias em Bagé após a disputa da final. Marlene revela que o atleta deixaria o filho com a avó, Ana Cláudia Assunção, e partiria em viagem para Dubai, com a esposa, com quem teve o filho Bernardo. Em meio ao clima de tristeza, outra tia de Dener, Eliana

Respeito

A manhã de ontem também foi de homenagens na sessão da Câmara de Vereadores. Os parlamentares lamentaram e lembraram a trajetória do atleta na Rainha da Fronteira. Uma estrutura com telão seria montada em frente ao Legislativo para acompanhar a bajeense Cristyéllem Camargo, que se apresentou no programa The Voice, exibido pela Rede Globo, na

O jogador estava no acidente aéreo que vitimou 71 pessoas, na madrugada de terça-feira, na Colômbia. Entre os mortos estavam jogadores, dirigentes da Chapecoense e jornalistas. Dener era titular do time, que se preparava para disputar um título internacional. Os atletas viajavam para Medellín, onde enfrentariam o Atlético Nacional. O jogo estava marcado para quarta-feira. No dia da disputa, os moradores da cidade lotaram o Estádio Atanasio Girardot, em homenagem às vítimas.

O encerramento do ano para os kartistas acontece neste sábado, no kartódromo Ayrton Senna. Está programada uma prova festiva e, após, a entrega da premiação dos pilotos. Conforme o diretor de infraestrutura do Bagé Kart Clube (BKC), Sílvio Vernieri, são esperados cerca de 40 competidores. A tomada de tempo da prova inicia

às 16h e a corrida logo em seguida. A premiação deve começar entre 21h30min e 22h. Ao longo do ano, foram realizadas sete provas de kart em Bagé. Conforme o dirigente, 2016 foi um ano de crescimento e reestruturação para o esporte na cidade. “Conseguimos bater a meta”, declarou. O dirigente relata, também,

que existe o planejamento para uma Copa Verão. O evento deve ter de duas a três etapas, nos meses de janeiro e fevereiro. As provas iniciarão no final da tarde e se estenderão até a noite. A competição está sendo organizada, segundo ele, para evitar que os pilotos fiquem parados neste período, quando ocorre um número menor de provas.

Morte trágica

Atletas farão quatro provas de força e velocidade Atletas vão mostrar sua força e velocidade no Desafio Internacional de Strongman. A disputa acontece no domingo e faz parte do encerramento do 9º Bagé Moto Encontro. O evento acontece próximo ao Centro Administrativo, às 16h. Um dos organizadores, Cristiano Centena, relata que são esperados cinco competidores de Montevidéu e outros oito brasileiros de Bagé, Pelotas e Rio Grande. Os concorrentes serão divididos em três categorias no masculino: até 75 quilos, de 75 a 90 quilos e mais de 90 quilos e duas no feminino: até 75 quilos e mais de 75 quilos. Centena explica que o resultado final será feito após a contagem de pontos de quatro provas. “Tudo será cronometrado. No fim, os atletas precisam ser fortes, ter destreza, velocidade e resistência”, declara. A primeira prova será tracionar um veículo. Para as mulheres, uma

van vazia. Para os homens, será preciso puxar uma van com passageiros, um ônibus de turismo vazio ou um ônibus de turismo com os passageiros, dependendo da categoria. “Vamos fazer uma brincadeira e convidar as pessoas que estiverem no Moto Encontro”, conta. Os veículos devem ser arrastados por 20 metros. No segundo desafio, os participantes farão uma corrida com toras de madeira. Serão 30 minutos de ida e mais meia hora de volta entre cones. Na terceira prova, serão colocadas pedras em toneis. Para as mulheres, a média de peso é de 40 quilos. Para os homens serão 50, 60 e 90 quilos. Com a última prova, os competidores terão de virar pneus por 30 metros. O evento está sendo organizado pela academia Corpo e Saúde e pela atleta Jane Morales. A supervisão técnica será da Confederação Brasileira de Esporte de Força.

Kart encerra ano com prova noturna Rústica recolhe donativos para Vila Vicentina

Cerca de 300 corredores participaram de uma rústica solidária, no final de semana. O evento foi organizado pelos supermercados Nicolini e pelo Sesc. Os atletas saíram da avenida Tupy Silveira e passaram pelas ruas Gomes Carneiro, Monsenhor Constábile Hipólito e General Neto. Os competidores disputaram em 11 categorias, divididas em feminino e masculino. A corrida serviu, também, para comemorar o aniversário de 37 anos da rede Nicolini. O gerente de marketing da empresa, Selmo Dias, explica que

a inscrição era um quilo de alimento não perecível. Todos os produtos recebidos serão doados à Vila Vicentina. Corredores de Bagé, Lavras do Sul, Dom Pedrito e Pinheiro Machado estavam inscritos. No total, foram percorridos cinco quilômetros. Os primeiros colocados receberam premiação e todos ganharam medalha pela participação. Antes da disputa, o Nicolini entregou à Associação de Apoio a Pessoas com Câncer (AAPECAN) pelo projeto “Troco do Bem”. No total, a entidade recebeu R$ 58.351,60.


16 Contracapa Obra da Apae será inaugurada no dia 16 BAGÉ, 02 DE DEZEMBRO DE 2016

www.jornalminuano.com.br

Tiago Rolim de Moura

Com novas instalações, instituição irá aumentar número assistidos em 30% A Associação dos Pais e Amigos dos Excepcionais (Apae) de Bagé realiza os últimos detalhes na obra do Centro de Referência da Criança e do Adolescente. A previsão é de que as melhorias sejam inauguradas no dia 16, juntamente com a posse da nova diretoria.

Conforme o presidente da Apae, Marco Antônio Bidone, não será possível concluir todo o projeto devido à falta de recursos. Ele ressalta que ficará faltando algumas luminárias e louças dos banheiros, além da interligação entre os prédios.

A obra está orçada em R$ 340 mil e foram arrecadados cerca de R$ 310 mil. Em outubro, a Apae lançou a campanha ‘Fim de Obra’, para finalizar o centro e interligar os prédios, mas não conseguiu alcançar o objetivo, que era reunir R$ 55 mil.

A conclusão do centro era uma das metas de Bidone desde que assumiu a instituição, em 2012, como presidente da comissão interventora. Ele ressalta que as pessoas podem doar até o dia 15 de dezembro , visto que o prédio somente começará a ser utilizado em março de 2017.

A obra iniciou em 2006 e foi retomada em maio deste ano com ajuda e doação da população, entidades e órgãos públicos. Atualmente, a Apae atende 354 pessoas e tem uma lista de espera de 154 pessoas. Com o novo prédio, a ideia é aumentar em 30% o atendimento.


Dezembro de 2016

a cultura ALTERNATIVA DE bAgĂŠ

Foto: Murilo Alves Arte: Augustho Soares


EDITORIAL.......................................COLUNA

Cultura alternativa na sociedade

O Paradoxo da

baJeense conservadora Cibercultura

H

á décadas, as diversas manifestações culturais alternativas ou de contracultura sofrem pela falta de divulgação e de espaço em uma sociedade que, apesar de muitos avanços, continua conservadora e com dificuldades para aceitar o que é diferente. Por isso, o 2º semestre do curso de Jornalismo da Urcamp decidiu concentrar alguns assuntos como música, artes, teatro e dança em um caderno que busca isso: dar espaço à cultura alternativa que existe em Bagé. Ao longo da história,

modificações profundas na sociedade foram iniciadas por manifestações culturais alternativas, incentivadas principalmente por uma juventude cansada de modelos ultrapassados e que passa a representar possibilidades de mudanças e inovações nessa mesma sociedade. Por isso, é importante gerar espaços democráticos, onde toda e qualquer manifestação seja bem-vinda. Esse é o papel social de uma universidade que se apresenta como comunitária. A turma de estudantes de Jornalismo foi às ruas

Sobre CulTura

Quando andamos pelos logradouros de Bagé, sejam ruas, avenidas ou locais de lazer público, invariavelmente, nos deparamos com alguma manifestação artística. São as aparições provocadas pelo homem em trabalhos arquitetônicos, elaborações urbanísticas, intervenções culturais ou, o que é bastante comum, em atividades demonstrativas de quem deseja apresentar aos semelhantes o que muitas vezes não se encontra em plataformas oficiais. Assim dito, têm-se uma noção da variante multifacetada que dá forma às expressões artísticas. No senso comum, são definidas como música, artes plásticas, dança, teatro e ainda cinema, folclore, literatura, fotografia e atividades de rua. Com outras palavras, a cidade abriga

para conversar diretamente com os protagonistas das diversas manifestações culturais alternativas que se apresentam em Bagé. A intenção é que a comunidade possa conhecer mais sobre elas e de tentar minimizar os impactos de um preconceito incrustado na sociedade. Esperamos que este caderno sirva como reflexão. Não apenas para os leitores, que devem se tornar protagonistas das mudanças, mas também para o poder público, que deve ser o incentivador da democratização da cultura.

Por Orlando Carlos Brasil*

um sem número de produtos, muitos dos quais surgidos em ambientes espontâneos, sem qualquer tipo de apoio, com suas fisionomias particulares e bem representativas do que as pessoas gostam e se interessam em apresentar. Portanto, a urbe detém atores que criam, recriam e interpretam manifestações apresentadas em diversas plataformas, proporcionando uma noção universal daquilo que é possível fazer. O que se encontra na alma, mesclada pelos distintos graus de leituras, logo adiante são revelados em suas formas materiais e imateriais, mostradas pelo instinto e pela técnica escolhida. Um esclarecimento consequente da interface entre os dois mais significativos pilares humanos que dialogam no

cotidiano de todos os seres em todas as épocas. Dizer que a cidade guarda um grande baú de vocações artisticamente expressivas é reiterar um manifesto. Mas é preciso lembrar a existência de outras fontes não humanas, porém naturalmente encarnadas no íntimo de cada ser. São os alimentos advindos da natureza e da geografia espacial, fundamentais à alimentação contemplativa, que não pode ser confundida com o ócio, mas vinculada ao estado de absorção dos recados que se nos chegam junto à porta das recepções. Um mérito impenhorável que Bagé, muitas vezes sem o querer, mostra na heterogeneidade de seus procedimentos, com uma identidade única que revela um modo de ser. *Jornalista e professor

Por Miquélli Machado

Em um caderno de cultura jovem não podemos deixar de falar da cultura criada através da tecnologia digital, cultura que faz parte da vida da maioria das pessoas, mais conhecida por aproximar quem está longe e afastar quem está perto. Pierre Lévy define cibercultura como o lugar que “se constrói e se entende por meio da interconexão das mensagens entre si, por meio de sua vinculação permanente com as comunidades virtuais”. Trata-se de um “novo dilúvio”, provocado pelos avanços tecnológicos das telecomunicações, em especial a internet. Com a cibercultura, a produção e distribuição de informação muda de um para muitos, todos podem produzir e distribuir fotos, vídeos e textos, mas levando para o lado da vida social de cada um de nós, percebemos que essa cultura não nos faz tão bem assim, independentemente da facilidade que temos com o avanço da tecnologia e interatividade e liberdade que esse mundo virtual nos proporciona. Quantas vezes deixamos nossos pais falando sozinhos para estar vendo nosso perfil

no Facebook? E fazemos isto a todo momento, enquanto deveríamos se importar com eles que passam o dia trabalhando ou vice-versa, mas estamos sempre vidrados na internet. Quantas vezes deixamos de estar compartilhando momentos prazerosos com nossos amigos para estar twittando? Você mais twitta para pessoas que não dão a mínima para o que você está falando do que conversa olho a olho com seus amigos, que são quem realmente se importam com você. Poderia citar várias situações do nosso dia a dia em que deixamos de estar dando atenção a quem ou ao quê realmente nos é importante. Mas a questão é que as redes sociais popularizaram e tornaram a nternet cada vez mais presente e íntima nas nossas vidas, fazendo com que tenhamos uma necessidade imensa de estar conectados. No que se refere à comunicação, o papel das tecnologias foi de liberar os indivíduos das limitações de tempo e espaço, tornando, assim, a internet atrativa e, ao mesmo tempo, motivadora de desequilíbrios sociais.

Este caderno é encadernado no Jornal Minuano e não pode ser vendido separadamente Caderno especial elaborado pelos alunos do curso de Jornalismo (2º semestre) da Urcamp, dentro do projeto Jornal Laboratório Minuano.

EXPEDIENTE

Murilo Alves

Fotografia

Marcelo Rodriguez

Cristiane Ramirez

Larissa Macedo

Jéssica Velleda

Nadine Posqui

Gabriel de Bem

Leonardo Jardim

Cristiane Pereira

Coordenador

Reportagem

Augustho Soares

Edição

Gabriela Perez

Professora orientadora

Diagramação

Laboratório FACOS/Urcamp

Glauber Pereira


ARTES

a ARTE aTRaVÉS DOS MUROS DA CiDaDE

Grafite ganha espaço nos muros de Bagé através de projetos realizados por artistas plásticos

A

gravura surge no fim da Idade Média, na Europa, através da xilografia. No Brasil, ela surge em meados de 1600. Bagé é lembrada pela existência do Grupo de Bagé, que era composto pelos artistas Danúbio Gonçalves, Glauco Rodrigues, Glênio Bianchetti e Carlos Scliar, entre os anos 40 e 50. O objetivo deste grupo era retratar os hábitos e costumes gaúchos através da pintura, do desenho e da gravura. Nos dias de hoje, essa cultura permanece em pauta na cidade, mas agora com pessoas jovens, promovendo “arte de rua”, pintando muros, acessos e postes. Este tipo de arte, também conhecida como grafite, teve origem na década de 1970, na França, mas se desenvolveu nos Estados Unidos. Ela é uma forma de manifestação artística em

espaços públicos. Em Bagé, através do projeto “Arte e memória na rua”, criado em 2014, foram realizadas pinturas em diversos muros da cidade. Idealizado pelo artista Leo Rodrigues, o projeto tinha como objetivo resgatar a memória e sensibilizar a população para a questão da preservação do patrimônio material e imaterial de Bagé, além da identidade local da cidade. A proposta contou também com a presença de outros artistas, como Théo Gomes, Vone Garcia e Carlo Andrei. Dentre os 20 painéis realizados, o 14º painel desta proposta, localizado na concha acústica da Praça de Esportes, trata-se de uma homenagem ao Grupo de Bagé, que infelizmente tem sido vandalizada. Para Théo Gomes, uma cidade que acolheu Glauco, Danúbio, Bianchetti e Scliar, grandes artistas reco-

nhecidos internacionalmente, deveria estimular a produção artística local. “Temos inúmeros exemplos de que a partir do momento em que as pessoas começam a ter contato com a arte, isso as toca de uma

forma positiva e pode mudar sua vida. A cena artística bajeense, apesar de pouco valorizada, é muito rica em todas suas vertentes”, destaca o artista plástico bajeense, que hoje vive em Pelotas.

Théo, que desenha desde criança, ainda complementa que o importante é “poder transportar o observador para o mundo onírico, repensar e expor um outro olhar sobre a vida”.

Arte de rua também sofre vandalismo

TEATRO

aTUAndo no pampa O cenário das artes cênicas em Bagé

O

Divulgação

teatro no Brasil surgiu no século XVI, tendo como motivo a propagação da fé religiosa. Entre os autores da época, o que mais se destacou foi o padre José de Anchieta, o qual escreveu alguns autos que visavam à

catequização dos indígenas. Em Bagé, esta arte também é antiga. Em 1872 foi construído o Teatro 28 de Setembro, considerado um dos locais mais importantes e bonitos do Estado. Em 1917, o prédio foi destruído por um incêndio. Richar Conceição,

integrante do grupo “Os Carlitos”, conta que, após o ocorrido, existiram outros lugares, mas que nenhum se igualava ao que foi aquele grande espaço para o teatro da cidade. Richar começou no teatro na época da escola, mas foi

fazer parte de grupos teatrais fora do meio escolar no ano de 2004. Já participou de várias companhias, como Lenid Marques, Bufões da Rainha, Vida Eterna e Entreatos. Ele afirma que a cidade de Bagé possui algumas dificuldades para quem faz teatro, pois além da falta de locais para apresentações, os grupos teatrais encontram grandes obstáculos para ensaiarem suas peças. “Houve uma época que ensaiávamos aos domingos dentro de uma biblioteca, pois era o único lugar que tínhamos, e nos dois dias de apresentação nós alugávamos o teatro com dinheiro das poucas empresas que nos apoiavam e com o que tirávamos da bilheteria”, lembra. Ele afirma que há muitas pessoas talentosas na cidade, atuando, dirigindo, escrevendo, e que podem contribuir muito para a cultura da cidade. “Bagé precisa que cada vez mais existam espaços para que esta arte se propague e novos grupos e plateias prestigiem e carreguem a bandeira do teatro com mais e mais força”, ressalta. Hoje em dia, existem alguns auditórios e pequenos

lugares, como o teatro do Justino Quintana, o teatrinho da Urcamp, o complexo do Museu Dom Diogo de Souza, mas nenhum deles é propriamente adaptado para um grande público, com coxias e bastidores. “Bagé precisa muito de um espaço para que esta arte seja difundida, já que a cidade tem um público grande que gosta e prestigia as peças sempre que há a oportunidade. Vários grupos lutam por um espaço, muitas vezes sem apoio das empresas e dos órgãos públicos que poderiam ajudar”, diz. Ele acredita que o teatro é uma das manifestações artísticas mais completas que existe. “É um excelente alimento de estímulos para a mente, desenvolve a expressão corporal, integração, desinibição, estimulação do cérebro e cria o hábito da leitura e memorização de quem atua nos palcos. Isso sem falar na importância do teatro em uma sociedade. Serve não somente para divertir, mas também para denunciar problemas sociais e trazer reflexões sobre nossas vidas e principalmente sobre nós mesmos”, conclui o ator.


MÚSICA

O novo CENÁRIO DO ROCK em bagé

O rock é um dos gêneros musicais que está aos poucos conquistando seu espaço na cidade

A

os poucos, os artistas de rock bajeenses estão conseguindo mostrar seu trabalho para o público, seja através de festivais promovidos pelo poder público ou por pessoas que simplesmente apostam nestes eventos. Marcelo Muska é idealizador do Festival de Música Estúdio Hits, realizado desde 2013 na cidade. Ele conta que a primeira edição do evento aconteceu no Atelier Coletivo. “Fiz a primeira edição do festival no Atelier Coletivo. Ninguém sabia se daria certo, e daí a surpresa: superou todas as expectativas; casa lotada”, afirma Muska.

Ele explica também que o objetivo principal era ver as bandas tocarem para um grande público que gostasse de verdade das músicas e dos grupos. A vontade de organizar o festival veio da necessidade das bandas que ensaiam em seu estúdio colocarem o trabalho em um palco. “Eu via as bandas ensaiando aqui e ficava pensando na ideia de como seria colocar toda essa galera para tocar de verdade. São bandas boas, bons músicos, poderia dar certo”, comenta. Como atrativo, durante os festivais, Muska oferece equipamentos similares, se não iguais, aos

Divulgação

Canzone divulga seu trabalho

Leko Machado

usados pelos ídolos das bandas participantes. Segundo Muska, o rock é um gênero musical que vem crescendo entre o público jovem da cidade. “Com a volta de grandes bandas como Guns n’ Roses, AC/DC, e ainda a existência de outras bandas e artistas como Paul McCartney e Rolling Stones, fez com que as pessoas enxergassem um horizonte mais interessante e coeso, fugindo do trivial. As pessoas precisam de um diferencial, e o rock atualmente cresce por ser um estilo único apesar de suas variações”, destaca o músico. Um exemplo de banda que está conquistando seu espaço na cidade é a Canzone, formada no final de 2013 por um grupo de amigos. O grupo lançou recentemente seu primeiro CD, contendo apenas músicas autorais. Porém, conforme Lucas Arruda, vocalista da banda, Bagé não possui muitos locais para os grupos mostrarem seus trabalhos.

“A cidade deveria ter um lugar que valorizasse mais o som autoral das bandas”, desabafa. Ao serem questionados sobre a possibilidade do rock ser um gênero que está crescendo no gosto do jovem bajeense, Marcos Pereira, baixista da banda, comenta: “Não acho que o rock seja uma ‘tendência’ até porque a cultura musical do nosso País é assim; o

rock, hoje em dia, é mais aquela coisa ‘quem gosta é porque foi lá e procurou’. Em resumo, acho que não tem aquela facilidade em se descobrir bandas ‘massas’ sem ter que buscar algo antes”. Apesar das dificuldades enfrentadas, a banda Canzone segue firme em busca de maior reconhecimento e já possui shows marcados fora da cidade.

DANÇA

Os RITMOs URBANOs CONQUISTAm AS RUAS DE BAGÉ

N

o Brasil, a dança tem muitas expressões e é muito conhecida como uma mistura, a mistura de todos os povos, tipos de grupos e tribos. Um exemplo de estilo que vem crescendo é a dança de rua, influenciando até mesmo nas roupas e na vida dos jovens. Uma forma de arte e de atitude. E não é diferente em Bagé. A Rainha da Fronteira, conhecida pela sua diversidade cultural, não poderia deixar de ser palco para a dança. Existem grandes números de

Anderson da Rosa e m Jamiele Alves pratica danças urbanas

músicos e dançarinos de hiphop na cidade. Porém, eles são pouco reconhecidos por falta de apresentação e informação para a população. Mayara Peruchena, dançarina no grupo Espaço Dança

“O rap está mais

vivo do que nunca, seja nas batalhas de freestyle, seja em um show, seja em uma roda de rima.”

Elidiane Lobato, começou a dançar com quatro anos de idade, com o New Stylle Dance. Depois de sete anos dançando estilo livre, conheceu Roger Freitas, que é seu parceiro de dança há cinco anos. “Ele me mostrou um mundo novo e mágico, que é a dança de rua, o hiphop. Foi ele que me ensinou tudo o que eu sei hoje. Nós treinávamos na garagem da minha casa, todos os dias, inclusive nos dias chuvosos”, conta. Mayara comenta que uma das maiores dificuldades que o grupo enfrenta é a falta de valorização e reconhecimento do público. O rap faz parte da cultura hip-hop. Em Bagé, os cantores de rap Diogo Urias e Ygor Zavarise cantam, músicas autorais, em lugares públicos como na Pista de Skate e na Praça de Esportes. ‘‘O rap está mais vivo do que nunca, seja nas batalhas de freestyle, seja em um show, seja em uma roda de rima. É incrível ver a união que ele promove, todos com o mesmo objetivo’’, destaca Urias.

Campeão mundial O atual campeão mundial de danças urbanas Jamiele Alves começou dançando através do projeto Esporte e Lazer, da Prefeitura de Bagé. Quando o projeto teve fim, continuou praticando sozinho. Entrou no grupo The Best Of Dance. Em seguida, começou a dançar somente ele e o amigo, Anderson da Rosa, treinando na Praça de Esportes. Jamiele começou a participar de eventos solos e, desde então, começou a se destacar. Encontrou

dificuldade de incentivo e apoio, e sem nenhum patrocínio não havia espaço para ensaiar. Para disputar o mundial em Buenos Aires, conseguiu patrocínio com a loja Junto e Misturado e a academia Viva a Vida. Foi campeão mundial por três vezes consecutivas. “Quando a gente tem um sonho, somos capazes de conquistá-lo’’, argumenta Jamiele, que pretende focar na etapa do Equador no ano que vem.


20161202