Page 1

Jéssica Pacheco/EspecialJM

jornalminuano.com.br

BAGÉ, sábado, 21, e domingo, 22 de julho de 2018 - ANO XXIV Nº 5 987 | R$ 2,50

LIDERANÇAS UNIDAS

PROGRAMA FRONTEIRA SUL TRAÇA METAS PARA O DESENVOLVIMENTO REGIONAL

Encontro das Lideranças realizado, ontem, na Associação e Sindicato Rural de Bagé, abordou o desenvolvimento territorial, através dos eixos priorizados, destacando as principais ações realizadas no primeiro semestre, assim como as próximas no decorrer de 2018. Pág. 15

SEGURANÇA

Foragido “perigoso” é capturado em Rosário do Sul

PARA LEILÃO

PATRIMÔNIO AVALIADO EM R$ 2,6 MILHÕES

ANTÔNIO ROCHA

Após ser indevidamente libertado de penitenciária de Rio Grande, “Nego Márcio” foi capturado por agentes da Delegacia de Dom Pedrito

Pág. 18

FUTEBOL

Guarany define realização de evento em 5 de agosto Encontro que inclui bingo, galeto e sorteio da van de lanches pretende angariar recursos e garantir participação da equipe na Copinha

Pág. 19

Previsão do tempo

3ºC

12ºC

Pág. 3 Imóvel que pertenceu ao italiano José Ghisolfi e serviu de sede para Delegacia de Polícia, Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) e o extinto jornal Correio do Sul é incluído em lista de bens inservíveis que serão colocados à venda. No certame, Executivo espera arrecadar quase R$ 7 milhões.

Empreendedor - Qualidade Quitanda Restaurante em novo endereço

Pág. 6


02

Opinião

www.jornalminuano.com.br

BAGÉ, 21 E 22 DE JULHO DE 2018

Editorial

redacaominuano@gmail.com www.jornalminuano.com.br

Melhor para o consumidor

H

á cerca de três meses, Bagé foi inserido no contexto dos aplicativos de mobilidade. Criados para serem acessados por aparelhos como celular e smartphone, aproveitando a disponibilidade de pacote de internet via dados móveis, tais recursos causaram uma verdadeira transformação, em especial nas grandes metrópoles do País. Primeiro pelos preços considerados atraentes e, mais além, pela facilidade e agilidade na oferta dos serviços. No Brasil, esses sistemas, apesar do apreço de parcela considerável da população, também geraram ruídos por quem já atuava em ramos mais tradicionais do transporte urbano privado. Tanto que motivou, em âmbito nacional, na criação de leis específicas para regulamentar tais serviços, estabelecendo padrões e meios de cobrança. De qualquer forma, não se pode negar que a novidade trouxe benefícios muito amplos. Um dos destaques, por assim dizer, foi a estimulação para que quem atua no setor, seja por aplicativo ou não, passasse a oferecer atendimentos cada vez melhor estruturado. Uma forma de atrair ou

mesmo fidelizar clientes. Em Bagé, a chegada o primeiro app, quase que automaticamente, motivou uma resposta até ágil do setor tradicional. É o que mostra reportagem publicada, nesta edição, na página 17. O Bagé Taxi App se apresenta como “uma alternativa simples e moderna para quem precisa ir até um destino específico”. Que, a exemplo do seu precursor e atual concorrente, o Garupa, utiliza a tecnologia para tornar o contato com os clientes o mais prático possível. E quem ganha com isso? Claramente os bajeenses que, mesmo adentrando em tal universo tardiamente, passam a ter disponível possibilidades de transporte cada vez mais ágeis. A tendência, aliás, é que isso motive, ao longo do tempo, melhorias mais evidentes e que tornem a vida de quem aqui vive mais fácil, ao menos no âmbito da locomoção urbana. Melhor para o consumidor, claro, também para a mobilidade da cidade – caso isso resulte em uma redução, mesmo que pequena, na quantidade de automóveis que circulam pelas principais avenidas e ruas da cidade.

FAT - Jornal Minuano | CNPJ: 87415725/0012-81 Endereço: Rua Brigadeiro Mércio, 72 - CEP 96400.720 - Bagé/RS Telefones: Redação (53) 3242-7693 - Assinaturas 3241-6377 www.jornalminuano.com.br | redacaominuano@gmail.com | facebook.com/jornalminuanobage

GERENTE COMERCIAL Adriana Robaina

EDITOR-CHEFE Felipe Valduga

Editor assistente - Sidimar Rostan • Reportagem - Viviane Becker - Cláudio Falcão - Melissa Louçan - Jaqueline Muza - Rochele Barbosa - Daiane Lima - Augustho Soares (estagiário) • Chargista - Cláudio Falcão • Repórter fotográfico - Antônio Rocha - Tiago Rolim de Moura • Diagramação - Luís Mário Pereira - Daniel Cuerda Ferreira • Revisão - Helena Pereira • Assistente comercial - Angelina Britto • Vendedores - Dulce Dias - Fabrício Becker • Distribuição - Marcos Goulart • Administrativo - Lidiane Selaje Marques • Colaboradores - José Carlos Teixeira Giorgis - Marcelo Teixeira - José Artur M. Maruri dos Santos - Norberto Dutra - Airton Gusmão - Dilce Helena dos Santos - Fernando Risch - João L. Roschildt • Impressão - Gráfica UMA (Grupo RBS) - Porto Alegre/RS

Laboratório de

Jornalismo

Coordenador do Curso de Jornalismo

Glauber Pereira

Os artigos assinados não refletem, necessariamente, a posição do jornal. Por isso, a editoria não se responsabiliza pelas opiniões emitidas.

Marcelo Teixeira

@marcelodct marceloct@ymail.com

Oito mil, novecentos e sessenta dias

Nesse contexto, em meu sentir, é temerário afirAnos atrás me surpreendi com a informação de que boa parte do movimento negro – se não todo ele – mar que a mera eleição de um presidente civil teria sido não celebra o dia 13 de maio apesar de ser a data que o fato demarcatório do fim da ditadura militar. Sobretumarca a promulgação da Lei Áurea e o fim da escrava- do porque quem assumiu a presidência, apesar de civil, tura no Brasil. Na época fiquei surpreso, mas revi meus tinha vínculos incontestáveis com os militares. Outro argumento é que, apesar dos progressos conceitos e concluí que essa antipatia à data, por parte dos descendentes dos escravos, não muda o fato de que democráticos ocorridos no final dos anos 70 e no início oficialmente o marco final da escravidão no Brasil foi o dos anos 80 (revogação do A.I. nº 5, Anistia, eleições diretas para governadores, fim do bipartidarismo e das 13 de maio de 1888. Nessa mesma linha, sempre acreditei que o fim da áreas de segurança etc) no sentido de apagar legislaúltima ditadura militar brasileira teria sido no dia 5 de tivamente os principais vestígios ou resquícios da ditadura militar, era muito difícil afirmar que a outubro de 1988 em função da promulgação e ditadura tinha terminado enquanto ainda vivigência da Constituição Cidadã, a constituigorava a Emenda Constitucional nº 1/69. ção que vigora até hoje e que teve o grande Formalmente, oficialmente, legalmente, mérito de revogar a Emenda Constitucio...continuo juridicamente ainda estávamos sob o nal nº 1/69 que sobrescreveu a Consachando que império de uma lei maior de lavra dos tituição Federal de 1967. Graças aos militares e com autoritarismo no seu quase desconhecidos A.I. nº 4 e A.I. nº a ditadura DNA. 12 estes referidos diplomas constitumilitar durou Esse é o “problema” de ser tescionais careciam de qualquer sopro de temunha ocular da história e não ser legitimidade, seja pela origem, seja pelo 24 anos... obrigado a acreditar nas versões alheias conteúdo, seja pelo propósito. e sim nas próprias impressões. De fato, No entanto, se criou um consenso sobretudo nos anos 80, as restrições às lide que o fim da ditadura militar ocorreu três berdades democráticas não eram muito sentidas e a anos antes com a eleição de um presidente civil, Tancredo Neves, eleito indiretamente em janeiro de atmosfera era mesmo de abertura, mas, salvo melhor 1985 e que nem tomou posse, pois adoeceu na véspera juízo, na prática e para os cidadãos comuns, quase nada e morreu pouco mais de um mês depois sem nunca ter mudou entre 84 e 85 que evidenciasse o fim da ditaduexercido a presidência da república. No seu lugar assu- ra. Por outro lado, depois de 05 de outubro de 1988, miu a presidência o seu suspeitíssimo vice, José Riba- a quantidade de leis revogadas ou não recepcionadas mar Ferreira de Araújo Costa, o Sarney. Suspeitíssimo pela Constituição Cidadã foi tanta que revolucionou o porque, na época, recém tinha se desvinculado do parti- universo jurídico do País, deixando claro que, de fato e do que dava sustentação ao governo militar, a AReNa. de direito, a ditadura, enfim, tinha acabado. Assim, teimosamente, arianamente e solitariaTudo indica que, como toda velha raposa política, usou seu faro oportunista para mudar de lado na hora certa e mente talvez, com todo respeito ao entendimento docontinuar por cima. Por essas e por outras, até hoje tem minante e divergente, continuo achando que a ditadura gente que acredita em teorias conspiratórias que afir- militar durou 24 anos, seis meses e quatro dias. De 31 mam que Tancredo foi assassinado para deixar o poder de março de 1964 a 5 de outubro de 1988. nas mãos de quem já estava no poder. Advogado e professor universitário

Cláudio Falcão

Charge Florêncio e a música

falcaobage58@gmail.com


Cidade

www.jornalminuano.com.br

BAGÉ, 21 E 22 DE JULHO DE 2018

03 Antônio Rocha

Espaço foi parcialmente destruído por incêndio neste ano

Prédio histórico que irá a leilão tem preço avaliado em R$ 2,6 milhões Um dos bens que compõe a lista de itens inservíveis do município que devem ser leiloados é o prédio construído no início do século 20, que está desocupado e é considerado patrimônio arquitetônico de Bagé. O imóvel está localizado na esquina da rua General Sampaio com a 20 de Setembro, e conta com uma área de 6.956,01 metros quadrados. A estrutura, segundo edital, teve a avaliação inicial estimada em R$ 2.600.000,00. O prédio, que já foi usado como caieira, foi destruído internamente pelo fogo em fevereiro deste ano. O imóvel pertenceu ao italiano José Ghisolfi. Na frente, ficava a residência da família. Havia um pomar e diversas árvores.

Em 2016, a prefeitura tentou colocar o local a leilão, pois estava servindo como esconderijo para vândalos e abrigo de moradores de rua. Mesmo trancado a cadeado, o local era ocupado por usuários de drogas que entravam pelas janelas. O pátio, com muito lixo e entulho, também foi atingido pelas chamas. O imóvel ficou para os filhos, após a morte da esposa do italiano, que retornou para terra natal. Os herdeiros venderam para a família Nocchi. Através de uma parceria com José Gomes Filho, surgiu a Caieira Bajeense, uma das maiores fábricas do sul do Estado. Em 1970, o prédio foi vendido novamente. Diferentes repartições e serviços funcionaram no local, como

a Delegacia de Polícia e a sede da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB). O imóvel chegou a abrigar uma concessionária de veículos e foi sede do extinto jornal Correio do Sul. Após, ocorreu à venda para a prefeitura. Hoje, a área abriga o depósito de materiais reciclados da prefeitura e a garagem dos veículos da Secretaria

Municipal de Saúde e Pessoa Atenção a Pessoa com Deficiência.

Certame O edital para a contratação do contratação do leiloeiro que fará a preparação, organização e condução do leilão público dos bens e imóveis inservíveis foi lançado esta

semana pela Prefeitura. Os envelopes serão abertos no dia 6 de agosto, às 9h30min. Ao todo, incluindo esse prédio, nove itens serão leiloados. A avaliação dos imóveis foi realizada por engenheiros e arquitetos do Executivo. A estimativa inicial da prefeitura é de arrecadar o valor total de R$ 6.998.647,40.

Imóveis Área de 20 hectares localizada no subdistrito de Palmas na localidade da Pedra Grande - R$ 15.461 60.647,40 Casa localizada na rua General Sampaio, nº 873 e 899 - centro - área de 6.956,01 metros quadrados - R$2.600.000,00 Sala 3 da Estação Rodoviária Área - 248.24 metros quadrados - R$ 210 mil Terreno na rua Tiradentes, Lote no 01- área superficial de 3.787,91 metros quadrados - R$ 810 mil Terreno na rua Dr. Veríssimo, 770 - área: 2.656,36 metros quadrados - R$ 690 mil Terreno na tua Cláudio Manoel da Costa, bairro Tiarajú, Lotes 1 a 11 – área 3.881,60 metros quadrados - R$ 140 mil Terreno na rua Dr. Freitas, 628, bairro São Bernardo, área superficial de 3.041,75 metros quadrados - R$ 1.238.000,00 Terreno na rua Valter Dias da Costa, s/n, bairro Kennedy - área 1.818,4 metros quadrados - R$ 770 mil Terreno rua Valter Dias da Costa, s/n, bairro Kennedy – área 3.881,60 metros quadrados - R$ 1.290.000,00


04

Campo & Negócios

www.jornalminuano.com.br

BAGÉ, 21 E 22 DE JULHO DE 2018

Arrozeiros poderão repactuar Chuvas prejudicam alimentação vencimentos em até sete anos Reprodução JM

Banco do Brasil oficializou condições de renegociação para o setor O Banco do Brasil oficializou condições de renegociação em até sete anos com juros de contrato original. A notícia foi bem recebida pelo setor produtivo arrozeiro do Rio Grande do Sul, que por meio de suas entidades representativas vêm buscando soluções de forma a amenizar a situação de produtores com dificuldades e ou inadimplentes devido aos baixos preços do produto no mercado, além de quebra de safra por causa do clima. Conforme o presidente da Federação das Associações de Arrozeiros do Rio Grande do Sul (Federarroz), Henrique Dornelles, esse é o resultado de um trabalho conjunto das entidades. “Isso é fruto de um trabalho responsável, coerente e sério da Federarroz, da Farsul e do Irga no convencimento da necessidade dos agentes financeiros, em especial o Banco do Brasil, em buscar uma saída para os produtores que sofreram nos últimos tempos com os baixos preços e condições climáticas”, salienta, alertando que a medida também deverá fortalecer a garantia alimentar do País. Dornelles ressalta a dedicação do Banco do Brasil em buscar uma solução adequada aos produtores neste momento em que se precisou de sensibilidade para entender a

situação do setor arrozeiro. “O Banco do Brasil demonstra que é o banco do agronegócio, que vem sendo protagonista nas tomadas de decisões”, observa, lembrando também do papel destacado do deputado Jerônimo Goergen (ProgressistasRS), que trabalhou intensamente na repactuação das dívidas dos produtores rurais brasileiros, sem prejuízo ao Ministério da Agricultura, sob a tutela do Secretário de Política Agrícola Wilson Araújo. O presidente da Federarroz reforça que, ainda assim, convém ter claro que o Banco do Brasil Executa a política agrícola do País, não sendo responsável por formatá-la. “Todos os agentes financeiros facultam ao produtor escalonar os vencimentos, buscando melhores condições de preços para faturamento do produto, muito diferente das demais modalidades disponíveis no mercado”, explica. A Federarroz reforça que os produtores devem procurar as agências com disposição à negociar. Lembra que quando há aumento da inadimplência de determinado setor, os demais mutuários, adimplentes, acabam sofrendo maiores exigências de garantias. “Portanto, deixar de negociar, ficando inadimplente, é criar dificuldades aos demais”, conclui Dornelles.

dos rebanhos gaúchos, diz Emater

A longa sequência de dias chuvosos, as baixas temperaturas e a baixa incidência solar vêm prejudicando o pleno desenvolvimento das pastagens, que têm sofrido com a excessiva umidade e o pisoteio dos animais. Apenas a aveia está com bom desenvolvimento até o momento, caracterizando um período de escassez de oferta de alimento volumoso. De acordo com o Informativo Conjuntural da Emater/RS-Ascar, essas condições exigem do produtor gaúcho atenção na alimentação dos rebanhos, pois descuidos podem elevar o custo de produção e/ou incorrer em atraso na obtenção do peso esperado. A rebrota do campo nativo e das pastagens cultivadas está muito lenta, sendo necessário fornecer sal mineral para melhorar o aproveitamento do campo nativo que perdeu qualidade. Há necessidade de ajuste de lotação animal de acordo com a oferta forrageira. Nos Campos de Cima da Serra, predomina a criação extensiva dos bovinos de corte, que sentem a incidência do frio no desenvolvimento das pastagens e têm apresentado perdas corporais. Na bovinocultura de leite, a grande quantidade de água no solo, em função do longo período de chuvas, prejudica o manejo dos animais durante o pastejo e a con-

Reprodução JM

Rebrota do campo nativo e das pastagens cultivadas está muito lenta, menciona boletim dução para a ordenha. Além da redução na produção, o custo aumenta pelo uso de mais silagem e de rações concentradas. Preocupa a situação de produtores que não fizeram uma boa reserva de silagem, o que pode comprometer a alimentação dos rebanhos até a primavera.

Ovinocultura Para os rebanhos que foram encarneirados no cedo, está em fase final o período de gestação das ovelhas, com cerca de 40% de parição. Porém na região das Missões, acredita-se que mais de 90% das matrizes já tenham parido, permitindo que os primeiros lotes de

cordeiros sejam comercializados em novembro. No geral, os rebanhos ovinos apresentam condição corporal razoável, porém os animais estão perdendo peso devido à baixa qualidade e à pouca quantidade do pasto nos campos nativos. Alguns rebanhos estão parindo em pastagens de aveia e azevém e os cordeiros vêm apresentando um desenvolvimento razoável. Produtores relatam a morte de cordeiros devido aos rigores climáticos e pelo ataque de javalis, zorros, caranchos e outros predadores. Os trabalhos com cordeiros recémnascidos estão redobrados nos dias de chuva.

Balcão de negócios HB pretende incrementar vendas de animais na Expointer Visando buscar soluções para melhorar e maximizar o desempenho das comercializações de animais Hereford e Braford inscritos na 41ª Expointer, a Associação Brasileira de Hereford e Braford (ABHB) irá realizar em 2018, de forma inédita, um Balcão de Negócios HB nesta que é a maior mostra agropecuária a céu aberto da América Latina. Trata-se de um pedido reiterado dos sócios e criadores das raças. “O balcão de negócios estará presente durante toda Expointer com um espaço físico no galpão dos animais para comercialização dos mesmos, e as inscrições poderão ser realizadas junto às inscri-

ções dos animais na ABHB, ou, posteriormente, junto às leiloeiras”, informou o gerente de Operações da ABHB, Felipe Azambuja, ao ressaltar que “somente animais inscritos e presentes na Expointer poderão ser inscritos no balcão de negócios. Serão aceitos animais das modalidades argola e rústicos”.

Funcionamento O Balcão de Negócios promovido pela ABHB na Expointer 2018 será uma inovação, com a presença de um espaço físico no galpão dos animais para comercialização dos mesmos. Comercializará somente os animais inscritos e presentes na exposição, podendo ser

da modalidade Argola e Rústicos. Ficará à cargo de duas leiloeiras Tellechea e Bastos e Macedo Leilões, possibilitando assim, o criador consignar seus animais com uma ou com as duas leiloeiras, que durante todo período da Expointer estarão trabalhando a venda dos animais. A comissão de venda, caso se concretize o negócio, será de 3% para vendedor e 5% para o comprador. As inscrições para venda, deverão ser realizadas diretamente com as leiloeiras responsáveis, bem como as condições de pagamento, que deverão ser acertadas entre vendedor e leiloeira. Não há restrições para vendas particulares.


Fogo Cruzado

www.jornalminuano.com.br

BAGÉ, 21 E 22 DE JULHO DE 2018

Clementino Molina vai receber título de Vereador Emérito

O Legislativo bajeense deve realizar, no dia 14 de agosto, uma sessão solene para entrega da distinção Vereador Emérito “Antônio Ferreira” ao ex-parlamentar Clementino Machado Molina. A outorga foi proposta pelo líder do governo, vereador Graciano Aristimunha, do DEM. Molina, que exerce a função

de chefe de gabinete no Executivo bajeense, foi vereador em seis legislaturas (entre 1964 e 1988, ininterruptamente, retornando à Câmara de Bagé no período de 1993 a 1996). A distinção, concedida a exvereadores que tenham prestado relevantes serviços à comunidade bajeense, é outorgada através de Reso-

lução da Mesa Diretora da Câmara. A legislação prevê que qualquer parlamentar pode apresentar proposta de nome a ser homenageado. Desde que foi instituído, em 2013, o título de Vereador Emérito “Antonio Ferreira” foi entregue, pela Câmara de Bagé, aos ex-parlamentares Camilo Moreira, em 2014, e Luís Carlos Deibler, em 2016.

@sidimarrostan sidimar_frostan@hotmail.com

05

Sidimar Rostan

Posto de Saúde vai receber nome de Emílio Martins Tiago Rolim de Moura

Câmara avalia inclusão de semana comemorativa no calendário escolar

A Comissão de Comissão de Constituição, Justiça e Redação Final (CCJ) aprovou o projeto de lei que inclui, no calendário escolar da rede municipal, a Semana “Quem cuida de mim”. A celebração, proposta pela vereadora Sonia Leite, do Progressistas, será reali-

zada após o mês de maio e antes de agosto. A intenção, de acordo com a parlamentar, ‘é acolher as diferentes constituições familiares’. O parecer favorável à proposta deve ser votado na quintafeira, 23. A redação deve ser votada em caráter conclusivo em agos-

to. Sonia argumenta que o ‘projeto não visa substituir as datas específicas, Dia das Mães e Dia dos Pais e, sim, fazer com que todos se sintam integrados, levando o acolhimento e o respeito à diversidade para o dia a dia dos alunos, tornando-os mais confiantes.

Legislativo avalia alteração na lei dos dispositivos de segurança em bancos

A proposta que alterar parcialmente a lei criada para obrigar a instalação de dispositivos de segurança nas agências e nos postos de serviços das instituições financeiras localizadas no município de Bagé recebeu pareceres favoráveis das comissões técnicas da Câmara de Vereadores. A redação proposta pela vereadora Sonia Leita, do PP, mudando o artigo que trata sobre a instalação de biombos, deve ser votada, em caráter conclusivo, no início de agosto. Pela redação em vigor, os es-

tabelecimentos são obrigados a instalar biombos ou estrutura similar com altura de dois metros entre a fila de espera e a bateria de caixas das agências, bem como na área dos terminais de autoatendimento, cujos espaços devem ser observados pelos vigilantes e controlados pelas câmeras de filmagem, visando impedir a visualização das operações bancárias por terceiros. Com a redação de autoria da vereadora Sonia, as instituições bancárias serão obrigadas a insta-

lar biombos ou estrutura similar com altura de dois metros entre a fila de espera e a bateria de caixas das agências, cujos espaços devem ser observados pelos vigilantes e controlados pelas câmeras de filmagem, visando impedir a visualização das operações bancárias por terceiros. De acordo com a progressista, a intenção é impedir que biombos na área dos terminais de atendimento obstruam a visualização completa da agência bancária pelos vigilantes.

Lei autoriza prefeitura a custear exames toxicológicos de motoristas do quadro

A legislação que autoriza a prefeitura de Bagé a efetuar o pagamento do exame toxicológico dos servidores públicos municipais que exercem o cargo de motorista das categorias C, D e E, na renovação da Carteira Nacional de

Habilitação (CNH), aprovada pela Câmara, foi sancionada pelo prefeito Divaldo Lara, do PTB. O exame toxicológico foi instituído pelo Conselho Nacional de Trânsito (Contran) em 2016. Divaldo observa que a autorização

para que o pagamento seja atribuído ao município, em caráter temporário, é fundamental para manter o cronograma de trabalho dos servidores municipais, ‘como forma de não inviabilizar o serviço público’.

Prefeitura ainda não definiu data para formalizar nomenclatura O prefeito de Bagé, Divaldo Lara, do PTB, sancionou a lei que confere ao posto de saúde localizado no bairro Vicente Gallo Sobrinho (Arvorezinha) a denominação de Emílio Martins. A denominação do posto, conforme o autor da proposta, vereador Rafael Rodrigues

(Fuca), do PT, atende à solicitação de familiares e amigos de Martins, que morreu em 2014, aos 65 anos. O ferroviário aposentado, que era conhecido pelo engajamento no trabalho comunitário, presidiu a União Bajeenses de Associações de Moradores (Ubam).

PP de Hulha Negra está impedido de receber recursos do Fundo Partidário As contas do PP de Hulha Negra, relativas ao exercício de 2017, foram julgadas não prestadas pela Justiça Eleitoral. A decisão observa que a ausência de informações relacionadas ao balanço

patrimonial e ao demonstrativo do resultado do exercício inviabiliza a análise, determinando, como penalidade, a suspensão do recebimento de novas quotas do Fundo Partidário enquanto perdurar a omissão.


06

Empreendedor

www.jornalminuano.com.br

BAGÉ, 21 E 22 DE JULHO DE 2018

Divulgação

Nova Era Brinquedos

Na loja, promoção #feriasmalucas. Neste sábado, tem ofertas malucas com até 80% de desconto, como as bonecas Super Hero Girls, de R$ 122 por R$ 39,90, cada.

Festa do Colono

A 23ª edição da Festa do Colono, destaque do calendário de Hulha Negra, acontece entre os dias 3, 4 e 5 de agosto. A festa, além do tradicional e saboroso café colonial, conta com apresentações musicais para animar o final de semana, como César Oliveira e Rogério Melo, Grupo Rodeio e Estela e Mariano.

Nory Boutique

Os sapatos, botas e bolsas das marcas Carmim, Jorge Bischoff, Loucos & Santos e Usaflex estão com descontos de até 50% na Nory Boutique, neste sábado.

Empresários Rochel e Hanie abrem a casa para músicos do Fimp na próxima semana

Quitanda Restaurante mantém qualidade do sabor em novo endereço Quer almoçar em um lugar que lembre o gostinho da casa da vovó? O Quitanda Restaurante, agora em novo endereço, segue com a tradicional proposta do almoço caseiro sem temperos industrializados. Comida saborosa e saudável, feita com temperos frescos e ingredientes selecionados. Para quem quer aproveitar tudo isso no trabalho ou em casa, o restaurante também conta com tele-entrega de viandas e marmitex no valor de R$12 por pessoa. Para quem desejar almoçar no local, com buffet por peso, conta sobremesa de cortesia e um bom café para degustar. Nas noites de quinta-feira, sexta-feira e sábado, a música boa contamina a atmosfera. Aberto a partir das 20h com música ao vivo, o restaurante tem um cardápio à la carte amplo, com pizzas, petiscos, massas, a la minutas, peixes, camarão, bifes recheados e risotos. Os empresários Hanie Brum e Gelson Rochel destacam que o chopp

artesanal da casa tem conquistado o público, tanto pelo seu sabor, quanto pelo preço atrativo, servido também em torres. “As cervejas têm seu espaço especial, pois além das marcas tradicionais do mercado, uma carta de cervejas artesanais locais, como Mão Preta, Morrudo’s Beer e Bandida, confirma o grade potencial da nossa região”, destaca Hanie. Para harmonizar com os pratos, também é disponibilizada uma carta de vinhos e espumantes selecionados, também valorizando a produção da região da campanha, com rótulos Peruzzo, Batalha e Guatambu. Com o espaço mais amplo no novo endereço, o restaurante também atende eventos, como recepções de formatura, aniversários, casamentos, reuniões de negócios, chás, confraternizações, entre outros. O Quitanda não cobra locação do espaço e possui valores especiais e opções exclusivas para cada evento, como ilhas de caipirinhas, rodízio de massas e noite de

boteco. O contratante recebe toda estrutura completa, comidas, bebidas, louças, decoração, som, garçons e recepcionista sem se preocupar com nada da organização. O Quitanda Restaurante funciona ao meio-dia, de segundafeira a sábado, das 11h30min às 14h, e à noite, nas quintas-feiras, sextas-feiras e sábados, a partir das 20h. Reservas e tele- entrega através do telefone (53) 999966430, na rua Bento Gonçalves, nº 161, a uma quadra do antigo endereço.

Programação especial Como já se tornou costume nos últimos anos, durante a próxima semana a casa recebe os alunos do Festival Internacional de Música no Pampa (Fimp), mantendo a casa aberta, também à tarde, com um minicafé colonial para abrigá-los, e aberto ao público. Após os concertos, os alunos voltam ao restaurante e, muitas vezes, interagem com os músicos locais, brindando o público com seus talentos.

Foto Everest

Preparada para o Dia dos Pais, a empresa já está com cenário montado para ensaios específicos da data. Além disso, oferece variedade de itens disponíveis para personalizar como avental, porta-espeto, foto em azulejo, copo de chopp, canecas e chaveiros.

Festivinhos

Hoje, a partir das 20h, acontece a quarta edição do Festivinhos Peruzzo, no CTG Prenda Minha. A noite terá música e gastronomia, com animação do conjunto Tchê Garotos. Parte da renda será destinada ao Caminho da Luz. Os ingressos estão sendo vendidos no valor de 50 reais. Podem ser adquiridos antecipadamente nos Supermercados Peruzzo e também no Caminho da Luz.

Fecomércio

A pesquisa Intenção de Consumo das Famílias (ICF) avaliada pela Fecomércio-RS encerra o mês de julho aos 74 pontos, o que representa uma queda de 1,4% em relação ao mesmo período do ano passado. Recuos no confronto com o mesmo mês de 2017 também ocorreram nos componentes que avaliam as condições de acesso ao crédito, a situação do emprego e as expectativas das famílias do Rio Grande do Sul.

Aniversariantes 21 de julho Ana Lúcia Perdomo Bruno Veiga Leal Darcilene Veloso Rodriguez Fernando Duarte Dias Avancini Gilmar Pastel Vincent João Vitor da Silva Hoduss Lidia Meri Brignol Guterres Marcelo Pinheiro

Mari Eli de Oliveira Farias Maria Helena Brião Marilei Vigil Lopes Marina Nicoloso Paiva Mary Lúcia Dias Domenech Ricardo Fernandes Figueiró Santa Laureci Machado Gomes Valentina Leão Teixeira

22 de julho Adriano Netto Antônio Manoel Duarte Bernardo Peres Carlos Flávio Alves Branco Teixeira Celso Adair Schiroky Geralda Barbosa João Vitor Teixeira Jorge Spuldar Freitas Lauro Feijó Lucas Dias Delabary

Luciano Ricardo Luiza Wayner Brito Moreira Márcio Machado Reis Neuza Souza Uldangarin Noeli de Souza Norberto Funari Vaz Roberto Gafree Sandra Mara Valim Barbosa Pires Valdir Alves Lemos


www.jornalminuano.com.br

Cidade

BAGÉ, 21 E 22 DE JULHO DE 2018

07

Bagé está sem vacina contra meningite desde de junho Tiago Rolim de Moura

Postos do municipio não estão imunizando

As doses da vacina Meningocócica C, contra meningite, estão em falta nos postos de saúde de Bagé, há quase dois meses. A situação se repete em vários municípios do Estado. A 7ª Coordenadoria Regional de Saúde não tem data definida para receber novos lotes. O município não teve caso da doença registrado em 2018, mas, no ano passado, foi registrado um. A coordenadora de imunizações da Prefeitura de Bagé, Tatiana Miranda, informa que pede todos os meses as doses, mas que a última remessa que recebeu foi no mês passado. Segundo ela, são utilizadas cerca de 450 doses por mês e por enquanto o município não está realizando a imunização por falta da vacina. A Meningocócica C é uma das prioritárias na caderneta de vacinação e integra o calendário básico do Ministério da Saúde. É indicada para bebês de três e cinco meses, com um reforço aos 12 meses e também para adolescentes, de 12 e 13 anos. “Uma média de 900 doses deixaram de ser aplicadas no período”, diz Tatiana. Conforme informações da coordenadoria de comunicação da Secretaria de Saúde do Estado, o repasse deve ser realizado pelo Ministério da Saúde, mas não há previsão.


08

Cidade

www.jornalminuano.com.br

BAGÉ, 21 E 22 DE JULHO DE 2018

Sinprofem desiste da ação relativa ao processo eleitoral em escolas

No início do ano, o Legislativo bajeense aprovou uma mudança na lei das eleições escolares, propostas pelo Executivo. Insatisfeitos com a alteração, o Sindicato dos Professores e Funcionários dos Estabelecimentos de Educação Municipal de Bagé (Sinprofem) ingressou com ação judicial apontando inobservâncias à Lei Municipal 3.890, de 2002. Entretanto, como a ação não foi apreciada e julgada em tempo hábil, antes da realização da eleição, a entidade de representação de classe desistiu do processo. A ação buscava anular o edital de convocação para o pleito, que ocorreu no dia 20 de abril, visto que o processo não respeitava o princípio da anualidade eleitoral, já que a escolha dos novos gestores escolares deveria ter sido realizado no final de 2017. A nova legislação alterou prazos de gestão, data do pleito, normas sobre reeleição e o tempo mínimo de magistério para a candidatura, já que o candidato a diretor deve ter atuado por, no mínimo, dois anos na escola e somente poderá concorrer à reeleição uma vez. A partir do novo texto, foi vetado a participação do vice-diretor concorrendo ao cargo de diretor, tendo o diretor

Jéssica Pacheco/Especial JM

Tiago Rolim de Moura

Nogueira: “não tinha mais motivo para tal.” como vice, no término do mandato, que é de três anos. O presidente do Sinprofem, Eduardo Fredes Nogueira, explica que, em razão da questão não ter sido apreciada e julgada em período anterior à eleição, optou-se pela não continuidade do processo. “Nosso entendimento é que deveria ser respeitado o princípio da anualidade, que foi ignorado pelo governo municipal e pela apreciação da maioria dos vereadores. A questão da desistência do processo foi em função da perda de objeto da ação, não tinha mais motivo para tal”, observa.

Reitora da Unisc destaca compromisso das universidades com o crescimento das comunidades

Presidente do Comung, Carmen Helfer, exalta homenagem à reitora da Urcamp

Quando um dos membros do Consórcio das Universidades Gaúchas (Comung) é homenageado, todos, naquele momento, estão ali representados. No dia 11 de julho, na Sala da Presidência da Assembleia Legislativa do Rio Grande do Sul, a reitora da Universidade da Região da Campanha (Urcamp) e tesoureira do Comung, professora Lia Maria Herzer Quintana, recebia a Medalha da 54ª Legislatura, honraria concedida pelo Deputado Luiz Fernando Mainardi. Na solenidade, também esteve presente a presidente do Consórcio e reitora da Universidade de Santa Cruz do Sul (Unisc), professora Carmen Lúcia de Lima Helfer, que não apenas acompanhou Lia Quintana, como discursou em nome do Comung.

Carmen, que era a primeira vice-presidente do Comung, assumiu a presidência após o desligamento do professor José Carlos Carles de Souza, que deixou o cargo de reitor da Universidade de Passo Fundo (UPF). Na oportunidade da homenagem a Lia Quintana, que completa, em 2018, oito anos de gestão frente a reitoria da Urcamp, a representante da Unisc foi chamada pelo Protocolo da Casa para fazer uso da palavra, onde registrou que o reconhecimento ao trabalho de Lia é, em certo sentido, uma homenagem a todas as Universidades Comunitárias do Estado, que cumprem um papel relevante para o desenvolvimento regional. “Temos 15 Universidades comunitárias no Esta-

do, todas com um forte compromisso com o crescimento das comunidades e sustentadas pela força do trabalho e da dedicação de seus gestores, professores e funcionários”, declarou.

Quem é? Carmen Lúcia de Lima Helfer possui graduação em Direito pela Universidade de Santa Cruz do Sul - Unisc (1982), graduação em Formação de Professores das Disciplinas Especiais - Univates Centro Universitário (1987), mestrado em Educação pela Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul - PUCRS (1998), Especialização em Currículo pela Unisc (1987); Especialização em Gestão Universitária - Iglu (2002/2003).

Projeto itinerante, Piano da Alegria promete levar música acessível para todos os bajeenses Com o objetivo de trazer a leveza e a beleza da música para as ruas, possibilitando acessibilidade cultural para todos os bajeenses, a pianista Cheisa Goulart dá início ao projeto inspirado no movimento mundial “Play me. I’m Yours”, que disponibiliza um piano pelas ruas da cidade, acessível e gratuito a qualquer um que desejar tocar o instrumento. Ela conta que a ideia começou a se concretizar no ano passado, na época em que inaugurou o Piano Studio, quando surgiu a oferta de um piano para compra, que pertenceu a uma família de músicos. Como a peça estava em estado crítico de conservação, ela o adquiriu e buscou parceiros para a manutenção do equipamento a fim de realizar um sonho antigo: um piano colorido itinerante. “De-

morou um pouco para encontrar os profissionais que desejava para trabalhar nele, mas eles estavam aqui em Bagé mesmo. Com a parceria do marceneiro André Souza, da empresa Dom Martelo, e a arte urbana do artista Hyra Farias, foi possível chegarmos ao resultado tão esperado. O processo na marcenaria levou cerca de 20 dias e a arte foi feita em uma tarde”, conta. A ideia foi inspirada no movimento “Play me. I’m yours”, em que pianos coloridos ficam dispostos ao ar livre na principais capitais do mundo para que pessoas tenham acesso a ele de forma livre. “Desde a fundação do Piano Studio, há cerca de uma ano, tenho investido em diversas maneiras de fomentar o acesso a esse instrumento, que por muitos era visto como “intocável”, destaca.

Além do projeto sóciocultural educativo musical PianoForte, e às aulas em seu próprio estúdio, Cheisa agora passa a se dedicar, também, ao projeto “ Piano da Felicidade”, que estará pelas ruas de Bagé, de forma itinerante, espalhando música e sonoridade. “Acredito que teremos muitos momentos especiais e surpreendentes com ele”, adianta. Por enquanto, o calendário de atividades ainda não está fechado em função do clima instável, mas a ideia inicial da musicista é iniciar as apresentações em frente às rádios da cidade, a partir da segunda quinzena de agosto. “Para os locais mais distantes, iremos precisar de apoio para transporte. E pensando em facilitar isso, está sendo confeccionado um material que diminui a dificuldade do transporte, como um carrinho e tablados”, explica.


Cidade

www.jornalminuano.com.br

BAGÉ, 21 E 22 DE JULHO DE 2018 Arquivo JM

09

Luiz Coronel fala de sua infância em Bagé e conta causos durante coletiva

Divulgação

Concerto de abertura será às 20h, no complexo cultural do Museu Dom Diogo de Souza

Fimp inicia neste domingo

Primeiros músicos devem ser recebidos durante a manhã Pelo nono ano consecutivo, Bagé será invadida pela beleza da música erudita a partir deste domingo. O Festival Internacional de Música no Pampa (Fimp), realizado pela Prefeitura de Bagé, inicia às 20h, com concerto de abertura no complexo cultural do Museu Dom Diogo de Souza, e se estende até o próximo sábado (28). Ao todo, serão 22 espetáculos gratuitos, dentre os quais serão realizados sete concertos noturnos, uma apresentação regional em Seival, em Candiota, e nove concertos comunitários, tendo como palcos o Centro do Idoso, o Coreto Municipal, o Hospital Universitário, a Santa Casa de Caridade de Bagé, a Loja Maçônica Estrela 41, a Biblioteca Pública Municipal, a Universidade da Região da Campanha (Urcamp), a Associação Espírita

Amor e Caridade e o Memorial da Água (Hidráulica do Daeb). A secretária de Cultura de Bagé, Anacarla Flores, destaca que os músicos são esperados na manhã deste domingo, quando serão recepcionados no Instituto Municipal de Belas Artes (Imba) pela equipe de coordenação do festival e as famílias anfitriãs do projeto “Adote um músico”. Já à noite, no complexo do museu, o quinteto Versatilis e o contrabaixista Marcos Machado abrem o espetáculo, seguidos pela apresentação da Orquestra Música na Serra, com regência de Jean Reis. Na segunda-feira, 23, o quinteto Versatilis volta ao complexo cultural, dessa vez com o acordeon de Fernando Ávila, convidado desta edição. Na noite seguinte, quem se apresenta no local é o pianista

francês Guigla Katsarava Já na quarta-feira, 25, quem sobe ao palco são os professores do festival, Cármelo de los Santos (violino), Renato Bandel (viola), Viktor Uzur (cello), Marcos Machado (contrabaixo) e Ney Fialkow (piano). No dia 26, os professores Aldo Mata (Violoncelo) e Marcos Machado (contrabaixo) voltam para mais uma apresentação. Na sexta-feira, os professores do festival se apresentam no complexo cultural e os estudantes da Orquestra Fimp tocam em Candiota, com regência do maestro Jean Reis. O encerramento do festival será realizado no sábado, dia 28, às 20h, no complexo cultural Dom Diogo de Souza, com apresentação da orquestra Fimp e participação de Aldo Mata, no violoncelo e Marcos Machado, no contrabaixo.

Espaço cultural foi montado no Arquivo Público O advogado, filósofo, profes- ocasião, será descerrada a placa com sor, publicitário e poeta bajeense o nome do poeta. Luiz Coronel, que completou 80 anos no dia 16 de julho, participou de uma coletiva, na tarde de sextaA programação alusiva ao feira, na casa da família, onde foi aniversário segue às 18h, quando criado e permaneceu dos quatro aos será realizada uma missa em ação 18 anos. Ele lembrou dos tios que o de graças, na Paróquia Nossa Secriaram e que era chamado na infân- nhora Auxiliadora, com a presença cia de “gurizinho do Djalma” (tio) e do Coral Auxiliadora e do músico da “dona Amelinha do posto”, quan- Tiago Cesarino. do ia para Piratini a passeio. Para formatar as homenagens Radicado em Porto Alegre, o ao poeta, foi formada uma comispoeta que receberá homenagens de são por representantes de várias hoje até dezembro, em Bagé, falou instituições. Estão previstos evenque cada regresso à Rainha da tos culturais e literários. Entre eles, Fronteira é de encantamento e nos- está a realização de um documentátalgia. Ele salientou que tem muito rio, concertos, recitais e saraus de amor e leva o nome da cidade para poesia, criação de poemas inéditos, cada lugar que vai. “Carrego Bagé lançamento literário e sessão de hocomigo com muita honra. Essa ter- menagens em festivais de cinema e ra me pertence”, afirmou. música, além da instalação de poeO bajeense relatou que desde mas em espaço público. a infância sabia que seria escritor e Entre as entidades envolvidas frisou que é necessário ser intenso na programação está a Universidapara aprender sua própria arte. “É de da Região da Campanha (Urum exercício permanente”, relatou. camp), através dos cursos de JornaPara o publicitário, a cidade está lismo e Pedagogia, Jornal MINUAacesa na manutenção da memória e NO, Universidade Federal do Pamcom isso preserva sua identidade. pa (Unipampa), Instituto Federal Com uma memória privilegia- Sul-rio-grandense (IFSul), Centro da, o escritor mencionou várias Histórico Vila de Santa Thereza, obras suas e encantou com os causos através da Associação dos Amigos e que mencionou durante a coletiva, Ponto de Cultura “Pampa Sem Fronlembrando de fatos muito pitorescos teiras”, e Festival Internacional de que viveu no município. As ativida- Cinema da Fronteira. Também intedes alusivas a seu aniversário come- gram a iniciativa, a Oficina dos Poeçam hoje, pela manhã, com a inau- tas do Cultura Sul e Ecoarte, LEB guração de Espaço Cultural que leva Livraria e Cafeteria, Arquivo Públiseu nome nas dependências do Ar- co Municipal, Prefeitura de Bagé, quivo Público Municipal. O local foi Colégio Nossa Senhora Auxiliadoambientado com toda a obra do ar- ra, Coral Auxiliadora, Festival Cantista bajeense e conta com mais de to Sem Fronteira, Mitra Diocesana, 32 peças doadas pelo escritor. Na Sesc Bagé e Fundação Bidart.

Programação


SOC

VIVIANE

Becker

viviminuano@hotmail.com

A

s integrantes da Casa da Amizade organizaram uma reunião especial, para o encontro deste mês. Na tarde de quinta-feira, na sede da entidade, na Rua Marcílio Dias, aconteceu a posse da nova diretoria da Casa da Amizade. Maria Zilma Karam, notável personalidade bajeense, que dispensa apresentações por conta de sua trajetória profissional, social e filantrópica, pretende fazer ainda mais pela entidade solidária. Ela aceitou o convite para permanecer por mais um ano, frente à Casa da Amizade. A presidente recordou os eventos e ações que foram realizados no último ano, a maioria deles beneficiando com gêneros alimentícios e recursos financeiros, várias entidades assistenciais da cidade. A coluna esteve presente durante a posse da nova diretoria desta entidade que existe há 58 anos em Bagé.

www.jornalmi

Posse da nova diretoria da Casa da Amizade

A presidente Maria Zilma Gomes Karam entre suas vices, Anna Luísa Soares Bento e Fúlvia Augusta Grande de Macedo

A presidente da Casa da Amizade, Maria Zilma Karam, recebendo o carinho da presidente da Liga Feminina de Combate ao Câncer, Inez Xavier de Bem

Nova diretoria tomou posse nesta semana

Férias na Lolli Esse é um período do ano, muito aguardado pelas crianças e temido pelos pais. Conversando com Daiane Coradini fiquei sabendo que para animar essa temporada, a equipe de arte educadores da LolliCreative programou uma semana recheada de divertidas brincadeiras para a garotada.Todo dia uma atividade diferente com

uma série de atividades, diversas oficinas, aquele lanchinho especial que eles adoram. A programação vai até o dia 31 de julho para crianças de quatro a 11 anos, das 13h30 às 18h e no sábado das 14h às 19h. A LolliCreative fica na General Sampaio, nº 374, fones (53) 3311.1171 - 9.9713.0384.


CIAL

10/11

Bagé, 21 e 22 de julho de 2018

inuano.com.br

MOMENTO PIANÍSSIMO KIDS

Na quarta-feira, aconteceu o recital de encerramento do semestre dos alunos infantis do Piano Studio Cheisa Goulart e também do projeto PianoForte, no salão cultural da Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias (Foto Marcos Cruz)

ENCONTRO ESPECIAL

MARCANDO PRESENÇA

Patrícia Costa e Elias Kalil na noite em que Lia Quintana foi homenageada (Foto Rosane Coutinho)

Família reunida, Heloísa Beckman, Paula Ferraz, Rachel Morgado e as manas do Rio de Janeiro, que estão passando férias em Bagé, Alexandra e Juliana Visconti Morgado

SESSÃO SOLENE PELOS 207 ANOS DE BAGÉ

Registro especial que marcou o aniversário da Rainha da Fronteira

Prêmio Distinção Empresarial da Aciba O 16 ª Prêmio Distinção Empresarial Aciba, um dos principais eventos do município, promovido pela Associação Comercial e Industrial de Bagé (Aciba), que reúne anualmente cerca de 500 convidados, para uma noite de homenagens, já tem data definida. A cerimônia de entrega dos troféus será no dia 17 de agosto, às 20h, no Clube Comercial. Todos os anos a Aciba encomenda a pesquisa de posicionamento e satisfação a Consultoria Jr.

da Urcamp, que tem uma equipe técnica especializada, que coleta os dados da pesquisa, avalia a opinião dos bajeenses, indicando os nomes mais lembrados da cidade, em cerca de 140 seguimentos. Há 16 anos, o Prêmio promovido pela Aciba é considerado a noite de Oscar da classe empresarial, profissionais liberais e dos prestadores de serviço. A expectativa é grande para essa festa que movimenta a cidade.


12

Cidade

www.jornalminuano.com.br

BAGÉ, 21 E 22 DE JULHO DE 2018

Divulgação

José Carlos Teixeira Giorgis

jgiorgis@terra.com.br

Raul Pilla e Getúlio Vargas

A Câmara dos Deputados estava em sessão. Raul Pilla discursa. Começa dizendo que a crise política não era grave, mas gravíssima, até referindo que, naquele instante, seria ela “irremediável”, pois estavam em jogo as próprias instituições democráticas que “mal tem funcionado” entre os brasileiros. Crise que a juízo do orador, pela dissolução da nacionalidade teria um “responsável máximo”, o “homem que maior poder já exerceu em toda a história pátria, o homem que tendo todo o poder para fazer o bem, preferiu exercê-lo em benefício exclusivo de suas incomensuráveis ambições e lançou o País no caos”, nunca se “exagerando a maléfica influência deste homem fatídico”, enfatizando, arrependido, haver há 25 anos, embora obscuramente e contrariado, ter contribuído para tal fato. A seguir Pilla, alude que o então atual presidente da República não é o responsável único, mas todos que, em maior ou menor grau, são culpados, porque transigiram, porque se renderam e outros não lutaram como deviam. Conta que estava no Rio Grande quando acontecera o “lutuoso fato” que abalara o pPaís (a morte de major que acompanhava o governador Carlos Lacerda), aproveitando para louvar a Aeronáutica e as Forças Armadas por sua “vigorosa ação” – a abertura do famigerado inquérito do Galeão- criticando a omissão do Congresso como um dos três poderes da República, embora alguns “valentes mosqueteiros” não ficassem estacados. Ante aparte do deputado Hélio Beltrão que justificou a conduta com a existência de uma forma de governo –presidencialista- o que prejudicava qualquer atitude, replica Pilla asseverando que o Congresso não dispunha de tropas, mas que “Getúlio Vargas decaiu do alto cargo por todos os motivos que a nação conhece e, se ele, com sua característica insensibilidade teima em conservar-se no posto”, aos representantes do povo cabia o indeclinável dever de dar à força saneadora “ a sanção de nossa autoridade”.

Tratando-se, como proclama o orador, de um caso de salvação pública, “é a própria autoridade do Estado que se está dissolvendo”, sugerindo a “suspensão pura e simples do Senhor Getúlio Vargas”, que embora não fosse um processo dos mais expeditos previu obstáculo para que “Presidência da República se reduzisse a couto de criminosos”. Prossegue: “demais, nem tudo pode ser previsto numa Constituição por mais minuciosa que seja”, pois além das prescrições formais “há os grandes princípios implícitos, princípios tão inerentes à natureza da instituição democrática que dispensam formulação” Raul Pilla encerra: “-Saiba agora esta Câmara cumprir o seu dever, resgatando as suas passadas omissões. Declare ela, já e já, suspenso de suas funções o Presidente Getúlio Vargas de acordo com o que preceitua o parágrafo único do artigo 88 da Constituição Federal. “ – É o impeachment, adianta-se Hélio Beltrão, a que o orador completa explicando cuidar-se de “suspensão das funções”, ante uma coresponsabilidade difusa, “essa cumplicidade onímoda” originada na Presidência. E caso assim não procedesse o Congresso “o regime soçobrará na ditadura ou na anarquia”. (Muito bem! Muito bem! Palmas. O orador é cumprimentado). Isso aconteceu no dia 23 de agosto de 1954. No dia seguinte, Raul Pilla pede a palavra dizendo que “diante da morte, curvamo-nos respeitosamente, todos que acreditamos na sobrevivência da personalidade humana, quanto os que supõe que tudo se aniquila com a desagregação da matéria. Esta é a minha postura ante o esquife do sr. Getúlio Vargas. Que a paz do Senhor desça sobre sua alma (Muito bem) ”.

Fonte: Raul Pilla. “Palavras de um Professor”. Discursos e Escritos”, V. II. Senado Federal: Brasília, 1996. Raul Pilla (18921973) foi médico, professor universitário e destacado político, criador e membro do Partido Libertador. Foi o apóstolo do parlamentarismo no país.

Formação contará com atividades teóricas e práticas

Neab e Senge transferem curso de mapeamento com drones para o fim de agosto

Inicialmente previsto para ocorrer nesta semana, o curso de mapeamento com Veículos Aéreos não Tripulados (Vants), também conhecidos como drones, foi transferido para os dias 30 e 31 de agosto, devido indisponibilidade de horários e as condições climáticas dos últimos dias. A informação foi divulgada, nesta semana, por Adalberto Schäfer, presidente do Núcleo dos Engenheiros e Arquitetos de Bagé (Neab), entidade que promove a atividade junto ao Sindicato dos Engenheiros do Rio Grande do Sul (Senge/RS). Segundo Schäfer, o curso tem o objetivo apresentar aos participantes todas as etapas envolvidas no processo, desde a escolha dos equipamentos - também conhecidos como drones -, passando pelas

fases de planejamento de campo, obtenção dos dados, processamento e finalização do produto, bem como as diversas aplicações das VANTs, a situação do mercado e a regulamentação vigente no Brasil. “Além de baixar os custos, o uso de drones é mais rápido e mostra de forma clara as necessidades e os problemas das estruturas que são analisadas”, declara. Com carga horária de 16 horas, o curso conta com 20 inscritos que irão participar de aulas teóricas e práticas. Os instrutores do curso serão o geólogo e mestre em geociências com ênfase em geoprocessamento pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), Francisco Garcia, e o doutorando em geociências na UFRGS, Guilherme Hoerlle, que,

desde 2014, utilizam drones e levantamentos aerofotogramétricos aplicados a engenharia, geologia, meio ambiente e mineração. O público alvo do curso são engenheiros, arquitetos, estudantes de Engenharia Civil e Arquitetura e comunidade em geral. O programa tem como tópicos principais nos seguintes temas: Introdução e conceitos, tipos de Vants e tipos de produtos, regulamentação, planejamento do mapeamento, aquisição e processamento dos dados, análise de qualidade dos produtos gerados e aplicações e mercado. Os associados em dia com Neab e o Senge-RS têm descontos especiais. Mais informações podem ser obtidos através dos telefones (53) 3242-3167 (Marcela) ou (53) 99957-0717 (Adalberto).


Cidade

www.jornalminuano.com.br

BAGÉ, 21 E 22 DE JULHO DE 2018 Tiago Rolim de Moura

13

Novas suspeitas de gripe são descartadas após exame

Tiago Rolim de Moura

Medida da Anvisa permite que estabelecimentos de saúde realizem aplicação em locais adaptados

Serviços de vacinação ainda não são realizados nas farmácias de Bagé

No final de 2017, a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) liberou a aplicação de vacinas em farmácias de todo o País. Desde então, algumas empresas já estão realizando a adequação de espaço e o cadastramento para atender à demanda de vacinação da população. Em Bagé, entretanto, nenhuma empresa oferece o serviço, por enquanto. Nesta semana, a reportagem do Jornal MINUANO esteve em filiais das maiores redes de farmácia que atendem na cidade e nenhuma delas oferece vacinação. No caso da Farmácia Alves, por exemplo, a farmacêutica Denise Cardomo Pimenta explica que a empresa conta

com ambulatório adequado para aplicação de medicamentos. Contudo, não há oferta de vacinas no local. “Temos um grande movimento para injeção de medicamentos, que fazemos somente sob prescrição médica”, explica. Em uma das unidades da rede de farmácias São João, a reportagem foi informada que, na cidade de Bagé, nenhuma unidade possui local específico. O auxiliar administrativo Marcelo Barreto Meirelles ressalta que a liberação da oferta desses serviços está atrelado à adaptação de espaço, com disponibilidade de um ambulatório específico para a aplicação das vacinas, que a farmácia não dispõe.

Outra grande rede, a Panvel, que foi uma das primeiras a se adaptar em alguns municípios do Estado, ainda não oferece vacinação em Bagé, também por falta de espaço adaptado ao serviço. A rede Agafarma, apesar de possuir ambulatório e profissional capacitado para o serviço, realiza apenas aplicação de medicamentos, verificação de pressão e glicose e colocação de brincos. O texto do regulamento nacional atualizado permite a disponibilidade de vacinação em estabelecimentos de saúde, como farmácias, contra a gripe, pneumonia, tríplice (sarampo, rubéola e caxumba), hepatite, meningite, entre outras.

Doses da tríplice ainda estão disponíveis nos postos A 7ª Coordenadoria Regio- nove casos suspeitos nos municínal da Saúde (7ª CRS) recebeu o pios de Bagé, Aceguá, Dom Pedriresultado dos exames de duas pes- to e Hulha Negra e apenas um foi soas com suspeita de gripe que es- positivo. tavam sob investigação. As mosA 7ª CRS atende Aceguá, tras haviam sido encaminhadas Bagé, Candiota, Dom Pedrito, Hupara o laboratório em Porto Ale- lha Negra e Lavras do Sul e a vigigre, na última semana. Os dois ca- lância está em constante monitorasos foram descartados. mento dos casos suspeitos. Os boleNo início da semana, a coor- tins são divulgados semanalmente. As pessoas que ainda não fodenadoria havia confirmado o primeiro caso de gripe pelo vírus ram imunizadas contra os vírus H1N1 na região. A paciente, uma H1N1, H3N2 e Influenza B Inmulher de 59 anos, é natural de fluenza ainda podem procurar as Aceguá. Conforme a responsável doses nos postos de saúde do mupela vigilância epidemiológica da nicípio. Toda a população, inde7ª CRS, Cândida Britto, até agora pendente de integrar os grupos de a coordenadoria havia monitorado risco, pode receber a dosagem.


14

Religião

www.jornalminuano.com.br

BAGÉ, 21 E 22 DE JULHO DE 2018

Airton Gusmão

A compaixão que acolhe a vida desde a concepção

Sempre é importante lembrar aquela música, inspirada na Palavra de Deus, que diz: “Eu vim para que todos tenham vida. Que todos tenham vida plenamente. Entreguei a minha vida pela salvação de todos. Reconstrói, protege a vida de indefesos e inocentes: onde morre o teu irmão, eu estou morrendo nele”. “Ao desembarcar, Jesus viu uma numerosa multidão e teve compaixão, porque eram como ovelhas sem pastor. Começou, pois, a ensinar-lhes muitas coisas” (Mc 6, 30-34). Vivemos uma mudança de época que influencia decididamente os critérios de compreensão e os valores mais profundos sobre a vida humana, a sua dignidade; chegando ao extremo de negar a primazia do ser humano; levando à banalização da vida, à cultura da morte; numa visão de que os pobres são considerados supérfluos e descartáveis. Diante da complexidade destas realidades, que de-

José Artur Maruri

safiam o ser cristão e o ser Igreja, é preciso discernimento para perceber que, no fundo, para além de uma crise econômico-financeira, vivemos uma crise antropológica que, à luz da fé cristã, se revela como uma rejeição da ética e de Deus. Deus é o Deus da vida e que teve e continua tendo compaixão, misericórdia para com a humanidade; muitas vezes vivendo como “ovelhas sem pastor, onde os pastores, aqueles que deveriam cuidar e defender a vida, desde a concepção até a morte natural, deixam as populações se perderem e se dispersarem”. E é justamente esta compaixão de Deus que move Jesus em direção das vítimas inocentes, quantas hoje também maltratadas pela vida ou pelas injustiças dos poderosos. É essa compaixão que faz Jesus tão sensível ao sofrimento e à humilhação das pessoas. Sua paixão pelo Deus da compaixão se traduz em

compaixão pelo ser humano. Jesus Cristo, o Bom Pastor, diante da realidade de exclusão, sofrimento, injustiça e morte, não ficou indiferente; reagiu com a sua vida, testemunho, palavras e gestos. E pediu aos apóstolos e cristãos de ontem e de hoje que façam o mesmo. O Papa Francisco nos diz que “entre os seres mais frágeis de que a Igreja quer cuidar com predileção, estão também os nascituros, os mais inermes e inocentes de todos, a quem hoje se quer negar a dignidade humana para poder fazer deles o que apetece, tirando-lhes a vida e promovendo legislações para que ninguém o possa impedir. Um ser humano é sempre sagrado e inviolável, em qualquer situação e em cada etapa do seu desenvolvimento” (Evangelho da Alegria, nº 213). Na “Nota de repúdio ao Supremo Tribunal Federal, contra as razões da ADPF 442 e contra o seu intento de descriminalizar

josearturmaruri@hotmail.com bagespirita.blogspot.com.br

As três revelações

“Não penseis que vim destruir a lei ou os profetas; não vim para destruí-los, mas para dar-lhes cumprimento. Porque em verdade vos digo que o céu e a Terra não passarão, até que não se cumpra tudo quanto está na lei, até o último jota e o último ponto”. (Mateus, V: 17- 18) Quando observamos a história, quem detém uma fé inabalável na onipotência de Deus, sente-se ainda mais renovado. Isso porque, desde os tempos de Moisés, quando foi estabelecido um dos primeiros códigos de leis que a humanidade teve a graça de conhecer, sabe-se que temos um Pai, que Ele é único, soberanamente justo e bom. Através dele, “Os Dez Mandamentos”, recebemos a primeira revelação. Allan Kardec, em sua sapiência, leciona: “Há duas partes Distintas na lei mosaica: a de Deus, promulgada sobre o Monte Sinal, e a lei civil ou disciplinar, estabelecida por Moisés. Uma é invariável, a outra é apropriada aos costumes e ao caráter do povo, e se modifica com o tempo”. Mais tarde, quando se fez necessário, recebemos a segunda revelação. O próprio Cristo reencarna e trata de simplificar a lei mosaica, como explica Kardec. “Jesus não veio destruir a lei, o que quer dizer: a lei de Deus. Ele veio cumpri-la, ou seja: desenvolvê-la, dar-lhe o seu verdadeiro sentido e apropriá-la ao grau de adiantamento dos homens. (...) Combateu constantemente o abuso das práticas exteriores e as falsas interpretações, e não podia fazê-las passar por uma reforma mais radical do que as reduzindo a estas palavras: ‘Amar a Deus sobre todas as coisas, e ao próximo como a si mesmo’, e ao acrescentar: ‘Esta é toda a lei e os profetas”. No entanto, conhecedor dos Espíritos que reencarnam na Terra, Jesus deixa claro que nem tudo podia ser dito ao seu tempo, restando, ao tempo certo, o cumprimento das coisas futuras.

No dizer do Codificador do Espiritismo, Allan Kardec, “o Espiritismo é a nova ciência que vem revelar aos homens, por meio de provas irrecusáveis, a existência e a natureza do mundo espiritual e suas relações com o mundo material. Ele nos mostra esse mundo, não mais como sobrenatural, mas, pelo contrário, como uma das forças vivas e incessantemente atuantes da natureza, como a fonte de uma infinidade de fenômenos até então incompreendidos, e por essa razão rejeitados para o domínio do fantástico e do maravilhoso”. Por isso, para dar cumprimento a lei é que vozes que eram julgadas mortas ressoam das catacumbas e vem dizer a uma só voz: “A morte não existe”. Onde julgávamos o nada, vemos, através de provas irrefutáveis, a vitória da vida. Muito bem diz Allan Kardec: “A lei do Antigo Testamento está personificada em Moisés, a do Novo Testamento, no Cristo. O Espiritismo é a terceira revelação da lei de Deus. Mas não está personificado em ninguém, porque ele é o produto do ensinamento dado, não por um homem, mas pelos Espíritos, que são as vozes do céu, em todas as partes da Terra e por inumerável multidão de intermediários”. Enfim, nesse sentido, Allan Kardec, conclui: “Da mesma maneira que disse o Cristo: ‘Eu não venho destruir a lei, mas dar-lhe cumprimento’. Também diz o Espiritismo: ‘Eu não venho destruir a lei cristã, mas dar-lhe cumprimento’. Ele nada ensina contrário ao ensinamento do Cristo, mas o desenvolve, completa e explica, em termos claros para todos, o que foi dito sob forma alegórica”. (Referências: Allan Kardec. O Evangelho Segundo o Espiritismo. FEB Editora. Capítulo I) Colaborador da União Espírita Bajeense

o aborto até a 12ª semana de gestação, mediante via judicial”, a Conferência Nacional dos Bispos do Brasil, diz no seu parágrafo 4º: ‘Cremos que o direito à vida é o mais fundamental dos direitos e, por isso, mais do que qualquer outro, deve ser protegido e promovido. Ele é um direito intrínseco à condição humana e não uma concessão do Estado. Os Poderes da República têm obrigação de garanti-lo e defendê-lo. O Projeto de Lei 478/2007 – Estatuto do Nascituro, em tramitação no Congresso Nacional, que garante o direito à vida desde a concepção, deve ser urgentemente apreciado, aprovado e aplicado’. Façamos a nossa parte. Sejamos alegres na esperança, fortes na tribulação, perseverantes na oração e solidários com os que sofrem. Um bom final de semana a todos e até uma próxima oportunidade. Pároco da Catedral

Norberto Dutra

Jesus estabeleceu alvos específicos Decida o que realmente quer. Em 1952, uma universidade proeminente descobriu que apenas três em cem formados tinham escrito uma lista clara de objetivos. Dez anos mais tarde, seu estudo de acompanhamento mostrou que 3% da classe formada tinha realizado mais financeiramente do que os outros 97% da classe. Aqueles 3% eram os mesmos graduados que haviam escritos seus objetivos. “... escreva claramente a visão em tábuas, para que se leia facilmente”. (Habacuque 2.2). Quando você decide exatamente o que quer, o como fazer emergirá. Jesus conhecia o Seu propósito e Sua missão. “Pois o Filho do homem veio buscar e salvar o que estava perdido”. (Lucas 19.10). Ele conhecia o produto que tinha para oferecer. “O ladrão vem apenas para roubar, matar e destruir; eu vim para que tenham vida, e a tenham plenamente”. (João 10.10). Jesus tinha um senso de destino. Sabia onde queria ir. Sabia onde as pessoas precisavam dEle (João 4.3). Jesus sabia que os realizadores são orientados em detalhes. “Qual de vocês, se quiser construir uma torre, primeiro não se assenta e calcula o preço, para

ver se tem dinheiro suficiente para completá-la?” (Lucas 14.28). Tome quatro folhas de papel. No alto da folha número um, escreva: “Sonhos e objetivos da minha vida inteira”. Escreva detalhadamente tudo o que você quer ser, fazer ou ter durante o seu tempo de vida. Conte seus sonhos em detalhes no papel. Tome a folha número dois e escreva: “Meus objetivos para 12 meses”. Liste tudo o que deseja realizar nos próximos doze meses. Tome a terceira folha de papel e escreva: “Meus objetivos para 30 dias”. Escreva detalhadamente o que você gostaria de realizar nos próximos trinta dias. Tome a quarta folha de papel e escreva. ‘Minha rotina diária ideal’. Escreva as seis coisas mais importantes que você fará nas próximas 24 horas. O segredo do seu futuro esta escondido na sua rotina diária. Estabeleça os seus alvos. Jesus sabia disso. Jesus estabeleceu alvos específicos. Esse foi um dos Segredos da Liderança de Jesus. Deus abençoe a todos até o próximo final de semana. Pastor e presidente da Igreja Assembleia de Deus de Bagé Doutor em Divindade


Cidade

www.jornalminuano.com.br

BAGÉ, 21 E 22 DE JULHO DE 2018

15

Programa Fronteira Sul reúne mais de 120 lideranças da região Encontro aconteceu no Sindicato Rural de Bagé

Na manhã de sexta-feira, o Sebrae deu continuidade, na Associação e Sindicato Rural de Bagé, às atividades do Programa Fronteira Sul, reunindo mais de 120 lideranças da região. Após as atividades desenvolvidas entre 2015 e 2017, o Programa Líder entra em uma fase de execução, traçando e realizando planos de ação e de desenvolvimento, a partir dos eixos estratégicos e das cadeias produtivas identificadas pelas regiões. Para administrar a fase de planejamento e implementação desses planos de ação, foi instituído um sistema de Governança orientado ao planejamento e à gestão concreta das políticas de desenvolvimento sobre o território Fronteira Sul. O Encontro das Lideranças, sediado no Sindicato Rural, teve como pauta a necessidade de se trabalhar o desenvolvimento territorial, através dos eixos priorizados, assim como o status de implementação do Programa como um todo, destacando as principais ações realizadas no primeiro semestre, assim como as próximas no decorrer de 2018. É necessário compartilhar uma visão de futuro. Pessoas inteligentes interligadas com a tecnologia, transformam o

mundo. Para o presidente de Sebrae, Gedeão Pereira, “o nosso desafio é continuar transformando esta região para vermos o que mais podemos fazer e melhor podemos fazer para chegarmos evidentemente para ao desenvolvimento constante, pleno, continuado e sustentável. Esse é o desafio”. O diretor do Sebrae, Derly Fialho, ao mencionar que este é o terceiro ano do Programa, diz “se nós não fizermos, outros farão. E digo mais: quem não tem um plano para seguir e uma agenda para cumprir, faz só o que o mundo pede e não entrega quase nada de resultado”. Dentre os tópicos pautados na reunião, foi abordada a viagem “missão internacional” da comitiva que esteve em Milão, na Itália, para a capacitação e benchmarking, que aconteceu entre os dias 25 e 29 de junho, com uma extensa agenda relatada diariamente. O relato ficou por conta do consultor italiano Emílio Beltrami, professor Artur Gibbon da FURG e professora Lia Quintana, reitora da Urcamp e presidente do Corede Campanha. O primeiro encontro aconteceu na quinta-feira à tarde, no Campus Central da Urcamp, onde a Governança se reuniu

entre os membros da Cabine de Direção. A segunda pauta do dia aconteceu, à noite, no Gabinete da Reitoria da Urcamp. O encontro foi entre a Governança do Programa Fronteira Sul e Centros de Pesquisa e Universidades da região, que formam o comitê científico do Programa. Vale ressaltar que o Comitê responde à exigência de envolver diretamente as universidades e centros no processo de desenvolvimento local. O encerramento foi na manhã de sexta-feira, com o Encontro das Lideranças. Algumas reflexões abordadas na reunião falaram sobre ‘a regra do mundo é a transformação’, ‘mudar é difícil, mas não mudar é fatal’, ‘o que muda as coisas é a ação’, e ‘é preciso ter coragem’.

fotos Jéssica Pacheco/EspecialJM

Derly Fialho afirma: “se nós não fizermos, outros farão”

Gedeão Pereira, presidente do Sebrae

Desenvolvimento Territorial O Desenvolvimento Territorial é o aumento qualitativo das capacidades do território de agir, reagir, programar e resolver situações complexas. É um processo de cooperação e de mudança com foco no bem coletivo por meio de agentes locais que definem e alimentam uma estratégica única, visando a valorização dos recursos locais.

Emílio Beltrami, Artur Gibbon e Lia Quintana relataram a missão em Milão


www.jornalminuano.com.br

BAGÉ, 21 E 22 DE JULHO DE 2018

Deus Salve o Rei - GLOBO - 19h30min Catarina sofre com as revelações de Augusto. Agnes promete a Selena que consultará o livro de Brice para fazer Afonso se lembrar do que aconteceu na noite em que supostamente dormiu com Catarina. Otávio tenta convencer Rodolfo a participar de uma emboscada contra Afonso. Lucrécia alerta Rodolfo sobre Otávio. Afonso se surpreende com a visita de Rodolfo. Glória procura Osiel. Carruagens partem de Montemor e são interceptadas pelo exército de Otávio.

Horóscopo

Segundo Sol - GLOBO - 21h Rosa termina o namoro com Valentim após considerar a proposta de Laureta. Luzia se lamenta com Groa sobre a fuga de sua filha. Ícaro e Acácio procuram por Manuela. Narciso usa drogas com Manuela. Cacau se emociona ao ver Luzia/Ariella e Ícaro juntos. Maura elogia Ionan, que fica sem graça. Nice sofre com a ausência das filhas. Narciso discute com Manuela. Ícaro tenta descobrir o paradeiro de Rosa. Rosa vai ao restaurante de Cacau e humilha Agenor. Manuela pede para Acácio permitir que ela fique no casarão. Beto/Miguel questiona Karola sobre Remy. Cacau pede para adiar seu casamento com Roberval. Ionan conta para Beto/Miguel o que esconde. Rosa volta para a casa de Laureta, agora como sua sócia.

ÁRIES Difícil conter seus ímpetos quando apegos, ciúmes ou revoltas dominam você. Tem que ter autocontrole para não se sabotar. Companheirismo e humildade serão mais bem recebidos.

TOURO

Problemas com algum parceiro podem pôr um projeto ou associação a termo. Reflita e avalie bem antes de discutir, parece que você está querendo mudar muitas coisas na vida.

GÊMEOS Nessa fase os combinados estão mudando à luz das dificuldades e revelações e as verdades todas também. Tenha mais discernimento. A tensão fragiliza o organismo, cuide da saúde.

CÂNCER Coração em crise? Encontre um meio criativo de expressar suas paixões -- divirta-se, empreenda, faça arte, tenha um hobby -- e transforme a raiva. Evoluir pede autoconhecimento e coragem.

LEÃO Cuidado com a pressão vinda de alguém, então não seja você a se impor agora. É uma fase decisiva para certas relações e tem muita coisa guardada vindo à tona. Busque alívios saudáveis.

VIRGEM Vigilante, de olho em tudo o que acontece o que não impede que rolem imprevistos. Mantenha tudo organizado na medida do possível e não pire com o que não está sob seu controle.

Palavras Cruzadas

Orgulho e Paixão - GLOBO - 18h30min Lady Margareth chantageia Darcy. Jane e Camilo visitam Elisabeta. Vicente convida Ágatha para ir ao casamento de Lídia. Xavier vê Brandão e Mário/Mariana juntos. Ema briga com Ernesto. Randolfo pede que Otávio desista de seu casamento com Lídia. O jornal de Elisabeta e Venâncio é impedido de circular. Susana se vangloria para Petúlia. Ludmila entrega a Aurélio o endereço de seu bangalô. Josephine convida Uirapuru para ir ao casamento de Lídia. Darcy tenta consolar Elisabeta. Otávio se anima com a chegada de Luccino. Kléber é irônico com Darcy e Jorge. Lídia abandona Otávio ao ver Uirapuru na igreja. Darcy aceita a chantagem de Lady Margareth.

LIBRA

As inseguranças e possessividades não são boas conselheiras, pelo contrário, conduzem a erros. É melhor não fazer apostas, mas também não deixe de trabalhar por uma realização.

ESCORPIÃO A lua em Escorpião em um astral de libertação, o que pode ser crítico. Questões antigas e emocionais mal resolvidas atravessando suas relações e realizações hoje? Mudanças se impõem.

SAGITÁRIO Com tanta coisa que você nem sabe dizer calando fundo, acredite, o silêncio é seu amigo. Melhor você não intervir em nada hoje, mas voltar-se para sua própria alma, esta sim, eterna.

CAPRICÓRNIO Crise afetiva que é também social e profissional, pois envolve outras pessoas, amigos ou colegas de trabalho. Algo que já estava por um fio. Você tem um desafio administrativo.

AQUÁRIO Você está mais suscetível a se irritar e detonar algo, tem a ver com a necessidade de vencer a qualquer custo. Mas é claro que injustiças não são toleráveis. Escolha bem suas batalhas.

PEIXES Quando algo termina ou você não enxerga alternativas, é melhor parar para contemplar a paisagem. Não se trata de buscas externas agora, você precisa ligar seu gps interno.

Loterias

Novelas

Edibar

16

Lazer

FEDERAL

LOTOFÁCIL

Sorteio: 05302

1º prêmio 2º prêmio 3º prêmio 4º prêmio 5º prêmio -

Sorteio: 1690

55237 48390 53811 60478 00515

01 02 04 05 07 08 10 13 15 16 19 20 22 23 25

LOTOMANIA Sorteio: 1884

00 05 07 10 14 16 22 24 34 37 38 39 55 64 67 77 80 81 83 98

DUPLA-SENA

MEGA-SENA

QUINA

Sorteio: 1815

Sorteio: 2060

Sorteio: 4728

08 09 11 25 39 41

02 37 41 54 64

1º- 01 04 07 13 19 29 2º- 01 09 11 24 35 48


Cidade

www.jornalminuano.com.br

BAGÉ, 21 E 22 DE JULHO DE 2018

17

Aplicativo de táxi concede descontos para corridas em Bagé Há cerca de duas semanas em atividade na Rainha da Fronteira, o Bagé Táxi App surge como uma alternativa simples e moderna para quem precisa ir até um destino específico, de forma segura. O aplicativo disponível na Google Play, para celulares com sistema operacional Android, conta com uma frota de 35 condutores cadastrados na cidade e com promoções exclusivas em suas corridas. De acordo com o motorista responsável pelo aplicativo, Adriano da Cruz, a iniciativa surgiu de um grupo de taxistas que desejava se adequar a modernidade do serviço. O aplicativo foi criado por uma equipe de profissionais da Argentina que também está em atividade no Uruguai, Colômbia e em cidades como Rivera, Santana do Livramento e Uruguaiana. Segundo o taxista, todos os condutores de veículos que atendem ao aplicativo são devidamente cadastrados na Secretaria de SePrograma conta com 35 carros cadastrados gurança e Mobilidade Urbana, tendo curso profissional concluído soas já baixaram o Bagé Táxi App aqueles que utilizam o aplicativo e Carteira Nacional de Habilitação e cerca de 1,2 mil curtiram a pági- recebem desconto de 20% e mais (CNH) específica para a atividade. na no Facebook. R$ 2 nas corridas. Até o domingo, Até o momento, mais de 100 pesO motorista destaca que 22 de julho, o Bagé Taxi App tam-

fotos Tiago Rolim de Moura

Mais de 100 usuários no município ja baixaram o APP bém conta com promoção alusiva ao aniversário da cidade, com mais R$ 1 de desconto. Cruz salienta que os descontos também valem

para quem fizer o pedido através da página no Facebook, assim como via WhatsApp ou Telegram, pelo telefone (53) 984215997.

Eleitores com deficiência ou mobilidade reduzida podem pedir transferência de local de votação Arquivo JM

Moradores da região devem comparecer ao Cartório Eleitoral, na rua Marechal Deodoro, nº 272

Os eleitores com deficiência ou mobilidade reduzida têm até o dia 23 de agosto para pedirem a transferência temporária da seção em que votam para um local acessível. A medida atende resolução do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) 23.554, de 18 de dezembro de 2017, que “dispõe sobre os atos preparatórios para as Eleições 2018”. Segundo a chefe de cartório substituta da 142ª Zona Eleitoral, Antônia Albanus, os moradores da região com deficiência ou mobilidade reduzida

que desejarem a transferência do local de votação para outra seção devem comparecer ao Cartório Eleitoral, no horário normal de atendimento, de segunda a sexta-feira, das 12h às 19h, munidos do título de eleitor e documento oficial com foto para fazer o requerimento. O eleitor pode pedir a transferência, tanto para as seções adaptadas, quanto para qualquer seção que ele desejar. Na região, as seções especiais se encontram na Escola Estadual Francisco Assis Rosa de Oliveira (Faro), em Candiota, e

na Câmara de Vereadores de Hulha Negra, pois são locais que têm acessibilidade. Já em Bagé, a seção eleitoral especial da 142ª Zona é instalada no Centro Administrativo. Antônia salienta que, assim como ocorre em todo o ano, as pessoas com dificuldades de locomoção, se estiverem de carro, podem entrar com o veículo pela garagem e o acesso é direto na Central de Atendimento ao Eleitor, sem escadas, bem como pessoas sem carro podem ter o mesmo acesso.


18

Segurança

www.jornalminuano.com.br

BAGÉ, 21 E 22 DE JULHO DE 2018

Defrec apreende munições Policiais de Dom Pedrito prendem e detém acusado por posse foragido “perigoso” em Rosário do Sul ilegal de arma em Aceguá

fotos Divulgação

fotos Divulgação

Munições foram encontradas em um matagal

Heber Nelson de Mello, 49 anos

Investigado teria sido liberado indevidamente do Presídio de Rio Grande

Espingarda foi recolhida A Delegacia Especializada em Furtos, Roubos, Entorpecentes e Capturas (Defrec) de Bagé prendeu, na tarde de sexta-feira, Heber Nelson de Mello, 49 anos, no assentamento Conquista do Jaguarão, em Aceguá. No local, segundo divulgado, os policiais encontraram uma espingarda calibre 22 com a numeração raspada e 38 munições de fuzil calibre 7,62. Conforme o registro policial da Delegacia de Polícia de Pronto Atendimento (DPPA), durante as investigações de uma operação que apurava um casal por tráfico de drogas e outros crimes, foi localizado um telefone celular com fotografias de um fuzil encostado em uma árvore. A arma foi apreendida, segundo o relato do boletim de ocorrência, em Capão do Leão, em uma propriedade rural que um dos investigados mantinha para armazenamento de drogas. A equipe da Defrec recebeu informações sobre onde teria sido feita a fotografia e realizou dili-

gências no local, sendo encontrado, escondido, um pote de vidro contendo 41 munições para fuzil e, na casa, a espingarda com numeração raspada. O acusado relatou para os policiais que a arma era dele, mas não tinha conhecimento das munições. A prisão, conforme a Defrec, é resultado de mais uma ação na repressão de crimes praticados por organizações criminosas que têm utilizado propriedades rurais no interior do município para guardar armas e veículos roubados. O delegado Cristiano Ritta lembra que, em maio desse ano, a Defrec e o Setor de Inteligência da Brigada Militar já tinham prendido um indivíduo no mesmo assentamento, acusado de ter dado apoio logístico aos assaltantes à agência do Sicredi, da Colônia Nova. Após a autuação em flagrante, na DPPA, Mello foi encaminhado ao Presídio Regional de Bagé (PRB), acusado de porte ilegal de arma.

Óbitos BENTA MARIA RODRIGUES, 57 anos, serviços gerais aposentada, casada com Severino Fuentes Rodrigues. Residia na rua Tácito Remi de Macedo. Deixa os filhos Bruno e Cibele. PATRICK BANDEIRA, 23 anos, estudante, solteiro. Residia na travessa 107, bairro Damé. JURAMY CAMARGO VEIGA, 84 anos, dona de casa, viúva. Residia na avenida Padre Abílio Sponchiado. VANILDA ANDRADE, 74 anos, dona de casa, solteira. Residia na rua Mário Ferreira de Souza, bairro Ivone. Deixa os filhos Beatriz, Jonas, Rudinei, Viviane, Luís Fernando e Viviane.

“Nego Márcio” foi preso em Rosário do Sul A Delegacia de Polícia Civil de Dom Pedrito prendeu, na manhã de ontem, em Rosário do Sul, o foragido, considerado de alta periculosidade, Márcio José Ferreira da Rosa, vulgo “nego Márcio”. De acordo com os policiais civis, o

Polícia Civil de Dom Pedrito que efetuou a prisão

apenado havia sido libertado indevidamente do presídio de Rio Grande, no dia 10 de maio deste ano, onde cumpria pena por diversos delitos, dentre os quais tráfico, associação a venda de entorpecentes, roubo, porte de arma. De acordo com informações repassadas na época do fato, não confirmada pela casa prisional, isto teria teria ocorrido porque no local também estava um outro preso com o mesmo nome. “Nego Márcio” ficou conhecido por ser apontado como líder da organização criminosa desarticulada na operação “Ligações Perigosas”, no ano de 2014, em Dom Pedrito. Os policiais civis ressaltaram que o apenado recapturado é “muito perigoso”, sendo apontado pela Polícia civil de Dom Pedrito como

um dos principais traficantes locais, e ainda indiciado nos inquéritos das Operações Metástase (2012), e Operação Ligações Perigosas (2014) como principal chefe e fornecedor de drogas no município. Essa tinha sido a quarta fuga registrada do preso. A última vez havia sido em setembro de 2014, quando o detento fugiu do presídio de Candelária. Dessa mesma casa prisional, ele já havia fugido, nos anos de 2006 e de 2013, também, havia fugido da Penitenciária Estadual de Santana do Livramento, sempre através de rompimento de grades, diferente da última saída em que houve uma liberação indevida. Após os trâmites legais, o foragido será conduzido para o presídio estadual de Rosário do Sul.

Ladrões levam veículo na Floriano

O proprietário de uma caminhonete Ecosport, cor azul, ano 2018, comunicou, na Delegacia de Polícia de Pronto Atendimento (DPPA), que foi vítima de um roubo à mão armada. Conforme o registro, a vítima contou que estava

estacionado na avenida Marechal Floriano, próximo ao Edifício Bella Itália quando, por volta das 15h30min de ontem, foi abordado por dois homens armados com um revólver que anunciaram o assalto. A vítima ressaltou que ele

estava aguardando a esposa, no interior do veículo, quando um dos assaltantes bateu no vidro com o revólver e mandou que ele saísse do carro. Após, os acusados pegaram a chave da caminhonete e levaram o veículo.

Pedestres são assaltados na avenida Santa Tecla

Por volta das 4h20min de ontem, dois homens iam para casa a pé, após uma festa, pela avenida Santa Tecla, quando foram abordados dois indivíduos, sendo que um deles estaria armado com um revólver. Segundo informações do registro da Delegacia de Polícia de Pronto Atendimento (DPPA), os acu-

sados roubaram o celular, carteira com vários documentos e cartões das vítimas. Os denunciantes disseram os assaltantes efetuaram disparos em direção a eles, mas não os acertaram. Os suspeitos teriam fugido em um automóvel, modelo Gol.


Esporte

www.jornalminuano.com.br

BAGÉ, 21 E 22 DE JULHO DE 2018

Alvirrubro terá evento com bingo, venda de galeto e sorteio da van Antônio Rocha

Evento busca angariar recursos para o time No dia 5 de agosto, a direção do Guarany vai promover um dia de atividades, que vai incluir um bingo, um galeto e o sorteio da van de lanches. O local ainda não está confirmado, mas deve ser divulgado em breve. O presidente do Guarany, Pedro Sabella, conta que, até agora, dos sete mil números disponibilizados para o sorteio do automóvel, seis mil já foram vendidos, totalizando cerca de R$ 60 mil. “O valor pagou a Copinha”, comentou. Ele também lembrou que o sorteio teve de ser adiado outras vezes e, por isso, o lugar escolhido

para o evento deve ser um espaço fechado. Sobre o bingo, os prêmios são uma sanduicheira e grill, um forno elétrico, uma batedeira, um espremedor de frutas, uma cafeteira, um micro-ondas, um liquidificador, um sacolão e o último prêmio será dado em dinheiro. O galeto será servido no local, mas é possível levar para a casa. Junto com o frango, será servido também arroz e salada, com o total de 200 pratos. Atualmente, manter a estrutura do clube custa de R$ 15 mil a R$ 20 mil mensais. O local tem

três funcionários, contas de água, luz, telefone e dívidas trabalhistas de outros anos. O próximo desafio para o alvirrubro será reunir dinheiro para a Copinha. Sabella reiterou que vai participar do Congresso Técnico, na segunda-feira. Ao longo da próxima semana, será tomada a decisão final sobre a disputa. O presidente comenta que são necessários R$ 60 mil em caixa para garantir, ao menos, os salários durante a Copa Wianey Carlet. “A Copinha é fundamental, mas eu não sou inconsequente”, declara. Ele afirma que uma de suas prioridades é deixar o clube, ao final de 2018, sem dívidas para seu sucessor. O Índio não tem esse valor, mas Sabella garante que a direção vai buscar a verba para continuar em campo no segundo semestre. Caso a inscrição seja confirmada, a equipe terá a mesma base da Terceirona. Ele também ressaltou que o Guarany teve uma boa campanha e agradeceu àqueles que tomaram a frente do clube durante os 33 dias em que esteve afastado por problemas de saúde. “Sinto tristeza por não ter passado, mas clube é assim mesmo, quem assume sabe que pode empatar, ganhar ou perder”, disse.

Escolinha Juan Lugo tem jovem selecionado para avaliação em Porto Alegre

fotos Divulgação

Luan já passou por primeira análise O atacante Luan Silveira de Oliveira, de 8 anos, vai participar, na próxima semana, de uma avaliação no Grêmio Foot-Ball Porto Alegrense . Ele estava inscrito em uma peneira realizada em Bagé, no complexo do Ginásio Presidente Médici, no dia 29 de junho, e foi bem avaliado. Agora, passará por um novo teste. Ele faz parte do projeto Juan Lugo, uma escola de futebol que tem aulas ministradas no bairro Stand.

Projeto A escolinha foi nomeada em homenagem ao pai de Michel Lugo, jogador bajeense com carreira internacional. Juan foi presidente do time amador do Stand por cerca de

Grupo trabalha há oito meses, no bairro Stand três anos, conquistando uma taça de quintas-feiras, das 9h às 10h45min ouro e de prata. Márcio César Duar- e das 13h40min às 15h40min. Olite de Oliveira, um dos responsáveis veira conta que o trabalho não é pelo projeto, é pai de Silveira. Ele cobrado e a ideia é que os meninos conta que, além do atacante, seu fi- tenham uma atividade extra. Olilho mais velho joga no São José, de veira também ressalta que está Porto Alegre, o Felipe - na catego- sempre em contato com as escolas, ria sub-19. Lucas também joga na para saber qual o desempenho dos escolinha e Guiga, de três anos, é o jogadores em sala de aula. “Tenho “mascote” do time – todos filhos de meus filhos e não gostava de ver os Oliveira. garotos envolvidos em má compaO treinador também conta nhia. Então, resolvi fazer um escoque, no final do ano, viaja com linha para todos e, hoje, tenho o nove jogadores para uma avalia- apoio da escola Kalil a Kalil. Semção no Progresso, em Pelotas. O pre vou à escola para ver o comtrabalho no bairro tem oito meses. portamento deles. Se tiverem mal, Atualmente, são atendidos de 50 a em casa e na escola, não treinam. 60 jovens de todos os bairros. Os As notas são muito importantes treinos são realizados nas terças e também”, relata.

daiane.lima.bg@gmail.com

19

Daiane Lima

Padilha retoma trabalhos com Chape Bagé

O treinador Totonho Padilha fará avaliações para a Chapecoense com jogadores da região. Ele relata que recebeu autorização do clube para analisar atletas. Seu primeiro trabalho está marcado para o dia 27 de julho, em Caçapava do Sul, com jovens nascidos nos anos de 2002 a 2005. Para o mês de agosto, as avaliações serão feitas em Cacho-

eira do Sul e Santana do Livramento. Padilha conta que também retomou o trabalho com a Chape Bagé desde segunda-feira. Desta vez, o trabalho será com jovens nascidos a partir de 2009 até 2002. As atividades acontecem no Grêmio Subtenentes e Sargentos, às segundas, quartas e sextas-feiras, no turno da tarde.

Semifinais do citadino de vôlei acontecem domingo Na tarde de domingo, a Secretaria Municipal de Juventude, Esporte e Lazer realiza as semifinais do citadino de vôlei. Os jogos acontecem a partir das 15h, no Ginásio Presidente Médici. Serão 10 equipes divididas em quatro categorias disputando troféus e medalhas na final - que deve acontecer nos dias 28 e 29 de julho.

A equipe Carlos Kluwe enfrenta a Academia Sejel A. A Sulvôlei joga contra a Urcamp/Unipampa e o MC Voleibol enfrenta a Academia Sejel. O Vôlei Bagé disputa com a 3ª Bda Mec, e o Sulvôlei enfrenta Publimar CCGPAC. Além das categorias feminino e masculino, a competição conta o grupo misto.


20

Contracapa

BAGÉ, 21 E 22 DE JULHO DE 2018

www.jornalminuano.com.br

20180721  
20180721  
Advertisement