Page 1

pub

18 SET

PUB

a 01 OUT

2015 Ano XVI | Nº 378 Quinzenal | Sai às Sextas Director: Artur Bacelar

apenas 0,70 € IVA incluído

\\

justiça Primeira instância condena PS a pagar a fornecedor e...

Tribunal considera declarações de candidatos PS como “pouco credíveis”. As declarações de Ricardo Bexiga, Sandra Lameiras e João Torres, candidatos do PS pelo círculo do Porto, p. 04 a 06 foram alvo de crítica pelo Tribunal. Advogada socialista contradiz-se em documentos. \\

indústria Entrevista a António Ambrósio

«relativamente ao ano passado, nos primeiros sete meses do ano, triplicamos os resultados»

\\ política

Hugo Campos, candidato PS à freguesia Cidade da Maia e presidente da Assembleia de Freguesia, desvincula-se p. 07 do partido. \\ desporto

“Hong Kong Boy” vence GP de Portugal de Corridas de Cavalos a Galope p. 18 e 19 FOTO Júlio Sá Ornelas

\\ entrevista

pub

p. 08 e 09

Luís Filipe Reis comemora 25 anos de carreira e oferece bilhetes aos nossos leitores p. 16 e 17


02

sexta-feira 18 de Setembro de 2015

Página Dois editorial \\ artur bace|ar director

Como anda este PS Já há largos meses que temos vindo a acompanhar a notícia que hoje damos sobre o desfecho de um processo judicial que demoveu, entre outros, o Partido Socialista. Trata-se do desfecho, que ainda não transitou em julgado (ou seja

do qual o PS ainda pode recorrer), de um processo evitável pelo caricato da situação e que chega ao mais alto nível da hierarquia nacional do PS. De facto os valores em causa são mínimos face aos “estragos” que, na minha opinião, fará na imagem do Partido Socialista, que se viu condenado em toda a linha e ainda viu o Tribunal considerar, neste processo, três dos seus candidatos pelo Circulo do Porto às próximas eleições como testemu-

CONFERÊNCIA

\\ CASOS DE POLÍCIA

Polícia Judiciária deteve suspeito de incêndio urbano. A Polícia Judiciária identificou e deteve um homem, na Maia, pela presumível prática de crime de incêndio urbano, ocorrido na madrugada do dia 6 de setembro de 2015, pelas 3h30, numa habitação, situada em Milheirós. O incêndio teve origem em ignição perpetrada na porta de acesso à residência, colocando pessoas e bens em perigo. Face à rápida intervenção dos proprietários da habitação, o incêndio não atingiu maiores proporções,

tendo, ainda assim, gerado alguma intranquilidade pública. O suspeito terá agido por vingança, em virtude de ter terminado, contra a sua vontade, uma relação amorosa que vinha mantendo com uma mulher residente na habitação, em conjunto com o seu actual companheiro. O detido, de 25 anos de idade, solteiro e sem antecedentes criminais, foi presente às autoridades judiciais para aplicação das medidas de coação.

\\ ELEIÇÕES

Junta de V.N. da Telha com novo local de voto As Eleições Legislativas 2015 realizam-se já no próximo dia 4 de outubro, domingo, entre as 8:00h e as 19:00h. Este ano, e pela primeira

nhas com «depoimentos vagos, imprecisos, pouco credíveis, comprometidos, sem convencer o Tribunal». É para mim especialmente grave, o facto da advogada do PS, na sua defesa, articular que Hélder Ribeiro «não é nem nunca foi responsável pela campanha do PS Maia», quando foi ela própria que, meses antes, reconheceu oficialmente a sua nomeação. Igualmente grave para mim é o facto de no mesmo articulado, o

vez, as secções de voto estarão divididas pela escola EB1/JI da Prozela e pela escola EB1/JI do Lidador, informa a Junta de Freguesia.

PS, através da sua advogada, desmentir as declarações em Tribunal de Ricardo Bexiga de que só ele podia autorizar tal despesa, diz o PS que «foi nomeado um director de campanha e um mandatário financeiro, cabendo a estes militantes e só a eles, contratar os serviços necessários para o correcto desenvolvimento da campanha», lê-se. Grande trapalhada. Resta saber como vai o Partido Socialista local e nacional reagir face a tal descré-

maiahoje

dito do seu anterior candidato autárquico, actual vereador da CM Maia e candidato a deputado. A postura do PS poderá passar por duas situações, ou fazer de conta que nada aconteceu ou condenar estas situações ficando o candidato fragilizado. Sabemos ainda de fonte segura que toda esta situação está a criar um “mau estar” dentro do PS nacional e dos militantes locais que gostariam de ver a situação resolvida. Vamos ver como.

Movimento maiato MMM - Mais e Melhor Cidadania

O Crime nos Espaços da Cidade: Entre a Inércia e o Escutar da Ciência A Associação Movimento Mais e Melhor Cidadania patrocina uma conferência a realizar na Casa Museu Abel Salazar, São Mamede Infesta, Matosinhos, 25 de Setembro, pelas 21h30m., a ser proferido por Laura Nunes, investigadora do OPVC – Observatório Permanente Violência e Crime – OPVC. Da cidade, globalizada e globalizante, fazem parte os espaços onde operam aqueles que vão contribuindo para a crescente instalação do medo, através de ações que rapidamente passam das incivilidades às práticas criminosas. Como se verificam tais processos e onde se iniciam? Como passar a fazer-lhes frente de forma mais eficaz? Como envolver a ciência em tais formas de combate e como considerar as questões comportamentais envolvidas, sem negligenciar os aspetos

circunstanciais e espaciais claramente implicados? A abordagem ao tema será feita Laura Nunes, cujos últimos dois livros, publicados recentemente no Brasil, tratam destas temáticas. Referem-se aqui as obras “Criminologia – Trajetórias Transgressivas” e “Delinquência – Percursos Criminais”, de que fazem parte textos referentes às questões do crime, das incivilidades e da insegurança nos espaços das modernas cidades. Esses são também, aliás, os pontos que vão sendo explorados no âmbito do Observatório Permanente Violência e Crime, OPVC, através dos estudos que têm sido desenvolvidos pela sua equipa, de que faz também parte Laura Nunes. O OPVC possui uma equipa de investigadores que se dedicam ao desenvolvimento permanente de

estudos sobre a segurança, em parceria com o Comando Metropolitano da Polícia de Segurança Pública do Porto, que muito se tem empenhado para estabelecer pontes entre a investigação criminal e a científica. São ainda estudadas as escolas, sob a perspetiva dos profissionais de ensino, para além de outras linhas de investigação que têm sido desenvolvidas pela equipa de investigadores do OPVC, como o tráfico de seres humanos, o tráfico de drogas, as questões do policiamento e a análise continuada das estatísticas oficiais do crime em Portugal. Inscrição pela página de Facebook de Mais Cidadania: https://www.facebook.com/m mmcidadania

www.maiahoje.pt

\\ DiDASAN organiza IV Simposio distrital

Pensar a dádiva de sangue A Didasan – Associação de Dinamizadores para a Dádiva de Sangue da Paróquia de Gueifães, em conjunto com a FAS - Federação das Associações de Dadores de Sangue de Portugal, vai organizar o VI Simpósio Distrital, amanhã, entre as 14h00 e as 18h30, na Cripta da Igreja de Gueifães. A iniciativa terá a participação de

%

todos os quadrantes relevantes na causa que defendem, IPST, Ministério da Saúde, FAS e Associações. O programa incidirá sobre os temas: Pensar a Dádiva de Sangue; Quem são os Dadores?; Caminhos a percorrer; Relevo das Associações na Comunidade.

pub

x

versão mobile

m.maiahoje.pt siga-nos no

jornal.maiahoje

x

16,80 14eur./ano ou 33,60 25eur./2 anos

NOME_____________________________________________

Sim, desejo ser assinante do jornal MaiaHoje pelo período de ___anos, automaticamente renováveis por igual periodo. Recebo também de oferta o Cartão de Descontos MH

MORADA__________________________________________

assinatura

TELEFONE______________ TELEMÓVEL_________________

Recorte e envie para: Jornal MaiaHoje - Rua dos Altos, 18 • 4470-235 Maia

COD POSTAL_______-____ LOCALIDADE_________________ CN____________

EMAIL____________________________


maiahoje POLÍTICA

sexta-feira 18 de Setembro de 2015

Sociedade

Coligação “Portugal à Frente” em pré-campanha na Maia

«O pior inimigo do Estado social é o Estado falido»

03

Opinião \\ António Silva Tiago

O valor e a utilidade da memória

\\

A comitiva em visita à “Causa da Criança”

A candidatura do distrito do Porto da coligação do PSD/CDS-PP “Portugal à Frente” (PàF) visitou, no dia 11 de Setembro, três instituições de solidariedade social da Maia, designadamente, o lar e centro de dia da Santa Casa da Misericórdia – “Casa de Milheirós”, o lar residencial da APPACDM – Associação Portuguesa de Pais e Amigos do Cidadão Deficiente Mental, em Vila Nova da Telha e, na mesma freguesia, o centro de acolhimento temporário “A Causa da Criança”. Uma escolha «difícil», segundo Pedro Mota Soares, número um do CDS pelo distrito e actual ministro da Solidariedade, Emprego e Segurança Social, face à rede social «muito forte, muito presente, muito junto das pessoas» que o concelho possui. No entanto, na eleição das referidas instituições prevaleceu um motivo «muito relevante». «Foi na Santa Casa da Misericórdia da Maia que eu aprendi que, se tivéssemos a capacidade de flexibilizar um bocadinho as regras que a Segurança Social exigia às instituições, era possível servirmos mais pessoas, mais famílias, mais idosos e, acima de tudo, mais famílias com crianças, não aumentando os encargos das famílias nem das instituições e tendo, única e exclusivamente, um item, que às vezes é raro no mercado mas é muito importante, que se chama bom-senso», disse em exclusivo ao Maia Hoje. «Só numa instituição que é a Santa Casa da Misericórdia da Maia foi possível acolher mais 60 crianças, dar resposta a mais 60 famílias, sem que fosse preciso fazer investimento em betão, sem que as famílias

pub

Por mais que nos tentem convencer do contrário, a memória, quer na sua expressão individual, como na sua dimensão coletiva, tem um valor e uma utilidade concreta para a conformação do nosso pensamento e perspetivas quanto ao futuro. É humano e facilmente compreensível, que as pessoas recorram frequentemente ao exercício da memória, para estruturar as suas ideias e planos para o futuro. Quem algum dia, por vicissitudes várias da vida já teve de enfrentar e resolver situações de enorme adversidade, com dívidas e desequilíbrios nas finanças pessoais, familiares ou empresariais, por erros que porventura até não foram cometidos por si, encontra certamente na memória, uma das melhores ferramentas para pensar e planear a sua vida. É a memória que nos ajuda a não cometer os mesmos erros. É a memória que nos ajuda a não voltarmos a confiar em pessoas ou em ideias e propostas cujos resultados já vimos no passado, e que não nos trazem à mente boas recordações. É a memória que nos ajuda a não correr os mesmos riscos e a não voltar ao passado.

tivessem mais encargos, porque tivemos a capacidade de ouvir as instituições, ouvir as suas preocupações e as preocupações das próprias famílias», acrescentou. O candidato salientou que, para a coligação, esta visita foi «muito importante», na medida em que acredita que foram as instituições sociais que, nos últimos quatro anos, ajudaram a ter uma rede social «que permitiu dizer que ninguém ficou para trás». «Se não fossem as instituições sociais em Portugal não tinha sido possível evitar uma ruptura social e garantir sempre a coesão social e territorial», afirmou. Pedro Mota Soares referiu ainda que há muita coisa por fazer, mas «felizmente» hoje Portugal tem mais condições para as puder fazer. «Hoje, de facto, Portugal pode mais. Portugal pode mais na área social, exactamente por tivemos a capacidade de estabilizar financeiramente o nosso Estado. O pior inimigo do Estado social é o Estado falido. (…) E, por isso mesmo, ter contas públicas sãs e organizadas é fundamental para termos mais coesão social. E este governo conseguiu ao longo dos últimos quatro anos ajudar o país a ultrapassar muitas dificuldades». Uma «oportunidade» para passar de um período «de emergência» para um de «desenvolvimento social» O número um do CDS pelo círculo eleitoral do Porto pediu, em nome da coligação, uma «oportunidade» para «ajudar a ter um país com mais crescimento económico e menos desigualdades do ponto de vista social».

«Queremos passar de um período de emergência e de um programa de emergência social que lançámos nestes quatro anos para, no futuro, um programa de desenvolvimento social. As instituições sociais foram fundamentais no tempo da emergência e as mesmas vão ser essenciais no tempo do desenvolvimento social», sustentou. Questionado sobre o resultado das Eleições Legislativas, Mota Soares revelou-se optimista. «Eu sou daqueles que acredita muito profundamente, porque tenho andado no terreno, tenho falado com as pessoas e tenho ouvido as pessoas, que no dia 4 de Outubro vai ser possível ter um projecto de estabilidade, vai ser possível ter uma maioria para governar Portugal», sustentou. «O nosso pensamento até ao dia 4 é podermos fazer tudo para que Portugal continue a ter condições de estabilidade. A estabilidade é fundamental em Portugal para continuarmos a ter confiança. Com mais confiança temos mais investimento, com mais investimento temos mais economia, com mais economia temos mais emprego e com tudo isto podemos ter um país mais justo, mais coeso e mais solidário», concluiu. No âmbito do programa de actividades da pré-campanha eleitoral das Legislativas de 2015, a coligação PSDCDS/PP visitou ainda, no dia 16 de Setembro, a Tintas 2000, o CEIIA - Centro para a Excelência e Inovação na Indústria Automóvel, sediado na Tecmaia, a Garland e a Lipor II. Rita Santos Fotos: Luís Filipe Azevedo

É a memória que nos liberta e impede de termos de nos sujeitar a experimentar novamente, o sabor amargo de não sermos capazes, por nós próprios, de resolver os nossos problemas, e ter de estender a mão, à ajuda externa, hipotecando a nossa independência e soberania. Temos consciência das dificuldades e dos sacrifícios porque tivemos de passar, para dar a volta e devolver a esperança às pessoas. E essa memória também não pode ser apagada. Mas temos de nos lembrar, por quem e como fomos obrigados a tais sacrifícios, para retirar o país da beira do precipício de uma bancarrota latente, como esteve diante nós em 2011. Nós, os portugueses temos memória. E não esquecemos o passado. E é precisamente porque temos memória e sabemos o seu valor e utilidade, que não vamos querer um regresso ao passado. Não queremos e não podemos deitar borda fora o esforço coletivo de todo um povo. De um povo que compreendeu a gravidade do momento que vivemos em 2011, e soube colocar o interesse nacional e o bem-comum acima dos interesses particulares. No próximo dia 4 de Outubro vamos ser chamados a exercer o nosso dever e direito de escolher como e por quem queremos ser governados nos próximos quatro anos. Nesse dia, o que teremos de decidir e escolher, é se queremos um caminho de facilidades, de devaneio e descontrolo, abrindo os cordões à bolsa do erário público, num desgoverno sem rumo, sem rigor e sem sentido de Estado. Não queremos sentir, outra vez, sobre as nossas cabeças, a pressão externa para regressar a mais resgates financeiros e voltar a ter de viver sob a égide da troica?... Nesse dia, na hora de exercer a soberania da nossa vontade cívica, a nossa memória não nos vai atraiçoar. A nossa memória vai ajudar-nos a escolher o caminho da esperança, rejeitando claramente o regresso ao passado e ao descalabro. O Governo liderado por Pedro Passos Coelho arrostou com a hercúlea missão de devolver a Portugal a credibilidade perdida, a confiança dos agentes económicos e dos investidores, mas também a dignidade e confiança de um povo que nestes quatro anos, conseguiu atravessar e levar de vencida uma das maiores tempestades da sua História. Agora que voltamos a navegar em águas mais serenas, e já se vislumbra um horizonte de esperança, será a nossa memória coletiva a lembrar-nos que este é o rumo certo para Portugal, para Portugal à frente. Acredito com toda a confiança que os portugueses que sabem o valor e a utilidade da memória vão pôr Portugal à frente e votar na coligação PAF. António Silva Tiago, Presidente da Comissão Política do PSD da Maia


04

\\ No fio da Pena Pedro Ferreira

Estamos a poucas semanas das eleições legislativas. Nestes dias, governo e oposição esgrimem argumentos, defendem o seu trabalho e as suas ideias, procurando convencer os eleitores e ganharem os seus votos. Bem sei que há muito boa gente que faz gala de um certo abstencionismo militante, arvorando-se de uma espécie de superioridade ética face “aos políticos” e “aos partidos”, como se uns e outros representassem um tipo de inferioridade intelectual face à sua propensa “independência” e “honestidade”. Sou muito crítico deste tipo de argumento, sobretudo porque, sendo eu cidadão interessado, eleitor activo, militante partidário e activista das causas que tenho como justas, não aceito que me tenham por menos honesto, independente ou autónomo do que qualquer outro. Em todo o caso, compreendo que boa parte deste discurso seja oriundo de um certo desencanto com muitos dos políticos eleitos pelo povo, sobretudo pela pouca fidelidade aos compromissos assumidos e pela manipulação mais ou menos despudorada dos factos em seu favor, elevando a distância entre esse discurso político e a verdade dos factos a uma dimensão colossal. Isto a propósito de um panfleto de propaganda que a maioria PSD/CDS fez chegar a casa de muitos maiatos. Fulanizado por uma deputada local da maioria, o dito panfleto refere um conjunto de decisões que se depreende serem da responsabilidade de PSD/CDS, e que mais não são, nuns casos, de usurpação de trabalho de entidades externas ao Parlamento, e noutros de pura ficção. Veja-se, por exemplo, um conjunto de obras em escolas do nosso município, umas definidas pela CCDRN, uma outra da responsabilidade da Parque Escolar, que os partidos do governo, sem qualquer pejo, assumem como sua obra no dito panfleto. Note-se ainda a “nova legislação da cobrança de portagens nas ex-SCUT”. Ainda me lembro como o PSD da Maia se insurgia contra a introdução de portagens nestas estradas, nomeadamente nas maiatas, pela manifesta injustiça que tal representava para todos nós. Em quatro anos, os deputados da maioria e o seu governo, ao contrário do que insinuam na sua propaganda, mantiveram a situação, esquecendo tudo o que “pregavam” por cá há 5 ou 6 anos. Caso para dizer – bem prega frei Tomás: faz como ele diz, não faças como ele faz. Mas a cereja no topo do bolo é o “prolongamento da linha do Metro desde o ISMAI, na Maia, até ao lugar do Muro, Concelho da Trofa”. Cito a frase conforme está escrita no panfleto, o qual, de resto, guardarei ciosamente para memória futura. Desafio o leitor a chegar ao ISMAI e apanhar o Metro para o Muro. Já agora, faça o favor de informar a Metro do Porto do custo, tempo de viagem e das estações intermédias pois esta empresa, aparentemente, desconhece ainda o meritório trabalho da senhora deputada, do seu grupo parlamentar e do governo que suportou nos últimos quatro anos. Não, caro leitor, Os políticos não são todos iguais. Simplesmente, a inércia (leiase irresponsabilidade) de muitos eleitores que não estão para se maçarem com uma ida às urnas, é que nos condena repetidamente a estes tristes e despudorados espectáculos. Deputado CDU Assembleia Municipal da Maia

pub

sexta-feira 18 de Setembro de 2015

Sociedade JUSTIÇA

maiahoje

Primeira Instância condena PS a pagar a fornecedor e…

Tribunal considera declarações de candidatos PS como “pouco credíveis”. \\ Declarações de Ricardo Bexiga, Sandra Lameiras e João Torres, candidatos socialistas pelo Círculo do Porto, foram duramente criticadas na sentença. O anterior líder do PS António José Seguro; a directora financeira nacional do PS, Rosa Freitas; o director-geral nacional e chefe de gabinete de Seguro, Miguel Ginestal Albuquerque e o deputado Francisco Assis, também prestaram declarações ao Tribunal. Advogada “nacional” do PS contradiz-se em documentos que a própria reconhece e ou assina. A sentença ainda não transitou em julgado. A história poderia não ter este desfecho, mas as partes não se entenderam e tudo chegou à barra do Tribunal. A 30 de Abril de 2014 deu entrada no 2º Juízo de Competência Cível do Tribunal Judicial da Maia uma Acção de Processo Comum 2090/14.0TBMAI - movida pela empresa “Flymedia Audiovisuais, Lda.”, que reclama o cumprimento do contrato firmado no valor de 4.616,19 euros, acrescido de juros de mora, referente a prestação de serviços durante a campanha eleitoral Autárquica 2013 à campanha de Hugo Campos, candidato pelo Partido Socialista à Junta de Freguesia da Cidade da Maia. Nesta acção foram réus a entidade Partido Socialista, Hélder Ribeiro (então mandatário financeiro local) e Hugo Campos, sendo que a referida empresa solicitava o pagamento ao partido e «se tal não acontecer que esta seja paga em partes iguais pelo PS, Hélder Ribeiro e Hugo Campos», lê-se na Petição Inicial ao Tribunal (PI). As coisas não correram bem, porque o Partido Socialista não reconheceu a despesa e tanto Hélder Ribeiro como Hugo Campos disseram ter agido no interesse do PS. A questão O caso remonta a Maio de 2013, quatro meses antes das Eleições Autárquicas, que se realizaram a 29 de Setembro, tendo a campanha decorrido entre os dias 17 e 27. À data, Hugo Campos é candidato pelo PS à Junta de Freguesia da Cidade da Maia e Hélder Ribeiro mandatário financeiro da campanha socialista no concelho da Maia. Na sua PI, de 30 de Abril de 2014, a “Flymedia” alegou que Hélder Ribeiro e Hugo Campos se deslocaram, em Maio de 2013, à empresa e solicitaram, «em nome e no interesse» do PS, a realização de um trabalho para a candidatura de Hugo Campos à referida junta.

Mais acrescentou que, na reunião, os mesmos lhe forneceram um guião para a realização do filme de apoio à campanha e foram acordados os preços, as condições e a duração do trabalho. Hugo Campos foi quem forneceu os dados para emissão da factura, tendo o trabalho ter sido efectuado nos prazos previstos e sem qualquer reclamação. A 15 de Junho decorre a cerimónia pública de apresentação da candidatura de Hugo Campos à junta da Maia, no Fórum Jovem, na qual é exibido o vídeo feito pela empresa supracitada, que incluía «diversas entrevistas a várias figuras públicas do Partido Socialista». A empresa realizou ainda o «apoio audiovisual» da apresentação. A 30 de Julho, a “Flymedia” emite a factura do serviço prestado e envia-a para a sede da Concelhia da Maia do PS. A mesma previa o pagamento a 30 dias, mas tal não aconteceu. Depois de vários emails alegadamente enviados com vista à liquidação da factura, a empresa recebe resposta ao último, datado de 7 de Novembro de 2013. O PS responde, a 13 de Março de 2014, que «os serviços (…) não são do conhecimento dos responsáveis da campanha autárquica do PS Maia, nem foram por eles encomendados ou autorizados», tendo a factura sido «indevidamente emitida». Neste contexto, a empresa contacta Hélder Ribeiro e Hugo Campos que, a 19 de Março, via correio electrónico, confirmam que a factura é devida pela estrutura partidária em causa, por ter sido encomendada e «explicitamente autorizada» pela direcção de campanha do PS Maia. Nesse email, Hélder Ribeiro refere ainda que «a identificação e sugestão da empresa – flymedia – para prestação do referido serviço foi da autoria dos assessores – “Meedbrand” – do candidato à Câmara Municipal [Ricardo Bexiga], em reunião de trabalho e na presença da genera-

lidade dos responsáveis da direcção de campanha». Mais acrescenta que o serviço visou «não só a promoção da candidatura do PS à Cidade da Maia», mas também a das candidaturas municipais do PS Maia, bem como o patrocínio da «capitalização e penetração da imagem política de outros protagonistas federativos e nacionais» da estrutura. O Réu Hugo Campos, advogado, não arrolou mandatário judicial, assegurando a sua própria defesa. Defesa do PS A 30 de Maio de 2014, o PS contestou a acção, arrolando como testemunhas Ricardo Bexiga, Pedro Soares (mandatário financeiro local posterior a Hélder Ribeiro); Sandra Lameiras (directora de campanha local); Jorge Catarino (presidente da Comissão Política Concelhia da Maia) e Rosa Freitas. Diz a defesa socialista, protagonizada pela advogada Isabel Meirinho, que «jamais encomendou, contratou ou adquiriu à “Flymedia” qualquer bem ou serviço», desconhecendo o PS e os seus representantes qualquer relacionamento comercial. Lê-se na impugnação da estrutura partidária em causa que «não basta que um qualquer cidadão se dirija a uma empresa, estabeleça uma negociação para aquisição de um bem ou serviço, e esta mesma empresa preste tal serviço sem que, previamente, se informe se aquele cidadão está em condições de representar a vontade jurídica de quem adquire», pelo que entende que foi Hélder Ribeiro quem contactou a “Flymedia” e esta, sem nada verificar, prestou o serviço. Para o PS (e de acordo com os seus estatutos) só o secretáriogeral representa o partido, embora se faça representar delegando competências para agilizar procedimentos. Referiu o PS que nas referidas eleições autárquicas

nomeou um mandatário nacional que delegou localmente em Pedro Soares as suas competências financeiras e de direcção em Sandra Lameiras, «únicas pessoas capacitadas para autorizar a contratação de serviços». Mais acrescenta que o PS contestou de imediato a factura quando esta lhe foi apresentada. O PS esclareceu ainda que Hélder Ribeiro «não é nem nunca foi responsável pela campanha autárquica do PS Maia, nem como director de campanha, nem como mandatário financeiro», até porque se desvinculou em 8 de Julho de 2013, tendo inclusive sido candidatado nessas eleições pelo PAN – Partido pelos Animais e pela Natureza. A defesa socialista reconheceu que Hugo Campos foi seu candidato, mas que não tinha poderes para vincular o PS; salientou que nunca conferiu a Hélder Ribeiro e a Hugo Campos mandato para serem seus representantes na contratação de serviços, frisando ainda que as concelhias e as secções do PS não têm personalidade e capacidade jurídica. Contestação de Hélder Ribeiro Hélder Ribeiro também contestou a acção e arrolou como testemunhas, entre outros, José Luís Carneiro (presidente da Federação Distrital do Porto); Ricardo Bexiga; Francisco Assis; Miguel Ginestal ; Rosa Freitas; Sandra Lameiras e Jorge Catarino. Diz o então Réu na sua contestação que o crédito invocado pela “Flymedia” enquadra-se no conceito de despesa de campanha e, como tal, não poderá ser julgada em Tribunal Cível, mas sim pelo Tribunal Constitucional. A contestação refere também que Hélder Ribeiro terá sido arrolado de forma ilegítima, dado que este agiu em nome do PS e, no momento já não é militante daquele partido. Alega igualmente que nunca contratou qualquer tipo de serviços com a


maiahoje

sexta-feira 18 de Setembro de 2015

empresa e que qualquer acto a acontecer teria sido na qualidade de mandatário em nome do PS, cargo para o qual estava legitimamente designado, nunca se tendo apresentado na qualidade de mandatário financeiro do PS. Por outro lado, Hélder Ribeiro acusa o PS de «litigar de má-fé», dado que diz nunca o ter nomeado para mandatário financeiro quando a própria advogada que defende o PS assina e reconhece presencialmente dois documentos de nomeação onde tal é referido, requerendo que o PS seja condenado ao pagamento das despesas e honorários ou outras que o Tribunal entenda. Entretanto, o Tribunal decidiu a sua competência, negando a pretensão de Hélder Ribeiro, dado que considera que o que está em causa é o reconhecimento da dívida, não estando em discussão a regularidade ou legalidade das contas da campanha eleitoral. O Tribunal concluiu ainda que Hélder Ribeiro é passível de ser julgado. O que foi provado pelo Tribunal Foi dado como provado pelo Tribunal que Hélder Ribeiro foi nomeado mandatário financeiro local para o concelho da Maia por Miguel Ginestal, director-geral nacional do PS, a 9 de Maio de 2013; que no âmbito da referida campanha eleitoral, a direcção de campanha do PS Maia, nomeadamente Hélder Ribeiro, autorizou a realização de uma acção eleitoral (composta por um vídeo promocional com mensagens de apoio de diversos dirigentes e militantes do PS e apresentação pública da candidatura) referente à apresentação da candidatura da lista encabeçada por Hugo Campos à Junta de Freguesia da Cidade da Maia, a qual foi atribuída à «Flymedia», numa reunião da direcção de campanha, por sugestão da sociedade “MeedBrand” que, à data, prestava serviços de assessoria a Ricardo Bexiga. Neste contexto, o Tribunal reconheceu que Hugo Campos e Hélder Ribeiro, que na altura exercia as funções de mandatário financeiro local, se reuniram com a empresa, acertando com a mesma os termos, os preços, as condições e a duração dos serviços que pretendia, tendo a empresa cumprido o contrato. Foi demonstrado que, nesta reunião, Hélder Ribeiro não invocou expressamente a qualidade de mandatário financeiro local. A emissão e envio para a sede da Concelhia do PS da Maia da factura no montante de 4.616,19 euros, bem como a negação, por parte do PS, da

encomenda ou autorização de qualquer serviço constam também dos factos provados. O Tribunal deu ainda como provado que a 22 de Junho de 2013, Hélder Ribeiro pediu a demissão do cargo de mandatário financeiro local, sendo substituído por Pedro Soares, conforme anúncio publicado a 3 de Agosto de 2013 e que a 8 de Julho de 2013, Hélder Ribeiro pediu a sua desvinculação de militante da estrutura partidária. Ficou igualmente provado que o Partido Socialista «retirou benefícios da prestação dos serviços desenvolvidos pela empresa em questão. O que disseram os réus e as testemunhas Chamado a depôr, Hugo Campos descreveu «de forma pormenorizada» a sua intervenção na campanha eleitoral, bem como a mesma, nomeadamente quanto à organização da direcção de campanha e das demais estruturas e candidaturas; referiu os termos em que a acção de campanha foi autorizada pela direcção de campanha e pelo mandatário financeiro local, esclarecendo que a mesma era do conhecimento de todos os interessados. O Tribunal considerou que Hugo Campos depôs «de forma clara, coerente e credível». No seu depoimento, Hélder Ribeiro pronunciou-se quanto às circunstâncias em que foi nomeado mandatário financeiro local e quanto aos motivos pelos quais renunciou ao exercício desse cargo, bem como da qualidade de militante do Partido Socialista; disse que mesmo antes da sua nomeação como mandatário financeiro local já tinham sido efectuadas despesas relativas à campanha e que as acções destinadas à apresentação da candidatura de Hugo Campos tinham sido «amplamente» discutidas pela direcção de campanha, autorizadas e aprovadas por todos os responsáveis e por ele próprio na qualidade de mandatário financeiro local. Clarificou ainda que, aquando da sua substituição no referido cargo, não manteve qualquer contacto com o novo mandatário, nem houve qualquer transmissão de documentação. As declarações de Hélder Ribeiro foram consideradas «sérias e escarnecedoras». No documento escrito que enviou ao Tribunal, Francisco Assis confirmou que participou no vídeo de apoio a Hugo Campos, desconhecendo «em absoluto» as circunstâncias em que acção de campanha foi decidida e realizada.

Sociedade António José Seguro «prestou o seu depoimento de forma correcta e séria, mas revelou não ter conhecimento directo de qualquer facto com interesse para a decisão da causa», lê-se na decisão judicial. À semelhança de José Luís Carneiro, limitou-se a descrever a organização interna do PS. João Torres, que integrou a direcção de campanha, mencionou que, da memória que guarda dos factos, a questão da apresentação da candidatura de Hugo Campos não foi discutida pela direcção de campanha, salientando que não participou em todas as reuniões da mesma. O Tribunal considerou que o depoimento foi prestado «de forma vaga e imprecisa, sendo manifesta a intenção de não se comprometer». Por sua vez, Rosa Freitas revelou que só teve conhecimento dos factos já na fase de litígio, tendo esclarecido «de forma clara» quais os trâmites que deviam ser seguidos com vista à autorização e pagamento de despesas no âmbito das campanhas eleitorais. Ricardo Bexiga sublinhou que a decisão final sobre qualquer despesa teria de passar necessariamente pelo seu aval, sendo que a sua decisão se sobrepunha às posições assumidas pela directora de campanha e pelo mandatário financeiro local. No entanto, «não só esta afirmação não foi corroborada por qualquer outra testemunha, como não foi junto qualquer documento emanado da estrutura de campanha que permita concluir que nas eleições autárquicas de 2013 esse critério tenha sido adoptado no concelho da Maia. Acresce que tal forma de aprovação de despesas seria contrária, quer às regras legalmente estabelecidas, que às regras internas aprovadas pelo réu Partido Socialista», aponta a decisão judicial. O Tribunal considerou ainda que durante o seu depoimento notou-se uma «forte animosidade pessoal» de Ricardo Bexiga relativamente a Hugo Campos e Hélder Ribeiro, sendo esta recíproca. A testemunha em causa referiu que a despesa nunca foi autorizada e que a acção eleitoral nem sequer foi objecto de discussão, quer nas reuniões da direcção de campanha, quer em qualquer outra ocasião, o que não convenceu o tribunal, até porque o seu depoimento é contraditado pelos depoimentos dos então réus (Hugo Campos e Hélder Ribeiro), «os quais pelo seu teor e pela forma como foram prestados se revelaram mais credíveis». Acrescenta o Tribunal que ficou patente que Hugo

Campos e Hélder Ribeiro «revelaram estar mais “confortáveis” e incisivos, enquanto a testemunha Ricardo Bexiga demonstrou um manifesto desconforto». «Acresce que não se afigura minimamente credível que uma acção de campanha como a que foi realizada, quer pela sua própria natureza, quer pela relevância partidária dos intervenientes nas diferentes entrevistas não fosse objecto de qualquer discussão prévia. Ainda menos se afigura crível que depois de terem conhecimento das diligências em curso (desde logo quanto contactados para gravarem as entrevistas) nenhum dos responsáveis tenha questionado o réu Hugo Campos quanto ao que estava a suceder, designadamente quanto à forma de pagamento da acção de apresentação da candidatura, ainda para mais quando era do conhecimento geral que essa despesa teria de se reflectir necessariamente nas contas da campanha», concluiu o Tribunal. Relativamente a Miguel Ginestal, a sentença apreciou que este depôs «de forma clara», confirmando a nomeação de Hélder Ribeiro para o cargo já referido e revelando não ter conhecimento directo dos factos. Pedro Soares disse que a forma de atribuição de fundos a cada uma das candidaturas foi decidida antes da sua nomeação como mandatário financeiro local, ou seja, quando essas funções eram exercidas por Hélder Ribeiro. O Tribunal considerou que Pedro Soares depõs de forma «vaga e comprometida» e não convenceu da veracidade de todas as suas declarações, nomeadamente, quando referiu que não se lembrava de ter sido discutida a acção de campanha, embora tenha admitido que tal pudesse ter sido analisado numa das reuniões em que não esteve presente. No seu testemunho, Sandra Lameiras, não convenceu o Tribunal nem quando afirmou que a acção de apresentação da candidatura de Hugo Campos não foi autorizada nem discutida, mas também quando referiu que as decisões quanto às despesas teriam que ser tomadas em conjunto por Ricardo Bexiga, por ela própria, pelo presidente da concelhia e pelo director financeiro local. Por último, Jorge Catarino esclareceu que à data da apresentação de candidatura, tal acção era do conhecimento prévio de todos os intervenientes. «Afirmou assim que não foi a realização dessa acção de campanha que gerou desconforto nos demais intervenientes e membros da

05

Ângulo Recto \\ António Neto

Os caminhos!... O período eleitoral está viciado, dadas as condições e os meios para o debate das ideias e propostas que não respeitam os princípios da igualdade e equidade devido à intencional bipolarização informativa em torno da candidatura da ultradireita e da candidatura do centro. Deixam um ar de pluralismo ao permitir alguns salpicos da esquerda com objectivo claro de impedir a mudança de rumo!. Os comentadores, com raras excepções, que confirmam a regra, alinham pela cartilha da austeridade e dos poderes instalados ao serviço dos grandes grupos financeiros e económicos. Há por parte de quem domina a comunicação social a intenção de impedir que o povo perceba que há itinerários políticos alternativos! As alterações das medidas de coação do anterior primeiro-ministro e o circo mediático montado por alguma comunicação social e a permanente presença (por vezes encapotada) do actual primeiro - ministro contrastou, por exemplo, com a cobertura da Festa do Avante um dos mais significativos e importantes acontecimentos culturais e políticos do País. Alguma comunicação social não pretende debater as propostas concretas e alternativas sobre as consequências da politica de austeridade, do Tratado Orçamental e as medidas que cada força politica (com a excepção da maioria de ultra direita que é mais do mesmo) apresenta no que concerne, designadamente, à divida, politica fiscal, Segurança Social, Código do Trabalho. desemprego, Justiça, Saúde, Educação e privatizações O País precisa de trilhos que permitam acessos e veredas que não aumentem as desigualdades e o empobrecimento. Há quem fale que não outros caminhos lembrando tempos tenebrosos do pensamento único tão do agrado de alguns! É, imperioso interromper o caminho de destruição total dos alicerces do Estado Social, de total liberalização da economia e da lógica da caridade como pratica social. O caminho da privatização das empresas publica estratégicas e entrega, em alguns casos ao desbarato através de negociatas precipitadas e no mínimo pouco transparentes ao capital estrangeiro, deixanos sem alavancas fundamentais para o desenvolvimento da economia e do aumento da carga fiscal não impediu o aumento da divida e o empobrecimento do País. O caminho de empurrar os jovens licenciados para a emigração deixou-nos sem capital humano formado e pago pelo País capaz de contribuir para o impulsionar, transformar e desenvolver, O caminho das alterações às leis laborais, a liberalização dos despedimentos e diminuição das indemnizações não estancou o aumento galopante do desemprego e da precarização das relações laborais. Os caminhos da austeridade, dos cortes nos salários e pensões que empobreceram as pessoas e o País aprofundaram as desigualdades tornando os ricos mais ricos e os pobres mais pobres. Interromper actual caminho é um imperativo nacional! Derrotar a direita ultraliberal (das mais retrógradas e fundamentalistas da Europa) é uma atitude de consciência contra as políticas da mentira que nos tolhem! Téc.Sup. A.Jurídica/BE BlocoEsquerda

pub


06

sexta-feira 18 de Setembro de 2015

Sociedade

\\ Opinião Mário Lopes

SEGURANÇA SOCIAL A campanha eleitoral para as eleições legislativas de 4 de Outubro está em curso, embora oficialmente só se inicie a 20 de Setembro. As forças políticas concorrentes estão activas no contacto com os eleitores, seja na interacção directa com as arruadas seja através dos órgãos de comunicação social. Existe contudo uma alteração estratégica relativamente aos actos eleitorais anteriores, designadamente no que se refere ao uso de outdoors, cuja evidência atesta uma substancial redução em comparação com eleições passadas, o que pode indiciar que este meio publicitário está a perder eficácia comunicativa. Como português nascido em 1968, a questão que mais directamente me preocupa é certamente aquela que é transversal à sociedade portuguesa, designadamente a relacionada com a Segurança Social e o pagamento de pensões futuras. Com efeito, segundo as condições actuais e sem que se produzam alterações no sistema, se me reformar aos 67 anos irei auferir uma pensão igual ou inferior a 40% do último salário auferido, quando actualmente esta percentagem é muito superior. Esta é uma evidência simplesmente assustadora que faz de mim um português de segunda, onde se nada acontecer, estarei condenado a um futuro muito pior do vivido pelas gerações de reformados anteriores à minha. Deste modo, a minha geração tem o direito de exigir que o contrato social seja cumprido, isto é, que as nossas pensões sejam apuradas nas bases em que foram calculadas, não as actuais, mas as anteriores. E porquê? Porque não nos consideramos menos merecedores do que aqueles, nem consideramos que nesta matéria o mandato representativo tenha poder para isentar moralmente os responsáveis por esta situação, para além de não aceitarmos desculpa da escala europeia, pois temos responsabilidade em saber governar a nossa casa sem necessidade de interferências externas. Ora, atendendo a que a sustentabilidade da Segurança Social não está garantida, muito pelo contrário, como se compreende a proposta do Partido Socialista em proceder à sua descapitalização actual, com a promessa de reposição no futuro? Não seria mais credível propor exactamente o inverso e assim ajudar a resolver um problema reconhecido por todos? Mais do que plafonamentos horizontais ou verticais que representam apenas uma parte de um sistema, este é um problema que tem de ser efectivamente atacado e corrigido, em nome da coesão e justiça social! Licenciado em Ciências Sociais.

direcção de campanha, mas que as críticas apenas incidiram nos meios utilizados para o efeito». O Tribunal salientou ainda que, não obstante todos os intervenientes terem mantido as versões previamente sustentadas nas suas inquirições, foi patente que Hugo Campos e Hélder Ribeiro manifestaram «uma maior segurança e coerência», enquanto as testemunhas Ricardo Bexiga e Sandra Lameiras «assumiram uma posição mais defensiva e comprometida». A decisão O Tribunal julgou, então, procedente a acção intentada pela “Flymedia” e, consequentemente, condenou o Partido Socialista a pagar à empresa a quantia de 4.616,19 euros, acrescida dos juros de mora contados desde 30 de Agosto de 2013, absolvendo, assim Hélder Ribeiro e Hugo Campos do pedido subsidiário contra eles deduzido. «Tal não obsta a que, posteriormente, estes réus possam vir a ser internamente responsabilizados pelo réu Partido Socialista, caso seja alegado e demonstrado que os mesmos violaram alguma obrigação que sobre eles incidia ou que ultrapassaram os poderes e o mandato que detinham», acrescenta a sentença. Relativamente ao pedido, formulado pela empresa e por Hélder Ribeiro, de condenação do Partido Socialista como litigante de má-fé, este foi considerado improcedente, sendo assim o PS absolvido. Rita Santos Artur Bacelar

\\ Opinião Virgílio do Vale

INVASÃO DA EUROPA - 2 Conversando, há dias, com amigos, aquando do lançamento de um livro de autor transmontano, foi abordado o tema desta fuga de milhares de gentes sem norte e à procura de pão e paz para as suas vidas. O desconforto é enorme, tanto para elas como para todos quantos tentam abordar o tema com seriedade e o mínimo de parcialidade. E há questões que se colocam e cuja resposta é uma enorme dúvida para todos: quem paga as enormes de-

maiahoje

\\ REACÇÕES Ricardo Bexiga diz que, mesmo com a sentença, PS poderá vir a responsabilizar «interna e externamente» o “candidato”. Contactado pelo MH para comentar a decisão judicial, o candidato socialista pelo círculo eleitoral do Porto considerou que «o que estava em causa não era a não realização da despesa ou até o valor da despesa. O PS não punha isso em causa. O que o PS punha e põe em causa é que o candidato fez uma despesa que internamente não estava autorizado». Ricardo Bexiga disse mesmo que «interna e externamente» o partido agora pode exercer o direito de regresso sobre o candidato. «Do ponto de vista interno as normas não foram cumpridas e, portanto, houve uma despesa que foi feita por um candidato que não teve autorização interna. E o partido naturalmente vai avaliar isso e, se calhar não é por acaso que o Dr. Hugo entretanto resolveu demitir-se do partido». Relativamente ao facto do Tribunal ter considerado o seu depoimento «pouco credível» e a sua postura «defensiva e comprometida», Ricardo Bexiga escusou-se a comentar por ser advogado, mas adiantou que «o juiz tem que fundamentar a sua decisão e ele entendeu que para o fazer devia considerar outros depoimentos que não o meu e o da directora de campanha». João Torres não comenta Número sete na lista do PS à Assembleia da República (AR) pelo Porto, João Torres não se alongou em comentários. «A única coisa que posso dizer é que fui testemunha desse processo, testemunhei de acordo com aquilo a que assisti e respondi com o meu conhecimento dos factos às perguntas que me foram colocadas e não tenho mais nada a acrescentar a esse respeito», disse. Hélder Ribeiro “pede” a demissão dos intervenientes Réu no processo em causa, Hélder Ribeiro considerou que este caso «não foi nem mais nem menos que um calote do PS a uma empresa competente e honrada que prestou um bom serviço em altura de campanha eleitoral». Hélder Ribeiro vai mais longe e acusou a estrutura partidária da qual foi militante de, em Tribunal, «mostrar o melhor do seu pior». Foi «um PS sem honra, sem vergonha, um PS mentiroso. E este não é um PS qualquer, é um PS cujos protagonistas foram e são José Luís Carneiro, Ricardo Bexiga, João Torres, Sandra lameiras, Jorge Catarino. Isso é que é lamentável», sublinhou. Para uma instituição «que preconiza ter sido criada para perseguir o bemcomum», frisou, «estes e outros episódios provam exactamente o contrário, fruto da captura que sofreu por parte de gente que faz uma mistura pouco saudável entre política e negócio». Hélder Ribeiro defendeu ainda que «a haver ética e moral na política», os intervenientes neste processo deviam demitir-se de todos os cargos que ocupam no interior do partido, bem como saírem das listas em que são candidatos à AR. Jorge Catarino prefere «discussão interna» Testemunha e presidente da Comissão Política maiata, não quis tecer comentários, tendo no entanto afirmado que tudo fez para que a situação fosse resolvida dentro da normalidade «Tudo o resto será discutido internamente», disse. O Maia Hoje tentou contactar a então Directora de Campanha, Sandra Lameiras, também ela interveniente como testemunha no processo, mas apesar de várias tentativas telefónicas, tal não foi possível. RS c0m AB

spesas que essas pessoas fazem para realizarem a viagem? Quem lucra com toda essa debandada de multidões? Quais as consequências futuras desse movimento de apátridas? Trata-se, de facto, de uma verdadeira invasão, aparentemente pacífica mas que transporta no seu seio o vírus da destruição a médio prazo. Faz-me lembrar a História do Império Romano, nos tempos da decadência, durante os séculos IV e V. Na verdade, os povos bárbaros foram entrando sub-repticiamente nas várias províncias romanas; tomaram contacto com as riquezas existentes, com as debilidades sociais e políticas; instruíram e educaram os seus filhos como qualquer patrício e, na segunda metade do século V deu-se a invasão violenta dos Francos, Lombardos, Alamanos, Anglos, Godos, Suevos, Alanos Vândalos e, por fim, os Hunos tomaram Roma sob a chefia de Átila que havia sido aluno aplicado e submisso às ordens de pedagogos latinos e gregos. Em

Roma são vários os exemplos de destruição com ruínas majestosas que podem agora ser visitadas. Em Portugal temos o melhor exemplo nas ruínas de Conimbriga, uma bela urbe que os Vândalos destruíram quase por completo. Igual sorte prevejo para a Europa e para a civilização ocidental, a médio e longo prazo. Na França já vivem mais de 6 milhões de islamitas; na Alemanha mais de 2 milhões, bem como na Inglaterra e na Espanha. O Estado Islâmico ambiciona reconquistar a Península Ibérica e quando a Europa cair às mãos dos títeres de Mafoma, maus dias esperam aqueles que forem habitantes da nossa terra. Sabe-se que cada pessoa adulta, para empreender a viagem, tem de pagar cerca de dez mil euros aos traficantes e estes lucram, por ano, qualquer coisa como sete mil milhões de dólares. É muito dinheiro que entra nos bolsos desse facínoras, sem qualquer pagamento de impostos pois tudo decorre fora de qualquer norma legal.

Por outro lado, consta que há projectos de uma teoria geopolítica que pretende promover o caos na Europa que se iniciou com a globalização comercial; passou pelo acordo de Shengen eliminando fronteiras; e pretende o fim dos estadosnação, de modo a tornarem inviável uma resistência eficaz contra esse desiderato. Acresce ainda o incremento de propaganda eficaz contra o Cristianismo e contra princípios normativos e éticos, de modo a deixarem as pessoas indefesas. Nesse caso, a Europa deixará de ser o centro de poder político, económico e cultural que sempre tem sido, desde os tempos do Império Romano. É que, para tanto, não haverá EU nem ONU que consigam deter ou contrariar esse movimento de destruição do mundo europeu. Nessa altura sobrevirá a nossa cultura ocidental em terras da América e da África Austral porque a Setentrional e a Ásia serão dominadas pelo Islão.

PUB


maiahoje ENTREVISTA

sexta-feira 18 de Setembro de 2015

Sociedade

Hugo Campos, presidente Assembleia da Cidade da Maia e Coordenador da Secção de Gueifães abandona o PS

«Também no PS, a lógica do poder e dos negócios fala mais alto» O militante do PS e coordenador da Secção de Gueifães do Partido Socialista “bateu com a porta” e apresentou a sua demissão de militante. Sai magoado mas diz que «no PS há muita gente boa, de boa-fé e que vive o partido com paixão», acrescentando no então que «não tivesse tido na minha campanha a presença de alguns dirigentes e candidatos municipais do PS Maia, a minha candidatura à freguesia da Cidade da Maia teria atingido um score muito superior», disse o actual presidente da Assembleia de Freguesia da Cidade da Maia que apesar de se dedicar agora mais à família garante que irá «continuar a seguir toda a atividade política com muita atenção». Jornal Maia Hoje – Depois de quase 15 anos de militância no Partido Socialista, demitiu-se do partido. Quais as razões que aponta para esta tomada de posição? Hugo Campos - Esta foi uma decisão profundamente maturada. Saio com a convição plena de que honrei todos os cargos políticos que desempenhei até hoje. Fui sempre um militante participativo, interventivo, trabalhador. Procurei sempre servir a comunidade e ser uma referência para todos aqueles que me acompanharam e em mim depositaram confiança. Infelizmente, também no PS, a lógica do poder e dos negócios fala mais alto, capturando as estruturas e relegando para segundo plano o que deveria ter a primazia, o bem-estar das populações. Quando uma organização atinge este nível de entropia e nada podemos fazer, o melhor é sair para não sermos coniventes e antes que acabemos contaminados. JMH – Sai zangado com o partido, as pessoas, a ideologia? HC - Não, saio orgulhoso com tudo o que fiz ao serviço do PS. Saio é triste porque me convenci de que este PS, com o espartilho de interesses que o envolve, muito dificilmente se conseguirá regenerar. Saio determinado também porque não revejo os valores originais do partido neste PS Maia. JMH – E isso é generalizado? HC - Evidentemente que não. No PS há muita gente boa, de boa-fé e que vive o partido com paixão. Pessoas genuínas, honestas e de carácter, que ganham a vida a trabalhar e que do partido nada mais querem do que serviço em prol do bem comum. JMH – No filme, o título era “Quem Tramou Roger Rabbit”. Questiono: “Quem Tramou Hugo Campos” na questão do Tribunal? HC - Ninguém tramou ninguém. Apenas que quem devia (PS) não queria pagar. O negócio inerente às campanhas eleitorais e a opacidade das contas da Federação Distrital do Porto

fizeram o resto. Estive sempre de consciência tranquila neste processo ao ponto de não arrolar mandatário judicial. Assegurei eu próprio a minha defesa, na convição plena de que se faria justiça. A sentença é clara, e cito, “… Hugo Campos prestou o seu depoimento de forma coerente e credível, logrando convencer o tribunal da veracidade das suas declarações, desde logo porque parte das mesmas foram corroboradas pelos documentos juntos ao processo.” Já o mesmo não se pode dizer dos depoimentos da parte do condenado (PS) – Ricardo Bexiga, Sandra Lameiras, etc. - e cito, “… depoimentos vagos, imprecisos, pouco credíveis, comprometidos, sem que tenham logrado convencer o tribunal.” JMH – Ricardo Bexiga, na altura cabeça de lista à Câmara da Maia e Sandra Lameiras, directora de campanha, disseram em Tribunal que eram eles que deveriam aprovar a despesa e mais, que tal nunca tinha sido discutido. Já o líder da concelhia, Jorge Ferreira Catarino diz que não esteve presente em todas, mas alertou para a necessidade de se resolver a questão. Como vê esta diferença entre o que defendeu e o que foi dito? HC - Os factos dados como provados em tribunal evidenciam o contrário. Mostram que a despesa em questão foi amplamente discutida nas reuniões da direcção de campanha, tendo sido autorizada e aprovada por todos os responsáveis, designadamente pelo mandatário financeiro local. O Dr. Ricardo Bexiga referiu ao tribunal que a decisão final sobre qualquer despesa teria de passar necessariamente pelo seu aval, sendo que a sua decisão se sobrepunha às posições assumidas pela directora de campanha e pelo mandatário financeiro local. Esta afirmação, além de grave porque ilegal, não foi corroborada por qualquer outra testemunha, como não foi junto qualquer documento emanado da estrutura de campanha que permita concluir que nas eleições autárquicas de 2013 esse critério tenha sido adoptado no concelho da Maia. Acresce que tal forma de aprovação de despesas seria contrária, quer às regras legalmente estabelecidas, quer às regras internas aprovadas pelo Partido Socialista. Este desconhecimento evidenciado por um Jurista mostra muito daquilo que foi a postura adoptada por alguns ilustres do PS Maia em todo este processo judicial. Também o Dr. Ricardo Bexiga não logrou convencer o tribunal da veracidade do seu depoimento. JMH – Em seu entender porque é que o PS não quis arrumar logo a questão? HC - Irresponsabilidade, sensação de impunidade por parte dos seus dirigentes.

JMH – Politicamente, desta questão, há também uma “factura” a pagar. Na sua opinião quem saiu perdedor? HC - O grande perdedor na minha modesta opinião é o Partido Socialista. Perde judicialmente, perde credibilidade e perde mais um militante de valor tal como outros que já perdeu no passado recente. São vários os casos de personalidades de reconhecido mérito que abandonaram, que se afastaram ou até que continuando no PS não se querem publicamente envolver com certas práticas e dirigentes por motivos idênticos. Estou, aliás, hoje convencido de que não tivesse tido na minha campanha a presença de alguns dirigentes e candidatos municipais do PS Maia, a minha candidatura à freguesia da Cidade da Maia teria atingido um score muito superior. JMH – Esta entrevista tinha sido combinada já há algum tempo, no entanto não teme que o acusem de alguma represália dado que estamos à porta de uma Campanha Eleitoral? HC - Este foi o tempo da Justiça e eu respeito-o. Como sabe, decidi em devido tempo aguardar em silêncio pelo veredito judicial e que só me pronunciaria no final. Por isso, hoje aqui estou a fazê-lo. É certo que todos seremos chamados a votar daqui a menos de um mês para eleger deputados à Assembleia da República. É certo também que são os mesmos dirigentes que tão má nota deram de si próprios e do PS em tribunal, que agora integram a lista pelo distrito do Porto. A palavra final caberá aos cidadãos no momento de votar. JMH – Existe um compromisso seu para com os eleitores que o levaram a ser eleito para a Assembleia de Freguesia da Cidade da Maia. Vai também pedir a sua demissão ou assumirá o compromisso como independente? HC - Quando apresentei a minha proposta política para a Cidade da Maia propus-me servir a freguesia ao longo dos quatro anos do mandato. Não sou pessoa de deixar os meus compromissos a meio pelo que assumirei o cargo como independente. Seria uma irresponsabilidade deixar a Assembleia de Freguesia neste momento. JMH – Há também a questão de ser Presidente da Mesa da Assembleia de Freguesia… HC - Exactamente. Além das razões atrás aduzidas, acresce ainda que por votação dos deputados, em sede de Assembleia de Freguesia, fui eleito Presidente da Assembleia. Dei nota à Sra. Presidente de Junta e a todos os Líderes Partidários de que continuarei a assumir essa responsabilidade como cidadão independente.

JMH – Continuando com o seu trabalho na Assembleia há ainda matérias importantes para serem resolvidas… nomeadamente o caso do Zoo, actualmente em Tribunal. Quais as suas espectativas? HC - É uma questão que, nesta fase, está a ser dirimida pelos tribunais e sobre a qual não me vou pronunciar. Diria apenas que espero que esta questão se clarifique rapidamente, a bem da freguesia Cidade da Maia e dos seus cidadãos. É uma matéria importante, mas existem outras também muito importantes que ainda não têm resposta e que me preocupam sobremaneira. JMH – Em seu entender quem tem razão? O anterior presidente de Junta da Maia ou a actual presidente da Cidade? HC - A assembleia de Freguesia da Cidade da Maia a que tenho a honra de presidir, fez sobre a matéria em apreço um excelente trabalho, através de um grupo de trabalho que teve a incumbência de se debruçar e pronunciar sobre o assunto. Dignificamos com isso o poder autárquico e contribuímos como o nosso melhor para o esclarecimento e resolução de um problema que, estou seguro, muitos dos nossos concidadãos não compreendem como pôde acontecer. Assacar culpas a terceiros é sempre o mais simples, difícil é apontar e construir soluções. É isso que mais me motiva e é nisso que quero estar mais concentrado. JMH – Há também um problema orçamental a ser resolvido… HC - Como é público, desde o início deste mandato, os documentos previsionais apresentados à Assembleia de Freguesia, bem como a generalidade de outros documentos têm sido sucessivamente reprovados. Como é patente, a cooperação e o diálogo entre os diferentes blocos políticos em presença não tem sido possível. Creio ser pioneiro no concelho o trabalho articulado entre PS, BE, CDU e MMM, revelador e consequência também de um autismo e inabilidade democrática incompreensível por parte da força beligerante que sustenta o Executivo da Junta de Freguesia da Cidade da Maia. JMH – Politicamente, tem sido sempre activo em várias causas. Estou-me a lembrar por exemplo do encerramento dos CTT. Vai continuar a actividade política? A “solo” ou nalgum partido? HC - Vou continuar a seguir toda a atividade política com muita atenção, por agora, mais no aconchego da minha família, tão sacrificada que tem sido nos últimos tempos. Artur Bacelar

07 \\ Opinião

Luís Mamede

Tempestade sem retorno Depois das férias gozadas para uns e do somatório de tempos mortos para tantos outros, eis que chegam os sinais de mudança. Pensaram alguns: vem o outono. Em ressonância, outros bocejam: nada demais; apenas frações de tempo amarrados a um ciclo, por vezes vicioso, e outras vezes mergulhado em trajetórias inquinadas de informação em contexto de governação. Mesmo com acelerados ventos e gotículas aos molhos sobrepostos por densas ramagens, os estragos, quando os houve, foram centrados nos lugares visíveis e de circulação de matéria. Quantas ruas não foram ferozmente visitadas, quantas árvores não foram volvidas, sem que as pessoas tivessem optado para a refundação das almas e tempero dos gestos, em sociedade desagregada e totalmente alienada em fugazes esquemas e egoísmo. O miserável na condição humana está aos olhos de quem quer ver, de que a avalanche de refugiados para a europa é doença global identificada. Por cá trabalham-se campanhas, arruadas e discursos. Ora as cassetes são fiéis com púlpito avermelhando no concelho, ora os sorrisos em águas mortas são afinados – os exercícios de palco e as técnicas de teatro muito têm ajudado a líder bloquista. Se nas esquerdas estamos abertos e livres, sem fôlego, na direita está-se escondido e com slogans arquitetonicamente trabalhados. Os cartazes da coligação são prova irrefutável disso mesmo. Os palcos televisivos não têm servido para quase nada e a campanha via sendo feita com ataques e contra ataques, sem discussão de enormes e importantes dossiês para as pessoas e para a contemporaneidade do país. Com troika e mais troika, nada se sabe sobre a educação, da justiça, da saúde, das reais reformas das administrações pública, do sistema público, da famigerada Constituição (deixou de ser importante para a coligação o desidrato da inscrição do teto máximo do défice), do modelo institucional da União Europeia, entre outros. Os instalados no poder encenam números e vendem desafogos, quando os números reais trabalhados por instituições com alguma liberdade e isenção, reafirmam que o dito não alinha com o vivido. Cumulativamente era importante que se sentisse a existência e capacidade dos alinhados nas listas dos partidos ao parlamento. Os cabeças de lista foram a régua e esquadro escolhidos, mas as sombras, muitas delas eleitas no próximo dia 4 de outubro, não podem só servir para agitar bandeiras e chegar cafés a oradores. Onde estão? Onde andaram? E porque estão? Com jeito até sabemos! Luís Mamede Urbanista e Mestre Gestão Pública Deputado PS Ass. Freg. Folgosa


08

sexta-feira 18 de Setembro 2015

Sociedade \\ Opinião Miguel Correia

ESPÍRITO HOSPITALEIRO Atrevo-me a dizer que o taxista é a versão masculina das donas de casa. Antes que comecem os insultos, eu explico! O táxi está para os homens como as habitações para as senhoras. Ambos passam um grande número de horas em busca do imaculado estado de limpeza. Vidros, tapetes, estofos, carroçaria. E maldito seja o pássaro que resolva mandar qualquer coisa cá para baixo! Para poupar o motor empurram, docemente, a viatura pela praça de táxis, num momento deveras carinhoso. E, com tanta dedicação, não sobra grande tempo para cuidar do aspecto pessoal… Cada vez mais me convenço que as mudanças automáticas foram inventadas por alguém que se assustou com as barrigas proeminentes, de alguns taxistas, dentro do habitáculo! A questão é pertinente. Trata-se de uma actividade profissional ingrata! O salário é miserável e a competição feroz e muitas vezes desleal, entre os colegas de profissão. Contudo, num país que aposta no turismo e na satisfação dos que nos visitam, a aparência é fundamental. Porém, a falta de rendimentos obriga a explorar os recursos turísticos…. Em Lisboa, um taxista, de 38 anos, foi apanhado em flagrante delito, pela Polícia, durante uma operação de fiscalização rodoviária, a enganar um turista junto a um hotel pelo preço da viagem. Pelo crime de especulação, foi detido, levado a tribunal e condenado a entregar o montante de 300,00 euros a uma instituição de solidariedade nacional. Não há nada como mostrar a nossa verdadeira hospitalidade…

\\ Consumidor

18 MILHÕES ADORMECIDOS Ainda se encontram cerca de 18 milhões de euros de cauções por restituir aos consumidores que tinham contratos de serviços de eletricidade, gás canalizado e água, celebrados até 1999. Desde 1999 que é proibida a exigência de caução para garantir o cumprimento do fornecimento dos serviços públicos essenciais. Os consumidores que tenham pago cauções associadas aos contratos celebrados até esse ano, e não tenham visto esses valores serem restituídos pelas entidades prestadoras destes serviços através de débito direto ou de acerto na fatura, têm até ao dia 31 de dezembro de 2015 para fazer o pedido de restituição. A DECO pretende facilitar a recuperação desse dinheiro de forma gratuita e simples através da página www.dinheirodoscontadores.pt A DECO acompanhará o processo de devolução das cauções e a atuação dos prestadores de serviços. O pagamento da caução será feito pela Direção Geral do Consumidor, entidade responsável pela gestão e pagamento destes montantes. A maioria dos consumidores desconhece que pode pedir a restituição das cauções de contratos de serviços públicos pagos antes de 1999.

ENTREVISTA

maiahoje

António Ambrósio, presidente do Conselho de Administração do Grupo 2000

«Construímos a diferença todos os dias» Em ano de aniversários redondos – 35 anos da Tintas 2000, 85 das Tintas Marilina e 20 da Ambrósio & Filha – o grupo não podia ter mais razões para festejar. Com o triplo do volume de negócio nos primeiros sete meses de 2015, relativamente ao período homólogo do ano passado, a Tintas 2000 lidera e conta «ultrapassar os 15 milhões de euros de vendas». Em termos agregados, o grupo deve chegar «aos 21 milhões de euros». Maia Hoje (MH): Descreva-me brevemente o seu percurso profissional. António Ambrósio (AA): Sou natural de Valpaços. Vim para cá estudar com 18 anos. Depois de cumprir o serviço militar, em Moçambique, comecei a trabalhar como vendedor nas Tintas Marilina, com 25 anos. Foi um sítio onde gostei de trabalhar. Estive lá oito anos e, não sei porquê, apaixonei-me pelas tintas. Entretanto, comecei a querer ser mais do que vendedor. Saí, então, da Marilina e juntamente com quatro sócios, fundei a Tintas 2000, em 1981, a terceira empresa a instalar-

se na Zona Industrial da Maia. Com o avançar do tempo, fui comprando as quotas aos meus sócios e, actualmente, a empresa é minha, da minha filha e da minha mulher. Começámos com 20 funcionários e, nesse ano, produzimos 500 toneladas de tinta. MH: Como surge o Grupo 2000? AA: Depois das Tintas 2000 fundei, em 2001, a empresa Ambrósio & Filha, sediada em Rebordosa, que se dedica principalmente à comercialização de produtos para o sector do mobiliário de madeira. Em Maio de 2006, adquiri a Tintas Marilina, empresa onde comecei a trabalhar, e cria-se assim o Grupo 2000. Começámos com uma área de 1300 metros quadrados e, neste momento, o grupo dispõe de uma área superior a 25 mil metros quadrados. Somos 20 vezes maiores. O Grupo 2000 tem uma equipa de cerca de 200 colaboradores,com uma capacidade de produção de 25 mil toneladas por ano, tem 29 lojas próprias em todo o país e conta com uma extensa rede de revendedores.

MH: Qual a postura que assume na gestão das empresas? AA: Admito que sou um pouco invulgar. Sou um homem genuíno, com muita vontade de viver e de vencer, e estou na vida e na gestão das empresas com emoção, persistência, criatividade, dignidade e muito empenho. Costumo dizer “que farto-me de gozar a trabalhar” e o meu grande objectivo passa sempre por dar felicidade aos outros. Tenho consciência que, directamente e indirectamente, dependem do grupo que administro juntamente com a minha filha, milhares de pessoas, entre colaboradores, clientes, fornecedores e banca. A minha obrigação é dar segurança e bem-estar a todos. MH: Que balanço faz destes 35 anos? AA: Estes 35 anos foram recheados de coisas boas e más. Nem tudo correu bem, mas temos tido a capacidade de ultrapassar as situações difíceis. Às vezes são precisos acontecimentos negativos para a empresa estremecer e reagir de forma positiva. Mas é necessário gerir muito bem estas situações. Em todos estes anos, as cri-

ses foram muitas, mas temos tido a capacidade de nos adaptarmos à realidade e ficar a ganhar com as crises. Temos ganho com as crises. Quando a conjuntura é favorável há sempre muitos candidatos, mas quando há uma crise as pessoas fogem e quem se aguenta tem aí uma janela de oportunidade para mostrar o que vale. Para desafiar a crise são precisas alternativas, trabalho, com métodos e regras, produtividade e pessoas. MH: É esse o segredo para, no contexto económico actual, a Tintas 2000 estar a crescer em contra-ciclo? AA: Claro que sim. Das fábricas de tintas fundadas em Portugal nos últimos 80 anos, a Tintas 2000 foi a que mais cresceu. Das 180 fábricas de tintas que existem em Portugal, nós ocupamos a quinta posição, mas as quatro primeiras têm mais de 80 anos. Esta realidade evidencia o crescimento sustentado e os resultados consecutivamente positivos ao longo dos 35 anos de existência da Tintas 2000. A empresa tem uma liderança dinâmica e proactiva, o que tem contribuído para o aumento contínuo da sua quota de mercado. O trabalho constante de desenvolvimento e reformulação de produtos e a assistência técnica aos clientes têm conduzido a uma diferenciação face à restante concorrência. O nosso segredo é o trabalho, a seriedade, o conhecimento, a actualização, a inovação e a paixão por tudo o que fazemos. O mercado é cada vez mais exigente e difícil e, como referi numa entrevista à “Revista da Qualidade” [suplemento do Semanário Sol], em Julho de 2011, «o mercado não é para totós». É uma frase agressiva, mas o que fazemos aqui não é para totós. Nós somos diferentes e construímos a diferença todos os dias. Gostamos do que fazemos e gostamos de romper com o tradicional, com a vulgari-


maiahoje

sexta-feira 18 de Setembro de 2015

Sociedade euros de vendas, com a Marilina a ultrapassar os 5 milhões de euros e a Ambrósio & Filha a rondar 1 milhão de euros.

dade, e fazer o que os outros não fazem. A cultura e a sabedoria da empresa não vem nos livros, é nossa e é inédita. Já outros a tentaram pôr em prática e não conseguiram. Claro que não somos os melhores do mundo. Se o fôssemos, os Americanos já tinham vindo cá e tinham-nos levado a todos. Mas, eu digo muitas vezes, e reitero: o melhor e o maior património que o Grupo 2000 tem são os seus colaboradores. É indiscutível. As paredes e as máquinas valem o que valem, mas para mim o que vale verdadeiramente são as pessoas. Para ter máquinas é fácil, é só ter crédito e dinheiro. Agora, para pôr a máquina a funcionar e rentabilizá-la têm que ser as pessoas. O mérito nesta organização está realmente na qualidade dos seus funcionários. MH: É por isso que faz questão de distribuir parte dos lucros pelos seus colaboradores? AA: Sim, até porque não custa nada. Se há lucros é porque eles foram obtidos através do trabalho das pessoas. E é interessante que todos pensem no seu contributo para cada litro de tinta que sai da fábrica. MH: Disse recentemente que 2014 foi o “melhor ano de sempre” em termos de volume de negócio. Mantém a afirmação? AA: Já não. Até Julho, o “melhor ano de sempre” é 2015. Nos primeiros sete meses de actividade deste

ano, comparativamente com o período homólogo de 2014, tivemos o triplo dos resultados. António Pinheiro (Director Financeiro): Em termos de volume de vendas, nos primeiros sete meses de 2015, a Tintas 2000 conseguiu um crescimento de cerca de 13 por cento, relativamente ao mesmo período do ano anterior. A empresa, individualmente, em 2015 vai ultrapassar os 15 milhões de euros de vendas. Em termos agregados devemos chegar aos 21 milhões de

MH: Para além do aniversário das empresas, não faltam então motivos para festejar. AA: Fazemos a festa porque temos razões para a fazer e as cerca de 2500 pessoas que já confirmaram presença na festa de amanhã também têm razões para estar cá. Nada acontece por acaso. São colaboradores, clientes, fornecedores, banca, família, amigos e figuras públicas que estão ligadas à organização e que contribuem para o sucesso da mesma. É também esse percurso de sucesso de que nos orgulhamos, que nos habituamos a festejar de cinco em cinco anos. Para além do aniversário da fundação das empresas do grupo - este ano o 35º aniversário das Tintas 2000, o 85º das Tintas Marilina e o 20º da Ambrósio & Filha – celebramos o crescimento que se mantém ano após ano, que se reflecte no aumento do volume de negócios e dos resultados, no aumento colaboradores e de lojas e no alargamento das instalações da Maia. Esta vai ser a quarta grande festa do Grupo 2000 e vai contar com imensas atracções, das quais destacamos a actuação de José Cid. É também uma festa com características singulares: tem gente de todas as gerações e de todas as classes sociais e é de nível internacional, pois temos convidados do Algarve a Bragança, dos Açores e da Madeira, de Espanha, França, Bélgica, Itália, Alemanha e Brasil. MH: Quais são objectivos para o futuro? AA: Este grupo já atingiu uma dimensão e uma responsabilidade tal, que se parar, morre. Nesse sentido, no final de 2015, o grupo vai iniciar um plano de investimento para os próximos dois anos, que ascenderá a 1,5 milhões

de euros e vai incidir na expansão e automatização da produção, na reorganização dos processos produtivo e de desenvolvimento, em inovação tecnológica e na certificação de produtos. Também ao nível dos sistemas de informação haverá um investimento significativo de forma a dar resposta ao crescimento que o grupo tem registado. O objectivo é aumentar a produção e, naturalmente, as receitas e, assim, contribuir para o desenvolvimento do concelho da Maia e de Portugal. Actualmente contamos com 29 lojas espalhadas por todas as regiões do país e é nosso objectivo, a médio prazo, atingir as 50, procurando sempre locais estratégicos para a sua instalação. Também os investimentos nos recursos humanos são uma prioridade. Acreditamos que só com pessoas bem formadas, motivadas, conhecedoras e informadas conseguimos crescer e vencer. Pessoalmente tenho um grande objectivo: quero fazer mais até morrer do que fiz até hoje. O que eu gosto é de fazer, fazer e fazer. O meu segredo é nunca estar satisfeito comigo próprio, porque tenho a consciência de que podia ter feito mais e melhor para meu benefício, da minha família, dos meus clientes, dos meus colaboradores, dos meus fornecedores e da sociedade em geral. O maior desejo é trabalhar até ao dia antes de morrer. MH: Como perspectiva o Grupo 2000 daqui a cinco anos? AA: É uma pergunta difícil, porque hoje em dia as coisas acontecem a um ritmo frenético. Contudo, em 2020, certamente o grupo estará mais conhecedor, terá mais recursos humanos, mais clientes, uma maior facturação e melhores resultados. Rita Santos Fotos: Júlio Sá Ornelas

09

\\ Consumidor

Adquiri um telemóvel através da campanha de um operador. A fidelização já acabou e eu pretendo mudar para outra rede, mas a operadora diz que eu tenho de pagar o desbloqueamento do telemóvel. É verdade? Não. Quando um Consumidor adquire um equipamento nestas condições fá-lo, geralmente, a um preço mais baixo do que aquele que está a ser praticado no mercado. Essa vantagem tem exatamente como contrapartida um período de fidelização de 12, 18 ou 24 meses.Ora, se tal for cumprido, o Consumidor tem direito a que o desbloqueamento seja feito pelo seu operador sem quaisquer encargos.Diferentemente acontece, quando tal solicitação for feita durante o período de fidelização. Ou seja, quando o Consumidor pretender resolver o contrato e solicitar o desbloqueamento ainda dentro do período acordado. Nestas situações, o pagamento do desbloqueamento é, efectivamente devido, e o montante a pagar é determinado em função de uma percentagem correspondente ao valor do equipamento à data da compra e ao tempo decorrido até à rescisão do contrato. A este valor serão, contudo, deduzidos os montantes pagos pelo Consumidor até àquele momento. Tânia Oliveira, jurista da DECO Comprou uma máquina de calcular científica para o seu filho e já não funciona? Saiba como agir. Os equipamentos electrónicos gozam de dois anos de garantia, ou seja, em caso de desconformidade ou avaria do produto dentro deste prazo, deverá o consumidor reclamar diretamente ao vendedor, fazendo-se acompanhar do comprovativo de compra. A lei define quatro vias possíveis para resolução: a reparação, a substituição, um desconto sobre o preço ou a devolução com reembolso do mesmo. Em caso de reparação, a mesma não poderá ultrapassar o período de trinta dias. Nada está definido quanto ao número de reparações exigidas para avançar para uma das outras opções, mas deve haver bom senso. Se, depois de duas ou mais reparações, o artigo continuar com problemas, pode exigir uma das outras opções. Ao ativar a garantia, não lhe poderão cobrar quaisquer encargos, nem mesmo devido a “despesas de transporte”. A contagem do prazo de garantia interrompe-se durante as reparações. Se, por exemplo, estiver privado do bem por duas semanas, peça para lhe prolongarem o prazo por esse período. Se o bem for substituído, o novo beneficia de uma garantia de dois anos. Se apenas uma peça for substituída, esta também beneficia de uma garantia de dois anos. Em caso de recusa pelo vendedor da reclamação ou não concordância com a proposta de resolução, reclame por escrito com carta registada com aviso de receção. Marta Gil, jurista da DECO Para qualquer esclarecimento adicional pode dirigir-se à DECO, Associação Portuguesa para a Defesa do Consumidor - Delegação Regional do Norte, na Rua da Torrinha nº 228, H, 5º andar, 4050-610 Porto, ou através do endereço deco.norte@deco.pt


sexta-feira 18 de Setembro 2015

Sociedade

Joaquim Jorge

Debate Passos Coelho versus António Costa Um debate televisivo assim-assim, com António Costa ao ataque mas um pouco nervoso. E Pedro Passos Coelho mais à vontade mas na defensiva. O formato do debate com mais gente a perguntar – três moderadores: Judite de Sousa, João Adelino Faria, Clara de Sousa -, do que a responder – dois entrevistados: Passos Coelho e António Costa – não é o melhor, mas é importante para as audiências, dando em directo e ao mesmo tempo na RTP, SIC e TVI. Gerou uma audiência média conjunta na ordem dos 3,4 milhões de telespectadores, sendo recorde. A televisão atingiu uma grande saturação principalmente na área política e debates. Um debate já não é um factor determinante na formação do voto. Há outros factores: o facto de a economia estar a melhorar, a situação económica do agregado familiar; os temas em análise; entre outros. Uma pessoa que tenha o voto definido não vai mudar em função de um debate. Pode todavia fazer com que um abstencionista mude de ideias e vá votar. Por outro lado, deste frente-afrente Passos Coelho vs. António Costa, há os vários debates que se fazem a seguir ao próprio debate e toda a interpretação que se faz pela comunicação social que pode influenciar o voto. A ideia com que fiquei no debate com Pedro Passos Coelho e António Costa é que António Costa teve uma ligeira vantagem pela sua maior impetuosidade, funcionando o factor surpreso, pois a sua postura é habitualmente pacata e cordata. Tinha que o fazer, não tem nada a perder e está a lutar pela sua sobrevivência. Se António Costa perder no dia 4 de Outubro tem as malas aviadas. Ao invés, Passos Coelho teve uma postura de dever cumprido mas esteve excessivamente na defensiva. Não me surpreenderia nada que em nova sondagem houvesse inversão da tendência de o PS continuar a cair nas sondagens. E novo empate técnico. Mas este debate não foi minimamente esclarecedor: na área da segurança social; como é que o PSD/CDS ou o PS vão fazer para aprovar o próximo Orçamento de Estado não tendo maioria absoluta; nos impostos; na mudança no sistema eleitoral; na forma de combater a abstenção. A campanha propriamente dita só começa a 20 de Setembro até 2 de Outubro, mas isso não interessa para nada. Mas, eu já estou farto e cansado. Nunca mais chega o dia 4 de Outubro, para ver-me livre destas eleições. E, ganhar fôlego para novas eleições presidenciais. Não achei este debate decisivo e está tudo em aberto Biólogo Fundador do Clube de Pensadores

http://clubedospensadores.blogspot.pt

ECONOMIA

Nos primeiros oito meses de 2015

Portugueses criaram 108 empresas por dia A IGNIOS acaba de divulgar os dados de agosto do “Observatório de Insolvências, Novas Constituições e Créditos Vencidos”, revelando que nos primeiros oito meses de 2015 foram constituídas 26.358 empresas em Portugal, o que traduz uma média de 108 empresas criadas diariamente.

cadores económicos positivos, com o PIB a crescer há sete trimestres consecutivos, deixam antever que a confiança dos empresários continue a solidificar-se, pelo que a constituição de empresas deverá terminar o ano acima dos dois anos anteriores”.

Aceleração a 10,5% Este ritmo de constituições apresenta-se mais acelerado do que os observados em igual período dos dois anos anteriores. Assim, nos primeiros oito meses de 2013 foram criadas 100 empresas por dia (24.407 no acumulado) e no mesmo período de 2014, 99 empresas (23.859 no total). A constituição de empresas entre janeiro e agosto de 2015 apresenta um crescimento de 10,5% face ao período homólogo. Neste período, o mês de janeiro (4.534 empresas) foi o mais dinâmico e o de agosto o menos (2.326 empresas), com a maior parte dos restantes meses a registar mais de 3.000 empresas constituídas.

Restauração cresce a 16,3% O sucesso do atividade turística, que tem vindo a evoluir positivamente, continuou a refletir-se na constituição de empresas, como é visível no forte aumento registado na criação de empresas nas áreas de Alojamento e de Restauração, esta última com um crescimento homólogo de 16,3%. O aumento dos negócios também influenciou o crescimento das constituições no Comércio de Veículos (+20,1%). O Comércio a Retalho ainda lidera com 3.182 constituições (+5,9%), mas a Agricultura, Caça e Pesca teve precisamente o mesmo aumento absoluto (177 empresas) para 1.380 empresas (+14,7%). Pelo contrário, o Comércio por Grosso continuou a diminuir, com 2.020 constituições (2,3%).

Confiança dos empresários António Monteiro, CEO da IGNIOS, comenta que “os indi-

Lisboa pesa 28% Na segmentação geográfica, mantêm-se na liderança da criação

de empresas os distritos de Lisboa (peso de 28%), Porto (18,8%), Braga (8,2%), Setúbal (6,0%) e Aveiro (5,9%). Insolvências aumentam 2,7% Nas insolvências, o percurso no acumulado do ano (janeiro a agosto) é agora menos animador, com os dois últimos meses a apresentarem um crescimento acumulado de empresas insolventes. Ao longo dos primeiros seis meses de 2015, apesar de uma desaceleração progressiva no ritmo, a evolução das insolvências tinha sido sempre favorável, com um pico máximo de 14,7% em janeiro e mínimo de -1,0% em junho. De acordo com os dados da IGNIOS, no final de agosto registavam-se 4.955 empresas insolventes em Portugal, evidenciando um aumento de 2,7% face às 4.823 empresas que em 2014 estavam nas mesmas condições. Este aumento deve-se ao crescimento de 12,7% nos processos de declaração final de insolvência (já concluídos), que concentravam no final e agosto 2.001 insolvências. Isto porque, nos processos em curso – quer nas insolvências requeridas pelos credores quer nas apresentadas pela própria empresa -, a nota

foi de descida, respetivamente de 1,2% e de -2,6%. Mais insolvências em Braga Numa análise geográfica, o aumento mais significativo de insolvências foi em Braga, que passou de 504 para 623 empresas, (+19,1%). Lisboa aumentou para 1.169 empresas (+6,9%), Coimbra aumentou para 184 (+16,8%), Setúbal aumentou para 328 insolvências (+7%) e Aveiro para 377 empresas (+5,3%). Tiveram uma diminuição com expressão, o Porto para 980 empresas (-11,5%) e Faro para 135 ( -25,9%). Serviços insolveram mais Em termos de áreas de atividade, uma vez mais, os serviços mais diretamente dependentes da procura interna e de consequentes importações, concentram a maioria das insolvências. Não obstante, alguns destes setores reduziram o número de insolvências, com destaque para o Comércio por grosso e a retalho e Construção. Já os Transportes (+13,1%), Alojamento e Restauração (+8,6%), Comércio de veículos (+11,8%) e Outros Serviços (+4,6%), registara aumento das insolvências face ao mesmo período do ano passado.

PRÉMIO “MOBIS 2015” distingue

Inovação, qualidade e empreendedorismo \\

Do concelho da Maia estão nomeadas Damaceno & Antunes, Tintas 2000, Sonae Indústria, Gohome, Formicasa, HMD, Isolaca, K Lighting, Poliface, Têxteis Iris e Persono.

Homenagear e premiar as melhores marcas e os melhores empresários portugueses do setor do mobiliário e da decoração em diferentes categorias é, ao longo dos anos, o objetivo desta cerimónia. O diretor do Prémio Mobis e da revista Mobiliário em Notícia, Emídio Brandão,

afirma que “esta XII Gala conta com uma renovação fantástica, note-se que mais de 60% dos nomeados fazem parte dos novos talentos nacionais que emergiram nestes últimos anos. São eles designers, decoradores, arquitetos de interior, empresários, que rejuvenescem este setor em ebulição. Caso para dizer que o setor está em franco crescimento!” Este evento de um dos setores que mais contribui para as exportações nacionais – segundo dados do INE o volume de vendas no primeiro semestre de 2015 posiciona-se acima dos 376 milhões de euros, crescimento homólogo de 8% - tem já as votações online a decorrer. São 15 anos de comemoração do setor do mobiliário, do design, da arquitetura, em suma, do lar. Este ano volta a realizarse no dia 8 de outubro, no Casino do Estoril, pelas 20h00. Entre as empresas nomeadas para esta comemoração a nível nacional, estão representadas do concelho da Maia: Damaceno & Antunes, Tintas 2000, Sonae Indústria, Gohome, Formicasa, HMD, Isolaca, K Lighting, Poliface, Têxteis Iris e Persono.

pub

\\ Opinião

maiahoje

pub

10


maiahoje

sexta-feira 18 de Setembro de 2015

Sociedade

11

CIDADANIA Clube dos Pensadores recebeu Alberto João Jardim

«Só avanço para Belém com o apoio concreto dos portugueses» O Clube dos Pensadores abriu a nova época de debates, no dia 14 de Setembro, com o antigo presidente do Governo Regional da Madeira, Alberto João Jardim. Perante uma sala cheia, João Jardim disse que «o país precisa de uma nova Constituição» e que «os partidos estão a saque, dominados por forças e grupos que arranjam dinheiro». Sublinhou ainda que tem “a sensação de estar perante uma fraude, mas que não desiste de ser um cidadão português». O ex-presidente do Governo Regional da Madeira disse que não esteve no Clube dos Pensadores como candidato presidencial, mas pode eventualmente avançar «sob determinadas condições». «Só avanço para Belém com o apoio concreto dos portugueses», frisou. Disse que

TEATRO

«não pretende ser um D.Quixote» e só se candidata se houver um movimento à escala nacional que queira mudar a Constituição e lhe permitisse ter suporte para «jogar para ganhar». Nesse sentido apresentou o programa "Tomada da Bastilha" onde diz o que pensa ser o melhor para o futuro do nosso país e depois a decisão ao critério dos portugueses. Questionado por Joaquim Jorge sobre as Legislativas, Alberto João afirmou que acredita na vitória da coligação PSD/CDS-PP «pois os interesses e as forças do sistema têm interesse que isso aconteça». Sobre Pedro Passos Coelho afirmou que este não resolveu problemas na Madeira enquanto ele lá estava, mas resolveu após a sua saída.

Biblioteca Municipal promove:

Teatro de Robertos na Galeria MaiaJardim A Biblioteca Municipal da Maia apresenta amanhã, pelas 17h00, na Galeria do Centro Comercial Maia Jardim um espetáculo de Teatro de Robertos. O QUE SÃO OS ROBERTOS

\\ Opinião Mário Duarte

Política em Tempos de Crise. A Verdade e a Mentira. O maior problema dos líderes políticos dos partidos do “Arco do Poder”, é que, sendo os recursos sempre escassos para a satisfação das necessidades, se dizem a Verdade correm o risco de não chegar ao Poder e, uma vez no Poder deixam de poder revelar a Verdade. Sendo assim numa situação de normalidade económico-política, por maioria de razão assim é nas situações de grave crise económica, como aquela em que o partido socialista deixou o país, cabendo ao partido “socialdemocrata “ evitar a bancarrota eminente. Muitos sacrifícios foram, estão e continuaram a ser exigidos aos portugueses, em nome da “salvação nacional”. Os portugueses estariam hoje convencidos das políticas aplicadas e gratos ao governo de Passos Coelho, se tivesse havido equidade na repartição dos sacrifícios por todos os portugueses e se o governo não tivesse, por razões ideológicas, lançado um ataque demolidor aos direitos dos funcioná-

rios públicos, agora trabalhadores em funções públicas, procurando transpor o modelo de gestão privada para o sector público, como se o escopo da economia pública fosse não a satisfação dos direitos legítimos dos cidadãos contribuintes, mas a acumulação progressiva de capital sob a forma de lucro. Ou seja, em vez do Estado dar o exemplo de democratização das relações laborais e de valorização do trabalho, faz exatamente o contrário, como se a exploração empresarial privada fosse exemplo de maior justiça laboral! Esta foi uma estratégia populista que vai custar muito caro ao PSD nas próximas eleições legislativas. O controlo da despesa pública é sempre uma necessidade e regra de boa gestão. Mas será que a única estratégia possível e necessária era diminuir, na proporção em que o foram, os salários, as pensões, os dias de férias; extinguir horas de redução por idade no horário dos professores, reduzir aos limites mínimos o número de operacionais nas escolas, nos tribunais, nos hospitais, colocando em causa a qualidade dos serviços? Não deveria o governo ter começado por cortar nas gorduras do Estado, como tinha prometido em campanha eleitoral? Mas essa promessa, como o não aumento dos impostos e tantas outras não foram cumpridas. A extinção dos institutos públicos foi insignificante. Como disse Freitas do Amaral, os boys e as girls tinham de continuar a ter emprego bem pago, pois não estão habituados a trabalhar, nem aceitam ter de o fazer como a maioria dos portugueses. Alguns cargos de direção e de chefia con-

Os robertos são fantoches, ou marionetas de luva, manipulados por um marionetista numa guarita(pequena casa de madeira ou outro material), onde o marionetista se encontra oculto, utilizando a palheta como apoio no discurso

da marioneta. O teatro de robertos representa, seguramente, uma das tradições mais antigas das artes cénicas e uma herança cultural portuguesa. Nesta atividade a Biblioteca Municipal da Maia pretende reavi-

var essa tradição com o conto de uma história de robertos.

tinuaram e, continuam a ter, as mordomias que sempre tiveram, com viatura, motorista, secretárias, assessores recém-licenciados nomeados como técnicos especialistas a ganharem 4000 euros mensais, e, pasme-se, despesas de representação. O governo não conseguiu explicar as razões da injusta repartição dos sacrifícios, nem os fundamentos da não extinção dos privilégios dos cargos da alta administração; como não foi capaz de aumentar a taxa de IRC sobre as grandes empresas, nem de tributar progressivamente os rendimentos mais elevados, ao adoptar tabelas com limites demasiado alargados de IRS. Recorrendo a um lugar-comum, mas muito expressivo, diria que “Foi um governo forte com os fracos e fraco com os fortes”. A social-democracia ficou na gaveta e o neoliberalismo evidenciou toda a sua insensibilidade e anti socialidade típicas, consequências da teologia do mercado. De tal modo assim aconteceu que, por vezes, o companheiro de coligação aproveitou para revelar uma maior “bondade” com os mais desfavorecidos, evidenciando a sua matriz democrata-cristã e afastando-se do neoliberalismo do actual PSD. A opção neoliberal do PSD favoreceu o CDS-PP e empossou o partido socialista no terreno central da socialdemocracia, o lugar do xadrez político em que se ganham as eleições desde o 25 de abril. Demasiado bem comportado na Europa de Merckl, do Banco Central Europeu e do FMI, o Governo de Passos Coelho não foi capaz de explicar aos portugueses a necessidade desse ex-

cesso de zelo político que colocou o país de cócoras para a troika. O governo falhou na sua estratégia de comunicação e de persuasão. Se o PSD quiser ganhar as próximas eleições legislativas, Passos Coelho terá de explicar de forma clara e transparente que as políticas que implementou não eram aquelas que queria ter aplicado, mas que a grave situação do país assim o exigiu. Em tese, as diferenças entre os modelos de governação do PSD e do PS nunca foram tão nítidas e distantes. De um lado, uma opção neoliberal de direita, suportada num atomismo individualista para o qual os problemas dos indivíduos só eles os podem resolver e, para quem, o Estado se deve limitar ao papel de árbitro de um mercado livre impulsionado e governado por homens empreendedores. Do lado oposto, uma conceção socialista reformista e socialdemocrata estruturada no indivíduo como “ser social”, com as suas diferenças de classe que o Estado deve atenuar em nome da Igualdade. Claro está, que estas são as diferenças ideológicas entre o PSD de Passos Coelho e o PS de António Costa. A ver vamos se estas conclusões são apenas pura Teoria e, se na prática, o próximo governo, caso o partido socialista ganhe as eleições, não governará ainda mais à direita do que o governo da coligação PSD-CDS, frustrando as expectativas de todos aqueles que acreditaram mais uma vez numa política moderada, capaz de equilibrar a balança dos interesses do capital e do trabalho, função essencial da social-democracia, que Sá Carneiro tão bem soube implementar e

desempenhar na política portuguesa, mas à qual o actual PSD não foi capaz de dar continuidade, para desilusão de muitos social-democratas que não se deixam seduzir pela magia da mão invisível que, refutando a crença liberal, não interveio para repor o Equilíbrio do Mercado e realizar a Justiça Social. Em tempo de eleições os partidos costumam falar do Futuro e erguer a bandeira da Esperança. Nas próximas eleições legislativas, se o PSD quiser continuar a governar Portugal, vai ter que falar do Passado, e sobretudo justificar o Passado recente e içar com firmeza e determinação a bandeira da Certeza no Futuro. Ou seja, nas épocas de grave crise económico-financeira, a regra de não poder revelar a Verdade sofre uma necessária derrogação porque a Injustiça só é aceitável como efeito de um sacrifício inevitável. Dizer a Verdade que justificou o enorme Sacrifício e a Injustiça impostos à maioria dos portugueses é a única estratégia eficaz para que a coligação PSD-CDS possa ganhar as próximas eleições legislativas e continuar a governar Portugal, afastando a “vitória fácil” do partido socialista. Esta minha reflexão ocorreu há cerca de três meses. Entretanto, o primeiro-ministro veio confirmar a tese que aqui defendo e tacitamente admitir, que só esclarecendo muito bem o Passado, o PSD poderá continuar a ser Governo no Futuro. Até agora ainda não o conseguiu fazer. As eleições estão à porta! Será que ainda vai a tempo? Advogado / Professor militante PSD

Público-alvo: público infantil Contactos: tel.+ 351 22 940 86 38, biblioteca@cm-maia.pt


12

sexta-feira 18 de Setembro 2015

Sociedade

Victor Dias

Afastar o ruído A maioria de nós não se dá conta, não se dá suficientemente conta do ruído que nos envolve e dos efeitos nefastos que acarreta para a nossa saúde. Viver longe do ruído, da vertigem da pressa, dando tempo ao tempo, é uma sabedoria que não se adquire na escola ou na universidade. Chega precisamente com o tempo, que nos vai grisalhando os cabelos. Pensar, dizer ou fazer tudo depressa, já sabemos, tem mais riscos do que virtudes. Hoje, mais do que nunca, dou valor aquela ideia do grande cineasta Manoel de Oliveira, de que as imagens precisam de respirar, para poderem falar e dizer tudo o que têm para dizer. Não raras vezes, a horas tardias, tenho visto na televisão, certos programas que mostram a riqueza do Portugal profundo, rural e sobretudo vitivinícola, que nos oferece destinos de sonho, paisagens extraordinárias, além de vinhos de qualidade superior e uma gastronomia única, que também nos revela a cultura do povo que somos. Noutros programas, em horário semelhante, tenho gostado de ver como são ricas as nossas tradições musicais de raiz popular. Há um Portugal que não vive apressado, que não quer dizer tudo de forma atabalhoada, e que conhece as virtudes do tempo e do silêncio. Daquele silêncio que nos ajuda a sentir e interpretar os lugares e as gentes. Creio que a “Arte de Ser Português” encontra no nosso tempo, um entendimento que reclama esta sabedoria. Esta sabedoria de compreender e distinguir o que é ruído e provoca instabilidade e até nos pode afastar da essência das coisas, daquilo que mesmo sendo silêncio, é porventura bem mais produtivo e gratificante para o corpo e para o espírito. Recentemente tive o privilégio de passar parte das minhas férias numa aldeia transmontana, longe do bulício do trânsito e do penetrante ruído que ele provoca. Confesso que foi verdadeiramente retemperador, fruir a frescura do vale que ao entardecer via da varanda da casa da minha família. Mas o que mais me tranquilizou, e me encheu de serenidade, foi a possibilidade de permanecer algum tempo em silêncio, ouvindo apenas o singular canto da Terra, pontuado pelos sons únicos da Natureza. O que me acalenta a esperança, é a certeza de que há por este Portugal afora, uma crescente legião de jovens, cada vez mais qualificados, cultos e motivados, a abraçar uma missão muito nobre, a missão de valorizar as riquezas intrínsecas de cada região, preservando a essência dos lugares, das suas tradições e cultura, como forma de criar condições para a sua fixação. À política não se pede que se substitua aos atores desta mudança, até porque seria uma missão impossível. Creio que se espera dela, da política, que não crie obstáculos ou dificuldades, mas que assuma a sua parte, facilitando a ação transformadora dessa geração ousada e corajosa, que escolheu afastar-se do ruído das grandes metrópoles e urbes, para criar no país rural, condições de vida digna, gerando riqueza e desenvolvimento sustentável. Na verdade, em todas as dimensões da nossa existência, seja no trabalho ou na vida social, o ruído só perturba e desgasta quem é exposto aos seus efeitos. Nesse preciso sentido, apontam as conclusões de inúmeros estudos que indicam consequências nefastas do ruído e dos seus produtores, nas organizações, nas comunidades e na sociedade em geral. Algumas pessoas minhas amigas, não raras vezes, reconhecem e sinalizam em mim, a qualidade de bom ouvinte. Será porque gosto de guardar silêncios e afastar ruídos e afastar-me dos ruidosos?... Maestro Pequenos Cantores da Maia

TRADIÇÃO No Centro cívico de Gemunde a 26 de Setembro

Desfolhada maiata O Rancho Folclórico S. Cosme de Gemunde e o Museu de História e Etnologia da Terra da Maia irão organizar no próximo dia 26 de setembro uma DESFOLHADA MAIATA, a ter lugar no Centro Cívico de Gemunde. Tendo como grande prioridade divulgar o património ma-

\\

terial e imaterial da Maia, mais do que as atividades em si, ou da forma com eram executadas, pretendem dar a conhecer memórias que se encontram desvanecidas pelo tempo. Será certamente uma oportunidade única para cantar, dançar e degustar sabores gastronómicos tão próprios destas

atividades do ciclo agrícola. Poderá marcar encontro nesta desfolhada como outrora tantos o fizeram, e quem sabe não encontrará o milho-rei, ou não será um dos afortunados a receber o abraço daquele que o encontrar. Esta desfolhada contará com a participação especial do Rancho Folclórico Divino Espírito Santo

de S. Mamede do Coronado. Os contactos : Rancho Folclórico S. Cosme de Gemunde | 229811359 | ranchogemunde@gmail.com Museu de História e Etnologia da Terra da Maia | 229871144 | museu@cm-maia.pt

Teatro na Quinta da Caverneira: "Só se eu quiser"

Este fim de semana, 19 e 20 de Setembro, pelas 21h30, a peça de teatro “ Só se eu quiser”. Este espetáculo apresenta um doente em fase terminal que vê as suas capacidades físicas a desaparecer enquanto mantém a lucidez. Em relação direta com o público vai explorando os temas da doença, incapacidade, solidão, relações familiares e a existência. Um monólogo para um ator, Valdemar Santos, monólogo esse que não revela uma visão confortante do tema, mas antes a apresentação nua e crua da fragilidade humana e da sua perversidade. Com texto e encenação de Pedro Estorninho este espetáculo pretende trabalhar o tema da tomada de decisão em contexto íntimo e pessoal (perante a doença e a inevitabilidade da morte). Constrangimentos físicos e psicológicos, historial de vida, um tema com amplas repercussões a nível da sociedade portuguesa e europeia, à medida que as suas populações vão envelhecendo e que a esperança média de vida vai aumentando.

Ficha Artística Texto e Encenação: Pedro Estorninho; Interpretação: Valdemar Santos; Desenho de Luz: Romeu Alves Guimarães; Guarda-Roupa: Inês Mariana Moitas; Vídeo: Eduardo Morais; Cenografia: TEatroensaio; Co-Produção: TEatroensaio/TNSJ Ficha Técnica Direcção de Produção: Inês Leite; Montagem e Operação de Luz e Som: Hugo Valter Moutinho; Construção de Cenografia e Montagem: José Lopes; Direcção de Comunicação: Pedro Ferreira Informações e Reservas: Teatro Art'Imagem 22 208 40 14/93 53 09 952/91 08 18 719 teatroartimagem@hotmail.com/www.teatroartimagem.org Bilheteira: 5€ | Preço geral; 3€ |Estudantes, Profissionais das Artes Cénicas, M/65 e Desempregados

OPINIÃO Gala Prémios “Gramophone”

Maria João Pires e Coro Gulbenkian foto DR

\\ Opinião

maiahoje

A pianista portuguesa, Maria João Pires, arrebatou recentemente o prestigiadíssimo prémio GRAMOPHONE, na categoria concerto, podendo ainda arrecadar um outro prémio, na categoria gravação do ano, para o qual está nomeada com a mesma interpretação, mas cujo vencedor só será revelado durante a gala dos prémios GRAMOPHONE, que terá lugar em Londres, no próximo dia 17 de Setembro. Este galardão dedicado à Música Clássica é semelhante aos Óscares no Cinema, distinguindo as melhores interpretações gravadas e editadas em cada ano. Desde 1977 que a indústria

discográfica especializada na edição deste género musical distingue os melhores, em doze categorias diferentes. Os vencedores são eleitos pelos críticos da publicação britânica da especialidade GRAMOPHONE, por agentes da indústria discográfica, por representantes de estações de rádio clássicas, e ainda por um painel de directores artísticos e músicos cujos currículos lhes conferem o estatuto necessário para integrar o júri. A gravação realizada em estúdio, que levou a pianista portuguesa a conquistar este prémio, conta com a participação da Orquestra Sinfónica da Rádio Sueca, sob a direcção do

maestro inglês, Daniel Harding. A brilhante performance de Maria João Pires, na interpretação dos concertos para piano nº 3 e nº 4 de L. v. Beethoven, constitui o programa do disco com que se estreia na editor “Onyx Classics”, com a qual assinou no final de 2013, deixando a “Deutsche Grammophon”, a que esteve ligada desde 1989, e para a qual gravou uma apreciável série de obras do repertório pianístico internacional. Em outubro do ano passado, a revista GRAMOPHONE, publicou uma crítica á gravação agora distinguida, sublinhando “… a pureza e o brilho da interpretação de Pires…”, acrescentando que "Ela faz parte desses verdadeiros grandes artistas que parecem fazer muito pouco mas acabam por fazer tudo". Coro Gulbenkian acompanha Maria João Pires na recepção do prémio O prémio GRAMOPHONE, na categoria Ópera, distingue a gravação da ópera Elektra de Richard Strauss, dirigida por Patrice Chéreau, com a Orquestra de Paris e o Coro Gulbenkian. Esta distinção, apenas vem sublinhar o alto gabarito artístico do Coro Gulbenkian, cujas performances artísticas se encontram também plasmadas em inúmeras edições discográficas

de várias editoras, de entre as mais prestigiadas no Mundo da Música Clássica. Importa sublinhar que tanto a pianista Maria João Pires, como o Coro Gulbenkian, averbam estes prémios de enorme significado nas suas carreiras, a uma série de muitas outras distinções internacionais de semelhante prestígio, facto que comprova o seu altíssimo nível performativo. Contudo, convém notar que a chancela GRAMOPHONE é um selo de qualidade garantida que abre aos premiados, uma série de possibilidades muito apreciáveis que se vão poder traduzir em evidentes vantagens, de entre as quais se destacarão, o aumento significativo das vendas dos discos premiados e de outros em que os artistas são protagonistas, para além do aumento das solicitações e convites para concertos ao vivo. Enquanto português, e muito em particular na minha qualidade de músico e melómano, congratulo-me por ver os artistas do meu país, serem reconhecidos internacionalmente ao mais alto nível, e felicito os felizes galardoados, pelo mérito das suas conquistas. Conquistas que a todos, nós portugueses, devem encher de orgulho. Victor Dias


sexta-feira 18 de Setembro de 2015

maiahoje CONGRESSO

Sociedade

A 24 de Novembro

13 \\ Opinião

Legião da Boa Vontade debate Escola e Família

Diana Sousa

\\ 15º CONGRESSO INTERNACIONAL DE EDUCAÇÃO, da LBV, com o tema - ESCOLA E FAMÍLIA - Agentes de Mudança: uma visão além do intelecto” Este Congresso tem como objetivo analisar e refletir se as causas das problemáticas vivenciadas pela sociedade (exclusão social, conflitos, abandono, solidão, fome, toxicodependência, violência na família, escola e comunidades; degradação do ecossistema em todo o mundo) estão intimamente ligadas ao estado d’alma dos seus intervenientes em todos os estratos sociais. Acreditamos que para reverter o cenário atual é imperioso difundir e consolidar, a partir da ciência do diálogo, uma consciência socioambiental que gere ações em contraponto aos comportamentos que, de forma aterradora, têm causado tanto mal à sociedade. As soluções dos problemas sociais podem ser encontradas, a nosso ver, a partir do sentimento, no espírito do ser humano, além do plano físico, além do intelecto dos intervenientes, além dos dias letivos, na escola, na família e na comunidade. Na ação da LBV, em Portugal, como nos demais países, é propagada a Pedagogia do Cidadão Ecuménico, integrante da linha pedagógica da LBV, instituída pelo educador Paiva Netto, que convidanos à reflexão: "Cuida do Espírito. Renova o Ser Humano. E tudo se transformará." Sob as diretrizes desta visão, os contributos dos programas socioeducativos da LBV, em

INICIATIVA

várias valências, abrangendo cidadãos desde o útero materno até a terceira idade, têm granjeado para a Legião da Boa Vontade, desde 1994, o status consultivo geral no ECOSOC (Conselho Económico e Social das Nações Unidas). E no cumprimento da sua missão educacional vêm sendo promovidas com sucesso, pela Legião da Boa Vontade, entre outras ações de apoio material tão necessário à população carenciada, campanhas institucionais e boas práticas em sociedade com os propósitos de promover o exercício pleno de cidadania, com espiritualidade ecuménica, iniciativa que se firma no estímulo permanente do cumprimento dos deveres de cada cidadão, desde a educação de base no seio da família, como primordial para a aquisição de direitos individuais e coletivos, na busca das soluções dos problemas que afligem a Humanidade, em todo o Planeta Terra. Intervenientes (por ordem alfabética): Tema: "O papel transformador da sociedade civil diante da nova agenda internacional de desenvolvimento sustentável". - Doutor Danilo Parmegiani Representante da LBV na ONU e Diretor Executivo da Legion of Good Will (LBV dos EUA) - Licenciado e

Bacharel em Letras, pela Universidade de Brasília, Brasil. A frequentar o Mestrado em Administração Publica, City University of New York. Tema: O Projeto “Lipor Geração +” e as Instituições Sociais. - Doutora Luciana Rocha - Licenciada em Educação Social; Membro da Equipa Técnica da LIPOR Serviço Intermunicipalizado de Gestão de Resíduos do Grande Porto. Tema: "Saúde Emocional do Agente Educador - Instrução, Consciência e Comportamento." - Professor Doutor Quintino Aires - Doutor em Psicolinguística pela Universidade Nova de Lisboa, Faculdade de Ciências Sociais e Humanas. Mestre em Psicologia Cognitiva e Licenciado em Psicologia Clínica, pela Faculdade de Psicologia e Ciências da Educação. Tema: “Democracia – Ética e Política em Sala de Aula e na Família.” - Professor Doutor Salvato Trigo - Doutor em Literaturas de Expressão Portuguesa pela Universidade do Porto, Agregação em Literatura Africana de Língua Portuguesa pela Universidade do Porto. Reitor da Universidade Fernando Pessoa.

Tema: "Ser Humano, Ser Família – Até onde vai a sua Responsabilidade?" - Doutora Orlanda Amador Silva - Licenciada em Ciências Históricas, pela Universidade Portucalense Infante Dom Henrique; Membro da Equipe Multidisciplinar do Centro Social da LBV - Portugal. Tema: “Parceria Escola, Família e Comunidade - proposta de Educação da linha pedagógica da LBV: uma visão além do intelecto.” - Professora Doutora Sueli Periotto – Mestre em Educação (PUC – Pontifícia Universidade Católica – São Paulo – Brasil); pedagoga. Superintendente da Rede de Ensino e Supervisora da Linha Educacional da Legião da Boa Vontade; a frequentar o doutoramento em Educação: Currículo, pela PUC/SP. Coordenadora do Congresso Internacional de Educação da LBV (anual, em sua 15ª edição) ENTRADA: Gratuita (09h00/13h15 - 14h30/18h00). I NSCRIÇÃO: Obrigatória: lbvcongresso@lbv.pt (Nome, morada, telefone, e-mail). Entrega de certificado de participação no fim do Congresso.

Acção solidária a 3 de Outubro na Marginal de Leça da Palmeira

Colégio Central de Gueifães apadrinha o Urso Pardo do Zoo da Maia Todos os anos, o Colégio Central de Gueifães na Maia, atento a causas solidárias, realiza um evento com o principal objetivo de ajudar algo ou alguém. Este ano, a causa será em prol dos animais. Assim sendo, o colégio realizará uma caminhada solidária á beira-mar, tendo como principal objetivo o apadrinhamento do Urso Pardo que habita o Zoo da

ANIVERSÁRIO

Maia. Caso seja sensível a esta causa, basta juntar-se no dia 3 de outubro, pelas 10:00h, na Marginal de Leça da Palmeira. Para tal, terá de estar vestido com roupa azul, vermelha ou branca e contribuir, simbolicamente, com a quantia de 2€ através de inscrição, ficando ainda habilitado ao sorteio de três fantásticos prémios.

Guia do Estudo celebra 10 anos de actividade

Apostar na qualidade de ensino A comemorar os 10 anos de existência, falamos com Anabela Ferreira, proprietária deste Centro de Estudo. MH- Como surgiu este espaço? GE- Inicialmente o projeto apenas contemplava uma loja e ao fim de dois anos abrimos outra. Com o passar do tempo, e ao fim de quatro anos, sentimos necessidade de ex-

pandir para apenas um espaço, mais amplo, onde ainda nos encontramos hoje. Mh- Qual o vosso objectivo primordial? GE- O nosso objetivo primordial foi e é apostar na qualidade do ensino, apoiando assim os alunos ao longo do seu percurso escolar. Para isso ser possível, sempre aposta-

mos em pessoal qualificado, professores, motoristas. MH- Como foram estes 10 anos? GE- Ao longo destes dez anos conseguimos lutar e vencer todas as adversidades e atingir um elevado nível de satisfação por parte de todos os intervenientes neste projeto, pais, alunos e corpo docente. MH- Projetos para o futuro? Va-

lências que dispõem? GE- No futuro, pretendemos que o sucesso e a qualidade se mantenha, marcando a diferença pela positiva. Dispomos por isso, de uma vasta gama de serviços (centro de estudo, explicações, transporte – T.C.C, instituto de línguas, gabinete de psicologia e atividades de férias).

O INÍCIO DO ANO LETIVO O início do ano letivo traz consigo inúmeros fatores stressantes para as famílias. Constata-se que existem várias situações que contribuem para a quebra na harmonia familiar proporcionada pelas férias. É precisamente por esta altura que surgem angústias, ansiedades e preocupações relativas ao início do ano escolar. No meu âmbito profissional, são vários os pais que manifestam inquietações bastante pertinentes. Entre as mais enfatizadas, está o receio de que o(a) filho(a) não se adapte ao novo ano escolar e que seja vítima de rejeição, sofrimento ou dificuldades pedagógicas. Uma outra prende-se com a rotina matinal familiar. Alguns pais referem que esta é a fase mais stressante do dia e a que provoca mais distúrbios familiares. Além disso, o mal-estar vivenciado neste período da manhã terá repercussões para o resto do dia, em todos os membros da família. Há também quem refira o medo de não reunir condições para prestar apoio escolar aos filhos. Neste âmbito, relatam o receio de não poderem estar presentes tanto quanto queriam ou o facto de, por algum constrangimento económico, não poderem delegar esse apoio pedagógico a um centro de estudos, por exemplo. Por fim, descrevem um medo intenso de não conseguirem perceber, assimilar e tolerar todas as transformações físicas, psicológicas e comportamentais que os filhos irão apresentar no decurso normal do crescimento. De uma forma geral, são estes os pilares de preocupação manifestados nas Consultas de Aconselhamento Parental. Não obstante, existem várias formas e técnicas de minimizar o impacto destes fatores no seio da família, permitindo que a concordância reine em detrimento da confusão, da discussão e do caos. Vejamos: - Distribua razoavelmente (e de forma fixa) as tarefas entre todos. A criança deve ser responsável por fazer a sua cama, pela preparação do seu lanche matinal e pela composição da sua mochila para o dia de aulas. Responsabilizá-la por isso, não só lhe trará a si mais tempo para a execução de outras empreitadas, como também irá proporcionar uma rotina de execução saudável para os filhos, potenciadora de maturação. - Como casal, deverão determinar o horário mais apropriado para que cada qual e de forma alternada, possa ir verificando e controlando o processo educativo dos filhos. Trabalhos de casa, dificuldades evidenciadas, datas de testes, entre outros, devem ser revistos e não podem acumularse. Dediquem um período específico de tempo durante os dias da semana e um mais alargado ao fim de semana para se aplicarem nestes aspetos. - Não podemos esquecer-nos de que a rotina é fundamental para o desenvolvimento equilibrado dos miúdos. Não esteja constantemente a inventar novos processos, novos caminhos, novas tarefas, novos horários. A constância é muito importante nesta época. - Não se preocupe tanto. O desenvolvimento dos miúdos é uma fonte inalterável de surpresas. Guarde a preocupação para quando, de facto, for necessário. Sofrer por antecipação não traz qualquer benefício. - Não guarde tudo dentro de si. Fale, converse, exponha, discuta, modifique, peça auxílio. Mas de modo algum caia na tentação de levar o mundo às costas. Isso trará sofrimento ao casal e também à criança que é um verdadeiro filtro das emoções dos pais. A tranquilidade e a paz são possíveis e necessárias, ainda que neste período mais conturbado do ano. Trabalhar por elas é um dever de todos e um compromisso a não falhar! Psicóloga Clínica


14

sexta-feira 18 de Setembro 2015

Sociedade \\ Opinião Joaquim Armindo

NULOS OS CASAMENTOS 1.- A grande novidade e arranque da Igreja Católica Romana, pela pena do papa Francisco, bispo de Roma, sobre a “nulidade dos casamentos”, vem da sua capacidade de compreensão dos sinais dos tempos e sem negar a “sacramentalidade do casamento”, decidir que eles devem ser considerados nulos, com rapidez e coloca nas mãos dos bispos diocesanos, “igrejas particulares”, a decisão sem sequer ir a Roma e às arquidioceses, no caso do Porto à arquidiocese de Braga. Saliente-se que estas decisões são tomadas de “Motu Proprio”, em Carta Apostólica. Significa isso que o papa Francisco decidiu em consonância com a sua consciência e autoridade, sendo dele e só dele esta decisão. Aliás, são duas as Cartas Apostólicas, uma para as Igrejas Orientais e outra para as Ocidentais, que possuem códigos canónicos diferentes, devido à sua historicidade e cultura; no entanto, na sua substância são de facto análogos. Se a decisão cabe ao bispo ordinário, é colocada a hipótese da arquidiocese ou a chamada “Rota Romana” serem chamadas a dirimir qualquer das decisões. O processo, no entanto, não pode ser administrativo, mas com recurso à jurisdição, contraditório e a processo. 2.- Para a Igreja Católica Romana o casamento é um “sacramento”, enquanto para outras igrejas cristãs é um “ato sacramental”, que são dois conceitos diferentes. O casamento é um vínculo que une duas pessoas de sexo diferente, no contexto da Igreja Católica Romana, sob a Graça de Deus, e, logo, indissolúvel. O sacramento atua indiferentemente dos atos conscientes das pessoas em causa, daí ser um dom de Deus e não reversível, não tendo consonância no casamento civil, embora aquele não se possa acontecer sem este, pode acontecer o contrário mas só a nível civil. É de toda a conveniência que quando exista uma anulação do casamento civil se proceda junto à Igreja para obter à nulidade do casamento, enquanto sacramento. 3.- As Cartas sobre esta questão são pastorais, e têm em consideração os tempos, culturas e são situadas. As causas para a nulidade do matrimónio reduziam-se, quase sempre, à não consumação, isto é, à impossibilidade de existirem relações sexuais ou outras muito próprias ou até administrativas, como por exemplo o ordinário da paróquia não ter dado consentimento ao casamento. A “impossibilidade de existir casamento”, ou de ter existido casamento, ou seja, a impossibilidade de manter vida em comum, desde que devidamente comprovado, por factos descritos e evidenciados, são causas para declarar que o sacramento não existiu, por isso é nulo, e, portanto, pode casar, porque não o tinha realizado antes. Sublinhe-se que estes dois documentos são publicados pouco antes do próximo Sínodo dos Bispos, sobre a família. Doutorando em Ecologia e Saúde Ambiental Mestre em Gestão da Qualidade Diácono da Diocese do Porto

TEATRO

Hoje à noite no Fórum da Maia

LIVRO

maiahoje

Cake Designer lança Livro solidário

“Happy” Comédia Musical “Memórias com Açúcar” Happy Comédia Musical é um espetáculo que estreou dia 13 de Março de 2015 no Teatro do Campo Alegre no Porto. O próximo espetáculo é já hoje, pelas 21.30h, no Fórum da Maia.Júlio Oliveira garante uma peça "cheia de música, muita dança, pirotecnia, multimédia e muito humor." Na sinopse de “Happy” ficamos a saber que a peça conta a história de dois amigos que vivem num mundo ainda pouco conhecido para os que os rodeiam. Para além da sua grande amizade, estes amigos têm em comum uma empregada: Uma criatura simplesmente caricata que tenta compreender este mundo tão simples e ao mesmo tempo complexo, pedindo conselhos do tipo de vida que eles levam para também a poder praticar. No decorrer da história surge uma viagem pelo mundo cor de rosa onde os dois amigos vivem, sempre com música, dança e experiências fantásticas que ambos têm tido ao longo dos anos que vivem juntos e

\\

que mostram as aventuras e desventuras divertidas que acabaram por surgir. Happy é um espetáculo de Júlio Oliveira, com coreografia de Sara Lobo Rocha e interpretações de Júlio Oliveira, Cristina Briona e Luís Marques. Bilhetes encontram-se à venda ao preço único de 7,00€ nos seguintes locais:Fórum da Maia das 09h00 - 13h00 / 14h00 - 18h00; Biblioteca Municipal da Maia a partir das 09h30; Maia Welcome Center das 09h00 e as 19h00; On-line: https://forummaia.bol.pt/ A Comédia Musical “HAPPY” conta com 3 atores, bailarinos, efeitos pirotécnicos, show de luminotecnia, muita música, dança, excelentes coreografias e muito humor à mistura, completando assim um espetáculo de 90 minutos. www.facebook.com/happycomedia http://happycomedia.wix.com/ happycomedia

A Autora apresentou ontem, o seu livro ‘Memórias com açúcar’. O evento de lançamento decorreu na Casa Agra, na Maia. Daniela Ramos é brasileira e está em Portugal desde 2006 e afirma ser uma das primeiras pessoas, senão a primeira, a dar visibilidade à arte de “desenhar” bolos na cidade do Porto, um dom que domina há já 16 anos. Daniela Ramos define o Cake Design como “a arte da confeitaria” mais requintada, um trabalho onde tem de se usar um pouco mais de “criatividade” e, onde a “paciência” e o “amor à área” são fatores-chave para o sucesso. «Os bolos fazem parte de uma história, tem o seu protagonismo, que não podemos esquecer. Cada

bolo é único, recria emoções e situações, cada bolo cria um alerta para nossa memória degustativa, aquela pela qual comemos algo e não nos esquecemos...» Neste livro, Daniela Ramos conta-nos a sua História, as memórias degustativas e o seu universo dos bolos. Convidando os leitores a entrar no seu universo, a inspirarem-se, a divertirem-se e a fazer parte das suas Memórias com Açúcar. O livro, com um toque doce, é ainda mais especial porque se associa a uma nobre causa - o projeto Movimento Lírio Azul- Pelas Crianças – Serviço de Medicina Física e de Reabilitação IPO-Porto. Na compra do livro 1€ reverte para esta causa.

não se podendo ter janelas abertas para arejar as casas. Estranho ou não, pela localização, pois onde habito não tem prédios até Parada e o ar consegue percorrer desde a ETAR até ao Formigueiro este percurso mantendo os odores nauseabundos. A população está indignada e questiona se pensam em soluções a curto prazo para este problema e o porquê da sua ex-

istência sem resolução à tanto tempo. Estamos compenetrados da necessidade da ETAR, mas temos direito a um ar menos poluído e qualidade de vida igual aos restantes Maiatos. A população residente está para além de preocupada, a ficar num estado de exaltação que será de evitar sempre, pois considera-se que a transmissão desta e outras mensagens,

anteriores e futuras, deveriam já ter alertado quem por dever deve zelar pelos nossos interesses. Porque consideramos que estão ao serviço dos Maiatos e da Maia, optamos primeiro pelo caminho mais sensato, o diálogo...esperamos acções rápidas e soluções definitivas… Rui Parada Águas Santas, Agosto 2015

CARTA AO JORNAL

Excerto da carta enviada ao Vice-Presidente da CMM e Vereador Pelouro do Ambiente MAUS CHEIROS DA ETAR DE PARADA …Constata-se desde hà uns anos, neste período de tempo mais quente emanações de cheiros nauseabundos provenientes da ETAR de Parada que se acentuam à noite,


maiahoje SELOS

sexta-feira 18 de Setembro de 2015

Sociedade

Emissão a 17 de Setembro

\\ Opinião

CTT lembram 50º aniversário do Plano de Vacinação Os CTT lembram os 50 anos do Plano Nacional de Vacinação (PNV) através de uma emissão filatélica de etiquetas, emitidas a 17 de setembro. Esta emissão pretende dar a conhecer uma história de sucesso para a saúde pública, que tem vindo a salvar milhares de vidas. Este plano teve início a 4 de outubro de 1965 e começou com uma campanha de vacinação contra a poliomielite, a chamada “paralisia infantil”. Entre outubro de 1965 e o final de 1966 foram administradas 3.200.000 doses de vacinas.

Ao longo dos tempos, a vacinação tem contribuído para momentos marcantes na história da humanidade, como a erradicação da varíola ou a eliminação da poliomielite. Deste modo, as vacinas tornaramse num fator de desenvolvimento, pois contribuem para a saúde e bem-estar dos povos e para a eficiência e sustentabilidade dos serviços de saúde. O plano de vacinação é o programa de saúde mais antigo e com melhor custo efetivo do país, sendo que mais de 7 milhões de crianças e milhões de adultos foram vacinados.

Novo Horário de Inverno já em vigor

BURLA

Linha Vermelha (B), Serviço Expresso: frequência de 30 minutos das 7h00 às 20h30, nos dias úteis Linha Verde (C): Serviço Fórum Maia, frequência de 15 minutos das 7h00 às 20h00, nos dias úteis Linha Verde (C), Serviço ISMAI: frequência de 20 minutos das 7h00 às 20h00, nos dias úteis Linha Amarela (D): frequência de 6 minutos, das 7h00 às 20h00, nos dias úteis Linha Violeta (E): frequência de

cerca 20 minutos das 7h00 às 20h00, nos dias úteis Linha Laranja (F): frequência de cerca 15 minutos das 7h00 às 20h00, nos dias úteis Até ao fim-de-semana de 3 e 4 de Outubro, o Metro disponibiliza o serviço MOVE PORTO - Metro 24 horas, com serviço nocturno contínuo e frequência de 20 minutos nas Linhas Amarela e Azul (entre o Estádio do Dragão e a Senhora da Hora).

Aviso da Câmara Municipal da Maia

Câmara não tem protocolo ou parceria de saúde A Câmara Municipal da Maia emitiu um aviso a dar conta que não estabeleceu parceria com uma empresa da área da saúde que tem contactado diversos munícipes. Comunicado na íntegra: "Aviso à população O Município da Maia alerta a população de que a Câmara Municipal não estabeleceu qualquer

ENCONTRO

parceria com uma suposta empresa da área da saúde que, nos últimos dias, tem contactado diversos munícipes com o objetivo de agendar visitas ao domicílio. A Câmara Municipal informa ainda que já denunciou as ocorrências atrás referidas às forças policiais e solicita a todos os munícipes que tenham conhecimento de

novos casos para informarem de imediato a Polícia de Segurança Pública (PSP), através dos números 229774280(Águas Santas) / 22 9785190 (Maia) ou a Guarda Nacional Republicana (GNR) através do número 22 9867430. Paços do concelho da Maia 3 de Setembro de 2015"

Estudantes de medicina de todo o mundo reúnem-se no Porto na presença de vários prémios Nobel

450 estudantes de medicina debatem a profissão Entre os dias 17 e 20 de Setembro, mais de 450 estudantes de medicina de 16 países diferentes (Holanda, Reino Unido, Finlândia, Irão, Egipto, Ucrânia, entre outros) reúnem-se na Faculdade de Medicina da Universidade do Porto (FMUP) no YES-Young European ScientistsMeeting. O YES Meeting, um encontro científico que promove a formação de estudantes da área médica, vai contar com a presença de diversos speakers internacionais, com destaque para o

vencedor do Nobel da química de 2009, Venkatraman Ramakrishnan, do prémio Spinoza em 2002, Frits Rosendaal, e do Director do Programa Mundial de Controlo da Tuberculose da Organização Mundial de Saúde, Mario Raviglione. De acordo com Ana Vaz, da Comissão Organizadora do YES Meeting, “este encontro é a ocasião ideal para todos os participantes complementarem a sua formação médica e de alargarem a sua rede de contactos”.

Raúl Cunha e Silva

Globalismo

TRANSPORTES Metro do Porto

Metro do Porto: Horário de Inverno a partir de 6 de Setembro Com o mês de Setembro regressaram os horários de Inverno do Metro do Porto. As frequências, assim como os horários, são idênticas às praticadas até Julho. Linha Azul (A): frequência de 10 minutos das 7h00 às 19h00, nos dias úteis Linha Vermelha (B): frequência de cerca 15 minutos das 7h00 às 20h00, nos dias úteis

15

“O YES Meeting inclui ainda uma grande variedade de workshops, palestras e exposições de trabalhos de investigação académica nas áreas de neurociências, biologia molecular, oncologia, fisiologia e imunologia, medicina interna e cirurgia”. Num dos workshops, os estudantes terão ainda a oportunidade de aprender através de simuladores a técnica de Estimulação Cerebral Profunda, um procedimento que ajuda no tratamento dos sintomas associados às doenças do movimento,

como é o caso da doença de Parkinson, a segunda doença neurodegenerativa mais comum na Europa e que atinge cerca de 20 mil portugueses. Outra das novidades deste ano é a realização de uma acção de responsabilidade social, em parceria com a marca de gelados Ben&Jerry's, em que os estudantes vão poder participar e que reverterá a favor da Raríssimas, Fundação Ronald McDonald e Associação de Solidariedade Social Idosos de Canidelo.

O nosso mundo pulsa hoje com forças fortemente globais. Vive-se a era da globalização e sofrem-se tensões de sentidos contraditórios. É neste espaço que se situa a 32ª Convenção da Unesco, de 17 de outubro de 2003 que defende a salvaguarda do património cultural imaterial, a diversidade cultural e a tradição. Perante a economia global crescente, dinamizada pela comunicação mediática como seu epifenómeno, a Unesco defende o património imaterial, como valores universais. Convém recordar que a diversidade cultural é tão importante como a biodiversidade e que a tradição e o património cultural são marcas fundamentais da identidade dos indivíduos e dos povos ao longo dos tempos. Esta dialéctica gera um mundo de tensões, a que se refere Jacques Delors, que sumariamente vamos indicar. Tensões entre o mundo pessoal, local, regional e global. O eu, ou seja, a pessoa, quando nasce, é um ser projectado num mundo, num espaço com os seus valores, linguagem. É um ser moral porque faz parte de um conjunto, convivendo com os outros. Tensão entre o individual e o universal. Tensão entre a tradição e a modernidade. Tensão entre o curto e o longo prazo. Tensão entre a competência e a igualdade de oportunidades. Tensão entra a capacidade de assimilação da mente humana e o extraordinário incremento e avanço dos conhecimentos científicos. Tensão entre o espiritual e o material. Como se vê, é muito complexo o nosso mundo, ou seja, o mundo que chegou até nós (o passado) e o mundo que está em construção, o mundo pós moderno. Se sem passado não haverá futuro, também este não será construído destruindo aquele. Doutrinas e movimentos que o tentaram fazer foram derrotados. Compete à educação, em grande parte, estabelecer o equilíbrio entre a tradição, a mundialização e o multiculturalismo. Professor Universitário Jubilado Presidente do Clube Unesco da Maia


16

sexta-feira 18 de Setembro de 2015

Sociedade

maiahoje pub

MÚSICA

\\ Opinião Ricardo Oliveira

Aprender a Aprender Este período do ano tem sido rico em diversas movimentações políticas. Algumas certas, outras pouco perceptíveis, e outras incompreensíveis. Entre debates, ditos e desditos, o país aguardou serenamente (ou não) pelo confronto entre o actual primeiro-ministro e o candidato do principal partido da oposição. Julgo que nos diversos órgãos de informação já se decalcou todos os argumentos políticos de um e de outro, a postura, a expressão facial, a velocidade de resposta, a argumentação, a preparação, a tipologia de debate, os vencedores… enfim tudo. Não vou sequer atrever-me a dar a minha opinião quanto a vencedores, ou entrar numa discriminação doentia de todos os parâmetros em cima enunciados, pois pessoas bem mais avalizadas do que eu já o fizeram, com qualidade naturalmente superior àquela que aspiraria ter. Impõe-se, em minha opinião pessoal, retirar algumas reflexões que nos devem preocupar a todos como cidadãos. 1. Nenhum foi capaz de explicar uma proposta concreta sobre o Serviço Nacional de Saúde. Já critiquei algumas medidas deste governo, já propus caminhos reformistas e até já dei mão à palmatória quanto aos factos que são os números (ndr ler artigo “Viola ao Saco”). Contudo, fico preocupado quando não se vislumbram reformas basilares, nem perspectivas futuras, estando o governo (seja ele qual for eleito) apoiado na boa vontade dos profissionais de saúde. 2. A ausência do tema Educação Nem me parece que este ano esta temática fosse polémica. Pelo menos a abertura do ano escolar tem decorrido com normalidade. Mas não haverá nada a debater? O bloco central está de acordo em tudo, ou faltam ideias… 3. Tema da segurança Social. Plafonamentos à parte, a verdade é que ninguém ficou esclarecido quanto à defesa do contribuinte… ninguém percebeu qual a verdadeira estratégia que nos proporcionará segurança social e económica. A terminar aproveitar para partilhar o regojizo pela Maia voltar a contar com elementos candidatos à Assembleia da Republica. Emília Santos e António Silva de um lado, e João Torres do outro. Realço a Maiata e Barcarense Emília Santos que pelo seu trabalho e contributo alcançou um merecido lugar de destaque na lista de candidatos. Seja qual for o resultado nas próximas legislativas… A Maia já ganhou! Espero que Portugal aprenda a aprender.

Luís Filipe Reis comemora 25 anos de Carreira e convida os leitores do MH

«Ao meu estilo: Histórias de Amor, Paixão e Sentimento» MH- Qual o balanço que faz da sua carreira? LFR-Faço um balanço positivo. Foram anos de muito trabalho e dedicação. Muitas viagens, sempre de um lado para o outro, mas sempre empenhado na minha carreira e sempre em contato com todos os portugueses cá e espalhados por este mundo fora. MH- A data está a ser assinada com alguns grandes concertos: no dia 16 maio foi no Coliseu de Lisboa, no dia 26 de setembro será no Coliseu do Porto e no dia 10 janeiro no Olympia em Paris. Como está a sentir estes concertos? Quais as diferenças, se existem, entre eles? Que evolução? LFR-Sem dúvida que são concertos não só de grande responsabilidade como também de muita emoção porque são salas míticas que qualquer artista gosta de atuar, muito embora já tenha pisado estes palcos a, para mim é como se fosse a primeira vez e comemorar os 25 anos de carreira e ver estas salas cheias, enche-me de orgulho e de força para continuar. MH- Sendo o seu sonho original, há 20 anos atrás, o de gravar um disco, e com tanto sucesso discográfico, o que o leva a lançar após estes anos, em Maio de 2015, o seu primeiro livro “O Segredo”? De que modo as suas obras escritas o complementam e podem contribuir para que o conheçam melhor? LFR-Surgiu a ideia de editar O SEGREDO porque eu nunca falei muito de mim e achei que estava na altura do público e fãs terem o direito de conhecer um pouco mais da minha história de vida e de tudo o que passei para chegar até aqui. Neste livro eu relato episódios da minha vida que nunca tinha contado, não foi fácil mas achei que era esta a altura para o fazer e de alguma forma claro que contribui para me conhecerem um pouco mais para além do “artista”. MH- O livro está só direccionado para os seus fãs? O que pensa terá levado o seu 1º livro a ser um êxito de vendas e pensar em editar já um 2º? LFR-Para já não penso em editar um 2º livro. A 1ª edição foi um êxito e já vai para a 2ª. A minha história está neste livro e está a ter bastante aceitação não só pelos fãs como pelos portugueses em geral não só em Portugal como no resto do mundo mas nunca se sabe se daqui a alguns anos não terei mais para contar, mas para já não. MH- Atualmente está também em preparação um novo disco que sairá brevemente. Quais são os seus temas? Quais as diferenças ?

LFR-Os temas serão sempre as histórias de amor, paixão e sentimento mas sempre dentro do meu estilo próprio e romântico com grande entrega a tudo o que escrevo. Estou convicto que este será o meu melhor álbum pois está a ser preparado com grande rigor tal como tudo a que me proponho fazer MH- Com os inúmeros álbuns já editados, quatro discos de platina, sete de ouro, um de prata, diversos Lp`s, cd`s, Singles, Dvd, e Videoclips gravados, com o profissionalismo já adquirido, o que espera para os próximos anos? Tem tido contactos para continuar a atuar noutros países? LFR-Irei continuar a cantar e a gravar discos e a fazer grandes salas e principalmente a dar sempre o meu melhor até que os portugueses queiram. Tenho sempre uma agenda muito solicitada para todo o mundo e brevemente já em No-

vembro vou estar numa grande tourné pela Austrália a cantar para todos os portugueses. MH- Como vê atualmente a música ligeira popular em Portugal? LFR-Fico contente que atualmente haja muito mais gente a cantar e a gravar, mas temos de ser seletivos e apostar sempre na qualidade para que haja uma constante evolução. Quero aproveitar para agradecer ao Jornal Maia Hoje pela entrevista e convidar os leitores a aparecerem no dia 26 de Setembro no Coliseu do Porto e festejarem comigo os 25 anos de carreira. Bem hajam! * O MAIA HOJE, tem 10 bilhetes duplos para oferecer, aos 10 primeiros leitores que nos contactarem!

pub


sexta-feira 18 de Setembro de 2015

Desporto

17

pub

maiahoje

CORRIDA

3 de Outubro às 9 horas

\\ Opinião

CONQUER RACE 2015 - Parque de Avioso

Henrique Carvalho

\\

Conquer Race é uma prova que combina corrida com obstáculos onde, durante o percurso, cada participante irá enfrentar vários desafios com diferentes níveis de dificuldade. Uma corrida única para quem tem espírito de conquistador e gosta acima de tudo de grandes emoções e de se divertir. NEGRO. TRISTE NEGRO

Com o apoio da Câmara Municipal da Maia a prova realiza-se no dia 3 de outubro de 2015, a partir das 09:30 com partida e chegada ao Parque de Avioso na Maia. São efetuadas partidas de 15 em 15 minutos, em grupos de 200 pessoas. Ao realizar a inscrição, os participantes devem escolher o horário que pretendem para a partida. A organização aconselha que os participantes cheguem ao local de partida cerca de 45 minutos antes do seu horário, para que se possam preparar para a prova e fazer um breve aquecimento. HORÁRIOS DE PARTIDA: 1ª 09:30 | 2ª 09:45 | 3ª 10:00 | 4ª 10:15 | 5ª 10:30 | 6ª 10:45 | 7ª 11:00 | 8ª 11:15 |9ª 11:30 | 10ª 11:45 COMO INSCREVER: A idade mínima para participar na corrida é de 16 anos. Os participantes menores de idade têm que apresentar um Termo de Respon-

sabilidade, devidamente assinado pelo encarregado de educação, e uma cópia do B.I. ou Cartão de Cidadão, quando procederem à Credenciação. A inscrição inclui a oferta de um Kit de Corrida JN / O JOGO Conquer Race, composto por uma t shirt oficial, um dorsal e um chip. Todos os elementos do Kit são de uso obrigatório. Os participantes podem-se inscrever individualmente ou em equipa (mínimo de 3 pessoas). A inscrição em equipa obriga a que exista um responsável pela mesma. Valores da Inscrição 1 a 27 setembro 25€ 28€ 28 a 30 setembro* 30€ 35€ *Inscrições realizadas na Zona de Credenciação, caso o limite de inscrições não tenha sido atingido até à data. Para se inscrever basta aceder a www.conquerrace.com, clicar no botão Inscrição» Individual ou Inscrição Equipa, conforme o preten-

dido, e seguir os passos. KIT CONQUER RACE O Kit será composto por uma tshirt oficial, um dorsal e um chip, de uso OBRIGATÓRIO para participação na prova.Os participantes residentes fora da área do Grande Porto terão oportunidade de levantar os Kits no dia da Prova. Para o levantamento do Kit deverá apresentar o Bilhete de Identidade ou Cartão de Cidadão e o comprovativo de pagamento da equipa. Caso se trate de um Equipa, o levantamento dos Kits de Corrida de todos os elementos poderá ser realizado pelo Capitão de Equipa, mediante a apresentação do seu Cartão de Cidadão e do comprovativo de pagamento de todos os elementos que constituem a equipa. PRÉMIOS A Conquer Race não se vence, conquista-se. Acreditamos, por isso, que o grande prémio é cada

um ou cada equipa ultrapassar todos os obstáculos e chegar ao fim da prova. Serão, no entanto atribuídos 4 prémios: » Homens: Prémio “JN / O JOGO Conquer Race” para o melhor tempo masculino; » Mulheres: Prémio “JN / O JOGO Conquer Race” para o melhor tempo feminino; » Equipas: Prémio “JN / O JOGO Conquer Race” contabilizando o tempo dos 3 primeiros a chegarem à meta TREINOS DE PREPARAÇÃO CONQUER RACE O último treino de preparação será no dia 20 de Setembro, das 9h30 às 11h00, na Praça Dr. José Vieira de Carvalho. Estes treinos são os últimos de uma sequência de treinos que têm sido implementados para a Conquer Race 2015. A participação é gratuita...

Vencidas algumas das minhas maleitas e garantindo algumas forças e vontade de viver, fui com minha esposa, que bem precisávamos de retemperar energias, dar um giro pelo interior do nosso país. Regressamos poucos dias depois com a imagem de um Portugal verde e viçoso, paisagisticamente lindo, serpenteado por magníficos rios e vias rápidas, bordejado de palácios, aldeias históricas, sem história e desertas, em vales e encostas outrora produtivas e atualmente abandonadas. Prontinhas a arder… Comentamos. Seguiu-se uma semana de temperaturas altas, apareceram os incendiários, os desleixados, os acasos e as fumaças… A azáfama dos voluntariosos e dedicados soldados da paz e ficou grande parte do nosso lindo país vestido de negro. Alguns detidos que em breve estão de volta a casa com apresentações temporárias às autoridades!? E… Ficamos à espera da freima que se vai repetir no próximo estio. Reparei que os responsáveis pela Proteção Civil e o Ministério da Administração Interna tinham tudo pronto para “esta guerra” e apareceram homens e mulheres, viaturas e meios aéreos, autarcas e retroescavadoras para atacar o inimigo, juntamente com muitas queixas de que a mata está desorganizada!?.É urgente lançar a construção de centrais de Biomassa, aproveitando as árvores e matos cortados para produção de energia, criando empregos e limpando os montados. É urgente o emparcelamento dos territórios montanhosos e produtivos para melhor coordenação de tudo que citei. É urgente os eleitos estarem conscientes deste fenómeno. As nossas aldeias do interior podem dar muito trabalho e rendimento a quem queira trabalhar, se desbravarmos zonas de mato e semearmos ervas próprias para a alimentação de ovinos, caprinos e bovinos para produção de leite e carne e seus derivados, criaremos muitos empregos, seguraremos aí muita juventude, aumentaremos a densidade demográfica, criamos zonas tampão contra os incêndios e podemos assim criar sustento para algumas famílias de migrantes que vão chegar. É um bom tema de campanha eleitoral. Quero ver qual é o partido com ambição de poder, que vai propor começar já a desbravar mato e árvores, abrindo brechas que sirvam de cortafogo, seja em terrenos baldios, privados ou do estado, utilizando as retroescavadoras agora disponíveis, em zonas que este ano não arderam precavendo o futuro, pois, as que arderam podem ser tratadas no próximo ano. Fica o recado para a nova leva de deputados que vão ser eleitos. Porque todos os anos vivemos a triste sina deste; Negro e triste fadário.


18

sexta-feira 18 de Setembro 2015

Desporto

maiahoje

EQUESTRE Grande Prémio de Portugal

Hong Kong Boy, a lenda portuguesa \\

\\

\\

Mais de 3.000 pessoas assistiram na Maia à primeira Corrida de Cavalos ao abrigo do Decreto-Lei 68/2015, de 28 de abril.

Marino Gomes e Hong Kong Boy (à esquerda) arrancam para a vitória

Aspecto geral do recinto da Feira do Cavalo

Integrado na “Feira do Cavalo”, mostra de várias modalidades desportivas, entretenimento e convívio equestre, o Grande Prémio de Portugal de Galope e Trote é a prova rainha desta modalidade equestre. Aconteceu no Concelho da Maia no passado dia 6 de Setembro. Hong Kong Boy, da Quadra Quinta de Sta. Justa Maia é o único equino que venceu por duas vezes a prova. A Feira do Cavalo na Maia, organizada em conjunto pelo município maiato e pelo Centro Equestre da Maia é uma iniciativa com apenas quatro anos consecutivos. Muito popular, nos três dias (4 a 6 de Setembro), segundo a organização, recebeu mais de 10.000 visitantes, o que dá bons indicadores do crescimento do interesse popular nesta matéria. No primeiro dia, sexta-feira, a escassas horas da abertura, a azáfama era grande. Entre arranjos florais, bandeirolas, publicidade a ser

instalada, testes de som e últimos preparativos no novo Bar-restaurante, ninguém tinha tempo para falar com o jornalista. Já passava das 20 horas quando o desfile equestre, composto por inúmeras charretes e cavalos em passeio, iniciou o percurso de cerca de 5 km até ao Hipódromo Municipal da Maia onde às 21.30 horas as animadas “Cavalhadas” e a Gincana a Cavalo animaram as bancadas. Contrastando com o nervosismo de quem tudo queria na perfeição, gerava-se agora a boa disposição. O dia seguinte começou cedo para a laboradora equipa do Centro Equestre da Maia com a ultimação do espaço dedicado à “Poule de Obstáculos” que decorreu durante toda a tarde de sábado. À noite os mais experientes participaram na “Prova de Masters”, seguindo-se uma participada festa popular com ritmos das caraíbas ao som do grupo cubano “Unión Salsera”.

O dia grande O domingo, para muitas crianças, iniciou-se com a “primeira experiência a cavalo”, actividade que envolveu muitas famílias com os mais pequenos a levarem o registo fotográfico do momento para casa. Seguiu-se a demonstração de Dressage que arrancou aplausos da composta bancada. Entretanto chegavam os muitos convidados nacionais e estrangeiros para o almoço de boas-vindas oferecido pela organização, que antecedia as corridas de cavalos a galope e Trote. Hipódromo muito bem composto, numa tarde soalheira, cerca de 3.000 pessoas aguardavam o início da prova. Na tribuna de honra, segundo a organização, pontificavam, entre outros, Nuno Vieira e Brito, Secretário de Estado da Alimentação e da Investigação Agroalimentar; Bragança Fernandes, presidente da Câmara Municipal da Maia; Emília Santos, deputada da Assembleia da Repú-

blica, que “chefiava” uma pequena comitiva de colegas parlamentares; os representantes das Associações Internacionais como a “LeTrot”; UHM - Union Hippique du Mediterranée; IFAHR – International Federation of Arabian Horse Race Authorities e da EMHF – European & Mediterranean Horseracing Federation. Na pista e na zona de Imprensa era notória a presença de um número “anormal” de profissionais, entre os quais os dois canais de televisão franceses da Equidia. Mas vamos às corridas. Pela ordem do Director Nacional de Corridas, Manuel Armando Oliveira, os cavalos apresentam-se no paddock, os veterinários oficiais confirmam o estado de saúde dos equinos e o “Stud Book”, livro de origens que confirma a identidade do animal. Os Jockeys (cavaleiros) dirigem-se à zona de pesagem para seu controle anterior à prova, sendo que se montar uma égua, o peso que o equino terá de carregar será igual ou superior a 56 kg e no caso de cavalo 58kg. Estes pressupostos não se aplicam aos drivers (condutores de trote atrelado) “Reys” foi rei a abrir o dia. Na primeira corrida do dia, dedicada ao Trote Atrelado, na distância de 2000 m, alinharam à partida 8 conjuntos de cavalo e driver, sendo que as espectativas, pelas performances obtidas já este ano (3 vitórias), davam vantagem a “Neptune Bleau” da Quadra (equipa) “Casa Nova” de Penafiel. Numa corrida bem disputada, “Reyes” da quadra Jardins Acúrcio, conduzido por Acúrcio Peixoto, venceu “Otto de Touchyvon” e “Neptune Bleu” que se classificaram, repectivamente, nas segunda e terceira posições, levando o prémio principal de 250 euros. “Richelieu”, pontificou na prova. Sete cavalos estavam à partida para a primeira prova de Galope destinada a Todas as Origens Portuguesas do Puro Sangue Inglês (TOP- PSI). Numa distância de 1550 metros, com grande parte dos cavalos sem registo de performances este ano, a dúvida instalava-se, sendo que “Richelieu” perfilava-se com a melhor “marca” do ano, com um segundo lugar. Depois de uma excelente largada, o equino da quadra “Samy Ribeiro”, montado pelo jockey Ricardo Silva, venceu, respectivamente, “Duc de Savoie” e “Santillana”, seguintes classificados. GP Portugal Trote Atrelado O Grande Prémio de Portugal de Trote atrelado foi a terceira

prova do dia. Na distância de 3.000 metros, a prova mais cobiçada do ano tinha um prémio principal de 2.000 euros, cabendo 750 ao segundo, 325 ao terceiro e 210 euros ao quarto classificado. À partida, “Vandredi de Loisel” com sete primeiros lugares e um segundo lugar obtidos este ano, era o favorito. Cheia de emoção, a prova teve como vencedor “Palio Gede” da quadra “Mustang”, conduzido por António Bessa que superou “Onyx de Saint Luc”, o jovem (6 anos) favorito “Vendredi de Loisel” e “Unkiar”. De notar que nesta prova, os veteranos levaram a melhor dado que primeiro e segundo classificados tinham, respectivamente 12 e 13 anos. GP Portugal Galope Provavelmente a prova mais esperada do dia, o Grande Prémio de Portugal de Galope tinha à partida 10 equinos, numa distância de 2.400 metros. “Samsara” detinha os melhores registos do ano com duas vitórias e dois segundos lugares, mas tanto “Hong Kong Boy”, que competia em casa e “Jolie Demoiselle” já somavam duas vitórias o que indefinia os prognósticos. Muito espectacular e competitiva desde a partida, a incerteza foi grande, mas “Hong Kong Boy”, que já tinha inscrito o seu nome no Quadro de Honra em 2011, conduzido por Marino Gomes da quadra “Quinta de Santa Justa Maia”, superou as “meninas”, “Bipolar”, “Samsara” e “Waterville” que se classificaram nas posições seguintes. Os prémios, de igual valor ao GP de Trote, ficaram por esta forma distribuídos. “Hong Kong Boy” já poderia ter inscrito o seu nome por quatro vezes, mas em duas das provas que venceu foi desclassificado tecnicamente. No entanto, o feito, eleva-o quase ao nível nacional do famoso cavalo “Secretariat”, que nas décadas de 70 e 80, se transformou em herói norte-americano, com recordes mundiais que perduram até aos dias de hoje. É claro que em Portugal ainda não lhe serão erigidas estátuas ou editados selos com a sua face, mas é, sem dúvida o cavalo de maior carreira e mais premiado em Portugal nesta prova. “Menina” Galega (com)venceu os machos Na quinta prova, destinada a Trote Atrelado, numa distância de 2.200 metros, alinharam à partida 8 conjuntos e apenas uma égua. Os prognósticos eram reservados dado que quatro não tinham competido este ano e dos outros quatro apenas “Quaptivo” e “Vicaire de Padou” tinham já vencido, mas com muitos terceiros e quartos lu-


maiahoje

sexta-feira 18 de Setembro de 2015

gares. “Shopiana Djil”, a única menina em prova, conduzida por Juan Alvarez da quadra “J Alvarez”, não deu hipótese e venceu “Quaptivo”, “Run” e “Sun Ocean D’idole”, que se classificaram respectivamente nas restantes posições. “Fortaleza” inexpugnável Última prova do dia, destinada a Galope TOP- PSI na distância de 1.800 metros, alinharam 6 conjuntos com muitos jovens, sendo que o equino mais velho tinha 8 anos. Quanto a espectativas, “Iraizotz” e “Innuendo” eram os únicos que já tinham vencido este ano. Prova bem disputada com a vitória a sorrir a “Innuendo” da quadra “Best Of Caffé”, montado por Ricardo Ferreira. “Welcome Royale”, “Dabayin” e “Iraizotz” ficaram por esta ordem nas posições seguintes. O desenvolvimento da fileira hípica Já com o muito público, satisfeito por uma tarde exemplar em termos organizativos, a abandonar o recinto, junto das comitivas das quadras festejava-se, com particular destaque para os da casa “Quinta de Santa Justa Maia” que levaram a festa pela noite dentro. Nuno Vieira e Brito, secretário de Estado, dizia que com o lançamento da nova legislação «um trabalho intenso, de cuidada análise da realidade nacional e internacional, de projeção de modelos de desenvolvimento que, para além da sustentabilidade económica, incorporem a valorização do mundo rural» esta é «uma oportunidade para o sector que deve, agora, com visão e estratégia olhar com profissionalismo o Futuro e promover o desenvolvimento da fileira hípica. É, com toda a certeza, um processo cuidadoso, e como tal com o tempo próprio necessário, mas que tem muito caminho já feito e uma aprendizagem realizada em diferentes geografias. É tempo de trabalhar em conjunto e é tempo do Futuro. O cavalo e o mundo rural agradecem e a paixão persistirá», disse. O Potencial económico Bragança Fernandes, presidente da Câmara Municipal da Maia, disse à nossa reportagem que «o município da Maia tem acompanhado com elevado interesse o desenvolvimento da modalidade, mas também do seu potencial económico, com os milhares de empregos que serão criados directa e indirectamente. Tivemos já vários contactos de investidores estrangeiros, interessados

Desporto

19

em participar no investimento da construção de um novo hipódromo, moderno, de nível internacional. Temos os terrenos, as acessibilidades, os transportes e condições únicas no país para albergar este projecto, como o fizemos já com muitos de outras índoles a nível desportivo e empresarial. Gostaríamos de captar e participar nesse investimento», salientou. Importante formar na área Manuel Armando Oliveira, na qualidade de presidente do Centro Equestre da Maia referiu que «Hoje é dia para pensar o futuro, construir de raiz, aprendendo com os erros dos outros países, fazer mais e melhor, gerar empregos e levantar esta indústria. Nunca nos devemos esquecer que o futuro não se faz só de cimento, mas também de paixões, trabalho e honestidade. Assistiu-se hoje a provas muito bem disputadas que dignificaram a modalidade. Não posso esquecer o empenho da Câmara Municipal da Maia, nomeadamente do seu presidente, o dos nossos patrocinadores e de todos os que colaboraram directa e indirectamente para o sucesso desta jornada», disse visivelmente satisfeito. Na qualidade de vice-presidente da Liga Portuguesa de Criadores e Proprietários de Cavalos de Corrida (LPCPCC), disse à reportagem que «hoje chegamos ao nível “zero”, ou ponto de partida em Portugal. Depois de décadas de luta, finalmente um governo, liderado pelo Doutor Passos Coelho e sob o alto patrocínio da Professora Doutora Assunção Cristas, Ministra da Agricultura, teve a visão e porque não dizer, a coragem de enfrentar “lobbies”, publicando a legislação base que organiza e legaliza as Corridas de Cavalos. Estou convencido que em Portugal poderemos replicar o sucesso desta indústria em países como a Irlanda onde é a principal actividade económica e da França, onde é a segunda mais importante logo a seguir à dos automóveis, para contribuir para o crescimento económico. Nada disto se faz sem trabalho e é para isso que, de forma até agora amadora, temos vindo a trabalhar. Estamos muito perto da profissionalização que chegará um pouco antes da apresentação dos novos hipódromos, sendo muito importante a formação que pretendemos constituir na área», disse a terminar.

\\ Manuel Armando Oliveira, presidente do Centro Equestre da Maia; Bragança Fernandes, presidente da CM Maia; Emília Santos e Andreia Neto, deputadas da Assembleia da República e Hernâni Ribeiro, vereador do Desporto da CM Maia.

\\

Bragança Fernandes entrega lembrança a Nuno Vieira e Brito, Secretário de Estado

\\

António Bessa da Quadra Mustang conduz Palio Gede para a vitória no Trote

Artur Bacelar Fotos: Júlio Sá Ornelas Cátia Soares


20 BILHAR

sexta-feira 18 de Setembro 2015

Desporto

maiahoje

Nova secção foi anunciada no final de Agosto

Académico de Pedras Rubras na Liga “Bilharmania” O Clube Académico de Pedras Rubras anunciou, no dia 25 de Agosto, na sua sede social, a criação da nova Secção de Bilhar, tendo apresentado a sua equipa para a época desportiva 2015/2016. Após a apresentação decorreu um jantar que contou com a presença de todos os atletas, patrocinadores e sócios do clube. Os atletas que compõem a equipa são: João Machado, João Lima, José Monteiro, Jorge Teixeira e Wilhem Sieghold. O clube vai participar na Liga Bilharmania, homologada pela Federação Portuguesa de Bilhar.

FUTEBOL

Torneio Bragança Fernandes

Gondim vence em edição muito equilibrada Realizou-se nos dias 26 agosto e 2 e 9 de Setembro 2015, a VI edição do Torneio de Futebol Eng.º António Gonçalves Bragança Fernandes. Neste torneio, participaram

FUTSAL

todas as equipas do Município da Maia que têm a modalidade de futebol de onze, no escalão sénior federado. A.R.D.C. Gondim viria a vencer esta edição, que se

mostrou bastante equilibrada. Não houveram golos nos 3 jogos e o vencedor foi decidido pela marcação de grandes penalidades. As coletividades que partici-

param neste evento foram: A.R.D.C. Gondim, Inter de Milheirós F.C., G.D. Águas Santas, F.C. Pedras Rubras, U. Nogueirense F.C., F.C. Maia Lidador, S.C. Castêlo da Maia, Pe-

drouços A.C., Mocidade Sangemil A.C., Folgosa da Maia F.C., Escola de Futebol 115 e A.D.R.S. Pedro de Fins.

Torneio Município da Maia em segunda edição

Académico de Sangemil venceu Granja Realizou-se nos dias 12 e 13 de Setembro o Torneio Município da Maia Futsal. Neste torneio, participaram todas as equipas do Município da Maia que têm a modalidade de fut-

sal, no escalão sénior federado. Com um Pavilhão Municipal da Maia bastante preenchido, o C. A. de Sangemil venceu na final por 10 a A. Moradores da Granja, num excelente espetáculo de futsal.

A final viria a ser bastante equilibrada e emocionante, pois o resultado poderia a qualquer momento pender para qualquer uma das equipas.

Resultados - Final Clube Académico de Sangemil 1 Ass. Moradores da Granja 0 Resultados - Meias Finais Clube Académico de Sangemil 0

GINÁSTICA Campeonatos da Europa em Riesa, Alemanha

AcroClube com a maior delegação de sempre Realizam-se em Riesa, Alemanha, entre os dias 23 de setembro e 4 de outubro, os Campeonatos da Europa de Ginástica Acrobática. O Acro Clube da Maia apresenta a maior delegação da sua história a esta competição: 15 ginastas e 2 treinadores. É, aliás, o único clube português a competir nos 4 escalões: • Rita Ferreira / Joana Moreira – 11-16 anos (Par Feminino) • Beatriz Carneiro / Filipa Patrocínio / Francisca Maia – 11-16 anos (Trio Feminino) • Henrique Silva / João Pereira / Henrique Piqueiro / Miguel Silva – 12-18 anos (Quadra Masculina) • Joana Canada / Francisca Maia / Beatriz Costa – 13-19 anos (Trio Feminino) • Susana Pinto / Joana Patrocínio / Jessica Correia – Sénior (Trio Feminino) • Treinadores: Úrsula Martins e Lourenço França É mais um dos momentos altos desta época e os ginastas do Acro Clube da Maia têm estado em preparação intensa desde o início do mês de agosto, com vista a alcançar o melhor resultado possível neste evento…

Juventude Desp. Ág. Santas 0 (3-2 em grandes penalidades) Ass. Moradores da Granja G.D.C. Vermoim

3 1

\\ FUTSAL PARADA Amanhã, dia 19 de Setembro, a partir das 14h00, irá realizar-se a apresentação das equipas de formação. Dia 20 de Setembro, pelas 16h30, a equipa sénior. Ambas as apresentações no Pavilhão do Formigueiro. De lembrar que a equipa sénior se encontra na 2a Divisão nacional da modalidade, única equipa do Concelho da Maia no Nacional da Modalidade.

\\ CVP FUTSAL CRUZ VERMELHA PORTUGUESA DA MAIA Festa de apresentação de todo o Staff, Atletas e Equipamentos Amanhã,19 de Setembro, pelas 17.30, no Jardim da Unidade de Socorro da CVP Maia irá ser apresentado todo o Staff, Atletas e equipamentos da CVP Maia Futsal para a época 2015/2016.


maiahoje ANDEBOL

sexta-feira 18 de Setembro de 2015

Desporto

21

Festa da modalidade

ADA MAIA/ISMAI apresentou-se em casa No passado dia 12 de Setembro, o clube ADA MAIA/ISMAI organizou o DIA do ANDEBOL do ISMAI. Nesse evento que teve a duração de 12 horas foram realizados cinco jogos de treino dos escalões de formação começando pelos

Bambis até aos Juvenis. Equipas adversárias: FC Porto (Bambis), CPN (MInis), Feirense (Infantis), Padroense (Iniciados) e Ac. S. Mamede (Juvenis). No final do dia a equipa Sénior defrontou o Hepta Campeão Na-

cional de Andebol, Futebol Clube do Porto, mas antes do início desse encontro, a contar para a segunda jornada do Campeonato Nacional da 1ª Divisão, o ADA MAIA/ISMAI fez a sua apresentação perante o seu público, todos os atletas foram

apresentados individualmente assim como os seus treinadores e dirigentes. No intervalo do jogo dos Seniores houve espaço para os atletas mais novos puderem estar mais próximos dos seus ídolos e joga-

rem uns contra os outros. Foi um dia fantástico, com bastante adesão por parte dos atletas e dos seus familiares, em que se viu que o clube está dinâmico e a crescer em quantidade e qualidade.


22

sexta-feira 18 de Setembro 2015

Magazine

\\ Opinião Fernando Pedroso

SOU DO TEMPO DOS PUTOS DE PÉ DESCALÇO Nasci no tempo da guerra Fome no planeta terra Pé descalço e muita lenha, Lenha pro lume e porrada Pra além, pouco mais que nada Má vida que se desdenha Jogo da bola, uma topada Cabeça do dedo esfolada Mas ninguém chora nem berra E o sangue?… Secava-o a terra. Roça, pião e caricas, Crivo, botão caçadinhas, Brincar pobre, coisas ricas Coisas mil, também minhas. Calçado, só as solipas Duas tábuas, duas ripas Sapatos, da comunhão, Já as solas com buracos Todos velhos e tão fracos, Vindos do terceiro irmão.

BRASIL

Crónica de João Diogo

\\ Opinião

Fábrica de Polpa de Fruta congelada Segundo pesquisa em diversas regiões, constatou-se que o consumo de frutas no País ainda está abaixo do recomendado pela Organização Mundial da Saúde (OMS). Quer dizer que o Brasil sendo um País que produz muita fruta, está consumindo pouco, daí se observar que todos aqueles que pretenderem abrir um negócio no ramo de fruta congelada, deva ter em atenção o fato do Brasileiro não ter o hábito de consumir muito. Por isso é que a Polpa de Fruta congelada pode ser uma saída, já que através dela, o consumo dos frutos pode ser beneficiado. Acrescente-se que a polpa da fruta tem de ser carnosa, além de fresca e madura, para garantir bons Sucos, Doces e Sorvetes: Existem frutas que são típicas de determinadas regiões e essas podem ser vendidas em locais que nunca se ouviu falar nelas. Neste

VIAGENS

caso, as frutas já compradas e verificadas serão submetidas a determinados processos, como descascamento e preparo, despolpamento logo após o descasque e logo em seguida postas em câmaras frigoríficas, para o seu congelamento a uma temperatura de 18 a 25%. É preciso notar que os Empreendedores têm de ter os seus fornecedores habituais para ter direito á produção deles. Produtos de qualidade e escolha serão uma prioridade desde a colheita. No que toca a uma Fabrica de polpas de frutas congeladas, aqui na região nordestina de Pernambuco, tive a oportunidade de visitar uma em Igarassu, a Matuetê Polpa de Frutas. Situada em uma Chácara entre muitas que aqui existem, fui absorvido pela multiplicidade dos seus componentes; senão vejamos o quadro de fruta congelada que estas instalações

maiahoje

promovem: Açaí, Acerola, Cajá, Cajú, Cupuaçú, Goiaba, Graviola, Manga, Mangaba, Maracujá, Morango, Pinha, Pitanga, Tangerina, Umbu-Cajá e Uva. Além de uma área asseada e limpa as Câmaras Frigoríficas obedecem a um sistema de higiene e salubridade. Porém e nisso as Polpas de Fruta não fogem á regra; elas não só trazem benefícios para a saúde, como até além de conservadas, as vitaminas, abrem ainda uma oportunidade de negócio Nesta análise, não posso deixar de referir os potenciais compradores da Polpa de Frutas em todo o território Brasileiro: Restaurantes, Bares, Pisarias, Sorveterias, Casas de sucos, Escolas, Hospitais, Empresas, etc. Em jeito de cortesia foi-nos oferecido Picolé, (bloco de suco de frutas solidificado) dentro dos frutos acima mencionados.

Rogério Gonçalves

PAÍS DE MODAS Apesar de estarmos na cauda da Europa em quase tudo, de quando em vez chegamos ao top no que concerne a novas modas. Quando surgiram os telemóveis no mercado lideramos durante alguns meses o top dos países onde as pessoas tinham mais telemóveis per capita, até parece que vivemos num oásis. Temos alguns gestores de empresas publicas que ganham mais que outros países mais desenvolvidos e o povo a passar fome para sobreviver. Agora estamos em vias de acolher alguns milhares de refugiados (lamento toda esta situação), mas isto dá mais visibilidade na imprensa do que cuidar dos milhares de sem abrigo que dormem nas ruas e não tem nada para comer...somos um Pais de modas.

Crónica de Margarida Pereira-Müller

Unhais da Serra: Termalismo e descanso

Os putos tinham folia Tinham também humildade Tinham alma e alegria E tinham menos maldade. Não havia laparotos, Eram leves e ligeiros Também havia marotos Mas eram putos porreiros. Pé descalço, pró trabalho, Entre os nove e onze anos Com frio, sem agasalho Chorando os seus desenganos. Que bom que a vida mudou Só há descalços na praia, Mas alegria calou E a educação deu raia. Pés descalços, sem vaidades, Confesso, tenho saudades… Do tempo, mesmo medonho, Qualquer coisa… era lindo! Todo o pouco era bem-vindo Até sapatos eram sonho. Se perguntam qual queria? Digo-vos que preferia O tempo do pé descalço, Não há fome e há fartura Também muito mais cultura Mas cada dia mais falso… Nos alegres pés descalços Nunca eu vira putos falsos Sempre olhavam de frente, Vida dura, noite e dia, Sem mimos, com valentia, Pés descalços deram gente... 08 de Setembro de 2015

Era uma vez um grande senhor que foi à caça na Serra da Estrela. Viu um belo veado e começou a segui-lo. A dada altura estava completamente perdido. A noite começava a cair e ele sem dar tino do caminho de regresso ao palácio. Cansado e cheio de fome, encontra um jovem pastor junto a um rio. Ao vê-lo naquele estado, deu-lhe leite das suas ovelhas. Depois, pôs as mãos no rio e com as suas unhas apanhou um belo peixe que logo ali o assou e alimentou o caçador perdido. A história correu pela região e aquela zona passou a ser conhecida por Unhais da Serra. A origem de Unhais da Serra, a 690 metros de altitude e a somente 8 km em linha reta da Torre na Serra da Estrela, é bastante antiga e perde-se nos séculos. Como se pode ler no portal da Câmara Municipal, o seu povoamento, embora a documentação não seja abundante, remonta a épocas proto e pré-históricas. Procedendo ao aproveitamento das alcantiladas penedias que envolvem o melhor da freguesia - o seu fértil vale, aqui terá sido construído um castro, que certamente terá sido romanizado. O acondicionamento espacial da freguesia poderá mesmo estar na origem da persistência toponímica: protegida pelas grandes dobras da Serra da Estrela, seria natural que aqui se conservasse sempre população onde um vale fértil com variadas nascentes de águas ter-

mais que no entanto só viriam a ser exploradas pelos romanos. Em 1186, D. Sancho I deu-lhe carta de foral. Pensa-se que no século XV era um pequeno lugar pertencente à Freguesia do Paúl. Em 1758 era já Sede de Freguesia. As termas A Norte de Unhais da Serra situase a Estância Termal e Climática, cujas águas moderadamente mineralizadas com reação alcalina, bicarbonatas, sódicas, fluoretadas, sulfídricas e sulfatadas correm a 36.000 litros/hora com uma temperatura de 37º, sendo terapeuticamente indicadas para doenças dos aparelhos circulatório e respiratório, para o reumatismo e doenças de pele. Unhais da Serra viveu a sua grande época turístico-termal nos finais do século XIX e princípios do século XX, sendo na altura conhecida como “Pérola da Beira” ou “Sintra da Covilhã”. A conversão da residência do Conde da Covilhã, pelo próprio, no Grande Hotel de Unhais da Serra tendo anexo o “Casino”, com espaçosos salões de dança, bilhares, jogos de vaza e buffets contribuiu para o fortalecimento do turismo local, vocacionado na altura para a classe relativamente numerosa de proprietários e industriais têxteis da região. O interesse por estas termas diminuiu até que em 2008 quando a

família Manuel Brancal, da Covilhã, da indústria dos lanifícios, decide diversificar os seus negócios e investir na hotelaria. A “menina dos olhos” do Grupo Natura—IMB Hotels é sem dúvida o H2Otel em Unhais da Serra, um complexo de hotel e termas. O projeto foi entregue ao arquiteto Jorge Palma que, em comunhão com o Parque Natural da Serra da Estrela, desenha um hotel de montanha, arquitetonicamente integrado na paisagem, permitindo assim uma íntima ligação a natureza e com “ alusões a linguagem tradicional num conceito contemporâneo", como o próprio refere. O hotel conta com 90 quartos, dos quais 17 são suites e suites duplex, com capacidade até 6 pessoas, distribuídas por três quartos duplos com cassa de banho individual, e com uma deslumbrante paisagem sobre o vale glaciar da Alforfa na vertente sudoeste da Serra da Estrela. Possui também 1000 m2 de salas polivalentes (Congressos, reuniões, incentivos, banquetes). A unidade integra ainda o AQUADOME, um centro 100% wellness, constituído por quatro grandes áreas: AquaTermas, o centro termal mais moderno do país, o AquaFisio, o centro de fisioterapia e osteopatia; o AquaCorpus, para um encontro entre o corpo e a mente, associando alta estética a terapias orientais e, AquaLudic

o conjunto mais inovador de piscinas dinâmicas tematizadas com circuito celta. Os clientes do hotel têm acesso gratuito ao complexo AquaLudic. A água mineral de Unhais da Serra é uma água de circulação profunda, com origem na Serra da Estrela. O seu quimismo resulta essencialmente da percolação através das rochas graníticas, sendo designada por água bicarbonatada sódica, carbonatada, fluoretada e sulfídratada, vulgarmente designada por água sulfúrea. Apresenta uma mineralização total de cerca 280 mg/l, condutividade de 300 μScm1 aproximadamente e PH 8,5 e 8,8, com temperaturas na emergência na ordem de 37,5º. As águas são boas para problemas das Vias Respiratórias / ORL (rinites alérgicas, sinusites, laringites, adenoidites, asma brônquica e alérgica e DPOC), Reumatismos / Doenças Músculo-Esqueléticas (sequelas de traumatismos osteoarticulares, osteoartroses, reumatismos inflamatórios e abarticulares (ombro doloroso, nevralgias e ciatalgias), entorses e sequelas de fratures), doenças do aparelho digestivo (síndrome do cólon irritável / espástica e obstipante) e doenças do aparelho circulatório (síndrome hemorroidário e insuficiência vascular periférica / membros inferiores). Fotos: Hans-Jürgen Müller


maiahoje VIAGENS

sexta-feira 18 de Setembro de 2015

Magazine

23

Milão

“Expo Universal 2015; Uma Montra de Culturas”

\\ A vida continua… Pormenores do Pavilhão do Nepal, devastado por um catastrófico tremor de terra, poucos

dias antes do início da Expo, que provocou mais de 8500 mortos e 17000 feridos.

“O acesso à alimentação, é um direito de todos” (Papa Francisco, no decorrer do discurso de abertura da “XXXIX Conferência da FAO” (Food and Agriculture Organization), que decorreu em Roma, entre os dias 6 e 13 de Junho passado).

A “Expo Universal 2015”, que está a decorrer em Milão, no norte de Itália, abriu ao público no passado dia 1 de Maio e, prolonga-se até ao próximo dia 31 de Outubro, sendo expectável ser vista por cerca de 20 milhões de visitantes durante este período e, gerar receitas na ordem dos 10 000 milhões de euros. O tema central desta “Expo Universal”, é “Alimentar o Planeta, Energia para a Vida” e, procura mostrar aos políticos, cientistas, investigadores, empresários agrícolas, pescadores, sociedade civil, anónimos, para as próximas décadas, o equilíbrio entre a exploração dos recursos naturais, o meio ambiente, a gestão da água potável, a conservação das espécies, a eficiência energética, as novas tecnologias, os transportes, as migrações, as alterações climáticas, a educação alimentar e, a produção de alimentos para o século XXI. Estão presentes neste evento internacional, multicultural e de partilha científica, 144 países entre os quais o Nepal, país que, praticamente na véspera da cerimónia de abertura deste evento, sofreu um violento e trágico sismo, que afectou 4,6 milhões dos seus habitantes e, 12 Organizações Internacionais, que promovem o desenvolvimento e o conhecimento, para a produção alimentar do século XXI. Portugal, não se fez representar. É dos poucos países europeus que não está presente, sendo a única excepção, no conjunto dos países da CPLP (Comunidade dos Países de Língua Portuguesa) … Na era da globalização e da informação, continuamos com uma visão pequena do nosso mundo e, podemos estar a perder o futuro… Com esta decisão essencialmente política, talvez tenhamos desperdiçado uma grande oportunidade de mostrarmos ao mundo o que estamos a fazer de bom, não só pelo nosso mar e seus imensos recursos marinhos na nossa ZEE (Zona Económica

Exclusiva), o nosso potencial agrícola, enquanto país produtor e exportador de alguns dos melhores vinhos, queijos e azeites do mundo, assim como as indiscutíveis condições naturais que possuímos, para potenciarmos ainda mais, a nossa produção frutícola. Segundo a revista “Sábado” de 14 de Maio, a decisão para a nossa ausência, foi tomada por Assunção Cristas, a actual titular do Ministério da Agricultura e do Mar, argumentando com a actual conjuntura económica que atravessamos e, por entender não ser fundamental a nossa presença. Tornou-se incómoda esta decisão, em vários departamentos governamentais. Entre os maiores críticos desta ausência, está a CAP (Confederação dos Agricultores de Portugal) cujo sector agro-alimentar, foi responsável por exportações durante o ano de 2014, de cerca de 5500 milhões de euros, mais de 7% do que no ano anterior. Assim, a única referência ao país, em toda a Expo Universal 2015, encontra-se no “Pavilhão do Brasil” que, na sua concepção, incorpora cortiça portuguesa e, aonde estão expostos vários livros da culinária portuguesa… Num dos expositores, chama a atenção o primeiro livro de receitas, com o título “Arte de Cozinha” editado no país, da autoria de Domingos Rodrigues e, datado de 1680. Foi durante mais de um século, uma referência na preparação da comida da aristocracia e da realeza. A Expo procura também mostrarnos a dura realidade em que vivemos. Assim, da mesma forma que somos alertados para o facto de sermos actualmente cerca de 7305 milhões de seres humanos e, produzirmos o suficiente para alimentarmos 12000 milhões há, em todo o mundo, 805 milhões de pessoas com fome, a maior parte das quais mulheres e crianças que vivem em países subdesenvolvidos, aonde 1300 milhões de pessoas não têm acesso a água potável. A razão desta contradição, é a ineficiência da produção agrícola nos países pobres, a apropriação por parte de sociedades privadas de milhares de hectares de terrenos, a maior parte das vezes com cumplici-

dades governamentais, cujo intuito é a produção intensiva para exportação, a especulação financeira dos terrenos, os mercados voláteis de matérias-primas e, provavelmente, o maior drama do nosso tempo, as alterações climáticas. Estudos recentes da OMM (Organização Mundial das Migrações) e do Asian Developement Bank, apontam para que, cerca de 42 milhões de pessoas em todo o mundo mas, principalmente nos continentes africano e asiático, tenham sido vítimas de condições meteorológicas extremas. O aumento das temperaturas e as alterações pluviais, sempre mais frequentes, provocam inundações e, o aumento do nível da água do mar, com implicações nas culturas e, nas economias. Para as próximas décadas, a não haver alterações comportamentais significativas, estão criadas as condições para potenciais conflitos em grande escala e migrações em massa. Simultaneamente confrontamonos com o facto de haver cerca de 700 milhões de pessoas obesas, devido a uma desadequada alimentação, maioritariamente em mulheres, concentradas principalmente nos Estados Unidos, Canadá, México e na Nova Zelândia. Sem uma correcta educação alimentar, também o Brasil, mantendo os actuais níveis de crescimento de pessoas com excesso de peso, pode vir a ter nos próximos dez anos, um aumento de cerca de 30% de população obesa. No Médio Oriente, o Qatar e o Kuweit e, em África, o Egipto e a África do Sul, engrossam as listas de mulheres maioritariamente obesas. Estes países estão perante um problema de “Saúde Pública”, com todas as implicações daí resultantes. Para o Kuweit, um emirado árabe, situado na península arábica, com um solo árido e clima agreste, a produção agrícola e a energia, são os seus maiores desafios, para garantir uma melhor qualidade de vida. Estão em curso diversos projectos, substituindo o petróleo por energia solar e eólica. Segundo o “Relatório Glass”, na dependência da OMS (Organização Mundial de Saúde), calcula-se que actualmente, 1800 milhões de pessoas usem fontes de água contaminada,

que cerca de 748 milhões não tenham acesso à água de forma sustentável e, que 2400 milhões de pessoas não tenham acesso a instalações sanitárias. A África subsariana, afectada quase em permanência por conflitos militares e étnicos, desastres naturais e avanço da desertificação, tem aproximadamente 215 milhões de pessoas com fome, maioritariamente concentradas na Eritreia, Etiópia, Libéria, Somália, Serra Leoa, Chade, Burundi, Níger, Djibuti, Sudão e Sudão do Sul. O Gana, uma das economias mais estáveis do continente africano com cerca de 26 milhões de habitantes, país da África Ocidental, localizado no Golfo da Guiné, é o segundo maior produtor mundial de cacau e, é um caso se sucesso na luta contra a fome. 80% da sua população tem acesso a água potável e, menos de 9% passa fome. Está presente na Expo com um pavilhão divulgando o cultivo sustentável do cacau, associado à criação de riqueza e de emprego. A Ásia, é a região mais populosa do mundo e, tem a maior concentração de pessoas com fome, cerca de 525 milhões, principalmente devido a escassez de alimentos, ondas de calor violentas, alterações climáticas, guerras e aumento do nível da água do mar. Só na Índia, há cerca de 190 milhões de pessoas com fome, muito embora 70% da sua população viva de uma agricultura, dependente das monções para irrigarem 2/3 das terras cultiváveis, apesar de na última década os indicadores terem melhorado. Há no entanto casos de sucesso, como o Sri Lanka e o Bangladesh, países do sul do continente asiático, que nos últimos anos desceram o seu índice de fome, proporcionalmente ao aumento do rendimento da população. A Indonésia, actualmente com um impressionante crescimento económico, com mais de 90% de taxa de alfabetização, localizada no sudoeste asiático, é o maior arquipélago do mundo, com mais de 230 milhões de habitantes e, procura garantir alimen-

tação para a sua população, envolvendo as autoridades governamentais, ONG´s, líderes das comunidades locais e, população em idade escolar, a fim de erradicar os 6% que actualmente ainda têm fome. Por outro lado, governos, ONG´s, autoridades regionais e locais, assim como diversas instituições em países da América Latina e das Caraíbas, têm-se empenhado na adopção de medidas bem sucedidas, para erradicarem a fome. Entre 1992 e 2014, a população com fome nestas regiões, baixou de cerca de 70 milhões para cerca de 37 milhões, sendo o Haiti, a excepção. Com uma população avaliada em aproximadamente 10,3 milhões de pessoas e, afectado em Janeiro de 2010 por um catastrófico tremor de terra, aonde terão morrido cerca de 300 000 pessoas e, do qual ainda não se recompôs, é o único país desta região, aonde 80% da sua população vive abaixo da linha de pobreza e, mais de metade, sofre de desnutrição crónica. Entretanto, com o mundo a desperdiçar anualmente 1300 milhões de toneladas de alimentos, dos quais 89 milhões só na Europa, para Ba KiMoon, o actual secretário geral ONU, (Organização das Nações Unidas) ao aumento da população mundial, não é preciso aumentar o número de pessoas com fome. A melhor qualidade das infra-estruturas e as novas tecnologias, podem reduzir a quantidade de pessoas com fome. Vivemos numa fase de abundância. O problema, são as desigualdades na distribuição da riqueza, que atinge proporções verdadeiramente chocantes. Foi com o objectivo de promover um debate, em como o planeta pode sobreviver de forma sustentável, justa e saudável, promovendo as diversas identidades culturais e, procurando produzir mais alimentos com menos recursos, que Mateo Renzi, o actual primeiro ministro italiano na cerimónia de abertura da “Expo” disse, “hoje, começa o amanhã”. Carlos Alberto Pereira, desde Milão

\\ Pavilhão do Brasil: É neste pavilhão, que fala a língua de Camões, que

os portugueses que visitam a Expo, se podem rever no seu país, através da exposição de diversos livros da culinária portuguesa e da fachada em cortiça de mais de 1000 m2, fornecida por uma empresa portuguesa.


24

sexta-feira 18 de Setembro de 2015

Publireportagem

CULTURA

maiahoje

De 19 de Setembro até 14 de Novembro

Bienal da Maia - Lugares de Viagem - Momento III \\

14 Exposições. Uma centena de artistas. \\ PROGRAMA - MOMENTO III - Setembro DIA 19 INAUGURAÇÃO MOSTRA DE PERFORMANCE 16h - Fórum da Maia A Intensidade para o Amplo Daniel Pinheiro Priscilla Davanzo FICTIONARY PLAYERS EXPOSIÇÕES COLECTIVAS 16h - Fórum da Maia A Força do Real que Há-de Vir A Capacidade de um ObjectoLugar ARTEMOSFERAS | I.M.A.N. | ATELIERS MOMPILHER EXTÉRIL POSTE - Vídeo Arte

O Momento III do Lugares de Viagem acontece de 19 de Setembro a 14 de Novembro, sendo este o momento final de uma programação que se iniciou em Março, e que se expande do Fórum da Maia ao Centro Comercial Plaza e a outros locais. O Lugares de Viagem, projecto artístico comissariado pelo artista e curador José Maia para a Bienal da Maia 2015, apresenta criadores de diferentes gerações, práticas artísticas e geografias que têm reflectido, inscrito e dinamizado a zona metropolitana do Porto e as regiões do Norte. Depois de um primeiro momento dedicado à obra de Manoel de Oliveira e de um segundo momento que apresentou artistas nacionais e internacionais que deram conta do imaginário do Norte do país inaugura amanhã, 19 de Setembro o terceiro e último momento do Lugares de Viagem Bienal da Maia 2015 com as expo-

sições colectivas A Força do Real que Há-de Vir (Fórum da Maia) e Nunca Chegar ao Fim (Centro Comercial Plaza), estarão patentes até 14 de Novembro. As exposições têm como enquadramento o potencial dos espaços e da capacidade de transformação e inscrição dos lugares. Neste contexto, são convocados criadores com obras em vários campos que se relacionam com as artes plásticas, como arquitectos, designers gráficos, músicos, autores de BD, ilustradores, autores de livros de artista e criadores para o espaço da Web. Partindo da inscrição artística de espaços virtuais, o Lugares de Viagem - Bienal da Maia 2015 apresenta o trabalho de Silvestre Pestana, artista que tem desenvolvido parte da sua prática artística através das plataformas digitais, sendo um nome fundamental na vídeo-arte e na poesia concreta, destacando-se igualmente na per-

formance e na experimentação com diversos materiais. Se alguns artistas, como o maiato Daniel Pinheiro, partem identicamente da potência da interacção em tempo real no espaço da Web, outros irão trabalham - a partir do desenho, da fotografia, da instalação ou do livro - os espaços na sua dimensão real (como os arquitectos Paulo Moreira, LIKEarchitects, Rui Neto ou Depa - Departamento de Arquitectura), ou, imaginária, seja através da prática da BD (Marco Mendes, Nuno Sousa ou Carlos Pinheiro), da ilustração (João Maio Pinto, César Figueiredo ou Paulo Ansiães Monteiro) ou dos livros de artistas e publicações de autor (KRAFT ou Editora Pé de Mosca). Após as performances-instalação de Pedro Tudela, Joclécio Azevedo ou Vera Mota no Momento II, neste momento final da Bienal da Maia 2015, a música terá um lugar de destaque através do concerto-

performance do reconhecido artista Carlos Zíngaro, que desenvolve trabalho na área da BD e das artes plásticas, obras que estarão identicamente patentes na exposição. Destaque ainda para o concerto-performance de Filipe Felizardo, que apresentará, igualmente, trabalho gráfico e a edição de um novo livro; finalmente, haverá o concerto do novo projecto Bruta (de Ana Deus e Nicolas Tricot) que trabalha sobre textos de diversos poetas portugueses. Após as exposições do Laboratório das Artes (Guimarães), do Rua do Sol 172 (Porto), do Expedição (Porto) e dos colectivos EyeEM Porto e In-Va-São (Porto), estará patente no ciclo A Capacidade de um Objecto-Lugar, as exposições de três espaços/colectivos independentes que marcaram as práticas artísticas no Norte do país durante a última década. O espaço alternativo do Porto, Extéril, recriará durante o Mo-

17h - Centro Comercial Plaza Nunca Chegar ao Fim CONCERTOS 18h - Fórum da Maia Carlos Zíngaro Bruta (Nicolas Tricot e Ana Deus, Paulo Ansiães Monteiro) Filipe Felizardo DIA 26 16h - WORKSHOP - BD "O lugar do observador na banda desenhada" por Marco Mendes

mento III os três espaços que marcam a sua programação - o projecto Poste - Vídeo Arte, Extéril e 15 Minutos de Fama - apresentando obras de diversos artistas. Ainda no dia 19 de Setembro, inaugura a exposição do colectivo ARTEMOSFERAS | I.M.A.N. | ATELIERS MOMPILHER, que marcou a prática artística no inicio da década passada, ao dinamizar cidades como o Porto, Famalicão, Guimarães e Braga. O ciclo finaliza a 24 de Outubro, com a exposição do colectivo de Viana do Castelo, Hugo Soares e João Gigante, artistas que se destacam pelo trabalho enquanto performers e, apresentarão um concerto, uma conversa-performance, uma conversa com espaços artísticos de Viana do Castelo e a apresentação da fanzine Parasita, que contempla projectos específicos, sendo, em si, um espaço de reflexão.

Carlos Zingaro


maiahoje ROTARY

sexta-feira 18 de Setembro de 2015

Publireportagem

25

Novo Governador do Distrito 1970 da rede mundial de Voluntários apresenta cumprimentos na Câmara Municipal

Bragança Fernandes recebe Governador do Rotary Club 1970 Presidente da Câmara Municipal da Maia recebe Governador do Rotary Club 1970 António Bragança Fernandes, Presidente da Câmara Municipal da Maia, recebeu, ontem, o atual Governador do Rotary Club- António Vaz, nas instalações do município maiato. A rede mundial de voluntários, que se propõe a enfrentar alguns dos maiores problemas da humanidade, teve a atenção do Presidente da cidade da Maia que procura sempre estabelecer relações de proximidade e afeição com estas entidades. Deste modo, à semelhança do que aconteceu no passado com anteriores Governadores do distrito 1970, Bragança Fernan-

HOMENAGEM

des marcou presença na receção de boas vindas a António Vaz, que assumiu o cargo de Governador no passado mês de junho e dá agora os primeiros passos na execução das suas funções rotariais. Neste mês de Setembro o movimento rotário dedica especial atenção à educação Básica e Alfabetização. «A educação/formação é o caminho para as boas relações entre as nações e para a construção da paz. E nós, Rotary, queremos humanizar o mundo, queremos construir a paz», e acrescenta, «em conjunto com as instituições, faremos sempre um trabalho muito melhor, mais direcionado e mais eficiente».

Arquitectura e Andebol são as suas “paixões”

Maiata, nota 20 A Câmara Municipal da Maia homenageou ontem Patrícia Resende, a aluna que entrou, este ano lectivo, na Faculdade de Arquitectura da Universidade do Porto (UP) com 20 valores a tudo. Natural de Vila Nova da Telha passou pela Escola EB1 do Lidador e pela Escola EB 2,3 Dr. Vieira de Carvalho, onde garantiu sempre as melhores notas. O Ensino Secundário foi feito no Colégio de Gaia, onde acabou o curso científico-tecnológico de Desenhador de Projectos de Arquitectura e Engenharia com nota máxima. Em entrevista ao Maia Hoje, Patrícia Resende salientou que é «muito gratificante» ser homenageada pela câmara municipal do local onde vive. Questionada sobre o segredo do seu sucesso, garantiu que «não há nenhum segredo», só «trabalho, dedicação e ambição». «Sempre tive o sonho de entrar na Faculdade de Arquitectura e, como sabia que a média é elevada, trabalhei para ter uma média segura de entrada e não estar, como muitos colegas, dependentes das médias do ano», explicou. Para além de excelente aluna, Patrícia Resende, de 18 anos, joga andebol no Colégio de Gaia. O facto de ter estatuto de atleta de alto rendimento poderia tê-la ajudado a entrar, mas Patrícia não queria que tal acontecesse. «Sempre disse aos meus pais e aos meus colegas que não queria entrar pelo estatuto mas pelo meu trabalho», afirmou. «O andebol ocupa grande parte da minha vida», disse, «mas consigo ter sempre tempo para aquilo que quero». «No meu dia-a-dia tenho que estabelecer sempre as minhas prioridades. Na altura de testes, a minha prioridade é a escola. Quando tenho mais tempo, dedico-me ao andebol e procuro estar com os amigos», referiu. Quanto à Arquitectura, gostava de, no futuro, tirar uma pós-graduação na área de reabilitação urbana. «Sei que é algo que nos dias de hoje está a ter uma grande evolução, devido à quantidade de edificações que existem, muitas abandonadas por estarem degradadas, outras por não estarem adaptadas às necessidades do nosso dia-a-dia», justificou. O objectivo é mesmo conciliar as duas “paixões”: a Arquitectura e o Andebol. Bragança Fernandes, presidente da Câmara Municipal da Maia, mostrou-se «muito orgulhoso» pelo facto da aluna com melhor média a entrar na UP ser maiata e abriu as portas da autarquia à jovem Patrícia. «Gostava muito de ter uma arquitecta como tu na câmara».


26

sexta-feira 18 de Setembro de 2015

Classificados

FAÇA AQUI A SUA PUBLICIDADE GRATUITA*

maiahoje

*com a assinatura do jornal CONTACTO jose.pinto@maiahoje.pt

917 947 022

JORNAL MAIA HOJE • ED. 378 DE 18/09/2015

JUSTIFICAÇÃO ----------Certifico para fins de publicação que, por escritura de vinte e cinco de agosto de dois mil e quinze, lavrada a folhas noventa e oito e seguintes do livro de notas para escrituras diversas número setenta e um – A, do Cartório sito na Maia, na Rua Dr. Carlos Felgueiras, número cento e três, primeiro andar, sala cinco, da notária Licenciada Cláudia Sofia Duarte da Silva Barbas, o Eng.º António Gonçalves Bragança Fernandes, divorciado, natural da freguesia de São Nicolau, concelho do Porto, com domicílio profissional na sede do seu representado, outorgou na qualidade de Presidente da Câmara e em representação do MUNICIPIO DA MAIA, com sede no Edifício dos Paços do Concelho, na Praça do Dr. José Vieira de Carvalho, na Maia, pessoa coletiva número 505.387.131. e por ele foi dito que o seu representado Município é dono e legítimo possuidor, com exclusão de outrem, do prédio urbano composto por parcela de terreno destinada a construção urbana, sito no lugar da Bajouca, Gemunde, freguesia de Castêlo da Maia, concelho da Maia, com a área de quinhentos e quatro metros quadrados, a confrontar a norte com herdeiros de António Moreira Ramos, a sul com Município da Maia, a nascente com Joaquim Alves Dias e a poente com Manuel Moreira Ramos, inscrito na matriz sob o artigo 5996, anteriormente inscrito sob o artigo 1059 da extinta freguesia de Gemunde, com o valor patrimonial tributário e atribuído de quarenta e três mil oitocentos e vinte euros, não descrito no registo predial.-------------------------Que o Município seu representado e justificante possui o referido prédios há mais de cinquenta anos, por lhe ter sido doado por Albina Alves de Azevedo e marido Joaquim Alves Dias, casados sob o regime de comunhão geral de bens, residente no mencionado lugar da Bajouca, em Gemunde, Maia, não sendo possível, no entanto, precisar a data da aquisição com melhor rigor, devido à distância temporal e cujo título, por isso, não dispõe.----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------Que desde aqueles tempos o Município entrou na posse do imóvel, agindo sempre por forma correspondente ao exercício do direito de pro-priedade plena, aproveitando todas as suas utilidades, usufruindo-o, fazendo melhoramentos e reparações e suportando os respetivos encar-gos, posse esta que exerce até hoje, de modo contínuo, pacífica e publi-camente e de boa fé, pelo que se afirma proprietário do prédio, justificando a sua aquisição por usucapião.----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------É certidão narrativa e está conforme o original.-----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------Maia, trinta e um de agosto de dois mil e quinze.------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------A Notária, (Claudia Sofia Duarte da Silva Barbas) Conta registada sob o n.º P - 1819. Incluída na da escritura.


sexta-feira

ADESÕES E PROMOÇÕES VÁLIDAS À DATA DESTA PUBLICAÇÃO • TODAS AS OFERTAS NÃO SÃO ACUMULÁVEIS COM OUTRAS EVENTUAIS PROMOÇÕES TEMPORÁRIAS DO ADERENTE • CONSULTE AS CONDIÇÕES ESPECÍFICAS NO LOCAL • EM CASO DE DÚVIDA, RECUSA, OU OUTRO ASSUNTO DESTA TEMÁTICA, POR FAVOR CONTACTE O DEPARTAMENTO DE GESTÃO DE CARTÕES DO NOSSO JORNAL.

LOJAS E SERVIÇOS ADERENTES EM 2015/08/15

maiahoje 18 de Setembro de 2015 CARTÃO VANTAGEM O cartão que lhe traz descontos e inúmeras vantagens! Seja assinante, adira já! 22 406 21 26!

27

CATEGORIA......ADERENTE ...................................MORADA ..............................................TELEF. .......VANTAGEM ...............................................................................................................................................................................................................ÁGUAS SANTAS

ADULTOS .......................TANGERINEWEAR - Sexy Store...............................Rua D. Afonso Henriques, 532, porta 2 - Areosa ............229 737 376 ......5% Desconto em acessórios ANIMAIS.........................OS BICHOS DO GUI - Pet Shop...............................R. D. Afonso Henriques, 2406 - Corim - Ág. Santas .......936 550 935 ......15% acessórios e rações de cão e gato (>1,5Kg) ARTES .............................ESTÚDIO B - Ens. Técnico-artístico em dança...Praça Fernando Campos , 105 - Águas Santas ...............917 429 276 ...... 50% inscrição. 10% três primeiras mensalidades ARTES GRÁFICAS.......C3X Artes Gráficas......................................................Rua da Caverneira, 49 - Águas Santas ...............................911 776 128 ......10% em todos os trabalhos BELEZA ...........................ESPAÇO BELEZA E CAMINHOS ...............................Rua Serafim Alves da Cruz, 109 r/c .....................................914 528 084 ......Diagnóstico pêlo gratuito. 10% corpo e rosto ............................................LILIANA PATRÍCIA - Cabeleireira ............................Rua Dr. António Sousa Oliveira, 125 - Águas Santas ....224 908 797 ......10% em serviços de cabeleireiro CONFEITARIA & PÃO......GULA - Padaria & Pão Quente ................................Rua Afonso Henriques, 2696, Águas Santas....................914 678 972 ......10% Menus, p.alm., almoço, lanche.15% bolo aniversário ENSINO...........................ESCOLA DE CONDUÇÃO BOA NOVA ...................Rua D. Afonso Henriques, 4515, r/c ....................................229 725 577 ......7% desconto carta condução + oferta manual LAVAND./SERV.DOMESTICO.GI LAVANDARIAS ........................................................Rua Quinta da Comenda, 237 - Aguas Santas ................968 498 951 ......10% em lavandaria OBRAS&REPARAÇÕES...RODRIMAIA...................................................................Av. D. João I, 743 - Águas Santas .........................................917 585 260 ......5% em todos os artigos ............................................CHAVES ERMESINDE..................................................Rua Camilo Castelo Branco, 17.............................................229 715 037 ......5% desconto RESTAURAÇÃO............KIKAS CAFFE.................................................................Rua Quinta da Comenda, 20 - Águas Santas...................916 415 559 ......10% desconto em valores superiores a 20 Euros. ............................................COZINHA REGIONAL 12TRÊS..................................Rua do Mosteiro, 479 - Águas Santas ................................229 710 600 ......Oferta da sobremesa da casa em todas as refeições SAÚDE.............................DENTALMOURA - Clínica Dentária .......................Rua Manuel Gonç. Lage, 930 (frente à Milaneza) ..........224 003 704 ......Check up gratuito + 5% desconto em tratamentos ............................................MEDICAL ÓPTICA .......................................................Rua D. Afonso Henriques, 4485 ...........................................229 742 688 ......30% desconto sobre tabela SEGUROS.......................NORSECUR - Mediadora de Seguros ...................Rua Manuel Gonçalves Lage, 1446 - Águas Santas ......229 022 265 ......Oferta de brinde em pedido de cotação/simulação

........................................................................................................................................................................CASTÊLO DA MAIA/ ZONA INDUSTRIAL

ALIMENTAÇÃO............BENIREGION - Café e máquinas ............................Rua do Castanhal, Lt 21, Sector II , ZI Maia ......................808 203 822 ......10% convertido em produto em cápsulas “Mitaca” ANIMAÇÃO ...................KANTIDANCE - Karaoke............................................Rua de Quiraz, 438 R/c - S. Pedro Avioso..........................915 906 530 ......Até 50% desconto ARTES GRÁFICAS.......MHM - Artes Gráficas ................................................Rua Engº Frederico Ulrich, 2007 - ZI Maia ........................229 481 844 ......10% em impressão digital ARTES .............................A LOJA DA TANINHA Artes Decorativas..............Via Padre Arnaldo Duarte, 80 - Castêlo da Maia ............223 244 608 ......10% em todos os artigos ............................................JOSÉ DA ROSA - Artesanato e Rep.Calçado ......Rua da Estação, junto ao nº 144 - Castêlo da Maia .......917 800 427 ......15% em Artesanato e 30% em consertos de calçado BELEZA ...........................EXTRATO DE BELEZA .................................................Av. Via Engº Belmiro Mendes Azevedo, 287....................917 599 893 ......10% em serviços superiores a 5 Eur. ............................................JU NAILS - Unhas de Gel ..........................................R. da Estação, 114 - Castêlo (Junto à Estação Metro) ...917 704 491 ......10% em aplicação e manutenção de Unhas de Gel ............................................GLAMOUR CABELEIREIROS .....................................Via Diagonal, 25 - Castêlo da Maia......................................913 377 740 ......10% em todos os serviços DECORAÇÃO ................KADECOR - Low Cost Mobiliário ...........................Rua Frederico Ulrich, 2816 (Junto à Efacec) ....................229 447 756 ......10% em todos os artigos ............................................FEIRA DOS SOFÁS.......................................................Zona Industrial Maia I, Sector X, Lote 382........................220 129 260 ......5% em todos os artigo ENSINO...........................GUIA DO ESTUDO ..........................................................Rua de Avioso, 744 - Castêlo da Maia....................................220 149 308 .......50% na inscrição ..............................................DESCOBERTA DA MÚSICA ..........................................Rua S. Salvador de Gondim, 258 - Gondim.........................229 862 338 .......50% na inscrição e 10% na mensalidade FLORISTAS ....................ARTEZÉ - Florista.........................................................R.Augusto Nogueira da Silva, 20 -Castêlo da Maia .......934 263 060 ......10% em arranjos florais e plantas FOTOGRAFIA ...............CHUVA DE CORES.......................................................Av. José da Silva Soares, 55 - Castêlo da Maia ................963 171 700 ......30% em Sessão Fotográfica em Estúdio ou Exterior LAVAND./SERV.DOMESTICO.KIKAS - Lavandaria & Atelier de Costura ............Via Diagonal, 59.........................................................................224 906 205 ......5% em todos os serviços ............................................KADECOR - Low Cost Mobiliário ...........................Rua Frederico Ulrich, 2816 (Junto à Efacec) ....................229 447 756 ......10% em todos os artigos ............................................FEIRA DOS SOFÁS.......................................................Zona Industrial Maia I, Sector X, Lote 382........................220 129 260 ......5% em todos os artigo INFORMÁTICA .............SPS Informática ...........................................................Rua Engº Frederico Ulrich, 2007 - ZI Maia ........................225 409 021 ......20% em Assistências Técnicas MAQUINARIA ..............NATCAL - Máquinas Têxteis e Mat. Escritório ...Zona Industrial MAIA I, Sector VIII, 139 - Gemunde .....937 817 160 ......5% em produtos OBRAS&REPARAÇÕES...CHAVES DO CASTÊLO ...............................................Rua Augusto Nogueira da Silva, 53 ....................................223 205 529 ......20% ao domicílio . 10% serviço sapateiro. RESTAURAÇÃO............CERVEJARIA MAIOR ...................................................Parque Comercial, 14 – Lugar do Chiolo – Barca...........229 415 507 ......10% desconto ............................................CAFÉ NA LINHA ...........................................................Rua da Estação - Castêlo da Maia........................................933 354 095 ......Ver no local ............................................CAFÉ CANTINHO Salão de Jogos..........................Rua da Liberdade, 29 - Gondim ...........................................229 812 259 ......10% desconto ............................................BRAZIDO - Churrasqueira........................................Av. Estevão Oliveira Maia, 589 - Castêlo da Maia...........229 863 030 ......10% desconto ............................................SOBEBER - Máquinas de àgua e café...................Zona Industrial Maia I, Sector I, Lugar do Outeiro ........966 462 670 ......10% em água e ou café ............................................QUINTA DE VILARINHO.............................................Rua de Vilarinho de Cima, 360 - Castêlo da Maia ..........960 308 490 ......5% desconto SAÚDE.............................Clínica Dr. LEONEL DUARTE - Med. Chinesa......Rua Augusto Nogueira da Silva, 20 - Castêlo..................968 535 083 ......50% 1ª consulta. 5% tratamentos ............................................AP CLÍNICA Médicina Dentária..............................Via Engº Belmiro de Azevedo, 47 - 1º sala 4 (Castêlo)..229 822 092 ......10%Ortodontia, implantologia, hálito. 15% outras especialid. ............................................Clínica DENT’AVIOSO.................................................Rua de Paredes, 298 - S. Pedro Avioso...............................220 994 617 ......Check up gratuito. 10% medicina dentária generalista VEÍCULOS ......................IMPORFASE – Escapes...............................................Rua do Outeiro, 15 - Z.Ind.Maia I Sec. II Gemunde........229 410 780 ...... 36% desconto em todos os serviços ............................................FARCAR AUTOMOTIVE - Comércio Auto.............Rua Albino José Domingues, 42, ZI Maia Sec. IV ...........910 810 874 ......Depósito atestado na compra da viatura ............................................MAIATOURS - Aluguer viaturas c/motorista .....Largo Soutinho de Maio, Hab. 22........................................220 996 759 ......10% todos os serviços ............................................LD Auto - Bosch Car Service ...................................Z.I.Maia I – Sector IX – Lt.226 R. João Veiga Anjos ........244 619 990 ......15% lubrificantes e art. de manutenção Bosch ............................................DOMOAUTO .................................................................Rua Augusto Nogueira da Silva, 1338 Castêlo Maia.....224 062 981 ......15% desconto em serviço de mecânica e electricista

............................................................................................................................................................................................................CIDADE DA MAIA

ARTES GRÁFICAS.......PUBLIREFERÊNCIA......................................................Rua Pedro Julião, 114 r/c ........................................................224 062 126 ......15% em cartões de visita 10% em serviços gráficos ............................................OFICINA DA CÓPIA.....................................................Rua José Rodrigues da Silva Júnior, 192...........................229 442 290 ......10% em todos os artigos personalizados ACTIVID. LÚDICAS.....ESPAÇO 2 ......................................................................Av. António Santos Leite 452(ao McDonalds) ................916 304 716 ...... oferta inscrição e 10% desconto mensalidade ALIMENTAÇÃO............GLOOD MAIA - A Mercearia do Mundo ..............Av. D. Manuel II, 1390 - Maia .................................................223 219 290 ......10% desconto ............................................MAIA CARNE.................................................................Rua Augusto Simões, 578 - Maia .........................................229 448 869 ......ver na loja ANIMAIS.........................PAULO VIEIRA AQUÁRIOS ........................................Rua do Viso, 79, Lojas 15 e 16 ...............................................918 844 206 ......10% Aquarofilia e 5% nos restantes produtos. ............................................JUPETSHOP & GROOMING......................................Rua Altino Coelho, 70 - Maia.................................................229 422 637 ......10% em banhos e tosquias ARTES .............................TEXTURAS – Artes Decorativas..............................Travessa Dr.Augusto Martins,12-16 Maia .........................919 417 006 ...... 20% desconto nos workshops, ao trazer um amigo ............................................FUN TATTOO ................................................................Galeria Rosa dos Ventos, R. Do Viso, 79 - Lj.8 ..................229 490 331 ......10% em qualquer serviço ............................................MUITA PINTA ................................................................Rua Santo Condestável, 383 r/c...........................................229 447 521 ......10% em artigos e serviços ............................................MM - Moldura Minuto ..............................................R. Dr. Gonçalo Araújo, 181 - Maia ........................................229 426 565 ...... 20% em todos os serviços por medida BEBIDAS.........................GARRAFEIRA DO JOFRE............................................Praceta Artur Marques, 92 Maia ..........................................229 481 540 ...... 5% desconto em bebidas e 10% em acessórios BELEZA ..........................CHIPAMBO ....................................................................Rua António Oliveira Braga nº105 Maia............................912 283 681 ...... 20% desconto em cabeleireiro e estética ............................................ELISA MOURA ..............................................................Rua D. João IV, 263 Maia.........................................................229 410 811 ......10% desconto no corte ............................................MONTECARLO - 100% MEN ....................................Maia (Maninhos) .......................................................................229 418 583 ......10% em corte e lavagem ............................................FERNANDA MOREIRA - Téc. & Style Hair.............Rua Adélia Ferreira dos Santos Carvalho, 136 ................223 257 493 ......20% em coloração e corte com brushing (2ª a 5ª feira) ............................................VAIDADES & ESTILOS.................................................Pcta. Eng. José Adriano Moreira dos Santos, 36 ............224 949 112 ......10% em trabalhos técnicos ............................................MAIA CARE CENTER ...................................................Rua Dr. Carlos Felgueiras, 98 - S/L D...................................224 001 696 ......10% em todos os serviços ............................................SAÚDE & BELEZA - Estética e Enfermagem.......R. da Cegonheira, 226 - Maia ................................................911 559 335 ......5 Euros de desconto em valores superiores a 25 euros ............................................PENTE & ARTE ..............................................................Rua Conselheiro Campos Henriques, 39 - Maia.............229 410 049 ......10% em trabalhos técnicos ............................................STYLE LINE ...................................................................Rua D. João IV, 189 - Maia ......................................................229 412 757 ......20% em compras sup. a 20€ excepto extensões ou produtos ............................................IMAGEM CABELEIREIROS .........................................AV. Santos Leite, 263 - Maia...................................................229 485 703 ......10% Todos os serviços ............................................CORPO E ALMA - Estética e Bem-estar ...............Av. Mouzinho da Silveira, 27, Loja C - Gueifães..............936 117 481 ......10% em todos os serviços ............................................LINA CARNEIRO - Instit.Beleza e Cabeleireiros.Av. Novo Rumo, 2 - Maia.........................................................229 413 955 ......10% em todos os serviços ............................................PLAZA NAILS - Estética e Manicure......................Av. D. Manuel II, 2070 - 2º Sala 21 .......................................915 624 121 ......10% em serviços de estética e manicure ............................................ISABEL COSTA - Centro de Estética ......................Rua António Oliveira Braga, 111 - 1º Dto. ........................910 609 483 ......15% de Segunda a Quinta ............................................SO PARA SONHOS - Depilação Laser...................Av. D. Manuel II, 941 R/c - Vermoim....................................223 297 718 ......5% em todos os serviços laser CONFEITARIA & PÃO......CASA DOS PROFITEROLES - Bolos ........................Rua do Viso, 71 (100 mts PSP Maia)....................................309 910 167 ......10% desconto em Bolos de Aniversário e Sobremesas ............................................JOIA DA MAIA - Padaria, pastelaria, snackbar ..R. Eng. Duarte Pacheco, 670 Maia.......................................229 490 458 ......5 euros em bolos de aniversário superiores a 2 Kg ............................................DELÍCIA DE GUEIFÃES ...............................................Rua Manuel Ferreira Pinto 120, 4470 Gueifães...............22 960 6272 ......5% de desconto em compras superiores a 5 eur ............................................PAULISTA - Confeitaria..............................................Rua Augusto Simões, 396 - Maia .........................................229 411 925 ......15% em entermeios e bolos festivos inc. Bolo rei e pão ló ............................................XIS DOCE Pastelaria ...................................................Travessa do Beato Domingos Jorge, 70 - Maia...............229 484 220 ......10% em pastelaria ............................................10 DE MAIO Confeitaria e Padaria ........................Rua Manuel Faro Sarmento, 135 .........................................229 428 151 ......10% para valor mínimo de 5 euros. CRIANÇAS .....................DIDATIC – Jogos didácticos ....................................Av. Visconde Barreiros, 108 Maia.........................................223 210 835 ......10% em compras iguais ou superiores a 10 eur DECORAÇÃO ................MAIS CASA – Decoração/Prendas ........................Rua Simão Bolivar, 253 Maia .................................................229 443 485 ......10% em todas as compras ............................................REI DOS COLCHÕES..................................................Av. António Santos Leite, 585...............................................224 921 179 ......10% desconto ............................................CRU & COMPANHIA ...................................................Pcta. J.A.Moreira dos Santos, 14 (Junto à Seg.Soc.) ......229 444 573 ......10% em todas as cortinas completas c/montagem e Estores ENSINO...........................ESCOLA CONDUÇÃO OLIVEIRA .............................Av. D. Manuel II, 1148 ..............................................................229 485 798 ......10% desconto sobre preçario todas as categorias Carta


28

CARTÃO VANTAGEM

sexta-feira 18 de Setembro de 2015

maiahoje

CATEGORIA......ADERENTE ...................................MORADA ..............................................TELEF. .......VANTAGEM ............................................EXPERTALENT – Centro de estudos .....................Rua 5 de Outubro, 1809 Gueifães Maia ............................229 419 925 ......10% inscrição + 5% cursos intensivos de línguas ............................................TURMA DOS CURIOSOS Centro de Estudos......Av. D. Manuel II, 958.................................................................220 927 993 ......50%inscrição e 5% nas 3 primeiras mensalidades sala estudo ..............................................CMP - Centro Maria Pinheiro.....................................Rua António Oliveira Braga, 97 Maia (junto aos SMAS).223 262 590 .......Oferta inscrição e 10% nas mensalidades ..............................................ARCO ÍRIS DE LETRAS - Centro de Estudo............Av. Fernando Pessoa, 165 - Maia.............................................968 619 654 .......Oferta inscrição ..............................................TDADOS - Consultadoria de Formação e Gestão.Praceta da Cegonheira, 107 - Maia ........................................229 482 127 .......10% na inscrição de formação ............................................BE YOUR SELF - Desenv. Talentos e Consult......Av. Visc. Barreiros - ed. MaiaLuz -36 1º Lojas 13 e 14....224 087 829 ......10%desc. em serviços de formação e consultoria ............................................COMPASSALFABÉTICO - Centro de Estudos......Av. D. Manuel II, 1951 ..............................................................914 911 063 ......15% inscrição. 5% mensalidade apoio estudo e cursos línguas ...................................................SAPIÊNCIA - Academia de Estudo .................................Rua Dr. Germano Vieira Torres, 110 - Gueifães..........................918 351 525..........Oferta inscrição e 10% na mensalidade ...................................................OUTWIT - Consultadoria, ensino e formação ..........Rua Angêla Adelaide Calheiros C. de Menezes, 116 .............229 425 347..........10% inscrição em qualquer curso ESOTERISMO ...............MAIA MÍSTICA..............................................................R. Simão Bolivar, CC Venepor, Loja 7 ..................................229 426 821 ...... 5% em todos os Artigos FLORISTAS ....................FILOMENA CRUZ.........................................................Rua de S. Romão .......................................................................229 480 008 ......10% composições flores e plantas naturais e artificiais. ............................................KIKA - Flores e Decorações......................................Rua Armindo Nogueira da Costa, 27 - Vermoim............912 155 106 ......10% em arranjos florais e plantas ............................................ARTEZÉ - Florista.........................................................R.Eng. Duarte Pacheco, 58 Maia .........................................934 263 060 ......10% em arranjos florais e plantas FOTOGRAFIA ...............EAFOTOCENTER ..........................................................Rua dos Altos, 18 – Edifício Arcada Maia..........................224 966 894 ......120 euros Book + 5 Euros passe + 10% serviços estúdio GINÁSIO&BEMESTAR ...BFREE fitness club ......................................................Rua Nova do Cavaco, 155.......................................................913 142 740 ......10% desconto qq modalidade B) pag. 6 meses oferta 2 ............................................MAIA CLUB....................................................................Av. Visconde Barreiros, 198....................................................229 438 150 ......Isenção inscrição e 10% no cartão uniactividade ............................................DESAFIOS ......................................................................Rua da Agra da Portela, 167 - Vermoim ............................911 029 956 ......Oferta Inscrição e 5% em cartão livre ............................................DESPERTAR DA SENSIBILIDADE.............................Rua Augusto Simões, 1359 - Maia.......................................918 131 250 ......Isenção de inscrição em aulas de Yoga INFORMÁTICA&ESCRITÓRIO..........SOS PC - M. AGUIAR...................................................Centro Comercial Plaza - Espaço SOS PC .........................229 420 032 ......15% em Assistência Técnica ............................................FastUp - Agência Web design ................................Rua do Viso, 30 1º sala 4 .........................................................938 461 074 ......15% desc. serv. web design e posic. 1ª pág. do Google ............................................GLOBALTECH................................................................Rua Cerfil, 9 Maia ......................................................................229 602 177 ......15% assist.técnica e reenchimento de tinteiros e toners ............................................PORTUGAL INTERACTIVO........................................Praceta Almada Negreiros, 46 Maia ...................................224 049 313 ......Website institucional com backoffice por 450 euros ............................................TINTEIROS POLVO ......................................................Rua Viso,55 Maia........................................................................913 297 228 ......10% em tinteiros/toners recicl. e comp. 5% Assis.Técnica ............................................DISCONSU - Consumíveis para impressoras.....Rua Simão Bolivar (CC Venepor)..........................................918 701 204 ......5% desconto em produtos da marca Disconsu LAVAND./SERV.DOMESTICOILUSTRE FERRO - Lavandaria e Engomadoria....Rua Augusto Simões, 755 ......................................................911 928 133 ......10% desconto ............................................NÓS FAZEMOS.............................................................Rua 5 de Outubro, 1865..........................................................220 991 234 ......10% desconto lavandaria e 15% engomadoria ............................................KIKAS - Lavandaria & Atelier de Costura ............R. Adelino Amaro da Costa, 222 ..........................................224 906 205 ......5% em todos os serviços ............................................KNOW-HOW - Lavandaria........................................Rua Ângela Adelaide Calheiros Menezes, 286 ...............229 480 492 ......10% em todos os serviços de lavandaria. ............................................BE CLEAN Lavandaria Self Service........................Travessa Sá e Melo, 529 - Gueifães .....................................223 251 514 ......10% em serviços de engomadoria ............................................TERNURA DA ROUPA - Lavandaria .......................Rua da Cavada, 211 - Maia.....................................................229 486 974 .....10% passadoria, mínimo de 10 peças MODELISMO ................MARSIGOR ....................................................................Praceta Artur Marques, 80 Maia ..........................................229 489 483 ......ver na loja OBRAS&REPARAÇÕES...RXL - MOBILIÁRIO Casa de Banho ........................Rua Armindo Nogueira da Costa, 27 - Vermoim............932 662 277 ......5% em todos os produtos OURIVESARIAS ...........BARCA D’OURO...........................................................Pq Central ....................................................................................229 480 196 ......10% desconto todos os artigos PAPELARIA/TABACO...ATRATIVA PALAVRA....................................................Centro Comercial Plaza Piso -loja 21..................................229 444 000 ......15% em Gift e Brindes + 10% em Papelaria RESTAURAÇÃO............DESPERTAR DA SENSIBILIDADE - Rest. Veget. ..Rua Augusto Simões, 1359 - Maia.......................................229 489 996 ......5% em sumos detox ............................................REFÚGIO SUMPTUOSO.............................................Av. D. Manuel II, 1169 Maia....................................................912 772 547 ......5% Serviço à lista. Prato do dia apenas 5 Euros. ............................................SAL E PIMENTA- Restaurante..................................Rua de Argentat 78 (junto R. Aug. Simões) .....................229 442 784 ......5% desconto ............................................TOJU Restaurante.......................................................Av. D. Manuel II, 908.................................................................229 483 306 ......5%desconto ............................................MERENDOLA restaurante ........................................Rua Carlos Felgueiras, 402.....................................................229 442 426 ......10% excepto prato do dia ............................................GINKGO BILOBA - Petisqueira ................................Parque Central da Maia - Maia .............................................917 303 035 ......10% desconto em consumo superior a 20 Eur. ROUPA ACESSÓRIOS .MARIA MAIA – Lingerie ............................................Praça Dr. Vieira de Carvalho, 135 Maia ..............................229 448 196 ......10% desconto em artigos de lingerie ............................................A LOJA DO PAULO– Pijamas, Lingerie e Homewear .Rua 5 de Outubro, 1853 Gueifães (rotunda Lidl)...........224 965 473 ......10% desconto em qualquer compra e 20% em sedas ............................................ENCANTO- Noivas/festas .........................................Rua Dr. Carlos Felgueiras 77 Lj 1 e 115..............................229 444 252 ......10% desconto ............................................ANAMATIS - Pronto-a-vestir....................................Rua dos Altos, 10.......................................................................963 787 574 ......15% desconto em todos os artigos ............................................INFINITO MAR - Vestuário ........................................Av. Visconde Barreiros, 147 - Maia ......................................913 825 866 ......5% em todos os artigos ............................................LOVE YOU FOREVER - Fashion Store ....................Av. António Santos Leite, 648 - Maia..................................936 784 611 ......10% em todos os artigos ............................................QBONITA - Vestuário..................................................Av. D. Manuel II, 1382 ..............................................................914 692 737 ......10% desconto ............................................CRISTINA MACEDO atelier.......................................Rua Dr. Carlos Felgueiras, 98 s/l - Maia..............................229 480 503 ......10% em todos os artigos e serviços ............................................VÍCIO DA MODA..........................................................Rua do Viso, 79 Lj.5 - Maia......................................................229 449 740 ......15% desconto ............................................KIDSMAIA - Artigos de Criança..............................Av. António Santos Leite, 343 - Maia..................................229 416 608 ......10% artigos criança usados ............................................HAPPY HOURS - Aluguer/venda roupa Cerim .Rua do Viso, 79 - Maia..............................................................964 714 927 ......10% em todos os artigos SAÚDE.............................PFARMAC – Parafarmácia ........................................Rua Augusto Simões, 1442 Maia .........................................229 423 013 ......10% excepto leites, fraldas, papas e medicamentos ............................................HIPNOSE CLINICA - Regina Pereira.......................Av. D Manuel II 2070 sala 42 - Maia ....................................936 762 865 ......10% em consultas ............................................ORTOPEDIA PORTUGAL ...........................................Av. D. Manuel II, 1164/1168 Maia ........................................229 428 360 ......10% desconto em todos os artigos ............................................SEARA DE LUZ - Ervanária/Dietética....................Av. D. Manuel II, 1951 Maia....................................................220 105 677 ......11% desconto ............................................CLINILUZ .......................................................................Av. Padre Manuel Alves Rego, 661 Maia ...........................220 944 153 ......Consultas 10 eur. Especiali.: 35 eur. Dentária desde 7,5 eur. ............................................PURAFIBRA – Supl. Desp./Ervanária ....................Rua de Fernando Almeida, 30 Vermoim - Maia..............938 771 832 ......15% desconto em todos os produtos ............................................HAPPY & HEALTH EMOTIONS CLINIC ..................Av. Visconde Barreiros, 215 loja 4 Maia .............................220 963 698 ......Até 25% desconto. Ver condições no local. Com ofertas. ............................................CULSEN - Cuidados Domiciliários.........................Rua António Gomes Soares Pereira, 44.............................229 423 038 ......de 10 a 25% desconto .............................................SORRISOS DA MAIA - Clínica Dentária .................Rua Adelaide Calheiros C. Menezes, 260 - Maia ..............918 706 697.......10 a 20% desconto. Consulte no local. .............................................CLÍNICA DO CHANTRE - Clínica Dentária............Rua Adelaide Calheiros C. Menezes, 112 a 114 - Maia ..229 480 019.......Check-up dentário gratuito. 10% desconto sobre a tabela. ................................................ÓPTICA CENTRAL DE CATASSOL.................................Rua Augusto Simões, 454...............................................................229 485 020 ........20% óculos graduados e 15% em todas as lentes .............................................OCULISTA SÁ - Grupo Optivisão.............................Rua Dr. Carlos Pires Felgueiras, 22 a 26 - Maia .................229 485 007.......Oc. graduados 20% + sol 15% + l.contacto 10% consulta oferta ......................................................OPTICÁLIA MAIA..........................................................................Rua Dr. Carlos Felgueiras, 112 - Maia..................................................223 244 193...........20% óculos graduados e 15% óculos de sol ......................................................GSCLINIC - Medicina Dentária .............................................Rua Padre António, 9 - Maia ....................................................................224 055 419...........Oferta Rx panoramico na1ª consulta e 10% consultas generalistas ......................................................FISIOKIDS - Clínica Esp. Reabilitação Pediátrica..........Rua Santa Casa da Misericórdia, 56 - Maia......................................229 486 247...........10% em Serviços excepto Hipoterapia e Hidroterapia ......................................................GABINETE DE PSICOLOGIA....................................................Travessa Dr. Carlos Pires Felgueiras, 12 - 5º Sala B - Maia ........969 696 237...........10% nas consultas de Psicologia, Educação e Clínica ......................................................REUMAMAIA - Ortopedia.......................................................Av. Santos Leite, 463.....................................................................................229 423 001...........10% desconto ............................................OLIVA WELNESS CENTER & SPA .............................Rua António Gomes Soares Pereira 70 A..........................229 412 858 ......10%desconto em todos os serviços ............................................MULTIÓPTICAS - Multivista .....................................Rua Augusto Simões, 1466 - Loja 8 ....................................229 481 090 ......15% na compra de qualquer produto óptico ............................................DOMUS24 - Apoio Domiciliário ............................Rua Augusto Simões, 651 ......................................................933 609 488 ......5% em todos os serviços e produtos. SEGUROS.......................SEQUEIRA SEGUROS - Mediação de Seguros ...Rua dos Altos, 29 - Urb. dos Altos - Vermoim..................229 484 943 ......10 a 20% desconto. + informação no local. TAKE-AWAY...................SEGREDO DO TEMPERO ...........................................Rua Cons. Camp.Henriques, 31 (tras. BP Lavrador)......917 744 038 ......Oferta 1 sopa na compra de ½ ou 1 dose VEÍCULOS ......................GOMES CAR WASH.....................................................Centro Comercial Plaza Piso -3 Maia..................................912 216 882 ...... 30% em lavagem auto e 10% outros serviços ............................................MINAUTO - Comércio de Automóveis ................Rua Conselheiro Luís de Magalhães, 985 Maia ..............220 124 683 ......Oferta do depósito atestado de combustível na compra ............................................MOTO91 - Peças usadas para motos ...................Rua Nossa Senhora da Caridade, 84 - Maia .....................229 475 504 ......10% em serviços e peças ............................................NUMBER IGNITION.....................................................Rua Nossa Senhora da Saúde - Maia..................................918 963 903 ......10% em mecânica e electricidade ............................................CAR PLANET - Centro Auto .....................................Av. D. Manuel II, 854 C .............................................................229 471 906 ......10% em mão de obra ............................................ENCONTRA VANTAGEM- Prod. Limpeza .............Rua da Cegonheira, 226 .........................................................916 309 470 ......10% Produtos Auto e Limpeza Industrial

.........................................................................................................................................................................................................................FOLGOSA

DESPORTO....................SKYDIVE MAIA- Clube e Centro Parquedismo..Aeródromo Municipal daMaia de Vilar de Luz ...............917 441 974 ......10% em todas as actividades

.........................................................................................................................................................................................................MOREIRA DA MAIA

ACTIVID. LÚDICAS.....Escola MANIA DA DANÇA .....................................Rua da Fábrica, nº23 - (junto BV Moreira).............................936 266 917 ......25% no valor da inscrição ARTES .............................ARTETREVO - Lojinha de Artesanato...................Rua da Estação, 68 - Pedras Rubras ....................................229 447 812 ......10% em todos os artigos ............................................TATUAGENS MANCHA...............................................Rua Conselheiro Luís Magalhães 2648 sala 3 .................913 672 342 ......10%desc. em todos os serviços BELEZA ...........................ESPAÇO DE BELEZA PAULA ASSEMBLEIA...........Rua da Botica, 50 ......................................................................918 702 545 ......10% em serviços e produtos CONFEITARIA & PÃO......CAFÉ PRISMA Gelataria Salão de Chá .................Rua Central do Carvalhido, 1051 ........................................229 417 852 ......10% desconto CRIANÇAS .....................KID’S JUNIOR................................................................CC Mira Maia, Loja 1024 .........................................................229 446 152 ......10% excepto acessórios DESPORTO....................COMPLEXO DESPORTIVO PEDRAS RUBRAS......Rua António Herculano Pereira Maia.................................220 110 105 ......10% desconto em Ginásio e Piscina ENSINO...........................COMPETE MAIS - Actividades Educativas ............Rua Dr. Ant. Martins Costa Maia, 154 - Lj. 21 .....................224 051 772 .......50% inscrição e 10% na mensalidade. ............................................PSIC I&M.........................................................................Rua Conselheiro Luís Magalhães 2648 .............................229 428 191 ......5%desc. em todas as formaçôes(incl. rodoviária) INFORMATICA .............EXTREME PC .................................................................Rua Eng. Frederico Ulrich, 3173...........................................229 421 545 ......25% em instalação sistema operativo ............................................GLOBALTECH................................................................Mira Maia Shopping lj 0.107 .................................................229 602 177 ......15% assist.técnica e reenchimento de tinteiros e toners


maiahoje

sexta-feira 18 de Setembro de 2015

CARTÃO VANTAGEM

29

CATEGORIA......ADERENTE ...................................MORADA ..............................................TELEF. .......VANTAGEM OBRAS&REPARAÇÕES...+ PROTEC.......................................................................Rua Engº Frederico Ulrich, 3098 r/c ...................................910 974 780 ......Ver na loja OURIVESARIAS ...........BARCA D’OURO...........................................................Mira Maia Shopping ................................................................229 480 196 ......10% desconto todos os artigos RESTAURAÇÃO............CONTRADIÇÃO............................................................Mira Maia Shopping loja 1.55...............................................229 481 103 ......10% desconto ............................................TUTTO PER TUTTI .......................................................Mira Maia Shopping loja 1.100 ...........................................229 481 104 ......10% desconto ............................................VILLA MOREIRA Restaurante ..................................Rua do Barreiro, 200 - Crestins .............................................229 404 049 ......5% no Take Away e 10% na Lista. ............................................OS GORDOS restaurante..........................................Rua das Guardeiras, 190 - Pedras Rubras .........................918 260 872 ......5% excepto prato do dia. Oferta de jantar org. grupo 10pax ............................................DOCE TENTAÇÃO........................................................Mira Maia Shopping e CC Jumbo Maia.............................914 789 139 ......10% em todos os produtos ............................................RIO STEACK HOUSE ...................................................Rua de Matos, 61 - Moreira....................................................916 258 542 ......Oferta caipirinha por refeição ................................................CLÍNICA DENTÁRIA DRA. CLARISSE COSTA............Rua Dr. David Ramalhão, 38 .........................................................229 424 260 ........15% Medicina; 10% Orto e Implant.; Oferta rastreio e orçamentos ROUPA ACESSÓRIOS .TEXTIL ANDRADE - Outlet / Lowcost...................Centro Empresarial da Maia, Armazém 22.......................229 821 530 ......20% compras superiores a 50 Euros. SEGUROS.......................LOJA FIDELIDADE DE MOREIRA DA MAIA .........Rua Conselheiro Luís Magalhães, 2672.............................229 447 287 ......Descontos até 25% SAÚDE.......................PSIC I&M.........................................................................Rua Conselheiro Luís Magalhães 2648 .............................229 428 191 ......20%desc.consultas psic. e Av. Psicologica de condutores VEÍCULOS ......................FOCA AUTOMOTIVE...................................................Rua Central do Carvalhido, 442 ...........................................229 487 156 ......20% mecânica e electricista, 10% em lavagem auto

......................................................................................................................................................................................................................MILHEIRÓS

RESTAURAÇÃO............LA RIVIERA - Cafetaria e Hamburgeria ................Via Central, 147 - A - Milheirós .............................................229 746 570 ......10% desconto VEÍCULOS ......................GLOBAL FILTROS.........................................................Via Central de Milheirós, 968 ................................................224 108 120 ......10% todos produtos excepto baterias e óleos

..........................................................................................................................................................................................NOGUEIRA & SILVA ESCURA

ELECTRÓNICA .............JOEL CARVALHO Repar.electrodomésticos ......Rua Manuel da Silva Cruz, 23 - Nogueira .........................966 252 058 ......Oferta da deslocação DESPORTO................RIBEIROS BIKE SHOP - Bicicletas............................Av. Eng. José Af. M Figueiredo, 42 (ao Maia Jardim).....229 426 418 ......10% desconto LAVAND./SERV.DOMESTICOSPA DA ROUPA..............................................................Rua Dr. Joaquim Nogueira dos Santos, 246 - Lj.8 ..........918 925 393 ...... 10% desconto OBRAS&REPARAÇÕES....DOREFAL – Quinagem e Calandra........................Rua Cesário Verde, 50 – Silva Escura ..................................229 441 136 ......5% em Corte Computorizado em Aço e outros materiais ............................................LAR BANHO ..................................................................Rua Agostinho Silva Rocha, 43 r/c Drt...............................229 618 276 ......10 a 20% desconto OURIVESARIAS ...........BARCA D’OURO...........................................................Maia Jardim.................................................................................229 480 196 ......10% desconto todos os artigos RESTAURAÇÃO............D. PERNIL – Taberna...................................................Rua de Salgueiros, 1016 Nogueira Maia...........................914 325 300 ......Oferta de uma sande de pernil na compra de outra SAÚDE.............................NOGUEIRÓPTICA.........................................................................Rua Agostinho da Silva Rocha, 23 - Nogueira...............................914 457 165...........20% graduados e sol. 10% lentes contacto e liquidos VEÍCULOS ......................AUTO PNEUS MAIA ....................................................Rua Dr.Joaquim Nog. Santos, 836 Nogueira ...................229 608 317 ......10% desconto serviços mecânica e eletricista

...................................................................................................................................................................................................................PEDROUÇOS

PAPELARIA/TABACO...ROSMANINHO .............................................................Rua General Humberto Delgado, 223 - Pedrouços ......229 746 584 ......15 a 25% tinteiros e 10% em artigos Science 4 You SAÚDE.............................CLÍNICA DENTÁRIA SANDRA SOUSA ....................Rua General Humberto Delgado, 241 Pedrouços ..........229 756 419.......Check-up gratuito + 10% nas consultas generalistas.

....................................................................................................................................................................................................VILA NOVA DA TELHA

ALIMENTAÇÃO............HÁBITOS DE QUIRES .................................................Rua do Castanhal 487..............................................................229 424 773 ......10%desconto em produtos “Douronly” CONFEITARIA & PÃO......CAFÉ VINT’AGE.............................................................Rua E, Urbanização da Bouça Grande, 32 - VN Telha....939 057 082 ......10% desconto

..............................................................................................................................................................................................INTERNET/AO DOMICÍLIO

ARTES........................CANTINHO DA GUI.....................................................facebook.com/cantinhodagui .............................................912 221 846 ......10% em todos os artigos ANIMAIS.........................HUSSE - Alimentos p/cães e gatos .......................Ao domicílio................................................................................918 325 442 ......15% desconto ............................................O BOSQUE DAS PATINHAS ......................................www.bosque das patinhas.com ..........................................935 729 565 ......10% em todos os serviços ao domicílio BELEZA ...........................LILAC CURVE ................................................................www.lilaccurve.com ................................................................918 497 850 ......10% em todos os produtos DESPORTO....................CARLA SANTOS - Aqua Fit Trainer ........................facebook.com/carlasantosaquafitrainer ..........................918 640 851 ......10% em packs de 10 aulas LAVAND./SERV.DOMESTICOA CLÍNICA DA ROUPA................................................Tratamento de roupa ao domilício.....................................916 086 910 ......8% desconto em todos os serviços e packs ............................................TOPPLIMP - Limpezas ...............................................www.topplimp.pt .....................................................................913 334 759 ......5% em limpezas gerais ............................................CARLOS MADUREIRA - Canalizador .....................Rua Manuel Ferreira Pinto, 555 Gueifães..........................917 889 817 ...... Isenção taxa de deslocação. OBRAS&REPARAÇÕES...CHAVES CORTE REAL.................................................Serviço 24 horas........................................................................910 822 000 ......Serviço domiciliário: 20% deslocação e mão-de-obra

......................................................................................................................................................................................................................NACIONAL

BELEZA ...........................DEPILCLUB - Depilação a laser Diodo .................No Centro mais próximo de si, contacte-nos .................800 206 489 ......Oferta Diagnóstico e demo. gratuita. 50% sob tabela n/acumula ......................................................FORMAS YOU - Tratamentos Estéticos............................No Centro mais próximo de si, contacte-nos .................800 206 489 ......Oferta Diagnóstico e demo. gratuita. 50% sob tabela n/acumula VEÍCULOS ......................LD Auto - Bosch Car Service ...................................Aveiro, Coimbra, Leiria , Torres Vedras, Lisboa, Loulé...244 619 990 ......15% lubrificantes e art. de manutenção Bosch

...................................................................................................................................................................................................................GONDOMAR

DECORAÇÃO ................MARPEL MÓVEIS.........................................................Rio Tinto .......................................................................................229 731 415 ......20% em todos os artigos LAVAND./SERV.DOMESTICOSOLCONVIDA - Serviços de Limpeza ....................Rua das Catrinas, 86 - R7c Esq. Tz. - Rio Tinto ..................934 882 746 ......10% em todos os serviços SAÚDE.............................CLINICUIDADOS - Apoio Domiciliário e Saúde....Av. D. João I, 131 - Rio Tinto ou no domicílio....................220 155 785.......Até 25% desconto. Consultar clínica. VEÍCULOS ......................AUTO JUSTINO CARNEIRO - Oficina.....................Rua de Lordelo, 28 a 38, Fanzeres, Gondomar ...............224 853 370 ......25% em Discos e Calços + oferta de Mão de Obra

.................................................................................................................................................................................................................MATOSINHOS

ACTIVID. LÚDICAS.....ROCK N’BOWL - Bowling..........................................Norteshopping ..........................................................................220 126 090 ......Jogo semana 2,5€, FDS 4,5€ 10% Festas Aniversário BELEZA ...........................CINTIA STEPANIES - Estéticista e Cosmética .....Rua de Santana, 189 - Leça do Balio ..................................935 365 970 ......5 sessões radiofacial por 50 Euros. ............................................LASHES R DESIGN.......................................................Av. da República, 885 - 1º Sala B10 - Matosinhos..........936 053 314 ......30% em extensão de Pestanas DESPORTO....................BLA SPORT - MACRON Artigos Desporto ..........Estrada Exterior da Circunvalação, 12190........................226 154 848 ......10% em todos os artigos ELECTRÓNICA .............MAVIDEO - Reparação oficial Samsung..............R.Santos.Dias, 1128 -SM.Infesta ...............................................229 020 449 ......15% Assistência Técnica Samsung ENSINO .....................COMPETÊNCIAS - formação profissional ..........Rua Tomaz Ribeiro 120 1º Esquerdo - Matosinhos .......913 388 997 ......10%serviços de formação ESOTERISMO ...............DOMÍNIO DA ALMA...................................................Gav. Tv. dos Loureiros c/ Alvaro Castelões, 2 MTS .........224 944 060 ......10% em artigos ou serviços HOTELARIA...................HOTEL QUASAR...........................................................Rua Silva Brinco, 79 a 91 - SM Infesta.................................229 024 828 ......15% desconto nos preços do balcão INFORMÁTICA&ESCRITÓRIO....DISCONSU - Consumíveis para impressoras.....Rua Tomaz Ribeiro, 648...........................................................918 701 204 ......5% desconto em produtos da marca Disconsu ............................................WEBLEVEL - Tecnologia de Informação..............Av. D. Afonso Henriques, 1196 . sala 401..........................229 384 218 ......10% em serviços OBRAS&REPARAÇÕES...A SETE CHAVES............................................................Rua Alfredo Cunha, 115, Loja 2 - Matosinhos .................919 155 649 ......20% em serviços ao domicílio RESTAURAÇÃO............O CANTINHO DO CARECA.......................................Rua Gondivai, nº925 Leça do Balio.....................................229 690 188 ......10% menú geral e 5% no menú Estudante ............................................INGREDIENTE PIONEIRO...........................................Largo do Souto 180 Custoias................................................229 710 026 ......5%serviço a lista e 10% em take-way ............................................MEMORIAL Restaurante...........................................Travessa Helena Vieira da Silva, 12 .....................................222 430 527 ......10% No serviço à lista ............................................DOMINÓ - Tasca Japonesa ......................................Rua Conde S. Salvador, 30 - Matosinhos ..........................913 863 593 ......10% No serviço à lista ROUPAS ACESSÓRIOS.MASCOTE Roupa e artigos bébé e criança........Av. do Conde, 6274 - S. Mamede Infesta ..........................919 028 232 ......10% em todos os artigos SAÚDE.............................IOLANDA CARONES - Clínica Saúde e Bem Estar.....Rua Ló Ferreira, 265 - Matosinhos........................................................229 380 838...........Diagnóstico e avaliaçõoes gratuitas. 10% em tratamentos ...................................................SOL ET LUNA - Mad. Tradicional chinesa...................Rua D. Nuno Alvares Pereira 10 1º Traseiras...............................919 636 227..........50%desc.1º sessão e 10% nas restantes SEGUROS............................NELSON MARTINS Seguros...............................................Rua Tomaz Ribeiro, 510, sala 12 ...........................................967 546 273 ......Descontos até 25% ............................................A. OCTAVIO Seguros..................................................Av.Cal.Gulb, 1497/R. Porto Mouro, 55/Av. Fer.Aroso, 1179.229 579 180 ......Descontos até 40% SERV. FUNEBRES..........FUNERÁRIA SANTA CRUZ DO BISPO....................Rua Gonçalves Zarco, 3182 - R/c - Sta. Cruz do Bispo ..220 966 239 ......20% sobre a tabela de preços. Tlm. 91 439 25 40 VEÍCULOS ......................COMPETIAUTO ..............................................................Rua Godinho Faria, 1426 - Leça do Balio............................220 939 635.......15% M.Obra, Oleo desde19 Eur. Oferta Ench. Pneus Nitrogénio ............................................RESTOCAR .....................................................................Rua Veloso Salgado, 567 - Leça da Palmeira ...................229 996 750 ......25% mat. manut. Bosch; 15% mão de obra e 50% lub. Galp

.............................................................................................................................................................................................................................PORTO

ANIMAIS.........................PATUSCOS NO BANHO - Pet Shop ........................Rua Alves Redol, 397 - Porto .................................................937 462 847 ......15% desconto em banhos BELEZA ...........................MONTECARLO - 100% MEN ....................................Porto (Baixa) - Porto (Boavista) ............................................229 418 583 ......10% em corte e lavagem DECORAÇÃO ................MARPEL MÓVEIS.........................................................R. Francos, 103 e Pça República, 65 - Porto .....................229 731 415 ......20% em todos os artigos ELECTRÓNICA .............MAVIDEO - Reparação oficial Samsung.............. R. Campo. Alegre, 434- Porto...................................................223 295 671 ......15% Assistência Técnica Samsung SAÚDE.............................MIOFARMA - Parafarmácia........................................Rua S. Romão, 615 (Vermoim)................................................229 440 015.......10% , excepto fraldas, alimentação. infantil e MNSRM SEGUROS.......................A. OCTAVIO Seguros..................................................Rua do Bonjardim, 702............................................................222 018 311 ......Descontos até 40%

.......................................................................................................................................................................................................................VALONGO

SAÚDE.............................ESFERASAÚDE - Clínica Médica Dentária......................Rua José Joaquim Ribeiro Teles 315 - Ermesinde.......................229 477 610.........20% em consultas e 10% em tratamentos ............................................SEARA DE LUZ - Ervanária/Dietética....................Rua Egas Moniz, 103 Ermesinde..........................................229 735 151 ......11% desconto ............................................VIVER MELHOR - Clínica Médica Enferm.Fisio ..Av. João de Deus, 546 Ermesinde .......................................224 061 214 ......25% desconto

.............................................................................................................................................................................................................VILA DO CONDE

RESTAURAÇÃO............RICARDO 3 ....................................................................Via José Régio, 279 - Vilar do Pinheiro...............................229 289 552 ......10% desconto VEÍCULOS ......................DUALCAR ......................................................................Estrada Nac. 13, Km 14,30, Modivas Vila do Conde ......963 056 369 ......150 euros na aquisição de qualquer viatura

......................................................................................................................................................................................................VILA NOVA DE GAIA

OURIVESARIAS ...........BARCA D’OURO...........................................................Gaia Jardim .................................................................................229 480 196 ......10% desconto todos os artigos

.............................................................................................................................................................................................................................TROFA

VETERINÁRIA...............HVT – CASA DE SAÚDE ANIMAL ...........................Rua Poeta Tomás Ribeiro, 63 - Trofa ...................................913 083 525 ......10% desconto em serviços veterinários


30

sexta-feira 18 de Setembro de 2015

Necrologia

\\Necrologia

feira, pelas 17:00 horas na Igreja Paroquial de Barca. Inumado no cemitério de Barca - Maia. A missa do 7º Dia será celebrada no próximo dia 22 de Setembro, Terça-feira, pelas 18:30 Horas na Igreja Paroquial de Barca - Maia. Residia na Rua Alexandre Magalhães Barca. A Família muito reconhecida agradece a todos, as provas de amor, carinho e amizade que lhes foram prestadas.

TRATOU A CASA ERNESTO SILVA: Vila de Moreira - Maia MANUEL LUÍS PIMENTA DA SILVA Faleceu no dia 13 de Setembro de 2015 com 80 anos O seu funeral realizou-se no dia 15, Terça-feira, pelas 10:30 horas no Mosteiro do Divino Salvador de Moreira. Inumado no cemitério de Moreira Maia. A missa do 7º Dia será celebrada no próximo dia 18 de Setembro, Sexta-feira, pelas 19:00 Horas no Mosteiro do Divino Salvador de Moreira. Residia na Rua Nova de Real - Moreira. A Família muito reconhecida agradece a todos, as provas de amor, carinho e amizade que lhes foram prestadas. Vila de Moreira - Maia ANA ROSA DIAS DE OLIVEIRA Faleceu no dia 11 de Setembro de 2015 com 83 anos O seu funeral realizou-se no dia 12, Sábado, pelas 17:00 horas no Mosteiro do Divino Salvador de Moreira Inumada no cemitério de Moreira - Maia. A missa do 7º Dia será celebrada no próximo dia 17 de Setembro, Quinta-feira, pelas 19:00 Horas no Mosteiro do Divino Salvador de Moreira. Residia na Rua José Moreira da Silva - Moreira. A Família muito reconhecida agradece a todos, as provas de amor, carinho e amizade que lhes foram prestadas. Perafita- Matosinhos Vila de Moreira - Maia MARIA MANUELA BARBOSA RAMOS Faleceu no dia 08 de Setembro de 2015 com 47 anos. O seu funeral realizou-se no dia 10, Quinta-feira, pelas 11:00 horas na Capela Mortuário de Perafita. Cremada no cemitério de Paranhos Porto. A missa do 7º Dia será celebrada no próximo dia 16, Quarta-feira, pelas 19 Horas na Igreja Paroquial de Perafita. Residia na Rua da Banda de Música de Moreira - Moreira. A Família muito reconhecida agradece a todos, as provas de amor, carinho e amizade que lhes foram prestadas. Barca AVELINO DA SILVA BRAGA Faleceu no dia 16 de Setembro de 2015 com 51 anos. O seu funeral realizou-se no dia 17, Quinta-

Avioso (São Pedro) – Vila do Castêlo da Maia FERNANDINO LENINE FERREIRA DA COSTA Faleceu no dia 10 de Setembro de 2015 com 79 anos O seu funeral realizou-se no dia 12, Sábado, pelas 10:00 horas no Salão do Reino das Testemunhas do Senhor Jeová, sito, na Rua da Igreja - Gemunde. Inumado no cemitério de Avioso (São Pedro) - Maia. Rua de Quintã – Avioso (São Pedro) Maia. A Família muito reconhecida agradece a todos, as provas de amor, carinho e amizade que lhes foram prestadas. ------------------------------------------------------TRATOU A CASA MOREIRA Nogueira – Maia MARIA DE FÁTIMA BARBOSA TAVARES CRUZ Faleceu no dia 14 de Agosto de 2015 com 66 anos. O seu funeral realizou-se no dia 15 de Agosto, Sábado, pelas 10:45 horas na Igreja Paroquial de Nogueira. Inumado no cemitério de Nogueira. A missa de 7º dia foi celebrada no passado dia 23 de Agosto, Domingo, pelas 9:30 horas na Igreja Paroquial de Nogueira.A Família agradece reconhecidamente a todas as pessoas que manifestaram o seu pesar. Aguas Santas - Maia JOAQUIM PINTO MONTEIRO Faleceu no dia 18 de Agosto de 2015 com 91 anos. O seu funeral realizou-se no dia 19 de Agosto, Quarta-feira, pelas 15:00 horas na Igreja Paroquial de Águas Santas. Inumado no cemitério de Águas Santas. A missa de 7º dia foi celebrada no passado dia 24 de Agosto, Segunda-feira, pelas 8:00 horas na Igreja Paroquial de Águas Santas. A Família agradece reconhecidamente a todas as pessoas que manifestaram o seu pesar. Gueifães – Maia MANUEL CASAL DOS SANTOS LEITE Faleceu no dia 23 de Agosto de 2015 com 84 anos. O seu funeral realizou-se pub

no dia 25 de Agosto, Terça-feira, pelas 15:00 horas na Igreja Paroquial de Gueifães. Inumado no cemitério de Gueifães. A missa de 7º dia foi celebrada no passado dia 29 de Agosto, Sábado, pelas 19:15 horas na Igreja Paroquial de Gueifães. A Família agradece reconhecidamente a todas as pessoas que manifestaram o seu pesar. Milheirós – Maia ANTÓNIO TEIXEIRA ALVES Faleceu no dia 25 de Agosto de 2015 com 69 anos. O seu funeral realizou-se no dia 26 de Agosto, Quarta-feira, pelas 15:00 horas na Igreja Paroquial de Milheirós. Inumado no cemitério de Milheirós. A missa de 7º dia foi celebrada no passado dia 2 de Setembro, Quarta-feira, pelas 20:00 horas na Igreja Paroquial de Milheirós. A Família agradece reconhecidamente a todas as pessoas que manifestaram o seu pesar. Nogueira – Maia MARIA OLÍMPIA MESQUITA MACIEIRA DA COSTA Faleceu no dia 27 de Agosto de 2015 com 72 anos. O seu funeral realizou-se no dia 29 de Agosto, Sábado, pelas 10:00 horas na Igreja Paroquial de Nogueira. Inumado no cemitério de Nogueira. A missa de 7º dia foi celebrada no passado dia 3 de Setembro, Quinta-feira, pelas 18:00 horas na Igreja Paroquial de Nogueira. A Família agradece reconhecidamente a todas as pessoas que manifestaram o seu pesar. Gueifães – Maia MARIA AUGUSTA TEIXEIRA Faleceu no dia 29 de Agosto de 2015 com 89 anos. O seu funeral realizou-se no dia 31 de Agosto, Segunda-feira, pelas 10:00 horas na Igreja Paroquial de Gueifães. Inumado no cemitério de Gueifães. A missa de 7º dia foi celebrada no passado dia 5 de Setembro, Sábado, pelas 19:15 horas na Igreja Paroquial de Gueifães. A Família agradece reconhecidamente a todas as pessoas que manifestaram o seu pesar. Gueifães – Maia ANTÓNIO MARTINS REMELHE Faleceu no dia 29 de Agosto de 2015 com 84 anos. O seu funeral realizou-se no dia 31 de Agosto, Segunda-feira, pelas 15:00 horas na Igreja Paroquial de Gueifães. Inumado no cemitério de Gueifães.

A missa de 7º dia foi celebrada no passado dia 5 de Setembro, Sábado, pelas 19:15 horas na Igreja Paroquial de Gueifães. A Família agradece reconhecidamente a todas as pessoas que manifestaram o seu pesar. Vermoim – Maia EMÍLIA FERNANDES QUEIRÓS Faleceu no dia 31 de Agosto de 2015 com 91 anos. O seu funeral realizou-se no dia 1 de Setembro, Terça-feira, pelas 16:00 horas na Igreja Paroquial de Vermoim. Inumado no cemitério de Vermoim. A missa de 7º dia foi celebrada dia 11 de Setembro, Sexta-feira, pelas 19:00 horas na Igreja Paroquial de Vermoim. A Família agradece reconhecidamente a todas as pessoas que manifestaram o seu pesar. Gueifães – Maia JOSÉ AUGUSTO DOS SANTOS COELHO Faleceu no dia 2 de Setembro de 2015 com 74 anos. O seu funeral realizou-se no dia 4 de Setembro, Sexta-feira, pelas 15:00 horas na Igreja Paroquial de Gueifães. Inumado no cemitério de Gueifães. A missa de 7º dia foi celebrada no passado dia 8 de Setembro, Terça-feira, pelas 19:00 horas na Igreja Paroquial de Gueifães. A Família agradece reconhecidamente a todas as pessoas que manifestaram o seu pesar.

maiahoje

vesa – Castelo da Maia - Maia, deixou na maior dor sua esposa, filhos, noras, neto, amigos e demais familiares. O seu funeral realizou-se no dia 9 de Setembro de 2015 na Capela Mortuária de Avioso (São Pedro), foi a sepultar no cemitério local. A Missa 7º dia é no dia 18 de Setembro as 19:00 horas na Igreja de Avioso (São Pedro) – Castelo da Maia A família agradece reconhecidamente a todas as pessoas que manifestaram o seu pesar. Águas Santas ANTÓNIO CORREIA DA COSTA No dia 6 de Setembro, Faleceu no Hospital DE São João - Porto, no estado de viúvo, contando 86 anos e residente na Rua Central de Rebordãos nº 790, 1º - Águas Santas - Maia, deixou na maior dor seus, filhos, nora, genro, netos, amigos e demais familiares. O seu funeral realizou-se no dia 8 de Setembro de 2015 na Capela mortuária de Águas Santas, foi a sepultar no cemitério local. A Missa 7º dia foi no dia 13 de Setembro as 9:30 horas no Mosteiro de Águas Santas – Maia A Missa 7º dia é no dia 20 de Setembro as 8:30 horas na Igreja do Senhor dos Aflitos de Ardegães - Águas Santas – Maia A família agradece reconhecidamente a todas as pessoas que manifestaram o seu pesar.

Gueifães – Maia MARIA AURORA ALMEIDA PEREIRA NUNES Faleceu no dia 8 de Setembro de 2015 com 57 anos. O seu funeral realizou-se no dia 9 de Setembro, Quarta-feira, pelas 15:00 horas na Igreja Paroquial de Gueifães. Inumado no cemitério de Gueifães. A missa de 7º dia foi celebrada no passado dia 15 de Setembro, Terça-feira, pelas 19:00 horas na Igreja Paroquial de Gueifães. A Família agradece reconhecidamente a todas as pessoas que manifestaram o seu pesar. ------------------------------------------------------TRATOU A CASA ROCHA Castelo da Maia – S. PEDRO DE AVIOSO MANUEL JOAQUIM SILVA PATO No dia 8 de Setembro, Faleceu no Hospital de São João - Porto, no estado de casado, contando 64 anos e residente na Rua Tildepub

serviço disponível até às 19 horas da Quinta-feira anterior à edição. necrologia@maiahoje.pt

pub


maiahoje

sexta-feira 18 de Setembro de 2015

Úteis

\\ FARMÁCIAS DE

31

SERVIÇO

01 02 03 04 05 06 07 08 09 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24 25 26 27 28 29 30 31 TURNO N O P Q R U S T V X A B C D E F G H I L J K M N O P R Q S T DIA

Seg.a Sex.9 às 21h • Sáb.das 9h00 às 13h00

Av. Padre Manuel Alves do Rêgo, 657 4470-330 Vermoim Tel. 22 944 08 86 • Fax 22 940 64 35

\\ EMERGÊNCIAS NACIONAIS

• SOS SOCORRO ....................................112 • INCÊNDIOS FLORESTAIS....................117 • EMERGÊNCIA SOCIAL VITIMAS.........144 • INTOXICAÇÕES .....................808 250 143 • EMERGÊNCIA GÁS (EDP) .....800 215 215

\\ EMERGÊNCIAS LOCAIS

• BOMBEIROS MOREIRA........22 942 10 02 • BOMBEIROS PEDROUÇOS ..22 901 27 44 • PSP MAIA (ESQUADRA) ......22 947 96 90 • PSP AEROPORTO .................22 948 26 93 • PSP ÁGUAS SANTAS............22 977 42 80 • PSP MAIA (DIVISÃO) ...........22 978 51 90 • PSP MAIA (TRÂNSITO) ........22 978 51 90 • GNR MAIA (POSTO MAIA) ..22 986 74 30 • GNR (POSTO FISCAL) ..........22 944 91 00 • GNR MAIA ( TRÂNSITO) ......22 968 84 70 • POLÍCIA MUNICIPAL MAIA.22 940 86 00 • PROTECÇÃO CIVIL MAIA .....800 205 169 • CRUZ VERMELHA MAIA ......22 941 12 21

\\ SAÚDE NACIONAL

• SAÚDE 24 ..............................808 242 424 • SAÚDE 24 (PEDIÁTRICA)......808 242 400 • LINHA SAÚDE CANCRO .......808 255 255 • LINHA SAÚDE SEXUALIDADE808 222 003 • LINHA SAÚDE SIDA ..............808 266 266 • LINHA SAÚDE SOS CRIANÇA808 202 651 • LINHA SOS MEDICAMENTO 800 222 444 • LINHA SOS GRÁVIDA ...........808 201 139 • LINHA SOS DROGA...........................1414 • INFO. VIOLÊNCIA DOMÉSTICA 800 202 148 • LINHA APAV (VÍTIMA) ..........707200 077

\\ SAÚDE LOCAL (PÚBLICO) • USF ALTO MAIA (Á.SANTAS).22 977 42 50 • USF VIVER(CASTÊLO MAIA) .22 986 51 70 • USF FAMÍLIA (PEDROUÇOS).22 977 47 10 • USF PIRÂMIDES (MAIA) ......22 947 85 90 • USF ODISSEIA (VERMOIM) .22 947 09 50 • USF ÍRIS (ÁGUAS SANTAS) .22 986 70 35 • USF LIDADOR (GUEIFÃES)..22 943 84 40 • USF P.RUBRAS (MOREIRA)..22 943 14 70 • EXT. SAÚDE NOGUEIRA ......22 961 77 10 • EXT. SAÚDE MILHEIRÓS......22 972 33 22 • EXT. SAÚDE MOREIRA.........22 943 14 70 • HOSPITAL S. JOÃO ................22 551 21 00 • HOSPITAL PEDRO HISPANO22 939 10 00 • HOSPITAL STO. ANTÓNIO...22 207 75 00 • HOSPITAL MAGAL. LEMOS.22 619 24 00 • INST.PORT. ONCOLOGIA.....22 508 40 00 FICHA TÉCNICA

PUBLICAÇÃO QUINZENAL EDITADA POR

Publireferência, Lda. RUA PEDRO JULIÃO, 114 - R/C 4470-349 MAIA REGISTADA NA 2ª CRPC MAIA CONTRIBUINTE NÚMERO 509 316 620

Depósito legal 147209/00 ERC nº 123524 Tiragem 3.000 exemplares DIRECTOR DA PUBLICAÇÃO: Artur Bacelar TPJ 6262 artur@maiahoje.pt REDACTORES: Rita Santos, TPJ 9973 rita@maiahoje.pt Luís Filipe Azevedo, TPJ CO1322 luis@maiahoje.pt Ferreira Silva, TPJ CO850 silva@maiahoje.pt Francisco José Bacelar, TPJ CO592 francisco@maiahoje.pt Manuela Sá Bacelar TPJ CO711 manuela@maiahoje.pt ASSISTENTES DE REDACÇÃO: Ana Luisa Azevedo, analuisa@maiahoje.pt COLABORADORES FOTOGRAFIA: Edgar Alves, TPJ CO708 Manuel Jorge Costa, TPJ CO710 CORRESPONDENTES: Ainhoa Carrasco Robles (Espanha) Catarina Almendra, TPJ CO1321 (Lisboa) João Diogo (Brasil) Williams James Marinho (EUA)

\\ UTILIDADE PÚBLICA NACION. • INFORMAÇÕES MEO.........................1820 • ACP (ASSISTÊNCIA) ..............707 509 510 • BRISA AUTO-ESTRADAS ......808 508 508 • CP COMBÓIOS ......................808 208 208 • TAP AIR PORTUGAL..............707 205 700 • SEF SERV. ESTR. E FRONT. ...808 202 653 • CARTÕES AMERIC. EXPRESS..707 504 050 • CARTÕES MASTERCARD......800 811 272 • CARTÕES CRÉDITO VISA......800 811 107 • EDP.........................................800 506 506 • EDP (AVARIAS)......................800 246 246

TURNO I ÁLVARO AGANTE - VERMOIM TURNO J MARTINS DA COSTA - ÁG. SANTAS TURNO K CASTÊLO - CASTÊLO DA MAIA TURNO L CENTRAL - CATASSOL TURNO M GRAMAXO- MOREIRA DA MAIA TURNO N EUGÉNIA - PEDROUÇOS TURNO O ALIANÇA - VERMOIM TURNO P NOVA DE ARDEGÃES - ARDEGÃES

\\ CRUZADAS

TURNO Q ARAÚJO - NOGUEIRA TURNO R SOUSA BEIRÃO - MAIA TURNO S LIDADOR - ARDEGÃES TURNO T GUARDEIRAS - GUARDEIRAS TURNO U BOM DESPACHO - MAIA TURNO V VALES - ARROTEIA TURNO X MAIA - ÁGUAS SANTAS

MH - PROBLEMA 19

\\ UTILIDADE PÚBLICA LOCAL

• LOJA DO CIDADÃO (PORTO)707 241 107 • ATENDI. CIDADÃO (MAIA) ..22 948 24 62 • CARTÓRIO NOT. DA MAIA...22 943 98 10 • CARTÓRIO CLÁUDIA BARBAS22 940 67 22 • CONSERV.REGISTO CIVIL ....22 943 98 00 • CONSERV.REG. PREDIAL .....22 943 62 80 • CONSERV.REGISTO COM.....22 947 76 50 • FINANÇAS DA MAIA ............22 947 06 40 • TRIBUNAL JUDICIAL MAIA....22 941 90 73 • TRIBUNAL DO TRABALHO ..22 941 41 52 • CENTRO DE EMPR. MAIA ....22 943 27 00 • SEGURANÇA SOCIAL MAIA 22 947 10 90 • COM.PROT.CRIANÇ E JOVENS22 949 03 33 • CTT (TECMAIA) ....................22 947 76 00 • CTT (MAIA) ...........................22 943 95 30 • CTT (ÁGUAS SANTAS) .........22 974 33 50 • CTT (CASTÊLO).....................22 982 64 53 • CTT (AEROPORTO)...............22 940 00 11 • ÁEROPORTO SÁ CARNEIRO 22 943 24 00 • BIBLIOTECA GULBENKIAN .22 948 34 72 • TÁXI MAIA.............................22 948 26 60

\\ MUNICIPIO DA MAIA • CÂMARA MUN. (CENTRAL).22 940 86 00 • SMEAS...................................22 943 08 00 • AERÓDROMO VILAR LUZ ....22 968 73 22 • FORUM DA MAIA .................22 940 86 43 • FORUM JOVEM DA MAIA ....22 947 81 20 • E. M. ESTACIONAMENTO.....22 940 87 21 • ACADEMIA DAS ARTES .......22 940 86 43 • LINHA DIRECTA AMBIENTE 22 947 81 30 • LINHA PORTA A PORTA .......800 202 639 • CASA DO ALTO .....................22 905 95 20 • CANIL MUNICIPAL DA MAIA22 982 36 87 • QUINTA DA GRUTA ..............22 986 71 80 • ESPAÇO MUNICIPAL ...........22 943 80 30 • TURISMO MAIA ...................22 944 47 32 2014/11/01 CRONISTAS HABITUAIS: Agostinho Silva (sociedade) António Neto (política) Deco Norte (defesa do consumidor) Fernando Pedroso (poesia) Joaquim Armindo (sociedade e religião) Mário Lopes (sociedade) Nelson Azevedo Ferraz (sociedade) Orlando Leal (política) Paiva Netto (sociedade e religião) Pedro Ferreira (política) Ricardo Filipe Oliveira (sociedade) Rogério Gonçalves (sociedade) Vitor Dias (sociedade) DESIGN / PAGINAÇÃO: Luís Filipe Azevedo DEPARTAMENTO COMERCIAL: António F Silva silva@maiahoje.pt SEDE/ REDACÇÃO / D.COMERCIAL Rua Pedro Julião, 114 - R/C 4470 - 349 Maia Telefone 22 406 21 26 • Fax. 22 406 21 25 IMPRESSÃO E EMBALAGEM: Empresa do Diário do Minho - Braga Os artigos de opinião são da responsabilidade de quem os assina, não reflectindo nem vinculando a opinião dos proprietários, editores, redacção, ou director do Jornal. A direcção de informação do Jornal é defensora da plena liberdade de expressão, reservando-se no entanto a não publicar artigos de opinião que prejudiquem deliberadamente a imagem e liberdade de outros. É política do Jornal o pluralismo e isenção nos assuntos tratados. MEMBRO HONORÁRIO Corpo de Voluntários de Protecção Civil da Maia desde 24/11/2007

HORIZONTAIS 3. O PORCO... 8. SUSTANCIA EXTRAÍDA DA CANA SACARINA OU DA BATERRABA 9. NIPÓNICO 11. PIOR QUE O SONETO 12. FALAR MUITO SOBRE... 14. DÃO SINAL QUANDO ESTAMOS TRISTES 16. TROCAR PALAVRAS DURAS COM ALGUÉM 21. PONTO CARDEAL A POENTE 23. PÔ-LO À FRENTE DOS BOIS 24. O LEÃO... 25. PILATOS LAVOU AS DELE 26. FALAR MUITO BAIXO 28. PARTE DO CORPO QUE DOI QUANDO SE TEM INVEJA 30. O LOBO MAU TINHA UMA ENORME... 34. É MEDIDA VERTICALMENTE A PARTIR DO NÍVEL MÉDIO DO MAR 35. A SERPENTE... 36. A RÃ... 38. OLEO EXTRAIDO DO FRUTO DA OLIVEIRA 41. O GATO TEM SETE 45. VEGETAL FOLHAS LARGAS E TENRAS USADO EM SALADAS 47. PROVENIENTE DA CHINA 48. O DOS MENTIROSOS CRESCE 49. NASCIDO NA TURQUIA 50. FALAR EM VOZ MUITO ALTA 51. ESTÁ GUARDADO PARA QUEM O HÁ-DE COMER

VERTICAIS 1. PONTO CARDEAL A NASCENTE 2. NÃO SERVE SÓ PARA O CHAPÉU 3. O PATO... 4. MESMO QUE MAPA 5. O MOSQUITO ... 6. DOBRA DA PERNA 7. FALAR COMO UM PAPAGÁIO 10. PLANTA CULTIVADA EM TERRENOS ALAGADIÇOS 13. QUEM OS TEM DE VIDRO NÃO DEVE ATIRAR PEDRAS 15. PRONUNCIAR LETRA A LETRA 17. NÃO HÁ FOME QUE NÃO DÊ NELA 18. O ALHO TEM 19. PARA BOM ENTENDEDOR MEIA BASTA 20. ÀGUAS PASSADAS NÃO OS MOVEM 22. ENTRE A CABEÇA E O TRONCO 23. A VINDIMA É ATÉ AO LAVAR DELES 25. HABITANTE DE MACAU 27. O CAVALO... 29. GRÃO A GRÃO ENCHE A GALINHA O 31. REGIÃO MAIS A SUL DE PORTUGAL 32. O CORDEIRO... 33. FAZER EXPOSIÇÃO COM AUDIÊNCIA 37. LIVRO DE CARTAS E MAPAS 39. DE CÂNCER OU CAPRICÓRNIO 40. PEQUENA POVOAÇÃO RURAL 42. A CAVALO DADO NÃO SE OLHA A ELE 43. ESFERA QUE REPRESENTA A TERRA 44. O PAPAGAIO 46. VOZES DE BURRO NÃO CHEGAM AO

HORIZONTAIS: 3. GRUNHE; 8. AÇUCAR; 9. JAPONÊS; 11. EMENDA; 12. TAGARELAR; 14. OLHOS; 16. DISCUTIR; 21. OESTE; 23. CARROÇA; 24. RUGE; 25. MÃOS; 26. SUSSURRAR; 28. COTOVELO; 30. BOCA; 34. ALTITUDE; 35. ASSOBIA; 36. COAXA; 38. AZEITE; 41. VIDAS; 45. ALFACE; 47. CHINÊS; 48. NARIZ; 49. TURCO; 50. BERRAR; 51. BOCADO. VERTICAIS: 1. ESTE; 2. CABEÇA; 3. GRASNA; 4. CARTA; 5. ZUMBE; 6. JOELHO; 7. PAPAGUEAR; 10. ARROZ; 13. TELHADOS; 15. SOLETRAR; 17. FARTURA; 18. DENTES; 19. PALAVRA; 20. MOÍNHOS; 22. PESCOÇO; 23. CESTOS; 25. MACAENSE; 27. RELINCHA; 29. PAPO; 31. ALGARVE; 32. BALE; 33. DISCURSAR; 37. ATLAS; 39. TRÓPICO; 40. ALDEIA; 42. DENTE; 43. GLOBO; 44. PALRA; 46. CÉU.

Prop.e Dir.Téc.: Dr. José Pedro M. Duran G. Dinis

TURNO A AGRA - MILHEIRÓS TURNO B AEROPORTO - PEDRAS RUBRAS TURNO C LIMA COUTINHO - GUEIFÃES TURNO D SILVA ESCURA - FREJUFE TURNO E GEMUNDE - CAMPA DO PRETO TURNO F BASTOS - GUEIFÃES TURNO G MOREIRA BARROS - PARADA TURNO H VILA NOVA DA TELHA - QUIRES


maiahoje PINTURA

sexta-feira 18 de Setembro de 2015

pub

a fechar

32

Desafio Arte Urbana na Maia 2015

Grafitis e Pinturas Murais As cidades, que segundo Argan “são as mais extraordinárias obras de arte produzidas pelo Homem”, são, elas mesmo, o palco privilegiado para todas as manifestações artísticas e culturais, em que chamada “Arte de Rua” tem um papel privilegiado. A Câmara Municipal da Maia, através do seu Pelouro da Cultura, tem organizado várias iniciativas, participadas por artistas nacionais e estrangeiros, onde o grafiti tem tido um papel importantíssimo, enquanto expressão artística e cultural. Existem, espalhados pelo território do nosso Concelho, inúmeros grafitis e pinturas murais, com elevado interesse estético e social, e é nosso entendimento que a sua memória deve ser preservada. O Pelouro da Cultura da Câmara Municipal da Maia solicita-te que assumas também tu a responsabilidade de contribuir para essa preservação, através da fotografia. O que pretendemos é que fiques atento ao teu território e que fotografes os grafitis e pinturas murais que consideres mais relevantes, e que nos faças chegar essas fotografias até o final do corrente ano. As melhores serão apresentadas no Portal da Cultura da Câmara Municipal da Maia, na respetiva página da rede social Facebook, expostas no Fórum da Maia em 2016, e publicadas num álbum a produzir especificamente para esse efeito. O desafio é aberto a profissionais e amadores residentes em Portugal, independentemente da idade, género ou nacionalidade. Para participar, apenas tens de enviar até 31 de dezembro de 2015, a foto ou fotos sobre arte urbana na

Maia – grafitis e pinturas murais para arteurbananamaia@cmmaia.pt. REGRAS DE PARTICIPAÇÃO: • Cada foto enviada (JPEG) deverá ser acompanhada do nome completo do autor; nº do cartão único ou bilhete de Identidade, morada, contactos, e da identificação da localização do grafiti ou pintura mural fotografada. • As candidaturas estão limitadas a trabalhos originais, nunca antes exibidos ou expostos e sobre os quais o participante detenha os respetivos direitos de autor; • Não serão aceites fotografias manipuladas digitalmente, ou que incluam molduras, assinaturas, datas ou outros dados, ou efeitos inseridos sobre a imagem; • As fotografias deverão incidir apenas e somente sobre grafitis e pinturas murais localizadas no território do Concelho da maia; • As fotografias que retratem pessoas devem ser acompanhadas de documento válido, nos termos da lei aplicável, que comprove a cedência de direitos de imagem para todos os efeitos previstos no presente desafio. DIREITOS DE AUTOR: Ao participar no desafio pub ARTE URBANA NA MAIA, cada autor cede gratuitamente à Câmara Municipal da Maia o direito de reprodução das suas obras para publicação, nos materiais de comunicação e outros suportes de promoção, inclusive on-line, produzidos e difundidos pela organização e/ou respetivos parceiros. INFORMAÇÕES: Divisão de Cultura e Turismo

378  
Advertisement