Page 8

08

quinta-feira 24 de Março, 2005

Liga dos Amigos da Fundação Lar Evangélico Português com espírito dinâmico

Em agenda estão eventos de carácter social, cultural e desportivo. Recentemente criada, embora ainda não formalmente constituída, a Liga dos Amigos, instituição sem fins lucrativos, tenciona dinamizar uma série de eventos com o intuito primeiro de angariar fundos para a Fundação Lar Evangélico Português. Nesse sentido, para Setembro está já confirmada a realização do primeiro Torneio de Futsal, que terá lugar em diversos pavilhões municipais, para o que conta com o apoio da autarquia maiata (os interessados poderão obter mais informações com Jorge Barros, mentor e impulsionador da Liga, para o número 96 448 72 90). Estão, também, a ser feitos contactos no sentido de se trazer para a Maia, entre Junho e Agosto, um jogo de estrelas de futebol. E ambição é algo que não falta. Jorge Barros vai querer ter como participantes, além de jogadores de nomeada a militar na Superliga, o seleccionador Scolari e o treinador do Boavista, Jaime Pacheco. No campo dos objectivos, ainda se encontra a criação de um grupo de dança e outro de teatro. «Queremos envolver os jovens da instituição em todas estas actividades, pois eles têm valor, não são os coitadinhos», referiu Jorge Barros. Não faltará, também, um megaespectáculo de variedades (lá para Novembro), havendo o desiderato de se conseguir o grande auditório do Fórum da Maia como palco. Portanto, várias iniciativas que a Liga dos Amigos tem em agenda ou em ambição, em prol da instituição que representa. Assinale-se que a Fundação Lar Evangélico Português, sediada em Águas Santas, acolhe crianças e jovens em situações de risco, dando-lhes o apoio que os meios possibilitam. Nasceu há 56 anos atrás por intermédio do Pastor Joaquim Machado e esposa Esménia Machado.

mh

GRANDE MAIA

Diogo ganha prémio nacional

Jovem maiato, é um dos vencedores do concurso de desenho intitulado “Assim pintam o Titanic as crianças da Europa”, associado à exposição “Titanic – the Exhibition” Desde três de Dezembro e até ao passado domingo, mais de 40.000 pessoas visitaram a exposição intitulada “Titanic – the Exhibition”, patente no Mercado Ferreira Borges no Porto. A visita a esta exposição itinerante, que mostra objectos recuperados do fundo do mar onde repousa o famoso e fatídico navio de passageiros, durava cerca de 2 horas e era efectuada com recurso a auriculares, através dos quais os visitantes tomavam conhecimento da atmosfera vivida a bordo do navio, cujo naufrágio causou a morte a cerca de 1500 pessoas. No âmbito desta mostra, realizou-se um concurso de desenho intitulado “Assim pintam o Titanic as crianças da Europa”. Este concurso entre 27 de Janeiro e 14 de Março visou «fomentar a solidariedade das crianças europeias com as crianças do terceiro mundo», referiu a organização à Lusa, dado que será elaborado um livro final com os seis premiados de cada cidade, num total de 1912 desenhos (número que corresponde ao ano em que se afundou), cujas receitas de venda reverterão para o

combate à fome em África. Dos 448 desenhos a concurso, foram, de acordo com as regras, seleccionados seis, sendo um dos vencedores o maiato Diogo Azeredo da Silva de 11 anos, que está na turma J do 6º ano da EB 2, 3 da Maia. Cada um dos 1912 desenhos seleccionados, entre os quais o do Diogo, terá, em rodapé, um pequeno comentário de uma das 1912 personalidades internacionais (políticos, religiosos, desportistas, artistas, entre outras figuras) convidadas a colaborar no livro final. Para além desta distinção o Diogo recebeu ainda outros prémios bem mais interessantes para a sua idade, como uma bola autografada pelo Figo, DVD do Titanic e muitos outros produtos de “merchandising” do evento. A entrega de prémios decorreu na passada sexta-feira, dia 18 de Março, no Mercado Ferreira Borges no Porto e estiveram presentes um Vereador da Câmara Municipal do Porto, representantes dos patrocinadores Jornal de Notícias, Fnac e Mercado Ferreira Borges, bem como o

Diogo Azeredo da Silva

organizador da mostra. Esta exposição irá percorrer várias cidades de 12 países da Europa até 2012, ano em que se fixará permanentemente numa das cidades que já demonstraram interesse em acolher a mostra, como Nova Iorque, Liverpool, Roma ou Barcelona.

«O candidato do PSD para a Maia terá que possuir um arcaboiço maior que o normal» Manuel Monteiro, líder do Partido Nova Democracia, esteve na EB 2,3 de Nogueira da Maia a propósito do evento “Primavera da Europa”, mas não evitou comentar a temática “Autárquicas”.

Manuel Monteiro apresentou a Europa e a sua opinião sobre as Autárquicas na Maia

Comece-se pelo fim, ou seja pela altura em que os repórteres levaram a conversa para as Eleições Autárquicas, com a Maia como pano de fundo. O líder do Partido Nova Democracia (PND) aceitou o desafio e foi directo. Em relação a uma possível aposta de uma lista do PND na “Terra do Lidador”, Manuel Monteiro referiu que ainda era cedo para pensar nisso, uma vez que dependeria da orientação que saísse do congresso do partido a ser realizado em Aveiro, nos dias 16 e 17 de Abril. Mas sempre avançou com a sua opinião; «Não temos em cima dos nossos ombros a pressão autárquica. Para mim o princípio é muito simples. Só devemos concorrer onde efectivamente exista gente para fazer bons programas e apresentar bons projectos. Ter lista só para dizer que se marca presença no calendário do boletim de voto, não concordo».

O que não duvida é que nunca formaria lista contra Vieira de Carvalho, partindo daí para a conclusão de que o candidato que o vier a substituir terá vida complicada; «Estou convicto que a Maia é um Concelho onde algumas surpresas eleitorais poderão vir a acontecer. Vão ser as primeiras “Autárquicas” sem Vieira de Carvalho. E Vieira de Carvalho era um partido dentro dos partidos. Estamos a falar de uma figura consensual nos maiatos. São eleições para acompanhar, primeiro porque a Maia é hoje uma grande Cidade não é aquele Concelho limítrofe do Porto de que se falava há uns anos - depois porque o candidato que o PSD vier a apresentar terá que possuir um arcaboiço maior que o normal. Isto porque não se limitará a ser o candidato do partido, mas o candidato que irá substituir Vieira de Carvalho».

«Ironia das ironias, estou aqui hoje a vender-vos a ideia da União Europeia» No entanto, a presença de Manuel Monteiro na Maia ficou-se a dever ao evento “Primavera da Europa” promovido pela Escola EB 2,3 de Nogueira, onde o líder do PND, exDeputado ao Parlamento Europeu, versou sobre a Europa, numa conferência tematizada de “Os Desafios do Alargamento da UE”. Os alunos do 9º anos do ciclo, lotaram a biblioteca, local onde se realizou a conferência. Cristina Ferreira, Presidente do Agrupamento Vertical de Escolas Levante da Maia explicou que a escolha do público alvo se ficou a dever a questões curriculares;

«A história da Europa é uma matéria do 9º ano», anotou. Manuel Monteiro, valendo-se da sua condição de docente, conseguiu explanar e adequar a apresentação da Europa ao jovem público, criando alguma interactividade e servindo-se, até, de exemplos clubísticos. Apresentou, como pontes fulcrais da união de esforços dos países europeus, a vontade de paz e de desenvolvimento económico. Abordou o caso complicado da Turquia e não deixou de falar na fama que o “persegue” de ser anti-europeísta. «Ironia das ironias estou aqui hoje a falar-vos das vantagens da UE, a tentar vender-vos o melhor que sei a ideia da União Europeia».

«A Europa da liberdade está a ser feita no segredo»

Finalizada a conferência, Manuel Monteiro deu o seu papel como cumprido, uma vez que considera fundamental conseguir-se passar bem a mensagem da Europa nas escolas básicas, para combater futuros absentismos; «Um dos grandes dramas da vida política actual, não apenas em Portugal mas um pouco por toda a Europa, reside precisamente no grau de dificuldade na transmissão das ideias. Não é por acaso que as eleições europeias são aquelas que registam as maiores taxas de abstenção. Porque é que há 60 e tal por cento de cidadãos em Portugal, em França e em Espanha que não votam? Eu digo porquê, porque não sabem do que se trata. A Europa da liberdade está a ser feita no segredo».

PUB

Junta de Freguesia de Silva Escura A Junta de Freguesia de Silva Escura, deseja a todos os maiatos e em particular à população de Silva Escura, uma Santa Páscoa.

126  
126  
Advertisement