Page 29

mh

DESPORTO

quinta-feira 24 de Março, 2005

Maia Alfe vence uma das provas Hipódromo Municipal recebeu mais um prova de Corridas de Cavalo a Galope. Quadra Maia Alfe conseguiu a vitória numa manga, pontuando em outras três. TEXTO: AMM FOTO: JULIO SÁ ORNELAS

O Hipódromo Municipal de Silva Escura foi palco de mais uma competição de Corridas de Cavalos a Galope. A estrutura recebeu cerca de dois milhares de pessoas para o evento organizado pelo Centro Equestre da Maia e onde se disputaram cinco provas. A quadra Maia Alfe acabou por levar de vencida uma das provas, com “Rosa Negra” a triunfar nos 1500m. Dentro de duas semanas, a emoção volta à Maia para mais uma Corrida de Cavalos a Galope que se realizará no dia 10 de Abril, também no Hipódromo de Silva Escura. De referir que neste momento, o Campeonato Nacional de Cavalos de Corrida a Galope é liderado pela quadra Manuel Gonçalves, logo seguida da Maia Alfe.

O autarca Bragança Fernandes entregou um dos trofeus

Alexey Markov, da Milaneza-M Maia, venceu primeiro contra-rrelógio da época

29

“Betetistas” da ADSMAIA com “pedalada” para 2005 Aquando da inauguração das novas instalações do Centro Regional de Sangue do Porto, foi apresentada oficialmente a equipa de BTT da Associação de Dadores de Sangue da Maia (ADSMAIA) para 2005. No que se refere à época que se avizinha, a ADSMAIA conta com 20 atletas que vão competir nas diversas categorias (Infantis, Juvenis, Cadetes, Juniores, Elites, Veteranos A, e Veteranos B) na taça e campeonato nacional; campeonatos regionais do Porto, Minho e Vila Real; encontros Nacionais de escolas de BTT; e provas de estrada. De sublinhar a chamada do Júnior Jacinto Fiúza à Selecção Nacional de BTT, e o 1º classificado em Elites, Jorge Barbosa, 2º em Infantis, Gonçalo Amado, e 3º em Veteranos A, Màrio Fernandes, para a prova de abertura da temporada em Barroselas, o que deixa antever uma boa época.

No Grande Prémio Oeste, a equipa da casa, LA Liberty, levou a melhor Depois do Grande Prémio Costa Azul e da Volta ao Algarve, teve lugar o Grande Prémio Oeste/RTP, onde a equipa Milaneza-Maia depositava aspirações. No entanto, com a LA Liberty a correr em casa, a missão de conquistar a geral individual e a geral por equipas não se afigurava nada fácil. Situação que acabou por se confirmar. Cândido Barbosa foi o corredor mais regular ao longo das quatro etapas. Na Milaneza-Maia, Alexey Markov voltou a demonstrar que é um rolador forte. A segunda etapa, que ligou Peniche e

Bombarral, num percurso de 158 quilómetros, era propícia a roladores, com a recta da meta convidativa aos sprinters. O corredor maiato não se fez rogado e, mesmo engripado, saiu vencedor, impedindo que Cândido Barbosa levantasse os braços na cidade onde a LA Liberty está sediada. O pior veio com a subida ao Alto de Montejunto (3ª etapa), uma vez que Markov não é nenhum trepador. A aposta da Milaneza-Maia recaiu, assim, em Petrov e Perez. A quarta e última etapa trouxe o primeiro contra-relógio da temporada, com partida e

chegada ao Bombarral, depois de percorridos 11,6 quilómetros. O “maiato” Markov voltou a demonstrar que as 10 medalhas conquistadas em Jogos Olímpicos e Campeonatos Mundiais na especialidade de pista não foram obra do acaso. Conseguiu o melhor tempo, com 14 minutos e 43 segundos, deixando Cândido Barbosa a quatro segundos. Na classificação final, a Milaneza-Maia alcançou o segundo lugar por equipas. A equipa da LA-Liberty controlou a corrida, esteve quase sempre no comando das operações, conquistando a vitória final.

Clube Amigos de Corim dá “murro na mesa” e acaba com o futsal federado Direcção acusa Associação de Futebol do Porto de seguir a “política da avestruz” e de nomeações de árbitros inadequadas. JOSÉ MATOS

“Basta”. Foi este o sentimento. A direcção do Clube Amigos do Corim (CAC) aprovou por unanimidade a não renovação da inscrição da equipa de futsal sénior masculina para a época de 2005/2006, e fê-lo saber, através de uma carta corrosiva, ao Secretário Geral da Associação de Futebol do Porto, Domingos Santos. O copo encheu e os responsáveis, com a compreensão dos atletas, colocaram um ponto final na prática federada. Na base desta decisão, está aquilo que os directores consideraram de arbitragens sem personalidade e de uma postura passiva da Associação de Futebol do Porto (AFP). A situação tornou-se insuportável no jogo que opunha o 1º (Boavista de Paços

de Ferreira) ao 2º (CAC) classificados da II Divisão Distrital, separados apenas por dois pontos. O Presidente da Direcção, Adriano Costa Freire, considera inconcebível a arbitragem seleccionada para tão importante partida; «Quem apitou o jogo foi um estagiário e um árbitro da distrital. Num pavilhão que não garantia a mínima segurança, claro que parecia que o recinto estava sempre a descair. Não somos os primeiros com razões de queixa. Por outro lado, num jogo que não decidia nada, entre últimos, a AFP nomeou uma dupla de arbitragem nacional». Na carta em que comunica a decisão, a direcção refere que se a AFP «tivesse o cuidado de olhar para as classificações antes de nomear os árbitros e tivesse o cuidado de ver ao vivo alguns jogos em

pavilhões onde ainda se usa a táctica do amedrontar os árbitros e adversários para se ganharem jogos, talvez estas situações não se repetissem”. Quase a finalizar, ficou o desejo para que a AFP «não prossiga com a política da avestruz, enterrando a cabeça na areia quando a paz podre nem precisa de se ver, basta cheirar”. Não querendo mais compactuar com o que considera de injustiça, e porque “de ano para ano a modalidade vê aumentar os preços de inscrição, custos de policiamento e multas” (acusa-se na carta), a direcção decidiu, por unanimidade, acabar com o desporto federado. Consequência imediata foi o pedido de demissão do técnico José Mesquita. A competição está agora centrada na vertente feminina.

Os atletas que vão representar a ADSMAIA em 2005

Associação Dadores de Sangue da Maia Equipa 2005 Presidente: Laura Gonçalves Director Desportivo: Luís Moreira Treinador: Tiago Aragão Escolas: Gonçalo Amado; Mário Duarte; Emanuel Costa; Jorge Pinheiro. Juvenis: Marco Costa; Rui Martins; Ruben Silva; Salvador Costa. Cadetes: Nelson Moreira Juniores: Jacinto Fiúza; Luís Costa. Elites: Luís Moreira; Rui Pinheiro; Jorge Barbosa. Veteranos A: Amândio Pinheiro; Mário Fernandes; Adriano Fernandes; Joaquim Amado Veteranos B: Manuel Carvalhosa Participações: Taça e Campeonato Nacional; Taça Nacional de Maratonas; Campeonatos Regionais do Porto, Minho e Vila Real; Campeonato e Provas Nacionais de Veteranos de Estrada; encontros de Escolas de BTT.

PUB

valormaia economistas consultores contabilidade e fiscalidade auditoria

legalização de empresas candidaturas a incentivos

rua augusto simões 505, 2h - 4470-147 maia tlf 351 22 9440229 fax 351 22 9407919

economistas

controlo de gestão projectos de investimento valormaia@mail.telepac.pt

técnicos oficiais de contas consultores financeiros

126  
126  
Advertisement