Page 29

3 O suporte metodológico

Como apoio metodológico para este trabalho, optou-se por utilizar alguns mecanismos da Análise do Discurso (AD) de linha francesa. O principal mecanismo a ser considerado é a paráfrase. A escolha da AD como suporte metodológico devese ao fato de acreditar que essa metodologia, através da paráfrase e do mapeamento de sentidos, pode responder de maneira coerente os objetivos da pesquisa. Nos anos 60, a Análise do Discurso, assume uma nova tendência lingüística que leva em consideração, na reflexão sobre linguagem e interdisciplinaridade, o sujeito e seu contexto histórico-social, sua realidade. A AD surge a partir de três regiões do conhecimento: psicanálise, lingüística e marxismo. E é a partir da junção desses três campos, que a AD implementa um novo objeto de estudo, o discurso. Orlandi (1999, p. 15) explica que “na Análise do Discurso, procura- se compreender a língua fazendo sentido, enquanto trabalho simbólico, parte do trabalho social geral, constitutivo do homem e da sua história”. Sendo assim, a AD é muito utilizada para analisar os mais variados textos veiculados pelas diversas mídias. Para a AD, o discurso é uma prática, uma ação do sujeito sobre o mundo. Desta forma, existem várias interpretações sobre o que é discurso e seu conceito varia de autor para autor. De acordo com Maingueneau, (2008, p. 15) o discurso é “uma dispersão de textos cujo modo de inscrição histórica permite definir como um espaço de regularidades enunciativas”. Foucault afirma que discurso “é o espaço em que saber e poder se articulam, pois quem fala, fala de algum lugar, a partir de um direito reconhecido institucionalmente. Esse discurso, que passa por verdadeiro, que veicula saber (o saber institucional) é gerador de poder” (FOUCAULT, apud TAVARES, 1998, p. 57). Orlandi (1999, p. 15), por sua vez, define discurso como: “a palavra discurso, etimologicamente, tem em si a idéia de curso, de percurso, de correr por, de movimento. [...] Com o estudo do discurso, observa-se o homem falando”. E Pêcheux acrescenta que “todo processo discursivo se inscreve numa relação ideológica de classes.” (PÊCHEUX, apud TAVARES, 1998, p. 57).

TCC: Lilian dos Santos Machado  

Título: "Locutor Amigo: Uma análise do programa radiofônico Linha Aberta"

TCC: Lilian dos Santos Machado  

Título: "Locutor Amigo: Uma análise do programa radiofônico Linha Aberta"

Advertisement