Page 16

15

6. Locutor entrevistador - expõe e narra os fatos, realiza entrevistas pertinentes aos fatos narrados. Essa classificação torna um pouco mais clara as funções desenvolvidas pelos locutores e, desta forma, é possível perceber o quanto é diversa a forma de atuação dos comunicadores de rádio e o quanto o mercado de trabalho deste veículo é variado, pois existem profissionais especializados em várias modalidades de locução. No caso do locutor do programa que iremos analisar, no último capítulo deste trabalho, podemos afirmar que ele desenvolve as funções de: locutor anunciador, pois durante alguns intervalos lê textos comerciais, notícias e informações variadas, necessárias às tramas do programa; locutor apresentador animador,

porque

se

encarrega

da

apresentação

do

programa

e,

conseqüentemente, de todos os encargos da função.

1.2 Estratégias de locução/ apresentação/ animação em programas de

entretenimento no rádio

Um importante atributo do rádio é a capacidade de entreter. As pessoas ligam o rádio, não apenas para ouvir notícias ou ficar informadas dos fatos da atualidade, elas querem também o divertimento, a música, a companhia do “locutor amigo”. Assim o gênero do entretenimento ocupa um espaço importante no rádio. Trigo (2003, p. 30) esclarece que “o entretenimento surge nos Estados Unidos como uma atividade marginal e pouco nobre.”. Gabler comenta sobre as características do entretenimento nessa época: Eram gratificação e não edificação, transigência e não transcendência, reação e não contemplação, escape em vez de submissão às instruções morais [...] como reconhecem os próprios críticos, seu apelo parecia estar no fato de resistir, deliberadamente, às obrigações da arte. Um dos dogmas da cultura é de que a arte exigia esforço para ser apreciada, sobretudo esforço intelectual, mas o entretenimento não fazia nenhuma exigência a seu público. A arte arregimentava os sentidos, mas arregimentava-os a serviço da mente ou da alma; era trabalho árduo, recompensado pela experiência divina. Já o entretenimento, na medida a que chegava a arregimentar a mente, trabalhava apenas a serviço dos sentidos e das emoções; era a reação passiva recompensada pela diversão. Operando sobre as emoções e sobre as vísceras, sobre os centros da irracionalidade e irresponsabilidade, o entretenimento estava fora do alcance do intelecto. Como disse Goethe numa carta a Schiller, ainda em 1797, “o absurdo posto diante dos olhos/tem um direito mágico. Como ele algema os sentidos/a

TCC: Lilian dos Santos Machado  

Título: "Locutor Amigo: Uma análise do programa radiofônico Linha Aberta"

TCC: Lilian dos Santos Machado  

Título: "Locutor Amigo: Uma análise do programa radiofônico Linha Aberta"

Advertisement