Page 1

IN ART Abril 2013. Edição Especial

O Contemporâneo Além Das Paredes

Para se localizar Um mapa de Inhotim para você visitar cada obra sem perder tempo.

Uma arte a parte Conheça o rico paisagismo de Inhotim e as espécies que embelezam o museu.


rb

6

Índice

Paz

Acervo

o magnata da arte

O

Carta ao Leitor

8

3 10 O Museu

Paisagismo Gastronomia

Projeto Educacional

Carta Ao Leitor Caro leitor, com essa revista procuramos trazer a realidade de Inhotim para perto de você. Nesta edição trazemos as obras True Ruge, Penetrável Magic Square #5 e as galerias Cosmococa e Adriana Varejão. Explicaremos um pouco dos nossos projetos educacionais e mostraremos nosso rico paisagismo e nossa deliciosa culinária. A sua opinião sobre a InhART é muito importante. Queremos manter um canal sempre aberto com você. Por isso contamos com o seu retorno e esperamos ouvi-lo pelo nosso email inhart@inhotim.com Hoje você esta recebendo a edição especial da revista digital InhART! Através desse veículo de comunicação você ficará por dentro dos acontecimentos da instituição, com exclusividade. Boa leitura! Equipe PVG.

nome dele é Bernardo Mello Paz. Tem 64 anos e quatro filhos. É um empresário siderúrgico brasileiro que abandonou a escola no ensino secundário para trabalhar como frentista no posto de gasolina de seu pai. Paz não é um herdeiro, é um filho da classe média que fez fortuna sozinho. Os relacionamentos afetivos permeiam o histórico financeiro. Seu primeiro, de seis casamentos, com a filha de um banqueiro que estava falindo e que ao perder o banco, morreu de decepção deixando uma pequena herança a filha, mas Paz jura que herdou 100 milhões (de cruzeiros) em dívidas. Mas foi com essa herança que Paz comprou uma mineradora falida no estado de Minas Gerais e começou a trabalhar duro para recuperar a empresa. Hoje, é um magnata do minério de ferro e dono do Inhotim, onde empregou cerca de US$ 240 milhões Não fala com frequência a meios de comunicação, mas os confidentes de Bernardo Paz juram que ele nem gosta de arte contemporânea. Gosta mesmo é de paisagismo. Aproximou-se da arte por influência da sexta mulher, a artista plástica Adriana Varejão.

11

4 2

Inhart - Edição Especial

Bernardo Melo vive no Rio de Janeiro, vive em Inhotim, é engenheiro e guardião desse santuário.


O museu Instituto Inhotim

O

Instituto Inhotim foi idealizado pelo empresário Bernardo Paz em meados da década de 1980. Em 1984, o local recebeu a visita do renomado paisagista Roberto Burle Marx, que apresentou algumas sugestões e colaborações para os jardins. Desde então, o projeto paisagístico cresceu e passou por várias modificações. A propriedade particular foi se transformando com o tempo. Começava a nascer um grande espaço cultural, com a construção das primeiras edificações destinadas a receber obras de arte contemporânea. Ganhava vida também o rico acervo botânico, consolidado a partir de 2005 com o resgate e a introdução de coleções botânicas de diferentes partes do Brasil e com foco nas espécies nativas. A inauguração oficial com a intitulação Instituto Cultural Inhotim, aconteceu em 2002. A instituição sem fins lucrativos é destinada à conservação, exposição e produção de trabalhos contemporâneos de arte e que também desenvolve ações educativas e sociais, porém

4

Inhart - Edição Especial

foi apenas em 2006 que a obra particular chega ao grande público, com o Instituto de receber visitas em dias regulares, sem a necessidade de agendamento prévio. O museu tem como proposta diferentes espaços expositivos. Muitas obras estão expostas ao ar livre, em meio ao jardim, imersas na mata, no topo de uma montanha, ou sobre um espelho d’água. Outros trabalhos se encontram em espaços fechados, exibidos individualmente em pavilhões construídos especialmente para abrigá-los, ou compondo mostras coletivas em grandes galerias. A coexistência de espaços abertos e fechados promove uma experiência singular de fruição da obra de arte. Outro diferencial deste espaço museológico do Inhotim é a ausência de um percurso linear preestabelecido, de uma ordem obrigatória, ou de uma perspectiva predominante. As trilhas que percorrem organicamente o parque propõem percursos livres entre as obras ao ar livre e as galerias. Grande parte das obras expostas no Inhotim diz respeito a instalações permanentes, e muitas delas

foram realizadas dentro do conceito de site-specific. Ao serem convidados, os artistas desenvolvem projetos especialmente para o Inhotim, levando em conta características naturais e culturais do local. Ao inserir uma escultura, artistas e curadores pesquisam a localização que ofereça melhores condições às especificidades do trabalho, estabelecendo um diálogo entre obra e entorno. Inhotim possui ainda galerias e pavilhões construídos especialmente para abrigar de forma permanente trabalhos de um determinado artista. Inhotim conta com quatro galerias com cerca de mil metros quadrados cada uma para abrigar exposições temporárias de longa duração reunindo obras do acervo. Essas mostras permitem explorar recortes temáticos e oferecem novas abordagens e interpretações da coleção. Nas Galerias Mata e Lago, as mostras estão organizadas em torno de títulos que indicam interesses em comum e afinidades, apontando possibilidades de diálogos entre as obras e de leituras para o público.

Inhart - Edição Especial

5


Acervo

PenetrávelMagic Square Nessa série, Hélio lida com a criação de espaços labirínticos, que são desdobramentos da concepção dos núcleos. Nela, essas estruturas labirínticas, quase arquitetônicas, deixam de ser compostas somente pela fusão de planos de madeira pintados a óleo; assumindo, em sua constituição física, uma diversidade de materiais. As obras constituintes dessa série são designadas pela sigla PN (relativa à palavra penetrável) seguida de uma numeração seqüencial relativa à ordem de criação de cada uma delas. Trata-se de uma obra composta por nove paredes de tamanhos iguais, cuja medida é de 4,5x 4,5mx 0,5m, implantadas em um terreno plano e dispostas aleatoriamente sobre uma superfície coberta por pedras. Cada uma destas paredes receberia um revestimento com pintura nas seguintes cores: azul, laranja, magenta, amarelo e branco, havendo repetição da cor em algumas delas. A área total ocupada pela instalação é de 15 metros quadrados.

6

Inhart - Edição Especial

Cosmococa

Galeria Adriana Varejão True Rouge

Cosmococa é o nome dado por Hélio Oiticica e Neville d’Almeida a uma série de obras datadas de 1973, que constituem ambientes sensoriais com projeção de slides, trilhas sonoras e diversos elementos táteis. As obras relacionam-se com a ideia de “Quasi-Cinema”, desenvolvida por Oiticica e D’Almeida, que pretendia investigar a relação do público com a imagem-espetáculo. A série tornou-se referencial para a arte contemporânea. Em Inhotim, as cinco Cosmococas – Trashiscapes, Onobject, Maileryn, Nocagions e HendrixWar – serão exibidas num pavilhão projetado especialmente para recebê-las.

Na instalação, atores nus interagiram com os objetos pendentes: recipientes que contêm um líquido viscoso, vermelho, que derramam sobre si e os vidros, remetendo aos ciclo vitais. O trabalho surge do poema que lhe dá título, escrito por Simon Lane e que descreve uma ocupação do espaço pelo vermelho, valendo-se de trocadilhos entre a língua inglesa e francesa. Os objetos que pendem do teto, unidos por estruturas interdependentes, aludem a um grande teatro de marionetes: uma escultura de manipulação, que, se valendo da gravidade, não chega, contanto, a tocar o chão.

A Galeria Adriana Varejão, inaugurada em março de 2008, é um espaço concebido para receber as obras da artista, que participou da conceituação do projeto arquitetônico. A galeria foi especialmente planejada para receber as obras Celacanto provoca Maremoto(2004-2008), Linda do Rosário (2004), O Colecionador (2008), Panacea Phantastica (20032008) e Passarinhos - de Inhotim a Demini (20032008). O edifício, de autoria do arquiteto paulistano Rodrigo Cerviño Lopez, tem 477m² e cria um percurso que começa num caminho por entre um espelho d’água e, depois do primeiro pavimento, culmina numa grande praça elevada. Através desse terraço, uma ponte serve de acesso a uma área de expansão de Inhotim, a área do novo lago. Inhart - Edição Especial

7


Paisagismo Acervo Botânico de Inhotim

P

or razões históricas, o acervo botânico do Inhotim é hoje melhor representado por grupos com valor paisagístico, mas apresenta uma boa representatividade filogenética. Ao todo, são mais de 4.700 acessos, representando 181 famílias botânicas, 953 gêneros e pouco mais de 4.200 espécies de plantas vasculares. Tamanha diversidade faz do Inhotim um espaço único, com a maior coleção em número de espécies de plantas vivas dentre os Jardins Botânicos brasileiros.

futuras etapas de reintrodução dessas espécies em ambientes naturais. Ainda que o paisagismo no Inhotim não possa ser enquadrado em um estilo único, alguns princípios podem ser observados. A preferência pelo uso de grandes maciços ou manchas de espécies é um dos princípios, que tira vantagem do efeito causado pelo agrupamento.

A surpresa como linguagem paisagística também é bastante utilizada, com curvas ou O Inhotim passagens que, possui o que se “Tamanha diversidade faz subitamente, acredita ser a do Inhotim um espaço úni- d e s f r a l d a m maior coleção novas perspecco, com a maior coleção tivas. Outro mundial de em número de espécies de princípio é a palmeiras, com cerca de plantas vivas dentre os Jar- busca per1400 espécies/ manente pela dins Botânicos brasileiros. ” híbridos/varieampliação por dades, mais de vo c abu l ár i o 1800 acessos e um total de mais paisagístico, seja pela aquisição de de 20000 indivíduos (entre plântulas novas espécies que possam ser usae indivíduos adultos). A coleção de das com sucesso no paisagismo, seja Araceae, família que inclui de imbés no uso de material que possa ser ina antúrios e copos-de-leite, é a maior corporado na concepção de jardins. da América Latina com mais de 600 acessos e cerca de 450 espécies. As Hoje, a introdução de espécies orquídeas estão representadas por pouco conhecidas nos jardins é cerca de 420 acessos, em 334 espécies. também uma prioridade, visando à O acervo botânico mantido no In- apresentação de espécies que, apehotim contribui para a conservação sar da rara beleza, quase não são ex situ, já que mantém e propicia a usadas em projetos paisagísticos. replicação de um grande número Desta forma, ainda que o paisagisde espécies, algumas delas já sob mo obedeça claramente a padrões risco de extinção em seu habi- estéticos, a variedade de espécies tat. Além disso, dentro da filosofia pode ser usada pela equipe de edudos jardins botânicos, o Inhotim cação ambiental do Inhotim para mantém parcerias com várias in- sensibilizar os visitantes a respeito stituições e busca promover inter- da importância da biodiversidade. câmbio entre coleções, permitindo Inhart - Edição Especial

9


Projeto Educacional

Gastronomia A Variedade Gastronômica de Inhotim

Inhotim Para Todos Restaurante Tamboril - Com um ambiente agradável, o Restaurante Tamboril é integrado aos jardins de Inhotim e ao parque de esculturas. O cardápio harmoniza a culinária internacional de alto padrão e uma boa carta de vinhos. Quem visita o Restaurante Tamboril encontra opções de pratos a la carte, um variado bufê de saladas, além de uma mesa de sobremesas com doces diversos. Restaurante Oticica - Localizado ao

lado da Galeria Lago, o Oiticica é uma experiência para o paladar. Com um saboroso buffet a kilo, o restaurante é a opção ideal para quem quer degustar uma ótima culinária com preço acessível. A capacidade é de 320 pessoas. Bar do Ganso - Ideal para se reunir com amigos para uma boa conversa regada a drinks variados, o bar é um espaço gastronômico idealizado pelo designer Paulo Henrique Bicalho Pessoa, conhecido como Ganso. No mobiliário, peças assinadas por renomados designers brasileiros, iluminação especial e ambientação que remete aos anos 50 e 70. No cardápio, opções de pratos à la carte e petiscos. Café do teatro - Localizado no Centro de Educação e Cultura Burle Marx, o Café do Teatro é o ambiente ideal para saborear um delicioso café da manhã e da tarde. Os coquetéis de café são especialidades da casa, que também possui diversas opções de bebidas quentes e geladas, sanduíches, salgados e doces, além pães e bolos artesanais.

Miller e com uma vista privilegiada para o parque, está situada a Pizzaria Inhotim. Essa opção gastronômica serve pizza em pedaços. Os sabores oferecidos são: a moda, quatro queijos, portuguesa, frango a bolonhesa, frango com palmito, marguerita, calabresa. Lanchonete Miguel Rio Branco - Funcionando no andar térreo da Galeria Miguel Rio Branco está a Lanchonete. Opção gastronômica que oferece, além de sanduíches e salgados, omeletes de diversos sabores.

Lanchonetes - Localizadas na Galeria Fonte e Galeria True Rouge, as duas lanchonetes de Inhotim oferecem opções de salgados, sanduíches, café, refrigerantes, etc. Cachorro–quente - Estrutura de trailer com opção de um cachorro-quente, um clássico lanche americano. Está localizada próximo à Galeria Adriana Varejão.

O

programa Inhotim para Todos promove o acesso de crianças, jovens, adultos e idosos, integrantes de programas sociais, associações, grupos comunitários e escolares (sobretudo localizados em Brumadinho, Belo Horizonte e Região Metropolitana de Belo Horizonte) ao acervo e espaço do Instituto Inhotim. Criado em dezembro de 2010, o programa já atendeu mais de 16 mil visitantes e tem sua meta ampliada a cada ano. Ao responder por uma das ações de responsabilidade social do Instituto, são oferecidos benefícios como visitas gratuitas de terça a domingo, mediante agendamento prévio e preenchimento de formulário anexado à lista com nome e idade dos visitantes. O programa solicita ainda um ofício descritivo da instituição que deseja fazer a visita. Entre os benefícios constam também a acolhida com orientação e monitoramento do passeio, em formatos diferenciados para grupos de distintas faixas etárias. Para os integrantes

do projeto e conforme solicitação feita com antecedência mínima de uma semana, o Instituto Inhotim oferece ainda um almoço a preço acessível, caso seja interesse do grupo. Para participar do projeto é necessário

Revista Inhart - Edição especial Projeto Gáfico | Design | Diagramação Bruna Ferreira Driely Liporaes Iara Liguori Juliana Tavares Renata Fernandes

o encaminhamento de um e-mail para inhotimparatodos@inhotim.org.br, solicitando a inserção do grupo dentro do projeto do Inhotim para Todos. Dúvidas ou esclarecimentos pelo telefone (31) 3571-9700.

Expediente Coordenação

Texto | Imagem

Alessandra de Falco Marcius Barcelos

http://www.inhotim.org.br/

Pizzaria - Ao lado do Galpão Cardiff&

10

Inhart - Edição Especial

Inhart - Edição Especial

11


Loja Inhotim

Rua B, 20, Inhotim, Brumadinho, MG, Brasil 35460-000 +55 31 3571.9700 info@inhotim.org.br Horário: Terça, Quarta, Quinta e Sexta 9:30 às 16:30. Aos Sábados, Domingos e feriados de 9:30 às 17:30.

Revista Inharte  

Caro leitor, com essa revista procuramos trazer a realidade de Inhotim para perto de você. Nesta edição trazemos as obras True Ruge, Penetrá...