Page 1


O Blog do Primeira Edição foi feito para que os alunos do 2º ano do curso de Jornalismo do IMES Catanduva - Instituto Municipal de Ensino Superior pudessem unir a teoria com a prática em suas aulas de Laboratório de Texto ministradas pelo Professor Fernando Moreno da Silva.

É atualizado semanalmente com textos diversos e leves. Nosso endereço eletrônico é: www.fafica.br/blogprimeiraedicao e como veem resolvemos nos informatizar, então se quiserem podem nos seguir pelo Twitter, nosso nick é @Primeira_Edicao.

O Primeira Edição é um Jornal-Laboratório produzido pelos alunos do 2º ano do curso de Comunicação Social - Hablitação em Jornalismo do Instituto Municipal de Ensino Superior de Catanduva (IMES - Catanduva). Diretora: Profa. Dra. Cibelle Rocha Abdo Secretária geral: Profa. Maria Lúcia Miranda Chiliga Coordenação do Curso: Prof. Dr. Marcelo Lapuente Mahl Professor Responsável: Fernando Moreno da Silva (Mtb 42214-SP)

Colaboração: Silmara Dela Silva (Mtb 30243- SP) Redação: Andréa Alves, Florence Manoel, Isabeli Baruffaldi, Nágila Câmara Designer e Diagramação: Andréa Alves


Por Florence Manoel

Como é que se define “adulto”? Padrões pré-estabelecidos muitas vezes não são eficientes na definição de um adulto a.dul.to adj + sm 1 Que atingiu o máximo de seu crescimento e de suas funções biológicas. 2 Que chegou à maioridade. (Dicionário Melhoramentos) Antigamente, não havia muitas opções de estilo de vida, o que tornava fácil definir um adulto aos olhos da sociedade: as mulheres eram esposas e mães, enquanto os homens eram pais de família, com emprego estável. Tudo o que destoasse dos padrões estabelecidos causava espanto.

Atualmente, entretanto, as pessoas têm mais liberdade para optar pela vida que lhes convir e até a ciência tem contribuído para a ampliação dessa liberdade: graças aos inúmeros métodos contraceptivos e aos tratamentos de fertilização,as mulheres passaram a poder escolher o momento de procriar, e, também a poder adiar ou até mesmo abolir a maternidade.

A Festa da Moça Nova Há determinadas culturas, porém, que tem esse conceito bem definido, como é o caso dos índios ticunas que compõem hoje a maior nação indígena do Brasil. Para os ticunas – ou tucunas - a puberdade é um perigoso período em que os jovens podem ser influenciados por maus espíritos, se não forem bem orientados. Eles realizam anualmente um ritual denominado “A Festa da Moça Nova” em que celebram a passagem das índias púberes à fase adulta.

Após a primeira menstruação a indiazinha fica isolada durante três meses e só mantém contato com a mãe e a tia paterna, dedicando-se ao aprendizado de tarefas femininas como a fiação do algodão e o preparo de cestas e redes. Os índios fazem uma analogia com o ciclo das borboletas, na qual esse período corresponde à fase do casulo. A menina só reaparece depois de três dias e três noites da Festa da Moça Nova, em que, após os rituais, se torna imune aos espíritos malignos e passa a ser considerada uma mulher adulta.

Com toda essa liberdade de escolha e variedade de valores, definir o que é um adulto já não é uma tarefa tão objetiva e concreta. Primeira Edição

Página 03


Era dos extremos Na nossa sociedade, muitas pessoas esticam a adolescência o máximo que podem (no caso dos mais privilegiados financeiramente, sustentados pelos pais, o estilo de vida a la Peter Pan pode ser mantido por tempo indeterminado) enquanto outras acabam optando por pular etapas, o que pode ser uma escolha tão ou até mais desastrosa do que habitar a Terra do Nunca.

À moda de Peter Pan O jornalista Adam Stembergh, da Revista New York, apelidou de grup a tribo de homens e mulheres que tem entre 30 e 40 anos e mantém hábitos tipicamente adolescentes, principalmente quando se trata de aparência e gosto musical. A expressão veio de um episódio de Jornada nas Estrelas em que aparece um planeta governado por crianças. Elas se referem à equipe do Capitão

Primeira Edição

Kirk como “grups”.A palavra é uma contração de “grow up” (adulto). Os grups se vestem com grifes descoladas e estão sempre antenados nas novidades da tecnologia, da música e da moda. Eles tem por objetivo envelhecer sem se tornar caretas e antiquados e redefinir o que é ser adulto em nossa sociedade Entretanto, muito do comportamento adolescente está entrando nas cabeças de alguns jovens senhores que não se preocupam em assumir responsabilidades, estabelecer vínculos sólidos e desenvolver as habilidades necessárias para se virarem sozinhos e atingirem a maturidade emocional. Eles esticam a vida escolar e adiam a entrada no mercado de trabalho; não se preocupam com previdência e se mantém sob as asas dos pais;cultuam a efemeridade das relações transitórias e; quando se tornam pais de família, disputam com os filhos o videogame e a TV..

Em agosto de 2007 foi publicado na Folha Online um artigo em que é narrado um caso extremo de uma mãe de 81 anos que corta a mesada e tira as chaves de casa do filho de 61. Ela fez queixa na delegacia da cidade de Caltagirone porque o filho chega tarde em casa e se recusa a dar satisfações. Ele, por sua vez, lamentou-se para o delegado afirmando que a mesada que recebe é muito baixa para um homem da sua idade e que a mãe cozinha muito mal. De acordo com pesquisas fornecidas pelo istat – instituto nacional de estatísticas – em 2007 - 60% dos jovens italianos entre 18 e 34 vivem com os pais, enquanto jovens de outros países ocidentais, como França e Inglaterra moram separados dos pais já aos 24 anos de idade. Segundo o IBGE, o número de brasileiros que moram sozinhos, tendo entre 25 e 39 anos, soma mais de 6 milhões de pessoas e dobrou na última década.

Página 04


A Itália é considerada a terra dos “Mammoni” - jovens que moram na casa dos pais até além da maioridade. Eles alegam que o salário inicial é insuficiente para se sustentarem sozinhos, decidindo morar com a família até se estabilizarem financeiramente.

Passaporte para a vida adulta

do filme, fica claro que para algumas adolescentes a maternidade é um passaporte para a vida adulta. Pode-se observar também a falta de ambições pessoais e profissionais que ronda essa juventude pobre e sem expectativas e eterniza o ciclo de pobreza. Afinal, quem será mais

adulto: o cara de 35 anos que mora com os pais e tem aversão de assumir determinados compromissos, o adolescente que inicia uma família sem independência financeira ou, o homem que sustenta o estereótipo da maturidade, movido pelo senso moral, mas que, periodicamente, apresenta surtos agudos de comportamento infantil, paradoxais ao personagem que assumiu perante a sociedade?

O extremo oposto é mostrado no documentário “Meninas”, de Sandra Werneck e Gisela Camara, que estreou em 2006 e aborda a temática da gravidez na adolescência no Brasil. O documentário acompanha a gravidez de quatro meninas de 13 a 15 anos, que são moradoras da periferia do Rio de Janeiro e filhas de famílias pobres e desestruturadas. Desestruturadas sim, mas não completamente desinformadas. Fica evidente nas entrevistas que as garotas tinham informação sobre sexo e concepção embora não tivessem total consciência das consequências de uma maternidade precoce. Um dos casos retratados no filme é o de um ajudante de marceneiro que engravida duas garotas, de 14 e 15 anos e que tem que se desdobrar para atender as necessidades das duas famílias. Mediante os depoimentos Primeira Edição

Página 05


Vivências precoces Abaixo, uma entrevista sobre as implicações e complicações da maternidade precoce com a operadora de financiamentos Raïssa Orlando (21), mãe desde os 16.

1-Você teve um filho aos 16 anos, começou a trabalhar como bancária aos 17 e,foi morar sozinha antes de completar 20 anos. Qual desses momentos foi mais definitivo para a extinção do seu “eu” adolescente? Nenhum deles foi definitivo por si só. Em cada um desses momentos, abandonei determinadas atitudes adolescentes para trocá-las por atitudes mais maduras. Quando o Túlio nasceu, por exemplo, mudei a minha maneira de pensar a respeito de tudo. Daquele momento pra frente, sabia que não poderia nem morrer tranquila, porque deixaria pra trás uma pessoa totalmente dependente de mim. E não vou dizer que estava completamente preparada e encarei isso numa boa, ao contrário Primeira Edição

fiquei apavorada e me tornei uma mãe super protetora, mas isso é algo que eu já superei. O emprego foi uma consequência da gravidez. Quando o Túlio nasceu, eu tinha acabado de ser aprovada na Unesp, em um curso de período integral, e não o cursei para poder trabalhar. Adiei a faculdade por três anos e hoje curso Ciências Contábeis,por exigência da minha profissão. O sustento do meu filho sempre foi uma responsabilidade minha e eu nunca quis delegar isso a terceiros, por isso deixei de lado a vontade de ser tradutora e fui trabalhar no banco. Quando se tem um filho e se é capaz de obter o necessário para viver sem ajuda de ninguém, morar sozinho é uma mera consequência.

dia ninguém engravida mais por acaso do destino. Se engravidou sem querer,o nome disso é burrice, não acidente, já que temos uma onda gigantesca de informação sobre prevenção. Engravidei porque a minha visão de mim mesma era a de uma pessoa “sozinha no mundo” e queria ter alguém que fosse só meu, e que nada pudesse tirar de mim. Hoje sei que isso é uma besteira. Mas, enfim, foi tudo muito, muito, muito difícil. Terminei o ensino médio e comecei a trabalhar. Para conciliar tudo foi sofrido, por isso disse que me acho uma sobrevivente.

2- Com a conquista da independência, o que mudou na maneira como você se vê e na maneira como vê o mundo?

Percebo que pessoas,em geral, me vêem como uma mulher forte e independente, mas não é bem assim. Sou insegura, sensível e tenho medo de dormir sozinha.

Pra ser sincera, passei a ver o mundo como uma selva. E a ver a mim mesma como uma sobrevivente. Não engravidei por acidente, aliás, acho que hoje em

3- O que você acha que mudou na maneira como o mundo te vê?

4 – Quais dos velhos hábitos foram mantidos? Página 06


A convivência com os meus amigos foi mantida e até aumentada. A dependência emocional que eu tenho com algumas pessoas também. Na verdade, inteligência e maturidade emocional eu não tenho nenhuma. 5- O que mais te motivou a sair de casa? Já que ganhava meu próprio dinheiro, o suficiente pra me sustentar e me manter confortavelmente, não tinha porque ter que dar satisfação pra ninguém. Poderia ter a minha casa do jeito que quisesse, limpar quando quisesse, colocar os meus objetos onde bem entendesse... sem ter que explicar ou pedir opinião. Acho que sair de casa foi a melhor coisa que eu fiz, jamais voltaria atrás. 6- O fato de você ter tido um filho na adolescência não te impediu de estudar e de trabalhar. Você acha que sua vida teria tido um outro direcionamento se, ao invés de engravidar aos 16,

Primeira Edição

tivesse engravidado com a idade que tem atualmente? Com certeza. Eu teria feito Unesp, seria tradutora... ou não... quem pode saber? Não me arrependo de nada, mas acho que se tivesse deixado pra ter um filho mais tarde, poderia me dedicar mais a ele. Trabalho o dia todo e faço faculdade à noite. Sinto falta de passar mais tempo com ele, mas tudo que faço é por nós dois, estou construindo a nossa vida, conquistando as nossas coisas, tentando dar a ele e a mim mesma o melhor. E se não tivesse engravidado aos 16, hoje não engravidaria, eu acho. Seria daquelas mulheres que crescem, estudam, trabalham, casam-se,e só depois, reproduzem-se. Não me interesso por essa vida. 7- O que é determinante no comportamento de uma pessoa para que você a considere um ser humano amadurecido? É difícil definir. Por exemplo, eu sei que sou independente, mas não sei se já sou adulta.

Acredito que uma pessoa completamente madura é aquela que atingiu o ápice em todos os senti dos, ou seja, é maduro sentimentalmente, profissionalmente, financeiramente. Acredito que é impossível definir um adulto. São muitos aspectos a serem considerados. Para muitas pessoas “tornarse maduro” é uma tarefa muito complexa, para outras, entretanto, o equilíbrio psicológico e a evolução espiritual e intelectual que resultam na maturidade, não são uma barreira impossível de transpor.Há aqueles que acabam amadurecidos sem se dar conta, de maneira quase que imposta. Definir objetivamente o que é um adulto nos dias atuais é uma tarefa que talvez esteja fora do alcance do homem contemporâneo, restando a cada um de nós estipular quais os aspectos que são mais relevantes para a formação do “eu” desejado e o alcance da realização pessoal.

Página 07


Dedo de Moça Por Nágila Câmara No mundo virtual A maneira como os jovens se divertem e a busca de novos conhecimentos tem mudado ao longo das décadas, e a tendência é que essas mudanças continuem e fiquem cada vez mais nítidas. Antigamente, eles gastavam o tempo vago jogando futebol de botão, ouvindo músicas gravadas em vinil, buscando fontes de informação em bibliotecas, assistindo a novelas e outros programas exibidos na televisão e, alguns, de melhor classe social e maior estabilidade financeira, até frequentavam galerias de arte, exposições fotográficas, plásticas, entre outras atividades. No entanto, com o avanço da tecnologia, surgiram novos meios de se conectar com o mundo, com as pessoas, e informações de todo o tipo aparecem num simples teclar ou clicar. Cada vez mais os adolescentes estão integrados a esse meio, deixando de lado, muitas vezes, as sensações externas, o que pode ser vivido lá fora, no mundo “real”.

jovens, tudo gira em função dessa tecnologia, deixando um vazio enorme como se não houvesse outra vida longe dos computadores e de outros aparelhos eletrônicos. As divergências sociais e culturais são notadas. Enquanto alguns jovens de bons recursos financeiros procuram enriquecer ainda mais o seu conhecimento, acessando sites que contribuam para isso, outros, menos favorecidos, acessam sites pornográficos ou totalmente fúteis. Porém, é necessário ressaltar que existem inúmeras exceções, jovens que, independentemente da classe social, buscam elevar seus níveis culturais, mostrando que isso é uma questão de consciência. Toda essa modernização é importante, certamente. Apenas é preciso poder de discernimento para saber o quanto deixá-la interferir em nossas relações pessoais.

Por meio da Internet, que acaba sendo um portal de fácil e rápido acesso, eles cruzam fronteiras e exploram territórios desconhecidos, talvez, inatingíveis se não fosse por ela e pela interatividade que lhes proporciona. O problema é que nem todos possuem condições para ser parte ativa nesse mundo virtual, causando uma exclusão digital. Os que não participam da rede parecem estar alienados à realidade e ao progresso, pois, para a maioria dos Primeira Edição

Página 08


What are you doing? Twitter, o microblogging que consquitou anônimos e celebridades por todo o mundo Por Andréa Alves O QUE É TWITTER? O Twitter é um microblogging criado em março de 2006 pela Obvious Corporation em São Francisco, EUA. Nele você pode publicar textos com até 140 caracteres. O nome é originado do som emitido pelos passarinhos. Nos EUA a onomatopéia para o canto dos pássaros não é ‘piu’, como aqui no Brasil, mas sim ‘tweet’. Ele permite que seus usuários enviem mensagens pessoais por meio de SMS, mensageiro instantâneo, e-mail, site oficial ou programa especializado. Essas mensagens são exibidas no perfil de quem as enviou em tempo real, e também pode ser enviada às pessoas que deram ‘follow’ em você, os chamados seguidores. Sites parecidos têm sido lançados ao redor do mundo, tentando imitar o sucesso do Twitter, mas até o momento parece ser em vão. Mesmo alguns deles oferecendo outras Primeira Edição

funcionalidades, como por exemplo, o compartilhamento de arquivos, o Twitter ainda continua imbatível.

Impressionado pelo crescimento avassalador, até o todopoderoso Google estava de olho no Twitter, tentou negociar a compra do site, mas sem sucesso. Segundo o co-fundador Biz Stone, o Twitter não está à venda.

WHAT ARE YOU DOING?

QUAIS OS NÚMEROS? No Brasil, o crescimento, desde abril de 2008, foi de 23%. Apenas em fevereiro deste ano, a página do Twitter teve 344 mil visitas; números ainda modestos comparados com os americanos e ingleses. Segundo o Ibope Nielsen Online, o crescimento de pessoas conectadas ao site nos EUA cresceu 1.382% em um ano, o que significa sete milhões de usuários. Já na Inglaterra o número de visitantes aumentou 1.689%, no mesmo período, passando de 100mil para 1,8 milhões.

O que você está fazendo? Esta é a pergunta principal a todos os usuários do Twitter. Mas, antes de dizer o que você está fazendo, precisa se registrar no site, o que não é nada complicado. Tudo bem que está em inglês, mas mesmo aquele que não possui nenhum conhecimento no idioma poderá fazer o registro com tranquilidade. Você terá que escolher um nick, ou seja, como o seu nome aparecerá na página, mas não basta escolher, muitas vezes o seu escolhido já está ocupado, então terá que pensar em alternativas, usando e abusando de recursos como o underline. Por exemplo: se você escolheu Página 09


Mais dicas podem ser encontradas nos tutoriais feitos por Mari Moon em seu blog, www.marimoonblog.mtv, ou nos feitos por Fábio Zaffani no blog Bem Capaz, www.bemcapaz.net.

BLOGOSFERA X TWITTOSFERA

eutwitto como nick e ele está ocupado, tente o eu_twitto. Caso esse dê certo, então sua página será www.twitter.com/eu_twitto. Pronto! Primeiro passo foi dado. Agora você já pode dizer o que está fazendo, como, por exemplo, “Estou aprendendo a usar o Twitter”. Mas para que as pessoas leiam o que você está fazendo é necessário que entrem em sua página; e para que leiam tudo o que você escreve em tempo real, é necessário que sejam seus seguidores. Vamos a outro ponto importante que você precisa saber sobre o Twitter. Existem dois grupos de pessoas, os nossos seguidores e quem seguimos, necessariamente um não está ligado ao outro. Os nossos seguidores são as pessoas que lerão em tempo real tudo o que twittamos (derivado do verbo ‘twittar’ – significa o que escrevemos no Twitter). Primeira Edição

E o outro grupo são as pessoas que seguimos, onde poderemos ler tudo o que twittam em tempo real. Necessariamente um grupo não está ligado ao outro, não somos obrigados a seguir quem nos segue e vice-versa. Então, agora só falta personalizar a sua página. Para isso você terá que clicar em settings. Primeiro vamos mudar a sua foto, então clique em pictures, ela poderá ter no máximo 700k. Segundo, vamos alterar o fundo da sua página, basta clicar em designer, o próprio Twitter te dá algumas opções, se te agradarem use-as sem dó nem piedade, caso contrário clique em change backround image, você pode colocar uma foto, uma montagem do photoshop, ou mesmo pegar algumas imagens em sites especializados, desde que não ultrapassem 800k. Sim, já está pronto para responder: What are you doing?

Os blogueiros estão em festa, afinal, o Twitter tem sido o grande aliado quando o assunto é divulgação. Os internautas que navegam em ambas as esferas comemoram o crescimento de seus blogs depois que começaram a divulgá-los pelo Twitter. A cada post novo, os ‘blogueiros twitteiros’ twittam a novidade e num instante seus seguidores podem conferir o que há de novo naquele blog. CONJUGAÇÃO DO VERBO TWITTAR Formas Nominais Infinitivo: Twittar Gerúndio: Twittando Particípio: Twittado Presente do Indicativo Eu Twitto Tu Twittas Ele Twitta Nós Twittamos Vós Twittais Eles Twittam Página 10


ORAÇÃO DOS TWITTEIROS @OCriador nosso, que estás no Twitter, Rettwitado seja o vosso nome, Venha a nós os vossos seguidores, e seja seguido a vontade, Assim no Twitter como no Twhirl; O follow nosso de cada dia nos dai hoje E perdoai-nos dos nossos unfollows, Assim como nós perdoamos a quem não tem nos seguido. E não nos deixei cair na tentação do script de add, Mas livrai-nos da Fail Whale RT amém! Uma das opções para que o link não fique grande demais ocupando boa parte dos 140 caracteres é usar alguns dos sites que possa compactá-los, um bom exemplo desses sites é o Migre.Me, http://migre.me.

O mais antigo amigo dos internautas, o E-mail, está perdendo lugar aos sites de relacionamento, as razões são óbvias. Quando você acha aquele vídeo no youtube, ou lê uma matéria interessante, não precisa mais ter o trabalho de mandar o link por email, basta twittar e seus amigos saberão o que anda vendo e lendo. O MSN também tem sido deixado de lado, principalmente pelos mais jovens, no twitter eles conseguem se comunicar com muito mais pessoas, em menor tempo, a agilidade e a facilidade são os mais atrativos nesse caso. O E-mail e o MSN estão perdendo espaço às redes de relacionamento, principalmente para o Twitter, o queridinho da internet.

ORKUT Dizem as más línguas, que que o Orkut está com os dias contados. Depois do surgimento do Facebook e MySpace, o Twitter teria sido a gota d’água nesse oceano de queda dos últimos meses. Se compararmos o Orkut e o Twitter, vemos claramente as diferenças de funcionalidades e de público. No começo o Orkut sofria a mesma discriminação que o Twitter está sofrendo, mas aos poucos foi quebrada. Porém o que mais faz sucesso no Orkut são os scraps com glitter e os álbuns photoshopados, no Twitter o sucesso está nas palavras. Certamente que uma foto bacana do perfil e um layout bem transado podem chamar a atenção, mas isso não te garante seguidores se não tiver nada para dizer.

E-MAIL e MSN Uma estatística surpreendente revela que de cada cinco brasileiros que acessam a internet, quatro participam de alguma rede social. Aproximadamente um bilhão de pessoas, o que equivale a dois terços de internautas mundiais, participam de sites de relacionamentos e mais da metade deles está acima de 35 anos Primeira Edição

Página 11


Twitter’s News Celebridade animal O gatinho Sockington ou Socks, meias em inglês, é uma das celebridades da twittosfera. I am Jason Scott's Cat, Eu sou o gato de Jason Scott – essa é a Bio dele no Twitter. Jason é especialista em computação em Massachusetts, nos EUA. Socks está no Twitter desde 2007, ‘suas’ twittadas são sobre a sua rotina e as atividades que pratica, como observar a vista do topo da escada. Scott compara seu gatinho com o famoso personagem Garfield, “Ele é o Garfield do século XXI”. O Twitter de Sockington já ostenta quase 700 mil seguidores. Bebês ‘twitteiros’, nasce uma nova geração Nasce a verdadeira geração multimídia, totalmente high tech, bebês já possuem Twitter, mesmo antes de nascerem. A novidade é uma cinta elástica, com sensores e equipamentos eletrônicos, criada por um estudante da Universidade de New York, que permite a notificação pelo Twitter dos movimentos que o bebê faz dentro da barriga da mãe. O inventor afirma que a cinta foi criada para monitorar a saúde do bebê e deixar a família mais tranquila. Primeira Edição

Astronauta manda mensagens direto do espaço para o Twitter Desde maio, o astronauta Michael Massimino, twitta direto do ônibus espacial Atlantis. Em sua primeira mensagem do espaço ele disse, “Da órbita: o lançamento foi fantástico!! Estou me sentindo muito bem, trabalhando duro e apreciando a vista magnífica, a aventura de uma vida começou!" Massimino está cumprindo a promessa que havia feito de enviar notícias do espaço para sua página no Twitter, que já está com quase 500 mil seguidores. Esta é a sua segunda viagem ao espaço, a primeira foi em 2002. Inglesa de 104 anos é sensação no Twitter A inglesa Ivy Bean, de 104 anos, tem sido considerada uma das sensações do Twitter. Após ter se cansado do Facebook onde acumulava mais de 4.800 amigos virtuais, ela saiu em busca de novidades no mundo virtual. No dia 14 de maio ela mandou sua primeira mensagem pelo Twitter, onde já acumula mais de 20 mil seguidores.

Liz Taylor está apaixonada pelo Twitter, afirma assessor Aos 77 anos, Elizabeth Taylor parece ter encontrado no Twitter a maneira mais fácil de se comunicar com familiares, amigos e fãs. Segundo Dick Guttman, assessor da atriz, “ela é a mais nova viciada no Twitter, está apaixonada e obcecada”. Exército Americano usa Twitter para informar operações no Afeganistão No dia 2 de junho, o Exército dos Estados Unidos lançou no Twitter sua “estratégia em rede social” para o Afeganistão, onde poderá divulgar informações sobre algumas de suas operações. A intenção é envolver de forma direta um público não tradicional, além de antecipar a propaganda extremista, informou o Exército dos EUA. "Há muita gente séria no Twitter recebendo alertas de notícias", considerou o coronel Greg Julian, porta-voz do Exército dos EUA. "É uma ferramenta complementar, e não autônoma." E não se espante se o Exército Norte-Americano ao responder ‘What are you doing?’ escreva ‘Killing Taliban people’. Página 12


Twitter é bloqueado na China às vésperas do 20º aniversário de confronto No último dia 4 de junho, a China completou 20 anos do dia em que tanques entraram na Praça da Paz Celestial antes do amanhecer para reprimir manifestações de estudantes e trabalhadores. Apenas dois dias antes da comemoração, o Twitter foi bloqueado, juntamente com o hotmail. Usuários indignados lotaram salas de bate-papo para protestar, depois que tiveram acesso negado por volta das 17h (6h de Brasília), do dia 2 de junho. De acordo com o comentários de tecnologia Kaiser Kuo, "Toda a comunidade Twitter na China está revoltada com isso. Isso é parte da vida aqui. Se algo me surpreende, é que tenha demorado tanto”. Repórteres que estão no Twitter cobrirão lançamento da nave Discovery na Nasa A Nasa inova mais uma vez, após manter astronautas no Twitter e no Facebook, agora convidaram “twitteiros” de veículos da mídia para fazerem a cobertura do lançamento de ônibus espacial. O chamando TweetUp estava programando para a segunda semana de junho, mas faltavam tantos detalhes que foi adiado para agosto, no lançamento da nave Discovery. Serão 150 jornalistas “twitteiros” em uma sala de imprensa improvisada no Centro Espacial Kennedy, na Flórida. Primeira Edição

Eles poderão enviar ‘twittadas’ a cada passo do lançamento. A Nasa ainda não decidiu quem serão os convidados e como deverá se adaptar para a situação e ainda se essas vagas serão abertas também para estrangeiros. De acordo com Bill Johnson, porta-voz da Nasa, se as vagas fossem abertas a qualquer cidadão, e não somente a veículos da mídia, eles teriam uma fila contínua ao redor do mundo cobiçando essas 150 vagas.

Yiying Lu criadora da baleia que aparece quando o Twitter sai do ar Twitter terá selo de autenticidade Os perfis de pessoas e entidades famosas, depois de comprovarem sua veracidade, ganharão um selo de autenticidade. Segundo Biz Stone, co-fundador do site, será testada ainda em junho nos EUA uma versão de teste da ferramenta chamada Verific Acconunts. Ele ainda ressalta que os

perfis sem o selo de verificação não significa que são falsos. A dica é conferir no site da celebridade se tem o link para sua conta no Twitter. Perfis como do Governador da Califórnia Arnold Schwarzenegger e do astronauta Mike Massimino, já estão com o selo. Ferramenta para negócios deverá ser lançada pelo Twitter Até o final do ano, o Twitter deverá lançar ferramentas e serviços pagos para empresas, afirmou o cofundador do site, Biz Stone. Segundo Stone, as ferramentas serão simples e afirmou ainda que a empresa mantém o compromisso de continuar tendo os seus serviços gratuitos para todos os usuários. Tico Santa Cruz em processo ‘intwittivo’ O músico Tico Santa Cruz inovou, está compondo uma música juntamente com seus seguidores do Twitter. Criou um perfil exclusivo para isso, onde os seguidores podem mandar versos para a nova canção. Tico afirma em seu Twitter que agora está em processo ‘intwittivo’ e garante que dará os créditos de cada verso à quem os mandou. Além de um espaço de comunicação, relacionamento, protesto, o Twitter também está sendo usado a favor da cultura. Página 13


Usando apenas 140 caracteres, algumas celebridades dizem qual o barato do Twitter. Umas não trocam por nada... outras nem tanto. Confira! MAURICIO DE SOUSA Desenhista RT @mauriciodesousa “É o exercicio da concisão. Dizer tudo e falar pouco. Como convém na vida corrida de hoje.”

LÉO JAIME Músico RT @LeoJaime “O twitter é uma sala onde todos parecem estar falando sozinhos. Não deixa de ser interessante. Você pensa alto, tão alto que o mundo escuta.” MARCELO ZULU Lutador

RT @marcelozulu “Não sei usar essa parada. Acho até que já esqueci a minha senha. Hahaha.”

Primeira Edição

ASTRID FONTINELLI Jornalista RT @jastridfontenell “Twitter é hoje a forma + rápida de comunicação/informação.Uso pra espalhar boas novas, agregar gente e usarei no HH ! Amo 140 toques.” JANAINA JACOBINA Jornalista RT @janainajacobina “Twitter = um caso de amor com a net, viciada em informação seja ela produtiva ou não. Necessidade de comunicação! ”

TICO SANTA CRUZ Músico RT @Ticostacruz “A facilidade de invadir universos alheios, subverter paradigmas, disseminar informações e exercitar o cérebro na síntese dessas idéias. ” ROGER MOREIRA Músico

RT @roxmo “Até menos. É ficar conversando com um monte de gente, aprendendo coisas novas e me distraindo!.”

NÚBIA OLIIVER Apresentadora RT @nubiaoliiver1 “Ainda não achei graça no Twitter. Prefiro mil vezes o orkut mesmo. Mas já que é a moda... estou dentro, nem poderia ser diferente!” Página 14


Boomerang Por Florence Manoel

Violão, patins e sorvete O sol perdia suas escamas e a tarde resplandecia vigorosa, submersa em uma intangível palidez, sorrindo amigavelmente. Indolentemente. Consumida pelo silencio arrebatador, só quebrado parcialmente pelas vozes das criancinhas (contornavam a fonte em formato de ostra com suas bicicletas tão coloridas). Um acorde. Dois acordes. Interagia com o violão, completamente surdo para o mundo. Virginia floria-se toda, passional, tingida de arco-íris, enquanto as pernas de bailarina conduziam os velhos patins. Uma mão solta no ar, a outra segurando o sorvete de morango. A regata branca, os mil espelhos. As unhas pintadas de azul, os olhos bocejantes e semi-cristalinos. Proliferando a febre e a vontade, se divertindo com os avestruzes. Ah, tantos os detalhes!

E tudo que eu podia ter era uma Virginia chorosa, e quase infantil, uma Virginia displicente e tão abusiva, uma Virginia atleta, tatuada e epilética, uma Virginia menina adiando a Virginia mulher. Absorvendo a dor e o caos. Sem medo da embriagues noturna. Da chuva da madrugada. Dos corredores estreitos e dos quintais mal-iluminados. Sem medo dos sem-defeitos. Das causas não enobrecidas. Ataques de almas penadas. Maníacos e homicidas. Tão perto do meu coração. Tão longe do meu edredom. Da minha coleção de vinis. Daquela dissonância estética. Dos livros que eu nunca li. Beleza completa (anti-ética!). E o que ela não era ( e nunca quis ser) me levando a loucura e ao vício.

E a música que eu fazia para ela, os presentes que lhe oferecia, as verdades que sempre omitia para não alterar o humor oscilante. Tantos os esforços! Quisera Virginia lasciva. De bruços e seminua. Quisera Virginia agressiva, de frente e despudorada. Quisera Virginia eterna, pulsante, latente, cortante! Primeira Edição

Página 15


Por isabeli Baruffaldi

Gravidez na Adolescência: E Agora, Mãe? A gravidez precoce está se tornando cada vez mais comum entre os jovens, porém existem métodos para evitar que uma gravidez inesperada ocorra

Até ontem elas brincavam de boneca, e hoje, cada vez mais cedo, as adolescentes estão tendo que criar responsabilidade. Isto porque, a gravidez precoce está se tornando cada vez mais comum na sociedade contemporânea, com o início da vida sexual ainda na adolescência. Muito mais do que uma simples relação sexual. A gravidez na adolescência envolve muitos problemas físicos, emocionais e sociais. Os jovens não estão preparados para cuidar de um bebê, muito menos de uma família. Com isso, surge outro problema, o de mães solteiras. Por serem muito jovens, as moças e os rapazes não assumem um compromisso sério e na maioria dos casos quando surge a gravidez um dos dois abandona a relação sem se importar com as conseqüências. Primeira Edição

No Brasil a cada ano, cerca de 20% das crianças que nascem são filhas de adolescentes, número que representa três vezes mais garotas com menos de 15 anos grávidas que na década de 70, engravidam hoje. A grande maioria dessas adolescentes não tem condições financeiras nem emocionais para assumir a maternidade e, por causa da repressão familiar, muitas delas fogem de casa e quase todas abandonam os estudos. A Pesquisa Nacional em Demografia e Saúde, de 1996, mostrou um dado alarmante; 14% das adolescentes já tinham pelo menos um filho e as jovens mais pobres apresentavam fecundidade dez vezes maior. Entre as garotas grávidas atendidas pelo SUS no período de 1993 a 1998, houve aumento de 31% dos casos de meninas grávidas entre 10 e 14 anos. Nesses cinco anos, 50 mil adolescentes foram parar nos hospitais públicos devido a complicações de abortos clandestinos. Quase três mil na faixa dos 10 a 14 anos.

A troca de informações entre os adolescentes, os professores e o diálogo aberto em casa é muito importante. Muitos pais acham constrangedor conversar com seus filhos sobre sexo, e esta falta de diálogo, gera jovens mal instruídos que iniciam a vida sexual sem o mínimo de conhecimento. A escola também é muito importante na formação desses jovens, e quando há explicações sobre como se prevenir, o tempo certo em que o corpo está pronto para ter relações sexuais e gerar um filho, há uma baixa probabilidade de gravidez precoce e um pequeno índice de doenças sexualmente transmissíveis.

APOIO É FUNDAMENTAL O prazer momentâneo que os jovens sentem durante a relação sexual transforma-se em uma situação desconfortável quando descobrem a gravidez.

Página 16


CARACTERÍSTICAS

É importante que quando diagnosticada a gravidez a adolescente comece o pré-natal, receba o apoio da família, em especial dos pais, tenha auxílio de um profissional da área de psicologia para trabalhar o emocional dessa adolescente. Dessa forma, ela terá uma gravidez tranqüila, terá perspectivas mais positivas em relação a ser mãe, pois muitas entram em depressão por achar que a gravidez significa o fim de sua vida e de sua liberdade, podem correr o risco de procurar um aborto, sair de casa, submeter-se a atitudes a fim de “resolver” o problema, podendo gerar conseqüências ainda maiores, do que uma simples gravidez. O bem-estar afetivo da adolescente grávida é muito importante para si própria, para o desenvolvimento da gravidez e para a vida do bebê. A adolescente grávida, principalmente a solteira e não planejada, precisa encarar sua gravidez a partir do valor da vida que nela habita, precisa sentir segurança e apoio necessários para seu conforto afetivo, precisa dispor bastante de um diálogo esclarecedor e, finalmente, da presença constante de amor e solidariedade que a ajude nos altos e baixos emocionais, comuns na gravidez, até o nascimento de seu bebê. Primeira Edição

Geralmente, os adolescentes começam ficando – tipo de relacionamento íntimo sem compromisso de fidelidade entre os parceiros-, que acontece num ambiente social, como uma festa, um barzinho, uma boate, onde dois jovens se sentem atraídos, dançam conversam e resolvem ficarem juntos naquela noite, com troca de beijos, abraços, podem colar-se um no corpo do outro e até acontecer uma relação sexual. É possível que esses jovens se encontrem novamente e não aconteça mais nada entre eles de novo. Há também o tipo de casal que começa “ficando” e evoluem para o namoro. No namoro a fidelidade é considerada muito importante. O namoro estabelece uma relação verdadeira com um parceiro sexual. Quando acontece a gravidez na adolescência, muitos optam, até pela relação que existia entre o casal, não casar, o que vem aumentando significamente o número de mães adolescentes solteiras.

COMO EVITAR?

primeira transa? E muitas outras perguntas e afirmações mitológicas sobre como não engravidar. A resposta a todas essas questões postas acima é única. Em todas as situações há risco de engravidar sim. Não importa que tipo de asseio se faça depois do ato sexual. O espermatozóide é lançado no canal vaginal durante a ejaculação ou até mesmo antes, no líquido lubrificante produzido pelo homem. Isso significa que na hora do asseio eles já estão bem longe do alcance de uma ducha íntima. O fato da transa ser em pé, de lado ou em qualquer outra posição também não altera em nada o percurso dos espermatozóides até o óvulo. Também não se pode pensar que porque é a primeira vez de uma garota os espermatozóides fiquem “cerimoniosos” e resolvam voltar sem fecundar o óvulo. Até mesmo porque eles não teriam para onde voltar não é verdade? Outras garotas ao iniciarem sua vida sexual tomam decisões como: só praticar sexo anal; só transar durante a menstruação; fazer tabelinha; pedir ao parceiro que utilize o coito interrompido – ação do homem de retirar

É muito comum ouvir nas ocasiões em que se discute esse assunto com os adolescentes, perguntas do tipo: o asseio íntimo com ducha vaginal depois da relação sexual previne a gravidez? Quando a relação é em pé há risco de engravidar? Uma menina pode engravidar na sua Página 17


o pênis da vagina durante a penetração para ejacular o sêmen fora -, entre outras estratégias equivocadas, que passam de boca-em-boca como eficientes. A tabelinha também é um método arriscado, sobretudo no início da vida sexual e sem acompanhamento de um profissional. Esse é um recurso usado como paliativo e sempre orientado por um médico e acompanhado de outros métodos contraceptivos. Assim como no caso da transa durante a menstruação o fator regularidade do ciclo menstrual é fundamental, o que significa dizer que se o ciclo for irregular não dá para confiar nesses métodos. Diante disso só o acesso à informação, a educação, assim como a conscientização e a orientação para o uso de contraceptivos, são as únicas formas de combater e prevenir a gravidez na adolescência. Tudo isso, porém, só será possível através da associação de ações educacionais e de saúde pública. Não basta ter a informação se o acesso a uma consulta, um aconselhamento, ou a uma cartela de camisinhas é truncado.

MÉTODOS CONTRACEPTIVOS Espermicida é um produto, uma espécie de gel, comprado em farmácias sem a necessidade de receitas médicas e utilizado para matar ou imobilizar os espermatozóides evitando que Primeira Edição

eles cheguem ao óvulo. É aplicado na vagina pouco antes da relação sexual, mas não oferece o mesmo grau de proteção que a camisinha, por exemplo. O ideal é que seja usado junto com a camisinha aumentando assim sua eficácia. Diafragma é outro método ideal que cãs bem com o espermicida. Aliás, ele só funciona assim. É um objeto côncavo, arredondado e de bordas,

feito de borracha flexível. Para utilizá-lo é necessário aplicar-lhe o espermicida e em seguida inseri-lo no canal vaginal. Ele funciona como uma barreira de proteção do útero. Camisinha é método contraceptivo mais seguro chegando a oferecer 90% de segurança em relação a gravidez. Além da gravidez previne também todo tipo de doença sexualmente transmissível. Além disso, pode ser utilizada tanto pelo parceiro (camisinha masculina)quanto pela parceira (camisinha feminina). Outra vantagem é que sua aquisição é

fácil. Tanto pode ser adquirida gratuitamente nos postos de saúde como comprada a um preço módico em supermercados e farmácias. O único cuidado que deve ser tomado é o de observar se o produto tem o selo do imetro e se está dentro da data de validade. Pílulas anticoncepcionais é um dos métodos contraceptivos mais populares as pílulas ocupam o primeiro lugar no ranking dos métodos mais usados pelas meninas. Isso acontece, primeiro porque sua fama de método seguro é grande, segundo porque o acesso a esse produto também é muito fácil. Embora isso seja errado a maioria das farmácias não pede receita médica no ato da compra e muitas mulheres fazem uso desse medicamento sem orientação médica. É importante salientar que essa atitude não deve ser cultivada. O uso de qualquer medicamento por iniciativa própria é arriscado à saúde. As pílulas costumam provocar efeitos colaterais como aumento ou redução de peso, dores de cabeça, náuseas, tonturas, entre outros. Outras alternativas - além desses há ainda um método contraceptivo que não é adequado à adolescência. É o DIU (Dispositivo Intra Uterino). Trata-se de um mecanismo depositado, apenas pelo médico, no útero da mulher e que deve ser acompanhado pelo menos de 6 em 6 meses pelo ginecologista. Página 18


Efeito Tsunami Por Andréa Alves

Você sabe escrever? Quando perguntamos à alguém se sabe escrever... prontamente a pessoa responde que sim... ela pensa logo no escrever... de saber assinar o próprio nome... ou juntar as letrinhas formando palavras... mas escrever não é apenas isso... escrever é uma arte... é um dom... escrever é conseguir passar o que você está pensando... o que você acredita... o que você sente... Muito me espanta... quando ouço dizerem que não gostam de ler... mas gostam de escrever... não entendo isso... então escrevem mas não leem o que escrevem... isso explica boa parte das porcarias que publicam por ai... e olha que em tempos de internet... Blog... Orkut... Twitter... isso não é difícil de achar... Nessas horas me recordo do memorável Sassá Mutema... que tinha como sonho saber ‘escrever de carreirinha’... mas escrever de carreirinha não é saber escrever... isso é apenas juntar letras formando palavras...

Primeira Edição

que formam frases... na grande maioria... mal construídas... sem sentido... vazias... . Eu aqui... escrevendo nesse momento... tentando passar minhas opiniões e divagações... não sou digna... ainda... de ter uma cadeira na Academia Brasileira de Letras... mas esforçome para não matar a gramática... insultar o português... ou pior ainda... desrespeitar o meu leitor... O talento de quem escreve... não consiste apenas... em algo que se nasce com ele... mas também na prática... no exercício diário... no hábito da leitura... e acima de tudo... no amor... amor pelas palavras... por essa sopa de letrinhas... que juntas... transformam as pessoas... a história... o mundo... Escrever é para os fortes... fortes de caráter... de ideias... de ideais... de sentimentos... escrever é para quem fala o que pensa... para quem pensa no que fala... para quem escreve no que pensa e fala... para quem fala e pensa no que escreve...

Página 19


Por Nágila Câmara

Futebol: Paixão Nacional O surgimento do futebol no Brasil e as conquistas em Copas do Mundo fortalecendo o amor ao esporte O Nascimento

Tudo começou em 1894 quando o paulista Charles Miller voltou da Inglaterra, onde fora estudar, trazendo na bagagem duas bolas de futebol, um livro de regras, um par de chuteiras e o aprendizado de um esporte, que mais tarde, viraria mania nacional. O jovem colocou em prática a experiência adquirida com os ingleses, convidando alguns amigos para disputarem uma partida de futebol, acontecendo assim, em 1895, o que é considerado o primeiro jogo no país. A partida ocorreu na Várzea do Carmo entre ingleses e anglobrasileiros funcionários da Companhia de Gás e da Estrada de Ferro São Paulo Railway. O amistoso terminou com vitória do São Paulo Railway por 4 a 2. Aos poucos, o esporte foi ganhando espaço e novos times foram surgindo. O clube mais antigo, ainda em atividade, é o Sport Club Rio Grande, de Primeira Edição

Rio Grande – Rio Grande do Sul, também conhecido como “Vovô” e fundado em 19 de julho de 1900. A data de fundação passou a ser o “Dia do Futebol”, em 1976, numa homenagem prestada pela CBD (atual CBF) ao clube. No início, o futebol era praticado pela elite social e os negros e a classe baixa eram vetados, mas com a sua expansão, a integração dos operários, o surgimento de campeonatos regionais, a divulgação feita pela mídia (principalmente no rádio, meio de comunicação em alta na época), o esporte foi se popularizando e despertando interesse de toda a massa. Na década de 20 a popularização se consagrou, após em 1919, a seleção brasileira vencer o Uruguai na final do campeonato Sul-Americano de Futebol (atual Copa América). A grande expectativa para o jogo era nítida, o comércio do Rio de Janeiro não trabalhou naquele dia e o presidente Delfim Moreira decretou ponto facultativo nas repartições públicas.

Nasce assim, o “país do futebol”, um sentimento que aflora nos corações de cada brasileiro, um sentimento inexplicável que contagia a todos, uma nação gigantesca, cheia de diferenças étnicas, religiosas, sociais, uma miscelânea cultural, reunidas numa só paixão: o FUTEBOL.

Página 20


por isso, alguns países sul-americanos, como o Uruguai, boicotaram a Copa de 1938. Já as edições de 1942 e 1946 não ocorreram em função da Segunda Guerra Mundial.

Copa do Mundo: consolidação de uma paixão Uma das maiores satisfações para os brasileiros é possuir cinco títulos de Copa do Mundo, o segundo evento esportivo de mais importância, ficando atrás somente dos Jogos Olímpicos. O campeonato que acontece de quatro em quatro anos teve seu primeiro título disputado em 1930, no Uruguai. Esse país foi escolhido por suas conquistas olímpicas de futebol e acabou sendo o campeão da Copa inaugural. Apenas 13 seleções convidadas pela FIFA participaram, muitos países europeus desistiram da competição devido à longa viagem pelo Oceano Atlântico. As duas edições seguintes aconteceram na Europa, quebrando o rodízio com a América, Primeira Edição

Em 1950, com o incentivo do então presidente, Eurico Dutra, que queria popularizar ainda mais o futebol no país, o Brasil foi escolhido como sede para a volta do torneio. A expectativa da população era grande, todos estavam entusiasmados e a seleção parecia corresponder, até o jogo final, quando foi derrotada por 2 a 1 pelo Uruguai, que obteve o seu segundo título, no recém inaugurado Maracanã. A derrota provocou várias mudanças no futebol brasileiro, inclusive no uniforme. E em 1954, a seleção estreou o modelo canarinho em Copas do Mundo, que foi criado pelo gaúcho, Aldyr Garcia Schlee, vencedor de um concurso promovido pelo jornal carioca, Correio da Manhã, mas não obteve sucesso. As mudanças surtiram efeito em 1958 quando a seleção brasileira, desacreditada e criticada por muitos, ganhou a sua primeira taça do mundo, na Suécia, derrotando a seleção anfitriã por 5 a 2 e não tendo perdido nenhuma partida na competição. Neste ano, foi também, a primeira atuação de Pelé em Copas. Embalados pela vitória, a conquista do bicampeonato veio logo na próxima edição, em 1962, no Chile, vencendo a Tchecoslováquia por 3 a 1. ação

individual incrível no mundial. E segundo o histórico da conquista, Mané Garrincha teve uma atuação individual incrível no mundial.

Com uma excelente equipe de jogadores formada por Jairzinho, Tostão, Pelé, Rivellino, entre outros, o Brasil levantou pela terceira vez a taça mundial em 1970, no México, vencendo todos os jogos anteriores e no confronto final, vencendo a Itália por 4 a 1. Tornando-se tricampeão, o país ganhou o direito de possuir a Taça Jule Rimet definitivamente, no entanto, em 1983, ela foi roubada da sede da CBF e nunca foi encontrada. O que de fato aconteceu é um mistério, embora se acredite que os ladrões a tenham derretido. Depois de 1970 foi criada uma nova taça, chamada Troféu da Copa do Mundo FIFA, que só será trocada quando a placa em seu pé estiver totalmente preenchida com os nomes das seleções campeãs de cada edição. Ao contrário da antiga, nenhum país possui o direito de permanecer com essa taça. O Brasil passou 24 anos sem título, ficando em jejum desde 1970 e só conquistando o tetracampeonato em 1994, nos Estados Unidos. Uma conquista sofrível sobre a Itália, o jogo acabou 0 a 0 e foi para a disputa de pênaltis, na qual a seleção brasileira levou a melhor quando Baggio mandou a bola nas nuvens. Página 21


Quatro anos mais tarde, um dos episódios mais lamentáveis. O Brasil perdeu na final para a França, país-sede, por 3 a 0 com dois gols de Zinedine Zidane. Em 2002, mesmo com a crítica devido a não convocação de Romário por Luiz Felipe Scolari, a seleção partiu com sede de vitória para o Japão e Coreia do Sul. Foi a primeira vez em que dois países sediaram unidos a Copa do Mundo e também, a primeira vez em que o campeonato não aconteceu na Europa ou nas Américas. Vencendo todas as partidas e surpreendendo a muitos, o Brasil tornou-se pentacampeão do mundo, numa atuação espetacular do “Fenômeno” Ronaldo, marcando os dois gols que derrotaram a Alemanha de Oliver Kahn na final.

Na edição de 2006, a seleção francesa, ainda nas quartas-de-final, acabou com o sonho verde-amarelo de conquistar o hexacampeonato, vencendo o Brasil pelo magro placar de 1 a 0 com gol de Thierry Henry no início do segundo tempo. A história da seleção brasileira nas Copas do Mundo poderá ter mais um capítulo feliz no próximo ano, 2010, quando acontece na África do Sul a primeira Copa realizada em continente africano. Nas eliminatórias sul-americanas, o Brasil está liderando a tabela e quase garantido sua vaga no mundial, faltando apenas quatro rodadas para a definição final. lPrimeira Edição

E após 64 anos longe do território brasileiro, o evento volta para o país do futebol em 2014, confirmando a participação da seleção canarinho em mais uma Copa do Mundo, pois o país se classifica automaticamente ao ser escolhido como sede. As 12 cidades que receberão os jogos são: São Paulo (SP), Rio de Janeiro (RJ), Belo Horizonte (MG), Brasília (DF), Cuiabá (MT), Curitiba (PR), Porto Alegre (RS), Salvador (BA), Fortaleza (CE), Natal (RN), Recife / Olinda (PE) e Manaus (AM). O Brasil tem a chance de ganhar a primeira Copa em casa, e por falta de incentivo da torcida, certamente, não perderá.

• Oito vezes campeão da Copa América - (1919, 1922, 1949, 1989, 1997, 1999, 2004, 2007) • Quatro vezes campeão mundial sub-20 (Junior) (1983, 1985, 1993, 2003) • Três vezes campeão mundial sub-17 (Juvenil) - (1997, 1999, 2003) • Duas vezes campeão da Copa das Confederações (1997, 2005) • Quatro vezes campeão dos Jogos Pan-Americanos (1963, 1975, 1979, 1987)

Mais uma vez a paixão pelo futebol toma conta de todos os brasileiros e aumenta a esperança de conquistar mais um título.

• O Brasil é o único país que participou de todas as Copas do Mundo;

Principais títulos da seleção brasileira: • Cinco vezes campeão do mundo - (1958, 1962, 1970, 1994, 2002)

Algumas curiosidades:

• O país que tem mais títulos conquistados em Copas é o Brasil; • O velódromo de São Paulo, inaugurado em 1902, foi o primeiro estádio brasileiro; Página 22


A mais desejada A ansiedade aumenta, é ela quem está chegando... Tão perto e ao mesmo tempo tão longe... em segundos tudo muda, sonhos se desfazem, a tristeza invade os rostos, lágrimas rolam, e quem até pouco tempo tinha esperança, ainda não acredita no que aconteceu... o que parecia fácil se torna inalcançável por mais quatro anos. É a Copa do Mundo de Futebol! Sempre esperada pelos brasileiros... o país para, o trabalho pode esperar, todo o resto pode esperar... o que não espera é a paixão nacional, uma partida definida num piscar de olhos, num simples lance... o que não espera é a vontade de gritar mais uma vez: É CAMPEÃO! Como pode num país tão imenso todos desejarem a

Primeira Edição

mesma coisa? Como pode num país repleto de divergências políticas, sociais, culturais, ideológicas, todas as diferenças desejarem a mesma coisa? Como pode um país parar em função deste desejo? É a magia do futebol, é a seleção brasileira que encanta a todos, independentemente de idade, sexo, cor, religião, todos estão envolvidos... e junto com a bola vai o pulsar dos nossos corações. Logo ela estará de volta, falta pouco, muito pouco. Logo todos estarão de volta, estáticos, paralisados diante de sua magnitude. Logo o mundo inteiro se voltará para ela, para vê-la, para senti-la, para presenciá-la, para adorá-la. E desta vez ela vem diferente... passeia pela savana, brinca num safári, se distrai nas cores deste país, um novo continente a ser explorado, tão belo, tão cheio de perigos, e acima de

tudo, esconde inúmeros segredos... e muitos desses mistérios serão revelados apenas quando ela chegar. O que nos resta é mais uma vez esperar, mais uma vez ter paciência para não deixá-la escapar, mais uma vez acreditar que vai ser possível e não acanhá-la, pois daqui a alguns anos a nossa casa será o seu lar provisório. Eterna nômade... volte quando quiser, entre sem bater na porta, já estamos acostumados a contemplar o gosto de sua vitória, não será nenhuma estranha em nosso território... e agora, nos proporcione momentos de felicidade extrema, a alegria de mais uma vez conquistá-la e chorar de emoção. E todos unidos numa só prece, num só desejo: ver o Brasil jogar e se consagrar campeão de mais uma Copa do Mundo.

Página 23


Blá Blá Blá Por Isabeli Baruffaldi

Jornalistas em Luto Na última semana, os jornalistas acordaram com uma péssima notícia. O Supremo Tribunal Federal (STF) decidiu que para exercer a profissão não é mais preciso o diploma de formação universitária em Jornalismo. Liderados pelo presidente do STF, Gilmar Mendes, os ministros consideraram, por oito votos a um, a decisão de que qualquer pessoa pode exercer a profissão, revoltando milhares de jornalistas, pois isso mostra que o dinheiro gasto na universidade em busca de um ensino superior foi jogado fora, como se dinheiro caísse do céu. O pior de tudo é que os jornalistas foram comparados pelo ministro, com cozinheiros, dizendo que “um excelente chefe de cozinha poderá ser formado numa faculdade de culinária, o que não legitima estarmos a exigir que toda e qualquer refeição seja feita por profissional registrado mediante diploma de curso superior nessa área. O Poder Público não pode restringir, dessa forma, a liberdade profissional no âmbito da culinária. Disso ninguém tem dúvida, o que não afasta a possibilidade do exercício abusivo e antiético dessa profissão, com riscos eventualmente até à saúde e à vida dos consumidores", disse. Este comentário revoltou a todos, pois a profissão não é

Primeira Edição

fácil de exercer, como muitos pensam. O trabalho jornalístico exige muita técnica, e, principalmente, conhecimento. É uma profissão que deve ser exercida pelo profissional que batalhou por quatro anos na faculdade, em busca de aprendizagem para levar à população o melhor da notícia. O ministro Gilberto Mendes afirmou também, que não há sentido exigir o registro de jornalista depois que a Suprema Corte acabou com a obrigatoriedade do diploma, e que esta decisão vai motivar a desregulamentação de outras profissões. E isso com certeza vai acontecer, afinal, no pensamento deles qualquer pessoa pode trabalhar como jornalista. Imagine então qualquer pessoa sair pelas ruas falando que é advogado, médico. O mundo vai virar uma bagunça, onde os que já se formaram perderão o valor como profissionais, e os que não tem nível superior capaz de se darem bem, arranjando emprego nas melhores empresas, e tirando o serviço e o reconhecimento dos que estudaram para exercer a profissão. Essa decisão da não obrigatoriedade do diploma de jornalista deve ser repensada, para que não aconteça uma desvalorização no ensino superior, que na atualidade é de grande importância em qualquer currículo.

Página 24


“É justo, qualquer um pode ser político, cantor, ator, modelo, comediante e agora Jornalista. O BRASIL É UM PAÍS DE TOLOS.“ Tico Santa Cruz


PROPAGANDA FAFICA

Primeira Edição - junho 2009  

Jornal-Laboratório produzido pelas alunas do 2º ano de jornalismo do IMES Catanduva.

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you