Page 1

Edição 12 - Ano 2 - Janeiro / Fevereiro de 2012 - Distr. Gratuita - Venda Proibida

MARCELO SERRALVA

MARCELO RETOMA CAMINHADA NO MEIO MUSICAL COM PRODUÇÃO DE SEU TRABALHO AUTORAL

PÁG. 11

NOSSA REGIÃO

CONCURSOS CURSO PROGRESSÃOCiro Costa - Aginfoco

B L O CO S " FA L A B O B AG E M " E " D O R A B U G E N T O " R E S G ATA M A H I S T Ó R I A E M A R C A M I N Í C I O D O C A R N AVA L N A R E G I Ã O Fotos Ciro Costa - Aginfoco

RABUGENTO COM MUITA ANIMAÇÃO E HOMEN AGEM A LUIZ CARLOS DA VILA

A NECESSIDADE DE UM BOM CURSO PREPARATÓRIO PARA ALCANÇAR O SUCESSO

PÁG.09

TURISMO CIGANTOUR

Divulgação

FALA BOBAGEM AGITA A TARDE DE DOMINGO N A PRAÇA DA CETEL

BLOCOS DO RABUGENTO E FALA BOBAGEM AGITAM AS RUAS DA VILA DA PENHA E FAZEM O AQUECIMENTO UMA SEMANA ANTES DO CARNAVAL PÁG.04 E 05

RAPOSO E TERMAS DA JUREMA: BONS ROTEIROS A DISPOSIÇÃO PARA OS MAIS VARIADOS GOSTOS - CONFIRA PÁG.12


Edição 12 - Ano 2 - Janeiro / Fevereiro de 2012 - Distr. Gratuita - Venda Proibida

A VIDA EM FOCO

Pela Equipe

Olá. Sou Ciro Costa responsável pelos setores comercial e de editoração do Jornal Infoco News, e aqui estou para falar em nome de toda a equipe, que nos encontraremos nesta seção para falar sobre assuntos do nosso cotidiano. Participe deste jornal com dicas e sugestões ou contando sua história de vida através do e-mail: c o n t a t o @ jornalinfoconews. com.br

ZONA DA LEOPOLDINA INFOCO NEWS INVESTE NA REGIÃO E a Zona Leopoldina abre suas asas para o JORNAL INFOCO NEWS. Cada vez mais sólido em sua penetração na zona norte, o jornal agora abre mais um campo de visão sob o cotidiano e sua dinâmica observação do meio para essa região tão tradicional do Rio e trata-se de uma região vizinha da Vila da Penha, onde o nosso jornal nasceu e vem amadurecendo.

Esse crescimento aponta para caminhos cada vez mais vastos de um jornal que não para de crescer. Com o aumento de suas tiragens, o jornal demonstra que ainda tem muito a crescer e esse diálogo com a população vai se fortificar ainda mais. Para tal, o seu DNA de um jornal de bairro é inalterável, mas também de muitas possibilidades que

vamos desbravar juntos. Com isso (a partir de janeiro) teremos duas edições com tiragens iguais de 10.000 exemplares para as duas regiões. Vale ainda ressaltar que 2012 vem aí com muitas novidades, inclusive com o INFOCO direto nas regiões do Grande Méier e Ilha do Governador. Ou seja, será INFOCO em todo o lugar, mais perto de você.

Esta é mais uma edição do Jornal Infoco que pretende levar mensalmente ao leitor, de forma gratuita, um resumo das informações mais importantes Circulação pertinentes à sua região, de utilidade Vila da Penha, Vista pública, além de dicas para facilitar Alegre, Bairro Araújo, seu dia-a-dia. Tudo isso de forma clara Cordovil, Brás de e imparcial. O jornal prestará serviços Pina, Irajá, Vicente de à comunidade e auxiliará o leitor na Carvalho, Vila Kosmos, busca das melhores empresas do coColégio, Parada de mércio, guiando-o pelas melhores Lucas, Cordovil, Praça opções. do Carmo, Penha, Penha Para receber o jornal em sua residênCircular, IAPI da Penha, cia sem qualquer custo, cadastre-se em Brás de Pina, Olaria, www.jornalfoconews.com.br ou por eRamos, Bonsucesso, mail para contato@jornalinfoconews. Higienópolis, Inhaúma com.br ou pelo telefone (21) 7811-0521. e regiões adjacentes.

EXPEDIENTE Editorial Equipe Comercial e Ciro Costa Editoração Administrativo Fábio Luiz Barreto Jornalista Renan de Andrade Designer e Marcelo Serralva Web Marissa Costa Fotografia Aginfoco Tiragem

20.000 Exemplares

* O Jornal Infoco News não se responsabiliza pela opinião de seus colunistas, colaboradores e leitores, sendo de inteira responsabilidade dos mesmos, os conteúdos publicados.

02

benito pepe Venda Mais com Qualidade! Venda Ideias! A prática da Venda é possivelmente uma das mais antigas atividades da humanidade. S empre se vendeu de tudo, começando pelas ideias. Cer tamente os pr imeiros homens que decidiram sair do Continente Afr icano a fim de desbravar um Novo M undo, tiveram que vender suas ideias para os demais que os acompanharam e isso ocor reu há milhares de anos. Vender um S erviço ou um Pro duto também é comprar e vender uma ideia. Q uando procuramos atender às necessidades e desejos do nosso público é porque, antes de tudo, as identificamos através de pesquisas que são analisadas e vendidas como ideias. Em outras palavras, as ideias fazem par te do M ercado. S eguramente os profissionais de venda e as empre sas, sabem que um bom atendimento trás me lhores e maiores resultados, portanto essa não é a questão pr incipal. A questão é: como efetuar um bom Atendimento? E como vender bem a Ideia? Em pr imeiro lugar lembremo -nos que somos clientes a maior par te do tempo. S omos clientes quando compramos um pãozinho na padar ia, quando to mamos uma condução ou quando

vamos ao posto de gasolina abastecer nosso veículo, quando vamos almoçar em um restaurante, etc. Além dessa consideração e dos pontos destacados acima, em qualquer atividade que trabalhe mos, somos clientes também de nossos colegas de trabalho. Um co laborador é cliente do outro, é o que chamamos de Cliente I nter no. M uito bem! E como gostamos de ser atendidos? Cer tamente gostamos de ser atendidos com simpatia e perceber que estamos sendo “ bem vindos” naquele local, não é mesmo? G ostamos também de ser papar icados, mas sem exagero é claro, gostamos de ser chamado pelo nome, de ser ouvido e de ouvir calmamente e muitas vezes de maneira detalhada se necessár io, enfim, gostamos de ser encantados. I lustramos o pr imeiro ponto do atendimento: atender nossos clientes como gostar íamos de ser atendidos. Está aí a pr imeira Ideia a ser vendida e comprada. Para ter acesso aos outros pontos do atendimento e Vender M ais com Q ualidade, visite meu Site/blog. Abraços do B enito Pepe. www.benitopepe.com.br


Edição 12 - Ano 2 - Janeiro / Fevereiro de 2012 - Distr. Gratuita - Venda Proibida

NOSSA REGIÃO

04

CARNAVAL NA VILA DA PENHA TEM INÍCIO UMA SEMANA ANTES COM BLOCOS DA REGIÃO Ciro Costa - Aginfoco

Leila e Dona Esmeraldina - Concentração no Papo de Esquina

O diretor geral do jornal INFOCO NEWS, Ciro Costa, legítimo entusiasta e apaixonado pelo bairro da Vila da Penha e seus arredores, acompanhou no último dia 11 de fevereiro a saída do Bloco do Rabugento. - Tinha cerca de 300 pessoas entre concentração e acompanhando o bloco. Tudo muito animado e uma reverência bem

legal ao espírito do carnaval. - disse ele. Adornado com um boneco carnavalesco (homenagem ao célebre e falecido Luiz Carlos da Vila), muita irreverência e animação, o bloco percorreu ruas próximas a concentração (Bar do Raí – Papo de Esquina), passando pela Praça da Cetel, onde uma parada estratégica se fez para que seus componentes

se refizessem com bebidas geladas servidas nos quiosques do local. - Foi bonito porque a mãe do Luiz Carlos da Vila, dona Esmerilda, de 83 anos, estava presente! É uma pessoa super ativa e está presente em todos os eventos carnavalescos. - Admira-se Ciro. Já no domingo, dia 12, foi a vez do Fala Bobagem, que se con-

centrou na Praça da Cetel, com mais foliões (por volta de 500 pessoas). A Banda do Bola Preta fez as honras de “orquestra de rua” do bloco e a animação era generalizada. Seja por simples histórias de vida ou pela vibração dos blocos em si, o carnaval de rua está de volta na região para democratizar o espírito carnavalesco. Ciro Costa - Aginfoco

Desfile do Rabugento

BLOCOS DO BAIRRO, “DO RABUGENTO” E “FALA BOBAGEM” UNEM HISTÓRIA E IRREVERÊNCIA NO CARNAVAL Rabugento - Histórico Crítico

Um bloco que vem fazendo bonito nas ruas da Vila da Penha é o Bloco do Rabugento, que arrasta muita gente por onde passa resgatando o velho espírito do carnaval de rua e interação com a vizinhança. Esse bloco surgiu em uma brincadeira de bar, quando resolveram fazer o aniversário do cachorro vira-lata que morava por lá, o Rabugento. - Na verdade estávamos fazendo uma crítica a Vera Loyola que naque-

la semana havia feito uma festa de aniversário para sua cadelinha, Luís Carlos da Vila na hora compôs um samba para o Rabugento e um dos que estavam na mesa falou: Esse samba rola um bloco. Assim surgiu o Bloco do Rabugento. - Relata Cláudia Barros, responsável pela coordenação do coletivo dos organizadores do Bloco do Rabugento. Esse episódio da socialyte rendeu muitas capas de jornais e até uma “homenagem” na novela das 8 da época,

Ciro Costa - Aginfoco

Rabugento - Boneco em homenagem a Luiz Carlos da Vila mas foi pelas vias do carnaval que o inusitado está virando uma tradição. O bloco foi fundado no ano 2000 e desde lá, só

vem crescendo e divertindo a população local. - Sou parte desse grupo de amigos que resolveram manter um bloco de

carnaval no perfil dos antigos blocos do subúrbio do Rio de Janeiro. - Continua ela. - Um de nossos cuidados é justamente não personalizar o bloco... Aqui não tem o mais ou o menos importante, todas as tarefas são divididas de forma igualitária. Assim, o bloco se manteve fazendo sempre uma crítica social. Esse será o 12º desfile da turma. - Já tínhamos o enredo pronto e seria uma crítica a esses blocos que surgiram nesses últimos anos, como Fogo e Paixão, Sargento Pimenta e por aí vai;

esses que nada tem haver com o carnaval carioca. O nosso carnaval de rua são as marchinhas como as de Braguinha. Mas com a partida recente de nosso querido Doutor Sócrates resolvemos homenageálo, afinal, trata-se de outra figura contestadora. O grande orgulho dos organizadores é de manter o bloco sem nenhum subsídio, ou seja, de prefeitura, políticos, ongs e afins. Mantemos o bloco com venda de rifas e camisas, fato esse que

Continua na página seguinte


Edição 12 - Ano 2 - Janeiro / Fevereiro de 2012 - Distr. Gratuita - Venda Proibida

NOSSA REGIÃO Ciro Costa - Aginfoco

Fala Bobagem na Pça. da Cetel diferencia dos demais blocos. Bom, não é à toa que surgiram tantos blocos na cidade. Pelo segundo ano conta com a participação da Charanga do Flamengo, músicos maravilhosos representados pela figura carismática do Sr. Quiqui, e os bonecos de Olinda, representados nas figuras de Luís Carlos da Vila e do professor Cezar Lima. Os bonecos foram confeccionados pelo núcleo de arte da Escola Municipal Silveira Sampaio.

05 Ciro Costa - Aginfoco

A banda com componentes do Bola Preta animam a festa

Bloco Fala Bobagem Movimenta as ruas do bairro Já é mais do que sabido que foram os blocos de rua que reacenderam a chama popular do carnaval de rua o Rio de Janeiro, antes relegado aos (caríssimos) ingressos para a Marquês de Sapucaí. Porém esses blocos não são feitos só de zona sul. Nas ruas – notadamente residenciais – da zona norte, esse movimento vem ganhando cada vez mais importância.

Um desses, e praticamente recém-nascido, é o Bloco Fala Bobagem. Criado no inicio do ano de 2011(um mês antes do carnaval, o bloco desfilou no entorno da praça Paulo Setúbal (Cetel) com a participação de aproximadamente 400 foliões. A idéia de criar um bloco surgiu dos integrantes do grupo de amigos da Cetel Suor e Cerveja, que todos os domingos pela manhã participam de animadas partidas de futebol no campo da

praça. Contribuiu para levar adiante a criação do bloco, a constatação de que no período de carnaval os moradores da praça se ressentiam da necessidade de um evento carnavalesco, onde estivessem reunidos moradores, convidados e frequentadores da praça. Vale dizer que a organização e divulgação ficam a cargos de Nélio, Ricardo Tavares e Carlinhos. Opções de entretenimento carnavalesco não faltarão na nossa região...

JORN AL INFOCO NEWS É RECONHECIDO PELO SEGUNDO ANO COMO VEÍCULO DE IMPOR TÂNCIA Ciro Costa - Aginfoco

Ciro Costa do Infoco News recebe placa das mãos de Erick Pimentel da Harang

E pela segunda vez consecutiva, o nosso JORNAL INFOCO NEWS foi reconhecido como importante veículo de comunicação. A Harang Centro de Artes Marciais, conhecidíssima naVila da Penha, pela tradicionalismo, seriedade e da forma profissional com que leva as artes marciais, homenageou o Jornal como importante ferramenta de comunicação e estímulo da região. AhomenagemfoifeitanaAcademiaCorpoSuadoapósumaulão ministrado pelo diretor da Harang, Erick Pimentel, o qual fez a entrega da placa. O diretor geral Ciro Costa, em nome de toda a equipe do jornal, recebeu a placa, que figurará ao lado da recebida - com imensa satisfação - ano passado.


Edição 12 - Ano 2 - Janeiro / Fevereiro de 2012 - Distr. Gratuita - Venda Proibida

SAÚDE

06

ACUPUNTURA X LESÕES NO JOELHO DE CORREDORES Por: LEONARDO CAMPOS

Correr é um excelente método para adquirir e manter saúde e qualidade de vida. Pode ainda ser utilizado como recurso terapêutico, haja vista, que enquanto corremos podemos organizar nossos pensamentos, trazendo dessa forma mais fluidez e agilidade para lidar com os problemas do dia a dia. Para aqueles que se dedicam as corridas de rua e maratonas, submetendo-se a cargas exaustivas de

treinamentos, torna-se essencial ter uma Equipe Multidisciplinar de Profissionais de Saúde, tais como: Acupunturista, Fisioterapeuta, Profissional de Educação Física, Fisiologista, Psicólogo e Médicos de diversas especialidades, para que embasado técnica e cientificamente, possa atingir o máximo desempenho esportivo nas competições mais importantes do seu calendário de provas. São comuns corredores amadores e de alto rendimento, queixarem-se de dores

e incômodos nos joelhos, até porque, toda a carga de treinamento para as competições recai justamente nessa articulação fundamental para a boa locomoção do ser humano, dessa forma, se o corredor não for submetido a uma criteriosa avaliação pelos profissionais de saúde acima descritos, poderá colocar sua qualidade de vida, desempenho esportivo (profissional ou amador), e saúde em risco. A Acupuntura atua no sistema energético do corpo e busca trazer har-

monia entre os órgãos e vísceras (Zang Fu). Tem papel fundamental nos tratamento de lesões no joelho, oriundas de traumas ou por excesso de trabalho físico, como é o caso dos corredores de rua e maratonistas. As sessões são realizadas uma vez por semana, ou conforme a necessidade do corredor, as agulhas são descartáveis e extremamente finas, anulando dessa forma qualquer possibilidade de sentir dor durante os tratamentos e sem os indesejados efeitos

colaterais de alguns medicamentos, pode ser utilizada por corredores de diversas faixas etárias. É bom lembrar que é possível utilizar a Acupuntura como “Doping Natural”, através da estimulação de pontos específicos para a produção de maior rendimento energético do organismo como um todo. Lembre-se: Dê preferencia a correr pela manhã bem cedo ou no fim da tarde, para não ficar demasiadamente exposto ao sol, beba água antes, durante e de-

pois da sua corrida para evitar desidratação, escolha tênis apropriado para cada tipo de piso, observe atentamente a sinalização de transito a sua volta e principalmente, use e abuse dos benefícios da Acupuntura, seus joelhos vão te agradecer! Leonardo Campos Acupunturista SINDACTA 00096 www.leonardocampos. com.br Consultório: (21) 32483397


Edição 12 - Ano 2 - Janeiro / Fevereiro de 2012 - Distr. Gratuita - Venda Proibida

TUDO PELO SOCIAL PROJETO NO PALCO DA VIDA G ANHA NÚCLEO DE PRODUÇÃO MULTIMÍDIA

O Centro Cultural Xica Xavier, que já foi matéria de nosso Jornal há algumas edições atrás, iniciará a partir do mês de abril um núcleo de produção de multimídia. Este projeto, idealizado por Marcelo Serralva (veja matéria sobre este artista na coluna É SHOW), começou com o desejo de Wal Schneider em ter uma webtv do grupo no site, para juntar e disponibilizar ao público, todos os materiais em vídeo que o grupo possuía, como as entrevistas concedidas para diversas emissoras de tv, entre outros. – E porque não produzir o próprio material desta webtv? Diante desta indagação, surgiu a idéia de que poderiam ensinar os meninos que fazem parte do grupo, assuntos como produção de vídeo,

desenvolvimento de conteúdo para web, como comandar uma web rádio para a produção e manutenção da própria webtv. O núcleo será implantado pela Oficina Imaginária em parceria com o men-

– Com esta idéia iremos inteirar estas crianças e adolescentes com uma outra parte do meio artístico, “o atrás das câmeras” (pessoal que trabalha nos bastidores), a parte que engloba a produção, criaMarissa de Britto ção, direção, edição e desenvolvimento do que depois se transforma no produto que chega ao público.- explica Marcelo que continua, - Inicialmente eles irão produzir material entre eles próprios, tor do Grupo “No Palco da mas no futuro pretendo Vida”, Wal Schneider, “na estender este projeto para cara e na coragem”, como a produção e divulgação diz o próprio Marcelo. Tal do trabalho de alguns citação dá-se pelo fato artistas da região. Esta do projeto não ter apoio webtv já está inclusive no governamental ou priva- ar, pronta para receber o do, conta apenas com a material que desenvolvededicação dos responsá- remos. - complementa. veis e com equipamentos Conheça a webtv do (computadores, câmeras, projeto “No Palco da Vida” microfones, etc) consegui- no site: www.nopalcodados através de doação. vida.com.br/tv.

07


Edição 12 - Ano 2 - Janeiro / Fevereiro de 2012 - Distr. Gratuita - Venda Proibida

OPORTUNIDADES / NEGÓCIOS

08

UM EMPÓRIO QUE FAZ DA BATATA UMA ESPECIALIDADE SABOROSA

Para um negócio dar certo é preciso ter um senso de oportunidade apurado. E foi esse senso que não faltou ao empresário Cássio Francisco, 52 anos, que encontrou na batata a grande fonte de renda para sua vida. Cassio que trabalha há mais de 10 anos com o legume, começou modestamente numa barraca de rua, quando percebeu que as diversas lojas de batatas de shoppings poderiam render um bom negócio se fossem levadas e tra-

Ciro Costa - Aginfoco

Cassio e Ana - Negócio em famíla

balhadas nas ruas. - Comecei a reparar que havia esse nicho que poderia explorar para fora das praças de alimentação dos shoppings. - diz ele. - Cheguei a vender

mais de 50 batatas num só dia! Nesse período inicial, a falta de um estrutura melhor, aliados a problemas familiares fizeram com que o empresário saísse “das ruas”. Mas sua atual companheira o incentivou e ele resolveu profissionalizar melhor a coisa, abrindo uma loja na Vila da Penha. E o sucesso foi crescendo. - Fui me aprimorar e fiz um curso prático de manejo com batatas, em Búzios. Daí

foi um pulo para que eu e minha esposa largássemos nossos empregos anteriores e investíssemos na loja, que hoje é comandada por mim, mas tem a colaboração de toda a família. Ele acrescenta que instalou a loja na Vila da Penha por estar próximo a shoppings, pela facilidade de acesso e o notório poder aquisitivo das pessoas da região. Isso alimenta uma curiosidade gastronômica a cerca do que é oferecido, já que as pessoas

CONSTRUA SUA CARREIRA EM 2012 TORNESE UM PROFISSIONAL QUALIFICADO Fundado no Rio de Janeiro e com filiais em Macaé, Cabo de Santo Agostinho e Aracajú possuindo experiência de formação de mais de 8.000 alunos e pouco mais de 10 anos de existência, o IWC possui o privilégio de ter se tornado a maior referência nacional em formação de inspetores e soldadores. Voltando para a área de controle de qualidade tanto em inspeção quanto em END, os cursos oferecem, além de conhecimentos teóricos, aulas práticas que simulam a vivência na inspeção de produtos soldados. De acordo com o diretor do IWC e

pioneiro na área de inspeção o engenheiro Hélio Ribeiro Pinto (Petrobrás / SENAC), “os participantes que concluem o treinamento saem preparados para atuar no mercado e prontos para participar das provas de qualificação”, sendo este o passo seguinte para o profissional que deseja ser reconhecido no mercado, através das certificações pelo Sistema Nacional de Qualificação e Certificação Pessoal em Soldagem – SNQC/OS/ IS e Sistema Nacional de Qualificação e Certificação Pessoal em END – SNQC/END. As certificações em inspeção de soldagem, inspeção de Dutos e em END (LP, PM, EVS, ME)

permitem aos profissionais atuar junto as diversas áreas como petrolífera, siderúrgica, metalúrgica, usinas alcooleiras e de celulose, além de obras de oleodutos, minerodutos, construção naval. Com o Pré-Sal inúmeros investimentos foram feitos neste setor exigindo mão-de-obra cada vez mais qualificada, e a carência por estes tipos de profissionais é uma realidade. Também segundo o Eng. Hélio Ribeiro Pinto: - “um inspetor seja de soldagem, dutos, ensaios não destrutivos (END) ou soldador, são profissionais diferenciados em um mercado cada vez mais exigente e complexo, motivo pelo qual a área

proporciona bons rendimentos”. Não se arrisque com outros cursos, venha para quem realmente entende de soldagem, e inspeção e agora também com cursos de solda. O sucesso de nossos alunos atestam as eficácias das nossas metodologias. Reunimos no melhor corpo técnico, contando com Engenheiros, Inspetores de Soldagem N2 e Inspetor de Ensaios Não Destrutíveis N3 em tempo integral e com profissionais altamente qualificados para realizar treinamentos e serviços especializados. Turnos: Diurno, Integral, Noturno e Final de Semana.

não tinham uma “cultura gastronômica” de consumir batatas, principalmente à domicílio, outro ponto forte do negócio. - Creio que o nosso diferencial é o delivery, que faz um eficiente trabalho de entregas. - afirma ele. O sucesso é tanto que a loja irá para um espaço quatro vezes maior, para acomodar a demanda que faz do lugar o sucesso que é. E o proprietário ainda faz mistério sobre as surpresas que virão com a mudança:

- Aguardem, pois estamos preparando produtos novos! A variedade de batatas impressiona, inclusive com recheios criados pelo próprio dono, assim como a batata frita personalizada. Não é a toa que o lugar chama-se Empório da Batata. Cássio diz que estudou bastante o assunto para nomear seu negócio: - O termo empório quer dizer algo que tem tudo sobre aquilo que se propõe, como é o nosso caso, com batata!


Edição 12 - Ano 2 - Janeiro / Fevereiro de 2012 - Distr. Gratuita - Venda Proibida

CONCURSOS QUANDO CAMINHO DA CLASSIFICAÇÃO SE TORNA O CAMINHO DA FELICIDADE Hoje, quando abrimos o jornal no caderno de empregos, percebemos o quanto o mercado é exigente. O candidato a uma vaga deve possuir boa formação escolar, experiência além de uma especialização, requisitos que não garantem a contratação, até porque, essa é só a primeira fase de um programa de seleção que muitas vezes oferece poucas vagas e um salário nada atrativo. As vantagens de ser um funcionário público são enormes em relação ao mercado tradicional. Muitas pessoas não se atentaram para o fato de que existe uma ótima oportunidade ao conseguir um emprego público, como, por exemplo, a estabilidade com um bom salário o qual sempre está acima da média do mercado, não requer nenhuma experiência anterior, gratificação por tempo de serviço (a cada ano de trabalho esta gratificação aumenta), direito a licenças especiais remuneradas, planos de carreira definido entre outras. Essa opção é dada pela CARREIRA PÚBLICA. Há uma expectativa de mais de 30 mil vagas ainda este ano. As vagas são para todos os níveis de escolaridade, para concursos em todas as áreas do civil ao militar. O leitor deve es-

tar se perguntando, como conseguir uma vaga? e a resposta é estudando. Só que este estudo deve ser direcionado para o cargo que você deseja. A fórmula para passar e se tornar um funcionário público não tem mistério e funciona para todo mundo que a seguir: 1º escolher dentre as várias opções o cargo que melhor se encaixa no seu perfil (para saber as opções você pode acessar a Internet, hoje existe vários sites com todas as informações, além de jornais); 2º seguir o edital que é o documento que vai guiar o candidato com todas as informações daquele cargo desde o salário, nível de escolaridade exigido, matérias que serão cobradas, quantidade de vagas e data do concurso; 3º ESTUDAR. Nesse ponto é que o candidato mais erra, alguns acham que concurso é “loteria”, que irão chegar no dia da prova e marcar um “X” na opção certa (cerca de 60% dos candidatos que fazem uma prova de concurso não se preparam), outros querem estudar todas as matérias sem planejamento e acabam perdendo o foco. Normalmente o aluno quando começa a estudar de forma séria, sente dificuldade de realizar esta tarefa sozinho e descobre que

existe o curso preparatório especializado em concurso público que possui uma série de vantagens para o aluno que freqüenta ou frequentará este curso: 1) Corpo de professores que conhecem cada concurso e irão direcionar o aluno a estudar a parte da matéria que mais é cobrada, além de demonstrar “macetes” para fazer as questões de forma mais ágil e focar as “pegadinhas” que costumam derrubar o aluno; 2) O coordenador irá demonstrar como estudar com qualidade para tirar o máximo de aproveitamento do tempo que o aluno tem disponível; 3) Simulados que irão dar uma boa noção de como o aluno está se preparando, além de trabalhar o gerenciamento do tempo de fazer a prova, que só é adquirido com a prática; 4) Aulas de monitoria e aulas de reforço em que o aluno pode tirar as dúvidas e rever aquelas matérias que têm mais dificuldade; 5) Convívio com outros alunos que possuem o mesmo objetivo criando um ótimo ambiente onde todos estão estudando focando passar no concurso; Vamos aproveitar esta oportunidade e ingressar na carreira pública.

09


Edição 12 - Ano 2 - Janeiro / Fevereiro de 2012 - Distr. Gratuita - Venda Proibida

VARIEDADES

10

MUNDO ANIMAL

CUIDADOS COM O VERÃO Verão, calor, dias lindos, ideais para um passeio. E se for bem acompanhado com seu pet, melhor ainda! O problema é que com a disposição incansável que eles têm quando o assunto é passear, muitas vezes esquecemos de cuidados básicos. Esses cuidados são praticamente os mesmos que nós temos que adotar. O ideal é passear nas horas mais frescas do dia, e evitar os horários de sol forte. Além do sol, o asfalto quente é um grande problema, já que eles não usam tênis para caminhar. São freqüentes os casos de queimaduras nos coxins

plantares (as “almofadinhas”). A hidratação é indispensável! Há garrafinhas próprias, com uma alça, que não atrapalham o passeio do dono. Filtro solar também é muito importante, principalmente nos animais mais claros. Sim, animais também utilizam filtro solar! Cães precisam passear, ver gente, outros cães, cheirar, interagir. Mas lembre-se, o passeio é deles! No ritmo deles! E não esqueça dos saquinhos para coletar as fezes! Converse com seu veterinário sobre medidas preventivas contra infestação por pulgas e carrapatos, já que indo à rua, estarão mais sujeitos.

Por: FERNANDA REGIS

Em casa, também devemos tomar algumas providências, como um cantinho fresco em que seu pet possa passar o tempo, brincar, ou mesmo tirar aquela soneca... Especialmente com cães braquicefálicos (aqueles de carinha achatada, Pug, Boxer) Oferecer sempre água filtrada e fresca, e alimentação apropriada, e nunca gordurosa. Em casas com quintal, é muito importante que haja áreas com sombra. A vacinação também é muito importante, já que nessa época aumentam os casos de Leptospirose, por causa das chuvas de verão. A Leptospirose é uma zoonose, ou seja, pode ser transmitida aos humanos. E

pode ser fatal. As vacinas múltiplas protegem contra a doença, mas sua proteção só dura 6 meses, por isso é necessário fazer um reforço semestral. Seu veterinário é a melhor pessoa para esclarecer o esquema de vacinação, e por isso são necessárias visitas periódicas, para manter seu pet saudável. Por Fernanda Regis CRMV-RJ 7450 (Formada pela UFF e pós-graduada no IARJ, Instituto de Acupuntura do Rio de Janeiro.) Atendimento: Roxo PorPet Dúvidas e esclarecimentos: contato@jornalinfoconwews. com.br


Edição 12 - Ano 2 - Janeiro / Fevereiro de 2012 - Distr. Gratuita - Venda Proibida

É SHOW

11

MARCELO SERRALVA RETOMA CAMINHADA NO MEIO MUSICAL COM PRODUÇÃO DE SEU TRABALHO AUTORAL Webdesigner e videomaker, atividades com nomes pomposos que Marcelo Serralva desenvolve para diversos clientes através da Oficina Imaginária, oculta um músico de talento que vem agora arriscando a produção de seu trabalho autoral no meio musical, do qual se afastou por alguns anos e agora volta com força total. Neste período lon-

Ciro Costa - Aginfoco

Moreno e Maninho no Boteco do Carlitos toda quinta

ge do meio que iniciou aos 15 anos de idade, Marcelo esteve a frente em vários projetos para os mais diversos clientes, inclusive dando expediente aqui no Jornal InfocoNews. Ele é o responsável

pela criação e desenvolvimento de nosso portal, e acostumou-se a desenvolver conteúdo para internet para diversos artistas e empresas. Como músico, trabalhou por quase vinte anos acompanhando artistas como Rosana, Akundun, Rômulo Arantes, V-trix (antiga Matrix), entre outros. Ainda apresenta-se esporadicamente em bares, mas dedica-se agora a seu projeto pessoal, que os leitores podem conferir em seu site, onde quatro músicas já estão disponíveis para download gratuito. Lá você ainda encontra o vídeo-clipe de uma de suas músicas, “Depois do Fim”, que é a música que dá nome ao seu primeiro CD. O clipe foi realizado em Olaria, no Centro Cultural Chica Xavier, sede do projeto “No Palco da Vida”. Este projeto, encabeçado por Wal Schneider, é um grupo que ensina teatro a meninos e meninas do Complexo do Alemão e que já foi matéria do nosso jornal. Wal e alguns atores fizeram participações no vídeo, que foi feito com recursos próprios

de Marcelo, aproveitando como cenário uma casa em ruínas anexa ao espaço do centro cultural. – Gravamos o clipe com uma câmera full hd, que é a minha mais recente aquisição e contei com a ajuda dos atores do projeto, que cederam o figurino de seu próprio acervo. Todo o material, como iluminação de cena, foi desenvolvido por nós. A intenção do clipe foi mostrá-lo bem artesanal, sem parecer tosco ou mal acabado. – conta Marcelo, que emenda: – O clipe depois recebeu um tratamento digital, com efeitos visuais 3d, mas basicamente é um clipe que qualquer pessoa, com uma câmera e algum conhecimento, pode realizar. Aliás, este clipe é o embrião de um projeto multimídia que vou desenvolver junto ao grupo “No Palco da Vida”, que o Jornal mostra este mês na seção TUDO PELO SOCIAL. Com conhecimento de quem já desenvolveu clipes para outros artistas do subúrbio, como o cantor Vell Rangel, a banda Shakra e os grupos de funk Os Caçadores e Os Danados (todos disponíveis no Youtube), Marcelo sabe que um bom material em vídeo pode ser a forma ideal de apresentar o seu trabalho. – Entretanto, eu

mesmo não tinha nenhum material. É a velha história: “Em Casa de Ferreiro, Espeto de Pau”. – comenta Marcelo. Marcelo Serralva agora começa a colocar seu trabalho na rua e, no mês de março faz seu primeiro show autoral, no evento “Voz Plural”. – Será um show beneficente, que se realizará no dia 14/03, na Lona Cultural Jacob do Bandolin (Pechincha/ Jacarepaguá), que contará ainda com show dos músicos Paulinho Thomaz, Jonatas Amaral, uma apresentação

teatral do grupo No Palco da Vida e ainda terá o DJ Beto Sampaio nos intervalos. Vai ser bem legal, estou ansioso. – convida Marcelo. Assista ao clipe de Depois do Fim no site do jornal. Webtv No Palco da Vida www.nopalcodavida.com.br/tv Marcelo Serralva www.marceloserralva.com.br Evento Voz Plural w w w. v o z p l u r a l . com.br


Edição 12 - Ano 2 - Janeiro / Fevereiro de 2012 - Distr. Gratuita - Venda Proibida

TURISMO

12

FÉRIAS PARA TERMAS DE JUREMA E RAPOSO-RJ SÃO A PEDIDA PARA A MEIA ESTAÇÃO

Se existem dois destinos interessantes e de originalidade turística hoje no Brasil, podemos chamá-los de Termas de Jurema e Raposo-RJ. Dois lugares de extrema beleza e contato com a natureza, além de uma cultura local agradável, e que é um convite para as férias de qualquer perfil, nem importando a idade. A Estância Hidromineral Termas de Jurema está localizada no município de Iretama, local aprazível e de rara beleza. A palavra iretama tem origem tupi e significa o lugar das águas. Termas de Jurema é um dos atrativos turísticos de Iretama que possui águas termais emergentes a 42 graus. A colonização da região onde se localiza o município de Iretama se deu entre 1947 a 1950. A principal cultura, na época, era a cafeeira. Em 30 de agosto de 1954, foi constituída a ata da fundação de Iretama, quando esta já demonstrava desenvolvimento, com povoamento formado e grandes lavouras cafeeiras e de cereais. É, de fato, o interessante encontro de História e Natureza, além do conforto total das atrações hoteleiras da região. Já Raposo é logo ali. Como todos sabem, Raposo é o 7º Distrito de Itaperuna, localizado ao noroeste do Estado do Rio de Janeiro. Além do comercio variado, rede hoteleira e as famosas fontes de água mineral, o turista pode contar também com a feira que funciona aos domingos até as 13:00h. Raposo fica im-

Divulgação

Iretama - Paraná Divulgação - Resort Hotel

Parque Aquático Termas da Jurema Resort Hotel Divulgação - Min. do Turismo

Festa do Carro de Boi

prensada numa estreita área no fundo de altas colinas, tão pequenas e irregulares que não chega a ser propriamente um vale. Só dá para se perceber o teto das casas, poucos animais, raros veículos, e um vai e vem de pessoas. O minúsculo povoado é, sem dúvida, a menor estância hidromineral que temos, mas possui vários hotéis que comportam o fluxo sempre permanente de turistas. A cultura

popular ainda é preservada, pois podemos assistir a Folia de Reis no período natalino e sempre no último domingo de maio ocorre a Festa do Carro de Boi. A Cigan Tour tem pacotes especiais para esses destinos e ainda tem o diferencial de adequar ás suas necessidades aos caminhos para que tenham uma viagem inesquecível. É o caso de não ter nenhuma desculpa para não ir...


Edição 12 - Ano 2 - Janeiro / Fevereiro de 2012 - Distr. Gratuita - Venda Proibida

GASTRONOMIA

14

O PESO DE UM CHINA IN BOX PARA O COMÉRCIO DA VILA DA PENHA

Flavio Pereira - Fachada Loja

Que o China in Box é uma das redes de restaurantes mais conhecidas do país todos já sabemos, entretanto é, no mínimo, um grande prestígio ter uma loja dessas, reforçando o circuito gastronômico

da Vila da Penha. Um dos sócios da franquia, Flávio Pereira, 36 anos, sabe do valor de seu negócio. O ponto foi oferecido pela franqueadora a um de seus sócios, assim assumiram o desafio desta nova empreitada reativando a loja que já existia, mas com um

novo conceito para a região. - Sempre trabalhei no segmento de alimentos, como a Vila da Penha é um dos bairros que mais crescem no Rio, vimos uma grande oportunidade de trazer um produto renomado e conceituado, até por que o China in Box é a maior rede de comida chinesa da América Latina, uma coisa diferente, relativamente nova para o público da região. - atesta ele. Flávio destaca que ainda existem pessoas com pouco conhecimento sobre a comida chinesa. - Nossa decoração conta com um vidro onde se consegue ver o prato sendo preparado. Toda a matéria-prima

DE BAR EM BAR CARNE DE SOL E CIA TRAZ UMA RENOVAÇÃO PARA A GASTRONOMIA DA REGIÃO Ciro Costa - Aginfoco

Rua Professor Ar thur Thiré 160 Tel.: 2451-1114 Tem estabelecimentos comerciais que se fixam no imaginário geográfico das pessoas, mesmo estando longe de seus tempos, digamos, áureos. O Carne de Sol e Cia já de há muito existe ali nos arredores da Vila da Penha, e essa memória afetiva foi de extrema importância para que sua nova direção pudesse implementar melhorias e o novo conceito que a casa ganhou. O que vem chamando muito a atenção... O gerente Francisco Martins, 43 anos, sabe bem disso: - Essa casa já existia e nós a assumimos há uns dois anos. Até então não conhecíamos a

Fachada e salão renovados

Vila da Penha e o bairro nos surpreendeu muito positivamente. - afirma ele. - Chegamos ao negócio por causa de um sobrinho de um dos sócios com a proposta de melhorias do local. Pretendemos ficar aqui por muito tempo já que o público vem correspondendo bastante. Principalmente para quem já conhecia o lugar de outros tempos, fica nítida a reformulação e o bom gosto da repaginada que ganhou. A casa está moderna, clean. - Quando chegamos a casa tinha um foco único e nós implementamos outros fins gastronômicos, abrindo um leque fora da culinária nordestina, porque nós

queremos todos os clientes, desde do que vem comer peixe, até aquele que só quer curtir uma pizza. - sentencia ele. - Temos pratos executivos de comida nordestina para hora do almoço,... Muitas empresários e seus funcionários vêm de longe para nos prestigiar. Martins reforça que o diferencial da casa é o atendimento. Ele mesmo, pessoalmente, recebe na porta os clientes e acha de suma importância esse corpo a corpo. - Espero que muitas pessoas leiam a matéria e venham nos conhecer... A casa possui um cardápio recheado: galinha cabidela, sarapatel, moqueca de peixe, camarão ao alho e óleo, pizzas, uma variedade de tira-gostos para além da linha nordestina, fora as atrações de música ao vivo. A boa gastronomia está cada vez mais assimilada na região.

utilizada é bem conhecida da população brasileira: carne, peixe, frango, camarão... E nada é servido de forma crua. Essa curiosidade é observada principalmente com o público mais velho, que ficam com certo receio por achar que a comida é crua ou muito temperada. - Uma vez um senhor veio com a filha e pareceu meio emburrado na mesa, apesar da filha estar adorando a refeição. Ofereci a ele um prato e falei que se não gostasse tudo bem, mas que precisaria provar... Ele já foi falando de comida crua e eu disse “se o senhor olhar o cardápio vai perceber que não há nada cru”. Hoje ele mesmo faz os

pedidos para a sua residência. O China In Box adaptou os mais famosos pratos dessa culinária milenar ao paladar do povo brasileiro, combinando sempre carinho, higiene e praticidade – e um controle de qualidade rigoroso – em todas as suas receitas. Ao trazer pratos tradicionais, como o Frango Xadrez e o famosíssimo Yakisoba, diretamente do Oriente para a sua mesa, o China In Box mostra ao Brasil como a culinária oriental pode ser saudável, nutritiva e muito, muito, muito gostosa! - Nós utilizamos gengibre, acelga... é uma composição bem elaborada e muito bem feita, tudo nas proporções

certas. - diz ele, que complementa: - Quem inventou a massa não foram os italianos, mas sim os chineses! A cozinha chinesa já tem mais de 3 mil anos. Toda essa experiência resultou numa enorme variedade de pratos e em sabores que não existem em nenhum outro lugar do mundo. O empresário ressalta o serviço de delivery que é muito forte na casa, visando trazer comodidade e conforto ao cliente. E ainda se diz bem satisfeito com quase 1 ano de casa, na região. - Abrir uma marca famosa como o China in Box na região valoriza não só o nosso produto, mas também a própria região. - Finaliza ele.


Edição 12 - Ano 2 - Janeiro / Fevereiro de 2012 - Distr. Gratuita - Venda Proibida

ESPORTE ARTES MARCIAIS LEVADAS A SÉRIO NO SUPER EQUIPADO MUSASHI FIGHT CENTER Ciro Costa - Aginfoco

universo e ria ao dar forma a esse uma opor- CT é que ele fosse voltunidade de tado mesmo para o profissiona- treinamento e prepalizar ainda ro desses atletas. - diz mais a ativi- com entusiasmo, Marcelo. - Queria uma esdade. - Eu encon- trutura boa e adequatrei na deter- da para a prática. Não é por acaso que minação de Marcelo um a casa possui destaEspaço amplo e bem aparelhado meio para ques nas artes marApesar do enorme gerir essa sociedade. ciais, conquistando sucesso do UFC no A intenção é divulgar títulos brasileiros e sulpaís, não é de hoje que o espaço, formar cam- americanos de Muay as artes marciais se fa- peões, ganhar credibi- Thai . zem presentes na vida lidade e trabalhar em E os planos futuros de pessoas que bus- prol do esporte, que também são ainda cam no esporte um é um caminho para ti- mais nobres: sentido profissional e rar essa molecada das - Temos projetos somuitas vezes pessoal. ciais futuros como o drogas. - diz Joelson O Musashi Fight Cen“Jovem Samuter nasceu justamente Fotos Ciro Costa - Aginfoco rai”, através de uma necessidade “Do Amigos de explorar, mais proda Escola”, tifissionalmente essas rando o temartes, que combina po ocioso da técnica e precisão migarotada para lenares. formar camMarcelo, 46 anos e peões, dando Joelson de Jesus, 45, treinamento. sócios dessa empreita- diz Marceda bancaram a ideia e Horário de aula - Momento de muito treinamanto lo, - ....colocar colocaram em prática, um monte de já obtendo sensíveis garotos na resultados. praça para dar - Eu precisava ter o treinamento meu próprio espaço é fácil. O verpara o ensino das artes dadeiro tramarciais. Já trabalhava balho social é no meio há um bom trazê-los para tempo, e depois de um dentro da acaperíodo em São PauMarcelo tem 32 anos demia e dar a possibilo, vim para a Vila da de prática de artes lidade de desfrutarem Penha onde comecei marciais e já lutou Ta- de todo este espaço a trabalhar em janei- ekwondo, Kickboxer, e aparelhos, que não ro de 2005, no espaço Boxe, Muay Thai, Krav poderiam sequer imaque na época se cha- Magá e Jiu Jitsu, além ginar um dia, poder mava apenas Instituto de vasta experiência e usar. – finaliza. Musashi. - relata Mar- didática nas artes marCom a “moral” de ter celo. - O começo foi ciais. Apesar de não ter o maior espaço de treibem simples, já que uma formação acadê- namento e mais bem arrendei um salão de mica, já que teve que aparelhado da região, festas, mas aos poucos interromper sua fa- Marcelo finaliza a maa coisa foi crescendo e culdade de educação téria deixando um reganhando profissio- física, a expertise do cado consciente: nalismo. professor é seu grande - O mais importanEm 2011, Joelson gabarito. E ainda os- te é a prática de artes entrou na jogada. Alu- tenta diversos títulos marciais com seriedano de Marcelo, ele en- em diferentes modali- de e responsabilidade. controu no professor dades e tipos de lutas. É nisso que acreditaa mesma paixão pelo - O que eu mais que- mos!

15


EDIÇÃO 12  

JornalInfocoNews 12

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you