Issuu on Google+

Edição 10 - Ano 2 - Outubro / Novembro de 2011 - Distr. Gratuita - Venda Proibida

MANINHO E MORENO

PÁG. 10

OS DOIS TALENTOSOS DJS QUE TRAZEM O MUNDO PARA OS EVENTOS DA ZONA NORTE

AUTO E MOTO

NOSSA REGIÃO RODRIGO SANT’ANNA

Aginfoco

RODRIGO SANT’ANNA LOTA OLIMPO COM SEU “COMÍCIO GARGALHADA” PÁG.

04

MOTO E AUTO MOZART CASAL VIDAL

Ciro Costa - Aginfoco

ENCONTRO DE VEÍCULOS ANTIGOS MOVIMENTA A VILA DA PENHA COORDENAÇÃO DO EVENTO FAZ UMA PROJEÇÃO DE CERCA DE 4 MIL PESSOAS PRESENTES AO EVENTO

A INCRÍVEL HISTÓRIA DE UM CIDADÃO COMUM QUE MONTA SEUS PRÓPRIOS VEÍCULOS

PÁG.08


Edição 10 - Ano 2 - Outubro / Novembro de 2011 - Distr. Gratuita - Venda Proibida

A VIDA EM FOCO

Pela Equipe

Olá. Sou Ciro Costa responsável pelos setores comercial e de editoração do Jornal Infoco News, e aqui estou para falar em nome de toda a equipe, que nos encontraremos nesta seção para falar sobre assuntos do nosso cotidiano. Participe deste jornal com dicas e sugestões ou contando sua história de vida através do e-mail: c o n t a t o @ jornalinfoconews. com.br

HISTÓRIAS DA REGIÃO INFORME-NOS O tempo é o senhor da razão, já dizia o ditado. Então vamos fazê -lo presente em nosso jornal, principalmente para pautar o bairro onde moramos. Contribua com a gente nessa investigação temporal de nosso habitat. Se você tem lembranças cabais do bairro onde mora, seja Irajá, Vicente de

Car valho ou Vila da Penha, não importa qual bairro seja, participe: nos envie histórias, fotos ou indicações para que possamos enriquecer culturalmente nosso periódico que busca sempre o maior e melhor diálogo com você. Um povo se justifica pela sua cultura, e o meio em que vive é de suma

EXPEDIENTE Editorial Comercial e Editoração

Equipe Ciro Costa

Administrativo

Fábio Luiz Barreto

Jornalista

Renan de Andrade

Designer e

Marcelo Serralva

Web Fotografia Tiragem

Marissa Costa Aginfoco

10.000 Exemplares

Circulação

Vila da Penha Vista Alegre Cordovil Brás de Pina Irajá, Vicente de Carvalho Vila Kosmos Vaz Lobo Rocha Miranda Colégio Parada de Lucas Cordovil Praça do Carmo e regiões adjacentes.

i m p o r t â n c i a para tal. Por isso nada como radiografar o bairro de forma a apresentarmos um lugar onde sempre estamos, mas poucas vezes paramos para analisá-lo com a devida atenção. É por isso que existe o passado, para justamente compreendermos a nossa identidade do presente.

Esta é mais uma edição do Jornal Infoco que pretende levar mensalmente ao leitor, de forma gratuita, um resumo das informações mais importantes pertinentes à sua região, de utilidade pública, além de dicas para facilitar seu dia-a-dia. Tudo isso de forma clara e imparcial. O jornal prestará serviços à comunidade e auxiliará o leitor na busca das melhores empresas do comércio, guiando-o pelas melhores opções. Para receber o jornal em sua residência sem qualquer custo, cadastre-se em www.jornalfoconews.com.br ou por email para contato@jornalinfoconews. com.br ou pelo telefone (21) 7811-0521.

* O Jornal Infoco News não se responsabiliza pela opinião de seus colunistas, colaboradores e leitores, sendo de inteira responsabilidade dos mesmos, os conteúdos publicados.

02

BENITO PEPE TEMPO É UMA QUESTÃO DE PRIORIZAÇÃO Há muita gente dizendo que não tem tempo para isso e nem para aquilo. Dizem que o Te m p o n ã o é mais o mesmo de outrora, afirmam ter a sensação de q u e “o Te m p o está Passando mais R á p i d o ”, sentem como se o dia não tivesse mais as 24 horas de antes. Mas isso está ocorrendo? O tempo hoje é menor do que era antes? É claro que não! O tempo é, e sempre foi o mesmo! O tempo é uma questão de Priorização. Onde está a sua prioridade aí estará o seu tempo. É lógico que é, e sempre foi impossível fazermos tudo o que gostaríam o s d e f a z e r. Nosso tempo é, e sempre foi limitado nas 24 horas diárias. Um dos problemas é que, em nossos dias, há muito mais atividades e futilidades para tomar o nosso tempo. Então é preciso saber p r i o r i z a r. E você sempre vai encontrar tempo para fazer aquilo que você mais quer! Isto é um dado, é um fato. Onde está o nosso coração, nossa paixão e nossa prioridade, estará o nosso tempo. Por isso tempo é uma questão de priorização. Em nossos dias com tantas atividades e futi-

lidades precisamos s a b e r, mais do que nunca, como p r i o r i z a r. Em primeiro lugar procure fazer aquilo que você ama, faça aquilo que te dá prazer em f a z e r, aquilo que após você r e a l i z a r, v o c ê consegue ver resultados positivos para você e para os teus próximos. Em segundo lugar observe as conseqüências das tuas priorizações e reflita: aquilo que você está priorizando faz bem para você e/ou para teus próxim o s ? Vo cê s e sentirá mais feliz e realizado com as conseqüências de suas atitudes e de sua priorização? Devemos separar sabiamente o nosso tempo. Assim, cada tempo tem o seu tempo. Considero que “Há Quatro Pilares na Vi d a” : D e u s, a Fa m í l i a , o Tr a balho e o Laz e r. P a r a c a d a um há o seu tempo e o seu momento de priorização, é claro que às vezes eles podem e dev e m s e c r u z a r, mas sempre teremos tempo para tudo, sabe por quê? Porque tempo é uma questão de Priorização. Ve j a m a i s n o meu Site/blog Abraços do Benito Pepe. www.benitopepe.com.br


Edição 10 - Ano 2 - Outubro / Novembro de 2011 - Distr. Gratuita - Venda Proibida

NOSSA REGIÃO

04

TRANSBRASIL É MAIS UMA INICIATIVA PARA DESAFOGAR O TRÂNSITO Segue o grandiloquente projeto viário do governo que visa facilitar e otimizar o dia-a-dia da população que passa boa parte de seu tempo nos deslocamentos para o trabalho no cada vez mais estressande trânsito do Rio. Em fase final de detalhamento, o projeto do BRT Transbrasil trará impactos significativos ao trânsito do Centro do Rio. O corredor expresso para ônibus articulados ao longo da Avenida Brasil, desde Deodoro, irá até a Avenida Presidente Vargas, passando pela Francisco Bicalho. O plano, incluído pela prefeitura no pacote de investimentos para os Jogos Olímpicos de 2016, entrará em operação, até 2015, com uma demanda de mais de 900 mil passageiros por dia - número próxi-

mo ao dos usuários do metrô e dos trens (um milhão por dia). Os estudos preveem ainda a construção de um mergulhão próximo à Igreja da Candelária e de um viaduto na região da Leopoldina. O Transbrasil integrará toda a rede de

transporte de massa da cidade. Fazendo baldeações, o usuário poderá chegar a dois aeroportos (Santos Dumont e Tom Jobim) e a outras regiões da cidade. O secretário municipal de Transportes, Alexandre Sansão, explica que o Transbrasil terá cone-

xões com outros dois BRTs - o Transcarioca (Barra - Tom Jobim) e Transolímpico (Barra Deodoro) -, além de se integrar a estações de trens, metrô e ao futuro VLT que poderá ligar a Zona Portuária ao Aeroporto Santos Dumont.

Divulgação - Secretaria Municipal de Transportes/RJ

O mapa do desafogo

MUDANÇA SOCIAL RESULTA EM PARCERIA DE MORADORES COM POLÍCIA NO COMPLEXO DO ALEMÃO Não foi só a iniciativa histórica do poder público de tomar para si regiões que eram oprimidas pelo tráfico. É nítido que há uma nova cultura participativa dos moradores dessas áreas. A Força de Pacificação do Exército, que atua no Complexo do Alemão, recebe cerca de duas mil denúncias por mês, a maioria relacionada ao tráfico de drogas. É com a ajuda da população que os militares vêm monitorando a movimentação de bandidos que resistem nas favelas da região, ocupadas desde novembro do ano passado. Há poucos dias, o Exército apreendeu dois fuzis - Rugger e AK-47 - no fundo falso de uma parede na

Pedra do Sapo, uma das comunidades do complexo. - As informações sobre armas, inclusive de longo alcance, e venda de drogas estão sendo checadas por nós - informou o relações-públicas da força, major Marcus Bouças. O Exército usou carros com alto-falantes para alertar os moradores para a possibilidade de haver confronto entre militares e traficantes. A Força de Pacificação tem um mandado de busca e apreensão coletivo para revistar todas as casas da comunidade. Há informações de que outros fuzis estão escondidos na favela. - Estamos fazendo operações pontuais, ba-

Arquivo - Google

Comunidade vista de cima

seadas nas informações que recebemos - informou o relações-públicas Marcus Bouças. Segundo o Exército, o cabo Vítor Hugo da Silva Veiga, do 15º Regimento de Cavalaria Mecanizada, deu um tiro contra a própria cabeça quando manuseava sua pistola num dos

alojamentos da base da Força de Pacificação. Ele se preparava para sair com um grupo em patrulhamento quando houve o acidente. O militar foi levado por outros soldados para o Hospital Central do Exército, onde permanece internado em estado grave.

- O Transbrasil vai operar com bilhete único e interligará a rede de transportes de massa. A ideia é termos linhas de ônibus com percursos menores que alimentarão os BRTs disse Sansão. Pelo projeto, pelo menos 21 estações serão implantadas ao longo da Avenida Brasil. O acesso aos terminais será feito por passarelas por meio de rampas. O usuário desembarcará de um ônibus comum na pista lateral e usará as passarelas para chegar ao ponto de embarque. O tráfego de carros de passeios e caminhões, por exemplo, não será prejudicado com a perda de uma segunda faixa. A implantação do BRT vai reduzir o número de coletivos nas pistas laterais, equilibrando

o sistema - explicou o engenheiro Carlos Eduardo Maiolino, que coordena os estudos do BRT. Ao contrário de outros BRTs, o Transbrasil exigirá menos desapropriações ou reassentamentos, já que aproveitará faixas de trânsito já existentes ou em implantação. Mas nem sempre as soluções serão simples. - Na Avenida Francisco Bicalho, teremos que construir um novo viaduto, exclusivo para a passagem do BRT. Na chegada à Presidente Vargas, ele ficará entre a via original e o viaduto da linha férrea. Já na Avenida Brasil, teremos que alargar o trecho entre Irajá e Guadalupe, implantando as faixas laterais - detalha o secretário municipal de Obras, Alexandre Pinto.


Edição 10 - Ano 2 - Outubro / Novembro de 2011 - Distr. Gratuita - Venda Proibida

NOSSA REGIÃO

05

ESPETÁCULO DE RODRIGO SANT’ANNA NO OLIMPO MARCA A ESTREIA DO APOIO INSTITUCIONAL DO JORNAL INFOCO NEWS Aginfoco

Renan de Andrade, Rodrigo Sant’anna e Ciro Costa nos camarins

E foi o esperado sucesso que se supunha. O espetáculo solo de Rodrigo Sant’Anna no Olimpo lotou a enorme casa de shows. Segundo os organizadores, foram vendidos, para cada uma das duas sessões sucessivas, cerca de 2 mil ingressos. Um dos primeiros eventos que contou com o apoio institucional do Jornal INFOCO NEWS, também foi prestigiado por muitos de nossos colaboradores. Instalados num camarote da casa e ciceronianos pelo Diretor Comercial do jornal, Ciro Costa, todos estavam bem entusiasmados com o espetáculo que vem lotando espaços em todo o Brasil, principalmente pela performance hilária do ator como a Valéria, que junto com a parceira Janete (Thalita Carauta) virou o fenômeno (e o pico) de audiência do programa Zorra Total, da Rede Globo, nas noites de sábado. O comerciante Sérgio da Star Bike • Estar aqui nes-

se evento é muito bom até para festejar minha parceria com o Jornal Infoco News. O jovem Fabiano Lima, de 23 anos, gerente comercial da British and American, também estava entre os convidados da noite. Assim como o verdadei-

ro organizador da noite, Amando Nascimento, que é uma das cabeças pensantes da Lona Cultural de Jacarepaguá. • A zona norte é muito carente desse tipo de humor... Inclusive o Rodrigo Sant’Anna que hoje está aqui no Olimpo, representando Aginfoco

Sergio da Star Bike e famíia Aginfoco

Renan e Fabiano Lima da British and American

o povo da região. E o povo está correspondendo vindo em duas sessões... As opções aqui são poucas. Nós só temos uma lona cultural em Vista Alegre, e poucos centros culturais. Teremos outras oportunidades: vamos trazer o “Nós da Fita”, “Comédia em pé”, traremos também a Janete. E está sendo um sucesso absurdo. A equipe de colunistas também marcou presença, como Benito Pepe, um dos mais prolíferos colaboradores do jornal. • Filosoficamente falando, uma noite como essa representa um ópio para o povo, uma espécie de válvula de escape... O ser humano precisa de momentos como esse. A colunista Fernanda Regis, que versa sobre a medicina veterinária, mesmo com toda sua timidez, também deixou sua impressão da noite. • Estou gostando dessa experiência nova de escrever sobre minha profissão para um jornal e estou animada com esse show hoje aqui. A noite estava mesmo bem animada e o público parecia inebriado com o apurado senso humorístico do ator. Como bem precisou o colunista de decoração Victor Martins, que aproveitou para falar sobre o equilíbrio que busca ao falar sobre o tema em sua coluna (“tenho procurado espandir o tema para além da arquitetura como materiais que solucionam problemas de espaço em casa”), a noite muito boa.


Edição 10 - Ano 2 - Outubro / Novembro de 2011 - Distr. Gratuita - Venda Proibida

SERVIÇOS / HISTÓRIA DO BAIRRO DIREITO DO CONSUMIDOR

GARANTIA - PRAZOS PARA SEREM RESPEITADOS POR : MARCIO DE SOUZA

Olá amigos leitores, mais uma vez estamos aqui com nossa coluna sobre defesa do consumidor, hoje trataremos sobre o prazo que as autorizadas têm para consertar e devolver os aparelhos postos para reparo. Caro leitor, você sabia que quando se coloca um bem para consertar as autorizadas e todas as lojas que realizam consertos têm prazo para realizar o conserto e devolver o bem ao proprietário? Sim amigo, o prazo é de 30 dias a contar da entrega do bem, em regra, mas esse prazo pode ser alterado, por acordo entre as partes, entre 7 e 180 dias, mas essa alteração tem de estar prevista por escrito.

Lembramos que caso o contrato seja de adesão, aquele em que já vem preenchido e o consumidor só assina, sem discutir as cláusulas, o prazo, caso seja diferente da regra de 30 dias, tem que ser convencionado em separado e com manifestação expressa do consumidor. Atente também que o prazo é em dias corridos, ou seja, contam-se assim os dias úteis, sábados, domingos e feriados. E se a empresa demorar mais tempo do que o estipulado em lei o quê pode acontecer? Nesse caso leitor temos 3 hipóteses, quais sejam: 1. A troca do bem por outro igual, mas que esteja funcionando perfeitamente; 2. A devolução do valor pago corrigido,

podendo ainda ser indenizado pelas perdas e pelos danos; 3. A redução do valor pago pelo aparelho, proporcionalmente. Mas como fazemos isso? Infelizmente só temos nossos direitos respeitados quando entramos na justiça, assim consumidor lute pelo que é seu por direito, procure o juizado especial mais próximo de sua residência com o comprovante da data da entrada do bem na autorizada. Grande abraço a todos, em caso de dúvidas e sugestões envie um e-mail para nossa coluna: contato@jornalinfoconews.com.br Dr. Marcio de Souza Advogado, Professor de Direito e Servidor Federal.

HISTÓRIA DO BAIRRO

VILA DA PENHA O BAIRRO NASCIDO DAS PEDRAS DO RIO IRAJÁ A palavra Penha significa pedra e foram exatamente as pedras do Rio Irajá as responsáveis pela formação da Vila da Penha. É que elas formavam verdadeiras barreiras e se transformaram em obstáculos aos colonizadores, que navegavam com destino a Irajá. Eles eram obrigados a interromper a viagem e prosseguir por terra. Com o tempo o bairro transformou-se em porto para as embarcações e parada obrigatória para a penetração rumo ao interior. Foi aí que começaram a surgir as pequenas casas, pomares e hortas que caracterizam a Vila da

Penha a partir de 1600. A expansão do bairro começou por volta de 1920, quando já existiam algumas fazendas com engenhos de açúcar e aguardente na região. Vários proprietários iniciaram, por conta da falência do sistema de produção de açúcar, o desmembramento e loteamento de seus terrenos. No entroncamento das avenidas Meriti e Brás de Pina, encontra-se o Largo do Bicão. O largo tem

esse nome devido ao problema da falta de água que assolava o Rio de Janeiro de 1900. Era nesse local que moradores iam buscar água, numa grande torneira pública. Atualmente, o largo é composto por uma praça cercada de comércio, bancos e supermercados. Matéria da edição de lançamento - Maio de 2010

06


Edição 10 - Ano 2 - Outubro / Novembro de 2011 - Distr. Gratuita - Venda Proibida

INFORMÁTICA

07

CURSOS DE INF ORMÁTIC A A CER TEZA DE UM FUTURO G ARANTIDO Nos dias de hoje, é praticamente impossível imaginar uma carreira profissional de sucesso sem que se tenha qualquer conhecimento na área de informática. Mesmo a competência e o conhecimento sendo os alicerces fundamentais de qualquer carreira (principalmente na área de informática), hoje em dia a maioria das empresas pedem que seus profissionais comprovem, por meio de certificados, seus talentos profissionais. Com essa visão, o mercado de trabalho passou a ser muito mais exigente em relação à qualificação do empregado. Sendo assim, nos grandes centros urbanos, multiplicaram-se empresas oferecendo cursos de informática, treinamento especializado e cursos técnicos para jovens, adultos e idosos. Tendo o próprio Ministério da Educação se mobilizado para regulamentar o setor. Os cursos de informática atingiram

hoje um papel tão importante para uma preparação adequada de nossos jovens e das futuras gerações para o mercado de trabalho, que podemos sem medo de cometer exageros; afirmar que hoje em dia aquele que não compreende ou utiliza, de uma forma desenvolta, os computadores pode ser considerado um analfabeto. Sendo sua capacidade de desempenhar funções, numa sociedade cada vez mais informatizada, muito limitada. Por isso mesmo, antes de planejar qualquer curso extracurricular que imagine; pense primeiramente nos cursos de informática que lhe permitam o domínio das tecnologias mais utilizadas na área que você deseja ingressar. Sem dúvida alguma; esse será o primeiro e decisivo passo para o seu sucesso profissional e para a garantia de um futuro brilhante. Fonte: www.novidadesdeinformatica.com.br


Edição 10 - Ano 2 - Outubro / Novembro de 2011 - Distr. Gratuita - Venda Proibida

MUNDO ANIMAL

08

A ESCOLHA DE UM ANIMAL DE ESTIMAÇÃO POR: FERNANDA REGIS

Muitas vezes, as pessoas escolhem um animal de estimação por impulso e modismo. O que não é bom, já que eles são parte da família e sua expectativa de vida aumentou nos últimos anos. O ideal é consultar um veterinário, que poderá indicar que animal é mais adequado à sua realidade. Há várias questões a serem consideradas como, por exemplo, disponibilidade de tempo. Os animais precisam de atenção e cuidados. Brincadeiras também são bem-vindas! Animais precisam de espaço, assim, é bom levar em consideração o número de animais, seu tamanho, e a área que tem disponível para eles. Outro ponto é a disponibilidade financeira, pois para a manutenção da saúde do seu pet, são necessários itens básicos, como visitas ao médico veterinário, vacinas, cuidados com a pelagem, alimentação, higiene bucal, etc. Além disso, atualmente, existe uma gama de produtos e serviços que são verdadeiros mimos para os animais, e aos quais é difícil resistir. Quando se escolhe um animal de raça, é importante avaliar suas carac-

terísticas. Em se tratando de cães, alguns latem mais, outros menos. Uns têm pelo longo, outros curto. Existem os mais indicados para crianças. Uns são mais ativos, outros menos. Animais silvestres precisam ser comprados em criatórios registrados no IBAMA (Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis). Sua compra em feiras é um estímulo ao tráfico de animais. E, na grande maioria das vezes, os animais não se encontram em boas condições de saúde. A adoção é uma forma interessante de adquirir um animal. Há animais de raça e sem raça definida, e de todas as idades. Adotar um mais velho, por exemplo, pode ser uma boa forma de ter um animal mais tranquilo, e proporcionar ao mesmo qualidade de vida em seus últimos anos. Por Fernanda Regis CRMV-RJ 7450 (Formada pela UFF e pós-graduada no IARJ, Instituto de Acupuntura do Rio de Janeiro.) Atendimento: Roxo PorPet Dúvidas e esclarecimentos: contato@jornalinfoconwews. com.br


Edição 10 - Ano 2 - Outubro / Novembro de 2011 - Distr. Gratuita - Venda Proibida

CULTURA E LAZER É SHOW Não é qualquer um que pode dizer que venceu um concurso de Djs presidido por um dos Djs mais importantes do mundo, o ultra badalado Tiësto. Vencendo mais de 160 concorrentes, Márcio Vianna, 39 anos, o Maninho Voxx B, conseguiu um reconhecimento que poucos profissionais da área possuem. - Eu participei do concurso – Ballantine’s Beat Club – por uma indicação informal de um amigo e nem esperava que fosse ser selecionado. Ganhei e ainda abri o show do Tiësto em Recife. - diz ele, orgulhoso. Maninho diz que desde pequeno tinha grande atração pela música e conta que sua mãe relata que com 2 anos já mexia com som. - Comecei a tocar com uns 10 anos e com 13

09

DUPLA DE DJS, COM ADVENTO INTERNACIONAL, É DESTAQUE EM EVENTOS NA ZONA NORTE Ciro Costa - Aginfoco

Moreno e Maninho no Boteco do Carlitos toda quinta

já ganhava dinheiro com isso. Até que mais tarde tive oportunidade de trabalhar em rádio e as coisas foram acontecendo. O Dj faz um som referendado nos agitados anos 70, 80 e 90 e costuma fazer eventos de música eletrônica. Maninho é integrante de um projeto pessoal com a amigo Moreno chamado Voxx Mor. - Eu e moreno, que veio

de uma temporada na Suécia, resolvemos criar uma empresa, o que alia nosso talentos para tocarmos em eventos de música eletrônica e outros tipos de eventos também. Moreno é o apelido para Lizander Rocha de 30 anos, que apesar de citar que também descobriu sua aptidão para coisa ainda moleque, no ensino fundamental, aponta a sua

temporada na Europa como preponderante para o desenvolvimento de seu atual ofício. - Estava meio de saco cheio de trabalhar em banco quando conheci uma sueca, me apaixonei e parti para a Europa. diz Moreno. - Engraçado que, como eu sabia inglês, mas não tinha noção de sueco, eu pensei em fazer algo que não necessariamente precisava da língua, então comecei a tocar, a priori, num evento de música brasileira. Depois de passagens pela Inglaterra (onde chegou até a organizar uma festinha) Moreno voltou para o Brasil e conheceu Maninho. Aí a identificação foi imediata e o resto já virou história com o trabalho que vem desenvolvendo juntos. A dupla vêm a agitando a cidade de norte (toda

a 5ª tocam em Vista Alegre, no Boteco do Carlito) a sul (as sextas, em Copacabana, na Mud Bug), fora a produção de músicas na RJ Studio. Alguém duvida que essa dupla ainda vai longe? anos 70, 80 e 90 e costuma fazer eventos de música eletrônica. Maninho é integrante de um projeto pessoal com a amigo Moreno chamado Voxx Mor. - Eu e moreno, que veio de uma temporada na Suécia, resolvemos criar uma empresa, o que alia nosso talentos para tocarmos em eventos de música eletrônica e outros tipos de eventos também. Moreno é o apelido para Lizander Rocha de 30 anos, que apesar de citar que também descobriu sua aptidão para coisa ainda moleque, no ensino fundamental, aponta a sua temporada na Europa como preponderante para o desenvolvimento de seu atual ofício.

- Estava meio de saco cheio de trabalhar em banco quando conheci uma sueca, me apaixonei e parti para a Europa. - diz Moreno. - Engraçado que, como eu sabia inglês, mas não tinha noção de sueco, eu pensei em fazer algo que não necessariamente precisava da língua, então comecei a tocar, a priori, num evento de música brasileira. Depois de passagens pela Inglaterra (onde chegou até a organizar uma festinha) Moreno voltou para o Brasil e conheceu Maninho. Aí a identificação foi imediata e o resto já virou história com o trabalho que vem desenvolvendo juntos. A dupla vêm a agitando a cidade de norte (toda a 5ª tocam em Vista Alegre, no Boteco do Carlito) a sul (as sextas, em Copacabana, na Mud Bug), fora a produção de músicas na RJ Studio. Alguém duvida que essa dupla ainda vai longe?


Edição 10 - Ano 2 - Outubro / Novembro de 2011 - Distr. Gratuita - Venda Proibida

MOTO E AUTO

10

O CRIADOR E A CRIATURA: UM PROJETO NASCIDO DO PRECONCEITO

O empreendedorismo e a paixão formam o tino criativo de um homem que tem nome e iniciativa de gênio. Mozart Casal Vidal, assim como os grandes, desde cedo mostrava destreza na construção propriamente dita de seus sonhos. Aos 16 anos, já estudando no Senai, fazia talhadeiras com as ferramentas do pai e do irmão, que trabalhavam em oficina mecânica. Nessa época já fazia seus próprios carrinhos de rolimã e bicicletas com capota. • Eu fazia um monte de loucuras... depois fui partindo pra a construção de automóveis Hots, que primeiramente ficavam bem ruins... - diz ele. - Com o tempo e a experiência fui aprimorando o trabalho. Acabou que os modelos fizeram muito sucesso e muitos foram vendidos. Seu projeto atual, e que vem trabalhando há cerca de 4 anos, é a construção de uma motocicleta. E a iniciativa vem de uma justificativa um tanto pessoal: • Na década de 70 eu fui motociclista e sempre sondei a ideia de montar uma moto, mas queria um modelo de porte grande. Até que certo dia entrei numa concessionária de modelos japoneses e eu fui analisar um modelo, inclusive sentando na mesma. Como estava com trajes de mecânico, sujo, um pouco maltrapilho, afinal, estava vindo da mecânica, o vendedor, pensando ser um mendigo, me expulsou do local. Só que por azar dele, o dono da loja é um conhecido

Ciro Costa - Aginfoco

A criação da Criatura ainda inacabada

da área e quando ficou sabendo quase o demitiu, pedindo para que ele levasse o modelo até minha oficina onde ficou por três dias para que eu testasse. Mas creio que o episódio me traumatizou e resolvi construir minha própria motocicleta. - relata ele, demonstrando mesmo uma personalidade um tanto inventiva. A moto já está em fase de acabamento e o mais impressionante é o fato de que o criador não se baseia em croquis de criação, ou mesmo um rascunho de desenho... tira toda a engrenagem da cabeça... • Se eu fosse fabricar o que desenho não ia sair nada bom... - brinca ele. Claro que as bases, digamos, técnicas, vieram de sua expertise em cursos de tornearia, solda, fresa e afins. Segundo ele, a paixão e a curiosidade sobre o assunto, aliados aos toques de amigos engenheiros, lhe deram um domínio que muitos profissionais graduados não possuem. • Creio que o meu trabalho seja fruto de muita prática que fui exercitando ao longo dos anos... Uma iniciativa como essa acaba gerando bur-

burinho. O boca a boca foi tamanho, que grupos de motociclistas aparecem para olhar (e até tirar fotos!) o projeto na oficina • Estou construindo essa moto há 4 anos e posso dizer que é a motocicleta do meu sonho com caixa de marchas da Harley Davidson e motor de Santana 2.0 AP. Com um motor nacional fica fácil de se encontrar peças e o custo de manutenção é mais viável. Além de ser bem mais fácil resolver algum possível problema na estrada. A caixa da Harley é única que é deslocada do motor e isso é um grande advento. E o tal projeto já rende repercussão para além do imaginado. Mozart, certa vez, esteve em visita a uma fábrica de bebidas e gostou tanto da atmosfera do lugar que decidiu que ali seria inauguração de seu grande projeto motociclista. Tal entusiasmo resvalou no dono do lugar que comprou a ideia e ainda prometeu ceder bebidas para a ocasião. • Eu gostaria muito que o Brasil prestasse mais atenção a fabricação de motocicletas.

Hoje esse mercado e dominado totalmente pelos asiáticos, como os japoneses que tiveram a sacada de resgatar a cultura de gerações de motociclistas. • (Sonho dos motociclistas) - Poucas motos têm o sistema de suspenção monobraço, ou seja, presa por um lado só, que virou moda. ...Além do fato da roda traseira ser muito larga (300mm de largura), que é o sonho de todo motociclista, todo “Harleiro”. Só que não tem como transformar as já prontas. Você teria que desmontar toda a estrutura da motocicleta e refazer tudo de novo. Como eu estou criando a minha, ela já nasceu assim, com a roda larga... O criador deixa claro que quem quiser ver o seu “filho” é só aparecer na oficina que ele ficará muito orgulhoso de apresentá-la. Ela está na MCV Direção Hidráulica, Estrada Vicente de Carvalho 1457 Vila da Penha (em frente ao Olimpo) É a universal relação entre criador e criatura. Coisa de gênio? Informações técnicas: • Motor Santana 2.0 AP • Caixa de marcha de 5 velocidades - Harley Davidson Evolution • Rodas com aro de carro BMW - Dianteira - 16 cm de largura (60/60/18) - Traseira - 30 cm de largura (300/35/18) • Potência - Cilindradas - 2000 - Cv Força - média de 115 cavalos


Edição 10 - Ano 2 - Outubro / Novembro de 2011 - Distr. Gratuita - Venda Proibida

AUTO & MOTO

11

VELHOS NÃO, CLÁSSICOS!

Arquivo

EVENTO DE APAIXONADOS POR CARROS ANTIGOS AGITA VILA DA PENHA

Evento pautado na camaradagem e na extrema paixão por carros antigos, um encontro de adoradores da categoria comemora seu primeiro ano dia 6 de novembro. Tanta paixão rendeu um encontro que tanto Ivo Martins quanto Marcos Canedo promovem com amigos em todo quarto domingo do mês no posto de gasolina Ale (esquina da Ápia com Brás de pina). Segundo eles,

num ambiente familiar que promove um encontro entre os apaixonados por modelos antigos... - Está tudo pronto, inclusive com autorização de fechamento da rua. Terão muitas atrações como sorteios, brindes, barracas vendendo coisas para esse público apaixonado por carros, demonstração e degustação de produtos, envelopamento automotivo, dj tocando músicas referentes aos anos dos carros presentes, animadores, cama elástica... Enfim, será uma grande comemoração. - diz Ivo - Estou com Ivo nesse evento. Aliás,

evento que começou meio que por acaso. Foi num domingo quando estava no ALE abastecendo meu Monza para irmos a um encontro em Volta Redonda. Ouvimos o ronco de um V8 e fomos a cata da onde vinha. Encontramos o Silvio colocando o carro para acelerar e perguntamos se ele não ia a nenhum encontro com aquele carro. Ele nos convidou a entrar e nos mostrou o Maverick, um Gordini e surgiu a idéia. Pô, olha só! Eu, você e o administrador aqui do posto vamos fazer um encontro mensal pra jogar conversa fora e falar sobre aquilo que a

gente gosta, que é carro antigo. Podemos nos reunir todo quarto domingo do mês... No primeiro domingo deu só a gente... Aos poucos foram chegando mais 2, mais 3, 20 carrinhos... e hoje conseguimos reunir um média de 40 carros por encontro. - diz Marcos. - O evento contará com toda infra-estrutura de grandes eventos de rua, visto que, existe uma projeção de cerca de 2 mil pessoas. Mas ainda assim estamos estruturando tudo para até 4 mil pessoas. – complementa Marcos. Tudo isso irá pautar um acontecimento de fãs que desejam

Banner do Encontro mensal

multiplicar suas fixações para todos da região. O jornal estará lá para cobrir e passar para o leitor uma

pouco do microcosmo que nivela o quanto uma paixão pode mover uma sociedade. Seja para qual fim for...



Jornal Infoco News- edição 10