Page 1

ENTRETENIMENTO Sinopse: Sonny Kapoor (Dev Patel) tenta encontrar tempo para expandir os negócios enquanto se preprara para o casamento com Sunaina (Tena Desae). O Hotel Marigold tem lotação praticamente esgotada e ele precisa de uma nova propriedade para receber novos hóspedes. Elenco: Maggie Smith, Richard Gere, Bill Nighy, Judi Dench, David Strathairn, Dev Patel, Penelope Wilton, Tamsin Greig Direção: John Madden País: EUA, Inglaterra Gênero: Comédia, Drama Duração: 122 min.

Edição 15 • Ano II • Maio de 2015 • DISTRIBUIÇÃO GRATUITA NA REGIÃO OESTE DE SÃO PAULO

Secretário Mário Lopes fala sobre os desafios e planos de desenvolvimento do município de Barueri

educação Professores fazem paralisação em 15 estados

Os trabalhadores em educação das redes estaduais 15 estados e das redes municipais pelo menos seis cidades paralisaram as atividades para reivindicar melhorias no ensino, nas condições de trabalho e na infraestrutura das escolas, além de uma maior valorização. Página 9

carapicuíba

Mario Lopes é empresário e nasceu na cidade de Santos, há mais de 40 anos elegeu Barueri para fincar suas raízes, criar sua família, trabalhar e lutar pela igualdade e direitos de todos os baruerienses. Foi vereador por dois mandatos e atualmente é Secretário de Desenvolvimento Econômico e Trabalho, de Barueri. Em entrevista exclusiva ao Jornal Imprensa Regional, nesta última segunda-feira (4), o secretário fala sobre alguns projetos que tem para o município de Barueri, e ainda comenta sobre os principais desafios que enfrentará neste mandato. Página 3

Prefeitura de Osasco oficializa Campanha do Agasalho 2015

A Prefeitura de Osasco, por meio do Fundo Social de Solidariedade, oficializou o lançamento da “Campanha do Agasalho 2015” na segunda-feira (27), em solenidade realizada na Sala Osasco, prédio anexo ao Paço Municipal. Página 4

Nequinho quer ampliação da inclusão digital em Santana de Parnaíba O vice-presidente da Câmara de Santana de Parnaíba, Nequinho Desanti (SD) solicitou à prefeitura que realize estudos visando à implantação de internet gratuita (wi-fi) em todos os colégios municipais e setores públicos do município. A solicitação foi formalizada por meio da Indicação 2114/2015 e reitera outro documento protocolado em 2014. Página 7

Começou a 17ª Campanha Nacional de Vacinação contra Gripe Influenza A 17ª Campanha Nacional de Vacinação contra Gripe Influenza iniciou nesta segunda-feira (4), e vai até 22 deste mês de maio. O dia “D” de mobilização nacional está programado para 9 de maio. Página 4

LEGISLATIVO Presidente da Câmara quer mudar correção do FGTS

O presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), anunciou nesta última sexta-feira (1), parceria com o deputado federal Paulo Pereira da Silva (SDD-SP), um projeto de lei que altera a forma de correção do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS). Na proposta, o FGTS passaria a ser corrigido de acordo com a caderneta de poupança: 0,5% ao mês acrescido da variação da Taxa Referencial (TR). Hoje, o FGTS é corrigido em cerca de 3% ao ano. Página 6


2

Edição 15 • Ano II • Maio de 2015

JORNAL IMPRENSA REGIONAL

O Jornal Imprensa Regional deseja aos aniversariantes do mês de maio um Feliz aniversário e que suas vidas sejam tão iluminadas quanto o sol na terra e que vocês possam absorver o brilho dele por onde passarem. Parabéns!!!

Editorial A DESIGUALDADE DO ENSINO SUPERIOR NO SÉCULO XXI Há muito tempo que o ensino superior perdeu muito em qualidade. A estrutura organizacional do ensino superior no Brasil privilegia o domínio de conhecimentos e experiências profissionais como requisitos para a docência nos cursos superiores. A visão de que o educador precisa, antes de tudo, ter competência pedagógica, coisa que ultimamente anda meio difícil. O ensino superior precisa de uma reformulação e se transformar numa rede de ideias. Nesse processo de transformação, de passar de uma sociedade a outra, implica mesmo modificar o seu papel de mero transmissor de ideias. O ensino superior manifesta a sua crise: crise por sua falência na constituição de sujeitos políticos, pela liquefação de seu monopólio cultural, por dificuldade de reconversão diante da dinâmica da produção científica e tecnológica. O século XXI exige que o ensino superior tenha comprometimento com sua missão do devir, pois ele encontra-se no processo de transformação frente à sociedade do conhecimento, e não só em relação às expectativas econômicas. Mas isso não está acontecendo, pois está cada vez mais difícil para os jovens entrarem em uma faculdade particular, pois os preços estão bem altos e o governo em vez de ajudá-los dificulta mais a sua entrada, exemplo disso, é a novela do aditamento do Fies (Fundo de Financiamento Estudantil), com a mudança do Fies, a partir de agora a exigência de nota mínima no Enem, com isso criou uma grande dificuldade para os estudantes. Não podemos contar com a universidade pública, essa foi feita para a elite. Estamos diante de um fato que mostra como o mundo convive hoje em dia com a sociedade e seu processo de aquisição de conhecimento e cultura.

Maio

05/05 - Ver. Reinaldo Hipólito Leal de Osasco

06/05 - Cláudio Soldé

09/05 - Ver. Serginho da Sabesp - Carapicuíba

10/05 - Ana Giulia Seabra

10/05 - Pepe Palmieri

13/05 - Reinaldo Campos Assessor Parlamentar

20/05 - Carla Rieger

20/05 - Carla Santana

02/05 - Gabriel Elias Patara

04/05 - Marciel Santos - SECOM Santana de Parnaíba

08/05 - Cláudia Blotta

06/05 - João Guerra

07/05 - Dinei

07/05 - Vanessa Carvalho - SECOM Santana de Parnaíba

10/05 - Carlos Zicardi

10/05 - Dep. Estadual Ramalho da Construção

10/05 - Edna Vilas Boas

10/05 - Eduardo Gatti

15/05 - Andréa Vilas Boas

15/05 - Gabriela Blotta

17/05 - Ver. Ângelo da Silva Souza de Santana de Parnaíba

25/05 - Nayane Brandão

27/05 - Juliana Souza

27/05 - João Paulo Araújo

14/04 - Claudio Blotta

Luís Fernando Araújo

Editora e Jornalista Responsável

Colunista

Adriana Teodoro MTB 31.237-SP

Prof. Dr. Luíz Fernando Araújo E-mail: lusfernandoaraujo@yahoo.com.br

Diagramação

Jurídico Drº Sérgio Augusto Dias Bastos OAB: 157.601

Daniel Márcio - (11) 96667-7618 E-mail: daniel.marcio001@yahoo.com.br

Cruciverbalistas

Sandra Patusca Raphael E-mail: sandrapatusca@gmail.com Rose Teodoro

Periodicidade: mensal Tiragem: 10 mil exemplares

24/05 - Eurico Ramos

Expediente Distribuição Gratuita: Aldeia da Serra, Barueri / Alphaville / Tamboré / Carapicuíba / Itapevi / Jandira Osasco / Pirapora de Bom Jesus / Santana de Parnaíba Impressão: Gráfica Atlântica CNPJ: 19.757.313/0001-17 Inscrição Municipal: 4.69061-2 Sede Barueri/SP

Fale conosco:

jimprensaregional@gmail.com Telefone: (11) 98397-6596

O Jornal Imprensa Regional não se responsabiliza pelas matérias e artigos assinados, sendo que os mesmos, não expressam necessariamente a opinião do jornal. Os colaboradores e colunistas não possuem vínculo empregatício com o Jornal Imprensa Regional.


JORNAL IMPRENSA REGIONAL

Edição 15 • Ano II • Maio de 2015

3

Capa

Secretário Mário Lopes fala sobre os desafios e planos de desenvolvimento do município de Barueri Fotos: Adriana Teodoro

Por Adriana Teodoro

M

ario Lopes é empresário e nasceu na cidade de Santos, há mais de 40 anos elegeu Barueri para fincar suas raízes, criar sua família, trabalhar e lutar pela igualdade e direitos de todos os baruerienses. Foi vereador por dois mandatos e atualmente é Secretário de Desenvolvimento Econômico e Trabalho de Barueri. Em entrevista exclusiva ao Jornal Imprensa Regional, nesta última segundafeira (4), o secretário fala sobre alguns projetos que tem para o município de Barueri, e ainda comenta sobre os principais desafios que enfrentará neste mandato. JIR: Gostaria que o sr. falasse sobre os seus dois anos a frente da Secretaria de Desenvolvimento Econômico e Trabalho de Barueri. Sec. Mário Lopes: Falar sobre esses dois anos de trabalho dentro da Secretaria de Desenvolvimento Econômico e Trabalho de Barueri posso dizer que é fácil (rs). Primeiramente, pela equipe de trabalho que consegui formar, tornando um ambiente de trabalho saudável e agradável. Juntos fizemos várias avaliações dentro dos setores da própria secretaria, o que nos levou, felizmente a chegar nesse momento com quase todos os setores trabalhando sem problema algum. Sabemos que este ano vai ser um ano muito difícil por conta da nossa economia, mas acredito que essa é hora de mostrarmos do que somos capazes de fazer, trabalhando junto com os funcionários da secretaria e os empresários que é o mais importante para nós. JIR: Dentro do plano de metas do prefeito Gil Arantes, quais foram colocadas em prática? Sec. Mário Lopes: Dentro do plano de

metas do prefeito Gil, posso dizer que falta pouco para eu cumprir o que ele me designou a fazer. Nós já temos aprovado o projeto da Agência Barueri de Desenvolvimento, a implantação da Incubadora de Empresas e incentivo ao empreendedorismo também está aprovada desde o ano passado, o jovem aprendiz, o centro tecnológico já foi aprovado pelo Estado, vale lembrar que nós somos o segundo município a ter essa aprovação, enfim, tudo que o prefeito Gil Arantes se comprometeu estamos cumprindo. JIR: Quais são os setores que fazem parte desta pasta? Sec. Mário Lopes: Dentro da secretaria temos a parte administrativa, o qualifica que são cursos rápidos que atingem em torno de 4000 alunos por ano, curso de qualificação profissional que está dando muito certo. Dentro do Ganha Tempo temos cinco setores: a Jucesp, o Banco do Povo, o PROCON e o SEBRAE. O SEBRAE e a Jucesp foram implantados nessa gestão do prefeito Gil Arantes, os demais já existiam, porém podemos dizer que demos um avanço de 70 a 80%%, tanto no atendimento quanto na agilidade dos serviços prestados para a população. JIR: No início da nossa entrevista o sr. falou que a secretaria tem vários cursos de qualificação profissional. Quais são esses cursos? Quantos alunos e como funcionam esses cursos? Sec. Mário Lopes: O Qualifica, fica na Campos Sales, centro de Barueri, e é lá que nós fazemos essa parte dos cursos de qualificação. Nós verificamos a necessidade das empresas e do comércio, e elaboramos os cursos para atendê-los. A duração dos cursos pode durar de 30 a 60 dias, depende da matéria. Nós temos os seguintes cursos: web design, informática básica e intermediária, inglês

básico, português e matemática, assistente administrativo, auxiliar de logística, gestão financeira, departamento pessoal, técnicas de apresentação oratória, cuidador, eletricista, entre outros. Temos algo em torno de 4000 alunos por ano, e tenho certeza que nós poderíamos ter 8000 se nós tivéssemos espaço para desenvolver. Posso dizer que esta secretaria e o governo Gil estão disponibilizando o que for possível para termos os empresários, os comerciantes junto conosco e fazer um trabalho melhor para a sociedade. JIR: O sr. comentou que vão vir duas grandes empresas para Barueri, e que vai empregar uma média de 1000 pessoas. Quais são essas empresas? E quais os custos benefícios para a população de Barueri? Sec. Mário Lopes: Sim, estão chegando em Alphaville a DICICO e a Leroy Merlin. A DICICO agora com novo nome que é Sodimac, que é um grupo chileno que comprou algo em torno de 51% da DICICO, e esta loja que eles estão montando em Alphaville, mais precisamente na Alameda Araguaia, é a loja modelo da Sodimac, é a primeira loja deles no Brasil. Essa loja deve ser inaugurada neste mês de maio, e vai gerar uma média de 300 a 500 vagas de emprego, e até o fim deste ano vem a Leroy Merlin que já está com todos os projetos aprovados e também vai gerar uma média de 300 vagas de emprego. Essas duas empresas vão ter um faturamento muito alto, vão dar empregos e trazer benefícios para toda região Oeste. Fora essas duas empresas, tem outras empresas vindo, mas não posso falar neste momento ... surpresa (rs). Está chegando também à transferência de toda área de seguro do Banco Bradesco, em torno de 4000 pessoas. A nossa região tem que se comprometer com tudo isso que está acontecendo, pois eles

estão vindo para nossa casa, e nós como governo temos que dar toda a prestação de serviço necessária para que eles caminhem bem. JIR: Quais são as dificuldades e os desafios? Sec. Mário Lopes: Dificuldades sempre existem é natural. Atualmente, a nossa economia está ruim, consequentemente temos menos dinheiro. Ora acontece algo que não gostaríamos que acontecesse. As dificuldades sempre vão aparecer, porém com o trabalho tiramos de letra (rs). Quanto aos desafios eu diria que: “Ajudei a deixar uma bela cidade para os meus netos”. JIR: O sr. gostaria de abordar algum outro assunto? Sec. Mário Lopes: Nós temos também um setor de eventos. Nós fazemos eventos voltados para o desenvolvimento econômico, isso pode vir acontecer num determinado momento a ocupar vagas em hotéis trazendo alguns eventos importantes para nossa cidade. Hoje nós estamos com a Feira de Artesanato, Decoração e Artes Plásticas, em Alphaville, e possuem 80 barracas, 114 expositores e 5 food truck. Esta feira está sendo um exemplo para nós, pois já está na sétima edição e aos poucos esta se tornando conhecida, e nós queremos que ela fique exatamente com a cara que ela tem hoje. Realizamos no ano passado a primeira feira do emprego de Barueri, que reuniu 11 mil pessoas e foi disponibilizado 4000 mil vagas de empregos, e estamos nos programando para a segunda edição neste próximo semestre de 2015, no qual iremos disponibilizar um portal de empregos na internet que irá conectar a demanda das empresas com os trabalhadores.

“Quanto aos desafios eu diria que ajudei a deixar uma bela cidade para os meus netos”.


4

Edição 15 • Ano II • Maio de 2015

JORNAL IMPRENSA REGIONAL

Cidades

Começou a 17ª Campanha Nacional de Vacinação contra Gripe Influenza

A

Prefeitura de Osasco oficializa Campanha do Agasalho 2015

A

Prefeitura de Osasco, por meio do Fundo Social de Solidariedade, oficializou o lançamento da “Campanha do Agasalho 2015” na segunda-feira (27), em solenidade realizada na Sala Osasco, prédio anexo ao Paço Municipal. Com o slogan “Faça parte desse time, doe um agasalho”, a novidade ficou por conta do apadrinhamento das jogadoras de vôlei do Molico/Osasco como madrinhas. Com o objetivo de arrecadar cada vez mais peças de roupas e atender um número muito maior de pessoas, a Prefeitura conta com o apoio e o carisma das meninas do vôlei para mobilizar a sociedade, instituições públicas e privadas a colaborar com esta ação. A primeira-dama e presidente do Fundo Social de Solidariedade, Sandra Missiano Lapas, comentou, durante o ato oficial de lançamento, as expectativas para este ano. “Convidar as jogadoras foi determinante para unirmos forças junto com a sociedade. Nós queremos levar toda a garra que elas têm no esporte para o lado

social e o slogan traz isso. De mãos dadas, podemos mais e com certeza, aqueceremos as famílias que realmente necessitam neste período mais frio do ano, proporcionando a elas mais conforto”, disse. O prefeito Jorge Lapas destacou o empenho do Fundo Social de Solidariedade no projeto. “Esta foi uma das melhores campanhas já elaboradas pelo Fundo Social. As meninas são símbolo da nossa cidade, símbolo de trabalho em equipe. Nós juntamos toda esta admiração que os osasquenses sentem por elas para provocar as pessoas a serem mais participativas, a pensarem mais no próximo e mostrar que, se a cidade estiver unida, não haverá dificuldade que a gente não possa alcançar”, disse. O pré-lançamento da campanha foi um sucesso. Promovido durante o jogo da semifinal da Superliga Feminina de Vôlei, no Ginásio de Esportes Professor José Liberatti, no dia 10 de abril, arrecadou, em apenas duas horas de jogo, mais de mil peças entre roupas e cobertores.

Texto: Cida Diniz

17ª Campanha Nacional de Vacinação contra Gripe Influenza iniciou nesta segunda-feira (4), e vai até 22 deste mês de maio. O dia “D” de mobilização nacional está programado para 9 de maio. Em Carapicuíba, a Prefeitura, por meio da Coordenadoria de Vigilância Epidemiológica da Secretaria de Saúde, organiza postos fixos e móveis para atender o maior número possível de pessoas que precisam receber a vacina. A vacinação em Carapicuíba estará disponível nos 14 postos fixos (UBSs e USFs, além de postos volantes e carros que percorrerão os bairros para imunizar pacientes acamados. A meta é vacinar 80% dessa população que compõe o público alvo: Crianças de seis meses a menores de cinco anos, pessoas com 60 anos ou mais, trabalhadores de saúde, povos indígenas, gestantes, puérperas (até 45 dias após o parto). As pessoas portadoras de doenças crônicas não-transmissíveis (problemas respiratório, cardíaco, renal, Hepática, Neurológica, Diabetes, Imunossupressão, Obesos, Transplantados e Portadores de Trissomias) ou com outras condições clínicas especiais também devem se vacinar.

A

Texto: Arleno Marques

gis Luiz Lima de Souza, o novo modelo de gestão é bem melhor. “A organização social oferece mais benefícios”, disse, referindo-se ao fato da parceria possibilitar redução de custos para a Prefeitura e disponibilizar as crianças atividades de balé, capoeira e judô, e acompanhamento de fisioterapeuta, técnico em enfermagem e psicopedagogo. Maternal Bairro dos Altos A Maternal do Bairro dos Altos tem três pisos erguidos em terreno de 4.594 m², ocupando 3.047 m² de área construída, na estrada doutor Cícero Borges de Morais. De acordo com a distribuição, o andar térreo possui ambientes como cinco salas, berçários, salas de atividades, refeitórios, vivência, lactário, salas de banho infantil e de bebês, sanitários infantis e acessíveis e mini quadra. O piso superior conta com espaços para oito

A gripe A influenza é uma infecção causada por vírus que afeta o sistema respiratório. É de fácil transmissão e se dissemina facilmente em epidemias. A transmissão ocorre por meio da saliva da pessoa contaminada ao falar, tossir, espirrar ou pelo contato das mãos na boca, olhos e nariz, após o contato com superfícies contaminadas. Os casos graves da doença evoluem para a Síndrome Respiratória Aguda Grave, podendo levar ao óbito. As complicações são mais comuns entre os grupos que compõem o público alvo, por isso a vacinação é considerada pela Organização Mundial da Saúde (OMS) como uma estratégia de prevenção.

Vem aí o 2º Prêmio AMECOM da Região Oeste 2015 Inscrições abertas para o 2º Prêmio AMECOM da Região Oeste 2015. Para concorrer ao segundo prêmio os profissionais de comunicação (jornalista, assessor de imprensa, designer gráfico, fotógrafo, editor (a) terá que estar associado (a) a AMECOM, exceto as autoridades administrativas como, por exemplo, (prefeito, presidente de câmara, vereadores, deputados e secretários de comunicação). A premiação será feita em cerimônia especifica e com jantar para os agraciados! Mais informações falar com Adriana Teodoro através do telefone (11) 98397-6596 ou e-mail:amecom2014@gmail.com

Prefeitura colocará novas maternais em funcionamento para atender 500 crianças Prefeitura de Barueri, por intermédio da Secretaria de Educação, colocará em funcionamento duas novas Escolas Maternais Municipais, a partir do 2º semestre deste ano, pelo sistema de Parceria Público-Privada (PPP). Uma delas é a EMM Bairro dos Altos; a outra unidade é a EMM Professora Cleide Rodrigues Fagundes, no Recanto Phrynéa. A maternal do Recanto Phrynéa abrigará 297 crianças. Já a escola do Bairro dos Altos iniciará suas atividades atendendo 200 crianças, estendendo-se depois para até 400 alunos. Mesmo pertencentes à Prefeitura de Barueri, as novas maternais terão atendimentos feitos por “organizações sociais” – entidades de direitos privados sem fins lucrativos. Para o secretário-adjunto da Secretaria de Educação, Ré-

foto: PMC

salas, vídeo, sanitários e banho infantil, solário e brinquedoteca. No pavimento inferior fica a recepção, sanitários, sala de educadores e secretaria. Além disso, a escola dispõe de estacionamento e elevadores. Maternal do Recanto Phrynéa Já denominada como EMM Professora Cleide Rodrigues Fagundes, a escola foi criada e executada pela atual administração na rua Nelly Masiero Fernandes, em frente à Emef Professor Osvaldo Batista Pereira e próxima à 1ª Cia da PM. A nova maternal tem três pavimentos erguidos em terreno de 3.000 m², sendo 2.590 m² de a área construída. O piso térreo traz administração, berçário, sala de atividades, lactário, solário e estacionamento; o primeiro andar soma oito salas, sala de vídeo, sala de artes e sala de leitura. Já o segundo pavimento conta

com cozinha, refeitório, vivência e sala para brinquedoteca. Atendimento mais perto de casa A Maternal Bairro dos Altos pode ser considerada um “Cartão Postal” da região. É que a unidade está localizada ao lado da Emeief Professor Enéias Raimundo da Silva, e ambas formam ainda uma espécie de “Complexo Educacional” da rede de ensino municipal, estrutura destacada pelos moradores. “Barueri tem coisas boas que outros lugares não têm. Essa nova maternal ficou muito bonita. Um privilégio para as mães que trabalham e precisam deixar seus filhos na creche. A população deve agradecer por ter um benefício como este”, ressaltou Maria de Fátima Souza da Silva, que reside no Conjunto Habitacional Mirante dos Altos. Para Ronaldo Freire, outro morador da região, a Maternal do Bairro dos Altos ficou ótima, com estrutura bem feita. “Acho bom à construção dessa nova escola, o que não existia no bairro. Será importante para facilitar a nossa vida e das crianças, além de desafogar o atendimento no Bairro Califórnia”.


JORNAL IMPRENSA REGIONAL

Edição 15 • Ano II • Maio de 2015

5


6

Edição 15 • Ano II • Maio de 2015

JORNAL IMPRENSA REGIONAL

Cidades

Fique por dentro do Legislativo

Itapevi ganhará acesso viário direto para Vila Dr. Cardoso, Vitápolis e região

F

oram iniciadas as obras de construção do novo acesso viário à região da Vila Dr. Cardoso, na altura da rodovia Nelson Tranchesi (SP-29), via que dá acesso à rodovia Castello Branco. Será aberta uma avenida ligando a estrada à confluência entre as ruas Carmen Silva e Dacar, no bairro Jd. Dona Elvira. A avenida terá 600 metros de extensão e 12 metros de largura, permitindo a circulação de caminhões, ônibus e veículos de passeio. O prefeito Jaci Tadeu visitou o local, acompanhado dos secretários Ruth Banholzer (Governo), José Américo (Planejamento e Gestão), Walter Hasegawa (Desenvolvimento Urbano) e Israel Marques (Trânsito e Transportes), além dos representantes da empresa Praia Brava Empreendimentos Imobiliários, os empresários Antonio Carlos Amaral e José Ferraz e o gerente de obras, Celso Liebel. A iniciativa é uma realização em parceria entre a Prefeitura de Itapevi e a iniciativa privada. “As empresas vêm para nossa cidade pela sua ótima localização e encontram aqui um tratamento diferenciado, conversando diretamente com equipes gestoras. A parceria entre a administração e setor privado tem dado certo e os resultados trarão benefícios e qualidade de vida para Itapevi”, destacou Jaci Tadeu. A obra, que também contará com a instalação de uma rotatória na SP-29, beneficiará os bairros Jd. Dona Elvira, Jd. Vitápolis, Vila Dr. Cardoso, Jd. Itaparica, Jd. Hokkaido, Chácara St. Cecília, Jd. Briquet, Jd. Bela Vista, Parque Boa Esperança, Vila São Francisco, Colinas São José, Jardim das Pitas e Jd. Julieta, e estará cerca de 500 metros da avenida Presidente Vargas, no bairro Vila Nova Itapevi. “Estamos

Presidente da Câmara quer mudar correção do FGTS

Fotolegenda: Divulgação / PMI

contentes com nossas instalações em Itapevi. Conversamos muito com o prefeito Jaci Tadeu e, além da atenção que nos foi dada, é muito bom contribuir com desenvolvimento da cidade”, salientou Antônio Amaral. Além da pista e da rotatória, outra ação que complementará as obras será a construção da ponte sobre o rio Barueri-Mirim, entre a rua Carmen Silva e a rua Dacar. Essa nova ponte integra o pacote de obras de macrodrenagem de rios e córregos, sendo realizado a partir de recursos federais. Também está prevista a construção de um viaduto ligando a rua Ameríndia ao Corredor Metropolitano Itapevi-Butantã, sendo esta obra de responsabilidade do Governo do Estado. Com esse pacote de ações, os motoristas que vierem da rodovia Castello Branco, em direção a bairros como Vila Dr. Cardoso e a divisa de Jandira com Itapevi, por exemplo, e no sentido oposto, não precisarão se dirigir à região central, podendo utilizar o novo acesso viário na SP-29. Estimativas da Secretaria de Trânsito e Transportes apontam que, com as medidas, o trânsito na região central deverá ter uma redução da ordem de 30%, permitindo uma melhor circulação de veículos.

Parabéns mães pelo seu dia!

O

Fonte: Agência Brasil

presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), anunciou nesta última sexta-feira (1), parceria com o deputado federal Paulo Pereira da Silva (SDD-SP), um projeto de lei que altera a forma de correção do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS). Na proposta, o FGTS passaria a ser corrigido de acordo com a caderneta de poupança: 0,5% ao mês acrescido da variação da Taxa Referencial (TR). Hoje, o FGTS é corrigido em cerca de 3% ao ano. “Vai começar a tramitar esta semana. Todos os novos depósitos feitos na conta do trabalhador, no Fundo de Garantia, vão ser corrigidos como a poupança. Vai acabar aquilo que é uma grande injustiça.

O Fundo de Garantia foi criado para ser a poupança do trabalhador, para ele usar quando precisa, para quando perde o emprego, para quando se aposenta. E esse dinheiro hoje é corrigido a 3% ao ano”, disse o parlamentar ao participar de ato da Força Sindical comemorativo ao 1º de Maio - Dia do Trabalho. Segundo o presidente da Câmara, o projeto depende de requerimento de urgência assinado pela maioria dos líderes para ser colocado em pauta. A partir daí, será votada a urgência em plenário. “Eu tenho que obedecer ao regimento. Mesmo isso que está sendo apresentado hoje por mim tem que cumprir o ritual. Eu não sou dono da Câmara. Eu tenho que conduzir de acordo com o regimento e a maioria”, ressaltou. Perguntado se a proposta poderia causar impacto negativo nas contas do governo, o ministro do Trabalho, Manoel Dias, disse que “o dinheiro não é do governo, é do trabalhador”. “Já existem várias propostas. Há um debate entre trabalhadores especialmente nessa questão. Esse debate deve continuar, é bom que continue até que os trabalhadores cheguem a uma conclusão”, finalizou.

Igor Soares trabalha pela manutenção do plantão policial em Jandira

O

deputado estadual Igor Soares, se reuniu com o secretário adjunto de Segurança do Estado, Dr. Mágino Alves Barbosa Filho, para solicitar que a manutenção do plantão da Delegacia de Polícia de Jandira, que funciona aos finais de semana e fora do horário de expediente comercial. Segundo o deputado, Jandira não pode ser prejudicada com a retirada do plantão. “A maioria das ocorrências acontecem pós-horário do expediente e nos finais de semana, além disso, a prefeitura e a polícia militar teriam maiores custos de locomoção para registrar as ocorrências em Itapevi”, destacou. Igor Soares também ressaltou que novas demandas podem sobrecarregar atendimento na delegacia de Itapevi e que a deputada federal Bruna Furlan também está trabalhando para que o plantão não seja retirado. O secretário adjunto Dr. Mágino Alves

garantiu que fará o possível para manter o plantão funcionando em Jandira. “Meu compromisso é para que o pedido seja atendido”, disse. Igor Soares já havia tratado do assunto com o Delegado Seccional de Carapicuíba, Dr. Sebastião de Paiva Neto, a pedido do prefeito Gê e dos vereadores Avelino e Zezinho. A reunião, agendada pela deputada federal Bruna Furlan, representada pelo assessor Jonatas Randal, também contou com a presença do prefeito Geraldo Teotônio (Gê); o secretário municipal de segurança, Rogério Vieira dos Santos; o comandante da Guarda Municipal, Gilberto Souza; o subcomandante da Guarda, Anderson Cleiton; a presidente da OAB Subsecção Jandira, Dra. Lúcia Simões; e os vereadores Julinho, Zezinho, Betinho, também presidente da Câmara, Joãozinho, Mi, Odair e Nei do Táxi. Foto: Eurico Ramos

#TRABALHANDOPELOFUTURO

Curta nossa página https://www.facebook.com/pages/Jornal-Imprensa-Regional/597409317000817?ref=hl


6

Edição 12 • Ano II • Fevereiro de 2015

JORNAL IMPRENSA REGIONAL

JORNAL IMPRENSA REGIONAL

Economia Fique por dentro do Legislativo

Edição 15 • Ano II • Maio de 2015

7

A história do Habitissimo - Empreendedores que Deputado Estadual Celso Giglio preside Nequinho quer ampliação da inclusão mudaram suas vidas para reformar seu lar sessão solene na Assembleia Legislativa digital em Santana de Parnaíba rememorando o genocídio presente em oitoArmênio países e que conta com

N D

esta última semana, a Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo rememorou com grande relevância Jordi Ber, CEO Habitissimo Espanha, o genocídio armênio justamente por ser o Brasil, Latinoamérica ano do seu Centenário. Presidida pelo deputado Celso Giglio, a concorrida Sessão uas coisasos fizeram com Jordi Solene reverenciou 1,5 milhão deque mártires Ber se aventurasse no emprearmênios assassinados pelo Império Turco Em que primeiro lugar Otomanoendedorismo. em 1915, naquele é consideestava desmotivado com um trabalho rado o primeiro genocídio do Século XX. estável, mas pouco estimulante. A sessão solene transcorreuEm emsegundo clima de lugar, a experiência pessoal de ter que se forte emoção e as autoridades presentes enfrentar a estressante tarefa de areformar assumiram compromissos com defesa odaseu apartamento, que fez ele ver que hacausa armênia. Embora muitas nações via uma necessidade real para suprir e que já reconheçam o genocídio, o Brasil ainda poderia um nicho de mercado, uma não o fezser formalmente. Cidades e estados oportunidade de negócio na qual empretomaram a iniciativa de reconhecer, como ender: colocar emPaulo, contato pessoas proo Estado de São através da eLei nº fissionais da reforma. pelo Governador Ge15813/15 sancionada Todas estas circunstâncias fizeram com raldo Alckmin. que Jordi Berpelo e seu sócio Martín Caleu, Recebidos presidente da casa, deputado Fernando Capez, pelo presidente da criassem um marketplace que permite sessão deputado Celsobons Giglio,profiso Emque as solene, pessoas encontrem baixadordedareforma, República Achot sionais verdaasArmênia, referências de Galoyan, feitos a Cônsul Honorária da República projetos anteriormente para outros da Armênia, eHilda Dirouhy Burrmaian departiculares solicitar a estes profissiopositaram uma coroa de flores no Khatckar nais seus orçamentos. Além disto, permitir (cruzos deprofissionais pedra) localizado no jardim externo que realizem trabalhos e da Assembleia Legislativa. encontrem novos clientes. Nisto consiste Os arciprestes daplataforma Igreja Apostólica Aro Habitissimo, uma que já está

mais de 270.000 profissionais registrados. Porém, o ponto forte desta empresa on-line é dispor de um dos fatores mais decisivos na hora de escolher a um profissional e conseguindo desta forma levar a Internet de ¨boca em boca¨. O Habitissimo permite conhecer as opiniões de outros usuários e ver os resultados de outras reformas na galeria de fotos, o que ajuda a tomar a decisão na hora de escolher o profissional adequado de acordo com cada necessidade. A clave do êxito: Jordi sempre quis empreender e por isso colocou todos os seus esforços com a ajuda de quem agora é seu sócio e amigo, Martín. Mas o que parecia somente um somênia, Der nho Yesnig Guzeliansee transformou Der Boghos a princípio Baronian conduziram a cerimônia religiosa. em um verdadeiro pesadelo. ¨O Em seguida centenas de pessoas ocupaHabitissimo esteve a ponto de ram todos os espaços no Plenário Juscelino fechar quando tinha dois anos. O dinheiKubitschek e galerias para o ato solene. ro estava acabando, os investidores não Fizeram uso da palavra, além do deputaapostavam por nós... e passamos muitas do Celso Giglio, na presidência da sessão, o noites sem dormir¨, conta Jordi. Porém, senador José Serra, colocando-se à dispotambém reconhece que estes momentos sição da Comunidade Armênia na luta pelo de dificuldade fizeram eles ainda mais forreconhecimento do genocídio pelo nosso tes. Oo foco inovador uma das do país, embaixador dafoi Armênia e oclaves deputaêxito desta empresa on-line, que começou do Pedro Tobias. seus já faz cinco OrçamenEm passos seu discurso, Giglioanos. relembrou todo to on-line que permiti comparar preços o sofrimento do povo armênio nos anose economizar tempo doseu usuário, pós 1915 e manifestou desejogaleria de verde o imagens que dão inspiração aos clientes, Genocídio Armênio reconhecido pelo gouma comunidade on-line de verno brasileiro, informando aos decoração presentes ondehavia os especialistas respondem perque protocolado na Casa umaas Moção guntas dos usuários, são alguns aspectos onde a Assembleia Legislativa apela à Seinovadores desta da ferramenta evolução nhora Presidente Repúblicaem para que o continua. Brasil reconheça oficialmente o genocídio A em paixão a motivação também otiveque 22 deeabril de 2015 completou seu ram um papel muito ¨É preciso Centenário. “Não se importante. trata de reescrever a se arriscar que de você realmente história, mas,por sim,algo contá-la forma verdagosteOereconhecimento ver como pode colocar funciodeira. de errosem passados, como o genocídio é um passo para namento¨, afirmaarmênio os CEO´s Jordi e Martín que nações assumam compromissos com começaram esta aventura investindo um de convivência e com suaspresente economias de 20.000pacífica euros, depois um futuro de respeito2009 à dignidade humana”, ganharam a edição do concurso de disse Celso Giglio. organizado pela aceleempreendedores

radora seedrocket, o que permitiu acessar a mais 20.000 euros e finalmente consevice-presidente daempresas Câmara púde guiram também o apoio de Santana blicas com Enisa. de Parnaíba, Nequinho Desanti solicitou à prefeitura De acordo com(SD) Jordi Ber, em Espanha que realize estudos visando à implantaexiste uma série de circunstância que não ção de internet gratuita (wi-fi) em¨Para todosser os favorecem o empreendimento, colégios municipais e setores públicos do um empreendedor é preciso ser um aumunicípio. tônomo e A emsolicitação Espanha foi os formalizada autônomos por não meio da Indicação 2114/2015 e reitera outroé são um coletivo favorecido¨. Também documento protocolado em 2014. preciso acrescentar que culturalmente não Segundo o vereador, o objetivo é asseé uma opção que seja valorizada pela sogurar a inclusão digital a uma maior parcela ciedade e os jovens de nosso país, ¨Uma da população. “A disponibilização de intermãe sempre espera que seu filho trabalhe net grátis aos munícipes irá refletir em um em uma grande empresa e tenha um bom grande avanço social, cultural e educacional, posto, mas nunca queirá seja um grande empois a inclusão digital auxiliar nos estupreendedor¨. “Porém, também reconhece dos, pesquisas e ampliar o conhecimento quepopulação afortunadamente as coisas muda com menor poderestão aquisitivo, dando”. que hoje não têm acesso ao mundo virtual doispagar CEO’s doserviço”, Habitissimo, não porPara não os poder pelo justificou existe dúvida de que os aspectos fundaNequinho. mentais para sugeriu alcançarainda o êxito qualquer O vereador queem a prefeitura projetoparceria de empreendimento são: ter para uma firme com alguma empresa boa seja ideia,fornecida muita vontade realizar e conque internetdesocial gratuita e tar com uma de excelente que esta citou exemplo sucesso.equipe s melhante basempre ajudando. lho semelhante c;ído munic;eputada federal Bruna Furlan tambeuniu com o s segurane “A cidade de São Paulo já semelhante e

O

Agora, além da ampliação do seu alcance na Zona Sul da cidade, as transmissões passam a cruzar a fronteira do Rio Tietê e chegam a todos os bairros da Zona Norte. Assista a programação de segunda à sexta, das 14h30 às 23h. Nos finais de semana, das 9h às 15h. Exerça sua cidadania. Acompanhe e participe dos trabalhos dos vereadores da sua cidade.

SOBRE O HABITISSIMO

Foto: Adriana Teodoro

O Habitissimo é um marketplace que coloca em contato clientes que possuem um projeto de reforma a outra solicitação de serviço para o lar, com profissionais e empresas que podem atender estes trabalhos. É a empresa de Internet líder no setor de obras e reformas em Espanha e Brasil. Também trabalha em Itália, Turquia, Argentina, Chile, México e Colômbia. Até o momento conta com mais de 270.000 profissionais registrados em todos os países e publicou mais de um milhão de orçamentos on-line para trabalhos de obras e reformas. O Habitissimo foi ganhador de três prêmios Jovens Empresários de Baleares 2013: Melhor Empresa Jovem das Ilhas Baleares, Melhor Empresa Jovem de Maiorca e reconhecimento ao “Espírito Empreendedor”. Também foi projeto ganhador do II Campos aproximadamente 190 SeedRocket, mil paulistanosprêmio já fode Empreendedores ram beneficiados”, destacou. Empreendedor XXI de La Caixa, prêmio QuandoJovens presidente da Câmara deprêmio SanBancaja Empreendedores, tana de Parnaíba, implantou a in-o Inovação CAEB eNequinho conta também com ternet gratuita que atende funcionários apoio da Unidade de Inovação do ParcBIT.da Casa e visitantes e vizinhos ao prédio que moram em um raio de até 300 metros do prédio do legislativo.

CÂMARA MUNICIPAL

OSASCO

www.osasco.sp.leg.br


8

Edição 15 • Ano II • Maio de 2015

JORNAL IMPRENSA REGIONAL

Economia

Cotidiano

Terceirização: magistrados temem insegurança e retrocesso na lei trabalhista

Escritor que viveu 30 anos preso não consegue emprego fixo

O

Fonte: Agência Brasil

projeto de lei que propõe novas regras para a terceirização, aprovado na semana passada pela Câmara dos Deputados e em discussão no Senado, não trará segurança jurídica às empresas ou ao trabalhador, avalia a Associação Nacional dos Magistrados da Justiça do Trabalho (Anamatra). Para a entidade, a regulamentação da terceirização, do jeito que está, pode ser vista como um passo para trás. “Esse projeto poderá resultar no maior retrocesso da história da legislação trabalhista brasileira desde a origem do trabalhismo e dos direitos sociais conquistados na década de 30”, avalia o diretor de Prerrogativas e Assuntos Jurídicos da Anamatra, Guilherme Feliciano. “A legislação atual já tem parâmetros estabelecidos quanto aos critérios de legalidade, construídos pela jurisprudência nos tribunais do trabalho. Para ter segurança jurídica basta que esses critérios sejam repassados à lei. Os empresários acham que a terceirização trará segurança jurídica, o que não é verdade. Ela substituirá os critérios atuais, já instituídos pela jurisprudência, por critérios que além de mal conhecidos foram motivo de controvérsia em outros países”, argumentou o magistrado. Segundo ele, as discussões de jurisprudência giram em torno do que é classificado como atividade-fim e atividade-meio. Caso o texto do Projeto de Lei 4.330/2004 seja aprovado como está, haverá dificuldade em se definir o que é uma “empresa especializada com objeto social único” (termo utilizado no projeto para definir empresas que poderão prestar serviços terceirizados) e sobre o que é considerado fraude. “Sem a menor dúvida haverá empresas falseando especializações. Para a vida dos brasileiros, o que posso dizer é que os riscos irão muito além dos direitos trabalhistas”, alertou. Na avaliação da gerente executiva de relações do trabalho da Confederação Nacional da Indústria (CNI), Sylvia Lorena, o projeto busca estipular regras que hoje não existem no país. “O que se busca é regulamentar a terceirização no país, de forma a tapar buracos que existem na jurisprudência brasileira, que não trazem segurança jurídica e não protegem empresas nem trabalhadores”, disse. “A jurisprudência consolida entendimento de que só pode ser terceirizada a atividade-meio, mas não há doutrina ou conceito certeiro sobre o que vem a ser atividade-meio ou fim, e essa ausência resulta em conflitos judiciais trabalhistas. Por exemplo: uma indústria de suco tem como atividade-fim plantar e colher o fruto? Há entendimentos de que sim e de que não”, argumentou Lorena. Segundo a entidade, conceitos de atividades-fim e meio não se aplicam à economia moderna devido a fatores como evolução tecnológica; práticas e técnicas produtivas e estratégias de negócios. Para a CNI, o texto do projeto define com clareza o que seria empresa especializada com objeto social único. “Esse texto nos permitirá identificar se a empresa realmente terá especialização [no objeto do contrato], qualificação técnica e capaci-

dade econômica porque arrola requisitos para essa comprovação. Além disso, dá como garantia para o cumprimento das obrigações trabalhistas da contratada 4% sobre o contrato de prestação de serviço”, disse a gerente da CNI. Para o representante da Anamatra, a aprovação do projeto de terceirização poderá frustrar expectativas de melhorias da situação financeira das empresas, a médio prazo. “As estatísticas mostram que trabalhadores terceirizados recebem um terço a menos do que o trabalhador normal. Provavelmente as contribuições previdenciárias também cairão para esse nível um terço menor. Isso seria desastroso para a economia como um todo. Tenho dúvidas até sobre se a terceirização aumentaria o lucro das empresas, uma vez que ela certamente implicaria em uma piora da produção. O resultado disso tudo, pode apostar, será o desaquecimento da economia. Ou seja, as próprias empresas que defendem a terceirização poderão ser prejudicadas”, acrescentou. A representante da CNI não acredita em efeitos nocivos para a economia devido ao projeto que regulamenta a terceirização. “Não temos conhecimento detalhado sobre essa informação de que terceirizadas pagam um terço a menos do que as contratações diretas. O que acreditamos é que mais vagas no mercado resultam em mais fomento para a economia, e que, bem feita, a terceirização fomentará o mercado, com empresas mais competitivas que, ao crescerem, gerarão mais empregos e melhores condições de trabalho”, rebate a representante da CNI. “Empresas que queiram se manter no mercado, valorizadas e competitivas, terão de prestar o melhor serviço e apresentar o melhor produto. Portanto, ela terá de buscar as melhores empresas para a terceirização. Essa é a estratégia a ser considerada”, acrescentou. “Ao defender a terceirização, a CNI defende o que é melhor para o Brasil, para as empresas e para o trabalhador. É isso o que, do nosso ponto de vista, o projeto faz. Não temos interesse em reduzir direitos dos trabalhadores. Quando [em outros momentos] criticamos o excesso de encargos trabalhistas, nos referimos a questões tributárias. Não a direitos específicos do trabalhador”, completou. A presidente Dilma Rousseff defendeu a necessidade de uma legislação que regulamente a terceirização. Para ela, entretanto, é preciso aprovar uma lei que não precarize o trabalho. Também nesta semana, o ministro da Previdência, Carlos Eduardo Gabas, criticou o projeto aprovado pela Câmara dos Deputados. Para ele, a proposta fragiliza as relações de trabalho. Já o ministro da Fazenda, Joaquim Levy, disse que a terceirização só será viável se não provocar redução na arrecadação de tributos.

Fonte: Agência Brasil

A

utor de cinco livros, um deles com mais de 15 mil exemplares vendidos, Luiz Alberto Mendes, 63 anos, passou metade da vida na prisão. E, apesar de já ter saído da cadeia há 11 anos e de contribuir com textos para uma revista de grande circulação, ele conta que nunca conseguiu um emprego com carteira assinada. “Como autor, eu ganho muito pouco. Não dá para manter a estrutura. Então eu já cheguei até a fazer trabalho de conclusão de curso para alunos de faculdade, para poder sobreviver. Ninguém se propõe a me dar um trabalho, principalmente pelo fato de eu ser egresso e também por já ter 63 anos. Mas eu já estou há 11 anos aqui fora. E nesses 11 anos, não encontrei uma pessoa que quisesse me dar um emprego fixo, de carteira assinada. Eu não pago INSS, se eu ficar doente e não puder produzir, já era”, conta. Apesar disso, Mendes, que deve lançar seu sexto livro neste ano, uma continuação de sua obra mais bem-sucedida Memórias de um Sobrevivente, se considera “mais ou menos encaminhado”, já que consegue manter uma casa para a família. A realidade para a maioria dos egressos do sistema penitenciário é muito mais cruel. Empresas não dão muitas oportunidades. E vagas em trabalhos domésticos também são muito difíceis. “Quem é que admite na sua casa, uma pessoa que não conheça? Então, essas meninas que saem do presídio, saem numa situação terrível. As grandes

empresas não pegam, os lares onde elas poderiam trabalhar também não. O que elas fazem?”. Mendes diz que muitos moradores de rua que vivem “nas calçadas, comendo restos de restaurantes” são egressos do sistema penitenciário. “Eles não encontram trabalho e aí, o que vão fazer? Socialmente, ninguém se importa com isso, mas é uma tragédia social. Só no estado de São Paulo, de cada quatro pessoas que saem da prisão, apenas uma fica na rua. O índice de reincidência é de 75%. No fim, quem é que vai segurar essa onda? É a população, porque é contra a população que eles vão cometer os crimes”, destaca. “O perfil do presidiário é o mesmo da pessoa pobre que vive em favela, em situação precária. Apenas as opções são diferentes. As pessoas aqui fora acham que o governo vai abrigar, arrumar trabalho, dar uma estrutura. Vai nada. Não há nada mais elucidativo sobre a necessidade de dar oportunidade a essas pessoas do que se você não der emprego, ela não terá outra opção do que voltar ao crime.”


JORNAL IMPRENSA REGIONAL

Edição 15 • Ano II • Maio de 2015

9

Educação

Professores fazem paralisação em 15 estados s trabalhadores em educação das redes estaduais 15 estados e das redes municipais pelo menos seis cidades paralisaram as atividades para reivindicar melhorias no ensino, nas condições de trabalho e na infraestrutura das escolas, além de uma maior valorização. A greve foi convocada pela Confederação Nacional dos Trabalhadores em Educação e faz parte da 16ª Semana Nacional em Defesa e Promoção da Educação Pública, que ocorre até amanhã (1º), e é promovida pela entidade. “Infelizmente, a educação pública não está sendo tratada como deve”, diz o presidente da confederação, Roberto Leão, “Escola pública não é algo que diz respeito aos trabalhadores apenas, é da sociedade, e a sociedade percisa se levantar e defender essa educação, cobrar políticas dos estados e municípios”. De acordo com Leão, as redes estaduais de Alagoas, Amazonas, Bahia, Ceará, Goiás, Maranhão, Rio Grande do Norte, Rondônia e Piauí somaram-se às redes já em greve da Paraíba, Pernambuco, Paraná, Santa Catarina, São Paulo e Pará. Em relação às redes municipais, aderiam o movimento as redes de Maceió (AL), João Pessoa (PB), Macapá (AP), Santo Antônio de Leverger, Barão de Melgaço e Pedra Preta (MT). Os dados municipais ainda estão sendo consolidados e o número pode subir.

Entre as reivindicações dos trabalhadores estão o cumprimento do Piso Salarial do Magistério; que é R$ 1.917,78 para uma jornada de 40h e formação de nível médio; dos Planos de Carreira; das metas e prazos do Plano Nacional de Educação (PNE); pela equiparação à média salarial de outras categorias do funcionalismo público e protestar contra a terceirização. Para a confederação, o Brasil precisa aumentar os investimentos educacionais na proporção de 10% do PIB, ao longo da próxima década – tal como prevê o PNE. Para isso, pede a imediata vinculação de novos recursos para a área além dos royalties do Petróleo. A Confederação considera que as medidas provisórias 664 e 665 dificultam o acesso ao seguro desemprego, ao abono salarial, ao auxílio doença e às pensões por morte e representam sério retrocesso para os trabalhadores. A confederação também repudia o Projeto de Lei 4.330/04, que visa a instituir a terceirização ilimitada nas empresas privadas. Para a confederação, se for aprovado, poderá trazer consequências graves para os trabalhadores de todo país. Os trabalhadores também se solidarizaram aos professores do Paraná. “O dia se tornou um dia de manifestação de repúdio à atitude covarde do governador Beto Richa, que ontem agrediu, massacrou os trabalhadores de educação em Curitiba”, diz Leão.

Associação Metropolitana de Comunicação

Plenário da Câmara Municipal de Barueri Al. Wagih Salles Nemer, 200 - Centro Comercial - Barueri - SP

Palestrantes

O

Fonte: Agência Brasil

Heródoto Barbeiro Tema: Jornal da Record News e a Confluência de Mídia Professor Euclides Alves Vital Jr Tema: Meio, Mensagem e Sociedade: os novos desafios da comunicação Jamile Marinho Palacce Tema: Mercado de trabalho: a teoria aplicada na prática Guto Camargo Tema: PEC 33/09 do diploma dos jornalistas

Valor: R$ 50,00 (50% desconto para estudantes) Inscrições através do e-mail: amecom2014@gmail.com ou (11) 98397-6596 com Adriana Teodoro. Vagas limitadas. Haverá sorteio de brindes aos participantes.


10

Edição 15 • Ano II • Maio de 2015

JORNAL IMPRENSA REGIONAL

Fique por dentro do Legislativo

Internacional

Deputada federal Bruna Furlan liberou 180 mil reais para a APAE de Barueri

N

a tarde desta segunda-feira (4), a deputada federal Bruna Furlan liberou através do seu mandato 180 mil reais para a aquisição de um micro ônibus para APAE de Barueri. Participaram do evento a diretoria da Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (APAE), Andrey Ricardo Mendes, Sérgio de Toledo, Leonardo Barcelos, Ruth Valário e o deputado estadual Igor Soares de Itapevi.

Ao fazer o uso da palavra, a parlamentar disse que a política muda através das mãos dos jovens, e precisamos de pessoas vocacionadas para que possamos ter um futuro com mais justiça social. “Fui diretora voluntária da AACD e estou muito feliz por mais essa conquista. Parabéns a todas as pessoas que colaboram diariamente para a felicidade dessas crianças tão especiais”, concluiu a parlamentar.

Nepal: sobe para 7.557 número de mortos no terremoto

O

Fonte: Agência Brasil

Centro de Operações de Emergência Nacional do Nepal elevou hoje (5) para 7.557 o número de mortes causadas pelo forte terremoto, o mais mortal do país em mais de 80 anos e deixou 14.536 feridos. As autoridades nepalesas advertiram, porém, que o balanço final deverá aumentar, já que as equipes de resgate começam a ter acesso as regiões mais remotas do país. O terremoto, registrado no dia 25 de abril, também fez mais de 100 mortos na Índia e China.

Nosso e destino é sempr a su a o: m es m o satisfação.

As autoridades nepalesas informaram hoje que “um exército” de trabalhadores está finalmente conseguindo fazer chegar a ajuda aos sobreviventes do terremoto no Nepal. Mais de 131,5 mil militares e policiais nepaleses participam atualmente na massiva operação, apoiados por mais de 100 equipes de trabalhadores humanitários estrangeiros. O governo do Nepal tem sido alvo de críticas pelos atrasos na entrega de ajuda, situação que o Ministério do Interior afirmou estar atualmente sob controle.

Mãe,

Amor e sabedoria recebidos de Deus para nos proteger e amparar.

a i D z i l e F s e ã M s a d

Vereador Jair Assaf Presidente da Câmara Municipal de Osasco


JORNAL IMPRENSA REGIONAL

Edição 15 • Ano II • Maio de 2015

Cultura

Meio Ambiente Pneus velhos podem se transformar em asfalto ecológico

T

Fonte: TV Brasil

odos os anos, mais de 68 milhões de pneus são descartados no Brasil. Mas, o que poderia se tornar um problema para o meio ambiente, vira solução para as empresas que produzem asfalto. A borracha dos pneus velhos é utilizada na fabricação do asfalto ecológico, que produz pistas mais duráveis e aderentes para os veículos. Para a produção de cada quilômetro do asfalto ecológico são necessários 600 pneus, com um custo 30% maior. Mas os benefícios são maiores, garantem estudiosos.

Festival de Cinema Universitário recebe inscrições até dia 17

U

Fonte: Agência Brasil

niversitários de qualquer área de conhecimento e estudantes de cinema têm até o dia 17 de maio para se inscrever no Festival Brasileiro de Cinema Universitário, que inclui mostras nacionais e internacionais de curtas. De acordo com o coordenador do festival, Guilherme Tristão, os filmes podem abordar qualquer temática, mas devem ter até 30 minutos de duração. Além disso, outra exigência é que a equipe técnica seja composta majoritariamente por estudantes universitários. Segundo Guilherme Tristão, este ano, o Festival, que será realizado em agosto, deve incluir, ainda, uma mostra competitiva de longas feitos por alunos de universidades. Os filmes serão exibidos no cinearte UFF, em Niterói. O regulamento e a ficha de inscrição podem ser acessados no site do festival, no endereço www.fbcu.com.br.

11


12

Edição 15 • Ano II • Maio de 2015

JORNAL IMPRENSA REGIONAL

Cultura

Festival do Sesc oferece mais de 30 atividades culturais gratuitas no país

E

Horóscopo do mês de maio

Fonte: Agência Brasil

spetáculos de teatro, dança, circo, oficinas, palestras e atividades de intercâmbio compõem a agenda da 7ª edição do Festival Palco Giratório, iniciou dia (29), e vai até 30 de maio, no Espaço Cultural Escola Sesc, em Jacarepaguá, zona oeste do Rio de Janeiro. Etapa carioca do projeto Palco Giratório, promovido pelo Serviço Social do Comércio (Sesc) em todo o país, o festival tem como um dos destaques, este ano, a participação do grupo O Teatrão, de Portugal, na abertura da temporada e na oficina de dramaturgia, amanhã (30). Todos os espetáculos e atividades são gratuitos. Na oficina, dirigida pelo dramaturgo e pesquisador português Jorge Louraço, os participantes são desafiados a escrever um texto inspirado numa das cenas da peça Terror e Miséria no III Reich, do dramaturgo alemão Bertolt Brecht. Louraço também é o responsável pela encenação de Conta-me Como É, espetáculo que o grupo O Teatrão apresenta neste sábado (2), às 16h, na sequência da programação

do festival. Estreado em Portugal, por ocasião dos 40 anos da Revolução dos Cravos, ocorrida em 25 de abril de 1974, Conta-me Como É mostra visões particulares da realidade portuguesa em três peças curtas, de diferentes autores. O festival tem mais três atrações exclusivas, todas de grupos cariocas, que não integram o circuito nacional do Palco Giratório: os espetáculos Bisa Bia, Bisa Bel, de Joana Lebreiro (dia 9, às 15h); O Braile, uma dança às cegas, da Cia PeQuod (dia 22, às 19h30) e Umbigar, de Paula Águas (dia 27, às 19h30). Curadora do projeto e coordenadora do festival, Viviane da Soledade ressalta que há um diferencial na programação carioca, em relação ao resto do país. “Aqui, nós promovemos o que chamamos de Festival Palco Giratório. Por 30 dias vamos receber todos os espetáculos do circuito nacional e teremos também a participação do Balé Popular do Recife – grupFestival do Sesc oferece mais de 30 atividades culturais gratuitas no país.

Caça Respostas (Encontre duas palavras para cada pergunta). IREMOS CONFUNDIR VOCÊ UM POUCO ATRAVÉS DA LINGUA PORTUGUESA PALAVRAS HOMÔMINAS QUE TEM A PRONÚNCIA IGUAL, PORÉM, COM ESCRITA E SIGNIFICADO DIFERENTES.

ÁRIES (21/ 03 a 20/04) Cor: Vermelho Elemento: Fogo Este mês, momento propenso a maior envolvimento com assuntos familiares e ajustes em questões do lar. Nos assuntos profissionais, mais diplomacia na comunicação ajudará a resolver e evitar problemas. Evite que más lembranças venham interferir em novos momentos afetivos. Tendências para uma mudança de postura em seus relacionamentos mais íntimos, principalmente para esclarecer antigos assuntos.

LIBRA (23/09 a 22/10) Cor: Azul Elemento: Ar Neste mês novas prioridades profissionais tendem a tomar sua atenção, com oportunidades para reconhecimento e para lidar com responsabilidades diferentes. Período mensal, com influência especial para acentuar sua comunicação e para obter novos aprendizados. Viagens e contatos a distância são propensos a fazer parte da rotina com mais frequência. Na vida afetiva, compartilhe mais as afinidades culturais.

TOURO (21/04 a 20/05) Cor: Verde Elemento: Terra Mês propicio para se envolver com novos estudos e se aprofundar em conhecimentos que favoreçam seu trabalho. Possibilidade para se dedicar a papéis relacionados a assuntos materiais. Nas relações, sua maneira de se expressar terá maior impacto, o que requer cuidado e paciência, especialmente em conversas com quem possui maior vínculo afetivo.

ESCORPIÃO (23/10 a 21/11) Cor: Púrpura e vermelho Elemento: Água Bom momento para aperfeiçoar conhecimentos que ajudarão em ações no trabalho. O contato com pessoas à distância, planos para viagens ou atividades que envolvam vínculos com outros lugares deverá ser mais frequente em seu dia a dia. Procure ser mais conservador com questões financeiras e evite riscos. Na vida afetiva, mostre mais positivismo junto a quem se relaciona ou diante de paquera.

GÊMEOS (21/05 a 20/06) Cor: Amarelo Elemento: Ar Mês marcado pela influência de Vênus em seu signo, o que traz tendências para se socializar mais e mesmo mediar situações entre amigos, bem como nas relações profissionais. Este mês, trará algo capaz de proporcionar mais intensidade para estudos, debates e conversas. Período de atenção para não se exceder no consumo ou em despesas supérfluas. Na vida afetiva, cuidado com posturas pegajosas.

SAGITÁRIO (22/11 a 21/12) Cor: Azul Elemento: Fogo Mês importante para revisão em assuntos financeiros e temas materiais. Áreas propensas a contratempos neste período. Época do ano mais indicada para ponderar e pesquisar do que para agir. São grandes as chances para esclarecer e ajustar parcerias no trabalho. Na vida afetiva, valorize gestos afetuosos e cuide para não ser tão metódico ou exigente.

CÂNCER (21/06 a 21/07) Cor: Branco Elemento: Água Este mês será um divisor de águas no ano por apontar mais oportunidades para realizar e dar andamento a assuntos que apresentam dificuldades de solução. Momento de atenção para não gastar energia demais com temas sem importância. Na vida afetiva, será importante preservar sua liberdade e individualidade sem achar que tal postura impedirá de ter bons momentos com seu par.

CAPRICÓRNIO (22/12 a 20/01) Cor: Marrom Elemento: Terra Neste mês o crescimento interior será ainda seu foco, algumas mudanças poderão ocorrer, mas tudo será de forma gradativa, possibilitando mais convivências com pessoas diferentes e dedicação maior aos assuntos de quem gosta. A organização de assuntos profissionais pendentes tomará mais seu empenho. Alguns cuidados extras com o corpo e a saúde serão bem vindos. Na vida afetiva, surpreenda com simplicidades e posturas prestativas.

LEÃO (22/07 a 22/08) Cor: Alaranjado Elemento: Fogo Mês especial para refletir sobre valores e costumes. Boa hora para exercitar mais posturas solidárias, desde que não se culpe ou se exceda em sacrifícios por quem não mereça. Tendências para intensidade na integração com grupos e amizades. Contatos diferentes e parcerias tendem a contribuir com o trabalho. Fique atento(a) para não deixar que manias ou palpites de outras pessoas interfiram em seus sentimentos ou em sua conduta na vida amorosa.

AQUÁRIO (21/01 a 19/02) Cor: Azul e cinza Elemento: Ar Este mês o momento é para motivações no trabalho que tendem a alterar sua maneira de lidar com alguns assuntos e com as relações deste meio. Hora para valorizar as despesas, especialmente com as domésticas e com cuidados mais essenciais para si, como a saúde. Período especial para mais momentos sociais e com amigos. Nas relações, evite analisar tudo de maneira metódica e procure entender o ponto de vista de quem gosta.

VIRGEM (23/08 a 22/09) Cor: Violeta e amarelo Elemento: Terra O convívio com amizades tende a ser mais intenso, retomando contatos ou conhecendo novas pessoas. Cuide para que a preocupação com projetos profissionais e materiais, não provoque atitudes precipitadas. Período positivo para ampliar relações profissionais. Tenha atenção para que o envolvimento com obrigações e assuntos cotidianos não impeçam de vivenciar bons momentos nas relações com quem gosta.

PEIXES (20/02 a 20/03) Cor: Azul e violeta Elemento: Água Um pouco mais de ousadia e criatividade será trunfo em desafios profissionais neste mês. O meio familiar tende a ser marcado por ajustes em questões financeiras e materiais, e de momentos especiais na relação com filhos. Momento para paciência e atenção com padrões e costumes de quem convive no trabalho. Será essencial expressar mais os sentimentos na vida amorosa, mas com atenção para não exagerar em posturas dramáticas.

1 - Prego pequenino / exigência financeira-IMPOSTO. 2 - Sinal gráfico / lugar onde se senta. 3 - Nome dado a quarto pequeno / Arreio-veste o cavalo para montagem. 4 - Animal conhecido como VEADO / Escravo ou criado. 5 - Sinônimo de Costurar / sinônimo de cozinhar. 6 - O mesmo que REPARO / Composição clássica musical. 7 - Pessoa PERSPICAZ / Pessoa EXPERIENTE. 8 - Sinônimo de IMPRECISO / Sinônimo de INTRODUZIDO. Gabarito: 1-Tacha/Taxa; 2-Acento/Assento; 3-Cela/Sela; 4-Cervo/Servo; 5-Coser/Cozer; 6-Conserto/Concerto; 7-Esperto/Experto; 8-Incerto/Inserto.B34

Curta nossa página

https://www.facebook.com/pages/Jornal-Imprensa-Regional/597409317000817?ref=hl

Edição 15 - Maio 2015  

Jornal Imprensa Regional

Edição 15 - Maio 2015  

Jornal Imprensa Regional

Advertisement