Page 1

FORTE como nossos leitores


EFICIENTE

como nossos animais


ANOS 2003-2018 Jornal Holandês, 15 anos divulgando e registrando a história da força dos criadores e a eficiência do gado Holandês de Minas para o mundo. Parabéns criador seu trabalho nos inspira!


COMEMORAÇÃO

VIVA O GADO HOLANDÊS!


JORNAL ANOS 2003-2018

FORTE COMO NOSSOS LEITORES. EFICIENTE COMO NOSSOS ANIMAIS

ANOS 2003-2018 O JORNAL HOLANDÊS comemora 15 anos e a Associação agradece a todos os leitores que são os responsáveis pelo sucesso e eficiência da publicação! No percusso de sua história, a Associação dos Criadores de Gado Holandês de Minas Gerais – ACGHMG sempre primou por informar seus associados, adequando a melhor forma e ao surgimento de novos meios de comunicação. Há 15 anos, em uma iniciativa inovadora e visionária para época, a Associação Mineira propôs a criação de um veículo impresso que primaria pela periodicidade e por levar informação de boa qualidade a todos os associados, atrair novos criadores e principalmente fortalecer o crescimento e a evolução da raça. Todas essas informações deveriam vir com agilidade e clareza e por isso foi escolhido o formato jornal. O JORNAL HOLANDÊS nasceu na gestão do associado Newton Paiva Ferreira idealizador, jornalista e economista, homem ligado a educação, ao campo e a junção de ambos. Lançado em maio de 2003, o periódico logo se tornou sucesso entre os associados, empresas, criadores de Holandês e outras raças que precisavam e precisam ficar ligados no que acontece no meio e no mercado do Holandês. Essa característica de utilizar a linha factual logo o colocou em destaque entre as principais publicações do agronegócio nacional e principalmente da cadeia produtiva do leite. Em 2003 Lula assume o poder, cai o regime de Saddam na guerra americana, explode a nave Columbia, explosão no centro de lançamento da Base de Alcãntara mata 21 cientistas interrompendo o programa espacial brasileiro, fraude

mina carreira de Gugu, Daiane faz história, Cruzeiro ganha tudo e Globo perde Roberto Marinho. Foram inúmeros os cenários e turbulências de âmbito internacional, nacional, regional e interno que o veículo atravessou ao longo desses anos. Dá-se a escolha acertada pelo formato jornal que com sua objetividade conseguiu superar, vencer e consolidar sua posição junto a Associação Mineira e em inúmeras vezes servindo de aporte, sobretudo documental para a raça. É preciso sempre evoluir... Saímos do papel... Hoje somos 100% digital, online e o único veículo nacional com periodicidade mensal especializado em gado Holandês. Somos referência, documento histórico e o mais importante, a voz do criador. Uma voz que hoje é lida em vários locais do Brasil e do mundo. Isso mesmo, ultrapassamos divisas e fronteiras. 15 anos nos dá orgulho e demonstra como é preciso ter força para nascer, transformar e se manter vivo. A ciência concreta consegue descrever o que é energia e matéria, mas precisamos procurar a filosofia para conseguir uma explicação para força que se encaixe perfeitamente em nossa história. Nosso muito obrigado a todos que uniram forças para chegarmos a esse momento. Muito mais que os 15 anos, essa data nos fez entrar para história, sermos instrumento e documento da mesma e isso somente demonstra uma coisa: A força da raça Holandesa. É por isso que o jornal grita nesse momento: VIVA O GADO HOLANDÊS!

A CADA EDIÇÃO FAREMOS UMA RETROSPECTIVA DESSES 15 ANOS QUE MARCARAM O GADO HOLANDÊS.


Jornal Holandês Maio de 2018

S ANO

8 201

20ª

EDIÇÃO

EVENTO

FORÇA E EFICIÊNCIA 8


9

Os Melhores de Minas comemora 20 anos ressaltando a evolução da raça mento e evolução da raça; e da mesma forma evolui como modelo de aproximação de empresas, clientes e parceiros em um clima de confraternização, mas com uma pegada business. Se estar entre os agraciados é fazer parte dos melhores ser reconhecido como Criador Master é fazer parte da excelência em Holandês no Estado de Minas Gerais. Este título foi criado em 1999 e é sem dúvida o mais difícil de ser alcançado, pois leva em consideração uma pontuação requerida pela combinação de alta produção com tipo funcional obtida apenas de animais que levam o afixo do criador que concorre nesse concurso e não requer a participação em exposições ou qualquer outro concurso, sendo a avaliação extraída apenas de dados do Controle Leiteiro Oficial e da Classificação para tipo. Ser reconhecido como Criador Master é comprovar a excelência em produção e tipo dos animais registrados com a utilização de afixo próprio, por meio de um trabalho que vem desde o acasalamento apropriado, passando pelo nascimento da bezerra, pelos critérios de sua criação, pelo parto e produção, até que este processo seja traduzido em vacas com altas produções e tipo funcional desejável. Nessa edição serão homenageados 38 criadores e mais de 200 animais. Os Melhores de Minas é a certificação da consagração de um trabalho vitorioso que o criador exerce em sua propriedade sobre seu plantel e lhe confere chancela para promover seus animais, afixo e métodos de trabalho. A Associação Mineira convida a todos a prestigiarem os Melhores de Minas. Jornal Holandês Maio de 2018

20 anos de conquistas e eficiência na criação do Holandês...20 anos de Melhores de Minas! O evento comemora uma data célebre para todos que estão de olho na evolução da raça no Estado, por isso marq ue na sua agenda: o encontro será no dia 22 de junho de 2018, em Belo Horizonte – MG. Vamos juntos voltar ao tempo... Em março de 1998, na gestão do saudoso Manuel Jacinto Gonçalves, criador de Itanhandu, apaixonado e grande incentivador da raça concretizou a ideia de prestigiar e celebrar as conquistas dos associados, sobretudo mostrar para o Brasil a importância e evolução do Holandês em Minas. O evento foi realizado no dia 27 de março, no Instituto de Laticínios Cândido Tostes, em Juiz de Fora – MG. Os anos se passaram e o prêmio foi modernizando e ganhando novos formatos. Já que estamos falando de história e evolução, o evento chega aos seus vinte anos com novidades começando pela cor, onde o vermelho se mistura ao amarelo e nasce o laranja, a cor da Holanda, uma homenagem a origem da raça. A cor significa alegria, vitalidade, prosperidade e sucesso estando sempre associada a novas ideias e evolução, tudo aquilo que representa e significa os criadores da raça Holandesa e a ACGHMG. Conhecido nacionalmente por todos os criadores e envolvidos com a raça Holandesa e baseia-se no resultado obtido por meio dos serviços realizados pela Associação dos Criadores de Gado Holandês de Minas Gerais – ACGHMG e a cada ano se consagra como um exemplo de reconhecimento do trabalho e do esforço de associados em prol do cresci-


Momento histórico para a Associação e para a raça às vésperas de completar 70 anos de fundação


JORNAL ANOS 2003-2018

FORTE COMO NOSSOS LEITORES. EFICIENTE COMO NOSSOS ANIMAIS Ano 15 - Nº 172 - Maio de 2018 - Publicação Oficial da Associação dos Criadores de Gado Holandês de Minas Gerais

“SINTO MUITO ORGULHO DOS MEUS FILHOS “ Empreendedora e apaixonada por desafios, a associada e mãe, Rita Lohmann começa a sua história na raça Holandesa com a aquisição de apenas dois animais e daí para frente não parou mais. Ela revela uma família envolvida e apaixonada pela fazenda e acredita que o futuro do país vem do campo. Conheça a história dessa mãe, mulher e determinada a ter um gado de excelente genética!

Rita entre os filhos Guilherme e Fernando e no detalhe a sua filha Luciana

PÁGINAS 12 A 15

MANDATO

VACINAÇÃO

EVENTOS

IMPOSTO

PÁGINAS 6 E 7

PÁGINAS 8 A 11

PÁGINAS 16, 17 E 26

PÁGINAS 22 A 23


Jornal Holandês Maio de 2018

PALAVRA DA ASSOCIAÇÃO

EDITORIAL

ARMANDO EDUARDO DE LIMA MENGE Membro do Conselho de Administração da ACGHMG

ATÉ OS MELHORES DE MINAS!

2

Teremos este ano, mais uma vez, a festa dos MELHORES DE MINAS, que tem como pano de fundo premiar e reconhecer o trabalho e desempenho dos associados da ACGHMG que se destacaram em 2017. Esta será a 20ª edição desta festa tão aguardada por todos e que é planejada e organizada com todo capricho pela equipe de colaboradores da Mineira. Ressalte-se que esses eventos tem apresentado um excelente nível de qualidade em suas últimas edições, acompanhando a boa fase que a ACGHMG vem experimentando. Assim como ocorreu em 2017, o evento acontecerá em Belo Horizonte, na mesma semana em que será realizada a segunda etapa mineira do Circuito Nacional da Raça Holandesa. Várias cidades do nosso Estado já sediaram o Melhores de Minas, tais como Juiz de Fora, Caxambu, Barbacena, Itanhandu, Patos de Minas e Belo Horizonte. Como não poderia deixar de ser, a premiação é fruto da avaliação dos quesitos que são considerados relevantes para o desenvolvimento da pecuária leiteira e, em particular, da raça Holandesa. São eles, de maneira ampla: produção, conformação e qualidade do leite, tópicos que estão intimamente ligados ao pacote de serviços prestados pela Associação Mineira. Concluída essa introdução um pouco formal e protocolar, gostaria de levar o caro leitor para um passeio um pouco mais subjetivo ao redor do Melhores de Minas, pedindo-lhe para refletir e trocar ideias e impressões sobre alguns aspectos importantes, tais como: - a importância de se continuar organizando uma boa festa de congraçamento, onde conhecemos e reencontramos pessoas com quem temos afinidades e objetivos em comum e que, por conta da evolução tecnológica, especialmente das comunicações, tendem a ser mais um número em nossas agendas eletrônicas! Portanto, precisamos aproveitar bem essas oportunidades... - nos últimos 30 anos, houve significativa evolução na pecuária leiteira e na raça Holandesa ocasionados por: a) impressionantes avanços no melhoramento genético (técnicas de reprodução, informações e previsibilidade); b) nutrição animal – muita pesquisa e difusão do conhecimento tanto na medicina veterinária como na agronomia para aumento da eficiência na produção de alimentos; c) novos sistemas de produção e melhoria de conforto para os animais; d) evolução dos sistemas de ordenha Em vista disso, como será a produção de leite no futuro, em que escala e com que eficiência? - Qual a visão de futuro para os destinos de nossa Associação e o que devemos fazer para torná-la mais preparada para atender nossas necessidades (quais serão elas???), em uma época de rápidas transformações; - em um cenário de globalização ainda crescente, de consolidação de grandes conglomerados, como unir pessoas e fortalecer entidades dispersas e com forte herança cultural de regionalização? Estes são alguns dos temas que precisam ser debatidos e encarados num futuro próximo. Por ora, aproveitemos a festa do MELHORES DE MINAS para brindarmos com nossos amigos, familiares e cumprimentar os premiados! Até breve!

HELÔ COSTA Jornalista e Editora

PARABÉNS A RAÇA HOLANDESA! O tempo proporciona muitas sensações... Traz boas recordações... O tempo eterniza momentos... Mostra que passa rápido e que temos de cuidar com carinho do hoje para que o amanhã seja promissor. 2018 é tempo de todos os associados comemorarem os 15 anos do JORNAL HOLANDÊS e os 20 anos dos MELHORES DE MINAS. Para aqueles que não sabem a minha história na Associação dos Criadores de Gado Holandês de Minas Gerais começou há 15 anos na criação do JORNAL HOLANDÊS e daí para frente não paramos mais, crescemos juntos, fizemos muitos amigos e agora comemoramos juntos os registros de importantes momentos do Holandês. Durante esse ano vamos relembrar histórias que marcaram a raça. Quero aproveitar para agradecer cada acesso, replicada, bate-papo, a cada leitor que de alguma forma colaborou com esses 15 anos de muitas matérias. Por isso, parabéns a raça Holandesa! A 20ª edição dos Melhores de Minas é marcado por muitos anos de evolução e investimentos, por isso é sempre tempo de trabalhar a FORÇA E EFICIÊNCIA do Holandês! Aproveito para convidar a todos para comemorarmos juntos, pois vocês criadores e parceiros são os responsáveis por esses anos de construção, de crescimento e evolução. É tempo também de comemorar o primeiro ano de mandato do Presidente da Associação Brasileira dos Criadores de Bovinos da Raça Holandesa, Reinaldo Figueiredo que em entrevista exclusiva ao JORNAL HOLANDÊS, fala sobre os seus 365 dias à frente da entidade, as mudanças, novidades e anseios para os próximos anos. Continuando a festejar, o mês de maio é dedicado às mães e a nossa edição faz uma homenagem a todas elas entrevistando a associada Rita Lohmann que com grande carisma e sorriso mostra uma família envolvida e apaixonada pela fazenda. Parabéns mães de todos os tempos! E por falar em histórias, vale a pena conferir o artigo do Dr. Luiz Felipe Grecco que mostra a evolução da raça Holandesa nos Estados Unidos, notáveis produtoras recordistas desde 1971. E fica aqui a pergunta: Será que estamos nos aproximando do limite genético para produção de leite? O criador deve estar atendo ao mês de maio, pois é tempo de vacinar todo o rebanho contra a febre aftosa e também fazer o Cadastro Ambiental Rural – CAR. Nossas matérias trazem dicas importantes para os associados. Esse mês também tem exposição em Patos de Minas, o gado jovem da região entrará em pista para mostrar como os criadores estão investindo no futuro da raça. É tempo de comemorar... De abraçar o hoje e transformá-lo em momentos inesquecíveis para a vida!


JORNAL

CONSELHO DE ADMINISTRAÇÃO | TRIÊNIO 2018/2020 ANOS

ANOS

2018

2003-2018

20ª

AGENDA 2018

CONSELHO DE ADMINISTRAÇÃO

EDIÇÃO

A consagração da eficiênciacomo prova de força de uma Raça

Anípio Pires Batista Vicente, Armando Eduardo de Lima Menge, Cleverson Ozanan Braga, Leonardo Moreira Costa de Souza, Makoto Edison Sekita, Marcelo Elias Rigueira e Mauro Antônio Costa de Araújo. CONSELHO FISCAL Guilherme Alves de Mello Franco, Marcos Alves de Sousa e Marcus Vinicius Borges de Carvalho.

DIRETOR EXECUTIVO INTERINO

CEP 36070-000

Tel: (32) 4009-4300 www.gadoholandes.com

MEGALEITE 20 a 23 de junho Belo Horizonte - MG

EXPHOMIG 31 de agosto a 1 de setembro São Gotardo - MG

Silvano Carvalho Jr. | silvano@gadoholandes.com

Centro - Juiz de Fora - MINAS GERAIS

3

EXPHOMARJ 7 a 15 de julho Leopoldina - MG

Suplentes: Lúcia Mara Yamaguti Kono; Renato José Laguardia e Rui da Silva Pinto.

Avenida Sete de Setembro, 623

PATOS DE MINAS 18 a 27 de maio Patos de Minas - MG

REPRESENTAÇÕES REGIONAIS

EXPOITANHANDU 14 a 15 de setembro Itanhandu - MG

Nughoman - Núcleo dos Criadores de Gado Holandês da Mantiqueira Presidente - Jarbas de Oliveira Rua João Baptista Scarpa, 666 - CEP 37464-000 - Itanhandu - MG - (35) 3361-2404 Nughobar - Núcleo dos Criadores de Gado Holandês de Barbacena Avenida Amílcar Savassi, s/n - Caixa Postal 126 - CEP 36200-000 - Barbacena - MG - (32) 3332-8673

HOLANDÊS NO FACEBOOK facebook.com/ACGHMG

EXPEDIENTE Jornal Holandês

HOLANDÊS NO TWITTER twitter.com/GadoHolandesMG

Publicação Oficial da Associação dos Criadores de Gado Holandês de Minas Gerais - ACGHMG Conheça a nossa publicação digital, acesse www.gadoholandes.com/jornal REDAÇÃO: EQUIPE VALOR EDITORA

Edição e Diagramação: Helô Costa - Mtb 00127/MG Editor de Fotografia: Wagner Correa Revisão Linguística: Professora Maria Odete dos Santos Colaboração: Esther Figueiredo Atualização Web: Gilberto Alves Contato Imprensa: editora.holandes@gmail.com

GRUPO DE COMUNICAÇÃO

Projeto Gráfico e Editorial: Equipe de Criação da Valor Editora

HOLANDÊS NO FLICKR www.flickr.com/photos/holandesminas/

Participe do jornal, envie sugestão de pautas, reclamações, agenda de eventos e deixe seus comentários, esse é o canal direto com o produtor: editora.holandes@gmail.com

SERVIÇOS

AGENDA DO ROTEIRO PROGRAMADO 2018 DR. SILVANO CARVALHO JÚNIOR Médico Veterinário

PERÍODO

REGIÃO DE ATENDIMENTO

MAIO

ALTO PARANAÍBA, SUL DE MINAS E

VERTENTES JUNHO

ALTO PARANAÍBA E CENTRO OESTE

JULHO

ALTO PARANAÍBA, ZONA DA MATA E

RIO DE JANEIRO

AGOSTO

ALTO PARANAÍBA, CARMO DO RIO

CLARO E PIUMHI

SETEMBRO

ALTO PARANAÍBA, SUL DE MINAS E

VERTENTES ALTO PARANAÍBA E TRIÂNGULO

NOVEMBRO

ALTO PARANAÍBA E CENTRO OESTE

DEZEMBRO

ALTO PARANAÍBA, RIO DE JANEIRO

PERÍODO

REGIÃO DE ATENDIMENTO

MAIO PATOS DE MINAS, CARMO DO PARANAIBA, SÃO GOTARDO JUNHO GUAXUPÉ, CARMO DO RIO CLARO, PASSOS, PIUMHI, BOA ESPERANÇA JULHO PATROCINIO, COROMANDEL, UBERABA, UBERLANDIA, ITUIUTABA AGOSTO PATOS DE MINAS, CARMO DO PARANAIBA, SÃO GOTARDO SETEMBRO GUAXUPÉ, CARMO DO RIO CLARO, PASSOS, PIUMHI, BOA ESPERANÇA OUTUBRO PATROCINIO, COROMANDEL, UBERABA, UBERLANDIA, ITUIUTABA NOVEMBRO PATOS DE MINAS, CARMO DO PARANAIBA, SÃO GOTARDO DEZEMBRO GUAXUPÉ, CARMO DO RIO CLARO, PASSOS, PIUMHI, BOA ESPERANÇA

DR. RODRIGO PIRES ALVES DE SOUSA Médico Veterinário

PERÍODO

REGIÃO DE ATENDIMENTO

MAIO JUNHO JULHO AGOSTO SETEMBRO OUTUBRO NOVEMBRO DEZEMBRO

LAVRAS, TRÊS CORAÇÕES, FORMIGA, ANDRELÂNDIA, CRUZÍLIA, CAXAMBU. BARBACENA, IBERTIOGA, SÃO JOÃO DEL REY, CONSELHEIRO LAFAIETE, JUIZ DE FORA, LEOPOLDINA, RJ (TODO O ESTADO) ITANHANDU, LAMBARI, POUSO ALEGRE, ITAJUBÁ, POÇOS DE CALDAS. LAVRAS, TRÊS CORAÇÕES, FORMIGA, ANDRELÂNDIA, CRUZÍLIA, CAXAMBU. BARBACENA, IBERTIOGA, SÃO JOÃO DEL REY, CONSELHEIRO LAFAIETE, JUIZ DE FORA, LEOPOLDINA, RJ (TODO O ESTADO) ITANHANDU, LAMBARI, POUSO ALEGRE, ITAJUBÁ, POÇOS DE CALDAS. BELO HORIZONTE, SETE LAGOAS, DIVINÓPOLIS, MONTES CLAROS, JANUÁRIA, GOVERNADOR VALADARES, TEÓFILO OTONI. LAVRAS, TRÊS CORAÇÕES, FORMIGA, ANDRELÂNDIA, CRUZÍLIA, CAXAMBU.

Jornal Holandês Maio de 2018

OUTUBRO

DR. LEONARDO RABELLO GUARINO Médico Veterinário


UM GIRO DO HOLANDÊS DE MINAS Jornal Holandês Maio de 2018

DE OLHO NAS PISTAS NACIONAIS O Presidente do Conselho Deliberativo Técnico – CDT, da Associação Brasileira de Criadores de Bovinos da Raça Holandesa e também Superintendente Técnico da Associação dos Criadores de Gado Holandês de Minas Gerais, Dr. Silvano Carvalho Júnior esteve no Rio Grande do Sul participando da reunião do Colégio Brasileiro de Jurados de Pista da Raça Holandesa. O encontro aconteceu no início do mês, na sede da Cooperativa Santa Clara, em Carlos Barbosa. Todos de olho na evolução genética da raça Holandesa! FOTO DIVULGAÇÃO ABCBRH

DE VOLTA A CASA Após muitos anos longe da raça Holandesa, o criador Dr. Cláudio Cerqueira, de Pedro Leopoldo – MG está retornando a atividade primando pelo profissionalismo e qualidade dos animais. No mês passado, ele recebeu o Inspetor Técnico de Registro, Dr. Rodrigo Pires Alves de Sousa para uma consultoria de campo. A conversa teve muitas dicas de manejo, procedimentos padrões na fazenda entre outros detalhes que o criador deve estar sempre atento para alcançar bons resultados na produção. A busca por conhecimento é essencial no campo e os profissionais da Associação Mineira estão sempre aptos para auxiliar os associados! FOTOS DIVULGAÇÃO ACGHMG

FOTOS JOSIMAR DE PAULA

GARANTIA DE PROCEDÊNCIA O Inspetor Técnico de Registro, Dr. Rodrigo Pires Alves de Sousa esteve em Quartel Geral – MG, cidade próxima a Abaeté e Dores do Indaiá. A visita foi na propriedade do associado Augusto de Araújo Campos Neto que trabalha focado no profissionalismo e qualidade dos animais, por isso solicitou a presença da Associação Mineira para registrar vários animais na fazenda. Vale lembrar que o Registro Genealógico é o único documento oficial que garante que o exemplar passou por uma inspeção técnica e que seguiu os padrões de seleção estabelecidos pela raça Holandesa. Associado de olho no futuro do negócio!

4

CRESCIMENTO CONSTANTE Em visita a região do Alto Paranaíba, o Técnico de Controle de Produção, Josimar de Paula esteve na fazenda Olhos D´Agua, do associado Daniel José Bernardes realizando o serviço de Controle Leiteiro. A propriedade fica na cidade mineira de Tiros e faz parte de uma região que está em amplo crescimento na criação de gado Holandês. É a Associação contribuindo com a expansão da raça no estado!


5

FOTO SILVANO CARVALHO JÚNIOR

EXCELENTES NO CAMPO Você sabia que além de Minas Gerais, a Associação Mineira também realiza o serviço de Classificação Linear para Tipo nos Estados de Goiás, Rio de Janeiro e São Paulo? A equipe técnica não para e percorrer muitos quilômetros sempre levando qualidade e contribuindo com a evolução das propriedades. No mês passado, o Superintendente Técnico da ACGHMG, Dr. Silvano Carvalho Júnior visitou a Fazenda Figueiredo, em Cristalina – GO, onde classificou 333 vacas. Ele também aproveitou a visita para conversar com a equipe da fazenda e passar importantes informações e experiências. Mais criadores estão descobrindo a importância do serviço de Classificação Linear para Tipo e os números não mentem, em 2017 foram classificados 2.886 vacas, já em 2016 foram 1.813 animais classificadas. Trabalho sério e muita qualidade em terras goianas. Sempre colaborando com a nossa coluna, Dr. Silvano registrou um belo momento, luzes irradiando esperança e fortalecendo os novos tempos! FOTOS REINALDO FIGUEIREDO

FOTOS DIVULGAÇÃO ACGHMG

FOTO DIVULGAÇÃO IF SUDESTE

Jornal Holandês Maio de 2018

EM BREVE GENTE NOVA NO CAMPO O Inspetor Técnico de Registro, Dr. Rodrigo Pires Alves de Sousa esteve no mês passado no Instituto Federal Sudeste de Minas Gerais - campus Barbacena para conversar com os alunos e mostrar a importância dos serviços prestados pela Associação Mineira e como esses podem auxiliar nas melhores decisões e contribuir com o futuro profissional. Além disso, ele também aproveitou o momento para falar sobre manejo de animais para pista e conformação da raça Holandesa. Vale lembrar que o Instituto é associado e possui uma fazenda onde os alunos vivenciam o dia a dia do campo, além de participarem de exposições homologadas da raça Holandesa. De olho no futuro do agronegócio!


Jornal Holandês Maio de 2018

MANDATO

“CASA EM ORDEM” O Presidente da Associação Brasileira, Reinaldo Figueiredo ressalta que hoje é possível projetar um futuro e dizer com toda a clareza que a associação irá crescer muito! “A atividade leiteira não possui uma fórmula, cada um tem de se adaptar com as ferramentas que tem, cada um tem suas características, o Brasil é muito grande e com diversas possibilidades de produção de leite. Já vi muita coisa nessa minha pequena caminhada, mas quem está ganhando dinheiro é quem sabe administrar seu negócio de maneira inteligente, racional, sem vaidade; ter foco administrativo, cuidar da propriedade como se fosse uma verdadeira empresa, a eficiência é que dá saúde financeira ao negócio”, palavras divulgadas na edição de junho de 2017, no JORNAL HOLANDÊS. Vale a reflexão... No dia 18 de abril de 2017 começava uma nova trajetória na Associação Brasileira dos Criadores de Bovinos da Raça Holandesa – ABCBRH, com a posse do criador Reinaldo Carlos Figueiredo como presidente da entidade. Após um ano de mandato, a redação entra em contato novamente com ele para saber como foram esses 365 dias à frente da entidade, as mudanças, novidades e anseios para os próximos anos. Em 2017 Reinaldo percorreu o Brasil conversando com vários criadores e conhecendo melhor as culturas e necessidades de cada região. Planejamento e determinação foram fundamentais para o primeiro ano de seu mandato. De forma descontraída ele comenta que apesar de todas as dificuldades, após um ano, ele ainda está vivo! Acompanhe conosco esse bate papo e saiba como foi o ano de 2017 para o Holandês Nacional e os próximos passos para uma raça mais organizada e forte. JORNAL HOLANDÊS: Quais são os maiores desafios e problemas enfrentados até o momento? REINALDO FIGUEIREDO: O primeiro sem dúvidas foi a grande divisão de interesses que tínhamos, quando assumi a raça estava dividida e com um clima extremamente ruim, tudo por causa de assuntos ligados a exposição. Com essa dificuldade de harmonização nasceu o Circuito Nacional da Raça Holandesa e o ano de 2017 foi marcado por esse evento que movimentou toda a raça a nível nacional. E graças a Deus foi um sucesso! 2018 vêm quebrando paradigmas, destruindo o imaginável, fazendo acontecer o que nem nos meus maiores pesadelos poderiam acontecer. Fomos surpreendidos por uma fiscalização do Mistério da Agricultura que está nos levando a tomar várias medidas de correção e mudanças para nossa associação, devemos e queremos resolver vários problemas de gestão administrativa e técnicas, não podemos mais fazer com que nossos problemas passam despercebidos, eu e a diretoria estamos convictos que devemos por a “casa em ordem”, esse é nosso maior proposito. Como se não bastasse toda essa correria, estamos passando por um outro pesadelo, nosso sistema foi atacado por hackers, o

6

que nos fez tirar ele do ar, como medida de segurança e total proteção ao nosso maior patrimônio que é o Herd Book da raça Holandesa no Brasil. JH: Quais foram as conquistas nesse um ano de mandato? RF: Hoje o Circuito Nacional da Raça Holandesa é uma realidade. Hoje existe harmonia entre as filiadas. Hoje temos uma equipe de funcionários, técnicos e diretores focados no desenvolvimento da nossa associação nacional. Hoje graças a Deus estamos fazendo a migração para um sistema novo, esse será uma das nossas grandes conquistas. Hoje estamos presentes como associação a vários órgãos governamentais como MAPA e CNA. Hoje somos chamados a palestrar e participar dos maiores eventos ligados a pecuária leiteira nacional. Hoje estamos conseguindo projetar um futuro e dizer com toda a clareza que nossa associação irá crescer muito. OS PRÓXIMOS PASSOS... JH: A que se deve o sucesso do Circuito Nacional da Raça Holandesa? RF: União, credibilidade e necessidade de mudança. JH: Quais as metas para os próximos anos? RF: Tornar nossa Associação Brasileira novamente unida. Hoje temos tecnologia que nos favorece a isso, nossa economia e facilidade administrativa serão imensos. Poder estar em todos os estados com uma mesma visão, missão e valores, ajudando o associado a ganhar dinheiro, no mais, nada tem sentido. Tornar a entidade cada vez mais forte, pois ninguém quer se associar a uma instituição fraca. Em resumo, centralizar novamente todos os serviços na Brasileira. JH: Como está conciliando a presidência com a sua vida de criador e empresário? RF: Nem me fale, se continuar assim vou ser expulso da sociedade...Risos. Esse ano eu tenho trabalhado muito, mais para a associação do que pelos negócios da família. A sorte que consegui deixar vários departamentos organizados, pois sempre disse que, um bom administrador não pode fazer falta. Esse é meu lema. Tenho uma forma de visualizar tudo o que está acontecendo, hoje temos tecnologia para isso, mas ainda estou à frente de todas as decisões importantes da fazenda. Tenho trabalhado muito, para conseguir conciliar as coisas, não é fácil, tenho que ter muita perseverança, acredito que isso será passageiro, minha esposa brinca que houve essa frase a mais de 10 anos.


FOTOS ARQUIVO PESSOAL

QUEM É REINALDO FIGUEIREDO?

7

Reinaldo Carlos Figueiredo, 41 anos, casado com Vanessa e pai de João Vitor (12) e Milena (10). Formado em Medicina Veterinária, começou cedo em entidades de classe; aos 27 anos, foi Diretor de uma cooperativa no Paraná, coordenou quatro exposições na região e também fez parte do Conselho Técnico da Associação Paranaense dos Criadores de Bovinos da Raça Holandesa – APCBRH. Foi Vice-Presidente da Associação Goiana dos Criadores de Bovinos da Raça Holandesa – AGCBRH, Presidente do Conselho Técnico da entidade e também convidado a participar do Conselho Técnico da Associação Brasileira. Há mais de 30 anos na atividade leiteira, atualmente é o diretor administrativo da Fazenda Figueiredo, localizada no Estado de Goiás e responsável por 100% da atividade leiteira na propriedade. Além disso, é Presidente da Associação Goiana de Criadores de Bovinos da Raça Holandesa – AGCBRH, Membro Titular da Comissão da Pecuária de Leite na Federação da Agricultura de Goiás – FAEG, Membro Titular da Comissão Nacional de Pecuária de Leite na CNA e 2º Vice Presidente da Associação Brasileira dos Produtores de Leite – Abraleite.

DROPS UMA ASSOCIAÇÃO TEM QUE SER... Eficiente, buscar e cumprir seus regulamentos estatutários.

UM ANO DE..... Loucura, não me sobra tempo para nada.

DIFICULDADE É.... Se sentir incapaz, não ter saúde para fazer o que queremos, do resto tudo damos um jeito, sou motivado a desafios.

MUDANÇAS SÃO... Estressantes, temos que ter paciência para avaliar sem preconceitos, pois só se muda algo porquê as coisas não vão bem.

A PAIXÃO PELO HOLANDÊS MOVE.... Pela “Holandesa” rsrs, move a vontade de colocar a nossa Associação no lugar que ela merece, faço o que estou fazendo pela paixão e por acreditar que tudo é possível, basta querer.

SONHAR É... Importantíssimo, um homem que não sonha nunca achará o sentido da vida.

Alguns dos vários encontros pelo Brasil que marcaram o primeiro ano do criador Reinaldo Figueiredo como Presidente da Associação Brasileira

Jornal Holandês Maio de 2018

E REALIZAR OS SONHOS... Nem sempre é possível, mas quem não sonha nunca há de chegar a lugar nenhum, o sonho move as pessoas.


Jornal Holandês Maio de 2018

SAÚDE

É HORA DE VACINAR OS BOVINOS A vacinação vai até o dia 31 de maio e permanece obrigatória para todo o rebanho mineiro Já começou a primeira etapa anual de vacinação contra a febre aftosa em Minas Gerais. Produtores rurais terão até 31 de maio para vacinar bovinos e bubalinos, independentemente da idade. O Instituto Mineiro de Agropecuária - IMA, vinculado à Secretaria de Estado de Agricultura, Pecuária e Abastecimento - Seapa que é o órgão responsável pela gestão da campanha de vacinação em Minas Gerais estima que deverão ser vacinados cerca de 23,6 milhões de animais. A vacinação do rebanho permanece obrigatória e é a principal forma de se prevenir contra a doença. O produtor que não vacinar os animais estará sujeito a multa de 25 Unidades Fiscais do Estado de Minas Gerais (Ufemgs) por animal, o equivalente a R$ 81,25 por cabeça. O mês de maio traz uma boa notícia para os pecuaristas de todo o país. Naquele mês, a Organização Mundial de Saúde Animal - OIE irá certificar como área livre de aftosa com vacinação os estados do Amapá, Amazonas, Roraima e a parte restante do Pará, últimas regiões que ainda não eram certificadas no país. Com isso, todo o território brasileiro terá o status de área livre de aftosa com

8

vacinação, o que impulsionará as exportações brasileiras de produtos da bovinocultura em geral. Minas Gerais possui o segundo maior rebanho nacional de bovinos, com cerca de 23,6 milhões de animais e detém o status de área livre de aftosa com vacinação desde 2008, concedido pela OIE. O diretor-geral do IMA, Marcílio de Sousa Magalhães lembra que a vacinação é fundamental para manter o rebanho sadio e livre de focos da doença. “É fundamental continuar imunizando os rebanhos, principalmente tendo em vista que o Ministério da Agricultura planeja retirar a vacinação até 2021. Para isso, continuamos contando com a parceria dos produtores e das entidades representativas do setor para que todo o rebanho seja vacinado e, com isso, o estado continue livre da doença”. CUIDADOS COM A VACINAÇÃO Para garantir a eficácia da imunização dos animais, o gerente de Defesa Sanitária Animal do IMA, Guilherme Costa Negro Dias, explica que são importantes alguns cuidados em todo o processo. “A vacina deve ser adquirida em

estabelecimento credenciado para a revenda e conservada em temperatura entre dois e oito graus centígrados do momento da compra até a vacinação dos animais. Para conservar as vacinas os produtores deverão manter a seringa já com as doses para aplicação em caixa de isopor com gelo. Recomenda-se também programar a aplicação para os horários mais frescos do dia”, diz. DECLARAÇÃO A declaração de vacinação também é obrigatória e o produtor que não o fizer até o dia 10 de junho poderá receber multa de cinco Ufemgs, o equivalente a R$ 16,25 por cabeça. O IMA estabelece que os produtores rurais proprietários de 150 ou mais bovinos ou bubalinos deverão declarar a vacinação do seu rebanho contra a febre aftosa exclusivamente por meio do site www.ima.mg.gov.br. A declaração de vacinação do gado para produtores com plantel de até 150 animais ainda poderá ser feita presencialmente no IMA, ou também via internet. Minas Gerais possui 389 mil produtores rurais, sendo que 206 mil destes são pequenos produtores com rebanhos de até 25 animais.

A DOENÇA A febre aftosa é uma doença causada por um vírus, altamente contagiosa e que pode trazer grandes prejuízos econômicos para os produtores, pois afeta o comércio internacional e os impedimentos podem causar grandes prejuízos econômicos, principalmente em países como o Brasil que possuem uma exportação bastante expressiva de produtos pecuários. A doença é transmitida pela saliva, nas aftas, no leite, no sêmen, na urina e nas fezes dos animais doentes, e também pela água, ar, objetos e ambientes contaminados. O vírus ainda pode permanecer nas roupas e sapatos das pessoas que tiveram qualquer contato com os animais doentes. O animal doente pode apresentar febre, aftas na boca, lesões nas tetas e entre as unhas. Outros sinais são inquietação, salivação, babeira, dificuldade de mastigar e engolir alimentos e tremores, com queda na produção de carne e leite. A febre aftosa não é considerada uma zoonose, ou seja, não oferece risco de contaminar o homem nem pelo alimento e nem pelo contato com o animal. Fonte: IMA


9

CUIDADOS NA HORA DE VACINAR Na compra é preciso que a vacina seja conservada em caixa térmica com gelo suficiente para mantê-la refrigerada, ente 2º e 8ºC, até o momento da aplicação. Se a vacina esquentar perde seu valor de proteção. Na propriedade a vacina deve ser mantida em geladeira na mesma temperatura (2º a 8ºC) e aplicada o mais rápido possível. Além disso, é preciso: • Limpar e desinfetar a seringa e ferver as agulhas antes da aplicação, • Manter a vacina em caixa de isopor com gelo, à sombra e protegida da radiação solar direta, • Manter a pistola dentro da caixa de isopor, quando não estiver em uso, • Utilizar agulhas 15x18 para aplicar vacina oleosa (subcutânea) e agulha 20x18 para aplicar vacina oleosa (intramuscular), • Agitar o frasco de vacina toda vez que for encher a seringa,

COMO COMPRAR A VACINA Para adquirir a vacina, é preciso informar à casa comercial o número do CFP/CNPJ do criador.

QUANDO VACINAR Os animais são vacinados em duas etapas: na primeira etapa todos os animais, a partir de um dia de idade, no mês de maio. Na segunda etapa, no mês de novembro, somente os animais com idade até 24 meses deverão ser vacinados.

• Certificar-se de que o conteúdo da seringa contém a dose certa (5 ml) e que não existem bolhas de ar, • Aplicar a vacina na tábua do pescoço pela via subcutânea (debaixo da pele) ou intramuscular (dentro do músculo) tendo o cuidado de manter a seringa na posição inclinada, quase em pé, com a agulha apontada para baixo, • Anotar os animais vacinados por faixa etária e sexo, para comunicação ao IMA. Atenção: Os horários ideais para a aplicação são o início da manhã e o final da tarde.

FOTO WAGNER CORREA

Jornal Holandês Maio de 2018


Jornal Holandês Maio de 2018

SAÚDE

BRASIL LIVRE DA FEBRE AFTOSA Há mais de 50 anos o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), em parceria com a iniciativa privada, vem desenvolvendo programas para erradicar a febre aftosa dos rebanhos brasileiros. Os avanços já podem ser comprovados. O último caso registrado no Brasil foi em 2006. O obje-

tivo principal desse trabalho é o reconhecimento mundial de país livre da febre aftosa. O último programa de enfrentamento da doença desenvolvido pelo Mapa, o Plano Estratégico para o Programa Nacional de Erradicação e Prevenção da Febre Aftosa (PNEFA), está

previsto para ser executado nos próximos dez anos. O objetivo é criar e manter condições sustentáveis para garantir o status de país livre da febre aftosa e ampliar as zonas livres sem vacinação, protegendo o patrimônio pecuário nacional. O Plano está alinhado com o Código

Sanitário para os Animais Terrestres, da Organização Mundial de Saúde Animal – OIE, e as diretrizes do Programa Hemisférico de Erradicação da febre Aftosa. A conjugação do esforço privado e público, a infraestrutura dos Serviços Veterinários e os fundamentos técnicos são a base para o sucesso do plano.

LINHA DO TEMPO

1895

Primeiro registro oficial de febre aftosa no Brasil na região do Triângulo Mineiro, Minas Gerais, em consequência a importações de animas da Europa;

1909

Criação do Ministério da Agricultura;

1950

Realização da Primeira Conferência Nacional de Febre Aftosa e implantação do Primeiro Programa de Combate à Febre Aftosa implantado no Brasil;

1951

Criação do Centro Pan Americano de Febre Aftosa (Panaftosa) sediado no Brasil, em decorrência do reconhecimento da necessidade de ações conjuntas entre os países do Continente americano no combate à doença;

1963

O Governo Federal instituiu, no âmbito do Ministério da Agricultura, a Campanha de Combate à Febre Aftosa – CCFA;

1968

Criado o Projeto Nacional de Combate à Febre Aftosa dando início ao controle sistemático da doença por meio da implantação de infraestrutura laboratorial, treinamento de pessoal e conscientização dos produtores;

1972

Criada a Comissão Sul-Americana para Luta Contra Febre Aftosa – COSALFA, uma importante estratégia integradora, de gestão e intervenção regional na luta contra a febre aftosa;

1992

Implantação do Programa Nacional de Erradicação da Febre Aftosa, com mudanças importantes nas bases estratégicas do programa, prevendo a ampla participação social, regionalização no combate à doença, vacinação sistemática de bovinos e búfalos e outras medidas;

1998

Primeiro reconhecimento de zona livre de febre aftosa com vacinação, pelo então Escritório Internacional de Epizootias – OIE, envolvendo os estados do Rio Grande Sul, Santa Catarina e Paraná;

2006

Última ocorrência de febre aftosa no Brasil, no Mato Grosso do Sul;

2007

Reconhecimento internacional da primeira zona livre de febre aftosa sem vacinação, contemplando o estado de Santa Catarina;

10

2017

O Mapa publica o Plano Estratégico do PNEFA, entre suas medidas, prevendo a suspensão completa da vacinação no país e o reconhecimento internacional de país livre de febre aftosa sem vacinação até 2023.


11 PLANO ESTRATÉGICO DO PNEFA 2017 – 2026 O Plano foi elaborado sob a coordenação do MAPA e apresenta-se com o objetivo principal de criar e manter condições sustentáveis para garantir o status de país livre da febre aftosa e ampliar as zonas livres sem vacinação, protegendo o patrimônio pecuário nacional e gerando o máximo de benefícios aos atores envolvidos e à sociedade brasileira. O Plano foi organizado didaticamente em 16 operações, compostas por 102 ações a serem executadas no período de 10 anos. Para conduzir o processo de transição de status sanitário, de livre com vacinação para livre sem vacinação, as unidades da Federação foram organizadas em cinco blocos. Está prevista uma evolução progressiva das zonas livres sem vacinação em três etapas, iniciando-se em 2019 e finalizando em 2023, conforme demonstrado nas figuras abaixo:

ORGANIZAÇÃO GEOGRÁFICA PARA ZONIFICAÇÃO

CRONOGRAMA PARA TRANSIÇÃO DE STATUS SANITÁRIO

Fonte: Mapa

Jornal Holandês Maio de 2018

LEGENDA A: Implementação dos compromissos e ações prévias pactuadas; B: Comunicação à OIE em maio e Suspensão de vacinação em junho; C: Vigilância Soroepidemiológica; D: Reconhecimento pelo MAPA e encaminhamento de pleito à OIE; E: Avaliações e reconhecimento pela OIE.


Jornal Holandês Maio de 2018

ASSOCIADO EM PAUTA

CRISE E OPORTUNIDADE CAMINHAM JUNTAS

FOTOS ARQUIVO PESSOAL

Sempre com um sorriso no rosto, Rita Martins Lohmann transforma as dificuldades do dia a dia em oportunidades

12

"A paixão e o negócio são os maiores parceiros de caminhada e sucesso"

Maio, mês das mães, mês de homenagear aquelas que estão dia a dia empenhadas no crescimento da família. Presentes em todas as idades e em todos os momentos, tristes ou alegres, caminham firmes, dando um charme especial aos lares, as fazendas, aos eventos, as exposições, aos encontros e desencontros da vida. Em homenagem a elas, a nossa redação traz a história de uma associada, uma mãe especial, que teve duas gestações de gêmeos e revela aos nossos leitores uma família apaixonada pelo campo. A entrevistada do mês é a associada, Rita Martins Lohmann, proprietária da Fazenda Irai dos Buritis, em Buritis – MG. A fazenda possui 969 ha, com um free stall para 300 animais e atualmente tem 449 animais Holandesas registradas, com produção média de 8 mil litros de leite por dia. Sua história na raça Holandesa começou com a aquisição de dois animais e daí para frente não parou mais. Vinda de família de pecuaristas, ela é casada com Márcio André, gaúcho, que já está em Minas Gerais há mais de 38 anos e possui grande conhecimento em agricultura. Um casamento perfeito! Empreendedora e apaixonada por desafios, ela conta suas experiências e visões sobre economia, política, mercado, sustentabilidade, entre outros importantes assuntos que estão diariamente envolvendo a produção. As equipes do JORNAL HOLANDÊS e da Associação Mineira aproveitam para parabenizar todas as mães que abrilhantam com um simples sorriso a raça Holandesa!

“Sou empreendedora e gosto muito de desafios”


JORNAL HOL ANDÊS: Como tudo começou no gado Holandês? RITA MARTINS LOHMANN: Realizando um antigo sonho, que acredito que seja de todo pecuarista, que é ter um gado de excelente genética; comecei com duas vacas Holandesas apenas para consumo próprio e fui tomando gosto pela pecuária leiteira. JH: Qual o objetivo da sua propriedade? RL: Crescer, obter produtividade, qualidade e lucratividade no menor período possível, além de ser incentivadora e modelo para a minha região. JH: Como você atua na fazenda? RL: Atuo na parte financeira, mas sempre de olho na produção. Compro, vendo, negocio, corro atrás de peças e equipamentos (quando não as encontro na minha cidade) e estou sempre acompanhando a produção diária. Trabalho em parceria com o meu marido: eu administro fora da fazenda e ele fica responsável pela parte interna da propriedade. JH: A família Lohmann vive do leite? RL: Vivemos do agronegócio. A agricultura e a pecuária andam juntas dando sustentabilidade uma para a outra. JH: Como é a sua região com relação à produção de leite? RL: Moro numa região que é um enorme desafio a pecuária leiteira. A cidade é longe de tudo, ninguém acredita na capacidade de se criar e produzir leite por aqui, a logística é difícil e as pessoas qualificadas vão para o Distrito Federal. Com altitude de 936 m, Buritis está perto de Unaí, a economia é voltada para agricultura e pecuária, sendo o

quar to maior produtor de grãos do estado de Minas Gerais. Apesar de todas as dificuldades surgiu a oportunidade de adquirir algumas terras, a região estava em desenvolvimento e com ótimos preços. JH: Maio é o mês das mães, posso dizer que você é abençoada duas vezes? Me conte melhor essa história. RL: Fui abençoada por duas gestações gemelares. A primeira houve a morte de um dos bebes (dentro do útero) e nasceu o Fernando e na segunda nasceram a Luciana e o Guilherme. A Luciana cursa o 2º período de Medicina, mas sempre que pode está na fazenda nos ajudando no que for preciso (desde a ordenha até na colheita), o Fernando está mais focado na agricultura e o Guilherme é o meu braço direito na pecuária. Sinto muito orgulho dos meus filhos, pois sei o como é difícil a sucessão familiar. Hoje vejo o descaso dos jovens quando se fala da área rural, pois estão cada vez mais focados e interessados com a vida da cidade. Sou uma mãe abençoada e agradecida a Deus, pela linda família que tenho, pelos meus filhos que são braço direito, sempre lutando e acreditando em um mundo melhor! JH: Como você vê a presença da mulher na raça Holandesa? RL: A presença da mulher na pecuária Holandesa vem crescendo muito a cada dia. Ainda somos poucas, mas contamos com a disciplina, a organização, a determinação, a seriedade, a serenidade, a persistência e o sorriso no rosto, para transformar as dificuldades do dia a dia

em oportunidades. JH: Como os seus filhos se envolvem na produção? RL: O envolvimento dos meus filhos na produção é de 100%. Eles têm estilo de liderança o que atrai e retêm bons funcionários, fazendo com que os procedimentos operacionais sejam mais bem executados, sempre, garantindo menos mastite e melhor produção. Eles estão muito interessados e comprometidos com a sucessão familiar e amam o que fazem. JH: Paixão e negócio podem caminhar juntos? RL: A paixão e o negócio são os maiores parceiros de caminhada e sucesso em qualquer empreendimento, pois quem quer realizar os seus sonhos sabe muito bem que a crise e a oportunidade também caminham juntas. Se não houver paixão pelo que se faz, não há negócio que persista nem na oportunidade e muito menos na crise.

de trabalho, resolver problemas de forma definitiva e engajar as pessoas, é possível minimizar as dificuldades do negócio do leite. Além disso, é importante saber negociar na hora da compra de produtos com as firmas parceiras e na venda de leite. Hoje conto com grandes parceiros, amigos e profissionais, dentre eles a Associação dos Criadores de Gado Holandês de Minas Gerais, o criador Reinaldo Figueiredo e o Dr. Cláudio Olímpio.

13

JH: Quais ações de sustentabilidade você desenvolve na fazenda e como elas podem ser lucrativas? RL: Todo o dejeto produzido no free stall é processado; o liquido é utilizado no biodigestor, gerando 70% da energia utilizada no leite e depois do biodigestor este liquido é utilizado para fazer a fertirrigação através dos pivôs, onde obtemos excelentes resultados na produtividade de grãos. Já o dejeto seco, utilizamos para fazer a cama para os animais, o nosso sistema flushing é reaproveitamento da água de dejetos.

JH: Quais as maiores dificuldades na produção do leite? RL: As dificuldades são inúmeras, desde o descaso do governo com o pecuarista, a dificuldade de mão de obra especializada e competente, o déficit no valor de venda da produção, o alto custo dos produtos para a manutenção e sobrevivência do negocio, dentre outras.

JH: Quando se tornou associada da ACGHMG? R L : Sou associada desde 2016, quando comprei um gado Holandês que era registrado, fiquei sabendo da Associação Mineira e em complemento ao sonho de ter o gado registrado demos continuidade nos registros após essa compra.

JH: Como superá-las? RL: Buscando novas tecnologias, informações e implantando-as. Lembrar que as ações consideradas simples, focadas em utilizar corretamente as informações, organizar o fluxo

JH: Qual a importância da Associação Mineira para a sua fazenda? RL: Por ser uma entidade de grande renome nacional, pela qualificação, registro do gado e pelo suporte nos oferecido quando necessário.

A associada Rita é só alegria, pois os filhos adoram o campo e são reponsáveis por áreas distintas na fazenda: Guilherme fica com a pecuária e Fernando é responsável pela agricultura, já o marido Márcio também ajuda a gerenciar a fazenda

Jornal Holandês Maio de 2018


Jornal Holandês Maio de 2018

RADAR “O futuro do país vem do campo. Se no campo tem... Do campo vem...”

POLÍTICA Precisamos de preço justo, estradas melhores, incentivos e financiamentos. ECONOMIA Com a crise na economia, o que ocasionou essa queda no consumo foi principalmente a falta de renda da população, o desemprego e o medo de perder o emprego. Essa insegurança gera uma situação de mercado ruim. Se no primeiro momento atinge outros produtos, agora ela chega também aos alimentos. O consumidor está racionalizando melhor os gastos e comprando menos os produtos que não são tão essenciais. EXPORTAÇÃO E IMPORTAÇÃO A esperança do leite está na exportação, sem esperança do fim da importação por parte do governo, nós produtores desejamos que a importação seja transformada em exportação. VIDA NO CAMPO A vida no campo é muito árdua, mas com a paixão pelo que se faz e com as tecnologias de ponta, fica mais amena. É cada vez mais comum na cidade uma pessoa quando sente-se afrontada em um negócio dizer “assim você fará eu voltar pra roça”, referindo-se ao meio rural como o pior lugar para trabalhar, ignorando a possibilidade de ter uma renda líquida mais atraente e até uma melhor forma de se viver. O governo deveria ser o primeiro a incentivar e divulgar mais sobre a vida no campo, pois o futuro do país vem do campo. Se no campo tem..., do campo vem... MÃO DE OBRA Com os benefícios sociais e seguros oferecidos pelo governo, ficou mais difícil de encontrar pessoas dispostas a morar nas fazendas em especial com a atividade leiteira. É muito difícil encontrar mão de obra qualificada e especializada. FAMÍLIA É a base de tudo, é o começo, o meio e o fim. A família é um grande projeto de Deus, que a criou para ser unida, protegendo e fortalecendo cada membro. Amo muito minha família.

14


“Sorriso no rosto, para transformar as dificuldades do dia a dia em oportunidades”

15

“Quem quer realizar os seus sonhos sabe muito bem que a crise e a oportunidade também caminham juntas”

Jornal Holandês Maio de 2018

Os gêmeos Guilherme e Luciana são apaixonados pelo campo. Ele é o encarregado do leite e ela mesmo cursando Medicina sempre está ajudando na propriedade


Jornal Holandês Maio de 2018 FOTOS WAGNER CORREA

EXPOSIÇÃO

ALTO PARANAÍBA DE OLHO NO GADO JOVEM Os criadores da região estão se organizando para realizar a 1ª Expojovem Holandês Já em ritmo de exposições, maio é tempo dos criadores se encontrarem em Patos de Minas. A cidade mineira faz parte do Alto Paranaíba e possui grande importância no agronegócio nacional, destacando a produção de grãos, criação de gado, genética suína, além de ser uma das maiores em captação de leite no Brasil. A Festa Nacional do Milho - Fenamilho vem para completar esse cenário promissor, que chama a atenção por sua grandiosidade, pelo volume de negócios e o grande número de visitantes de todas as partes do país. O evento acontecerá no período de 23 a 27 de maio, no Parque de Exposições Sebastião Alves do Nascimento que conta com uma área de 130 mil m² onde aproximadamente 40 mil m² são destinados às atividades agropecuárias.

16

Dentro da programação da festa, são realizadas diversas atividades, como: julgamentos concurso de marcha de muares, leilões, exposições de empresas especializadas, palestras, encontros, entre outros. A 1ª Expojovem Holandês do Alto do Paranaíba acontecerá durante a 60ª Fenamilho 2018. O julgamento do gado jovem acontecerá no dia 26 de maio e o Dr. Altair A. Valloto será o jurado oficial. A Associação dos Criadores de Gado Holandês de Minas Gerais convida os associados para aproveitarem mais essa oportunidade para mostrarem como estão investindo no futuro de suas fazendas! Mais informações: 34 9 9116 6039 – Victor Barros; 34 9 9975 1427 – Sancho J. Matias ou 34 9 99752341 – Ronaldo Borges.


17

JURADO OFICIAL

DR. ALTAIR A. VALLOTO Médico Veterinário e Mestre em Zootecnia. Jurado e Classificador Oficial Nacional das Raças Holandês e Jersey. Já julgou exposição no Uruguai e na França. Filho de criador é membro dos Conselho Técnico da Associação Brasileira dos Criadores de Bovinos da Raça Holandesa e também da Associação Paranaense dos Criadores da Raça Holandesa - APCBRH, além de ser também o Superintendente Geral da APCBRH.

Jornal Holandês Maio de 2018


Jornal Holandês Maio de 2018

ARTIGO

A INCRÍVEL EVOLUÇÃO EM PRODUÇÃO DA RAÇA HOLANDESA DR. LUÍS FELIPE GRECCO DE MELLO Médico Veterinário formado pela Universidade de São Paulo (USP), com especialização em reprodução de bovinos e transferência de embriões, jurado oficial da raça Holandesa desde 1988, de Jersey desde 2004 e de Girolando desde 2013. Atua como gerenciamento de genética leiteira, morfologia e reprodução de bovinos.

Para aqueles que acompanham a trajetória da raça Holandesa como aquela que alcança em média as maiores produções, é impressionante o quanto as quantidades de leite das lactações terminadas não param de subir. Como é do nosso conhecimento os índices genéticos dos países onde a pecuária leiteira é mais desenvolvida, baseiam-se em três pilares fundamentais: Produção, Durabilidade e Saúde/Reprodução. Todos estes países em algum momento da história selecionavam suas vacas apenas para produção de leite. Para se ter uma ideia foi apenas no final do século passado que a Holanda deixou de enfatizar em seu índice apenas a produção.

18

A EVOLUÇÃO EM PRODUÇÃO Para falar da evolução em produção de leite da Raça Holandesa viajarei uns tantos anos para o passado para poder fazer uso de números que nos fazem ficar maravilhados com o quanto evoluímos em tudo que envolve a produção leiteira. No entanto, nunca devemos esquecer que esta evolução foi alcançada com o ganho em genética, melhoria da alimentação e aumento do conforto das vacas. Sabemos por meio de publicações que, em 1884, a vaca de nome Echo produziu e expressiva marca de 10.793 kgs de leite e estabeleceu o então recorde nacional americano para sua época. Apenas dois anos depois, este recorde seria suplantado por Clothilde, que fecharia sua lactação com 11.803 kgs de leite. Mas, foi em 1888 que Pietertje 2D se tornaria a primeira vaca da história a suplantar a expressiva marca de 30.000 libras (13.620 kgs) em uma lactação, estabelecendo seu recorde em 13.764 kgs de leite. Daquele tempo até hoje, a marca máxima seria superada várias vezes e por vacas marcantes em seus tempos. Segue-se uma lista de notáveis produtoras, recordistas desde 1971:


19 Skagvale Graceful Hattie (MB-87) Encerrou lactação em 1971, com 19.985 kgs de leite, média diária de 54,752 kgs por dia.

Breezewood Patsy Bar Pontiac (EX-93) Encerrou lactação em 1974, com 20.553 kgs de leite, média diária de 56,308 kgs por dia.

Mowry Prince Corrine (EX-92) Encerrou lactação em 1974, com 23.045 kgs de leite, média diária de 63,135 kgs por dia.

Beecher Arlinda Ellen (EX-91) Encerrou lactação em 1975, com 25.270 kgs de leite, média diária de 69,233 kgs por dia.

Tullando Royalty Maxima (B+83) Encerrou lactação em 1992, com 26.765 kgs de leite, média diária de 73,326 kgs por dia. Jornal Holandês Maio de 2018


Jornal Holandês Maio de 2018

Robthom Suzet Paddy (EX-95) Encerrou lactação em 1993, com 26.922 kgs de leite, média diária de 73,759 kgs por dia.

Bell-Jr Rosabel-ET (MB-85) Encerrou lactação em 1995, com 27.413 kgs de leite, média diária de 75,102 kgs por dia.

Raim Mark Jinx (EX-91) Encerrou lactação em 1995, com 27.440 kgs de leite, média diária de 75,177 kgs por dia.

Twin-B-Dairy Aerostar Lynn (MB-87) Encerrou lactação em 1996, com 28.803 kgs de leite, média diária de 78,913 kgs por dia.

Muranda Oscar Lucinda-ET (MB-86) Encerrou lactação em 1997, com 30.832 kgs de leite, média diária de 84,473 kgs por dia.

20


21

Ever-Green-View My 1326-ET (EX-92) Encerrou lactação em 2010, com 32.765 kgs de leite, média diária de 89,767 kgs por dia.

Bur-Wall Buckeye Gigi (EX-94) Encerrou lactação em 2015, com 33.891 kgs de leite, média diária de 92,852 kgs por dia.

Ever-Green-View My Gold (EX-93) Encerrou lactação em 2016, com 35.175 kgs de leite, média diária de 96,372 kgs por dia.

Sells-Pralle Aftershock 3918 (MB-88) Encerrou lactação em 2017, com 35.489 kgs de leite, média diária de 97,230 kgs por dia.

de maneira bem simples, ao quanto as filhas de determinado touro irão produzir acima da base genética em vigor. Em nosso caso atual, a base foi corrigida em 2015 e estamos comparando as vacas atuais com aquelas nascidas em 2010. Vale lembrar que quando houve a correção em 2015, a correção da base foi de -382 libras. De quanto será a correção de base em 2020? Impossível prever, só é possível imaginar que será grande, visto que os números das provas dos touros já suplantaram as 3.000 libras de PTAM. Por fim fica a pergunta: Estamos nos aproximando do limite genético para produção de leite? A resposta é muito simples: “não”, de acordo com os geneticistas Kent Weigel da Universidade de Wisconsin e Chad Dechow, da Universidade do Estado da Pennsylvania.

“Realmente não estamos”, afirma Weigel. A mesma pergunta foi feita há mais de 40 anos quando Beecher Arlinda Ellen produziu 25.270 kgs de leite (55.561 libras) em 365 dias de lactação, recorde este que se manteve por 17 anos. Passado este tempo, o recorde foi superado por várias vezes até que no ano passado Sells-Pralle Aftershock 3918, estabeleceu uma nova marca de 35.489 kgs de leite em uma única lactação de 365 dias (78.170 libras). Em termos percentuais, Aftershock 3918 superou Ellen em aproximadamente 40%. “Penso que ainda temos um pouco para evoluir até que alcancemos o limite”, comenta Dechow. “Se observarmos o PTA (Predicted T ransmitting Ability) para leite destas recordistas, elas estão apenas levemente acima da média.” Outra maneira de abordar este

assunto, diz Weigel, seria considerar a ingestão de comida como um múltiplo da necessidade necessária para manutenção. Nos anos 80 e 90 do século passado, as grandes vacas ingeriam aproximadamente 5 vezes suas necessidades de manutenção corporal. “Não tínhamos vacas capazes de ingerir de 6 a 7 vezes suas necessidades para manutenção como temos agora”, Weigel conclui então: “Assim sendo, não existe evidencia alguma que diga que estamos alcançando o limite, todavia em algum momento futuro, talvez iremos simplesmente atingir a capacidade física da glândula mamária, imagino.”. Com estas afirmações destes renomados pesquisadores, só nos resta aguardar ansiosamente o crescimento desta galeria das mais fantásticas produtoras de todos os tempos.

Jornal Holandês Maio de 2018

FATOS SOBRE A EVOLUÇÃO DA PRODUÇÃO Apenas para informação, a média atual de produção das vacas americanas da raça Holandesa foi no ano de 2016, com 11.603 kgs de leite, 429 kgs de gordura e 358 kgs de proteína. Vale como curiosidade dizer que este número equivale a 25.558 libras de leite e que, portanto, a média de todas as vacas Holandesas daquele país, encontra-se atualmente a míseras 4.442 libras ou 2.016 kgs do recorde mundial estabelecido em 1888, por Pietertje 2D. Outro fato de não menor interesse que se faz necessário salientar é a velocidade que o melhoramento genético em produção alcançou desde que entramos na era genômica. Para tal, lembremos alguns conceitos básicos das provas. Sabemos que o número de libras mostrado no PTAM das provas, equivale


Jornal Holandês Maio de 2018

INSCRIÇÃO

PRORROGADO PRAZO DE INSCRIÇÃO NO CAR O cadastro é gratuito e obrigatório para todos os imóveis rurais do país dando acesso a benefícios previstos no Código Floresta O Cadastro Ambiental Rural - CAR é importante para tornar mais eficiente as políticas públicas para um dos setores produtivos mais importantes para a economia brasileira, que é a agropecuária. Com ele, será possível ter informações importantes para melhorar as ações governamentais para esse público. A adesão ao CAR vai até o dia 31 de maio de 2018 sendo uma das obrigatoriedades previstas no Código Florestal, vigente no País desde 2013. Quem não se inscrever sofrerá vários tipos de impedido como por exemplo, de pegar crédito rural em agências bancárias, conforme a Lei. INSCRIÇÃO NO CAR 2018 Os documentos necessários para inscrição no CAR são o documento de identifi-

cação oficial; o comprovante de posse ou propriedade e a planta de sua propriedade ou de seu imóvel. Tendo em mãos essas documentações você já conseguirá um melhor atendimento e assim vai conseguir o seu Cadastro Ambiental Rural 2018, apenas lembre que esta planta deverá conter tudo da forma mais descritiva possível, ou seja, quanto mais detalhes melhor. Atenção, tudo isso será feito dentro da página oficial do CAR. Se você tem dúvidas sobre o que deve por nela saiba que deverá ser indicado as coordenadas geográficas informando também, caso existir, as áreas que são protegidas, como o caso de remanescentes da vegetação nativa, Áreas de Preservação Permanente entre outros.

PARA QUE SERVE A INSCRIÇÃO NO CAR? • Cumprir da obrigatoriedade de declaração e registro das informações ambientais de todos os imóveis rurais no Brasil e emissão do “Recibo de Inscrição do Imóvel Rural no CAR”; • registrar a área de Reserva Legal no órgão ambiental competente, e como requisito para aprovação da sua localização; • proceder à regularização ambiental mediante adesão aos Programas de Regularização Ambiental dos Estados e do Distrito Federal – PRA; • acessar aos programas de apoio governamental; • requisitar autorização da prática de aquicultura e infraestrutura a ela associada nos imóveis rurais com até 15 (quinze) módulos rurais, localizados em áreas de preservação permanente; • requisitar autorização de supressão de floresta ou outras formas de vegetação nativa no imóvel rural; • requisitar o cômputo das Áreas de Preservação Permanente no cálculo da Reserva Legal do imóvel;

FOTO WAGNER CORREA

• requisitar autorização da exploração econômica da Reserva Legal mediante manejo sustentável;

22

• requisitar a constituição de servidão ambiental e Cota de Reserva Ambiental no imóvel rural, e para acessar os mecanismos de compensação da Reserva Legal; • requisitar autorização de intervenção e supressão de vegetação em Áreas de Preservação Permanente e de Reserva Legal para atividades de baixo impacto ambiental; e • requisitar a autorização da continuidade das atividades agrossilvipastoris, de ecoturismo e de turismo rural em áreas rurais consolidadas até em 22 de julho de 2008 localizadas em Áreas de Preservação Permanente e Reserva Legal; e para acessar o credito agrícola, em qualquer de suas modalidades, após 31 de dezembro de 2017.


PASSO A PASSO PARA O CADASTRO ON-LINE NO SITE DO CAR 1. Entre na página do CAR na internet, clique neste link e acesse o site. 2. MÓDULO CADASTRO: Baixe o programa Módulo de Cadastro e instale no seu computador. Selecione o estado em que o imóvel está localizado e, caso esteja de acordo com os termos de uso, baixe o programa conforme o sistema operacional que desejar (Windows, Linux ou Mac). Lembre-se de verificar os requisitos mínimos para operar o sistema. 3. BAIXE IMAGENS: As imagens de satélite disponíveis para cadastramento do imóvel devem ser instaladas no programa Módulo Cadastro. Você pode utilizar imagens armazenadas em disco ou obtê-las da internet. Nos dois casos, selecione o estado, a cidade e então aperte a opção baixar. Repita o procedimento selecionando municípios conforme a localização do imóvel. 4. CADASTRO DO IMÓVEL: Na opção Cadastro de Imóveis acesse o botão cadastrar novo imóvel e selecione o tipo de imóvel que irá cadastrar. Depois de identificar o responsável pelo cadastramento, forneça dados e informações de identificação do proprietário ou possuidor. No final, responda ao questionário, fornecendo informações complementares sobre a situação do imóvel. Selecione Finalizar e armazene o protocolo que será emitido.

5. ENVIAR CADASTRO: Após finalizar o cadastro ou retificação do Imóvel Rural, é necessário enviá-lo ao SiCAR pela internet para emissão do Recibo de Inscrição CAR. Selecione a opção Gravar para envio. Após salvar o arquivo, acesse a opção enviar. Localize e selecione o arquivo e então envie apertando o botão correspondente. Em caso de sucesso você receberá uma mensagem de confirmação.

23

6. RETIFICAÇÃO DO CADASTRO: Esse passo só pode ser realizado informando o número de inscrição do CAR. Caso perceba que cometeu algum erro ou precise complementar informações para que possa retificar o cadastro, o número deverá ser enviado ao SiCAR, com emissão do recibo de inscrição. 7. ANÁLISE DO IMÓVEL: As inscrições recebidas pelo SiCAR serão submetidas às regras de validação e análise automática e passarão por análise e validação por parte de órgão competente, dos documentos e informações apresentados. Pendências e inconsistências serão comunicadas ao responsável pela inscrição, para que seja feita a adequação, se necessário, das informações declaradas. Fonte: Planalto

ONDE ACESSO OS MANUAIS DO CAR? No caso os sistemas desenvolvidos pelo Serviço Florestal Brasileiro, os Manuais do CAR estão disponíveis no SICAR, aba “Atendimento”, no link www.car.gov.br/#/ suporte. Caso existam dúvidas que não forem atendidas pelos Manuais, relativas a inscrição, consulta e acompanhamento da situação da regularização ambiental de seus imóveis rurais, solicite ajuda ao órgão estadual competente em que se localiza o imóvel. No estado de Minas Gerais o produtor deverá entrar em contato com o Instituto Estadual de Florestas – IEF, pelos telefones (31) 3915-1342 | 1343 | 1344 ou por e-mail sicarmg@meioambiente.mg.gov.br. Mais informações: www.car.gov.br

Jornal Holandês Maio de 2018


Jornal Holandês Maio de 2018

ACONTECEU | PARANÁ

EXPOSIÇÃO TEM JULGAMENTO HVB E HPB A Expofrísia é a segunda exposição a homologar no Circuito Nacional da Raça Holandesa A cada edição, o JORNAL HOLANDÊS trará de forma resumida as exposições que estão sendo realizadas no II Circuito Nacional da Raça Holandesa para que os leitores possam acompanhar os resultados e ficar bem informado dos animais que estão se destacando a nível nacional. A segunda exposição no calendário oficial do Circuito aconteceu no Paraná com julgamentos do HVB e HPB. Com o tema “Expofrísia: a nossa genética tem história”, a tradicional exposição foi realizazada no período de 26 a 28 de abril de 2018, no Parque Histórico de Carambeí. Os julgamentos da raça Holandesa ficaram a cargo de Mrs. Jean Claude Fleury, juiz oficial da Raça Holandesa no Canadá.

HVB O primeiro dia de julgamentos ficou a cargo do HVB e a Campeã Fêmea Jovem foi o animal BUR JR LAURA AVALANCHE 3209, do expositor Hendrik de Boer e/ou Reinaldo de Boer de Castro-PR. A Grande Campeã foi conquistada pelo animal BORG RED ROSE CINZ DESTRY 1714, do criador Ubel Borg e/ou Rogério Egbert Borg de Castro-PR. O expositor Adriaan Frederik Kok conquistou o título de Melhor Criador e Expositor do HVB. HPB Entrou em 124 animais em pista e a Campeã Fêmea Jovem HPB foi o animal FINI DOORMAN MARTHA 7216 , do expositor Hans Jan Groenwold de Castro - PR. O

prêmio de Grande Campeã HPB foi para o animal HALLEY SIGILOSA WINDBROOK 322 TE, do criador Pedro Elgersma, de Arapoti-PR sendo também o Melhor Criador e Expositor do HPB. OUTRAS ATRAÇÕES O Clube das Bezerras e a Copa dos Apresentadores foram atrações a parte do evento e que movimentaram os dias de julgamento. O Clube das Bezerras tem como objetivo estimular os filhos de colaboradores e cooperados entre 8 e 15 anos na criação e acompanhamento das bezerras nas propriedades. Foi avaliada a apresentação e as crianças foram elogiadas pelo juiz Jean Claude que disse ter ficado impressionado com a qualidade e o

talento delas. O clube foi divido em duas categorias, por idade e na primeira categoria em primeiro lugar ficou Bruna Caus Dekkers filha de Alessandro e Marisa Dekkers e na segunda categoria o primeiro lugar foi para João Vitor Ferreira filho de Silvio Ferreira e Rosangela do Rocio Cordeiro. A Copa dos Apresentadores é composta por três etapas, as seguintes deverão ocorrer em Arapoti e Castro-PR. Ela têm como objetivo estimular as crianças ao conhecimento e cuidado com o preparo e apresentação dos animais. Divida por categorias de idade, levaram o prêmio nos primeiros lugares Br una Kaus Dekkers, Ramon Jager de Liz e Elisson Santos Cardoso. FOTOS DIVULGAÇÃO APCBRH

24

Grande Campeã HPB foi o animal HALLEY SIGILOSA WINDBROOK 322 TE, do criador Pedro Elgersma, de Arapoti-PR

A Grande Campeã HVB foi o animal BORG RED ROSE CINZ DESTRY 1714, do criador Ubel Borg e/ou Rogério Egbert Borg de Castro-PR

CLIQUE E CONHEÇA O RESULTADO COMPLETO DA EXPOFRÍSIA


25

Os encontros contaram com a participação de jurados e convidados de várias regiões do país

ACONTECEU

ENTENDENDO OS JULGAMENTOS Mineiros de olho nas tendências da raça Holandesa marcam presença no sul do País O Rio Grande do Sul sediou dois grandes encontros da raça Holandesa: a Conferência de Atualização do Colégio Brasileiro dos Jurados de Pista - CBJP e o curso “A Arte de Julgar”, que aconteceram no período de 1 a 5 de maio de 2018 e contaram com a participação de convidados e jurados de várias regiões do País. Os eventos têm como objetivo a interação, reciclagem entre os jurados e também a discussão de novos conceitos e tendências dos julgamentos para raça Holandesa. Os mineiros foram bem representados com os membros do CBJP: Arthur Patrus de Campos Bello, Claumi Júnior, Flávio Junqueira e Marcelo Elias Rigueira que participaram da Conferência de Jurados. O Presidente do Conselho Deliberativo Técnico – CDT e Superintendente Técnico da Associação dos Criadores de Gado Holandês de Minas Gerais, Dr. Silvano Carvalho Júnior foi o moderador do curso dos jurados. A conferência aconteceu no Parque de Exposições Fenachamp, em Garibaldi durante a exposição da raça Holandesa da Cooperativa Santa Clara. O curso “A Arte de Julgar” foi realizado na sede da Cooperativa Santa Clara, na

cidade de Carlos Barbosa. e ministrado pelo Zootecnista, Fábio Nogueira Fogaça que contou com a participação de 12 candidatos a aspirantes e 4 ouvintes, sendo escolhidos somente dois nomes para fazerem parte do corpo de jurados oficiais da raça Holandesa. Eles terão ainda de acompanhar mais duas exposições homologadas e serão avaliados por dois jurados efetivos diferentes. Todos tiveram também a oportunidade de conhecer Mr. Michael Heath que se apresentou como jurado professor engrandecendo o evento com o seu conhecimento. Jurado nos EUA, já julgou importantes exposições pelo mundo, destaque para a maior e principal exposição nos EUA, Madison. O evento foi uma realização do Colégio Brasileiro dos Jurados de Pista – CBJP e contou com o apoio da Associação Brasileira dos Criadores de Bovinos da Raça Holandesa e da Associação dos Criadores de Gado Holandês do Rio Grande do Sul – Gadolando. Os eventos são itinerantes e acontecem a cada dois anos e a próxima edição será realizada em 2020, no Estado de Santa Catarina.

FOTOS SILVANO CARVALHO JÚNIOR

O jurado Mr. Michael Heath foi um dos destaque do encontro engrandecendo o evento com a sua larga experiência nas pistas mundiais

Jornal Holandês Maio de 2018


Jornal Holandês Maio de 2018

NOTAS EXPOSIÇÃO CIRCUITO NACIONAL EM MINAS A segunda exposição em Minas Gerais a participar do Circuito Nacional da Raça Holandesa acontecerá durante a realização da tradicional Megaleite, no período de 20 a 23 de junho, no Parque de Exposições da Gameileira, em Belo Horizonte – MG. Os julgamentos da raça Holandesa ficarão a cargo do jurado Marcos Alves de Sousa, criador, responsável por várias exposições no Brasil. O gado Holandês entrará em pista nos dias 22, às 14 horas e no dia 23, às 8 horas. A Megaleite atrai a cada ano uma quantidade maior de visitantes nacionais e internacionais sendo uma ótima oportunidade para fazer contatos e bons negócios. A Associação Mineira convida os criadores para participar desse importante evento para o Holandês e também para o negócio do leite. Mais informações: 32 4009 4300

PESQUISA

DE OLHO NA QUALIDADE E SANIDADE DO LEITE Mudanças incluem redução da temperatura do produto e análise de antibiótico no laticínio

WAGNER CORREA

FOTO WAGNER CORREA

ELEIÇÃO PAULISTA No final do mês de março aconteceu na sede da Associação Paulista de Criadores de Gado Holandês a eleição para a nova diretoria que ocupará o triênio 2018 - 2020. O encontro contou com grande participação dos associados. Por unanimidade, o novo presidente é o criador Renato Landini e o Vice-Presidente, Fernando Frioli. “Tenho a responsabilidade de honrar a confiança depositada em mim e junto com os amigos acredito que poderemos superar os desafios. E vamos trabalhar a raça Holandesa, que amo e merece tanto”, comenta entusiasmado Landini. DIRETORIA TRIÊNIO 2018 - 2020 PRESIDENTE Renato Landini Dias VICE-PRESIDENTE Fernando Frioli SECRETÁRIO Carlos Alberto Pasetti de Souza TESOUREIRO Miguel Lopes da Silva CONSELHO FISCAL Benedito Vieira, Fábio de Salles Meirelles e Francisco Alcade Filho SUPLENTES Edson Luis Vachianno Filho, Lucas Lemos Trinconi e Paulo Sérgio Teruel

26

Para melhorar a qualidade e sanidade do leite e aumentar a renda dos produtores, o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento - Mapa abriu consulta pública no dia 26 abril, pelo prazo de 60 dias, para aperfeiçoar as normas que regulam o produto. As propostas estão contidas nas Portarias 38 e 39 do Mapa, publicadas no Diário Oficial. A coordenadora do Grupo de Trabalho que revisou a normatização e responsável pela Coordenação de Caracterização de Risco do Departamento de Inspeção de Produtos de Origem Animal da Superintendência Federal de Agricultura do Rio de Janeiro (SFA/RJ), Mayara Souza Pinto, explica que as principais modificações deverão ser a redução de 10 graus para 7 graus da temperatura máxima do leite cru; prazo de até 48 horas entre a obtenção do produto na fazenda até a recepção no laticínio; exigência de análise, no laticínio, para verificação de presença de antibiótico ou produtos destinados a fraudar o leite; exigência de controle microbiológico (contagem bacteriana) no produto recebido e estocado no laticínio. Segundo a auditora fiscal agropecuária, foi mantida a contagem de células somáticas (indicativas de inflamação no úbere) e de bactérias presentes no leite, pois antes de qualquer alteração, será preciso melhorar a

sanidade do rebanho e investir em educação sanitária dos produtores. O regulamento prevê ainda a necessidade de capacitação dos técnicos das indústrias pela Rede Brasileira de Laboratórios de Controle de Qualidade de Leite (RBQL), com foco na assistência aos produtores e na melhoria da coleta do leite. EDITAIS E CONSULTAS PÚBLICAS Consulta Pública Portarias 38 e 39, de 19 de abril de 2018 Portaria nº 38, de 19 abril de 2018 - Submete à Consulta Pública, pelo prazo de 60 (sessenta) dias, a contar da data da publicação desta Portaria, a proposta de Instrução Normativa, anexa, que estabelece os Regulamentos Técnicos que fixam a identidade e as características de qualidade que devem apresentar o leite cru refrigerado, o leite pasteurizado e o leite tipo A. Portaria 39, de 19 de abril de 2018 - Submete à Consulta Pública, pelo prazo de 60 (sessenta) dias, a contar da data da publicação desta Portaria, a proposta de Instrução Normativa, anexa, que estabelece os critérios e procedimentos para a produção, acondicionamento, conservação, transporte, seleção e recepção do leite cru em estabelecimentos registrados no serviço de inspeção oficial. Fonte: Mapa


Super Rank CADERNO

27

JORNAL

Este caderno é um oferecimento:

ANOS

ANOS

2018

2003-2018

20ª

EDIÇÃO

A consagração da eficiênciacomo prova de força de uma Raça

10 MAIORES PRODUÇÕES INDIVIDUAIS DIÁRIAS POR REBANHO PRODUÇÕES INDIVIDUAIS DE ANIMAIS SUBMETIDOS AO CONTROLE OFICIAL AFERIDAS EM MARÇO/2018

2 ORDENHAS PROPRIETÁRIO

RAUL PINTO

MUNICIPIO

NOME DO ANIMAL

NÚMERO REGISTRO

COMP. RACIAL

PRODUÇÃO DIÁRIA

DATA DO CONTROLE

ITANHANDU

LUCIA OTILIA LAKOTA

BX437363

PO

52,9

07/03/2018

ALFENAS

S H A UBIRAREMA

6045AQ

7/8

48,4

20/03/2018

SUMIDOURO

PAIOL LALA 081

BR1656356

PCOD

46,6

19/03/2018

ITANHANDU

SANTOS REIS DOLMAN GABRIELA

BX416834

PO

44,4

06/03/2018

ESCOLA AGROTECNICA FEDERAL DE MUZAMBINHO

MUZAMBINHO

MALARIS OPERA 469

BR1775314

PCOD

43,2

21/03/2018

JOSE ALAIR COUTO

COQUEIRAL

ZC CAVA OFELIA 862

BR1822985

PCOD

42,0

13/03/2018

ITANHANDU

SERRAZUL AMANDA LAZARITH

BX449063

PO

42,0

29/03/2018

TRES CORACOES

VAM ROUGE LU ADVENT-RED-TE

LB3053

PO

41,6

06/03/2018

CAMPOS GERAIS

J.M.A. MARA TOYOTA 684

BX471571

PO

41,4

12/03/2018

CRUZEIRO

M V GENETICA ATWOOD SHARON-TE

BX474693

PO

41,0

13/03/2018

WLADIMIR ANTONIO PUGGINA

OTHON MARTINS DE SOUZA

ALMIR PINTO REIS

JOSE ENIO CARNEIRO MENDES

ANTONIO AUGUSTO MARINS E IRMAOS AGRO PECUARIA JM LTDA

RICARDO E THIAGO CIPRIANO PINTO

3 ORDENHAS PROPRIETÁRIO

MUNICIPIO

NOME DO ANIMAL

SEKITA AGRONEGOCIOS

RIO PARANAIBA

SEKITA BUENOS AIRES 1852 EVERETT

BR1618143

GC-01

72,8

12/03/2018

ITAPEVA

BOSCATTI MARISTELA ATWOOD 008-FIV

BR1778533

GC-08

68,2

19/03/2018

CARMO DO PARANAIBA

E.A.B. SUSTAIN DOCURA 569

BX469770

PO

67,8

06/03/2018

ITANHANDU

GALENA PARTIDA LEGENDA

BR1684839

GC-01

67,6

26/03/2018

SAO GONCALO DO SAPUCAI

J.B.O. RESINA 044

BR1832440

PCOD

66,1

15/03/2018

POUSO ALEGRE

MENGE STANLEYCUP C2300-TE

BX469836

PO

64,8

14/03/2018

MARIELLE CAMPOS LIMA ASSIS

CARMO DE MINAS

BOSCATTI NALINE PLANET 075-FIV

BR1813663

GC-04

60,5

12/03/2018

GUILHERME CORREA DE MORAES SARMENTO

RIO NOVO

NAGOYA LASS G.M.S.

0822AG

3/4

58,8

13/03/2018

DANIEL JOSE BERNARDES

TIROS

OLHOS D’AGUA 411 ROSADA

BR 1789656

1/2

55,1

09/03/2018

MARCELO ELIAS RIGUEIRA

MATOZINHOS

POITARA DEISE LAVANGUARD-FIV

BX477868

PO

54,8

13/03/2018

DJAIR BOSCATTI

EUDES ANCELMO DE ASSIS BRAGA DIRCEU DE MANCILHA

MARCIO FLAVIO PENIDO OLIVEIRA ARMANDO EDUARDO DE LIMA MENGE

NÚMERO REGISTRO

Agende a visita de um técnico: 32 4009 4300

PRODUÇÃO DIÁRIA

DATA DO CONTROLE

Jornal Holandês Maio de 2018

A ACGHMG pode ajudar você a gerenciar melhor o seu rebanho.

COMP. RACIAL


Jornal Holandês Maio de 2018

MELHORES MÉDIAS DE PRODUÇÃO POR REBANHO - HOLANDÊS Com a alteração das tabelas para divulgação de médias em 2 e 3 ordenhas, o rebanho que tiver encerramentos em 2 e 3 ordenhas no período referido poderá aparecer nas duas tabelas caso alcance médias entre as cinco melhores de cada categoria

MÉDIA DE REBANHOS REFERENTES AO PERÍODO

MARÇO DE 2017 A FEVEREIRO DE 2018 - 2 ORDENHAS POSIÇÃO PROPRIETÁRIO

MUNICÍPIO

LAC. ENCER.

LEITE 305IA

N.ORDEN

TIPO CONTROLE

REBANHOS COM 10 A 25 VACAS ENCERRADAS(12 REBANHOS CONCORRENTES) 1

JULIO CELIO OLIVEIRA VARGAS

CARMO DO PARANAIBA - MG

21

11.706

2X

BIMESTRAL

2

RUI DA SILVA PINTO JUNIOR E OUTROS

ITANHANDU - MG

14

11.257

2X

MENSAL

3

CRISTOVAM EDSON LOBATO CAMPOS

ANTONIO CARLOS - MG

14

11.127

2X

BIMESTRAL

4

ARMANDO EDUARDO DE LIMA MENGE

POUSO ALEGRE - MG

11

10.633

2X

MENSAL

5

MARCOS PAIVA FROTA E/OU PATRICIA N.P.FROTA

CARMO DA CACHOEIRA - MG

18

10.617

2X

BIMESTRAL

REBANHOS COM 26 A 50 VACAS ENCERRADAS(08 REBANHOS CONCORRENTES) 1

CESAR GARCIA BRITO E/OU SIOMARA S.G.BRITO

2

GILBERTO VILELA OLIVEIRA

3

JOSE ENIO CARNEIRO MENDES

4

ANTONIO MEGALE BRANDAO

5

JOSE ALAIR COUTO

TRES PONTAS - MG

48

9.914

2X

BIMESTRAL

CARMO DO RIO CLARO - MG

37

9.743

2X

BIMESTRAL

ITANHANDU - MG

30

9.163

2X

MENSAL

BORDA DA MATA - MG

44

9.047

2X

MENSAL

COQUEIRAL - MG

49

9.035

2X

MENSAL

REBANHOS COM 51 A 75 VACAS ENCERRADAS(05 REBANHOS CONCORRENTES) 1

ANICETO MANUEL AIRES

2

AGRONELLI AGROINDUSTRIA LTDA

3

LEONARDO MOREIRA COSTA DE SOUZA

4

ALMIR PINTO REIS

5

AGRO PECUARIA JM LTDA

ANTONIO CARLOS - MG

53

10.897

2X

BIMESTRAL

UBERABA - MG

53

10.319

2X

BIMESTRAL

ESTIVA - MG

69

9.550

2X

BIMESTRAL

ITANHANDU - MG

56

8.790

2X

MENSAL

CAMPOS GERAIS - MG

62

8.667

2X

BIMESTRAL

REBANHOS COM 75 A 100 VACAS ENCERRADAS(03 REBANHOS CONCORRENTES) 1

RAUL PINTO

2

COLLEM CONSTRUTORA MOHALLEM LTDA

3

WLADIMIR ANTONIO PUGGINA

ITANHANDU - MG

90

11.363

2X

MENSAL

RESSAQUINHA - MG

80

11.332

2X

BIMESTRAL

ALFENAS - MG

89

8.259

2X

MENSAL

ACIMA DE 100 VACAS ENCERRADAS(02 REBANHOS CONCORRENTES) 1

EUDES ANCELMO DE ASSIS BRAGA

CARMO DO PARANAIBA - MG

145

10.596

2X

BIMESTRAL

2

ANTONIO AUGUSTO MARINS E IRMAOS

TRES CORACOES - MG

180

9.627

2X

MENSAL

MÉDIA DE REBANHOS REFERENTES AO PERÍODO

MARÇO DE 2017 A FEVEREIRO DE 2018 - 3 ORDENHAS POSIÇÃO PROPRIETÁRIO

MUNICÍPIO

LAC. ENCER.

LEITE 305IA

N.ORDEN

TIPO CONTROLE

REBANHOS COM 10 A 25 VACAS ENCERRADAS (03 REBANHOS CONCORRENTES) 1

DANIEL JOSE BERNARDES

2

WLADIMIR ANTONIO PUGGINA

3

GUILHERME CORREA DE MORAES SARMENTO

TIROS - MG

13

11.834

3X

BIMESTRAL

ALFENAS - MG

10

9.644

3X

MENSAL

RIO NOVO - MG

23

8.671

3X

BIMESTRAL

REBANHOS COM 26 A 50 VACAS ENCERRADAS(13 REBANHOS CONCORRENTES) 1

ELCIO MENDES VILANOVA E SILVA

CARMO DE MINAS - MG

26

13.547

3X

BIMESTRAL

2

MARCELO ELIAS RIGUEIRA

MATOZINHOS - MG

50

12.725

3X

MENSAL

3

JOSE ADIR LOIOLA

ESPIRITO SANTO DO DOURADO - MG

41

12.565

3X

BIMESTRAL

4

MARCOS PAIVA FROTA E/OU PATRICIA N.P.FROTA

CARMO DA CACHOEIRA - MG

32

12.005

3X

BIMESTRAL

5

JOSE AFONSO AMORIM

PATROCINIO - MG

42

11.351

3X

BIMESTRAL

REBANHOS COM 51 A 75 VACAS ENCERRADAS(03 REBANHOS CONCORRENTES) 1

DJAIR BOSCATTI

2 3

ITAPEVA - MG

71

13.915

3X

MENSAL

EVARISTO FRANCISCO MARQUES/LEANDRO S.MARQUES

GUAXUPE - MG

71

12.307

3X

MENSAL

MARCIO MACIEL LEITE

CRUZILIA - MG

73

11.780

3X

MENSAL

REBANHOS COM 75 A 100 VACAS ENCERRADAS(05 REBANHOS CONCORRENTES) 1

DIRCEU DE MANCILHA

2

FABIO EUSTAQUIO SILVEIRA

3

CAYUABA GENETICA & PECUARIA LTDA

4 5

ITANHANDU - MG

77

14.059

3X

MENSAL

SAO GONCALO DO SAPUCAI - MG

98

11.294

3X

BIMESTRAL

ENTRE RIOS DE MINAS - MG

92

11.194

3X

MENSAL

MARCUS VINICIUS BORGES DE CARVALHO

JUIZ DE FORA - MG

80

10.074

3X

BIMESTRAL

LUCIANO PIMENTA C. PERES E/OU ROGERIO P.PERES

CARMO DO RIO CLARO - MG

93

9.964

3X

MENSAL

ACIMA DE 100 VACAS ENCERRADAS(08 REBANHOS CONCORRENTES)

28

1

ARMANDO EDUARDO DE LIMA MENGE

POUSO ALEGRE - MG

176

13.614

3X

MENSAL

2

SEKITA AGRONEGOCIOS

RIO PARANAIBA - MG

1143

13.584

3X

MENSAL

3

MARIELLE CAMPOS LIMA ASSIS

CARMO DE MINAS - MG

111

12.439

3X

MENSAL

4

JULIO CELIO OLIVEIRA VARGAS

CARMO DO PARANAIBA - MG

136

11.765

3X

BIMESTRAL

5

MARCIO FLAVIO PENIDO OLIVEIRA

SAO GONCALO DO SAPUCAI - MG

180

11.643

3X

MENSAL


305 DIAS

CONTROLE LEITEIRO OFICIAL MELHORES LACTAÇÕES POR CLASSE PRIMEIRA DIVISÃO ATÉ 305 DIAS 2 ORDENHAS - PERÍODO 01/02/2018 A 28/02/2018 RAÇA: HOLANDÊS

NOME ANIMAL

REGISTRO

CLASS

IDADE DIAS LACT.

PROD LEITE

PROD GORD.

% GORD

PROD PROT.

% TIT. PROT.

PROPRIETÁRIO

UF

NOME DO PAI

29

RECORDISTA ATUAL BRASILEIRA SULBRA’S DECREE MARICREIA 1725

1 ANO PARIDA

BX462066

305 15293,9 382,0

401,5

ANIPIO PIRES BATISTA VICENTE

LEKA DUBAI FRANCISCA 198

BR1789952 B+-83

01-11 305

9245,2 396,8 4,29 318,1

3,44 LM LEONARDO MOREIRA COSTA DE SOUZA

A.M.A. DOORMAN FRANDIXI 887

BX493011

01-10 305

9033,6 349,6 3,87 310,3

3,43 LM ANICETO MANUEL AIRES

MENGE SPIRTE C2521

BX480221

01-11 305

8766,9 304,8 3,48 270,4

3,08 LM ARMANDO EDUARDO DE LIMA MENGE

VAM ESCUBA ESCUDELA SKODA

BX480200

01-09 305

8397,2 332,9 3,96 272,9

3,25 LM ANTONIO AUGUSTO MARINS E IRMAOS

2016

MG RONELEE GOLDWYN DUBAI-ET

MG VAL-BISSON DOORMAN

MG CEDARWAL SPIRTE MG PINE-TREE ALTASKODA-ET

RECORDISTA ATUAL MINEIRA

2 ANOS JUNIOR

E.A.B. AUGUSTA ZORAIDE 113

BR1652017

VAM NICOLA BRADNICK-FIV

BX559185

02-01 305

305 15970,5 800,0

9816,9 270,0 2,75 313,2

443,7

3,19 LM ANTONIO AUGUSTO MARINS E IRMAOS

EUDES ANSELMO DE ASSIS BRAGA

2012

VAM TEXADA TEXA FOTON

BX487422

02-04 305

9354,9 269,7 2,88 296,8

3,17 LM ANTONIO AUGUSTO MARINS E IRMAOS

S H A ITARUPIARA 3168

BR1807452

02-01 289

8909,0 277,1 3,11 270,4

3,04 LM WLADIMIR ANTONIO PUGGINA

AGRINDUS 8138 SALEEN

BX488303

02-02 276

8728,8 294,8 3,38 285,5

3,27 LE JOAO DE LIMA GEO FILHO

MG REGANCREST-GV S BRADNICK-ET MG GIBBS ALTAFOTON

MG MG FUSTEAD SALEEN

RECORDISTA ATUAL MINEIRA

2 ANOS SENIOR

COLLEM MERIDIAN VERONA

BX467251

E.A.B. BARNEY CAUSA 660

BR1733370 MB-85

02-08 305 11903,7 318,7 2,68 368,6

3,10 LM EUDES ANCELMO DE ASSIS BRAGA

MG ROSYLANE-LLC ALTABARNEY

VAM YOPA YODI BOOKEM

BX474073

02-08 305 10705,8 371,1 3,47 361,0

3,37 LM ANTONIO AUGUSTO MARINS E IRMAOS

MG DE-SU 521 BOOKEM-ET

C.S.C.S. BERNADETE WALLACE - 745

BR1718978

02-11 305 10699,1 345,3 3,23 346,4

3,24 LM CESAR GARCIA BRITO E/OU SIOMARA S.G.BRITO

MG GILLETTE WALLACE

VAM TURA TUR MARVIN

BX480201

02-07 277

3,26 LM ANTONIO AUGUSTO MARINS E IRMAOS

MG MOUNTFIELD ALTAMARVIN-ET

B+-84 B+-83

305 14871,1 368,7

416,9

9849,7 336,5 3,42 321,2

COLLEM CONSTRUTORA MOHALLEM LTDA

2017

RECORDISTA ATUAL MINEIRA

3 ANOS JUNIOR

VERA CRUZ PROVINCIA

BX246790

LUCIA RAQUEL LONGTIME

BX471455

B+-83

03-02 300 13565,5 404,7 2,98 394,3

2,91 LE RAUL PINTO

DANCRIS URIEL SODOMO

BX548256

B+-83

03-01 305 12199,6 370,4 3,04 428,3

3,51 LM CRISTOVAM EDSON LOBATO CAMPOS

MORRO AGUDO ARGELIA AFTERSHOCK DINAMARCA BX473078

MB-87

03-00 305

9844,2 337,3 3,43 329,9

3,35 LE RUI DA SILVA PINTO JUNIOR E OUTROS

MG MS ATLEES SHT AFTERSHOCK-ET

03-01 305

9007,9 300,7 3,34 297,9

3,31 LM JOSE ALAIR COUTO

MG SULLY ALTAJUPITER-ET

ZC CAVA NEWASKA MAC JUPITER 112

BX469701

305 15502,0 590,0

439,0

VICENTE ANTONIO MARINS E FILHOS

2002

MG REGANCREST LONGTIME

MG DANCRIS SODOMO JUNEAU

RECORDISTA ATUAL MINEIRA

3 ANOS SENIOR

AVANI PETECA GOLD DUSTER

BX251440

LUCIA PALMA LAKOTA

BX435090

MB-85

03-09 305 11374,6 380,3 3,34 383,8

305 15532,0 533,0

3,37 LM RAUL PINTO

COLLEM CONSTRUTORA MOHALLEM LTDA

SERRA BRANCA TANG KELLY GOLDWYN ENILA 281

BX468390

MB-88

03-11 274 10961,9 375,3 3,42 344,2

3,14 LM GUSTAVO GOMES FERNANDES E OUTROS

LEKA DORA GOLD CHIP-TE

BX474777

MB-85

03-07 305 10303,0 416,3 4,04 320,6

3,11 LM LEONARDO MOREIRA COSTA DE SOUZA

MG MR CHASSITY GOLD CHIP-ET

MEARA LAVANGUARD ELAINY-TE

BX462471

MB-87

03-10 305 10274,0 359,7 3,50 316,1

3,08 LM LEONARDO MOREIRA COSTA DE SOUZA

MG COMESTAR LAVANGUARD

2000 MG KILDARE LAKOTA

MG BRAEDALE GOLDWYN

RECORDISTA ATUAL MINEIRA

4 ANOS JUNIOR

SANTA PAULA IVINA DAZZLER

BX345332

E.A.B. ARMSTEAD CASA NOVA 355

BR1648550 B+-81

04-02 305 12364,1 414,7 3,35 386,3

3,12 LM EUDES ANCELMO DE ASSIS BRAGA

BR1685487

04-01 277 10774,6 323,0 3,00 376,0

3,49 LE AGRO PECUARIA JM LTDA

BX440643

04-05 305

9877,9 288,5 2,92 329,9

3,34 --

RAUL PINTO

04-03 241

9871,4 273,0 2,77 299,0

3,03 --

MAURO ANTONIO COSTA DE ARAUJO

BERENDSEN MONICA 822

LUCIA OLARIA LATINO BERENDSEN NICOLINA 818

B+-80

BR1685488

305 15664,0 475,8

438,1

SIDNEY NERY

2008 MG DIAMOND-OAK ARMSTEAD ET

MG DELTA ATLANTIC

MG LUCIA LATINO TRIBUTE

MG ZELIV ICHANT

RECORDISTA ATUAL MINEIRA GALENA NAZARETH SHARKY

4 ANOS SENIOR

BX393242

305 15812,9 436,8

429,1

DIRCEU DE MANCILHA

2015

E.A.B. IOTA CABANA 447-TE

BX453141

MB-85

04-07 305 11821,2 411,9 3,48 388,7

3,29 LM EUDES ANCELMO DE ASSIS BRAGA

MG REGANCREST ALTAIOTA-ET

VAM LEA LONA FEVER

BX440671

MB-85

04-07 305 11398,0 372,7 3,27 373,9

3,28 LM ANTONIO AUGUSTO MARINS E IRMAOS

MG CRACKHOLM FEVER

VAM TULLITA TULLI EXTREME

BX438533

MB-88

04-11 300 11205,5 408,7 3,65 370,6

3,31 LM ANTONIO AUGUSTO MARINS E IRMAOS

MG MR ANDIS ALTAEXTREME

LUCIA ONDA TRIBUTE

BX440642

MB-85

04-11 305 10254,2 365,0 3,56 353,2

3,44 LM RAUL PINTO

MG LUCIA LATINO TRIBUTE

RECORDISTA ATUAL MINEIRA

5 ANOS

JARDIM GENUINA

BX208241

LUCIA ODISSEIA JORDAN

BX440640

B+-83

05-00 304 11557,5 400,8 3,47 346,9

305 17189,2 400,9

529,4

3,00 LE RAUL PINTO

ANDRE LUIS MOREIRA DE ANDRADE E OUTRA

MENGE FEVER A1831

BX439420

MB-86

05-02 304 11158,0 419,8 3,76 335,7

3,01 LM LEONARDO MOREIRA COSTA DE SOUZA

VAM ROXIE GOLDWYN-TE

BX429717

MB-86

05-08 305 10344,9 420,9 4,07 356,7

3,45 LM ANTONIO AUGUSTO MARINS E IRMAOS

DANCRIS SAVANA SPARTA

BX429758

B+-82

05-08 305 10207,8 329,4 3,23 353,8

3,47 LM CRISTOVAM EDSON LOBATO CAMPOS

2002 MG GILLETTE JORDAN

MG CRACKHOLM FEVER MG BRAEDALE GOLDWYN

MG PARADISE-DND SPARTA ET

RECORDISTA ATUAL MINEIRA CRUZILIA RENDILHA JOE

6 ANOS

BX317348

FZ-BA ESPERANCA TOYSTORY

305 18062,7 821,0

535,0

MAURILIO FERREIRA MACIEL

2010

BX411439

B+-81

06-00 305 11308,4 480,2 4,25 341,6

3,02 LM MARCOS PAIVA FROTA E/OU PATRICIA N.P.FROTA

MG JENNY-LOU MRSHL TOYSTORY ET

ALANA HOWIE TELMINHA

BX424454

B -79

06-01 305

8977,5 293,4 3,27 284,7

3,17 --

ALMIR PINTO REIS

MG KERNDTWAY HOWIE-ET

AMB BEATRICE 800

BR1784977

06-01 203

8194,3 290,9 3,55 238,4

2,91 --

ANTONIO MEGALE BRANDAO

BX479975

06-05 250

7768,9 266,7 3,43 239,6

3,08 --

AGRO PECUARIA JM LTDA

J.M.A. IBITINGA WILDMAN 443

B+-81

MG

MG LADYS-MANOR WILDMAN ET

RECORDISTA ATUAL MINEIRA GENOVA GOLD BELL DE SANTA PAULA

7 ANOS

VAM MALU SHOTTLE-TE

BR1048927

VERA CRUZ DELICADA SPARTA

305 17110,0 340,0

SIDNEY NERY

BX413261

07-01 305

8301,3 306,5 3,69 255,5

3,08 --

ANTONIO AUGUSTO MARINS E IRMAOS

BX408273

07-01 293

8085,3 232,5 2,88 264,4

3,27 --

AMAURI ANDRADE PEREIRA

1999 MG PICSTON SHOTTLE-ET

MG PARADISE-DND SPARTA ET

S H A TICTIC PONTIAC 566-TE

BX413084

B+-84

07-11 218

7971,0 181,8 2,28 237,1

2,97 --

WLADIMIR ANTONIO PUGGINA

MG KLUMBS DURHAM PONTIAC

LUMYK LHEROS KARINA

BX405098

B+-81

07-10 305

7239,1 305,9 4,23 216,1

2,98 --

LUCIA MARA YAMAGUTI KONO

MG COMESTAR LHEROS-ET

RECORDISTA ATUAL MINEIRA

ADULTA JUNIOR

BEATRIZ ECILA VAM CHANTY SPIRTE-TE

ADULTA SENIOR

BR1015226

VAM MONTOYA MONICA HOMESTEAD

304 16404,0 669,0

NILSON GONCALVES PEREIRA

1999

BR1551249 MB-86

08-01 305 11754,5 466,9 3,97 340,7

2,90 LM ANTONIO AUGUSTO MARINS E IRMAOS

MG BOMAZ HOMESTEAD-ET

BX418940

08-03 105

2,71 --

MG CEDARWAL SPIRTE

3320,1

92,2 2,78

89,8

ANTONIO AUGUSTO MARINS E IRMAOS

RECORDISTA ATUAL MINEIRA DOUTORA ENCHANT RILENE J.C

BR1049810

305 15658,3 542,6

397,9

SIDNEY NERY

Agende uma visita | 32 4009 4300

Jornal Holandês Maio de 2018

ANIMAL REGISTRADO É ANIMAL QUE PASSA CONFIANÇA NA HORA DA VENDA!

2004


Jornal Holandês Maio de 2018

305 DIAS

CONTROLE LEITEIRO OFICIAL MELHORES LACTAÇÕES POR CLASSE PRIMEIRA DIVISÃO ATÉ 305 DIAS 3 ORDENHAS - PERÍODO 01/02/2018 A 28/02/2018 RAÇA: HOLANDÊS

NOME ANIMAL

REGISTRO

CLASS

IDADE DIAS LACT.

PROD LEITE

PROD GORD.

% GORD

PROD PROT.

% TIT. PROT.

PROPRIETÁRIO

UF

NOME DO PAI

RECORDISTA ATUAL MINEIRA

1 ANO PARIDA

EF & LS COPACABANA WILDMAN

BR1544771

MENGE MCCUTCHEN D2598

BX490111

MENGE DEMPSEY D2585-FIV

MB-85

305 15996,8 405,1

460,3

EVARISTO FRANCISCO MARQUES/LEANDRO S.MARQUES 2012

01-11 305 13202,4 413,3 3,13 430,0

3,26 LM ARMANDO EDUARDO DE LIMA MENGE

BX493067

01-11 305 12448,8 408,7 3,28 374,3

3,01 LM MARIELLE CAMPOS LIMA ASSIS

GALENA MELINDROSA PADRAO

BR1778328

01-09 305 12367,5 365,3 2,95 363,3

2,94 LE DIRCEU DE MANCILHA

MENGE DOORMAN D2595

BX490113

01-11 294 12214,9 456,0 3,73 400,5

3,28 LE ARMANDO EDUARDO DE LIMA MENGE

B+-84

MG DE-SU BKM MCCUTCHEN 1174-ET MG LIRR DREW DEMPSEY

MG GALENA PADRAO PARADISE

MG VAL-BISSON DOORMAN

RECORDISTA ATUAL MINEIRA

2 ANOS JUNIOR

EF & LS LILIANA TOYSTORY

BX404701

LOIOLA ANA AFTERSHOCK 632

BR1751093

02-04 305 14626,8 450,6 3,08 447,6

3,06 LM JOSE ADIR LOIOLA

MG MS ATLEES SHT AFTERSHOCK-ET

MENGE INFRAROUGE D2562

LB3468

02-01 305 13174,9 411,6 3,12 379,1

2,88 LM ELCIO MENDES VILANOVA E SILVA

MG MICHERET INFRAROUGE

FAZ. ESPERANCA BETHANY ALTAJUPITER 734

BR1778517

02-04 305 12936,2 333,6 2,58 385,5

2,98 LM JULIO CELIO OLIVEIRA VARGAS

MG SULLY ALTAJUPITER-ET

SEKITA RISQUE 4623 PLANET-FIV

BX487463

02-03 295 12853,6 424,9 3,31 356,5

2,77 LE SEKITA AGRONEGOCIOS

MG ENSENADA TABOO PLANET-ET

B+-83

305 15482,9 475,2

489,7

EVARISTO FRANCISCO MARQUES/LEANDRO S.MARQUES 2 011

RECORDISTA ATUAL MINEIRA

2 ANOS SENIOR

MENGE WINDBROOK A 1905-FIV

BX446826

SEKITA LAMIAE 4206

BR1763705

02-10 305 15476,8 541,7 3,50 479,8

305 16965,0 558,4

564,3

3,10 LE SEKITA AGRONEGOCIOS

ARMANDO EDUARDO DE LIMA MENGE

2016 MG

SEKITA LALIE 4203 GUTHRIE

BR1726379 B+-80

02-11 294 13988,7 527,3 3,77 432,1

3,09 LE SEKITA AGRONEGOCIOS

MG FUSTEAD GOLDWYN GUTHRIE-ET

J.B.O. TALUDE SLOAN 1563

BX475921

02-06 305 13567,0 414,7 3,06 414,4

3,05 LM MARCIO FLAVIO PENIDO OLIVEIRA

MG CHIQUES-DMRW ALTASLOAN-ET

SEKITA GALINA 3892 JORDAN

BX464698

02-10 305 13395,5 513,1 3,83 403,2

3,01 LM SEKITA AGRONEGOCIOS

MG GILLETTE JORDAN

RECORDISTA ATUAL MINEIRA J.E.N. CONDESSA BOLTON-TE

3 ANOS JUNIOR

BX381065

MENGE SUPERSIRE C2335

BX471467

SEKITA HAJAR 3951 MCCUTCHEN-TE

MB-85

305 18335,3 391,2

553,8

ELLOS JOSE NOLLI

2012

03-03 255 16719,8 512,2 3,06 512,5

3,07 LM ARMANDO EDUARDO DE LIMA MENGE

BX467305

03-01 305 16008,0 578,1 3,61 468,5

2,93 LM SEKITA AGRONEGOCIOS

MG SEAGULL-BAY SUPERSIRE-ET

SEKITA JANA 3929 CARNIVAL

BX469657

B+-83

03-01 305 14951,8 551,5 3,69 443,4

2,97 LE SEKITA AGRONEGOCIOS

MG SHEMA CARNIVAL-ET

SEKITA IEME 3989 GUTHRIE

BX467371

MB-87

03-01 305 14003,1 513,7 3,67 430,5

3,07 LM SEKITA AGRONEGOCIOS

MG FUSTEAD GOLDWYN GUTHRIE-ET

MG DE-SU BKM MCCUTCHEN 1174-ET

RECORDISTA ATUAL MINEIRA

3 ANOS SENIOR

VALE DO MILK’ DELICADA II

BR1271165

SEKITA ARCENE 3381 SHAMROCK-FIV

BX474000

B+-81

03-11 295 14795,7 606,4 4,10 431,7

305 19947,0 612,0

241,0

2,92 LM SEKITA AGRONEGOCIOS

VINICIUS DA SILVA SALGADO

2000 MG LADYS-MANOR PL SHAMROCK-ET

SEKITA ANNALI 3467 SHAMROCK-FIV

BX468460

MB-85

03-06 305 13896,1 474,4 3,41 409,1

2,94 LM SEKITA AGRONEGOCIOS

MG LADYS-MANOR PL SHAMROCK-ET

SEKITA BENAZIR 3573 TRIGGER

BR1700617 B -77

03-07 305 13559,2 457,2 3,37 386,2

2,85 LM SEKITA AGRONEGOCIOS

MG LARS-ACRES SHOT TRIGGER-ET

FZ-BA HEBE 376 KARSTEN

BX479819

03-06 305 12841,8 348,0 2,71 399,7

3,11 LM MARCOS PAIVA FROTA E/OU PATRICIA N.P.FROTA

MG CO-OP RAMOS KARSTEN-ET

RECORDISTA ATUAL MINEIRA

4 ANOS JUNIOR

C.A.A. JESSICA

BR1449849

FZ-BA HARPA 363 DELK

BX451336

FAHES RUELA PATRICIA JERRICK

B -78

305 19204,6 592,2

533,3

CARLOS ALBERTO ADAO

2009

04-02 305 14426,8 487,3 3,38 460,6

3,19 LE MARCOS PAIVA FROTA E/OU PATRICIA N.P.FROTA

MG KINGS-RANSOM S DELK-ET

BR1682916

04-05 305 14167,2 405,7 2,86 430,4

3,04 LM FABIO EUSTAQUIO SILVEIRA

MG GILLETTE JERRICK

BOCAINA SANCHEZ ZICA ENVIADA

BX448590

04-03 305 14008,3 364,7 2,60 413,6

2,95 LM AGROPECUARIA BARREIRO ALTO

J.B.O. REVISTA 041

BR1832439

04-03 305 13991,3 497,7 3,56 397,4

2,84 LM MARCIO FLAVIO PENIDO OLIVEIRA

MG GEN-MARK STMATIC SANCHEZ MG

RECORDISTA ATUAL MINEIRA J.E.N. BUENA SORTE JEROM RED-TE

4 ANOS SENIOR

BR1480978

305 19250,5 301,3

518,4

ELLOS JOSE NOLLI

2012

FAHES RAIZ OCULISTA TEQUILA

BR1653798

04-10 305 15514,9 324,5 2,09 419,4

2,70 --

SEKITA JEAN 2846 DOBERMAN-FIV

BX446452

04-09 305 15379,1 592,4 3,85 451,7

2,94 LE SEKITA AGRONEGOCIOS

LOIOLA PENELOPE LONGTIME 543

BR1715469

04-06 305 13279,6 487,3 3,67 411,6

3,10 LM JOSE ADIR LOIOLA

MG REGANCREST LONGTIME

SEKITA ACACIA 2758 KENETH

BX521994

04-08 305 13268,0 524,5 3,95 408,7

3,08 LM SEKITA AGRONEGOCIOS

MG MONUMENT KENETH-ET

B+-82 MB-85

FABIO EUSTAQUIO SILVEIRA

MG HUYBENS RED TEQUILA MG COPPERTOP DOBERMAN-ET

RECORDISTA ATUAL MINEIRA

5 ANOS

C.A.A. AMERICA

BR1449851

FAHES RONDA KIMURA CANVAS

BX440661

05-01 284 15666,8 415,8 2,65 423,1

305 21605,7 519,4

609,1

2,70 LM FABIO EUSTAQUIO SILVEIRA

CARLOS ALBERTO ADAO

DUX CHITA 0207

BR1785712 B+-81

05-05 305 14063,6 552,7 3,93 406,0

2,89 LM CURCIO E FILHOS

SEKITA PARELHA 2416 CLEVELAND

BR1640488 B+-81

05-04 305 13291,6 535,5 4,03 395,8

2,98 LM SEKITA AGRONEGOCIOS

FAHES ROMA PEROBA CANDOR

BX440659

05-00 305 13011,3 320,0 2,46 381,1

2,93 --

2007

MG DELTA CANVAS MG MG SPRINGWAY CLEVELAND-ET

FABIO EUSTAQUIO SILVEIRA

MG SPRINGWAY ALTACANDOR-ET

RECORDISTA ATUAL MINEIRA BOSCATTI IMACULADA MISTRAL

6 ANOS

BR1576611

FZ-BA EDITE 292 CAMPEAO

FAHES PINTURA JORNADA CAPTIVATOR

J.B.O. QUARENTIA MOSCOW FAHES PAQUITA LAURA SCOOTER

305 19942,0 643,0

556,0

DJAIR BOSCATTI

2017

BR1600811 B+-81

06-04 305 12841,0 344,6 2,68 386,1

3,01 LM MARCOS PAIVA FROTA E/OU PATRICIA N.P.FROTA

MG FZ-BA CAMPEAO STOPPER

BR1596285

06-10 302 11108,4 358,3 3,23 338,8

3,05 LM FABIO EUSTAQUIO SILVEIRA

MG PINE-TREE CAPTIVATOR-ET

BR1633388 B -77

06-01 276 10305,3 302,9 2,94 305,2

2,96 --

MARCIO FLAVIO PENIDO OLIVEIRA

BR1592334

06-06 305 10127,6 301,7 2,98 303,2

2,99 --

FABIO EUSTAQUIO SILVEIRA

MG ROBTHOM MOSCOW ET

MG HOOKWOOD DELTA SCOOTER

RECORDISTA ATUAL MINEIRA SANTOS REIS CHARISMA GRAYCE

7 ANOS

BX303469

FAZ. ESPERANCA MARITACA 15 SEKITA FLAVIA 1552 PARAMOUNT

SEKITA DOCURA 1142 PARAMOUNT

ABF EMPREITA 3428 HOMESTEAD

305 17410,1 473,0

492,0

ALTAIR DA SILVA REIS

2010

BR1672806

07-03 305 12584,6 374,9 2,98 381,8

3,03 LM JULIO CELIO OLIVEIRA VARGAS

MG

BR1583450 B+-81

07-02 305 11475,2 415,8 3,62 345,7

3,01 LE SEKITA AGRONEGOCIOS

MG DELTA PARAMOUNT

BR1554655 B+-81

07-11 276 10657,5 408,3 3,83 347,1

3,26 LM SEKITA AGRONEGOCIOS

BR1602874

07-01 293

3,03 --

8558,2 268,3 3,14 259,0

MG DELTA PARAMOUNT

AGROPECUARIA BOA FE LTDA

MG BOMAZ HOMESTEAD-ET

RECORDISTA ATUAL MINEIRA

ADULTA JUNIOR

MARIA’S MORENA PRELUDE-TE

BX192263

ALFY CAYUABA SCOOP DIAMANTINA LOIOLA ALFAZEMA 253 EVAJOY ROSINHA NADIA

BX384774

B+-83

305 15723,7 526,7

462,2

ELY BONINI GARCIA

08-07 305 10795,9 264,7 2,45 312,1

2,89 --

CAYUABA GENETICA & PECUARIA LTDA

BR1571170

09-04 233 10416,8 256,8 2,47 266,2

2,56 --

JOSE ADIR LOIOLA

BR1512294 MB-85

09-03 261

2,88 --

ARGEMIRO MAGALHAES NETTO

8647,1 268,5 3,11 248,8

2003

MG NET-A-WAY ORION SCOOP ET MG

MG O.S.B. NADIA TERRY 328-TE

RECORDISTA ATUAL MINEIRA

ADULTA SENIOR

C.A.A. LAGOA GALENA JULIA INTEGRITY

30

BR1449850

LANDEMART TOUCHDOWN ELIETE 1146

305 18353,5 550,9

482,2

CARLOS ALBERTO ADAO

BR1419972 B -77

17-11 305 12422,8 406,5 3,27 353,5

2,85 LM ANTONIO DE PADUA MARTINS

BX372817

10-02 305 12360,7 375,5 3,04 332,9

2,69 LM DIRCEU DE MANCILHA

MB-86

2008

DESCONTOS ESPECIAIS PARA ASSOCIADOS! Informações: 32 4009 4300

MG RICECREST TOUCHDOWN-ET MG GALENA JUMBO INTEGRITY


365 DIAS

CONTROLE LEITEIRO OFICIAL MELHORES LACTAÇÕES POR CLASSE SEGUNDA DIVISÃO DE 306 A 365 DIAS 2 ORDENHAS - PERÍODO 01/02/2018 A 28/02/2018 RAÇA: HOLANDÊS

NOME ANIMAL

REGISTRO

CLASS

IDADE DIAS LACT.

PROD LEITE

PROD GORD.

% GORD

PROD PROT.

% TIT. PROT.

PROPRIETÁRIO

UF

NOME DO PAI

31

RECORDISTA ATUAL BRASILEIRA SULBRA’S DECREE MARICREIA 1725

1 ANO PARIDA

BX462066

365 17295,4 463,7

462,6

ANIPIO PIRES BATISTA VICENTE

2016

MENGE SPIRTE C2521

BX480221

01-11 365 10631,3 369,7 3,48 329,0

3,09 LM ARMANDO EDUARDO DE LIMA MENGE

MG CEDARWAL SPIRTE

LEKA DUBAI FRANCISCA 198

BR1789952 B+-83

01-11 353 10529,6 449,5 4,27 368,2

3,50 LM LEONARDO MOREIRA COSTA DE SOUZA

MG RONELEE GOLDWYN DUBAI-ET

VAM ESCUBA ESCUDELA SKODA

BX480200

01-09 365 10026,3 399,6 3,99 334,5

3,34 LM ANTONIO AUGUSTO MARINS E IRMAOS

A.M.A. DOORMAN FRANDIXI 887

BX493011

01-10 307

3,44 LM ANICETO MANUEL AIRES

9090,0 351,9 3,87 312,3

MG PINE-TREE ALTASKODA-ET

MG VAL-BISSON DOORMAN

RECORDISTA ATUAL MINEIRA

2 ANOS JUNIOR

E.A.B. AUGUSTA ZORAIDE 113

BR1652017

VAM NICOLA BRADNICK-FIV

BX559185

02-01 365 11847,4 332,9 2,81 371,8

365 18096,6 876,0

515,3

3,14 LM ANTONIO AUGUSTO MARINS E IRMAOS

EUDES ANSELMO DE ASSIS BRAGA

2012 MG REGANCREST-GV S BRADNICK-ET

VAM TEXADA TEXA FOTON

BX487422

02-04 342

9997,5 287,9 2,88 320,2

3,20 LM ANTONIO AUGUSTO MARINS E IRMAOS

MG GIBBS ALTAFOTON

SANTOS REIS DOORMAN BEATRIZ

BX477830

02-05 359

9604,9 319,5 3,33 302,0

3,14 LM ALMIR PINTO REIS

MG VAL-BISSON DOORMAN

C.S.C.S. CAMILA DOBERMAN - 768

BX487627

02-00 353

9377,9 337,9 3,60 309,5

3,30 LM CESAR GARCIA BRITO E/OU SIOMARA S.G.BRITO

MG COPPERTOP DOBERMAN-ET

RECORDISTA ATUAL MINEIRA

2 ANOS SENIOR

COLLEM MERIDIAN VERONA

BX467251

E.A.B. BARNEY CAUSA 660

BR1733370 MB-85

02-08 352 11884,4 329,8 2,78 370,0

347 16588,9 422,0

470,7

3,11 LM EUDES ANCELMO DE ASSIS BRAGA

COLLEM CONSTRUTORA MOHALLEM LTDA

2017

C.S.C.S. BERNADETE WALLACE - 745

BR1718978

02-11 326 11240,9 363,2 3,23 365,6

3,25 LM CESAR GARCIA BRITO E/OU SIOMARA S.G.BRITO

MG GILLETTE WALLACE

RIO VERDE DOORMAN I. JOANA

BX474028

B+-84

02-09 365 11040,5 374,5 3,39 390,7

3,54 LM GUSTAVO GOMES FERNANDES E OUTROS

MG VAL-BISSON DOORMAN

VAM YOPA YODI BOOKEM

BX474073

B+-84

02-08 317 10933,8 379,9 3,47 369,1

3,38 LM ANTONIO AUGUSTO MARINS E IRMAOS

MG ROSYLANE-LLC ALTABARNEY

MG DE-SU 521 BOOKEM-ET

RECORDISTA ATUAL MINEIRA

3 ANOS JUNIOR

CALANDRA CARLOTA BLACKSTAR

BX158589

DANCRIS URIEL SODOMO

BX548256

B+-83

03-01 365 13793,1 421,4 3,06 483,7

365 17120,0 623,0

3,51 LM CRISTOVAM EDSON LOBATO CAMPOS

MARCOS ARRUDA VIEIRA

MORRO AGUDO ARGELIA AFTERSHOCK DINAMARCA BX473078

MB-87

03-00 351 10942,6 376,6 3,44 366,2

3,35 LE RUI DA SILVA PINTO JUNIOR E OUTROS

ZC CAVA NEWASKA MAC JUPITER 112

BX469701

03-01 364

9966,3 338,3 3,39 330,2

3,31 LM JOSE ALAIR COUTO

E.A.B. JERRICK DANADA 612-FIV

BX471586

03-03 325

8923,2 302,9 3,39 304,7

3,42 LM EUDES ANCELMO DE ASSIS BRAGA

MB-85

1996

MG DANCRIS SODOMO JUNEAU MG MS ATLEES SHT AFTERSHOCK-ET

MG SULLY ALTAJUPITER-ET MG GILLETTE JERRICK

RECORDISTA ATUAL MINEIRA GALENA ESTETICA CESARE

3 ANOS SENIOR

BX384765

365 17914,9 520,2

575,5

DIRCEU DE MANCILHA

LUCIA PALMA LAKOTA

BX435090

MB-85

03-09 365 12961,5 436,9 3,37 437,3

3,37 LM RAUL PINTO

LEKA DORA GOLD CHIP-TE

BX474777

MB-85

03-07 365 11992,0 487,6 4,07 376,5

3,14 LM LEONARDO MOREIRA COSTA DE SOUZA

A.M.A. SID RAVEN 836-TE

BX469671

03-06 333 10964,7 410,7 3,75 379,3

3,46 LM ANICETO MANUEL AIRES

MEARA LAVANGUARD ELAINY-TE

BX462471

03-10 317 10599,2 371,1 3,50 326,2

3,08 LM LEONARDO MOREIRA COSTA DE SOUZA

MB-87

2012

MG KILDARE LAKOTA

MG MR CHASSITY GOLD CHIP-ET

MG COMESTAR LAVANGUARD

MG PINE-TREE SID-ET

RECORDISTA ATUAL MINEIRA

4 ANOS JUNIOR

A.M.A. ASTRE CAMILA

BX190727

E.A.B. ARMSTEAD CASA NOVA 355

BR1648550 B+-81

04-02 342 13205,2 451,1 3,42 419,6

3,18 LM EUDES ANCELMO DE ASSIS BRAGA

MG DIAMOND-OAK ARMSTEAD ET

LUCIA OLARIA LATINO

BX440643

04-05 365 11472,8 353,8 3,08 395,0

3,44 --

MG LUCIA LATINO TRIBUTE

B+-80

365 17388,3 594,7

COLLEM CONSTRUTORA MOHALLEM LTDA RAUL PINTO

1999

RECORDISTA ATUAL MINEIRA GALENA NAZARETH SHARKY

4 ANOS SENIOR

BX393242

365 19199,6 556,5

542,1

DIRCEU DE MANCILHA

2015

E.A.B. IOTA CABANA 447-TE

BX453141

MB-85

04-07 311 11965,7 418,5 3,50 393,9

3,29 LM EUDES ANCELMO DE ASSIS BRAGA

MG REGANCREST ALTAIOTA-ET

VAM LEA LONA FEVER

BX440671

MB-85

04-07 350 11960,3 390,3 3,26 392,9

3,28 LM ANTONIO AUGUSTO MARINS E IRMAOS

MG CRACKHOLM FEVER

LUCIA ONDA TRIBUTE

BX440642

MB-85

04-11 342 11003,3 400,9 3,64 381,2

3,46 LM RAUL PINTO

J.M.A. ITAUNA JUNEAU 477

BX426551

B -78

04-10 334 10217,4 306,2 3,00 303,1

2,97 --

MG LUCIA LATINO TRIBUTE

AGRO PECUARIA JM LTDA

MG RONLAND JUNEAU

RECORDISTA ATUAL MINEIRA

5 ANOS

JARDIM GENUINA

BX208241

DANCRIS SAVANA SPARTA

BX429758

B+-82

05-08 365 11347,8 372,0 3,28 390,8

365 19940,7 442,9

621,4

3,44 LM CRISTOVAM EDSON LOBATO CAMPOS

VAM LIUZI LINA OUTBOUND

BX429710

B+-81

05-08 351 11020,7 438,2 3,98 360,7

3,27 LM ANTONIO AUGUSTO MARINS E IRMAOS

MG SCHILLDALE OUTBOUND

VAM ROXIE GOLDWYN-TE

BX429717

MB-86

05-08 321 10630,9 429,8 4,04 369,8

3,48 LM ANTONIO AUGUSTO MARINS E IRMAOS

MG BRAEDALE GOLDWYN

C.S.C.S. WALDA PROMAR-641

BR1648456 B -77

05-04 362

3,59 --

MG WINDY-KNOLL-VIEW PROMAR-ET

9907,8 359,1 3,62 355,6

ANDRE LUIS MOREIRA DE ANDRADE E OUTRA

2002 MG PARADISE-DND SPARTA ET

CESAR GARCIA BRITO E/OU SIOMARA S.G.BRITO

RECORDISTA ATUAL MINEIRA

6 ANOS

CRUZILIA RENDILHA JOE

BX317348

FZ-BA ESPERANCA TOYSTORY

ALANA HOWIE TELMINHA

365 19488,5 818,7

601,4

MAURILIO FERREIRA MACIEL

2010

BX411439

B+-81

06-00 365 13082,1 547,0 4,18 413,7

3,16 LM MARCOS PAIVA FROTA E/OU PATRICIA N.P.FROTA

MG JENNY-LOU MRSHL TOYSTORY ET

BX424454

B -79

06-01 312

3,18 --

MG KERNDTWAY HOWIE-ET

9082,5 296,5 3,26 288,6

ALMIR PINTO REIS

RECORDISTA ATUAL MINEIRA

7 ANOS

ADULTA JUNIOR ADULTA SENIOR

GENOVA GOLD BELL DE SANTA PAULA

BR1048927

316 17557,0 354,0

SIDNEY NERY

VAM MALU SHOTTLE-TE

BX413261

07-01 365

9646,9 348,9 3,62 298,9

3,10 --

ANTONIO AUGUSTO MARINS E IRMAOS

LUMYK LHEROS KARINA

BX405098

07-10 327

7621,9 322,0 4,23 229,0

3,00 --

LUCIA MARA YAMAGUTI KONO

B+-81

1999 MG PICSTON SHOTTLE-ET

MG COMESTAR LHEROS-ET

RECORDISTA ATUAL MINEIRA CRUZILIA LEGENDA FRIN VAM MONTOYA MONICA HOMESTEAD

BR1173977

BR1551249 MB-86

358 17158,9 770,6

500,3

08-01 365 13283,4 526,8 3,97 392,0

MAURILIO FERREIRA MACIEL

2007

2,95 LM ANTONIO AUGUSTO MARINS E IRMAOS

MG BOMAZ HOMESTEAD-ET

RECORDISTA ATUAL MINEIRA DOUTORA ENCHANT RILENE J.C

BR1049810

365 17479,3 610,3

443,8

SIDNEY NERY

Ligue e agende uma visita: 32 4009 4300 Jornal Holandês Maio de 2018

A ACGHMG possui serviços que ajudam a gerenciar melhor o seu rebanho.

2004


Jornal Holandês Maio de 2018

365 DIAS

CONTROLE LEITEIRO OFICIAL MELHORES LACTAÇÕES POR CLASSE SEGUNDA DIVISÃO DE 306 A 365 DIAS 3 ORDENHAS - PERÍODO 01/02/2018 A 28/02/2018 RAÇA: HOLANDÊS

NOME ANIMAL

REGISTRO

CLASS

IDADE DIAS LACT.

PROD LEITE

PROD GORD.

% GORD

PROD PROT.

% TIT. PROT.

PROPRIETÁRIO

UF

NOME DO PAI

RECORDISTA ATUAL BRASILEIRA

1 ANO PARIDA

EF & LS COPACABANA WILDMAN

BR1544771

GALENA MELINDROSA PADRAO

BR1778328

01-09 365 14449,9 422,5 2,92 422,5

2,92 LE DIRCEU DE MANCILHA

SEKITA RAWAN 4617 OBSERVER-FIV

BX487460

01-10 365 14178,5 420,9 2,97 420,8

2,97 LM SEKITA AGRONEGOCIOS

SEKITA NICE 4415 ATTITUDE-RED-FIV

BX480053

01-11 365 13959,1 431,8 3,09 401,9

2,88 LM SEKITA AGRONEGOCIOS

MG DAMARTINI ATTITUDE-RED-ET

BOSCATTI ONDINA SANCHEZ 398

BX487609

01-09 365 13898,9 434,9 3,13 411,5

2,96 LE MARIELLE CAMPOS LIMA ASSIS

MG GEN-MARK STMATIC SANCHEZ

B+-82 MB-85

365 19222,2 527,9

561,4

EVARISTO FRANCISCO MARQUES/LEANDRO S.MARQUES 2 012

MG GALENA PADRAO PARADISE MG DE-SU OBSERVER-ET

RECORDISTA ATUAL MINEIRA MENGE BAXTER XANDOCA 1563-TE

2 ANOS JUNIOR

BX413344

365 18400,2 659,4

544,2

ARMANDO EDUARDO DE LIMA MENGE

2013

LOIOLA ANA AFTERSHOCK 632

BR1751093

02-04 365 17105,1 546,3 3,19 533,0

3,12 LM JOSE ADIR LOIOLA

MG MS ATLEES SHT AFTERSHOCK-ET

FAZ. ESPERANCA BETHANY ALTAJUPITER 734

BR1778517

02-04 365 15294,9 430,3 2,81 459,4

3,00 LM JULIO CELIO OLIVEIRA VARGAS

MG SULLY ALTAJUPITER-ET

LIMASSIS DELICADA ELEGANT 2409

BR1800235 B+-83

02-00 365 14550,7 373,9 2,57 422,6

2,90 LE MARIELLE CAMPOS LIMA ASSIS

MG GEN-I-BEQ ELEGANT

POITARA DANILA DOORMAN-FIV

BX489895

02-02 353 14489,6 478,4 3,30 452,0

3,12 LM MARCELO ELIAS RIGUEIRA

MG VAL-BISSON DOORMAN

B+-80

RECORDISTA ATUAL MINEIRA

2 ANOS SENIOR

J.E.N. HELOA ATWOOD

BX443214

SEKITA LAMIAE 4206

BR1763705

02-10 328 16352,9 572,3 3,50 507,0

3,10 LE SEKITA AGRONEGOCIOS

MG

SEKITA JOLIN 4067 DOORMAN

BX550936

02-11 365 15429,7 554,4 3,59 451,2

2,92 LM SEKITA AGRONEGOCIOS

MG VAL-BISSON DOORMAN

J.B.O. TIANA SHAMROCK 1611-FIV

BX498127

02-06 365 15372,3 410,5 2,67 459,8

2,99 LM MARCIO FLAVIO PENIDO OLIVEIRA

MG LADYS-MANOR PL SHAMROCK-ET

J.B.O. TALUDE SLOAN 1563

BX475921

02-06 365 15287,8 467,9 3,06 473,9

3,10 LM MARCIO FLAVIO PENIDO OLIVEIRA

MG CHIQUES-DMRW ALTASLOAN-ET

B+-81

365 19019,5 850,1

551,2

BRENO BARBOSA COSTA

2015

RECORDISTA ATUAL MINEIRA J.E.N. CONDESSA BOLTON-TE

3 ANOS JUNIOR

BX381065

365 21167,2 451,0

650,7

ELLOS JOSE NOLLI

2012

SEKITA HAJAR 3951 MCCUTCHEN-TE

BX467305

03-01 365 18300,7 649,9 3,55 539,0

2,95 LM SEKITA AGRONEGOCIOS

SEKITA DEKKA 3788 JORDAN

BX498182

B+-82

03-02 365 16109,9 642,8 3,99 497,8

3,09 LM SEKITA AGRONEGOCIOS

MG DE-SU BKM MCCUTCHEN 1174-ET MG GILLETTE JORDAN

SEKITA IEME 3989 GUTHRIE

BX467371

MB-87

03-01 360 15639,8 578,5 3,70 480,2

3,07 LM SEKITA AGRONEGOCIOS

MG FUSTEAD GOLDWYN GUTHRIE-ET

SEKITA JANA 3929 CARNIVAL

BX469657

B+-83

03-01 321 15523,5 571,1 3,68 461,1

2,97 LE SEKITA AGRONEGOCIOS

MG SHEMA CARNIVAL-ET

RECORDISTA ATUAL MINEIRA

3 ANOS SENIOR

VALE DO MILK’ DELICADA II

BR1271165

SEKITA BENAZIR 3573 TRIGGER

BR1700617 B -77

03-07 365 15754,0 529,4 3,36 454,2

2,88 LM SEKITA AGRONEGOCIOS

MG LARS-ACRES SHOT TRIGGER-ET

SEKITA ANNALI 3467 SHAMROCK-FIV

BX468460

03-06 365 15728,5 539,6 3,43 466,9

2,97 LM SEKITA AGRONEGOCIOS

MG LADYS-MANOR PL SHAMROCK-ET

FZ-BA HEBE 376 KARSTEN

BX479819

03-06 365 14557,8 391,3 2,69 453,6

3,12 LM MARCOS PAIVA FROTA E/OU PATRICIA N.P.FROTA

MG CO-OP RAMOS KARSTEN-ET

FAHES SUZANA AUDACITY

BX464754

03-07 341 14016,0 374,4 2,67 423,1

3,02 LM FABIO EUSTAQUIO SILVEIRA

MG SURE-VIEW AUDACITY-RED-ET

MB-85

365 24051,0 792,0

367,0

LUIZ HENRIQUE SILVA E SORAYA T.A.MENDES SILVA 2000

RECORDISTA ATUAL MINEIRA MENGE SPIRTE TAORMINA 1143

4 ANOS JUNIOR

BX409542

365 21781,4 612,0

618,5

ARMANDO EDUARDO DE LIMA MENGE

J.B.O. REVISTA 041

BR1832439

04-03 365 16413,2 567,0 3,45 480,3

2,93 LM MARCIO FLAVIO PENIDO OLIVEIRA

BOCAINA SANCHEZ ZICA ENVIADA

BX448590

04-03 365 15990,7 415,3 2,60 480,8

3,01 LM AGROPECUARIA BARREIRO ALTO

AMORIM ARIANNE SATCHEL

BX435102

MB-86

04-01 365 15492,1 531,6 3,43 524,4

3,38 LM JOSE AFONSO AMORIM

FZ-BA HARPA 363 DELK

BX451336

B -78

04-02 316 14778,8 499,8 3,38 471,4

3,19 LE MARCOS PAIVA FROTA E/OU PATRICIA N.P.FROTA

2012 MG

MG GEN-MARK STMATIC SANCHEZ

MG C&M-R-RUN LB SATCHEL-RED MG KINGS-RANSOM S DELK-ET

RECORDISTA ATUAL MINEIRA J.E.N. BUENA SORTE JEROM RED-TE

4 ANOS SENIOR

BR1480978

338 20907,1 324,5

569,9

ELLOS JOSE NOLLI

2012

FAHES RAIZ OCULISTA TEQUILA

BR1653798

04-10 362 17578,3 381,1 2,17 480,9

2,74 --

SEKITA JEAN 2846 DOBERMAN-FIV

BX446452

04-09 330 16093,2 617,4 3,84 473,8

2,94 LE SEKITA AGRONEGOCIOS

LOIOLA PENELOPE LONGTIME 543

BR1715469

04-06 347 15043,6 562,1 3,74 476,2

3,17 LM JOSE ADIR LOIOLA

MG REGANCREST LONGTIME

SEKITA ACACIA 2758 KENETH

BX521994

04-08 365 15031,9 595,8 3,96 470,7

3,13 LM SEKITA AGRONEGOCIOS

MG MONUMENT KENETH-ET

B+-82 MB-85

FABIO EUSTAQUIO SILVEIRA

MG HUYBENS RED TEQUILA MG COPPERTOP DOBERMAN-ET

RECORDISTA ATUAL MINEIRA

5 ANOS

C.A.A. AMERICA

BR1449851

POITARA ARETHUSA GOLDWYN-TE

BX429609

MB-87

05-08 365 15553,4 468,7 3,01 465,4

2,99 LM MARCELO ELIAS RIGUEIRA

MG BRAEDALE GOLDWYN

DUX CHITA 0207

BR1785712 B+-81

05-05 319 14660,0 573,1 3,91 424,8

2,90 LM CURCIO E FILHOS

MG

J.B.O. QUEIMADA GENEVA

BR1645800

05-04 365 14373,9 409,3 2,85 429,3

2,99 LM MARCIO FLAVIO PENIDO OLIVEIRA

BX422980

05-07 365 13944,8 420,4 3,01 407,3

2,92 LM CAYUABA GENETICA & PECUARIA LTDA

ALFY CAYUABA EVERETT FRANCYS

350 23153,7 564,1

655,6

CARLOS ALBERTO ADAO

2007

MG BRIGEEN GENEVA-ET

MG NOR-BERT EMERSON EVERETT ET

RECORDISTA ATUAL MINEIRA BOSCATTI IMACULADA MISTRAL

6 ANOS

FZ-BA EDITE 292 CAMPEAO

BR1576611

357 22271,4 724,8

628,0

DJAIR BOSCATTI

2017

BR1600811 B+-81

06-04 365 14881,0 392,7 2,64 443,4

2,98 LM MARCOS PAIVA FROTA E/OU PATRICIA N.P.FROTA

MG FZ-BA CAMPEAO STOPPER

BR1592334

06-06 365 11438,6 337,5 2,95 347,9

3,04 --

FABIO EUSTAQUIO SILVEIRA

MG HOOKWOOD DELTA SCOOTER

AGUIDA MANCILHA JESSICA 159

BR1665056

06-01 356

9901,6 408,3 4,12 360,7

3,64 --

CARLOS ALBERTO MENDES MANCILHA

EVAJOY ITALIA DIE-HARD

BR1621026 B+-83

06-00 315

9285,2 275,4 2,97 276,4

2,98 --

ARGEMIRO MAGALHAES NETTO

FAHES PAQUITA LAURA SCOOTER

MG

MG REGANCREST RBK DIE-HARD-ET

RECORDISTA ATUAL MINEIRA

7 ANOS

LAGOS STORM LEILA 457

BX251613

FAZ. ESPERANCA MARITACA 15

BR1672806

07-03 364 14227,9 430,0 3,02 442,1

3,11 LM JULIO CELIO OLIVEIRA VARGAS

MG

BR1583450 B+-81

07-02 316 11881,6 429,4 3,61 358,0

3,01 LE SEKITA AGRONEGOCIOS

MG DELTA PARAMOUNT

BR1544711 B+-83

07-10 365

2,72 --

MG ROCKALLI BRADLEY

SEKITA FLAVIA 1552 PARAMOUNT

ONDA SUL BRADLEY 2859

ADULTA JUNIOR

365 20238,5 616,6

517,9

7832,4 227,4 2,90 213,0

ARMANDO EDUARDO DE LIMA MENGE

LUCIANO PIMENTA C. PERES E/OU ROGERIO P.PERES

2008

RECORDISTA ATUAL MINEIRA BOSCATTI FUXA CATH

ALFY CAYUABA SCOOP DIAMANTINA

BX373966

BX384774

B+-83

365 17899,6 487,4

556,4

08-07 365 12546,9 333,0 2,65 370,1

2,95 --

DJAIR BOSCATTI

2016

CAYUABA GENETICA & PECUARIA LTDA

MG NET-A-WAY ORION SCOOP ET

RECORDISTA ATUAL MINEIRA

ADULTA SENIOR

C.A.A. LAGOA GALENA JULIA INTEGRITY

32

BR1449850

LANDEMART TOUCHDOWN ELIETE 1146

337 19655,9 596,7

518,0

CARLOS ALBERTO ADAO

BR1419972 B -77

17-11 365 13852,6 471,7 3,40 392,9

2,84 LM ANTONIO DE PADUA MARTINS

BX372817

10-02 313 12578,3 383,2 3,05 339,0

2,70 LM DIRCEU DE MANCILHA

MB-86

2008

MG RICECREST TOUCHDOWN-ET MG GALENA JUMBO INTEGRITY

ROTEIRO PROGRAMADO: uma boa ideia de economia. Agende uma visita: 32 4009 4300

JORNAL HOLANDÊS | Maio 2018  

Publicação oficial da Associação dos Criadores de Gado Holandês de Minas Gerais

JORNAL HOLANDÊS | Maio 2018  

Publicação oficial da Associação dos Criadores de Gado Holandês de Minas Gerais

Advertisement