Page 1

HERANÇA MALDITA

O COMÉRCIO

F á b i o M a rc o n d e s d i z ter herdado dívida de quase R $ 2 7 m i l h õ e s .

S I N D I C AT O D O S SERVIDORES MUNICIPAIS

É INAUGURADA PROTEFARMA DROGARIA E PERFUMARIA.

AGORA COM NOVA SEDE

H JE Mudando a história, fazendo oque é certo! www.facebook.com/HojeLorena

Presidente da câmara acusa de fraude processo licitativo!

Possível fraude em licitação barra compra de carros na Câmara. Pag 2

Eu Curto!

Junho 2013 - Ano 1 edição 01

O POVO ACORDOU!

Tudo aconteceu na gestão Paulo Neme, mas Fabio Marcondes colhe os frutos! Veja o conteúdo na integra na Pag. 3 e 4

Sua segurança em medicamentos.

3301-2000

Perto de completar 43 anos Mafú recebe prêmio Ana Néry de Enfermagem. Pag 7

H JE

TERÇA feira, 25 de junho de 2013

Possível fraude em licitação IMPEDE compra de carros na Câmara. Erro é descoberto e anula licitação da compra de carros na Câmara Municipal

A aquisição dos veículos chegaria a quase duzentos mil reais aos cofres públicos

Atendendo

recomendação da procuradoria da Câmara Municipal, o presidente Luiz Fernando de Almeida (PSDB), anulou o processo de licitação na compra de carros para a Casa de Leis que custaria aos cofres públicos R$ 172 mil e oficializou a decisão no diário oficial após detectar erros de d i r e c i o n a m e n t o n o processo licitatório. De acordo com Luiz Fernando, a Câmara abriu um processo de licitação para compra dos carros, mas erros de direcionamento no relatório final acabaram com a anulação do processo. “Abrimos um processo licitatório de compra de quatro veículos sedans básicos com ar, direção, vidro e trava, tudo para atender os vereadores em viagens a São Paulo e trabalhos na região. Definimos pela tomada de preço, mas encontramos o problema. Percebemos que foram colocados informações de uma das empresas, que não estavam no início do processo”, relatou o chefe d o l e g i s l a t i v o . Segundo ele, características básicas que deveriam estar no início do pedido de informações,

só foram incluídas na parte final do processo: o veículo da Fiat, marca comercializada pela concessionária vencedora, foi apontado com porta mala de “no mínimo 520 litros”, maior que outras marcas: Volkswagen, Ford e Renault. O erro acabou em desistência de seis empresas, e apenas uma seguiu na disputa. “Apenas uma empresa apareceu para fazer a tomada, seis se retiraram. Achamos isso muito estranho. Entramos em contato com as empresas e me surpreendi quando me passaram que elas acreditavam que a licitação havia sido dirigida para o carro da Fiat” concluiu Luiz Fernando. Os preços também chamaram atenção do chefe do Legislativo. No primeiro momento, o valor apontado pela concessionária era de R$ 41,7 mil, mas no relatório final chegou a R$ 43 mil. Depois de anular o processo a equipe de licitação foi trocada e uma sindicância será aberta para apuração de eventuais responsabilidades.

Página 2

EDITORIAL Pode ser que estejamos fazendo história sem saber. Sem querer. Pode ser que de um simples ato, tratado como isolado, consigamos desencadear outros. Um direito, um protesto, uma manifestação e, aos poucos, uma indignação, uma inquietação, uma revolta. Quando alguém decide que não se pode mais ser assim e esse pensamento ganha voz na boca de outras pessoas, há grandes chances deles incomodarem. Quanto mais gente se junta, aí é certo que tentarão calá-los. Nunca tão poucos centavos fizeram a diferença. Isso se os bilhões do futebol não forem levados em conta. A verdade é que era preciso uma gota no copo cheio da paciência. Ruas tomadas, corações gritantes e corpos emborrachados, lá se vão esses doidos que acreditam poder mudar alguma coisa. Caras pintadas ou não, de branco ou não, estudantes ou não, mas em paz. Sempre em paz. O primeiro tiro nunca partirá desse lado. É preciso mais. Ainda que se coloquem um número recorde nas ruas, será pouco. Sempre será pouco. Pelo nosso futuro, sempre será preciso lutar mais. E onde estará você quando for possível fazer que uma passeata em Lorena no Rio ou São Paulo ecoe em Brasília? Um cassetete pode levar meus dentes, mas nunca a minha voz. E se eu não puder estar presente, visto branco, uso qualquer meio de dizer "eu estou com vocês". Quando tornou-se mais do que um simples pedido por redução de passagens, quando se viu que o Brasil tem problemas muito maiores, quando se realmente gritou por mais gente, quando indignou-se por coisas bem maiores, até quem criticava teve que dar o braço a torcer. Não adianta. Não temos para onde voltar. Uma vez aderida a ideia, impossível remover o bicho da vontade de mudar que toma conta do corpo. É preciso. É, mais do que nunca, necessário estar de alguma forma envolvido. Nem todos que querem estarão lá, mas existirá os pensamentos de que tudo corra bem, não haja vandalismo, truculência e, numa utopia, que tudo corra bem. Sabemos que é quase impossível. Mas que não se perca o ânimo. É preciso resistir e lutar. É preciso gritar. É p r e c i s o d i z e r q u e e u n ã o aguento mais ver o Brasil do jeito que está. Pode ser que um dia entremos nos livros de História. E n t ã o , q u e s e f a ç a h i s t ó r i a . Ve m p r a r u a q u e m p u d e r. To d a v o z f a z d i f e r e n ç a .

H JE EXPEDIENTE

DIRETO DO SUBMUNDO!

O jornal Hoje é um jornal mensal, com circulação municipal gratuita.

Direto do Submundo: VEREADOR BIPOLAR ACORDA DE MAL HUMOR E EXONERA ASSESSOR QUE NÃO VOTOU NELE... Direto do Submundo: "...SERIA CANDIDATO A VEREADOR MESMO SE O CARGO NÃO TIVESSE SALÁRIO...", DISSE TÃO VEREADOR Direto do Submundo: DIZEM QUE O SECRETÁRIO JAIMINHO DA CET, NÃO ATENDE NEM VEREADOR AMIGO DA ALDEIA DE VIDA...NÉ TÃO? Direto do Submundo: O PREFEITO FABIO MARCONDES É A SOLUÇÃO MANDOU DE PRESENTE PARA O SERGINHO DO CAPACETE GRANDE U M A M U LTA D E Q U A S E R $ 7 . 0 0 0 , 0 0 . . . S E R G I N H O V O C Ê T R A B A L H O U C O M Q U E M N A Ú LT I M A E L E I Ç Ã O ? Direto do Submundo: SEGUNDO AS MÁS LÍNGUAS O VEREADOR DA GARAGEM CHOROU, AGRADECEU E AGORA NÃO ATENDE OS AMIGOS QUE OUTRORA ESTAVAM NA MESMA FESTA QUE ELE...QUE FEIO! Direto do Submundo: DIZ QUE TEM SECRETÁRIA POR AÍ QUE ESTÁ D E S E S P E R A D A P O R Q U E E S T Ã O L E VA N D O P A P E L H I G I Ê N I C O D E P S F P A R A C A S A ! Direto do Submundo: FIQUEI SABENDO QUE A EQUIPE DA SECRETÁRIA DA SAÚDE TA SE "RASGANDO ATÉ AGORA" DEPOIS DO DISCURSO DO MAFÚ NA ÚLTIMA REUNIÃO...A VERDADE É QUE ELE FALOU, FALOU, FALOU MAS NÃO APERTARAM A TECLA "CLOSED CAPTION"...

Contato: jornalhojelorena@yahoo.com.br www.facebook.com/hojelorena Direção Geral Flávio Thebas Jornalista Responsável Maurílio Neto MTB 63.087/SP Colaboradores Clodoaldo J. Gomes, Heloisa Sameiro, Viviane M. Souza, Lucas Guatura Fotografia Lucas Guatura Diagramação/Edição Imagem Marco Ávila Impressão “As colunas assinadas não refletem a opinião do jornal”

H JE

TERÇA feira, 25 de junho de 2013

Página 3

O clima esquenta entre Sergio Reis e Vereadores O que era para ser uma visita amistosa de

Chegou a vez do vereador Fabrício da funerária. Neste momento o clima que já estava nas alturas, esquentou ainda mais quando o vereador perguntou ao Sergio: ..."quais são as empresas que estariam prestando serviço para a Santa Casa e se teria algum parente seu ou até empresa sua prestando esse serviço a Santa Casa..." ouviuse apenas o suspiro de quem com certeza daria uma resposta a altura da pergunta e foi quando Sergio respondeu... "você não me conhece garoto, eu conheço bem você e o seu pai, a minha empresa não presta serviço para a Santa Casa, nunca prestou, e outra, não me deixe continuar falando coisas aqui, por favor, eu não gostaria de entrar na área pessoal...eu acho que não ficaria bem a conversa, e graças a Deus, não tenho passado obscuro...nenhum lugar que eu passei nunca lesei nenhum patrimônio, portanto eu não vou me ater a esse vereador e não vou nivelar os demais por ele..." Quando todos achavam que o espetáculo da arena em seu grandioso show avia terminado, eis que surge atrasado o vereador Marcelinho Alvarenga que desta vez não elogiou e fez uma pergunta simples ao Sergio mas sem aquele tom sereno na qual está acostumado "...eu em algum momento pedi alguma coisa...porque foi insinuado que o vereador Galão e eu pudéssemos ter pedido

prestação de contas e transparência se transformou em uma arena de gladiadores sedentos por "sangue". Tudo corria bem na apresentação dos números até que chegou a vez do vereador Beto Pereira falar. O mesmo indagou de forma inicialmente irônica e logo após com aquele tom que todos ja conhecemos, foi ríspido em sua afirmação quando disse ao Sergio que o ultimo encontro deles não teria sido muito amistoso, e saiba porque:..."confesso que hoje vejo um outro Sr. Sergio, um Sergio mais calmo, respeitando essa casa de leis..."disse Beto Pereira se referindo ao tratamento que recebeu quando em visita a Santa Casa foi achincalhado por Sergio que logo já disparou a esmo ..."não aceito ingerência..." se referindo aos subordinados da Santa Casa. Porém Beto Pereira não se conformou e ressaltou ..."o Sr. sabe muito bem o que disse...". Nesse momento mostrando alteração extrema, Sergio se referiu a Beto Pereira dizendo ..." o político tem habilidade de colocar palavras na boca de quem não disse, eu não cuspo no prato que como, o seu pai, era um homem decente, fui soldado dele, gostaria que você tivesse a lisura do teu pai, eu não vim aqui para lavar roupa suja, isso não é meu estilo, eu não sou barraqueiro..."

alguma coisa que fosse desonesto ou algo ilícito...o Sr. sabe de alguma coisa?..." Sergio respondeu "...falei e falo, que a administração anterior ela prejudicou não só a Santa Casa como o município em 30 anos..." E nesse momento Marcelinho afirmou "...então o Beto colocou para nós e o Fabrício também eles mentiram...pois da minha parte nunca ouve nada..." Sérgio finalizou a fala dizendo" "...palavras na minha boca eles não põem... m a l f a l o c o m v o c ê ! . . . " O resumo dessa pancadaria em palavras é que todos deixaram transparecer é que o Sergio Reis jamais vai se "esconder" ou "se furtar em respostas" diante das reclamações feitas pelos Vereadores e que o relacionamento entre eles não é do mais amistoso.

Conhecendo a União de Proteção Animal de Lorena Membros eleitos são voluntários e não recebem nada pelo trabalho A UPA orienta em casos de maus tratos e abandono, indicando os procedimentos assistenciais necessários à r e c u p e r a ç ã o d o a n i m a l . Segundo a presidente da entidade, Paola Giordani, a união de proteção animal em Lorena conta hoje pro volta de 80 cães e 40 gatos e a ajuda financeira vêm de associados que apóiam a causa “Contamos muito com a solidariedade dos associados e de todos os amigos colaboradores que acompanham e respeitam o nosso trabalho desde que assumimos em março deste ano, já conseguimos construir alguns canis e melhorar outros, a entidade possui 80 cães e 40 gatos e graças a todos estamos conseguindo padronizar a ração dos animais” concluiu a presidente.

A

UPA, União de Proteção Animal de Lorena, é uma entidade sem fins lucrativos, fundada em 1997, por um grupo de protetores que lutam pela causa animal na cidade de Lorena e região do Vale Histórico. A entidade tem como objetivo principal a promoção do bem estar animal. Através de c o n s c i e n t i z a ç ã o d a posse responsável, promoção de castração e vacinação de cães e gatos.

A UPA orienta em casos de maus tratos e abandono, indicando os procedimentos assistenciais necessários à recuperação do animal.

A UPA orienta em casos de maus tratos e abandono, indicando os procedimentos assistenciais necessários à r e c u p e r a ç ã o d o a n i m a l .

conseguimos construir alguns canis e melhorar outros, a entidade possui 80 cães e 40 gatos e graças a todos estamos conseguindo padronizar a ração dos animais” concluiu a presidente. A UPA tem apenas um funcionário, que é registrado e os membros eleitos são voluntários e não recebem nada pelo trabalho. Contamos com apoio da Prefeitura Municipal e do 5º Batalhão de Infantaria Leve de Lorena.

E você também pode ajudar os focinhos carentes, saiba como ligando pra UPA 12 9777 - 7499

Segundo a presidente da entidade, Paola Giordani, a união de proteção animal em Lorena conta hoje pro volta de 80 cães e 40 gatos e a ajuda financeira vêm de associados que apóiam a causa “Contamos muito com a solidariedade dos associados e de todos os amigos colaboradores que acompanham e respeitam o nosso trabalho desde que

Membros da Diretoria: Paola Giordani - Presdidente Katia Costa - 1ª Secretária Regina Paula - 2ª Secretária Cynthia Menezes - Diretora Tesoureira Olavio Pereira - Diretor Administrativo Conselho Fiscal: Rafael Marzullo Jessica Lopes Miriam Mioni Suplente: Letícia Shimazu

H JE L o r e n a A c o r d o u ! TERÇA feira, 25 de junho de 2013

www.facebook.com/HojeLorena

Eu Curto!

Tudo aconteceu na gestão Paulo

Neme, porém, Fábio Marcondes é que colhe os frutos amargos de uma série de irresponsabilidades com o dinheiro público. A data é 20 de junho de 2013, um dia em que os poderosos políticos não esquecerão. Aproximadamente 4.000 mil pessoas compareceram na maior manifestação da história de Lorena e que jamais será esquecida pela cidade, nem por quem participou e também pelas pessoas que assistiam emocionadas. Esse manifesto teve início no Facebook através de uma fan page criada por Fabiana Pereira, Mateus Vernilli, Yuri Nunes, Stefano Maximo, Gabriela Fillipini e Daniel Aureliano, onde foi ganhando espaço e as pessoas compartilhando. Quando se viu já tinham confirmadas 4.155 pessoas das 29.807 convidadas. O manifesto começou por volta das 16h com a confecção dos cartazes e a concentração das pessoas. Viamse pessoas de todas as faixas etárias, desde crianças até idosos, grupos de estudantes, universitários e famílias. Durante o trajeto, que saiu da Praça Rosendo Pereira Leite (Praça da Caixa D'agua) rumo a Rua Principal, por duas vezes toda a multidão se sentava e falava em uma só voz frases de ordem como "queremos educação", "abaixo a corrupção", "o povo unido jamais será vencido", "dias melhores? cadê Fabio Marcondes?". Ao chegar na praça Arnolfo Azevedo, para quem estava ali, tinha a certeza que Lorena fazia história; uma praça tomada por uma multidão de um lado a outro. Cantou-se em uma só voz o hino

Cantou-se em uma só voz o hino nacional brasileiro. Depois houve discursos que, em seus temas, trazia "educação" e "saúde". Uma manifestação em que se honrou a DEMOCRACIA quando todos que tinham vontade de falar, gritar, questionar e de se manifestar a sua própria vontade, tiveram vez e voz. O mais importante é que em momento algum se viu vandalismo, falta de respeito entre as pessoas ou até mesmo baderna, nem mesmo na hora do "grito" se falava palavras de b a i x o c a l ã o . Depois de 20 minutos na praça todos seguiram pela rua N.Sra. da Piedade até a Câmara, concentrados na Praça Baronesa de Santa Eulália. Foram colocados cartazes com frases de protestos nas grades ao lado do portão principal da Câmara e cantaram partes do Hino da Bandeira e mais uma vez foram feitos alguns discursos. O expediente da Câmara Municipal de Lorena devido ao manifesto foi encerrado as 16:30hs. Apenas dois funcionários, dentre eles um vigia, estavam lá; foi quando um deles tentou retirar os primeiros cartazes da grade, mas sem sucesso, os manifestantes voltavam e recolocavam os cartazes. Num certo momento foi decidido continuar o manifesto já que no cronograma acabaria ali, então prosseguiram até a Rodovia Presidente Dutra. A partir dali os organizadores do manifesto não seguiram com a multidão, porém, 80% por cento dos manifestantes foram rumo a Via Dutra, voltando pela Av. Dr. Peixoto e tomaram a principal rodovia do País nos dois sentidos.

Página 4

Por Flavio Thebas.

Por uma hora ali ficaram, cantaram o Hino Nacional e músicas da banda de rock nacional Legião Urbana e gritavam "que país é esse?". Essa manifestação aconteceu desde a capital até o interior de São Paulo quando outras cidades como São José dos Campos, Caçapava, Pindamonhangaba, Guaratinguetá e Lorena simultaneamente. O resumo foi positivo, não ocorreu vandalismo e nem violência e, definitivamente, marcou a maior manifestação popular da cidade das Palmeiras Imperiais nos anais d a n o s s a h i s t ó r i a .

LORENFER www.lorenfer.com.br A Lorenfer participa no esforço da sociedade Lorenense no combate ao mosquito Aedes Aegypti (Dengue), limpando e trocando nossos sistemas coletores de água de chuva e detetizando nossas instalações comerciais.

R. Francisco Canettieri nº 116 TEL: (12) 2124-6000

Nosso Salão tião Tel: (12) 3152 0383 Rua Monte Castelo Nº 12 - Lorena Sp

H J E Herança maldita Página 5

TERÇA feira, 25 de junho de 2013

www.facebook.com/HojeLorena

Eu Curto!

Fábio Marcondes diz ter herdado dívida de quase R$ 27 milhões. As dívidas que se acumularam na Prefeitura de Lorena se tornaram a herança maldita da administração do prefeito Fábio Marcondes.

Envolvido em denúncias de mau uso do dinheiro público e pedofilia a gestão do ex-prefeito Paulo Neme deixou uma dívida de quase R$ 27 milhões aos cofres público de Lorena como sua marca principal o abandono público, que ocupou espaço na mídia, por diversos momentos, sob a alegação de, no mínimo, incompetência administrativa. Isso porque fatos como o atraso no pagamento de funcionários da saúde, problemas constantes com a folha de pagamento dos funcionários em geral, diversos contratos investigados e com parecer contrário do Tribunal de Contas em quase todos os anos de mandato. Nas eleições de 2012 a população optou pela mudança elegendo o candidato da coligação “Juntos pelo bem de Lorena” Fábio Marcondes.

(PSDB) com 21.121 votos, o que representou 44,36% dos votos válidos tendo como slogam “Certeza de dias melhores”. Em seu discurso dos "Cem Dias" de administração fazendo o uso da “tribuna livre” na Câmara Municipal o prefeito explicou e ilustrou como ele recebeu a prefeitura da antiga gestão e deixou claro o valor exato das dívidas deixadas no valor de R$ 26.817.654 no total, e que desse montante, R$ 5.145.091 já foram pagos Com uma apresentação digna de "Oscar Holliywodiana" Fabio Marcondes projetou o futuro na gestão pública como um administrador competente, sério e preocupado com a valorização dos gastos e benefícios a cidade. O que se vê em Lorena, é muito preocupante, de tanto a cidade andar pra trás um passo a frente já seria essencial, a saúde ainda é um dos nossos maiores problemas, os PSF's nos bairros, estão sem remédios, falta até coisas básicas como um simples papel higiênico nos sanitários, a demora e espera por atendimento é grande, pois a demanda acaba saindo do controle. A secretaria da saúde não anda fazendo um bom trabalho. É vergonhoso ver pessoas precisando de exames e não conseguindo fazêlos, remédios básicos que são prioridade em falta. Sem contar as campanhas contra a gripe H1N1 e Dengue que não se viu um trabalho digno realizado na cidade com isso os casos dessas duas doenças aumentaram exorbitantemente

referentes há anos anteriores. Já outras secretarias como a de educação, por exemplo, nota-se o despreparo, porém, busca-se eficiência, mas se voltarmos no tempo, podemos nos fazer perguntas que resultariam em respostas óbvias como: De onde veio tal secretário? Aquela secretária é apadrinhada por quem? Será que o tolo sou eu? ou Será que e u f a l o d e m a i s ? Na verdade ainda não se sabe, porém, não se vê a construção de um legado de excelência por parte de Fabio Marcondes que esta com a difícil missão de colocar a c a s a e m o r d e m . As atitudes devem ser tomadas e rápido, pois a grande "massa" está de olho e acordou, quem sabe qualquer dia desses o prefeito receba a visita de 4.000 pessoas em seu gabinete, será que cabe?

MEDIDAS PREVENTIVAS PARA O CONTROLE DE MOSQUITOS 1 - Evitar água parada. 2 - Manter totalmente fechadas cisternas, caixas d'água e reservatórios provisórios tais como tambores e barris. 3 - Furar pneus e guardá-los em locais protegidos das chuvas. 4 - Guardar latas e garrafas emborcadas para não reter água. 5 - Limpar periodicamente, calhas de telhados, marquises e rebaixos de banheiros e cozinhas, não permitindo o acúmulo de água. 6 - Encher com areia ou pó de pedra poços desativados ou depressões de terreno. 7 - Não cultivar plantas aquáticas.

H JE

TERÇA feira, 25 de junho de 2013

Sindicato dos s e r v i d o r e s municipais de casa nova provisóriA Parceria com Associação Desportiva da Polícia Militar é acordada O Sindicato dos Servidores Municipais de Lorena, inaugurou nesta terça-feira (25) sua sede provisória em uma das salas da Associação Desportiva da Polícia Militar (ADPM). Segundo o presidente eleito Francisco Aparecido de Carvalho, o Chiquinho, em reunião com o presidente da ADPM após acordo foi cedido uma sala já equipada para funcionar a sede do sindicato provisoriamente para o atendimento dos servidores “Essa parceria com ADPM é fundamental, no local haverá uma secretária que estará a disposição dos servidores para agendar consultas jurídicas e demais serviços necessários para o bom desenvolvimento da categoria” concluiu o C h i q u i n h o . Para ele, a gestão passada fez pouco pela categoria e ressalta quais são os planos para o futuro. “Queremos firmar parcerias que tragam melhorias para a classe trabalhadora e temos a intenção de mudar a nossa sede para o centro da cidade - para dar maior acessibilidade aos servidores. Vamos também trabalhar um índice de aumento real salarial para o funcionalismo”, destacou, acrescentando que os servidores lutarão para ampliar o diálogo entre a categoria e a administração m u n i c i p a l . Localizada na rua Caetes, 1205 na Vila Hepacaré a nova sede provisória já se encontra em atendimento além da Unidade Móvel de Atendimento (UMA) através do “Disk Presidente” pelos telefones 9715-7909, 9240-2240, 8881-6805, 8261-0231.

Página 6

Os cargos são entre compadres, mas os salários são pagos por nós O

termo 'nepotismo' já não é mais desconhecido da maioria da população. Trata-se do favorecimento de parentes no exercício de cargos públicos. Mas o termo ' nepotismo cruzado' você conhece? Isso ocorre quando um agente público emprega o familiar do outro e vice-versa como troca de favor. Essa troca de parentes se tornou uma prática bastante comum entre nossos governantes e autoridades municipais, o que acaba muitas vezes por camuflar a inconstitucionalidade dessa ação. O nepotismo cruzado tem uma estreita relação com a moral, mas a fiscalização deve partir de onde? O cidadão tem o direito e dever de acompanhar e se opor a qualquer movimento ou ação que acredite não ser ético. A migração de servidores não concursados dentro de um

poder, seja ele em nível de união, estado ou município fere diretamente à profissionalização da gestão. O artigo 37 da Constituição Federal refere que as contratações de funcionários para cargos públicos devem cumprir os princípios da legalidade, impessoalidade, moralidade, publicidade e eficiência. Este artigo revela então que o nepotismo é uma prática anticonstitucional. O nepotismo cruzado é simplesmente o ajuste mediante designações recíprocas, ou seja, a nomeação, daqueles relacionados, que sejam parentes de autoridade, por outra autoridade do mesmo ente federativo. Agora que você já sabe vai fechar os olhos e ser conivente com essas práticas abusivas e baseadas em troca de favores de políticos e administradores?

Por Heloisa Sameiro

O QUE É, O QUE É?

sociedade, indicando o mal e julgando comportamentos. A elevação de comportamentos corretos de virtudes, os aceitos, somente para enaltecer sua imagem diante de todos. Pretensão, a meu ver é o que define tal ser humano que na mascara esconde seus medos reais, sua visão de si mesmo, que quase sempre é medíocre, ou que, simplesmente acredita piamente nas mentiras que inventam para si mesmo, julgando, condenando o outro, sem atribuir a si próprio o s e r r o s .

Por Clodoaldo J. Gomes Suas

virtudes, idéias, crenças, o que demonstra sentir que não sente e nem possui em seu intimo, o que é? A moral representada em nosso dia a dia, entre nossos meios de convivência, diante de nossas vistas apega-se de fato em quê? Quando o que podemos atestar, são políticos vivendo intensamente aquilo que pregam ser desprezíveis, ou pelo menos, assim o diziam. Fingimento? É um mal social, deixar de colocar em nossa cota, o que atribuímos a outros, o que vemos em nós e externamos somente em outros, fazendo com prazer dos que realizam julgamentos benéficos para toda a

Manipulação, conquista do ignorante, arrecadação de votos, enfim o poder. Aliciamento descarado do cidadão, oratória perfeita e com técnicas cada vez mais modernas de ludibriar as pessoas, são humildes, honestos senhores na arte de enganar. Admiração e engrandecimento são suas metas. O falso sentido de valorização, leva o “pobre ignorante” (desprovido de conhecimento e sem capacidade de discernimento) a acreditar que é importante para o falsário, o senhor da mentira. O político! A democracia é corrompida em nosso país pela hipocrisia e a demagogia, tratamos aqui dos demagogos, que em suma são essencialmente hipócritas, ladrões de perspectivas positivas para o futuro da sociedade. Aqueles que dos

seus palanques, brincam com marionetes, manipuladas e extremamente inertes as atitudes corruptas dos mesmos. Contudo, somos vitimas de quem? Quem de fato são nossos algozes? A cada eleição, a cada nova geração de políticos, o mínimo que devemos esperar de nós mesmos é que aprendamos a eleger melhores políticos. Mas será que já começamos a gerar na sociedade estes políticos? Eles estão hoje na gestão de nossa cidade, estão trabalhando para o bem da POLIS, abdicando dos seus interesses para que a “realização dos sonhos de todos” aconteça. UTOPIA? Talvez seja sim utopia, mas não me canso de pensar que somos nos municípios, nos estados e no país a maioria, mas invertemos tristemente os valores. São eles pagos para nos favorecer, para cuidar da governabilidade da nossa sociedade e o que vemos, somos nós cidadãos, não imunizados as investidas corruptas, da demagogia política no nosso país. Nossos filhos estão sendo preparados para o discernimento inteligente que identifica o HIPOCRITA E DEMAGOGO? Quando conseguimos tachar este mal político, partilhamos e discutimos isso nossos vizinhos, buscando semear este conhecimento?

Inovando mais uma vez as organizações PATO LISO traz para você VASELINA PACU

ESPECIAL PARA PROFISSIONAIS

Para pessoas como eu, como você, como os vereadores, como todo mundo!

Recomendamos

Página 7

TERÇA feira, 25 de junho de 2013

H JE

Homenagem ao Dia do Enfermeiro e à Semana da Enfermagem

Em comemoração ao Dia Mundial do Enfermeiro e à Semana da Enfermagem, foi realizado dia 27 de maio no auditório Franco Montoro, ato solene em homenagem aos profissionais da área, além da entrega do Prêmio Anna Nery a todos os que se destacaram no exercício da profissão e na defesa dos interesses da categoria. Solicitado e presidido pela deputada Leci Brandão (PCdoB), e promovido pelo Sindicato

dos Enfermeiros do Estado de São Paulo (SEESP), o evento contou com a presença de deputados estaduais, federais, técnicos, enfermeiros e auxiliares de enfermagem de vários municípios do Estado. De Lorena, vem nosso Enfermeiro Valdemir Vieira, o Mafu, representando a Enfermagem de todo o Vale do Paraíba, litoral norte e serra da Mantiqueira. Valdemir Vieira, popularmente conhecido como Mafu, nasceu em Lorena, no dia 26 de setembro de

1970. em 1986, aos dezesseis anosteve seu primeiro contato com a enfermagem no extinto curso de atendente de enfermagem e voluntariado pela Santa Casa de Lorena. Concluiu o curso de auxiliar de enfermagem em 1989 e iniciou sua trajetória de trabalho na cidade de Piquete SP. Em 1995 entrou para a graduação de Enfermagem e Obstetrícia na Universidade de Taubaté, concluindo em 1998. Fez especialização em Terapia Intensiva em 2000 e em 2010 concluiu o mestrado na Escola de Enfermagem da Universidade de São Paulo, levantando a bandeira da assistência aos usuários de álcool e outras drogas, tema de sua dissertação com trabalho apresentado em 2011 no XI Conferência Ibero-América de Ensino de enfermagem da ALADEFE e III encontro Latino-America Europa. Tr a b a l h o u e m d i v e r s o s municípios do Vale do Paraíba c o m o T a u b a t é , Pindamonhangaba, Aparecida,

Potim, Guaratinguetá, Lorena e Piquete em Hospitais e em Saúde coletiva e PSF. Atuou na Gerência e assistência de Enfermagem, Ensino e pesquisa em enfermagem, Coordenação de Programas como PSF, lecionou como Professor de Enfermagem em diversas Escolas e cursos técnicos de Enfermagem em diversas disciplinas e supervisão de estágios em diversos setores. Atualmente trabalha em saúde Coletiva na Prefeitura Municipal de Lorena. Integrante do Grupo de Estudos em Álcool e outras Drogas da Escola de enfermagem da USP. Foi ainda vereador por dois mandatos da Câmara municipal de Lorena de 2009 a 2012, Mafu foi um grande militante da promoção e prevenção em saúde e, principalmente, defensor ferrenho da Reforma Psiquiátrica Brasileira e da regulamentação da 30 horas já para a Enfermagem, demonstrando o amor pela profissão e elevando o nome da Classe da enfermagem.

Programa Bolsa Família em Lorena volta a ter cadastrado atualizado e nova sede será inaugurada e pessoas em situação de A Prefeitura de Lorena, por meio nesta terça-feira (25) ameaça ou violência de

da Secretaria de Assistência e Desenvolvimento Social (SADS), inaugura nesta terça-feira (25) a nova sede do Programa B o l s a F a m í l i a . A novidade não é apenas no endereço. Ela representa uma nova etapa dos trabalhos no município, tendo em vista a comodidade para a população assistida, e, principalmente, o fato de que a execução dos trabalhos tinha um atraso no o cadastrado. Concomitantemente à mudança de local, a SADS trabalhou para por em dia as informações das famílias

Fonte: Comunicação Social

beneficiadas. O Bolsa Família tem 4.086 famílias cadastradas em Lorena.Atualização. Como se trata de um programa de transferência direta de renda a famílias em situação de pobreza e extrema pobreza, a revisão constante dos dados é fundamental. A realidade, porém, era outra. A nova administração constatou que a listagem estava cadastrada com informações apenas até agosto do ano passado. Em um esforço da SADS, a listagem agora está atualizada, com os dados mais

recentes de junho de 2013. Com isso, a Prefeitura de Lorena passa a cumprir seu papel de dar prosseguimento ao programa federal e garantir assistência às famílias mais necessitadas.CREAS. No mesmo imóvel funciona o atendimento do Centro de Referência Especializado de Assistência Social (CREAS), que também passa por readequações para continuidade do serviço. O CREAS é voltado a famílias

direitos. O endereço é Rua Nossa Senhora da Piedade, no112, Centro, próximo à Catedral Nossa Senhora da Piedade (Igreja Matriz). O atendimento dos dois serviços será de segunda a sexta, de 8h às 17h, sem i n t e r r u p ç ã o .

Jornal hoje edição 1 ano 1  

Jornal Hoje lorena

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you