Page 1

Cidades Política Cultura Esportes São Caetano Mundo Economia Tecno

3e4 5, 6, 7 e 8 9 10 e 11 12 13 14 e 15 16

Prefeito se reuniu com secretários na 4Pág. 07 terça-feira (10).

Filmes infantis são destaque no Cine Eldorado

Foto: Divulgação

Mauá define plano de metas por secretarias

NESTA EDIÇÃO

Diadema Legal reduz ocorrência de ‘pancadões’ 4Pág. 04

A temporada de 2017 reserva várias surpresas. 4Pág. 05

abc

Sexta-feira, 13 de janeiro de 2017 Edição 2446 Ano XI

Na última quarta-feira (11), o prefeito Paulo Serra anunciou o recebimento de recursos para a cidade destinados para a Saúde, pavimentação e retomada de obras. A Caixa Econômica Federal fará a liberação de R$ 500 milhões em 40 contratos que estavam parados, além de R$ 1,6 milhão para serviços de pavimentação. O Deputado Federal Alex Manente, por meio de emendas parlamentares, destinou R$ 1,5 milhão para a área da Saúde. 4Pág. 06

Foto: Divulgação

Sto. André recebe recursos para Saúde, pavimentação e retomada de obras paradas

Avenida e pista de skate passam por roçagem

DESTAQUE SQN

economia Shoppings do ABC promovem liquidação com até 70% OFF. 4Pág. 14

política Morando corta carros oficiais e deve poupar R$ 3,5 mi. 4Pág. 08

cultura Ficção vai invadir as telonas das salas dos cinemas em 2017.

Siga-nos

4Pág. 09

esportes São Cristóvão Saúde/São Caetano busca primeira vitória de 2017. Foto: Divulgação

• @grupohojelivre • jornal.hojelivre

4Pág. 10

Ações prioritárias do governo de Ribeirão Pires incluem caiação de guias, manutenção e jardinagem em diversos pontos. 4Pág. 03

são caetano Auricchio revoga aumento das passagens de ônibus. 4Pág. 12


sexta-feira, 13 de janeiro de 2017

www.jornalhojelivre.com.br

2 editorial

Ajuste fiscal depende do Supremo

PASSANDO A LIMPO

Foto: Divulgação

Foto: Divulgação

se necessário... n Em seu primeiro ato público do ano, o ex-presidente Luiz Inácio Lula

da Silva (PT) afirmou que se necessário vai ser candidato a presidente da República. A declaração foi dada durante o 29º Encontro Estadual do MST (Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra), em Salvador, na Bahia. “Se preparem, porque, se necessário, eu serei candidato à Presidência. Se eu for candidato, é para a gente ganhar as eleições desse país”, disse Lula, a uma plateia que usava bonés vermelhos com a inscrição “Estamos com Lula”.

candidatura n Mais cedo, no mesmo evento, o presidente nacional do PT, Rui Falcão,

afirmou que o partido ainda não tomou a decisão sobre uma eventual candidatura do ex-presidente, mas que ele é “aspiração nacional”. Durante o discurso, Lula era interrompido pelo público com o grito “Brasil pra frente, Lula presidente”. O ex-presidente da República disse ainda que durante este ano vai andar pelo País para recuperar a imagem do PT e sua própria imagem. Ele voltou a afirmar que a legenda está sendo criminalizada pela mídia e pela Justiça.

defesa n Lula defendeu que todos que queiram ser candidatos tenham esse di-

reito. “Se o Temer quer ser, ótimo, se o Serra quer ser, ótimo, se o Moro quer ser, ótimo, se os delegados querem ser, todo mudo que quer ser candidato tem direito, entre num partido e vá para as ruas”, afirmou.

Rua José Versolato 111, Torre B- Conjunto 802 - SBC CEP 09750-730 Tel: 23791915

www.jornalhojelivre.com.br Publisher: Luciana Sereno Diagramação: Natália Sabino comercial.hojelivre@gmail.com redacao.hojelivre@gmail.com ANUNCIE: 950600843

Circulação: SCS, SBC, Santo André, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e RGS TIRAGEM E VEICULAÇÃO: 30 MIL EXEMPLARES

Tiragem Auditada por CMH Comunicação Integrada Circulação Garantida

Ao se analisarem, ainda em 2016, os percalços que o inexorável programa de ajuste fiscal enfrentaria, listavam-se a resistência sindical e, num plano mais amplo, a das corporações como um todo. Não se previa, como um problema grave a ser superado, alguma resistência especial do Judiciário. O governo Temer conseguiu, até com alguma facilidade, aprovar o teto constitucional para conter o crescimento desmesurado dos gastos públicos, e já há quem preveja a possibilidade de pontos estratégicos da reforma da Previdência — outro pilar do ajuste — também passarem pelo Congresso. E o que não aparecia de forma destacada no radar do ajuste aconteceu: o Judiciário passou a ser o grande obstáculo ao corte de gastos, em particular nos estados. O primeiro alerta importante para a ingerência dos tribunais em campo perigoso foram as liminares concedidas pela ministra Cármen Lúcia, presidente do Supremo, a pedido do governo fluminense, para impedir que o Tesouro, avalista do estado em empréstimos, arreste recursos devido à inadimplência no pagamento dessas dívidas. Assim, a Justiça cria insegurança jurídica nessas operações. Às pressas, como necessário, o ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, e o governador Luiz Fernando Pezão desenharam um acordo visando ao resgate do Rio de Janeiro, essencial para a negociação com todos os demais estados e não apenas com os outros dois casos de urgência — Minas e Rio Grande do Sul. O acerto prevê pontos de fato à altura do tamanho descomunal da crise fluminense: redução de jornada e o corte correspondente de salários dos servidores, o aumento de 11% para 14% da alíquota de contribuição previdenciária e a privatização

FRASES

Opinar é difícil, hoje o artista é criminoso. Marcelo Adnet, humorista e apresentador

de operações da Cedae, a ser feita pelo governo e não por meio do BNDES. Em troca, o Rio de Janeiro passará três anos sem pagar sua dívida com a União, e voltará a ter avais do Tesouro, para obter crédito na praça. Mais uma vez, porém, esbarra-se numa barreira erguida no Supremo. Isso porque, em liminar concedida numa ação antiga, a Corte suspendeu a parte do artigo 23 da Lei de Responsabilidade Fiscal que permite que governos cuja folha de pagamento estoure o limite de 60% da receita corrente líquida reduzam salários e a parcela correspondente da jornada, para voltarem a se enquadrar na lei. PUBLICIDADE Com isso, o Supremo, na prática, inviabiliza o ajuste nos estados, onde o peso dos salários é um forte componente da crise. O outro, a Previdência. A presidente do Supremo precisa colocar na agenda da Corte o julgamento final do artigo 23 da LRF. Deve-se considerar que políticas duras de austeridade são inevitáveis para estados e União superarem a crise fiscal, a fim de que o país cresça de maneira sustentável. A LRF, cláusula pétrea da estabilidade econômica, saiu fortalecida do impeachment de Dilma, e não deve ser alterada a não ser pelo Congresso, registre-se. As duas liminares contra o Tesouro e a favor do governo fluminense — embora, de 2009 a 2015, nas gestões Sérgio Cabral e Pezão, a folha de salários do funcionalismo fluminense tenha obtido um reajuste de 70% acima da inflação — somamse àquela liminar contra a LRF e jogam a questão técnica e política do ajuste nos tribunais, causa de uma indesejada invasão de áreas entre poderes independentes conforme determina a Constituição. Esta judicialização não interessa ao país. Foto: Divulgação


www.jornalhojelivre.com.br

sexta-feira, 13 de janeiro de 2017

cidades

3

contexto

Avenida Francisco Monteiro e pista de skate passam por roçagem

Foto: Divulgação

O canteiro da Avenida Francisco Monteiro, em Ribeirão Pires, e a pista de skate localizada na via passaram por serviço de roçagem e limpeza na manhã da quarta-feira (11). O trabalho faz parte do pacote de manutenções organizado pela atual administração da Secretaria de Infraestrutura Urbana da cidade que também inclui outras ações como caiação de guias, manutenção e jardinagem em diversos bairros. As Unidades Básicas de Saúde estão recebendo atenção especial nas limpezas prioritárias. Os espaços, que recebem diariamente grande número de munícipes,

recebem limpeza e roçagem no entorno, proporcionando melhor aparência e evitando ratos ou animais peçonhentos. A Secretaria de Infraestrutura Urbana também realizou a retirada de caçambas de lixo que ficavam próximas a academia ao ar livre da Avenida Prefeito Valdírio Prisco, local onde o acúmulo de lixo provocava mau cheiro e proliferação de pragas. Na região Central, rampas de acessibilidade foram pintadas e o banheiro da Vila do Doce foi revitalizado. Infra investe em melhorias estruturais O secretário da pasta, Diogo Manera,

está acompanhando de perto as ações e os desafios encontrados nas secretarias. “Passei a fazer parte do cronograma de trabalho e direcionamento da equipe. Os servidores estavam desmotivados com a falta de comando. Estamos trabalhando mais perto dos funcionários, mais presentes para que eles tenham respaldo no serviço executado”, explicou o secretário. Os veículos da Infraestrutura também foram recuperados. Duas Kombis e um carro foram identificados parados, passaram por manutenção e estão em pleno funcionamento a disposi-

ção da secretaria, além do cedido pela Câmara Municipal. “Estamos colocando a casa em ordem, sem deixar as principais atividades da secretaria parada. Já temos cronograma para limpeza de galerias pluviais, desassoreamento de córregos”, declarou Manera. Nos próximos 15 dias, o cronograma de ações da Infraestrutura conta com ações de tapa buraco com asfalto frio que deve agir de forma paliativa em locais mais críticos. Nos bairros, a mão de obra será terceirizada para os serviços de manutenção e deverá estar normalizada nos próximos três meses.


sexta-feira, 13 de janeiro de 2017

4

www.jornalhojelivre.com.br

CIDADES

contexto

Diadema Legal reduz ocorrência de ‘pancadões’

O Programa Diadema Legal verifica horário de funcionamento dos bares no município e controla a emissão de sons em bares e similares, além de vias públicas da cidade. No total foram 1.051 ocorrências registradas no ano passado. Em 2015 o Programa realizou 970 atendimentos (acréscimo de 8,8% no total). A ocorrência com mais autuações em 2016 foi bares abertos após as 23h sem autorização (183 casos), um acréscimo de 2,8% em comparação à 2015 (178). As notificações por funcionamento de bares sem alvará subiram de 146 registros em 2015 para 204 em 2016 (aumento de 39,7%). Outras notificações por poluição sonora, realizadas em conjunto com a

Secretaria de Meio Ambiente, somaram 98 ocorrências em 2016, contra 73 em 2015 (aumento de 34,2%). Pancadões e som alto A fiscalização permanente reduziu o número de ocorrências de pancadões (festas ilegais de rua) e som em volume alto em 2016. Em 2015 foram registradas 60 ocorrências do tipo, número que caiu em 2016 para 9 (redução de 85%). No caso do som em volume alto em residência ou automóvel nas vias publicas, a redução foi de 52,8% (de 142 casos registrados em 2015 para 67 em 2016). Denúncias De acordo com Marcos Cheles, coordenador do Programa Diadema Legal, “a redução no número das

ocorrências é resultado da intensa fiscalização baseada em denúncias que chegam pelos canais oferecidos”. Em 2015, foram recebidas 338 denúncias via email ou telefone. Em 2016, o número subiu para 457 (aumento de 35,2%). Diadema Legal – Implantado em 2002, o Programa Diadema Legal percorre a cidade, em todos os dias de semana, vistoriando as ações de bares e outros infratores. Para melhorar e ampliar os dados, em 2010 foi criado o Programa Operação Integrada de Fiscalização, que reúne a Guarda Civil Municipal, a Polícia Militar e os fiscais da Prefeitura. Esta é realizada aos finais de semana e feriados, pois são os dias de maior movimento nas ruas e comércios.

Foto: Divulgação

Operação Sossego Público – Guardas civis municipais e policiais militares trabalham nos finais de semana com retaguarda da Operação Integrada de Fiscalização. Ela atende as reclamações da população relacionadas à emissão de sons e ruídos por automóveis estacionados nas vias públicas. Os valores das multas variam de acordo com a gravidade da infração e vão de R$ 361,00 a R$ 3.610,00. A penalidade é feita por agente público ou guarda municipal. Serviço Denúncias Diadema Legal Tel.: 0800-770-5559/ 4044-0249 Por e-mail – diademalegal@diadema.sp.gov.br Pessoalmente na Rua João de Almeida, 352 – Centro


www.jornalhojelivre.com.br

sexta-feira, 13 de janeiro de 2017

política

5

diadema

Filmes infantis marcam a programação de final de semana do Cine Eldorado

Foto: Divulgação

A temporada de 2017 reserva várias surpresas, entre elas, a apresentação de filmes premiadas em festivais fora e dentro do Brasil. Nesta sexta-feira (13) acontecerá à exibição de outra produção infantil, “Divertida Mente”, e à noite os adultos poderão assistir ao longa “Invocação do Mal 2”, do diretor James Wan. “Divertida Mente” é uma animação abstrata, bem feita, que conta a história de Riley, uma garota de 11 anos, que enfrenta mudanças importantes em sua vida quando seus pais decidem deixar

a sua cidade natal. O filme apresentado no Festival de Cannes foi um dos mais aplaudidos depois da exibição. No final de semana as sessões prosseguem com mais cinco projeções: “No Mundo da Luz”, “O Caçador e a Rainha do Gelo”, e “Kingsglaive - Final Fantasy XV”, que serão exibidos no sábado, e “Alice Através do Espelho” e “Warcraft – o Primeiro Encontro de Dois Mundos” que vão passar no domingo. O Cine Eldorado é um cinema público e para assistir aos filmes é necessário

retirar os ingressos, na bilheteria do espaço, com uma hora de antecedência. Confira a programação abaixo: 13/01 (sexta-feira) 14h30 – Divertida Mente (DUB) -EUA, Animação, 1h35 min – Livre 19h – Invocação do Mal 2 (LEG) - EUA, Terror, 2h09min – 14 anos 14/01 (sábado) 14h30 – No Mundo da Lua (DUB) - Espanha, Animação, 1h35 min – Livre 16h30 – O Caçador e a Rainha do Gelo (DUB) - EUA, Ação/Fantasia, 1h50min

– 12 anos 19h – Kingsglaive – Final Fantasy - (DUB) - Japão, Animação/Ação/Aventura, 1h45min – 14 anos 15/01 (domingo) 14h30 – Alice Através do Espelho (DUB) - EUA, Fantasia/Comédia, 1h45 min – Livre 16h40 – Warcraft – O Primeiro Encontro de Dois Mundos (DUB) - EUA, Ação/Fantasia, 1h55min – 12 anos Serviço: Cine Eldorado- Av. Frei Ambrósio de Oliveira Luz, 55, Eldorado. Tel. 4059-1649.


sexta-feira, 13 de janeiro de 2017

6

www.jornalhojelivre.com.br

política

contexto

Santo André recebe recursos para Saúde, pavimentação e retomada de obras paradas

Foto: Divulgação

Na última quarta-feira (11), o prefeito Paulo Serra anunciou o recebimento de recursos para a cidade destinados para a Saúde, pavimentação e retomada de obras. A Caixa Econômica Federal fará a liberação de R$ 500 milhões em 40 contratos que estavam parados, além de R$ 1,6 milhão para serviços de pavimentação. O Deputado Federal Alex Manente, por meio de emendas parlamentares, destinou R$ 1,5 milhão para a área da Saúde.

O chefe do Executivo aproveitou a oportunidade para anunciar, na presença do superintendente regional da Caixa Econômica Federal, Gilnei Peroni, que um funcionário do banco permanecerá no Paço andreense trabalhando para realizar o levantamento de todos os contratos e fará os ajustes necessários para que as obras sejam retomadas o mais breve possível. “Estamos realizando os ajustes das contas públicas. Com todas as nossas ações desempenhadas desde

o começo da nova gestão, temos uma economia acumulada que se concretiza e ultrapassa dos R$ 30 milhões”, pontuou Paulo Serra. O deputado federal Alex Manente, presente no anúncio desta tarde, ressaltou que executou a liberação de R$ 15 milhões para a região e que espera trazer novas emendas para o município. “Eu tenho uma obrigação com a cidade e a região, para colaborar com o crescimento e o desenvolvimento de Santo An-

dré. Espero trazer novos recursos para o bom andamento da administração pública”, frisou Manente. Gilnei Peroni, por sua vez, reforçou que todos os contratos serão cuidadosamente avaliados para dar andamento em todas as obras. “Temos uma responsabilidade muito grande para que estes recursos não se percam e cheguem à população”, apontou. Gilnei complementa que há, neste momento, sete contratos em andamento na cidade.


www.jornalhojelivre.com.br

sexta-feira, 13 de janeiro de 2017

política

contexto

7

segurança Foto: Divulgação

Prefeitura de Mauá promove operação para garantir sossego público A Prefeitura de Mauá realizou na terça-feira (10) operação conjunta entre as Secretarias de Segurança Pública e Mobilidade Urbana para garantir o sossego público na Avenida Portugal. A ação contou com contingente de mais de 40 homens e mais de dez viaturas, contando efetivo das duas Pastas. A intenção é evitar tumultos e transtornos e garantir que os frequentadores da via, que recebe nessa terça-feira a feira-livre noturna, tenham tranquilidade. “É um desafio estimulante, pois a Avenida Portugal é um espaço voltado para as famílias mauaenses. Estamos muito empenhados em garantir o sucesso da operação”, explicou o secretário interino de Segurança Pública, coronel Paulo Barthazar, que fez questão de presenciar a atuação da operação. A presença da Pasta de Mobilidade Urbana tem a proposta de garantir o fluxo de veículos e pedestres nos arredores da Avenida Portugal. “Nossos homens estão auxiliando as pessoas na travessia de cruzamentos. Ajudamos alguns cadeirantes, por exemplo, a transitarem com segurança. Vamos evitar acidentes e atropelamentos”, explicou o secretário de Mobilidade Urbana, que também acompanha os trabalhos pessoalmente.

Mauá define plano de metas por secretarias O prefeito de Mauá, Atila Jacomussi, reuniu na última terça-feira (10) todo o secretariado e chefe de autarquia para recolher o plano de metas solicitado no segundo dia da nova administração. Cada secretário entregou ao prefeito um plano que destaca ações que serão executadas nos primeiros 100 dias, em 1 ano e nos próximos quatro anos. A intenção é organizar programas e pro-

jetos da Prefeitura de forma cronológica, dentro do plano de governo apresentado pelo prefeito Atila Jacomussi. “Os trabalhos da Prefeitura devem ser organizados, eficientes e apresentarem resultados ao povo. É por isso que fiz questão de cobrar de cada um dos nossos secretários um plano de metas que atenda o plano de governo. Recebido esses documentos, a Secretaria de Go-

verno irá organizar as metas e criar um mecanismo de cobrança de cada secretário”, explicou o prefeito Atila Jacomussi. O planejamento mobilizou diversos funcionários das Pastas municipais, que identificaram ações prioritárias para o primeiro momento, medidas de médio prazo que caibam no Orçamento e a longo prazo, que também podem ser executadas com apoio dos entes federativos (Estado e União).

Veículos, motocicletas e pedestres com posturas suspeitas estão sendo abordados pela GCM (Guarda Civil Municipal). A operação aproveita também para averiguar irregularidades e violações da lei. Foto: Divulgação


sexta-feira, 13 de janeiro de 2017

8

www.jornalhojelivre.com.br

política

são bernardo

Morando corta carros oficiais e deve poupar R$ 3,5 mi

Promessa de campanha, o corte de carros ofi­ciais na Prefeitura de São Bernardo deverá gerar economia de R$ 3,5 mi­lhões anuais aos cofres municipais, segundo informou quarta-feira (11) o prefeito Orlando Morando (PSDB). A projeção foi feita durante evento para doação de seis veículos de uso exclusivo da antiga administração à Guarda Civil Municipal (GCM). Além do corte de R$ 500 mil com custos operacionais, outros R$ 3 milhões deverão ser poupados com a rescisão do contrato de locação de 26 carros com emplacamento oficial. “Encaminhei a determinação para que a Secretaria de Serviços Urbanos providencie a devolução dos veículos sem

prejuízo à locadora. Não faz sentido manter esse contrato, que iria até agosto, se os veículos não serão mais usados. Vamos utilizar um termo jurídico legal para buscar a rescisão contratual e, a partir de janeiro, não teremos mais esse ônus ao erário”, informou o tucano. Os demais veículos pertencentes à municipalidade foram encaminhados à GCM como parte do programa de renovação de frota da corporação. Um dos carros destinados à Guarda – antes utilizado pelo ex-prefeito Luiz Marinho (PT) para transporte de seu secretariado a eventos do governo e vistorias em equipamentos públicos – será transformado em uma das Bases

Comunitárias Móveis prometidas por Morando durante a campanha eleitoral. “Esses carros não voltam para a garagem de Serviços Urbanos e, com isso, teremos despesa de R$ 3,5 milhões a menos. Pelo estado que encontrei as finanças do município, cada centavo é muito importante”, destacou. De acordo com o tucano, a nova administração teria herdado cerca de R$ 2 bilhões em dívidas da gestão passada, sendo R$ 200 milhões apenas em restos a pagar. Drenar Além do déficit financeiro herdado, o prefeito afirmou que as obras do projeto Drenar ainda demandarão mais R$ 111

Foto: Divulgação

milhões para serem concluídas. O valor contrasta com o anunciado por Marinho – que, no final de seu governo, sustentou que o término da intervenção dependia apenas de repasse pendente do governo do Estado no valor de R$ 50 milhões. “Agora vamos apurar cada detalhe, mas é plenamente possível garantir que o município não tem recursos para arcar com a obra. Teremos de buscar financiamento e recursos do PAC (Programa de Aceleração ao Crescimento) ou do governo do Estado. A obra está andando porque tem um contrato que não foi todo consumido, mas quando acabar não haverá recursos para continuar”, disse.


www.jornalhojelivre.com.br

sexta-feira, 13 de janeiro de 2017

cultura

9

prepare-se

Ficção vai invadir as telonas em 2017

“Déjà vu” é um dos maiores dilemas que as novas ficções científicas carregam: o fato de que não apenas são ambientadas em universos já revisitados como reciclam até o timing de predecessores. A vasta safra de ficções científicas que estrearão nos próximos meses fará de 2017 uma nova odisseia no espaço. Nova? Não tanto, já que virá a reboque dos ETs assassinos de “Alien: Covenant”, dos guerreiros jedi do oitavo “Star Wars” e dos símios belicosos de “Planeta dos Macacos: A Guerra”. Virão ainda em tom sombrio: “Blade Runner 2049”, continuação do clássico de 1982, mostra ruínas num deserto avermelhado. “O Círculo”, adaptação da obra homônima de Dave Eggers, trata de uma superpoderosa empresa de tecnologia. Prenúncio de fobias da era Donald Trump? “Rogue One: Uma História Star Wars” já foi um aceno. Lançado em dezembro, o mais dark dos filmes da saga desde “O Império Contra-Ataca” (1980) escalou um ator mexicano, outro de origem paquistanesa e dois chineses para o time que desbarata os planos de um governo de homens caucasianos. Sofreu campanha de boicote por

supremacistas que apoiaram Trump. Também é sombrio o trailer de “Alien: Covenant”, retorno de Ridley Scott ao universo de parasitas espaciais que ele inaugurou em 1979 com “Alien, o Oitavo Passageiro”: começa com marcas de sangue no chão e correria por túneis claustrofóbicos. O trecho é uma remissão descarada às cenas de Sigourney Weaver em corredores similares no filme de 1979. “O Oitavo Passageiro” também parece brotar em “Vida”, longa que tem Ryan Reynolds e Jake Gyllenhaal como tripulantes de uma nave que carrega um alienígena mortífero. ‘Déjá vu’ espacial O“déjà vu”é um dos maiores dilemas que essas novas ficções científicas carregam: o fato de que não apenas são ambientadas em universos já revisitados como reciclam até o timing de predecessores. Matt Reeves, diretor do próximo “Planeta dos Macacos”, disse que, antes de escrever o roteiro da nova guerra símia, pediu à Fox uma sala de cinema para ver “milhões de filmes”. “Decidimos fazer o que pensam que roteiristas hollywoodianos fazem, mas que na realidade ne-

nhum faz”, disse ao site About Movies. Até mesmo “Blade Runner” entra na dança, numa continuação ambientada 30 anos depois, com Ryan Gosling no papel principal e Harrison Ford reprisando Rick Deckard. Do outro lado do Atlântico, o francês Luc Besson chega com “Valerian e a Cidade dos Mil Planetas”. No longa, Cara Delevingne trafega por cidades futuristas apinhadas de arranha-céus luminosos num visual bem ao estilo de “O Quinto Elemento”, que Besson dirigiu em 1997. “É um delírio febril sci-fi”, como definiu a revista “Wired”. Scarlett Johansson, que já trabalhou com Besson em outra ficção científica, “Lucy” (2014), é outra que retorna ao gênero, vivendo uma policial ciborgue sob a batuta de Rupert Sanders, diretor de “Branca de Neve e o Caçador” (2012). Sanders e Johansson lançam em março “Vigilante do Amanhã”, baseado no mangá “Ghost in the Shell”. A produção tem sido criticada por “embranquecimento” de seus personagens: além de Scarlett, o americano Michael Pitt, o dinamarquês Pilou Asbæk e a francesa Juliette Binoche compõem o elenco de

Foto: Divulgação

uma trama toda ambientada no Japão. Computador vence A ética da convivência entre humanos e máquinas, que dá o tom a boa parte dos delírios na ficção científica, também é uma discussão a ser debatida nos bastidores: o abuso na computação gráfica para o visual de personagens. O próximo “Planeta dos Macacos” traz todos os primatas recriados digitalmente, ao contrário do que era feito na saga original, dos anos 1960 e 1970, em que os atores vestiam fantasias de símios. Mas foi com “Rogue One” que a discussão chegou ao auge: o ator Peter Cushing, morto em 1994, reviveu seu Grand Moff Tarkin, do “Star Wars” original, graças à computação. Ele teve o rosto recriado digitalmente e implantado na pós-produção sobre o de Guy Henry, que fez os movimentos do personagem. Os herdeiros de Cushing autorizaram seu “renascimento” virtual. E, ao que tudo indica, o mesmo expediente será feito com a atriz Carrie Fisher, morta no mês passado, para o terceiro episódio da nova trilogia “Star Wars” – ela chegou a filmar o segundo, que sai em dezembro.


sexta-feira, 13 de janeiro de 2017

www.jornalhojelivre.com.br

10 esportes contexto

São Cristóvão Saúde/São Caetano busca primeira vitória de 2017

O São Cristóvão Saúde/São Caetano está treinando duro para enfrentar o Camponesa/Minas Tênis, pela segunda rodada do returno da Superliga 2016/17. A equipe do técnico Hairton Cabral vem de derrota contra o Vôlei Nestlé/Osasco por 3 sets a 0 jogando em Manaus com 4.079 torcedores e agora tenta a primeira vitória de 2017 jogando em casa.

Já o Minas venceu a última partida por 3 sets a 2 contra Genter/Vôlei Bauru em Belo Horizonte. “Temos que corrigir os erros do jogo de Manaus e sacar bem para quebrar o passe, que facilitará para a gente fazer um bom jogo. O Minas tem jogadoras experientes como a Jaqueline e Hooker e não podemos errar”, afirma a ponteira Fernanda Tomé. O São Cristóvão Saúde/São Caetano

soma nove pontos na décima posição e o Camponesa/Minas Tênis tem 18 pontos e está em sexto na tabela. Na Superliga as oito primeiras colocadas se classificam para os playoffs com cruzamento olímpico. O primeiro colocado enfrenta o oitavo, o segundo o sétimo e assim por diante. A partida terá transmissão ao vivo pelo canal Sport TV, às

Foto: Divulgação

21h30 e a entrada é gratuita. Serviço: Superliga 2016/2017: São Cristóvão Saúde/São Caetano x Camponesa/Minas Tênis Data: 13 (hoje) Horário: 21h30 Local: Ginásio Lauro Gomes Endereço:Avenida Valter Tomé, 64, bairro Olímpico, em São Caetano.


www.jornalhojelivre.com.br

sexta-feira, 13 de janeiro de 2017

esportes 11

contexto

Santo André é eliminado da Copinha Foto: Divulgação

O Santo André está fora da Copa São Paulo de Futebol Júnior. Na tarde da última quarta-feira (11), o Ramalhinho foi eliminado pelo Juventude-RS. O jogo terminou empatado por 0 a 0, mas, nos pênaltis, o clube do Grande ABC viu o goleiro Raul pegar cobrança de Matheus e vencer por 5 a

3. Agora, os gaúchos esperam o vencedor do confronto entre Água Santa x Juventude, que tem início às 16h30. O duelo foi de baixa qualidade técnica na primeira etapa - ambas as equipes não conseguiam criar lances de perigo. Para piorar para o Ramalhinho, o

lateral-direito Bruno foi expulso e deixou o time em situação difícil na partida.

dar a parada no tempo regulamentar e o duelo terminou sem gols.

Com isso, os gaúchos cresceram e passaram a dominar o confronto. Com 25 minutos, Arthur carimbou a trave andreense. No entanto, o Juventude não teve força para liqui-

Nos pênaltis, o Santo André desperdiçou a quarta cobrança - Raul defendeu chute de Matheus e, na última penalidade, marcou o gol da vitória por 5 a 3.


sexta-feira, 13 de janeiro de 2017

www.jornalhojelivre.com.br

12 são caetano cotidiano

Auricchio revoga aumento da passagem de ônibus

O prefeito de São Caetano, José Auricchio (PSDB), revogou o aumento da tarifa do transporte coletivo, concedido pelo seu antecessor, Paulo Pinheiro (PMDB). Com a medida, a passagem caiu de R$ 4,10 – valor que entrou em vigor em 31 de dezembro – para os R$ 3,70 praticados anteriormente. Em suas explicativas para a decisão, Auricchio alega que há necessidade de análise técnica das planilhas de custos enviadas pela empresa concessionária dos serviços, o que não teria sido realizado pela administração anterior. A suspensão do reajuste é por tempo indeterminado. Depois de Mauá, São Caetano é a segunda cidade a cancelar o reajuste das tarifas implementado nos últimos dias do ano pelos prefeitos que deixaram o cargo. Mesmo diante de manifestações contrárias, o

prefeito de Santo André, Paulo Serra (PSDB), resolveu manter o reajuste. O tucano afirmou que está “observando o movimento das demais cidades da região metropolitana, mas que, por ora, a revogação do aumento não está sendo estudada pelo Executivo”. “O transporte não se sustenta sem o aumento. As prefeituras que revogaram (o reajuste) cedo ou tarde vão voltar atrás”, disse Serra, durante evento em que anunciou a chegada de emenda no valor de R$ 3,1 milhões para a cidade. Em Santo André a tarifa subiu de R$ 3,80 para R$ 4,20. Já em Mauá, o aumento de 10% da tarifa de transporte (de R$ 3,80 para R$ 4,20) foi revogado por Atila Jacomussi no último dia 4. O prefeito apontou “irregularidade técnica” no decreto assinado por seu antecessor, Donisete Braga (PT), e afirmou que reavalia-

Foto: Divulgação

rá as planilhas de custos das empresas, sem descartar novo aumento ainda este ano. “Todo o processo está viciado e não há embasamento jurídico”, disse à época da revogação.

3,80. Porém, o prefeito Lauro Michels (PV), trava batalha para impedir a cobrança de tarifa para acesso nos terminais Diadema e Piraporinha, que passará a custar R$ 1 a partir do dia 22.

São Bernardo O prefeito de São Bernardo, Orlando Morando (PSDB), afirmou que ainda não tem definição sobre tema. “Pedi a planilha da Empresa de Transporte Coletivo (ETC), mas ainda não recebi. Não estou me norteando pela questão externa. Internamente ainda não há essa definição. Vi que São Caetano também revogou a tarifa, mas aqui em São Bernardo ainda estamos tratando desse tema e olhando custos e a composição dos gastos de transporte”, destacou. A tarifa em São Bernardo permanece em R$ 3,80.

No dia 6, Michels se reuniu com o secretário de Transportes Metropolitanos, Clodoaldo Pelissioni, para tratar da baldeação nos terminais. Na ocasião, entregou documento em que pede a suspensão da cobrança por tempo indeterminado e que seja realizada audiência pública, a fim de que se comprove a necessidade da tarifa para a integração. Por meio de nota, a Prefeitura de Diadema informou que “aguarda manifestação sobre o assunto, na próxima sexta-feira (13), às 10h, no Paço Municipal, quando toda a comissão receberá o presidente da Empresa Metropolitana de Transportes Urbanos (EMTU), Joaquim Lopes”.

Em Diadema a tarifa do transporte não foi reajustada, permanecendo em R$


www.jornalhojelivre.com.br

sexta-feira, 13 de janeiro de 2017

MUNDO

13

contexto

Justiça belga indicia duas novas pessoas vinculadas a atentados de Paris

Foto: Divulgação

A Justiça belga indiciou um homem e uma mulher por vínculos com o atentado de Paris de novembro de 2015 que deixou 130 mortos, indicou nesta quinta-feira (12) o Ministério Público federal belga. Ambos são “acusados de terem fornecido a Khalid El Bakraoui documentos falsos utilizados durante a preparação dos atentados de Paris”, ex-

plicou o Ministério Público em um comunicado, sem divulgar mais detalhes. O juiz decretou prisão preventiva para o homem, também acusado de “participação em atividades de um grupo terrorista”, enquanto colocou em liberdade provisória a mulher. Khalid El Bakraoui é um dos três terroristas suicidas que detonaram

seus explosivos durante os atentados de Bruxelas de 22 de março de 2016 (32 mortos), ataques lançados pela mesma célula extremista que realizou o ataque em Paris cerca de quatro meses antes. Desde novembro de 2015, 20 pessoas foram indiciadas na Bélgica no âmbito das investiga-

ções dos atentados de Paris, organizados neste reino europeu. Entre os acusados figuram os que ajudaram em sua fuga o único sobrevivente do ataque na capital francesa, Salah Abdeslam, que se encontra preso na França após sua detenção em 18 de março de 2016 no distrito de Bruxelas de Molenbeek.


sexta-feira, 13 de janeiro de 2017

www.jornalhojelivre.com.br

14 economia mercado

Foto: Divulgação

mercado Em 12 meses, construção perdeu 3,9 mil vagas no ABC A construção civil cortou 3.943 postos de trabalho nos sete municípios entre novembro de 2015 e o mesmo mês do ano passado, o que representa retração de 8,9% no ní­vel de ocupação do setor. Os dados integram pesquisa realizada pelo Sindicato da Indústria da Construção Civil do Estado de São Paulo (SindusCon-SP) em parceria com a Fundação Getulio Vargas (FGV), com base em informações do Ministério do Trabalho. Santo André e São Bernardo são os municípios que mais têm sofrido com a queda da ocupação do setor. Na comparação anual foram cortadas 3.021 vagas nas duas cidades, com redução de 15% e 13,3% no estoque de vagas, respectivamente. Em novembro do ano passado, o estoque de trabalhadores do setor no ABC ficou em 40.282, contra 40.757 de outubro. Os destaques negativos de novembro foram Santo André e São Bernardo – que, juntas, registraram o fechamento de 343 vagas. Para a diretora da regional do SindusCon-SP em Santo André, Rosana Carnevalli, o resultado de novembro continua refletindo as dificuldades enfrentadas no cenário nacional que apontam para a necessidade de adoção de medidas emergenciais para estimular a construção.

Shoppings do ABC promovem liquidações com descontos de até 70% É tempo de liquidação nos shoppings da região, que prometem descontos de até 70% em produtos de vestuário, eletrodomésticos, artigos para o lar e cosméticos, entre outros. A queima de estoque é estratégia tradicional entre os comerciantes no início de cada ano, mas ganhou im­­portância devido à crise, co­­mo forma de reforçar as vendas fracas do Natal e evi­tar o encalhe de produtos. O Shopping Metrópole, de

São Bernardo, promove hoje a Liquida Feliz Preço Novo, com descontos a partir de 25% nas lojas e de 50% no valor do primeiro período do estacionamento. “Vamos iniciar 2017 oferecendo o que os clientes mais buscam: enorme variedade de produtos com descontos reais”, disse Laureane Cavalcanti, gerente de Marketing da Sonae Sierra Brasil, empresa que administra o shopping. O ParkShopping São Caetano reali-

za de hoje a domingo a tradicional Liquidação do Lápis Vermelho, que vai oferecer descontos de até 70%. Para ajudar o cliente a se programar, as ofertas estarão disponíveis no site www.liquidacaolapisvermelho.com.br. Segundo a Associação Brasileira de Lojistas de Shopping (Alshop), as vendas do setor no Natal caíram 3% na comparação com o mesmo período de 2015 – pior resultado em 12 anos.

“Nossa expectativa é de que as novas administrações municipais possam explorar o potencial da construção pa­ra alavancar seus projetos de governo. Há muito que fazer em todas as esferas. Torcemos para que a alternância de poder nas cidades possa acelerar os primeiros passos rumo à recuperação”, disse. Foto: Divulgação


www.jornalhojelivre.com.br

sexta-feira, 13 de janeiro de 2017

economia 15

contexto

Cooperativa de crédito do Grande ABC amplia instalações

Desde o último dia 2 de janeiro, o Sicoob Grande ABC está com mais um espaço físico para atender seus cooperados. Além da loja 47, localizada no piso térreo do Shopping Santo André, a Cooperativa de Crédito Mútuo dos Micros e Pequenos Empresários e Microempreendedores do Grande ABC C passa a contar com as lojas 28 e 29, também no mesmo piso. As atuais instalações permanecem para o atendimento ao público e o novo espaço centraliza as áreas comercial e de infraestrutura. Ao dobrar o espaço físico,

o Sicoob Grande ABC consolida-se como uma importante instituição financeira que em 10 anos possui mais de 1 mil cooperados e três postos de serviços, localizados nas cidades de Santo André, São Caetano do Sul e Ribeirão Pires. Para este ano, o crescimento passa a ser o seu principal foco e, considerando que as cooperativas estão obtendo desempenho maior que o sistema financeiro, a previsão é um aumento na ordem de 20% no volume de negócios. E um dos fortes aliados para

se alcançar essa meta são os investimentos na área tecnológica, que resultarão também a partir do próximo ano a abertura digital de contas correntes. Ser um cooperado do Sicoob Grande ABC é ser um dos donos do maior sistema financeiro cooperativo do País, que lhe permite participar dos resultados ao término do exercício, acesso às menores taxas e juros do mercado e a todos os serviços de um banco, como conta corrente, recebimento de convênios e títulos, capital de giro, desconto de cheques e de

Foto: Divulgação

títulos, cheque especial, linha de aplicações, empréstimo com consignação em folha, BNDES automático, cartão de crédito, cobrança- emissão de boletos, previdência / poupança, seguros, consórcios, Banco 24 horas e internet banking. O sistema Sicoob é composto por cooperativas financeiras que oferecem todos os serviços e produtos bancários. Sua rede de atendimento representa 18% das agências bancárias do país, possui 3 milhões de cooperados e figura na 8ª posição do ranking entre as maiores instituições financeiras brasileiras.


sexta-feira, 13 de janeiro de 2017

16

www.jornalhojelivre.com.br

tecno

Informe publicitário

‘Assassin’s Creed’ erra salto de game para cinema e pode matar franquia

Foto: Divulgação

Holywood tenta há anos acertar com uma adaptação de um game. Faz sentido. Os jogos movimentam bilhões de dólares todo ano, com histórias ricas e grande investimento prévio de marketing. Às vezes, parece que os estúdios nem estão se esforçando, como aconteceu com “Double Dragon” (1994), mas cada lançamento renova as esperanças. “Assassin’s Creed”, que estreou nesta quinta-feira (12) no Brasil, é um bom exemplo. Com dois vencedores de Oscar – mais dois indicados – e orçamento de US$ 125 milhões, a produção parecia garantia de adaptação bem sucedida. Mas não foi dessa vez. É uma pena. Tudo indicava que o cinema conseguiria romper a barreira entre adaptação de game e qualidade, principalmente a partir do momento em que o ator Michael Fassbender se enamorou tanto pela história do jogo da Ubisoft que decidiu produzir e estrelar o filme da Sony. A presença dele prova apenas que o prestígio de um ator conceituado não garante nada. O longa se inspira no enredo do primeiro jogo, mas com mudanças para tornar a trama rocambolesca de hereditariedade, sociedades secretas e artefatos divinos menos absurda. O roteiro, no entanto, acaba fazendo todas as escolhas erradas. Mudar pra quê? Para encontrar a Maçã do Éden, que teoricamente trará a paz mundial máxima ao acabar com o livre arbítrio da humanidade, os Templários buscam os últimos descendentes da antiga Ordem dos Assassinos, seus maiores inimigos, para acessar memórias genéticas e descobrir onde o fruto foi escondido. Muito mais que mudar o nome do protagonista (tanto Desmond quanto seu antepassado, Altaïr, dão lugar a Cal e Aguilar), as alterações em relação ao game não ajudam as coisas a fazer sentido. É justo dizer que o primeiro jogo da série, de 2003, já não apresentava a melhor das tramas da franquia, mas serviu como boa base para suas continuações. O filme não consegue nem isso. A maior das alterações inexplicáveis

é o novo Animus, máquina utilizada pelos vilões para permitir o acesso às memórias. No game, a tecnologia não passava de uma mesa que de alguma forma se conectava à mente do paciente. Não há uma explicação científica para o procedimento, mas dá para suspender a descrença tempo o suficiente para aceitar. No longa, o aparelho se transforma em uma espécie de guindaste que se conecta ao cérebro do usuário e o permite recriar fisicamente todos os movimentos feitos originalmente por seus ancestrais. Isso acontece por nenhum outro motivo além de que alguém da produção provavelmente achou que ficaria legal transicionar entre passado e futuro no meio das cenas de ação - spoiler: não fica. Constrangimento E não é como se as mudanças fossem o único problema. Os diálogos sofríveis criados por Michael Lesslie, que trabalhou com Fassbender em “Macbeth” (2015), Adam Cooper e Bill Collage -- dupla de fracassos como “A Série Divergente: Convergente” e “Êxodo: Deuses e Reis” -- já

seriam fracos sozinhos. Na boca de atores bons como Marion Cotillard, Jeremy Irons e Charlotte Rampling, as falas ficam constrangedoras. Além disso, há furos grandes demais para serem ignorados. É difícil entender como uma organização secreta milenar deixaria os descendentes de seus maiores inimigos, que tiveram contato direto com as memórias de seus antepassados, circular livremente em seu covil secreto. Há ainda partes que são apenas ofensivas, como o momento em que a cientista vivida por Cotillard explica que a violência é passada geneticamente pelos genes. Não importa que a personagem seja uma pseudovilã. Sem um contraponto ao argumento, parece ser fato consumado para o filme. Muito barulho, pouca ação Os problemas ficariam para trás se a ação funcionasse. Esta é, afinal, a adaptação de um game repleto de assassinatos, combates, perseguições, parkour e saltos mortais de alturas impossíveis. O diretor Justin Kurzel (também de

“Macbeth”), no entanto, constrói um filme que se leva a sério demais, tanto que a primeira sequência de confronto (ou que envolva qualquer coisa mais que personagens explicando a trama sem motivo sob uma trilha estridente) só acontece após mais de 20 minutos. Quando a ação começa, até que é bem construída, com belas coreografias e nível tolerável de câmeras tremidas, mas a mania de ficar indo e voltando no tempo, entre Aguilar e Cal-no-Animus, atrapalha o ponto alto da produção. O filme termina com um gancho que deixa clara sua pretensão de início de franquia, mas a nova Ordem dos Assassinos terá trabalho para se manter viva, principalmente depois que a trama afasta a possibilidade de usar histórias dos demais jogos como inspiração. Considerando a recepção fria do público americano e o massacre sofrido na mão dos críticos, os assassinos parecem ter errado o salto de fé dado entre mídias. Mas hey, pelo menos quem gostou do primeiro jogo talvez goste de filme.

Edição 2446 13/01/17  

Jornal Hoje Livre

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you