Page 1

Uchôa | Nova Aliança | Cedral | Guapiaçu | Tabapuã | Novais | Catiguá | Potirendaba | Ibirá | Bady Bassitt | Urupês | Elisiário

ANO 10 | Edição nº 119 | julho de 2021

www.gazetainterior.com.br

QUEDA DE MORTES

Fotos: Luiz Aranha/Gazeta do Interior

Cinco cidades da região não registram mortes por COVID há uma semana; Pág. 3 Nova Aliança está há quase um mês sem nenhum óbito

VACINA COVID-19 Cidades da Gazeta superam a marca de 70% da população vacinada com 1ª dose; Catiguá, Bady Bassitt e Potirendaba aparecem com 73% e 72% dos moradores acima de 18 Pág. 4 e 5 anos vacinados

GERAL

ECONOMIA

EXPORTAÇÃO

SUSTENTABILIDADE

Potirendaba lidera ranking de exportação de açúcar na região; nestes seis primeiros meses do ano o município exportou US$ 45,8 milhões

Empresa de Nova Aliança recicla cerca de 200 toneladas de PVC por mês; material que ia parar em aterros sanitários, agora é reaproveitado

Pág. 7

Pág. 8


2

24 de julho de 2021

Vacina não é grife de bolsa Nunca imaginamos que um dia rus propositalmente, pois afirma que “já pudéssemos escrever um editorial, onde que foi contaminado, agora também vai existe a vacinação contra uma doença contaminar”. mundial, que mata milhares de pesso Na fila da vacina, pessoas falsias todos os dias, mas que, ao receber a ficando atestados, tentando dar o famocura, a pessoa querer escolher qual será so jeitinho brasileiro para conseguir ser a marca. Pior que isso é ostentar a nas imunizado primeiro. Pessoas pensando redes sociais, como se a fabricante de apenas em si e não se importando com uma vacina fosse a marca de uma grife quem está na sua frente, certamente com importada de bolsa. mais prioridade que você para receber o imunizante, porém, você Muitos reAlguns cidadãos, in- só quer saber de você e ligiosos acreditam que a pandemia de fluenciados ou não por o próximo, que no qual eu não conheço, que se COVID-19 veio para um governante genocidane. ensinar os seres huda, escolhendo qual va Mais lamentámanos a serem mais vel que isso tudo é cheamorosos, mais huma- cina tomar, pois “ouviu gar a cura para o vírus nos e principalmente dizer que aquela não é que está tirando a vida ter mais amor ao prótão eficaz” de milhares de pessoas ximo. Porém, muitas pessoas estão vivendo o inverso dessa todos os dias, e, alguns cidadãos, inreflexão e pensando exclusivamente em fluenciados ou não por um governante si próprio, sem ao menos respeitar o genocida, escolhendo qual vacina topróximo. mar. Pessoas saindo das filas ao saber A falta de amor começa quan- o nome da fabricante, pois “ouviu dizer do você veja pacientes contaminados que aquela não é tão eficaz”. com a doença indo aos supermercados, O momento de se vacinar é espalhando o vírus para outras pessoas agora e não importa qual vacina, pois e não se importando com quem vai se ela foi aprovada e é eficaz. E, ao se vainfectar ou morrer. Existem relatos de cinar, não exiba a marca do fabricante que pessoas que querem espalhar o ví- como a marca de uma bolsa, isso é feio.

‘’

GAZETAdoINTERIOR


GAZETAdoINTERIOR

24 de julho de 2021

CIDADES

3

Cinco cidades da região não registram mortes por COVID há uma semana Editoria de Artes/Gazeta do Interior

CIDADES BADY BASSITT CATIGUÁ CEDRAL ELISIÁRIO GUAPIAÇU IBIRÁ NOVA ALIANÇA NOVAIS POTIRENDABA TABAPUÃ UCHOA URUPÊS TOTAL

CASOS DE COVID-19 REGIÃO GAZETA DO INTERIOR

ATUALIZADO

TRATAMENTO

INTERNADOS

CURADOS

CASOS

ÓBITOS

21/jul 22/jul 20/jul 22/jul 21/jul 22/jul 22/jul 22/jul 22/jul 22/jul 22/jul 22/jul

183 46 247 6 53 43 27 1 53 47 37 31 774

25 4 1 13 0 2 9 3 2 4 63

3813 1055 987 547 3489 1818 1118 633 2814 1689 1299 1607 20869

4080 1139 1261 560 3617 1904 1171 648 2948 1798 1366 1679 22171

84 38 27 7 75 43 26 14 72 62 30 41 519

Avanço no calendário de vacinação está contribuindo para a queda no número de casos Joseane Teixeira redacao@gazetainterior.com.br

C

inco das doze cidades de cobertura da Gazeta do Interior não registraram óbitos relacionados à COVID-19 desde o dia 14 de julho. Nova Aliança é a cidade que está há mais tempo sem perder moradores para o coronavírus, sendo que a última morte ocorreu no dia 27 de junho. Nesta semana, o Governo do Estado de São Paulo publicou uma lista contendo 288 cidades paulistas que não registraram mortes na última

semana (o relatório vai do dia 14 ao dia 21 de julho). Compõe o relatório as cidades de Cedral, Elisiário, Guapiaçu, Nova Aliança, Novais e Uchoa. Destas, somente Elisiário voltou a notificar um óbito na quinta-feira, balanço mais atualizado do município. Os números indicam a eficácia do plano estadual de imunização, que nesta semana contempla pessoas acima de 30 anos. Além das medidas adotadas pelos municípios de distanciamento social, capacidade reduzida nos estabelecimentos comerciais, disponibilização do álcool em gel e exigência do uso de máscara. A estimativa do governador João Dória é vacinar toda a populaLuiz Aranha/Gazeta do Interior

Nova Aliança está há quase um mês sem registrar mortes

ção adulta até o dia 20 de agosto. Adolescentes de 12 a 17 anos serão inclusos no calendário a partir do dia 23. “A vacinação, além de diminuir as internações, também está reduzindo o número de mortes em São Paulo. Quase metade das cidades do nosso estado, 288 municípios, não registraram nenhum óbito na última semana, o que também é fruto da vacinação avançada no Estado de São Paulo”, afirmou o vice-g over nador, Rodrigo Garcia. Outra boa notícia é que o número de casos confirmados e de óbitos continuam em queda pela quarta semana seguida na região. Comparado com o último relatório periódico da Gazeta, atualizado

no dia 17, a queda foi de 42% no número de pacientes positivados e de 58% no número de mortes, registrando apenas 8 óbitos até esta sexta-feira, sendo 3 casos em Potirendaba. Bady Bassitt ocupa a 1ª posição em número de mortes registradas desde o início da pandemia, com 84 vítimas fatais. Na sequência vem Guapiaçu, com 75 casos, que se destaca entre as 12 cidades, como a primeira colocada em números mais atualizados de internações: 13, sendo 6 em Unidades de Terapia Intensiva. Potirendaba segue logo atrás com 72 óbitos e nove pacientes internados. As demais cidades em ordem decrescente são Tabapuã (62), Ibirá (43), Urupês (41), Catiguá (38), Uchoa (30), Cedral (27), Nova Aliança (26), Novais (14) e por último, Elisiário (7).


4

24 de julho de 2021

ESPECIAL

GAZETAdoINTERIOR

Cidades da Gazeta superam a marca de 7 Joseane Teixeira redacao@gazetainterior.com.br

A

s 12 cidades da região da Gazeta do Interior ultrapassaram nesta sexta-feira, 23/07, o percentual de 70% da população adulta imunizada com a primeira dose das vacinas disponíveis contra a Covid-19. Proporcionalmente ao número de moradores acima de 18 anos, Guapiaçu e Novais se destacam como os dois municípios que mais aplicaram doses de imunizantes, chegando à marca de 74% do total de munícipes. Por outro lado, parecem en-

Aceitamos:

frentar um problema que é realidade em todo o país: a baixa procura pela segunda aplicação, necessária para completar o ciclo de proteção. Das 12 cidades analisadas, Guapiaçu e Novais estão nas últimas posições com apenas 26% da população maior de idade completamente imunizada contra o coronavírus. Catiguá, Bady Bassitt e Potirendaba também aparecem bem colocadas com 73% e 72% dos moradores acima de 18 anos vacinados, pelo menos, com a 1ª dose. Mas quando o assunto é o percentual de moradores completamente protegidos, Ibirá, Tabapuã e Urupês são as três cidades melhor colocadas, com 30% cada uma. Os dados são do “Vacinômetro”, atualizados diariamente pela Secretaria Estadual de Saúde. Os números, no entanto, podem mudar dependendo da ótica a ser avaliada. Quando o comparativo refere-se à população

PESSOAS ACIMA DE 30 ANOS ESTÃO SENDO IMUNIZADAS NA MAIORIA


24 de julho de 2021

GAZETAdoINTERIOR

70% da população vacinada com 1ª dose Luiz Aranha/Gazeta do Interior

A DAS CIDADES DA NOSSA REGIÃO Fonte: VacinaJá - atualizado em: 23/07/2021

geral do município, ou seja, incluindo moradores que cuja idade ainda não foi contemplada no calendário de vacinação, Guapiaçu aparece na 11ª posição e Novais na última entre as 12 cidades de cobertura da Gazeta. No ranking do estado, Novais fica na frente de apenas seis cidades, ocupando a 639º posição. Nesta perspectiva sobre o total de moradores, a cidade de Cedral é a melhor colocada, com 65% da população geral vacinada com a primeira dose e a dose única. Na sequência estão Bady Bassitt (62%), Urupês (60%), Potirendaba (60%), Tabapuã (59%), Uchoa (58%), Ibirá (58%), Catiguá (57%), Nova Aliança (57%), Elisiário (54%), Guapiaçu (53%) e Novais (40%).

NO ESTADO O Estado de São Paulo mantém, por dois dias seguidos, balanço superior a 611 mil registros de vacinas contra COVID-19 aplicadas todo o território. Nesta quinta-feira (22), foram 611.477 doses, próximo do recorde histórico da campanha registrado na quarta-feira (21/07), de 619.249 doses. Até às 15h29 desta sexta (23), o Vacinômetro registrava um total de

34.003.564 vacinações contra o coronavírus em todo o estado desde o início da campanha, em 17 de janeiro. O número totaliza 24.830.789 aplicações de primeira dose, além de outras 8.121.539 de segunda e mais 1.051.236 de dose única. Os dados indicam que 73,32%

5

da população adulta residente no Estado já recebeu ao menos uma dose da vacina, e a missão do Governo do Estado alcançar todo este público até o dia 20 de agosto, o Dia da Esperança. A evolução da vacinação pode ser acompanhada no site https://vacinaja.sp.gov.br/vacinometro/.


6

24 de julho de 2021

publicidade

GAZETAdoINTERIOR


GAZETAdoINTERIOR

ECONOMIA

24 de julho de 2021

7

Potirendaba lidera ranking de exportação de açúcar na região

Município exportou US$ 45,8 milhões nos seis primeiros meses Luiz Aranha luiz@gazetainterior.com.br

P

otirendaba é a cidade da região de São José do Rio Preto que lidera o ranking de exportações de açúcar no primeiro semestre de 2021. Nestes seis primeiros meses do ano o município exportou US$ 45,8 milhões. A cidade é uma das maiores produtoras de açúcar de toda a nossa região. No município fica instalada a usina Cofco International, sendo que 100% das exportações foram em vendas de açúcares de cana. Além de Potirendaba, Tanabi também apresentou superávit. Já Rio

Preto, Ipiguá e Bady Bassitt apresentaram déficit. Potirendaba lidera o ranking de exportações com US$ 45,8 milhões, Já em Tanabi, foram US$ 32,6 milhões em vendas para o exterior, sendo 92% proveniente do açúcar e 7,5% de móveis. Mendonça e Olímpia também apresentam o açúcar como carro-chefe. Outras cidades também chamaram a atenção pelo desempenho no comércio exterior. Guapiaçu atingiu US$ 32,4 em exportações, com 47% sendo de galos e galinhas e 33% da carne de aves. Em Uchoa, sumos de frutas foram os principais produtos dos US$ 8,2 milhões exportados.


8

24 de julho de 2021

GAZETAdoINTERIOR

GERAL Empresa de Nova Aliança recicla cerca de 200 toneladas de PVC por mês

Luiz Aranha/Gazeta do Interior

Luiz Aranha luiz@gazetainterior.com.br

U

ma indústria de reciclagem de plástico de Nova Aliança, tem sido um agente valioso na contribuição com o meio ambiente. Isso porque tubos, forros e todo tipo de material de PVC que antes iam parar em aterros sanitários, agora é reciclado e transformado novamente em utensílios para a construção civil. Tudo começa com o trabalho do catador de reciclagem que recolhe o material e destina para a empresa. O valor do quilo chega a ser comprado por até R$ 3,00. Davi Della Coletta é um dos sócios da indústria e fala que todo material primeiro passa por um processo de seleção, trituração e até descontaminação. “Todo material que chega da rua é classificado, passa por um processo de triagem de cor, depois é triturado, lavado em uma lavadora descontaminadora e em seguida vai pra secadora, onde já está pronto para

voltar para a indústria e ser transformado novamente em tubos de PVC”, explica. Policloreto de vinila ou mais conhecido como PVC, que antes não tinha utilidade, agora tem se transformado em uma grande fonte de renda. Jonathan Derti e a esposa estavam há seis desempregados e recentemente foram contratados na empresa. Ele fala da importância de estar empregado, ainda mais diante de um mo-

mento tão difícil como o que estamos enfrentando de pandemia. “Foi muito bom esse emprego, pois eu estava na luta, só vivendo de bico e agora estar registrado é muito bom. Ainda mais a gente que paga aluguel, estar registrado é maravilhoso”, afirma. Todos os dias, de 10 a 12 toneladas do pvc são processados na indústria. O outro sócio, Valter Della Coletta, fala da importância de todo

esse material, que levaria milhares de anos para se decompor, ser reutilizado. “Todo esse material que ia parar em aterros sanitários ou beira de estrada ganha um rumo diferente e volta a virar o mesmo material. Além da importância ambiental, temos a geração de empregos, que hoje estamos com cerca de 10 funcionários, porém, até o final do ano já temos a intenção de expandir a empresa e gerar até 25 empregos”, finaliza.

Profile for Gazeta do Interior

Edição Digital Gazeta do Interior Julho de 2021  

Confira a edição digital da Gazeta do Interior

Edição Digital Gazeta do Interior Julho de 2021  

Confira a edição digital da Gazeta do Interior

Advertisement

Recommendations could not be loaded

Recommendations could not be loaded

Recommendations could not be loaded

Recommendations could not be loaded