Page 1

Secretaria de Políticas para Mulheres, Idosos e Direitos Humanos apura agressão sofrida por idosa

Página 11

13 a 19 de Julho de 2019 | Edição 423 | Ano 8 | Distribuição Dirigida

ACORDO COM GLENCORE

Contrato garante até 250 milhões de dólares à CSN por minério de ferro

Página 7 Wallace Feitosa

COM RECURSOS DA MEGA-SENA

PRAZO FINAL PARA DEFINIÇÃO É DIA 27

Relator de comissão aprova parecer criando fundo de apoio às Apaes

Possível fechamento de unidade da DPU mobiliza entidades de Volta Redonda

Página 4

Página 6


2

NOTAS NOTAS

www.folhadoaco.com.br | 13 a 19 de Julho de 2019

Ferrinhos Mudanças A delegacia de Piraí (94ª DP) terá um novo delegado responsável a partir da próxima segunda-feira (dia 15). Com a saída de Júlio Cesar Mulatinho Neto, a distrital será assumida por Renato Perez, atual titular da 73ª DP (Neves), em São Gonçalo. Júlio Mulatinho, por sua vez, volta a assumir a 82ª DP (Maricá), onde foi responsável por quatro anos, e havia saído em maio de 2017. As mudanças de titularidade foram publicadas no boletim interno da Polícia Civil de quarta-feira (dia 10).

Bloqueio A juíza Flávia Generoso de Mattos, de Congonhas, determinou na quarta-feira (dia 10) o bloqueio de R$ 3 milhões da CSN Mineração S.A, responsável por uma barragem de rejeitos naquele município, que apresenta risco eminente de rompimento. O valor, de acordo com a decisão é para o pagamento de 36 meses de aluguel e reforma de imóvel para abrigar a Creche Cmei Dom Luciano Mendes de Almeida, desativada desde fevereiro último, em razão da instabilidade da estrutura da Mina Casa de Pedra. O antigo imóvel está localizado no bairro Residencial Gualter Monteiro.

Ameaça A ameaça de rompimento atinge cerca de 3 mil moradores dos bairros Cristo Rei e Residencial Gualter Monteiro. Durante a audiência, a CSN propôs apenas que fossem restabelecidas as atividades da creche no mesmo local, “reiterando a convicção na segurança de sua barragem”. A juíza afirmou em sua decisão que “quase 3 mil moradores vivem em um cenário de extrema angústia e medo. Na ação foram juntados documentos que mostram, de forma insofismável, a vulnerabilidade da população. Muitos moradores não dormem tranquilamente, e

Divulgação

como averbado por médicos da prefeitura, aumentou-se, de forma exponencial, os relatos de enfermidade e outras situações análogas”.

Custeio A magistrada determinou também que a prefeitura de Congonhas faça a contratação imediata, sem licitação, para a reforma do imóvel a ser alugado para abrigar a creche, com entrega da obra, no prazo máximo de 90 dias, para início das aulas no segundo semestre. O custeio das obras, no entanto, fica sob a responsabilidade da CSN, conforme decisão liminar, à época, assim como o transporte dos estudantes. A empresa foi intimada da decisão durante a audiência naquela comarca e tem o prazo de 15 dias para contestação.

Homenagem A Orquestra Sinfônica de Barra Mansa abrirá, neste domingo (dia 14), o 3º Festival Internacional de Música de Barra Mansa, trazendo para o público o espetáculo “Brasil de todos os sons”. Ao todo 80 músicos apresentarão composições de importantes nomes da música popular brasileira como Villa-Lobos, Noel Rosa, Luiz Gonzaga, Milton Nascimento, entre outros. O violonista João Gilberto, que morreu no último dia de 6 julho, será homenageado durante o concerto. A apresentação acontece no Espaço M, na Avenida Presidente Kennedy, no Ano Bom, às 17h.

Queimadas Com o objetivo de garantir o equilíbrio do meio ambiente na região, o Comitê da Bacia Hidrográfica do Médio Paraíba do Sul (CBH-MPS) lançou neste mês uma campanha de prevenção às queimadas. Tendo em vista que a escassez da chuva contribui diretamente nesse aumento, a Secretaria de Meio Ambiente de Bar-

ra Mansa, com apoio da Coordenadoria de Trânsito e Transporte (Coortran), iniciou na quinta-feira (dia 11) a instalação de quatro placas contendo informações sobre os prejuízos ambientais causados pelas queimadas, além de divulgar o número do disque denúncia para relatos do crime, através do 193.

Lei A queimada sem licença do órgão ambiental é tida como incêndio criminoso e é punida pela Lei de Crimes Ambientais de número 9.605/98. A penalidade para quem comete essa prática é de um a quatro anos de reclusão. Denúncias ou dúvidas também podem ser relatadas através do telefone da secretaria: (24) 2106-3406.

Unificada Os dirigentes dos tribunais eleitorais de todo o país decidiram, no dia 5 de julho, manifestar posição contrária à Emenda Constitucional que propõe a unificação das eleições sem que estudos dimensionem o real impacto da medida sobre o eleitorado e o processo eleitoral. A deliberação ocorreu na reunião colegiada que deu prosseguimento ao 76º Encontro do Colégio de Presidentes dos Tribunais Regionais Eleitorais (Coptrel).

Contestação Coube ao presidente do TRE-RJ, desembargador Carlos Santos de Oliveira, contestar o argumento de que as eleições unificadas vão, necessariamente, tornar o processo eleitoral mais econômico. Além de ampliar gastos com mesários, logística e equipamentos, haveria ainda dificuldades à fiscalização da propaganda eleitoral e ao próprio exercício do voto, pelo grande número de vagas em disputa. O maior prejuízo, porém, seria à consciência do eleitor sobre questões locais, pois a competição à Presidência da Re-

No dia seguinte a aprovação da reforma da Previdência em primeiro turno na Câmara dos deputados, o presidente Jair Bolsonaro (PSL) recebeu na quinta-feira (dia 11) a bancada da Frente Parlamentar Evangélica (FPE). Durante o café da manhã no Palácio do Planalto, que teve a presença do deputado federal Alexandre Serfiotis (PSD), Bolsonaro se dispôs a receber as ideias dos parlamentares, de projetos para a população que podem ser colocados em prática via dispositivos mais ágeis, como decreto presidencial. Na reunião, o presidente citou ações para desburocratizar processos, melhorar a vida da população e para impulsionar dos estados, como as mudanças nas regras para obter a Carteira Nacional de Habilitação, o fim dos radares em rodovias federais e a liberação de áreas de preservação ambiental para o turismo. Recentemente, o presidente deu declaração dizendo que quer revogar o decreto que criou a Estação Ecológica de Tamoios, onde fica a Baía de Angra dos Reis. O objetivo de Bolsonaro é transformar a região em uma nova Cancún, uma referência ao balneário mexicano conhecido pela beleza das praias e os grandes hotéis. O decreto que demarcou a estação ecológica só pode ser derrubado por uma lei. pública tenderia a deslocar para segundo plano o debate sobre as necessidades e interesses dos municípios.

Capacidade Na carta do encontro, os presidentes dos TREs também reafirmaram a capacidade plena de a Justiça Eleitoral julgar os processos oriundos da

Lava-Jato. Eles também anunciaram que vão incentivar medidas de sustentabilidade e proteção ao meio ambiente. Como exemplo de boa prática, os dirigentes destacaram a experiência do TRE do Paraná, que implantou uma usina fotovoltaica para suprir o consumo de energia elétrica da sede e de 153 fóruns eleitorais do estado.

EXPEDIENTE: C M DE LIMA FILHO Jornais e Revistas Inscrição Municipal: 052727009 :: CNPJ: 13.018.923/0001-12 Endereço: Rua Luiz Alves Pereira, nº 115, Sala 301, Ed. Maria Yabrudi - Aterrado :: Telefone: 24 992713381 E-mail: folhadoaco@hotmail.com Editor Responsável: Luiz Eduardo Passos. Gráfica: Diário do Vale.|Tiragem: 5.000 : Distribuição: Semanal Os artigos publicados no jornal Folha do Aço não refletem, necessariamente, a opinião do jornal.


www.folhadoaco.com.br | 13 a 19 de Julho de 2019

GERAL

VIAGENS DE SERVIDORES

Ministério Público firma TAC com a Câmara de Quatis para garantir transparência na concessão de diárias O Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro (MPRJ), por meio da 1ª Promotoria de Justiça de Tutela Coletiva do Núcleo Resende, celebrou, na quarta-feira (dia 10), Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) com a Câmara Municipal de Quatis. Firmado no escopo do Inquérito Civil nº 100/17, o referido TAC tem como objetivo estabelecer critérios que garantam maior transparência no processo de autorização de diárias de viagem a servidores da Casa legislativa, na maioria das vezes concedidas sem comprovação de finalidade ou justificativa, e até mesmo da sua efetiva re-

alização. Dessa forma, o compromisso estabelece que a Câmara expeça, no prazo máximo de 30 dias, resolução contendo regulamentação sobre a escolha de cursos de aperfeiçoamento e controle das autorizações/diárias de viagens dos servidores, assim como elabore formulário de controle das viagens de uso obrigatório, constando informações como destino, justificativa, finalidade, nome do requerente, do motorista e quilometragem total percorrida. No caso de viagens para cursos de aperfeiçoamento e capacitação, a solicitação deverá indicar as

razões que levaram à escolha de determinada opção, em detrimento das alternativas eventualmente existentes. O descumprimento de quaisquer das obrigações assumidas implicará no pagamento de multa diária no valor de R$ 500, sem prejuízo de execução específica das obrigações e de eventual responsabilização por ato de improbidade administrativa. Assinam o termo de ajustamento a promotora de Justiça Luciana De Jorge Gouvêa, o presidente da Câmara Municipal de Quatis, Flávio Florentino, e o procurador da Câmara, Mateus Ponciano de Abreu.

Detran e INSS assinam acordo de cooperação técnica para combate à fraude O Detran do Estado do Rio de Janeiro assinou na quintafeira (dia 11) um acordo de cooperação técnica com o INSS pelo qual abrirá por meio digital a consulta à sua base de mais de 25 milhões de dados biométricos e biográficos da população do estado do Rio. O objetivo é checar a veracidade das informações prestadas ao INSS nas solicitações de benefícios, dando mais celeridade a essa operação. Hoje a consulta já é feita. Porém, é realizada após troca de requerimentos e outras burocracias entre os órgãos, gerando maior demora no processo de análise. Além disso, os dados serão apenas consultados, sem exportação de qualquer item para fora da base do Detran. “Há dois meses o INSS criou um sistema de verificação mensal dos 35 milhões de benefícios pagos a cada mês. Apenas nessas duas verificações já foram registrados 800 mil benefícios

com indícios de irregularidades”, informou o presidente do INSS, Renato Vieira. “Essa é uma ação de combate à corrupção, a qual, nós do Detran, damos total apoio. É uma prestação de serviço à sociedade, missão que o Detran preza”, enfatizou o presidente do Detran, Luiz Carlos das Neves. Ainda de acordo com o presidente do INSS, comparado a um país, o INSS seria o 4º maior das Américas porque atende a 90 milhões de pessoas. Em benefícios pagos, o montante chega a R$ 49 bilhões mensais. O projeto-piloto firmado com o Detran atenderá neste momento a uma gerência do Estado do Rio, mas já está em negociação a expansão do programa. “O melhor é que é a iniciativa não envolve aporte de recursos, já que não há incremento de tecnologia e nem de pessoal. Com os mesmos recursos promoveremos maior agilidade na troca de informações entre os

dois órgãos, que passará a se dar pelo meio digital. Assim, teremos maior celeridade no combate à fraude”, esclareceu o diretor de Identificação Civil do Detran, Alexandre Mattioli. Os dados disponibilizados pelo órgão estadual permitirão consultas não somente pelo nome ou data de nascimento do requerente ao benefício. Poderá se dar também por meio dos nomes dos pais, da captura das digitais ou até mesmo pelo nome social. Outra informação importante a ser checada é se o requerente é vivo ou morto. Muitas das fraudes do INSS são benefícios solicitados para pessoas já falecidas. “É uma inovação e tanto no combate à fraude, já que com apenas um dado poderemos pesquisar e confrontar a veracidade da informação”, defendeu o idealizador do projeto, o servidor Rafael Godoy. “Estamos fazendo história no combate à corrupção”, acrescentou.

FHC

Por Adelson Vidal Alves Ainda na Ditadura Militar, o Brasil entrou em crise econômica, depois de muito exaltar o "milagre" do regime. Paralelo aos problemas financeiros, corria o processo pactuado de transição democrática, que de forma indireta interrompeu o ciclo de presidentes militares elegendo um político moderado com um ex-presidente da ARENA, partido da ditadura, na vice-presidência. Por uma dessas fatalidades da vida, Tancredo Neves não chegou sequer a tomar posse, vindo Sarney, ex-apoiador do regime autoritário, conduzir o primeiro governo civil da redemocratização. Diante do grave quadro econômico, a nova administração apresentou o Plano Cruzado, em 1986, onde foram congelados preços, tarifas e salários. A inflação recuou, mas por pouco tempo, já que com o aumento do consumo sem medidas estruturais austeras, os preços voltaram a subir. A partir das eleições diretas, o Brasil escolheu Fernando Collor de Mello para substituir Sarney, onde foram aplicadas medidas de abertura comercial. Collor renunciou dentro de um processo de impeachment. Assume o mineiro Itamar Franco, mais do que nunca com a missão de vencer a inflação. Depois de tentar vários nomes no Ministério da Fazenda, resolveu recorrer ao prestigiado sociólogo Fernando Henrique Cardoso, o FHC. Este montou uma equipe respeitável de economistas, como Gustavo Franco, Edmar Bacha e André Lara Resende. Sob a liderança de FHC, o Brasil passou a ter, em julho de 1994, uma nova moeda, o Real. A estabilidade econômica que resulta do Plano Real elege FHC presi-

3

dente da República já no primeiro turno, vencendo o então sindicalista Luiz Inácio Lula da Silva. A importância de FHC no Real foi testemunhada pelos economistas que elaboraram o Plano. Segundo Edmar Bacha, "a liderança dele [FHC] foi essencial". E para Gustavo Franco, "O Plano Real tem importância central no governo FHC e isso ninguém vai tirar dele, nunca". Depois de uma polêmica PEC da reeleição ser aprovada, FHC conseguiu ser reeleito, e nos seus oito anos de mandato trouxe conquistas importantíssimas para o Brasil. O presidente enfrentou três crises econômicas internacionais, a chamada crise do México, em 1995, a crise dos asiáticos, em 1997, e a crise da Rússia, em 1998. Ainda assim, avançou em políticas sociais e reformas modernizantes. Criou o Bolsa Escola, os genéricos, universalizou o acesso ao ensino fundamental, quebrou monopólios e realizou privatizações que melhoraram a oferta de serviços, como no caso das teles. Se hoje quase todos os brasileiros tem um celular à disposição é porque o serviço de comunicação já não está mais nas mãos do Estado. FHC, ainda, criou o Ministério da Defesa, subordinando militares ao poder civil. A era FHC reduziu o poder do Estado no papel de indutor do desenvolvimento, mas o governo jamais se inscreveu integralmente na cartilha neoliberal. Os gastos sociais e os tributos aumentaram, e FHC estava mais próximo do que ficou conhecido como "Terceira Via". Se as taxas de crescimento no período foram baixas, isso se explica pelo cenário internacional e algumas medidas que pararam no Congresso. As reformas duras e as privatizações feitas por FHC em articulações políticas que exigiram talento do ex-presidente colocaram as bases para o sucesso do seu sucessor. Esse, sim, remou em águas tranquilas, podendo ampliar as conquistas do seu antecessor e avançar na área social. Graças a FHC. Dou a meus leitores 15 dias de descanso. Adelson Vidal Alves é historiador


4

REGIÃO

13 a 19 de Julho de 2019 | www.folhadoaco.com.br

Projeto criando fundo de apoio às Apaes recebe parecer favorável de relator O Projeto de Lei 1372/19 criando o Fundo Nacional de Apoio às Associações de Pais e Amigos dos Excepcionais (Apaes) recebeu parecer favorável do relator da Comissão de Defesa dos Direitos das Pessoas com Deficiência (CPD), deputado Gilberto Nascimento (PSC-SP). A apresentação do voto aconteceu no último dia 4 de julho e a proposta segue em análise na Câmara dos Deputados. Conforme o texto de autoria do deputado Vinicius Farah (MDB-RJ), os recursos seriam oriundos de repasses da Caixa equivalentes a 0,5% dos prêmios sorteados pela loteria Mega-Sena. O parlamentar, que é ex-prefeito de Três Rios, disse que o texto foi apresentado a pedido de representantes das Apaes, que apontaram riscos para a saúde financeira dessas instituições. Atualmente, além de doações essas entidades recebem recursos públicos oriundos do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb) e do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE), por meio do programa Dinheiro Direto na Escola. No entanto, esses valores nem sempre são suficientes para cobrir todas as despesas dos locais de acolhimento e tratamento de pessoas com necessidades especiais. "Tenho conhecimento da situação das Apaes da região e os problemas são os mesmos

enfrentados em todo país. Com o projeto de Lei, queremos dar às instituições a garantia de pleno funcionamento e do atendimento aos que precisam. O trabalho das Apaes é de suma importância para o país e, como deputado federal, não estou medindo esforços para a aprovação do projeto", disse Farah. De acordo com o balanço da Caixa de 2018, os prêmios das loterias corresponderam no ano passado a R$ 4,895 bilhões. A Mega-Sena, segundo o banco, corresponde a 38,4% da arrecadação total das loterias (R$ 13,9 bilhões, dos quais R$ 5,2 bilhões são repassados para a área social). A proposta do deputado Vinicius Farah será analisada em caráter conclusivo pelas comissões de Defesa dos Direitos das Pessoas com Deficiência; de Finanças e Tributação; e de Constituição e Justiça e de Cidadania. Apae VR Com mais de 60 anos de trabalho sem interrupção, Apae em Volta Redonda passou há três anos pela maior crise desde a sua fundação. A situação foi tão grave, que a unidade instalada no bairro Sessenta correu o risco de fechar as portas. Diversas ações sociais da iniciativa privada foram realizadas para arrecadar fundos que ajudaram a manutenção do serviço. A entidade auxilia mais de 360 pessoas, que recebem atendimento clínico, terapêutico e pedagógico.

MPT em VR participa do evento "De Mãos Dadas com a Cidadania" Os alunos de sete escolas da Região do Médio Paraíba, demostraram por meio de diferentes atividades - teatro, poesia e apresentações de slides e folders o que aprenderam no Programa "De Mãos Dadas pela Cidadania", na última quarta-feira, (dia 3), no Colégio Estadual Affonsina Mazzilo Teixeira, em Piraí. O projeto "De mãos Dadas com a Cidadania" é promovido de forma integrada com o "MPT na Escola" do Ministério Público do Trabalho (MPT) e com o "Trabalho Justiça e Cidadania" (TJC), realizado pela Associação Nacional dos Magistrados da Justiça do Trabalho (Anamatra). O objetivo é transmitir noções básicas de Direito do Trabalho a jovens estudantes da rede pública estadual. Além de aulas com professores capacitados pelo Programa, eles também assistiram a palestras de magistrados e

procuradores. Em suas três palestras no semestre para escolas da região, a procuradora do MPT em Volta Redonda Vanessa Martini focou no tema da inclusão do jovem no mercado de trabalho. "Muitos já trabalham para ajudar em casa. O objetivo foi dar alternativas, como a aprendizagem, o estágio e o contrato formal de trabalho, que a partir dos 16 anos é permitido com carteira assinada, respeitando algumas restrições", disse a procuradora. O combate ao Trabalho Infantil e o programa Aprendiz Legal foram os temas que foram mais abordados pelos alunos. No palco, as alunas do Curso Técnico em Formação de Professores do Colégio Estadual Affonsina Mazzilo Teixeira fizeram um teatro mudo. A encenação mostrava uma empregada doméstica que levava a filha para o trabalho, onde a patroa acabava explorando a criança como mão de obra.

Conforme o texto de Vinicius Farah, os recursos seriam oriundos de repasses da Caixa equivalentes a 0,5% dos prêmios da Mega-Sena


www.folhadoaco.com.br | 13 a 19 de Julho de 2019

5

Nos Embalos

julio.folhadoaco@gmail.com • Julio Cesar

A exposição "Arte, Resumo Natural da Imagem" de Zaqueu Pedroza pode ser conferida até o dia 26 de julho no Café Premium e no hall de acesso ao Teatro Gacemss I. A visitação aos quadros repletos de cores e abstrações, com técnicas mistas e colagem é aberta ao público de segunda a sextafeira, das 14h às 20h. Conhecido por participações em canais e programas de humor, o youtuber e comediante Yuri Marçal se apresenta no mês de setembro no Teatro Gacemss. Titulado de "Acendam as Luzes", o stand up acontecerá no dia 3, às 20h30min. Na peça, Yuri faz uma abordagem do cotidiano na sociedade brasileira, trazendo importantes questões como homofobia, racismo e intolerância religiosa. Na próxima terça-feira (dia 16), véspera de feriado, tem Música de Barzinho na sede social do Clube dos Funcionários, na Rua 14, na Vila Santa Cecília, com a dupla Rosana Mazza e Célio Júnior. O show começa às 20h.

Michele Marczuk Sabine Nagib e Vitor Hugo

Reconhecida pelo sucesso na televisão à frente de programas esportivos, a jornalista Fernanda Gentil agora pode ser vista nos palcos teatrais com a peça Sem Cerimônia. Em turnê pelo Brasil, a apresentadora chega a Cidade do Aço para uma apresentação no dia 9 de agosto, às 19h30min, no Cine Nove de Abril. O espetáculo promete fazer o público rir, se emocionar e refletir. Com histórias pessoais e profissionais da artista, a esperança marca presença em todo o enredo.

A aniversariante deste sábado (dia 13), Elena Vieira e o marido Paulo Vieira

Duda Fercê, Nanda e a sua filha Lily

Diego Tuler e Grazi Granato

Volta Redonda vai ganhar ainda neste segundo semestre de 2019 uma nova boate. As obras no espaço, que funcionará no Jardim Amália, estão em processo avançado.


6

www.folhadoaco.com.br | 13 a 19 de Julho de 2019 |

VOLTA REDONDA

FECHAMENTO DE DEFENSORIA DA UNIÃO

Chefe da unidade de VR acredita que se decisão for sacramentada, não haverá local para a população levar demandas Divulgação

A unidade de Volta Redonda da Defensoria Pública da União (DPU) está entre as 43 que poderão ser fechadas pelo governo federal. A medida consta de um plano de emergência, a ser colocado em prática, caso a instituição, que é autônoma, não consiga reverter a decisão do Poder Executivo. O governo definiu a data de 27 de julho próximo como prazo final para devolução dos 828 servidores que atuam junto ao órgão. Eles representam 63% da força de trabalho administrativa da DPU em todo o Brasil. O chefe da unidade em Volta Redonda da DPU, defensor público Claudio Luiz dos Santos, confirmou o risco de fechamento em razão da requisição dos servidores pelo governo federal. Atualmente, a Defensoria, localizada na Avenida Lucas Evangelista, no Aterrado, possui dois servidores designados pelo governo, três defensores públicos e 13 terceirizados e que não podem ser designados para determinados serviços, feitos por aqueles que estão sendo requisitados para atuar na Capital ou em seus órgãos de origem, no governo federal. O núcleo da Cidade do Aço, e que atende também Barra Mansa, Pinheiral e Rio Claro, ainda conta com 14 estagiários do curso de direito. Para tentar reverter a medida do governo federal, um ato foi marcado para o próximo dia 24 de julho, na Praça Sávio Gama, no Aterrado. "Já soltamos um comunicado e estamos marcando um evento, um abraço à DPU, como forma de resistência ao encerramento dos serviços prestados à comunidade, não só de Volta Redonda, mas de todo Sul do Estado", disse Claudio Santos. Antes disso, na segunda-feira (dia 15), às 16h30min, o chefe da unidade em Volta Redonda receberá integrantes de diferentes entidades, movimentos e grupos sociais para uma audiência. O encontro está sendo

organizado pelo Movimento Ética na Política (MEP), que também pediu apoio ao Ministério Público Federal (MPF) para apurar e tentar impedir o fechamento da DPU na cidade. Para não encerrar suas atividades no interior, a Defensoria depende da edição de uma Medida Provisória que venha a estender a permanência dos servidores na instituição, ao mesmo até aprovação do projeto de lei 7.922/2014 no Congresso Nacional. A proposta prevê a criação da carreira administrativa da DPU, o qual até hoje não foi apreciado em plenário pelos deputados. Atendimentos Os números de atendimentos da DPU de Volta Redondas surpreendem. De janeiro a maio deste ano, foram realizados 4.104 procedimentos. Muitos deles por meio do projeto "A DPU vai aonde o povo pobre está", que também atendeu a população dos municípios de Valença, Barra do Piraí, Paraíba do Sul, Quatis, Resende, Paraty, Angra dos Reis e Mangaratiba. "As ações consistem no deslocamento de uma equipe da Defensoria Pública da União até comunidades e grupos em situação de vulnerabilidade para prestação de assistência jurídica integral e gratuita à população mais necessitada, além da promoção da educação em direitos", explicou o chefe da unidade. Com o fechamento do escritório da DPU, a população da região corre risco de ficar desassistida. O defensor Claudio Santos acredita ser pouco provável que a unidade do Rio de Janeiro consiga absorver a demanda da região. "A princípio, encerrando o núcleo, o serviço acaba aqui. Os atendimentos são demandas e situações que são levadas aos defensores que podem resultar em um mero esclarecimento sobre o direito, em resoluções administrativas com o município, estado ou União, com universidades, com a Caixa Econômica,

Ato em apoio à Defensroai será realizado no dia 24 de julho, na Praça Sávio Gama

ou até mesmo, eventualmente, em ações judiciais. Ou seja, uma gama de ações que podem acontecer com esses atendimentos. Fechando a unidade de Volta Redonda, não haverá local para que a população leve essas demandas. No Rio de Janeiro já há o espaço próprio, que é atender a população de lá. Então, não haveria local próprio para isso", alertou o defensor público. Um caso recente com atuação da Defensoria Pública da União foi o acolhimento da reclamação dos moradores dos condomínios do programa 'Minha Casa, Minha Vida' nos dos bairros Santa Cruz, São Sebastião, Roma e Três Poços em relação aos vícios de construção, que trouxeram problemas como infiltrações, rachaduras, mofos e outros problemas estruturais. Os transtornos ocorriam desde 2015 e foram denunciados a partir de 2016, quando os moradores do Residencial Penche Marchetein (Pedrão), em Três Poços, fizeram reclamações na prefeitura quanto a problemas estruturais. Em audiência pública realizada em 2017, foi apresentado estudo feito pelos engenheiros da Universidade Federal Fluminense (UFF) que, em parceria com a Defensoria Pública da União, promoveram uma avaliação técnica nos imóveis. A DPU entrou com ações individuais e a ação co-

letiva está em andamento. Criação A Defensoria Pública da União foi criada em 1995 em caráter emergencial e provisório. Desde essa época, depende dos chamados "servidores requisitados" para funcionar. Além dos 645 defensores públicos federais, a DPU conta com 487 cargos providos oriundos do Plano Geral de Cargos do Poder Executivo, que tem, ao todo, 621 mil servidores. Os requisitados da DPU representam 0,13% dos cargos do Executivo. Comparando, o Ministério Público da União conta com força de trabalho administrativa de 10 mil pessoas. Isso fez com que crescessem os olhos do Ministério da Economia, de onde partiu a or-

dem para devolução dos 63% dos servidores que atuam no órgão, obrigando o fechamento das 43 unidades. Em 2014, foi aprovada emenda à Constituição que estabeleceu prazo de oito anos, até 2022, portanto, para que todo município com sede da Justiça Federal contasse também com a presença da DPU. Hoje, a instituição está presente em menos de 30% das cidades onde deveriam estar instaladas. Com o encerramento das unidades do interior, o alcance cairá dos atuais 55% para 34% dos 75 milhões de brasileiros com renda familiar de até R$ 2 mil. Tal percentual representa quase 50 milhões de brasileiros de baixa renda sem possibilidade de acesso integral à Justiça Federal.

DPU atende pessoa de baixa renda A DPU foi criada para resguardar o direito das pessoas de baixa renda no âmbito da Justiça Federal. A maior parte das demandas da população diz respeito ao direito previdenciário e ao direito à saúde (medicamentos, leitos em UTI, tratamentos). A Defensoria atua também junto a grupos socialmente vulneráveis, como pessoas em situação de rua, idosos, pessoas com deficiências, mulheres e população LGBTI. Uma das atuações de maior impacto da DPU foi sua participação na reparação de danos aos

atingidos pelo rompimento da barragem da Samarco, em Mariana, no Estado de Minas. Também atuou no atendimento aos imigrantes em Pacaraima, em Roraima, na fronteira entre Brasil e Venezuela. Entre as 18 unidades da Região Sudeste a serem fechadas, além de Volta Redonda, estão Niterói, Baixada Fluminense, Juiz de Fora, Governador Valadares, Campinas, Linhares, Guarulhos, Osasco, Santos, São Vicente, São José dos Campos, Sorocaba, entre outras.


www.folhadoaco.com.br | 13 a 19 de Julho de 2019

7

CSN expande contrato para fornecer minério de ferro à suíça Glencore A Companhia Siderúrgica Nacional (CSN) divulgou na sexta-feira (dia 12) que, por meio de sua controladora CSN Mineração, concluiu as negociações para adiamento do seu contrato de fornecimento de longo prazo de minério de ferro para a trading suíça Glencore (GLEN) International AG. A transação envolve pré-pagamento para a CSN Mineração, de uma nova

parcela no valor de até US$ 250 milhões, relacionada ao fornecimento adicional de minério de ferro de aproximadamente 10 milhões de toneladas em cinco anos. A CSN informou que o desembolso do valor ocorrerá quando forem cumpridas certas condições precedentes, que são habituais para este tipo de transação. "Essa nova parce-

la já reflete o melhor perfil de crédito da CSN ao embutir menores custos financeiros e consiste em um passo adicional da companhia em direção a uma estrutura de capital saudável e sustentável, como parte de seu plano de desalavancagem previamente divulgado ao mercado", enfatizou a companhia em comunicado aos acionistas.

Em fevereiro deste ano, a empresa concluiu negociações também com a Glencore, com o pré-pagamento de US$ 500 milhões pelo fornecimento de 22 milhões de toneladas por cinco anos. Em junho, o presidente da empresa, Benjamin Steinbruch, disse que a empresa estava próxima de um novo acordo com a Glencore.

Companhia investirá R$ 450 milhões em eficiência ambiental Wallace Feitosa

No final do mês de junho, a CSN iniciou as obras do Alto-Forno 3, que trará mais eficiência ambiental e operacional para a empresa. Além dos R$ 250 milhões que estão sendo empregados na reforma do equipamento, serão investidos também cerca de 200 milhões em melhorias em outras áreas, como Aciaria, Carboquímicos, Sinterização e Utilidades e Central Termo Elétrica 2, que estão com suas atividades reduzidas durante a reforma do Alto-Forno. Os investimentos são especialmen-

te relevantes em um momento que o Brasil enfrenta uma grande crise econômica e demonstram o compromisso da empresa em melhorar continuamente seus processos. Segundo comunicado da empresa, "eles trarão diversos ganhos ambientais e vão contribuir para que a empresa mantenha o cumprimento dos limites legais de emissão de poluentes, reduza o consumo de energia e de água, e também garanta a segurança dos seus processos". As melhorias que estão sendo fei-

Conheça alguns dos investimentos: Reparo nos gasômetros da Aciaria e Alto-Forno Valor: R$ 8 milhões Investimentos na Estação de Efluentes dos Altos Fornos oriundos do sistema de lavagem dos gases dos processos (casa de bombas de recirculação - CBR e estação de tratamento de efluentes - ETE). Valor: R$ 4 milhões Reparo em Tubulações de Gás de Coqueria e Alto-Forno Valor: R$ 4 milhões Melhorias no Pátio de Matérias Primas (Recuperação estrutural e manutenção de equipamentos) Valor: R$ 45 milhões Reparo na CTE (Central Termo Elétrica) e nos Carboquímicos Valor: R$ 4 milhões Investimento no Sistema de Limpeza de Gás da Aciaria de Aços Planos Valor: R$ 12 milhões Reparo do Lingotamento Continuo Reparos nas Máquinas 2 e 4: Valor: R$ 50 milhões Troca da Carcaça do Conversor C da Aciaria Valor: R$ 25 milhões Substituição do Tubulão da Sinter 2 e Reforma do Sistema de Exaustão da Sínter 4 Valor: R $36 milhões

Reparo também pode garantir melhoria na segurança de operários

tas são novos investimentos, não atrelados ao Termo de Ajustamento de Conduta (TAC), assinado pela empresa no ano passado, no valor adicional

de R$ 303 milhões a serem gastos nos próximos seis anos e que têm como principal foco a reforma das Sinterizações.


8 POLÍCIA

13 a 19 de Julho de 2019 | www.folhadoaco.com.br

Homem pula no Rio Paraíba do Sul após furtar equipamentos de viatura dos Bombeiros Um fato inusitado chamou atenção de quem passava no início da tarde da última terça-feira (dia 9) pela Avenida Adalberto de Barros Nunes, a BeiraRio, altura do bairro Vila Mury. Um homem foi perseguido pela guarnição de Moto Patrulha da Polícia Militar, acio-

nada pelo Centro Integrado de Operações de Segurança Pública (Ciosp), após furtar equipamentos de salvamento do interior de uma viatura do Corpo de Bombeiros. Segundo registro da PM, o suspeito, identificado como Michel dos San-

tos Silva, saltou da viatura dos Bombeiros em movimento com materiais operacionais. Ele foi perseguido pela polícia e os próprios bombeiros do 22º Grupamento de Volta Redonda até nas proximidades do bairro Nossa Senhora das Graças, onde se jogou no Rio

Paraíba do Sul. Antes ele jogou na rua os objetos furtados. Após longa negociação para o mesmo deixar as águas do Rio Paraíba, o homem foi convencido a se entregar. Ele foi algemado e conduzido à 93ª DP onde o caso foi registrado.

Resumo da semana mínio Minha Casa, Minha Vida do Colorado, no bairro Três Poços, vários suspeitos correram, mas quatro foram contidos. A pistola municiada e com carregador estava com um deles. Todos foram levados à 93ª DP.

Ferido

Presos Quatro suspeitos de integrarem uma organização criminosa baseada no Monte Castelo. Todos tiveram a prisão preventiva decretada pela Justiça, que emitiu também três mandados de busca e apreensão. De acordo com a Polícia Civil, o bando realizava tráfico de drogas, roubos e ameaças a moradores do bairro e das adjacências. Uma das vítimas, segundo a polícia, chegou a ser sequestrada e torturada. Os presos são Maurício Lessa Coutinho, 27 anos; Bruno Oliveira da Silva, de 21; Arthur Neri Muniz, também de 21; e Patrick Oliveira da Silva, 19 anos. Os quatro vão responder por associação criminosa, tentativa de latrocínio, que é o roubo seguido de morte, sequestro e tortura.

Preso I André Luiz Silva Alves, 18 anos, com 25 pinos de cocaína e dois rádios de comunicação. O flagrante ocorreu na Travessa das Flores, no bairro Santa Inês, em Barra Mansa.

Preso II Adalto de Oliveira Fontes, 36 anos, com cerca de dois quilos de maconha. A prisão foi feita pela PM na Estrada Alto dos Negros, em Pouso Seco, em Rio Claro. Também foram apreendidos com ele uma réplica de pistola, balança digital, material para embalar drogas e sacos plásticos com ervas para a preparação da maconha e haxixe.

Apreendido I Um adolescente de 14 anos com

36 pinos de cocaína no bairro Paraíso de Cima, em Barra Mansa. Quando a PM chegou ao lugar indicado por denúncia, foram recebidos a tiros. Outros criminosos fugiram, mas o menor foi contido.

Apreendidos Na Rua Vista Alegre, no Morro da Conquista, no bairro Santo Agostinho, 182 pinos de cocaína. A PM recebeu uma denúncia e seguiu para o local, onde dois homens fugiram tão logo notaram a aproximação da viatura. Os agentes fizeram buscas, mas eles não foram encontrados.

Apreendida Uma pistola ".40", com carregador e nove munições intactas. PMs relataram que, quando chegaram ao condo-

Um motociclista ao bater com um Fusca no km 252 da BR-393, no trevo de acesso a Barra do Piraí pelo bairro Matadouro. O condutor da moto, de 47 anos, foi socorrido pelos bombeiros e levado para a Santa Casa da cidade, aparentemente sem ferimentos graves. Segundo a PRF, o motorista do carro teria atravessado a pista sem perceber a aproximação da moto. O condutor do Fusca nada sofreu.

Assassinado Com uma facada, o operário Isaias dos Santos Silva, 38 anos. A polícia apura a informação de que ele teria se envolvido numa briga, momentos antes, na passarela que liga o Centro ao Aterrado. A vítima morreu na entrada do Edifício Redondo, na Avenida Integração. De acordo com policiais, Isaias foi surpreendido pelo assassino já na Avenida Paulo de Frontin. Ferido na cabeça, ele tentou correr, mas morreu na entrada do prédio. A polícia está buscando imagens de câmeras de segurança, inclusive do comércio daquela área, para tentar identificar o assassino.

Baleado Maxwilliam de Souza Santos, 21 anos, na panturrilha. Ele deu entrada no Hospital São João Batista e contou aos PMs chamados à unidade que se encontrava numa praça da Avenida Nova Brasília, no bairro Vila Brasília, perto de um trailer de lanches. De acordo com o rapaz, num certo momento diversos

tiros foram ouvidos, provocando correria das pessoas que estavam no local. Pouco depois, ele sentiu que havia sido atingido. A PM, em sua ocorrência, registrou que Maxwilliam não tem nenhuma anotação criminal, segundo foi constatado na 93ª DP.

Preso III Renan Sabino da Silva, 36 anos, por tentativa de homicídio. O crime aconteceu na Rua Duque de Caxias, ao lado do Parque Centenário, o conhecido Jardim das Preguiças, em Barra Mansa. Um homem que não portava documentos e que seria morador de rua foi esfaqueado no peito. Ele foi socorrido pelos bombeiros, sendo levado para a Santa Casa. A informação é que ele não corre risco de morte. A PM prendeu Renan pouco depois, ainda na região central da cidade. De acordo com a polícia, ele informou onde havia escondido a faca do tipo peixeira que usou para atacar a vítima. A arma foi apreendida. O motivo da tentativa de homicídio não foi informado por ele.

Fechada Durante cumprimento de mandado de busca e apreensão, a Rio Sul Club, uma casa de prostituição que funcionava na Avenida Tenente Coronel Alberto Mendes, no bairro Manejo, em Resende. No local, quando a Polícia Civil chegou, havia 15 garotas que, em depoimento, disseram cobrar entre R$ 150 e R$ 250 por programa, pagando a metade para o dono da casa, que, apurou a polícia, é do Rio de Janeiro. Ele está sendo procurado. Os policiais apreenderam equipamentos eletrônicos na casa, mas, o que chamou a atenção do delegado Michel Floroschk, foram câmeras de monitoramento encontradas nos alojamentos. O titular da 89ª DP suspeita que os clientes eram filmados e que podem ter sido vítimas de extorsão.


www.folhadoaco.com.br | 13 a 19 de Julho de 2019

GERAL

9

Campanha do Agasalho da AAP-VR supera meta e arrecada 700 itens A Associação dos Aposentados e Pensionistas de Volta Redonda (AAPVR) realizará no dia 14 de agosto o tradicional Festival de Prêmios que encerra a Campanha do Agasalho. A meta de aumentar o número de doações em relação ao ano passado - de aproximadamente 500 itens - já foi alcançada. Até o momento foram arrecadadas 700 peças, como agasalhos e cobertores. As instituições de longa permanên-

cia assistidas pela AAP-VR são o público-alvo da campanha, que é uma iniciativa do Grupo de Ação Voluntária (GAV), da Associação, além de outras entidades parceiras, assim como demais pessoas ou locais que solicitarem doação. "É um trabalho muito gratificante, que contribui para que eu possa ocupar meu tempo com algo produtivo. É um trabalho que me faz feliz e que também faz outras pessoas felizes. E feito com muito amor por to-

dos os voluntários do GAV", disse a voluntária Ana Rosa Machado. Os postos de coleta das doações estão espalhados pelas unidades da AAP-VR: Na sede Administrativa; nos Centros Médicos (Volta Redonda e Barra do Piraí); no Centro de Prevenção à Saúde do Idoso (CPSI) Roque Garcia Duarte; no Posto Avançado de Pinheiral. Festival No show de prêmios, as pessoas

concorrem ao bingo com as cartelas que receberam quando fizeram a doação. O evento contará com um delicioso festival de tortas, com a renda revertida para as atividades do GAV com os internos das ILPI's. A arrecadação vai até o dia 14 deste mês, data marcada para a realização do Show de Prêmios. O evento acontecerá no CPSI da Rua 535, do bairro Nossa Senhora das Graças, em Volta Redonda.

Giro do Judiciário Gafisa I

Covanca I

A 11ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça do Rio condenou a Gafisa a pagar multa moratória prevista em contrato a uma empresa por atraso na entrega de uma sala comercial na Barra da Tijuca. Para o relator do processo, desembargador Sérgio Nogueira de Azeredo, as alegações de atraso decorrentes da falta de mão de obra qualificada na construção civil, de chuvas prolongadas e de morosidade da administração pública municipal não afetam a obrigação de entrega no prazo dos encargos assumidos. Para o magistrado, no entanto, não cabe indenização por dano moral uma vez que não foram apresentados no processo elementos que demonstrem lesão ou abalo à imagem comercial da empresa.

O Conselho de Sentença do 3º Tribunal do Júri condenou Victor Hugo dos Santos Araujo, conhecido como Vitinho, a 56 anos de prisão, e Thiago Pereira, o Tiquinho, a 48 anos, pelas mortes de duas líderes comunitárias da favela Bela Vista, na Estrada da Covanca, em Jacarepaguá, na Zona Oeste do Rio. Eles cumprirão as penas em regime fechado. Em janeiro de 2012, os homens, apontados como chefes do tráfico na comunidade, invadiram a Associação de Moradores da Bela Vista e atiraram contra Elizabeth Silva Santos e Iara Gonçalves Prata, que trabalhavam no local.

Gafisa II A empresa R&R Infosystems comprou o imóvel em 23 de julho de 2011, no Edifício Union Tower, Condomínio Target Offices & Mall, no valor de R$ 135.566,00. A construtora Gafisa se comprometeu a promover a incorporação, construção e a legalização do empreendimento com a entrega do imóvel em março de 2014 e previsão de cláusula de tolerância de 180 dias, devendo o imóvel ser entregue, portanto, no máximo até setembro de 2014. No entanto, o habite-se da sala comercial só ocorreu em março de 2016 e, mesmo antes desta data, a empresa compradora ainda teve de efetuar pagamentos referentes a água e esgoto, luz, gás e instalação de medidores individuais de água para que o empreendimento fosse entregue em pleno funcionamento.

Gaspar Da Silva, Renato Silva Vieira e Sindi Duarte Cavalcanti, foram condenados a penas que variam de 14anos a 8 anos de prisão.

Friburgo II O crime foi premeditado pela quadrilha. Primeiro, a ré Sindi Duarte Cavalcanti ficou íntima das vítimas para ter acesso à casa, compreender os costumes e observar os bens que haviam no imóvel. Depois, tentou extorquir o casal. Em seguida, repassou aos demais réus informações para que

eles roubassem a residência - orientando e supervisionando, via telefone, toda a execução delituosa. Entre os pertences roubados, estavam um automóvel Honda CR-V, telefones celulares, bijuterias, um laptop, entre outras coisas. Além do assalto, eles também fizeram reféns o casal de estrangeiros e uma empregada doméstica. A sentença proferida condenou cinco réus a 12 anos de prisão, um deles a oito anos e a única mulher, considerada a autora intelectual e organizadora do crime, a 14 anos.

Covanca II De acordo com a denúncia, o crime foi cometido por motivo torpe, porque os acusados acreditavam que as vítimas eram ligadas a milicianos que disputavam com os traficantes o controle da região. Na sentença, o juiz Alexandre Abrahão destacou que os crimes foram cometidos de forma violenta e cruel, impedindo que as vítimas pudessem se defender. O magistrado também ressaltou que o assassinato de Elizabeth foi frio e calculista, uma vez que Victor Hugo era amigo de escola da filha da vítima.

Friburgo I O juiz Marcelo Alberto Chaves Villas, da 2ª Vara Criminal de Nova Friburgo, condenou a quadrilha que assaltou com extrema violência, em março de 2018, a casa de um casal de idosos alemães no município da Região Serrana. Os réus Cleison Moreira Monteiro, Davidson Mariquito Aguiar, Gilmar Zebendo Ribeiro, William

Conheça também o nosso rodízio de petiscos!


10 ESPORTE

13 a 19 de Julho de 2019 | www.folhadoaco.com.br

Toninho Andrade comemora boa fase da equipe, mas pede tranquilidade e pés no chão Três vitórias seguidas, quatro jogos sem perder e liderança provisória do Grupo B. O Volta Redonda vive o seu melhor momento na Série C do Campeonato Brasileiro. Boa fase que faz o técnico Toninho Andrade exaltar as atuações da sua equipe, em especial na vitória por 2 a 0 diante do TombenseMG, quinta-feira (dia 11), quando, fora de casa, a equipe fez um dos seus melhores jogos na competição. O comandante tricolor, entretanto, não quer saber de oba-oba e pede pés no chão. “Vitória realmente importante para a sequência da competição. Muito feliz pela recuperação da equipe e volta do bom momento. Porém, temos a consciência que ainda tem muita coisa pela frente. Temos que ter tranquilidade e sabedoria para sabermos lidar com este bom momento. Da mesma maneira que não fizemos um caos quando ficamos seis jogos sem ganhar, não vai ser agora que estamos quatro jogos sem perder que iremos relaxar”, destacou Toninho.

A próxima partida do Volta Redonda pela Série C será novamente fora de casa. O Esquadrão de Aço irá visitar o Paysandu, segunda-feira (dia 22), às 20h, no Mangueirão. “É bom estar na parte de cima da tabela, que você joga com mais tranquilidade. Vamos ter mais um jogo fora contra o Paysandu, que será mais um confronto difícil. Sabendo que nesta rodada, independentemente dos outros resultados, vamos permanecer no G4, que é o nosso objetivo”, afirmou. Antes da viagem a Belém, a equipe volta as atenções para a Copa Rio. Na quarta-feira (dia 17) enfrenta o Tigres do Brasil, no Raulino de Oliveira, às 15h. No primeiro jogo, o Voltaço foi goleado por 3 a 0. Com o triunfo, a Fera da Baixada pode perder por até dois gols de diferença, que ficará com a vaga na próxima fase. Já o time da Cidade do Aço só avança direto se vencer por quarto gols de vantagem. Vitória do Volta Redonda por três gols, a decisão da vaga será nos pênaltis.

Pedro Cardoso conquista primeiros pontos no ranking da Federação Internacional de Tênis

Comandante exalta boa sequência de vitórias e atuações da equipe

Vila Nova (GO) contrata meia revelado pelo Voltaço O Vila Nova de Goiás anunciou na segunda-feira (dia 8) a contratação do meia Alan Carius, que estava no FC Blau-Weiss Linz, da Áustria. O jogador chega ao Tigre para compor o elenco na sequência da Série B do Campeonato Brasileiro. O meia estava no futebol austríaco há dois anos, emprestado pelo Volta Redonda. Na temporada 2017/2018, jogou pelo LASK. Depois, se transferiu para o FC Blau-Weiss Linz, somando 27 jogos disputados, nove gols marcados e cinco assistências. Revelado pelo Voltaço, Alan Carius ainda passou pelas categorias de base do Flamengo antes de retornar ao clube de origem e rumar para a Europa. Pelo Rubro-Negro, participou da conquista da Copa São Paulo de 2016, sob o comando do treinador Zé Ricardo.

Jonílson reforça Leão do Sul na Série B2 Pedro tem colecionado títulos nas últimas temporadas

O tenista Pedro Cardoso, de 16 anos, conquistou os primeiros pontos no ranking da Categoria 18 anos da Federação Internacional de Tênis (IFT, sigla em inglês). O atleta do Clube dos Funcionários disputou durante a semana o torneio Curitibano Juniors Cup, organizado pela Confederação Brasileira de Tênis (CBT). Ao todo, 500 atletas de

sete países estão competindo em diversas categorias até 18 anos. Na competição que vale para ranking da IFP e da Confederação Sulamericana de Tênis (Cosat), Pedro venceu cinco partidas de Simples, três na fase de qualificação e outras duas na chave principal da competição. Ele, porém, acabou eliminado.

O Barra Mansa acertou com mais um nome bem conhecido dos torcedores do Sul Fluminense para a sequência do Campeonato Estadual da Série B2. Depois da chegada do meia Glauber, o Leão acertou com o volante Jonilson. Com 40 anos, o jogador revelado pelo Volta Redonda, onde jogou de 1998 a 2005, estava no Tupy-ES, por

onde disputou a primeira divisão do Campeonato Capixaba no início do ano. Jarrão, como Jonilson também é conhecido, coleciona passagens por diversos clubes, como Botafogo, de onde saiu para o Cruzeiro-MG, em 2006. Após uma passagem pelo futebol japonês, o volante atuou no Vasco, Atlético-MG e Goiás-GO. a

www.folhadoaco.com.br


ESPORTE POLÍCIA

www.folhadoaco.com.br | 13 a 19 de Julho de 2019

11

Caso de agressão a idosa será acompanhado pela secretaria de Políticas para Mulheres, Idosos e Direitos Humanos Reprodução

Um caso de violência contra uma idosa, registrado quinta-feira (dia 11) por câmeras de monitoramento na Vila Santa Cecília, revoltou os internautas que tiveram acesso ao vídeo que circulou pelas redes sociais. A senhora foi arrastada por duas mulheres que a acompanhavam quando atravessava, amparada por um andador, a Rua 31, na Vila Santa Cecília em direção a uma clínica. Ela chegou a perder o equilíbrio, cair sentada no paralelepípedo e ainda foi repreendida com tapas na região das costas. O caso está sendo acompanhado pela secretaria de Políticas para Mulheres, Idosos e Direitos Humanos (SMIDH). A pasta também se colocou à disposição da equipe do Centro de Referência Especializado de Assistência Social (Creas) do município de Piraí. "As providências estão sendo tomadas. Como os envolvidos são de Arrozal nós já encaminhamos o relatório de atendimento do Cepai (Centro de Pré-Atendimento ao Idoso) para a secretaria de Assistência Social e Creas de Piraí e ao Cras Arrozal (Ofício via e-mail). Também encaminhamos o relatório ao Ministério Público. Consideramos importante demonstrar à população que a SMIDH tomou conhecimento do fato e está adotando as providências que estão ao nosso alcance", informou a diretora do departamento de Políticas para Idosos, Juliana Rodrigues. O Cepai é um serviço municipal vinculado á SMIDH que possui como objetivo acolher e orientar a população idosa, encaminhando-a ao setor responsável pela atuação na demanda. O serviço foi vinculado à secretaria após a reforma administrativa feita em 2017. "No ano de 2018 conseguimos aumentar o número de atendimento em aproximadamente 950%, tendo em vista que no ano de 2017 havia sido realizado 33 atendimentos, e no ano de 2018, após assumirmos o serviço, foram realizados 349 atendimentos. A violência doméstica é um ciclo que precisa ser imediatamente rompido", contou a secretária municipal de Políticas para Mulheres, Idosos e Direitos Humanos, Dayse Pena. No primeiro semestre do ano de

Idosa foi arrastada quando atravessava, amparada por um andador, a Rua 31, na Vila Santa Cecília

2019 foram realizados 189 atendimentos, sendo 11 em janeiro, 55 em fevereiro, 28 em março, 36 em abril, 34 em maio e 25 no mês de junho. De acordo com o levantamento as violências mais denunciadas foram violência psicológica, abandono, violência patrimonial e violência física e os maiores encaminhamentos realizados foram para o Creas, Ministério Público e Delegacia de Polícia. Os serviços oferecidos para a terceira idade em Volta Redonda são muitos e envolvem várias secretarias. Entre eles estão os Grupos de Convivência, Centro de Atendimento a Pessoa Idosa e Centro de Atendimento à Pessoas com Alzheimer (Smac), Programa Melhor Idade em Movimento (Smel), Academia da Vida (Fevre), Hospital do Idoso e Policlínica da Melhor Idade (SMS), entre outros. O município ainda tem o Conselho Municipal de Defesa dos Direitos da Pessoa Idosa, que de acordo com o presidente Kaique Maia, tem um papel fiscalizador das políticas públicas voltadas para o público idoso da cidade, bem como a formação de uma agenda pública para as políticas municipais relacionadas à temática. "Outro papel do conselho é a fiscalização e o apoio às entidades privadas de atendimento ao idoso, tais como Instituições de Longa Permanência de Idosos. O conselho também recebe e encaminha denúncias de agressões físicas, morais, patri-

moniais etc contra idoso, direcionando as denúncias ao Ministério Público Estadual para devidas providências", explicou Kaique. O prefeito Samuca Silva (PSDB) falou sobre a agressão sofrida pela idosa. "Ver um fato como esse acontecer aqui em nossa cidade é muito triste, mesmo que as pessoas envolvidas se-

jam de outro município. Nós temos uma grande rede de atendimentos para a terceira idade, onde cuidamos e protegemos nossos Idosos, além de proporcionarmos meios de lazer e entretenimento aos mesmos. Nós não só ampliamos os serviços existentes na cidade, como criamos uma secretaria só para cuidar dos interesses deles", disse o prefeito.


12

www.folhadoaco.com.br | 13 a 19 de Julho de 2019 |

Profile for Jornal Folha do Aço

Jornal Folha do Aço - Edição 423  

Edição de

Jornal Folha do Aço - Edição 423  

Edição de

Advertisement