a product message image
{' '} {' '}
Limited time offer
SAVE % on your upgrade

Page 3

FoCA

FoCA Tais Fantoni VIDA UNIVERSITÁRIA

COMPORTAMENTO Por Fábio Duran

CUIDADO!

RESPONSABILIDADE SOBRE RODAS O sonho de muitos jovens é conquistar a tão sonhada Carteira Nacional de Habilitação (CNH), e se ver livre da dependência dos pais, do transporte público, de táxis e caronas. Carteira de Habilitação: Um sonho de muitos jovens. Conseguir tirar a carteira de habilitação pode ser o sonho de muitos jovens, mas, é claro que quando a ideia for sair com os amigos para um barzinho, e consumir bebidas alcoólicas, providências terão que ser tomadas para não ir contra a legislação. É então que o transporte público, os táxis e as caronas entram de volta na história. Ou, pelo menos, é o que deveria ser feito para se garantir a segurança.

seria uma maneira de formar motoristas mais capacitados e conscientes, pois no trânsito a pessoa está lidando com vidas. Isso deu certo no nosso caso, visto que um decidiu não ser motorista, pois viu que não levava jeito para isso, e o outro aprendeu da paciência e das leis para ser um bom motorista.”

A lei seca é um exemplo de que uma das funções da autoescola, além de ensinar a dirigir, é embutir nos jovens a conscientização sobre a legislação brasileira e a responsabilidade que se deve ter ao volante. Nos últimos anos o Conselho Nacional de Trânsito (CONTRAN) tem tomado medidas que vem encarecendo os custos da primeira habilitação. Em 2009 houve o aumento do número exigido de aulas práticas e teóricas – hora/aulas de 15 práticas e 30 teóricas para 20 e 45, respectivamente. Em 2010 as autoescolas estenderam seus horários para se adaptar e oferecer aulas noturnas e no segundo semestre deste ano será implantado o simulador de direção, que também irá influenciar no preço da primeira habilitação. O simulador causará um acréscimo de 5 horas na carga horária, somente para a categoria B, que passará a ser de 50 horas/aula. Todas estas medidas foram criadas com o intuito de melhorar a capacitação dos condutores antes de habilitados, como forma de conscientização e preparação, para a redução das imprudências no trânsito, que podem trazer resultados fatais.

As aulas possibilitam que as pessoas saibam se realmente podem ser bons motoristas, como é o caso do analista de sistemas, Gil Cleber Barboza, 26, que logo na primeira aula quase bateu o carro de frente com um ônibus. Em outra situação ele passou em frente a um Hospital e por pouco não atropelou um vizinho que levava o neto ao médico. Além disso, suas aulas noturnas obrigatórias foram debaixo de chuva. “Tudo isso já indicava que isso não daria muito certo”, confessa. “Felizmente eu tenho bom senso o suficiente para aceitar essa realidade, pois na verdade eu nunca pensei em tirar habilitação, foi uma iniciativa da minha esposa, que acabou me arrastando”. Sua esposa, Katelyn Barboza, concorda: “É importante porque teoricamente,

"Dirigir é fácil, o difícil é você ser um condutor que tenha conhecimento e habilidade para conduzir um veículo de maneira segura, agradável e principalmente responsável” 4

Vanessa Marconi, 25, foi reprovada em seu primeiro exame prático, mas isso não a desanimou, já que sua família a estimulou na iniciativa: “Meu irmão, mãe e tia foram fundamentais, pois me deram muito apoio, porque quando eu reprovei no primeiro exame eu queria parar por achar que não iria conseguir. Foi aí que eles me deram uma superforça” e assegura: “Senti que me superei e que aprendi uma coisa que para mim parecia um bicho de sete cabeças. Enfim consegui e estou habilitada.”

Muitos desistem após a primeira reporvação

têm por obrigação simular todos os movimentos práticos com o veículo parado para depois coloca−lo em movimentação; costumo falar que para você estar bem no trânsito tem que primeiramente estar bem dentro do veículo”. Ivone do Ó, instrutora teórica técnica, diz que o simulador também trará fatores importantes para a direção defensiva: “O aluno terá conhecimento de situações adversas que até o momento só conheceria no teórico”, afirma. Todas as adaptações feitas pelo CONTRAN nos últimos anos vêm com a finalidade de formar melhores motoristas, pois os alunos serão os futuros condutores. Para isso, conhecimento de leis, normas e regras de trânsito, direção defensiva, primeiros socorros, meio ambiente, cidadania, sinalização, manutenção veicular, dentre outras informações relacionadas ao trânsito são de extrema importância antes de pisar no acelerador.

CURIOSIDADES SOBRE HABILITAÇÃO NO ESTADO DE SÃO PAULO CNH EMITIDAS “Em julho 2012, mais de 460 mil habilitações foram emitidas em todo o Estado de São Paulo – maior número já registrado em toda a história do Detran-SP, em um único mês. No mesmo período do ano passado, como comparativo, foram emitidos 396 mil documentos, demonstrando crescimento de 16%. O índice contempla a emissão de 1ª habilitação, 2ª via e renovação do documento, além da CNH Definitiva e da Permissão Internacional para Dirigir (PID). Na última década, se comparados os anos de 2001 e 2011, houve aumento de 59% na emissão de CNHs em todo o Estado de São Paulo: em 2001 foram 2,8 milhões de documentos emitidos, enquanto em 2011 foram 4,5 milhões.” Fonte: Sindicato dos Condutores de Veículos Rodoviários e Trabalhadores em Transportes Urbanos, Metropolitanos, Intermunicipais, de Guarulhos e Região

Segundo Juliano Nazareth, instrutor de trânsito, há uma porcentagem considerável de pessoas que desistem após a primeira reprova, é neste momento que ele enfatiza a sua função. Além de ensinar, o instrutor também deve estimular os futuros condutores a vencer suas barreiras. “Tenho o hábito de dizer que dirigir é fácil, o difícil é você ser um condutor que tenha conhecimento e habilidade para conduzir um veículo de maneira segura, agradável e principalmente responsável”, declara. Para Nazareth, o simulador que será implantado no segundo semestre deste ano, traz pontos positivos e negativos. O negativo se limita ao reajuste do preço: “O valor vai realmente aumentar, mas vamos olhar o lado bom, o simulador aumentará a segurança e tranquilidade do aluno”, mas ele reforça a importância do instrutor em preparar o aluno antes da primeira partida: “Os instrutores

www.facebook.com/casa.tia

5

Profile for Foca

FoCA - 12ª Edição  

O FoCA é um jornal realizado, como parte das atividades da Agência Experimental de Comunicação e Artes (AECA), por estudantes de Jornalismo,...

FoCA - 12ª Edição  

O FoCA é um jornal realizado, como parte das atividades da Agência Experimental de Comunicação e Artes (AECA), por estudantes de Jornalismo,...

Advertisement