Issuu on Google+

Educação Cultura Ciência e Tecnologia Meio Ambiente Saúde Economia Ano VI - Nº 182 01 a 07 de dezembro/2016 Serra/ES

Distribuição Gratuita

fatos & notícias Ministério da Cultura

Brasil tem 827 mil vivendo com HIV; 112 mil não sabem que estão infectados PÁG.7

ICMBio

Centenário com vigor

No ano do seu centenário o Samba aposta na fusão de ritmos PÁG.6

www.facebook.com/jornalfatosenoticias.com.br

Para proteger as tartarugasda-amazônia, reserva extrativista em Aruanã (GO) decide proibir a instalação de acampamentos turísticos em cinco praias situadas no interior da unidade PÁG.2

Com país em luto, Câmara consolida teatro do pacote anticorrupção Para o procurador da República, Deltan Dallagnol, novo texto corrompe as 10 Medidas contra a corrupção

Está chegando ao fim o Novembro Azul No mês dedicado aos cuidados masculinos, saúde do homem é tema de palestra no Hospital Estadual Dr. Jayme PÁG.7 GAZETA ON-LINE

PÁG.5

Embaixador da Coreia do Sul visita o Espírito Santo PÁG.9

Assessoria de Comunicação/Casa Civil

Pág.4

Peça de quase 4 mil anos é encontrada em Israel

Pág.2 Parlamentares sabiam desde o início que medidas do MP não passariam. E se aproveitaram da comoção nacional para passar alterações maciças na calada da noite FÁBIO CAMPANA

Recessão aprofunda o País na crise e coloca 2017 em xeque PIB tem retração de 0,8% no terceiro trimestre e tem a sétima queda seguida PÁG.8

Arqueólogos encontraram peça de 18 centímetros perto de Tel Aviv. Segundo especialistas, imagem é semelhante à figura feita pelo francês Rodin, no século XX PÁG.4

Ministério da Saúde convoca estados para combater o mosquito

REPRODUÇÃO

Por meio de videoconferência com secretários de saúde e coordenadores das Salas Estaduais, ministro Ricardo Barros debateu as ações para a mobilização nacional que acontece nesta Sexta (2) PÁG.7


2 MEIO AMBIENTE fatos & notícias

01 a 07 de dezembro de 2016

Lago do Cedro protege Mais de 20% de todos os desova de tartarugas agrotóxicos usados no Brasil são ilegais Após fiscalização, reserva extrativista em Aruanã (GO) decide proibir a instalação de acampamentos turísticos em cinco praias situadas no interior da unidade

FOTO: RELC

W

W

F

que são produzidos pelos próprios traficantes em fazendas ilegais. E pensar que estes compõem mais de 20% de todos os insumos químicos aplicados nas lavouras brasileiras é assustador. Segundo pesquisa Ibope encomendada pelo Greenpeace, 81% da população brasileira considera que a quantidade de agrotóxicos aplicados nas lavouras é “alta” ou “muito alta”. As pessoas não querem mais comer comida com pesticidas – ainda mais sabendo que parte significativa deles é ilegal e sem qualquer controle. Ao invés de tentar flexibilizar, é preciso endurecer a legislação de agrotóxicos e caminhar para a redução gradual de seu uso até se ver livre da aplicação de químicos nos campos. Por isso, o Greenpeace e outras organizações da sociedade civil apresentaram no início de novembro ao Congresso o Programa Nacional de Redução do Uso de Agrotóxicos (PNARA) em forma de sugestão de Projeto de Lei. PE

DR

OQ

UIT

IBA

/PM

A

R/ TE RS

ação contou com o apoio de 35 alunos do 6º ano do Colégio Estadual Dom Cândido Penso. O monitoramento continuará sendo feito na Praia de São Domingos p e l o I C M B i o , comunitários e voluntários, com o objetivo de resgatar filhotes de ninhos condenados (inundados, compactados, atacados por insetos ou com raízes). A ideia é totalizar pelo menos 100 covas, a fim de que esta praia se torne reconhecida como tabuleiro de desova de tartaruga.

FO

e do Nunga, os agentes constataram que ainda não houve posturas. A Praia do Tibúrcio, com oito ninhos, foi totalmente submersa e os ninhos inundados. Na Praia Abaixo da Mata Coral, foram contados 10 ninhos. Após um grande temporal, o rio subiu muito e, antes da inundação, foram resgatados 413 filhotes vivos e 112 ovos viáveis que foram transferidos para a Praia do Nunga e continuam a ser monitorados. Na praia de São Domingos, já foram marcados 71 ninhos, sendo que apenas 21 foram abertos e contados, por se encontrarem sob grau significativo de ameaça. Foi encontrada uma média de 72 filhotes por ninho nesta praia. A i n d a e m S ã o Domingos, foi feita a soltura simbólica de 71 filhotes, cada um representando uma cova, após palestra sobre educação ambiental. A

L

Após ação de fiscalização o Conselho Deliberativo da Reserva Extrativista (Resex) Lago do Cedro, em Aruanã (GO), decidiu proibir a instalação de acampamentos turísticos em cinco praias situadas na área da Resex, para proteger a desova de tartaruga-da-amazônia. As praias ficam na região abaixo de Aruanã – Praia do Fernandão, Praia do Tibúrcio, Ilha do Nunga, Praia Abaixo da Mata Coral e Praia de São Domingos. Para alertar as pessoas, os agentes colocaram placas de advertência. A ação de fiscalização do Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio), que gere a reserva, teve início no dia 16 deste mês e foi apoiada pelo Ibama. O objetivo foi monitorar as praias onde ocorreram ou vão ocorrer desovas de tartarugas-da-amazônia nessa temporada. Nas praias do Fernandão

6299/2002, que visa enfraquecer a legislação de agrotóxicos com o objetivo de facilitar seu uso e liberação, Eloísa Dutra Caldas, coordenadora do Laboratório de Toxicologia da Universidade de Brasília, lembrou que o Brasil não tem um órgão público voltado à avaliação de riscos de substâncias químicas legais usadas nas lavouras. “Meu sonho é que o Brasil tenha uma agência avaliadora de riscos”, disse ela. Para os agrotóxicos regulamentados existe o Limite Máximo de Resíduos (LMR), que estipula, por lei, a quantidade permitida de resíduo de um pesticida específico no alimento. No entanto, não é um indicador de saúde e, sim, puramente agronômico, não levando em conta o uso cruzado de diferentes substâncias. Por sua vez, o índice de Ingestão Diária Máxima (IDM), além de obter seus resultados por meio de testes em ratos e não em seres humanos, não considera o consumo cumulativo de pesticidas ao longo da vida de uma pessoa. Se o uso legal e licenciado de agrotóxicos já apresenta brechas em suas análises, imagine então produtos contrabandeados ou até falsificados,

©P AU

Agentes do ICMBio e Ibama recolhem ovos de tartaruga durante fiscalização

† É isso mesmo. O dado alarmante foi revelado por Fernando Figueiredo, presidente-executivo da Associação Brasileira da Indústria Química (ABIQUIM) e convidado a compor a mesa de debate de audiência pública da Comissão de Reforma Agrária do Senado. O tema da audiência era contrabando e falsificação de agrotóxicos e seus impactos na economia. Possíveis embargos internacionais às exportações brasileiras e perdas de arrecadação tributárias avaliadas em um milhão de dólares no último ano preocupam. Mas nada se compara ao risco que a sociedade corre ao estar sujeita a esses agrotóxicos ilegais. Questionada se existe uma análise capaz de dizer os riscos à saúde causados por essas substâncias piratas, Sílvia Fagnani, diretoraexecutiva do Sindicato Nacional da Indústria de Produtos para Defesa Ve g e t a l ( S I N D I V E G ) , respondeu: “Não é possível afirmar os riscos ou o que tem dentro desses produtos contrabandeados”. E afirmou que se fossem feitos por uma empresa, ela seria a terceira ou quarta maior do mercado nacional. Resumindo: além de representar um grande risco econômico, trata-se de um grave problema de saúde pública. Brasileiros e brasileiras estão consumindo alimentos com substâncias químicas que nem especialistas no tema sabem o que é ou o que podem ser. A questão do risco alimentar vem forte dentro dessa discussão. Durante debate da Comissão Especial do Projeto de Lei

Jornalista Responsável: LUZIMARA FERNANDES redacao@jornalfatosenoticias.com.br Produtor-Executivo: HAROLDO CORDEIRO FILHO jornalfatosenoticias.es@jornalfatosenoticias.com.br Representante Comercial: MÁRCIO DE ALMEIDA comercial@jornalfatosenoticias.com.br Diagramação: LUZIMARA FERNANDES (27) 3068-3816 / 99885-7341 / 99620-6954 jornalfatosenoticias.es@gmail.com Facebook Jornal Fatos e Notícias Serra - ES CNPJ: 18.129.008/0001-18

fatos & notícias

Filiado ao Sindijores

Impressão Metro

"Feliz é a nação cujo Deus é o Senhor"

Circulação: Grande Vitória, interior e Brasília

Os artigos veiculados são de responsabilidade de seus autores


EDUCAÇÃO 3 01 a 07 de dezembro de 2016

fatos & notícias

MINISTRO FALA EM ROMBO ESTRATOSFÉRICO E DIZ QUE SÃO NECESSÁRIAS MUDANÇAS

Ministro explicou que é necessário reformular o Fies RAFAEL CARVALHO/MEC x Em reunião com representantes da Associação Comercial de São Paulo, na segunda-feira (28) na capital paulista, o ministro da Educação, Mendonça Filho, garantiu que programas de acesso à educação superior, como o Universidade para Todos (ProUni) e o Programa de Financiamento Estudantil (Fies) serão mantidos no

próximo ano, porém devem ser modificados para garantir sustentabilidade e eficiência. “Pretendemos reformular o Fies, garantindo a saúde financeira e o equilíbrio necessários. De acordo com dados publicados recentemente pelo Tribunal de Contas da União, o que se projeta [para o Fies] é um rombo estratosférico de

abalar a República”, salientou o ministro. Há pouco mais de um mês, o Congresso aprovou projeto de lei e liberou crédito suplementar de R$ 702,5 milhões para a renovação de contratos do Fies. Ainda segundo Mendonça Filho, o MEC está focado em concluir obras de expansão das universidades e instituições federais que

estavam atrasadas desde o ano passado. Essa é uma das medidas adotadas pela nova gestão desde que assumiu o ministério, em maio deste ano. Mendonça lembrou a s i t u a ç ã o d e contingenciamento de R$ 6,4 bilhões em que encontrou a pasta da Educação ao assumir o MEC. O atual governo conseguiu praticamente reverter o cenário, com mais R$ 4,7 bilhões, e assim seguir adiante com programas e ações. A adoção de um novo ensino médio e do ensino em tempo integral em todo o País foi outro tema abordado durante o encontro em São Paulo, e que estão entre as prioridades do MEC. Para o ministro, a experiência de Pernambuco – que alavancou a educação e o Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb) do estado – comprova o êxito de tais propostas.

“Passados 13 anos e sucessivos governos atuando nessa mesma direção, nós conseguimos ocupar hoje a primeira posição, ao lado de São Paulo, em termos de desempenho de Ideb de

ensino médio. Eu credito isso ao êxito da educação de tempo integral para o ensino médio que foi iniciado há menos de 15 anos, ainda na nossa gestão no governo pernambucano”.

Divulgação/PMV

Mais de 4,7 mil vagas para novos Bibliotecas das escolas municipais alunos na educação infantil de de Cachoeiro recebem novos livros Vitória em 2017

As matrículas novas na educação infantil da rede municipal de ensino para o ano letivo de 2017 acontecem entre o dia 29 dete mês e o dia 16 de dezembro. Elas serão feitas por meio do cadastramento eletrônico unificado, implantado em 2013. Ao todo, serão disponibilizadas 4.764 vagas para crianças com

idade entre 6 meses e 5 anos, em 49 Centros Municipais de Educação Infantil (Cmeis). As famílias das crianças cadastradas no sistema serão convocadas pelo próprio Cmei para efetivação da matrícula. A convocação será de acordo com a posição na lista de cadastro para solicitação DIVULGAÇÃO

de vagas existentes no sistema atualmente. Cabe à direção dos Cmeis e às respectivas secretarias escolares realizar o cadastramento eletrônico unificado. Além disso, as c o n v o c a ç õ e s permanecerão durante o ano letivo, mediante a disponibilidade de vagas.

As bibliotecas das escolas municipais de Cachoeiro de Itapemirim estão recebendo novos livros. A Secretaria Municipal de Educação fez aquisição de cerca de 10 mil volumes, para ampliar o acervo desses espaços e fortalecê-los como ferramenta fundamental para o processo de aprendizagem dos estudantes. Entre os 388 títulos adquiridos estão obras consagradas, algumas indicadas pela Biblioteca Nacional, de acordo com a

idade dos alunos, e outras atuais, bastante procuradas pelos alunos nas próprias escolas. São um novo atrativo nas atividades de fomento à leitura e reforçam o trabalho pedagógico das unidades de ensino municipais. “Sem dúvida, é uma das principais ferramentas da escola. Serão oferecidas 33 bibliotecas completas, obedecendo orientações da Biblioteca Pública Nacional, dentro de um projeto mais amplo, que começou em 2013”, conta a

secretária municipal de Educação, Cristiane Paris. Além da compra de livros, ela destaca que, desde o início dos trabalhos nesse sentido, os agentes de biblioteca receberam c a p a c i t a ç ã o e desenvolveram projetos nas escolas. Além disso, os espaços foram remodelados, com estantes direcionadas e dispostas de acordo com a organização proposta pela Biblioteca Pública Nacional.


4 CIÊNCIA & TECNOLOGIA 01 a 07 de dezembro de 2016

fatos & notícias

ASTEROIDE QUE MATOU DINOSSAUROS FEZ SUPERFÍCIE AGIR COMO LÍQUIDO Novo estudo publicado na 'Science' descreve os efeitos do impacto que atingiu o planeta há 65 milhões de anos

Menahem Kahana/AFP

iSTOCK

'Pensador' de quase 4 mil anos é encontrado em Israel Peça de 3.800 anos exibida no laboratório da Autoridade Israelense de Antiguidades, em Jerusalém Há 65 milhões de anos, um imenso asteroide atingiu a Terra, causando a extinção dos dinossauros e de 75% de toda a vida no planeta. Um novo estudo, publicado na última semana na revista Science reconstrói o impacto e revela que ele foi tão violento que chacoalhou a crosta da Terra por alguns momentos, fazendo-a agir como um fluido. Uma montanha mais alta que o Everest (que tem quase 9.000 metros) foi formada nos primeiros momentos e se lançou em direção à crosta, produzindo uma série de picos. Segundo os cientistas, tudo isso aconteceu em cerca de cinco minutos. Para chegar à descrição precisa do evento, a equipe

liderada por cientistas do Imperial College of London, na Inglaterra, analisou rochas da cratera de Chicxulub, no México, reconhecida como uma das remanescentes do impacto. S e g u n d o o s pesquisadores, as rochas da superfície da Terra sob o impacto se comportaram da mesma forma que um lago atingido por uma pedra. De acordo com o estudo, nos primeiros três minutos, uma porção de montanhas, mais altas que os Himalaias, foi formada em volta de um vazio de 25 quilômetros de profundidade e 70 quilômetros de largura – os p i c o s s u b i a m e mergulhavam em direção à superfície. No quarto minuto, o maior pico se

formou e foi jogado na crosta terrestre. Nos minutos finais, entre o fim do quinto minuto até o décimo, a superfície foi chacoalhada e o movimento sísmico deixou uma grande cratera na superfície. A zona do impacto se estendeu para toda a crosta terrestre, fazendo as rochas “fluírem” e “mudando o mundo para sempre” afirmou Penny Barton, pesquisador do departamento de ciências da Terra da Universidade de Cambridge, na Inglaterra, em um comentário que acompanha o estudo. Os pesquisadores ressaltam que, apesar de a Terra agir como um fluido e se movimentar como um líquido, ela permaneceu sólida.

Arqueólogos de Israel anunciaram nesta semana a descoberta de uma estatueta de 18 centímetros, feita há 3.800 anos, que exibe um homem pensativo. O pequeno boneco foi encontrado durante as escavações de um terreno d a c i d a d e d e Ya h u d , próxima a Tel Aviv. De acordo com a Autoridade Israelense sobre Antiguidades (IAA, na sigla em inglês), a escultura chama a atenção pela qualidade e por ser muito semelhante à obra 'O Pensador', feita pelo artista francês Auguste Rodin, no

século XX. “O nível de precisão e atenção aos detalhes nesta peça criada há quase 4 mil anos é realmente impressionante”, disse Gilad Itach, diretor de escavações da IAA. Segundo os arqueólogos, a peça, em excelente estado de conservação, foi encontrada em outubro, durante obras em um terreno onde serão construídas casas populares. Em pouco mais d e u m m ê s , o s pesquisadores limparam o boneco e remontaram seus pedaços soltos.

O pequeno 'Pensador' faz parte da mais extensa coleção de objetos funerários já encontrados em Israel. Junto com a escultura, os cientistas também acharam pontas de flechas, vasos funerários, partes de um machado, pequenas peças de metal e ossos de ovelhas e macacos. Segundo os arqueólogos, a reunião das peças leva a crer que o local pode ter sido o mausoléu de algum nobre da comunidade que habitava a região há cerca de 4.000 anos.

Brasileiro entra na lista dos jovens mais inovadores do MIT edição. O brasileiro está na disputada lista “35 Innovators Under 35” por ter criado o Hand Talk, um aplicativo para celulares e tablets que traduz o português para Libras — Linguagem de sinais. O aplicativo ajuda deficientes auditivos ou com problemas na fala a se comunicarem com pessoas que não sabem linguagem de sinais. Só no Brasil, existem mais de 10 milhões de deficientes auditivos que

REPRODUÇÃO

Ronaldo Tenório, de 30 anos, está entre as 35 pessoas com menos de 35 anos mais inovadoras do mundo, na lista divulgada todos os anos pelo renomado Instituto de Te c n o l o g i a d e Massachusetts, o MIT, nos Estados Unidos. Tenório é o único representante da América Latina desta

podem utilizar o aplicativo. Para estabelecer a comunicação, o App utiliza um avatar chamado Hugo para traduzir a fala em linguagem de sinais. A pessoa fala a frase no App e, em seguida, Hugo começa a fazer os sinais. Hugo também traduz a linguagem de sinais para mensagem de texto ou de voz. “O aplicativo dá aos deficientes auditivos a possibilidade de levar um intérprete para todos os lugares”, disse o MIT, na apresentação do App de Tenório. A invenção do brasileiro está na área de Inovações Humanitárias.


POLÍTICA 5

Texto aprovado pela Câmara é 'intimidação', diz Dallagnol

fatos & notícias

Vagner Rosário/VEJA

01 a 07 de dezembro de 2016

Ueslei Marcelino/REUTERS

Na madrugada desta quarta-feira (30), deputados aprovaram a medida que pune juízes por abuso de autoridade

PF deflagra 12ª fase da Operação Acrônimo O procurador da República Deltan Dallagnol, coordenador da forçatarefa da Operação Lava Jato no Paraná, criticou a inclusão, no pacote anticorrupção, da possibilidade de que juízes e integrantes do Ministério Público respondam por crime de responsabilidade. A medida foi aprovada na Câmara dos Deputados por 313 contra 132 na madrugada desta quartafeira. “Está sendo aprovada a lei da intimidação contra promotores, juízes e grandes investigações”,

escreveu Dallagnol no Twitter. O texto aprovado, no entanto, é mais brando do que a ideia inicial articulada pelos deputados, que queriam que integrantes do Poder Judiciário respondessem p o r c r i m e d e responsabilidade, o que poderia levar até mesmo à perda do cargo. Pela emenda aprovada na Câmara, os membros do Ministério Público podem responder pelo crime de abuso de autoridade se, entre outros motivos, promoverem a “instauração

de procedimento sem que existam indícios mínimos de prática de algum delito”. Além da “sanção penal”, o procurador ou promotor poderia estar “sujeito a indenizar o denunciado pelos danos materiais, morais ou à imagem que houver provocado”. Já os magistrados podem ser enquadrados em pelo menos oito situações, entre elas, se “expressar, por qualquer meio de comunicação, opinião sobre processo pendente de julgamento”. A pena prevista é de seis meses a dois anos de prisão e multa.

p e l o placar de 61 votos contra

a proposta passasse por um referendo popular antes de entrar em vigor. Deputados e precisa passar por trâmite semelhante no Senado, com o aval de pelo menos 49 dos 81 senadores. A votação em segundo turno na Casa deve ocorrer entre os dias 12 e 13 de dezembro.

Senado aprova em primeiro turno PEC do teto de gastos O Senado aprovou nesta terça-feira (29) o texto-base da Proposta de Emenda à Constituição (PEC) que limita o crescimento dos gastos públicos por 20 anos,

14. Os senadores também rejeitaram todos os destaques que poderiam alterar o texto já aprovado pela Câmara, incluindo um pedido para que

A Polícia Federal deflagrou na manhã desta quarta-feira a 12ª fase da Operação Acrônimo. Agentes da PF cumprem mandados de busca e apreensão e condução coercitiva no Estado do Tocantins e no Distrito Federal. A nova fase da operação foi autorizada pelo Tribunal de Justiça do Tocantins (TJ-TO) e as investigações apuram irregularidades em licitações no Detran do

Estado. O deputado estadual Eduardo Siqueira Campos (DEM-TO) foi levado para depor, segundo informações do jornal Bom dia Brasil, da TV Globo. A assessoria de imprensa da PF informou que não haverá coletiva de imprensa sobre o caso, e devido ao sigilo, não poderá se pronunciar. Nesta segunda-feira, o governador do Tocantins Marcelo Miranda (PMDB) foi alvo de condução

No Espírito Santo acontece a Operação Tarja Preta A Polícia Federal no Espírito Santo deflagrou, na madrugada de hoje (30), a Operação Tarja Preta, com objetivo de desarticular associação criminosa que atuava na prescrição, m a n i p u l a ç ã o e comercialização de medicamentos controlados no

município de Aracruz/ES, em desacordo com a determinação legal ou regulamentar. As investigações permitiram identificar um farmacêutico, de alcunha “Dr. Fritz”, que prescrevia e comercializada ilegalmente medicamentos dos mais variados tipos,

coercitiva e de busca e apreensão na Operação Reis do Gado. Nessa operação, as investigações apontaram a prática de crimes contra a administração pública e lavagem de capitais por meio da dissimulação e ocultação dos lucros ilícitos no patrimônio de membros da família do governador. Também foi decretada a prisão temporária do secretário de Infraestrutura do Estado, Sérgio Leão. inclusive controlados e a n a b o l i z a n t e s . Tais fatos configuram, em tese, os crimes de tráfico de drogas (Art. 33 da Lei 11.343/2006 - Pena - reclusão de 5 a 15 anos), associação para o tráfico (Art. 35 da Lei 11.343/2006 - Pena - reclusão de 5 a 15 anos) e exercício ilegal de medicina (Art. 282 do CP - Pena - detenção, de 6 meses a 2 anos). Foram cumpridos 5 Mandados de Busca e Apreensão e 3 de condução coercitiva.


6 CULTURA

01 a 07 de dezembro de 2016

fatos & notícias

A partitura contém inúmeras edições e anotações do músico alemão, que a escreveu no final do século XIX REPRODUÇÃO

x

Uma partitura da Sinfonia Nº 2, do compositor austríaco Gustav Mahler se

converteu, na terça-feira (29), no manuscrito musical

mais caro do mundo, ao ser leiloada em Londres por 4,5 milhões de libras (5,6 milhões de dólares), informou a Sotheby's. Em reais, pela cotação desta terça-feira, o valor seria equivalente a 19 milhões de reais. x A partitura contém inúmeras edições e anotações do músico alemão, que a escreveu no final do século XIX, e superou o recorde anterior de 2,5 milhões de libras, alcançado por nove sinfonias de Mozart em 1987.

REPRODUÇÃO

Stepan Nercessian será o novo presidente da Funarte

Filiado ao PPS, o ator Stepan Nercessian, foi escolhido pelo novo ministro da Cultura, Roberto Freire,

presidente da Funarte. A instituição, criada no governo Itamar Franco, com a finalidade de desenvolver políticas públicas de fomento às artes visuais, à música, ao teatro, à dança e ao circo, foi liderada por Humberto Braga nos últimos três meses. Stepan chegou a ser sondado para assumir a Cultura no breve momento em que ela se tornou

secretaria, no início do governo Temer. Ele iria ficar submetido ao ministro Mendonça Filho, da Educação. Mas a revolta da classe artística e parte da opinião pública foi grande. Pressionado, Temer mudou de ideia. Cultura voltou a virar ministério e o nome de Stepan, que não agradava Mendonça, foi esquecido.

SAMBA APOSTA NA FUSÃO DE RITMOS Ministério da Cultura

Nascido no início do século 20 nas casas de baianas que se mudaram para o Rio de Janeiro, como a lendária Tia Ciata, o samba ganhou o mundo. Um dos ritmos mais populares do Brasil, conquistou gerações de fãs e extrapolou as próprias fronteiras, fundindo-se com estilos tão diversos quanto o jazz, o funk, o soul, o rock, o pop e até mesmo a música eletrônica. A mundialmente famosa bossa nova, com seu balanço, surgiu nos anos 50, com raízes no samba e influência do jazz. Porém, foi com o som instrumental conhecido como samba jazz ou jazz samba que a fusão se aprofundou. De um lado, a batida cheia de suingue, e de outro, improvisos e harmonias jazzísticos. Moacyr Silva, Sérgio M e n d e s , J . T. M e i r e l l e s ,

Edison Machado, Dom Um Romão, Zimbo Trio, João Donato e Milton Banana Trio deram vida a essa escola. Com a explosão da bossa e a imigração de muitos músicos brasileiros para os Estados Unidos, o samba jazz ganhou adeptos na terra do Tio Sam, como o guitarrista Charlie Byrd e o saxofonista Stan Getz, que flertaram com o estilo.

Para o sambista e compositor carioca Nei Lopes, as fusões são positivas quando acontecem de forma espontânea. "No caso do samba e do jazz, há uma grande familiaridade. São músicas irmãs, que compartilham origens comuns, como ocorre também entre o samba e a música afro-cubana", destaca.

JUNOT LACET FILHO/JORNAL DA PARAÍBA

Partitura manuscrita de Mahler bate recorde em leilão: US$ 5,6 mi

TEMER SANCIONA LEI QUE TORNA

VAQUEJADA MANIFESTAÇÃO E

PATRIMÔNIO CULTURAL O presidente Michel Temer sancionou sem vetos a lei que eleva rodeios, vaquejadas e outras expressões artístico-culturais à condição de manifestação cultural nacional e de patrimônio cultural imaterial. Em julgamento feito em 6 de outubro, o Supremo Tribunal Federal (STF) c o n s i d e r o u inconstitucional uma lei c e a r e n s e q u e regulamentava eventos desse tipo. Desde então, a proposta, que visava à sua legalização, ganhou força no Congresso Nacional e foi aprovada no mesmo dia (1º de novembro), tanto na Comissão de Educação, Cultura e Esporte quanto no plenário do Senado. A decisão do STF resultou também em uma manifestação contrária a ela, feita por vaqueiros no dia 11 de outubro na Esplanada dos Ministérios. A vaquejada é uma atividade competitiva bastante praticada no

POSTO MIRANTE AV. NORTE SUL

Nordeste brasileiro, na qual os vaqueiros têm como objetivo derrubar o boi, puxando-o pelo rabo. As pessoas contrárias à atividade argumentam ser comum o tratamento cruel de animais. Com a sanção presidencial publicada no Diário Oficial da União desta quarta (30), a prática passa a ter respaldo legal. Na defesa, que fez de seu relatório aprovado em novembro, o senador Roberto Muniz (PP/BA) argumentou existirem ações de aperfeiçoamento da atividade para proteção do animal. Segundo ele, é preciso discutir formas de cuidar bem dos animais sem que seja necessário negar a prática de manifestações culturais, e que a proibição da vaquejada representa “desprezo do que é a cultura nordestina”, em especial a cultura do interior do País. Com a sanção da lei, além da vaquejada, passam também a ser considerados patrimônio cultural

imaterial do Brasil o rodeio e as expressões culturais decorrentes dela – caso de montarias, provas de laço, apartação, bulldog, paleteadas, Team Penning e Work Penning, e provas como as de rédeas, dos Três Tambores e Queima d o A l h o . Ta m b é m s e enquadram como patrimônio cultural imaterial os concursos de berrante, apresentações folclóricas e de músicas de raiz. Wildemberg Sales foi um dos organizadores do Movimento Vaquejada Legal no Distrito Federal (DF), evento feito em outubro contrário à decisão do STF. Segundo ele, cerca de 700 mil famílias vivem de forma direta ou indireta da vaquejada em todo o país. Ele também alega não haver agressão aos animais durante os espetáculos e que essas suspeitas decorrem, em parte, do fato de a vaquejada ser confundida com outras atividades, como é o caso da farra do boi.


SAÚDE7

01 a 07 de dezembro de 2016 REPRODUÇÃO

a Dados divulgados nesta quarta (30) pelo Ministério da Saúde revelam que 827 mil

pessoas vivem com HIV/Aids no Brasil. Dessas, cerca de 112 mil não sabem que estão infectados.

Do total de pessoas soropositivas identificadas no País, 372 mil ainda não estão em tratamento, apesar

Saúde do homem é tema de palestra no Hospital Estadual Dr. Jayme

BRASIL TEM 827 MIL PESSOAS VIVENDO COM HIV; 112 MIL NÃO SABEM QUE ESTÃO INFECTADOS de 260 mil delas já saberem que estão infectadas. De acordo com o boletim, a taxa de detecção da Aids em menores de 5 anos caiu 36% nos últimos seis anos, passando de 3,9 casos para cada 100 mil habitantes em 2010 para uma taxa de 2,5 casos em 2015. A taxa em crianças nessa faixa etária é usada como i n d i c a d o r p a r a monitoramento da transmissão vertical do HIV (transmissão de mãe para filho durante a gestação ou

no momento do parto). Segundo a pasta, a epidemia no Brasil está estabilizada, com taxa de detecção em torno de 19,1 casos para cada 100 mil habitantes. Ainda assim, o número representa cerca de 41,1 mil novos casos ao ano. Os números mostram também uma queda de 42,3% na mortalidade provocada pelo HIV/aids no Brasil nos últimos 20 anos. A taxa caiu de 9,7 óbitos para cada 100 mil habitantes em 1995 para 5,6 óbitos em

próstata” ministrada pelo médico urologista Rodrigo Tristão. “Trabalhamos com saúde, então nada melhor do que buscar a conscientização das pessoas que estão aqui conosco, funcionários, pacientes e todos aqueles que puderem participar”, avalia o diretor-geral do Hospital Dr. Jayme, Rogério Griffo. Nesse mês, conhecido como novembro azul, o Hospital Dr. Jayme também

adotou a cor para iluminar sua fachada. “Assim como o rosa marca o mês de outubro e a conscientização das mulheres para a prevenção de doenças, o azul mostra para os homens toda sua importância na sociedade, e a cor, estampada em nossa entrada, simboliza a importância de exames preventivos para o sexo masculino”, destacou Marta Almeida, coordenadora de Projetos Sociais da unidade. (Fonte: Sesa)

cada 100 mil habitantes em 2015. A cobertura do diagnóstico de HIV/Aids no País passou de 80% em 2012 para 87% em 2015, o equivalente a 715 mil pessoas. A meta é chegar a 90% até 2020. Os maiores incrementos, de acordo com os dados, foram observados na meta relacionada ao tratamento, que passou de 44% em 2012 para 64% em 2015. O número representa 455 mil pessoas.

Ministério da Saúde convoca estados para combater o mosquito iSTOCK IMAGES

GAZETA ON-LINE

No mês dedicado à saúde do homem, o Hospital Estadual Dr. Jayme Santos Neves realizou, terça-feira (29), um encontro entre paciente, acompanhantes, visitantes e funcionários da unidade para discutir ações educativas e de incentivo aos cuidados com a saúde. Hábitos saudáveis, atividade física e alimentação balanceada foram alguns dos temas propostos, além da palestra “O homem e o câncer de

fatos & notícias

Com a chegada do verão, o governo federal intensifica a atuação contra o mosquito transmissor da dengue, vírus Zika e febre chikungunya. Na terça-feira (29), o ministro da Saúde, Ricardo Barros, convocou a participação de todos os estados e municípios para a mobilização nacional. O apelo do ministro foi feito p o r m e i o d e videoconferência, na Sala Nacional de Coordenação e Controle, em Brasília (DF). Durante a reunião, os secretários estaduais de saúde e os coordenadores das 27 Salas Estaduais de Coordenação e Controle, que atuam no monitoramento do combate ao Aedes aegypti, trataram das ações programadas para o Dia Nacional de Combate ao Mosquito, que acontece nesta sexta-feira (2). A mobilização nacional consiste em ações integradas e simultâneas, desenvolvidas em articulação com prefeituras, governos estaduais e população.

Ministros de Estado, militares das Forças Armadas, agentes de saúde e de defesa civil, além de outras autoridades, visitarão residências, escolas, órgãos públicos, canteiros de obras e outros locais para conscientizar a população

sobre a importância do engajamento de todos na luta contra o Aedes aegypti. O mutirão será realizado nos órgãos da administração pública, unidades de saúde e estatais, marcando a intensificação das ações de c o m b a t e e , consequentemente, impedindo a reprodução do mosquito. A ideia da mobilização é que todas as sextas-feiras sejam dedicadas para verificação de possíveis focos do mosquito, incentivando outras empresas, associações e a própria população para que cada um faça a sua parte. A campanha traz como foco “Sexta sem mosquito. Toda sexta é dia do mutirão nacional de combate”.


8ECONOMIA 01 a 07 de dezembro de 2016

fatos & notícias

Países produtores decidem reduzir produção de petróleo e forçar alta dos preços

REPRODUÇÃO

Os principais países produtores de petróleo acordaram em reduzir a produção do óleo para diminuir a oferta e, assim, forçar a alta dos preços da commodity. A decisão foi aprovada durante a 171ª reunião da Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep), que

acontece em Viena, na Áustria. Segundo a agência de n o t í c i a s B l o o m b e rg , a extração será reduzida em cerca de 1,2 milhões de barris diários. Com isso, a produção diária mundial não deverá ultrapassar 32,5 milhões de barris diários, embora a expectativa da

própria Opep seja de um crescimento da demanda mundial em 2016 e em 2017. Os termos desse novo acordo já tinham sido estabelecidos em setembro, quando o grupo aprovou o chamado Acordo de Argel, estipulando um corte na produção e o teto entre 32,5 milhões e 33 milhões de

barris extraídos por dia (bpd). O foco do Acordo de Argel, segundo explicou hoje o presidente da conferência, o ministro da Energia e da Indústria do Q a t a r, M o h a m m e d B i n Saleh Al-Sada, era “acelerar a retirada dos estoques, trazendo o reequilíbrio do mercado”. Um grupo de trabalho foi criado para estudar e r e c o m e n d a r a implementação do nível adequado de produção pelos países membros, discutindo o tema inclusive com representantes dos países produtores que não integram a Opep. “Esses esforços exaustivos para construir um consenso entre todos os produtores têm sido vitais para o processo [de construção de um acordo]”, disse Al-Sada, comentando que limitar a produção de forma a “devolver uma estabilidade sustentável ao mercado” seria benéfico para as economias nacionais e mundial. De acordo com Al-Sada, o Acordo de Argel vinha sendo capaz de deter “a deterioração dos preços”, até que, em 14 de novembro, os preços voltaram a baixar. “É

vital que os estoques comecem a cair. Então os preços começarão a subir e a estabilidade retornará ao m e r c a d o . To d o s o s produtores compreendem a gravidade da situação e todos os consumidores t a m b é m d e v e m compreendê-la”, acrescentou o ministro, citando a perspectiva de a demanda mundial, em 2040, ultrapassar os 109 milhões de barris de petróleo diários – mais de três vezes o limite estabelecido hoje. “Este crescimento exigirá investimentos significativos. Em geral, as necessidades estimadas de investimentos relacionados ao petróleo estão próximas de US$ 10 trilhões no período até 2040”, declarou Al-Sada, lembrando que, apesar das perspectivas otimistas para os produtores, os investimentos globais caíram entre 2015 e 2016 e especialistas afirmam que devem se manter nos atuais patamares por mais algum tempo. Ontem, ao se reunir com os chefes das delegações dos 14 países membros que chegavam a Viena para participar do encontro, o

secretário-geral da Opep, Mohammad Sanusi Barkindo, sinalizou com a possibilidade de a entidade chegar a um acordo. Segundo a assessoria da própria Opep, Barkindo e o ministro dos Recursos Petrolíferos da Nigéria, Emmanuel Ibe Kachikwu, discutiram a situação do mercado mundial de petróleo e a necessidade dos produtores enfrentarem o excesso de oferta para tentar “equilibrar o mercado”. Para ambos, “a inação poderia levar a um terceiro ano sem p r e c e d e n t e s d e subinvestimento no setor, p o t e n c i a l m e n t e prejudicando a oferta futura”. Criada em 1960, a Opep coordena a política petrolífera dos países membros, orientando a oferta de petróleo no mercado internacional, defendendo os interesses dos produtores sobre os preços. Atualmente, é integrada por 14 países membros: Angola; Arábia Saudita; Argélia; Emirados Árabes; Equador; Gabão; Qatar; Indonésia; Irã; Iraque; Kuwait; Líbia; Nigéria e Venezuela.

apresento u recuo de 4% em relação a i g u a l período de 2015, maior queda p a r a e s t e período desde o início da série em 1996. Em valores correntes, o PIB alcançou R$ 1,580 trilhão. Os dados das Contas Nacionais Trimestrais foram divulgados quarta-feira (30) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Na análise dos subsetores da economia, a agricultura teve retração de 1,4% no período, a indústria caiu 1,3% e o setor de serviços registrou queda de 0,6%.

Os dados do IBGE mostram ainda que o consumo das famílias caiu 0,6% e o do governo, 0,3%. Já a Formação Bruta de Capital Fixo, que são os investimentos, recuou

3,1%. No setor externo, as exportações de bens e serviços caíram 2,8% e as importações recuaram 3,1%.

PIB cai 0,8 % no terceiro trimestre e tem a sétima queda seguida REPRODUÇÃO YOUTUBE

O Produto Interno Bruto (PIB), soma de todos os

bens e serviços produzidos no país, fechou o terceiro

trimestre do ano com queda de 0,8% em relação ao trimestre a n t e r i o r. Com isso, o país registra o sétimo trimestre seguido de retração da economia. J á n o resultado acumulado do ano até setembro, o PIB


GERAL9

01 a 07 de dezembro de 2016

Copenhague, na Dinamarca, já tem mais bikes que carros nas ruas Sensores da cidade registraram 265,7 mil bicicletas circulando pelo local contra 252,6 mil carros; município já investiu R$ 486 milhões em infraestrutura

fatos & notícias

Embaixador da Coreia do Sul visita o ES Assessoria de Comunicação/Casa Civil

Comitiva sul-coreana foi recebida pelo secretário-chefe, José Carlos da Fonseca e o subsecretário para Assuntos Internacionais, Antônio Marcus Machado

Copenhagen já tem mais bicicletas do que carros nas ruas A c i d a d e d e Copenhague, capital da Dinamarca, registrou um recorde, no mínimo, curioso: há mais bicicletas circulando diariamente pelas ruas do centro do município do que carros. De acordo com o jornal inglês 'The Guardian', os sensores da cidade registraram 265,7 mil bicicletas circulando pelo local contra 252,6 mil carros. Só no ano passado, mais de 35 mil novas 'bikes' começaram a passar pelo local diariamente. Copenhague vem monitorando o tráfego no x

centro da cidade desde 1970, quando havia cerca de 351,1 mil carros e 100 mil bicicletas. Agora, com investimento em infraestrutura no setor, vê a população abraçar de vez a ideia. Segundo a publicação, o número de ciclistas cresceu 68% nos últimos 20 anos. “O que realmente ajudou foi a forte liderança política que começou com Ritt Bjerregaard (ex-prefeito) que se dedicou realmente sobre o ciclismo”, disse Klaus Bondman, presidente da Federação Dinamarquesa de Ciclismo.

Desde 2005, 115 milhões de libras (R$ 486 milhões) foram investidos pela cidade em infraestrutura para as bicicletas na cidade. Mesmo com a estrutura, Bondman acredita que o número de usuários deve cair com a inauguração das obras de expansão do metrô, prevista para 2019. “Não há dúvidas que a abertura vai tomar parte do tráfego de bicicletas, mas a coisa mais importante para mim é ter um sistema de transporte verde”, diz.

FICA AQUI A HOMENAGEM DA EQUIPE DO FATOS & NOTÍCIAS A TODAS AS VÍTIMAS DO VOO DA CHAPECOENSE

#FORÇACHAPE

x Parceria com o programa Escola Viva e investimentos no Espírito Santo foram alguns dos assuntos tratados na agenda do Governo do Estado com o embaixador da Coreia do Sul, Lee Jeong-gwan, em visita realizada pelo representante sul-coreano ao ES nos dias 24 e 25 de novembro. Em reunião na Secretaria da Casa Civil, o secretáriochefe, embaixador José Carlos da Fonseca Júnior, e o subsecretário para Assuntos Internacionais, Antônio Marcus Machado, receberam, além do e m b a i x a d o r , a pesquisadora sênior Regina Jeong e a especialista em assuntos econômicos Sewon Kim.

Também participaram da agenda representantes das Secretarias de Estado da E d u c a ç ã o e d e Desenvolvimento Econômico, do Bandes e do Porto Central. De acordo com o subsecretário Antônio Marcus, dentre os assuntos debatidos está a “possibilidade de parceria com o programa Escola Viva, na realização de intercâmbio de professores e a l u n o s p a r a conhecimento recíproco de metodologias de ensinoaprendizagem”. “Apresentamos, ainda, linhas de financiamento e incentivos fiscais do Bandes para possíveis investimentos no Espírito Santo. Conversamos sobre

a possibilidade de parceria no projeto Reflorestar, que objetiva a recuperação da cobertura florestal do nosso Estado, além de possível parceria no projeto do Porto Central”, explica Machado. A comitiva sul-coreana foi recebida, também, pelo presidente da Codesa, Luís Cláudio Montenegro, que apresentou o sistema portuário capixaba e suas oportunidades de investimento. Na agenda, além do sistema portuário capixaba, foi apresentado o perfil de comércio exterior do nosso estado, além de possíveis investimentos na ampliação do Porto de Barra do Riacho, em Aracruz.


Fatos & Notícias Ed. 182