Issuu on Google+


ARTIGO

E assim é a Democracia... políticas da cidade.

Odair José

No sábado 06-10 a bicentenária cidade de Cáceres completou seus 234 anos de existência. Ao longo desses mais de dois séculos a Princesinha do Paraguai sofreu inúmeros golpes e foi sugada por sanguessugas e morcegos. Apesar das nuvens negras que sempre sobrevoavam a cidade, havia um fundo de esperança de que um dia a população pudesse acordar de seu sonambulismo político e fizesse a coisa certa, isto é, renovar as forças

Eis que, um dia depois de completar seu aniversário, a cidade mostra que seus eleitores estão politizados e já sabem o que querem para seus futuros. Não falo aqui da majoritária em si, mas da renovação da Câmara de vereadores que mostrou simplesmente que a população está cansada de pessoas que não fazem nada e pensam que, com um sacolão ou cobertor, poderiam permanecer na casa legislativa por mais quatro anos mamando nas tetas, já sem leite, do município. E a s s i m é a democracia. Uma oportunidade que temos de

escolhermos os representantes do povo, para o povo em prol do povo. Visualizamos na nova configuração política da Câmara de vereadores pessoas que, se quiserem, tem tudo para realizar trabalhos importantes em favor da população. A conjuntura política aliada à força de vontade pode render frutos positivos para tirar a cidade desse atraso político na qual se encontra há décadas e, assim, proporcionar uma melhora considerável na qualidade do município que respira por aparelhos. Com relação aos eleitores que demonstraram uma consciência política que não se via há tempos é um sinal de que se conscientizaram de

ARTIGO

Nelci Eliete

Foram inúmeros dias de muito trabalhado, levando até aos eleitores propostas que nortearão o desenvolvimento de Cáceres.

que a política nos envolve no nosso cotidiano e, para não sermos controlados por políticos, no mínimo irresponsáveis, é necessário termos o controle de nossas ações na escolha desses representantes. Os eleitores souberam identificar não apenas os líderes, mas, também, quem seguia esses líderes e que, possivelmente, estariam no comando de nossas vidas durante longos quatro anos. Não basta olhar a fumaça, é preciso ver quem causa o incêndio.

Por fim, como cacerense de nascença e paixão, espero que os novos ventos possam trazer um pouco de chuva para

ARTIGO

Uma nova história familiares ter qualidade de vida. O povo encontrou na Eliene nossa vice, um espelho de honestidade lealdade e de amor para com seu semelhante, e assim aqueles que ainda estavam indecisos decidiram pela harmonia política, pelo desenvolvimento de Cáceres.

Mas não bastava, o eleitor queria mais, ele precisava confiar no homem que vai administrar esse município, e a confiança ele encontrou em Estou feliz, Francis, homem honesto mesmo sabendo das digno e que confia em d i f i c u l d a d e s q u e a Deus. prefeitura municipal atravessa, acredito que a Nossa... o trabalho de formiguinha, administração de Francis rendeu-nos a Vitória, e vai nos tirar dessa crise, daqui pra frente, a vitória logo retomaremos o é do povo de Cáceres, caminho do progresso e que terá o direito e uma devolvermos ao nosso v i d a m e l h o r, c o m p o v o e s q u e c i d o , a o p o r t u n i d a d e d e esperança de um rumo trabalho digno, para que certo. Vou repetir uma possa junto aos seus frase dita por alguém

“Quem tem plano de governo nunca erra" e nós temos, por isso creio na realização de nossa proposta. A luta foi e será árdua, ela está apenas começando, as dificuldades que estão por vir é que colocará a prova a gestão participativa, onde o povo vai decidir quais são as ações prioritárias que devem ser iniciadas. A população juntamente com o Gestor público vai traçar um novo destino para Cáceres, pois a o povo cacerense não precisará mais sofrer por rivalidades políticas, ela foi enterrada na data de ontem, quando elegemos Francis e Eliene.

Antonio Azambuja

A 222 quilômetros de Cuiabá pulsa o coração pantaneiro, lá está o município de Cáceres, na região Oeste de Mato Grosso. Região da qual tenho orgulho de defender e fazer parte. No último dia seis de outubro, Cáceres completou 234 anos de puro orgulho para os mato-grossenses, cidade cheia luz e encantos naturais, terra de um povo alegre e hospitaleiro. Tenho orgulho de representar essa gente. O município se destaca no turismo histórico e esportivo, situado numa das regiões mais privilegiadas do Pantanal Mato-grossense e ostenta uma das maiores potencialidades turísticas do Estado. Fico deslumbrado com a grandiosidade da beleza do Rio Paraguai e seus afluentes, que possibilitam e engrandecem a pesca esportiva. Sem falar que Cáceres é palco de um evento mundialmente conhecido o

molhar essa terra tão castigada pelas últimas secas que assolaram nossa terra. A democracia vence mais uma vez. No silencio de uma cabine eleitoral vem à resposta aos mandos e desmandos de políticos que só pensam em si. Um basta à incompetência e descaso a quem merece um maior respeito, isto é, a população. Um alerta aos novos representantes: Sejam legítimos às causas da população. Façam aquilo que precisam fazer para cumprir com o papel social que foi confiado a cada um de vós.

Cáceres berço das diversidades “Festival Internacional de Pesca (FIP)”, registrado no Guinness Book como o maior campeonato de pesca do mundo em águas fluviais. A tão prendada cidade de Cáceres também desenvolve turismo voltado ao ecoturismo, passeios em cachoeiras, grutas e cavernas e conta com fazendas históricas e hotéis que revelam o passado e o encanto da região. Como deputado estadual, tenho trabalho para contribuir com o crescimento e d e s e n v o l v i m e n t o socioeconômico deste município, geração de empregos e qualidade de vida aos cacerenses. Tenho cobrado do governo do Estado saúde, educação e segurança pública e mais proteção nas fronteiras. Cáceres merece nossos cuidados e admiração. Parabéns pelos seus 234 anos de emancipação política. Em nome de toda a região Oeste do Estado, parabéns Cáceres! Antonio Azambuja é Graduado em Medicina em Nova Iguaçu – RJ, PósGraduação em Saúde Pública e Medicina Legal e atualmente ocupa o cargo de deputado estadual por Mato Grosso.



ANO IV - Edição - nº 0434