Issuu on Google+

Ano 5 – nº 69 – Junho /2012 – Responsável: Luiz Carlos de Souza (Trabalhador na seara espírita em Uberaba-MG / Brasil) TWITTER: @jornalespirita FACEBOOK: Jornal Espírita de Uberaba SITES: www.issuu.com/jornalespiritadeuberaba e www.jornalespiritadeuberaba.com E-MAIL: lcsouza@terra.com.br / CELULAR: (34) 9969-7191

“Deus nos concede, a cada dia, uma página de vida nova no livro do tempo. Aquilo que colocarmos nela, corre por nossa conta”. Chico Xavier EVENTOS ESPÍRITAS DE UBERABA

REUNIÃO LÍTERO MUSICAL DOUTRINÁRIA PALESTRA: REVELAÇÕES NA PSICOGRAFIA DE CHICO XAVIER Palestrante: Carlos A. Baccelli (Uberaba-MG) Programação: Apresentações Musicais; Palestra; Sorteio de Livros; e, Confraternização. Data: 30 de junho de 2012 (sábado) Horário: 19h30min Local: Centro Espírita Uberabense (Rua Barão de Ituberaba nº 449 – Estados Unidos) Organização: UMEU – União da Mocidade Espírita de Uberaba 8º MARES – MOVIMENTO DE ARTE ESPÍRITA COM TIM E VANESSA Tema: A Música Como Instrumento do Ser Data: 14 de junho de 2012 – sábado Programação: 14h às 15h30min – Palestra 20h – Apresentação Musical com Tim e Vanessa (Espiritismo em Canção) Local: Centro Espírita Uberabense (Rua Barão de Ituberaba nº 449 – Estados Unidos) Realização: CRE-SUL – Conselho Regional Espírita Sul; AME – Aliança Municipal Espírita de Uberaba; SIJ – Setor Juventude (2º e 3º ciclos)

Jornal Espírita de Uberaba – Ano 5 – Nº 69 – Junho/2012

1


CAFÉ COM O AUTOR A Ponto de Luz Livraria Espírita convida você para uma tarde de autógrafos com um delicioso café. O livro a ser autografado “Filhos da Alma” de Rita Andrade. Dia: 23/06/2012 (quarta-feira) Horário: Das 15h às 17h Local: Rua João Pinheiro nº 313 – Centro (Ponto de Luz Livraria Espírita) VAI ACONTECER O XI FEMEU FESTIVAL DE MÚSICA ESPÍRITA DE UBERABA A UMEU – União da Mocidade Espírita de Uberaba estará realizando o XI FEMEU – Festival de Música Espírita de Uberaba, no dia 29 de setembro de 2012, às 19h, no Teatro Sesiminas, em Uberaba-MG, com entrada franca. O XI FEMEU é um Festival de composições inéditas, voltado à temática espírita e tem como objetivos: Valorizar a arte produzida no movimento espírita; Incentivar a participação e criação artística das músicas espíritas; Proporcionar a descoberta de novos talentos no movimento espírita; Divulgar a música espírita, elevando o espírito; Promover o intercâmbio artístico e cultural em todo o Território Nacional. Para a realização do XI FEMEU, a UMEU conta com o apoio da AME – Aliança Municipal Espírita de Uberaba, da UEM – União Espírita Mineira; da ABRARTE – Associação Brasileira de Artistas Espíritas; da FEB – Federação Espírita Brasileira; das empresas: Top Som, Skala Cosméticos, e River Auto Peças; do artista plástico Rhaavi Dionísio (Uberaba-MG); das livrarias espíritas de Uberaba: Academia do Pensamento, Emmanuel, Francisco Cândido Xavier e Ponto de Luz; das editoras espíritas: CEC – Uberaba, GEEM, IDE, LEEPP, CANDEIA, CEU; de Eduardo Saad (sonorização); de Vision DVD (filmagem); da SOLIS Publicidade; do Centro de Cultura José Maria Barra – Teatro Sesiminas; do Conservatório Estadual de Música Renato Frateschi; dos jornais: Jornal Espírita de Uberaba, e A Flama Espírita. As inscrições são gratuitas e estarão abertas no período de 01 de agosto de 2012 até às 12h do dia 01 de setembro de 2012, na Livraria Espírita Emmanuel (Rua Artur Machado nº 288 – Sala 04 – Centro – Galeria Fausto Salomão – Uberaba-MG – CEP. 38010020 – Telefone: [34] 3312-8327).

Jornal Espírita de Uberaba – Ano 5 – Nº 69 – Junho/2012

2


Mais informações poderão ser obtidas com Luiz Carlos de Souza, coordenador do XI FEMEU e Diretor Artístico e Cultural da UMEU – União da Mocidade Espírita de Uberaba, através do e-mail: lcsouza@terra.com.br ou pelo telefone (34) 9969-7191. Para conhecer um pouco mais sobre o FEMEU: Acesse o Canal FEMEU: http://www.youtube.com/user/FEMEU1 Acesse o blog: http://femeu.blogspot.com/ Breve Histórico FEMEU – Festival De Música Espírita De Uberaba  I Festival aconteceu em 24 de janeiro de 1981, no Centro Espírita Batuíra.  II Festival em 23 de janeiro de 1982, no Uberaba Tênis Clube.  III Festival em 22 de janeiro de 1983, no Uberaba Tênis Clube.  IV Festival em 28 de janeiro de 1984, no Centro Espírita Uberabense.  V Festival em 30 de setembro de 1990, no Centro Espírita Uberabense. A partir do V Festival de Música Espírita de Uberaba, foram promovidas as “Noites da Música Espírita”. “Noites da Música Espírita”, realizadas: Em 03 de maio de 1992; em 25 de setembro de 1993; em 28 de agosto de 1994 e a última noite em 1995. Todas realizadas no Centro Espírita Uberabense. Todos esses eventos foram organizados pela Aliança Municipal Espírita – AME de Uberaba. Após dezessete anos sem a sua realização, a UMEU – União da Mocidade Espírita de Uberaba passa a realizar os festivais, utilizando a sigla FEMEU – Festival de Música Espírita de Uberaba. Em 02 de junho de 2007, foi realizado o VI FEMEU – Festival de Música Espírita de Uberaba no Teatro Experimental de Uberaba – TEU. VENCEDORAS: 1º Lugar: Canta Coração 2º Lugar: Mil Perdões 3º Lugar: Mensageiro de Luz Melhor Intérprete: Obrigado – Uberaba-MG Melhor Letra: Mensageiro de Luz – Uberaba-MG Melhor Arranjo: Canta Coração – Uberaba-MG Em 27 de setembro de 2008, foi realizado o VII FEMEU – Festival de Música Espírita de Uberaba, no Centro Espírita Uberabense. Este de abrangência do Conselho Regional Espírita Sul – CRE-SUL. VENCEDORAS: 1º Lugar: Pátria do Evangelho – Uberaba-MG 2º Lugar: Zênite – Uberaba-MG 3º Lugar: Placas do Bem – Prata-MG Melhor Interprete: Jesus em Minha Vida – UberabaMG Melhor Letra: Pátria do Evangelho – Uberaba-MG Melhor Arranjo: Almas Mutiladas – Sacramento-MG Em 24 de outubro de 2009, foi realizado o VIII FEMEU – Festival de Música Espírita de Uberaba, no Centro Espírita Uberabense. Este de abrangência do Triângulo Mineiro e Alto Paranaíba. VENCEDORAS: 1º Lugar: Nas Asas Brancas da Saudade – Monte Carmelo-MG 2º Lugar: O Belo Sonho Uberaba-MG Jornal Espírita de Uberaba – Ano 5 – Nº 69 – Junho/2012

3


3º Lugar: Trieiros – Araguari-MG Melhor Interprete: Nas Asas Brancas da Saudade – Monte Carmelo-MG Melhor Letra: Trieiros – Araguari-MG Melhor Arranjo: Nas Asas Brancas da Saudade – Monte Carmelo-MG Em 13 de novembro de 2010, foi realizado o IX FEMEU – Festival de Música Espírita de Uberaba, também no Centro Espírita Uberabense, este de âmbito nacional. VENCEDORAS: 1º Lugar: A Estrela Centenária – Uberaba-MG 2º Lugar: Nossa Verdade – Uberaba-MG 3º Lugar: Mais ou Menos – Campinas-SP Melhor Intérprete: A Estrela Centenária – Uberaba-MG Melhor Letra: A Estrela Centenária – Uberaba-MG Melhor Arranjo: Nossa Verdade – Uberaba-MG Em 09/07/2011, foi no Cine Teatro Vera Cruz, o X FEMEU – Festival de Música Espírita de Uberaba, de âmbito nacional. VENCEDORAS: 1º Lugar: Música: Chico Simplicidade – Sete Lagoas-MG 2º Lugar: Música: Mundo Unido – Uberlândia-MG 3º Lugar: Música: Eurípedes Barsanulfo, Missionário de Luz – Uberaba-MG Melhor Intérprete: Música: Mundo Unido – Uberlândia-MG Melhor Letra: Música: Chico Simplicidade – Sete Lagoas-MG Melhor Arranjo: Música: A Luz do Mundo – Uberaba-MG EVENTOS ESPÍRITAS DO BRASIL Evento: 1º CONSEDI – CONGRESSO DE SAÚDE E ESPIRITUALIDADE DE DIVINÓPOLIS Data: Dias 15, 16 e 17 de junho de 2012 Local: Salão de Convenções do Centro Espírita Jesus de Nazaré (Rua Cobre nº 57 – Bairro Niterói – Divinópolis-MG Informações: Telefone: (37) 3071-2699 ou (37) 3212-8047 / E-mail: consedi2012@gmail.com Evento: PALESTRA COM CARLOS A. BACCELLI – TEMA: “CIDADE NO ALÉM” Data: 15 de junho de 2012 – sexta-feira Horário: 20h Local: Associação Espírita Mãos Unidas (Rua Casa Forte nº 609 – Agua Fria – São Paulo-SP) Evento: PALESTRA COM CARLOS A. BACCELLI Data: 16 de junho de 2012 – sábado Horário: 16h Local: Instituição Beneficente a Luz Divina (rua Horácio Lafer, nº 720 – Itaim Bibi – São Paulo-SP) Evento: SEMINÁRIO: ESPIRITUALIDADE DOS ANIMAIS Data: 16 de junho de 2012 – sábado Horário: Das 9h ás 12h Local: Câmara Municipal de Jacareí-SP Informações: Telefone: (12) 9123-1277 com Carlos Monteoliva

Jornal Espírita de Uberaba – Ano 5 – Nº 69 – Junho/2012

4


Evento: SEMINÁRO PASSE E MAGNETISMO COM JACOB MELO Data: Dias 16 e 17 – 23 e 24 de junho Horário: Sábados das 8h às 18h e Domingos das 8h às 12h Local: Rua Antônio de Godoy nº 5949 – Jardim Universitário – Em frente à Casa de Portugal – São José do Rio Prego-SP Informações: Telefone: (17) 9115-3457 / Site: www.grupoespiritaandreluiz.com / Email: grupoespiritaandreluiz-sjrp@hotmail.com Evento: PALESTRA COM CARLOS A. BACCELLI Data: 17 de junho de 2012 – domingo Horário: 10h Local: Casa do Caminho (Estrada Municipal do Piratuba – Condomínio Cocais – IbiúnaSP Evento: PALESTRA COM ANDRÉ LUIZ DO N. RAMOS – TEMA “A EDUCAÇÃO, QUESTÕES SOCIAIS, A LEI MORAL” Data: 17 de junho de 2012 – domingo Horário: 19h Local: União Espírita Cristã (Rua Joaquim Nabuco nº 70 – Vila Buck – Lorena-SP) Evento: SEMINÁRIO COM DR. EDUARDO VALÉRIO – TEMA: “DA DESENCARNAÇÃO À REENCARNAÇÃO” Data: 23 de junho de 2012 – sábado Horário: Das 14h30min às 16h30min Local: Centro Espírita Allan Kardec (Av. Irmã Serafina nº 674 – Centro – Campinas-SP) Informações: Telefone: (19) 3234-9224 / Site: www.ceak.org.br Evento: SEMINÁRIO: “EMOÇÃO, CURA-AUTOCURA E ESPIRITUALIDADE” – “EMOÇÃO, CORAÇÃO E ESPIRITUALIDADE” Data: Dia 23 de junho de 2012 – sábado Horário: Das 14h às 18h Local: Seara Espírita Joanna de Angelis (Rua Dr. João Keating n° 107 – Campinas-SP) Informações: E-mail: amecamp@amecampinas.org Evento: PINTURA MEDIÚNICA COM A MÉDIUM VALDELICE SALUM Data: 24 de junho de 2012 – domingo Horário: 15h Local: CECC Maria Dolores (Rua Vicente Meiro nº 36 – Bairro Imirim – São Paulo-SP) Informações: Telefone: (11) 2231-5093 com Ludmila Evento: CURSO: FORMAÇÃO DE EDUCADORES ESPÍRITAS INFANTO-JUVENIL COM MARTHINHA RIOS GUIMARÃES Data: 24 de junho de 2012 – domingo Horário: Das 9h às 12h Local: Centro Espírita Jesus é o Caminho (Rua Arminda de Lima nº 403 – Vila Progresso – Guarulhos-SP) Informações: Telefones: 3464-4478 e 8201-4609 / E-mail: cida.diuse@yahoo.com.br

Jornal Espírita de Uberaba – Ano 5 – Nº 69 – Junho/2012

5


Evento: 5ª MARCHA NACIONAL DA CIDADANIA PELA VIDA Data: 26 de junho de 2012 – terça-feira Horário: 15h30min Local: Esplanada dos Ministérios – Brasília-DF Informações: E-mail: cidadaniapelavida@gmail.com www.brasilsemaborto.com.br

/

Site:

Evento: IX SEMANA CHICO XAVIER – TEMA CENTRAL: “70 ANOS DA OBRA PAULO E ESTEVÃO” Data: De 30 de junho à 08 de julho de 2012 Local: Centro Espírita Luiz Gonzaga – Pedro Leopoldo-MG Evento: SEMINÁRIO COM HAROLDO DUTRA DIAS – TEMA: “O APOCALIPSE NA VISÃO ESPÍRITA” Data: 30 de junho de 2012 Horário: Das 14h às 17h Local: AMMEMG (Rua Conselheiro Joaquim Caetano nº 1160 – Nova Granada – Belo Horizonte-MG) Informações: Telefone: (31) 3332-5293 Evento: PALESTRA COM PLÍNIO PENTEADO JR. – TEMA: “A CONQUISTA DA PAZ INTERIOR” E HARMONIZAÇÃO MUSICAL COM PAULA ZAMP Data: 30 de junho de 2012 – sábado Horário: 20h Local: Centro Espírita Dr. Bezerra de Menezes (Rua Ilha Bela nº 253 – Parque das Nações – Guarulhos-SP) CONCURSO LITERÁRIO ESPÍRITA “A DOUTRINA EXPLICA” Com o objetivo de identificar e incentivar novos escritores espíritas, o jornal Brasília Espírita, editado pelo Grêmio Espírita Atualpa Barbosa Lima, de Brasília/DF, promove a 22ª edição do concurso literário espírita A Doutrina Responde. Podem participar trabalhadores ou voluntários de instituições espíritas brasileiras, de forma individual ou em grupos de até três participantes, que componham textos dissertativos sobre fatos ou temas atuais, analisados sob o prisma da Doutrina Espírita, com apoio nas obras básicas e subsidiárias. As inscrições vão até 30/06, e podem ser feitas pelo email brasiliaespirita@atualpa.org.br. Maiores informações no site www.atualpa.org.br.

EM DIA COM O ESPIRITISMO DESENHO ANIMADO DE CHICO XAVIER Ainda não temos mais informações, mas segue o trailler do Desenho Animado de Chico Xavier “Pequeno Grande Chico” – Little Great Chico – por enquanto, em inglês: assistam em http://www.youtube.com/watch?v=S1Fr2cXqCmQ Jornal Espírita de Uberaba – Ano 5 – Nº 69 – Junho/2012

6


PALESTRAS ESPÍRITAS DA UMEU A Mocidade Espírita do Centro Espírita Amor Cristão tem um excelente blog, e nele estão disponibilizadas as palestras e apresentações musicais na Reunião Lítero Musical Doutrinária da UMEU – União da Mocidade Espírita de Uberaba, sempre no último sábado de cada mês. Abaixo está relação de palestras já apresentadas e disponibilizadas no blog. 25 de fevereiro – Palestrante: Dr. Edson de Sousa Marquez – Uberaba-MG Tema: Enfermidades Físicas e Espirituais 31 de março – Palestrante: Manoel Tiburcio

Nogueira – Ituiutaba-MG Tema: 2012 – E o Sinal dos Tempos 28 de abril – Palestrante: Joamar R. Zanoline Nazareth – Uberaba-MG Tema: Construindo o Homem Integral 26 de maio – Palestrante: Carlos Luís Melo Bichuetti – Uberaba-MG Tema: Paulo e Estevão Acesse o endereço: http://amorcristaouberaba.blogspot.com.br/p/videos.html para assistir essas palestras e também as apresentações musicais.

CRIADA AME EM PIRAPORA-MG Desde o dia 20 de maio de 2012 Minas Gerais conta com mais uma Aliança Municipal Espírita. É que naquela data foi oficialmente fundada a AME Pirapora, tendo como finalidade unificar e auxiliar as casas espíritas daquela cidade e região nos trabalhos que dizem respeito ao Espiritismo. Vinculada ao Conselho Regional Espírita (CRE) da 15ª Região (Alto São Francisco e Alto Jequitinhonha), com sede em Curvelo, a mais nova AME já nasce com compromissos na agenda: organizar e realizar a “II Semana Espírita de Pirapora”, auxiliar a formação de grupo espírita em Buritizeiro-MG e discutir sua questão jurídica. Transcrito do site: http://www.ameuberlandia.org.br/?p=8446 VISITE OS SITES Boletim da AME – Associação Médico-Espírita do Brasil Acesse: http://www.amebrasil.org.br/2011/news/junho_2012.html Rede Amigo Espírita de Auriflama-SP Acesse: http://www.redeamigoespirita.com.br A Voz do Espiritismo de Araçatuba-SP Acesse: www.avozdoespiritismo.com.br O Consolador de Londrina-PR Acesse: www.oconsolador.com.br Rádio Portal da Luz Acesse: www.radioportaldaluz.com Jornal Espírita de Uberaba – Ano 5 – Nº 69 – Junho/2012

7


ESTUDO DO EVANGELHO EM VIDEOAULAS Uma série de videoaulas com o tema “Estudo do Evangelho” está sendo veiculada pela TVCEI. O novo programa está relacionado com o curso “Estudo de O Evangelho segundo o Espiritismo”, recentemente implantado na sede da FEB, adotando a metodologia do Estudo Minucioso do Evangelho elaborada por Honório Onofre de Abreu, ex-presidente da União Espírita Mineira. A série citada contém entrevistas explicativas e gravações de reuniões de estudo. Informações: www.tvcei.com VÍDEO SOBRE O EVANGELHO NO LAR Está disponível na internet um vídeo que mostra de maneira didática a importância da prática do Evangelho no Lar. Produzido pelo Grupo Espírita Nossa Arte – GENA do Centro Espírita Amor e Humildade do Apóstolo, com apoio da Federação Espírita Catarinense, o vídeo tem como base o livro Evangelho em Casa, psicografia de Francisco Cândido Xavier, pelo Espírito Meimei. Vale a pena conferir no link: http://www.youtube.com/watch?v=LgQZ_-uTQcA VEM AÍ O FILME: “E A VIDA CONTINUA...” Em Agosto de 2012, o público verá nos cinemas brasileiros uma história fascinante. E a vida continua... Filme adaptado do livro “E A VIDA CONTINUA”, de André Luiz, psicografado por Chico Xavier. Direção e Roteiro: Paulo Figueiredo; Produção: Versátil Digital Filmes e VerOuvir Produções; Produtores: Oceano Vieira de Melo, Sonia Marsaiolli de Melo e Paulo Figueiredo; Produtores Associados: FEB / VerOuvir / Versátil Digital Filmes; Distribuição: Paris Filmes; Coordenação de Produção: Ricardo Parah; Gerência de Produção: Giselle Figueiredo; Produção de Elenco:Rosana Penna; Direção de Arte/Figurino: Liana Obata; Direção de fotografia: Tony Ciambra; Câmera: Bruno Martins e Edson Audi; Som direto: Gustavo Goulart e Geraldo Ribeiro. Sinopse: A transposição deste romance para a tela põe em destaque o que a obra original tem de mais expressivo em seu conteúdo. Converte a essência de cada trecho literário em cenas vivas, instigantes, de interesse humano inquestionável. Levado por uma dessas tantas “coincidências” da vida, um homem de cinqüenta anos conhece, em circunstâncias dramáticas, uma jovem de vinte e cinco. Fugitivo de si mesmo, sobrevivente de uma tragédia pessoal que o tempo ensinou a esconder num bem-humorado sorriso, no mesmo instante se encanta por essa moça, que além da frustrada paixão pelo marido infiel nenhuma razão mais possui para continuar vivendo. Como náufragos à deriva, Ernesto e Evelina juntam forças e esperanças. Mas não só amores e desamores passados os tornam semelhantes. A questão da saúde comprometida pela mesma enfermidade grave, outra “coincidência”, lança expectativas sombrias no futuro dos dois. Como investir numa tão promissora amizade que pode acabar sem glória e sem despedida no centro cirúrgico de um hospital? Instala-se a dúvida. E nos poucos dias que os separam de seus destinos curiosamente parecidos, o Jornal Espírita de Uberaba – Ano 5 – Nº 69 – Junho/2012

8


homem e a mulher que o “acaso” trouxe para um encontro preparam suas almas apostando na Vida, mas com um olho na Morte. No último minuto de proximidade na estância de repouso preparatório para as cirurgias, dizer o quê? Adeus? Até breve? Na falta de resposta o silêncio foi melhor. Um sorriso e uma mão acenando disseram mais. Como no Teatro, fechava-se a cortina ao final do Primeiro Ato. O Segundo seria num outro palco, numa nova dimensão, para uma outra platéia. Entenderiam os protagonistas, agora, que a Vida é uma peça de muitos Atos, porém sem fim. Fonte: http://www.cinematranscendental.com.br/index.php?option=com_content&vi ew=article&id=69&Itemid=17 O FILME DOS ESPÍRITOS Assista no blog do Centro Espirita Chico Xavier, o filme completo de: O FILME DOS ESPÍRITOS. Assista no link: http://centroespiritachicoxaviervilarica-mt.blogspot.com/2012/01/ofilme-dos-espiritos-filme-completo.html PARTICIPE E DIVULGE O ESDE ESTUDO SISTEMATIZADO DA DOUTRINA ESPÍRITA O que é o Estudo Sistematizado da Doutrina Espírita (ESDE)? É uma reunião privativa de grupos que objetiva o estudo metódico, contínuo e sério do Espiritismo, com programação fundamentada na Codificação Espírita.

O objetivo geral do ESDE é proporcionar condições para estudar o Espiritismo e estimular o desenvolvimento de uma ética através do conhecimento espírita e da vivência do Evangelho. Solicite reunião para esclarecimentos sobre funcionamento, conhecer a metodologia e apoio na implantação do ESDE em sua Casa Espírita. Contatos com o coordenador Nereu: e-mail: esdeuberaba@gmail.com ou Cel.: 99601710 e Res. 3336-7318. Casas Espíritas em Uberaba com Grupos de ESDE CAMINHEIROS DO AMOR (Av. Nenê Sabino nº 553 – Mercês) Jornal Espírita de Uberaba – Ano 5 – Nº 69 – Junho/2012

9


Funciona aos sábados às 17h30min. Coordenadores: Arif – e-mail: arifbotelho@hotmail.com li282004@yahoo.com.br

e

Elisangela

e-mail:

CASA DA CULTURA ESPÍRITA DE UBERABA (Rua Taufik Facure nº 285 – Vila Celeste) Funciona nas sextas-feira às 19h30min. Coordenadores: Antonio Leonardo – e-mail: leo.oliveiracosta@hotmail.com e Jane – e-mail: janeribeirodosantos@hotmail.com CASA ESPÍRITA EMMANUEL (Rua Estanho nº 95 – Leblon) Funciona aos sábados às 15h. Coordenador: Joaquim José – e-mail: joaquim.jose@uol.com.br CASA ESPÍRITA FRANCISCO DE ASSIS (Rua Salvina Maria de Jesus nº 146 – Vila Esperança) Funciona nas quintas-feira às 20h. Coordenador: Roberto - e-mail: ordenador@terra.com.br CENTRO ESPÍRITA ALUÍSIO FURTADO (Rua São João nº 1240 – Parque São Geraldo) Funciona aos sábados às 17h30min. Coordenadores: Thatiana – e-mail: thatianaamaral@hotmail.com e Francisco – e-mail: fran-silvajr@bol.com.br CENTRO ESPÍRITA AURÉLIO AGOSTINHO (Av. Lucas Borges nº 523 – Fabrício) Funciona aos sábados às 17h. Coordenadores: Joamar – e-mail: jonazareth@mednet.com.br e Andreia – e-mail: andreia_25enf@hotmail.com CENTRO ESPÍRITA BEZERRA DE MENEZES (Rua Sebastião Rodrigues Branco nº 43 – São Benedito) Funciona às quartas-feira às 19h20min (quinzenalmente) Coordenadora: Roberta – e-mail: raafonso@yahoo.com.br CENTRO ESPÍRITA JESUS DE NAZARÉ (Rua Tapajós nº 67 – Vila Celeste) Funciona aos sábados às 17h. Coordenador: Gilberto – e-mail: uzasafra@yahoo.com.br CENTRO ESPÍRITA JOSÉ HORTA (Rua Maestro José Maria nº 417 – Abadia) Funciona nas quintas-feira ás 20h. Coordenador: Rubens – e-mail da Réa (esposa): reasks@hotmail.com COMUNHÃO ESPÍRITA CRISTÃ (Rua Prof. Eurípedes Barsanulfo nº 185 – Parque das Américas) Funciona aos Domingo às 9h; Segundas-feira às 19h30; Quintas-feira às 20h e aos sábados às 17h. Coordenadores: Nereu – e-mail: nereu@riverautopecas.com.br e Enio – e-mail: enio.umberto@yahoo.com.br GRUPO ESPÍRITA CAIRBAIR SCHUTEL (O curso funciona no Centro Espírita Mercedes Chaves – Rua Segismundo Mendes nº 50 – Centro) Funciona aos sábados às 15h e às 17h. Jornal Espírita de Uberaba – Ano 5 – Nº 69 – Junho/2012

10


Coordenadores: Eduardo – e-mail: eduardosilvaandre@hotmail.com janeribeirodosantos@hotmail.com

e Jane – e-mail:

BIBLIA DO CAMINHO A “Biblia do Caminho” é uma compilação de todas as obras de Allan Kardec e de Francisco Cândido Xavier e uma versão completa do Antigo e Novo Testamentos, sendo todos os livros e textos inter-relacionados através de um Índice temático. A última versão da “Bíblia do Caminho” traz o ESDE – Estudos Sistematizados da Doutrina Espírita, versão completa. Acesse agora o site: www.bibliadocaminho.com.br e instale já em seu micro. Você pode acessar também os sites: www.bibliaespirita.com; www.espiritismocristao.com.br; www.doutrinaespirita.com; www.ocaminho.com.

CAMPANHA CONTRA O ABORTO O ABORTO NA VISÃO ESPÍRITA Pergunta nº 358 de “O Livro dos Espíritos” Constitui crime a provocação do aborto, em qualquer período da gestação? Resposta: “Há crime sempre que transgredis a lei de Deus. Uma mãe, ou quem quer que seja, cometerá crime sempre que tirar a vida a uma criança antes do seu nascimento, por isso que impede uma alma de passar pelas provas a que serviria de instrumento o corpo que se estava formando.” O ABORTO NA RESPOSTA DO ESPÍRITO EMMANUEL Pergunta nº 11 do livro “Leis de Amor” (ditado pelo espírito Emmanuel pela psicografia de Francisco Cândido Xavier) Como é interpretado o aborto nos planos superiores da Vida Espiritual? Resposta: O aborto provocado, mesmo diante de regulamentos humanos que o permitam, é um crime perante as Leis de Deus. MOVIMENTO NACIONAL DA CIDADANIA PELA VIDA – BRASIL SEM ABORTO Quem Somos O Movimento Nacional da Cidadania pela Vida – Brasil Sem Aborto é uma organização de natureza suprapartidária e supra-religiosa que defende a preservação da vida desde sua concepção, atuando de forma estruturada para pautar ações e argumentos a partir de evidências e pesquisas no campo da genética, da embriologia, da bioética e da legislação vigente. “Muitos dizem que defendem a legalização do aborto como uma forma de preservar a vida de mulheres que o praticam, pois estariam correndo risco de vida em clínicas clandestinas. Dizem tratar-se de um problema de saúde pública. Na realidade é mais que isso. Se Jornal Espírita de Uberaba – Ano 5 – Nº 69 – Junho/2012 11


temos 1,5 milhão de abortos, temos, no mínimo, 1,5 milhão de mortes”, afirma a Doutora Lenise Garcia, professora do Departamento de Biologia Celular da UnB e presidente do Movimento. Professores, estudantes, advogados, líderes religiosos e comunitários, juristas e cientistas de renome, integram a organização, que mobilizou nas três marchas nacionais realizadas em Brasília cerca de 40 mil pessoas. Em todo o País, mais de 100 mil pessoas já participaram de eventos em prol da vida e contra o aborto. Para Jaime Lopes, vice-presidente do Movimento, esse expressivo número é reflexo do desejo dos brasileiros. “Estamos alinhados com 90% da população, que é contra a legalização do aborto”, declara com base no resultado de uma pesquisa divulgada pelo IBOPE em meados de 2005 e ratificada por outra do Datafolha, de 2008, em que 68% dos entrevistados não querem a mudança da legislação vigente que criminaliza o aborto. Essa postura contrária do brasileiro ao aborto vem aumentando a cada ano. Em 2006, 63% da população era contrária, passando a 65% em 2007 e atingindo 68% no ano passado. Outro parâmetro que confirma esta atitude é a crescente estruturação do Movimento Brasil Sem Aborto em todo o País, com a formação de mais dois comitês – em Pernambuco e Roraima – somando-se aos demais 13 distribuídos em todo o território nacional. Direção Nacional Presidente Nacional: Drª Lenise Garcia Vice-Presidente Nacional Executivo: Jaime Ferreira O Conselho Diretor é constituído por: Vice-Presidências ocupadas por representantes de instituições nacionais: - Pastoral da Família - CNBB - César Perri (Federação Espírita Brasileira – FEB) - Drª Marília de Castro (Rede Brasileira do Terceiro Setor – REBRATES) - Evaldo Pina (Associação Nacional ProVida Família) Executiva Nacional - Presidente Nacional: Drª Lenise Garcia - Vice-Presidente Nacional Executivo: Jaime Ferreira Lopes - Secretária Geral: Damares Alves - Secretário Nacional de Finanças: Allan Arnaldo de Araújo - Secretário Nacional de Imprensa, Publicidade e Marketing: Luiz Eduardo Girão Hermes Nery - Diretor Financeiro para captação de recursos. Coordenações Temáticas - Drº Cícero Harada (Coordenador Nacional de Assessoria Jurídica) - Drª Alice Teixeira Ferreira (Coordenadora Nacional de Assessoria Científica) - Drª Elizabeth Kiperman (Coordenadora Nacional de Bioética) - Fernanda Costa (Coordenadora Nacional de Comunicação) - Luiza Helena Montes Almeida (Coordenadora Nacional de Juventude) Observação: O Conselho Diretor é Presidido pelo Presidente Nacional e a Executiva Nacional pelo Vice-Presidente Nacional Executivo

Jornal Espírita de Uberaba – Ano 5 – Nº 69 – Junho/2012

12


Por quê montar um Comitê? Para você que se sente motivado(a) a fazer algo concreto para que a vida humana seja valorizada desde a fecundação, junte-se a nós! Forme um Comitê da Cidadania pela Vida – Brasil Sem Aborto em seu município para fortalecer ainda mais o Movimento Nacional da Cidadania pela Vida – Brasil Sem Aborto. Somos um Movimento de natureza supra-partidária e suprareligiosa cujo objetivo maior é a mobilização da sociedade para lutar contra a legalização do aborto em nosso país. Não basta apenas dizer que é contra o aborto, necessário se faz criar condições de organizar desde o município para alcançarmos o nosso objetivo que é a permanente mobilização do povo para salvar vidas. O direito de nascer é o primeiro e mais fundamental de todos os direitos humanos. É importante frisar que não somos uma ONG somos um movimento da cidadania brasileira que tem como única finalidade defender a vida – desde a concepção. Mãos à obra, pois, precisamos agir rápido, agir juntos porque não temos tempo a perder! Mais informações no site: http://www.brasilsemaborto.com.br CAMPANHAS DE SOLIDARIEDADE HOSPITAL DO FOGO SELVAGEM PEDE AJUDA Conhecido por espíritas e não-espíritas por seu trabalho de auxílio ao próximo, sobretudo a portadores da grave doença dermatológica pênfigo-foliáceo, o popularmente chamado “fogo-selvagem”, o Lar da Caridade, de Uberaba, no Triângulo Mineiro, está enfrentando sérias dificuldades. Fundado em 1957, vive hoje um dos seus momentos mais delicados, sobretudo por conta da crise mundial, que levou muitos colaboradores a suspenderem as suas contribuições. Para se ter uma idéia da gravidade da situação, a folha de pagamento da instituição está em aberto desde janeiro e as dívidas ao mês podem chegar a R$55 mil. Se algo não for feito rápido, o futuro do Lar pode até estar ameaçado. O Lar da Caridade – Hospital do Fogo Selvagem é presidido atualmente por Ivone Aparecida Vieira da Silva, neta de Dona Aparecida, cuja instituição está localizada na Rua João Alfredo, 437 – Abadia – CEP 38025300 Uberaba, MG. Doações, de qualquer valor, podem ser feitas pelas seguintes contascorrentes: 3724-9, agência 3278-6, do Banco do Brasil; e 14572-6, agência 0264-0, do Bradesco. O CNPJ da instituição é 25440835/0001-93. Outras informações, pelo telefone (34) 3318-2900 ou através dos correios eletrônicos fogoselvagem@terra.com.br e larcaridade@hotmail.com. Jornal Espírita de Uberaba – Ano 5 – Nº 69 – Junho/2012 13


O SANATÓRIO ESPÍRITA PEDE SOCORRO!!! O Sanatório Espírita de Uberaba – SEU, foi fundado em 31/12/1933, pela estimada Maria Modesta Cravo. Atualmente o Sanatório possui 120 leitos e com uma média de 130 internações por mês. Para garantir todo esse tratamento, o Sanatório conta com uma equipe de 92 funcionários, além das 12 equipes de médiuns passistas que fazem o tratamento espiritual de segunda-feira a sábado nos períodos matutino e noturno. O Sanatório está passando por dificuldades financeiras, por isso, lançou a campanha “O Sanatório Espírita Pede Socorro”. Se você desejar ajudar o Sanatório Espírita de Uberaba, faça sua doação:  Conta Poupança do Sanatório Espírita de Uberaba – Caixa Econômica Federal – Agência: 1538 – Conta: 013.7394-6.  Conta Corrente do Sanatório Espírita de Uberaba – Banco do Brasil – Agencia – 3278-6 – Conta Corrente– 3763-X Para efetuar transferência bancárias, o CNPJ é: 25.445.347/0002-50. Outras informações pelo telefone (34) 3312-1869 com Marcio Roberto Arduni – Diretor Administrativo do Sanatório Espírita de Uberaba. ESTUDO O QUE DISSE KARDEC SOBRE A TRANSIÇÃO PLANETÁRIA? A Folha Espírita continua a responder aos leitores, nesta edição, sobre as matérias difundidas no livro “Não Será em 2012”, Chico Xavier Revela a Data-Limite do Velho Mundo. Desta vez, é Geraldinho Lemos quem responde aos que criticam as revelações de Chico Xavier, feitas em 1986. Nesta entrevista, ele relembra a teoria de Allan Kardec sobre a presciência e reafirma que a revelação de Chico Xavier tem o devido respaldo nos ensinamentos do Codificador. Afirma também que um espírito como o do médium de Emmanuel tem envergadura moral para relatar visões do além, que venham a auxiliar a humanidade a atravessar o pior período de sua história. E o faz com a finalidade de contribuir para que os seres humanos façam a melhor escolha. “Está nas possibilidades dos espíritos prevenir-nos do conjunto, se convier que sejamos avisados. É assim, por exemplo, que, pelo conjunto das circunstâncias, podem os espíritos prever que uma guerra se acha mais ou menos próxima, que é inevitável, sem, contudo, poderem predizer o dia em que começará, nem os incidentes pormenorizados que possam ser modificados pela vontade dos homens”. Jornal Espírita de Uberaba – Ano 5 – Nº 69 – Junho/2012 14


Folha Espírita – Qual a relação entre a faculdade mediúnica da presciência e a transição planetária? Geraldinho Lemos – Vemos a relação direta entre uma coisa e outra chancelada nas sagradas escrituras, especialmente em Atos dos Apóstolos, capítulo II, versículos 17 e 18, que repete os dizeres do profeta Joel (II, 28 e 29) lembrando que “nos últimos tempos, diz o Senhor, espalharei do meu espírito sobre toda a carne; vossos filhos e vossas filhas profetizarão; vossos jovens terão visões e vossos velhos terão sonhos. Nesses dias, espalharei do meu espírito sobre os meus servidores e servidoras e eles profetizarão”. FE – Então quer dizer que o dom da profecia, ou para nós espíritas a mediunidade da presciência, é uma ocorrência natural e prevista nas sagradas escrituras para acontecer exatamente no final dos tempos? Geraldinho – Exatamente. Não há nada de estranho na faculdade de profetizar o futuro, tanto é assim que as sagradas escrituras estão cheias de exemplos dessa natureza e o último livro do Novo Testamento é o Apocalipse de João Evangelista, que vislumbrou o futuro da humanidade por sua faculdade extraordinária de antevê-lo. FE – Em que ponto da Codificação Espírita podemos encontrar respaldo doutrinário para compreender esse assunto tão palpitante e transcendente? Geraldinho – Vamos encontrar o codificador Allan Kardec se ocupando do tema exatamente em todo o capítulo XVI do livro A Gênese, no qual ele, baseando-se em suas observações e reflexões sobre os ensinos dos espíritos superiores, elabora a excelente Teoria da Presciência. FE – Quais os pontos fundamentais da Teoria da Presciência de Allan Kardec? Geraldinho – Ele diz, por exemplo, no item 3: “Os espíritos desmaterializados são como o homem da montanha; o espaço e a duração do tempo não existem para eles. A extensão e a penetração da vista são proporcionadas à depuração e à elevação que alcançaram na hierarquia espiritual”. No item 4 afirma: “Como o homem tem de concorrer para o progresso geral, como certos acontecimentos devem resultar de sua cooperação, pode convir que, em casos especiais, ele pressinta esses acontecimentos, a fim de lhes preparar o encaminhamento e de estar pronto a agir, em chegando a ocasião. Por isso é que Deus, às vezes, permite se levante uma ponta do véu; mas sempre com um fim útil. Tal missão pode, pois, ser conferida a alguns espíritos bastante adiantados para desempenhá-la”. Mais adiante, no item 8, Kardec escreve: “Tal faculdade é inerente ao estado de espiritualização, ou de desmaterialização. Acontecimentos pertencentes ao futuro podem assim ser preditos”. E no item seguinte, o 9, ainda reforça: “É uma faculdade inerente e proporcionada ao estado de desmaterialização da criatura”. FE – Muito lógica a colocação de Allan Kardec. A partir dela nós compreendemos de imediato o porquê de Chico Xavier e também do espírito Emmanuel terem tido essa visão de longo prazo. São espíritos já bastante desmaterializados e, portanto, capazes de ver mais além... Geraldinho – Sem dúvida alguma. Quem em sã consciência poderá questionar a perfeita capacidade espiritual tanto de Chico Xavier quanto de Emmanuel, cuja história de espiritualização transcende à nossa mediocridade terrena? Ambos enquadram-se perfeitamente dentro do conceito elaborado por Kardec na Teoria da Presciência, segundo o qual quanto mais desmaterializado está o espírito, encarnado ou Jornal Espírita de Uberaba – Ano 5 – Nº 69 – Junho/2012

15


desencarnado, mais capacidade ele tem para vislumbrar o futuro. Quem questionar isso está indo contra a própria codificação, e o pior, não reconhecendo a espiritualidade manifesta dos dois apóstolos do Cristo em tempos modernos, cujas vidas de renúncia e amor à Verdade Consoladora e ao Bem Geral foram um atestado sublime de suas próprias moralidades elevadas. FE – Segundo Kardec, quando é que essa faculdade se desenvolve? Geraldinho – No item 6 ele diz: “É assim que em certas ocasiões essa faculdade se desenvolve providencialmente na iminência de perigos, nas grandes calamidades, nas revoluções. Nada, pois, tem de sobrenatural o dom da predição. Ele se funda nas propriedades da alma e na lei das relações do mundo visível com o mundo invisível”. Veja-se que esse trecho de Kardec está em perfeita sintonia com as sagradas escrituras, especialmente nas passagens mencionadas acima do profeta Joel e do Atos dos Apóstolos, em que se afirma que nos últimos tempos a faculdade da profecia seria dada aos servidores do Senhor. Desde o advento do Espiritismo estamos cientes que entramos numa fase perigosa de transição planetária, ao final da qual a Terra ingressará na comunidade universal dos planetas em regeneração. Esses tempos são os últimos da Terra de expiação e de provas e por isso mesmo é natural que sintamos o entrechoque nas vibrações antigas com aquelas que nos convocam ao mundo novo de mais paz, mais justiça e mais amor. Não podemos desconsiderar que vivemos sim na iminência de perigos e grandes calamidades. Daí, naturalmente, Deus permite que seus servidores mais leais e elevados, como sejam Chico Xavier e Emmanuel, venham providencialmente nos avisar desses perigos mais adiante. FE – Quer dizer então que o nosso destino está definitivamente selado? Geraldinho – Depende do sentido da pergunta. No sentido do Bem Maior sim, o nosso destino está selado na certeza de que fatalmente a Terra ingressará no rol dos mundos de regeneração, ascendendo na escala evolutiva. Isso é da ordem Divina e nada nem ninguém poderá se interpor aos desígnios do Criador. Agora, o caminho pelo qual nós vamos chegar lá, esse não está selado, porque depende eminentemente de nosso livrearbítrio individual e coletivo. FE – Kardec enfatizou isso? Geraldinho – Sem dúvida. Veja no item 14 da mesma Teoria da Presciência o que ele afirma: “Pode, portanto, ser certo o resultado final de um acontecimento, por se achar este nos desígnios de Deus”. O mundo de regeneração está nos desígnios de Deus, assim nos ensinaram os espíritos da codificação, então para lá rumamos independentemente da nossa vontade. Agora veja o que Kardec aduz: “Como, porém, quase sempre, os pormenores e o modo de execução se encontram subordinados às circunstâncias e ao livre-arbítrio dos homens, podem ser eventuais as sendas e os meios”. Ora, aí está claramente o papel que nos cabe desempenhar. Cada um de nós, individualmente ou de forma coletiva como nação, está conclamado pelas forças superiores da Vida a agir com responsabilidade e decisão, para a construção do mundo melhor de amanhã. Mas se falharmos, se eventualmente por infelicidade moral escolhermos a via da irresponsabilidade ou da vacilação nos caminhos do Bem Eterno, as sendas e os meios pelos quais a transição planetária se efetuará serão terríveis. É o “a cada um segundo as suas obras” expresso nos evangelhos, não é mesmo? Jornal Espírita de Uberaba – Ano 5 – Nº 69 – Junho/2012

16


FE – Então muito lógico contarmos com a bênção do aviso espiritual daqueles que nos avisam dos perigos mais à frente. O que você tem mais a dizer sobre isso? Geraldinho – Deus não desampara as criaturas, mesmo quando elas falham, não é assim? Allan Kardec, na sequência de seus raciocínios, nos diz no item 14 da Teoria da Presciência no livro A Gênese: “Está nas possibilidades dos espíritos prevenir-nos do conjunto, se convier que sejamos avisados. É assim, por exemplo, que, pelo conjunto das circunstâncias, podem os espíritos prever que uma guerra se acha mais ou menos próxima, que é inevitável, sem, contudo, poderem predizer o dia em que começará, nem os incidentes pormenorizados que possam ser modificados pela vontade dos homens.” E mais adiante, no item 17, completa Allan Kardec: “Avisam-nos das coisas futuras, pessoais ou gerais, quando necessário, na medida da perspicácia de que são dotados, como o fariam conselheiros e amigos. Suas previsões, pois, são como advertências”. FE – Visto por esse ângulo mais completo das explicações de Kardec, fica clara a possibilidade das previsões a respeito do futuro. Contudo, tenho visto artigos de alguns companheiros dizendo que a codificação diz que espíritos superiores não marcam datas. O que você pode comentar a respeito? Geraldinho – Com todo o respeito a esses confrades, parece-me que tiraram frases isoladas sem meditar devidamente na amplitude do conjunto. A Teoria da Presciência elaborada por Allan Kardec no livro A Gênese oferece-nos um farto material de análise e estudos para além das superficialidades. Veja-se, por exemplo, o que o codificador escreve no item 18: “A humanidade contemporânea também conta com seus profetas. Mais de um escritor, poeta, literato, historiador ou filósofo hão traçado, em seus escritos, a marcha futura dos acontecimentos a cuja realização agora assistimos”. O que nós precisamos entender e meditar a respeito é a urgência do tempo que corre contra nós. As revelações de Chico Xavier vêm justamente nos avisar dos perigos, elas vêm nos alertar que o tempo a nosso favor está se esgotando. Quem haverá de duvidar dos últimos tempos do planeta de expiações e de provas? Quem duvida hoje que estamos iniciando os primeiros tempos do mundo de regeneração? Eu fico me perguntando isso, porque confrades que pensam assim e duvidam da transição estão indo de encontro aos próprios postulados da codificação espírita. Além disso, por uma questão de reverência e reconhecimento à obra realizada, não nos cabe desconsiderar os avisos de Chico Xavier. Quem Jornal Espírita de Uberaba – Ano 5 – Nº 69 – Junho/2012

17


mais do que ele, na face da Terra, teria condições de fazê-los? Eu, de minha parte, desconheço alguém mais preparado em espiritualização para tanto! Transcrito do Jornal Folha Espírita – edição número 450 de Março de 2012 JUVENTUDE OS PAIS, OS JOVENS, AS DROGAS... Uma das grandes preocupações do mundo contemporâneo é pertinente às drogas, ou, melhor dizendo, o envolvimento dos jovens, nossos filhos, com elas. E quando o fato ocorre em uma família não raro os pais perguntam-se: Onde foi que eu errei? E mil dúvidas perambulam pela cabeça de toda a família em busca de uma alternativa para a resolução de tão intrincado desafio. E fica outra pergunta: O que eu poderia ter feito para que isso não acontecesse? Obviamente que não há uma receita para isso, até porque os filhos são espíritos imortais com bagagens e experiências, tendências e virtudes que desconhecemos. São, também, dotados de livre arbítrio, além de não podermos vigiá-los 24 horas por dia para que não se envolvam com o mundo dos entorpecentes. E o que fazer? O ideal é sempre antecipar. Dialogar muito com os filhos, interagir, participar de suas vidas e procurar identificar suas tendências. Enfim, aproximar-se do filho, um contato de alma para alma. Esta é, aliás, uma das grandes missões de quem recebeu pelas vias da reencarnação um espírito para orientá-lo. Mas apenas o diálogo resolve, perguntarão alguns? Óbvio que não daremos para tão complicada situação uma resposta simplista, de modo a fazer pensar que apenas dialogando iremos livrar nossos filhos das drogas. Todavia, consideremos que o diálogo e a participação na vida desses jovens é fundamental para aproximá-los de nós, abrindo caminhos para que nossos ensinamentos sejam melhor assimilados por eles. Vale ainda destacar que muitos jovens adentram o universo do álcool bebericando aos 10, 11 anos nos copos de familiares que permitem que tal coisa ocorra. Os familiares dizem apenas: Sim, você pode tomar um gole de meu copo! Não há a conversa, apenas a permissividade. Tudo pode, tudo vale! E a criança, de natureza curiosa, quer mesmo experimentar. Ah, mas a criança geralmente é um espírito velho envergando corpo frágil. E como fica se tiver tendência aos vícios? Como freá-los depois? Muitos casos assim, de jovens bebericando em copos de familiares acabam dando enorme dor de cabeça não apenas aos pais, mas, sim, a toda sociedade. Observemos, então, a negligência do comportamento. Se sabemos que essas crianças ou jovens são espíritos que podem trazer de outras existências tendências às drogas, como podemos permitir que convivam desde idade infantil com elas? Deixo para sugestão ao leitor interessante experiência narrada por um amigo. Diz ele: “Tenho dois filhos, um menino de 8 e uma menina de 14 anos e todos os domingos realizamos o Evangelho no Lar e o fazemos em frente ao computador assistindo no youtube desenhos animados sobre as parábolas de Jesus”. Você perguntará: Mas o que isso tem a ver com o tema drogas? Respondo que tem tudo a ver, porquanto – segundo meu amigo - essas Jornal Espírita de Uberaba – Ano 5 – Nº 69 – Junho/2012 18


reuniões estão desdobrando-se de forma tão agradável que, naturalmente, entra-se na abordagem de diversos assuntos da atualidade, tais como: sexo, drogas, consumismo e por aí vai... “Estamos tendo – diz ele – a oportunidade do diálogo. Estamos nos conhecendo melhor. Abrimos as portas de nossa relação para o diálogo. Pode ser que um deles envolva-se com drogas ou coisas ilícitas, todavia estamos pela ferramenta do diálogo mais próximos uns dos outros”. Encerro este curto texto, dizendo a você, caro leitor: E, certamente, mais próximos de nossos filhos, equivale a dizer que eles estarão mais longes das drogas. Pensemos nisso. Por Wellington Balbo Transcrito do site: http://www.oclarim.org/site/ OPORTUNIDADE + ORIENTAÇÃO = TRABALHO NO BEM Essa é a fórmula apresentada aos dirigentes, trabalhadores das casas espíritas e jovens para incentivar a colaboração da juventude nas atividades desenvolvidas pelas instituições espíritas. Tal campanha do Departamento de Infância e Juventude da FEB, composta por cartaz e folder, convidam o jovem a “somar esforços e multiplicar talentos” e incentiva as instituições a oportunizarem a participação da juventude, oferecendo as orientações necessárias para que o jovem se torne um trabalhador do bem, contribuindo com a Casa Espírita por meio do estudo, da difusão e da prática da Doutrina Espírita. O cartaz, o vídeo e o folder orientador dessa Campanha estão disponíveis para download. Clique aqui http://www.febnet.org.br/site/estudos.php?SecPad=39&Sec=662 e as peças impressas poderão ser solicitadas pelo site: www.febnet.org.br LINDOS CASOS DE CHICO XAVIER CASO 28 – A INESQUECÍVEL PERGUNTA O “Parnaso de Além Túmulo”, com carinhoso entusiasmo de Manoel Quintão, foi lançado em julho de 1932. E no mesmo mês, o padre Júlio Maria, de Manhumirim, em Minas, no seu jornal “O Lutador”, escreveu áspera crítica, condenando o livro e o médium. Dentre outras coisas, dizia que o Chico devia possuir uma pele de rinoceronte para “caber tantos espíritos”. Os comentários irônicos e as acusações gratuitas eram tantas que o médium, inexperiente e muito jovem ainda, se sentiu demasiadamente chocado e foi constrangido a buscar o leito. Então, a luta era aquela? – pensava, com dor de cabeça – Valia a pena ser médium e ficar exposto, assim, ao juízo temerário dos outros? Seria justo agüentar aqueles xingatórios quando ele estava possuído das melhores intenções?

Jornal Espírita de Uberaba – Ano 5 – Nº 69 – Junho/2012

19


Por mais de duas horas se via em semelhante contenda íntima, quando viu Emmanuel ao seu lado. Contou ao mentor o que se passava e supôs que o espírito amigo o acariciaria sem restrições. Emmanuel, porém, de pé, com fisionomia severa, falou-lhe firme: – Mas eu não vejo razão para solenizar este assunto... – Entretanto, o senhor está vendo. O padre disse que eu tenho uma pele de rinoceronte – clamou o médium. – Se não tem, precisa ter – disse-lhe o protetor – porque se você quiser cultivar uma pele muito frágil, cairá sempre com qualquer alfinetada e não nos seria possível a viagem da mediunidade nos caminhos do mundo. – Contudo temos o nosso brio, a nossa dignidade – acrescentou o Chico – e é difícil viver com o desrespeito público. Foi então que Emmanuel o fitou com mais firmeza e exclamou: – Escute; se Jesus que era Jesus, saiu da Terra pelos braços da cruz, você está esperando uma carruagem para viver entre os homens? Quando ouviu a pergunta, o Chico levantou-se de um pulo e começou a reajustarse. Transcrito do livro “Lindos Casos de Chico Xavier” de Ramiro Gama. MENSAGEM ESPÍRITA NA HORA DA PRECE Na hora da prece estará acontecendo uma comunhão entre dois planos. Considerando que em ocasiões tais, assim como os médiuns se recolhem por dentro, também nós outros, no momento da oração, devemos tomar postura equivalente. Quando se dirigir ao Criador, primeiro não se esqueça do preparo básico; coíba o alarido íntimo, faça silêncio por dentro e profira as palavras de modo que estejam enclausuradas no seu interior e fluam com dinamismo pela vigilância que não permite o dispersar dos próprios pensamentos, de modo que os primeiros obstáculos para coibir o vôo deles não sejam oriundos de nós próprios. Ore com respeito e sindicalize o desencadear das idéias. Esteja receptível para colher as bênçãos do Alto que verterão na sua direção. Ore com confiança, porquanto os resultados haverão de surgir de modo que nem sempre alcancem a acanhada compreensão humana. Deixa ao coração o direito de falar com o Pai Criador, não se esquecendo que a forma decorada impõe limites à libertação do pensamento. Na hora da oração, a atitude de respeito basta; secundária, portanto, é a posição do corpo físico, visto que nestas ocasiões a alma poderá estar de joelhos perante o Pai Soberano. Transcrito do livro “Mergulhos na Consciência” – do Espírito de Irmã Valquíria e psicografado pelo médium Alaor Borges Junior

Jornal Espírita de Uberaba – Ano 5 – Nº 69 – Junho/2012

20


TRABALHO IMPORTANTE INSTITUTO ARTE E VIDA O Instituto Nossa paixão pela arte é tão antiga e intensa que conseguimos ao longo do tempo traduzi-la na constituição do Instituto Arte e Vida. Tudo começou por volta do ano de 1985. Alguns artistas encarnados, residentes em Franca, voltaram a se encontrar, agora no plano terrestre, com o intuito de estudar a doutrina espírita. Não demorou muito para que percebessem, uns nos outros, a afinidade com a arte, principalmente a arte cênica, e começaram a enxergar a possibilidade de unirem o útil ao agradável. No começo, montavam peças teatrais para serem apresentadas nos encontros de jovens. Dentre elas, destacamos ‘História da Arte', ‘O Suplício de Judas', ‘Diabinho Coxo' e ‘O Apóstolo de Assis'. Esta última, que contou com a direção de André Luis Gomes, recebeu alguns convites e acabou por ser encenada fora dos ambientes das confraternizações. Em 1990, após participar do Espirarte (encontro sobre arte espírita) em São Vicente-SP, alguns dos jovens que faziam parte do grupo teatral francano, resolveu oficializar a criação do grupo, que teria como objetivo principal, a divulgação dos princípios espíritas. Em uma reunião, surgiu o nome ‘Arte e Vida'. De lá pra cá, o Arte e Vida cresceu, amadureceu, tomou corpo, abrangeu outros trabalhos e acabou se tornando o que hoje é conhecido por ‘Instituto Arte e Vida'. O ideal nos estruturou juridicamente habilitando-nos conscientemente para a missão do Instituto: Promover o desenvolvimento sócio-educacional e espiritual do ser através da arte-educação baseado nos preceitos espíritas. Com atividades que abrangem as diferentes necessidades do ser, o Instituto compõe-se de quatro núcleos: o Arte-Cultura, Arte-Educação, Estudos e Eventos. Se a arte é um instante de eternidade e transcendência, o Instituto Arte & Vida vivencia a real essência da vida. Nossas atividades acontecem na Fundação Espírita Judas Iscariotes, localizada na Rua José Marques Garcia, 395- Bairro Cidade Nova, Franca-SP. Missão Promover o desenvolvimento sócio-cultural e espiritual do ser através da arte e educação. Diretoria Lígia Ferreira Benate Gonçalves – Presidente Sidclay Marcelo dos Prazeres – Vice-presidente Edna Daniela de Paula – Primeira tesoureira Marcos Ferreira Costa – Segundo tesoureiro Mateus Barbosa de Oliveira – Primeira secretária Eneida Ferreira Benate Coelho – Segundo secretário Sandro Rangel Lopes – Conselho Fiscal Tania Ferreira Benate – Conselho Fiscal Shirley Afonso Silva Benate – Conselho Fiscal Carlos Roberto Coelho – Coordenador Nucleo Arte e Cultura Carla Galvão Prazeres – Coordenador Nucleo Arte e Educação Vicente Lázaro de Oliveira Benate – Coordenador Nucleo de Estudos Flamarion Ferreira Benate – Coordenador de Eventos Jornal Espírita de Uberaba – Ano 5 – Nº 69 – Junho/2012 21


Núcelo de atividades Núcleo Arte Cultura: Responsável pela criação de peças com temática espírita, acreditando sempre na importância da Arte como um meio universal, que agrega diferentes manifestações criativas do ser humano e aliada a uma boa mensagem o conduz ao seu próprio crescimento e consequentemente a um mundo melhor. Horário de funcionamento: Sábados – das 16h as 20h. Coordenação: Carlos Roberto Coelho (16) 3012-2505 Núcleo Arte Educação: Ao Arte-Educação (“Artevidinha”) são pertinentes os seguintes objetivos: a) Promover a educação e cultura das crianças, adolescentes e adultos independentemente de raça, cor, nacionalidade e religião. Através de atividades como: oficinas, cursos, laboratórios, produção de espetáculos e eventos; b) Contribuir para formar o caráter dos nossos jovens através da arte e da educação, proporcionando o desenvolvimento do senso-crítico, da sensibilidade estética e do gosto pelo belo, além de estimular a discussão e o questionamento sobre nossa conduta moral e postura perante todos os assuntos político-sociais que definirão nossa vida adulta, transformando assim, o jovem em pessoa atuante em todos os núcleos que ele freqüenta. c) Promover a integração participativa do ser no grupo e na comunidade; d) Promover eventos de divulgação do trabalho do Instituto a fim de despertar o interesse e auxílio da comunidade; e) Promover o desenvolvimento de conhecimento teórico-prático que embasem toda atividade exercida; f) Participar de redes de instituições com objetivos afins; g) Fornecer subsídios para formação de núcleos com objetivos comuns; h) Comercializar produtos, publicações, serviços, informações e dados produzidos através do Instituto, bem como espaços publicitários e produtos de divulgação (camisetas, bonés, Cds, etc), desde que o produto desta comercialização reverta integralmente para realização de novos trabalhos ou continuação dos já existentes. . A atividade de uma ONG na área artística e cultural, é uma iniciativa de vanguarda em todo o País, onde podemos ver iniciativas parecidas, que trazem resultados surpreendentes principalmente a jovens e crianças, pois a ARTE tem o poder de tocá-las no íntimo, é através dela que pretendemos formar um grande cidadão que possa contribuir e retornar todo seu conhecimento a humanidade. Uma nação com arte tem o poder da criatividade nas mãos. Estratégia de ação Dentro de um sistema bem elaborado de distribuição de salas e turmas, dividimos as crianças em turmas de 2 a 4 anos, 5 a 6, 7 a 8, 9 a 10 , 11 a 12 e 14 anos acima, com oficinas preparadas para cada faixa etária, essa estratégia para termos uma evasão pequena, e que a cada ano possamos aumentarmos a quantidade de participantes. Para desenvolver o trabalho contaremos com oficinas de: - dramaturgia; - artes plásticas; Jornal Espírita de Uberaba – Ano 5 – Nº 69 – Junho/2012

22


-

música; trabalhos em espuma; dança e expressão corporal; interpretação e direção; história da arte; montagem de peças teatrais e apresentações. Graças ao bom processo de aprendizagem, teremos como resultado, espetáculos montados com ótima qualidade e com temáticas para fazermos apresentações em diversas escolas, centros comunitários, abertura e/ou encerramento de eventos. Coordenação: Carla Prazeres - (16) 3017-5377 Núcleo de Estudos: Cabe ao núcleo de Estudos o aprofundamento nos estudos espíritas, a realização prática dos conhecimentos adquiridos, como também a reflexão e discussão relativa à arte. Horário de funcionamento: Estudo “O Livro dos Médiuns” – Terças-feiras das 19h45min às 21h Evangelização Infantil – Terças-Feiras das 19h45min as 21h Coordenação: Vicente Lázaro de Oliveira Benate (16) 3402-1992 Núcleo de Eventos: Este núcleo tem como objetivos: - Coordenar a realização de todos os eventos promovidos pelo Instituto Arte e Vida, - Zelar pelo desenvolvimento de atividades, tendo como princípio os valores éticos da Doutrina Espírita. - Coordenar as atividades que visam a captação de recursos. Coordenação: Shirley Afonso Silva Benate (16) 3703-4741 e Eneida Ferreira Benate Coelho (16) 3402-2019 PERSONALIDADES DE DESTAQUE NO MOVIMENTO ESPÍRITA FREDERICO FIGNER – IRMÃO JACOB Israelita de nascimento, viveu no lar paterno os preconceitos de sua raça contra o Carpinteiro de Nazaré. Na verdade, porém, Fígner, como muitos outros judeus, não tinha religião alguma. Foi no Brasil e quando já negociante próspero, com seu estabelecimento comercial e industrial no Rio de Janeiro e uma sucursal em São Paulo, que Fígner foi chamado a conhecer a verdade. Nos últimos anos do século passado ou nos primeiros deste século, Fígner travou relações de amizade com Pedro Sayão, filho do saudoso doutrinador Antônio Luís Sayão, pai da célebre cantora Bidu Sayão. Pedro Sayão, durante cerca de dois anos, lhe freqüentava a loja e palestrava sobre Espiritismo e Cristianismo, sem que Fígner se impressionasse muito pelo assunto; porém, numa de suas visitas ao seu estabelecimento de São Paulo, Fígner ouviu a dolorosa história de um seu empregado, cuja esposa se achava gravemente enferma e necessitada de melindrosa intervenção cirúrgica. Ao regressar ao Rio, Fígner pediu a Pedro Sayão lhe obtivesse receita para cura da enferma de São Paulo. Veio a receita e a cura da doente, sem intervenção alguma dos médicos. Foi esse fato que inclinou Fígner a favor do Espiritismo. Já impressionado com a cura da doente mediante uma receita mediúnica, Fígner foi procurado em sua loja por um pobre, pai de família desempregado, em penosa situação econômica. Ouviu-lhe o relato de suas aflições, deu-lhe um pouco de dinheiro e disse-lhe que voltasse oito dias mais tarde. Ao sair o necessitado, pela primeira vez na Jornal Espírita de Uberaba – Ano 5 – Nº 69 – Junho/2012 23


vida Fígner fez um pedido ao Carpinteiro de Nazaré: “Se é como dizem os cristãos que Tu tens poder, ajuda a esse pobre pai de família; arranja-Lhe trabalho e meios de vida!” Oito dias mais tarde, voltava o homem com o sorriso dos felizes e lhe narrava: “Já estou trabalhando e brevemente virei restituir seu dinheiro, Sr. Fígner. Fui procurado por uma pessoa que me convidou para um emprego inteiramente inesperado”. Fígner se entusiasmou e repetiu semelhantes pedidos, com resultados sempre positivos. Em vez de pedir a Jesus, passou a pedir a Maria e igualmente os resultados não se faziam esperar. Encheu-se de fé que transporta montanhas e estudou com entusiasmo o Espiritismo e o Cristianismo. Passou a consagrar sua vida ao serviço dos outros. Não se sabe ao certo quando se deu essa conversão, mas em 1903 já se encontram vestígios das atividades espíritas de Fígner na Federação Espírita Brasileira. Por ocasião da gripe “espanhola”, em 1918, com 14 doentes em seu próprio lar e ele mesmo adoentado e febril, passava os dias inteiros na Federação, atendendo a doentes e necessitados que lá iam, em avalanches, buscar recursos para situações aflitivas. Sua vida normal durante longos anos consistia em ir de manhã e a tarde à Federação tomar ditados de receitas de diversos médiuns, chegando a tomar 150 a 200 receitas por dia e a dar passes em numerosos doentes. Levantava-se às cinco horas da manhã e, antes de ir à loja, ia à Federação, de onde só saía quando terminava esse serviço de tomar ditados de receitas. Às quatro horas da tarde lá estava de novo para orar e dar passes em doentes. E curava mesmo os enfermos, pois que seus “fregueses”, como ele lhes chamava na intimidade, cresciam sempre de números. Como propagandista da Doutrina, manteve sempre uma seção no “Correio da Manhã” que era lida no País todo. Em 1921 polemicou com o Padre Florêncio Dubois pela “Folha do Norte”, do Pará. Promoveu a publicação de muitos livros, custeando as edições. Foi à Inglaterra visitar o célebre “Circle of Crew”, onde o médium Willy Hope obtinha as famosas fotografias de extras; visitou, então, Sir Arthur Conan Doyle e outros grandes vultos do Espiritismo inglês. Em 1920 perdeu a filha primogênita, e sua esposa ficou inconsolável. Ouvindo ele falar da médium de materialização D. Ana Prado, de Belém do Pará, decidiu-se a partir para o Norte. No dia 1º de Abril de 1921, embarcou com toda a família. O que sucedeu naquelas sessões acha-se relatado no livro do Dr. Nogueira de Faria, intitulado O Trabalho dos Mortos, pela senhora D. Esther Fígner, esposa de Frederico Fígner, a qual, apenas regressando das sessões e assistida por sua filha Leontina, escrevia relato minucioso de tudo que ocorrera. Frederico Figner nasceu na madrugada de 2 de Dezembro de 1866, na casa humilde de n.º 37 da rua Teynska, em Milevsko, perto de Tabor, Tchecoeslováquia, então Boêmia e parte do Império austro-húngaro. Era, portanto, compatriota de outro missionário que como ele vinha cumprir sua tarefa no Brasil, durante longa existência como brasileiro, entre os melhores, Francisco Valdomiro Lorenz, nascido em Zbislav, perto de Tcháslav, e chegado ao Brasil dois anos depois de Fígner. Ambos vinham da Pátria dos grandes mártires do Cristianismo, João Huss e Jerônimo de Praga, divulgar aqui os ideais superiores que conduziram os dois heróis aos tormentos da Inquisição. Fígner e Lorenz gravitaram para a Federação Espírita Brasileira que era muito jovem quando eles chegaram ao Brasil. Fígner venceu galhardamente a escorregadiça e perigosa prova da riqueza, Lorenz venceu com igual bravura os tormentos da pobreza e se tornou um dos mais cultos esperantistas do mundo, com várias obras publicadas. Filho de pais pobres, Fígner tinha que imigrar para o Novo Mundo, como faziam os jovens da Europa Central, naquele tempo. Aos treze anos sai do lar paterno e vai para a cidade de Bechim aprender um ofício. Em 1882, aos 16 anos, deixa definitivamente a Jornal Espírita de Uberaba – Ano 5 – Nº 69 – Junho/2012

24


terra natal. Parte com sua maleta de emigrante par Bremershafen, de onde, a bordo do vapor "Elbe" (como passageiro de terceira classe), ruma para os Estados Unidos só levando dinheiro para a travessia. Contava Fígner um pormenor interessante dessa viagem. Sua mãe fizera e lhe dera para a viagem uma trança de pão doce. Chegando a bordo, nota que a alimentação de terceira classe é absolutamente insuportável. Divide então o seu pão doce, de sorte a bastar para todo tempo da travessia que durou 14 dias. Foi essa a sua única alimentação durante duas semanas. Levava como modelo de conduta a tenacidade dos pais. Era o exemplo a imitar para vencer na vida. Uma tempestade violenta foi o único incidente da travessia, mas foi-lhe rude a luta para adquirir estabilidade econômica de sorte a manter-se e ajudar os pais e irmãos. Estados Unidos, México, América Central e, finalmente, América do Sul, foram seus campos de luta econômica. No Brasil, esse filho de Israel encontrou sua Canaã . Estabeleceu-se, prosperou, conheceu uma jovem de peregrinas virtudes e alma de artista, D. Esther de Freitas Reys, filha de família ilustre. Em 1897, Frederico Fígner e D. Esther de Freitas Reys fundavam, pelo matrimônio, seu lar feliz. Recebia ele o prêmio de suas grandes lutas de trinta anos, mas não sonhava repouso, que não era ideal de seu caráter vibrante. Desse feliz enlace nasceram seis filhos: Rachel, Aluízio, Gabriel, desaparecidos do mundo antes do venerado genitor; Leonilda, Helena e Lélia, muito devotados ao seu velho pai. O serviço de Figner nas obras de assistência e no trabalho profissional afastava-o muito do lar, mas isso não prejudicava o cultivo de um afeto extremo entre pai e filhos. Amavam-se com ardor e respeitavam reciprocamente as idéias e crenças particulares de cada um. Ainda nos últimos dias de sua vida, distribuía ele principescamente donativos por instituições e pessoas pobres de sua amizade, guiando-se pelo coração e nem sempre pelo cérebro, e só respeitando a fortuna das filhas. Trabalhou e serviu abnegadamente até que a enfermidade o prendeu ao leito, poucos dias antes da partida. Completou oitenta anos em 2 de Dezembro de 1946, e em 19 de Janeiro de 1947, às 20 horas, partiu para o mundo espiritual, deixando abertos caminhos de luz sobre a Terra que pisara por tanto tempo. Ao funeral compareceu uma multidão de amigos e admiradores. Diante da câmara mortuária, o Presidente da Federação pronunciou palavras de despedida e o VicePresidente fez uma prece. Ao descer o ataúde ao jazigo, no Cemitério de São Francisco Xavier, falaram com sentimento os Drs. Miranda Ludolf, Lins de Vasconcellos e o Capitão Silva Pinto. A Federação Espírita Brasileira, após a morte de Fígner, publicou-lhe alguns dos escritos no livro intitulado – “Crônicas Espíritas”. WANTUIL, Zêus. Grandes Espíritas do Brasil. FEB, 1ª edição. RJ -------------------------------------------------------------------------------A Mansão Figner, Milton B. Piedade, Brasil Fonte: Boletim GEAE nº 452 de 25/03/2003 Frederico Figner (1866-1947) foi um homem de biografia bastante incomum. De espírito empreendedor, venceu galhardamente a escorregadiça e perigosa prova da riqueza.Conservava a candura do crente, a fé que transporta montanhas, sem cair no fanatismo religioso. Instruído em letras e línguas jamais se desviou da postura humilde. Cultivava as mais altas relações sociais paralelamente ao convívio amoroso com infelizes e sofredores. Justas homenagens já foram feitas à este espírito empreendedor responsável por diversas novidades de sua época, como ter trazido ao Brasil o fonógrafo, o gramofone e o disco. Assim como ter criado a primeira gravadora de música nacional, a Odeon. A ação industrial de Fred, como era carinhosamente chamado, no tempo em que não Jornal Espírita de Uberaba – Ano 5 – Nº 69 – Junho/2012

25


existia rádio, tem o valor de nobre apostolado patriótico. Teve a preocupação idealista de distribuir por todo o país nosso patrimônio artístico, genuinamente brasileiro. De origem judaica nascido na Republica hoje chamada Eslováquia, num lar humilde, deixou sua casa aos 13 anos de idade em busca de seus ideais. Esteve em diversos países até que em 1.892 estabeleceu-se no Rio de Janeiro onde entre outras coisas, fundou a famosa Casa Edison e ajudou a divulgar a máquina de escrever em todo o Brasil. Por seus atos recebeu inúmeras homenagens após seu desencarne, entre elas foi considerado pelo jornal “A Noite Ilustrada” como “o mais brasileiro de todos os estrangeiros, o cidadão dos mil amigos, o protetor dos necessitados, filantropo dos mais legítimos e dedicados”. Foi apresentado ao Espiritismo por volta de 1.903 por Pedro Sayão, pai da cantora lírica Bidú Sayão. Descrente inicialmente, apesar de Pedro freqüentar a filial do estabelecimento comercial que Frederico Figner tinha em São Paulo e ali, durante 2 anos palestrar com o amigo acerca do Espiritismo. Somente acompanhando a cura através de receita mediúnica da esposa de um funcionário, que Figner se inclinou ao Espiritismo. Dai a fazer parte da FEB como vice-presidente, tesoureiro e membro do Conselho Fiscal foi um pulo. Além de seus afazeres profissionais, onde fez fortuna, mantinha coluna no jornal "Correio da Manhã" em que divulgava o Espiritismo. Alma generosa, chegou a acolher em sua própria casa 14 enfermos vítimas do surto da gripe espanhola que assolou nosso país em 1.918 e que não raramente conduzia a morte. Seu trabalho em tomar ditado de receitas espíritas e dar passes a enfermos celebrizou-se em sua época. Chegava a tomar 150 a 200 receita por dia e atender inúmeros necessitados que conheciam sua dedicação através dos jornais da época. Com uma disciplina digna de louvores dividia seu tempo entre a atividade profissional e os afazeres espíritas, chegando a presidir diversos grupos na sede da FEB e em seu lar. Promoveu a publicação de muitos livros, sempre custeando as edições. Viajando ao exterior buscou contato com o médium Willy Hope e encontrou-se na Inglaterra com Sir Arthur Conan Doyle. Por solicitação de um grupo de atores Figner doou terreno de sua propriedade em Jacarepaguá para a construção do Retiro dos Artistas. Auto-didata e de extrema coerência ao viver a Doutrina em sua plenitude; não deixou um grande livro com suas idéias, Fez mais, deixou suas obras e exemplo de servir com dignidade. Como sabemos, Frederico Figner foi o autor espiritual com o pseudônimo de irmão Jacob, pela psicografia de Chico Xavier do livro “Voltei”, editado pela FEB. Se não deixou uma grande obra literária enquanto encarnado, deixou-nos seu testemunho de como despertou na espiritualidade. Em “Voltei” ele diz: “É para vocês – membros da grande família que tanto desejei servir – que grafei estas páginas, sem a presunção de convencer! Não se acreditem quitados com a Lei, por haverem atendido a pequeninos deveres de solidariedade humana, nem se suponham habilitados ao paraíso, por receberem a manifesta proteção de um amigo espiritual!”. Trouxe-nos ensinamentos importantes através da auto crítica e reencontro com sua consciência desprendida da matéria. Admitiu os apegos à autoridade e seu orgulho, pois “quase me considerei ofendido, quando os benfeitores espirituais me cortaram a probabilidade do retorno apressado”. Com a humildade que o caracterizara em vida, reagiu: “comecei a guerrear meu individualismo gritante e, examinando a respeitabilidade dos interesses alheios, não me senti suficientemente encorajado a interferências que redundassem no prejuízo do bem geral”. Mais uma justa homenagem é prestada agora ao nosso dedicado companheiro espírita. Aspectos importantes de sua vida estão resgatados em uma exposição num recém-criado espaço cultural. É “A Mansão Figner – O Rio na Belle Époque”. Funcionando onde foi sua residência à Rua Marquês de Abrantes, 99, Flamengo, Rio de Janeiro, a mansão foi adquirida pelo Sesc-Rio de Janeiro, que a restaurou pelo Jornal Espírita de Uberaba – Ano 5 – Nº 69 – Junho/2012

26


minucioso trabalho de pesquisa do arquiteto Marcos Moraes de Sá. Um grande painel conta de forma cronológica, fatos marcantes da vida de Figner juntamente com acontecimentos importantes da época. Também estará a venda no local o livro “A Mansão Figner – O ecletismo e a casa burguesa no início do século XX”. Além de seus feitos que estão já imortalizados, fiquemos com a lembrança do homem, conforme nos relata Viriato Correia (1.884 - 1.967), jornalista, teatrólogo, romancista e membro da Academia Brasileira de Letras: “Aos 80 anos tinha as vibrações, os entusiasmos, as vivacidades das juventudes estouvadas. Quem o via pelas ruas, suado, chapéu atirado para a nuca, falando aqui, falando ali, numa pressa de moço de recados, pensava estar vendo um ganhador que, em cima da hora, corria para não perder a hora do negócio. No entanto, não era para ganhar que ele vivia a correr. Rico, muito rico, não precisava entregar-se a vassalagem do ganho. Corria para servir os outros, corria para ir ao encontro dos necessitados”. Fonte: - Boletim SEI - Serviço Espírita de Informação nº 1.822 de 1/3/2003. - XAVIER, Francisco C. Voltei. Rio de Janeiro: FEB, 1.949 - WANTUIL, Zêus. Grandes Espíritas do Brasil. Rio de Janeiro: FEB, 1990 Transcrito do site: http://www.feparana.com.br/biografia.php?cod_biog=113 DATAS IMPORTANTES DO ESPIRITISMO MÊS DE JUNHO Dia 04 de 1867 – Bezerra de Menezes, segundo os Anais da Câmara dos Deputados, ocupa pela primeira vez a tribuna em defesa de causas nobres. Dia 05 de 1947 – Em São Paulo, São Paulo, realizado o Primeiro Congresso Educacional Espírita Paulista, ocasião em que é fundada a União das Sociedades Espíritas de São Paulo, sendo o primeiro Presidente Edgard Armond. Dia 08 de 1847 – Em Chaves, Portugal, nasce Monsenhor Manuel Alves da Cunha, missionário da caridade na África. Desencarna em Luanda, África, em 4 de junho de 1947. Dia 10 de 1854 – Em New York, EUA, é constituída a primeira sociedade para estudo e difusão do Espiritismo, tendo dentre os seus membros o Juiz Edmonds e o Governador Talmadge, de Wisconsin, criando-se na mesma oportunidade o jornal The Cristian Spiritualist. Dia 11 de 1941 – Fundada a Sociedade de Medicina e Espiritismo do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, sendo seu primeiro Presidente Dr. Levindo Gonçalves de Mello. Dia 12 de 1851 – Nasce Sir Oliver Lodge em Penkhull, Staffordshire, Inglaterra, físico e cientista, pesquisador dos fenômenos mediúnicos. Desencarna em 22 de agosto de 1940. Dia 12 de 1856 – Em Paris, França, Allan Kardec, por intermédio da médium Aline C., recebe a confirmação do Espírito de Verdade a respeito da sua missão. Dia 14 de 1853 – O Jornal do Comércio do Rio de Janeiro noticia o fenômeno das Mesas Girantes, nos Estados Unidos e na Europa. Dia 14 de 1881 – Nasce em Liège, Bélgica, José Lhome, divulgador do Espiritismo, Presidente da Federação Espírita da Bélgica. Desencarna em 3 de maio de 1949, na mesma cidade. Dia 14 de 1900 – Funda-se em Buenos Aires a Confeceración Espiritista Argentina. Dia 15 de 1974 – A Editora Thomas Cromwell Company, dos EUA, lança o livro O cirurgião da faca enferrujada, do escritor John Fuller, versando sobre as operações do Espírito Dr. Fritz, pelo médium José Arigó. Jornal Espírita de Uberaba – Ano 5 – Nº 69 – Junho/2012 27


Dia 16 de 1871 – William Crookes entrega à Rainha Vitória da Inglaterra relatório confirmando a veracidade dos fenômenos mediúnicos produzidos pela médium Florence Cook, com as materializações do Espírito Katie King e outros. Dia 17 de 1832 – Nasce em Londres, Inglaterra, William Crookes, químico e físico, que durante quatro anos pesquisou a mediunidade de Florence Cook, com as materializações de Kate King. Desencarna na mesma cidade, em 4 de abril de 1919. Dia 17 de 1985 – Em Tours, França, fundada a União Espírita Francesa e Francófona. Dia 18 de 1893 – Nasce em Sacramento-MG Edalides Milan de Rezende, irmã de Eurípedes Barsanulfo. Desencarna a 3 de março de 1984, em São Paulo-SP. Dia 24 de 1908 – Em Belo Horizonte, Minas Gerais, fundada a União Espírita Mineira – UEM, sendo seu fundador e primeiro Presidente Antônio Lima, fundador também do Jornal “O Espírita Mineiro”. Dia 25 de 1883 – Em Uberaba, MG, nasce o médium Anésio Siqueira. Desencarna em Campo Grande, MS, em 14 de janeiro de 1943. Dia 29 de 2008 – Na sede seccional da Federação Espírita Brasileira – FEB, no Rio de Janeiro, lançado o filme Divaldo Franco – Humanista e Médium Espírita. Presentes o presidente da FEB, Nestor Masotti, o produtor do filme Oceano Vieira de Melo, Divaldo Pereira Franco e o ator Ednei Giovenazzi, que faz a narração. Dia 30 de 1953 – No Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, fundada Sociedade Pró-Livro Espírita em Braille, tendo como principais responsáveis o Marechal Mário Travassos, Luiz Antônio Milleco e Marcos Vinícius Teles. Dia 30 de 1975 – Em Monte Carlo, Mônaco, realizado o 2º Congresso Internacional de Pesquisas Psicotrônicas, promovido pela The International Association for Psichotronic Research. Dia 30 de 2002 – Desencarna em Uberaba, MG, Francisco Cândido Xavier, cujo nome de nascimento é Francisco de Paula Cândido. Nasce em 2 de abril de 1910, em Pedro Leopoldo, MG. 06/1905 – Realiza-se em Liége, Bélgica, um Congresso Espiritualista Internacional. LIVROS DO “CLUBE DO LIVRO ESPÍRITA” DEPARTAMENTO – CLUBE DO LIVRO ESPÍRITA MARIA DOLORES Rua Artur Machado nº. 288 – sala 04 – Centro Telefone: 3312-8327 – E.mail: eepe@eepe.com.br JESUS, O DIVINO AMIGO – Pelo Espírito de Irmão Vírgílio – Psicografado por Antonio Dmarchi Nas páginas de Jesus, O Divino Amigo vamos ao encontro do Mestre, trilhamos os mesmos caminhos percorridos por Ele. Presenciamos, emocionados, o impacto de suas palavras, de seus atos. Explicações do próprio Jesus para as curas, os milagres, as parábolas... Histórias que falam ao coração e iluminam a razão. TOCADOS POR ELE – Por Espíritos Diversos – Psicografado por Guaraci de Lima Silveira O evangelista João disse que, se fosse possível tudo escrever sobre o que Jesus fez, provavelmente o mundo seria incapaz de comportar tantos livros. Sábia colocação. Os textos que compõem o “Novo Testamento” são material de pesquisas para muito tempo ainda. Tocados por Jesus, vêm da espiritualidade, com personagens que se encontraram com o Mestre e foram tocados pela sua divina presença. Vamos senti-los, às vezes, Jornal Espírita de Uberaba – Ano 5 – Nº 69 – Junho/2012

28


acuados, temerosos, sonhadores, esperançosos; enfermos ou não; injustiçados ou equivocados. Enfim, um palco onde a sinfonia divina encenou para a humanidade o poema da distinção, da filiação a Deus, do enobrecimento de cada um. Tocados por Ele, nunca mais seremos os mesmos. Isso é o que se vê nesta obra RUMO CERTO – Pelo Espírito de Emmanuel – Psicografado por Francisco Cândido Xavier Através de mensagens de alto teor moral, enfoca temas como auto aperfeiçoamento, caridade, perseverança e provações. Acentua que a misericórdia divina proporciona aos necessitados de paz interior oportunidade de conhecer as próprias deficiências e a maneira de extinguilas, com vistas à definitiva intregração a Jesus. SUGESTÃO DE LEITURA VOLTEI – Pelo Espírito de Irmão Jacob – Psicografado por Francisco Cândido Xavier Comprova a realidade da vida além da morte, tendo em vista mostrar a necessidade do auto-aprimoramento para facilitar a volta ao Plano Espiritual. Elucidando temas como dificuldades no intercâmbio, frente à morte, entre amigos espirituais. Alerta osespíritas para necessidade da vivência dos ensinamentos da Doutrina e para a contínua conquista da evolução espiritual. TRANSTORNOS MENTAIS – Suely Schubert Problema crescente, os transtornos mentais atingem inumerável parcela da humanidade. Depressão, TOC, agorafobia, estresse, psicose, autismo, obsessão e outros tantos tormentos afligem o ser humano. Apresenta a visão espírita dessa problemática, abordando seus diversos matizes: psiquiátricos, psicológicos e obsessivos, levando a uma compreensão profunda acerca das causas de enfermidades mentais, permitindo a sua resolução. Em um abrangente estudo, estabelece as necessárias pontes de ligação entre o conhecimento espírita e a produção de renomados cientistas, psiquiatras, psicanalistas e psicólogos. Terapêutica que alcança a matriz dos desequilíbrios, onde também reside todo o poder da cura definitiva: o Espírito. HUMOR ESPÍRITA – “Força do Pensamento”

Jornal Espírita de Uberaba – Ano 5 – Nº 69 – Junho/2012

29


EDIÇÃO Nº 69