Page 1

www.eshoje.com.br DIVULGAÇÃO

Vitória, 29 de junho de 2018 J Ano XVII J Nº 703 J Edição Gratuita Semanal

SABOR ES

Tomate seco de entradaj

COLUNA

Combate efetivo à violênciaj6

ESHJ2

ESHOJE

DIVULGAÇÃO

Fundado em 19 de julho de 2000 por Carlos Roberto Coutinho

ESHOJE2

Do bar aos palcos da comédia

Quase 800 intoxicações por agrotóxicos no Estado

Comissão aprova projeto de lei que aumenta liberação de agrotóxicos, inclusive com potencial cancerígeno; servidores de fazendas estatais não têm proteção adequadaj3 TRABALHOESCRAVO.COM

SKIMPOINT

FERAS DO SKIMBOARD CAPIXABA EM IRIRI

EXISTEM ESCRAVOS LOGO ALI j5

Em três anos o Ministério Público do Trabalho registrou casos nas cidades de Brejetuba, São Mateus, Conceição da Barra e até em Vitória

Primeira etapa do Circuito Estadual de 2018 acontece neste sábado (30)j7

Na Serra, projetos são sustentáveis e premiados Ações municipais mudaram o ambiente das comunidadesj4


2

Opinião

SEXTA-FEirA, 29 dE junho dE 2018 j www.EShojE.com.br

fOTO DA SEmAnA

ESPAÇO DO LEITOR futura press/estadão conteúdo

Transparência

PAs de Vitória estão divulgando nomes de médicos no plantão Pena que os outros profissionais (não médico) não vão constar no quadro. Além disso, todos os funcionários dos três poderes e de todas as repartições públicas deveriam estar relatados na transparência. José Maria Machado

Foro privilegiado

Jogadores brasileiros comemoram gol no jogo contra a Sérvia, vencido por 2 a 0, pela Copa da Rússia

EDITORIAL

Carlos Carvalho Loureiro

Chocolate I

O custo Brasil é impagável Em 7 de outubro, cerca de 150 milhões de brasileiros comparecerão mais uma vez às urnas para eleger presidente, vice-presidente, senadores, deputados federais, governadores, deputados estaduais e deputados distritais. Uma festa da democracia num país em que a atividade política se transformou num evento próprio das antigas casas de tolerância. Além do presidente do vice-presidente da República, o Brasil tem 81 senadores que, ao lado dos 513 deputados federais, figuram entre os homens públicos mais caros e menos produtivos da nação. Nessa conta cabe incluir ainda 27 governadores, 27 vice-governadores e 27 assembleias legislativas (uma das quais distrital), integradas por 1.049 deputados estaduais e distritais. Se parece pouco, vamos colocar novos ingredientes, porque temos ainda 5.568 prefeitos, 5.568 vice-prefeitos e 5.568 câmaras municipais que empregam nada menos do que 57.931 vereadores. Isso totaliza exatamente 70.794 políticos pagos com o dinheiro do povo. A catástrofe não termina aí, porque considerando apenas o Legislativo, apenas a Câmara dos Deputados tem 12.825 assessores parlamentares não concursados, contra 4.455 assessores parlamentares não comissionados do Senado Federal – ou seja, mais ocupantes de cargos comissionados do que a maioria dos municípios capixabas. Você, contribuinte, que teve que retirar seu filho da escola particular e matricular na rede pública e se viu obrigado - como outros 3 milhões de brasileiros - a cancelar o plano de saúde, ainda responde pela remuneração de cerca de 27.000 assessores parlamentares das assembleias legislativas e distrital, e alguma coisa superior a meio milhão de comissionados nas câmaras municipais.

A opinião dos colunistas não reflete o posicionamento do veículo

deu no jornal que Fernando collor foi absolvido pelo STF, em razão da prescrição dos processos. Por isso que os políticos bandidos adoram o Foro Privilegiado. Aliás ter foro privilegiado é um grande negócio, dificilmente os crimes são julgados. Prescrição não é absolvição é impunidade.

Os números são apenas estimados (para baixo) em razão da falta de transparência da administração pública. Mas o contribuinte brasileiro é o maior empregador de servidor público sem concurso do planeta. Geramos salário e renda para alguma coisa em torno de 715.074 funcionários comissionados – muito mais do que a população de qualquer dos municípios da Grande Vitória. Essa orgia com o dinheiro do contribuinte tem um custo de R$ 248.000,00 por minuto, o que corresponde a R$ 14,9 milhões por hora, R$ 357,5 milhões por dia. Mais precisamente R$ 10,7 bilhões por mês, o que dá R$ 128 bilhões por ano. Para encerrar a conta nesse país que tem 35 partidos registrados no Tribunal Superior Eleitoral e outras 73 agremiações em formação, o curso orgia destina, ainda, em 2018, R$ 6 bilhões de reais para o Fundo Partidário. Tudo isso seria aceitável se o poder público devolvesse ao cidadão, a prestação de serviços de saúde, educação, transportes, segurança pública e moradia de forma compatível aos valores arrecadados em impostos. O mais triste é a constatação de que parte significativa desses recursos é desviada por governantes inescrupulosos, que transformaram a corrupção no negócio mais lucrativo do Brasil. Não seria se o Judiciário não fosse tão omisso e ineficiente, incapaz de exercer justiça e paz social. Mas aí são outros 500. 500 mil? 500 milhões? 500 bilhões?

Boa Leitura!

tiragem: 5.000 exemplares circulação: Grande Vitória e digital periodicidade: Semanal

diretor geral carlos roberto coutinho carlos@eshoje.com.br

rua Paschoal delmaestro, 260 Ed. Vila da Praia, Sl. 5 e 6 - jardim camburi - Vitória - Espírito Santo cep. 29.090-460 Tel. 27 3395-1800/Fax. 3395-1801 www.eshoje.com.br redacao@eshoje.com.br

diretora administrativa bianca coutinho bianca@eshoje.com.br

dou. Torço demais por mais Vitórias ainda! Leonardo de Souza

Moda Praia II

daqui de Londres acompanhamos as criações de walber. São trabalhos belíssimos. nosso trópico brasileiro merece essas maravilhas criadas pela dolce mare! Vera Nóbrega

Comércio I

não há vagas para todos os capixabas no mercado formal de trabalho. E ainda assim querem retirar os lojistas de dentro dos terminais. Ali são geradas vagas de trabalho, realmente não entendo o raciocínio dos responsáveis pela liminar que ordena a desocupação desses estabelecimentos. Anna Lúcia

depois que a Garoto foi vendida, quem é das antigas sabe o quanto mais açucarado ficou o chocolate, é mais açúc ar e menos c ac au! E perdemos aquele gostinho! Só me entenderá quem é mais velho.

Comércio II

Ricardo Dazi

Patrícia Santos

Chocolate II

Presidenciável

depois que a Garoto passou a ser da nestlé, o chocolate ficou horrível, sem graça e dá pra sentir o gosto da gordura em qualquer versão do chocolate. Franciane Gomes

Desemprego

há tempo que há muitas pessoas desempregadas eu sou uma delas. o que fazemos sem um trabalho? Triste realidade. Gilmar Fernandes

Moda Praia I

capixaba walber Lúcio traz moda praia do mediterrâneo para o brasil. conheço o walber e mesmo com tantas Vitórias e uma vida de luxo com direito a castelo e vips, a humildade dele nunca mu-

Tantas ações emergenciais a serem feitas e vão querer mexer com quem está trabalhando. Sou totalmente contra tirarem os ambulantes dos terminais. difícil viver dignamente neste país.

A pergunta q todos querem saber, será que algum presidenciável vai faltar as sabatinas que estão rolando? Essas do roda Viva são prova de fogo pros candidatos. Estou assistindi a todos e em outro canais também. muito importante ver como se comportam, as idéias, os argumentos de cada um. Ernestho Serafini

Obras

brasil de merda, um exemplo é nas olimpíadas disseram gastar 18 bilhões para ter de retorno 80 bilhões! na copa disseram algo parecido. hoje está em outro país e até hoje tem obras que não foram terminadas. Fala sério! Ricardo Falchetto Dazi

twitter: @eshoje / facebook: eshoje / instagram: /eshoje

projeto gráfico renon Pena de Sá e Patrícia Araújo www.renondesign.com fotografias Arquivo redacao@eshoje.com.br

diagramação diretora de redação/editora danieleh coutinho - mTb/ES 2694-jP jeferson Louis - mTb/ES 3605/ES danihcoutinho@eshoje.com.br

redação bárbara caldeiras carolina boueri Gustavo Gouvêa márcia Almeida Pedro cunha Thaís rossi


3

Meio Ambiente

SEXTA-FEirA, 29 dE junho dE 2018 j www.EShojE.com.br

792 pessoas intoxicadas por agrotóxicos no Espírito Santo

Projeto de Lei que aumenta liberação de agrotóxicos foi aprovado em comissão especial da câmara Gustavo Gouvêa gustavo@eshoje.com.br

N

a noite de segunda-feira, dia 25 de junho, foi aprovada por uma comissão especial da Câmara dos Deputados o novo Projeto de Lei 6922/2002, que afrouxa o registro de agrotóxicos no Brasil, aumentando o leque destes produtos disponíveis no marcado nacional. O chamado “PL do Veneno” tem o objetivo de desburocratizar e acelerar o registro dos agrotóxicos no Brasil, concentrando a aprovação dos produtos no Ministério da Agricultura (MAPA), diminuindo as competências de controle e fiscalização da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) e do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) no processo. O PL ainda prevê a liberação de registros temporários dos agrotóxicos, mesmo sem a conclusão da análise de órgãos reguladores. Hoje, o Brasil é o país que consome mais agrotóxicos no mundo. A Anvisa informou que, em termos gerais, fabricantes de produtos que hoje são vetados no

Brasil por terem potencial cancerígeno, provocarem desregulação de hormônios, ativação de mutações e danos ao aparelho reprodutor poderão de se valer da flexibilização da lei para conseguir que eles sejam registrados e utilizados nas lavouras. Em nota pública, a Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) se posiciona de forma contrária ao PL 6299/02, pois “negligencia a promoção da saúde e a proteção da vida, e configura uma desregulamentação que irá fragilizar o registro e reavaliação desses produtos no Brasil”. De acordo com a fundação, “a proposta significa um retrocesso que põe em risco a população, em especial grupos populacionais vulnerabilizados como mulheres grávidas, crianças e os trabalhadores envolvidos em atividades produtivas que dependem da produção ou uso desses biocidas”. A instituição vem produzindo pesquisas que evidenciam os impactos negativos dos agrotóxicos para a saúde, o ambiente e a sociedade. “A Fiocruz ressalta que o cenário de enormes vulnerabilidades sociais e institucionais existentes na maioria dos territórios onde há uso de agrotóxicos, que

pixbay

NÚMEROS

6922/02

É o número do projeto de Lei que afrouxa o registro de agrotóxicos

837

Foi o número de pessoas intoxicadas no ES, em 2016

De acordo com a Fiocruz, o PL 6922/2002 "negligencia a promoção da saúde e a proteção da vida" interferem diretamente na ocorrência dos casos de intoxicação, constitui uma situação verdadeiramente preocupante, e que pode ter repercussões graves e irreversíveis para gerações atuais e futuras”, informa nota da fundação. IntoxIcação Somente no Espírito Santo, no

ano de 2016 foram notificadas 837 intoxicações por agrotóxico e, em 2017, as informações preliminares são de 792 notificações do mesmo tipo no Estado, de acordo com informações da Secretaria de Estado da Saúde (Sesa). O deputado Doutor Hércules (PMDB), que é médico ginecologista e obstetra, afirma que de-

terminados agrotóxicos provocam alteração neuromotora e intoxicação crônica. “Há provas contundentes do comprometimento do sistema nervoso das pessoas, pela ingestão ou absorção pela pele dos agrotóxicos, que acabam impregnando o sistema nervoso central e o sistema nervoso periférico”.

risco nas fazendas do Incaper 2% de fiscalização de acordo com laudos de Segurança do Trabalho emitidos pelo Sindicato dos Trabalhadores e Servidores Públicos do Espírito Santo (Sindipúblicos) existem diversas irregularidades nas fazendas do Instituto Capixaba de Pesquisa e Extensão Rural (Incaper). Nas últimas visitas, realizadas na Fazenda Experimental de Linhares, em abril de 2017, e na Fazenda Experimental de Sooretama, em julho de 2017 – que, também realizam atividades com agrotóxicos – foram apontados inconformidades com diversas normas relacionadas inclusive a Equipamentos de Proteção Individual (EPIs) e “segurança e saúde no local de trabalho”. A farmacêutica toxicologista Daniela Mendes, afirma que é essencial a correta aplicação e os equipamentos adequados para manusear os agrotóxicos. São diversas as consequências para a saúde da exposição direta aos agrotóxicos, inclusive a parada respiratória. "O trabalhador manipulando agrotóxico tem uma exposição dérmica e respiratória maior. Sem

SindipúbLicoS

trabalhados de fazendas do Incaper sem ePIs adequados às normas os equipamentos de segurança e vestimentas adequadas está disposto à intoxicação, que pode levar a convulsão, podem ter dores abdominais, diarreia e, dependendo da quantidade exposta, pode evoluir para uma parada respiratória. A exposição dérmica pode levar à dermatite. Outras consequências podem ser hemorragia nasal, tosse, dor torácica... essa exposição em contato com pele e vias aéreas. Pode ser tudo evitado com manipulação e equi-

a exposição crônica ao agrotóxico pode levar à depressão, tensão nervosa

DanIeLa menDes, toxicologista

pamentos corretos". Ela diz também que a exposição constante a certos agrotóxicos pode levar a distúrbios nervosos.

no espírito Santo são cerca de 130 mil propriedades rurais. Entretanto, no ano de 2017, o Instituto de Defesa Agropecuária e Florestal do Espírito Santo (Idaf) realizou três mil inspeções entre pontos de revenda e comercialização de produtos agrícolas e propriedades rurais. Isso significa que menos de 2% das propriedades rurais do Espírito Santo foram fiscalizadas pelo órgão em 2017. Com a lei dos agrotóxicos aprovada, a expectativa é que a fiscalização fique ainda mais complicada. No ano passado, 193 autos de infração emitidos pelo Idaf, 150 deles nos pontos de comercialização. “As irregularidades são pontuais, a depender do local onde se dá. Na revenda, o problema é na comercialização de produto vencido ou sem cadastro no Idaf, emissão de receita indevida, produtos em contato com o chão (eles têm que ficar em pallets) problemas no ato da compra e venda do produto. Nas propriedades, os principais problemas são armazenamento inadequado – o que também ocorre nas revendas – aplicação do agrotóxico

sem atenção à receita agronômica, em desacordo, ou sem a receita agronômica. Por exemplo: compra para determinada cultura e usa em outra”, explica Márcio Gama, gerente de defesa sanitária em inspeção vegetal do Idaf. O gerente reconhece a dificuldade em realizar a inspeção em tantas propriedades. “Não fechamos os olhos às dificuldade e lidamos com ela fatalmente como qualquer órgão de fiscalização e controle. É um procedimento amostral, muito embora o Idaf tenha grande vantagem em ser descentralizado. Estamos em quase todos os 78 municípios. Tem uma capilaridade no Estado que é fundamental para o sucesso desse processo de fiscalização e essa é a grande vantagem”, explica.

na revenda, o problema é na venda de produto vencido, emissão de receita indevida

márcIo Gama, gerente idaf


4

Meio Ambiente

SEXTA-FEirA, 29 dE junho dE 2018 j www.EShojE.com.br

Projetos de sustentabilidade da Serra recebem premiações Projetos "de olho no Óleo" e "Agentes Ambientais comunitários" venceram o Prêmio Ecologia

Q

uando o assunto é sustentabilidade a Prefeitura Municipal da Serra (PMS) entende bem. Não é à toa que o órgão já foi premiado por diversos projetos desenvolvidos que promovem a sustentabilidade em sua abrangência, com características ecologicamente corretas, economicamente viáveis, socialmente justas e culturalmente diversas. O projeto de educação ambiental De Olho no Óleo é um deles. Com o objetivo de sensibilizar os moradores da Serra sobre a importância do descarte adequado do resíduo do óleo de cozinha e disponibilizar um Ponto de Entrega Voluntário (PEV) no próprio bairro, o projeto foi ganhador do Prêmio Atitude Sustentável 2015 e também do Prêmio Ecologia do mesmo ano. O intuito, segundo a secretária de Meio Ambiente da Serra, Áurea Almeida, é evitar o despejo desse resíduo altamente contaminante na pia ou no solo. “Com essa atitude podemos contribuir de forma direta para o bom funcionamento das redes de esgoto e para a saúde de nossos córregos, lagoas e praias. O projeto, implantado desde o segundo semestre de 2014, está presente em 78 bairros do município e em 55 condomínios residenciais”, afirma a secretária. As ações desenvolvidas são: entrega dos coletores (dois coletores de óleo tipo “bombona”

visão ambiental

para cada associação participante do projeto); palestras educativas nas escolas municipais de ensino fundamental e nas associações de moradores dos bairros que participam do projeto; distribuição de material educativo (cartaz, folder e adesivo); entrega do biocoletor domiciliar para os moradores participantes e oficinas de sabão ecológico.

Contribuímos para o bom funcionamento das redes de esgoto e para nossas praias

áureA AlmeiDA, secretária

Agentes AmbientAis O curso de educação ambiental para Agentes Ambientais Comunitários também é um projeto da Secretaria de Meio Ambiente (Semma) que visa sensibilizar as comunidades e promover mudanças de hábitos e valores em relação ao ambiente. Ganhador do Prêmio Ecologia 2006, na categoria de Experiência de Sucesso, o projeto promove encontros semanais noturnos nos quais os participantes aprendem sobre água, esgoto, lixo, coleta seletiva, importância da preservação de praias, lagoas e cinturões verdes. Ao final os alunos realizam uma ação de interven-

Projeto "De Olho no Óleo" visa sensibilizar os moradores sobre o descarte correto do óleo de cozinha ção no bairro onde residem. “As turmas são formadas por, no mínimo, 30 e, no máximo, 50 participantes com idades acima de 15 anos. As inscrições devem ser feitas pela Associação de Moradores da comunidade, que também é a responsável por definir o local de realização do curso. O local deve conter cadeiras, uma mesa e uma parede branca para projeção dos slides. Para protocolar o pedido do curso, a Associação de Moradores deve

entrar em contato com o Departamento de Educação Ambiental, pelo telefone 3291-2401”, informou Áurea Almeida. Ao final do curso, os Agentes Ambientais Comunitários recebem um certificado (60h) e o uniforme do Projeto, e assim passam a definir outras atividades que pretendem desenvolver no bairro após a formatura. Os módulos do curso são: Serra e sua história; Introdução à educação ambiental; Recursos

hídricos (Água e esgoto); Resíduos sólidos (Coleta Seletiva e a Regra dos 5R’s); Recursos naturais da Serra (APA's, praias, lagoas, cinturões verdes); Prática da educação ambiental; Planejamento da ação de intervenção ambiental no bairro; Definição das atividades e tarefas de cada formando na ação de intervenção ambiental; Visita monitorada pelo município; e, no final, realização de uma ação de intervenção ambiental no bairro.

Horta para temperar a merenda Crianças conscientes a secretaria Municipal de Educação da Serra desenvolve o projeto Horta nas Escolas. O objetivo principal do projeto é humanizar o local, ensinar sobre sustentabilidade e ciências. As ervas e alimentos colhidos também são enviados para as casas dos estudantes e usados para fazer chás e temperar ainda mais a merenda escolar. A Escola Municipal de Ensino Fundamental (EMEF) Herbert de Souza, por exemplo, no final do ano passado foi premiada pela ArcelorMittal por desenvolver o “Projeto Verde”, que reaproveita água dos bebedouros para abastecer o sistema de irrigação da horta escolar. reCiClA esCOlA A Secretaria de Educação em parceria com a secretaria de Serviços implantou em 85 escolas e

divulgação/Pms

no "Horta nas escolas" as folhas colhidas viram chás e temperos creches da Serra o serviço “Recicla Escola”, um outro projeto sustentável, que faz a separação do lixo úmido do seco. Merendeiras, profissionais de Serviços Gerais e pedagogos receberam treinamento para fazer a separação dos materiais, que depois recebe coleta adequada.

o projeto Agentes Ambientais Mirins da Semma visa sensibilizar crianças e adolescentes para questões ambientais. Entre os assuntos abordados no curso estão água, belezas naturais da Serra, lixo e o consumo sustentável. Ao final, os alunos fazem uma ação no bairro para conscientizar os moradores sobre o descarte irregular de resíduos. Após a conclusão do curso, os formandos recebem certificado,

uniforme e realizam juntos uma Ação de Intervenção Ambiental. Eles continuam atuando como multiplicadores, compartilhando o que aprenderam e desenvolvendo ações que visam a proteger o meio ambiente da cidade e do bairro. Para participar, é preciso ter de 8 a 14 anos, formar uma turma com no mínimo 30 alunos e contactar o departamento de Educação Ambiental da Semma pelo telefone 3291-2400. Pms/divulgação

85

esCOlAs e CreCHes da serra contam com o "recicla escola"

Agentes ambientais mirins aprendem sobre consumo sustentável


Geral

SEXTA-FEirA, 29 dE junho dE 2018 j www.EShojE.com.br

Escravos no ES: 176 casos em três anos A maioria das vítimas são homens que trabalham na área agropecuária; denúncias ajudaram a desvendar os casos reuters

BárBara CaldeiraS redação@eshoje.com.br

N

quinta-feira do dia 21 de junho uma operação conjunta da Polícia Rodoviária Federal (PRF) e do Ministério Público do Trabalho (MPT-ES) resgatou trabalhadores em situação de escravidão de uma propriedade localizada às margens da BR 101, em Jacupemba, Aracruz. Essa foi apenas mais uma das mais de 150 somente nos últimos anos. Desde 2015, o MPT-ES registrou 176 casos parecidos no Espírito Santo. A maioria das vítimas são homens de 40 a 44 anos e que trabalham na área agropecuária, nos municípios de Brejetuba, Conceição da Barra, São Mateus e até em Vitória. O MPT chegou aos casos por meio de denúncias da sociedade civil e também pelos autos de fiscalização da Superintendência Regional do Trabalho e Emprego do Espírito Santo (SRTE-ES). Em pesquisa no Sistema MPT Gaia, filtrando para dados do MPT-ES, no período de janeiro de 2015 até junho de 2018, foram: 105 NFs (denúncias a investigar recebidas pelo procurador) instauradas; 49 ICs (quando o membro possui fortes indícios de que um direito coletivo ou um direito social ou individual foi lesado ou sofre risco de lesão); 6 ações ajuizadas; 16 TACs (Termos de Ajuste de Conduta – acordo extrajudicial – é uma alternativa para solução de conflitos; o MPT e a empresa celebram o acordo para não precisar ir à justiça resolver o problema) firmados. Um outro exemplo de TAC é

Bastidores da Política Pleito...

A eleição para o governo do Espírito Santo vai mostrar a divisão nos municípios da Grande Vitória. Em Cariacica, por exemplo, os deputados Marcelo Santos e Sandro Locutor, juntamente com o vereador Cesar, vão caminhar com o governador Paulo Hartung. Já o prefeito Juninho vai apoiar Renato Casagrande.

...dividido na...

Em Vila Velha Doutor Hércules e André Garcia vão apoiar Paulo Hartung, enquanto Max Filho tende a caminhar do outro lado – embora ele não tenha definição. Enquanto em Vitória Luciano Rezende está com Casagrande, mas o vice, Sergio Sá, junto com seu pai, o deputado Jose Esmeraldo, está com Hartung.

...Grande Vitória

Casos aconteceram em municípios como Brejetuba e São Mateus a Ação Civil Pública (ACP). Quando não solucionam a questão no órgão, os procuradores do Trabalho ingressam com uma Ação Civil Pública na Justiça do Trabalho. denúnCia Segundo o MPT- ES ao presenciar alguma situação de trabalho escravo, cabe ao cidadão não só se indignar, mas também acionar os órgãos de proteção, por intermédio do encaminhamento de denúncia ao Disque 100, ao MPT, pelo site (www.mpt.mp.br) ou por telefone (27 2125 4500). As denúncias realizadas ao MPT são anônimas. É permitido também realizar denúncias ao Ministério do Trabalho e às entidades sindicais.

saiba mais: Pode ser considerado trabalho escravo quando o trabalhador: w não

consegue se desligar do patrão por fraude ou violência; w É forçado a trabalhar por horas sem descanso; w não possui carteira assinada; w não recebe alimentação adequada; w não recebe água limpa para beber; w Trabalha em condições degradantes e desumanas. w ***Simplesmente não possuir carteira assinada não quer dizer estar em situação análoga à escravidão, mas pode ser uma das características.

Na cidade de Viana, Gilson Daniel espera quem estiver na frente para definir seu lado. Na Serra, o vice-líder do Governo Audifax apoia Paulo Hartung, enquanto Bruno Lamas vai pela candidatura de Renato Casagrande. Vale destacar que 60% dos votos estão na Região Metropolitana. Portanto, esses apoios são fundamentais.

(des) Combinado

O médico cardiologista e segundo suplente da senadora Rose de Freitas, Schariff Moysés (PSDB), aguarda o cumprimento da promessa da senadora, para que ele assuma a vaga. Segundo ficou combinado, ela se licenciará por quatro meses para isso. Só não se sabe se a coisa também foi acordada com o primeiro-suplente, o paulista Luiz Pastore.

Será que pega?

Um movimento político nasce no sentido de não reeleger os deputados estaduais e federais capixabas. A meta é

renovar todas as cadeiras na Assembleia Legislativa e Câmara dos Deputados.

Mandato gospel

Se o senador Magno Malta decidir compor chapa como vice de Jair Bolsonaro, sua candidata ao Senado será a própria esposa, a cantora evangélica Lauriete. Segundo pesquisa de consumo interno do PR, ela, hoje, seria uma das mais votadas para o cargo de deputada federal. O senador acredita que tenha força, também, para se eleger senadora.

Opção

Tema de discussão entre lideranças políticas, o nome do ex-deputado e ex-prefeito de Vitória, Luiz Paulo Vellozo Lucas, também está sendo avaliado para compor chapa como vice-governador de Renato Casagrande. Muito embora, como a coluna já informou, a vaga também poderá ser de um militar, como o deputado estadual Josias Da Vitória. Neste caso não há conflito entre ambos. Também, Luiz Paulo, estaria entre os nomes mais votados a deputado federal.

Titular

A camisa 10 da seleção estadual fica mesmo com a Casa Civil. Saiu José Carlos da Fonseca Junior, com Giuliano Nader, e entrou Roberto Carneiro – também tendo Giuliano como braço direito. Um tem mantido o nível do outro, com excelente relação com os poderes, sobretudo o Legislativo.

Falando em futebol...

...só falta o Vitória Futebol Clube voltar a colecionar títulos. Depois do convênio assinado com o Estado, para tornar sua área rentável, o governo liberou emenda parlamentar no valor de R$250 mil para modernizar o estádio Salvador Venâncio da Costa.

5


6

SEXTA-FEIRA, 29 DE JUNHO DE 2018 j WWW.ESHOJE.COM.BR

HUGO BORGES POR CÉSAR HERKENHOFF L cesarherkenhoff@hotmail.com

Justiça do brasil em minúsculo A decisão da segunda turma do supremo tribunal federal (tudo em letra minúscula mesmo) de colocar em liberdade um dos mais notórios ladrões do brasil, é a suprema desmoralização do poder judiciário (também em letras minúsculas) em nosso país. É inaceitável que um bando de ministros - que deveriam estar usando burka em vez de toga – tenha esbofeteado a cara de todos os cidadãos brasileiros sob o argumento hipócrita de que o bandido josé dirceu tem possibilidades efetivas se ter seus recursos acolhidos nas instâncias superiores. Aliás, o que o stf fez foi exatamente dar uma demonstração inequívoca de que no judiciário brasileiro não há instância superior. Há militantes comprometidos com objetivos subalternos que, nas palavras do ministro Luiz Roberto Barroso, apequenam o supremo tribunal federal – fazendo referência direta a gilmar mendes, o maior inimigo dos anseios da

sociedade brasileira. Ora, ora, ora, como é possível que josé dirceu, trombadinha de ofício, tenha recursos acolhidos pelo próprio supremo tribunal federal? Por que não deixá-lo em liberdade desde agora? É a desmoralização do conceito de ética, de probidade, de respeito à cidadania. É o escárnio que a presidente carmem lúcia prometeu combater, mas acovardou-se. Hoje, no brasil de gilmar mendes, ricardo lewandowsky e dias tófolli, é muito mais provável um cidadão cumprir pena de reclusão por uma crítica feita a ministros do stf do que pelo desvio de bilhões de reais dos cofres públicos. A corte superior tem tido um

comportamento inferior, envergonhando a nação. O povo não confia em um poder que age movido por interesses partidários, por gratidão, por falta de compromisso com as futuras gerações. O supremo tribunal federal transformou-se num puxadinho do partido dos trabalhadores. Há exceções, é claro, mas o comportamento execrável de três ou quatro ministros coloca em cheque a credibilidade do judiciário. A serviço de quem estão esses ministros – todos escolhidos de favor e para cumprir o papel que lhes foi determinado no ato de nomeação – que nada têm feito além de frustrar os sonhos de toda uma nação? O arrogante gilmar mendes,

por exemplo, ameaçou processar um grupo de brasileiros indignados que ousou vaiá-lo num voo entre Portugal e brasil, como se isso representasse uma grave violação legal. Mas vê com naturalidade – e atende com invejável prazer – pedidos de liberdade dos maiores bandidos da história republicana. Basta ser corrupto para obter o habeas corpus. Basta criticar os intocáveis para cumprir pena de prisão. O pior de tudo é que com a emenda de bengala essa trupe tende a permanecer no supremo tribunal federal pelos próximos 170 anos, causando estragos irreparáveis na autoestima de um povo que quer, apenas, o direito de existir com dignidade.

Não é possível que o simples fato de ter sido indicado (não por qualquer mérito) para o supremo tribunal federal coloque um seleto grupo de cidadãos brasileiros acima das leis, acima do bem e do mal. Num país em que 40% da população carcerária não conseguiu, ainda, julgamento em primeira instância, é altamente deplorável ver o stf se ocupando essencialmente de colocar nas ruas os bandidos mais perigosos, os autênticos criminosos, corruptos, traficantes e ladrões dos cofres públicos. Não é o ministro gilmar mendes que apequena no supremo tribunal federal. É o supremo tribunal federal que apequena o brasil.

COLUNA FEU ROSA

ARTIGO

Hora de pensar

Mulheres no poder

Dia desses meditava sobre o absurdo número de homicídios cometidos na América Latina. Nos últimos 16 anos foram assassinadas, aqui, 2,5 milhões de pessoas! Representamos apenas 8% da população do planeta, mas respondemos por 33% dos assassinatos nele cometidos.

Elas vivem mais do que os homens, são maioria tanto nas escolas e nas universidades, costumam acumular funções, conquistam cada vez mais espaço no mercado de trabalho, têm jornada semanal superior considerando as horas dedicas às tarefas domésticas e, além de tudo, têm o dom de gerar uma vida.

A mortandade, bem superior à da maioria das guerras que flagelam a humanidade, é de conhecimento público. Passemos, assim, das estatísticas à busca por uma solução - sejamos, pois, absolutamente pragmáticos. Dizem alguns que leis mais rigorosas resolveriam o problema. Será? Nosso país já sofre com uma vergonhosa falta de condições físicas no sistema penitenciário. Sou testemunha, após mais de duas décadas no Tribunal de Justiça, dos costumeiros apelos dos governantes de plantão para que se "prenda menos", dada a crise nas prisões. Defendem outros a eliminação física dos criminosos, dentro daquela máxima segundo a qual "bandido bom é bandido morto". Simples assim. Mas... isto já acontece! Somos destaque mundial em linchamentos e execuções sumárias! E o problema só tem se agravado. Pelos mesmos motivos a tão propalada "pena de morte" não resolveria a questão - ora, se já a aplicamos intensa e extensamente à margem da lei, não vejo como a execução de alguns poucos nos termos desta teria o condão de mudar o quadro.

Todo o estresse da rotina dupla tem trazido consequências ruins para o coração delas: nos últimos 10 anos, as doenças cardiovasculares, que atingiam mais os homens, aumentaram na população feminina. Cerca de 40% de todos os casos de infarto agudo do miocárdio no Brasil ocorrem nelas, mas, ainda assim, as mulheres se cuidam mais e costumam levar a sério as recomendações médicas para o bem da própria saúde. Dados de uma sondagem feita pelo Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) com base na Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (Pnad) apontam que o número de famílias chefiadas por mulheres saltou de 36,9% para 43,7% entre 2012 e 2017. Elas também são maioria quando o assunto é estudo: 18,8% das mulheres economicamente ativas já completaram pelo menos um curso superior. Entre os homens, este número é de apenas 11% (IBGE). Porém, por mais que o desempenho das mulheres brasileiras nos estudos seja superior, ainda existem disparidades entre os sexos em diversas outras áreas. No mercado de trabalho, por exemplo,

Há, ainda, as soluções mais "pirotécnicas" do que "técnicas", consistentes em "blitz" que, quase sempre posicionadas nos lugares mais ricos, buscam apenas proporcionar uma tal "sensação de segurança", às custas de constranger pacatos chefes de família que pelo local passem. Creio ser chegado, assim, o momento de deixarmos de lado os "achismos" e partirmos para a ciência. Qual o horário prevalente destes homicídios? O dia da semana? Onde eles estão acontecendo? Qual o motivo mais comum? Quão influente é o consumo de drogas ou de álcool? Qual o tamanho da impunidade? Quais suas causas objetivas? Qual a capacidade real do sistema repressivo? A partir daí soluções aparecerão. As falhas do sistema legal, identificadas, possibilitarão o fácil ajuste deste à realidade. O uso da força poderá ser corretamente direcionado. A prevenção passará a ser possível. Perceberemos então que, por serem compatíveis com a lógica, todas as medidas serão tão simples como efetivas! PEDRO VALLS FEU ROSA Desembargador do TJES

a remuneração média deles continua sendo maior e os cargos de liderança e diretoria ainda são de predominância masculina. Na política, a participação é ínfima e o número de mulheres é de apenas 10%. De acordo com dados do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), as mulheres ocupam apenas 10% das cadeiras da Câmara dos Deputados e 14% no Senado. Dos 27 governadores eleitos no último pleito, apenas Roraima elegeu uma mulher. O Espírito Santo nunca foi governado por uma mulher e nas últimas eleições para prefeitura dos 78 municípios do estado, apenas quatro elegeram prefeitas. Estudos recentes mostram que, em regimes democráticos, quanto maior é a presença de mulheres no parlamento e no governo, menor é a incidência de corrupção. Com sensibilidade, elas são capazes de transmitir a importante e dura tarefa de mudar hábitos e passar pelas transformações rápidas que o mundo vive hoje. SCHARIFF MOYSÉS Cardiologista e cirurgião


Esportes

SEXTA-FEIRA, 29 DE JUNHO DE 2018 j WWW.ESHOJE.COM.BR SKIMPOINT

RUY MONTE DÁ O RECADO! rmonte@eshoje.com.br

Mais otimismo com a seleção Na categoria profissional, João Pedro Donatelli é um dos nomes que promete botar fogo na disputa

Primeira parada do skim é em Iriri

Local, André Alpoim chega com tudo para destronar o campeão Romário de Sousa no Estadual de Skimboard GUSTAVO GOUVÊA gustavo@eshoje.com.br

T

  para começar a segunda temporada oficial do skimboard capixaba. Após o sucesso do primeiro ano do Circuito Estadual de Skimboard, em 2017, que contou com quatro etapas de excelente organização e alto nível técnico, a Federação Capixaba de Skimboard (Feskim) prepara uma temporada ainda mais desafiadora. Este ano serão seis etapas, todas em picos diferentes do Espírito Santo, contando com os melhores skimmers de todo o Estado. E a primeira parada acontece na Praia da Areia Preta, em Iriri, no município de Anchieta, já neste sábado (30). A exemplo do ano passado, a etapa promete pegar fogo. A expectativa é que, na categoria profissional, o embate na grande final se repita, entre o atual campeão capixaba invicto, Romário de Sousa, e o local André Alpoim, que foi o vice-campeão

estadual de 2017 e também ficou com o segundo lugar na etapa. O atleta da casa, que tem 16 anos, aposta no conhecimento das ondas para triunfar desta vez.

Minha arma para vencer é o conhecimento e a experiência nessas ondas

ANDRÉ ALPOIM, skimboarder

“Minha arma para vencer ele e os demais competidores é o conhecimento e a experiência nesse pico. Acho que isso pode me ajudar, pois eu conheço melhor a onda, sei como ela quebra e treinei aqui a minha vida toda. Em cada praia a onda é diferente. Essa é a minha carta na manga e espero que funcione. Espero uma boa etapa e que consiga alcançar meu objetivo, que é vencer”, avisa Alpoim, que pratica o skimboard há nove anos.

Correndo por fora D  com Alpoim, um terceiro nome pode chegar e botar fogo no certame este ano. “Na minha opinião, o nome a ser batido este ano é o João Pedro Donatelli”, disse Alpoim. O organizador, Júnior Casteluber, confrima o potencial do skimmer. “Alpoim e o João Pedro Donatelli são os profissionais que

podem estar batendo de frente com Romário. Além deles, tem o campeão do amador ano passado, Vinicius Maioli, que está vindo com grande ambição este ano”. A etapa começa às 8 horas e as categorias em disputa são profissional, amador, iniciante e feminino. Este ano, as cidades Serra e Guarapari entram no circuito.

“Minhas expectativas para esse anos são de alcançar os objetivos que não consegui no ano passado, que são vitórias, patrocinadores e ser campeão estadual. Também quero correr campeonatos fora do estado. Meu maior sonho no esporte é poder competir todas as etapas do mundial e até mesmo ser campeão mundial”, almeja o atleta. Ele está em seu segundo ano de profissional e já foi campeão brasileiro amador. De outro lado, visando defender a coroa do skimboard capixaba, Romário de Sousa treinou durante todo o primeiro semestre e chega com todo o gás para voar no Estadual de 2018. “Estou amarradão e ansioso para começar a competir. Ano passado saí de lá campeão e esse ano com certeza não será diferente. De alguns anos para cá o nível aumentou muito, vários atletas mostrando suas qualidades e talentos, como o André. Isso está sendo um gás para o skimboard capixaba”, avaliou.

SERVIÇO Circuito Capixaba de Skimboard – 1ª etapa w D:

30 de junho (sábado) 8 horas w L: Praia da Areia Preta, Iriri (Anchieta) w C  : Profissional, Amador, Iniciante e Feminino w M informações: www.facebook.com/feskim w H:

Depois da vitória sobre a Sérvia, começo acreditar que a nossa seleção pode chegar na decisão do mundial, independente de qual seja o adversário. O time tem como jogador chave o Neymar que, diga-se de passagem, não está na plenitude de sua forma. ANDRÉ MOURÃO

Neymar ainda evita as divididas depois de grave contusão A gente sente que o Neymar ainda evita as divididas, depois da grave contusão que sofreu, que o afastou três meses dos gramados. Naturalmente, o ritmo de jogo, vem com o decorrer das partidas. A nossa seleção, como disse antes, é composto de bons jogadores, e, que Neymar é uma execessão como um atleta acima da média. Mas a vantagem do nosso time, é que a maioria dos jogadores estão atuando juntos há algum tempo. Isso facilita, sendo determinante na troca de passes, o que depende muito do entrosamento entre eles. A vitória de 2 a 0 sobre a Sérvia deu um ar de confiança ao time para o próximo jogo contra o México, na segunda -feira (2). Aliás, agora a situação muda de panorama pois vai ganhar o time que foi mais determinado em campo. Nã o va i h ave r s e g u n d a chance, isso desde que seja decidido nos pênaltis. O ti-

me do México é inferior tecnicamente ao do Brasil, mas isso não conta muito em jogos de mata-mata. Ganha o time que errar menos, mostrando a sua superioridade é claro. Sobre os outros jogos, que tenho acompanhado a decepção ficou por conta da Alemanha, que tem um time bom e forte, mas que derrapou na hora que não devia, por isso foi eliminada. A Argentina passou, sabe Deus como, para as oitavas. Podemos dizer que não encontrou um bom futebol, mas que pode, de repente, nessas oitavas, surpreender e jogar o futebol que todos conhecem como um grande time que é. Temos a França que foi uma equipe que agradou e que pode chegar a uma decisão. Espanha, Dinamarca. Uruguai, Inglaterra, Argentina, Bélgica, Colômbia, Suécia e Suiça seleções que podem muito bem avançar na Copa. No fundo tudo são conjecturas.

7


Política

PUBLICAÇÃO LEGAL

EDITAIS • COMUNICADOS • BALANÇOS • CONVENÇÕES • PRESTAÇÕES DE CONTAS SEXTA-FEIRA, 29 DE JUNHO DE 2018 j WWW.ESHOJE.COM.BR j ESHOJE@ESHOJE.COM.BR j ANUNCIE: (27) 3395-1800 JLV HOLDINGS EMPREENDIMENTOS E PARTICIPAÇÕES S/A - CNPJ: 20.648.657/0001-77 Registro da Junta Comercial: 32300034322, em: 10/07/2014 BALANÇO PATRIMONIAL EM 31 DE DEZEMBRO DE 2017 E 2016 (Valores expressos em reais) ATIVO CIRCULANTE Disponível Clientes Outros Créditos Estoque Investimentos CP

2017 2016 4.906.811,20 5.494.687,30 498.673,01 391.102,41 243.319,28 389.416,65 255.353,73 1.685,76 -

NÃO CIRCULANTE Créditos e Valores Investimentos Imobilizado

4.408.138,19 5.103.584,89 270.000,00 370.000,00 4.138.138,19 4.733.584,89 -

PASSIVO CIRCULANTE Fornecedores Obrigações Fiscais Obrigações Sociais Obrigações com Sócios Outras Obrigações

4.906.811,20 5.494.687,30 2.577,42 3.971,36 1.612,18 1.560,98 965,24 2.410,38 -

PATRIMÔNIO LÍQUIDO 4.904.233,78 5.490.715,94 Capital social 2.010.000,00 2.010.000,00 Reservas de Lucros 2.894.233,78 3.480.715,94 Rec. P/ Futuro Aum. Capital -

DEMONSTRAÇÃO DO RESULTADO DO EXERCÍCIO EM 31 DE DEZEMBRO DE 2017 E 2016 (Valores expressos em reais) RECEITA OPERACIONAL BRUTA DEDUCOES DA RECEITA BRUTA PIS S/ FATURAMENTO COFINS RECEITA OPERACIONAL LIQUIDA CUSTOS DOS SERVICOS PRESTADOS Custo dos Serviços Prestados LUCRO BRUTO DESPESAS (RECEITAS) OPERACIONAIS Despesas Administrativas Impostos, Taxas e Contribuições Resultado Financeiro Líquido Despesas Financeiras Receitas Financeiras Outros Resultados Operacionais Ganhos de Capital Resultado Equiv. Patrimonial ( = ) RESULTADO ANTES DAS PROVISÕES Provisao p/ Imposto de Renda Provisao p/ Contribuição Social ( = ) LUCRO LIQUIDO DO EXERCICIO

DEMONSTRAÇÃO DOS FLUXOS DE CAIXAS PARA EXERCÍCIOS FINDOS DE DEZEMBRO DE 2017 E 2016 - (Valores expressos em reais) 2017 FLUXO DE CAIXA PROVENIENTES DAS OPERAÇÕES Lucro Líquido do Exercício 865.049,99 ( + ) Depreciação 0,00 Ajuste de Exercício Anterior -149.841,39 Lucro Ajustado 715.208,60 Redução (aumento) nos ativos Clientes 0,00 Creditos Diversos -253.667,97 Estoque 0,00 Realizavel a Longo Prazo 100.000,00 -153.667,97 Aumento (redução ) nos Passivos Fornecedores 51,20 Obrigações Fiscais -1.445,14 Obrigações Sociais 0,00 Obrigações com Sócios 0,00 Outras Obrigações 0,00 -1.393,94 RECURSOS LÍQUIDOS PROVENIENTES DAS ATIVIDADES OPERACIONAIS 560.146,69 FLUXO DE CAIXA UTILIZADOS DAS ATIVIDADES DE INVESTIMENTOS Aumento (redução) em Investimentos 595.446,70 Aumento (redução) de Imobilizado 0,00 RECURSOS LÍQUIDOS PROVENIENTES DAS ATIVIDADES DE INVESTIMENTOS 595.446,70 FLUXO DE CAIXA PROVENIENTES DAS ATIVIDADES DE FINANCIAMENTO Dividendos Pagos -1.096.329,98 Dividendos Obrigatórios a Pagar -205.360,78 Integralização de Capital 0,00 Aumento Capital Social 0,00 Rec. P/ Futuro Aumento de Capital 0,00 RECURSOS LÍQUIDOS PROVENIENTES DAS ATIVIDADES DE FINANCIAMENTO -1.301.690,76 Aumento (redução) Caixa e Equivalentes -146.097,37 Disponibilidade do inicio do exercício 389.416,65 Disponibilidade do final do exercício 243.319,28 Aumento (redução) no caixa e equivalentes -146.097,37

EM 31 2016 1.171.882,86 0,00 -9.413,59 1.162.469,27 0,00 1.995.219,55 0,00 -370.000,00 1.625.219,55 90,43 2.392,86 0,00 -1.929.544,12 0,00 -1.927.060,83 860.627,99 1.720.668,61 0,00 1.720.668,61 -2.319.839,55 -276.086,45 0,00 0,00 0,00 -2.595.926,00 -14.629,40 404.046,05 389.416,65 -14.629,40

2017

2016

0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 870.106,44 -22.331,87 -5.651,98 29.565,14 -825,00 30.390,14 868.525,15 0,00 868.525,15 870.106,44 -3.160,28 -1.896,17 865.049,99

0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 1.183.721,22 -21.490,53 -8.896,55 64.618,32 -641,86 65.260,18 1.149.489,98 0,00 1.149.489,98 1.183.721,22 -7.398,97 -4.439,39 1.171.882,86

COMUNICADO PENCIL COMUNICACAO VISUAL LTDA, torna público que REQUEREU da SEMDESU, através do Proc. N° 37233/2018, a Licença LMAR, para a atividade de GRÁFICAS E EDITORAS (COD. 17.06), na localidade de Rua São Roque, 75, bairro Rio Marinho, município de Vila Velha – ES.

DEMONSTRAÇÃO DE LUCROS E PREJUÍZOS ACUMULADOS EM 31 DE DEZEMBRO DE 2017 E 2016 (Valores expressos em reais) SALDOS EM 31 DE DEZEMBRO DE 2015 0,00 -9.413,59 Ajustes do Exercício 1.491.580,19 Reversão de Reservas 1.171.882,86 Resultado do Exercício Destinação do Lucro -2.319.839,55 Dividendos Pagos Dividendos Obrigatórios a Pagar -276.086,45 Transferencia P/ Reservas -58.594,14 Reserva Legal 470,68 Reservas de Lucros 0,00 SALDOS EM 31 DE DEZEMBRO DE 2016 0,00 Ajustes do Exercício 479.874,62 Realização de Reservas 865.049,99 Resultado do Exercício 0,00 Destinação do Lucro Dividendos Obrigatórios a Pagar -205.360,78 -1.096.329,98 Dividendos Pagos 0,00 Transferencia P/ Reservas -43.233,85 Reserva Legal 0,00 Reservas de Lucros SALDOS EM 31 DE DEZEMBRO DE 2017

COMUNICADO RIMOL – RIGOTTI MÓVEIS LTDA – ME, CNPJ: 08.707.228/0001-28, torna público que recebeu da SEDUMA processo N°. 012/2018, a Licença Ambiental de Operação, com validade de 1460 dias para atividade de fabricação de móveis com predominância de madeira, localizada na Rua Fernando Brotas, 125, São Braz, Colatina/ES.

COMUNICADO MARCOS ANTONIO FRANÇA DE JESUS ME, torna público que REQUEREU da SEMDESU, através do Proc. N º 10610/16, a LMAR (LMS) 117/2016, para a atividade de Reparação, retífica, lanternagem e/ou manutenção de máquinas, aparelhos e equipamentos mecânicos diversos, COD 5.07, na localidade de Av Radium, 80, São Conrado, 29130-00 município de Vila Velha – ES. COMUNICADO “M.R. DE MARTIN LAQUINI”, torna público que REQUEREU da SEMDESU, através do Proc. Nº 38.235/2018, a Licença LMR , para a atividade de “Confecção de roupas e artefatos de tecido...”, COD. 14.02 (I), na localidade de rua Ângelo Borgo n°253,Jardim Guadalajara, município de Vila Velha – ES.

0,00

COMUNICADO LOCALIX SERVIÇOS AMBIENTAIS LTDA, torna público que requereu da SEMDES U, a t r avé s d o Processo nº 36294/18, Licença LMAR, para atividade de GARAGENS DE ÔNIBUS E OUTROS VEÍCULOS AUTOMOTORES COM ATIVIDADES DE MANUTENÇÃO..., COD. 24.04 (N), na localidade da Rodovia Darly Santos, Nº 2155, Novo México V. Velha/ES. COMUNICADO JS MATERIAL DE CONSTRUÇÃO LTDA, torna público que REQUEREU da SEMDESU, através do Proc. Nº 45789/11, a LMAR (LMS) 124/2016, para a atividade de Depósito para armazenamento de materiais de construção em geral, COD 22.11, na localidade de Rua trinta, 104, Santa Monica, 29105-500 município de Vila Velha – ES.

COMUNICADO J & D MATERIAL DE CONSTRUÇÃO LTDA - ME, torna público que obteve da SEMDESU através do processo n° 69153/2014, a LMAR n° 064/2018, para a atividade de Deposito e armazenamento de areia e material de construção (18.08 (N)), localizado na Rua Leila Diniz, n° 1285, Polo Empresarial Novo México, Município de Vila Velha – ES.

COMUNICADO “HOSPITAL PRAIA DA COSTA S/A”, torna público que REQUEREU da SEMDESU, através do processo 32247/2018, a Licença LMAR, para atividade de Clínica Médica com Procedimento Cirúrgico, (COD. 23.05) localizado na Rua Castelo Branco, nº 676, Praia da Costa, Município de Vila Velha/ES. COMUNICADO D QUIOVATTO REFRIGERACAO, torna público que requereu da SEMDEC/ SUB-MA Cariacica, ES através do processo n° 39502/2018 a Licença Municipal de Regularização – LMR, para a atividade de Serviço de usinagem, soldas e semelhantes e reparação de máquinas ou manutenção de máquinas,aparelhos,equipamentos e veículos, na localidade de RUA WALFREDO FERREIRA PAIVA, 565, SAO GERALDO, Cariacica – ES. COMUNICADO CRISMAN PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS EIRELI ME, torna público que Obteve da S E M D EC a t r a v é s d o p r o c e s s o 11559/2018, a LICENÇA AMBIENTAL – LAR 32/2018, para a atividade de DEDETIZAÇÃO, CONTROLE DE PRAGAS E HIGIENIZAÇÃO, na localidade de Santa Barbara no município de Cariacica. COMUNICADO CAIO AVELAR CHICHARO torna público que OBTEVE da SEMMA/Serra, ES, através do processo n° 22.392/2017, a Licença Municipal de Regularização nº 078/2018, (Código 22.07) para consultório odontológico com procedimento cirúrgico, na Avenida Todos os Santos, nº 377, bairro Das Laranjeiras - Jacaraípe, Serra – ES, CEP 29.175-568. COMUNICADO AROMÁTICA FARM. DE MANIP. LTDA ME, torna público que requereu a SEMDESU, através do processo n°34330/18, LMAR, para a atividade “Farmácia de Manipulação”, Cod 23.06, na localidade de Av Jerônimo Monteiro, 641, Glória, Vila Velha-ES.

AKA PARTICIPAÇÕES S/A CNPJ Nº. 11.502.256/0001-13 NIRE Nº. 32300031251 Ata da Assembléia Geral Extraordinária. HORA E LOCAL: Aos 31/01/2018 as 10:00 horas, na sede da Companhia, localizada na Av. Eudes Scherrer de Souza, 2001, Cj Empresarial Murundu, sala 13, Laranjeiras, Serra /ES. PRESENÇA: Presença dos acionistas da companhia detentoras da totalidade das ações com direito a voto. DELIBERAÇÃO: Os acionistas deliberaram e aprovam por unanimidade de votos, sem quaisquer ressalvas ou restrições: (i) Alteração do valor dos dividendos fixos mensais devidos as ações preferenciais nominativas e sem valor nominal das classes A e B da companhia, para constar as respectivas quantias: R$ 29.271,76 para as ações preferencias classe A e B. Os dividendos terão prioridade na distribuição e serão corrigidos anualmente pela variação do IPCA; (ii) A ação preferencial classe C será convertida em ação ordinária, sendo canceladas suas preferencias e vantagens consistente na prioridade na distribuição de dividendo fixo e mensal; (iii) Ante o exposto, será procedida a alteração do artigo 5º do estatuto social da companhia. Assim, incorporadas as deliberações acima havidas e aprovadas, segue a integra do texto consolidado do Estatuto Social, na forma do Anexo I. A ata foi arquivada na Junta Comercial do ES, sob protocolo de nº. 18/207.638-5 de data de 19/06/2018 e registro nº. 20182076385 em 19/06/2018.


Política

publicação legal

EDITAIS • COMUNICADOS • BALANÇOS • CONVENÇÕES • PRESTAÇÕES DE CONTAS SEXTA-FEIRA, 29 dE junho dE 2018 j www.EShojE.com.bR j EShojE@EShojE.com.bR j anuncie: (27) 3395-1800

TKM - Empreendimentos Imobiliários e Participações S.A. - CNPJ n° 06.229.784/0001-00 Registro da Junta Comercial: 32300027636, em: 28/04/2004

BALANÇO PATRIMONIAL EM 31 DE DEZEMBRO DE 2017 E 2016 (Valores expressos em reais) ATIVO CIRCULANTE Disponível Clientes Créditos e Valores Estoque Despesas Antecipadas Investimentos CP NÃO CIRCULANTE Realizavel a Longo Prazo Investimentos Imobilizado PASSIVO CIRCULANTE Títulos a Pagar no CP Fornecedores Obrigações Fiscais Obrigações Sociais Obrigações com Sócios Outras Obrigações PATRIMÔNIO LÍQUIDO Capital Social Reserva de Lucros Rec. Fut. Aum. Capital

2017 13.909.898,69 6.064.849,56 94.743,32 175.000,00 310.000,00 5.425.001,01 105,23 60.000,00 7.845.049,13 3.529.935,56 4.315.113,57 13.909.898,69 1.185.779,77 682.840,32 5.648,06 187,40 497.103,99 12.724.118,92 8.700.011,00 2.760.620,00 1.263.487,92

2016 11.831.935,04 3.918.454,76 334.274,34 150.000,00 3.373.695,72 484,70 60.000,00 7.913.480,28 3.370.686,55 4.542.793,73 11.831.935,04 514.310,48

12.302,81 4.580,98 176,00 497.250,69 11.317.624,56 7.532.338,00 2.617.613,32 1.167.673,24

DEMONSTRAÇÃO DAS MUTAÇÕES DO PATRIMONIO LÍQUIDO PARA OS EXERCÍCIOS FINDOS EM 31 DE DEZEMBRO DE 2017 E 2016 - (Valores expressos em reais) CAPITAL SOCIAL

SALDOS EM 31 DE DEZEMBRO DE 2015 Ajustes do Exercício Adto P/ Futuro Aumento de Capital Aumento de capital Realização de Reservas Resultado do Exercício Destinação do Lucro Integralização Capital Social Dividendos Pagos Dividendos Obrigatórios a Pagar Transferência p/Reservas SALDOS EM 31 DE DEZEMBRO DE 2016 Ajustes do Exercício Adto P/ Futuro Aumento de Capital Aumento de capital Realização de Reservas Resultado do Exercício Destinação do Lucro Integralização Capital Social Dividendos Pagos Dividendos Obrigatórios a Pagar Transferência p/Reservas SALDOS EM 31 DE DEZEMBRO DE 2017

DEMONSTRAÇÃO DOS FLUXOS DE CAIXAS PARA EXERCÍCIOS FINDOS EM 31 DE DEZEMBRO DE 2017 E 2016 - (Valores expressos em reais) 2017 2016 FLUXO DE CAIXA PROVENIENTES DAS OPERAÇÕES Lucro Líquido do Exercício 145.521,65 -23.904,44 (+) Depreciação 260.180,16 236.949,04 Ajustes de Exercício Anterior -2.514,97 0,00 Lucro Ajustado 403.186,84 213.044,60 Redução (aumento) nos ativos Clientes -175.000,00 0,00 Creditos Diversos 0,00 0,00 Adiantamentos e Antecipações -160.000,00 0,00 Estoque -2.051.305,29 984.566,08 Despesas Antecipadas 379,47 1.208,69 -2.385.925,82 985.774,77 Aumento (redução ) nos Passivos Fornecedores 670.537,51 -582.632,62 Obrigações Fiscais 1.067,08 -3.765,13 Obrigações Sociais 11,40 -68,28 Obrigações com Sócios -146,70 -1.381,77 Outras Obrigações 0,00 -657.000,00 671.469,29 -1.244.847,80 RECURSOS LÍQUIDOS PROVENIENTES DAS ATIVIDADES OPERACIONAIS -1.311.269,69 -46.028,43 FLUXO DE CAIXA UTILIZADOS DAS ATIVIDADES DE INVESTIMENTOS Aumento (redução) de Investimentos -159.249,01 -127.493,22 Aumento (redução) de Imobilizado -32.500,00 -871.167,26 RECURSOS LÍQUIDOS PROVENIENTES DAS ATIVIDADES DE INVESTIMENTOS -191.749,01 -998.660,48 FLUXO DE CAIXA PROVENIENTES DAS ATIVIDADES DE FINANCIAMENTO Aumento (redução) Emprestimos e Financiamentos 0,00 0,00 Dividendos Obrigatórios a Pagar 0,00 0,00 Dividendos Pagos 0,00 0,00 Aumento de Capital Social 1.167.673,00 1.442.230,00 Rec. P/ Futuro Aumento Capital Social 95.814,68 -311.756,76 RECURSOS LÍQUIDOS PROVENIENTES DAS ATIVIDADES DE FINANCIAMENTO 1.263.487,68 1.130.473,24 Aumento (redução) no caixa e equivalentes -239.531,02 85.784,33 Disponibilidade do inicio do exercicio 334.274,34 248.490,01 Disponibilidade do final do exercicio 94.743,32 334.274,34 Aumento (redução) no caixa e equivalentes -239.531,02 85.784,33

CAPITAL A INTEGRALIZAR

6.090.108,00

LUCROS ACUMULADOS

-

1.442.230,00

7.532.338,00

RESERVAS DE LUCROS

-

23.904,44 -23.904,44

-

0,00

2.641.517,76 -23.904,44

REC.P/ FUTURO AUMENTO DE CAPITAL

1.479.430,00 1.130.473,24 -1.442.230,00

2.617.613,32 -2.514,97

1.167.673,24 1.263.487,68 -1.167.673,00

145.521,65

8.700.011,00

-

DEMONSTRAÇÃO DO RESULTADO DO EXERCÍCIO EM 31 DE DEZEMBRO DE 2017 E 2016 (Valores expressos em reais) 2016 2017 RECEITA OPERACIONAL BRUTA 530.494,90 493.490,44 Venda de Imóveis 375.000,00 310.000,00 Alugueis de Imóveis 155.494,90 183.490,44 DEDUCOES DA RECEITA BRUTA -19.604,61 -11.624,95 PIS S/ FATURAMENTO -3.491,24 -2.070,21 COFINS -16.113,37 -9.554,74 RECEITA OPERACIONAL LIQUIDA 510.890,29 481.865,49 CUSTOS DOS SERVICOS PRESTADOS -127.428,50 -46.002,03 Custo dos Imóveis Vendidos -127.428,50 -46.002,03 LUCRO BRUTO 383.461,79 435.863,46 DESPESAS (RECEITAS) OPERACIONAIS -384.093,08 -265.426,79 Despesas de Vendas Despesas Administrativas -436.288,14 -405.519,23 Impostos, Taxas e Contribuições -37.749,85 -29.283,75 Resultado Financeiro Líquido 27.451,69 11.612,21 Despesas Financeiras -2.325,94 -1.227,09 Receitas Financeiras 29.777,63 12.839,30 Outros Resultados Operacionais 62.493,22 157.763,98 Ganhos de Capital Resultado Positivo Equiv. Patrimonial 62.493,22 157.763,98 Resultado Negat. Equiv. Patrimonial ( = ) RESULTADO ANTES DAS PROVISÕES 170.436,67 -631,29 Provisao p/ Imposto de Renda -13.687,08 -15.268,14 Provisao p/ Contribuição Social -9.586,07 -9.646,88 ( = ) LUCRO LIQUIDO DO EXERCICIO -23.904,44 145.521,65

10.211.055,76 1.130.473,24 -23.904,44 -

1.167.673,00

-145.521,65 -

TOTAL

145.521,65 2.760.620,00

1.263.487,92

11.317.624,56 -2.514,97 1.263.487,68 145.521,65 12.724.118,92

DEMONSTRAÇÃO DE LUCROS E PREJUÍZOS ACUMULADOS EM 31 DE DEZEMBRO DE 2017 E 2016 - (Valores expressos em reais)

SALDOS EM 31 DE DEZEMBRO DE 2015 Reversão de Reservas Ajustes do Exercício Resultado do Exercício Destinação do Lucro Dividendos Pagos Dividendos Obrigatórios a Pagar Transferecias P/ Reservas Reserva Legal Reservas de Lucros SALDOS EM 31 DE DEZEMBRO DE 2016 Reversão de Reservas Ajustes do Exercício Resultado do Exercício Destinação do Lucro Dividendos Pagos Dividendos Obrigatórios a Pagar Transferecias P/ Reservas Reserva Legal Reservas de Lucros SALDOS EM 31 DE DEZEMBRO DE 2017

0,00 23.904,44 0,00 -23.904,44 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 145.521,65 0,00 0,00 -7.276,08 -138.245,57 0,00

NOTAS EXPLICATIVAS ÀS DEMONSTRAÇÕES FINANCEIRAS EM 31 DE DEZEMBRO DE 2017 - CONTEXTO OPERACIONAL - A Tkm – Empreendimentos Imobiliários e Participações S.A., na Avenida Princesa Isabel, n° 629, sala 1406, Centro, CEP: 29.010-904, Vitória, Espírito Santo, com o contrato social registrado na JUCEES sob o número 32300027636, por despacho em 28 de Abril de 2004, possui como atividade econômica principal a compra e venda de imóveis próprios. APRESENTAÇÃO DAS DEMONSTRAÇÕES CONTÁBEIS: As demonstrações financeiras foram elaboradas e estão sendo apresentadas de acordo com as práticas contábeis adotadas no Brasil, requeridas para os exercícios findos em 31 de dezembro de 2017, as quais abrangem as disposições contidas na lei das sociedades por ações – lei nº 6.404/76, alteradas pelas leis 11.638/07 e 11.941/09 (legislação societária), nos pronunciamentos, na orientação e nas interpretações emitidas pelo comitê de pronunciamentos contábeis (CPC), homologadas pelos órgãos reguladores. PRINCIPAIS PRÁTICAS CONTÁBEIS - Apuração do resultado: O Resultado é apurado em conformidade com 2016 2017 o regime contábil de competência dos exercícios, conforme determina o art. 9° da Res- Descrição olução CFC nº 1.282/10. Caixas e Equivalentes de Caixa: Inclui caixa, sados positivos Caixa 4.032,09 4.152,81 em conta movimento e aplicações financeiras com o resgate no curto prazo (inferior a Bancos Conta Movimento 5.534,33 90.590,51 90 dias) e sem risco de mudança de seu valor de mercado. As aplicações financeiras Aplicações Financeiras 324.707,92 0,00 são contabilizadas pelo custo de aquisição, acrescidas dos rendimentos apropriados Total Disponível 334.274,34 R$ 94.743,32 pro rata temporis até a data do balanço. Representados por:

Outros Ativos Circulantes e Não Circulantes: São apresentados pelos seus valores de realização. São classificados como circulantes quando sua realização ou liquidação é provável que ocorra nos próximos doze meses. Caso contrário, são demonstrados como não circulantes. Estoques: Refere-se a imóveis destinados a venda e estão demonstrados ao custo de aquisição, representando R$ 5.425.001,01 em 31 de dezembro de 2017. Investimento: são participações em outras sociedades, que não se destinam à venda, e estão demonstrados ao custo de aquisição. Imobilizado: O Imobilizado é contabilizado pelo custo de aquisição deduzido da respectiva conta de depreciação, que por sua vez, é calculada pelo método das cotas constantes. Obrigações Fiscais: A empresa optou pelo Lucro presumido adotando o regime de caixa para apuração dos impostos. O lucro presumido foi determinado aplicando-se sobre a receita bruta de vendas os percentuais de 8% para IRPJ e 12% para CSLL e as alíquotas aplicadas foram de 15% e 9% respectivamente. O PIS e COFINS foram calculados pelo princípio da cumulatividade, conforme Lei 10.833/2003. Outros Passivos Circulantes e Não Circulantes: São demonstrados pelos valores conhecidos ou calculáveis, acrescidos, quando aplicável, dos correspondentes encargos incorridos até a data dos balanços. Adiantamentos para Futuro Aumento de Capital: Foram realizados aportes até 31 de dezembro de 2017 que se destinavam a futuro aumento de capital, totalizando R$ 1.263.487,68.

Bens em Atividade Imóveis Móveis Veículos Total

2016 Período 2017 Taxa Anual Média Depreciação Líquido Custo de Depreciação Acumulada 4% 4.739.499,03 -579.851,26 4.159.647,77 4.349.227,73 13.090,00 -7.526,52 5.563,48 6.872,44 10% 378.480,00 -228.577,68 149.902,32 186.693,56 20% - 5.131.069,03 -815.955,46 4.315.113,57 4.542.793,73

VITORIA-ES, 31 de Dezembro de 2017. RIGOTTI CONTAB.AUD.E CONS.LTDA ME - Contador(a): SOLANGE MARIA RIGOTTI CRC-ES: 6112 CPF: 947.284.967-91 TKM EMPREEND. IMOBIL.E PARTICIPACOES S.A. - MARCOS MAURICIO DE MACEDO - PRESIDENTE CPF: 504.881.717-68


Política

publicação legal

EDITAIS • COMUNICADOS • BALANÇOS • CONVENÇÕES • PRESTAÇÕES DE CONTAS SEXTA-FEIRA, 29 dE junho dE 2018 j www.EShojE.com.bR j EShojE@EShojE.com.bR j anuncie: (27) 3395-1800

TREVIT SISTEMAS S.A. - CNPJ: 06.035.419/0001-65 - Registro na Junta Comercial, sob o nº 32300034519, em: 12/11/2014 BALANÇO PATRIMONIAL EM 31 DE DEZEMBRO DE 2017 E 2016 (Valores expressos em reais) ATIVO CIRCULANTE Disponível Caixa Banco Conta Movimento Aplicação Financeira Clientes Outros Créditos Contratos de Mutuo Depósitos Judiciais Cauções a CP Adiantamentos e Antecipações Créditos de Empregados Impostos e Contribuições a Recuperar Despesas Antecipadas Despesas Antecipadas Total do Ativo Circulante NÃO CIRCULANTE Realizável a Longo Prazo Ativo Imobilizado Ativo Intangível Total do Ativo Não Circulante TOTAL DO ATIVO

2017

2016

17.264,91 243,91 17.021,00 107.093,12 127.597,98 100.000,00 250,00 657,00 8.375,90 18.315,08 251.956,01

173.801,19 966,46 172.834,73 140.115,48 34.148,98 250,00 775,20 9.967,91 23.155,87 1.033,42 1.033,42 349.099,07

18.427,48 18.427,48 270.383,49

30.351,05 30.351,05 379.450,12

BALANÇO PATRIMONIAL EM 31 DE DEZEMBRO DE 2017 E 2016 (Valores expressos em reais) PASSIVO CIRCULANTE Fornecedores Obrigações Fiscais Obrigações Sociais e Trabalhista Obrigações com Sócios Outras Obrigações Total do Passivo Circulante NÃO CIRCULANTE Empréstimos e Financiamentos Bancários Total do Passivo Não Circulante PATRIMÔNIO LÍQUIDO Capital social Reservas de Lucros Prejuizos Acumulados Rec. P/ Futuro Aum. Capital Total do Patrimônio Líquido TOTAL DO PASSIVO

DEMONSTRAÇÃO DE RESULTADO PARA OS EXERCÍCIO FINDOS EM 31 DE DEZEMBRO DE 2017 E 2016 (Valores expressos em reais)

2017

2016

35.426,20 17.116,48 170.680,61 223.223,29

39.731,86 25.059,74 211.251,19 276.042,79

-

-

308.500,00 (361.339,80) 100.000,00 47.160,20 270.383,49

308.500,00 (205.092,67) 103.407,33 379.450,12

DEMONSTRAÇÃO DAS MUTAÇÕES DO PATRIMONIO LÍQUIDO PARA OS EXERCÍCIOS FINDOS EM 31 DE DEZEMBRO DE 2017 E 2016 - (Valores expressos em reais) CAPITAL SOCIAL

SALDOS EM 31 DE DEZEMBRO DE 2015 Ajustes do Exercício Aumento de capital Agio na Subscrição de Ações Realização de Reservas Resultado do Exercício Destinação do Lucro Integralização Capital Social Compensação Prejuizo Dividendos pagos Transferência p/Reservas SALDOS EM 31 DE DEZEMBRO DE 2016 Ajustes do Exercício Aumento de Capital Adto P/ Futuro Aumento de Capital Realização de Reservas Resultado do Exercício Destinação do Lucro Integralização Capital Social Compensação Prejuizo Dividendos pagos Transferência p/Reservas SALDOS EM 31 DE DEZEMBRO DE 2017

LUCROS ACUMULADOS

308.500,00

RESERVAS DE LUCROS

(196.673,89) -

REC. P/ FUTURO AUMENTO DE CAPITAL

-

-

(8.418,78)

TOTAL

111.826,11 (8.418,78) -

308.500,00

(205.092,67)

-

-

-

100.000,00

103.407,33 100.000,00

RECEITA OPERACIONAL BRUTA Prestação de Serviços Outras Receitas (-) DEDUÇÕES DA RECEITA BRUTA CANCELAMENTOS/DEVOLUÇÕES/ABATIMENTO IMPOSTOS INCIDENTES S/VENDAS/SERVIÇOS COFINS INSS S/ FATURAMENTO ISS PIS (=) RECEITA OPERACIONAL LÍQUIDA (-) CUSTO DOS PROD. VENDIDOS/SERVIÇOS PRESTADOS Custo dos Produtos Vendidos (=) LUCRO BRUTO OPERACIONAL (-) DESPESAS OPERACIONAIS ADMINISTRATIVAS Despesas Com Pessoal Ocupação Utilidades e Serviços Honorários da Administração Despesas Com Veiculos Despesas Gerais Manutenção da Infra-Estrutura Serviços Prestados Por Terceiros Serviços Contratados Impostos, Taxas e Contribuições Despesas Com Provisões RESULTADOS FINANCEIROS Despesas Financeiras Receitas Financeiras OUTRAS RECEITAS OPERACIONAIS Ganhos e Perdas de Capital no Imobilizado Outras Receitas e Despesas Operacionais (=) RESULTADO ANTES DAS PROVISÕES (-) PROVISÕES PARA IR E CSLL Provisão p/ Imposto de Renda Provisão p/ Contribuição Social (=) LUCRO OU PREJUÍZO LÍQUIDO DO EXERCÍCIO

2017 2.246.562,30 2.246.562,30 (228.131,25) (228.131,25) (67.487,30) (101.095,30) (44.931,33) (14.617,32) 2.018.431,05 (1.340.474,17) (1.340.474,17) 677.956,88 (820.340,24) (818.425,49) (336.495,60) (143.511,01) (264.000,00) (12.820,65) (3.999,01) (900,15) (24.015,69) (32.683,38) (1.914,75) (4.155,07) 2.240,32 (142.383,36) (13.863,77) (8.531,55) (5.332,22) (156.247,13)

2016 2.449.072,62 2.449.072,62 (284.443,24) (35.788,00) (248.655,24) (73.536,13) (110.208,28) (48.981,49) (15.929,34) 2.164.629,38 (1.377.854,86) (1.377.854,86) 786.774,52 (770.398,19) (769.061,24) (190.362,42) (123.056,13) (378.000,00) (13.836,77) (6.846,65) (14.155,62) (21.491,82) (21.311,83) (1.336,95) (2.959,77) 1.622,82 16.376,33 (24.795,11) (16.334,30) (8.460,81) (8.418,78)

DEMONSTRAÇÃO DOS FLUXOS DE CAIXAS PARA EXERCÍCIOS FINDOS EM 31 DE DEZEMBRO DE 2017 E 2016 - (Valores expressos em reais) (156.247,13) (156.247,13) 2017 FLUXO DE CAIXA PROVENIENTES DAS OPERAÇÕES (156.247,13) Lucro Líquido do Exercício Ajustes para reconciliar o resultado do exercício com recursos provenientes de atividades operacionais: Ajustes do Lucro (361.339,80) 308.500,00 100.000,00 47.160,20 11.923,57 Depreciação e amortização (144.323,56) DEMONSTRAÇÃO DE LUCROS E PREJUÍZOS ACUMULADOS PARA EXERCÍCIOS FINDOS EM 31 DE DEZEMBRO DE 2017 E 2016 NOTAS EXPLICATIVAS Redução (aumento) nos ativos ÀS DEMONSTRAÇÕES (Valores expressos em reais) 33.022,36 Clientes FINANCEIRAS EM 31 DE SALDOS EM 31 DE DEZEMBRO DE 2015 (196.673,89) SALDOS EM 31 DE DEZEMBRO DE 2016 (205.092,67) DEZEMBRO DE 2017 (93.449,00) Outros Créditos Ajustes do Exercício - CONTEXTO OPERACIONAL Despesas do Exercicio Seguinte - Ajustes do Exercício 1.033,42 Aumento de capital Aumento de capital (59.393,22) - A empresa Trevit Sistemas Realização de Reservas Realização de Reservas S.A., com sede localizada Aumento (redução ) nos Passivos (156.247,13) na Av. Princesa Isabel, Resultado do Exercício (8.418,78) Resultado do Exercício (4.305,66) Fornecedores 629, Sala 101, Ed. Vitoria Destinação do Lucro Destinação do Lucro (7.943,26) Obrigações Fiscais Center, Centro, Vitoria ES, Integralização Capital Social Integralização Capital Social (40.570,58) Obrigações Sociais - CEP. 29.010-904, Estado Dividendos pagos Dividendos pagos Obrigações com Sócios - do Espírito Santo, com - Compensação Prejuizo Compensação Prejuizo Outras Obrigações - Transferência p/Reservas - contrato social registrado Transferência p/Reservas Provisões Fiscais, Trabalhistas e Previd. na Junta Comercial sob o (205.092,67) SALDOS EM 31 DE DEZEMBRO DE 2017 (361.339,80) SALDOS EM 31 DE DEZEMBRO DE 2016 (52.819,50) RECURSOS LÍQUIDOS PROVENIENTES DAS número 32300034519 em 12/11/2014, possui como atividade principal o desenvolvimento de programas de computador sob encomenda. APRESENTAÇÃO DAS DEMONS(256.536,28) ATIVIDADES OPERACIONAIS TRAÇÕES CONTÁBEIS - As demonstrações financeiras foram elaboradas e estão sendo apresentadas de acordo com as práticas contábeis adotadas no Brasil, requeridas para FLUXO DE CAIXA UTILIZADOS DAS ATIVIDADES DE INVESTIMENTOS os exercícios findos em 31 de dezembro de 2017, as quais abrangem as disposições contidas na lei das sociedades por ações – lei nº 6.404/76, alteradas pelas leis 11.638/07 e 11.941/09 (legislação societária), nos pronunciamentos, na orientação e nas interpretações emitidas pelo comitê de pronunciamentos contábeis (CPC), homologadas pelos Aumento (Redução) no Realizavel a Longo Prazo órgãos reguladores. PRINCIPAIS PRÁTICAS CONTÁBEIS - Apuração do resultado - O Resultado é apurado em conformidade com o regime contábil de competência dos exAumento (Redução) de Imobilizado ercícios, conforme determine o art. 9º da Resolução CPC 1282/10. Caixas e Equivalentes de Caixa - Inclui caixa, saldos positivos em conta movimento e aplicações financeiras RECURSOS LÍQUIDOS PROVENIENTES com o resgate no curto prazo (inferior a 90 dias) e sem risco de mudança de seu valor de mercado. As aplicações financeiras são contabilizadas pelo custo de aquisição, acres- DAS ATIVIDADES DE INVESTIMENTOS cidas dos rendimentos apropriados pro rata temporis até a data do balanço. Representados por: Descrição 2017 2016 FLUXO DE CAIXA PROVENIENTES DAS ATIVIDADES DE FINANCIAMENTO Outros Ativos Circulantes e Não Circulantes - São apresentados pelos seus valores de realização. Caixa 243,91 966,46 Aumento (Redução) Emprestimos e Financiamentos São classificados como circulantes quando sua realização ou liquidação é provável que ocorra nos Bancos Conta Movimento 17.021,00 172.834,73 Integralização de Capital próximos doze meses. Caso contrário, são demonstrados como não circulantes. Imobilizado - O Total Disponível 17.264,91 173.801,19 Pagamento Dividendos Imobilizado é contabilizado pelo custo de aquisição deduzido da respectiva conta de depreciação, 100.000,00 Rec. P/ Futuro Aumento de Capital que por sua vez, é calculada pelo método das cotas constantes. Obrigações Fiscais - A empresa optou pelo Lucro real trimestral com as alíquotas de 9% para CSLL e 15% IRPJ. RECURSOS LÍQUIDOS PROVENIENTES O PIS e COFINS foram calculados pelo princípio da cumulatividade, conforme Lei 10.833/2003. Outros Passivos Circulantes e Não Circulantes - São demonstrados pelos valores 100.000,00 conhecidos ou calculáveis, acrescidos, quando aplicável, dos correspondentes encargos incorridos até a data dos balanços. Adiantamentos para Futuro Aumento de Capital – DAS ATIVIDADES DE FINANCIAMENTO (156.536,28) Aumento/Redução Caixa e Equivalentes Caixa Foram realizados aportes até 31 de dezembro de 2017 que se destinavam a futuro aumento de capital, totalizando R$ 100.000,00. 173.801,19 Disponibilidade do inicio do exercício VITÓRIA-ES, 31 de dezembro de 2017. 17.264,91 Disponibilidade do final do exercício RIGOTTI CONTAB.AUD.E CONS.LTDA ME - Contador(a): SOLANGE MARIA RIGOTTI CRC-ES: 6112 - CPF: 947.284.967-91 (156.536,28) Aumento (redução) no caixa e equivalentes TREVIT SISTEMAS S.A. - WLYSSES AUGUSTO COUTINHO CAMELLO - DIRETOR PRESIDENTE - CPF: 982.212.727-87

2016 (8.418,78) 16.300,45 7.881,67 4.949,10 13.691,72 2.857,75 21.498,57 16.490,78 2.689,74 47.594,69 (32.425,00) (90.000,00) (55.649,79) (26.269,55) (26.269,55) 200.070,74 173.801,19 (26.269,55)


Política

publicação legal

EDITAIS • COMUNICADOS • BALANÇOS • CONVENÇÕES • PRESTAÇÕES DE CONTAS SEXTA-FEIRA, 29 dE junho dE 2018 j www.EShojE.com.bR j EShojE@EShojE.com.bR j anuncie: (27) 3395-1800 Zeo – Empreendimentos Imobiliários e Participações S.A. - CNPJ n° 06.229.759/0001-27 Registro da Junta Comercial: 32300027644, em: 25/04/2004 BALANÇO PATRIMONIAL EM 31 DE DEZEMBRO DE 2017 E 2016 (Valores expressos em reais) ATIVO CIRCULANTE Disponível Clientes Créditos e Valores Estoque Despesas Antecipadas Investimentos CP NÃO CIRCULANTE Investimentos Imobilizado

2017 12.792.405,14 6.291.736,44 86.960,42 281.000,00 162.929,88 5.700.740,91 105,23 60.000,00 6.500.668,70 3.814.585,56 2.686.083,14

2016 9.692.857,91 3.893.291,06 35.287,84 198.000,00 7.375,97 3.592.481,20 146,05 60.000,00 5.799.566,85 3.647.836,55 2.151.730,30

PASSIVO CIRCULANTE Contratos de Mutuo Fornecedores Obrigações Fiscais Obrigações Sociais Obrigações com Sócios PATRIMÔNIO LÍQUIDO Capital Social Reserva de Lucros Rec. Futuro Aum. Capital

12.792.405,14 784.512,20 26.703,00 680.318,18 11.091,31 477,87 65.921,84 12.007.892,94 7.212.775,00 2.527.082,66 2.268.035,28

9.692.857,91 9.019,00 3.786,44 3.120,76 448,80 1.663,00 9.683.838,91 4.615.775,00 2.471.063,91 2.597.000,00

DEMONSTRAÇÃO DAS MUTAÇÕES DO PATRIMONIO LÍQUIDO PARA OS EXERCÍCIOS FINDOS EM 31 DE DEZEMBRO DE 2017 E 2016 (Valores expressos em reais) REC.P/ FUTURO CAPITAL LUCROS RESERVAS AUMENTO DE TOTAL SOCIAL DE LUCROS ACUMULADOS CAPITAL

SALDOS EM 31 DE DEZEMBRO DE 2015 Ajustes do Exercício Adto P/ Futuro Aumento de Capital Aumento de capital Realização de Reservas Resultado do Exercício Destinação do Lucro Integralização Capital Social Dividendos Pagos Dividendos Obrigatórios a Pagar Transferência p/Reservas SALDOS EM 31 DE DEZEMBRO DE 2016 Ajustes do Exercício Adto P/ Futuro Aumento de Capital Aumento de capital Realização de Reservas Resultado do Exercício Destinação do Lucro Integralização Capital Social Dividendos Pagos Dividendos Obrigatórios a Pagar Transferência p/Reservas SALDOS EM 31 DE DEZEMBRO DE 2017

4.615.775,00

248.577,71 -212.680,61

4.615.775,00

-35.897,10 0,00 -

2.719.641,62 1.847.000,00 750.000,00 -248.577,71

2.471.063,91 2.597.000,00 10.686,21 2.268.035,28

270.108,78

270.108,78 2.597.000,00

7.212.775,00

-160.625,40 -64.150,84 -45.332,54 -

9.182.416,62 750.000,00 -212.680,61 -35.897,10 9.683.838,91 10.686,21 2.268.035,28 -

-2.597.000,00 45.332,54 2.527.082,66 2.268.035,28

-160.625,40 -64.150,84 12.007.892,94

DEMONSTRAÇÃO DOS FLUXOS DE CAIXAS PARA EXERCÍCIOS FINDOS EM 31 DE DEZEMBRO DE 2017 E 2016 - (Valores expressos em reais) DEMONSTRAÇÃO DO RESULTADO DO EXERCÍCIO EM DEMONSTRAÇÃO DE LUCROS E PREJUÍZOS ACUMULADOS 31 DE DEZEMBRO DE 2017 E 2016 (Valores expressos em reais) 2017 2016 EM 31 DE DEZEMBRO DE 2017 E 2016 - (Valores expressos em reais) 2016 2017 FLUXO DE CAIXA PROVENIENTES DAS OPERAÇÕES SALDOS EM 31 DE DEZEMBRO DE 2015 0,00 Receita Operac. Bruta 183.493,07 481.410,26 Lucro Líquido do Exercício 270.108,78 -212.680,61 Ajustes do Exercício 0,00 Venda de Imóveis 90.000,00 340.000,00 (+) Depreciação 88.355,70 125.180,46 Reversão de Reservas 248.577,71 Aluguéis de Imóveis 93.493,07 141.410,26 Ajustes de Exercício Anterior 10.686,21 0,00 Resultado do Exercício -212.680,61 Deduções da Receita Bruta -7.899,55 -15.423,56 Lucro Ajustado 369.150,69 -87.500,15 Destinação do Lucro PIS s/ Faturamento -1.406,77 -2.746,67 Redução (aumento) nos ativos COFINS -6.492,78 -12.676,89 -35.897,10 Dividendos Pagos Clientes -83.000,00 24.000,00 Receita Operacional Líquida 175.593,52 465.986,70 0,00 Dividendos Obrigatórios a Pagar Creditos e Valores -155.553,91 12.872,53 Custo dos Imoveis Vendidos -81.616,72 -46.277,60 Transferencia P/ Reservas Estoque -2.108.259,71 1.035.856,20 Custo dos Imóveis Vendidos -81.616,72 -46.277,60 0,00 Reserva Legal Despesas Antecipadas 40,82 -146,05 Lucro Bruto 93.976,80 419.709,10 0,00 Reservas de Lucros DESPESAS (RECEITAS) OPERACIONAIS -124.270,71 -2.346.772,80 1.072.582,68 -285.767,59 0,00 SALDOS EM 31 DE DEZEMBRO DE 2016 Despesas de Vendas 0,00 0,00 Aumento (redução ) nos Passivos 0,00 Ajustes do Exercício Despesas Administrativas -281.606,41 -287.251,24 Contratos de Mutuo 26.703,00 0,00 0,00 Realização de Reservas Impostos, Taxas e Contribuições -76.978,66 -51.930,03 Fornecedores 676.531,74 -4.008,83 270.108,78 Resultado do Exercício Resultado Financeiro Líquido 12.114,34 24.550,01 Obrigações Fiscais 7.970,55 -11.466,23 0,00 Destinação do Lucro Despesas Financeiras -893,67 -993,84 Obrigações Sociais 29,07 -39,76 Receitas Financeiras -64.150,84 Dividendos Obrigatórios a Pagar 13.008,01 25.543,85 Obrigações com Sócios 64.258,84 -123.841,90 Outros Resultados Operacionais 60.703,14 190.360,55 -160.625,40 Dividendos Pagos Outras Obrigações 0,00 -657.000,00 Ganhos de Capital 0,00 32.596,57 0,00 Transferencia P/ Reservas 775.493,20 -796.356,72 Perdas Capital -1.790,08 0,00 -45.332,54 Reserva Legal RECURSOS LÍQUIDOS PROVENIENTES DAS Resultado Positivo Equiv. Patrimonial 62.493,22 157.763,98 0,00 Reservas de Lucros ATIVIDADES OPERACIONAIS -1.202.128,91 188.725,81 Resultado Negativo Equiv. Patrimonial 0,00 0,00 0,00 SALDOS EM 31 DE DEZEMBRO DE 2017 FLUXO DE CAIXA UTILIZADOS DAS ATIVIDADES DE INVESTIMENTOS (=)Resultados Antes das Provisões -191.790,79 295.438,39 Aumento (redução) em Investimentos -166.749,01 -182.493,22 Provisão p/Imposto de Renda -12.779,63 -15.195,78 Provisão p/Contribuição Social Redução de Imobilizado -8.110,19 -10.133,83 -622.708,54 -918.436,25 (=)Lucro Líquido do Exercício -212.680,61 270.108,78 RECURSOS LÍQUIDOS PROVENIENTES DAS ATIVIDADES DE INVESTIMENTOS -789.457,55 -1.100.929,47 NOTAS EXPLICATIVAS ÀS DEMONSTRAÇÕES FINANCEIRAS EM 31 DE DEZEMBRO DE 2017 - CONTEXTO OPERACIONAL - A Zeo – Empreendimentos FLUXO DE CAIXA PROVENIENTES DAS ATIVIDADES DE FINANCIAMENTO Imobiliários e Participações S.A., com sede localizada na Avenida Princesa Isabel, n 629, sala 1406, Centro, CEP: 29.010-904, Vitória, Espírito Santo, com Aumento (redução) Emprestimos e Financiamentos 0,00 0,00 o contrato social registrado na JUCEES sob o número 32300027644, por despacho em 28 de Abril de 2004, possui como atividade econômica principal a compra e venda de imóveis próprios. APRESENTAÇÃO DAS DEMONSTRAÇÕES CONTÁBEIS: As demonstrações financeiras foram elaboradas e estão Dividendos Obrigatórios a Pagar -64.150,84 0,00 sendo apresentadas de acordo com as práticas contábeis adotadas no Brasil, requeridas para os exercícios findos em 31 de dezembro de 2017, as quais Dividendos Pagos -160.625,40 -35.897,10 abrangem as disposições contidas na lei das sociedades por ações – lei nº 6.404/76, alteradas pelas leis 11.638/07 e 11.941/09 (legislação societária), nos Aumento Capital Social 2.597.000,00 0,00 pronunciamentos, na orientação e nas interpretações emitidas pelo comitê de pronunciamentos contábeis (CPC), homologadas pelos órgãos reguladores. Rec. P/ Futuro Aumento de Capital -328.964,72 750.000,00 PRINCIPAIS PRÁTICAS CONTÁBEIS - Apuração do resultado: O Resultado é apurado RECURSOS LÍQUIDOS PROVENIENTES em conformidade com o regime contábil de competência dos exercícios, conforme de- Descrição 2016 2017 termina o art. 9° da Resolução CFC nº 1.282/10.Caixas e Equivalentes de Caixa: Inclui Caixa DAS ATIVIDADES DE FINANCIAMENTO 2.043.259,04 714.102,90 4.648,45 3.943,57 caixa, saldos positivos em conta movimento e aplicações financeiras com o resgate Aumento (redução) no caixa e equivalentes 51.672,58 -198.100,76 30.639,39 83.016,85 no curto prazo (inferior a 90 dias) e sem risco de mudança de seu valor de mercado. Bancos Conta Movimento Disponibilidade do inicio do exercício 35.287,84 233.388,60 35.287,84 86.960,42 As aplicações financeiras são contabilizadas pelo custo de aquisição, acrescidas dos Total Disponível Disponibilidade do final do exercício 86.960,42 35.287,84 rendimentos apropriados pro rata temporis até a data do balanço. Representados por: Aumento (redução) no caixa e equivalentes 51.672,58 -198.100,76 Outros Ativos Circulantes e Não Circulantes: São apresentados pelos seus valores de realização. São classificados como circulantes quando sua realização 2016 Período 2017 ou liquidação é provável que ocorra nos próximos doze meses. Caso contrário, são demonstrados como não circulantes. Estoques: Refere-se a imóveis desBens em Taxa Anual Média Depreciação tinados a venda e estão demonstrados ao custo de aquisição, representando R$ 5.700.740,91 em 31 de dezembro de 2017. Investimento: são participações Líquido Custo Atividade de Depreciação Acumulada em outras sociedades, que não se destinam à venda, e estão demonstrados ao custo de aquisição. Imobilizado: O Imobilizado é contabilizado pelo custo de Imóveis 4% 2.604.127,19 -325.608,90 2.278.518,29 1.886.559,19 aquisição deduzido da respectiva conta de depreciação, que por sua vez, é calculada pelo método das cotas constantes. 502.240,60 -94.675,75 407.564,85 265.171,11 20% Obrigações Fiscais: A empresa optou pelo Lucro presumido adotando o regime de caixa para apuração dos impostos. O lucro presumido foi determinado apli- Veículos cando-se sobre a receita bruta de vendas os percentuais de 8% para IRPJ e 12% para CSLL e as alíquotas aplicadas foram de 15% e 9% respectivamente. O PIS Terrenos e COFINS foram calculados pelo princípio da cumulatividade, conforme Lei 10.833/2003.Outros Passivos Circulantes e Não Circulantes: São demonstrados Total - 3.106.367,79 -420.284,65 2.686.083,14 2.151.730,30 pelos valores conhecidos ou calculáveis, acrescidos, quando aplicável, dos correspondentes encargos incorridos até a data dos balanços. Adiantamentos para Futuro Aumento de Capital: Foram realizados aportes até 31 de dezembro de 2017 que se destinavam a futuro aumento de capital, totalizando R$ 2.268.035,28. VITORIA-ES, 31 de Dezembro de 2017. RIGOTTI CONTAB.AUD.E CONS.LTDA ME Contador(a): SOLANGE MARIA RIGOTTI - CRC-ES: 6112 - CPF: 947.284.967-91 ZEO EMPREEND. IMOBIL. PARTICIP. S.A. cOMunicaDO MARCO ANTONIO MALINI LAMEGO - PRESIDENTE - CPF: 862.638.387-87 mAuRo mIRAndA dE cASTRo mE, torna público que obTEVE da SEmdESu, através do processo nº 63658/2017, Licença(s) (LmP e/ou LmI e/ou Lmo ou LmS ou Lmu ou LmAR), para (PARA ATIVIdAdE dE LIncEÇA munIcIPAL AmbIEnTAL dE REGuLARIZAÇÃo (ATIVIdAdES dIVERSAS), (cod. 14.02),na localidade de R Eduardo Farich, nº 16, bairro nossa Sra. da Penha, Vila Velha, ES, cEP. 29.110-100.


Multiplataforma é a palavra-chave para o sucesso do jornalismo contemporâneo. Seja no site, na webTV, no jornal impresso ou nas redes sociais, o que deve prevalecer é o melhor conteúdo. Por isso, buscamos sempre os profissionais mais preparados. Repórteres que consigam atender todos os desafios, independente do formato da notícia. Estar no lugar certo e na hora certa, é essencial para levar com qualidade para você, leitor, a melhor cobertura.

ESHOJE Todo mundo vê. Todo mundo lê. Todo mundo gosta.

Foto: Pedro Cunha.

Bárbara Caldeiras Repórter


www.eshoje.com.br

Vitória, 29 de junho de 2018 J Ano XVII J Nº 703 J Edição Gratuita Semanal

Fundado em 19 de julho de 2000 por Carlos Roberto Coutinho

De garçom a fera do humor

Emerson Ceará vai contar causos da própria vida no Teatro Municipal de Vila Velha e em Colatina

DIVULGAÇÃO

Cearense vai apresentar seu stand up, "A Esmo". Ele vai compartilhar com o público histórias hilárias do cotidiano e até situações da própria vida

MÁRCIA ALMEIDA cultura@eshoje.com.br

H

  vida do humorista Emerson Ceará, cheias de altos e baixos, dão o tom ao espetáculo “A Esmo”, que será apresentado nesta sexta-feira (29), no Teatro Universitário d e Vi l a Velha e sábado (30), no Teatro Marista de Colatina. Em busca de uma vida melhor, o comediante saiu de Nova Olinda, no Ceará, em 2006, aos 18 anos, rumo a Londrina, no Paraná, para trabalhar como vendedor ambulante de porta em porta. Com apenas um mês na carreira, largou tudo e foi para Curitiba. Na capital paranaense foi ajudante de pedreiro, pintor, mas o maior sonho mesmo era ser garçom. Sem saber fazer nenhuma das atividades da profissão, se candidatou a vaga e foi contratado no Comedy Club. Em busca de uma vida melhor, o artista, que arranca gargalhadas em suas apresentações por todo o país, saiu cedo de Nova Olinda, cidade localizada no interior do Ceará, para trabalhar como vendedor ambulante. Com apenas um mês na carreira, largou tudo e foi para Curitiba. Na capital paranaense foi ajudante de pedreiro, pintor, mas o maior sonho mesmo era ser garçom. Sem saber fazer nenhuma das atividades da profissão, se candi-

datou a vaga e foi contratado no Comedy Club. Ali começava um novo rumo em sua vida. No clube de humor teve contato com os grandes humoristas do país. Ali também pegou o gosto pela comédia e começou a se apresentar. A “aventura” deu tão certo, que ele fez parte do grupo “Os Goiabas”, campeão da maratona do humor do programa Tudo é Possível, da Rede Record. Para conquistar seu objetivo de ser um grande humorista, Emerson Ceará encarou uma dupla jornada: todo final de noite, ele largava a função de garçom e subia no palco do bar para contar alguns “causos”. Entre os pontos altos da carreira do comediante está a participação, por um ano, no elenco do “Saco de Risadas”, quadro do programa Domingão do Faustão (TV Globo). Emerson Ceará foi também um dos finalistas do prêmio “Multishow de Humor”. Hoje se destaca por seu stand up arretado. ESHOJE2: É fácil fazer as pessoas rirem? Tem algum segredo? Emerson Ceará: As pessoas dão risadas quando elas se identificam com o que você está falando. Gerar identificação nas pessoas, fazer elas se enxergarem na piada que você está contando é um dos maiores desafios do stand up. Para você, o que não tem graça nenhuma? Tudo tem um pouco de gra-

ça. O comediante procura graça em tudo. Se eu falar o contrário disso estarei sendo hipócrita. Qual o mistério para o Ceará ter tantos bons humoristas? O mistério é rir da própria desgraça, fazer piada e rir dos próprios problemas. Estamos em ano eleitoral. Política rende boas risadas? Nenhum comediante consegue ser mais engraçado do que os políticos. Então é uma competição desleal. REDES SOCIAIS Além de lotar as casas de shows por onde passa, Emerson Ceará também faz sucesso nas redes sociais. No Facebook são mais de 300 mil seguidores e no Instagram quase 50 mil. No Youtube, há vídeos do humorista que somam mais de 400 mil visualizações. Ele diverte contando piadas com diversos temas, que passam desde uma viagem de ônibus à situações mais, digamos, constrangedoras. “O comediante procura graça em tudo”, defende. Para o artista, arrancar gargalhadas do público não é difícil. Dificuldade mesmo é competir com os políticos. “Nenhum comediante consegue ser mais engraçado do que os políticos. Esta é uma competição desleal”, diverte-se. Outro sucesso é o DVD de comédia lançado por Ceará, gravado em Curitiba.

SERVIÇO A Esmo – com Emerson Ceará w V

V 29/6 (sexta-feira), às 20h30 w L: Teatro Municipal de Vila Velha (Praça Duque de Caxias, Centro) w I: R$30 (meia entrada). A doação de 1 quilo de alimento não perecível dá direito à meia entrada w P de vendas: bilheteria do teatro e site www.sympla.com.br/ pwpromocoes w C: 16 anos w C w D: 30/6 (sábado), às 20h30 w L: Teatro Marista w I: R$30 (meia entrada). A doação de 1 quilo de alimento não perecível dá direito a meia entrada w P de vendas: banca do Briel e site www.sympla.com.br/pwpromocoes w C: 16 anos w D:


2

Cultura

SEXTA-FEIRA, 29 DE JUNHO DE 2018 j WWW.ESHOJE.COM.BR

Cultura pomerana em cena

Pommercine será nesta sexta-feira (29) e celebra 159 anos de imigração pomerana no ES

O

 159 anos de imigração pomerana no Espírito Santo serão celebrados nesta sexta-feira (29), a partir das 8h30, no Cine Metrópolis, na Ufes, em Vitória, onde vai acontecer o Pommercine, uma mostra de filmes pomeranos. A programação do evento, totalmente gratuita, terá também lançamento de livro, rodas de conversa, apresentações culturais e até um café da manhã tradicional. O Pommercine traz o cinema como carro-chefe, abrindo caminho para debates e conversas sobre o conhecimento e a luta da população e de intelectuais pomeranos pelo reconhecimento no campo político, educacional, agrícola e cultural. Para Erineu Foerste, idealizador do projeto, esta é uma das alternativas do Povo Tradicional Pomerano de celebrar suas memórias e histórias de lutas, que remetem à antiga Pomerânia e também à chegada ao Brasil, a nova pátria. Ricardo Sá, um dos

PMSMJ

organizadores do evento, esta representa uma oportunidade para que a população de Vitória se aproxime da cultura pomerana, que é bastante expressiva em cidades capixabas como Vila Pavão e Pancas. PRESENÇAS CONFIRMADAS José Wálter Nunes, diretor de “Fala Pomerano Fala”, um dos filmes que será exibido na programação e Ismael Tressmann, coordenador do Programa de Educação Escolar Pomerana já confirmaram presença no evento. Também estará na mostra o estudioso de cultura pomerana no Brasil, José Heinemann, que vem do Rio Grande do Sul especialmente para exibir seu filme “Da Pomerânia a Ibirubá” e lançar um livro. O sociólogo, professor e pesquisador da imigração pomerana no Brasil Jorge Küster Jacob vai prestigiar a exibição do seu curta-metragem, Bate-Paus, que retrata a perseguição sofrida pelos pomeranos e seus des-

Evento fortalece as lutas do povo pomerano, que tem presença expressiva em cidades como Pancas cendentes no Espírito Santo, durante a Segunda Guerra. Ele também vai participar de uma roda de conversa.

A organização do evento é do projeto Escola da Terra Capixaba, ligado ao Departamento de Linguagens, Culturas e Educa-

ção do Centro de Educação da Ufes, em parceria com o Cine Metrópolis e a produtora Interferências Filmes e Projetos.


3

SEXTA-FEirA, 29 DE junho DE 2018 j www.EShojE.com.br

Fafi, maior espaço de arte da capital, está mais moderna

com restauro, escola técnica cultural de Vitória ganhou rampa, calçada cidadã e outras melhorias

E

spaço histórico das manifestações culturais e do fomento da produção artística, o prédio da Escola Técnica Municipal de Teatro, Dança e Música Fafi foi totalmente restaurado. A obra, executada pela Thiell Construções, contemplou o restauro da fachada, telhado, piso e das pinturas parietais da edificação, além da revisão elétrica e do sistema de climatização do prédio. Localizada na avenida Jerônimo Monteiro, Centro de Vitória, a inauguração será na manhã deste sábado (30). A edificação passou por adequações referentes às normas técnicas de acessibilidade, com a construção de rampa, adequação dos banheiros, construção da calçada cidadã e instalação de um elevador, tornando o espaço acessível para um número maior de pessoas, inclusive com deficiências ou mobilidade reduzida. "A Fafi é mais que uma escola, mais que um projeto educativo. É um local em que se produzem inteligência, talento, criatividade, tudo isso pontuado por aquilo que chamamos liberdade, dedicação e vida. Esses são os ingredientes que transformaram a Fafi em uma casa, com escopo familiar, de portas abertas àqueles que, por razões distintas, fazem da arte seu meio de vida. A Dança, a Música, o Teatro, substantivos maiúsculos exercidos com o amor superlativo", afirma o secretário de Cultura de Vitória, Francisco Grijó. O prefeito da capital capixaba, Luciano Rezende, destacou a importância do espaço de arte para a revitalização do Centro Histórico de Vitória. "A Fafi está linda. Muitos detalhes históricos foram mantidos na restauração do prédio. Foi instalado um elevador, tornando o local mais acessível. As salas também receberam aparelhos de ar-condicionado para maior conforto dos professores e alunos. Mais uma obra entregue à comunidade para receber a população de uma forma digna. É uma obra muito importante que ajuda na revitalização do Centro Histórico de Vitória, que é um desejo de todos nós", diz o prefeito. TombamenTo O prédio teve seu tombamento determinado em 1982.

Thiago SanToS PicS

Thiell conSTruçõeS

obra contemplou restauro da fachada, telhado, pisos e pinturas parietais da edificação, além da revisão elétrica e melhorias na climatização Thiell conSTruçõeS

Thiago SanToS PicS

Prédio, em atividade desde 1992, está mais acessível. Uma das novidades é a instalação de um elevador Cinco anos mais tarde, a Prefeitura de Vitória o adquiriu. As obras de restauro e reforma da Fafi são uma parceria entre as secretarias de Cultura, Obras e Habitação e Desenvolvimento da Cidade. Durante o processo de pros-

pecção, os restauradores encontraram duas pinturas parietais - uma das mais antigas formas de decoração e muito usada por artistas até o século XX - nas salas de dança, que foram recuperadas e estendidas para todo o ambiente.

Além das pinturas, também aconteceu o restauro de um grande lambri europeu, um revestimento interno de parede de madeira trabalhada, cujas peças são encaixadas sem utilização de pregos. Leia mais no site www.eshoje.com.br.

atividades desde 1992 no ano de 1992 foram iniciadas as atividades da Escola de Artes Fafi, sendo oferecidas oficinas de curta duração em diversas áreas artísticas, como teatro, fotografia, dança e cinema. Em março de 1998, a Fafi se transformou em escola de qualificação profissional em teatro e dança. Em 2010, a Prefeitura de Vitória incorporou a área de música à escola. Em junho de 2014, foi autorizada pelo Conselho Estadual de Educação (CEE) a funcionar como "escola técnica", ou seja, a Fafi passa a emitir certificados com reconhecimento nacional dos cursos oferecidos. Solidificando cada vez mais a importância da instituição no campo das artes, a Fafi está no site do Sistema Nacional de Informações da Educação Profissional e Tecnológica (SISTEC), como curso de formação técnica em teatro e dança.


4

Programa-se

SEXTA-FEIRA, 29 DE JUNHO DE 2018 j WWW.ESHOJE.COM.BR DIVULGAÇÃO

COLUNA DO VINHO CAROLINA CORREA L carolina.coribeiro@gmail.com

Conheça os benefícios do vinho para a saúde Além de ser uma bebida para ser apreciada, diminui a deterioração da memória e de alterações no cérebro e regula o teor de açúcar no sangue DIVULGAÇÃO

Apresentação terá sucessos para o público cantar junto, como "Tão Seu", "Garota Nacional" e "Te Ver"

Viagem no tempo ao som do Skank

Repertório do show da banda, destaque do pop rock nacional, é baseado nos três primeiros álbuns lançados

C

  dos três primeiros trabalhos do Skank, como “Jackie Tequila” e “Garota Nacional” compõem o repertório do show que a banda mineira fará nesta sexta-feira (29), no Espaço Patrick Ribeiro, na Área de Eventos Shopping Vila Velha. O show é baseado no show "Os Três Primeiros – Ao Vivo", gravado no Rio de Janeiro em novembro do ano passado. A ideia deste projeto surgiu durante as comemorações aos 20 anos do Samba Poconé, o terceiro álbum da banda e, atendendo a pedidos, foram incluídas canções do repertório também dos dois primeiros discos (Skank/1993 e Calango/1994). Além disso, nos anos 90, a banda, formada pelos músicos Samuel Rosa (vocal/guitarra/ violão),Henrique Portugal (ba-

cking vocal/guitarra/teclado), Lelo Zanet (baixo/guitarra) e Haroldo Ferreti (bateria) não teve nenhum álbum ao vivo e sempre sentiu falta de um registro dessa sonoridade. O primeiro disco, “Skank/1993”, foi lançado em 1992, de forma independente. Uma das canções do álbum, “In(Dig)Nação”, ganhou as ruas com as manifestações pelo impedimento de Fernando Collor. Em fevereiro e 1993, depois de contratada pela Sony, a banda remixou o álbum, que rendeu 250 mil cópias. “Calango”, lançado em 1994, vendeu 1,2 milhões de cópias. Em meio a canções assinadas por Samuel Rosa e Chico Amaral surge uma versão para “É Proibido Fumar”, de Roberto e Erasmo Carlos. Essa gravação também foi in-

cluída no projeto “Rei”, produzido por Frejat. Já “Samba Poconé”, lançado em 1996, é o álbum mais vendido do grupo (1,8 milhões de cópias) e o primeiro a receber um cuidadoso lançamento no exterior. Vale destacar que o Skank já teve discos editados para os mercados norte-americano, italiano, japonês, francês e para diversos outros países. A banda também já se apresentou em grandes festivais de música, dividindo palco com bandas como Black Sabbath e Rage Against the Machine. Os ingressos para o show em Vila Velha, que terá início às 22h30, custam a partir de R$60 (pista, meia entrada) e estão à venda no site www.tudus.com. br, na Metal Nobre (Grande Vitória e Linhares), Espaço Patrick Ribeiro e Soft Modas (Guarapari).

Vinho é ótimo para a saúde Você sabia que o vinho possui muitos benefícios para nossa saúde? Se não, esse é mais um motivo para continuarmos degustando essa bebida maravilhosa. Várias pesquisas são feitas sobre o assunto e cada vez mais os cientistas descobrem o quanto o vinho nos faz bem. Quando falamos de consumo de vinho, temos que lembrar que é moderado. Para mulher, o ideal é que seja ingerida uma taça por dia e para o homem, duas. Os polifenóis são os grandes responsáveis pelos benefícios do vinho. É um composto bioativo encontrado em algumas frutas e vegetais. Na uva sua concentração está presente na casca e na semente. Por esse motivo, quando falamos dos vinhos que trazem mais benefícios, as pesquisas geralmente vão citar os tintos, pois o contato com a casca na hora da maceração é maior, o que aumenta os níveis de polifenóis. Entre os polifenóis mais im-

portantes, destacamos o resveratrol. Seus benefícios para nosso corpo são muitos! O vinho é ótimo para a saúde do coração, prevenindo coágulos e inflamações arteriais. Também regula o teor de açúcar no sangue, diminuindo os riscos de diabetes e previne doença de Alzheimer e demência, diminuindo significativamente a deterioração da memória e de alterações no cérebro. Reduz também os sintomas de depressão, retarda o possível crescimento de tumores malignos, aumenta a expectativa de vida e, por último, dizem que uma taça de vinho equivale a uma hora de academia. Vários outros estudos e mais uma série de benefícios já foram descobertos, destacamos aqui apenas os principais. Devemos ressaltar que esses benefícios estão ligados a um estilo de vida saudável. Depois dessas informações, apreciar uma taça de vinho vai ficar ainda mais prazeroso! Um brinde aos benefícios do vinho!


5

SEXTA-FEIRA, 29 DE JUNHO DE 2018 j WWW.ESHOJE.COM.BR

Social

Bianca Coutinho bianca@eshoje.com.br

Uma década brindando o melhor do wine no ES

FOTOS: ELANI PASSOS

A 10ª edição do Vitória Expovinhos reuniu profissionais e mais de 1.200 rótulos do Brasil e do mundo, esta semana, no Centro de Convenções de Vitória. Neste ano, o evento se firmou como o mais importante e consolidado do setor no Estado com destaque internacional, realizado mais uma vez para os empresários e apreciadores do vinho. A feira contou com mais de 60 expositores de 17 países, como Chile, França, Argentina, Croácia, Eslovênia, Grécia, Portugal e Espanha. A programação contou com palestras técnicas, curso de nível introdutório e avançado , além de uma exposição. Para José Lino Sepulcri, presidente da Fecomércio-ES, esta edição do evento recebeu um tom de festivida-

de. “O Vitória Expovinhos se consolidou como a maior feira do segmento no ES, proporcionando ótimas experiências e cumprindo o seu compromisso com o mercado de divulgar o vinho e potencializar a realização de negócios. Temos a felicidade de celebrar o sucesso e tradição desse evento que já faz parte do calendário capixaba”, declarou.

10 anos. Lelo Coimbra, José Carlos Bergamin, Leonardo Castro, Vanderlei Martins, José Olavo, Uchôa de Mendonça, Elvécio Faé e José Lino

Marcelo Bethônico, Gutman Uchôa de Mendonça e José Lino Sepulcri

Gutman Uchôa de Mendonça e Hélio Hoffmann Schneider

Inédita. Esta vai para quem curte o som de Jorge Ben Jor: o cantor lançou a música "Mete Goal", na última terça (26), no Facebook. A canção é uma homenagem à relação de amor e respeito do jogador pelo futebol. Garota Vip Vitória. Kleber Amorim recebe convidados, no próximo dia 4, na Praia do Canto, para o coquetel de lançamento do festival cujas atrações são Wesley Safadão, Gusttavo Lima, Leo Santana e Marcia Fellipe. Os Josés. Olavo, Eugênio Vieira e Lino Sepulcri

Showroom. Beth e Thiago Louzado já estão apresentan-

do a coleção Verão 18/19 para lojistas do estado. Tudo assinado pelo diretor-criativo da marca, Raf Simons. Mentores. Pela primeira vez no Brasil será realizado o FAMA (Formação Avançada em Mentoria), curso voltado para a capacitação de mentores especializados no atendimento de empresas. A novidade foi lançada pelo capixaba Wallace Vieira e acontecerá nos dias 29 e 30 de julho, em São Paulo. Network. Rafael Medeiros Filho, conceituado treinador em gestão do tempo e produtivi-

dade, estará no 106º Encontro Empresarial de Vitória - Manhã de Negócios – Edição de 109 anos da Associação dos Contadores de Vitória (ACV), dia 4 de julho, em Vitória. Feliz Aniversário. Genícia Quitaneiro, Lucélia Moraes e Thaigo Beltrane (29); Rachel Velozo, Eduardo Bono, Carol Sampaio e Alexandre Gnhocchi (30); Thais Rossi, Grazieli Esposti (1); Patricia Stuck e Gisela Brumana (2); Thaís Tomazelli, Marcia Helena Figueiredo, Wesclei Pinheiro, Rochester Vivaldi, Aline de Paula (4); Mary Tristão e João Fernando Costa Júnior (5).


6

SEXTA-FEIRA, 29 DE JUNHO DE 2018 j WWW.ESHOJE.COM.BR

Palcos e Atores cacaumonjardimphd@yahoo.com.br L

Cacau Monjardim

N

FOTOS: DIVULGAÇÃO

a década de 1970, chegava a Domingos Martins o empresário português Joaquim Baraona, que lançava na montanha o Parque das Hortênsias, que viria a se transformar, contrariando a preferência praieira dos capixabas, num sistema de chalés e hotel acoplados a um projeto de múltiplas atrações esportivas e sociais. Nascia ali, apesar da incredulidade de alguns, um projeto que descobriria Domingos Martins para o turismo. Anos depois um novo e grande impacto turístico começava em 1994 com um modesto pesque e pague, também, cercado pela incredibilidade tradicional, e que viria a se transformar, superando desafios, no Hotel Fazenda China Park, idealizado e construído por Valdeir Nunes dos Santos, o China.

Sonho

Futuro

O nosso Valdeir, fruto de uma modesta família de São Domingos do Norte com nove irmãos, começou com energia, confiança e sonho um processo e afirmação profissional, pisando o primeiro degrau de um simples vendedor de ferramentas, no entanto, sonhando em ser motorista de ônibus. O destino e a visão do jovem capixaba acabaram gerando a criação de uma rede de lojas - China Tem cobrindo praticamente todo o Estado e conquistando a preferência dos capixabas. Num gesto de marketing o nome da loja se transformou num postal de apresentação do bem sucedido conjunto de ferramentaria, nas áreas de marcenaria, mecânica, pintura, equipamentos agrícolas e uma intensa e variada linha de artigos industrias, comerciais e agrícolas.

É impossível pela simpatia, disposição, competência e experiência empresarial e turística do meu amigo Valdeir precisar as próximas conquistas do China Park, hoje transformado no mais completo instrumento e afirmação do turismo estadual, valorizando a montanha, preservando o meio ambiente, mantendo as orquídeas e os colibris numa parceria de preservação com a sua exuberante natureza, em área de um milhão e 200 mil metros quadrados, onde apenas 30% da área é atualmente utilizadas. Sem dúvida, posso afirmar, que em matéria de investimento turístico, se o China hoje não tem, terá...

Eventos

O China Park pode receber eventos de pequeno, médio e grande porte, dispondo de área moduladas para reuniões e dispõe auditório central com cerca de 800 lugares e toda a estrutura tecnológica e necessária aos eventos.

Desafio

Novidade

Olhando, sempre, para o céu azul, o competente e corajoso empresário Valdeir implantou, pioneiramente no estado, uma sensacional e desafiadora tirolesa a 80 metros de altura e cerca de mil metros de extensão que fotografa toda a encantadora e panorâmica paisagem da região. Registre-se que o acesso à tirolesa é feito pelo teleférico.

Em 1998, ao visitar Serra Negra/SP, encantou-se com um sistema teleférico de uma unidade turística. Esta descoberta permitiu que ele construísse no seu pesque e pague de Domingos Martins um sistema teleférico com cerca de 1.500 metros de extensão, hospedando 46 cadeiras, num passeio maravilhoso sobre toda a área de lazer e recreação do empreendimento. Esta grande jogada foi a raiz do sucesso do hoje moderno, confortável e múltiplo projeto de diversão, entretenimento, esportes, hotelaria, culinária, cultura, arte e cinema, tudo sustentado por um conjunto integrado de piscinas, restaurantes, chalés residenciais, berçários e um centro de treinamento esportivo dentro dos padrões fixados pela FIFA e hoje utilizado em pré-temporadas por grandes clubes de futebol brasileiros. Este centro, inclusive foi utilizada pela Seleção Australiana na Copa do Mundo no Brasil.

Posição

Valdeir representa hoje para a montanha a continuidade de um processo de valorização turística realizado, no passado e no presente, por homens como os saudosos Eliezer Batista, Roberto Kautsky, Julio Pinho, Alvaro Aroso e Josê de Brito, e grandes empresários, ainda em atividade, como Erling Lorentzem, Otacilio Coser, Américo Buaiz Filho, Jônice Tristão, Lucas Izoton e alguns outros. Valdeir preside ainda o Convention Bureau da Montanha, liderando oito municípios da região, que detém o terceiro melhor clima do mundo.

China Park é o maior complexo empresarial e turístico da Montanha Capixaba


7

SEXTA-FEIRA, 29 DE JUNHO DE 2018 j WWW.ESHOJE.COM.BR

VéudeNoiva Novidades inspiradoras para casamentos

Ariane Perovano veudenoiva@eshoje.com.br

FOTOS: DIVULGAÇÃO

O noivado é um momento importante na vida do casal e que costuma ser comemorado ao lado de amigos e familiares. E as noivas podem apostar de olhos fechados em um evento mais intimista, bonito e elegante. As decoradoras e produtoras de festas Juranda Alegro e Milena Borges explicam que estão em alta as decorações diferenciadas, que imprimem charme e originalidade ao momento. Uma possibilidade é a decoração romântica, que tem fundo de bastidor com renda, explora louças nas cores branco e amarelo e utiliza flores como rosas e margaridas. Destaque também para as plaquinhas com frases de amor escritas com giz. “É a oportunidade que os casais têm de fazerem algo extremamente personalizado e não uma festa padrão, que pareça comprada em papelaria”, diz Juranda.

O universo do casamento realmente não para. A cada dia surge algo novo, um toque especial ou um detalhe de tirar o fôlego dos noivos e convidados. Nesta edição vamos conhecer um pouquinho das novidades voltadas especialmente para pequenas festas como noivados. Também lançamentos para pajens e acessórios para dar um toque especial às tradições da festa de núpcias. As empresárias Rachel e Flávia Pacheco, por exemplo, resolveram inovar no universo do vestuário masculino nupcial e criaram uma coleção exclusiva voltada para os pequenos, a “RPacheco Júnior”. “Investimos constantemente em pesquisa, novidades e tendências oferecendo sem-

Charmoso e original

pre o melhor aos nossos clientes. Assim nasceu esta coleção, uma linha de produtos encantadora e cheia de vida, com cores lindas e muita diversão para os pequenos”, explica Rachel. A coleção conta com calças, camisas sociais, suspensórios, gravatas e bermudas.

Linha festa

Encontrar o vestido ideal quando se é convidada para um casamento nem sempre é uma tarefa fácil. Especialmente para quem busca peças diferenciadas, a marca capixaba Be Up lançou uma linha de moda festa. Os modelos dessa nova linha são fluidos e lisos, em cores

Peças em acrílico

clássicas como vermelho, rosé, azul marinho e tons terrosos, adequados para madrinhas e convidadas de casamento. O resultado é elegante, chique, feminino e atemporal. A marca também conta com diversas opções estilosas de vestidos brancos para a cerimônia no civil.

As peças em acrílico estão em alta, sendo usadas de diversas maneiras. E agora essa moda chegou ao mundo do casamento. No evento Noivas, que aconteceu mês passado, em Vitória, estava presente a loja MC Acessórios, que apresentou a tendência em convites e até lembranças para os convidados. Mas a grande novidade foi a caixa de acrílico com cadeado feita especialmente para colocar o bouquet da noiva, e assim, cada solteira recebe uma chave para ver qual delas tem a sorte de abri-la e pegar o tão cobiçado arranjo. O corte da gravata é outra tradição reinventada. Agora, ganhou um lugar especial, uma caixa cheia de charme, para guardar o dinheiro arrecada com o corte e venda da peça.


8

SEXTA-FEIRA, 29 DE JUNHO DE 2018 j WWW.ESHOJE.COM.BR

Sabor ES

Porque comer com prazer é ainda melhor!

Mirka Garmendia sabores@eshoje.com.br

Petiscos diferenciados, com sabor peculiar

Saudável e muito nutritivo, o tomate seco é uma combinação perfeita para saladas, sanduíches, massas, brusquetas, risotos e até pizzas. A iguaria é rica em nutrientes fundamentais para o bom funcionamento do nosso organismo. O final de semana está chegando e, especialmente em época de Copa do Mundo, bate uma vontade ver os jogos tomando aquela cervejinha acompanhada de um bom petisco, né? A minha dica é preparar o tira-gosto com tomate seco. Tenho certeza de que você vai se surpreender com o sabor peculiar e toque sofisticado desta iguaria! Saudável e muito nutritivo, o tomate seco é uma combinação perfeita para saladas, sanduiches, massas, brusquetas, risotos e até pizzas. Conta a história que as primeiras produções vieram de vilarejos do Sul da Itália. Antigamente, nessa região, era comum encontrar tomates secando ao sol nas varandas ou sobre pedras. O tomate seco surgiu como um método de conserva para prolongar o uso do produto. No entanto, não se sabe ao certo onde esta técnica foi criada. Com o passar dos anos, o método de produção mudou e hoje o forno faz o papel do sol. Mas, mesmo não demorando vários dias, como no passado, ainda é preciso ter paciência para saborear a iguaria, pois é um produto caro, que demora para ficar pronto. O tomate seco é rico em nutrientes fundamentais para o bom funcionamento do nosso organismo. Fonte de licopeno, substância antioxidante que auxilia na proteção contra os radicais livres, o fruto também é anticancerígeno e anti-inflamatório, além de ter alto nível de potássio, que ajuda a prevenir a hipertensão, doenças cardíacas, derrames, alguns tipos de câncer e distúrbios digestivos. Segundo nutricionistas existem poucas diferenças entre o tomate fresco e o seco. Os benefícios comparados ao tomate fresco é que em sua composição há quase o dobro de vitamina A, o triplo de licopeno, seis vezes mais potássio e sete vezes mais magnésio. Além disso, o tomate seco é fonte de vitaminas C, B, E, ácido fólico, zinco e fósforo.

MIRKA GARMENDIA

Bruschetta é uma entrada versátil e fácil de preparar. Nesta receita o tomate seco é a estrela, em combinação perfeita com rúcula

PREPARE O SEU PRÓPRIO TOMATE SECO COM TOQUE PERSONALIZADO

Ingredientes w 10

tomates bem maduros w 2 colheres (de chá) de açúcar w 2 colheres (de chá) de sal w ½ xícara (de chá) de azeite extra virgem w 2 dentes de alho amassados w ½ colher (de chá) de orégano w ½ colher (de chá) de alecrim (opcional) w P toalha

Modo de preparo w L

e corte os tomates na metade, no sentido do comprimento. Retire as se-

mentes e a polpa do tomate. Cubra um recipiente (que possa ir ao micro-ondas) com papel toalha. Arrume sobre o papel toalha as metades dos tomates, com as cascas viradas para cima. Leve ao micro-ondas por cinco minutos. Quando este tempo acabar, retire os tomates com uma colher (com muita delicadeza para não esbagaçar), retire o papel, enxugue e coloque um novo papel. Arrume novamente as metades dos tomates e leve ao micro-ondas por mais cinco minutos. w R e arrume-os em uma forma pol-

vilhada com uma colher (chá) de sal e uma de açúcar. Arrume os tomates sobre essa mistura. Polvilhe mais uma colher (chá) de sal e uma de açúcar por cima dos tomates e leve ao forno médio por 15 a 20 minutos ou até os tomates começarem a dourar. w À parte misture o azeite com o alho amassado, orégano e o alecrim. Coloque metade desta mistura em um vidro e arrume os tomates por cima (ainda quentes). Coloque o restante do azeite aromatizado sobre os tomates e espere esfriar. Tampe e conserve na geladeira.

BRUSCHETTA DE TOMATE SECO E RÚCULA

Ingredientes w8

fatias de pão italiano w 200 de tomate seco bem picadinho w 100 de rúcula fatiada ou cortada w  de um limão siciliano w A w L de parmesão

Modo de preparo w U

um lado das fatias de pão com azeite e toste na frigideira e esfregue a raspa de limão w C por cima as lascas de parmesão w A o tomate seco bem picadinho w E com folhas de rúcula w T de preparo: 10 minutos. Serve 4 pessoas w R

Jornal ESHOJE_703  

Em três anos o Ministério Público do Trabalho registrou casos de escravidão no ES

Jornal ESHOJE_703  

Em três anos o Ministério Público do Trabalho registrou casos de escravidão no ES

Advertisement