Page 1

www.eshoje.com.br DIVULGAÇÃO

Vitória, 15 de junho de 2018 J Ano XVII J Nº 701 J Edição Gratuita Semanal

Peras ao vinho tintoj ESHJ2

COLUNA

País que seria, mas não éj6

ESHOJE

SABOR ES

DIVULGAÇÃO

Fundado em 19 de julho de 2000 por Carlos Roberto Coutinho

ESHOJE2

Sobrenatural e poderoso em VV

É cada dia mais difícil estacionar para resolver

Para tratar as burocracias referentes a procedimentos estatais, contribuinte capixaba não encontra vaga para veículos nos prédios públicos em Vitóriaj5 DIVULGAÇÃO

COMBATER O BULLYING AGORA É LEI

j3

Em vigor desde meados de maio, lei obriga instituições de ensino a desenvolverem métodos para prevenir a intimidação sistemática; no ES escolas se adaptam à determinação

Amantes do carrinho vão comemorar no ES

Dia Mundial do Skate vai ser celebrado com muita manobra radical, disputas e música na pista da Praia de Camburij9

LIVIA ALBERNAZ

AJUDA PARA SALVAR VIDAS QUE É MUITO BEM VINDA

Na semana do Doador de Sangue, hemocentros recebem voluntáriosj7


2

Opinião

SEXTA-FEirA, 15 dE junho dE 2018 j www.EShojE.com.br

fOTO DA SEmAnA

ESPAÇO DO LEITOR foto do leitor

Novos leitos

o hospital infantil de Vitória ganhou 26 novos leitos de atendimento. Graças a deus! nossas crianças precisam ter tratamento humanizado.

Copa do Mundo II

Carlos Carvalho Loureiro

Se as prefeituras e escolas não funcionarem nos dias de jogo é porque não tem vergonha na cara. Enquanto os jogadores lotam o bolso, o povo tem que se virar nos 30 para pagar a conta. Eu que não perco o meu tempo na frente da TV!

O governo Paulo Hartung tem, com muita qualidade, construído a imagem de uma gestão profícua e responsável, o que possibilitou ao Espírito Santo ser um dos poucos estados da federação que sobreviveram ao naufrágio do Titanic Lula-Dilma-Temer. Ainda que a imagem projetada para o público externo seja melhor do que a enxergada pelo público interno, há que se ressaltar que há bons exemplos e que, por questão de justiça, precisam ser pontuados. Uma dessas iniciativas que vai ao encontro dos anseios da sociedade capixaba é acabar com a orgia de aluguel de veículos para bancar mordomias inaceitáveis com o dinheiro do contribuinte. Mesmo nos países mais ricos da Europa, é absolutamente comum governantes (inclusive primeiros-ministros e presidentes) viajarem de avião em voos comerciais, como cidadãos comuns. Aqui, cada ocupante de cargo comissionado quer ter seu veículo custeado pelo Erário, com direito a motorista inclusive nos fins de semana. Com poucas e raríssimas exceções, a utilização de veículos próprios é um desperdício que custa muito caro ao contribuinte. A medida do Executivo pode nem ter o impacto econômico dos sonhos da população. Mas tem o caráter de servir de exemplo para o Legislativo e o Judiciário. O Brasil não suporta mais privilégios que, invariavelmente, caem nas costas do contribuinte. Em todas as esferas do poder é prática comum

a construção de edifícios-sede intitulados de “monumento ao contribuinte desconhecido” em que a área de estacionamento é maior do que a área construída para uso pela população. E para que isso? Apenas para garantir a servidores privilegiados um conforto negado ao restante da população. O edifício sede da Receita Federal, por exemplo, tem vaga para todos os que serão contratados nos próximos 20 concursos públicos. Mas quem precisa ir ao centro de Vitória, terá que deixar o veículo em estacionamento pago, quando não tem ainda que deixar o do “flanelinha” para garantir que seu patrimônio será respeitado a não ser que ele se rebele contra a extorsão. O pior exemplo de desperdício desrespeitoso do dinheiro público acaba de ser dado pelo Supremo Tribunal Federal. Diante de índices de impopularidade estratosféricos de seus ministros, o STF decidiu alugar uma área especial para embarque e desembarque de seus membros, no aeroporto de Brasília. O aluguel é de cerca de R$ 30 mil mensais. Impopularidade muito onerosa para o contribuinte que, impotente, vê membros da mais alta corte brasileira, fugindo como se fossem procurados pela Justiça. Seria mais cidadão, mais civilizado e mais barato se o STF se ocupasse de cumprir corretamente suas atribuições constitucionais e resgatasse a confiança, o respeito e a admiração da sociedade brasileira.

Boa Leitura!

tiragem: 5.000 exemplares circulação: Grande Vitória e digital periodicidade: Semanal

diretor geral carlos roberto coutinho carlos@eshoje.com.br

rua Paschoal delmaestro, 260 Ed. Vila da Praia, Sl. 5 e 6 - jardim camburi - Vitória - Espírito Santo cep. 29.090-460 Tel. 27 3395-1800/Fax. 3395-1801 www.eshoje.com.br redacao@eshoje.com.br

diretora administrativa bianca coutinho bianca@eshoje.com.br

Se a moda pega

Que cena triste ver os moradores aproveitando a presença da polícia para deixar as suas casas no morro da Piedade. de cortar o coração a imagem deles descendo a escadaria com seus móveis nas costas e a dignidade na lama.

os onze ministros do STF contrataram um espaço especial no aeroporto de brasília. Pela bagatela de r$ 374 mil anuais livraram-se dos “desconfortos” da sala ViP que já utilizavam e transformaram seus voos num prolongamento das mordomias habituais em que tudo é privativo, do elevador ao “capinha” (aquele funcionário que puxa e empurra a cadeira quando sentam). A nova sala vem acompanhada de outras regalias, como o procedimento de embarque exclusivo, uma van que transporta o ministro até a aeronave e uma escada lateral pela qual ascendem à cabine de passageiros. Todo o pacote minimiza o contato de suas excelências com o povo a quem dizem servir na “distribuição” da justiça.

Ieda Tresh

Percival Puggina

Piedade II

Quiosques

Copa do Mundo III

Não cabe discutir responsabilidades, até porque não há responsabilidade envolvida. Há, apenas, um conjunto de irregularidades incompatíveis e contrastantes com a situação de miséria do povo capixaba.

A opinião dos colunistas não reflete o posicionamento do veículo

não aguento mais ouvir falar em copa. não é hora de oba oba, é hora de pensarmos no futuro do nosso país. Mirela Uthio

Resgate da confiança

Até quando?

Léo Santos

Copa do Mundo I

EDITORIAL

Rodrigo Pimentel o brasil definitivamente não tem jeito, já que as autoridades que conduzem o destino do país são retirados do meio social em que vivemos. A última, o STj autorizou um deput ado federal preso na Papuda a frequentar o congresso e trabalhar. como pode um bandido legislar para ele mesmo, caso tenha que ser votado um a Lei que o beneficie? Acho que esse país só vai melhorar daqui a uns 500 anos.

Sandra Mara Reis

Motorista registra engarrafamento durante interdição da Terceira Ponte, na última terça feira (12)

pisa em terras capixabas.

Escolas da Serra mudam calendário para torcer pelo brasil na copa. Entenderam porque este país nuncA vai evoluir? Futebol é mais importante do que educação. dá até pena! José Celso Surf Junior

Piedade I

A população está sendo privada dos seus direitos. onde estão os movimentos Sociais? os representantes das minorias? A oAb? Hiram Romanelo

Presidenciável no ES

Tirando a minha ignorância em informações, acredito que esta deve ser umas das raras vezes que o Alckmin

com tantas outras situações precisando de atitudes urgentes, o foco está virado para a absurda demolição dos quiosques da orla de Vila Velha. já viram quantos empregos esses quiosques juntos geram? Quantas famílias vivem dessa renda? Se não podem ajudar, não deveriam atrapalhar. Solange Moura

twitter: @eshoje / facebook: eshoje / instagram: /eshoje

projeto gráfico renon Pena de Sá e Patrícia Araújo www.renondesign.com fotografias Arquivo redacao@eshoje.com.br

diagramação diretora de redação/editora danieleh coutinho - mTb/ES 2694-jP jeferson Louis - mTb/ES 3605/ES danihcoutinho@eshoje.com.br

redação bárbara caldeiras carolina boueri Gustavo Gouvêa márcia Almeida Pedro cunha Thaís rossi


3

Comportamento

SEXTA-FEirA, 15 dE junho dE 2018 j www.EShojE.com.br

Luta contra o bullying é lei

Escolas capixabas propõem projetos para se adequar à redação, que entrou em vigor em maio Gustavo Gouvêa gustavo@eshoje.com.br

B

ullying é algo que sempre existiu. Mas só nos anos recentes vem ganhando a devida atenção, sobretudo por conta das diversas consequências psicológicas, comportamentais e físicas geradas na vítima que, em casos extremos pode, inclusive, atentar contra a própria vida. O bullying ainda é uma triste realidade nas escolas brasileiras e o número de casos de jovens que sofrem com situações de humilhação cresceu de 35%, em 2012, para 47%, em 2016, segundo pesquisa do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Diante da gravidade do problema e da necessidade de medidas para controlá-lo, a Lei 13.886/2018 entrou em vigor no último dia 15 de maio, atribuindo às escolas o combate ao bullying. A nova lei acrescenta dois pontos ao artigo 12 da Lei nº 9.394/1996, incumbindo os estabelecimentos de ensino de “promover medidas de conscientização, de prevenção e de combate a todos os tipos de violência, especialmente a intimidação sistemática (bullying), no âmbito das escolas” e de “estabelecer ações destinadas a promover a cultura de paz nas escolas”. O presidente do Sindicato das Empresas Particulares de Ensino do Espírito Santo (Sinepe-ES), professor Antônio Eugênio Cunha, explica que as 203 escolas filiadas ao sindicato têm, dentro de seus programas, atividades

divulgação

voltadas a este tipo de comportamento. Além disso, o sindicato oferece treinamentos e palestras para diretores e professores buscando conhecimento adequado para tratar do assunto.

a escola trata de itens como o senso de respeito ao próximo e a convivência social

antônio euGênio, Sinepe-ES

“Bullying não é coisa nova, apenas recebeu este nome há pouco tempo. Começa a qualquer momento e pode se intensificar se não for bem acompanhado e tratado. A legislação tem que ser cumprida e para isso já fazemos trabalhos importantes no processo de construção educacional. A escola não ensina somente conteúdo, mas trata de itens importantes na construção social, como o senso de respeitabilidade com o próximo, convivência social, capacidade de resolver problemas com diálogo, além do desenvolvimento emocional, que é de grande importância”, explica o presidente do Sindicato. Os pais também são envolvidos no processo, segundo Antônio Eugênio Cunha. “Nenhum problema a nível escola se resolve sem a família. Detectado o problema, a escola chama os pais para tratar do assunto e resolvê-lo. Sem a família, não há resultado”. CyberbullyinG O bullying e o cyberbullying

no colégio salesiano alunos participam de palestras com especialistas para aprenderem sobre o tema – agressão que se dá por meios digitais, como e-mails, fotos, vídeos, posts e outros – são temas trabalhados com os alunos do Colégio Salesiano, em Vitória. Lá, os estudantes do ensino fundamental ao ensino médio participam de atividades formativas como encontros de classe e palestras com especialistas, com o objetivo de promover reflexões sobre ética, postura, empatia e a importância do acolhimento. De acordo com Josiene de Oliveira, orientadora educacional no Colégio Salesiano Jardim Camburi, a equipe de orientação educacional também realiza trabalho de acompanhamento dos educandos e intervenção

responsabilidade por omissão segundo o advogado Jairo Corrêa, o estabelecimento de ensino deve implementar medidas de conscientização, prevenção e combate ao bullying. “Os estabelecimentos que descumprirem a regra legal, que prevê a apuração e punição daqueles alunos que se envolvem na prática do bullying, poderão ser

responsabilizados por uma conduta de omissão”, destaca. A escola que se omitir pode sofrer ações judiciais objetivando reparação do dano material e moral causado pela agressão, de acordo com o advogado. “Se ficar comprovado que houve negligência da escola, os pais podem entrar com ação contra a

instituição. A escola deve ter uma política bem definida de conscientização e informação dos docentes, pais e alunos sobre o tema, além de incentivar que eventuais casos sejam relatados a fim de serem imediatamente tratados pela direção escolar ou responsáveis diretos, inibindoa dinâmica e a reiteração desses atos”.

Filho que pratica bullying segundo a psicopedagoga e especialista em gestão escolar, Ana Regina Braga, é importante olhar para os dois lados: o de quem sofre e o de quem pratica o bullying. “Os olhares estão na vítima, mas e o agressor? Esse sujeito precisa ser analisado pelo pedagogo, psicólogo e demais profissionais, caso necessário”, explica. E continua: “O agressor deve

ser visto como uma pessoa que tem em sua maioria, uma satisfação em machucar, denegrir, depreciar e agredir o outro por vários motivos, sejam eles de cunho racial, por alguma deficiência, classe social, religião, etnia, gênero, entre outros”. Para Ana Regina, a escola deve agir imediatamente. “Nesses casos é relevante observar e acom-

panhar os alunos não só em sala, mas a todo momento dentro do ambiente escolar”. Após identificar o agressor, as orientações combinadas entre psicólogos, psicopedagogos e família, devem ser seguidas rigorosamente. “Os prejuízos psicológicos para a pessoa que pratica o bullying também devem ser tratados com máxima cautela”.

NÚMEROS

13.886/18

É o número de lei que obriga as escolas a combater o bullying

47%

dos jovens brasileiros já sofreram algum bullying, segundo o iBgE durante todo o ano letivo. A escola conta ainda com uma cartilha sobre bullying e cyberbullying, que indica aos educadores, famílias e educandos as boas práticas para prevenção e combate ao problema. “Em nossa escola buscamos

combater o bullying e o cyberbullying por meio da conscientização dos alunos e também de seus familiares. Promovemos reflexões e vivências que têm o objetivo de trabalhar entre nossos educandos o respeito às diferenças, a tolerância, o amor e o cuidado com o outro. Ao longo do ano letivo, realizamos encontros de classe que valorizam os princípios que norteiam o relacionamento interpessoal – respeito, amizade, igualdade, amor ao próximo e cooperação. Também abordamos o tema por meio de palestras com especialistas, conversas diárias em sala de aula e atendimentos individuais com alunos e as famílias”, explicou a orientadora.

oito tipos de bullying Físico: beliscões, socos, chutes, empurrões e outros; verbal: apelidos, xingamentos e provocações. Este é o mais comum; escrito: bilhetes, cartas, pichações, cartazes, desenhos depreciativos e outros. Material: pertences danificados, furtados ou atirados contra si; Moral: difamação, intimidação, calúnia, imitações usando trejeitos da vítima; social: criação de rumores, excluir ou incentivar exclusão com objetivos de humilhar a vítima; Psicológico: pressão na psique induzida por meios diversos; Cyberbullying: agressão que se dá por meios digitais, como e-mails, fotos, vídeos e posts que, em pouco tempo alcançam muita gente. devido à rápida disseminação esse tipo de bullying é o mais impactante nos círculos escolares. eXPeCtaDor taMbÉM Contribui Para o bullyinG de acordo com cartilha da SbP, até quem fica de fora, só olhando o bullying acontecer, trabalha indiretamente para a agressão. o silêncio ou as risadas reforçam, mesmo que sem intenção, os ataques. muitas vezes essa conduta é causada pelo medo de ser o próximo alvo. Entretanto, quando os expectadores dão suporte à vítima, deixando de apoiar o bullying, ajudam a frustrar a prática e coibir ações semelhantes, já que o autor tende a ficar sozinho e, consequentemente, parar de constranger os alvos.


4

Cidades

SEXTA-FEirA, 15 dE junho dE 2018 j www.EShojE.com.br

Cultura que é sustentável

museu Vale chega a seu vigésimo ano trazendo o melhor da arte a capixabas de todas as classes

U

ma das pernas do conceito de sustentabilidade diz respeito a ideias e projetos que sejam culturalmente diversas. Há 20 anos, o Museu Vale é um dos mais representativos projetos da mineradora neste eixo, tratando-se de um espaço dedicado a exposições de artistas consagrados e jovens talentos em ascensão que já sediou 47 importantes exposições de arte contemporânea de 194 artistas nacionais e internacionais. Desde a inauguração, em outubro de 1998, o Museu se tornou um dos principais polos de arte contemporânea e de formação cultural do Espírito Santo e do País, sendo considerado referência em exposições, intercâmbio, reflexão sobre a arte e na sensibilização de novos públicos. Ao longo dessas duas décadas, mais de 1,7 milhão de pessoas já visitaram o Museu Vale. Quase 500 mil destes foram estudantes levados por suas escolas para participar do projeto educativo do museu. O aniversário está sendo cele-

NÚMEROS

47

Foi o número de exposições que o Museu vale sediou em 20 anos

1,7 milhão

de pessoas já visitaram o Museu, sendo 500 mil destes estudantes

divulgação

brado com a "inquietude" das esculturas de Angelo Venosa, um dos maiores expoentes do cenário cultural contemporâneo no Brasil. Na exposição “Penumbra”, mostra inédita do artista paulista, que teve início no dia 24 de maio e se estende até o dia 9 de setembro, Venosa apresenta esculturas incorporadas às próprias sombras, conferindo um instigante universo poético ao espaço. Seis das esculturas foram criadas especialmente para a mostra.

Promovemos arte e cultura como fenômeno de transformação e formação

ronaldo barbosa, diretor

Madeira, alumínio, fibra de vidro, plástico e impressoras 3D são alguns dos materiais utilizados e que compõem o processo de elaboração das esculturas de Venosa e a singularidade de seu fazer artístico, desenvolvido a partir da experiência vinda de trabalhos artesanais (herdou do pai o conhecimento do trato com a madeira, o design). Projeção de sombras “Inquietas e interrogativas, as obras de Angelo Venosa problematizam a visão do espectador”, diz a curadora da exposição, Vanda Klabin, ao revelar que o artista irá explorar no Museu Vale a equi-

o museu é considerado referência nacional em exposições e sensibilização de novos públicos da arte valência entre as áreas cheias e vazias, através da projeção de sombras nas superfícies arquitetônicas da instituição. “Na medida em que esses trabalhos são desenvolvidos, as formas emergem e adquirem uma plasticidade inesperada. Toda uma noção de movimento se faz presente nessas sombras movediças, onde brotam as formas mais variadas e ambíguas e essas zonas de indeterminação adquirem uma presença plástica que se constrói e se experimenta no próprio espaço”, conclui a curadora. O diretor do Museu, Ronaldo

Inovação na arte-educação Um dos grandes focos do Museu é o seu projeto educacional, que tem por objetivo incentivar crianças, adolescentes e jovens a usarem a criatividade e imaginação a partir da vivência em atividades junto ao acervo e às mostras de arte contemporânea. Os estudantes de escolas públicas da Grande Vitória têm visitas guiadas com monitores que explicam a temática do Museu e das obras expostas. Trata-se de um projeto inovador no campo da arte-educação, cujo diferencial é trabalhar a cidadania e a subjetividade através de ações elaboradas em sintonia com a proposta das exposições em cartaz. O conceito das obras e a proposta do próprio artista são matérias-primas para o desenvolvimento de um projeto que resulta em workshop. Os workshops são sobre as obras expostas, voltados para universitários de arte, que, posteriormente, ministram oficinas

no Museu Vale, de 24 de maio a 09 de setembro, um “recorte” da mostra Penumbra segue para o Memorial Minas Gerais Vale, em Belo Horizonte, ficando em exposição de 29 de setembro a 25 de novembro de 2018, como parte do Programa de Itinerância Cultural. O programa prevê a troca de conteúdo artístico e cultural entre os quatro espaços culturais patrocinados pela Vale, localizados em quatro das cinco regiões brasileiras, além de ações de valorização da identidade cultural em munícipios pelo interior do país.

Centro de memória divulgação

Cidadania e subjetividades são trabalhadas junto às exposições para professores e estudantes da rede pública e privada de ensino da Grande Vitória. Em 2005, foi implementado ao Programa de Arte Educação o Programa Aprendiz - uma iniciativa que capacita jovens em ofícios relativos à montagem das exposições. Em cada exposição, um gru-

Barbosa, afirma que na comemoração dos 20 anos, “o museu reitera o compromisso da Vale de promover arte e cultura como fenômeno de transformação e de formação dos jovens”. Sobre Venosa, ele diz que “é um artista que caminha em paralelo com o seu tempo, sempre dedicado ao experimento de novos materiais, tecnologias e seus desdobramentos no seu processo criativo. No Museu Vale, o escultor irá surpreender ao exibir uma nova possibilidade de se perceber os seus trabalhos”. Após o período de exposição

po de jovens de comunidades no entorno do Museu participa da montagem em conjunto com as equipes de profissionais especializados das áreas de iluminação, marcenaria, serralheria, pintura, comunicação visual e cenografia. Até o momento 120 jovens foram beneficiados através do projeto.

instalado na Antiga Estação Ferroviária Pedro Nolasco, às margens da baía de Vitória, em uma área tipicamente industrial e portuária no município de Vila Velha, o Museu Vale preserva também a memória da construção da Estrada de Ferro Vitória a Minas. São cerca de 22 mil itens catalogados, entre filmes, fotos e textos históricos sobre a linha férrea da Vale no Centro de Memória da Estrada de Ferro Vitória a Minas (EFVM). Além disso, o acervo de arte contemporânea, com livros, catálogos, revistas, folders de artistas e exposições nacionais e

divulgação

História da linha férrea no museu internacionais, está disponível para consulta de estudantes, pesquisadores acadêmicos e público interessado.

Certificado de excelência o museu Vale também detém o certificado de Excelência do site TripAdvisor pela qualidade do serviço prestado no âmbito cultural. o certificado é baseado nas avaliações positivas dos usuários sobre a qualidade e a hospitalidade de diversos serviços e destinos turísticos ao redor do mundo.


Geral

SEXTA-FEirA, 15 dE junho dE 2018 j www.EShojE.com.br

Contribuinte paga, mas não estaciona

Bastidores da Política

cidadãos que vão resolver burocracias nos órgãos públicos não conseguem vaga para estacionar os veículos, em Vitória divulgação

BárBArA CALdeirAS redacao@eshoje.com.br

V

isitar órgãos públicos para resolver problemas é atividade corriqueira para qualquer cidadão. Sejam questões financeiras, ou documentais, as visitas a prefeituras, Detrans entre outros locais é comum principalmente a pequenos empresários, que têm de deixar o trabalho para resolver questões nos horários comercias. Em diversas repartições na Grande Vitória, os estacionamentos que deveriam abrigar os carros de quem vai resolver algum problema estão lotados de veículos dos funcionários do local. ESHOJE passou por alguns órgãos públicos de Vitória para saber como anda a situação para encontrar vagas.

Quando encontro vaga, tenho que andar um bom tempo até chegar ao local

viviAne mioSSi, professora

A professora Viviane Miossi, afirma que algumas vezes já até desistiu de resolver algumas questões jurídicas que precisava regularizar, pois não encontrou um lugar para deixar o carro e preferiu voltar outro dia. Viviane, que tem um filho com menos de um ano, relata a dificuldade para cumprir o papel de cidadã. "Quando encontro uma vaga tenho que caminhar um bom tempo para chegar ao local desejado", relata. Visitamos três órgãos em pontos diferentes de Vitória. Um é o da Receita Federal. O local tem grande frequência de visitas,

Ferraço e Amaro se articulam para ver quem concorre ao Senado

Por cima 1

O governador Paulo Hartung não cansa de surpreender. Taxado como político que não vai para o embate, chegou de “surpresa” – para alguns, sim! - em sessão que devolveu mandatos a deputados cassados pelo regime militar. Há quem diga que PH está cada dia mais maduro politicamente e prova disso foi que dividiu a mesa com o ex-governador, José Ignácio Ferreira, um dos beneficiados pela medida.

Por cima 2

Quem tem que regularizar documentos não tem vaga no detran-eS principalmente no período de declaração do imposto de renda, porém o estacionamento do edifício localizado no Centro de Vitória é exclusivo para funcionários da casa. Mas mesmo assim não atende a todos. Segundo Magno Matheus de Souza, gerente administrativo de um estacionamento localizado em frente ao prédio da Receita Federal, muitos funcionários do órgão acabam pagando pela vaga particular e chegam a gastar em média R$200,00 por mês para isso. "Geralmente a gente tem cerca de 200 a 250 carros aqui por dia. A maioria das pessoas acaba sendo as que trabalham aqui no entorno, o pessoal do TRT e da Receita Federal", relata Magno. Até o fechamento da edição a Receita Federal não se manifestou sobre o caso.

PreFeiturA O segundo ponto visitado, foi a Prefeitura de Vitória, local de constante movimento durante o ano todo. São 70 vagas para carro, sendo 28 destinadas aos servidores, 41 aos visitantes e uma vaga para carga e descarga, sendo um estacionamento gratuito, porém por apenas duas horas. Em nota, a Prefeitura de Vitória informou que a população que vai ao palácio municipal, em Bento Ferreira, para acessar qualquer tipo de serviço público, tem livre acesso ao estacionamento do órgão, que é rotativo até por duas horas gratuitas. A PMV Informa, ainda, que caso o estacionamento esteja com todas as vagas ocupadas o visitante tem à disposição vagas de estacionamento rotativo nas ruas do entorno.

detran: sem estacionamento o terceiro ponto é um dos que mais recebe motoristas na Capital. O Departamento Estadual de Transito (Detran-ES) recebe todos os dias pessoas que vão regularizar documentos diversos dos veículos. Mesmo assim não possui estacionamento. O órgão tem diversas sedes, e uma delas é a da Circunscrição Regional do Transito (Ciretran) de Vitória que fica localizada na Ave-

nida Nossa Senhora da Penha. O local possui poucas vagas para motos e nenhuma para carro. “Pra eu vir aqui, tenho que pagar estacionamento para deixar meu carro, que é oito reais, porque não tem estacionamento, e é longe ainda. Tudo isso para pegar um documento”, relatou o metalúrgico Osmar Alves quando saia do Ciretran. O Detran informou que a Cire-

tran de Vitória possui duas vagas e mais um espaço reservado no estacionamento destinados a veículos que irão realizar o serviço de lacração. “Nesse caso, o proprietário do veículo deve se dirigir ao local quando já estiver de posse do termo de aplicação, placa/tarjeta e lacre que são fornecidos no atendimento da Ciretran e apenas pelo tempo necessário para a realização da lacração”.

Estado Presente, ele pode ter um militar como vice de chapa ao Governo do Estado.

Gol de placa

Duda Brasil está animado com a Copa do Mundo. Não só pela confiança na seleção – cujo nome carrega -, mas por ter a expectativa que até o fim do mundial ele fará um gol de placa: assumirá vaga na Câmara de Vitória. A cadeira é hoje ocupada por Max da Matta, que perde o mandato por infidelidade partidária.

Em discurso na sessão da Ales, Hartung não hesitou mencionar Zé Ignácio. Há alguns anos, em conversa com o já falecido ex-governador Elcio Alvares, PH disse sobre seu antecessor: um dos maiores juristas que o Brasil já teve, mas como governador do Espírito Santo deixou a desejar.

Falando em cassação...

Concorrência

Bancada feminina

Cariacica vai pegar fogo nas eleições de outubro. De um lado, o deputado Marcelo Santos, do outro os vereadores Cesar Lucas e Sergio Camilo. Todos querem cadeira na Assembleia Legislativa, onde Marcelo está no terceiro mandato.

Articulação...

Com arquivamento de denúncia contra o senador Ricardo Ferraço, citado na Operação Lava Jato, está havendo ampla negociação, com dedo do Palácio Anchieta, para que haja entendimento entre ele e Amaro Neto. Desta forma, Amaro desistiria de concorrer ao Senado Federal.

... de olho em 2020

Já pensando nas eleições de 2020, essa articulação define que Amaro, concorrendo este ano para deputado federal, volta a disputar pleito para prefeito de Vitória.

Chapa da segurança

O ex-governador Renato Casagrande, segundo pesquisa interna, tem visto crescer o apoio à sua candidatura dentro da Polícia Militar do Espírito Santo. Destaque com o projeto

...com a decisão da Justiça Eleitoral de cassar o mandato do deputado estadual Almir Vieira, pela lei da Ficha Limpa, a associação dos funcionários públicas do ES está confiante que ele devolverá os aproximadamente R$ 1 milhão desviado da entidade. Com a possibilidade de saída de Almir Vieira da Ales, a bancada feminina aumentará. A suplente do mandato, Cláudia Lemos, aumenta o número de mulheres no Poder Legislativo capixaba, que já conta com Luzia Toledo, Janete de Sá, Eliana Dadalto e Raquel Lessa.

Sem nomeação

O presidente do TJES, Sérgio Gama, anunciou que em 2018 não terá nomeação de nenhum juiz, por falta de recurso do Poder Judiciário. Ele disse lamentar a decisão, mas não irá comprometer o orçamento da Justiça capixaba.

Licença a jato

Ou o Instituto Estadual de Meio Ambiente do Espírito Santo – Iema – está com novo processo de licença ambiental ou foi sorte de empresa paulista conseguir duas em uma semana. Processos abertos pela Estre Ambiental S/A no dia 28 de maio para os serviços de coleta de resíduos de material de construção rodoviária e de saúde na cidade de Aracruz, foram liberados nos dias 7 e 8 de junho, autorizando o serviço. Tudo no simplificado.

5


6

SEXTA-FEIRA, 15 DE JUNHO DE 2018 j WWW.ESHOJE.COM.BR

HUGO BORGES POR CÉSAR HERKENHOFF L cesarherkenhoff@hotmail.com

Pesquisas eleitorais viciadas Se você perguntar a um matemático quanto é dois mais dois, a resposta virá de bate-pronto: - Quatro. Se perguntar a mesma coisa a um estatístico, a resposta será: - Provavelmente quatro. E se perguntar a um contador, receberá uma pergunta de volta:- Quando o senhor quer que dê? É assim que o momento do processo eleitoral deve ser lido diante da profusão de resultados de pesquisas de intenção de votos produzidas por institutos diversos, alguns de inquestionável credibilidade, outros com a inegável chancela da picaretagem. Mas o surpreendente é que todos os institutos, indistintamente, cometem o mesmo pecado capital. Movidos por interesses inconfessáveis, continuam forçando a permanência de Lula da Silva sabidamente inelegível - como protagonista de uma campanha em que, por força da legislação vigente, ele não estará presente. Isso vicia e adultera o processo sucessório. Num país em que a dois dias da estreia da seleção brasileira na

Copa do Mundo a população não está minimamente preocupada com o futebol, fazer crer que seja possível apontar tendências do eleitorado é manipulação da opinião pública. A leitura correta das pesquisas de intenção de voto indica, com absoluta clareza, que 54% dos eleitores ainda não escolheram candidatos. A maioria absoluta ainda não sabe em quem votar. A esse grupo, somam-se outros 28% que já manifestaram o desejo de não votar em qualquer candidato, pretendem anular o voto ou votar em branco. Estamos, portanto, diante de um quadro em que 82% dos eleitores não estão minimamente interessados no processo eleitoral – coincidentemente o próprio índice de impopularidade do

presidente Michel Temer. Projetar, a essa altura dos acontecimentos, um segundo turno entre Lula da Silva e Jair Bolsonaro, é menosprezar a inteligência de um eleitor que, cansado de tenta pilantragem na prática política, promete o maior índice de abstenção da história republicana e uma campanha popular visando à não reeleição de quaisquer políticos com mandato, mas de forma particular os que estejam sob investigação da prática de corrupção. Portanto, na hipótese - ilegal e inconsequente - de ser candidato, mesmo com a atual composição do desacreditado Supremo Tribunal Federal, Lula não teria, hoje, mais do que 18% dos votos no primeiro turno, encerrando, assim, uma carreira que só dei-

xaria saudade a Diego Armando Maradona. E no segundo turno, qualquer que seja o candidato apoiado por Lula da Silva e pelo PT, será derrotado. O recente exemplo do massacre imposto à senadora Kátia Abreu no Tocantins não deixa dúvidas de que a sociedade brasileira quer política limpa e políticos sujos na cadeia. Lula e o PT detêm, hoje, não mais do que 10% dos chamados votos cristalizados, capital eleitoral desprezível para quem achou que tinha cacife para parar o País após a prisão do Al Cachaça, e teve que pegar carona numa greve de caminhoneiros para dar a sensação de que ainda não foi sepultado. Lula e o PT só existem em três frentes: dirigentes sindicais que

enriqueceram com a contribuição obrigatória dos trabalhadores; artistas e intelectuais que se locupletam das benesses dos cofres públicos, sobretudo através da Lei Rouanet, e intelectuais entrincheirados nas universidades e que, por falta de serviço, decidiram que o melhor a fazer é doutrinar a juventude segundo o conceito de “ou dá ou desce”, qual seja, ou vocês vêm com a gente ou serão rotulados de fascistas, coxinhas, burgueses de merda e apreciadores secretos do sertanejo universitário. Lula não será candidato. E o nome apoiado por ele e pelo PT, no segundo turno, será derrotado em mais de 80% dos estados brasileiros. Aposto um tríplex no Guarujá ou um sítio em Atibaia.

COLUNA FEU ROSA

ARTIGO

O que aconteceu?

Caminhos

Dia desses fiquei a meditar longamente acerca do que minha geração, quando ainda em seu alvorecer, viu e ouviu sobre o nosso país.

Exaltamos ao comemorar a existência do Jornal Caminhos. Alguns de seus responsáveis da diretoria são S. Vilaschi e o (gênio) administrador G. Soares que produzem mensagens e pensamentos a cada número digno de elogios pela grandeza das verdades que publicam.

Comecei lembrando a inauguração da hidrelétrica de Itaipu. Não poucas vezes ouvi, naqueles dias, pronunciamentos inflamados no sentido de que tratava-se de um “elefante branco”, uma “obra faraônica”. Em sala de aula, um professor nos ensinou tratar-se de um absurdo, pois ele tinha em mãos cálculos sérios garantindo que o Brasil não teria problemas com energia para os próximos dois séculos. Vendo, hoje, o meu país importando energia elétrica do Uruguai e da Argentina, e bem assim sofrendo “apagões” constantes, fico a me perguntar: o que aconteceu? Recordo-me, enquanto fascinado pela tecnologia, das tantas iniciativas buscando o desenvolvimento de computadores genuinamente nacionais - e bem assim daqueles que as sabotaram, sob o argumento de que era melhor importá-los a preços módicos. Mirando o meu país, em pleno século XXI ainda um mero “montador” de prosaicas calculadoras de bolso, incapaz de fabricar um único “chip” que seja, fico a me perguntar: o que aconteceu? Guardo na memória os tantos em-

preendimentos que buscavam o desenvolver de uma indústria automobilística genuinamente nacional - todos eles desmoralizados pelos censores de plantão, até que fracassassem. Assistindo ao desfile de veículos e caminhões importados ou produzidos por empresas transnacionais, percebo que um país de dimensões continentais optou por construir rodovias e não desenvolver sua indústria automobilística! E fico a me perguntar: o que aconteceu? Envelheci. E vi os Salvadores da Pátria a trombetearem que o Pré-Sal seria comercialmente inviável ainda durante décadas - havia, pois, que se entregá-lo a estrangeiros. Vendo que, tão logo entregue, passou a produzir petróleo como nunca, fico a me perguntar: o que aconteceu? Contemplo, com a alma em lágrimas, a bandeira do meu pobre país. E fico a exclamar: o que aconteceu? PEDRO VALLS FEU ROSA Desembargador do TJES

Eis alguns de seus pensamentos de autoria de grandes filósofos. D. Brinklei: “o homem de sucesso é aquele que é capaz de construir um alicerce firme com os tijolos que as outras pessoas atiram nele”. C. Darwin: “ as espécies que sobrevivem não são as mais fortes, nem as mais inteligentes, mas sim aquelas que se adaptam melhor as mudanças”. R.W. Emerson: “a glória da amizade não repousa na mão estendida, no sorriso amável, nem na alegria da companhia. Ela se encerra na inspiração espiritual que ocorre quando descobrimos que uma outra pessoa acredita em nós e está disposta a confiar em nós”. H. Drumond: “você descobrirá, ao olhar para trás na vida, que os momentos em que você realmente vive foram aqueles em que você fez as coisas com espírito de doação”. Fernando Pessoa: “às vezes ouço passar o vento e só de ouvir o vento passar, vale a pena ter nascido”. Eis o modesto autor: “não é errado deixar as pessoas partirem. Elas en-

contrarão a paz delas. Quem pratica o mal não se aproxima da luz. O Brasil é escravo da violência e corrupção. Não se machuca uma mulher nem com uma flor. Quem não quer ouvir sente. A vida continua implacável para os ladrões do povo. Há bondade em todas as pessoas. A única forma de superar o medo é enfrentá-lo”. Outros grandes pensamentos, J.B. Herkenhoff: “o regime democrático aprimora-se através do seu próprio funcionamento. Ditadura não gera democracia”. Salve Lula: “a vida no Brasil está uma merda”. E ele? W. Guimarães: “poder não corrompe o homem. O homem é o grande poluidor da natureza e da própria honra do poder”. Saudade! Conclusão: “as pessoas felizes lembram o passado com gratidão, alegram-se com o presente e encaram o futuro sem medo”. RÔMULO AUGUSTO PENINA Ex-Reitor da UFES


Saúde

SEXTA-FEirA, 15 dE junho dE 2018 j www.EShojE.com.br

7

Aproveite para doar sangue celebrado em 14 de junho, dia mundial do doador de Sangue é chance de ajudar a salvar vidas

N

o ano de 2004 a Organização Mundial de Saúde (OMS) intitulou o dia 14 de Junho como o Dia Mundial do Doador de Sangue. O objetivo é homenagear e agradecer a todos os doadores que ajudam a salvar vidas diariamente. Os capixabas continuam se mobilizando para doar sangue, seja individualmente ou em grupo, nos diversos hemocentros espalhados pelo Estado. Para os grupos que desejam doar é necessário fazer o agendamento, informando o número de pessoas, para que o Hemoes prepare equipe para atender à demanda. O agendamento pode ser feito pelos telefones (27) 36367920/3636-7942. Para doar sangue é preciso ter de 16 a 69 anos de idade, sendo que a primeira doação deve ser feita obrigatoriamente até os 60 anos. Menores de 18 anos só podem doar com a autorização dos responsáveis. Caso o voluntário tenha almo-

divulgação

onde doar: w Hemocentro

Na doação, o voluntário deve apresentar documento com foto, preencher cadastro e passar por triagem çado, o procedimento deve ser feito após três horas. E se for doador frequente, não pode deixar de obedecer ao intervalo para doação, que deve ser de dois em dois meses para homens e de três

em três meses para mulheres. O interessado deve apresentar um documento original com foto, preencher um cadastro com informações básicas e responder a um questionário. Em seguida,

pagar para acessar? em eshoje isso não vai rolar!

passará por triagem para examinar sinais vitais como pressão, pulso e temperatura. A Carteira do Doador de Sangue será entregue após 20 dias da doação.

do Estado do Espírito Santo (Hemoes) w Tel. 3636-7900/7920/7921Avenida marechal campos, 1.468, maruípe, Vitória. Funciona diariamente das 07 às 19h. w Unidade de Coleta a Distância da Serra w Tel. 3218-9429/ 3218-9242. Avenida Eudes Scherrer Souza, s/n (anexo ao hospital Estadual dório Silva). Funciona de segunda-feira a sexta-feira, das 07h às 16h. w Hemocentro em Linhares w Tel. (27) 3264-6000/ 32646019 – Avenida joão Felipe calmon, 1.305, centro (ao lado do hospital rio doce). Funciona de segunda a sexta-feira, das 07h às 16h (cadastro do doador encerra às 12h30). w Hemocentro em Colatina w Tel. (27) 3717-2801 – rua cassiano castelo, s/n, centro. Funciona de segunda a sexta-feira, das 07h às 16h.

o melhor conteúdo livre! WWW.ESHOJE.COM.BR

vale eshoje. Todo mundo vê. todo mundo lê. Todo mundo gosta.


8 Economia

SEXTA-FEirA, 15 dE junho dE 2018 j www.EShojE.com.br

Copa do Mundo: prejuízo de R$ 20 mi no comércio do ES

Pesquisa projeta que no brasil inteiro o evento mundial vai movimentar mais de r$ 20 bilhões

A

Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Espírito Santo (Fecomércio-ES) estimou que o comércio capixaba terá um prejuízo de R$ 20 milhões para cada dia de jogo do Brasil. A justificativa é que no período do mundial os olhares se voltam para o que acontece dentro das quatro linhas. “Como os jogos acontecerão em horários comerciais, o que se costuma ver são as lojas fechando mais cedo ou ficando um período do dia sem funcionar. Além disso, há uma queda considerável da movimentação de pessoas no comércio de rua e shoppings. Há quem diga que os dias de jogos do Brasil são considerados como 'feriados' e as vendas nesses dias podem corresponder a até um terço de um dia normal”, informou a Federação em nota. Entretanto, segmentos específicos deverão ser impactados positivamente, como é o caso da venda de televisores, de artigos de vestuário e acessórios com motivo de Copa e o de supermercados. Para esses segmentos no Espírito Santo, a Confederação Nacional do Comércio (CNC) estimou um faturamento extra de cerca de R$

divulgação

30 milhões decorrente do evento. No setor de serviços, o segmento de bares e restaurantes também deve responder positivamente, com o aumento na movimentação de pessoas em dias de jogos.

Como os jogos acontecerão em horários comerciais, lojas fecharão cedo feComéRCio-es

Pesquisa Uma pesquisa realizada nas capitais brasileiras pelo Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil) e pela Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL) projeta que cerca de 60 milhões de consumidores brasileiros devem gastar com produtos ou serviços relacionados à Copa do Mundo. Apenas 25% dos entrevistados na pesquisa não devem consumir produtos ligados ao Mundial. Segundo o estudo, os jogos do Mundial devem movimentar cerca de R$ 20,3 bilhões nos setores de comércio e serviços em todo o país.

Para muitos comerciantes as vendas em dias de jogos do Brasil representarão um terço de um dia normal

Consumo de alimentos lidera

Gasto médio de R$ 119

segundo a pesquisa do SPC Brasil e cda CNDL, o foco da maior parcela de gastos está ligado ao consumo de alimentos e bebidas para o acompanhamento das partidas nas próprias residências dos torcedores, como tira-gostos (56%), pipocas (37%), salgados (39%), cerveja (74%), refrigerantes (72%), água (69%) e itens para churrasco (49%). Esses gastos

segundo o levantamento, os principais locais de compra serão os supermercados (68%), lojas de rua (35%) e camelôs (28%). A média de gastos para quem vai acompanhar as partidas na casa de amigos ou parentes (44%) será de R$ 119, enquanto os que pretendem ir a bares ou restaurantes (22%) terão uma

representam 91% dos entrevistados. Outros serviços que serão fonte de gasto dos torcedores na Copa serão as idas em bares e restaurantes para assistir as transmissões da Copa – um total de 62% dos entrevistados. As compras de adereços, decoração e acessórios representam, respectivamente, 61%, 54% e 48% do foco de con-

sumo. A pesquisa indica ainda que 46% dos consumidores participarão de bolões, 38% irão adquirir serviços de internet para smartphone e 21% pretendem contratar pacotes de TV. Apesar de toda essa movimentação financeira, metade dos consumidores entrevistados não pretendem realizar compras nos horários de transmissão dos jogos.

média de R$ 128. Para 35% dos entrevistados, a prioridade na escolha do estabelecimento está relacionada principalmente ao preço acessível das bebidas. Atrás estão questões como ‘qualidade do serviço’ (30%), ‘presença de amigos ou familiares (27%), e o ‘tamanho do telão’ em que os jogos serão exibidos (27%).


Esportes 9

SEXTA-FEirA, 15 DE junho DE 2018 j www.EShojE.com.br

Celebração sobre as quatro rodinhas vai agitar Camburi

Evento com muita manobra e música vai comemorar o Dia mundial do Skate, no domingo (24) diego santos

Gustavo Gouvêa gustavo@eshoje.com.br

N

o dia 21 de junho é comemorado em todo mundo o Dia Mundial do Skate. Como nos últimos anos, a Associação Capixaba de Skate (ACSK) não vai ficar fora dessa e está preparando um evento de confraternização para amantes das quatro rodinhas de todas as idades, desde a velha guarda, até a nova escola. O evento vai acontecer na pista de skate da Praia de Camburi, a partir das 13 horas do dia 24 (domingo).

temos que comemorar as conquistas, e nada melhor que o Dia do skate para isso

lauro salles, presidente aCsK

A celebração vai contar com vários desafios do skate, tais como o de “ollie em altura” e o de “melhor manobra”, nos diferentes obstáculos da pista, em todas as categorias. A expectativas são grandes, de acordo com o presidente da ACSK, Lauro Almeida Salles. “Vai reunir todo mundo, sem distinção, velha guarda, nova guarda, molecada... reúne até os que que não andam

a celebração vai contar com diversos tipos de disputas entre os skatistas; o "ollie em altura" é uma das que mais envolve o público mais. A gente tá com uma conquista muito gigante que é a pista de skate em frente ao bairro de Jardim Camburi, na porta da Vale. Isso nós temos que comemorar. Um fator que

vai ser um grande presente pra Vitória, principalmente para os skatistas, que é a maior pista de skate do Estado. Temos que comemorar essas conquistas e nada melhor que o

Dia Mundial do Skate para isso!”, afirmou Laurin. O evento vai contar ainda com a presença do Projeto Boca a Boca, que trará muita música rap, versos livres e batalhas de

MCs para embalar o evento. A galera do Parkour Vix também vai marcar presença apresentando a modalidade e o coletivo Rolé das Mina vai representar o skate feminino.

vai começar o Capixaba de skimboard Após o sucesso do primeiro Circuito Capixaba de Skimboard, que contou com grandes eventos no ano de 2017, a segunda temporada do certame promete. Este ano são planejadas seis etapas, duas a mais do que no ano passado. E a primeira parada é no dia 30 de junho, na cidade de Anchieta, na Praia da Areia Preta, em Iriri, onde o local André Alpoim, segundo colocado geral na categoria profissional, em 2017, já vem treinando forte e promete honrar a terra com show dentro d’água. Só que na categoria, para levar o título, ele vai ter que derrotar Romário de Sousa, que foi campeão estadual invicto no ano passado. Além dele, nomes como João Paulo Donatelli, Deivid Wigner, Petrus

Pompeu e o estreante na pro, Pedro Maioli, estão treinando pesado, visando fazer bonito. Para abrilhantar o circuito, o organizador Júnior Casteluber está com planos de incluir Guarapari e Serra no calendário do skim capixaba. “Devido ao sucesso do Circuito de 2017, convidamos mais cidades para este ano. Além de Vitória, Vila Velha, Aracruz e Anchieta, estamos trabalhando para colocar no calendário deste ano as cidades de Guarapari e Serra. As formas de disputa serão as mesmas e no final do ano ocorrerá a cerimônia de encerramento e premiação”, avisou Casteluber. As categorias em disputa são profissional, amador, iniciante e feminino.

prime sKimboards/sKimpoint

romário de sousa foi campeão invicto do primeiro Circuito estadual de skimboard, no profissional


10 Esportes

SEXTA-FEIRA, 15 DE JUNHO DE 2018 j WWW.ESHOJE.COM.BR DIVULGAÇÃO

RUY MONTE DÁ O RECADO! rmonte@eshoje.com.br

Decisão consciente Depois da boa campanha do Rio Branco na segunda divisão, quando se sagrou campeão com muita justiça, ouvi pessoalmente do próprio presidente do clube Cesar Costa que o Alvinegro não vai disputar a Copa Espírito Santo para se organizar, principalmente no lado financeiro. Como executivo de futebol do Rio Branco, Zanata ajudou a levar o Capa Preta de volta à elite capixaba

Armando Zanata é tetra campeão

Campeão do Capixabão com o Serra em 2018, dirigente ganhou títulos em todos os clubes pelos quais passou RUY MONTE rmonte@eshoje.com.br

O

 A Zanata, empresário bem sucedido, no sul do estado é considerado pé quente e o "Rei do Futebol Capixaba", pois em todas as suas investidas como dirigente executivo de futebol ganhou títulos, em todos os clubes que trabalhou. Em Alfredo Chaves, onde mora, sempre foi envolvido no futebol, e inclusive tinha um clube, ganhando todos os títulos que disputou. Zanata foi campeão da Copa Metropolitana pelo Guarapari; campeão da Copa Sul em 2009, pelo Ipiranga; em 2011; campeão pelo Ipiranga de Marataíses; em 2011. Em 2012, foi campeão pelo time que leva o seu nome. Em 2014, pelo Píuma.

Tempos atrás, em 1992, Zanata foi eleito presidente do Goitacaz, embora tivesse antes se envolvido como jogador na cidade de Campos. Neste mesmo ano, ele presidiu o Goitacaz e ganhou o título de campeão Carioca, da primeira divisão, série B. Depois levou o time de Campos à campanha da série A. Até os dias de hoje, o Goitacaz nunca conseguiu tanto no futebol. Zanata também teve participação especial no Estrela de Cachoeiro, como diretor de futebol. GRANDE VITÓRIA No futebol da Grande Vitória, a sina de ganhador de títulos prosseguiu em 2015 quando foi convidado, na época pela diretoria do Rio Branco, para ser o executivo do futebol alvinegro. Ele trouxe jogadores, formou o time e ga-

nhou o Capixabão no mesmo ano. Em 2015, o presidente da Desportiva Wilson de Jesus convidou Zanata para assumir a direção executiva do futebol grená, e, não deu outra. O time foi campeão do Capixabão daquele ano. Como rotina ganhando titulos, Zanata foi convidado para ser o vice de futebol do Serra em 2018. Para variar, ganhou o título do Capixabão deste ano. Neste mesmo ano foi convidado para assumir o executivo de futebol do Rio Branco que estava disputando a série B e mal na tabela. Novamente foi detentor de mais um título, pois o Rio Branco foi campeão da série B, além de ter retornado à elite do fuetebol capixaba para 2019. E assim com quatro títulos conquistados ele pode ser considerado um tetra campeão.

O segredo do sucesso   qual o segredo do seu sucesso quando assume o comando do futebol de uma equipe profissional. "Primeiro estou sempre ao lado dos jogadores desde os treinos, até o vestiário antes do time entrar em campo. Mostro a eles que, em futebol, tem que ter muito trabalho, dedicação

e amor a camisa do clube que defende", disse Zanata. Para finalizar, Armando Zanata disse que não é torcedor específico de algum clube do Estado. "Sou apaixonado por futebol. Quero ajudar o futebol capixaba e por isso me disponho a apoiar os clubes do meu Es-

tado. O Espírito Santo ainda será a grande no futebol brasileiro, pois tem jogadores, dirigentes e clubes com consistência para isso. Basta que o futebol capixaba seja mais trabalhado e com grandes investimentos pois em talento todos sabem que o nosso Estado é rico", finalizou.

É lamentável que a gente tenha uma competição sem o Rio Branco, o que tira muito o brilho da Copa. Mas se é para o bem do alvinegro vamos ter que aceitar. Aliás, o problema financeiro é vivido pelos três grandes do nosso futebol. No Vitória, por exemplo, a gente tem acompanhado o esforço dos seus dirigentes para sanear e acabar com as dívidas da agremiação, o que está sendo conseguido com muita dedicação de sua diretoria. A situação mais preocupante é da Desportiva que até agora não se manisfestou com relação ao time que vai disputar a Copa Espírito Santo e ainda não se sabe o que vai acontecer. Conversei

Brasil na Copa

com o presidente, o Alvinho, e ele foi quem mais destacou as dívidas que envolvem o clube e isso tem preocupado muito o dirigente grená. Enfim , temos o Serra que não conheço a sua situação financeira, mas acho que vem sendo equilibrada com o seu presidente, o Piol, recebendo apoio de alguns abnegados do clube serrano. O Tupy, que tem o comando de Rogério Pedrini, pelo menos não tem dívidas, mas a gente sabe a luta que tem o seu presidente para manter o clube equilibrado financeiramente. Tomei conhecimento de que tem um grupo de empresários dispostos a apoiar o clube da Toca.

Lógico que sou brasileiro e o que mais quero, é que o Brasil ganhe a Taça. Temos um bom time e um técnico competente, mas ganhar a Copa do Mundo não pode ser com a goela. Tem que jogar. O time do Brasil tem bons jogadores, mas fora de série só Neymar. No entanto, essa equipe está credenciada a ganhar o título. Não pensem que será fácil. Como a competição é um torneio curto, na primeira fase o Brasil é o favorito, mas depois tem o mata-mata que se torna uma incógnita. Nem sempre a melhor equipe ganha a Copa do Mundo. É só reviver os times da Argentina, Holanda e Brasil em 82.


Política

publicação legal

EDITAIS • COMUNICADOS • BALANÇOS • CONVENÇÕES • PRESTAÇÕES DE CONTAS SEXTA-FEIRA, 15 dE junho dE 2018 j www.EShojE.com.bR j EShojE@EShojE.com.bR j anuncie: (27) 3395-1800

Spassu Tecnologia e Serviços S.A. - CNPJ: 39.273.768/0001-74 - Registro da Junta Comercial: 32300034250, em: 05/09/2014 BALANÇO PATRIMONIAL EM 31 DE DEZEMBRO DE 2017 E 2016 (Valores expressos em reais) ATIVO CIRCULANTE Disponível Caixa Banco Conta Movimento Aplicação Financeira Clientes Créditos e Valores Créditos Diversos Cauções a Curto Prazo Adiantamentos e Antecipações Creditos de Empregados Impostos e Contribuições a Recuperar Despesas Antecipadas Despesas Antecipadas Total do Ativo Circulante

5.056.951,82 7.255.235,20 3.563,35 3.395,48 7.893,37 24.638,63 5.028.917,71 7.243.778,48 1.173.743,85 1.463.824,74 5.217.816,50 3.311.618,31 827.766,64 956.860,27 17.407,60 2.464.194,91 5.984,14 6.924,81 374.934,53 245.306,39 1.544.530,12 2.085.525,40 6.430,75 12.419,19 6.430,75 12.419,19 11.460.931,36 12.037.109,00

NÃO CIRCULANTE Realizável a Longo Prazo Creditos e Valores Cauções a Longo Prazo Despesas Antecipadas Ativo Imobilizado Investimento Total do Ativo Não Circulante TOTAL DO ATIVO

459.151,03 1.556.476,22 18.558,00 18.558,00 440.593,03 1.537.918,22 581.070,86 411.413,29 882.400,00 1.097.968,54 1.968.532,86 3.019.947,08 13.429.464,22 15.057.056,08

2017

2016

BALANÇO PATRIMONIAL EM 31 DE DEZEMBRO DE 2017 E 2016 (Valores expressos em reais)

DEMONSTRAÇÃO DE RESULTADO PARA OS EXERCÍCIO FINDOS EM 31 DE DEZEMBRO DE 2017 E 2016 (Valores expressos em reais)

PASSIVO 2016 2017 CIRCULANTE 65.334,23 Empréstimos e Financiamentos 16.800,09 53.239,03 Financiamentos Bancários 16.800,09 12.095,20 Financiamentos por Arrendamento Mercantil 555.663,81 Fornecedores 469.115,17 555.663,81 Fornecedores Nacionais 469.115,17 Transportadoras Obrigações Fiscais 857.038,28 1.127.089,51 Obrigações Sociais e Trabalhista 5.931.605,94 7.264.600,05 Obrigações com Sócios 95.330,46 153.697,63 Outras Obrigações 99.252,60 Provisões Fiscais, Trabalhistas e Previdenciárias 1.300.865,59 1.254.288,85 Total do Passivo Circulante 8.770.008,13 10.420.674,08

2016 2017 67.069.200,62 76.898.973,93 RECEITA OPERACIONAL BRUTA 67.057.595,27 76.881.964,47 Prestação de Serviços 17.009,46 11.605,35 Reembolso de Despesa de Viagem (7.417.560,06) (8.280.025,20) (-) DEDUÇÕES DA RECEITA BRUTA (42.810,07) CANCELAMENTOS/DEVOLUÇÕES/ABATIMENTO (7.417.560,06) (8.237.215,13) IMPOSTOS INCIDENTES S/VENDAS/SERVIÇOS (2.043.801,27) (2.375.052,13) COFINS (406,53) (12,75) ICMS (3.017.591,80) (3.459.688,42) INSS S/ FATURAMENTO (1.914.532,11) (1.890.192,49) ISS (511.875,56) (441.622,13) PIS 59.651.640,56 68.618.948,73 (=) RECEITA OPERACIONAL LÍQUIDA (-) CUSTO DOS PROD. VENDIDOS/SERVIÇOS PRESTADOS (51.820.656,50) (59.945.770,18) (51.820.656,50) (59.945.770,18) Custo dos Produtos Vendidos 8.673.178,55 7.830.984,06 (=) LUCRO BRUTO OPERACIONAL (6.011.299,08) (6.819.523,38) (-) DESPESAS OPERACIONAIS (6.556.606,44) (8.032.175,12) ADMINISTRATIVAS (436.791,74) (479.627,69) Ocupação (393.864,18) (354.932,81) Utilidades e Serviços (840.000,00) (840.000,00) Honorários da Administração (102.460,22) (95.243,29) Despesas com Veículos (694.408,29) (1.194.707,03) Despesas Gerais (851.416,70) (338.637,13) Serviços Prestados Por Terceiros (3.671.126,95) (4.141.311,91) Serviços Contratados (71.623,34) (82.630,28) Impostos, Taxas e Contribuições 1.212.651,74 545.307,36 RESULTADOS FINANCEIROS (43.679,14) (10.913,50) Despesas Financeiras 1.256.330,88 556.220,86 Receitas Financeiras 226.434,73 86.924,17 OUTRAS RECEITAS OPERACIONAIS 30.796,35 Ganhos e Perdas de Capital no Imobilizado Ganhos e Perdas na Alienação do Investimento 195.638,38 86.924,17 Outras Receitas e Despesas Operacionais Resultado Equivalência Patrimonial 2.080.089,90 1.906.609,15 (=) RESULTADO ANTES DAS PROVISÕES (916.786,04) (703.508,97) (-) PROVISÕES PARA IR E CSLL (663.740,05) (509.090,39) Provisão p/ Imposto de Renda (253.045,99) (194.418,58) Provisão p/ Contribuição Social 1.163.303,86 1.203.100,18 (=) LUCRO OU PREJUÍZO LÍQUIDO DO EXERCÍCIO

NÃO CIRCULANTE Empréstimos e Financiamentos Bancários Parcelamentos Outras Obrigações Prêmio Garantia Fidelização Total do Passivo Não Circulante PATRIMÔNIO LÍQUIDO Capital social Reservas de Lucros Total do Patrimônio Líquido TOTAL DO PASSIVO

270.175,45 270.175,45 270.175,45

2.000.000,00 2.000.000,00 2.389.280,64 2.636.382,00 4.389.280,64 4.636.382,00 13.429.464,22 15.057.056,08

DEMONSTRAÇÃO DAS MUTAÇÕES DO PATRIMONIO LÍQUIDO PARA OS EXERCÍCIOS FINDOS EM 31 DE DEZEMBRO DE 2017 E 2016 - (Valores expressos em reais) CAPITAL SOCIAL

SALDOS EM 31 DE DEZEMBRO DE 2015 Ajustes do Exercício Aumento de Capital Realização de Reservas Resultado do Exercício Destinação do Lucro Integralização Capital Social Dividendos Pagos Dividendos Obrigatórios a Pagar Transferência p/Reservas SALDOS EM 31 DE DEZEMBRO DE 2016 Ajustes do Exercício Aumento de Capital Realização de Reservas Resultado do Exercício Destinação do Lucro Integralização Capital Social Dividendos pagos Dividendos Obrigatórios a Pagar Transferência p/Reservas SALDOS EM 31 DE DEZEMBRO DE 2017

2.000.000,00

CAPITAL A INTEGRALIZAR

-

LUCROS ACUMULADOS

-

RESERVAS DE LUCROS

4.352.491,73 (9.413,59)

1.706.696,14 (1.706.696,14) 1.163.303,86

2.000.000,00

2.000.000,00

(2.500.000,00) (370.000,00) (0,00) -

-

TOTAL

6.352.491,73 (9.413,59) 1.163.303,86

84.230,28 1.203.100,18

(2.500.000,00) (370.000,00) 2.636.382,00 4.636.382,00 (162.871,08) (162.871,08) (84.230,28) 1.203.100,18

(1.192.000,00) (95.330,46) (0,00)

(1.192.000,00) (95.330,46) 2.389.280,64 4.389.280,64

DEMONSTRAÇÃO DE LUCROS E PREJUÍZOS ACUMULADOS PARA EXERCÍCIOS FINDOS EM 31 DE DEZEMBRO DE 2017 E 2016 (Valores expressos em reais)

SALDOS EM 31 DE DEZEMBRO DE 2015 (0,00) - SALDOS EM 31 DE DEZEMBRO DE 2016 Ajustes do Exercício - Ajustes do Exercício Aumento de capital Aumento de capital Realização de Reservas 84.230,28 1.706.696,14 Realização de Reservas Resultado do Exercício 1.203.100,18 1.163.303,86 Resultado do Exercício Destinação do Lucro Destinação do Lucro Integralização Capital Social Integralização Capital Social (1.192.000,00) Dividendos pagos (2.500.000,00) Dividendos pagos (95.330,46) Dividendos Obrigatórios a Pagar (370.000,00) Dividendos Obrigatórios a Pagar Transferência p/Reservas Transferência p/Reservas SALDOS EM 31 DE DEZEMBRO DE 2016 (0,00) (0,00) SALDOS EM 31 DE DEZEMBRO DE 2017 NOTAS EXPLICATIVAS ÀS DEMONSTRAÇÕES FINANCEIRAS EM 31 DE DEZEMBRO DE 2017 - CONTEXTO OPERACIONAL - A Spassu Tecnologia e Serviços S.A., com sede localizada na Avenida Princesa Isabel, n° 629, sala 602, Centro, CEP: 29.010-904, Vitória, Estado do Espírito Santo, com o contrato social registrado na JUCEES sob o número 32200567671, por despacho em 06 de Novembro de 1992, possui como atividade econômica principal o suporte técnico, manutenção e outros serviços em tecnologia da informação. APRESENTAÇÃO DAS DEMONSTRAÇÕES CONTÁBEIS: As demonstrações financeiras foram elaboradas e estão sendo apresentadas de acordo com as práticas contábeis adotadas no Brasil, requeridas para os exercícios findos em 31 de dezembro de 2017, as quais abrangem as disposições contidas na lei das sociedades por ações – lei nº 6.404/76, alteradas pelas leis 11.638/07 e 11.941/09 (legislação societária), nos pronunciamentos, na orientação e nas interpretações emitidas pelo comitê de pronunciamentos contábeis (CPC), homologadas pelos órgãos reguladores.PRINCIPAIS PRÁTICAS CONTÁBEIS - Apuração do resultado: O Resultado é apurado em conformidade com o regime contábil de competência dos exercícios, conforme determina o art. 2016 2017 9° da Resolução CFC nº 1.282/10. Caixas e Equivalentes de Caixa: Inclui caixa, saldos positivos Descrição 3.563,35 3.395,48 em conta movimento e aplicações financeiras com o resgate no curto prazo (inferior a 90 dias) Caixa 7.893,37 24.638,63 e sem risco de mudança de seu valor de mercado. As aplicações financeiras são contabilizadas Bancos Conta Movimento pelo custo de aquisição, acrescidas dos rendimentos apropriados pro rata temporis até a data do Aplicações Financeiras 5.028.917,71 7.243.778,48 balanço. Representados por: Total Disponível 5.056.951,82 7.255.235,20 Outros Ativos Circulantes e Não Circulantes: São apresentados pelos seus valores de realização. São classificados como circulantes quando sua realização ou liquidação é provável que ocorra nos próximos doze meses. Caso contrário, são demonstrados como não circulantes. Investimento: são participações em outras sociedades, que não se destinam à venda, e estão demonstrados ao custo de aquisição. Imobilizado:O Imobilizado é contabilizado pelo custo de aquisição deduzido da respectiva conta de depreciação, que por sua vez, é calculada pelo método das cotas constantes.Obrigações Fiscais:A empresa optou pelo Lucro real trimestral com as alíquotas de 9% para CSLL e 15% IRPJ. O PIS e COFINS foram calculados pelo princípio da cumulatividade, conforme Lei 10.833/2003. Outros Passivos Circulantes e Não Circulantes: São demonstrados pelos valores conhecidos ou calculáveis, acrescidos, quando aplicável, dos correspondentes encargos incorridos até a data dos balanços. Destinação do lucro: Do lucro liquido do exercício, 5% serão destacados para fins de constituição da reserva legal, até que atinja o montante de 20% do capital social da companhia. Após a constituição da reserva, obrigatoriamente 5% do lucro remanescente será destinado a dividendos.Em 31 de dezembro de 2017, não foi constituída reserva legal visto que a mesma já atingiu o montante de 20% do capital da companhia, foi feita provisão de dividendos mínimos de R$ 95.330,46 e distribuição de lucros no valor de R$1.192.000,00.

DEMONSTRAÇÃO DOS FLUXOS DE CAIXAS PARA EXERCÍCIOS FINDOS EM 31 DE DEZEMBRO DE 2017 E 2016 - (Valores expressos em reais) 2016 2017 FLUXO DE CAIXA PROVENIENTES DAS OPERAÇÕES 1.203.100,18 1.163.303,86 Lucro Líquido do Exercício Ajustes para reconciliar o resultado do exercício com recursos provenientes de atividades operacionais: (9.413,59) (162.871,08) Ajustes do Lucro 145.914,54 186.647,36 Depreciação e amortização 1.226.876,46 1.299.804,81 Redução (aumento) nos ativos 494.202,42 290.080,89 Clientes (1.906.198,19) 2.516.036,55 Creditos e Valores 23.524,17 (5.988,44) Despesas do Exercicio Seguinte 1.097.325,19 (1.167.272,48) Realizavel a Longo Prazo (524.780,55) 1.866.490,66 Aumento (redução ) nos Passivos (86.548,64) (132.684,20) Fornecedores (270.051,23) (579.456,55) Obrigações Fiscais (1.332.994,11) (1.562.348,56) Obrigações Sociais 95.330,46 (1.996.123,00) Obrigações com Sócios (54.445,03) (175.086,66) Outras Obrigações 523.755,62 46.576,74 Provisões Fiscais, Trabalhistas e Previd. 270.175,45 Exigivel a Longo Prazo (1.331.956,36) (3.921.943,35) RECURSOS LÍQUIDOS PROVENIENTES DAS (629.860,45) (755.647,88) ATIVIDADES OPERACIONAIS FLUXO DE CAIXA UTILIZADOS DAS ATIVIDADES DE INVESTIMENTOS Redução (aumento) no Realizavel a Longo Prazo 77.197,39 (16.989,79) Redução (aumento) de Imobilizado (215.568,54) (200.000,00) Redução (aumento) de Investimento RECURSOS LÍQUIDOS PROVENIENTES (232.558,33) (122.802,61) DAS ATIVIDADES DE INVESTIMENTOS FLUXO DE CAIXA PROVENIENTES DAS ATIVIDADES DE FINANCIAMENTO (65.664,98) (48.534,14) Redução (aumento) Emprestimos e Financiamentos Integralização de Capital Redução (aumento) no Exigivel a Longo Prazo (1.287.330,46) (2.870.000,00) Distribuição de Lucros RECURSOS LÍQUIDOS PROVENIENTES (1.335.864,60) (2.935.664,98) DAS ATIVIDADES DE FINANCIAMENTO (2.198.283,38) (3.814.115,47) Aumento/Redução Caixa e Equivalentes Caixa 7.255.235,20 11.069.350,67 Disponibilidade do inicio do exercicio 5.056.951,82 7.255.235,20 Disponibilidade do final do exercício 2.198.283,38) (3.814.115,47) Aumento (redução) no caixa e equivalentes VITÓRIA-ES, 31 de dezembro de 2017. RIGOTTI CONTAB.AUD.E CONS.LTDA ME - Contador(a): SOLANGE MARIA RIGOTTI CRC-ES: 6112 CPF: 947.284.967-91 SPASSU TECNOLOGIA E SERVIÇOS S.A. - MARCO ANTONIO MALINI LAMEGO DIRETOR PRESIDENTE CPF: 862.638.387-87


Política

publicação legal

EDITAIS • COMUNICADOS • BALANÇOS • CONVENÇÕES • PRESTAÇÕES DE CONTAS SEXTA-FEIRA, 15 DE JUNHO DE 2018 j WWW.ESHOJE.COM.BR j ESHOJE@ESHOJE.COM.BR j ANUNCIE: (27) 3395-1800

1

VENDO

Imóveis, Automóveis, diversos

GRANDE VITÓRIA

TROCO casa, Vila Garrido – escadaria, 2 quartos, sala, cozinha, banheiro, SEM garagem, SEM escritura. 45 mil – 27997012376. VENDO / TROCO casa, Vila Garrido – escadaria, 2 quartos, sala, cozinha, banheiro, SEM garagem, SEM escritura. 45 mil – 27-997012376. VENDO casa, Vila Garrido – escadaria, 03 quartos, sala, cozinha, banheiro, varanda, quintal, SEM garagem, SEM escritura. 17 mil – 27-997012376. VENDO apartamento, quarto, cozinha, banheiro, varanda, sala, área serviço, reformado, Santo Antônio, frente Santuário, com recibo, 99603-7548 vivo VENDO Terreno Darli Santos VV, lado Gaivotas, 12m x 24m, comercial/residencial, rua asfaltada, documento em dia, plano/murado, aceito troca veículo R$85.000,00. 99812-2897 vivo. VENDO Imóvel 520m2, esquina, frente Av. Maruipe, laje, pé direito duplo, afastamento estacionamento 10 veículos, escriturado, área construída 290m2, legalizado, frente 25m. 99812-6199 vivo whatsapp. Vendo casa Alagoano – começo escadaria, sem escritura, sem garagem – 5 cômodos – 75 mil Vendo J.Penha Kitnet, elevador, garagem, 180 mil 99973-1001. Vendo J.Penha 3 qts/Ste, elevador, varanda 460 mil 9-9989-1243. Vendo J.Penha 2 qts Conjunto / Varanda, 250 mil 9-9989-1243 Seja um franqueado. Faça parte da maior rede de chocolates finos do mundo. Passamos o ponto: Av. Presidente Vargas, 137 - Centro Fundão. Tel.: 11 94350-2770 Nayane Vendo Casa – Caratoíra (Vitória) – 1º pavimento (começo escadaria) - 02 quartos, sala, cozinha, banheiro e quintal. Sem escritura e sem garagem. R$75 mil ou R$60 mil + parcelas – 99865-0734 Vendo Apartamento – Jardim da Penha – 70m² , 2° andar, 03 quartos com armários, dept de empregada e garagem – Ed Cataurus – Atrás do Sup. Epa – 99527-0404 COMUNICADO A ADECONEX INDUSTRIA E COMERCIO LTDA, torna público que REQUEREU da SEMDESU, através do Proc. nº 34104/2018, A Licença LMAR, para atividade de "Fabricação e/ou corte de embalagens e/ ou...", Cód 9.01 (I), na localidade de Rua Silva Xavier, nº 46, Cristovao Colombo, Vila Velha – ES. COMUNICADO INCESA REVESTIMENTO CERÂMICO LTDA., CNPJ: 04.917.232/0001-60 torna público que REQUEREU da SEMMA, através do Processo nº 40606/2006 a RENOVAÇÃO da Licença Municipal de Operação – LMO para atividade de Fabricação de Pisos e Revestimentos na Localidade Rua Três, nº 648, Civit II, no Município de Serra-ES.

COMUNICADO A empresa DOMINUS COMERCIO DE MOVEIS EIRELI (CNPJ: 30.259.515/000171), torna público que REQUEREU da Secretaria Municipal de Meio Ambiente – SEMMAM - de Vitoria, a LICENÇA AMBIENTAL, para a atividade de COMERCIO VAREJISTA DE MOVEIS, ref. ao processo nº 3035750/2018 situada na Av Fernando Ferrari, nº 2233, Goiabeiras no município de Vitoria/ES. COMUNICADO A ETIQUETA CAPIXABA LTDA, torna público que REQUEREU da SEMDESU, através do Proc. nº 33331/2018, A Licença LMAR, para atividade de "Fabricação de embalagens e/ou artefatos de papel ou papelão, inclusive com impressão e/ou plastificação", Cód 6.01 (I), na localidade de Rua Silva Xavier, nº 46, Cristóvão Colombo, Vila Velha – ES. COMUNICADO FABRICIA PAES BARCELOS PIANTAVINHA dos Santos torna publico que Requereu da SEMDESU, através do processo nº 31564/2018, Licença LMAR, para ativ. de Reparação ou manutenção de motores, COD – 5.08, na localidade de Paul, Av. Gerônimo Monteiro nº653 – Vila velha – ES. COMUNICADO "FARMÁCIA BIOLÓGICA LTDA " torna público que requereu da SEMDEC/ SUB-MA Cariacica - ES através do processo nº 23252/2018-1, a Licença Ambiental Simplificada (LS), para a atividade de Comércio Varejista de produtos farmacêuticos com manipulação de fórmulas, localizado na Av. Expedito Garcia, nº 53, Bairro: Campo Grande, Cariacica/ES, CEP: 29146-201. COMUNICADO ARTHUR ARAUJO ROSA, torna público que requereu da SEMDESU, através do Proc. nº 35840/2018, LMAR, para a atividade de "Fabricação de sucos", Cod 16.05 I, na localidade de rua Aniceto Ferreira Lima, 10 - Santa Mônica, município de Vila Velha - ES COMUNICADO HOSPITALARES – DISTRIBUIDORA DE MEDICAMENTOS E CORRELATOS EIRELI, torna público que REQUEREU da SEMDESU, através do PROCESSO N°34717/ 2018, LICENÇA AMBIENTAL DE REGULARIZAÇÃO (LMAR), para ATIVIDADE DE COMERCIO ATACADISTA DE MEDICAMENTOS E DROGAS DE USO HUMANO - CÓD. 22.08 (N), na localidade Rua Angelo Borgo, 51 – Jardim Guadalajara – VILA VELHA – ES.

COMUNICADO A THIAGO FABRETTI, torna público que REQUEREU da SEMDESU, através do Proc. Nº 34112/2018, a Licença LMAR, para atividade de "Boates, bares, casa de shows,..., Cód. 18.18, na localidade de Rua Luciano das Neves, nº 1351, Centro, Vila Velha – ES. COMUNICADO G S G TINELLI LAJES E PREMOLDADOS – ME torna público que Requereu da SEMDEC/SUB-MA Cariacica, ES através do Processo nº 23099/2018, a Licença de Regularização, para atividade de "Fábrica de Artefatos..." (Cód. 17.01), na localidade de Rua Parana, nº 170, Quadra21 Lote 27, Jardim Campo Grande, Mun. De Cariacica- ES, CEP: 29.141-121. COMUNICADO AUTO POSTO DEZ LTDA EPP, inscrito no CNPJ Nº 23.376.671/0001-57 torna público que REQUEREU da SEMMA, através do Proc. Nº 2169208/2002 a Licença Municipal Ambiental de Operação, para a atividade de Posto Revendedor Varejista de Combustível, na localidade da Avenida Desembargador Mário da Silva Nunes, nº 334, Jardim Limoeiro, Serra/ES. COMUNICADO ASSOREES torna público que Requereu da SEMDESU, através do processo nº 66308/2013, Licença LMAR, para atividade de triagem e armazenamento temporário de recicláveis, COD 20,01 na localidade de Cristóvão Colombo, R.Antonio Roberto Feitosa, nº171 – Vila velha – ES. COMUNICADO JOSE VANDERLEI COIMBRA DE OLIVEIRA torna publico que Requereu da SEMDESU, através do processo nº 31539/2018, Licença LMAR, para ativ. de Lava jato, COD – 24,03, na localidade de Gloria, R. Welson Sampaio nº63 – Vila velha – ES. COMUNICADO LAS VEGAS MOTEIS EIRELI ME, torna público que recebeu a SEMDESU, através do processo n°41233/15, LMO nº 08/18, para a atividade “Pousadas, Hotéis, (...)”, Cod 15.13, na localidade de Rod. Do Sol, 257, Barra do Jucu, VV. COMUNICADO MARIA APARECIDA LOUZADA PIASSI, torna público que obteve da SEMMA Castelo/ES, através do processo nº 002654/2018, Licença Municipal Única LMU nº 011/2018, para atividade de corte e aterro, no município de Castelo/ES.

SERRANO DISTRIBUIDORA S/A. CNPJ Nº. 09.397.586/0001-44 NIRE Nº. 32.300.034.063 Resumo da Ata de Reunião do Conselho de Administração realizada em 24/05/2018. HORA E LOCAL: Às 10:00, na sede da Companhia na Av. Eudes Scherrer de Souza, 2001, CJ Empresarial Murundu, Galpão 09, Parque Residencial Laranjeiras, Serra/ES, CEP 29.165-680. PRESENÇAS: Dispensada as formalidades de convocação, nos termos do artigo 14, parágrafo 1º do Estatuto Social da Companhia, diante da presença de todos os membros do Conselho de administração. DELIBERAÇÕES TOMADAS POR UNANIMIDADE: Os conselheiros aprovaram, sem qualquer condição ou reserva: a) A autorização para a captação de R$ 25.000.000,00 para quitar operações atuais, através de Capital de Giro; b) A autorização para captar R$ 10.000.000,00 atraves de Conta Garantida; c) A autorização para captar R$ 4.000.000,00 para financiamento de maquinas e equipamentos através de FINAME ou Capital de Giro, a que tiver melhores condições para a empresa; d) A autorização para movimentar livremente aplicações da empresa entre instituições financeiras, desde que observada a remuneração mínima de 100% da taxa CDI. A ata foi arquivada na Junta Comercial do ES, sob protocolo de nº. 18/208.111-7 de data de 04/06/2018 e registro sob o nº 20182081117 em 04/06/2018.

COMUNICADO MARLENE DA SILVA TOSTE torna publico que Requereu da SEMDESU, através do processo nº 29551/2018, Licença LMAR, para ativ. de Cerimonial com Musica Mecanica, COD – 18,18, na localidade de Cobilandia, R. Jacinto Admiral nº33 – Vila velha – ES.

COMUNICADO "MARUIPE COMERCIO DE GÁS EIRELI", torna público que requereu e obteve do IEMA, por meio do processo n° 012.292, a LAU 058/D2018 para ATIVIDADE de Transporte Rodoviário de Produtos Perigosos, exceto material radioativo e transporte interestadual, estando sediada na localidade de rua Marechal Campos,1051, bairro Santos Dumont, Mun. De Vitoria -ES.

COMUNICADO ODECIR GOKING torna publico que Requereu da SEMDEC/SUB-MA Cariacica, ES, através do processo nº23255/2018, Licença LMAR, para ativ. Terraplanagem, COD 18,05, na localidade de Santo Antônio, R. Dominique, s/n– Cariacica – ES. COMUNICADO ROTEC EQUIPAMENTOS INDUSTRIAIS LTDA – CNPJ Nº 00.277.282/0001-79 torna público que requereu a renovação junto a SEMMA, através do processo n° 74087/2015 a Licença (LMO) exercer a atividade de manutenção mecânica em cilindros hidráulicos. No bairro Jardim Limoeiro - na cidade de Serra – ES. COMUNICADO SANTAFÉ PARTICIPAÇÕES LTDA, torna público que obteve da SECRETARIA MUNICIPAL DE MEIO AMBIENTE E DESENVOLVIMENTO RURAL - VIANA, através do processo n° 002262/2018, LICENÇA MUNICIPAL AMBIENTAL PRÉVIA E DE INSTALAÇÃO, para a Atividade de TERRAPLANAGEM E CONSTRUÇÃO DE GALPÃO DE ESTOCAGEM na localidade de AV. IDALINO CARVALHO, S/ Nº, BAIRRO PARQUE INDUSTRIAL, Municipal de Viana – ES, com prazo de validade de 1460 dias.

COMUNICADO FORTCARGO TRANSPORTES LTDA, CNPJ 17.803.300/0001-01, torna público que REQUEREU da SEMMA, a Licença LMR, para a atividade de Pátio de estocagem para cargas gerais em galpão fechado, com inscrição imobiliária 010.7.032.0650.004, na localidade de RUA DOIS, 96, SALA 03 BOX 04, CIVIT II, município da Serra - ES. COMUNICADO SER R A NO DISTR I BU I DOR A S. A ., torna público que OBTEVE da SEMDESU, através do processo nº 15329/2015, a LMAR nº 096/2018, para atividade de Supermercados e Hipermercados com atividades de corte e limpeza de carnes, pescados e semelhantes (com açougue, peixaria e outros), localizado em área urbana consolidada (COD. 15.22), na localidade de Av. Vitória Régia, S/Nº, Bairro Brisamar, Município de Vila Velha-ES. COMUNICADO TIPITI MOTEL EIRELI ME, torna público que recebeu a SEMDESU, através do processo n°37088/15, LMAR nº 56/18, para a atividade “Pousadas,Hotéis, (...)”, Cod 15.13, na localidade de Av. Carlos Lindemberg, 1877, Alecrim, VV.

COMUNICADO USIMAN SERVIÇOS MANUTENÇÃO, INDUSTRIA E COMÉRCIO, CNPJ nº. 00.471.654/0001-01, torna público que REQUEREU da SEMMA, através do Processo nº. 16065/2010, a Licença LMR para a atividade de Reparação ou manutenção de máquinas, aparelhos e equipamentos industriais e mecânicos diversos sem pintura, na localidade de Av Nelcy Lopes Vieira, 510, Jardim Limoeiro, município da Serra – ES. COMUNICADO O VILA PARQUE LTDA – ME, torna público que REQUEREU da SEMDESU, através do Proc. Nº 19816/2018, a Licença LMAR, para atividade de "Boates, bares, casa de shows,..., Cód. 18.18, na localidade de Rua Itaguarana, nº 166, Praia de Itaparica, Vila Velha – ES.

N° do processo: 0007325-92.2014.8.08.0048 Ação: 40 – Monitória Requerente: Biosintética Farmacêutica LTDA (P.R.L) Requerido: Distribuidora Lunar LTDA (P.R.L) Edital de Citação pelo prazo de 30 Dias MM. Juiz(a) de Direito da Serra – 2ª Vara Cível do Estado do Espírito Santo, por nomeação na forma da lei etc. Finalidade Dar publicidade a todos que o presente edital virem que fica(m) devidamente Citado(s): Requerido(a): Distribuidora Lunar LTDA (P.R.L) Documento: CNPJ: 28.136.919/0001-26, atualmente em lugar incerto e não sabido, para no prazo de 15 (quinze) dias pagar a quantia de R$ 9.161,93 (nove mil, cento e sessenta e um reais, noventa e três centavos) e o pagamento dos honorários advocatícios em 5% (cinco por cento) do valor atribuído à causa, em conformidade com o artigo 701 do NCPC. Fica o (s) requerido(s) informado(s) que o cumprimento do pagamento no prazo acarretará a isenção do pagamento de custas processuais, conforme § 1° do art. 701 do NCPC. Advertências a) PRAZO: O prazo para contestar a presente ação é de 15 (quinze) dias, a partir do prazo supracitado; b) PENA: constituir-se-á de pelo direito o título executivo judicial, independente de qualquer formalidade, se não realizado o pagamento e não apresentado os embargos previstos no art. 702 do NCPC, observando-se, no que couber, o Título II do Livro I da Parte Especial. E, para que chegue ao K-15e22/06 conhecimento de todos, o presente edital vai publicado na forma da lei. Serra-ES. 10/01/2018.

SERRANO DISTRIBUIDORA S/A. CNPJ Nº. 09.397.586/0001-44 NIRE Nº. 32.300.034.063 Resumo da Ata de Reunião do Conselho de Administração realizada em 17/04/2018. HORA E LOCAL: Às 10:00, na sede da Companhia na Av. Eudes Scherrer de Souza, 2001, CJ Empresarial Murundu, Galpão 09, Parque Residencial Laranjeiras, Serra/ES, CEP 29.165-680. PRESENÇAS: Dispensada as formalidades de convocação, nos termos do artigo 14, parágrafo 1º do Estatuto Social da Companhia, diante da presença de todos os membros do Conselho de administração. DELIBERAÇÕES TOMADAS POR UNANIMIDADE: Os conselheiros aprovaram, sem qualquer condição ou reserva: a) A exoneração do Sr. Fabio Ricardo Geremias do cargo de Diretor Financeiro; b) A indicação e eleição do Sr. Sergio Habice Pinna, para o cargo de Diretor Financeiro. Fica estabelecido também que a data de início de trabalho do novo diretor financeiro será em 02/05/2018. O presidente da mesa esclarece que a remuneração do diretor ora eleito será fixada oportunamente, de acordo com o orçamento anual da companhia e plano de negócios. A ata foi arquivada na Junta Comercial do ES, sob protocolo de nº. 18/208.107-9 de data de 29/05/2018 e registro sob o nº 20182081079 em 06/06/2018.


www.eshoje.com.br

Vitória, 15 de junho de 2018 J Ano XVII J Nº 701 J Edição Gratuita Semanal

Fundado em 19 de julho de 2000 por Carlos Roberto Coutinho

Mazelas do Brasil moderno rendem risadas e reflexões

Espetáculo "O Rei do Mundo", com Eduardo Sterblitch, será apresentado dia 24, em Vila Velha Juh EId

Márcia alMeida cultura@eshoje.com.brl

O

comediante Eduardo Sterblitch é o protagonista de “O Rei do Mundo – Uma Comédia Sobrenatural”, livre adaptação do clássico “Peer Gynt”, do dramaturgo norueguês Henrik Ibsen. O espetáculo, com texto e direção de Roberto Alvim, traz as aventuras de um jovem que sai de sua aldeia para ganhar o mundo e será apresentado no próximo dia 24, às 19 horas, no Espaço Patrick Ribeiro, na Área de Eventos Shopping Vila Velha. Em entrevista ao ESHOJE2, Sterblitch diz que a peça é muito engraçada e também muito profunda. A trama é uma comédia sobrenatural que conta a história de Pedro Peregrino, de sua infância até a velhice. Mentiroso, irresponsável, egoísta e sem escrúpulos, o personagem deseja se tornar rico e poderoso, além de estar disposto a passar por cima de tudo e todos para alcançar sua meta: ser o Rei do Mundo. “Ele escala a montanha mais alta mas no final percebe que era a montanha errada”, filosofa o ator. A narrativa o acompanha por diversas paisagens e encontros com personagens mágicos, que o ajudam a descobrir seu estranho destino, e revela uma visão egoísta do mundo que, por consequência, resulta em solidão. Com tons de acidez e dramaticidade, a montagem faz um retrato do Brasil contemporâneo. A ideia é que a plateia se veja, se identifique e encontre novas maneiras de viver e de encarar o lado obscuro do país com toda a corrupção e violência. Em cena, Sterblitch interage com todos os demais integrantes do elenco - Louise D’Tuani, Diego Becker, Claudinei Brandão e Thiago Brianti, que se dividem em diversos personagens. lua de Mel no teatro Pela primeira vez, Eduardo Sterblitch divide o palco com a

Mentiroso, irresponsável, egoísta e sem escrúpulos, protagonista da peça passa por cima de tudo e de todos para se tornar rico e poderoso esposa, Louise D’Tuani. E está feliz com a experiência. “É nossa lua de mel no teatro. Tá sendo lindo, nem dá vontade de voltar para casa, já são 27 cidades com este espetáculo e ela ao meu lado”, revela. Quem também está ao seu lado em cena é o ator Diego Becker, com quem trabalhou no programa Pânico. Ator, diretor e roteirista, Eduardo Sterblitch fez sucesso no teatro com espetáculos como “Minhas Sinceras Desculpas”, “A Velha”, “O Melhor Melhor Show Do Mundo”,

“Poderoso Castiga”, “Use Me”. No cinema, estrelou a comedia “Os Penetras” e “Rio, Eu Te Amo”. Já na TV Globo, atuou como jurado do programa “Amor e Sexo”, e participou do reality show “Popstar”. Os ingressos custam a partir da R$40 (meia entrada, setor bronze) e estão à venda no site www.tudus.com.br. ESHoje2 – Além de arrancar gargalhadas, a peça também leva o público à reflexão? Eduardo Sterblitch – É maravilhoso porque você pode tocar em feridas de uma forma me-

nos agressiva, mais graciosa. Qual comediante te faz rir? Quem me faz rir é quem faz humor inteligente. Agora estou muito feliz e sempre rindo dos meus amigos do “Tá no Ar”, mas seria injusto eu falar o nome só de um. Estamos em ano eleitoral. Pra você, nossa política é uma piada? Política é muito delicado, não é piada. Temos que tomar cuidado com as nossas escolhas. Diz pra gente qual foi o maior desafio da sua carreira. Todos os dias são desafios di-

ferentes, sempre encaro tudo como a primeira vez. Eu nasci no teatro, então tenho um grande respeito pelo palco. Por incrível que possa parecer, levo muito a sério, pois é a única coisa que seu fazer na vida. Novos projetos em vista? Meus planos envolvem bastante trabalho sempre. Tem algumas surpresas mas posso adiantar que em agosto estreia o filme sobre a vida do Chacrinha e eu faço ele jovem. Estou muito curioso para assistir e também ver a reação da galera, torcendo para ser positiva.


2

Cultura

SEXTA-FEIRA, 15 DE JUNHO DE 2018 j WWW.ESHOJE.COM.BR

R$10 milhões para a cultura

Secult lançou uma série de 44 editais em diferentes áreas temáticas, como audiovisual e literatura

E

DAIANA ROCHA

  atividades artístico-culturais e permitir o acesso democrático aos recursos públicos é um dos trabalhos da Secretaria de Estado da Cultura (Secult), que lançou esta semana os editais de incentivo à cultura 2018. Neste ano, artistas, pesquisadores da área, produtores, grupos culturais e demais interessados poderão se inscrever em uma série de 44 editais em diferentes áreas temáticas que totalizam um investimento de mais de R$ 10 milhões com recurso do Funcultura, R$ 3.340 milhões com recursos de parceria com a SEDH e SETADES para editais no Projeto Estruturante Ocupação Social, além da parceria para co-investimento com o Fundo Setorial do Audiovisual/Ancine (FSA), para os Editais do Audiovisual, a exemplo do que já aconteceu nos últimos dois anos.

Os editais possibilitam a realização de projetos culturais de interesse público.

JOÃO GUALBERTO, secretário

Os Editais da Cultura são realizados há 10 anos com recursos do Fundo de Cultura do Estado do Espírito Santo (Funcultura), e têm contribuído para a formação artístico-cultural e incentivado a criação, produção e distribuição de produtos e serviços que usam o conhecimento, a criatividade e as próprias tradições como principais recursos.

Espetáculo de dança contemporânea foi contemplado em edital Os prêmios deste ano estão divididos nas seguintes áreas temáticas: locomoção; artes cênicas; música; artes visuais; patrimônio natural; literatura; patrimônio arquitetônico, bens e acervos; patrimônio imaterial, audiovisual e entre outros. "Os editais da Cultura têm possibilitado que os capixabas realizem projetos culturais de interesse público, estimular a inovação, a experimentação e

abordagens criativas de questões culturais contemporâneas. Neste ano, queremos avançar no número de inscritos alcançando ainda mais municípios do interior do Estado”, destacou o secretário de Estado da Cultura, João Gualberto Vasconcellos. Para o produtor cultural Artênio Dutra, contemplado este ano pela primeira vez nos editais da Secult, a iniciativa da

secretaria é a oportunidade que muitos artistas têm de tirar o sonho do papel e levar seu projeto para o grande público. “Além da visibilidade alcançada, conta muitos pontos também o fato de a execução de um trabalho gerar trabalho e renda”, destaca. O espetáculo de dança contemporânea Poison, idealizado por Artênio, está circulando por cidades do interior. A próxima apresentação

será no dia 30, em Venda Nova do Imigrante. OFICINAS Com o objetivo de garantir o amplo conhecimento e o acesso de toda a população aos editais, vão acontecer oficinas gratuitas para capacitar os interessados em inscrever seus projetos, que poderão esclarecer dúvidas sobre a melhor adequação e demais informações.

Profissionais e rótulos do mundo em Vix   evento do setor vinícola do estado, o Vitória Expovinhos 2018, está chegando. O 10º Salão Internacional do Vinho de Vitória, que acontece nos próximos dias 27 e 28 de junho, no Centro de Convenções de Vitória, comemora uma década de vinhos, aromas e sabores proporcionados aos empresários e apreciadores da bebida, com a realização da Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo Estado do Espírito Santo (Fecomércio-ES) e a organização da Rota Eventos. Realizado pela primeira vez em 2009, o Vitória ExpoVinhos

nasceu com a proposta de fomentar o comércio e os serviços ligados à bebida, desde o atacado, passando pelo varejo, até o consumo final, nos bares e restaurantes. Em sua décima edição neste ano de 2018, o evento se consolida proporcionando oportunidades de novos conhecimentos e da realização de grandes negócios aos empresários e empreendedores. O evento também tem como objetivo formar o mercado consumidor, e, para isso, promove palestras gratuitas com profissionais reconhecidos internacionalmente. Neste ano, no pri-

meiro dia, das 18 às 19oras, o enólogo português Carlos Lucas ministrará sobre a "Touriga Nacional: Evolução e História", a uva mais nobre de Portugal e utilizada na produção de vinhos conhecidos mundialmente. Já o enólogo chileno Héctor Andrés Saldivia Moreno, falará sobre "Carmenère en Chile", uma casta uva, originalmente da região da França, mas, que agora, é exclusiva do país chileno, das 19h30 às 20h30. No dia 28, o especialista em enologia, Flávio Pizzato, palestrará sobre a casta de uva tinta Merlot, da região de Bordeaux,

na França, "Merlot: Flexível? Fácil? Pop? Será?!", das 18 às 19h. E a enóloga espanhola Maria Eugenia Sampedro, debaterá sobre "Faustino Tradição e Orgulho Espanhol", das 19h30 às 20h30. Os cursos são voltados para funcionários e proprietários de pousadas, wine stores, bares e restaurantes associados à Associação Capixaba de Supermercados (Acaps), Sindicato dos Restaurantes Bares e Similares do Espírito Santo (Sindbares) e Associação Brasileira da Indústria de Hotéis do Espírito Santo (ABIH-ES). Já as palestras, tam-

bém são abertas ao público inscrito no Salão Internacional do Vinho de Vitória. Em nove anos, foram mais de 500 expositores, cerca de 12 mil rótulos de vinhos finos de países como Itália, Chile, Portugal, França, Espanha e Argentina, 22 mil participantes, mais de 500 expositores e 1500 profissionais capacitados. As inscrições para o Vitória ExpoVinhos podem ser realizadas online, pelo site: https://jacredenciei.com.br/e/vitoriaexpovinhos, com investimento de R$150 para participar um dia e R$ 250 para os dois dias.


3

SEXTA-FEIRA, 15 DE JUNHO DE 2018 j WWW.ESHOJE.COM.BR

Social

Bianca Coutinho bianca@eshoje.com.br

O diferencial que dá peso no currículo

BRUNO DE MENEZES

A concorrência por melhor colocação no mercado de trabalho leva a busca por diferencias no currículo. E tem chamado atenção, por parte do RH das empresas, profissionais que se dedicam aos trabalhos voluntários, definidos pela Organização das Nações Unidas (ONU) como tempo doado, sem remuneração às diversas formas de atividades, organizadas ou não, de bem estar ou outros campos. Esse “ponto a mais” agrega também para quem está em busca do primeiro emprego. A maioria das empresas querem profissionais que tem, além da competência técnica, as comportamentais desenvolvidas. E o trabalho voluntário vem como uma forma de aprimorar essas habilidades. Então, pessoas que atuam em alguma atividade de voluntariado têm, por exemplo, um senso de servir mais evidente. Pos-

Montanhas. Ricardo Vieira e Cláudio Chieppe Kroeff

suem mais flexibilidade, facilidade de lidar com diversas situações e com pessoas que normalmente não conviveria no ciclo social, analisa Poliane Tonini, especialista na área de RH. Outro dado importante: pessoas que doam são mais felizes e enriquecem não apenas seus currículos, mas suas próprias vidas.

LÉO GURGEL

PATRICIA SALES

Desfile. Katia Mantovaneli e Juliana Gava Modenese

Crença popular

Um estudo da Universidade Federal de Santa Catarina (HU-UFSC), iniciado em 2016, constatou que as fases da lua não influenciam na quantidade de partos. De acordo com a ginecologista e obstetra Lorena Baldotto, a interpretação da crença acontecia porque a contagem da gestação era feita pelos ciclos da lua, as quatro fases é um mês. Portanto, para quem tem uma gravidez bem acompanhada é provável que o bebê venha em uma mudança de lua, seja ela qual for. Exposição. Thais Hilal e Levy Netto

Montanhas. A Temporada de Inverno EsModa. Carol Avanza pelas lentes de Vinny Pozzatti, no estúdio de Ana Paula Castro

pelho D’Água 2018 vai até setembro, com oito eventos de temas variados. Uma experiência inesquecível para convidados VIPs, com o intuito de mostrar todas as riquezas e relevância da região.

Qualidade. A prescrição correta do treino associado a uma boa alimentação é o que vai determinar o tempo do treino. Existem séries de 30 minutos que geram melhores resultados do que algumas de 90, afirma o educador físico Jhonny Costa.

Em Brasília. Rivelino Amaral, renomado criminalista do Estado e diretor da OAB-ES, foi presença notada no Conselho Nacional do Ministério Público, em Brasília, acompanhando julgamento de processos de grande rele-

vância. Também por lá, a procuradora-geral Raquel Dodge.

Antifrágeis. Luiz Fernando Roxo apresenta, dia 23, em Vitória, o workshop sobre a Plataforma Educacional Futuramos. É a oportunidade de o público capixaba conhecer a linha filosófica de pensamento contemporâneo que está impactando o mercado mundial. Feliz aniversário. Lurdinha Perovano, Caio

Rocha, Karinna Gasparini, Henrique Marçal e Marcio Rangel (15); Olymar Riani, Márcia Monteiro, Elisa Nascimento e Aecio Rezende (16); Ivana Ruy, Alexandre Prandi e Alexandre Coutinho (17); Sabrina Ribeiro e Indiara Araújo (18); Lusa Freitas e Vera Amaral (19); Adriana Jenner, Sara Fuzatto, Conceição Ramos e Beto Santos (20); Aldemar Correa Junior e Samara Krohling (21).


4

Programe-se

SEXTA-FEirA, 15 dE junho dE 2018 j www.EShojE.com.br divulgação

Coluna do vinho Carolina Correa L carolina.coribeiro@gmail.com

Vinho a dois: combinação perfeita! Ainda no embalo do Dia dos Namorados, a coluna destaca os “benefícios” do vinho para aquecer as relações amorosas

o artista paraibano figura na lista dos 100 maiores artistas da música brasileira da revista rolling stones

Zé Ramalho celebra 40 anos de sucesso cantor se apresenta em Vila Velha nesta sexta-feira (15) e promete repertório com grandes clássicos da carreira

D

ono de uma voz inconfundível e de uma carreira marcada por muito sucesso, o cantor paraibano Zé Ramalho, que figura na lista dos 100 maiores artistas da música brasileira da revista Rolling Stones, chega à Vila Velha nesta sexta-feira (15) para celebrar, junto aos capixabas, seus 40 anos na estrada musical. O show vai acontecer no Espaço Patrick Ribeiro, na Área de Eventos Shopping Vila Velha. As influências de Zé Ramalho musicais são uma mistura de elementos da cultura nordestina (cantadores, repentistas e rabequeiros), da Jovem Guarda, a sonoridade dos Beatles e a rebeldia de The Rolling Stones, Pink Floyd, Raul Seixas e, principalmente, Bob Dylan. Suas canções, com elementos da mitologia grega e de histórias em quadrinhos, são en-

toadas a plenos pulmões pelos fãs do trabalho do artista. No show em Vila Velha, além de revisitar alguns dos seus grandes hits, como Avohai e Frevo Mulher, Zé Ramalho também vai apresentar releituras do repertório de Raul Seixas. No palco, ele estará acompanhado dos músicos Vlad (teclado), Edu Constant (bateria), Zé Gomes (percussão), Chico Guedes (baixo) e Toti Cavalcanti (sax e flauta). Com sua poesia apocalíptica, Zé Ramalho escreveu, escreve e continuará escrevendo seu nome na história musical brasileira, seguindo feito um viajante pelas estradas do país, arrastando multidões por onde quer que passe. Tamanho sucesso reflete nos prêmios que acumula ao longo da carreira, como o Prêmio Sharp como melhor projeto gráfico do álbum 20 anos – antolo-

gia acústica, que vendeu cerca de dois milhões de cópias. Trilha sonora Várias novelas contam com a voz poderosa de Zé Ramalho embalando a história de seus personagens. Quem não lembra, por exemplo, do sucesso que fez com “Mistérios da Meia-Noite”, na trilha da novela Roque Santeiro, “Entre a Serpente e a Estrela”, em Pedra sobre Pedra ou “Admirável Gado Novo”, em O Rei do Gado? O clássico “Avohai” foi tema de duas tramas: A Indomada, de Aguinaldo Silva e Êta Mundo Bom, do autor Walcyr Carrasco. Os ingressos para o show, que vai começar às 22 horas, custam a partir de R$50 (pista, meia entrada) e estão à venda no site www. tudus.com.br , Metal Nobre Acessórios (Grande Vitória e Linhares) e Soft Modas (Guarapari).

Casais que bebem vinho juntos são mais felizes? De acordo com uma pesquisa feita pela Universidade de Otago, Nova Zelândia, sim! Entrevistaram 1,5 mil casais e questionaram sobre o consumo de álcool X felicidade no casamento. Mulheres que bebiam pelo menos uma vez na semana com seus parceiros tinham, em média, quatro vezes chances de demonstrar satisfação no relacionamento do que as que não bebiam. Ressalto que estamos falando de beber moderadamente! Muitos já sabem dos inúmeros benefícios que o vinho traz a saúde, em especial pelo Resveratrol, substância presente na casca da uva. Mas hoje falaremos de que forma o vinho pode beneficiar a vida a dois. Sempre digo que vinho é algo que estreita relações. Sentar em uma mesa com uma garrafa de vinho e estar em boa companhia, seja com a família, amigos ou com o parceiro é muito prazeroso, já que, geralmente, estão garantidos bons papos, risadas, boa gastronomia e, para os casais, pode até esquentar o clima. De acordo com uma outra pesquisa, essa do The Journal of Sexual Medicine, realizada com 800 mulheres italianas (país com consumo altíssimo de vinho),

Programação Oficial Palestras - 27/06/2018

(restrito a profissionais da área)

Palestras - 28/06/2018

18h às 19h – Auditório

Palestrante: Carlos Lucas

Palestrante: Flavio Pizzato

Tema: Merlot: Flexível? Fácil? Pop? Será?!

19h30 às 20h30 – Auditório

19h30 às 20h30 – Auditório

Palestrante: Héctor Andrés S. Moreno

Palestrante: Maria Eugênia Sampedro

Tema: Carmenère em Chile Organização

27 e 28/06 - Cursos Básico e Avançado do Vinho com Célio Alzer

18h às 19h – Auditório

Tema: Touriga Nacional: Evolução e História

Realização

quem consome cerca de duas taças de vinho por dia apresenta aumento do desejo e satisfação na vida sexual. Isso acontece devido aos altos níveis de polifenóis encontrados no vinho tinto, que podem ajudar na vasodilatação, aumentando a circulação do sangue no corpo em áreas-chave para o prazer. Se você está precisando “esquentar”a relação, aqui vão algumas dicas: a primeira e mais importante, não exagere! O consumo em excesso pode acabar com sua noite a dois. A segunda dica é que opte por vinhos mais leves para que a boca não fique tão seca, acabando com os beijos apaixonados que darão. O mesmo vale para o cardápio que será escolhido, que deve ser leve para facilitar a digestão. A terceira, mas não menos importante, é que o vinho seja degustado lentamente, criando um clima e um ritual. Nada beber o vinho como se fosse um copo de cerveja! Caso apenas um dos dois goste de vinho, acho que depois dessas pesquisas e dicas vale a pena fazer um “esforço” e investir em cursos e degustações para despertar o prazer em consumir a bebida em casal. Isso pode se tornar um hobby e unir ainda mais o casal! Um brinde ao amor!

Tema: Faustino Tradição e Orgulho Espanhol

Funcionamento da Feira para o público: de 18 às 23h

Para inscrição nas palestras: rota@rotaeventos.com.br

Inscrições para o evento e mais informações: jacredenciei.com.br/e/vitoriaexpovinhos


5

SEXTA-FEIRA, 15 DE JUNHO DE 2018 j WWW.ESHOJE.COM.BR

Moda Colcci

Lorena Vago

lorena@eshoje.com.br

Torcida fashion a espera do hexa Em época de Copa do Mundo é quase impossível ficar imune à emoção e patriotismo que invadem no país. Todos os corações estão voltados para torcer pelo Brasil. E na moda não poderia ser diferente.

Magia do Mar

Os olhos ficam voltados para o verde e amarelo, cores que dominam o cenário. A temporada de comemorações (torcemos para que seja até a final!) pede looks coloridos, alegres e, claro, confortáveis. Pensando em deixar a torcida mais fashion e charmosa, a coluna selecionou peças de coleções especiais para quem quer fazer bonito na torcida rumo ao hexa! Lolitta

Lorane

Josefina Rosacor

Lança Perfume

Loja online

A marca mineira Printing acaba de lançar seu e-commerce com entrega para todo o Brasil. A loja online trouxe a linha casual da coleção de Inverno 2018 com estampas e texturas exclusivas. A label, criada por Márcia Queiroz, se diferencia pela constante inspiração no campo das artes e inovações através do uso de sobreposições, criação de novos shapes e cores.

Trench coat no Inverno 2018

O friozinho já está no ar e as tendências para o Inverno 2018 podem ser conferidos nas ruas e vitrines da capital. Uma delas é o “trench coat”. “Elegantes e funcionais, surgem nesta estação em diversos estilos de estampas, em cores nudes e também escuras, vai do gosto de cada pessoa”, explica a empresária Heglay Fonseca.

Presença Confirmada

A Maldivas Beachwear confirma, pelo segundo ano, participação no Vitória Moda 2018, que acontece entre os dias 31 de julho e 4 de agosto. Com o tema “Praia Urbana: Mar, Rua, Cores e Pessoas”, a semana de moda capixaba espera levar o clima da praia, do confortável e cotidiano para as passarelas. Mais a cara da Maldivas, impossível!

Açucar Moreno

Look Andrea Bogosian


6

SEXTA-FEIRA, 15 DE JUNHO DE 2018 j WWW.ESHOJE.COM.BR

Palcos e Atores cacaumonjardimphd@yahoo.com.br L

Cacau Monjardim

V

DIVULGAÇÃO

olto a comentar a assinatura, em maio de 2000, no Palácio Anchieta, do primeiro contrato para execução do projeto do futuro aeroporto de Vitória. Lembro-me que o investimento previsto era da ordem de R$125 milhões. São passados 18 anos de dolorosa espera marcada pelo vai e vem de promessas, nem sempre cumpridas no tempo hábil em que foram divulgadas. As próprias obras, neste vai e vem, conduzida pela Infraero, estiveram encharcadas de indícios de corrupção, de subfaturamento e lamentáveis e matreiros adiamentos contratuais. Somente com a entrada da JL Construtora, empresa paranaense, é que passou a surgir realmente um padrão sério e execução do arrojado projeto, felizmente construído e hoje transformado num padrão de modernidade, conforto e beleza, transformando-se num motivo de orgulho para todos os capixabas. Agora, surge uma nova jogada com o velado apoio de forças políticas, tudo indica envolvendo segmentos do próprio Governo Federal, tendo como objetivo nos próximos seis meses uma privatização do nosso aeroporto, nivelando-o no projeto ao próprio campo de aviação de Macaé.

Reação

Moderno aeroporto de Vitória DIVULGAÇÃO

O governador Paulo Hartung, imediatamente, manifestou a completa discordância de privatizar o aeroporto de Vitória, hoje, praticamente com seu projeto todo concluído e trazendo na sua história o fato de ser considerado um dos mais econômicos e viáveis do país, apresentando, sempre, superávits financeiros. Não é possível viabilizar a privatização do aeroporto tendo como parceiro no mesmo bloco o defici- Acanhado aeroporto de Macaé tário campo de aviação de Macaé. Leve-se em conta, ainda, que o tal projeto pretende oferecer por trinta anos – renováveis ? - toda a área operacional e os espaços adjacentes, inclusive, nos mais nobres pontos voltados livres para as avenidas Dante Micheline, Adalberto Simão Nader e Fernando Ferrari, liberadas que estariam para receber variados empreendimentos imobiliários por decisão da empresa que vier a vencer a projetada licitação.

Olimpíada

Mais uma vez, a Secretaria de Educação, participando, em termos estaduais, do processo de organização e premiação da Olimpíada Nacional de Matemática, está programando para o segundo semestre a entrega dos prêmios aos 19 capixabas que conquistaram (medalha de ouro) na importante competição. No ano passado foram premiados nove capixabas com medalhas de ouro. A Fundação Jônice Tristão, que tem participado, tradicionalmente, como apoiadora deste evento, irá premiar cada um dos 19 vencedores com um moderno tablet.

Espanha

Depois da Espanha ter imprevistamente demitido o técnico de sua seleção, a gente pode destacar e valorizar positivamente a estrutura administrativa que preside os destinos do país. Na atual composição de sua equipe, composta por 17 ministérios, onze deles estão ocupados por mulheres de reconhecida trajetória executiva. Este reconhecimento feminino e oportuno poderia ser adotado pelo presidente Leo Castro, da FINDES, reservando pelo menos três lugares na atual terceira etapa do projeto Contando Histórias, para empresárias ou executivas capixabas.

Ferrovia

Em sua recente visita ao nosso Estado, para inaugurar o novo aeroporto de Vitória, o Presidente Temer afirmou “que não era um adepto de promessas, mas, podia adiantar que a EF/118 (Vitória/Rio) teria todos os recursos para sua efetiva execução”. No entanto, com a situação provocada pelo movimento dos caminhoneiros autônomos, infiltrado que acabou sendo utilizado politicamente por conhecidos aproveitadores, parece ter sepultado a prioridade concedida a importante Ferrovia. Realmente é de se acreditar que o país saiu dos trilhos.

Rede Globo

Sem qualquer intenção de caráter político, não se pode deixar de creditar à Rede Globo, soberana e competente liderança no sistema internacional de comunicação, plantada com a autoridade e experiência na antessala dos seus estúdios voltados para a histórica Praça Vermelha. Com antecedência de um ano, a emissora esquadriou todas as opções e os aspectos mais importantes na atual Copa do Mundo. Hoje, no território russo, respeitada a diversidade dos eventos esportivos, devidamente acoplados de deliciosas reportagens de alto sentido cultural, social, empresarial e político do povo russo. Para ter esta presença, tão marcante e de inegável capacidade tecnológica e profissional, ela levou à Rússia uma versátil equipe de 197 de seus melhores profissionais. Plim...Plim...

Homenagem

Tradicionalmente, o dia 9 de junho é destinado, em Afonso Cláudio, às comemorações do Encontro de Gerações, com destaque para a entrega oficial da “Comenda Amaury Gomes”, complementada a programação com eventos musicais e artísticos na Praça Adherbal Galvão. O ponto alto foi a entrega do título de Afonso Claudense Ausente ao empresário Jônice Tristão, que fez um carinhoso vídeo saudação agradecendo a homenagem da cidade, berço e estuário das conquistas de sua família. No Centro Cultural José Ribeiro Tristão representamos o homenageado como Diretor Executivo da Fundação, ainda afirmando: Jônice tem sido Afonso Claudense Ausente mais presente na história do município.

DIVULGAÇÃO

Empresário Jônice Tristão

Trump marqueteiro do ano quase superou a mídia da Copa do Mundo


7

SEXTA-FEIRA, 15 DE JUNHO DE 2018 j WWW.ESHOJE.COM.BR

Sabor ES

Mirka Garmendia

Porque comer com prazer é ainda melhor!

sabores@eshoje.com.br

Pera: requinte em receitas doces e salgadas

Sabor suave da fruta, que é a terceira mais cultivada no mundo, dá uma pitada diferenciada aos pratos. Nesta edição, além de aprender a fazer uma deliciosa sobremesa, você vai conferir a melhor forma de armazenar e consumir a pera De sabor adocicado, a pera é uma fruta muito nutritiva, tem poucas calorias e é capaz de suprir, inclusive, as primeiras necessidades nutricionais do leite materno. Possui grande teor de fibras - cerca de 2,5 g por unidade, contribuindo, se consumida in natura, para o bom funcionamento intestinal, quase não tem acidez, é de fácil digestão, e, raramente, provoca alergias. Na culinária, é utilizada para a fabricação de geléias, compotas, sorvetes e outros doces. Também combina com receitas salgadas, graças a sua suavidade. As variedades mais conhecidas no Brasil são: pera-d'água (possui polpa delicada), pera-de-pé-curto (é redonda e parecida com a maçã), willians (que é dura e ligeiramente ácida, sendo indicada para cozer sem se desmanchar), d’Anjou (é pequena e verde) e pera red (tem a casca vermelha e é muito suculenta). A fruta ocupa o terceiro lugar entre as

ABERTO 18.1

DIVULGAÇÃO

mais cultivadas no mundo, sendo Portugal, Estados Unidos, Itália, Argentina, Chile e Austrália grandes produtores. CUIDADOS Na hora da compra, escolha peras de casca firme e não duras, sem manchas ou cortes. Quanto ao armazenamento, o ideal é deixá-las ao ar livre, em local seco e arejado, ao abrigo do sol e protegidas, uma a uma, por papel - isso faz com que sua delicada casca seja protegida de machucados que irão acelerar a oxidação dos nutrientes da fruta. Nã o u t i l i z e s a c o s plásticos fechados, pois estes impedem que um gás produzido naturalmente pela fruta seja eliminado e isso acelera a maturação e apodrecimento. Vale lembrar que a pera escurece quando cortada e não consumida imediatamente. Para que isso não aconteça e os nutrientes sejam desperdiçados, pingue algumas gotas de limão assim que fatiar a fruta.

NET 20/520

RCA VIX / CARIACICA 21

Na culinária, a fruta é utilizada para a fabricação de doces deliciosos como geléias, compotas e até sorvetes.

PERAS AO VINHO TINTO, ESPECIARIAS E LICOR DE CASSIS

Ingredientes w4

peras willians descascadas w ½ xícara de açúcar w 1 xícara de vinho tinto w ½ xícara de vinho do Porto Ruby w 1 cálice de licor de Cassis w G de baunilha w 1 cravo da índia

RCA COLATINA 11

RCA GUARAPARI 28

w1

anis estrelado pedaço pequeno de canela w ½ xícara de água w 4 bolas de sorvetes de creme enfeitadas com hortelã w1

Modo de preparo w M

RCA LINHARES 04

tudo, exceto o sorvete e

RCA S. MATEUS 14

CACHOEIRO VIA CABO 27

cozinhe as peras. Reserve e deixe esfriar. Reduza o líquido do cozimento até ficar um xarope. Fatie as peras em leque num lado do prato e do outro coloque o sorvete. w C a calda sobre as peras. Enfeite com hortelã.


* Coleta de Resíduos * Serviços de Saúde * Construção Civil * Coleta Seletiva * Limpeza Urbana “Programa SA Eco Frota” Siga-nos nas redes sociais: @saambiental Rodovia Luiz Theodoro Musso, nº 903 – Bairro De Carli – Aracruz – ES E-mail: saambiental2000@gmail.com/ Site:www.saambiental.com.br

@eshoje

Desenvolvimento Sustentável

Jornal ESHOJE_701  

Escolas capixabas propõem projetos para se adequar à Lei contra o bullying

Jornal ESHOJE_701  

Escolas capixabas propõem projetos para se adequar à Lei contra o bullying

Advertisement