Page 1

www.eshoje.com.br

Vitória, 21 de julho de 2017 J Ano XVII J Nº 654J Edição Gratuita Semanal

DIVULGAÇÃO

Lula e Moro frente a frente novamentej5

COLUNA

A guerra do Brasil, com jurosj6

DAYANA SOUZA

POLÍTICA

DIVULGAÇÃO

Fundado em 19 de julho de 2000 por Carlos Roberto Coutinho

ESHOJE2

Branca de Neve às avessas DIVULGAÇÃO

PENSÃO "PRENDE" OITO POR DIA NA GRANDE VITÓRIA j3

Luta travada contra a poluição

Secretário Luiz Emanuel fala de ações para mudar a situação do ar e do mar, e reduzir os lixõesj4

DIVULGAÇÃO

Demandas vêm das 18 varas existentes na região metropolitana; Superintendência de Polícia Prisional relaciona estatísticas à crise econômica e desinformação dos devedores

CORRIDA COM ROCK E CERVEJA

MINEIRO EM UMA VERSÃO SAUDÁVEL

Beer Night Run acontecerá na Prainha de Vila Velha nos dias 11 e 12 de agosto e vai contar com degustação de cervejaj7

Uma combinação funcional inova a receita do bom e velho mineiro pão de queijojESHOJE2


2

Opinião

SEXTA-FEirA, 21 dE julho dE 2017 j www.EShojE.com.br

fOTO DA SEmAnA

ESPAÇO DO LEITOR NilsoN Machado/RicTV

Crime em Ibiraçu

Por acaso o ES está querendo concorrer com o rj em matéria de crimes? concorrer para atrair turistas tudo bem, mas concorrência em crimes... Só bandido solto no ES. o estado está precisando acessar o banco de dados de mandados de Prisões e cumprir ao menos uns 30 por final de semana. o caso dos irmãos mortos enforcados em ibiraçu é estarrecedor. Elmir Lacerda

Lula X Moro X Triplex

O frio que atinge o Brasil, bateu recorde no Paraná onde fez -1,3°C e no Parque Barigui, a grama congelou

EDITORIAL

Elisangela Fabris Toninelli

Vamos em frente

O sol quadrado

Quando um ano chega ao fim e outro começa, tudo ao mesmo tempo, nesta mesma rapidez nos pegamos fazendo uma reflexão de tudo. Do que se viveu, alcançou e, sobretudo, causou. O Espírito Santo Hoje completou, em 19 de julho, 17 anos de fundação. Hora de pensar. Carlos Roberto Coutinho, fundador de ESHOJE, também conhecido como o jornalista Carlinhos Fofoca ou Coutinho, passou por todos os grandes jornais do Estado. Sua área sempre foi comercial, o antigo “pastinha”. Ele também fez parte da equipe da Revista Class, com Jorginho Santos, mas encontrou espaço para a construção de um novo periódico. A responsabilidade que assumiu há 17 anos, contagia, até hoje, toda equipe ESHOJE. A sua regra é jornalismo independente e honesto. “Por aqui não nos vendemos, não corremos o risco de deitar a cabeça no travesseiro e não ter sono de bem”, garante com orgulho. E acrescenta: nada de meias verdades, tudo com respeito ao ser humano. Nesses 17 anos já passaram muitos nomes importantes no jornalismo capixaba, mas um se destaca: José Maria Batista da Silva. Homem de mente brilhante e coragem assustadora. Foi um verdadeiro professor para uma série de repórteres do Espírito Santo e ensinava, inclusive com seus erros. O começo da redação de ESHOJE contou com ele, em meio a muita fumaça de cigarros e mais cigarros, de um vício que lhe custou à amputação de um dedo do pé direito. Até mesmo sua dor ele usava como ensinamento. Zé já não está mais entre nós, mas sua

A opinião dos colunistas não reflete o posicionamento do veículo

o ex-presidente diz que o processo que o condenou a nove anos de prisão só tem prova de quem ele é inocente. Sarcasmo, então toma: calma, 9 anos passam rápido, é só contar nos dedos! isso é, se você não ficar doente e ficar em prisão domiciliar, agora é moda o politico é condenado e fica doente. deve ser alguma coisa que devem pegar na cadeia ...depois vai estar livre para usufruir o nosso dinheiro.

marca jornalística, quem teve o privilégio de ter, sabe o que é! Sinais também deixam, todos os dias, ao longo desses 17 anos, todos os repórteres, que vão em busca de informações de qualidade. Mas assim como dão, também ficam marcados pelas histórias que ouvem e presenciam. Afinal, escrever história é viver histórias, dividir experiências e ofertar o seu olhar. O jornal-humano, cada dia mais necessário e fundamental na sociedade, não coloca de lado o caráter crítico e atento, mas aproxima a redação da sociedade, abrindo espaço para todas as formas de expressões. A redação do ESPÍRITO SANTO HOJE está de portas escancaradas, todos os dias, em busca de quem é notícia e quem faz notícia. Fechamos mais um ano e seguimos em busca da conquista de muitos outros, superando todas as dificuldades e mostrando que jornalismo ético e independente não corre risco de acabar. Nosso espaço consolidamos e vamos em frente.

Boa leitura! Boa semana!

tiragem: 5.000 exemplares circulação: Grande Vitória e digital periodicidade: Semanal

diretor geral carlos roberto coutinho carlos@eshoje.com.br

rua Paschoal delmaestro, 260 Ed. Vila da Praia, Sl. 5 e 6 - jardim camburi - Vitória - Espírito Santo cep. 29.090-460 Tel. 27 3395-1800/Fax. 3395-1801 www.eshoje.jor.br redacao@eshoje.com.br

diretora administrativa bianca coutinho bianca@eshoje.com.br

Enquanto lula, condenado, excitava sua militância em overdose de si mesmo, pus-me a pensar sobre os caminhos que o levaram do torno da Villares ao trono da república e, daí, ao escorregador moral cujo mais provável término parece ser a porta da penitenciária. creio que essa trajetória encontra importante pista na resposta à seguinte pergunta: qual o bem de maior valor maior concedido por qualquer vendedor no balcão da corrupção política? Não, não é o que ele materialmente entrega. Não é o contrato, a medida Provisória, o financiamento privilegiado. o mais valioso é aquilo a que ele renuncia em si para fazer essa entrega. Todo ser humano sabe que sua liberdade deve estar orientada para o bem, para a verdade, para a conduta digna. desde algum lugar, a consciência emite conhecidos sinais de recusa à mentira, ao vício, ao ato ilícito. A corrupção, portanto, envolve a da consciência em troca de algo. Percival Puggina

Prisão domiciliar ou tornozeleira

haja presídios e tornozeleira. Agora a moda é tornozeleira eletrônicas. Presídios é para pobres, pois rico fica em casa, com ou sem tornozeleira, em prisão domiciliar. Que ponto nós chegamos, hein... é um tal de prender e soltar, com provas ou sem provas. A caravana passa e os cães ladram. Pobre tem que ir para a Papuda e presídios de qualquer jeito, e ficarem amontoados. Julio C. Frauches

Educação

No sistema social que vem funcionando no brasil que foi adotado pelo governo do PT, a cada dia é menor o investimento eficaz destinado a escolaridade e ao esclarecimento da população para a vida. os profissionais de educação são mal remunerados, desvalorizados e convivem com precárias condições de trabalho, quando as tem. Na verdade, o que falta aos nossos políticos é exatamente aquilo que eles parecem não se importar, à exceção de épocas eleitorais, ou seja, o ensino e a educação efetiva para o povo. Qual é a exigência para se tornar um vereador? E um Presidente da república? longe de ser discriminação, como é que a nação poderá prosperar se aqueles que devem reger o cumprimento da lei não possuem uma base adequada de conhecimento e estão envolvidos em desvios de conduta. uma eleição nada mais é do que um concurso público que, literalmente, é "feito e corrigido " pelo povo/eleitor. Portanto, está na hora do eleitor brasileiro expurgar esses aventureiros e destruidores da Pátria Amada brasil, através do voto! Guilherme Coelho

Salários

de novo a chamada "grande imprensa" procura ajudar o governo. Publicaram essa semana uma matéria afirmando que o servidor público ganha 80% a mais que o trabalhador do setor privado. Está explicito que a matéria é dirigida, mas em parte pode ser verdade que o salário do judiciário e legislativo esteja nesse patamar, mas falar que o salário do Executivo esteja nesse nível é crueldade e desrespeito. Carlos Carvalho

twitter: @eshoje / facebook: eshoje / instagram: /jornaleshoje/

projeto gráfico renon Pena de Sá e Patrícia Araújo www.renondesign.com fotografias Arquivo redacao@eshoje.com.br

diagramação diretora de redação/editora danieleh coutinho - mTb/ES 2694-jP jeferson louis - mTb/ES 3605/ES danihcoutinho@eshoje.com.br

redação dóris Fernandes Gustavo Gouvêa Thaís rossi


3

Segurança

SEXTA-FEIRA, 21 DE JULHO DE 2017 j WWW.ESHOJE.COM.BR

Pensão alimentícia: 180 presos Dados da Superintendência de Polícia Prisional mostram que aumento das prisões é reflexo da crise GUSTAVO GOUVÊA Gustavo@eshoje.com.br

E

       segunda quinzena de julho e falta muito pouco para a quantidade de prisões relacionadas ao não pagamento de pensão alimentícia (PA) na Grande Vitória se igualar à de 2016 todo. Até o dia 19, 180 pessoas haviam sido encaminhadas ao Centro de Triagem de Viana (CTV) pela Superintendência de Polícia Prisional (SPP) por não pagarem a PA, enquanto no ano passado inteiro foram 209 prisões. Apesar de outros tipos de crimes serem mais chocantes, é este que mais demanda os mandados de prisão cumpridos pela SPP. Se 180 foram presos por dever pensão, este ano, outras 30 (2º lugar) prisões foram por homicídios, em 2017. De acordo com o superintendente de Polícia Prisional, Júlio César Oliveira, são cerca de oito mandados de prisão que chegam diariamente provenientes de 18 varas da Família distribuídas pela Grande Vitória (Vitória, Vila Velha, Serra e Cariacica têm quatro varas cada; Viana tem uma e Guarapari tem uma). “Só hoje (quarta-feira, 19) foram duas prisões. São 18 varas de família expedindo mandado. A quantidade que vai ser capturado não é a quantidade dos mandados que chegam, pois muitos vêm com local incerto, sem endereço... Chegam cerca de oito mandados por dia. Fazemos o trabalho de inteligência antes de botar o mandado na rua. Nosso percentual de prisão aumentou muito em relação ao ano passado”, afirmou. Júlio Cesar relacionou as estatísticas também a fatores socioeconômicos, como a crise que o País continua vivendo, e à desinformação dos devedores das pensões, que na maioria avassaladora, são homens. “A desinformação desse preso por pensão é muito grande. Às vezes ele faz um

DIVULGAÇÃO

acordo para pagar ‘x’ de pensão, pois ele pode pagar aquilo. Aí essa crise deixa o Brasil com 14 milhões de desempregados, quantos não perderam o emprego? Se foi estabelecido um percentual e ele não ganha mais aquilo, como ele vai cobrir? Só que ele não comunica ao advogado ou defensor público para comunicar ao juiz. Sem a posse dessa informação e mediante denúncia da ex-mulher pelo não pagamento da pensão, o juiz decreta prisão. Se perdeu o emprego, tem que avisar imediatamente”, ressaltou Júlio César. SISTEMA INTEGRADO O superintende explicou que a quantidade total de prisões por pensão alimentícia na Grande Vitória é maior do que as 180 que constam até o momento nos registros da SPP, em 2017. Isso porque não é só a superintendência que prende. Um sistema integrado de informações permite que, em qualquer situação que o devedor for abordado pela polícia, seja dada voz de prisão, caso conste nos registros o mandado judicial em aberto. Para Júlio César Oliveira, a prisão pelo não pagamento da pensão alimentícia é uma medida de importante repercussão social. “Você não pode largar um ente inviabilizado de alimento, de condição social, de viver. Qual é o futuro dessa criança? Então as varas de Família têm grande responsabilidade e importância social no contexto, têm que agir com rigor. Prisão por pensão alimentícia é uma medida dura que o juiz toma quando esgota pra ele os mecanismos de fazer valer esse pagamento, que é necessário para o futuro da criança”. Ele informou que a faixa salarial dos presos no geral é baixa e que a prisão pelo não pagamento da pensão pode chegar a 90 dias, dependendo da sentença do juiz. Os presos são encaminhados para o CTV, onde existe um presídio específico para os crimes civis.

Superintendência recebe cerca de oito mandados de prisão por não pagamento de PA diariamente

As mães também pagam   muito comum encontrar mulheres condenadas a pagar as pensões. Mas no caso de A.M.A, seis anos após a separação, o ex-marido entrou com ação na justiça pedindo a guarda dos filhos e o pagamento de pensão. Ela perdeu a guarda e foi condenada a pagar R$ 60 mensais a cada filho, no ano de 2007. Na época, essa quantia somava 15% do salário dela de atendente de consultório odontológico. Há quatro meses, um dos filhos, de 18 anos, foi morar com ela e o outro, de 20, continua com o pai. Mas ela admite que não paga mais a pensão do

Advogadas explicam:

A advogada Andreia Coutinho explica que o principal critério para a definição de quem paga a pensão é o fator necessidade - possibilidade. Ela explica que se leva em consideração as necessidades e gastos do filho e a possibilidade financeira daqueles que têm o dever de sustento, ou seja, o responsável legal.“A lei não prevê uma tabela de

mais velho. “Quando eu deixei de pagar pensão, eu estava gastando muito mais com eles do que o juiz estipulou. Naquela época, deixei de pagar porque não estava conseguindo me comunicar com meus filhos, não sabia deles, fiquei com raiva e deixei de pagar. Me senti humilhada, porque me tiraram o direito de ser mãe”, contou ela. Já a esteticista D.M.C, está na outra ponta. Mãe de duas filhas, uma de seis anos e outra de 12, recentemente separada, recebe R$ 500 de pensão, estipulados pela juíza, para as duas filhas.

Mas relata que, além de ter que cobrar ao pai todos os meses o pagamento, o gasto mensal com as filhas é muito maior do que a pensão. “Achei absurdo esse valor porque gasto muito dinheiro com elas, principalmente por serem meninas e já ter praticamente uma pré-adolescente dentro de casa. Então esse dinheiro fica praticamente só para o alimento. O resto ficou tudo nas minhas costas. Acho que as despesas num valor total deveria ser dividida em partes iguais, tanto para o pai, quanto da mãe”, desabafou.

cálculo. Os critérios são ponderados quando não há acordo entre os pais”, explica. Ela esclarece que o pedido de revisão de pensão alimentícia pode ocorrer a qualquer tempo, em face da situação financeira dos interessados. De acordo com a advogada Jacqueline Almeida, os pais têm o dever de sustentar os filhos quando

são menores, mas o Código Civil Brasileiro não determina idade limite para a perda do direito à pensão. “Esse direito é extinto apenas através de decisão judicial, desde que comprovado que o alimentado não mais necessite da pensão. Quando atingem a maioridade, o dever de sustento se transforma em exercício de solidariedade”.


4

Cidades

SEXTA-FEirA, 21 dE julho dE 2017 j www.EShojE.com.br

Luiz: “Ar de Vitória não é puro” o secretário reconhece o problema e diz que seu compromisso é iniciar a mudança do quadro

D

efinitivamente o ar de Vitória não é puro e as praias da capital capixaba não podem ser classificadas como “plenamente limpas”. Tudo isso é sentido pela população e foi reconhecido pelo secretário de Meio Ambiente e Serviços Urbanos, Luiz Emanuel Zouain. Ele conversou com a reportagem de ESHOJE (entrevista que pode ser assistida no canal de ESHOJE no Youtube) e falou sobre terra, mar e ar. De acordo com o secretário, os 62 pontos de esgoto identificados pela prefeitura, em maio, de responsabilidade da Cesan – Companhia Espírito-Santense de Saneamento – continuam contribuindo para a poluição dos mares. Contudo, a empresa já prestou explicações por meio de documentos, que deverá ser divulgado por Luiz Emanuel nos próximos dias. Contudo o secretário destaca que mais do que o reconhecimento da Cesan, sua meta é uma revisão na relação com a

companhia para melhorar o serviço de saneamento. Saiba o que diSSe o Secretário: Poluição do ar “O ar não está puro. Vitória é a única capital do Brasil impactada por um complexo industrial, tendo a população vitimada pela emissão de gases poluentes. Doenças respiratórias não são apenas por poluentes que vemos, podendo ser muito mais danoso com aqueles que não são vistos. Pó preto em Vitória é desastroso, emissão de enxofre que sai das empresas, gases letais a saúde... (ambientação, arquitetura, natural). (...) Estudamos uma reforma dentro do código municipal de meio ambiente onde, além de majoração dos valores das multas para transgressão ambiental, faremos análises sobre a particulas sedimentares”. Poluição do mar “No último mutirão, em julho, foram recolhidas 84,3 toneladas de lixo do mar. A prefeitura faz

regularmente esses mutirões, porém da última vez foi realizado um estudo específico sobre quais regiões sujam mais a baía, com intuito de agir com trabalho intensificado de educação ambiental. O que a gente tem tentado fazer é conscientizar a população de Vitória a cuidar do que é deles. A gente faz a limpeza e em seguida o local já está completamente sujo novamente. Recolhemos lixos que vêm da própria população, nos bairros de Vitória, e também de Cariacica e Vila Velha, que chegam pelo movimento das águas. Na Capital, os bairros que mais contribuem são Conquista e adjacências. Isso é muito triste, pois, pela falta de conscientização popular, gastamos, só nesse último mutirão, R$ 100 mil, que poderiam ser investidos em muitas coisas para a cidade”. Balneabilidade “A Cesan tem chamado pra conversar. Vitória não tem contrato de serviço de saneamento, e um debate intenso foi iniciado es-

divulgação

Luiz emanuel diz que os maiores desafios são poluição do ar e esgoto te ano. Vitória não tem contrato de prestação de serviço. Estamos aguardando a proposta da Cesan pra ver se a gente concorda com o termo contratual, um contrato novo, será discutido. Hoje são 62 pontos onde jogamos águas das chuvas nas águas das marés e o esgoto vai junto. A companhia apresentou sua documentação e em torno de 30 dias vamos tornar tudo público. A verdade é que não temos 100% de esgoto tratado e

enquanto o mar não estiver próprio para banho, vou informar. Não vou ser conivente com algo que faça mal à saúde humana. Lixo Hoje a capital tem 230 pontos viciados em lixo, onde pessoas que jogam lixo fora do horário e em qualquer lugar. Temos o serviço de “Papa-Móvel”, que se você ligar e marcar, ele busca objetos na porta da sua casa, sem a necessidade de ter que jogar na rua.


Política

SEXTA-FEirA, 21 dE julho dE 2017 j www.EShojE.com.br

Novo confronto entre Moro e Lula

aspecto geral hino salvador L hinosal@terra.com.br

o juiz federal Sergio moro marcou o interrogatório do ex-presidente da república em ação da lava jato

O

juiz Sérgio Moro marcou para 13 de setembro o interrogatório do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva no processo da Operação Lava Jato que analisa suspeitas em relação a um terreno e um apartamento em São Bernardo do Campo (SP). Este processo tramita na Justiça Federal em Curitiba, entretanto o juiz recomendou que a oitiva ocorra via videoconferência com a Justiça Federal de São Paulo. A defesa do ex-presidente precisa se manifestar em cinco dias. Nesta ação penal, o Ministério Público Federal (MPF) acusa o ex-presidente de receber como propina um terreno onde seria construída a nova sede do Instituto Lula e um imóvel vizinho ao apartamento do petista. De acordo com a força-tarefa da Lava Jato, esses imóveis foram comprados pela Odebrecht em troca de contratos adquiridos pela empresa na Petrobras. O valor da propina, segundo os procuradores, se aproxima dos R$ 13 milhões. O ex-presidente responde pelos crimes de corrupção passiva e lavagem de dinheiro. Lula nega as acusações, e o Grupo Odebrecht tem afirmado que tem colaborado com as investigações. Instituto Lula afirmou que "nunca teve outra sede a não ser o sobrado onde funciona até hoje, adquirido em 1990 pelo Instituto de Pesquisas e Estudos do Trabalhador (IPET)".

reprodução

No país das encenações, que abram as cortinas para os ensaios de um espetáculo que vai ao ar, ao vivo e a cores pela televisão no mundo todo, no próximo dia 2 de agosto, a votação em plenário da denúncia por corrupção passiva contra o presidente Michel Temer. É que no último dia 13, após a reunião com os líderes partidários, o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), marcou. Como é mais uma encenação teatral, informo que a peça já passou pela Comissão de Constituição e Justiça (CCJ).

Moro quer que o interrogatório aconteça por videoconferência Este será o segundo interrogatório de Lula em ação da Lava Jato que tramita no Paraná. No primeiro, referente ao triplex em Guarujá, ele foi a Curitiba e mobilizou um amplo esquema de segurança na cidade, desde a chegada ao Aeroporto Afonso Pena, em São José dos Pinhais, até a saída da Justiça Federal, após quase cinco horas de audiência. videoconferência A Polícia Militar (PM) informou que gastou R$ 110 mil no esquema de segurança. De acordo com o juiz Sérgio Moro, a recomendação para que o interrogatório seja feito a distância está atrelada a este gasto. "Considerando o havido no interrogató-

rio de Luiz Inácio Lula da Silva na ação penal que acabou envolvendo gastos necessários, mas indesejáveis de recursos públicos com medidas de segurança, diga a Defesa respectiva, em cinco dias, se tem objeções à realização de novo interrogatório do acusado em questão por videoconferência com a Justiça Federal de São Paulo". Lula foi condenado no processo sobre o triplex a nove anos e seis meses por corrupção passiva e lavagem de dinheiro. Ele pode recorrer da sentença em liberdade. Ainda conforme a força-tarefa, este segundo apartamento foi adquirido no nome de Glaucos da Costa Marques, que teria atuado como testa de ferro de Lula.

Bastidores da Política Em novo... O maior partido criado no Brasil será presidido pelo governador Paulo Hartung. Informações dão conta que essa estruturação vem sendo construída há muito tempo e que a vinda de Rodrigo Maia ao Estado foi mais uma etapa dessa discussão. O que é sabido no meio politico é que o governador se articula para deixar o PMDB e concorrer à reeleição (pela nova sigla). ... partido e... Sem espaço no PSDB, Hartung articula a criação de um novo DEM.

Palco de teatro

Com a abertura da janela, uma bancada muito forte deverá dominar a Ales na próxima legislatura. E muitos prefeitos estão esperando apenas as fichas serem impressas para acompanharem o governador. ...seus efeitos Não será efeito do novo partido uma composição alinhando Paulo Hartung e o ex-governador Renato Casagrande - apesar de algumas tentativas. O PSB não abre mão de lançar Renato novamente ao governo. Enquanto isso, Amaro Neto e Ricardo Ferraço devem disputar

o Senado, com o grupo liderado por Renato. Amaro Neto Falando em Amaro, o atual deputado estadual, em pesquisa interna, do próprio grupo, sai na frente na disputa. Apesar do PRB do ministro do Desenvolvimento, Marcos Pereira, sigla para qual o atual deputado estadual deve migrar deixando o Solidariedade, querer que ele seja candidato ao Governo do Estado. Risco Rose A senadora Rose de Freitas também é postulante ao cargo de gover-

nadora com articulação forte nos municípios do interior desde seu primeiro mandato em cargo federal. O único problema é que se Rose de Freitas deixar sua cadeira, entrega o mandato para o suplente, que é de São Paulo. A bancada capixaba no senado corre o risco de ficar com duas cadeiras, deixando São Paulo com quatro. Cabo de guerra O presidente da Assembleia Legislativa, Erick Musso, é a bola da vez de todos os candidatos ao Governo. Renato, Amaro e Paulo o querem para ser vice da chapa.

Na primeira etapa os autores e atores se entenderam para aprovar parecer recomendando a rejeição da denúncia. Os deputados rejeitaram um primeiro parecer. Como tudo em teatro, a peça não termina no primeiro ato, cabe ao plenário a palavra final sobre se autoriza ou não o Supremo Tribunal Federal (STF) a analisar a acusação feita pela Procuradoria Geral da República com base nas delações de executivos do grupo J&F, que controla a JBS. Um texto teatral meio complicado de se entender, principalmente pelos que estarão em cena. A peça é imprópria para menores de 16 anos, por causa das cenas de violências, palavrões e cuspes. Quem desejar os melhores lugares na plateia deve entrar na fila mais cedo, porque a previsão é de começar às 9 horas da manhã, sem interrupções. São comemorados em 2 de agosto o Dia da Cueca, Dia do Cinema e Dia do Nordestino. Tudo tem sentido com a peça teatral. O rito da encenação no primeiro ato será: Defesa de Temer terá 25 minutos; Relator do parecer vencedor na CCJ mais 25 minutos; Começa a discussão entre os deputados inscritos (com cenas impróprias para menores de 21 anos). Pelo rito da peça, um requerimento para encerrar a fase de debates poderá ser votado após dois atores-parlamentares terem falado contra a denúncia e outros dois, a favor; Assim que for atingido o quórum de 342 atores-deputados, começará a votação. O diretor teatral ou cênico, Rodrigo Maia, afirmou

que estava disposto a colocar o ato 1, que é a denúncia, em um dos ensaios da peça Temer 2018, na última segunda-feira (17). Mas, por ser véspera do início das férias, observaram que não haveria artistas suficientes para o ensaio. Vou aqui fazer uma sinopse da peça, porque a plateia precisa saber o que vai ver no dia 2 de agosto. Segundo um dos diretores teatrais que escreveram o ato “a defesa”, a acusação é baseada em suposições. Isso todo mundo está cansado de saber, mas tem que ser colocado na sinopse. Após a vitória da defesa na CCJ, o ator que faz o papel do porta-voz da Presidência da República, Alexandre Parola, disse que o ator Temer comemora o resultado da defesa e diz em alto e bom som, que é uma “vitória da democracia e do direito” (Todo mundo tem que rir ao ouvir essa frase). É a primeira vez que uma peça teatral mostra um presidente da República sendo denunciado ao STF no exercício do mandato. Mas no último ato da cena, para que a denúncia siga para o Supremo, são necessários pelo menos 342 dos 513 votos. A votação será nominal, com a chamada dos deputados ao microfone, que responderão ‘sim’ ou ‘não’, no mesmo formato da votação do processo de impeachment da ex-presidente Dilma Rousseff. Precisa escrever aqui no final da sinopse o que vai acontecer. Neste momento, fecham se as cortinas. Atenção plateia, não é permitindo jogar no palco tomates, ovos, e outras coisas mais. Divertam-se, no Palco do teatro.

5


6

SEXTA-FEIRA, 21 DE JULHO DE 2017 j WWW.ESHOJE.COM.BR

HUGO BORGES POR CÉSAR HERKENHOFF L cesarherkenhoff@hotmail.com

O joio e o trigo Esta semana, mais precisamente dia 19, o ESHOJE comemorou 17 anos de fundação. E há mesmo muito que comemorar, porque pouca gente sabe que colocar um jornal independente em circulação, ainda que semanal, é como matar um leão por dia. Independente, porque não se curva aos interesses dominantes nem à vaidade dos governantes que, equivocadamente, insistem em querer condicionar a linha editorial dos veículos de comunicação a interesses escusos, em regra. Sede de poder e excesso de vaidade. Na época em que eu frequentava as redações, de forma particular na Rede Gazeta, lutávamos contra a ditadura militar e a censura. Praticar jornalismo ideológico era uma espécie de dever democrático. Pelo menos acreditávamos nisso. Mas ninguém se iluda: os jornais publicam sempre a vontade dos proprietários. Mas o que se viu nos últimos anos, de forma particular a partir do momento em que o Partido dos Trabalha-

dores tentou subtrair da sociedade a liberdade de acesso à informação, é um escândalo que fere todos os princípios éticos e morais que regulamentam a profissão – e que, na realidade, nunca foram levados tão a sério. Dilma Rousseff, de forma particular, retirou dos cofres públicos muitos milhões de reais para subornar jornalistas e financiar sites e blogs criados exclusivamente para dar sustentação ao governo petista – e atacar os adversários, simultaneamente. O exemplo mais notório, quero crer, é o do jornalista Paulo Henrique Amorim, outrora conceituado, mas que por dinheiro preferiu se transformar num mordomo editorial do Palácio do Planalto. Agora vem a presidente na-

cional do PT, Gleisi Hoffmann, pedir publicamente aos militantes petistas que assinem a revista Carta Capital, à beira da falência, por se tratar de um veículo de indisfarçável coloração petista. O que me surpreende é que a empresa esteja passando por dificuldades financeiras, porque passou 14 anos mamando nas tetas gordas dos governos Lula da Silva e Dilma Rousseff. Mais recentemente, o presidente Michel Temer, valendo-se do cargo mas utilizando recursos do povo, determinou uma ação truculenta contra a Rede Globo, determinando não apenas a suspensão da veiculação de publicidade mas também a execução das ações fiscais e auditorias da Receita Federal, Ministério do Trabalho, Ministé-

rio da Previdência Social. Truculência sem limite (ainda que excepcionalmente cumprindo a lei) porque o único objetivo é a intimidação e a chantagem como forma de cooptação. O pior, tudo feito com o uso da máquina pública e a utilização de recursos do povo. Covarde fracassado. No Espírito Santo a realidade não se distancia muito da prática nefasta da maioria dos governantes. Aqui como acolá, recebe verba publicitária quem fala bem do governo e se submete a ações brutais como vetos a nomes em redações. Práticas tão condenáveis na ditadura. Parecem não se lembrar de como era difícil, nos anos 80, assegurar-lhes pequenas brechas que acabaram servindo de trampolim para saltos

muito acrobáticos. Meus respeitos, portanto, a Carlos Coutinho. Sei que lhe foi pedido o fim da coluna Hugo Borges (pelo menos sob minha titularidade) em troca de verbas publicitárias. Mas continuamos aqui, teimosos, com um registro dignificante: nesses três anos de atividade, jamais me foi pedido para abordar ou deixar de abordar qualquer assunto. Jornalismo se faz com liberdade e responsabilidade. O jornalismo, hoje, parece tomado do mal de Alzheimer. Ninguém se lembra de que a notícia, obrigatoriamente, deve conter a versão de todas as partes envolvidas. Fica registrada a célebre definição do escritor Adalai Stevenson: “A imprensa separa o joio do trigo e publica o joio”.

COLUNA FEU ROSA

ARTIGO

Conta esquisita

Antologia

Dia desses li que "em pagamento de juros, o Brasil só perde para Líbano, Gâmbia e Iêmen". Fiquei intrigado - afinal, fomos colocados ao lado de países assolados por guerras e conflitos civis. Decidi, então, tentar entender este quadro.

Continuamos exaltando as entrevistas lançadas pela revista Veja, sempre em síntese. Alan Greenspan (2013): “o rei dos mercados está nu. O lendário ex-presidente do F. Reserva se esquiva de culpa pela bolha imobiliária e fala das dificuldades de conter o espírito animal dos investidores em tempo de euforia”.

Para início de conversa, descobri uma tabela segundo a qual, em 2016, o pagamento de juros da dívida pública consumiu 7,6% do PIB brasileiro - o Líbano estava em primeiro lugar, com 9,15%, Gâmbia em segundo, com 8,81%, e o Iêmen em terceiro, com 8,36%. Então a notícia era verdadeira. Prosseguindo em meus estudos, deparei-me com uma outra tabela, igualmente relativa ao ano de 2016, classificando os países conforme a taxa de juros descontada a inflação. Lá no topo, em primeiro lugar no planeta, estava o Brasil, com 5,85%. Só para fins de comparação, a tumultuada Grécia aparecia em 9º lugar, com 0,91%. Seria este quadro temporário ou excepcional? Encontrei um estudo do FMI, relativo a 43 países, abrangendo o período entre 2006 e 2014. Em todo ele, o Brasil sempre ocupou a liderança mundial no quesito "pagamento de juros". Em 2006, por exemplo, quando era o 9º mais endividado, nosso país disparou no pagamento de juros, tendo destinado 8,2% do PIB para tal - quase

o dobro da segunda colocada, a Itália, que lá compareceu com 4,6%. Quais as consequências disso? Com a palavra o sério jornal "Le Monde Diplomatique": "Sacrifícios sociais e econômicos para servir ao pagamento de juros e encargos da dívida pública têm sido uma regra no Brasil há décadas. Investigações sobre a natureza dessa dívida revelam que os elevados juros constituem, historicamente, o principal fator responsável por seu crescimento. O mais grave é que tais juros são aplicados sobre dívidas geradas por meio de diversos mecanismos meramente financeiros, sem contrapartida alguma ao país. A isso denominamos sistema da dívida". Que sistema esquisito! Quem será que ganha com ele? E por que nosso povo fala tão pouco dele? Eis aí, afinal, salvo engano, um dos mais sérios problemas nacionais. PEDRO VALLS FEU ROSA Desembargador do TJES

Bill Gates (1992): “os computadores daqui a dez anos, terão tamanho que você quiser. Poderão ser do tamanho de sua carteira ou de sua parede”. Eis em 1984, Gilberto Freyre: “sou um defensor do anarquismo construtivo. Em termos ideais, sou contra qualquer excesso, governamental” e acrescenta Bertrand Russell: “dizia só admitir a presença do governo na regulamentação do tráfego”. Eu digo: “que beleza”. A famosa Madona (1992): “você gosta de apanhar, de levar tapa?” Verdade: “que sensações lhe dão?”, “não é de sua conta”. O Editorial do ES Hoje: “quando morre uma pessoa praticamente, morre uma família inteira. O ES está de luto pela quantidade de famílias citadas ao longo da última semana”. Acrescento o pensamento do Eclesiastes: “da vida pode escapar. Da morte não”. Sempre prestigiando os nossos jornalistas, Ruy Monte: “o futebol capixaba está mal pelo conjunto da obra.

Os motivos são muitos e a culpa é de todos”. Eu pergunto agora: porque a Caixa, a Unimed, etc, prestigiam todo o futebol no país e nada faz no ES? Eis a Bianca Coutinho: “muitas pessoas estão buscando novidades para ter um sorriso perfeito”. Segundo a Sociedade B. de Odontologia Estética, nos últimos 10 anos, houve um aumento de cerca de 300% na procura por lentes de contatos. Como Odontólogo vibrei! Agora o nosso flamenguista Cesar Herkenhoff: “o mais triste de tudo é saber que o futuro presidente da República, eleito pelo voto direto em 2018, será um político investigado pela Lava Jato. Jesus apaga a luz”. Por fim nossa homenagem aos que administram nosso Jornal, C. S. Lewis: “dificuldades preparam pessoas comuns para destinos extraordinários”. RÔMULO AUGUSTO PENINA Conselho de Administração da Multivix


Esportes

SEXTA-FEIRA, 21 DE JULHO DE 2017 j WWW.ESHOJE.COM.BR

RUY MONTE DÁ O RECADO! rmonte@eshoje.com.br

Tiva decepciona mais uma vez A corrida será de cinco quilômetros e ao final os participantes poderão degustar cerveja artesanal

Corrida noturna, cerveja e rock!

Esse é o tripé da Beer Night Run, que acontecerá dias 11 e 12 de agosto, na Prainha, em Vila Velha GUSTAVO GOUVÊA gustavo@eshoje.com.br

U

  que irá unir as paixões capixabas do momento: corrida noturna e cerveja artesanal. Esse é o espírito da primeira edição da Beer Night Run, que acontecerá em Vila Velha nos dias 11 e 12 de agosto. Mas não é só isso. O rock´n roll, que também está em alta nas terras capixabas, marcará presença, assim como os food trucks, trazendo os melhores tira gostos para apreciação das bebidas, completando assim o cardápio do evento. No Parque da Prainha, em Vila Velha, será montada uma grande arena que receberá toda a estrutura para a presença dos food trucks, cervejarias e as bandas de rock. E é de lá que será dada a largada para a corrida noturna de cinco quilôme-

tros, cujo percurso seguirá no sentido Centro, retornará no Terminal de Vila Velha e voltará no sentido da Prainha, ao ponto de partida da prova. A corrida acontecerá no sábado (12), às 21 horas, mas o evento já tem início na sexta-feira (11), dia em que os inscritos deverão retirar os kits para participação na corrida na própria arena da Prainha, onde, a partir das 18 horas, já estará acontecendo o encontro de food trucks e cervejas artesanais ao som de muito rock´n roll. No sábado, após a corrida, que terá duração máxima de uma hora, o festival terá continuidade. "Ao chegar na arena, após a prova, o corredor ao invés de receber uma tradicional medalha, receberá uma caneca do evento de 500 ml com fita de medalha, para encher da cerveja artesanal que escolher entre as cervejarias presentes. Será

uma grande festa! A Beer Night Run é um evento temático com o objetivo de interagir os corredores com as famílias num ambiente festivo, no qual estarão presentes foods trucks, bike foods, cervejarias e bandas de rock além do espaço kids para a criançada. Nada melhor do que reunir em um só final de semana algumas paixões brasileiras: corrida, cerveja, comida e música", disse o organizador do evento Bernard Grazziotti. INSCRIÇÕES As inscrições para a participação na corrida são limitadas a 700 vagas e serão realizadas pela internet através do site www. bexeventos.com. O valor é R$ 60 e as inscrições encerram no dia 04 de agosto ou quando o limite técnico da prova for atingido. O festival de food trucks, cerveja artesanal e rock´n roll será aberto ao público.

Retirada de kits com festa  700 inscritos previstos para a prova retirarão os kits da corrida das 18 às 23 horas da sexta-feira (11), quando já estará acontecendo o festival de cerveja artesanal com food trucks e bandas de rock, na arena da Beer Night Run, montada no Parque da Prainha, em Vila Velha. O kit será composto de uma camisa 100% poliamida, um sacola promocional, um número

de peito de identificação com alfinete, uma caneca de 500 ml (que será retirada apenas no sábado, após a prova), um ticket para retirada de 500 ml de cerveja e outros itens promocionais oferecidos pelos patrocinadores e parceiros do evento. O atleta que não retirar o seu kit na data e horário estipulado pela organização ficará impedido de participar da corrida e perderá o

direito ao kit. Por se tratar de uma prova temática com o intuito de diversão e degustação de cerveja, o organizador Bernard Grazziotti avisa que a prova não terá chip e cronometragem e da mesma forma não serão computados ou aferidos tempo. Todos os participantes que completarem a prova e traçarem a linha de chegada receberão o prêmio.

Desde que ganhou o titulo de 2016, o time da Desportiva vem somando fracassos. Na série D foram dois anos de vexame, com o time ficando fora da competição de maneira precoce. No Capixabão deste ano brigou para não cair para a segundona, se livrando no finalzinho, com o time treinado por Vevé. Ele, por problemas políticos, não continuou. Com mesmos resultados negativos, o time sofreu na Copa do Brasil. “Tem alguma coisa errada no reino da Dinamarca”. Nós conhecemos as dificuldades financeiras que o clube atravessa. Mesmo assim, os dirigentes mantêm os compromissos dos seus profissionais em dia, pelo menos é o que aparenta. Qual o problema maior da Desportiva? Não sei! Nesses dois últimos anos, o clube contou com um elenco de bons jogadores. Lógico que alguns desses jogadores não justificaram suas contratações. E técnicos? O ano de 2016 começou com Erich Bomfim, que deixou o comando do time faltando duas rodadas para o término do campeonato. Rossato, que era o gerente de futebol, assumiu o comando do time ganhando o título. E foi só! Fracasso na Copa Espírito Santo em 2016, na serie D do mesmo ano, junto com a Copa do Brasil. A historia se repetiu este ano, na série D, sendo desclassificada na segunda fase, graças à perda de pontos de um time do Pará. Senão sairia na primeira. Na somatória de dois anos o time teve mais fracassos do que vitórias. No meu modo de

ver, o clube nesses dois anos atravessou problemas políticos que se sustentaram um pouco com título do Capixabão em 2016. Houve uma racha da diretoria, depois de perder a série D e a Copa Espírito Santo. O afastamento de três dirigentes da cúpula do futebol Armando Zanata, Alcemir Pimentel e Marcio de Almeida, não melhorou em nada o time que foi mal na série D. Agora o presidente Wilson de Jesus afirma que vai antecipar as eleições e uma nova diretoria pode surgir com novas ideias. O problema maior da Desportiva, que não é somente o clube formar um bom time profissional, mas lutar contra as dificuldades financeiras. Esta foi uma herança maldita da administração da ex-Desportiva Capixaba, comandada pelo Marcelo Villa-Forte. Essa eleição para escolher um novo presidente deve acontecer o mais rápido possível, para que nova diretoria seja composta de desportistas desprovidos de vaidade, com um propósito de dar uma cara diferente ao clube. No mais, cada um dos dirigentes atuais que ponham a cabeça no travesseiro e reflitam bem no que deu de errado e o porquê.

7


CLAssIfICADOs COMPRAR • VENDER • ALUGAR • TROCAR • DIVULGAR SExTA-FEIRA, 21 DE JULHO DE 2017 j WWW.ESHOJE.COM.BR j ESHOJE@ESHOJE.COM.BR j ANUNCIE: (27) 3395-1800 COMUNICADO “André Luiz da Silva Maia – ME”, torna público que Requereu da SEMDESU, através do processo nº 37209/2017, Licença LMAR, para ATIVIDADE DE COMÉRCIO VAREJISTA DE CARNES – AÇOUGUE, COD 12.21(I), na localidade de Av. Jerônimo Monteiro, 415 LJ01, Aribiri, Mun. de Vila Velha – ES. COMUNICADO TOLEDO GRANITOS DO BRASIL LTDA torna público que obteve junto ao IEMA, através do processo no 73050628, as Licenças Prévia e Instalação (LP e LI), para extração de granito, localizado na zona rural do município de Água Doce do Norte -ES. COMUNICADO Marbrasa – Norte Mineradora Ltda, torna público que requereu do IEMA- Instituto Estadual de Meio Ambiente e Recursos Hídricos, proc. nº. 30712530, a ampliação da Licença Ambiental Única Nº 11/2015 para disposição de rejeitos/estéreis provenientes da extração de rocha ornamental na localidade de São GaCOMUNICADO PEDRO A. DE OLIVEIRA - MMB MANUTENCAO DE MAQUINAS E BOMBAS – ME, CNPJ 13.003.849/0001-60 , torna público que requereu da SEMMA, através do processo nº 23038/2017 a Licença LMR para manutenção de máquinas e equipamentos diversos na localidade de Av Distrito Federalnº25 – Planicie da Serra, Serra. COMUNICADO BOART & WIRE DO BRASIL UTENSÍLIOS D I A M A N TA D O S LT D A , C N PJ nº 08.906.261/0002-68 torna público que OBTEVE da SEMMA, através do processo 30637/2017 a Licença Municipal de Regularização – LMR Nº 042/2017 para a atividade de Confecção de Fios Diamantados, situada na Av. Quatrocentos, S/N, TIMS, Município da Serra/ES. COMUNICADO DISTRIBUIDORA NUTRIAL torna público que requereu da SEMDESU/PMVV através do processo n° 62356/2016, Licença Municipal Ambiental de Regularização – LMAR (LMS) para a atividade de Pátio de estocagem, armazém ou depósito exclusivo para grãos e outros produtos alimentícios, associado ou não à classificação (rebeneficiamento), incluindo frigorificados, COD 18.05 (N), situada na Rua Oswaldo Cruz Guimarães, nº 52, Alecrim – Vila Velha/ES. COMUNICADO L JMATERIAL DE CONSTRUÇÃO LTDA, torna publico Requereu da SEMDESU, através do processo nº 38.101/2017, licença LMAR para atividade: Depósito para Armazenamento de material de Construção 18.08(N)na localidade de Avenida Coronel Pedro Maia de Carvalho, nº 251, Bairro: Itaparica– Município de Vila Velha/ES .

COMUNICADO DISTRIBUIDORA PARAÍSO torna público que requereu da SEMDESU/PMVV através do processo n° 62351/2016, Licença Municipal Ambiental de Regularização – LMAR (LMS) para a atividade de Pátio de estocagem, armazém ou depósito exclusivo para grãos e outros produtos alimentícios, associado ou não à classificação (rebeneficiamento), incluindo frigorificados, COD 18.05 (N), situada na Rodovia Carlos Lindenberg, nº 1580, Alecrim – Vila Velha/ES. COMUNICADO A empresa JULIO CESAR DE SOUZA, torna público que Requereu da SEMD E SU, atravé s d o p ro ce s so n° 28290/2015, a Licença LMS para atividade de Lavagem de veículos CÓD. 20.03(N), na localidade Rua Presidente Lima, 1155, Centro de Vila Velha, no Município de Vila Velha - ES. COMUNICADO A empresa REVICAR AUTO MECÂNICA LTDA ME torna público que requereu da Secretaria de Desenvolvimento Sustentável (SEMDESU), através do processo nº 26629/2015, a renovação da Licença Municipal Ambiental de Regularização / Licença Simplificada (LMAR/LMS), para as atividades de manutenção e reparação mecânica automotiva, com pintura a ar comprimido (CÓD. 20.07-I), na Rua Mahatma Ghandi, n° 63 – Santa Inês – Vila Velha /ES. COMUNICADO ESTOFADOS LINHARES LTDA ME torna público que Obteve do IEMA, através do Processo nº32646739, Licença de Operação - Renovação [LO] nº 92/2017 para a atividade de Fabricação de móveis de madeira (MDF) nas coordenadas UTM: 24 K 0391576 m E/7854678 m S (DATUM WGS84), localizado na Av. Martin Afonso de Souza, 2844, Interlagos II, no Município de Linhares/ES.

COMUNICADO MARCELO DE JESUS DALLE PRANE SERVIÇOS AUTOMOTIVOS ME, torna público que Requereu da SEMDESU, através do processo nº 38.033/2017, Licença Municipal Ambiental de Regularização (LMAR), para atividade de Serviços de Manutenção e Reparação Mecânica de Veículos Automotores, (45.20-0-01), na localidade de Cocal, Rua Dezenove, 107, Município de Vila Velha, ES COMUNICADO CEREAIS VIANA LTDA ME, torna público que Requereu a Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Desenvolvimento Rural de Viana, através do processo n°8640/2015, Licença de Operação, para beneficiamento de milho verde in natura na localidade de Jucu, Município de Viana – ES. COMUNICADO Zirk Móveis e decorações Ltda, torna público que requereu da SEMDEC/ SUB-MA Cariacica, ES através do processo n°26812/2013 a Licença de Operação (LO), para a atividade de fabricação de móveis em MDF na localidade de Cariacica – ES. COMUNICADO Arildo Matusoch 00817764704, torna público que Obteve da SEMDESU, através do processo n° 14028/2017, Licença (LMAR), para atividade de Oficina Mecânica, COD. 20.07 (I), na localidade de R. Grande Vitória, N° 50, Rio Marinho. Mun. de Vila Velha – ES. COMUNICADO ABROZ – IND. E COM. EIRELI EPP, torna público que recebeu a SEMDESU, através do processo n°22700/17, LMARNº 128/17, para a atividade “Confecção de roupas (...)”, Cod 11.02, na localidade de R. Alberto Queiroz 26, Brisamar, Vila Velha, ES.

CRACÓVIA IMOBILIÁRIA S/A CNPJ 11.318.799/0001-85 - NIRE 32300031790 Ata da Assembleia Geral Extraordinária da Sociedade Anonima Cracóvia Imobiliária S/A Realizada em 19/12/2016. 1. Data, Hora e Local da Assembleia: Dia 19/12/2016, às 10 horas, na sede social da Companhia, em Vila Velha, ES, na Rodovia Darly Santos, nº 2.500, sala 101, Bairro Araças, CEP 29.103-091. 2. Convocação e Presença: Dispensada a publicação do Edital de Convocação, tendo em vista a presença dos acionistas representando a totalidade do capital social, quais sejam: Salomão Teixeira de Souza, Marcelo Costa Souza, José Aloísio Teixeira de Souza Júnior, Salomão Teixeira de Souza Filho e AGFA Fundo de Investimento em Participações. 3. Mesa: Por aclamação, assumiu a presidência dos trabalhos a Dra. Izabela Gontijo de Queiroz Torres Paulino, que convidou a mim, Simone Gonçalves dos Mares Guia, para secretariar os trabalhos, o que aceitei. 4. Ordem do Dia: Apreciação e deliberação da eleição dos membros do Conselho de Administração para o mandato de 20/12/2016 a 19/12/2017. 5. Deliberação: Por unanimidade os acionistas aprovaram a eleição dos membros do Conselho de Administração da Companhia, com mandatos de 1 (um) ano, quais sejam: Marcelo Costa Souza, brasileiro, casado pelo regime de separação de bens, economista, portador da cédula de identidade nº M-2.930.655, expedida pela SSP/MG, inscrito no CPF/MF sob o nº 955.796.806-00, residente e domiciliado na Rua Fausto Nunes Vieira, nº 40/apt 1601, Belvedere, Belo Horizonte (MG), CEP 30.320590,o qual é eleito Presidente do Conselho de Administração, José Aloizio Teixeira de Souza, brasileiro, separado judicialmente, comerciante, portador da carteira de identidade MG-2.064.523, expedida pela SSP/MG, inscrito no CPF sob o nº 008.811.126-15, residente e domiciliado à Rua Rio de Janeiro, nº 2573, apto 501, Lourdes, Belo Horizonte/MG, CEP 30.160.042; o qual é eleito Vice Presidente, e Clivair Cunha Junior, brasileiro, casado, contador, portador da cédula de identidade M-8.340.237, expedida pela SSP/MG, inscrito no CPF sob o n° 056.683.098-19, residente e domiciliado em à Rua Califórnia, nº 93, apto. 1201, Bairro Sion, Belo Horizonte/MG. CEP 30.315-500. Os Conselheiros eleitos declaram que não se encontram incursos em quaisquer impedimentos legais para assumir tais cargos e funções. 5.1. Os membros do Conselho de Administração da Companhia são eleitos para o mandato de 20/12/2016 a 19/12/2017. 5.2. Os membros do Conselho de Administração da Companhia, ora eleitos, serão investido em seus cargos mediante a assinatura do termo de posse e da declaração de desimpedimento, lavrados em livro próprio, através das quais declararam, sob as penas da lei, não estarem incursos em nenhuma das proibições do artigo 147 da Lei das S.A. 6. Encerramento: Nada mais havendo a ser tratado, foi encerrada a presente assembleia, da qual se lavrou esta ata. Certifico e dou fé que a presente confere com o documento original lavrado no Livro de Registro de Atas de Assembleias Gerais, regularmente assinado por todos os presentes e que se encontra arquivado na sede da Companhia. Vila Velha, 19/12/2016. Izabela Gontijo de Q. Torres Paulino - Presidente; Simone G. dos Mares Guia - Secretária. Junta Comercial do Estado Espírito Santo - Certifico o Registro em 14/07/2017 - Arquivamento de 12/07/2017 - Protocolo 175179328 de 12/07/2017. Empresa: Cracóvia Imobiliária S/A NIRE 32300031790 - Chancela 6207112793286. Paulo Cezar Juffo - Secretario-Geral.

COMUNICADO TEXTIL BRAS. DE MODA LTDA EPP, torna público que recebeu a SEMDESU, através do processo n°22697/17, LMAR Nº 127/17, para a atividade “Confecção de roupas (...)”, Cod 11.02, na localidade de R. Alberto Queiroz, 26, Brisamar, Vila Velha, ES. COMUNICADO Costa Camargo Com. Prod. Hospitalares LTDA-ME torna público que recebeu da SEMDESU, através do proce s s o n°4724 4/2015, L M A R N º 120/2017, para a atividade de Pátio de estocagem, armazém ou depósito para cargas gerais, 18.07 (N), na localidade de R. Juiz Alexandre M. de Castro Filho, 8, Itapoã, Vila Velha, ES, 29.101-800.

COMUNICADO IDAN -INSTITUTO DE DIAGNOSTICO ANIMAL LTDA -ME, torna público queRequereu da SEMDESU,através do processo n°37192/17, Licença LMAR (LMS), paraa atividade Laboratório de Análises Clínicas, (COD. 19.03 (N)) na localidade de AV FORTALEZA, Nº 411, SALA: 102, ITAPUA, Mun. De Vila Velha – ES. COMUNICADO “DIAMOND POWER DO BRASIL LTDA”, torna público que Obteve da SEMMA – Serra/ES, através do processo 2.885/2013, Licença: LMR nº 039/2015, para Atividade de Fabricação de Máquinas, Aparelhos, Peças e Acessórios sem Tratamento Térmico e/ou Galvanotécnico e/ou Fundição, localizado na Avenida B, S/Nº, Lote 01, Quadra 04, Civit II, Serra/ES.

EDITAL DE CONVOCAÇÃO DE ASSEMBLÉIA GERAL DE RATIFICAÇÃO DE FUNDAÇÃO - SINET O SINDICATO INTERESTADUAL DOS PROVEDORES DE ACESSO À INTERNET – SINET,entidade sindical, inscrita no CNPJ 22.355.855/0001-78, neste ato representado por seu Diretor Presidente Rodrigo Melgaço Alves, inscrito no CPF 717.805.996-68, com endereço para correspondência à Rua Santa Rita Durão n.º 20, 19º andar, Bairro Funcionários, Belo Horizonte/MG, CEP: 30.140-110, no uso de suas atribuições legais e estatutária, deixa público e CONVOCA todosos membros da categoria econômica das empresasprestadoras dosserviços de provimento de acessoà internet,na base territorial dos Estados do Acre, Alagoas, Amapá, Amazonas, Bahia, Ceará, Distrito Federal, Espirito Santo, Goiás, Maranhão, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Minas Gerais, Pará, Paraíba, Paraná, Pernambuco, Piauí, Rio de Janeiro, Rio Grande do Norte, Rondônia, Roraima, Santa Catarina, Sergipe e Tocantins, para se reunirem em ASSEMBLÉIA GERALDE RATIFICAÇÃO, a ser realizada no dia05 de setembro de 2017, às 9:00 hs, em primeira convocação, e às 9:30hs, em segunda convocação,no Ilustríssimo à Rua Maranhão, n.º 56, Bairro Santa Efigênia, na cidade de Belo Horizonte/MG, CEP: 30.150-330, a fim de deliberar sobre a seguinte Ordem do Dia: (i) Ratificar a fundação do Sindicato, para nos moldes do art. 19 c/c art. 41, I e art. 42 § 1º da Portaria MTE 326/2013,confirmar a dissociação da categoria econômica das empresas prestadoras dos serviços de provimento de acesso à internet das seguintes entidades atingidas: Sind.das Empresas de Proc. de Dados, Informática, Software e Serviços em Tecnologia da Informação Est. de MG SIND INFOR, CNPJ 21.613.906/0001-51;Sind.das Indústrias e Empresas de Instalação, Operação e Manut. de Redes, Equip. e Sistemas de Telecomunicações Est. PR SIITEP, CNPJ 00.668.588/0001-56; Sind.das Empresas de Serviços de Informática do Distrito Federal SINDESEI, CNPJ 37.113.545/0001-14;Sind. Nacional das Empresas Prestadoras de Serviços e Instaladoras de Sistemas e Redes de TV por Assinatura, Cabo, M M D S , D T H e Te l e c o m u n i c a ç õ e s S I N S TA L , C N PJ 02.742.202/0001-34;Sind. Empresas Proc. Dados e Serviços Tecnologia Informação Est. Paraná SEPROPAR, CNPJ 81.105.157/0001-83;Sind. Empresas de Proc. de Dados Est. Santa Catarina SEPROSC, CNPJ 83.799.445/0001-00;Sind. Empresas de Informática e Proc. de Dados d a R e g iã o M e t r o p o l i t a n a F l o r ia n ó p o l i s S EI N F LO, C N PJ 85.280.261/0001-65;Sind. Empresas de Informática, Telecomunicações e Similares Est ado G oiás SINDINFORM ÁTIC A , CNPJ 37.387.925/0001-47;Sind. Empresas de Proc. de Dados e Similares Estado Bahia SINEPD, CNPJ 32.697.468/0001-73;(ii)Ratificar e aprovaro Estatuto Social; (iii) Ratificar a eleição e posse da Diretoria e Conselho Fiscal; (iv) Outros assuntos de interesse da categoria.Belo Horizonte/ MG,17de julho de 2017. Sr. Rodrigo Melgaço Alves. Diretor Presidente do SINET


Vitória, 21 de julho de 2017 J Ano XVII J Nº 654J Edição Gratuita Semanal

www.eshoje.com.br

Fundado em 19 de julho de 2000 por Carlos Roberto Coutinho

Para fazer Walt Disney pirar

Cacau Protásio dá vida à personagem em “Deu a Louca na Branca”, que terá sua estreia em Vitória MARCIA ALMEIDA cultura@eshoje.com.br

A

 B de Neve, personagem eternizada nos contos infantis, ganha uma versão, digamos, pra frente, no espetáculo “Deu a Louca na Branca”. Protagonizada pela atriz Cacau Protásio, a peça será apresentada no Teatro Universitário nos próximos dias 29 e 30. Tudo acontece a partir do personagem imaginário para falar do Brasil e do brasileiro, através de uma Branca de Neve negra e exuberante, que foge dos padrões estabelecidos pelo mundo branco. A atriz quebra a chamada “quarta parede do teatro” e transforma a saga desta inesperada mocinha num desabafo cômico em linha direta com a plateia. “A loucura dessa história foi o que mais me atraiu nessa montagem”, conta a atriz. “A personagem tem uma autoestima acima da média”, diverte-se a protagonista. Sebastiana vem a público fazer uma revelação: ela é ninguém menos que a verdadeira Branca de Neve imortalizada por Walt Disney, e vai contar em detalhes como o cineasta americano fez dela a maior princesa de todos os tempos. Este é o fio condutor da comédia, de Cacau Hygino, que tem direção de Regiana Antonini e direção de produção da dupla Wesley Telles e Bruna Dornellas. “Espero ver casa lotada e agradar o público. Estou tão ansiosa que não consigo pensar em nada, estou quase pedindo minha irmã

pra fazer a peça pra mim”, diz Cacau Protásio, entre risos. Apesar de estar sozinha no palco, a atriz vai contracenar com as vozes de Paulo Gustavo, Ana Carolina, Marcus Majella, Rodrigo Fagundes e outros artistas. O fato de a estreia da peça acontecer fora do eixo Rio de Janeiro São Paulo é outro fator que está deixando a atriz animada. Para Cacau, é legal pela possibilidade de poder ter uma resposta na hora do público ‘fora de casa’. Conhecida por seus hilários personagens, garante não saber quando descobriu o dom para a comédia. “Eu ainda estou descobrindo. Fazer comédia é muito difícil, quer dizer fazer rir e chorar só com ajuda de Deus”. INSPIRAÇÃO Além de sair em turnê com a nova peça – já tem datas confirmadas em Curitiba, Teresina e São Paulo - Cacau Protásio também está no ar no humorístico ‘Vai que Cola’ (Multishow), como a divertida Terezinha. Tanto sucesso, claro, serve de inspiração para muitas outras mulheres, especialmente aquelas que se identificam com a atriz, que é negra e está acima do peso padrão imposto pela sociedade. Mas será que ela tem noção da força da sua voz em defesa dessa parcela da população? “Eu tento ajudar do jeito que posso, mas acho que não sou essa voz. Tento falar aquilo que eu acredito. Temos que nos amar e, de uns tempos pra cá, eu escolho ser feliz todos os dias”, filosofa.

  estreou como atriz em 2000, no espetáculo "É Por Isso que Todo Adulto é Neurótico". Depois, seguiu trabalhando nos palcos, no cinema e na televisão. Atuou em novelas como "O Clone" e "Páginas da Vida", mas foi em "Avenida Brasil", de João Emanuel Carneiro, que seu trabalho conquistou o grande público, como Zezé, empregada de Carminha, personagem de Adriana Esteves. Pela personagem, ela levou para a casa o Prêmio Extra de TV, promovido pelo jornal carioca Extra, e foi indicada a várias ou-

tras premiações, como o “Melhores do Ano” (Programa do Faustão), “Prêmio Contigo de TV” e “Prêmio Quem de Televisão”. Na sequência atuou em "Joia Rara" e, atualmente, integra o elenco fixo do humorístico "Vai que Cola". Também no Multishow, Cacau protagonizou a adaptação da peça Trair e Coçar é Só Começar, de Marcos Caruso. Protásio estrelou neste ano de 2017 o longa "Lindas, Gostosas e Sexyes" e acabou de rodar o filme "Os Farofeiros", além de lançar o livro "Gordelícias”.

Espetáculo ‘Deu a Louca na Branca’

w D: 29/07, às 21 h e 30/07,

às 18 h

w L: T Universitá-

rio – UFES

w I:

R$ 30 a R$ 40 (meia) depende do setor w P de vendas: bilheteria do Teatro (de 15 às 20h) ou no site w w w.tudus. com.br w I: (27) 3335 2953 / (27) 3029-2765 w C: 12 anos

DIVULGAÇÃO

Sobre a atriz

SERVIÇO:

No palco Cacau protagoniza o espetáculo contracenando com vozes de artistas como Paulo Gustavo


2

Cultura

SEXTA-FEIRA, 21 DE JULHO DE 2017 j WWW.ESHOJE.COM.BR DIVULGAÇÃO

CIRCUITO CULT MÁRCIA ALMEIDA L cultura@eshoje.com.br

Oficina gratuita de dramaturgia em Vitória

Essa é a primeira mostra individual da artista; na exposição as telas provocam os visitantes a decifrá-las

Mostra de Alba Schwartz no TJES A exposição “Latência” está aberta para visitação de segunda a sexta-feira, das 12 às 19 horas MARCIA ALMEIDA cultura@eshoje.com.br

O

  artista plástica Alba Schwartz, que utilizam diversas técnicas, como óleo sobre tela, acrílica sobre tela e aquarela, estão em cartaz no Espaço Cultural do Tribunal de Justiça do Espírito Santo (TJES). Na exposição “Latência”, árvores, troncos e galhos ganham formas humanas nas telas da artista e provocam os visitantes a decifrá-las. Esta é a sua pri-

meira mostra individual. Apaixonada por pintura desde os 10 anos de idade, Alba estudou Artes na Fundação Escola Guignard em Belo Horizonte e se especializou em Arte e Música na Educação. Toda a sua experiência e inspiração podem ser experimentadas na mostra, que apresenta os sentimentos humanos, as alegrias, as angústias e os conflitos. “Eu vejo meus quadros assim, como se fossem cartas, mas, sem que necessariamente seja preciso explicá-los. Eu gosto quando quem vê, sente, se iden-

tifica e entende o que está querendo ser dito”, diz a artista. A foz do Rio Doce após o rompimento da barragem de Mariana também está entre os temas escolhidos por Alba para esta, que é a sua primeira mostra individual. Em parceria com a Academia Nacional de Artes Plásticas (ANAP), a artista já participou de trabalhos coletivos em Paris (2011), Roma (2012), Dubai (2014) e Londres (2015). A exposição “Latência” pode ser visitada até o dia 13 de agosto.

Biblioteca Pública Estadual recebe exposição inédita   capixaba vai poder conferir a história de um dos nomes mais intrigantes da Europa Central no século XIV, na exposição “Carlos IV: Imperador de Quatro Tronos”. A mostra entrará em cartaz nesta sexta-feira (21), na Biblioteca Pública do Espírito Santo Levy Cúrcio da Rocha (BPES), na Praia do Suá, em Vitória, com visitação gratuita. A exposição já passou por diversos estados no país e apresenta retratos, escritos e documentos sobre o reinado do mo-

narca. Personagem famoso na República Tcheca, Carlos IV se empenhou em fazer de Praga um digno centro do poder real e imperial. Filantropo, escritor e apreciador da arte, uma das marcas de sua administração foi possuir entre seus enfoques, a cultura e a educação como bases primordiais. Promovida pelo Consulado Geral da República Tcheca em parceria com a Secretaria de Estado da Cultura (Secult) e a BPES, a mostra é composta por 14 pai-

néis e 5 bustos que apresentam a vida do monarca Carlos IV, de acordo com pesquisas históricas e antropológicas feitas pelo Consulado. A mostra poderá ser visitada até o dia 21 de agosto. Carlos IV nasceu como Venceslau, em 1316, na cidade de Praga, foi rei da Germânia (a partir de 1346), da Boêmia (a partir de 1347), Itália (a partir de 1355), conde de Luxemburgo (1346 a 1353) e imperador do Sacro Império Romano-Germânico entre 1355 e 1378, ano de sua morte.

FOTOS: DIVULGAÇÃO A autora, atriz, roteirista e diretora teatral Regiana Antonini vai ministrar uma oficina de dramaturgia, entre os dias 31 de julho e 02 de agosto, no Hotel Senac Ilha do Boi. A oficina visa orientar o aluno a se disciplinar e descobrir seu próprio estilo. O público-alvo são autores que já escrevem ou pessoas que gostariam de começar a escrever para teatro.

Os participantes vão aprender a limpar e tornar seu diálogo universal e atemporal, para que seu texto possa ser encenado em qualquer tempo e lugar do mundo. Os interessados devem se inscrever, gratuitamente, até terça-feira (25), pelo contato@wbproducoes. com. A lista dos inscritos aprovados para participar da oficina será divulgada nesta quinta (27). Mais informações pelo te-

lefone (27) 3029-2765. Regiana Antonini começou sua carreira no Rio de Janeiro, quando formou-se na CAL – Casa de Artes de Laranjeiras. Com uma trajetória de sucesso, atua como atriz, diretora, dramaturga, professora, escritora, autora e redatora. Nos 20 anos de trabalho como autora, já escreveu 48 textos teatrais e dirigiu espetáculos para os públicos adultos e infantis.

Inspiração

O livro “Eu, Maria Nilce”, lançado em 1969 pela capixaba Maria Nilce Magalhães, é a inspiração do espetáculo de dança contemporânea “Poison”, que vai estrear em outubro, no Palácio Sônia Cabral, em Vitória. Idealizado pelo produtor cultural Artênio Dutra, a apresentação terá em cena cinco bailarinas, que, através dos movimentos, vão retratar as emoções da colunista assassinada em 1989.

Lançamento

Depois de vender 250 mil exemplares no Brasil, “O castelo de vidro” ganhará nova edição da Globo Livros com a capa do filme homônimo. A obra de Jeannette Walls volta a liderar a lista dos mais vendidos do The New York Times, após permanecer por quase 400 semanas no ranking na época de seu lançamento. Inspirado no livro da jornalista americana, o longa estreia dia 24 de agosto nos cinemas e traz a vencedora do Oscar Brie Larson, Naomi Watts e Woody Harrelson no elenco. A obra, traduzida para mais de 30 idiomas, resgata as memórias de sua família boêmia,

errante, atípica e inconformista para tratar da solidão, da incomunicabilidade entre as pessoas, da perseguição de sonhos e de projetos pessoais.


3

SEXTA-FEIRA, 21 DE JULHO DE 2017 j WWW.ESHOJE.COM.BR

Social

Bianca Coutinho bianca@eshoje.com.br

Bônus que vira ônus

RAFAEL AVANCI

O bônus por volume de vendas, conhecido como BV ou comissão de agência, é uma prática muito comum no ramo publicitário. Mas é polêmico e está se tornando cada vez mais em outras áreas. Os realizadores de festa – e são muitos os colaboradores para um evento ser sucesso, que vai desde a organização, passando pelo buffet, a luz da decoração, até música e limpeza – estão vendo este bônus ser transformado em bitributação. O cliente está sendo obrigado a pagar duas vezes pelo mesmo serviço, por orientação às vezes, até de cerimonialistas e assessores de eventos. Esta comissão é ilegal e imoral, por não ser esclarecedora nos contratos entre cliente e contratados. Quando um assessor de eventos é contrata-

do para organizar a festa, entende-se que os fornecedores indicados apresentam o melhor orçamento, aliando custo ao benefício. Acontece que, se no orçamento do cliente aparecer a sigla BV, a comissão do assessor está embutida e ele recebe até 20% do orçamento bruto, mais o pagamento pelo serviço de organização deste evento. Para não ser prejudicado, alô contratante, escolha você quem conhece, tem boas referências e só passe para seu cerimonial. O sucesso da sua festa são as suas escolhas! MÔNICA ZORZANELLI

Brenda e Bernarda Ferrari com a chef Claudia Moulin, durante a Festa Gastronômica

Consórcios. 2017 pode ser o ano dos consórcios. Nos pri-

meiros cinco meses do ano o sistema registrou números de crescimento expressivos, é o que garante Robson Subtil de Amorim, Diretor do Consórcio Viwa.

Internacional. O Circo Nacional da China desembarca nos

dias 24, 25 e 26 de agosto em Vitória com 47 artistas que farão o público se encantar.

Homem. O Dia do Homem, celebrado em 15 de julho, inspi-

rou Vanessa Becacici, que ofereceu super descontos em sua clínica de estética, Bela Derme Estética e Saúde, somente para eles. Os pacotes podem ser adquiridos até dia 22 de julho – excelente dica de presente.

Rock. Diego Lobato convoca os apaixonados por rock para 2ª etapa do concurso neste sábado, dia 22. Além da apresentação das seis bandas e muitas atrações.

Vinho. Leonardo Freitas e Vanderlei Martins estão nos pre-

parativos para mais um Vitória Wine Music. A 4ª edição será dia 10 de agosto, no Lago de Garda, com a participação de 25 importadoras.

Aniversariantes da semana: Cássio Domingues, Rimal-

#DuduVemAi: Ariane Perovano reuniu as titias no chá de bebê da Maria Eduarda

Desmatamento zero O Brasil está longe de chegar ao patamar da Noruega – primeiro país do mundo a se comprometer com o desmatamento zero em seus contratos públicos. Atualmente, ele figura a lista dos sete países responsáveis por 40% do desmatamento tropical e 44% das emissões

de carbono no planeta. “O Brasil precisa reavaliar urgentemente a política adotada, do contrário não vai conseguir mais exportar suas commodities, vai estar com florestas desmatadas e sem recurso natural capaz de sustentá-lo”, alerta Fabio Junger.

do Sá, Márcio José de Castro Pinto e José Carlos Vieira Junior (21); Cesar Colnago e Homero Mafra (22); Lucianny Scarpatti (23); Ivana Figueiredo, Dayane Gouvêa, Hanna Kloss, Leninha Moreira, Thiago Christo, Larissa Portugal, Fábio Casagrande (24); Karina Soares, Stepherson Groberio, Lara De Martin e Fernanda Barbarioli (25); Bianca Meneghelli (26); Natachy Rodrigues e Roberta Zanotelli (27). Parabéns! CLOVES LOUZADA

DIVULGAÇÃO

Dia do Amigo: A designer de joias Carolina Neves e a Miss ES 2017, Stephany Pim, comemoraram o Dia do Amigo ao lado dos amigos Isabella Forzza e Hallison Campos em jantar especial

Rodrigo Souto, Carmem Dolores Souto e José Otávio Barros em lançamento de coleção de móveis


4

Programe-se

SEXTA-FEirA, 21 dE julho dE 2017 j www.EShojE.com.br divulgação

Coluna do vinho Franklin pinheiro L colunadovinho@eshoje.com.br

Provence e seus rosés Entre o Mediterrâneo e os Alpes, o vinhedo é o companheiro desta terra de criação. Seus vinhos, cúmplices da arte de viver provençal, se conjugam em um estilo mediterrâneo comum, proporcionando prazer através da sua enogastronomia que é uma arte.

a peça se passa em época antes da viagem de lua de mel dos personagens homônimos de Fábio e Miá

divulgação

Fábio Porchat e Miá Mello em Vila Velha dupla vai apresentar a comédia romântica “meu Passado me condena”, que já virou série de TV e filme Marcia alMeida cultura@eshoje.com.br

A

comédia romântica “Meu Passado Me Condena” é a própria confirmação do mundo multimídia no qual estamos inseridos. Inicialmente, em 2012, como série de TV, a produção já ganhou dois filmes que foram verdadeiros sucessos do cinema brasileiro e, desde 2014, está em cartaz no teatro. Os protagonistas, Fábio (Fábio Porchat) e Miá (Miá Mello), encantam e fazem a alegria do público do início ao fim do espetáculo escrito por Tati Bernardi, também roteirista da série e dos filmes homônimos. A peça chega a Vila Velha neste sábado (22), na Área de Eventos do Shopping Vila Velha, sob o comando da Patrick Ribeiro Produções. Para quem já assistiu a série e

os filmes, a peça apresenta um produto completamente novo, com histórias e piadas diferentes. Portanto, o público capixaba poderá conferir ao vivo uma montagem exclusiva para os palcos. A sintonia dentro e fora de cena de Fábio e Miá é notável, retém a atenção e faz valer o espetáculo. A história, com direção de Inez Viana, que também participa como atriz na TV e no cinema, se passa antes dos fatos exibidos em ambos, justamente na noite de núpcias do casal, antes de viajarem em lua de mel, quando evolui a trama do filme. O casamento-relâmpago, 30 dias depois de se conhecerem, na fila do banheiro de uma festa, é apenas o início das muitas e hilárias confusões. Ao “cair a ficha”, o casal percebe que não sabe praticamente nada sobre a história de cada um, as opini-

ões divergem, o sexo não é dos melhores e o apartamento segue desorganizado. A cenografia, inclusive, é composta por inúmeras caixas de papelão, características do período de mudança. A simplicidade do palco, no entanto, é totalmente preenchida pelo domínio de presença e química de Fábio e Miá, que não perdem uma piada.

Serviço Meu passado Me condena – a peça w data:

22 de julho (sábado), às 21h30 w local: Área de Eventos Shopping Vila Velha (Av. luciano das Neves, 2.418, Vila Velha) w ingressos a partir de r$ 44,80 (cadeira bronze, meia entrada) w Vendas online: http://bit.ly/ porchatemia w classificação: 12 anos

Encontros e desencontros no palco do Carlos Gomes depois de curta temporada no Sesc Glória pelo projeto Cena Local, a peça “Pentagrama” sobe ao palco do Teatro Carlos Gomes nesta sexta-feira (21), sábado (22) e domingo (23). O espetáculo, do Grupo Z de Teatro e Agregados, apresenta as histórias de cinco personagens

distribuídos, inicialmente, em dois casais. Suas histórias talvez pudessem correr paralelas, mas entrecruzam-se, embaraçam-se, embaralham-se. Os encontros e desencontros de cinco personagens que, à maneira da Quadrilha de Drummond, vão construindo uma

teia em seus descaminhos em direção ao outro. Pentagrama é uma quase história de amor. Ou uma história de quase amor. Ou, vá lá, uma história de amor. Os ingressos, que já estão à venda na bilheteria do teatro, são limitados, uma vez que cada sessão recebe apenas 45 pessoas.

Há 26 séculos os gregos fundaram Marselha e plantaram nas encostas as primeiras videiras, trazendo a Provence a cultura da vinha e do vinho. Desde então, ela espalhou-se rapidamente. Mas foi apenas após a conquista romana (século I a.C) que a cultura montou o Vale Rodano (Rhône), historicamente especializada em rosé límpidos, frutados e generosos. Vinhedo provençal também produz tintos marcantes, potentes e encorpados, que podem envelhecer por vários anos em adega, além de brancos leves, tenros e delicados. A geologia e as paisagens são particularmente variadas. Um clima excepcional, quente, seco, com muitas horas de sol durante o ano e o Mistral (vento frio e seco), grande amigo das videiras por afastar doenças, fazem da Provence um vinhedo natural e privilegiado. A condução do vinhedo provençal está condicionada essencialmente a fator climático: baixo índice pluviométrico, vento Mistral, que limpa a atmosfera e limita o aparecimento de parasitas. A poda curta permite uma boa distribuição dos cachos na zona frutífera e uma produção limitada, garantindo boa concentração dos produtos. O desenvolvimento do vinho Rosé talvez tenha começado com a popularidade do Claret (clarré), um estilo comum de Bordeaux tinto durante a década de 1800. Naquela época os britânicos (porque eram vinhos produzidos exclusivamente para atender demanda de consumidores ingleses) vinhos pálidos feitos com Cabernet Sauvignon e Merlot, hoje em dia os vinhos de Bordeaux, tornaram-se

mais ousados e mais escuros para caber no perfil de sabor de vinho tinto de hoje. Rosé ganhou uma categoria própria. A extração da cor e dos aromas contidos na película da uva é a etapa chave da elaboração dos vinhos rosés. Esta etapa pode ser realizada pressionando-se diretamente os bagos ou deixando-os macerar (pouco contato da casca da uva com o álcool, subtraindo pouco antociano) durante um tempo limitado (maceração peculiar). A fermentação alcoólica acontece sob temperatura controlada em torno de 18-20º C, a fim de preservar ao máximo os aromas varietais e oriundos da fermentação. A elaboração desses vinhos pode ser feita em cubas de aço inox ou cimento revestido para conservar as qualidades dos rosés. O método de vinificação tem um papel importante: os vinhos elaborados por prensagem direta geralmente são rosés muito claros (cor de pele clara ou salmão) límpido, seco, aromático e elegante, é assim que se descreve o rosé da Provence, na degustação se pede muito atenção quando se quer captar todas nuances. No aperitivo com uma receita Provençal ou Mediterrânea, com uma especialidade exótica, harmonizações perfeitas com a cozinha da região francesa: saladas, mariscos, peixes, queijos e ratatouille, gastronomia regional carregada em alho, açafrão, anchovas, alcaparras, etc. Acompanhando pratos tipicamente brasileiros, ou ainda na corrente atual das cozinhas do mundo, os rosés da Provence seduzem e seguem as tendências de consumo e prazeres simples, espontâneos, naturais e verdadeiros.


5

SEXTA-FEIRA, 21 DE JULHO DE 2017 j WWW.ESHOJE.COM.BR

Moda CLOVES LOUZADA

Lorena Vago

lorena@eshoje.com.br HEITOR MARIANI

O Verão do Vitória Moda

Depois de três dias intensos de desfiles e muita informação, o Vitória Moda – ano 10 homenageou o jeans, o mais democrático dos tecidos, e apresentou tendências que prometem ser os queridinhos da temporada de verão capixaba.

Closet Collection HEITOR MARIANI

Anote algumas das trends alerts da próxima estação que não poderiam ficar de fora de grande parte das marcas que passaram pelo Vitória Moda. Dentre elas estão os babados (muitos!), transparência, tecidos fluidos e tons terrosos. A sensualidade está em alta e fica a cargo dos detalhes, tudo com uma certa sutileza. Em contrapartida, estampas delicadas com desenhos pequenos e bucólicos tomam conta. Mesmo as cores suaves predominando, como o nude, o off-white, o rosa e o azul, os tons vivos e quentes do laranja e vermelho surgem fazendo um belíssimo contraste. Destaque para as modelagens amplas e soltas, a proposta é se sentir confortável mesmo com peças conceitos e nada básicas. O beachwear ganhou mais força nessa edição. Além de marcas especializadas, uma peça ou outra surgia compondo a produção. A estrela atende pelo nome de maiô. Por mais um verão ele reina em diversos modelos, ta-

manhos e estilo. Os biquínis com top ciganinha, assim como os maiôs, saem das areias e ganham os looks dos dias quentes. E claro, não poderia faltar o homenageado da noite, o jeans. Tramas, aplicações, brilhos e franjas enriquecem o denim, provando mais uma vez sua versatilidade. Completando as novidades da edição, moda kids e teen marcaram presença e mostraram que os pequenos também são fashions. Fica aqui os parabéns às marcas participantes: Konyk, Adriana Candido, Morena Tropical, Chris Trajano, Amabilis, Samira San, Doce Color, Look Belle, Closet Collection, Apressadinho, Universo Colorido, Zinsk, PK Premium, Buphallos, Dupla Meninna, Saia de Chita, Riviera Store, Balãozinho, Verônica Santolini, Maldivas Beachwear, Sol de Verão, Dua´s, Florest e Hagaef, além dos estudantes de Moda das faculdades: Faesa e UVV e da escola técnica Vasco Coutinho e do Senai Cetiqt.

Look Belle HEITOR MARIANI

HEITOR MARIANI

Dua's

Hagaef

Konyk


6

SEXTA-FEIRA, 21 DE JULHO DE 2017 j WWW.ESHOJE.COM.BR

Palcos e Atores cacaumonjardimphd@yahoo.com.br L

O

Cacau Monjardim

ARQUIVO DA COLUNA

Grupo Buaiz, que gerencia o Instituto Américo Buaiz e um expressivo conjunto empresarial vitorioso e diversificado, tributa ao seu saudoso Américo Buaiz, o carinho de uma exposição resgatadora de sua trajetória. Intitulada “Américo Buaiz – Sua História”, marcada pela saudade e o desfilar de tantas conquistas e inesquecíveis momentos, sustentando os anseios desafiadores de uma época. Américo foi um dos melhores e mais competentes empresários de seu tempo, com reflexos e exemplos sobre a própria história industrial do Estado. O Espírito Santo vivia o Américo Buaiz: Transformou sonhos em realidades drama social e humano provocado pela erradicação dos nossos cafezais, deixando ao relento 120 mil famílias que, desesperadamente, fugiam do interior para a área metropolitana, como opção de sobrevivência. Américo Buaiz, com Christiano Dias Lopes e apoiado pela Federação das Indústrias, que ele próprio criara, conseguiram dar a volta por cima. Na esteira da experiência do Clube de Engenharia do Rio de Janeiro, realizava o Seminário Socioeconômico do Espírito Santo, afirmando e valorizaando os projetos e soluções que acordaram e superaram velhas e sofridas omissões. ARQUIVO DA COLUNA

Resgates

Os painéis da exposição sobre Américo Buaiz, documental, resgatadora e histórica, reúne fatos marcantes da empresa e seu condutor, sem esquecer o carinho familiar. E, sobretudo, máximas que traduzem para as gerações de hoje um padrão de comportamento empresarial exemplar. Em cada esquina daqueles painéis despertava lembranças das mais profundas e emocionantes. Foi um passeio por reDa esq. para a dir. Jônice Tristão, Américo, Helmutt e gistros, fotos, citações, inaugurações Cacau (Findes 1976) com emoção. Tive a felicidade de estar, no Shopping Vitória, e confesso que em um dos painéis reencontrei a encantadora figura de Arlete Zorzanelli Buaiz, que ao lado de Américo foi a parceira de tantas alegrias e dores. Ela escreveu, com sua simpatia, educação e beleza, nos anais da vida social e familiar, um capítulo de amor e sensibilidade.

Seminário

O Grupo Buaiz acreditou e construiu o primeiro grande shopping do Estado

Bem próximo de ser entregue aos capixabas, depois de mais de 15 anos de dolorosa e sofrida espera, o nosso aeroporto perderá apreciável parcela de sua viabilidade, como parceiro de voos e todas de percursos econômicos. Ficamos sabendo que o combustível – querosene – que abastece os aviões, em Vitória, chega a custar 25% mais do que em outros aeroportos no resto do país. Segundo a Associação das Empresas Aéreas, bem fora das rotas, perdemos a oportunidade de gerar mais empregos. É preciso manter a competitividade do nosso, agora, bonito e convidativo aeroporto, como está sendo encarado hoje.

Cultura

A Fundação Jônice Tristão patrocinará a obra “Imigração – Moderna ocupação do solo do Espírito Santo", de autoria do professor, acadêmico, pesquisador e escritor, Gabriel Bittencourt. O lançamento está previsto para setembro. O livro traduz, no seu conjunto histórico, todas as correntes imigratórias, desafios, vivências interioranas e a saga maravilhosa dos imigrantes e sua real importância para a economia estadual. Com forte e decisiva presença na agricultura e na formação de generosas lideranças. Após o lançamento, em Vitória, Gabriel presidirá, em Afonso Claudio, no Centro Cultural José Ribeiro Tristão, uma noite de autógrafos voltada para a região. DIVULGAÇÃO

Posse

No próximo dia 3 de agosto tomará posse na presidência da Findes, sucedendo o empresário Marcos Guerra, o industrial Leonardo Castro. Ele será empossado em evento de grande repercussão, traduzido na unanimidade da escolha. A ele lembramos que seria uma justa homenagem incluir na terceira etapa do programa “Contando História”, de tanto sucesso, pelo menos cinco mulheres empresárias ou executivas, reconhecidamente bem sucedidas em termos estaduais.

Leonardo Castro sucede Marcos Guerra

Noventa

Este fim de semana marca as comemorações pelos 90 anos do empresário Otacilio Coser. Ele é, sem dúvida, uma das vitoriosas expressões do empresariado nacional e internacional. Ao lado de Marília, seus filhos, netos e demais familiares, Otacílio receberá o carinho de destacadas personalidades em noite que entrará para a história social e empresarial do Estado. Numerosa comitiva de amigos levará seu abraço a meu velho compadre Mangaba, cuja história de vida dignifica, com simplicidade aldeã, a força de um homem Pedra 90!

"Se De a verdade pai paraprovoca filho: "Éescândalo, teu sonho?faça-se Meu filho, o escândalo, sonhos a gente mas não temseque firarealizar" a verdade". S. Alexandre Francisco de Buaiz Assis

DIVULGAÇÃO

O legado do Seminário Socioeconômico pode ser destacado pelo fato de ser um instrumento que percorreu todo o Estado, em reuniões regionais. Levando a mensagem de desenvolvimento, que sua amplitude foi capaz de discutir, planejando uma verdadeira revolução administrativa e empresarial, injetando uma dose de orgulhosa responsabilidade nas lideranças e, sobretudo, nas comunidades. O seminário trouxe ao Estado o presidente Costa e Silva, seus Ministros e os mais importantes palestrantes e diretores de estatais, unidos e dispostos a criar um novo Espírito Santo. E, conseguiram!

REPRODUÇÃO

Aeroporto


7

SEXTA-FEIRA, 21 DE JULHO DE 2017 j WWW.ESHOJE.COM.BR

Sabor ES

Aline Dias

Porque comer com prazer é ainda melhor!

Comendo sem a consciência pesar

sabores@eshoje.com.br

PÃO DE QUEIJO

Iguaria tipicamente brasileira, o pão de queijo é querido e muito inserido em nossa rotina diária. Fácil de encontrar no supermercado, congelado para venda, e em muitos estabelecimentos pelas ruas para serem consumidos no lanche e café da manhã. Além disso, são várias receitas espalhadas pela internet de como fazer em diversas formas. Criada em Minas Gerais, sua origem é incerta, mas existe desde o século 18, tornando-se popular só na década de 1950. Apesar de ser chamado de pão, ele não possui fermento em sua composição, sendo basicamente feito de polvilho azedo ou doce e acrescido de queijo - que pode variar de acordo com a preferência de quem faz. O pãozinho é tão gostoso que o Brasil exporta para locais da Europa, América e até Japão, ganhando a aprovação dos gringos. Um ponto super positivo do pão de queijo é que ele não possui glúten, um dos gran-

des vilões da alimentação saudável. Falando em saudável, a receita pode ser, sim! Vinda diretamente de um restaurante onde tudo é sem glúten, caseiro e, o mais importante, gostoso, a Bio Gourmet Funcional desenvolveu uma combinação funcional para os fits de plantão. A Ana Paula, dona do local, tem uma história bem bacana de vida: seu filho tinha alergias muito severas a muitos alimentos, então ela se dedicou a desenvolver receitas que ele pudesse comer e foi ficando craque! Então, experimente o Pão de Queijo Funcional! FOTOS: DIVULGAÇÃO

Ingredientes w1

½ xícara (280g) de batata baroa ou batata doce cozida xícara (128g) de polvilho doce w 1 xícara (154g) de polvilho azedo w ¼ xícara de azeite w ½ xícara de água w 1 colher de chá de sal w 1 colher de sopa de chia w 1 colher de sopa de grãos de linhaça w1

Modo de preparo:

w M

tudo, amasse com as mãos para ficar com a massa homogênea; descansar na geladeira por 10 minutos; w P- o forno a 180º. Faça bolinhas e leve para assar por 20 minutos; w R 29 porções de 30g. w D


APRESENTAM

Foto:Janderson Pires

MINISTÉRIO DA CULTURA E SEGUROS UNIMED

Texto: Cacau Hygino ~ Regiana Antonini Direçao: ~ ~ de Produçao: Direçao Bruna Dornellas e Wesley Telles

29 E 30 DE JULHO SÁB 21H

DOM 18H

TEATRO UNIVERSITÁRIO

Vendas: Bilheteria do teatro universitário e no site www.tudus.com.br

Info: (27) 3029 - 2765 ou www.WBPRODUCOES.com Ingressos a partir de R$ 30,00* *Referente a meia entrada/ mezanino

ESPETÁCULO COM ACESSIBILIDADE: Na apresentação de domingo dia 30 de julho teremos interprete de Libras Patrocínio:

Promoção:

Apoio Cultural:

Produção geral:

Realização:

Jornal ESHOJE_654  

Pensão Alimentícia é motivo de prisão de oito pais pais por dia no ES. Demandas vêm das 18 varas existentes na região metropolitana. Superin...

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you