Page 1

www.eshoje.com.br

DIVULGAÇÃO

Vitória, 17 de fevereiro de 2017 J Ano XVI J Nº 632J Edição Gratuita Semanal

DAYANA SOUZA

SABOR ES

ALINE DIAS

Fundado em 19 de julho de 2000 por Carlos Roberto Coutinho

COLUNA

Mais sabor no pão com carnejESHOJE2

Depois da PM, Civil pode pararj5

ESHOJE2

Prepare a agenda deste anoj3

DEPOIS DA SEGURANÇA, RISCO DE COLAPSO NA SAÚDE Médicos da rede pública estadual relatam o descaso do governo capixaba com o setor, todos os profissionais e destacam risco de morte nos hospitais do Estadoj3 MATHEUS DE OLIVEIRA

TUDO PRONTO PARA MAIS UM CARNAVAL

jESHOJE2.4

OFF

Com tropas federais na segurança e muito empenho das escolas de samba, Vitória dá sinal verde para a temporada oficial de folia no país

Adrenalina do risco no base jump Castelo sedia o primeiro Campeonato Brasileiro da modalidade esportiva mais perigosa do mundoj7

ESHOJE

CAPIXABAS CONTINUAM SEM TOTAL SEGURANÇA

Caminha para a terceira semana o protesto dos policiais militaresj4

Fome e sede têm peso na decisão dos magistrados Pesquisas mostram que fatores físicos e emocionais pesamj5


2

Opinião

SEXTA-FEirA, 17 dE FEvErEiro dE 2017 j www.EShojE.com.br

fOTO DA SEmAnA

ESPAÇO DO LEITOR reprodução

Frei Beto, no alto do Convento da Penha, foi uma das vítimas da guerra entra a PMES e o Governo

EDITORIAL

impressionante as reações nas redes sociais com este caos que estamos vivendo da segurança pública. Pessoas movidas por reações de ódio e violência virtual, ignorando valores humanistas e deixando de lado a indignação com o numero alarmante de mortes, comerciantes falindo e uma total falta de lucidez. Um ES que tem salários em dia, contas do governo em ordem, assim como um sistema prisional referência. Uma total ignorância espiritual ao desconhecerem os direitos à vida das mulheres postadas em portas de quartéis promovendo tristes cenas enquanto a população acuada e assustada está ameaçada por bandidos. isto sem lembrar um governador recuperando-se de uma grave cirurgia...não abandonou seu compromisso com todos os capixabas. Camilla Andrade

Mortes no ES

O pior está por vir? Muitos afirmam que a pior parte da crise de segurança que assola o Espírito Santo há duas semanas, já passou. Mas o que ronda os bastidores é que o pior ainda pode estar por vir. A expulsão de policiais militares pelo Governo, inclusive da alta patente e de influência considerável, seria o início de um conflito maior, no qual a própria Secretaria de Segurança suspeita já estar em cena, a partir de assassinatos, ônibus queimados e até assalto ao Convento. O fato é que a insatisfação, sobretudo com a questão salarial - o que motivou o movimento dos familiares dos PMs impedindo a saída dos policiais dos batalhões - não é um problema somente na Polícia Milita. Na saúde pública, frequentemente denunciada pelo Conselho Regional de Medicina (CRM) e pelo Sindicato dos Médicos do Espírito Santo (Simes), as condições precárias de trabalho - falta de aparelhos, de medicamentos, insalubridade a falta de profissionais, o que gera sobrecarga de trabalho, e até a desorganização de um sistema de consultas (Sisreg), elaborado para organizá-las, somam para um colapso na área que já é vivenciado há tempos. Isso tem gerado problemas psicológicos em muitos médicos e a saída deles do serviço público. Da mesma forma, antes da paralisação dos PMs, ESHOJE já noticiava o sucateamento da Polícia Militar: coletes vencidos ou que eram revesados; viaturas sem condições de rodar, com pneus carecas; armas defasadas, inferiores ao armamento dos bandidos. A instatisfação da PM é a mesma insatisfação da maioria das categorias de servidores públicos do Espírito Santo - todos estão desde maio de 2014 sem receber a correção inflacionária. O

A opinião dos colunistas não reflete o posicionamento do veículo

Greve da PMES

desejo dessas categorias, como demonstrado pelos médicos, não é o de fazer greve, mas conseguir ter um diálogo no qual possam ser ouvidos pelo Governo do Estado, que tem se mostrado autoritário e irredutível e, por consequência, ganhado a reprovação dos servidores e de grande parte da população. Mas, diante disso, admitem que, para serem ouvidos, a greve seria a alternativa - apesar de o Código de Ética Médico versar que os setores de urgência e emergência não podem parar. O sentimento dos PMs resume o sentimento de grande parte dos servidores. A "barragem" do arrocho fiscal cedo ou tarde estouraria para algum lado. Foi da pior forma e gerou as piores consequências, que continuam sendo sentidas pela população capixaba. Falando em barragem, o Governo do Estado obrigou os familiares dos PMs envolvidos na paralisação a pagarem os custos de trazer a Força Nacional e as Forças Armadas para o Estado. O pior pode, sim, estar por vir na segurança capixaba. E pode estar por vir também na saúde, ou até na educação. Mas em todos eles, existe um trabalhador que clama por condições mínimas para exercer seu trabalho com dignidade.

tiragem: 5.000 exemplares circulação: Grande vitória e digital periodicidade: Semanal

diretor geral carlos roberto coutinho carlos@eshoje.com.br

rua Paschoal delmaestro, 260 Ed. vila da Praia, Sl. 5 e 6 - jardim camburi - vitória - Espírito Santo cep. 29.090-460 Tel. 27 3395-1800/Fax. 3395-1801 www.eshoje.jor.br redacao@eshoje.com.br

diretora administrativa bianca coutinho bianca@eshoje.com.br

No décimo dia de paralisação das atividades da Polícia militar do Espírito Santo, o estado já tinha registrado, oficialmente, 146 mortes. culpa do governador o qual vocês não mencionam como péssimo governante. É fácil julgar os policiais por tais mortes, mas pagamos nossos impostos tão caro pra não ter segurança nenhuma, para esse Ph dizer que não vai pagar os PmES e deixar morrer pessoas inocentes, em meio da maioria de bandidos, e deixar os comerciantes sofrerem roubos durante. Sabe por que ele virou às costas para o povo? Porque vamos ter que pagar muito caro com os impostos que vai subir muito ainda esse ano, pra recuperar esses danos e quem paga é povo, que infelizmente isso é brasil. Damiris Silva

Mulheres e batalhões

É triste ver as pessoas sentindo vergonha das Guerreiras que foram pra frente dos batalhões. Sendo ou não "usadas" nas reivindicações da

Pm, elas demonstraram muito mais coragem que muitas de nós. o estado nos cobra altos impostos pra nos dar segurança, saúde, educação, mas deveria dar. o Governador é quem recebe um salário altíssimo, fora os privilégios e regalias que também saem dos nossos bolsos. Se alguém é culpado nesse caos que se tornou o nosso estado, esse alguém é ele, Paulo hartung! A Pm provou que é necessária a atuação dela pra nos promover o mínimo de segurança. Essas mulheres que foram ridicularizadas a todo momento, como se nós mulheres SÓ servíssemos pra lavar pratos e roupas. Fomos reduzidas a meras donas de casa, como se fôssemos incapazes até de pensar. Elas pra mim são valentes, fortes e se foram tentar diálogo com o "imperadorzinho", não o fez por ingenuidade, mas por determinação e justiça! Ele detém o poder, e fez mau uso dele. Ph sabia que a polícia não pode fazer greve. Foi por isso que ficou todos esses anos sem corrigir os salários, sem ao menos abrir o diálogo com servidores. Entre Ph e a Pm, fico com a Pm, que me fez muito mais falta! Rosimar Araújo

Carnaval 1

o desfile das escolas de samba capixabas, segundo os sambistas, será mais pobre. E deverá ser mais tenso. os carnavalescos, de todo o país, deveriam achar um meio de arrecadar fundos para o carnaval, sem ter que depender de verbas vindas de prefeitos e governadores! Parem de sugar o nosso dinheiro! Paulo Merlo

Carnaval 2

Pois é, pra febre amarela nã o t em v acina p r a to d o mundo, mas carnaval tem reduzido mas tem. E muitos ficam de braços cruzado dentro de casa vamos pra rua seus acomodados capixabas protestar. #forahartungforatemer Jose Nobel Guimarães

twitter: @eshoje / facebook: eshoje / instagram: /jornaleshoje/

projeto gráfico renon Pena de Sá e Patrícia Araújo www.renondesign.com fotografias Arquivo redacao@eshoje.com.br

diagramação diretora de redação/editora danieleh coutinho - mTb/ES 2694-jP jeferson Louis - mTb/ES 3605/ES danihcoutinho@eshoje.com.br

redação dóris Fernandes Gustavo Gouvêa hanna carolina Larissa barcelos Thaís rossi


Cidades

SEXTA-FEirA, 17 dE FEvErEiro dE 2017 j www.EShojE.com.br

3

Médicos em depressão no ES

Estrutura precária, sobrecarga e desvalorização tem levado profissionais a problemas psicológicos GustavO GOuvêa gustavo@eshoje.com.br

A

paralisação dos policiais militares, que está em sua terceira semana, trouxe - e continua trazendo - consequências trágicas para o Espírito Santo, culminando em centenas de assassinatos e milhares de outros delitos como assaltos, roubos, furtos e saques. Mas, o que foi chamado de "crise na segurança pública" pode se estender para outras áreas. O ajuste fiscal realizado pelo governo capixaba tem causado forte arrocho no serviço público: os servidores não recebem a correção inflacionária há três anos. Em virtude da quantidade de problemas que o profissional médico servidor tem que vencer para tentar realizar seu trabalho de forma digna, aliado às questões salariais, representantes da categoria não escondem o desejo de, assim como os policiais, pararem todas as atividades. Mas também encontram restrições no Código de Ética Médica, que não permite paralisação dos setores de urgência e emergência. Entretanto, a situação para muitos está ficando insustentável a ponto de apresentarem problemas psicológicos, como depressão, em consequência do trabalho. "Eu estou em tratamento psicológico. Tenho muitas dificuldades de dar o atendimento adequado ao paciente. Isso frustra o médico, pois temos o conhecimento e não podemos oferecer o tratamento adequado ao paciente. Vemos morrer pacientes que teriam chances de se recuperar e viver. Existe falta de equipamentos, de medicação, de estrutura adequada, é um atraso muito grande...

reprodução/arquivo eshoje

Na minha área pediátrica é muito atrasado: os dois hospitais - Infantil de Vila Velha e o de Vitória – estão sendo sucateados", disse uma médica servidora que preferiu não ter o nome revelado. "São muitos casos de problemas psicológicos em nossos colegas. Vemos como estas frustrações fazem mal ao ser humano e ao profissional médico. Somos seres humanos como qualquer um, suscetíveis à fadiga, ao estresse, às doenças e às mazelas que afligem nosso ambiente de vida e trabalho. E acredito que a saúde pública nunca será decente neste país, enquanto todos os servidores não estiverem saudáveis", comentou o Octávio Friço, membro da Comissão Estadual dos Médicos Estatutários do Espírito Santo. saláriOs Assim como os policiais militares alegaram, os médicos servidores estaduais reclamam que o Governo do Estado não abre diálogo quanto às reivindicações da categoria. A principal delas é quanto ao salário. O médico Alexandre Rodrigues explicou que a baixa remuneração tem sido um fator para o desligamento dos médicos do setor público. A consequência disso é a sobrecarga de trabalho dos médicos remanescentes e a redução da oferta de serviços, como consultas, exames e cirurgias para a população. "Desde abril de 2014 não ocorreu qualquer correção salarial, nem mesmo para ajuste pelos valores inflacionários. Deste modo, um médico com vínculo de 20 horas semanais (a maioria dos vínculos possui esta carga horária), recebe desde abril de 2014, R$ 4.618,90 (salário bruto), o que equivalia na ocasião a 6,38 salários

as condições insalubres de hospitais capixabas acarretam em alta propensão à infecção hospitalar mínimos e hoje equivale a 4,9. Se corrigido pela a inflação oficial (IGP-M – cerca de 20,5%) até agora, este valor deveria ser de R$ 5.568,74. Se corrigido de acordo com o salário mínimo seria de R$5978,06", explicou o médico. Friço afirmou ainda que os médicos estatutários chegam a receber um salário três vezes menor

alto risco de infecção hospitalar de acordo com uma pediatra da rede pública estadual que não quis ser identificada, no hospital em que trabalha o risco de infecção hospitalar é alto para os pacientes internados, tamanha a condição de insalubridade do local. "Tem ratos e baratas na enfermaria. A infecção hospitalar é muito frequente, atinge um número muito alto de crianças. Se permanecer uma semana internada já é um risco muito elevado de infecção hospitalar. É precária a situação de insalubridade. É descaso, desinteresse, desorganização, falta de limpeza...". Octávio Friço completa: "Tudo isso faz parte do dia-a-dia do médico servidor estadual, e também vem se agravando nos últimos tempos. Trabalhamos sobre cons-

tante pressão e infelizmente a população desassistida encontra como escape a figura do médico. Soma-se a isso local insalubre, sem ventilação, sem ar-condicionado, com banheiros quebrados, sem sequer água potável". Ele afirmou que existe sobrecarga, déficit estrutural e logístico, e demanda muito grande de pacientes. Além disso, muitos médicos subsidiam seus próprios equipamentos e materiais de trabalho. "Claro que tudo isso pode levar o médico a um estado de desestímulo, exaustão, crises de ansiedade, depressão e dificuldade de desempenho de suas funções. Por tudo isso, percebe-se um número crescente de colegas antecipando a aposentadoria, pedindo licença sem vencimentos e exo-

neração do cargo público. A justificativa é já não ter forças para suportar tanta dificuldade e desvalorização", analisou. Para a médica, o desrespeito e o preconceito em desfavor da categoria é tamanho que para os novos hospitais, como o Dr.Jayme Santos Neves e o Central, são chamados os médicos terceirizados, contratados pelo Governo sem concurso. "O médico servidor continua sendo empurrado para as estruturas sucateadas e insalubres que ainda persistem, e médicos terceirizados com provimentos diferenciados são colocados nestes novos postos". A Secretaria de Estado de Saúde foi procurada pela reportagem, mas não respondeu aos questionamentos.

do que o pago a médicos contratados pelo Governo através de cooperativas médicas e de organizações sociais, mesmo exercendo as mesmas funções. De acordo com ele, existe um estudo que demonstra que o salário atual do médico servidor estadual representa 25% do que era pago em meados da década de 1990.

"Para corrigir isto, sugerimos o Piso Fenam, um valor que foi calculado pela Fundação Getúlio Vargas, considerado o menor salário possível para o exercício digno da medicina, para fins de negociação salarial. Hoje ganhamos apenas 33% do Piso Fenam. O médico estatutário é tratado com preconceito e desrespeito".

Operação só com mandado judicial o que era para ser uma ferramenta de organização das consultas é, na realidade, um dos grandes problemas da saúde pública capixaba. o chamado Sisreg (Sistema Nacional de regulação), que gerencia os atendimentos na saúde tem contribuído para a superlotação e até para que pessoas tenham que recorrer a mandados judiciais para conseguirem atendimentos e operações, de acordo com as fontes entrevistadas. "o Sisreg se tornou um dos grandes gargalos do SUS. Um dos grandes problemas é a falta de um mecanismo que proporcione marcação de retorno do paciente para avaliação de exames complementares e para o devido acompanhamento de sua patolo-

gia, e isso acaba por redirecionar esse paciente para o final da fila de espera de atendimento. isso leva a uma baixa resolutividade do sistema, e o tempo de espera agrava as condições de saúde do paciente ", analisou Friço. A médica que não quis se identificar disse que grande parte das operações que tem feito é de pacientes com mandados judiciais. E muitas vezes, a pessoa que está sendo operada não é a que está com o maior risco de vida. "o que mais temos feito é atender pacientes de mandatos judiciais. São pacientes que cansaram de esperar na fila, se desesperaram e procuraram a justiça. já vi pessoas morrerem esperando a realização da cirurgia", finalizou revoltada.


4

Cidades

SEXTA-FEirA, 17 dE FEvErEiro dE 2017 j www.EShojE.com.br eshoje online

aspecto geral hino salvador L hinosal@terra.com.br

Manato, nunca mais! durante a segunda semana de insegurança, foram registrados cinco incêndios a ônibus e uma série de assaltos

Mais uma semana de horror no Estado

Pela segunda semana consecutiva sem toda a tropa da Polícia militar nas ruas, capixabas vivem dias de medo

D

esde o dia 3 de fevereiro os capixabas se dividem entre a necessidade de viver normalmente, e o medo de não conseguir retornar para casa no fim do dia. Os policiais militares deflagraram “greve”, por meio de aquartelamento. Inicialmente estavam impedidos de realizar o policiamento ostensivo (e preventivo) nas ruas por seus familiares, que realizaram um bloqueio nas entradas do Quartel Geral (QG-PMES), em Maruípe, Vitória, e nos batalhões e todo o Espírito Santo. De um total que se aproxima de dez mil policiais miliares, mais de 7 mil seguem de braços cruzados. Os demais, atendendo a um chamado do comando-geral e da secretaria de Segurança Pública (Sesp), estão se apresentando em uma série de lugares, como a rodoviária de Vitória e praças para trabalhar.

Ao longo da segunda semana de insegurança, foram registrados cinco incêndios a ônibus do sistema público de transporte, e uma série de assaltos, incluindo ao Convento da Penha, símbolo religioso e turístico capixaba. No crime ao templo católico, o frei Pedro Engel, de 80 anos, foi agredido e amarrado por dois bandidos, que chegaram a participar da missa. Além disso, quase 200 pessoas, oficialmente, foram assassinadas. Entre elas o soldado do Grupo de Apoio Operacional (GAO) da Polícia Militar, André Monteiro dos Santos, de apenas 22 anos. Ele foi morto durante assalto na Avenida Getúlio Vargas, em Serra Sede, quando ele e a namorada saíam da academia. O assaltante matou o militar com a arma do soldado e depois fugiu. A paralisação dos militares, com a barreira de suas famílias, visava, a princípio,

readequação do salário sem reajuste a sete anos e sem correção inflacionária há três -, promoções na corporação, conforme determina a lei, e melhores condições de trabalho. Segundo a esposa de um dos militares, a situação financeira das famílias, é das piores. “Já tivemos que recorrer ao bolsa-família. É muito difícil ver o marido saindo de caso sem ter certeza que vai voltar após seu plantão, pois não têm coletes para todos, as viaturas estão sucateadas, o armamento é bem inferior ao usado pelos bandidos. Exigimos essa segurança para vivermos em paz”. Milícia Após mais de dez dias e nenhum acordo com o Governo do Estado, as reinvindicações se resumem a nenhuma punição aos policiais que aderiram ao movimento. Por meio do secretário de Estado de

Segurança, André Garcia, o governo acusa a PMES de ter entre seus membros milicianos. E atribui aos militares, a onda de crimes que vem acontecendo no estado, desde o início da “greve”. “Embora o movimento esteja esfarinhando, perdendo força e quase minguando, um grupo de radicalização está sendo feito conta a ordem pública e ocorrências estão sendo investigadas para saber da participação de PMs. Esse grupo radicalizado tenta desesperadamente mostrar que o movimento ainda tem força. O assalto ao Convento e os ônibus queimados estão sendo investigados e vamos fazer um ‘pente fino’ em todos os homicídios e se tiver participação de policiais e milicianos vamos descobrir e punir”, afirmou Garcia em entrevista coletiva. A declaração foi rechaçada por associações de militares.

“a causa é maior”, diz esposa de PM enquanto a situação não se normaliza, manifestações acontecem. De um lado, policiais e familiares vão às ruas colocar no colo do governador Paulo Hartung mortes, assaltos e toda responsabilidade do problema. Do outro, a população se veste de branco e pede paz.

Empresário, com comércio no Centro de Vitória há mais de duas décadas, Márcio Souza, avalia que o movimento já está fora do controle, e que os policiais perderam o tempo de encerrar. “Já estamos vendo que tem briga policial nesse meio e que a população é

quem está prejudicada”. Já a esposa de um militar afirma que a causa é maior. “Temos um governador que se veste de imperador, não dialoga e sua prepotência está matando as pessoas. Seja nesta guerra travada com nossas famílias militares, seja no descaso com a

saúde, educação. A causa é maior. Nós queremos que PH desça do seu pedestal de converse conosco, ouça o nosso sofrimento. Até o fechamento desta edição, no 14º dia de paralisação, a maioria dos batalhões continuava com barreiras humanas.

Em 46 anos de rádio e jornal, em toda minha carreira jamais usei espaço para me defender. Passei pelo Diário (onde comecei), Jornal da Cidade, Jornal do Comércio, A Tribuna, Jornal de Serviço Capixaba, Rádio ES, Rádio Sim e estou em ESHOJE, onde me sinto no dever de manifestar sobre um fato que envolveu meu filho Jean Claude, lá no município de Itapemirim. Meu filho foi vereador por dois mandatos, sempre demonstrando sua seriedade reconhecida pelo povo. Na última eleição de 2016, seu nome aparecia nas pesquisas como o segundo mais votado no município. Jean construiu sua base na defesa da saúde e foi incansável nesta luta. Oito meses antes do pleito, lhe fiz uma visita e o aconselhei a se desfiliar do partido Solidariedade, cujo presidente estadual é o deputado federal Carlos Manato. Dei alguns motivos para sua saída, mas ele não me ouviu. Meu filho preferiu seguir Manato até sua candidatura ser impugnada pela justiça eleitoral. O presidente do SDD sabia que Jean Claude fazia parte de um grupo que é adversário do deputado Theodorico Ferraço. Mesmo assim, o colocou em coligação com o DEM – por interesses pessoais, já que teria ouvido de Ferraço – segundo soube – a promessa de que Manato será o novo conselheiro do Tribunal de Contas estadual, cuja vaga não existe. Com a resistência do DEM em aceitar o Jean como candidato na coligação, diante do cinismo de Manato e de seu silêncio repugnante, Jean ainda lutou por sua candidatura, mas foi abando-

nado. O ignóbil Manato prejudicou voluntariamente a eleição do meu filho. Mas Deus não dorme e na eleição da nova mesa da Câmara dos Deputados, Manato foi enganado pelos outros deputados que lhe prometeram uma vaga na mesa, e deram uma pernada. No desespero, vi no plenário o deputado capixaba com um papel na mão, quase indo às lagrimas, implorando pela sua participação da Mesa Diretora da Câmara dos Deputados. Não só não foi atendido, como ficou abandonado pelos demais parlamentares. Assim é que se paga o mal que se faz aos outros. Manato não será mais eleito e voltará a sua insignificância de antes. Ele, que durante quatro anos enfeitou a Mesa Diretora da Câmara, agora será mais um daqueles deputados de periferia que não existe no cenário da Câmara. O que ele fez com meu filho, Deus ainda vai lhe cobrar muito. Traição é um pecado relevante. Agora sem prestígio, Manato será apenas um deputado que ficará como os muitos, apenas recebendo seu salário pago pelo povo. Sua maior raiva ainda está por vir: vamos aguardar as urnas em 2018.


5

SEXTA-FEIRA, 17 DE FEVEREIRO DE 2017 j WWW.ESHOJE.COM.BR

HUGO BORGES POR CÉSAR HERKENHOFF L cesarherkenhoff@hotmail.com

Polícia Civil ameaça "greve já"

Uma criança de seis anos morta por bala perdida, ônibus incendiados e o brutal espancamento de um religioso no Convento da Penha dão a exata dimensão de que a crise na segurança pública capixaba está muito longe de uma solução que, pelo menos, devolva a tranquilidade à população. Senão vejamos: considerado o fato de que o contingente da Polícia Militar praticamente em sua totalidade retornou às atividades e que há mais de 3 mil homens da Forças Armadas e da Força Nacional de Segurança nas ruas, o capixaba deveria sentir-se mais seguro do que nunca. Mas o medo impera. Nas ruas pessoas sobressaltadas, telefone celular escondido (quando não deixado em casa), pouco dinheiro no bolso e sem o cartão de crédito. "A minha gente hoje anda falando de lado e olhando pro chão". Perdemos o orgulho, a autoestima do capixaba anda beirando a zona de rebaixamento. Questões prioritárias como o combate à febre amarela foram relegadas a segundo plano. O pano de fundo de tudo isso é a guerra de vaidades, o maior dos males da humanidade, porquanto a única coisa que efetivamente está em cheque é o reco-

nhecimento social, a busca do status que, em última análise, significa apenas alguém querer parecer o que não é para pessoas que não sabem quem ele é. A segurança pública capixaba vive uma crise sem precedente porque acabou se tornando uma capitania hereditária, desde o primeiro mandado do governador Paulo Hartung, em 2003. Num momento de extrema dificuldade, em que o Estado estava entregue ao chamado crime organizado, Hartung trouxe da Polícia Federal o delegado Rodney Miranda que, em pouco tempo, acabou se transformando numa espécie de super herói - que lhe valeu um mandato de deputado estadual (o mais votado da história do Espírito Santo) e outro de prefeito de Vila Velha, mal sucedido. Rodney Miranda construiu um poderio tão significativo na área de inteligência que, tempos depois de ser exonerado por Har-

tung por suposto envolvimento no chamado escândalo do Guardião (escutas telefônicas clandestinas), foi convocado para reassumir a Secretaria de Segurança Pública, numa articulação patrocinada pelo agora senador Ricardo Ferraço. Foi de Rodney a iniciativa de trazer para o Espírito Santo o atual secretário, André Garcia que foi remanescente do governo Renato Casagrande na atual gestão, substituindo o ex-desembargador Henrique Herkenhoff, cujo índice de aprovação ficou abaixo do aceitável. André Garcia e Rodney Miranda acabaram se distanciando - de novo pelo diabo da vaidade. E tudo começou a partir daí. As forças da segurança pública capixaba começaram a aparelhar as duas principais instituições, com a formação de dois grupos, um aliado a Rodney e outro a Garcia, como se fossem duas facções distintas disputando um

mesmo território. Sem tempo para planejar, para prever ações de emergência e para antecipar movimentos, o Palácio Anchieta foi pego de calças na mão. Não teve capacidade para consolidar as informações de que o movimento grevista estava prestes a explodir. O resultado é conhecido de todos: estimativa de 300 homicídios, saques, assaltos, roubos, furtos, vandalismo e um prejuízo financeiro ainda não calculado para comércio, indústria e profissionais liberais. Os que imaginam que a tendência da situação é de calmaria, certamente irão se frustrar. É tido como certo o retorno do ex-secretário Rodney Miranda ao Governo do Estado, para garantir o equilíbrio de forças entre as facções. Mas o pior nem é isso: representantes credenciados do Governo do Estado e do Sindicato dos Servidores Policiais Civis do

Espírito Santo se reuniram para discutir uma pauta de reivindicações que inclui a incorporação da escala especial para todos os cargos, a recomposição salarial com base nos índices inflacionários dos últimos sete anos, a elevação do nível de escolaridade do cargo de agente de polícia civil para nível superior, a transformação do HPM em hospital de segurança pública para atendimento a todos os integrantes da Polícia Civil e a alteração da Lei Complementar 657/2012m criando dois ciclos de promoção por ano. O Sindipol deliberou por conceder, ao Governo do Estado, um prazo de 14 dias (a vencer em 26 de fevereiro) antes de ser deflagrado um movimento grevista. Prenúncio de mais dias nebulosos para a população capixaba. E não se poderá alegar que o Governo foi pego de surpresa. Quem tiver ouvidos para ouvir, ouça.

COLUNA FEU ROSA

ARTIGO

Juiz dos homens

Reforma Previdência

Dia desses refleti aquela primeira segunda-feira em seguida ao início do "horário de verão". Ainda não refeitos da "perda" de uma hora de sono, cada um de nós experimentou algum efeito negativo ao longo do dia, ainda que leve - afinal, somos todos seres humanos.

No governo do Dr. Vitor Buaiz implantou-se o Fundo de Pensão e Aposentadoria. A sanção da Lei nº 109/97, foi o primeiro Estado da Federação a ter essa legislação objetivando justiça social para aposentados e pensionistas, que na época representava cerca de 35% da folha de pessoal, sendo considerado a única saída para administrar a folha de inativos.

Pois bem: pesquisadores norte-americanos da Universidade de Washington constataram que, somente naquele dia, as penas impostas aos condenados pelos juízes norte-americanos foram 5% mais longas. É curioso: em nenhuma outra segunda-feira do ano isto aconteceu! Este resultado talvez tenha relação com uma outra pesquisa, não menos intrigante, levada a efeito pela Universidade Estadual da Louisiana (EUA) entre 1996 e 2012. Constatou-se que quando um time de futebol americano local sofria alguma derrota inesperada, nos dias imediatamente seguintes as penas eram 7% mais altas - 14%, se o juiz graduara-se na universidade do time. Em Israel, cientistas da Universidade Ben-Gurion realizaram, nos idos de 2011, um estudo análogo. Ao longo de 10 meses, foram analisadas milhares de decisões de oito juízes que trabalhavam em três sessões, com intervalos para um lanche e o almoço. Vejam só: constatou-se que, quanto maior a fome e a sede dos juízes, mais severas eram as penas impostas. Os resultados desta pesquisa, publicada

na revista da Academia Nacional de Ciências dos EUA, chegam a ser chocantes: no início de cada sessão, as chances de um condenado conseguir livramento condicional eram de 65%, percentual que ia caindo até chegar a zero no seu final - e estes valores foram praticamente os mesmos para cada um dos oito juízes. A propósito deste quadro, data de 1930 uma interessante frase proferida pelo filósofo e juiz norte-americano Jerome Frank: "justiça é o que o juiz comeu no café da manhã". Desejou ele, com tal pensamento, firmar a ideia de que, assim como ocorre com absolutamente qualquer profissão, há fatores triviais, emocionais ou físicos, que podem influenciar decisivamente no desempenho dos juízes. Diante desta realidade, e colocando-me no lugar daquele infeliz que foi sentenciado imediatamente antes do almoço, com "chance zero" de liberdade condicional, fico a pensar se nosso modelo de justiça está profundamente errado! PEDRO VALLS FEU ROSA Desembargador do TJES

Atualmente ocorre no Brasil a prevalência do crescimento da faixa etária das pessoas com mais de 60 anos. Os idosos se constituem na grande parcela dos brasileiros, são os aposentados, que engrossam esse contingente e não será por outro motivo, os especialistas entendem que estamos bem rápido a caminho do século da aposentadoria. Estima-se em 2020, a população do país de mais de 60 anos representará 13% da população total. O IPEA que a muito tempo estuda o tema em diversos países, comprovou que os brasileiros pagam por uma previdência Social de países do primeiro mundo, mas recebem benefícios de nações pobres. Os nossos segurados pagam a décima alíquota de contribuição mais alta do planeta, 11% mesmo percentual aplicada no Reino Unido e Portugal.

Se a Previdência gasta muito, chegando a cerca de 12% do PIB com as aposentadorias e pensões, deve-se aplaudir de pé, pois os idosos precisam desse amparo para sobreviverem. A aposentadoria e terceira idade, definitivamente, não são sinônimo de descanso, pois a cada ano aumenta o número de aposentados que retornam ao mercado de trabalho. O atual governo apresentou ao congresso proposta para atualizar o sistema. É claro, passará por uma tramitação conflituosa no Congresso Nacional. O assunto não deve ser visto sob a prisma partidária ou ideológica, mas como prioridade nacional e não pode ser maltratada no ambiente político. RÔMULO AUGUSTO PENINA Ex Reitor da UFES


CLAssIfICADOs COMPRAR • VENDER • ALUGAR • TROCAR • DIVULGAR

sexta-Feira, 17 de Fevereiro de 2017 j www.eshoje.com.br j eshoje@eshoje.com.br j anuncie: (27) 3395-1800

1

VENDO

imóveis, automóveis, diversos

GRanDe ViTÓRia

vendo casa alagoano – começo escadaria, sem escritura, sem garagem – 5 cômodos – 75 mil vendo j.Penha Kitnet, elevador, garagem, 180 mil 99973-1001. vendo j.Penha 3 qts/ste, elevador, varanda 460 mil 9-9989-1243. vendo j.Penha 2 qts conjunto / varanda, 250 mil 9-9989-1243 seja um franqueado. Faça parte da maior rede de chocolates finos do mundo. Passamos o ponto: av. Presidente vargas, 137 - centro Fundão. tel.: 11 94350-2770 Nayane vendo casa – caratoíra (vitória) – 1º pavimento (começo escadaria) - 02 quartos, sala, cozinha, banheiro e quintal. sem escritura e sem garagem. r$75 mil ou r$60 mil + parcelas – 99865-0734 vendo apartamento – jardim da Penha – 70m² , 2° andar, 03 quartos com armários, dept de empregada e garagem – ed cataurus – atrás do sup. epa – 99527-0404 vendo apartamento – jardim da Penha – 90m² , 03 quartos, suíte, elevador, varanda e vaga. Próximo ao bicho Guloso - estudo troca em imóvel de menor valor. 99989-1243/3071-0527 vendo apartamento - jardim da Penha - 02quartos c/ suíte, varanda, elevador, 01 vaga, bicicletário, salão de festa com churrasqueira - prox. ao sesi – r$ 355 mil - 99973-1001/3084-5182 vendo apartamento - jardim camburi – 03 quartos c/ suíte, varanda, elevador, ampla área de lazer - prox. a vale – r$ 290 mil - 99989-1243/3071-0527 vendo apartamento – jardim camburi - 02 quartos, 1 banheiro social, elevador sol da manhã, 01 vaga, 2 quadras do mar - r$ 245 mil.. 99973-1001/3084-5182 vendo - telas pintadas à óleo - com temas florais de vários tamanhos e valores. angel art 999231 3143. vendo casa – vila Garrido (vila velha) – 2ª pavimento (começo da escadaria) – 02 quartos, sala, cozinha, banheiro, copa, varanda e terraço – r$ 44 mil ou troca por outro imóvel – 99701-2376 vendo apartamento – jardim da Penha – ed centaurus - 2° andar, 03 quartos, armários, garagem, dependência de empregada – atrás do supermercado ePa – r$280 mil. 99527-0404 vendo apartamento – jardim da Penha– 03 quartos, suíte, armários, elevador, varanda e vaga. Próximo ao banco banestes –estudo veículo como forma de pagamento. 99989-1243/3071-0527 vendo apartamento – jardim da Penha - 02 quartos, suíte, armários, elevador, varanda, piscina e 01 vaga. Próximo ao

bicho Guloso -99973-1001/3084-5182 vendo apartamento – jardim camburi – amplo, 03 quartos, suíte, armários, 02 elevadores, varanda e 02 vagas. Próximo ao shopping Norte sul -999731001/3084-5182 vendo 2 camas de madeira (1casal-r$170 e 1 solteiro-r$100) – 992313143 vendo 02 casas – bairro de Lourdes – 03 quartos - r$ 590 mil ou troco por apto em jardim camburi – 999891243/3071-0527 vendo casa – Paul (vila velha) – Parte alta, simples com telhas eternit – 03 quartos, sala, cozinha, área, copa, sem garagem e sem escritura. r$40 mil ou troca por outro imóvel. – 9.997604724 9.99004470 vendo apartamento - Praia do canto 02 quartos, 01 suíte, armários, varanda, andar alto, 01 vaga, lazer, porteiro 24 h. 99989-1243/3071-0527 vendo apartamento - jardim da Penha - 02 quartos, 02 banheiros, varanda, sem elevador. r$ 248 mil - 999731001/3084-5182 vendo apartamento - jardim da Penha - 02 quartos com suíte, varanda, elevador, sol da manhã, armários, próximo a UFes - 360 mil. 99989-1243/ 30710527 vendo apartamento –Guarapari (centro) – 02 quartos, montado, elevador, vaga de garagem, próximo ao correio - r$ 245 mil – 99989-1243 ve n d o F i l h o t e s d e g a t o s – s i a mês – 03 meses - vermifugados -99231-3143(claro). vendo terreno - es010 (carapina) - 40 mil m² - 2 mil m² de galpão + escritório - 10 milhões - Luiz carlos alves 99999-4577 vendo Fazenda - jabaquara (Guarapari) - 11 alqueires - r$ 250 mil o alqueire - 2 rios - Luiz carlos alves - 99999-4577 vendo terreno - Gaivotas - 6,700m2 Parcelo o terreno por 1500 o m² -Luiz carlos alves - 99999-4577

2

ALUGO

imóveis, automóveis, diversos GRanDe ViTÓRia

aluga-se casa e quitinete em jardim america - cel.: 27-99629-3378 alugo casa para temporada - meaípe (Guarapari) - duplex, 3 quartos, 2 suítes, 2 banheiros social, 2 salas, cozinha, despensa, área, churrasqueira, varanda, quintal e garagem coberta. acomoda até 20 pessoas. - maria 3022-2878 / 999281951 alugo apt° - morada de Laranjeiras cond. Fechado - 3ª andar, 2 quartos, sala, banheiro, cozinha, Área de serviço, 1 vaga, port. 24hs, área de lazer, churrasqueira, salão de festas. r$700,00 – c/ cond. incluso – 99231-3143/ 3019-1918 alugo Kitnet - Praia do canto - em frente ao boulevard - residencial bali, mobiliada, r$ 795 + condomínio. 99989-1243 alugoapt°- jardim da Penha (Novo) – Póximo a Ufes e ao sup. carone. 2 quartos, sala, cozinha, elevador e garagem - 27 99981-0691 jorge. alugo apt°- cachoeiro – 3 quartos, sala cozinha, sala e garagem - 28 3522 9099. alugo Kitnet - centro de iriri – mobiliado com garagem. aluguel anual - 28 999351341/ 3533-1117. alugo terreno - Goiabeiras - localizado em frente a sempre verde, esquina, com 662,0 m2, todo murado. contato: 99907-6841. alugo sala comercial - enseada do suá ed. master tower, (em frente ao tribunal de contas) com 50m² e garagem. contato 99711-3343 / 3014-5114. cOMunicaDO centro automotivo audicar torna público que obteve da semdec/sUb-ma/ cariacica, es através do processo nº 37448/2015 a Licença ambiental de regularização n° 66/2016 na rua da cruzada, n°05 bairro vila Palestina cariacica- es.

cOMunicaDO aMBiLiGHT – aMBienTaL LuZ LTDa Me, torna público que obteve do iema, através do processo n° 76296130, Licença LU n° 7/2017, para atividade de coleta e transporte rodoviário de resíduos de serviços de saúde, na localidade da rua henrique chaves, nº 146 – bairro Nossa senhora da Penha, vila velha/es, ceP 29.110-210.

cOMunicaDO elson Laticínios indústria e comércio LTDa, torna público que requereu do iema, através do processo n° 27810836, requereu Licença de operação, para a atividade de industrialização de leite com queijaria.

cOMunicaDO aMBiLiGHT – aMBienTaL LuZ LTDa Me, torna público que obteve do iema, através do processo n° 61046124, Licença LU n° 8/2017, para atividade de coleta e transporte rodoviário de resíduos Perigosos, exceto óleo lubrificante e material radioativo, na localidade da rua henrique chaves, nº 146 – bairro Nossa senhora da Penha, vila velha/es, ceP 29.110-210.

cOMunicaDO JOSÉ BaLBinO GaRcia, torna público que requereu da semdesU, através do processo nº 05655/2017, Licença Lmar, para a atividade de boates, bares, casa de shows, cerimoniais e similares, com sonorização eletrônica ou musica ao vivo, (cod. 15.11/N) na localidade de avenida ernesto canal, n° 681, bairro alvorada, município de vila velha - es

3

sERVIÇOs

alimentação, consórcio, Reparos, etc.

GRanDe ViTÓRia

massagista, moreno, cariacica. atendimento diferenciado - segunda à sábado até 18:00 - 027-9-97441668 waNdersoN – climatização, instalação e manutenção de ar condicionado – 2799888-8667 – mig.wanderson@gmail. com sos Pronto socorro dos manequins – reformas de manequins, pinturas especiais, compra, vendo e alugo – 988285027 99246-1625 Funcionários da Pmv que desejarem adquirir o cartão mastercard internacional gratuito do banco daycoval sem sPc ou serasa. Ligar para carvalho 27 – 995073978 Legalizamos alvará de Func. corpo de bombeiros; síndicos perante rFb –legalizevitoria@gmail.com. advocacia: trabalhista, civil, Família e criminal - Fernanda Prates - 999643150 / 99745-5064

cOMunicaDO Reis e epifânio Lava Jato Ltda-Me torna Publico Que requereu da semdesU, através do Processo N º 06780/17, Licença Lmar, Para atividade Lavagem de veículos cód. 20,03(N) para a Localidade r. Professor telmo de souza torres, 611,Quadra 19 Praia da costa vila velha es.

4

EMPREGO

Diversos

GRanDe ViTÓRia

ofereço-me para trabalhar em consultório, clinicas ou escritórios - de 13 às 19 horas. sou aposentada, nível superior, facilidade em assimilar conhecimentos, aceito sal.mínimo – 30392202/997129889 ofereço-me para trabalhar como Porteiro ou aux de serviços Gerais – Possuo curso de Portaria, e resido em cariacica – 999490604 ivonete. ofereço-me para trabalhar como Garçom (Freelancer) para Festas e eventos. Formação senac – 99913-4971 – alessandro. ofereço-me para trabalhar como Pedreiro, área de construção civil ou serviços Gerais -disponibilidade para qualquer local - 99717 2657 ofereço-me para trabalhar como Porteiro – Possuo curso de Portaria, auxiliar de escritório, informática básica, cNh ab, ensino médio completo-resido em vila velha – 99792-6780 99701-2376 Nilson. cOMunicaDO VT TRanSPORTe aRTÍSTicO e TuRiSMO LTDa ePP, torna público que obteve do iema, através do processo nº 76383962 a licença ambiental única - LaU-Gca/ cLs/Nº17/2017/cLasse ii, para a atividade de transporte rodoviário a Granel de Produtos Perigosos, exceto material radioativo, na localidade da rUa sYLvio da rocha PoLLis, 300, aNexo casa 55, barra da tijUca, município de rio de jaNeiro /rj.

estado do esPÍrito saNto Poder jUdiciÁrio ViTÓRia–5ª VaRa cÍVeL FÓrUm cÍveL – FÓrUm mUNiZ Freire eDiTaL De ciTaÇÃO PeLO PRaZO De 30 DiaS nº DO PROceSSO: 0027951-15.2011.8.08.0024 (024.11.027951-0) aÇÃO: 7 – Procedimento comum requerente: coLÉGio NacioNaL Ltda Requerido: WanDeRLeY BRaSiL FiLHO e SanDRa MaRa naSciMenTO mm. juiz(a) de direito de vitÓria – 5ª vara cÍveL do estado do espírito santo, por nomeação na forma da lei etc. FinaLiDaDe DaR PuBLiciDaDe a TODOS Que O PReSenTe eDiTaL ViReM que fica(m) devidamente citado(s) WanDeRLeY BRaSiL FiLHO Documento(s): cPF: 271.963.211-20 Requerido: SanDRa MaRa naSciMenTO, atualmente em lugar incerto e não sabido, de todos os termos da presente ação para, querendo, oferecer contestação. aDVeRTenciaS: a) PRaZO: o prazo para contestar a presente ação é de 15 (quinze) dias, a partir do prazo supracitado, b) ReVeLia: não sendo contestada a ação, presumir-se-ão aceitos pela parte requerida como verdadeiros os fatos alegados na inicial, salvo no que diz respeito aos direitos indisponíveis. será nomeado curador especial em caso de revelia, de conformidade com o art.257, inciso iv do cPc. e para que chegue ao conhecimento de todos, o presente edital vai afixado no lugar de costume deste Fórum e, publicado na forma da lei. vitória-es, 08/11/2016 joaQUim saNtaNa LoPes aNaLista jUdiciÁrio esPeciaL aut. pelo art. 60 do código de Normas.


Esportes

SEXTA-FEIRA, 17 DE FEVEREIRO DE 2017 j WWW.ESHOJE.COM.BR BOB

RUY MONTE DÁ O RECADO! rmonte@eshoje.com.br

Não deu para a Tiva Caio Afeto é o único atleta a representar o Espírito Santo no evento; ele também é escalador e highliner

Insanidade no nível máximo

Dos esportes mais perigosos do mundo, o 1º Campeonato Brasileiro de Base Jump vai acontecer em Castelo, dia 25 GUSTAVO GOUVÊA gustavo@eshoje.com.br

P

  especialistas em esportes, o base jump é uma das modalidades mais perigosas do mundo, tendo uma taxa de mortalidade considerada alta entre os praticantes. Para se ter ideia, o pioneiro da modalidade, o ítalo-norueguês Alexander Polli, morreu em agosto do ano passado após cair durante um salto nos Alpes franceses. No base jump o praticante salta de penhascos, prédios, antenas e até pontes, fazendo o uso de um paraquedas apropriado para abertura em baixas altitudes. No Brasil, a estimativa é que existam cerca de 40 base jumpers ativos. Dentre eles, 16 dos mais insanos estarão em Castelo a partir do dia 25, durante o feriado de Carnaval, para competirem no 1º Campeonato Brasileiro de Base Jump. O local será a Pedra do Cabrito, que ao lado da Pedra da Onça e da Pedra do Fio forma o complexo dos sonhos de qualquer praticante de base jump. "O Espírito Santo é um dos melhores estados do Brasil para o sal-

to de base jump, juntamente com Rio de Janeiro e Minas Gerais. Aqui temos muitas montanhas propícias para a prática e atualmente a região de Castelo virou a 'Meca' do base jump no Brasil. Lá, o complexo permite o base jumper saltar e cair por até 16 segundos de queda livre até abrir o paraquedas", explicou Caio Amador, 29, conhecido no meio como Caio Afeto, único atleta a representar o Espírito Santo no 1º Campeonato Brasileiro de Base Jump. Além dele, os demais atletas vêm de estados como Rio de Janeiro, São Paulo, Minas Gerais, Brasília, Paraná, Amazonas e Santa Catarina. Caio Afeto, que também tem ampla experiência com escalada e highline - o slackline nas alturas - pratica o base jump há um ano e meio e reconhece o risco do esporte. Ele deixa claro que a primeira competição acontece consigo mesmo e que a maior vitória será a experiência. "A maior competição que temos no esporte é com nós mesmos, pois qualquer erro pode ser fatal. O campeonato será muito bom porque apesar de ter uma disputa será em um clima bem tranquilo, pois a intenção maior

é se divertir com os amigos e aprender. Com mais pessoas saltando é o momento de trocar experiências. Meu maior foco é explorar novos lugares para realizar o salto e assim contribuir para o desenvolvimento do esporte no Brasil", afirmou o atleta. LIBERDADE Caio Afeto explicou que o interesse pela modalidade surgiu ao acompanhar o salto de dois amigos e que depois disso começou a juntar dinheiro para fazer o curso de paraquedismo - essencial para praticar o base jump. "O pré-requisito para praticar o base jump é ter no mínimo 150 saltos de paraquedismo avião. Após isso deve procurar um mentor com muita experiência no esporte para fazer o curso de base jump". O representante capixaba, fissurado em adrenalina, explica essa paixão tão perigosa: "A sensação de queda livre é o melhor sentimento para quem curte adrenalina e liberdade. São poucos segundo de uma experiência de vida muito intensa. Pode parecer pouco, mas que dura uma eternidade. Difícil explicar isso, só fazendo".

Dono de diversas marcas   e highliner, Caio Afeto é dono de várias marcas. Ele foi o primeiro brasileiro a realizar highline em todas as regiões do Brasil; tem o recorde de altitude em highline no Brasil (2750 metros de altura, no Pico das Agulhas Negras); escalou as principais montanhas do Espírito

Santo (como Cinco Pontões, Pedra Azul e Pico do Itabira); escalou a Table Mountain, na África do Sul e El Captain, nos Estados Unidos, dentre vários outros feitos. Agora, além de já ter realizado diversos saltos no paraquedismo e no base jump, um dos próximos objetivos do atleta é saltar com

wingsuits. "Sonhar para mim é essencial para me manter motivado e focado rumo a novos projetos e, com certeza, um dos maiores sonhos que tenho no esporte é fazer wingsuit que é poder saltar e voar com aquela 'roupa com asas'", afirmou. O campeonato vai até o dia 28 de fevereiro.

Definitivamente não era para ser. O jogo pela Copa do Brasil, entre Desportiva Ferroviária e Avaí, não foi ruim. Mas, dentro de casa, em Jardim América, o time capixaba perdeu por 2 a 1, com pequenos vacilos que beneficiaram o Avaí. A partir de agora o time grená deixa a Copa e foca somente no Capixabão 2017. A derrota da Desportiva Ferroviária começou na perda do item orçamento. O time de Santa Catarina tem um orçamento anual de R$ 38 milhões e uma folha de pagamento R$3,5 milhões. A CBF arma esse tipo de jogo na Copa do Brasil, com dois times em desiguais condições exatamente para isso: o mais forte levar sempre a melhor. Esse é o esquema principal desta competição. A CBF tenta agradar algumas federações colocando times de inferior poderio técnico contra outro, em circunstância bem melhor. O jogo em si agradou até pela vontade e determinação da Tiva, que buscou a vitória durante toda partida. A equipe do Avaí, mais experiente, foi atento a erros de marcação do adversário e fez dois gols de raro oportunismo, mesmo chegando à frente, fazendo um gol de pênalti. Faltou força para o grená capixaba chegar, pelo menos, a um empate. Assim, mais uma vez ficamos a ver navios nesta competição. Com isso, mais um ano que não passamos da primeira fase. Resta agora esperar a série D. Vamos ver o que vai acontecer daqui para frente.

Sobre a Desportiva em si, mostrou qualidade de alguns jogadores e um esquema bem traçado pelo técnico Fabiano Rossato, que faz com que a equipe chegue ao ataque com certo perigo. Posso dizer que em nível doméstico, o time pode chegar a ser um dos finalistas do Capixabão. Mas para a série D do Brasileiro, poderia encaixar pelo menos mais dois jogadores cascudos nesta competição. RODADA ADIADA Falando no Campeonato Capixaba de 2017, mais uma vez a Federação de Futebol do Espírito Santo (FES) adiou mais uma rodada. Foi uma atitude inteligente do presidente, Gustavo Vieira, preocupado ainda com o clima de insegurança que passa o estado, com a paralisação de parte da Polícia Militar. Levando em conta este fim de semana ser de carnaval capixaba, com desfile das escolas de samba, de certo não haverá policiamento necessário para cobrir todos os eventos do fim de semana. Naturalmente não é nada bom para as equipes que ficam sem jogar. Mas foi algo necessário esse adiamento.

Torcedores ou animais selvagens

Lamentamos profundamente o fato negativo que aconteceu no Rio de Janeiro, no domingo (12) antes da partida Flamengo e Botafogo, no Engenhão. Foi uma batalha entre falsos torcedores com brigas de arma e pedras, resultando na morte de um torcedor botafoguense com tiro no peito. Podemos chamar esse grupo de selvagens, bandidos travestidos de torcedores, trocando tiros e agressões das mais violentas. Foram cenas de horrores programadas para alguns pontos fora das praças esportivas, por meio de acordos pela internet. Isso é coisa de gente doente, sem noção, que acontece nas principais cidades do Brasil. A justiça precisa ser mais rígida.

7


Vitória, 17 de fevereiro de 2017 J Ano XVI J Nº 632J Edição Gratuita Semanal

www.eshoje.com.br

Fundado em 19 de julho de 2000 por Carlos Roberto Coutinho DIVULGAÇÃO

Prepare sua agenda para grandes shows Beth Carvalho de volta aos palcos capixabas, além de muitos outros artistas nacionais e internacionaisj3

PROGRAME-SE

Muita arte para os capixabas

Exposições de arte e fotografia cartaz por toda Grande Vitóriaj2

ABRE ALAS

Detalhes do desfile de Vitória

Coluna de carnaval adianta o que se verá no Sambão do Povoj4

MODA

Todo estilo para cair no samba

Muito brilho e glamour, no melhor estilo folião, como pede o períodoj6


2

Programe-se

SEXTA-FEirA, 17 dE FEvErEiro dE 2017 j www.EShojE.com.br divulgação

MULTIMÍDIA BIANCA COUTINHO L bianca@eshoje.com.br

Moda e cultura pop A marca roupas gaúcha Two Pizzas, lançada no final de 2016 por quatro amigos apaixonados pela cultura pop e apresentou uma nova ideia: a de que seus clientes pudessem vestir o que gostam de assistir, ouvir ou ler.

divulgação

Em shopping de Vitória, o Projeto Neon envolve jogo de cores, luzes e sensações em uma série de fotos

Exposições abertas pela Grande Vitória As mostras culturais são gratuitas e estão entre as excelentes programações para se fazer em família

Q

uem aprecia exposições de arte e fotografia pode se programar para fazer um tour pelas diversas mostras que estão em cartaz na Grande Vitória, de artistas como Antonio Bokel, José Spaniol e Hid Said. Este, por exemplo, realizará no Shopping Vitória o Projeto Neon, até o dia 28 de fevereiro. O trabalho envolve um jogo de cores, luzes e sensações em uma série de fotografias feitas com pintura e tinta fluorescente. Em 14 fotos, Hid Saib apresenta a sua autenticidade para fotografar. Já a mostra “Madre Teresa de Calcutá – Vida, Mensagem e Espiritualidade”, conta a história da missionária, canonizada em setembro de 2016 após ter um milagre concedido a um brasileiro reconhecido pelo Vaticano. Em cartaz até o dia 31 de março, esta é uma exposição oficial, organizada pelas Missionárias da caridade e já passou por cidades como Salva-

dor, Brasília, Rio de Janeiro e São Paulo. A Matias Brotas arte contemporânea está expondo o seu acervo. São mais de 20 obras, diversos suportes artísticos como pinturas, esculturas, de artistas contemporâneos, da geração 80 aos novos talentos do mercado de arte. Dentre os diversos trabalhos, destaque para obras de nomes como Andrea Brown, Antonio Bokel, José Spaniol e Vanderlei Lopes, artistas que entraram recentemente para o time de peso da galeria. O artista José Spaniol, por exemplo, contabiliza diversos prêmios ao longo de sua trajetória. Suas obras estão em importantes coleções como Museu de Arte Moderna de São Paulo (M.A.M.), Museu de Arte Contemporânea da U.S.P., Instituto Cultura Itaú (SP), entre outros. Atualmente é professor do Instituto de Artes da UNESP em São Paulo. No início da carreira, o ar-

tista utiliza objetos cotidianos, e estabelece uma troca entre a função utilitária e a poética. Desde os anos 1990, explora a relação entre suas obras com arquitetura e espaços expositivos. Desde então, já realizou diversas exposições individuais e coletivas no Brasil e no exterior. A mostra fica em cartaz somente até dia 24 de fevereiro. Na Prainha, em Vila Velha, o destaque é uma mostra sobre o artista Homero Massena, em cartaz até o dia 11 de março, na Casa da Memória. Dez artistas plásticos participam da exposição “Subida da Penha/Da Fé/ Solidão” que homenageia os 131 anos do artista. A mostra apresenta 20 obras de artistas como Kleber Galveas, Ângela Gomes, Chris Lemos, Marina Cadeiras, Cláudio Tripa, Guilherme Merçon, Heitor Bonino, Marcio Antonelli, Rosindo Torres e Lester. Eles apresentarão telas concebidas com referência pictórica do mestre Massena.

Tem para a criançada a galeria Homero Massena, no Centro de Vitória, abre as comemorações dos 40 anos com uma nova abordagem em seu acervo. Pela primeira vez no Estado, o espaço faz uma curadoria pensada na primeira infância, que pretende levar as crianças e seus familiares para o museu, como uma forma de mostrar que a arte deve fazer parte do cotidiano. É a exposição “Acervo de afetos”, em car-

taz até o dia 15 de abril. A coordenadora de Artes Visuais do espaço cultural, Kyria Oliveira, explica que a exposição traz um novo olhar para o acervo e enfatiza o aprendizado por meio da experiência, empregando a arte como uma ferramenta para estimular a imaginação das crianças com ações educativas. “Pensar em uma exposição cujo público seja criança é voltar para nós mesmos,

para um tempo passado que constitui quem somos hoje. Permitir o acesso à arte é uma ação colaborativa na construção de uma educação que inspira habilidades criativas e analíticas para a aprendizagem ao longo da vida”. A exposição ‘Acervo de Afetos’ busca na arte naif as representações mais ingênuas para compor seu repertório por meio dos desenhos, cores e formas.

Criou um filme, Two Pizzas Time (twopizzas.com.br/twopizzastime), que retrata a relação de um grupo de amigos em momento de descontração e carinho. Qualquer referência a um dos seriados de maior sucesso da história não é mera coincidência. Para aqueles que acompanham o calendário das séries, fica a dica para segui-los nas redes sociais, pois a ideia da marca é acompanhar os lançamentos dos principais estúdios e buscar séries consagradas que já chegaram ao seu final. As camisetas podem ser adquiridas online e com entrega em todo o Brasil.

Mensagem de apoio ao Espírito Santo

"O Espírito Santo quer paz". Com o mote criado pela Aquatro Comunicação, a Multivix mostra sua confiança no estado e crença em dias melhores em anúncio que destaca a hashtag #ForçaES, reforçando o compromisso da instituição com a responsabilidade social. É a faculdade dando mais uma aula de cidadania e solidariedade à população capixaba.

Samba no pé, chocolate na mão!

No Carnaval de Vitória deste ano, a Espírito Cacau é uma das patrocinadoras do desfile da escola Pega no Samba. A chocolateria será destaque no sambódromo capixaba dia 18, no carro alegórico “Tomando um porre de felicidade de Norte a Sul do Brasil”. Para isso, a agência LBN Comunicação, de São Paulo, criou o slogan “Samba no pé, chocolate saudável na mão. Esse é o espírito deste Carnaval!”. Além disso, terá degustação do chocolate da marca, 100% natural, saudável e saboroso, nos camarotes.


SEXTA-FEirA, 17 dE FEvErEiro dE 2017 j www.EShojE.com.br

3

Matéria de capa

Agenda recheada para o Estado Festas, shows e peças de teatro prometem agradar a todas as gerações no primeiro semestre Marcia alMeida cultura@eshoje.com.br

N

ão resta dúvida de que o Espírito Santo entrou na rota de grandes eventos. Cada vez mais as cidades capixabas recebem artistas de renome, estreias teatrais e até atrações internacionais. E este ano não será diferente, afinal, os produtores locais já começaram a divulgar a sua programação e garantimos: vem muita coisa boa por aí! Talvez um dos shows mais esperados deste primeiro semestre seja o lendário cantor e compositor Roger Hodgson, ex-Supertramp, que retorna à Vitória com sua turnê mundial Breakfast in America. O super show vai acontecer na Arena Vitória, no dia 18 de março. No repertório clássicos como “Sister Moonshine,” “Child of Vision,” “Hide in Your Shell,” “Even in the Quietest Moments” e muito mais. Falando em retorno, quem está afastada dos palcos capixabas promete voltar para um grande encontro. A madrinha do samba brasileiro, Beth Carvalho sobe ao palco da Área Eventos do Shopping Vila Velha no dia 11 de março. Com ela, também sambista de responsa, Jorge Aragão. Ainda em março, a Arena Vitória vai receber, no dia 19, o show da musa teen Larissa Manoela, estrela do SBT. O fenômeno adolescente apresentará aos fãs capixabas seus maiores sucessos na turnê "Larissa Manoela Outra Vez". No palco, a estrela canta e dança acompanhada de sua banda e bailarinos. O cenário colorido e animação característica da artista farão o show ser inesquecível para os "larináticos"! Almir Sater, Sérgio Reis e Renato Teixeira voltam a presentear o público capixaba com o show “Tocando em Frente”. Será dia 08 de abril, na Arena Vi-

tória. Três dos maiores nomes da genuína música sertaneja, juntos no mesmo palco, para uma emocionante releitura dos grandes clássicos que marcaram suas carreiras, e claro, a vida de milhares de pessoas. Músicas como “Romaria”, “Trem do Pantanal”, “Panela Velha”, “O Rei do Gado”, “Frete”, “Chalana” e claro, “Tocando em Frente” são apenas uma pequena amostra do rico repertório do show. “Cada um de nós possui uma função especifica, eu fiquei com a parte musical e arranjos, Renato Teixeira foi eleito o porta voz do trio, e Sérgio Reis é o carisma personificado”, brinca Almir Sater. “Um show que começa com Romaria, traz consigo muita responsabilidade”, afirma Renato Teixeira, relevando a primeira música do repertório. “Essa foi minha única exigência, que Romaria desse início ao espetáculo”, revelou Sérgio Reis. HuMor os que gostam de uma boa comédia não foram esquecidos. Se você é um desses, anote aí: a Cia. Barbixas de Humor começa a nona temporada da turnê brasileira do espetáculo “Improvável”. É um espetáculo de improvisação teatral em que o mestre de cerimônia apresenta as regras dos jogos, a plateia sugere os temas e os atores improvisam as cenas na hora e sem nenhuma preparação prévia. Desse modo, nenhuma apresentação é igual a outra. O espetáculo será apresentado nos dias 24, 25 e 26 de março, também no Teatro Universitário da Ufes. Outro que promete arrancar boas gargalhadas do público é o ator Maurício Manfrini, ou o hilário Paulinho Gogó. Ele vem apresentar seu novo show “Fato Venério” nos dias 10, 11 e 12 de março, no Teatro Universitário da Ufes.

Di

vu

lg a

çã

o

Simone e Simaria, chitãozinho e Xororó, Paulinho Gogó e larissa Manoela são alguns dos artistas que passarão pelo espírito Santo este ano

Sertanejo vem com tudo top 10 em todas as rádios e eventos, o sertanejo se manterá com tudo em 2017. E o que não faltarão são show e festivais com o gênero, trazendo grandes artistas para os palcos da Grande Vitória. Para abrir a agenda Daniel se apresenta no dia 17 de março no Steffen Centro de Eventos. O evento, que é all inclusive, abre um extensa e primorosa programação na casa, que terá, ainda, no dia 7 de abril, Leo Magalhães. Já em 5 de maio é a vez de Guilherme e Santiago, seguido por Amado Batista dia 3 de junho, e a dupla Victor e Léo em 30 de junho.

Leonardo e Eduardo Costa prometem esquentar o friozinho da região serrana do Estado. É que no dia 22 de abril eles vão apresentar a nova turnê, “Cabaré Night Club”, no Parque de Exposições de Santa Teresa. Já Naiara Azevedo, intérprete de uma das músicas mais tocadas nas rádios brasileiras – “50 reais", sobe ao palco no Campo do Ipiranga, em Afonso Cláudio, no dia 18 de março. A Área Eventos do Shopping Vila Velha recebe a dupla Chitãozinho e Xororó no dia 17 de março, que fará o público ca-

pixaba se deliciar com sucessos como “Fio de Cabelo”, “Evidências” e “Brincar de Ser Feliz”. Outro show que promete ser muito concorrido é o de Luan Santana, que vai acontecer no dia 29 de abril. Se o show de um artista é bom, o que falar sobre um festival que reúne, na mesma noite, grandes nomes da música? O Villa Mix vai acontecer no dia 1 de abril, no Pavilhão de Carapina, com atrações de peso, como Wesley Safadão, Jorge e Mateus, Simone e Simara e o DJ Alok. E aí, já decidiu qual é o seu show preferido?


4

Abre alas

SEXTA-FEIRA, 17 DE FEVEREIRO DE 2017 j WWW.ESHOJE.COM.BR

Lucas Rezende

Abre alas

abrealas@eshoje.com.br

O leão hi-tech

Spoiler

Nesta última coluna, pré-desfile, Abre Alas vem antecipar o que preparam as escolas para o desfile no Sambão do Povo nesta sexta (17) e sábado (18). Pra começar, falemos da atual campeã, a Mocidade Unida da Glória (MUG), que vai iluminar seu último carro alegórico, que falará sobre tecnologias e perigos hi-tech em tempos de mensagens instantâneas. O carro terá mais de 1 km de fitas de LED especial. É que, como a alegoria foi toda confeccionada reaproveitando CD’s, caixas de leite e ovos, e marmitas de alumínio, acabou

sobrando verba para a audácia na iluminação. A escola, aliás, focou no acabamento das alegorias, que vêm altas, muito coloridas e com plástica mais refinada que em 2016.

No desfile do Novo Império, fiquem de olho no tripé da comissão de frente. Uma pessoa especial estará lá simbolizando a cura do mundo.

Mãe Dinah

Tem musa de 2017 cotada a voltar a virar rainha em 2018 lá pelo alto das colinas...

Rainha africana

Já Gerusa Bacelar, rainha da Barreiros, representará as matas de Uganda, dentro do enredo “Uganda, a Pérola da África”. Ela abusará de faisões e pedras boreais verdes.

Vish... Optcha!

JOSÉ AUGUSTO TOVAR

Musa da coluna, Lorena Bragatto desfilará com fantasia acompanhando a bateria da Nação, que representará o desastre de Chernobyl. Como o enredo prega a preservação à natureza, o carnavalesco da Jucutuquara pediu que não fossem usadas penas. Então, Lorena foi até SP buscar quem topasse a proposta ecológica. O material usado no costeiro será inédito, bem como as centenas de canudos plásticos usados. Com um ar dramático – mas não piegas -, a fantasia começou a ser feita apenas há 20 anos, porque, em Vitória, nenhum estilista comprou a ideia

Viviane Araújo não vai desfilar mais na Boa Vista. A assessoria da atriz confidenciou à coluna com exclusividade que é “porque a escola não confirmou a participação dela”. E mais não disse. Falando na Boa, o povo cigano, tema do enredo da escola, é originário das Índias, mas a escola de Cariacica vai dar a volta ao mundo. Ciganos egípcios e os influenciados pela dança moura flamenca serão lembrados.

Triunfo loiro

Dois anos depois, Tatiana Paysan volta à Jucutuquara, mas como musa à frente da Velha Guarda. E Tati Braga estreia como destaque de chão. Falando em retorno, Gizeli Simon, que foi convidada a deixar o cargo de madrinha na MUG, está de volta à escola.

Consciente

Pedindo proteção à natureza, a Jucutuquara não fará vista grossa para o mar de lama que virou o Rio Doce pós-acidente da Samarco. Nem para as secas que nos atingem... Diferente de outros anos, a coruja da verde, vermelho e branco não vai se movimentar no Sambão.

Mania de grandeza

Quatro das seis escolas de samba do grupo especial – Mocidade unida da Glória, Independentes de Boa Vista, Unidos de Jucutuquara e Novo Império - vão desfilar com o carro abre-alas acoplado chegando a quase 30 metros de comprimento cada um.

O andar da carruagem

Constatação no início dessa semana: MUG pronta para desfilar, Novo Império e Jucutuquara às vias do fim e Piedade e Pega com alegorias ainda com ferros aparentes. Amiga da coluna que viu as duas últimas, não se conteve: “Até a Chegou o Que Faltava está mais adiantada”. JOSÉ AUGUSTO TOVAR

Sagrado e profano

Rainha do Pega no Samba, Jordana Catarina deixou sua fantasia nas mãos de Douglas Locatelli, que se inspirou no Santo Graal de Cristo, o cálice usado na Última Ceia. O costeiro vai representar o vinho dentro do cálice, já que o enredo é a bebida do Bacco. A fantasia vai contar com 25 mil cristais austríacos bordados.

À la Beyoncé

Nelsinho Sardinha, da Razões do Corpo, é quem assina a coreografia da ala das ninfas do Pega. Ele usará passos de stiletto - que combina hip hop, jazz e salto alto -, desde a postura, até os movimentos. O Pega, aliás, não fez ensaio técnico porque não tinha ônibus para levar a bateria Locomotiva da Consolação para o Sambão. Parece desorganização. E é.

O outro lado

Larissa Santos, que coordenava a ala das crianças do Império, alega que não deixou a escola por problemas com as musas da bateria e sim por divergências internas. E, diferente do publicado aqui, o marido de Larissa não deixou a escola de Caratoíra.

Anota aí

Foliões da arquibancada só poderão levar duas garrafas de 600ml plásticas e lanches em recipiente descartável. E não será permitida a entrada com garrafas de vidro, caixa ou bolsa térmica. Nos dois dias, os

Parece um anjo, mas é Márcia Santos, madrinha do Império

Foi bonito, foi

desfiles começam às 21h. Por isso, a chegada dos foliões está liberada duas horas antes. Na sexta, desfilam na ordem: São Torquato, Chegou o que faltava, Rosas de Ouro, Chega Mais, Andaraí, Tradição, Impe-

ratriz e Barreiros. No sábado, será a vez de: Império, Jucutuquara, MUG, Pega no Samba, Piedade e Boa Vista. Os homens do general Adilson Carlos Katibe vão ajudar na segurança do Sambão.

Abre-Alas fica por aqui, agradecendo ao povo do samba pela audiência. Nos vemos no Sambão, abastecendo informações em tempo real no ESHOJE Online.


5

SEXTA-FEIRA, 17 DE FEVEREIRO DE 2017 j WWW.ESHOJE.COM.BR

Social

Bianca Coutinho bianca@eshoje.com.br

Na “era” do Super-Homem

DIVULGAÇÃO

A visão de raio-X do Super-Homem inspirou empresários capixabas com pretensões de atender as mineradoras e até o agronegócio de todo o País. Assim como o herói, que consegue visualizar objetos por trás de superfícies de uma única vez, um aparelho chamado de Photopography foi desenvolvido com a visão artificial de câmeras para medir formatos diversos. É possível obter com apenas uma “olhada” do equipamento o volume das pilhas de minério, cereais, areia ou brita in-

dependente da distância. “Sem a necessidade de mão-de-obra qualificada e operando com rapidez acreditamos que será

uma alternativa atraente para o mercado”, destacou Leonardo Veloso, empresário de uma das investidoras do projeto. WANDERSON LOPES

Bruno Marinho presenteou os campeões olímpicos, Alison Cerutti e Bruno Schmidt, com um conjunto especial de malas personalizadas para os atletas, com uma ilustração fazendo referência ao vôlei de praia Vicenzo Quiroz e Roberto Rocha, em frente a mais nova unidade da Temakeria e Cia, localizada no Shopping Vila Velha

Dia de Lazer. Fábio Santório promoverá um dia de lazer neste sábado, para os clientes com os filhos. A ideia é reunir a família na compra do carro zero, com ofertas especiais.

Feira em Milão. Ana Luiza de Azevedo irá visitar a MIDO/2017

Expo Tattoo Vitória A principal convenção internacional de tatuagem da capital capixaba está confirmada para os dias 11 e 12 de março, no Centro de Convenções de Vitória. A previsão é que a edição de 2017 seja maior, com 66 estandes e

mais de 300 tatuadores do Brasil, Chile, Bolívia, Peru, Argentina e Uruguai. Diversas atrações culturais, concurso de tatoo, batalhas de MC’s, dança, concurso miss tattoo, bandas, além de um encontro de food trucks e bikes. DIVULGAÇÃO

buscando as tendências do setor para o verão europeu, além de diferentes cores de lentes e armações dos modelos best-sellers.

Em clima de folia . Francieli Crespo e Iara Quaresma recebem neste sábado, para o ‘Folia das Divas’. Será o dia de dar dicas de looks e makes para as capixabas arrasarem no carnaval.

Lançamento. O Grão Mestre Woo-Jae Lee lança, dia 6 de março, o seu novo livro, “A prática do Taekwondo - Volume I”. Ele foi um dos responsáveis por trazer o esporte coreano para as terras brasileiras.

Folia com saúde. Janine Rover recomenda água e sucos naturais, refeições baseadas em cereais e proteínas magras durante os dias de folia.

Inédito. Após o sucesso da passagem da dupla César Menotti e Fabiano no Steffen Centro de Eventos, Ildo Steffen está às voltas com a apresentação do cantor Daniel, dia 17 de março, e buffet assinado pelas chefs Yane Vicente e Vânia Galvão.

Casamento. Kamilla Zanelato e Fabrício Fernandes diz o sim-sim, dia 18. Ela, que é a designer de moda nupcial à frente do atelier Milla Karolie, desenhou o próprio vestido, inspirada na estética boho-folk, com rendas importadas. A recepção será em Meaípe, com decoração de Mariana Paraíso.

Aniversariantes da semana. Maira Arnal (17), Adriana BelSelf de Maria Fernanda Cândido e o colunista Luís Villarin na Casa do Saber, em São Paulo

Marcus Frizzera, a rainha de bateria Jordana Catarina e mestre Jorginho da bateria da Pega no Samba

trane e Leone Oliveira (18), Amandio Santos, Erick Musso (19), Magali Magalhães (20), João Araújo (21), Marcos Eduardo Altoé, Marina Denicoli e Matilde Guimarães (22), Maíra Welerson, Karine Nobre e Anna Karla Lerbach (23). Parabéns!


6

SEXTA-FEIRA, 17 DE FEVEREIRO DE 2017 j WWW.ESHOJE.COM.BR

Palcos e Atores cacaumonjardimphd@yahoo.com.br L

Cacau Monjardim

O

Espírito Santo viveu e ainda vive os reflexos de um movimento considerado ilegal e inconstitucional, por transformar uma das mais tradicionais corporações militares do Estado, em cenário de exigências de caráter administrativo interno, que consideramos, em seus princípios básicos, justos mas, sem dúvida, mascarados, segundo autoridades estaduais e federais, por interesses grupais, corporativos e profundamente danosos à tranqüilidade, neste fevereiro macabro que aquartelou 4 milhões de capixabas, chegando no submundo de suas reações, com o empaderamento dos quartéis, sobressaltando o próprio país pela triste e inaceitável posição de inocentes úteis que foram levados, pelas escaramuças condenáveis que alguns aproveitadores que plantavam e continuarão plantando na mídia, como instrumento de desequilíbrio de uma tranqüilidade que, em termos do nosso Estado, pode ser considerada um exemplo nacional de ação administrativa, jurídica e socioeconômica que o transforma, sem dúvida, desprezando os que odeiam a ordem, abraçam a corrupção e colocam os seus próprios desvios morais à serviço de seus criminosos objetivos políticos, ou puramente revanchistas. Felizmente a normalidade e o bom senso voltam a acordar a cidade para o seu dia a dia de alegria, abraços e operoso trabalho. Por isto vale recordar: nunca houve tanto motivo para trabalhar e confiar.

Horizonte

Levantando a viseira para o futuro, superado este momento de preocupação e sofrimento, vemos um Espírito Santo digno da afirmativa que, no passado, o saudoso engenheiro Luiz Serafim Derenzi legava às gerações que chegavam: “O Espírito Santo é o maior pequeno Estado do mundo”. E na esteira de nossas potencialidades – que se fossemos citar nesta coluna, o espaço seria pouco – sustentadas por um conjunto de commodities de larga comercialização e recomendação no mercado internacional asseguram os novos investimentos e projeções industriais que sacodem todo o Estado. Grupos estrangeiros batem, diariamente às nossas portas, conquistados pelo padrão de responsabilidade e seriedade que marcam nossas relações empresariais, publicas e privadas. Portos, terminais, aeroportos, dragagem da baía de Vitória, rodovias longitudinais de alta importância rodoviária, o retorno do projeto ferroviário da EF-118, um agronegócio que é exemplo nacional e uma completa união entre os seus três poderes e uma transparência elogiável e respeitada como canal de ligação entre a sociedade e seus instrumentos públicos identificam um Estado que – já registrei antes – causa inveja em algumas das mais importantes unidades da federação.

Pré-Sal

Vem aí, ainda este ano, o leilão de áreas do pré-sal – que é bom lembrar, jorrou pela primeira vez na bacia do Espírito Santo – que surge como um final de ano pleno de investimentos, viabilizando os projetos litorâneos que temos prontos para aceitar os desafios do petróleo e do gás. Começam a chegar ao Estado, ainda tímidos e escondidos, grupos estrangeiros que estão mantendo nos escaninhos do Anchieta, contatos produtivos, revelando alto potencial de emprego e renda. Hoje, mais do que ontem, acredito no vaticínio de Monteiro Lobato, em 1931, “Um dia o petróleo será a redenção do Espírito Santo”.

DIVULGAÇÃO

Chocolate

O Brasil e o Espírito Santo estão unidos pela ordem, progresso, confiança e trabalho

Presença I Começando este fevereiro com as cores negras de assaltos, mortes, paralisações, arrombamentos de lojas, bancos e unidades públicas e privadas, num volume que jamais a história deste Estado registrou, os capixabas viram sua segurança ameaçada, suas escolas fechadas, seus supermercados e unidades de saúde também fechados, as ruas e praças vazias, num silencio de medo e revolta gerando o aquartelamento residen-

cial de todo um Estado, transformando os que prezam o trabalho, também como muitos policiais, em reféns de espúrias e condenáveis decisões, agredindo os mais caros postulados que sustentam a verdadeiras noções que presidem um pais moderno, evoluído, democrático e pronto, como estamos, apesar deste balanço, para manter a paz e a felicidade e a prosperidade de todo os capixabas e brasileiros.

Presença II Os reflexos desta batalha acordou de imediato o Governo Federal e o Espírito Santo recebeu apoio em todos os segmentos nacionais e internacionais, chegando aqui, para nos assegurar a presença e a autoridade das nossas forças armadas, da justiça, do Ministério Publico, do Ministério da Justiça, da Policia Federal, abraçados todos em busca da manutenção da ordem, do respeito à lei, de obediência a princípios constitucionais e a legislação fiscal que, no Espírito Santo têm sido instrumentos de seu equilíbrio socioeconômico, reconhecido pelas mais expressivas entidades e segmentos que sustentam a credibilidade que oferecemos, orgulhosos, ao país sofrido e pagando o alto preço que um passado de irresponsabilidade recente nos legou.

Paulo Gonçalves e chef Claude Troisgros juntos em Lyon Por especial convite do Sebrae Nacional, começamos 2017 pontuando no maior evento internacional de gastronomia, hotelaria e Foodservice, na França. O empresário capixaba, Paulo Gonçalves, representou o Brasil levando a marca capixaba, em Lyon, ao pódio de consagrado produto de exportação. A empresa Espírito Santo Cacau, inclusive, em sessões de degustação conquistou o paladar de grandes personalidades do mercado, valendo destacar o elogio e a aprovação do famoso chef Claude Troisgros. A marca já carregava, há alguns anos, o prêmio internacional de melhor chocolate do Salão de Paris, no conjunto de toda a América Latina. São noticias como esta que apagam os reflexos tristes, lamentáveis, deste fevereiro sangrento.

O Espírito Santo é a porta de saída para o mundo e de entrada do mundo para o Brasil.


7

SEXTA-FEIRA, 17 DE FEVEREIRO DE 2017 j WWW.ESHOJE.COM.BR

Moda

Lorena Vago lorena@eshoje.com.br FOTOS: DIVULGAÇÃO

Cheia de estilo na folia Dias de folia e uma vontade: desfilar a beleza na avenida. A verdade é que, mesmo por trás de uma fantasia, todos querem ter o seu look contemplado, de alguma forma. Mas e quando não dispomos do combo tempo/dinheiro para investir em uma fantasia ou produção caprichada? É aí que outros complementos podem se tornar protagonistas do look, como as makes e acessórios. Aposte na explosão de cores e brilho. Neste carnaval a ordem é brilhar, por isso use e abuse do glitter corporal sem medo. A pele pede uma acabamento leve para aguentar as altas temperaturas e os produtos à prova d’água são grandes aliados para manter a make por horas e horas de folia. Os cabelos, assim como a pele, surgem com texturas naturais. Tintas coloridas temporárias

são ótimas para aquelas que buscam uma produção mais ousada. Os penteados presos, como rabo de cavalo e tranças, ajudam a refrescar e dão um charme extra. Aproveite a alta da moda fun e complete o look com acessórios divertidos como brincos e bolsas. Até mesmo o visual basiquinho pode ganhar ares carnavalescos e fazer bonito!

Clutch gatinho Balangandã; strass Make Up Forever na Sephora; anel asas Le Zil; CC Body da Dermage; coloração temporária Bn.Pop Beleza Natural; doleira Fricote

‘First look’

Com misturas de cores e materiais em contrastes marcantes, a Jorge Bischoff apresenta suas primeiras propostas para o Outono-Inverno 2017, sua coleção ‘First Look’. Algumas peças já chegaram na franquia da grife em Vitória, na Praia do Canto. Entre os destaques estão modelos no animal prints, que aparecem nesse primeiro momento da coleção em leituras contemporâneas, ora misturadas a materiais lisos, como verniz, ora em contrapontos de texturas.

Balacobaco

Hinglyd Fonseca aposta nas estampas coloridas com elementos tropicais como animais, frutas e flores para sua coleção especial de Carnaval 2017 intitulada "Balacobaco", da grife Açúcar Moreno. "Me inspirei nos bloquinhos de rua que estão fazendo muito sucesso e apostei na alegria do evento e nas modelagens práticas e confortáveis de shorts, macaquinhos e tops. Temos estampas bem carnavalescas como máscaras e drinks também", conta.

Recuperação de sobrancelhas

Brinco abacaxi My Gloss; coloração Revolution Red da Alfaparf Milano; cílios postiços coração Natura; bolsa Melissa + Fernando Conzendey; baton Vice Lipstick Urban Decay na Sephora; garrafinha Ludi; protetor com glitter Shock

Com a orientação de uma de suas designers especialistas, somado à utilização de produtos exclusivos, o tratamento especial da Sobrancelhas Design Jardim Camburi vai devolver, em algumas sessões, o design ideal para as suas sobrancelhas recuperando as sobrancelhas com falhas ou muito finas. Isso com a ajuda do Serum especial, que hidrata e estimula o crescimento do fio, recuperando seu volume e brilho.


8

SEXTA-FEIRA, 17 DE FEVEREIRO DE 2017 j WWW.ESHOJE.COM.BR

Sabor ES

Aline Dias

Porque comer com prazer é ainda melhor!

sabores@eshoje.com.br ALINE DIAS

Novo pão com carne e queijo Ter aquele petisco bonito e (claro!) saboroso é de encher os olhos. Ele ganha não só no gosto, mas no aroma e visual. A receita de hoje junta os três pontos em um prato e tem o bônus da simplicidade na preparação.

A receita da semana é do cardápio do novo Beeroska, recém-inaugurado na Praia da Costa, Vila Velha

QUARTETO FANTÁSTICO

Ingredientes

w 01

Pão Italiano w 250 de iscas de mignon w 60 de Queijo Gorgonzola w 60 de Queijo Parmesão w 60 de Queijo Mussarela w 60 de Requeijão ou Catupiry (meio copo) w 01 xícara de leite w 01 caixinha de creme de leite w S e pimenta do reino a gosto

Modo de preparo:

w C

a parte de cima do Pão Italiano e tire o

miolo e excessos do pão por dentro. Em uma frigideira, jogue um pouco de azeite e frite as iscas de mignon já temperadas com sal e pimenta do reino e reserve. w E uma panela, jogue os queijos com o leite e deixe derreter. Depois, finalize com creme de leite, acerte no sal - se precisar - e bata no liquidificador. w M as iscas já fritas com o molho quatro queijos já batido e em seguida coloque dentro do pão italiano. Coloque-o em uma travessa, jogue o queijo parmesão ralado por cima e leve ao forno até derreter e dourar.

O poder de uma boa carne com um queijo bem servido nunca deve ser subestimado! Quem não gosta de um bom e suculento pão com carne e queijo é porque comeu errado. Sabe aquela famosa frase de que as coisas simples são as mais gostosas? Pois é. Quem diria que uma comida tão básica poderia virar uma entrada apetitosa e bem bonita para servir!? Os petiscos de boteco vêm ganhado espaço cada vez mais na mesa dos brasileiros, principalmente por causa do crescimento das confrarias - seja qual fora a bebida de acompanhamento. Quando a turma se junta é preciso do bom papo, bebida e comida saborosa. Pratos rápidos e com facilidade, são as melhores pedidas para uma reunião, festa e por aí vai. Os bares da Grande Vitória servem ótimas porções, do mais simples ao mais chique. Cada esquina dos bairros que conhecemos tem um ponto forte a ser explorado em seu cardápio. Recentemente conheci um

bar charmosinho e pequeno na Praia da Costa, o Beeroska, que serve cervejas artesanais e petiscos de maravilhosa qualidade, tudo muito bem servido. A Chef Camila Amm capricha no tempero do seu torresmo, bolovo, carne seca, filé e outros pratos. Foi com ela que aprendemos a receita desta semana e, garanto,será sucesso quando você fizer na sua próxima reunião de amigos. O Quarteto Fantástico nada mais é do que iscas de mignon ao molho quatro queijos dentro do pão italiano. Os queijos são muito bem equilibrados, temperados na dose certa e é aquele petisco que vai fazer seus convidados comerem tudo e não deixar um pedaço de pão para contar história. A carne macia e suculenta encaixa perfeitamente com todos os componentes da porção - além de ficar hiper bonito. Apesar da proposta de inovar o lanche "pão com carne", vale fazer também para comer com uma salada ou ainda o bom e velho arroz com feijão.

Jornal ESHOJE_632  

Médicos em depressão no ES. Estrutura precária, sobrecarga e desvalorização tem levado profissionais a problemas psicológicos. As condições...

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you