Issuu on Google+

DISTRIBUIÇÃO GRATUITA

MAIRIPORÃ 08 a 14 de novembro de 2013

Edição nº 31. ano 2 Máx: 22º Mín: 14º www.grupopressbrasil.com.br | jornal@grupopressbrasil.com.br | www.facebook.com/JornalEmFocco | @jornalemfocco

Terra Preta receberá investimentos no Sistema de Comunicação.

A

tendendo uma reivindicação dos empresários de Mairiporã, o prefeito Dr. Márcio Pampuri agendou uma reunião com representantes da Telefônica/Vivo, para solicitar melhorias no sistema de comunicação (telefonia e internet) em Terra Preta. A reunião ocorreu no gabinete do prefeito, no dia 4 de novembro, com a presença do representante da referida empresa, Antônio Marcos dos Santos. Veja mais na página 11.

Editorial

Onde vamos parar

Veja na página 02.

O mundo que nos rodeia 14. Veja na página 02.

Empreendedorismo

Conceito de Marca

Veja na página 03.

Mairiporã realizará evento comemorativo ao Dia da Consciência Negra. Veja na página 05.


02

08 à 14 de novembro de 2013

Editorial

Reflexão

Onde vamos parar!

O

Permita-se!!!

que vemos todos os dias é assustador, onde será que vamos parar? Tanto caos! Tanta violência! Tanta manifestação!!! Assistimos inertes e sem poder tomar nenhum tipo de atitude, apenas olhar. Nosso Brasil virou agora o país das manifestações, manifestam sobre tudo e muitos não sabem nem porque, mas o pior não são as manifestações e sim o vandalismo, o quebra-quebra ser freios e nem medidas. Espancamentos, destruição de patrimônio publico, agressões em pessoas que nada tem a ver com o que está acontecendo, essa desordem que não sabemos a onde vai chegar ou quando vai parar. De repente parece que foi acionado dentro do peito das pessoas um dispositivo da fúria, algo que deveria estar a muito tempo esperando para vir a tona. Parece que as pessoas não estão mais controlando seus ímpetos e deixam aflorar sentimentos tão nocivos, que nem sempre se dão conta que também serão prejudicados com isso. Vandalismo, depredação, violência....tudo o que há de pior e o que realmente precisa acontecer está sendo deixado de lado. Conscientização e educação, parece que ninguém segura mais esse povo que antes gentil, amistoso tem se deixado levar pela ira e insatisfação. Onde será que tudo vai parar, onde estão as pessoas que lutavam por causas justas, que buscavam o melhor para todos ou que pelo menos queriam ver as mudanças ocorrer, será que acham que quebrando tudo, ateando fogo, arrebentando tudo o que se encontra pela frente vão encontrar mudanças? Todos estão cansados, mais é uma minoria que está fazendo o estrago e as consequências já estão sendo desastrosas. Onde vamos parar com tudo isso?

GRUPO PRESS BRASIL COMUNICAÇÃO INTEGRADA CNPJ: 16.627.988/0001-53 - INSC. ESTADUAL: 433.052.713.111 AV. ANTONIO DE OLIVEIRA, 18 SL 2 - CENTRO - MAIRIPORÃ - SP CEP: 07600-000 - TEL: 11 4604-8711 / 4604-6743 / 4604-6748 WWW.GRUPOPRESSBRASIL.COM.BR

N

os dias de que se seguem é tantos problemas e dores que o ser humano passa, que fica difícil muitas vezes encontrar um conforto para a alma. São dificuldades intermináveis e um processo lento que muitas vezes faz perder a coragem e a disposição de continuar seguindo em frente. Mas tem que continuar...... Muitas vezes recolhendo os caquinhos que estão espalhados pelo chão e ajuntar tudo. Diante de todos os obstáculos e problemas precisa seguir adiante... Então! Permita -se!!! Acordar cedo e ver além do horizonte um novo colorido, faça em sua vida uma nova história, acredite e siga em frente. Permita -se!Ser feliz mesmo que tudo possa dizer que você não conseguirá. Permita -se!Acreditar que tudo o que deseja venha a té você. Permita- se! Ter um novo olhar diante dos fatos da vida,mesmo que tudo possa dizer não. Permita -se! Achar graça! até das coisas mais banais, mas não deixe de acreditar que essas mesmas coisas possam fazer a grande diferença. Permita -se!!!Sonhar! Realizar! Permita-se Ter um novo olhar para aqueles que pouco se importam com os seus sentimentos,e tenha certeza que tudo seja passageiro. Permita- se !Ousar!!!Acreditar! Que tudo pode se modificar para melhor, que as suas crenças que não importam quais sejam sempre te impulsionará a viver bem. Permita -se! Amar! Acredite que os seus sentimentos te valorizam desde que você seja o primeiroa acreditar, diga a si mesmo o quanto é importante.Ame-se!! Permita-se! Olhar!Com mais atenção e cuidar melhor de tudo aquilo que te diz respeito. Valorize-se!Permita-se.

EDITOR: HUGO VINICIUS DIRETORA: ALESSANDRA FERREIRA REDAÇÃO: MILZA ARCANJO PROJETO GRÁFICO: ASSOCIADOS DE COMUNICAÇÃO CIRCULAÇÃO: MAIRIPORÃ E REGIÃO DISTRIBUIÇÃO: GRATUITA E DIRIGIDA EMAIL: JORNAL@GRUPOPRESSBRASIL.COM.BR IMPRESSÃO: LAUDA EDITORA

COLABORADORES: Amali Fernandez, Dirceu Gouveia Francisco Amicart Chico, Rosa Demarchi, Caio Arcanjo, Toninho Galdeano, Drº Alvaro Catelli.

Consultoria Jurídica: Drº Juliano Galiardi Nesi OAB/SP: 130.820

O jornal não se responsabiliza por conceitos, idéias ou opiniões expressadas em matérias assinadas ou pagas, por não condizerem com o pensamento deste jornal, contudo às publica, por serem manifestações da liberdade de expressão e de responsabilidade de quem as escreve.

O Mundo Que Nos Rodeia 14

A

revolução francesa carregava uma serie de aspirações de todas as classes sociais emergentes. Contra o que parece só uma saiu vitoriosa, a bur-

guesia. Em quanto o povo raso pensava que estava fazendo a revolução, coisas aconteciam. Em vez de se organizar, os revolucionários passaram simplesmente a matar todos os que “cheiravam mal”. Quando os candidatos à guilhotina acabaram, mataram os próprios lideres. Napoleão, um baixinho de uma pequena ilha do mediterrâneo (Córsega), que mal falava francês, aproveitou a oportunidade. Organizou o que restava do exercito e convocou os revoltados para uma “limpeza total” na nação. Por onde passavam iam juntando soldados. Ate que, uma vez dominado todo o país, quis levar as “boas novas” aos vizinhos. Invadiu toda Europa e parte da África. Errou ao se meter em contra da Rússia e Inglaterra. Não conseguiu digerir o “bolo”, e acabou! Estavam todos ocupados com as guerras e revoluções, mas a burguesia era quem garantia a continuidade da vida. Deitaram e rolaram aproveitando as crises. Tanto abusaram que o próprio Napoleão se viu obrigado a legislar, para organizar a desordem. Publicou o Código de Napoleão (compendio de leis que até hoje inspiram muitos legisladores, no mundo). Antes disso as empresas eram pequenas e os donos ganhavam um pouco encima dos funcionários. Com a nova ordem, cresceram e descobriram que os assalariados podiam ser explorados ao máximo. Isso fizeram. Nasceram as grandes companhias e sociedades anônimas. Nascia a exploração total do “homem pelo homem”. Os abusos eram tantos que os intelectuais sentiram que “era demais”. Começam os escritos de rebeldia. Filósofos expõem novas teorias de convivência social. Ativistas formam sindicatos. Os novos revolucionários passam a vingar os trabalhadores das afrentas feitas pelos patrões e os governantes. Todo esse movimento e chamado de SOCIALISMO. Entre as novas ideias destacaram dois nomes, Marx e Bakunin. O primeiro defendia a crença de que a revolução viria através de um estado forte. O segundo, dizia que um estado assim seria controlado pelos burocratas e acabaria autodestruindo. Já se tinha formado uma Associação Internacional dos Trabalhadores (AIT). Bakunin e seus seguidores ficaram com ela (1ª Internacional). Os partidários de Marx formaram outra. (hoje já tem quatro). Com a força que dá a unidade, os trabalhadores do mundo puderam-se movimentar. A custa de muitas vidas e sacrifícios foi conseguida a jornada de oito horas. Depois disso muitos outros direitos foram reconhecidos, mas a exploração continua, a cada vez os ricos são mais ricos. Em quanto à vida dos trabalhadores melhora lentamente a dos poderosos o faz rapidamente. Os poderosos são as grandes empresas multinacionais e seus acionistas, a nova classe politica e governante, e os dirigentes dos novos Sindicatos, que deturparam a ideia e hoje os usam como instrumento para beneficio próprio e dos seus capangas.


03

08 à 14 de novembro de 2013

Governança Metropolitana Empreendedorismo

U

Conceito de Marca

ma Marca é a soma intangível dos atributos de um produto: o seu nome, embalagem e preço; a sua história, reputação e a maneira pela qual é comunicada. É ainda definida pelas impressões e experiências de quem as usa.” David Ogilvy (1955). A marca e o produto são distintos. O produto é algo que a empresa fabrica ou desenvolve, mas o que a empresa apresenta ao consumidor, isso é a marca. A marca é uma construção teórica desenvolvida por diversos estímulos sejam físicos relacionados às características do produto, ou intangíveis como elementos sensoriais e sentimentos gerados na experiência com o mesmo. Portanto, a marca é algo que além da identificação do produto, leva todo o conceito de sua concepção e desenvolvimento. Quando falamos de empresa, isso não muda muito, as empresas ao apresentar a sua marca no mercado estão levando um pouco de sua filosofia e de seus valores. Vemos marcas que fazem isso muito bem: A Natura leva em sua essência a preocupação com a natureza, com seus funcionários e com a comunidade onde está inserida. O slogan do Santander “o banco dos juntos” demonstra o quanto a empresa valoriza e está próxima dos seus clientes, e no caso da Coca Cola seu histórico de mais de 50 slogans como “Sempre Coca-Cola” da década de 90, “Curta” no ano 2000, “Gostoso é Viver” em 2001, “Essa é a Real” em 2003, “O Lado Coca-Cola da Vida” de 2006 e “Abra a Felicidade” de 2009, demonstram que a marca quer ser reconhecida por estar presente nos momento felizes do seu público e por proporcionar a felicidade. Ao ter bem definido qual mensagem deseja levar ao público, é possível identificar com pesquisas as falhas entre como deve ser vista e como é percebida, e o que deve ser feito para levar o conceito desejado da forma mais correta ao público. Caso não tenha um conceito definido para a sua marca, o mercado tratará de criar um para você, mas o resultado pode não agradar.

U

Por Éssio Minozzi Jr

m modelo de governança participativa compartilhada começa a nascer na Região Metropolitana de São Paulo, com a missão de melhor suprir as necessidades e buscar resolução de problemas de interesse comum dos municípios metropolitanos. Ações integradas de segurança pública, planejamento e uso do solo, mobilidade urbana, habitação, saneamento ambiental, desenvolvimento econômico, meio ambiente, atendimento social, saúde, educação, recursos hídricos, defesa civil, esporte, lazer e cultura começam a ser tratadas como funções públicas de interesse regionais, debatidas nos conselhos de cada sub-região como problemas comuns aos municípios que as integram e, melhor, compartilhando com o governo do Estado às possibilidades de melhorias regionais e, consequentemente, para os moradores desses municípios. A Governança, normatizada a partir da Secretaria de Desenvolvimento Metropolitano, conta com um Fundo e uma Agência encarregados da gestão administrativa, um conselho deliberativo composto pelos 39 prefeitos dos municípios que integram a região metropolitana de São Paulo, representantes da Sociedade Civil e do Governo do Estado e 5 conselhos consultivos das sub regiões norte, sul, leste, sudoeste e oeste, com participação da sociedade civil e de representantes dos Executivos e Legislativos municipais, do Legislativo Estadual, do Governo do Estado e da Prefeitura e Câmara paulistanas. O Fundo Metropolitano terá a finalidade de dar suporte financeiro ao planejamento integrado e às ações conjuntas. Em relação aos municípios afetados pelas restrições originárias da responsabilidade de proteção aos mananciais, como é o nosso caso, serão estabelecidos critérios de compensação financeira pela limitação imposta ao seu desenvolvimento. O CONNorte, conselho consultivo da sub-região norte metropolitana, composto pelos municípios de Mairiporã, Caieiras, Franco da Rocha, Francisco Morato e Cajamar , começa a se compor a partir do Workshop “Governança Metropolitana e Sociedade Civil” promovido pela Secretaria Estadual de Desenvolvimento Metropolitano na última quarta-feira [6] em Caieiras. Assim que estiver constituído, o CONNorte começa a debater e elaborar propostas desses municípios a serem deliberadas pelo Conselho de Desenvolvimento. Deve estabelecer Câmaras Temáticas voltadas ao estudo e discussões das funções públicas de interesse comum podendo, ainda, estabelecer Câmaras Temáticas Especiais voltadas à execução de um programa, projeto ou atividade específica.


08 Ă  14 de novembro de 2013

04


05

08 à 14 de novembro de 2013

Éssio participa do workshop Governança Metro- Mairiporã realizará politana e Sociedade Civil em Caieiras. evento comemorativo poderá apresentar ao Dia da Consciência esta quartaresultados positivos”, feira, dia 06, disse. o presidente Negra.

N

da Câmara Municipal vereador Éssio Minozzi Junior participou na Prefeitura de Caieiras, do workshop “Governança Metropolitana e Sociedade Civil”, oportunidade em que representantes das cidades da região norte da Grande São Paulo debateram a criação dos Conselhos Consultivos e das Câmaras Temáticas e Especiais, que terá como objetivo discutir ações para o Conselho de Desenvolvimento Metropolitano deliberar, além de promover a integração entre as cidades e debater as prioridades da

Região Metropolitana de São Paulo – RMSP. Dividida em cinco sub-regiões (norte, leste, sudeste, sudoeste e oeste), a RMSP terá um Conselho Consultivo em cada sub-região, composto de representantes da sociedade civil, Poder Legislativo dos Municípios Integrantes de cada sub-região, Poder Executivo Municipal e Poder Executivo Es-

tadual, representado pela Secretaria de Desenvolvimento Metropolitano. Éssio ressaltou a importância do debate: “Precisamos unir forças para que a nossa região faça frente às demandas e consigam resolver problemas comuns às cidades. Acredito que só a soma de esforços em busca do desenvolvimento regional

Pa r t i c i p a r a m da reunião o prefeito de Mairiporã, Dr. Márcio Pampuri; prefeito de Caieiras, Roberto Hamamoto; prefeito de Francisco Morato, Marcelo Cecchettini; vice-presidente da Emplasa, Luiz José Pedretti; secretário do Fundo Metropolitano de Financiamento e Investimento - FUMEF, Winderson Anzellotti; Secretário Adjunto de Desenvolvimento Metropolitano, Gilberto Nascimento Junior; vereadores da região e representantes de entidades e sociedade civil.

C

omo resultado das ações fruto da 1ª Conferência de Promoção da Igualdade Racial, realizada em julho, o Dia da Consciência Negra será comemorado no próximo dia 20 de novembro, às 19 horas, no Centro Educacional

e contará com apresentações de grupos de capoeiras, samba, danças tradicionais, além de palestras, culinária, sessão de fotos e muito mais. A coordenação estará a cargo da Secretaria de Relações Institucionais.


08 à 14 de novembro de 2013

06

Prefeitura promove Encontro Pedagógico para professores de educação física.

A

Prefeitura de Mairiporã, através da Oficina Pedagógica da Secretaria da Educação realizou na terça-feira, 29, o XII Encontro Pedagógico de Educação Física para professores do ensino fundamental. Com tema “As Abordagens Pedagógicas da Educação Física Escolar”, o encontro teve como objetivo, além de enriquecer a prática pedagógica dos professores, debater as ações de educação física realizadas nas escolas da rede municipal e traçar novas estratégias.

Professores de educação física participam de Encontro Pedagógico

Para o secretário da Educação, Rogerio Moreira Matias, promover a contínua capacitação dos profissionais da rede municipal de ensino, é uma das prioridades admin-

istrativas do prefeito Dr. Márcio Pampuri. “Quando capacitamos os nossos professores estamos oferecendo mais qualidade de ensino para os nossos alunos”, disse.


07

Precisando Alugar equipamentos para construção? A Serraluga tem a solução.

A

Serraluga iniciou o atendimento ao público em 2013 no segmento de Locação de Equipamentos para Construção Civil e não pára de acrescentar equipamentos em seu parque. Possui, atualmente, mais de 150 itens diferentes para atender a demanda de Construtoras, Arquitetos, Empreiteiros, residências, Comércio, Indústria e demais profissionais do ramo. As mais recentes aquisições foram os martelos demolidores de 30, 15 e 10 Kg da empresa Hilti com sede no Principado de Liechtenstein localizado no Centro da Europa, entre Áustria e Suíça. O diferencial trazido por esses equipamentos é que possuem maior poder de impacto e transmite menor vibração ao operador, possibilitando melhor conforto operacional e consequentemente maior produtividade. A razão social Serraluga Locação de Equipamentos Ltda - ME, é uma homenagem à Serra da Cantareira, local sede da empresa na cidade de Mairiporã/SP- Alameda Canuto de Pito 126 A – Parque Novo Hamburgo. Venha nos visitar ou acesse o site:

www.serraluga.com.br.

08 à 14 de novembro de 2013


08 à 14 de novembro de 2013

08

Prefeito consegue liberação de recursos para construção de mais uma UPA em Mairiporã.

A

liberação dos recursos para a construção de uma Unidade de Pronto Atendimento 24 horas, na cidade de Mairiporã é fruto do trabalho do prefeito Dr. Márcio Pampuri, que não tem medido esforços em busca de recursos para solução dos principais problemas locais. A publicação no Diário Oficial da União, datada de 5 de novembro de 2013, à página 43, confirma a habilitação do município para o recebimento de uma UPA 24 horas, por meio do Programa de Aceleração do crescimento – PAC 2 – ano 2013. O prefeito esteve em Brasília, em maio deste ano, ocasião

O prefeito, Dr. Márcio Pampuri participou de um jantar oferecido pela Unimed Paulistana, semana passada. Na ocasião o chefe do executivo de Mairiporã cumprimenta o Ministro da Saúde, Alexandre Padilha, e ao fundo o presidente da Unimed Paulistana, Paulo Leme.

em que se reuniu com Leopoldo Jorge Alves Neto, assessor do ministro da Saúde, Alexandre Padilha e entregou vasta documentação solicitando recursos para a construção de duas Unidades Básicas de Saúde – UBS´s no município e uma Unidade de Pronto Atendi-

mento – UPA 24 horas. “Já conseguimos a liberação de uma unidade e estamos providenciando a construção de um novo PA em Terra Preta. Com esses investimentos certamente conseguiremos garantir à população um atendimento de saúde mais digno”, disse o prefeito.


09

08 à 14 de novembro de 2013

Adtur Mairiporã já prepara o VII Mairiporã Ecofest Adventure 2013

C

onfirmado para acontecer nos dias 09 e 10 de Novembro o “VII Mairiporã Ecofest Adventure”, possui como realizadora a Associação de Desenvolvimento Turístico – Adtur e conta com o apoio total da Prefeitura Municipal e da Ace Mairiporã. O “VII Mairiporã Ecofest Adventure” reúne os organizadores das mais variadas modalidades de esportes de aventura que já acontecem em nosso Município e parceiros locais para solidificar mais uma edição consecutiva do evento, que contará com muitas novidades e dessa forma vem

provar o potencial do turismo de aventura e ecoturismo, com a participação ainda maior de adeptos, incluindo uma grande parcela de visitantes que já freqüentam a Cidade de Mairiporã todos os finais de semana.,além de proporcionar uma linha de trabalho voltada ao segmento econômico do turismo, propiciando desenvolvimento da região, diz: Fernando Brandão , presidente da Adtur. O evento VII MAIRIPORÃ ECOFEST ADVENTURE tem mais de 25 modalidades de Esportes de Aventura, como:Arvorismo , Tirolesa , Rapel , Escalada

, Caminhadas Ecológicas , Passeio Ciclístico , Canoagem, Vela e Remo , Rally a pé , Bike Downhill , Bike Cross Country , Vôo Livre de Paraglider , Taco , OffRoad com passeios de Gaiola e Quadriciclos , Mergulho Experimental ,Desafio de Moto , Skate ,Paintball ,Agility, ,Bolas Infláveis e também com apresentações culturais e exposições de produtos de artesãos locais. As ações sócio ambientais do evento também é uma prova de que a Associação de Turismo esta preocupada com a preservação do meio ambiente, pois no ultimo ano, foram feitas plantio das mudas, neu-

tralização do carbono, operações cata-lixo nos pontos das modalidades esportivas (Pico, Pedreira Dib...) e palestras com crianças do ensino municipal falando da importância da preservação do meio

ambiente, alimentos orgânicos e os esportes de natureza.

Em breve a programação final estará no site oficial do evento.

acesse:www.mairiporaecofestadventure.com.br Facebook: Mairiporã Ecofest Adventure ADTUR - Associação de Des. Turístico Mairiporã Av. Tabelião Passarela,348 - Fone: (11) 4419-7357 Fernando C. B. Brandão Cel. (11) 99672-2423 Nextel ID 92*30009


08 Ă  14 de novembro de 2013

10


11

Terra Preta receberá investimentos no Sistema de Comunicação.

A

tendendo uma reivindicação dos empresários de Mairiporã, o prefeito Dr. Márcio Pampuri agendou uma reunião com representantes da Telefônica/Vivo, para solicitar melhorias no sistema de comunicação (telefonia e internet) em Terra Preta. A reunião ocorreu no gabinete do prefeito, no dia 4 de novembro, com a presença do representante da referida empresa, Antônio Marcos dos Santos. Após cobrança feita previamente pelo prefeito, o executivo da empresa de telefonia antecipou o anúncio de que irá dobrar o número de acessos de banda larga em Terra Preta, atendendo ao pedido do chefe do Executivo, ou seja, “o serviço contará com mais dois mil

acessos até meados de fevereiro do próximo ano”, disse Santos. Dr. Márcio Pampuri, agradeceu o representante da Vivo e salientou a necessidade de melhoria no sistema de comunicação (telefonia e internet) também em Mairiporã. Santos lembrou, ainda,

que essa possibilidade só é viável em um raio de três quilômetros da central telefônica e que, no entanto, já empreenderam estudos junto aos técnicos da empresa para saber da viabilidade da referida expansão, salientando que Mairiporã possui uma grande extensão territorial e é

geograficamente muito acidentada. Também participaram da reunião o secretário de Administração, Anderson Aparecido Mendonça; secretária de Obras, Ticiane Costa D’Aloia e a procuradora municipal, Dra. Regina Maria Rosada Pantano.

Prefeitura estuda parceria para solucionar problemas nas divisas.

N

o dia 4 de novembro, o prefeito Dr. Márcio Pampuri recebeu em seu gabinete dois vereadores da vizinha Nazaré Paulista, João Pan e Robson Machado, para a propositura de parceria entre as duas prefeituras no sentido de viabilizar a coleta de lixo no bairro Ponte Alta. Para a realização da coleta no referido bairro, que fica na divisa das duas cidades, segundo os vereadores existe a

necessidade da cessão de dois compactadores de lixo. Os termos da parceria serão analisados pela procuradoria da Prefeitura e depois da aprovação das câmaras municipais envolvidas, os serviços

poderão ser iniciados no próximo ano, com previsão de duração até 2016. O prefeito Dr. Márcio Pampuri agradeceu a visita dos políticos da cidade vizinha e falou sobre a im-

portância da realização de parcerias especialmente para solucionar questões que envolvem as divisas, que muitas vezes ficam isoladas. Na última semana o Dr. Márcio recebeu o prefeito de Franco da Rocha, Kiko para a formalização de parceria junto às divisas territoriais. Assim como em Franco da Rocha, outras parcerias começam a ser trabalhadas junto aos prefeitos Sebastião Almeida de Guarulhos e Saulo Pedroso de Atibaia.

08 à 14 de novembro de 2013


08 Ă  14 de novembro de 2013

12


Jornal Em Focco Ed. 31