Page 1

www.eitaxi.com.br

Edição mensal . Distribuição Gratuita . 10.000 exemplares

ANO III, nº 32

Abril 2013 Salvador-BA

FAT Taxista: linha de crédito para compra de carros Com recursos do Fundo de Amparo ao trabalhador (FAT), o governo federal criou uma linha de crédito para atender ao taxista que planeja comprar o seu primeiro carro zero quilômetro. Com valor limitado em R$ 60 mil, podendo pagar em até 60 meses, os profissionais da praça já podem consultar o Banco do Brasil para entender melhor as condições do negócio e encarrar a realização desse sonho. Pág. 07 Foto: Clécio Max

Foto: Ei, Táxi

Adeus, Tim! Pág. 02

Prefeitura de Camaçari vai estudar reajuste da tarifa do táxi Pág. 06

VIP Táxi com nova direção e projetos arrojados FAT possibilita o primeiro táxi e a renovação da frota.

Pág. 10


ANO III . Número 32 . Abril 2013 . Salvador-BA

Editorial Gostaria de retomar o nosso bate-papo sobre a importância de uma representatividade na Câmara Municipal. Passados quase quatro meses de mandato do novo quadro do Legislativo em Salvador, até o momento não se viu um vereador, sequer, propor algo que promova algum benefício para o taxista. Apesar de alguns vereadores serem novos na casa e, talvez, ainda estejam se ambientando com a vida política, tanto eles quanto os antigos mostram que não estão interessados pelos problemas da categoria. A falta de interesse é evidente. E se desculpar dizendo que não conhece os problemas enfrentados pelo taxista é assumir desconhecer o cotidiano da terceira maior capital do país. Fato que é muito mais provável que ocorra. Não é? Pois bem! Uma categoria que ainda não descobriu a sua força, uma categoria desunida e que troca o voto por favores individuais, em detrimento do coletivo, costuma pagar, duramente, pelos erros cometidos. Se já é difícil para aqueles que se organizam, imagine para quem não se organiza. Volto a falar: não espere que o Executivo resolva todos os seus problemas. Você, assim como todas as classes, precisa de representantes no Legislativo. E esses representantes, são os vereadores, deputados e senadores. Entretanto, ser representado não significa ser manipulado ou fazer acordos que beneficiem alguns. É preciso que essa representação seja verdadeira e coletiva. Quero lhe fazer uma pergunta: você conhece a nova Lei do Taxista, realmente? Já parou pra conversar com seu colega o que foi ou não aprovado? Alguma vez manifestou-se para algum político sobre essa Lei? Entende quais são os seus benefícios? Imagino que esteja, agora, refletindo e percebendo que a maioria de sua categoria não esteja interessada nesses assuntos. Pois se estivesse estariam, todos vocês, batendo nas portas dos gabinetes políticos Brasil afora. Então, caro taxista, o tempo está passando e os vereadores e deputados estão sendo pagos com o dinheiro do contribuinte, ou seja, seu dinheiro também. Mexa-se, vá à luta por melhorias nos pontos, por mais segurança, por qualificação, por mais qualidade de vida. Sigamos em

Atenciosamente, Adriano Rios

Expediente

Ei Táxi

Ei Táxi

www.eitaxi.com.br

Pág. 3

ANO III . Número 32 . Abril 2013 . Salvador-BA

Categoria perde um de seus ilustres representantes

Olá, amigo taxista!

frente!

www.eitaxi.com.br

A categoria de taxistas de Salvador perdeu uma figura única: Raimundo Pimentel Leal (A-4736), mais conhecido como Tim Maia. Tim como era carinhosamente chamado pelos colegas e amigos, faleceu em casa, no último dia 11 (quinta-feira), aos 58 anos. Após vizinhos estranharem o fato de o táxi estar estacionado em frente à sua casa, há mais de 24 horas, o que é anormal para a rotina de um taxista, resolveram bater à sua porta na noite de quinta. Sem resposta, os vizinhos chamaram a Polícia Militar e o Samu. Com a chegada dos PMs a porta foi arrombada, após autorização de familiares, e Tim foi encontrado deitado na cama. Infelizmente, tarde demais, pois ele já estava sem vida. A causa, embora se acredita que tenha sido um infarto fulminante, ainda é desconhecida oficialmente. O laudo do óbito deverá ser revelado em até 60 dias. Tim foi sepultado no dia 12, sexta-feira, às 16:30, no cemitério das Quintas do Lázaro, na Baixa de Quintas. Tim Maia foi fundador da Associação dos Taxistas de Apoio aos Hotéis e Turismo (Ataht), em 2004, a qual conta, hoje, com cerca de 40 taxistas associados, atendendo especialmente aos hotéis do Rio Vermelho. Um amigo de verdade, um ser humano muito especial, um grande profissional, um ombro amigo. Para qualquer pessoa que pode conviver com Tim, era muito fácil descrevêlo. Com certeza faltariam adjetivos. Ele que carregava o codinome do “síndico do Brasil, Tim Maia”, era fã do rei Roberto Carlos e gravou um CD de Samba. Tornava as corridas em seu táxi uma distração, com suas histórias e suas músicas para os passageiros, muitos deles, personalidades como o ex-senador ACM, Fafá de Belém, Marília Gabriela e Malu Mader,

Foto: Ei, Táxi

todos clientes fies. Para o amigo taxista e cofundador da Ataht, Edmundo da Silva (A-4622), “Tim foi um amigo especial, um camarada que transbordava alegria e paz. Ele era um agregador que tínhamos como referência. A falta dele deixará uma lacuna, porque era o nosso grande líder. Agora, desejo que Deus o receba, pois ele merece um descanso em paz”. De acordo com o taxista Antônio Carlos, o “Saco” (A-5412), Tim fará muita falta. “Tim foi um grande amigo, um parceiro, um lutador pelos direitos do taxista”, desabafou o taxista Renato Machado Júnior (A-4410). “Tim foi o responsável em fazer os hotéis entenderem que não só os táxis especiais, mas também os comuns tinham qualidade no atendimento ao turista. Foi ele quem conseguiu consolidar o atendimento do táxi comum nos hotéis de Salvador”, lembrou o taxista Reginald Cohim da Comtas (C-0238). Para Adriano Rios, diretor executivo do Ei, Táxi, Tim foi acima de tudo ser humano feliz. “Perdi um amigo que aconselhava-me como um pai. Com todo o seu carisma e conhecimento, um bate-papo com ele era algo enriquecedor para mim. Sentirei muita saudade dele.”, relatou consternado. Enfim, foi-se um grande mano, mas fica um exemplo de homem e profissionalismo para toda a sua classe.

Fazendo a sociedade conhecer os nossos problemas e anseios, estaremos compartilhando os nossos objetivos e colaborando para uma cidade melhor. Após a sua leitura, ofereça o seu Jornal Ei, Táxi ao passageiro, amigo ou familiar. Construa o Ei, Táxi conosco. Envie sua mensagem, entre em contato pelos canais 71 3498-9731 | 9152-2172 | jornalismo@eitaxi.com.br e www.eitaxi.com.br CNPJ: 12.987.045/0001-80 Diretor Executivo e Editor: Adriano Rios - CRA 2-00306, Jornalista: Clécio Max - DRT-BA 1279 , Revisão: Anariel Rios, Diagramação e Charge: Abel Marcelino, Edição: mensal Tiragem: 10.000 exemplares Distribuição Gratuita em toda Salvador e região metropolitana. Impressão: A TARDE. O conteúdo dos anúncios e informes publicitários são de responsabilidade do anunciante e não necessariamente expressam a opinião do jornal. Comercial: (71) 3498-9731 / 9116-5095 / 9152-2172 comercial@ eitaxi.com.br. Jornalismo: jornalismo@eitaxi.com.br.

Além do Plano de Saúde, os beneficiários terão direito SEA - Seguro de Extensão Assistencial: Garante aos dependentes segurados, no caso de falecimento do Segurado Principal, a continuidade no plano por dois anos, sem pagamento das mensalidades;

ATENÇÃO TAXISTAS!!! Plano de Saúde com Abrangência Nacional

É com grande satisfação que o SINDITAXI - Sindicato dos Condutores Autônomos de Taxi de Salvador e o CACSS Administradora de Benefícios, firmaram uma parceria para oferecer o Plano de Saúde da SEGUROS UNIMED

Rede Credenciada - Básico: Hospital São Rafael, Hospital Português, Próbaby, Hospital Santa Izabel, Hospital Evangélico, Jorge Valente, entre outros.

para os seus filiados e dependentes. O objetivo é levar a todos os beneficiários uma prestação de

ANS nº 487891

Administradora de Benefícios

serviço de qualidade, com planos de saúde de abrangência Nacional. Cobertura em consultas, exames , tratamentos, cirurgias, internações e obstetrícia. Preços menores aos praticados no mercado e carências reduzidas.

ANS nº 000701

Pág. 2

Unimed Assist: Prevê a assistência aos Segurados quando em viagem pelo Brasil ou exterior; Procedimentos nos casos de perda/roubo de documentos; Transporte por interrupção da viagem devido ao falecimento de um familiar; Busca e transporte de bagagem e objetos pessoais perdidos em viagem; Importancia segurada, de U$5.000 a €30.000 no Brasil e no exterior. Aconselhamento Médico por telefone 24h: Aconselhamento de profissionais treinados e preparados em situações relacionadas à saúde, tais como: Primeiros socorros; Controle de pânico frente a uma emergência médica;

Garantia Funeral: Garante serviços de assistência 24 horas e reembolso de R$1.500 a R$3.000 em caso de falecimento do segurado principal, cônjuge e filhos; Assistencia residencial: Os serviços incluem atendimento rápido e seguro em emergências, com mão-de-obra gratuita (dentro dos limites contratados) para a prestação de serviços altamente qualificados; Atendimento Pré-Hospitalar- APH: Atendimento préhospitalar domiciliar, que é o atendimento médico de emergência / urgências na residência do Segurado, através de ambulâncias modernamente equipadas, e equipes médicas seguindo protocolos internacionais. Desconto em Medicamentos - E-Pharma: O programa permite a todos os segurados, a compra de medicamentos de alta qualidade com desconto de 15% à 60% em mais de 1200 medicamentos de

Tabela de Preços | Seguros Unimed: FAIXA ETÁRIA

00 A 18 19 A 23 24 A 28 29 A 33 34 A 38 39 A 43 44 A 48 49 A 53 54 A 58 59 ou mais

BÁSICO

Quarto Coletivo

R$ R$ R$ R$ R$ R$ R$ R$ R$ R$

136,73 158,73 184,26 226,05 267,83 318,60 334,63 450,97 560,97 818,97

PRÁTICO

VERSÁTIL

DINÂMICO

Quarto Particular

Quarto Particular

Quarto Particular

R$ R$ R$ R$ R$ R$ R$ R$ R$ R$

R$ 174,14 R$ 202,16 R$ 234,68 R$ 287,90 R$ 341,12 R$ 405,78 R$ 426,19 R$ 574,35 R$ 714,47 R$ 1043,06

R$ 226,27 R$ 262,67 R$ 304,92 R$ 374,09 R$ 443,24 R$ 527,24 R$ 553,76 R$ 746,27 R$ 928,33 R$ 1355,26

157,17 182,47 211,81 259,87 307,91 366,26 384,68 518,41 644,87 941,45

Taxa de R$ 20,00 por contrato no ato da adesão.

71 - 9214-5299 (TIM ) / 71 - 8755-2795 ( OI ) 71 - 9952-6172 ( VIVO ) 71 - 8402-2235 ( CLARO ) pcconsult@hotmail.com


Pág. 4

www.eitaxi.com.br

ANO III . Número 32 . Abril 2013 . Salvador-BA

Ei Táxi

Mauro do Táxi busca novo recorde Ex-trabalhador do Pólo de Camaçari, que há 11 anos abraçou a profissão de taxista, Mauro Bispo dos Santos (A-5541), é mais conhecido como Mauro do Táxi e esse apelido diz muito respeito ao táxi que ele dirige pelas ruas de Salvador. O interior do seu veículo tem mais de 39 mil adesivos e chama a atenção dos passageiros, especialmente crianças. “Nos próximos dias estarei trocando de carro e vou fazer o mesmo, sendo que agora com a meta de bater o meu próprio recorde colando 45 mil adesivos”, avisa o bem humorado Mauro, que também é compositor e contador de piadas. A ideia de colar adesivos no carro (teto, bancos, portas, porta-malas, porta-luvas e até mesmo no volante) surgiu quando lia uma

Muito prazer para seu passageiro

revista norte-americana na qual viu uma reportagem sobre um táxi que tinha 12 mil adesivos. “Gostei da ideia e resolvi fazer o mesmo. Sabia que alguns iriam me chamar de doido, mas não ligo, Ninguém é certo mesmo”, brinca o profissional da praça que sempre gostou de fazer o diferencial para os passageiros, oferecendo balas, doces, revistas e jornal do dia. Quem entra no táxi de Mauro realmente fica impressionado e logo vem a curiosidade de ir descobrindo o que tem em cada um dos pequenos adesivos. A meninada então embarca em uma verdadeira viagem. No Youtube, basta procurar por Mauro do Táxi ou Táxi do Mauro que o internauta encontrará vídeos contando essa interessante história. A meta agora são 45 mil adesivos.

Etios SD 1.5 Flex X c/Ar 2013/2013 a partir de

Isenção de IPI+ICMS programa Vendas Diretas para Táxi.

Amplo Espaço Interno Air Bag Frontal

562 Litros

Respeite a sinalização de trânsito

Foto: Ei, Táxi

Assassinos continuam sem julgamento Marcos Antônio Mota Evangelista, de 21 anos, e Amanda Carvalho de Meneses, 19 anos, deverão voltar à Justiça Criminal, no Fórum Ulysses Guimarães, em Sussuarana, no próximo dia 15 de maio, às 10h. Os dois são réus confessos do brutal assassinato do taxista Manoel Francisco dos Santos, de 74 anos, fato ocorrido no dia 10 de janeiro de 2012, no bairro de Piatã, em Salvador. Réus confessos do latrocínio (roubo seguido de morte), os dois respondem em liberdade, fato que revoltam familiares e taxistas amigos da vítima. O processo tramita na 4ª Vara Criminal, onde a juíza responsável convocou mais duas testemunhas de acusação para serem ouvidas. No dia 26 de março último, em mais uma audiência do caso, a viúva Jaciara dos Santos, de 57 anos, compareceu ao fórum em companhia dos três filhos, sendo dois rapazes e uma moça. “Apesar

da demora no julgamento acreditamos na Justiça e que esses criminosos paguem pelo crime que cometeram”, disse um dos filhos, Marcos Brito dos Santos. Manoel Francisco foi assassinado a facadas pelo casal, que solicitou uma corrida se fazendo passar por passageiros comuns. Os criminosos fugiram levando o veículo da vítima, o qual foi abandonado em Patamares. As investigações policiais chegaram aos autores do latrocínio duas semanas depois, quando Marco Antônio e Amanda foram presos na cidade de Cachoeira, no Recôncavo Baiano, a 110 quilômetros de Salvador. Segundo a Justiça, esse não é o primeiro crime em que Amanda se envolve. Ela responde a processo na 15ª Vara Criminal, em Salvador. “Acredito na condenação dos assassinos, até porque não podemos conviver mais com impunidade. Só não consigo entender

e aceitar por que assassinos confessos, que disseram ter assaltado e matado um pai de família, continuam respondendo a esse bárbaro crime em liberdade”, disse Gilberto Silva, presidente da Cooperativa Associativa de Assistência dos Taxistas (Coastaxi). “Essa situação deixa toda a categoria insegura, pois amanhã outro taxista pode ser a vítima”, lamentou. Na última audiência, Gilberto Silva chegou a se desentender com o advogado de defesa dos assassinos, que fez comentários sobre a presença de taxistas no fórum. “É também duro ouvir de um advogado que somos desocupados, só pelo fato de termos formado um grupo para acompanhar a audiência e cobrar Justiça. Disse a ale que não somos desocupados, somos trabalhadores e não somos assassinos. Portanto exigimos respeito de sua parte”, desabafou o presidente da Coastaxi.

R$ 28.988,80

Av. Miguel Calmon - Comércio 71

Foto: Clécio Max

Foto: Divulgação

2101.6800 / Av. Manoel Dias da Silva - Pituba

71 2101.2700

/ Av. Otávio Mangabeira - Pituba

71 2101.2718


Pág. 6

www.eitaxi.com.br

ANO III . Número 32 . Abril 2013 . Salvador-BA

Ei Táxi

Ei Táxi

www.eitaxi.com.br

ANO III . Número 32 . Abril 2013 . Salvador-BA

FAT: taxista novato chegou a sua vez

MPE reconhece direito de taxistas da RMS Fotos: Ei, Táxi Praticamente vitoriosa a inciativa do Sindicato dos Motoristas de Táxis Autônomos de Camaçari (Sintac), no embate que trava com a Agerba e Transalvador, no que diz respeito ao direito de taxistas do município da Região Metropolitana de Salvador (RMS) poderem se deslocar para a capital transportando passageiros da Cidade do Pólo. Desde que o taxista siga determinadas recomendações, essa prática é normal e quem defende isso é o promotor de Justiça e coordenador do Centro de Segurança Pública do Ministério Público do Estado, Geder Luiz Rocha Gomes. O problema começou quando a Agerba e a Transalvador aplicaram multas em alguns

Taxista: Edson Fernandes

taxistas que se deslocavam de Camaçari conduzindo passageiros com destino ao Aeroporto Internacional Deputado Luís Eduardo Magalhães, hospitais, clínicas entre outros. “Levar um passageiro de Camaçari para qualquer outro município é um direito legal do taxista que roda nesta cidade, o que foi reconhecido pelo promotor”, desabafa Edson Fernandes, presidente do Sintac, que vem participando de reuniões envolvendo o MPE, representantes de prefeituras de Salvador e da RM, Bahiatursa, Saltur, entre outras autoridades, com o objetivo de solucionar esse e outros problemas ligados ao transporte de passageiros e de turismo na região. Porém o promotor faz um

alerta ao taxista: é preciso estar atento aos seus direitos e também impedimentos, como o de pegar passageiros em Salvador, após deixar o cliente que conduziu a partir de Camaçari. “Após deixar o passageiro em seu destino, o taxista deve voltar para Camaçari ou município de origem sem pegar nenhuma corrida fora dos limites da cidade onde foi originada a corrida, na cidade onde trabalha. Se fizer isso estará cometendo infração, e caso seja flagrado será multado pelos órgãos competentes”, avisa o promotor. Ainda de acordo com Geder Luiz, no dia em que o taxista conduzir um passageiro para Salvador, por exemplo, poderá ficar aguardando por ele caso volte no mesmo dia. Se for buscá-lo num outro dia, será necessário fazer um contrato simples de fretamento, o que vai preservar seus direitos e impedir que seja multado, caso seja parado por agentes da fiscalização. “O taxista tem que lembrar que não tem autorização para trabalhar em outro município que não seja o qual ele tem o alvará concedido pela prefeitura. Por isso, a importância de se fazer um contrato em

Promotor: Geder Luiz

que vão constar informações que confirmarão se tratar de um trabalho de fretamento”, lembra o promotor, mostrando que no contrato deve estar especificado o motivo do deslocamento, nome e dados do passageiro, como RG, CPF e endereço, além do destino e dia do retorno, se for o caso. Também deverão constar número e horário do voo, caso o passageiro seja levado até o aeroporto. Esse contrato, segundo o promotor, vai ajudar o taxista, caso precise se justificar aos órgãos fiscalizadores como Transalvador e Agerba. “Em situações como essa, não basta apenas um acordo verbal entre o taxista e o passageiro para confirmar que o transporte é

Pág. 7

um fretamento. O contrato, que não precisa ser reconhecido em cartório, é fundamental”, frisa Geder Luiz. “Quanto aos taxistas que foram multados em Salvador pela Transalvador, ou pela Agerba, em situações como essas, descritas pelo promotor, a recomendação é que compareça ao órgão para se justificar e solicitar o cancelamento da multa. Mas é preciso lembrar que terá que apresentar uma justificativa”, ressalta Edson Fernandes. “Precisamos trabalhar, mas não podemos esquecer que a fiscalização existe. Por isso mesmo é que temos que estar dentro da lei”.

Foto: Ei, Táxi

Os taxistas que precisarem comprar o primeiro carro para começar a trabalhar terão acesso a financiamento operado com dinheiro do Fundo de Amparo ao Trabalhador (FAT). O Banco do Brasil, responsável pela linha de crédito, informou que, com a aprovação do Ministério do Trabalho, o dinheiro poderá ser utilizado por novos permissionários. Antes, o crédito era destinado apenas à renovação de frota, para taxistas em atividade. O FAT Taxista tem como finalidade a compra de carro

Os taxistas devem procurar o Banco do Brasil para maiores informações.

Fonte: Agência Brasil

zero quilômetro, de fabricação nacional. O prazo das prestações é de até 60 meses, com teto de financiamento até 90% do valor do carro, limitado a R$ 60 mil. As parcelas são debitadas em conta corrente depois de somada a Taxa de Juros de Longo Prazo (TJLP) mais 4% ao ano, o que representa atualmente 0,75% ao mês. De acordo com o banco, nos últimos doze meses, a carteira da linha FAT Taxista cresceu 50% e a previsão é de que alcance R$ 200 milhões em 2013.


Pág. 8

ANO III . Número 32 . Abril 2013 . Salvador-BA

www.eitaxi.com.br

Ei Táxi

Ei Táxi

www.eitaxi.com.br

Pág. 9

ANO III . Número 32 . Abril 2013 . Salvador-BA

Família Atasf festejou seus 14 anos de sucesso Uma festa em família. Foi esse o espírito que marcou a comemoração dos 14 anos da Associação dos Taxistas de Simões Filho (Atasf), dia 24 de março, no Sítio do Sossego, em Simões Filho, na Região Metropolitana de Salvador (RMS). O presidente José Nilton e sua equipe mostraram como organizar um evento de primeira. Mais de 200 convidados, entre taxistas, familiares e amigos, se divertiram com muita música, bebida e churrasco à vontade. Uma grande confraternização com direito a sorteio de brindes, exposição de carros e muito bate-papo. Uma festa agradável. Como sempre, representantes das concessionárias, Grande Bahia, Codisman, Cresauto, Americar, Indiana, Frutosdias e Guebor marcaram presença. Todas com os gerentes e as equipes de venda direta. E, pra não dormir no ponto, o Ei, Táxi registrou tudo para que você possa acompanhar um pouco da festa. Parabéns Atasf! Parabéns José Nilton!

Presidente da Atasf: José Nilton

Fotos: Ei, Táxi

DOBLÒ ADVENTURE XINGU 1.8 16V FLEX 4P 2013

NA CRESAUTO TÁ CADA VEZ MAIS FÁCIL SAIR DE TÁXI NOVO.

R$

46.415

À VISTA

ISENÇÃO TOTAL

IPI E ICMS

CARROS NÃO DISPONÍVEIS NO ESTOQUE DA CONCESSIONÁRIA. VENDA SOB ENCOMENDA.

CONVERSE COM A NOSSA EQUIPE DE VENDAS E CONFIRA PORQUE SALVADOR TÁ CADA VEZ MAIS CRESAUTO.

Oferta válida até 15/05/2013

TELEVENDAS >

•6º BANCO TRASEIRO SUPLEMENTAR LADO PASSAGEIRO •CHAVE CANIVETE •AR CONDICONADO •HSD – AIR BAG DUPLO E ABS COM EBD •COMPUTADOR DE BORDO •TRAVAS ELÉTRICAS •VIDRO ELÉTRICO DIANTERIRO •KIT XINGU •RADIO CD MP3/WMA


Pág. 10

ANO III . Número 32 . Abril 2013 . Salvador-BA

www.eitaxi.com.br

Ei Táxi

VIP Táxi com nova direção abre vagas

Central de Comando.

Com experiência de mais de 10 anos no segmento de táxi em Salvador, terceira maior capital brasileira, Fernando Eugenio cuida agora dos rumos da VIP Táxi, empresa adquirida em maio de 2012. “No ano passado trabalhamos na reorganização da VIP Táxi para acabar com a bagunça administrativa que encontramos. Agora, estamos tocando o trabalho já com as nossas características profissionais para crescer e aumentar a frota de carros”,

diz Fernando Eugenio, que tem como sócio, nessa arrojada empreitada, o xará Fernando Luís, também com ampla experiência e projetos vitoriosos nesta área. Há dois anos afastado da praça, tempo em que deixou a sociedade na Elitte Táxi para cuidar de questões pessoais, Fernando diz que volta ao batente com muita vontade e o gás necessário para tocar o projeto. “Confesso que, quando adquirimos a VIP Táxi, não imaginávamos que o desgaste da imagem da VIP Taxi no

mercado e entre os taxistas era tão grande. Diante dos obstáculos, nossa opção foi a de partir para o ataque e mudar o jogo. Coisa que sabemos fazer por experiência no segmento. Então promovemos mudanças nas áreas operacional, administrativa e financeira. Já começamos a colher os bons frutos”, conta Fernando Eugenio. Na área operacional, os sócios decidiram investir em mudanças radicais, modernizando o sistema com um sofisticado software, que permite aos profissionais da VIP Táxi se posicionarem de forma mais adequada nas diversas regiões de Salvador. Assim, evitam deslocamentos desnecessários, encurtando o tempo para pegar o passageiro e conduzi-lo ao seu destino. “Conseguimos essa e outras vantagens graças ao sistema SMS, o qual permite ao cliente, acompanhamento online de informações importantes e necessárias sobre o desloca-

mento do veículo”, ressalta Fernando Luís. Fernando Eugênio conta que o primeiro grande desafio foi convencer os parceiros a manter o contrato com a VIP e isso foi conseguido graças aos projetos de mudanças apresentados às empresas. “Mantivemos convênios com marcas como a Honda Imperial, Senac, Gráfico Empreendimentos e WAPPA. Também estamos prestes a fechar novos contratos, o que será muito bom para o crescimento e solidificação da VIP Táxi e dos nossos colaboradores”. Hoje, os sócios planejam agregar, no máximo, outros 20 carros. “Esse número atenderá perfeitamente nossos objetivos e também acabará com um problema que enfrentamos atualmente com a dispensa forçada de corridas. Em virtude do número reduzido de carros, tivemos que cancelar 880 corridas em fevereiro, outras 1.070 em março e projetamos cerca de 1.500

agora em abril”, comentam, avisando que a VIP Táxi já vem recebendo propostas de novos associados. “Além de passar por uma entrevista, o candidato precisa ser um profissional dedicado ao trabalho e possuir um carro com no máximo três anos de uso, nos modelos sedan ou utilitário. A máquina de cartão de crédito pode ser do taxista, mas ele precisa ter a impressora de taxímetro”, ressalta Fernando Eugenio, lembrando que na área financeira foram realizadas diversas alterações sendo as mais importantes a redução dos percentuais de descontos dos boletos. Sem esquecer que o repasse dos boletos apresentados é realizado no dia seguinte da sua apresentação diretamente na conta corrente do filiado VIP Táxi. A VIP Táxi tem sede na Avenida Paulo VI, 1.173, sala 105, Pituba, em frente ao Santander. O contato pode ser feito pelo 30239999.

Sobre os sócios Fernando Luís - formado em Contabilidade pela Faculdade Visconde de Cayru, tem amplo conhecimento no dia a dia da categoria, pois desde 2000 tem atuado na Coometas e também na Elite. Tem muito a contribuir com o segmento táxi. Fernando Eugenio – Cursou Análise de Sistemas (FACS), Contabilidade na UNIJORGE e atualmente cursa Direito na Faculdade Maurício de Nassau. Participou nove anos da Coometas, onde também exerceu atividades administrativas como Diretor Financeiro, tendo atuado mais de uma vez no Conselho Fiscal. Em 2007, juntamente com mais dois sócios, fundou a Elitte Táxi, quando respondeu pela Diretoria Financeira até 2010, ano em que optou por ingressar no ramo imobiliário. Em 2012, decidiu retornar à categoria, desta vez para comandar a VIP Táxi. Fernando Eugenio e o sócio Fernando Luís.

Fotos: Ei, Táxi

Ei Táxi

www.eitaxi.com.br

ANO III . Número 32 . Abril 2013 . Salvador-BA

Pág. 11

Camaçari: promessa de reajuste após 4 anos

Claudécio Taroba - STT

O último reajuste que a prefeitura de Camaçari, a 41 quilômetros de Salvador, na Região Metropolitana, deu às tarifas de táxi do município foi em 2008. Naquele ano, a bandeirada passou para R$ 3,40. O quilômetro rodado na Bandeira 1 foi para R$ 1,70 e na Bandeira 2 para R$ 2,19. “A categoria sofre e tem pre-

Foto: Marcelo Ferrão

juízos com essa defasagem”, avisa Edson Fernandes, presidente do Sindicato dos Motoristas de Táxis Autônomos de Camaçari – Sintac. O prefeito Ademar delgado (PT) sinaliza com estudos para corrigir o problema, o que será bom para os taxistas e também para os passageiros, os quais reclamam de alguns profissio-

nais que fazem corridas sem ligar o taxímetro: no tiro. O superintendente de Trânsito e Transporte, Claudécio Taroba, disse ao Ei, Táxi, por meio de sua assessoria de imprensa, que “o prefeito determinou a realização de estudos para fazer um completo levantamento da situação dos táxis em Camaçari, focando principalmente na questão do reajuste das tarifas”. Ainda segundo Taroba, técnicos estão comparando planilhas usadas por outras prefeituras, com Salvador e municípios da Região Metropolitana, com o objetivo é encontrar um ponto que agrade aos taxistas e também à po-

pulação que usa o serviço. “Já alertamos aos taxistas para que não realizem corridas sem o uso do taxímetro, o que tem motivado críticas e denúncias de passageiros. Isso está errado, mas também entendemos que a categoria vem perdendo há anos, uma vez que não tem o reajuste. Só para exemplificar, em Simões

Filho a bandeirada é de R$ 3,50, enquanto o quilômetro rodado na Bandeira 1 custa R$ 3,00 e na Bandeira 2 R$ 3,40”, frisa o presidente ressaltando que a situação está difícil para os taxistas em Camaçari, onde existem muitos clandestinos rodando e também táxis de outros municípios.


ANO III . Número 32 . Abril 2013 . Salvador-BA

www.eitaxi.com.br

Ei Táxi

Seguindo a coirmã Coometas, a Cooperativa Mista de Motoristas Autônomos de Salvador (Comtas), realizou eleições presidenciais para o próximo biênio 2013-2015. A assembleia ocorreu no dia 23 de março e teve como chapa vencedora a composição entre o atual presidente Heleniel Fernandes, Ana Lúcia (Diretora Administrativa Financeira) e Flávio Cerqueira (Diretor Operacional). Este último, que irá representar a nova geração de cooperados, recém-integrado à diretoria. Para o seu segundo mandato, Fernandes promete

Foto: Divulgação

Fernandes segue pilotando a Contas

Heleniel Fernandes, Ana Lúcia e Flávio Cerqueira

dar continuidade à política de treinamento e qualificação de cooperados e funcionários, ampliando o leque de cursos oferecidos como empreendedorismo. Também pretende viabilizar

novas parcerias, com captação de clientes, investimento em sistemas de comunicação, redes e serviços online. Isso, além de equipar a frota em sua totalidade com tablets e ou-

tras tecnologias que possibilitem mais eficiência e qualidade no atendimento ao cliente. Também está focada a implementação de novas ações de marketing, incluindo a comunicação vi-

sual dos veículos. Assim, a Comtas deseja manter-se com o nível de atendimento ao passageiro entre os melhores do Brasil, na prestação desse serviço tão importante à população e aos turistas. Agora, resta comemorar a vitória, arregaçar as mangas mais uma vez e pôr em prática todas as metas. Não só os cooperados, mas principalmente os clientes serão os grandes beneficiados. Igualmente à Coometas, o Ei, Táxi parabeniza a Comtas, especialmente Fernandes, neste momento de novos desafios.

Foto: Ei, Táxi

Capitão Tadeu articula apoio a taxistas O deputado estadual Capitão Tadeu (PSB) vem realizando reuniões e debates com taxistas com o objetivo de criar o Núcleo de Apoio ao Taxista. “A gente observa os taxistas reclamando com os colegas nos pontos, mas reclamar com os colegas não resolve os muitos problemas que a categoria enfrenta”, frisa o parlamentar, lembrando que falta à classe sentar para discutir esses problemas e buscar soluções de forma inteligente. “Sou filho de taxista e tudo que tenho na vida hoje devo a um taxista”, lembra o deputado, afirmando que a idéia de criar o Núcleo é justamente por conhecer, de perto, o drama e a vida de um taxista. “Observo também a grande desunião

da categoria, que tem sindicato, associação e cooperativas. No entanto falta união na hora de encarar os problemas e tentar resolvê-los de forma coletiva”. Proprietário do Centro de Trânsito, destinado a taxistas que precisam fazer exames de requalificação para a renovação do crachá, o Capitão Tadeu diz que, com o Núcleo, a classe poderá discutir seus problemas e tentar resolvê-los independentemente de entidades representativas. “Estaremos juntos para identificar os problemas, os obstáculos, e enfrentá-los”. Ainda de acordo com o deputado, a aceitação da criação do Núcleo vem sendo quase que unânime entre os taxistas que tomam conhe-

cimento da ideia. “Durante as aulas no Centro, com turmas de cerca de 100 participantes, tenho apresentado essa iniciativa e todos aprovam. Cerca de 900 profissionais da praça já sabem do projeto e o aplaudiram”, comenta. “Além dessas reuniões com um maior número de participantes, também venho me reunido com um grupo reduzido para fazer uma certa filtragem das sugestões colhidas nos grandes encontros”, conta Capitão Tadeu, afirmando que o objetivo é sintetizar essas ideias e juntá-las em um projeto que será apresentado à categoria para avaliação e criação do Núcleo.

Ei Táxi

www.eitaxi.com.br

ANO III . Número 32 . Abril 2013 . Salvador-BA

Pág. 13

PASSAGEM PELA METADE DO PREÇO: MAIS UM MOTIVO PARA O DOMINGO SER O MELHOR DIA DA SEMANA. Passagem de ônibus aos domingos por R$ 1,40*.

DOMINGO É

*Pagamento em dinheiro.

Pág. 12


Pág. 14

www.eitaxi.com.br

ANO III . Número 32 . Abril 2013 . Salvador-BA

Ei Táxi

Assim como foi denunciado por taxistas de Mata de São João, agora é a vez de outros profissionais da praça denunciarem “mais uma farra de alvarás, desta vez promovida pela prefeitura de Lauro de Freitas, ao apagar as luzes da administração da ex-prefeita Moema Gramacho (PT)”. Hoje a cidade, vizinha a Salvador, na Região Metropolitana, conta com pouco mais de 62 táxis regularizados. “Antes de deixar o cargo a ex-prefeita liberou 70 alvarás sem qualquer tipo de critério para atender aos taxistas que estão na fila à espera de conseguir um alvará”, de-

nuncia o taxista Francisco Antônio. “Estou na fila há cinco anos, sonho com essa possibilidade para poder comprar meu carro e rodar sem que seja com carro alugado. Mas acabei sobrando, mais uma vez. Enquanto isso, o que se comenta é que um cidadão de pronome Dagoberto, do transporte complementar, ganhou 15 alvarás. Acho que isso deveria ser investigado pelo Ministério Público, pois pais de famílias, trabalhadores, foram prejudicados enquanto a prefeitura beneficiou empresários”, disse Wellington Teles de Jesus.

Foto: Ei, Táxi

Francisco Antônio

Além do apadrinhamento, prejudicial aos taxistas de Lauro de Freitas, Francisco Antônio frisa que a administração da ex-prefeita Moema Gramacho “fez vistas grossas para os clandestinos e também para carros que fazem fretamento no Atakadão”, lembra, ressaltando que “o ex-secretário de Trânsito e Transporte, Abraão Reis, permitiu a atuação desse tipo de serviço no município. Sem esquecer o fato de táxis com placas de outros municípios realizarem corridas em Lauro de Freitas”. A vereadora Mirela Macedo (PSD), que foi foi informada da situação por taxistas, disse ao Ei, Táxi que vai se

Foto: Henrique Coelho

Foto: Ei, Táxi

Outra farra de alvarás em Lauro de Freitas

Vereadora Mirela Macedo

inteirar da questão e apurar as denúncias. “Se houve distribuição, é de se esperar que tenha obedecido a critérios legais e pré-estabelecidos. Não se pode dizer que houve fraude enquanto o fato não for devidamente apurado. O mesmo com re-

lação à denúncia de distribuição de placas para carros que estão sendo usados no fretamento. Também entendo que se foram distribuídas a decisão deve ter seguido uma regulamentação”, frisou, prometendo apurar os fatos, além de levar as reivindicações dos taxistas à Comissão de Trânsito e Transporte da Câmara Municipal. O Ei, Táxi tentou, por várias vezes, ouvir, por telefone, o atual secretário de Trânsito, Major Musta, mas não conseguiu. Sua secretária informou que o gabinete do gestor público está aberto à imprensa. Mas ele não fala por telefone. Ou seja, diferente de governadores, senadores, deputados e outros políticos com muito mais cacife, que dão entrevista por telefone. Espera-se que o secretário seja tão criterioso em outros aspectos. Espera-se, por exemplo, que adote providências enérgicas para acabar, de uma vez por todas, com a ação dos clandestinos.

Ei Táxi

www.eitaxi.com.br

Pág. 15

ANO III . Número 32 . Abril 2013 . Salvador-BA

Coastaxi questiona valor do Imposto Sindical Por meio de ofício enviado à titular da Superintendência Regional do Trabalho e Emprego na Bahia (SRTE/BA), Isa Simões, a Cooperativa Associativa de Assistência dos Taxistas (Coastaxi) solicitou informações a respeito do valor do Imposto Sindical que o trabalhador autônomo do sistema de táxi terá que pagar em 2013. Em resposta à solicitação, a superintendente informou que os valores da contribuição sindical, previstos no Artigo 580 da Consolidação das Leis do Trabalho (CLT), foram atualizados pela Secretaria de Relações do Trabalho do Ministério do Trabalho e Emprego,

uma vez, alertar sobre o problema. No ano passado, o presidente do Sinditaxi, Assanhaço, cobrou R$ 60. Um absurdo com o qual não concordamos e vamos lutar contra”, disse o presidente da Coastaxi, Gilberto Silva. Como a Getax exige comprovante de pagamento do imposto para realizar a vistoria do táxi, o taxista fica impossibilitado de fazê-la, sem antes pagar esse absurdo”, disse Gilberto, frisando que vem solicitando uma reunião com a Getax para discutir a questão e pôr um fim “a essa cobrança abusiva por parte do Sinditaxi”.

Gilberto Silva tem questionado o sindicato diante do imposto sindical praticado.

Foto: Ei, Táxi.

através da Nota Técnica CGRT/ SRT nº 05/2004. De acordo com a nota técnica, constata-se que a importância devida de contribuição sindical para os agentes trabalhadores autônomos e para

os profissionais liberais corresponde a 30% do valor referência fixado pelo Poder Executivo para Cr$ 1,00 (um cruzeiro) a fração por ventura existente. Portanto, alcança o valor de R$ 5,70, o equiva-

lente a 30% do Maior Valor de Referência (MRV). “Enviei cópia da resposta da superintendente para as empresas de rádio táxis e cooperativas de Salvador. O objetivo é, mais

Classificados

Wellington Teles

Fale para o Taxista, que ele fala de você

Anuncie em três edições e ganhe 20% de desconto! Ei, Táxi! Circulando com ofertas para você*

Anuncie:

71 3498-9731 71 9152-2172 comercial@eitaxi.com.br

www.eitaxi.com.br

71 3498-9731 . 9152-2172 | ww.eitaxi.com.br comercial@eitaxi.com.br

*Promoção válida para clientes novos.


Jornal Ei, Táxi edição 32 abr 2013  
Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you