Page 1

w w w . j o r n a l e d i c a o d o b r a s i l . c o m . b r

9 a 1 6 d e o u t u b r o d e 2 0 11

Nº 1486

Divulgação

Perueiros dominam Confins

PSC usa TV para badalar a família do seu presidente

Márcio Antônio Silva denuncia: “Existem aproveitadores” Os táxis azuis que servem ao Aeroporto de Confins são proibidos de aceitar passageiros quando estão em Belo Horizonte. Da mesma forma, os veículos de BH não podem servir quem precisa de táxi em Confins. O assunto não é novo e até já ocupou páginas policiais no passado. Porém, a situação está ficando insustentável, na avaliação do presidente da Coopertáxi-BH, Márcio Antônio Silva. Ele denuncia a existência da figura do “piolho”, que é aquele indivíduo que faz o transporte de passageiros em carros particulares, uma espécie de perueiro. O presidente tem sugestões para melhorar o trânsito na Grande BH, incluindo o transporte coletivo, o metrô e até a criação de uma praça livre. Opinião – Página 2

D. Walmor conta detalhes da Catedral Cristo Rei

vendedor?

Nova Lima se tornará um Centro Urbano Regional PNL

Se prepare tecnicamente O tempo de vendedores que venciam seus clientes pelo cansaço faz parte da história. Na avaliação do professor Clodoaldo Lopes Nizza Júnior, da Face/ Fumec, um profissional da área de vendas, nos dias atuais, tem de se atualizar, fazendo diversos cursos, adquirindo autoconfiança e se preparando tecnicamente para enfrentar os desafios do mercado moderno. Economia – Página 4

Dom Walmor anuncia a chegada do novo templo

Carlinhos Rodrigues afirma que Nova Lima é modelo nacional

O presidente do Partido Social Cristão (PSC), Vitor Nóssis, mandou gravar um programa de televisão para veicular em todas as emissoras de Minas, usando o horário gratuito dos partidos políticos. O fato inusitado: em vez de colocar os deputados falando aos eleitores, Nósseis exibe um vídeo com sua esposa, filho e nora, dirigindo suas mensagens aos mineiros. Política – Página 3

Quer ser bom

Divulgação

Março de 2012. Esta é a data definida pelo arcebispo de Belo Horizonte, dom Walmor Oliveira de Azevedo, para início da construção da Catedral Cristo Rei, na região norte da Capital. A sua capacidade interna será para cinco mil fiéis, mas a praça externa poderá receber até 15 mil pessoas. Dom Walmor contabiliza apoios importantes, como do governador Antonio Anastasia e do prefeito Marcio Lacerda, para erguer esse verdadeiro centro de espiritualidade. Educação e Cultura – Página 6

R$ 1,00

O município de Nova Lima foi escolhido, juntamente com mais duas co-irmãs, para se tornar um Centro Urbano Regional, cuja finalidade é propor soluções coletivas a médio e longo prazo para o circuito metropolitano da Capital. Isso faz parte do Plano Diretor de Desenvolvimento Integrado (PDDI) do governo mineiro, segundo o prefeito Carlinhos Rodrigues. Esta decisão governamental só veio confirmar: Nova Lima é hoje uma cidade que serve de modelo para muitas em Minas e no país. Cidades – Página 10

O professor Clodoaldo ensina como se tornar um bom vendedor

Clareamento dental otimiza a beleza facial Homens e mulheres de todas as idades buscam ter dentes saudáveis e belos através das mais modernas técnicas da Odontologia. O clareamento dental deixa o sorriso mais bonito e brilhante. O cirurgião-dentista Adriano Campos, especialista em Periodontia, afirma que as alterações na coloração dos dentes acontecem por diferentes causas, lembrando que algumas pessoas possuem  a composição dental naturalmente menos refletiva. Vida – Página 8

Link Comunicação

Belo Horizonte/Brasília


2

O P I N I Ã O

EDITORIAL

Impasse em Confins prejudica taxistas de BH

Hotelaria profissional

A

situação do transporte público em Belo Horizonte para a Copa do Mundo não é das melhores. É o que afirma o diretor-presidente da Coopertáxi/ BH, Márcio Antônio Silva. Ele aponta o impasse de Confins (taxistas da Capital não podem atuar lá e vice-versa) como um dos principais contratempos a serem solucionados para a melhoria do transporte. Ele é bastante sincero ao dizer que a medida anunciada recentemente, regulamentando a profissão de taxista, não trará muitas alterações para a categoria. Além disso, ainda existem perueiros na RMBH. Márcio Antônio cita algumas eventuais soluções para o trânsito na Capital. “Devemos olhar a questão do transporte coletivo, do metrô e dos táxis”, revela.

Márcio Antônio Silva: “O poder público precisa resolver esse impasse de táxis de BH não poderem atender em Confins”

Como vocês estão encarando a regulamentação da profissão? Na verdade não alterou muita coisa para a categoria. O foco principal era definir a questão da transferência da permissão. O que a presidente da República assinou não fez muito efeito, pois os interesses maiores da categoria foram vetados.

Quais eram esses interesses? Esse direito de transferência, de herança, de ter o condutor mais dois auxiliares. Seria muito importante a aprovação desse direito de transferência, de pai para filho, e também o direito de se explorar o táxi com mais auxiliares.

Um auxiliar por táxi é um número baixo, em sua avaliação? Hoje, pela portaria da BHTrans, você pode colocar um auxiliar. Nossa avaliação é que teria que se colocar, no mínimo, dois. Isso propiciará um atendimento melhor à população. O táxi ficará mais tempo rodando nas ruas, consequentemente a carga de trabalho em cima dos motoristas será menor. Isso seria um ponto muito positivo para a categoria.

O poder público está prestando suporte à categoria? Na verdade, nenhum. Só o fato de há dois anos não haver reajuste já demonstra isso.

E quanto à questão dos perueiros? Ainda há atuação destes na RMBH? Sim. Hoje em dia, mediante essa questão do impasse do aeroporto internacional, surgiu uma nova figura chamada piolho. É um indivíduo fazendo o transporte de passageiros em carros, muitas vezes particulares. O poder público fecha os olhos para essa questão. Isso funciona 24 horas por dia, descaradamente. O poder público não resolve esse impasse, de táxis de BH não poderem atender em Confins. Um grande problema que devia ser solucionado. Existem, hoje, leis que determinam isso. Deveria se propor um acordo para resolver esse impasse, criar uma praça livre para que se possa favorecer a todos.

Há apoio político para que essa questão seja solucionada?

Julho Editorial Ltda Cooperativa de Comunicação Social ARTHUR LUIZ FERREIRA Diretor-Editor (licenciado) EUJÁCIO ANTÔNIO SILVA Diretor-Responsável ESCRITÓRIO CENTRAL - BELO HORIZONTE AV. FRANCISCO SÁ, 360 - PRADO CEP 30.411-145 TELEFONE: (0 xx 31) 3291-9080

A deputada Luzia Ferreira já se mostrou disposta a abraçar a causa e nos ajudar.

jornaledicaodobrasil@terra.com.br e.brasil@yahoo.com.br Site: www.jornaledicaodobrasil.com.br

* Eduardo Guedes

José Alves Neto

EDIÇÃO DO BRASIL

Endereços Eletrônicos:

9 a 16 de outubro de 2011

Arre, Minas! Divulgação

O

advento da Copa do Mundo de 2014 está despertando na população a vontade de deixar de lado o jeitinho brasileiro, para priorizar o profissionalismo. No mundo dos negócios, então, os nossos empresários abandonaram a posição de eternos coadjuvantes para conversar com os empreendedores do Primeiro Mundo com igualdade de condições. Se hoje estamos recebendo investimentos externos de diversos setores empresariais é pelo pleno reconhecimento das elites econômicas internacionais em relação ao nosso amadurecimento. Vale dizer: nosso mercado consumidor interno passou a ser percebido pelas grandes nações. Neste contexto de crescimento, vale registrar uma fala do secretário de Estado para Assuntos da Copa, Sérgio Barroso. Ele divulgou, na semana passada, a cifra de R$ 1 bilhão. É dinheiro da iniciativa privada para a construção de hotéis em um raio de cem quilômetros de Belo Horizonte, cuja finalidade primordial será o evento esportivo. São empresários mineiros e brasileiros, em parceria com empreendedores norte-americanos e europeus, buscando elevar o número de leitos na região. Atualmente, existem 30.194 leitos. A partir de 2014, esta capacidade deve aumentar em cerca de 16 mil quartos. Os números indicam: teremos daqui a três anos uma média de 314 hospedarias em torno da Capital mineira. E se a iniciativa privada está cumprindo sua parte, aplicando verba capaz de mudar o cenário neste segmento, as entidades de classe e os governos estão trabalhando para preparar a mão de obra, capacitando profissionais de nossa cidade, instruindo-os para receber os mais exigentes clientes. É uma empreitada complexa, mas talvez seja esta a oportunidade de abrirmos as portas da Capital mineira às grandes promoções, inclusive os eventos de negócios. Hoje, São Paulo e Rio de Janeiro atraem cerca de 70% dessas oportunidades. Apesar de todo esse otimismo, fazemos um alerta aos investidores: o Campeonato Mundial de Futebol dura apenas 30 dias. A partir daí, a manutenção da rede hoteleira vai depender de uma série de ações desenvolvidas juntamente com operadores do sistema de turismo e lazer de um modo geral, para que haja plena ocupação. Não chega a ser novidade, mas é oportuno rememorar: algumas nações do mundo fizeram investimentos exagerados e terminaram combalindo suas economias. O mais recente exemplo é a Grécia. Lá são divulgadas informações indicando que a situação saiu do controle a partir de 2004, quando o país foi sede das Olimpíadas. Que fiquemos atentos a esta cruel realidade.

EDIÇÃO DO BRASIL

Além desse impasse do aeroporto internacional, como está de uma maneira geral esse setor de transporte público na Capital para a Copa do Mundo? Hoje, o pessoal tem batido muito na tecla de colocar mais táxis. Mas isso não vai solucionar o problema, na verdade isso é uma engrenagem. Devemos olhar a questão do transporte coletivo, do metrô, e também essa questão dos táxis, da criação de uma praça livre. A questão do transporte público mostra-se muito precária, inda bem longe do ideal.

Não sou um aficionado pelo futebol, a ponto de me permitir o grande sofrimento que assisto em parte dos torcedores mineiros, frustrados com seus times. Mas admito que, desta vez, eles têm razão. Pela primeira vez na nossa história, as três grandes forças do nosso futebol – Atlético, Cruzeiro e América – parecem que avançam, irremediavelmente, para o abismo da “segundona”. Pelo itinerário que ainda vão percorrer, nesta fase final e também muito mais difícil do maior campeonato do mundo, há muito mais apreensões do que propriamente esperanças. Vejo muita gente tentando explicar a debacle, através de variados argumentos, quase todos, no entanto, fundados nas paixões que o esporte desperta. Pouca gente busca entender melhor o que pode estar acontecendo e se haveria, por exemplo, um motivo comum às três derrocadas. Digo derrocadas porque, mesmo se eventualmente não evitarem o descenso, amargarão, todos, posição inferiores raramente ocupadas desta forma, em grupo, no pé da tabela classificatória. Mais interessante ainda é o fato de que Galo, Coelho e Raposa montaram, lá atrás, equipes consideradas promissoras. O Atlético, por exemplo, depois de muitos anos sem fazer grandes investimentos, afundado, pelo que se dizia, em dívidas, armou finalmente um time recheado de estrelas. É como se diz por aí – um elenco espetacular, mas só no papel. O Cruzeiro, por seu lado, vinha de uma escalada de excepcionais resultados, apesar de haver perdido, de novo, dentro de casa, mais uma Libertadores. O time celeste chegou a ser classificado como um dos melhores do país, haja vista a variedade e competência do elenco que montara nos últimos anos. O América, para não ficar de fora, colocou em campo um time correto e também promissor, que igualou-se aos grandes do país e justificou sua ascensão à divisão principal do futebol brasileiro. Estranho, portanto, que realizem boas partidas, mas teimem em não conquistar resultados positivos. Sem vitórias, decaíram, dois para a faixa de rebaixamento (América e Atlético) propriamente dita e um – o Cruzeiro – para as posições seguintes ao grupo do descenso. Um pergunta interessante é o que os três fizeram de errado, este ano, para gerar uma crise dessa dimensão? Uma explicação – não sei se suficiente – seria a ideia de que os três apostaram em inúmeros atletas que já brilharam no futebol brasileiro, mas que, infelizmente, não vêm conseguindo repetir performances semelhantes há muito tempo, defendendo as nossas cores. Jogam, portanto, muito mais com o desempenho que um dia tiveram, do que propriamente com recursos que poderiam emprestar, de fato, aos times mineiros. Quase sempre são jogadores caros e, alguns, nem sempre tão dedicados como poderiam e deveriam ser, até para compensar as eventuais deficiências. Outra questão que parece ser motivadora da atual circunstância dos mineiros no brasileirão é o fato de que perderam nomes importantes no decorrer da disputa. E neste flanco há casos estranhos, como o de jogadores que pediram para ir embora e foram porque nada rendiam, como é o caso emblemático de Diego Souza. Veio para o Galo como craque e não jogou nada aqui. Foi embora para o Vasco, onde a sua estrela reacendeu... E tanto foi assim que, por incrível que pareça, acabou na Seleção de Mano Menezes. Eder Luiz é outro que ficou durante muito tempo no meio do caminho, mas se transformou em atleta decisivo para o time carioca. No Cruzeiro foi pior. Deixamos ir embora nomes como Henrique (que também passou pela seleção), mas o mais grave foi o alto comando azul ter aberto mão de jogadores fundamentais para o time, como o beque Gil e especialmente os atacantes Tiago Ribeiro e o jovem Dudu (este com passagem brilhante pela seleção sub-20). Com contusões seguidas de jogadores, como a que tirou atletas como Wallisson dos campos até o ano que vem, o time acabou sem alternativas, tendo que contratar, a toque de caixa, nomes que, como já se disse, não conseguem responder às expectativas do rendimento esperado que alcançaram em outros clubes. É um tempo difícil para os mineiros, que podem acabar totalmente fora da elite do nosso futebol. Se isso de fato ocorrer, estaremos repetindo histórias de outros segmentos, quando perdemos, por exemplo, na publicidade, contas importantes; ou marcas empresariais que acabaram migrando para outras praias, a bordo das vantagens derivadas pela grave guerra fiscal que permanece entre os entes federados. De uma forma ou de outra, são perdas que nos afetam e ampliam ainda mais a desproporção existente entre a nossa importância econômica, nossa dimensão política histórica e a Minas de hoje.

* Jornalista


P O L Í T I C A

EDIÇÃO DO BRASIL 9 a 16 de outubro de 2011

V I G Í LI A S

Vitor Nósseis exibe sua família no horário destinado ao PSC nformações que chegam ao nosso conhecimento mostram como determinados partidos no Brasil estão a serviço de seus dirigentes. Segundo denúncia de uma fonte importante, que pediu anonimato, o presidente nacional do Partido Social Cristão (PSC), o mineiro Vitor Nósseis, está usando o horário gratuito da TV, destinado a sua sigla, de forma equivocada. Membros de sua família estrelam os programas, ao invés dos dirigentes do partido. Consta que até mesmo os deputados ficam de fora das chamadas. Atualmente, o PSC de Minas tem o deputado federal Mário de Oliveira e os estaduais Antônio Genaro e Antônio Carlos Arantes. Diante de atitudes consideradas autoritárias, o parlamentar Antônio Carlos Arantes já estaria analisando a possibilidade de se transferir para o novo partido, o PSD, recentemente registrado pelo Tribunal Superior Eleitoral. Este programa da família de Vitor Nósseis, que deveria ser dos políticos, é gratuito, atendendo à Legislação Brasileira. Ou seja, cada partido tem várias inserções gratuitas durante o ano inteiro. O PSC fará quatro inserções por mês, em todas as emissoras de TV de Minas Gerais, em horário nobre, até 31 de dezembro. As primeiras exibições foram ao ar com os parentes do presidente nacional. A senhora que surge no vídeo é Keila Nósseis, esposa do presidente.

Leitores desta coluna sugerem: as autoridades de trânsito deveriam fazer Blitzes noturnas parando taxistas. Consta que alguns deles estariam dirigindo embriagados, especialmente nas altas madrugas belo-horizontinas. Coisa bizarra, não.

Tardelli de volta? Na tarde de quinta-feira passada, no restaurante Baby Beef, almoçaram calmamente o ex-atleticano Tardelli, que hoje está no futebol russo, e o presidente de Galo, Alexandre Kalil. Sorridente, o jogador só falou o seguinte: “O atlético não merecia esta verdadeira humilhação nacional”. Mas se retornaria ao clube ou não, ele deixou a pergunta no ar.

ANTÔNIO Carlos Arantes pode deixar o Partido Social Cristão Tem ainda seu filho, Guilherme Nósseis, e sua nora, Sofia Nósseis. Procurado por nossa reportagem, o deputado Mário de Oliveira não respondeu aos contatos para falar a respeito deste assunto. Oliveira é um dos parlamentares mais antigos do Estado, líder da Igreja do Evangelho Quadrangular. É considerado um parlamentar bom de voto. Seu irmão, o estadual Antônio Genaro, também é pastor. O PSC, segundo fontes de Brasília, é no plano nacional

Felipe José de Jesus

A

Neilton Sávio

s eleições municipais no Brasil só acontecem em 2012. Até lá, são mais de 10 meses para os partidos tomarem suas decisões quanto aos nomes que serão indicados para o próximo pleito. Contudo, em Nova Lima, o tema já vem sendo discutido pelas lideranças de toda a região, como por exemplo o PMDB. O partido, que passa por um bom momento em Minas, já

muito ligado a políticos e personalidades religiosas. A exceção, por certo, é Vitor Nósseis. Ele sempre esteve envolvido com política, mas não tem este lastro evangélico como os deputados pastores. Pelo contrário, é considerado um homem público polêmico, de convicções ideológicas com tendências ao conservadorismo. Já disputou alguns pleitos. É tido e havido como um comerciante de primeira linha nas lides belo-horizontinas.

discute sobre os pré-candidatos, apresentando alguns nomes de peso. Saulo Serra, secretário-geral do PMDB em Nova Lima, fala dos indicados. “Nossa sigla passa por um momento interessante, talvez um dos melhores. Hoje o partido é base do governo e está muito coeso, além de lançar candidatos para prefeito. Temos algumas potências que farão toda diferença. O Nélio Aurélio, que é o nosso vereador e presidente da Câmara; Cássio Magnani, vereador e líder do PMDB em Nova Lima; Ângela Lima, que é a nossa secretária de Educação; Paulo Damasceno, que foi nosso prefeito; Jaconias Gomes, nosso vice-prefeito; Márcio Barbosa, secretário de Saúde; além de Roberto Lima”. Além de falar dos nomes, Saulo ressalta o crescimento da cidade, devido à boa gestão do PT e das alianças partidárias. “É fato que a cidade atravessa um ótimo momento, a gestão atual com o Carlinhos Rodrigues colocou em prática não só os desejos do PT, como de todos os partidos. Hoje, Nova Lima se desponta como uma das melhores cidades em gestão de educação e saúde. Um município com infraestrutura

urbana, ligada à preservação ambiental, com uma nova visão em relação ao empreendedorismo, geração de empregos. Tem uma gestão participativa, na qual a população está ativa em todos os processos”. Questionado sobre os objetivos do partido, Saulo diz que, devido ao bom trabalho desempenhado, a ideia é dar continuidade. “Todos os partidos da base da aliança ajudaram neste processo, nos bons resultados obtidos. Agora temos que dar continuidade. Temos como responsabilidade manter o que foi feito”. De acordo com Saulo, o apoio de alguns colegas do partido tem sido fundamental para o alcance de bons resultados. “Não posso deixar de falar do trabalho do Nélio frente à Câmara, do apoio do deputado Saraiva Felipe e do deputado Leonardo Quintão. Hoje, esta maturidade do PMDB vai nos dar condições de oferecer um grande projeto de gestão, um novo modo de pensar a cidade, a partir do que a administração do Carlinhos fez até agora. Nossa linha será discutir com os partidos a fundo, o que será melhor para o município”.

Copasa garante recuperação da Lagoa da Pampulha até 2013

V

alter Vilela Cunha, da Copasa, assegurou que as obras de revitalização da bacia da Pampulha, em Belo Horizonte, serão entregues à população até junho de 2013. O anúncio foi feito durante a audiência pública da Comissão de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável da Assembleia, na semana passada. A reunião, com gestores, ambientalistas e sociedade civil organizada, teve o objetivo de realizar um balanço do andamento das obras de despoluição da lagoa e discutir os financiamentos e processos de licitação. Em sua fala, o representante da Copasa lembrou que a lagoa conta com 98 quilômetros quadrados de extensão e que, para o processo de coleta e desassoreamento da Pampulha, serão investidos R$ 102 milhões garantidos por financiamento da Caixa Econômica. “Vamos remover mais de 300 famílias em condições de risco social e atuar em diver-

Demitido do cargo de secretário para Assuntos Fundiários do governo mineiro, e diante de tantas denúncias envolvendo seu nome, Manoel Costa saiu de cena. Porém, nos contatos com alguns amigos, Costa diz que, se resolver abrir o bico, terminará comprometendo pessoas influentes do atual governo. É uma espécie de ameaça sem pé nem cabeça, pois ele próprio não dará nomes.

Blitz com taxistas

PMDB de Nova Lima já trabalha nome para 2012

SAULO SERRA: “Vamos dar continuidade ao trabalho do PT”

Ameaça complicada

Divulgação

I

Tércio Amaral

3

sos bairros de Belo Horizonte e Contagem”, disse. “As obras serão finalizadas para a Copa das Confederações”, reforçou. Ainda em sua fala, Vilela ponderou que todo o investimento será jogado fora caso as cerca de 8 mil famílias de baixa renda que vivem na região continuem lançando esgoto nas ruas. Segundo ele, está sendo feito um trabalho de conscientização. “As pessoas não fazem a ligação do esgoto para não pagar a conta, mas a tarifa é de apenas R$ 6,56”, salientou. Sobre este problema, o coordenador do CAO da Promotoria de Justiça de Defesa do Meio Ambiente, Patrimônio Cultural, Urbanismo e Habitação, Luciano Martins, disse que o trabalho de esclarecimento da população deve ser o primeiro passo, mas que existe uma legislação que pune este crimes de poluição. “Temos que conscientizar as pessoas de que se não ligarem o esgoto irão degradar

a lagoa e podem ser punidos até com a prisão”, alertou. O coordenador-executivo do Programa de Recuperação Ambiental da Sudecap, Ricardo de Miranda Aroeira, anunciou que a Prefeitura de Belo Horizonte deverá desassorear cerca de 700 mil metros quadrados de sedimentos da Pampulha somente em 2012. “A PBH vem realizando projetos de recuperação da bacia da Pampulha há muitos anos em parceria com a Prefeitura de Contagem. Para isso, estamos realizando não somente ações para o desassoreamento, mas também para a despoluição, coleta e tratamento de esgoto”, afirmou. Em sua participação, ele lembrou, ainda, que estão sendo licitadas tecnologias que acelerem a melhoria da qualidade da água da lagoa. “As licitações serão feitas levando-se em conta as empresas que oferecerem o melhor custo-benefício”, concluiu.

Movimento Sem Censura Está marcado para este final de mês o lançamento do Sem Censura. O PT já resolveu que o evento acontecerá em Ouro Preto. Porém, os petistas não definiram ainda o objetivo final. Antes, queriam denegrir a imagem de Aécio Neves. Agora, pensam também em bater de frente com o governador Anastasia. Vale dizer: estão sem rumo.

Anastasia 2014 Pelo sim pelo não, o governador Antonio Anastasia começou a pensar na possibilidade de articular-se politicamente para 2014. Vale dizer: pode candidatar-se ao Senado pelo PSDB mineiro. Por conta disto, deve começar a tomar algumas medidas em seu governo. Cena Um: Usará, se necessário for, sua “caneta” para desalojar nomes importantes de diferentes escalões, inclusive da comunicação social, que estão no poder há muito tempo. Segundo amigos do chefe do Executivo, estas frestas das hostes governamentais precisam ser abertas para que o grupo de Anastasia possa enfim surgir, sem abalar completamente as estruturas deixadas pelo seu padrinho político Aécio Neves. Cena Dois: Preocupado em cair a qualquer momento, o secretário de Saúde, Antônio Jorge, faz até promessa para nada de ruim lhe acontecer. Diz, para quem quiser ouvir, que não tem padrinho político e pertence ao grupo técnico do governo estadual. Ta bom, secretário... Cena Final: Os jornalistas bem informados dizem o seguinte: o governador Anastasia, depois da desgastante greve dos professores, está refletindo e pode fazer uma pequena reforma no secretariado antes do final do ano. É aguardar para conferir.

Bradesco desrespeitoso Existe uma lei estadual proibindo o uso de celular em agências bancárias. Só que no Bradesco da Avenida do Contorno, na Savassi, todos usam seus aparelhos sem distinção. A falta de administração é completa. Isso pode facilitar contatos de bandidos na hora de aplicar o conhecido golpe da saidinha de banco. Um horror.

Educação cara A inflação brasileira não deve passar de 8% este ano. Mesmo assim, o presidente do Sindicato das Escolas Particulares, Emiro Barbini, concedeu entrevista à imprensa da Capital afirmando que as escolas filiadas ao seu sindicato vão apresentar aumento superior a 10%. Esperteza pura, ora veja...

2552-6333


4

E C O N O M I A V IGÍLIAS DOBRADAS

Empresário dos mais respeitados de Minas, o deputado estadual e atual secretário de Esportes, Bráulio Braz, se torna, nesta segunda, dia 10, Cidadão Honorário de Belo Horizonte.

Piada esportiva Diante da iminência do rebaixamento dos times Cruzeiro, Atlético e América para a Segunda Divisão do Campeonato Brasileiro, já tem gente pensando em torcer para o Guarani de Divinópolis. É isso aí...

Clésio empresário Leitor liga para a redação para comentar o seguinte: a matéria publicada na semana passada, dizendo que o senador mineiro Clésio Andrade pode se tornar candidato a vice-presidente de Dilma Rousseff em 2014, é pura futurologia. E acrescenta: “O Clésio, se for içado a uma situação desta, será apenas por seu poderio como empresário, e não por seu carisma político”.

Poder dos empresários A pressão da imprensa parece não ter influenciado em nada, já que o Grupo Fasano deve, finalmente, anunciar que vai construir um hotel no antigo prédio do Ipsemg, na Praça da Liberdade. Certamente que este assunto ainda pode voltar às páginas de denúncias dos jornais diários.

Sucessão em Brumadinho Considerado um dos municípios mais ricos de Minas, Brumadinho é administrado atualmente por um empresário: o popular Neném da Asa. Ele, ao ser candidato na última eleição, dizia que seria prefeito por um único mandato. Agora, se prepara para tentar a reeleição. Deve ter gostado do poder. Quanto a sua antiga promessa de campanha, não deve ter passado de balela. Coisas da política.

Sucessão em Contagem Secretário de Desenvolvimento e presidente do Cinco – entidade que administra os centros industriais de Contagem –, Leonardo Antunes, filiado ao PSB, pretendia ser candidato a prefeito. Porém, no prazo final de filiações, a prefeita Marília Campos jogou pesado contra seu secretário, inclusive mandando dois vereadores de seu partido mudarem de sigla. Ou seja, ficou completamente esvaziado, sem prestígio e tudo mais. Cena Um: O PSB de Contagem tinha o compromisso de apoiar o candidato do PCdoB, Carlin Moura. Isso provocou a ira da prefeita. Cena Dois: A pressão de Marília sobre o presidente do PSB foi a partir de exigência do candidato a prefeito pelo PT, deputado Durval Ângelo. Ufa..

Sucessão em Esmeraldas No início deste ano, houve denúncias contra o atual prefeito de Esmeraldas, Flávio Leroy. Por conta disto, fala-se por lá que, se as eleições fossem hoje, dificilmente ele teria condições de ser reeleito.

Sucessão em Neves Os tucanos estão acreditando piamente na eleição da ex-deputada Gláucia Brandão para a Prefeitura de Neves. Daí o motivo de sua filiação no partido do governador Anastasia na semana passada. Aliás, comenta-se a boca pequena: Gláucia não carece sequer do apoio do atual prefeito, Walace Ventura, completamente desgastado na região mais carente do Estado. Tadinho dele, sô...

C

omo atingir as metas do fim do mês? Como se tornar o vendedor destaque e ganhar bonificações? Como se tornar um excelente vendedor? De acordo com especialistas, estas são algumas das perguntas que preocupam aqueles que enfrentam em sua rotina a pressão das metas. Porém, o segredo do sucesso nas vendas pode estar nas capacitações e nos workshops. Clodoaldo Lopes Nizza Júnior, consultor comercial e professor do curso de Administração da Universidade FACE/Fumec, fala dos passos que um funcionário deve dar para se tornar destaque. “São necessários dois pontos. O primeiro está ligado ao perfil da pessoa, que deve ter algumas características pessoais para que possa ter sucesso na profissão. De forma geral, um vendedor deve ter garra e motivação, dentre outras características. Em segundo,

entra a técnica de vendas e negociação, que são essenciais para que o profissional obtenha resultados diferenciados em sua carreira”, lembra. Clodoaldo diz que para chegar ao alvo desejado, existem alguns obstáculos. Por isso o mercado não é para todos. “É engraçado, mas o maior obstáculo pode ser o próprio vendedor. Caso ele não tenha em mente que deverá sempre se atualizar, fazer cursos participar de workshops, ele poderá se tornar ultrapassado. O mercado exige vendedores com conhecimentos específicos para dar solução, tanto ao empregador quanto ao cliente. A profissão já foi tratada como um ‘bico’, qualquer um que estivesse desempregado podia trabalhar. Só que não há mais espaço no mercado para isso. Somente pessoas com comportamentos específicos terão sucesso”, diz.

Link Comunicação

Cidadão de BH

9 a 16 de outubro de 2011

Capacitação é arma para preparar bons vendedores

Briga complicada O ex-deputado e advogado Juvenil Ferreira voltou a bater boca com o deputado do PT, Durval Ângelo. Eles já fizeram campanhas juntos. Agora, estão brigando na Justiça.

EDIÇÃO DO BRASIL

PARA Clodoaldo Lopes, o mercado exige vendedores com conhecimentos específicos

Curso de Marketing é diferencial Para o especialista, a formação acadêmica na área pode impulsionar ainda mais o profissional, já que o curso ensina técnicas apuradas. “É

um grande diferencial, uma vez que o marketing é a base para o processo de troca. As vendas fazem parte deste sistema, não tem como fugir. Se o ven-

dedor entende como se dão as trocas e como se comportam seus clientes, a probabilidade de sucesso aumenta substancialmente”.

Premiações De acordo com Arlene Gomes, diretora de Marketing da Lar Imóveis, a adesão e a aceitação dos funcionários aos cursos são gratificantes e os resultados estão nos índices de produção. “Temos um planejamento de capacitação com a programação de todas as atividades executadas durante o ano. Os temas são selecionados a partir do interesse do profissional. A periodicidade varia e pode durar de três dias a um mês. A aceitação é muito boa, temos adesão de quase 100%. Damos premiação por ideias inovadoras. Nos últimos cinco

anos, o número de faltas ao trabalho reduziu de 6% para 2% e a produtividade subiu para 28%. O aumento na produtividade ocorre tanto em termos qualitativos, com melhor relacionamento, atendimento ao cliente e confiança, quanto em termos quantitativos, com aumento de vendas e locação, redução de desperdícios e faltas ao trabalho”, conclui a diretora. “Oferecemos premiações com maquiagens, vouchers para tratamentos de beleza e até prêmios em dinheiro. Porém, apesar de incentivarmos os

destaques individuais, conta muito o trabalho em equipe. Por isso, em todas nossas campanhas, o desempenho geral da equipe é incentivado. Nosso crescimento financeiro ultrapassa os 40% anualmente, o que é resultado não só de treinamentos técnicos, mas também da determinação e do comprometimento do nosso corpo de funcionários. Capacitação é essencial, mas se não houver um envolvimento da equipe nada acontece”, conclui Guerra Filho, proprietário da ADCOS Cosméticos de Tratamento em Belo Horizonte.

Comércio de Bens, Serviços e Turismo:

a força do mercado interno

A

Fecomércio Minas e seus Sindicatos representam o setor de comércio de bens, serviços e turismo de Minas Gerais, que representa 58% do PIB mineiro e emprega formalmente 3,2 milhões de pessoas, em 689 mil estabelecimentos do comércio, serviços e turismo, segundo dados do Ministério do Trabalho e Emprego. Como representantes desse universo formado por empreendedores e trabalhadores, nosso compromisso é atuar na defesa e na valorização da atividade, além de prestar os melhores serviços à sociedade, melhorando o nível do trabalho e renda. Eis o nosso maior desafio: mostrar que a riqueza econômica do município, do estado e do país se dá pelo seu sistema de produção, distribuição e consumo, que atende às necessidades e desejos das pessoas. Somos representantes do mercado interno, destaque de grande diferencial de nosso país, vigoroso pelo tamanho de sua população, pela qualidade dos serviços prestados e dos produtos comercializados.

A nossa atividade é caracterizada pela heterogeneidade das categorias de produtos e serviços ofertados, porte, nível tecnológico, número de empregos gerados, dispersão espacial, densidade de capital, competição acirrada, com destaque para a força da capilaridade e a capacidade de assimilar tendências de mercados. Isso é possível pois estamos diretamente em contato com os consumidores finais. É através do comércio que os setores da indústria e agrícola buscam informações propulsoras das futuras inovações de ordem tecnológicas e sociais, tendências de comportamento dos consumidores, aceitação ou não de produtos e serviços, dentre outros. O certo é que, o setor terciário é o celeiro aberto para novos empreendimentos, notadamente micro e pequenos, tanto por necessidade como por oportunidades, dando resposta a uma economia que cresce comandada pelas expectativas de consumo interno, em um movimento saudável de inclusão social. O ano de 2011 caminha para um crescimento

| *Lázaro Luiz Gonzaga | econômico mais moderado, projetado em cerca de 3,5%, sujeito a pressões inflacionárias e aos efeitos da crise financeira das economias americana e europeias. O cenário impõe prudência, mas traz a aprendizagem natural dos períodos de crise. Mais uma vez, vivemos o momento de adotarmos políticas econômicas que valorizem o mercado interno que temos, para crescermos através da força multiplicadora do comércio de bens, serviços e turismo. Isso se dá com a criação de um ambiente de negócios direcionado para incentivos à produção, à inovação e à abertura de novos mercados internos, com políticas públicas que abram espaços aos empreendedores nascentes ou já estabelecidos. Os êxitos inclusivos conquistados não podem ser perdidos. Esse é o nosso papel: fomentar o círculo virtuoso de uma economia real eficiente, competitiva e sustentável.

*Presidente do Sistema Fecomércio Minas/Sesc/Senac e Sebrae Minas

SP Consultoria Empresarial e Institucional Ltda. Estratégias em Saúde

Dr. Paulo César G. Guerra Tel.: (31) 3241-4777 Fax: (31) 2555-4777 Rua Piauí, 179 - Santa Efigênia CEP 30150-320 - Belo Horizonte - MG

Consultoria, Treinamento e Capacitação em áreas estratégicas das Secretarias de Saúde: Planejamento Estratégico e Situacional Programação em Saúde Gestão Hospitalar Gestão Contábil e Financeira de recursos do SUS

Fontes de Financiamento/Captação de Recursos Auditoria Assistencial, Contábil e Financeira Direito Constitucional e Administrativo Políticas Governamentais de Saúde Participação e Controle Social

Avenida Nossa Senhora do Carmo, 1890 - Conjunto 1108 - Bairro Sion Belo Horizonte / MG - CEP 30320-000 Fones: (31) 2555-5179 / 2535-5180 / 7816-1151 / Fax: (31) 2555-1807 E-mail: sp.consultoria@yahoo.com.br


EDIÇÃO DO BRASIL 9 a 16 de outubro de 2011

E C O N O M I A

5

Fiemg apresenta Plano Industrial em Brasília No último dia 28, o presidente da Federação das Indústrias do Estado de Minas Gerais (Fiemg), Olavo Machado Junior, participou de uma reunião com a bancada mineira de deputados federais e senadores, no Plenário 14 da Câmara dos Deputados. Ele apresentou aos parlamentares o projeto Plano de Desenvolvimento Industrial e Regional, considerado uma ferramenta para o debate entre empresários e políticos sobre o futuro do Estado. O encontro em Brasília foi coordenado pelo deputado Reginaldo Lopes (PT) e contou com a presença do ministro da Previdência Social, Garibaldi Alves Filho. A apresentação feita pelo presidente da Fiemg fez parte da agenda dos parlamentares, que debateram a construção de uma agenda positiva de temas de interesse de Minas Gerais. O projeto da Fiemg, que passou por várias re-

A REUNIÃO aconteceu no Plenário 14 da Câmara dos Deputados

gionais, reúne lideranças empresariais e políticas locais, dirigentes sindicais, formadores de opinião e instituições de apoio às regionais do Sistema Fiemg, além de autoridades políticas locais e universidades. Secretários de Estado e presidentes de instituições foram palestrantes convidados para tratar assuntos de interesse do empresariado da região, promovendo a discussão sobre a competitividade e o desenvolvimento da indústria mineira. Os eventos reúnem lideranças empresariais e políticas, dirigentes sindicais, formadores de opinião e instituições de apoio às regionais do Sistema Fiemg, autoridades políticas locais e universidades. A proposta é que, juntos, todos possam discutir os temas apresentados, que são de interesse do desenvolvimento regional O projeto conta com o apoio do Sebrae-MG e da Fundação João Pinheiro.

Lázaro Gonzaga visita obras em Divinópolis

O

presidente do Sistema Fecomércio Minas, Sesc, Senac e Sindicatos, Lázaro Luiz Gonzaga, visitou o terreno onde será construída a sede-própria do Senac em Divinópolis, no Centro-Oeste mineiro. Lázaro Gonzaga estava acompanhado do diretor-regional do Senac Minas, José Cirilo da Silva e do gerente regional da entidade, Wilfred Sacramento Costa Junior. Antes, a comitiva da Fecomércio foi à prefeitura e se reuniu com o prefeito, Vladimir de Faria Azevedo, com o vice-prefeito, Francisco Martins, e o presidente do Sindicato do Comércio Varejista de Divinópolis, Gilson Amaral. O clima era de comemoração pelo anúncio do projeto de mais uma unidade do Senac Minas. O Senac Minas já está presente na cidade há muitos anos, em um imóvel alugado. Para a construção da sede-própria, o Sistema Fecomércio Minas ganhou um local privilegiado. O terreno fica no Bairro Belvedere, próximo ao Cefet-MG, ao campus da Universidade Federal e ao futuro Centro Administrativo da prefeitura. O prefeito de Divinópolis ofereceu todo o apoio ao empreendimento. “Quero ter esse empreendimento o mais breve possível e, no que depender da prefeitura, vamos empenhar todo o esforço nisso”, ressaltou Vladimir Azevedo. Lázaro Gonzaga ressaltou que uma distorção está sendo corrigida, uma vez que o Senac Divinópolis, localizado em um polo regional com 220 mil habitantes, não possuía ainda uma sede própria. “Estamos mudando a cultura do Sistema e hoje será um marco histórico para as lideranças de boa vontade que aqui estão”, declarou. Após a visita ao terreno, a comitiva do Sistema Fecomércio se reuniu com o presidente do Sincomércio, Gilson Amaral, e com o superintendente da entidade, Márcio Mourão, para discutir estratégias de representação sindical no município. A previsão é que a pedra fundamental para construção da unidade do Senac em Divinópolis seja lançada em seis meses.

Adalberto Lustosa de Matos Advogado Telefones: (31) 3221-3447 (31) 3282-3447 (31) 9983-3312 Rua São Paulo, 1071 - Sala 1715 Centro Empresarial São Paulo - Centro Belo Horizonte - MG - CEP 30.170-907 dr.lustosa@bol.com.br / drlustosa@hotmail.com


6

G E R A L

EDIÇÃO DO BRASIL 9 a 16 de outubro de 2011

JORNAL DO ACIR ANTÃO Email: acir.antao@ig.com.br

POBRE CIDADE – Depois da garoa de segunda-feira, alguns semáforos entraram em pane em locais importantes do tráfego de BH. Na Via Expressa, nas confluências que dão acesso ao Bairro Coração Eucarístico e à Universidade Católica, não foi diferente. A BHTrans, ao invés de mandar para lá seus agentes, simplesmente fez desvios que trouxeram uma série de problemas para os usuários. Eles proibiram o acesso à Via Expressa para quem precisava sair ou entrar no Coração Eucarístico. O acesso via Rua Conde Pereira Carneiro, que liga a Av. Amazonas ao Coração Eucarístico, ficou fechado, tendo o motorista que descer a Via Expressa sentido Centro, para retornar na rotatória, que também estava com seus sinais com problemas. O motorista que deixava o Coração Eucarístico teve que se dirigir sentido Contagem para fazer o retorno no viaduto que sai da Avenida Cícero Idelfonso. Mesmo com o conserto, na quarta-feira pela manhã os sinais entraram em pane novamente, congestionando todo o tráfego nos dois sentidos a partir das confluências do Coração Eucarístico, sentido Centro e sentido Contagem. O mais lamentável é que a BHTrans não coloca agentes nos locais, e o tráfego fica totalmente congestionado. O problema só foi resolvido depois que as emissoras de rádio que falam do trânsito pela manhã denunciaram a falta de agentes. O nosso prefeito Márcio Lacerda disse que outro dia, indo para o aeroporto, teve que optar por outros caminhos por causa de um acidente. Ora, nós gostaríamos que o prefeito falasse de um problema e ele se fez de desentendido. Parece que o único caminho que ele conhece é o do aeroporto. A cidade é estranha para seu entendimento. A BHTrans informa que é impossível prever que os sinais vão entrar em pane. Mas o que questionamos é a falta de competência para enfrentar as urgências, colocando agentes nos locais que têm sinais em pane. Só isso! O mais grave é que a empresa tem apenas seis equipes para reparar sinais em toda a cidade.

Eduardo Marcellini Gherardi e Christiany, que se casaram recentemente em Raposos, posam com Catharina e Arthurzinho

A NI V E RS A RI A NT E S Domingo, dia 09 de outubro Médico Diógenes Fantini – ex-prefeito de Sabará Fernando Brant Dom Sebastião Roque Segunda-feira, dia 10 Marcos de Magalhães Pinto Publicitário Almir Sales Sra. Vera Dias, esposa de João Dias (Mercado Central) Terça Feira, dia 11 Ex-deputado Domingos Lanna Empresário Marco Antônio Torres Deputado Carlos Pimenta, secretário do Trabalho de Minas Quarta-feira, dia 12 Dr. Jair Pereira, ex-prefeito de Barão de Cocais Eustáquio da Força Viva Quintino Amaral – Brumadinho

DA COCHEIRA

Quinta-Feira, dia 13 Padre Lázaro de Assis Pinto Willy Gonzer Engenheiro Márcio Pinto Manata Luiz Carlos Friche Deputado João Leite

“O errado é que é o certo”, assim dizia o mestre Kafunga. Ele tem que ser sempre lembrado. Outro dia a CUT fez uma festa para Delúbio Soares, que distribuiu autógrafo e CDs com suas músicas preferidas. Virou pop-star. Com a balburdia no trânsito dos últimos dias é de se perguntar: onde está a oposição ao prefeito Marcio Lacerda?

CENTRAL DE EVENTOS – O prefeito Márcio Lacerda anunciou, na semana passada, a criação de uma central de eventos, depois que a Corrida Maluca, realizada nas ladeiras da Praça do Papa, no domingo passado, gerou congestionamento em toda região, pois a BHTrans não estava lá para controlar o tráfego. O problema não é a cidade não ter uma central de eventos. O problema se deu porque simplesmente quem deveria estar na rua não estava. Parece que, com esse anúncio, o prefeito Márcio Lacerda acaba de decretar o fim da Belotur, que foi uma empresa criada na época da administração de Maurício Campos justamente para administrar os eventos da cidade, aqueles tocados por ela ou de outras pessoas. Com a criação da central de eventos, o prefeito Marcio Lacerda está abrindo mão de a cidade ser autônoma para decidir sobre os eventos que aqui serão realizados.

Sexta-feira, dia 14 José Lino Souza Barros – Rádio Itatiaia Luiz Otávio Ziza Valadares Stefan Salej – ex-presidente da Fiemg Ermenegildo Gomes da Silva

Ademir Lucas, Durval Ângelo, Carlim Moura e o deputado George Hilton são os nomes colocados para o povo de Contagem escolher como prefeito no próximo ano. George Hilton é nome novo na Praça e mudou-se para Contagem recentemente só visando disputar a prefeitura. Carlim Moura é candidato, mas na verdade vai apoiar Durval Ângelo depois. Ademir Lucas todos já conhecem: foi prefeito duas vezes, deputado federal e estadual, sempre morou em Contagem.

Sábado, dia 15 Simone de Oliveira Nunes Rosilene Aparecida

Carlaile Pedrosa deverá disputar novamente a Prefeitura de Betim. Já está se preparando para a luta no próximo ano.

A todos, os nossos Parabéns!

CULTURA E EDUCAÇÃO

Felipe José de Jesus “A Catedral Cristo Rei é um projeto que nasceu junto com a própria Arquidiocese de Belo Horizonte, em 1921, nas primeiras décadas da Capital. Foi idealizada pelo primeiro arcebispo metropolitano, dom Antônio dos Santos Cabral, para cultivar a experiência de fé e, assim, prestar serviços à vida”. Com estas palavras, o arcebispo metropolitano de Belo Horizonte, dom Walmor Oliveira de Azevedo, fala ao jornal Edição do Brasil sobre o antigo sonho de trazer à vida a Catedral Cristo Rei. De acordo com ele, as obras devem começar em fevereiro ou março de 2012. O santuário tem a assinatura do renomado arquiteto Oscar Niemeyer e será construída na Avenida Cristiano Machado, no Vetor Norte, em Venda Nova. Terá capacidade para receber, em sua parte interna, cinco mil fiéis. Já a praça externa, que compõe o complexo arquitetônico, poderá acolher outras 15 mil pessoas. Será a sede definitiva da Arquidiocese Metropolitana de Belo Horizonte e reunirá todas as Pastorais, além dos meios de comunicação e o Memorial Arquidiocesano. Já conta com apoio de nomes importantes da política mineira, como o governador Anastasia e o prefeito de BH, Marcio Lacerda. De acordo com dom Walmor, o templo trará benfeitorias à população mais carente. Ele também lembra do importante papel de Oscar Niemeyer para a concepção da obra. “Este centro de espiritualidade é um monumento para a fé e o sentido de transcendência, marcas da cultura mineira, nos traços de Niemeyer, criador do complexo da Pampulha, referência à igreja de São Francisco. A Catedral Cristo Rei garantirá uma contribuição, em programas e projetos dedicados ao serviço social, no âmbito da arte, da cultura e da educação. Um projeto para prestar serviços à vida, na interface e cooperação com todos os segmentos da sociedade, na realidade da Região Metropolitana e de toda Minas Gerais”, enfatiza. Segundo dom Walmor, o projeto também abrirá portas para o comércio da região. Em decorrência, haverá mais empregos, já que será um ponto turístico. “haverá um avanço importante, particularmente pela presença entre os mais pobres e com a possibilidade de garantir

DOM Walmor: “É um projeto para cultivar e prestar serviços à vida” descentralização e superação de desigualdades. Sua presença em uma região com forte concentração de bairros mais carentes vai promover oportunidades. A referência turística incontestável propiciará valorização e consequente crescimento nesta realidade do Vetor Norte. O comércio, sem dúvida, será privilegiado, e os moradores do local vão ganhar e muito, pois a geração de empregos será massiva na região”, completa. Ponto estratégico Questionado sobre a futura construção na Avenida Cristiano Machado, perto da Cidade Administrativa, o arcebispo diz que a escolha não foi apenas uma casualidade, pois o projeto da Catedral Cristo Rei já existia. “Ela vai estar em frente à Estação Vilarinho, próximo, também, a residências e ao Hospital Risoleta Neves. A revitalização do Aeroporto de Confins e a construção da Cidade Administrativa valorizaram os terrenos da região. Porém, o projeto da Cristo Rei chegou bem antes destas mudanças, o que possibilitou, naquele momento, a aquisição do terreno por um preço compatível com a condição financeira da Mitra Arquidiocesana”, diz. Para dom Walmour, o local foi uma benção de Deus. “É uma convicção de que a mão de Deus conduziu para que ali fosse edificada a Catedral Cristo Rei. O lugar é, em termos geográficos, o centro da Região Metropolitana da Capital, território que concentra as ações da Arquidiocese de Belo Horizonte, presente em 28 municípios”, conclui o arcebispo.

Fisioterapia de Montes Claros está entre as melhores do país curso de Fisioterapia das Faculdades Integradas Pitágoras de Montes Claros está há cinco anos entre os melhores do país, de acordo com o ranking do Guia do Estudante, da editora Abril. Desde 2007, coleciona estrelas. Este ano, ganhou três, na categoria melhores universidades. A pesquisa avalia o currículo, a infraestrutura e classifica escolas de todo o Brasil. De 300 cursos de Fisioterapia, o das FIP-Moc foi classificado entre os melhores. O critério do Guia do Estudante é a avaliação do Curso pela Associação Brasileira de Ensino em Fisioterapia (Abenfisio). “Seguimos suas orientações, temos 4.500 horas de curso, quando o MEC exige quatro mil. O currículo do curso dá ênfase à parte prática, o estágio começa no 2º período, importantíssimo para o profissional no mercado”, destaca Ricardo Fernandes de Paula, coordenador do curso de Fisioterapia. “As faculdades se orgulham desse reconhecimento, visto que muitas das escolas premiadas fazem parte de universidades, e o curso de fisioterapia das FIP é vinculada a uma Faculdade Integrada, daí a responsabilidade de estar entre as melhores”. Outros fatores contribuem para a excelência no curso de Fisioterapia das FIP-Moc. “Os convênios e parcerias com a rede pública ajudam na inserção do ambiente do SUS, com treinamento de serviços na esfera pública e privada. Ainda a abordagem interdisciplinar e extracurricular, haja vista que temos o internato rural – estágio em municípios do Norte de Minas –, o que torna o curso referência regional”. Os acadêmicos contam com biblioteca, laboratórios e o Núcleo de Atenção à Saúde e Práticas Profissionalizantes, essenciais para o aprimoramento e diferencial do curso oferecido pela instituição. “O grupo de docentes é experiente, com mestres e doutores engajados na pesquisa científica. Estamos formando a 12ª turma em 2011, totalizando cerca de 500 profissionais já formados pela instituição espalhados pelo Brasil, a maioria atuando no Norte de Minas. O índice de aprovação em concursos e implementação de consultórios e clínicas é marcado pelo sucesso de nossos egres-

Fip

Divulgação

Catedral Cristo Rei terá espaço para 20 mil fiéis

AS FIP-MOC oferecem diversos serviços de saúde nas áreas médicas sos, cerca de 80% estão empregados”, frisa Ricardo. As FIP-Moc oferecem diversos serviços de saúde nas áreas médicas, de enfermagem, farmácia, psicologia e fisioterapia no Núcleo de Atenção à Saúde e Práticas Profissionalizantes. A clínica de Fisioterapia, no Naspp, que é totalmente equipada, inclusive com piscina aquecida, atende as especialidades: neurologia, ortopedia, hidroterapia e uroginecologia, além dos atendimentos básicos. São mais de três mil atendimentos gratuitos por mês. O motorista Luis Carlos Fróes, 39, diz que devido a um acidente, teve lesão no joelho e precisou fazer fisioterapia. “Como já tinha ouvido falar da qualidade do trabalho do Naspp, optei por fazer o tratamento aqui”. Paulo Jorge Pereira, 32, cabeleireiro, também faz fisioterapia no Naspp. “Tenho

uma lesão neurológica no cotovelo. Tinha iniciado as sessões em uma clínica particular, mas não gostava do atendimento. Há um mês, soube do Naspp e me inscrevi na lista de pacientes. Agora tenho mais confiança no tratamento e até sinto alguma melhora”. Para Leonardo Giovanni Fróes, fisioterapeuta supervisor de estágio, “o atendimento diferenciado é resultado dos investimentos da faculdade nos acadêmicos estagiários. Todos atendem sob orientação de especialistas, sendo estimulados a buscar o conhecimento essencial, para oferecê-lo com qualidade à comunidade. O estágio é obrigatório desde os primeiros períodos. Esse contato com o paciente estimula a humanização no atendimento e a dedicação do aluno durante o curso, pois lida com casos reais e não apenas teóricos”. Informações: (38) 3212-2973.


S O C I A L

EDIÇÃO DO BRASIL 9 a 16 de outubro de 2011

7 Editada por Emilienne Santos

mili.edicaodobrasil@globo.com

CIDADÃO HONORÁRIO NA SEGUNDA-FEIRA, dia 03, o ex-governador e atual deputado federal Eduardo Azeredo recebeu o título de Cidadão Honorário na Câmara Municipal de Contagem, na presença de aproxi-

O PRESIDENTE do Skal Internacional de Belo Horizonte, Antônio da Matta, com o presidente internacional do Skal, Henrique Quesada, e o vice-presidente do Skal BH, Renato Eulálio, no evento Skal Internacional, em Turku, na Finlândia

EDUARDO Azeredo e Heloisa, ao lado de Domingos Castro

EDUARDO Azeredo, Heloisa, Ademir Lucas e o vereador Ivair Soalheiros

LANÇAMENTO ANTI-IDADE LÍDER NO mercado brasileiro de cosméticos anti-idade e preferida das consumidoras do país, a Avon traz novidades para a linha Ultimate, recomendada para mulheres com idade entre 45 e 59 anos, Renew Ultimate Noite Gold Emulsion Emulsão Hidratante Intensiva AntiIdade, um complexo bio-mineral que ajuda a proteger o colágeno. A combinação dos ativos na fórmula ajuda a fortificar a estrutura de suporte da pele e conservar a hidratação vital, além de deixar a pele com aparência até cinco anos mais jovem em apenas 14 dias. ESSA LUXUOSA emulsão, que possui fórmula inovadora, com partículas de ouro, desenvolvida para hidratar intensivamente e tratar os sinais avançados da idade, deixa a pele com aparência mais firme, além de ajudar a reduzir visivelmente os sinais avançados da idade como: rugas profundas, textura irregular, tom de pele sem uniformização e ressecamento excessivo.

DIA DAS CRIANÇAS O PRÓXIMO dia 12 de outubro vai movimentar o comércio brasileiro. De acordo com a previsão da Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL), haverá crescimento de 7% nas vendas do varejo para o Dia das Crianças 2011, na comparação com o mesmo período do ano passado. A avaliação é que a demanda interna, ainda persistente, deverá contribuir para um resultado positivo das vendas durante todo o restante do ano, segundo afirma presidente da entidade, Roque Pellizzaro Junior. EM 2010, conforme números do Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil), o varejo registrou alta de 8,50% nas vendas durante o período festivo, em função do ritmo maior de crescimento econômico e uma pressão ainda moderada da inflação. ESTE ANO, segundo previsão da CNDL, a tendência é que a alta nos preços influencie na disposição do brasileiro em consumir produtos mais caros. Os shoppings centers, cinemas e parques de diversão provavelmente ficarão mais cheios este ano, uma vez que dia 12 outubro – data em que se comemora o Dia das Crianças no Brasil – também coincide com o feriado de Nossa Senhora de Aparecida.

madamente 150 convidados. Ele foi saudado pelo ex-prefeito da cidade, Ademir Lucas. O projeto de agraciamento aprovado na Câmara teve autoria dos vereadores Ciro Campos e Ivair Soalheiros.

O VEREADOR Ciro Campos entrega a placa de homenagem a Eduardo Azeredo

EDUARDO Azeredo e o secretário de Comunicação do Governo de Minas, Nestor Oliveira

DIA DAS SECRETÁRIAS A FESTA das Secretárias do Belo Horizonte Othon Palace aconteceu no dia 6 de outubro, quinta-feira, no centro de convenções do hotel. Cerca de 400 secretárias, das mais importantes empresas de Minas Gerais, foram convidadas para o evento, que comemorou seu terceiro ano consecutivo. Como a tradição da festa é sempre trazer um convidado Vip para comemorar com as secretárias, como Luigi Baricelli (2009) e Carlos Casagrande (2010), este ano foi a vez do ex-BBB 11 Rodrigão, que foi aguardado com grande ansiedade pelas convidadas. DURANTE a festa, também foram sorteados vários brindes, desde uma sacola de praia Hotéis Othon (feita especialmente para elas) a presentes especiais da Avon e Azul Linhas Aéreas

SAÚDE BUCAL EM PAUTA PARECE que em 2011 os brasileiros se preocuparam mais com a saúde e beleza bucal. Segundo a Associação Brasileira de Ortodontia e Ortopedia Facial (ABOR), a demanda de pacientes adultos que procuram por tratamentos ortodônticos aumentou 35%. De acordo com o especialista em Ortodontia e conselheiro da ABOR, Dr. José Maurício Vieira, este aumento foi gerado por diversos fatores, dentre eles os valores mais acessíveis dos tratamentos, avanços tecnológicos e o mercado de trabalho cada vez mais exigente em relação à aparência. TODAS estas questões serão discutidas por profissionais renomados da área de Ortodontia e Ortopedia Facial que irão se reunir durante o 8º Congresso da ABOR, Associação Brasileira de Ortodontia e Ortopedia Facial, promovido pela ABOR-MG. O Evento será realizado entre os dias 12 e 15 de outubro, no Minascentro, em Belo Horizonte.

SUELY Guerra e o jornalista Antônio Claret foram recebidos em Istambul, na Mudur Yardimcisi (Ministério do Turismo), pela diretora Emel Kamar, em pleno verão do Hemisfério Norte

PRÊMIO E VALORIZAÇÃO O HOSPITAL Espírita André Luiz, de Belo Horizonte, ganhou o prêmio “Convivendo Astrazenica – Valorizando Projetos de Apoio aos Familiares de Portadores de Transtorno Mental�. O Núcleo de Permanência Dia Amor e Fraternidade (Nupdas) da instituição ficou em segundo lugar. Uma bela cerimônia de premiação foi realizada, recentemente, em São Paulo, no Museu da Casa Brasileira. Presentes ao evento diretores do Hospital Espírita André Luiz. O prêmio, um valor em reais destinado à instituição, contribui muito para o intenso trabalho do André Luiz, voltado para pessoas carentes.

O DEPUTADO estadual Fred Costa, junto da namorada Fernanda Pimentel, durante o show de Vitor e Leo no Country Festival, que aconteceu no último final de semana no Espaço Folia


8

V I D A

Felipe de Jesus

odontologia estética vem ganhando mais adeptos. Homens e mulheres de todas as idades buscam ter dentes saudáveis e belos, através das mais modernas técnicas oferecidas no mercado. Atualmente, destaca-se o clareamento dental, capaz de deixar o sorriso mais bonito e brilhante. O cirurgião-dentista Adriano Campos, especialista em Periodontia, com aperfeiçoamento em Dentística e Estética Avançada, fala sobre as técnicas existentes hoje e os cuidados necessários para que o procedimento tenha o máximo de sucesso.

Ele explica que as alterações na coloração dos dentes acontecem por diferentes causas, lembrando que algumas pessoas possuem a composição dental naturalmente menos refletiva, mostrando uma superfície mais escura. “As manchas externas são aquelas que se acumulam sobre a superfície dos dentes, devido ao acúmulo de placa, cálculo, bebidas, alimentos com corantes e cigarros. Elas são facilmente removidas. Já as manchas que acometem a estrutura interna dentária são causadas por traumatismos, resultado da ruptura dos vasos sanguíneos, hemorragias após tratamento de canal, cárie, oxidação das

Adriano Campos chama a atenção para a importância de se fazer o clareamento com um profissional devidamente qualificado

Profissional qualificado Adriano Campos chama a atenção para a importância de se fazer o clareamento com um profissional devidamente qualificado. “Alguns produtos possuem apenas ingredientes abrasivos que removem manchas externas dos dentes e não mudam a cor. O uso indiscriminado pode causar desgaste do esmalte dentário. Outros produtos possuem ingredientes clareadores. Nesse caso, o uso sem orientação pode causar prejuízo

ao esmalte dentário e lesões aos tecidos moles da boca. Só o cirurgião-dentista deve analisar se o paciente pode ou não fazer o clareamento e qual o melhor método a ser utilizado”. Ele finaliza afirmando que o procedimento é bastante eficiente, com 92% de resultados satisfatórios. É possível associar a técnica caseira com a de consultório (LED) para obter um resultado mais rápido. Informações: 3273-0388

restaurações de metal, entre outros. Essas são mais difíceis de serem removidas”. Com relação às técnicas, Adriano Campos cita primeiramente a “caseira”, quando o paciente recebe do dentista uma moldeira à base de silicone, confeccionada sobre um modelo da boca, e seringas com o gel clareador. O paciente fará uso do gel de acordo com as orientações do profi ssional, retornando ao consultório periodicamente para acompanhamento. A segunda técnica foi desenvolvida mais recentemente e deve ser realizada no consultório. Nela, um gel mais concentrado é ativado por aparelhos de Luz de Diodo, LED (Light Emitting Diodes), proporcionando um clareamento mais rápido e com total controle pelo profissional. O número de sessões varia para cada caso. O cirurgião-dentista ressalta que o clareamento dental não prejudica em nada os dentes, lembrando que sua função é fundamentalmente estética: “A beleza é um fator determinante na autoestima. Alterações na aparência podem refletir no comportamento psicológico e social do ser humano. O clareamento pode melhorar a autoestima com impacto positivo na vida social. Vale frisar que não causa danos aos tecidos dentais, desde que seja feito com formulação, concentração e tempo corretos”. Alguns problemas contraindicam temporariamente o clareamento, tais como doença periodontal (da gengiva) e cárie. Após o tratamento desses problemas, ele pode ser realizado. Muitas pessoas têm receio da sensibilidade que o procedimento pode causar, porém Adriano afirma que é possível minimizar esse efeito. “A aplicação de flúor reduz o incômodo (sensibilidade). Além disso, essa reação é transitória. Após o término do tratamento, ela desaparece”. Durante o tratamento, alguns alimentos a base de corante devem ser evitados, como vinho tinto, café, chás, molhos vermelhos e bebidas à base de cola. No procedimento realizado em consultório – através da técnica led/laser – essas restrições perduram por somente 24 horas após a aplicação. Se a pessoa abusar de alimentos com corante, é possível que a cor natural dos dentes volte mais rapidamente. Apesar de essa regressão ser gradativa, terá início em um ou dois anos. Entretanto, para quem toma os devidos cuidados, o tempo é estendido para dois ou três anos.

Agentes de saúde de Montes Claros agradecem o prefeito

O PREFEITO Luiz Tadeu recebeu os agentes

U

ma comissão de agentes comunitários de saúde (os Amarelinhos) foi recebida na semana passada pelo prefeito Luiz Tadeu Leite. Eles estavam acompanhados do diretor-administrativo do núcleo norte-mineiro do Sindi-Saúde, José Romilson dos Santos, e da agente Edna Souza Ramos. Os representantes dos agentes comunitários de saúde e combate a endemias foram agradecer pelo tratamento digno e o apoio que a classe vem recebendo da administração, que proporcionou ganhos reais nos salários da categoria com o recente aumento concedido ao funcionalismo público municipal. Eles solicitaram gestões ao chefe do Executivo no sentido de sensibilizar as autoridades federais para aprovação da Emenda 63, que dispõe sobre o piso nacional de salário e as diretrizes para o plano de carreira de agentes comunitários de saúde e de agentes de combate às endemias. José Romilson repassou ao prefeito a pauta de reivindicações, ressaltando que o movimento é nacional e que as solicitações serão entregues ao ministro da Saúde em Brasília, com representantes da classe. Ao final do encontro, o sindicalista agradeceu em nome dos agentes a atenção e o apoio que recebem da prefeitura.

Orgulho A agente comunitária de saúde Edna Souza Ramos Silva falou do orgulho de exercer a profissão e da alegria de contar com apoio do prefeito e de todo o secretariado aqui reunido. “Com o apoio que nos é dado pela administração, senhor prefeito, nosso movimento que é nacional - só tem a ganhar e assim sensibilizar os governantes para aprovação da emenda”, destacou. “Contem sempre com o nosso apoio. Estamos trabalhando do mesmo lado. Parabéns à categoria pelo excelente trabalho que culminou na redução do índice de infestação do Aedes Aegypt em nosso município. Vamos nos manter sempre vigilantes e com o trabalho sério e comprometido de nossos agentes. Contem sempre com o nosso apoio em suas reivindicações e na devida valorização de seu trabalho”, concluiu o prefeito.

Anorexia atinge 20% das adolescentes em todo mundo Andreza Cruz

A

sociedade sempre estipulou padrões de beleza de acordo com a época. Nos séculos passados era bonito ser “cheinha”. As curvas e o corpo arredondado eram exaltados em canções e poemas. No entanto, a realidade do século XXI é bem diferente. Hoje, o padrão a ser alcançado por adolescentes e adultas é a magreza, quase sem massa corpórea e com ossos aparentes. Esse tipo de busca pode gerar inúmeras doenças. A anorexia é um exemplo. Segundo o psicólogo clínico Volney Araújo, a “anorexia é um transtorno alimentar no qual o sujeito tem pavor de ganhar peso ou gordura corporal. Portanto, ele vai limitar a quantidade de comida a ser ingerida”. O transtorno também gera uma visão distorcida em relação à imagem diante do espelho. Não importa quão esteja magra, ela sempre irá se ver acima do peso ideal. Nosso organismo precisa de nutrientes específicos para um bom funcionamento. Pessoas com anorexia deixam de ingerir esses nutrientes e acabam por provocar falência múltipla nos órgãos internos, podendo levar à morte. É uma doença dificilmente percebida por quem sofre, por isso é necessário que familiares e amigos mais próximos passem a observar algumas alterações de comportamento. Volney explica que os sintomas mais frequentes são: “contagem obsessiva das calorias, comida escondida debaixo das travessas e guardanapos, ingestão de apenas um tipo de comida, prática de exercícios com uma constância não-usual, perda dramática de peso, imagem corporal como centro de tudo, uso de roupas que não denunciam a magreza, sono excessivo e perda de apetite sexual”. Ao perceber esses sintomas, os familiares e amigos devem procurar ajuda de um profissional qualificado que faça o diagnóstico corretamente e indique o melhor tratamento. Alguns anoréxicos estão em fase tão avançada da doença que precisam se hidratar e ganhar força física antes do início dos tratamentos. A patologia não tem cura, mas o tratamento contínuo e multidisciplinar com nutricionistas, psiquiatras e medicamentos garantem qualidade de vida para o paciente. Segundo dados da Organização Mundial de Saúde, estima-se que 20% das meninas de todo o mundo sofram com a doença, sendo que a maior incidência se dá em

Divulgação

A

Tatiana Rocha

9 a 16 de outubro de 2011

Fábio Marçal/PMC

Clareamento melhora a estética bucal sem prejuízo para os dentes

EDIÇÃO DO BRASIL

A ANOREXIA pode levar à morte jovens na faixa etária de 15 anos. Em adolescentes, um sinal da manifestação do problema é a interrupção da menstruação. “O diagnóstico deverá ser feito por um psiquiatra, porém os pais devem ter em mente que sua filha não é louca ou algo parecido, são alterações neuroquímicas cerebrais que precisam ser tratadas”, afirma Volney. A sociedade contemporânea possui um fator agravante para o distúrbio, a interferência dos meios midiáticos. A mídia contribui com efeito disseminador de padrões estéticos inalcançáveis. “O sujeito que tem a pré-disposição para desenvolver a doença, com certeza, de acordo com o que a mídia dita, vai contribuir para o aparecimento da doença”, relata o psicólogo. Para mais informações entre no site: www.volneylopes.psc.br.

Hipertensão e diabetes são principais causadores da insuficiência renal Maus hábitos alimentares, estresse e hereditariedade são alguns dos fatores que contribuem para o desenvolvimento de doenças crônicas como hipertensão e diabetes. Porém, o que poucos sabem é que essas patologias também podem desencadear outros problemas de saúde como a insuficiência renal. Os sintomas silenciosos e falta de conhecimento acerca das causas dessa patologia, fazem com que muitos pacientes renais crônicos só sejam diagnosticados em fase avançada.

De acordo com dados da Sociedade Brasileira de Nefrologia (SBN), 10 milhões de pessoas têm algum grau de lesão renal no país, mas a minoria é diagnosticada. Em 2010, cerca de 90 mil pessoas estavam em tratamento de hemodiálise no Brasil. “Essa é uma epidemia silenciosa, que pode ter os números mascarados pela falta de acesso à saúde pública”, explica Cacia Mendes Matos, diretora-médica do Instituto de Nefrologia e Diálise (Ined). De acordo com a diretora-médica do Ined, a diminuição da

função renal é natural do envelhecimento, entretanto é acelerada pelas doenças crônicas. Por isso, a prevenção é a melhor forma, pois quando o paciente é diagnosticado ainda em estágio inicial, o tratamento e as orientações médicas possibilitam um controle do avanço da doença. “É preciso que os cardiologistas e endocrinologistas fiquem atentos a esses riscos, e encaminhem seus pacientes para um nefrologista, para que eles possam realizar os procedimentos necessários”, afirma Matos.


C I D A D E S

EDIÇÃO DO BRASIL 9 a 16 de outubro de 2011

9

BELO HORIZONTE

SETE LAGOAS

Fecomércio promove evento “Empreendedorismo Digital”

Prefeito inaugura UTI do Hospital Municipal

Fecomércio

D

as máquinas de escrever aos computadores, da mídia impressa às novas mídias. Tudo mudou. Rompendo a tradição, o agora é marcado como um período de renovação e progresso, de possibilidades e descobertas, de revolução digital. É hora de abrir os horizontes e entender que a inclusão neste mundo se torna cada vez mais necessária. As pessoas começam a perceber o real potencial de ter uma visão empreendedora focada no negócio, o que garante a sobrevivência das empresas. Pensando nos empresários e profissionais interessados em ferramentas flexíveis e poderosas a fim de criar soluções práticas para seu empreendimento, o Sistema Fecomércio Minas e a Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC) promoveram, no dia 30 de setembro, o evento “Empreendedorismo Digital 2011”, com três palestras distintas. Acredita-se que a utilização da certificação digital, nota fiscal eletrônica e software legalizado significam aumento dos ganhos e, numa visão macroeconômica, fomenta o desenvolvimento do país. “A pirataria na era digital” foi o primeiro assunto abordado, no auditório da Fecomércio. Quem ministrou a palestra foi a advogada da CNC e conselheira suplente de combate à pirataria, Tatiana Abranches. De

OS PRESENTES gostaram das palestras acordo com a profissional, a pirataria é o grande crime do século 21. “Para estimular o comércio contra a pirataria, é preciso fortalecer o consumo de produtos legais, por meio da implantação e avaliação de medidas de valorização do comportamento do consumidor”, apontou. Sabe-se que a pirataria é a utilização de obras de propriedade intelectual, sem a devida autorização. E o que motiva a compra de produtos piratas é o preço muito mais acessível. A segunda palestra tratou do “Sped: uma visão empresarial”, ministrada pelo professor, membro do Conselho Consultivo da Mastermaq Softwares e diretor acadêmico da Escola de Negócios Contábeis (ENC), Roberto Dias Duarte. O Sistema Público

de Escrituração Digital (Sped) é o sistema que unifica as atividades de armazenamento de dados de notas fiscais eletrônicas de recepção, valida livros e documentos, os quais integram escrituração comercial e fiscal das empresas, dando autenticidade a eles, substituindo livros contábeis e fiscais convencionais. Dessa maneira, há uma economia de tempo e dinheiro para o empresário. “Encarar o Sped como investimento é certeza de sucesso. É preciso humildade e pensar nas pessoas, afinal são elas que fazem a diferença”, posicionou o professor. Para finalizar o ciclo de palestras, o comunicólogo e especialista em temas como motivação, pesquisa e vanguarda das estratégias de atendimento

O prefeito Mário Márcio Maroca e o secretário municipal de Saúde, Wanderley Rodrigues Moreira, inauguraram, no dia 6, a nova Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital Municipal Monsenhor D’Amato, que passa a contar agora com modernas instalações, equipamentos de última geração e 10 leitos. Resultado da parceria entre a prefeitura e o governo do Estado, a nova UTI recebeu investimentos de R$ 350 mil – R$ 244.538,71 de recursos estaduais e R$ 105.461,29 da contrapartida do município. O prefeito Maroca destacou que a inauguração é um momento histórico para Sete Lagoas. “Tenho a área da Saúde como prioridade da minha administração. A inauguração da UTI do Hospital Municipal é fruto do ótimo trabalho da Secretaria Municipal de Saúde. Estamos trabalhando para garantir a valorização do servidor da Saúde e, cada vez mais, melhores condições de atendimento para a população”, afirmou o prefeito Maroca. O secretário Wanderley Moreira explicou que a UTI atenderá a uma demanda de toda a microrregião de Sete Lagoas, formada por aproximadamente 40 cidades. “Essa inauguração representa a consolidação de um planejamento que visa ao atendimento de pacientes de alto risco. A UTI vai garantir melhor atendimento aos pacientes que necessitam desse serviço, tanto em Sete Lagoas como na região, além de propiciar melhores condições de trabalho aos profissionais que nela atuam”. A nova UTI, com 346 m² e 10 leitos, conta ainda com equipamentos de monitoração e ventilação mecânica de última geração, que permitirão que o profissional de Saúde possa monitorar a situação de todos os pacientes ao mesmo tempo, através de uma tela de computador e salas climatizadas, de acordo com os padrões da Anvisa, ABNT e RDB/050. Trabalharão na UTI médicos, servidores de recepção, higienização e profissionais das áreas de enfermagem, fisioterapia, psicologia, assistência social e nutrição. As instalações da nova UTI receberam o nome de Doutor José Diniz Campolina, em homenagem ao grande médico que há quase 50 anos chegou a Sete Lagoas para imprimir sua marca de generosidade, altruísmo e profissionalismo no atendimento aos sete-lagoanos. Olenka Campolina Linhares, filha do homenageado, lembrou a trajetória de seu pai, que integrou o corpo médico, junto com os doutores Márcio Paulino, Juvenal Paiva (pai do prefeito Maroca) e Joaquim Chassim Drumond, do Hospital Nossa Senhora das Graças, e chegou a diretor daquela instituição. “Nossa família recebe essa homenagem com imensa alegria. Esperamos que os profissionais de Saúde sigam o exemplo de nosso pai, que trabalhou com profundo amor e generosidade por todos os pacientes”.

a clientes, William Caldas, apresentou a “Motivação através da excelência, inovação e atitude”. Posicionamento e atitude foram as palavras que o William usou para que haja uma mudança no comportamento e mentalidade da sociedade. Inovar. Ser apenas um vendedor de nada adianta. “O foco é fazer o cliente comprar”, disse o profissional. O tempo não para, o cliente quer o novo, novas experiências. A empresa que não percebe as mudanças do mercado fica para sempre estagnada no tempo. “O mercado é agressivo, portanto todos devem pensar em vendas e bom atendimento. Pensar em provocar o cliente, pensar em proporcionar experiências positivas”, destacou. No mundo, existem três tipos de profissionais, de acordo com Caldas: os que fazem as coisas acontecerem, aqueles que ficam olhando o que acontece e, por fim, os que ficam perguntando: o que está acontecendo? “É preciso ter pensamento estratégico. Para ver o problema, veja a solução. Equipes concentradas são mais competitivas”. Além disso, ter diferencial, correr riscos, planejar, estar por dentro de todos os assuntos e encantar o cliente são um pontapé para o sucesso. A maior dificuldade das equipes é proporcionar experiências únicas aos clientes. “É preciso inovar. A gente só não faz chover”, concluiu.

SANTA LUZIA

SABARÁ

Servidores da saúde se capacitam sobre o “Controle do Tabagismo”

Oficina visa o diagnóstico habitacional do município

PMSL

Com o objetivo de capacitar os profissionais da Atenção Primária sobre a “Abordagem e Tratamento do Fumante”, como ação de saúde pública, cerca de 80 profissionais da Secretaria Municipal de Saúde de Santa Luzia e de Uberlândia fizeram curso de capacitação no dia 28, no Hotel Casa Nova. De acordo com a enfermeira do PSF Bom Jesus, Cristina Amoroso Damiane de Paula, estudos do Instituto Nacional do Câncer, o INCA, e do Ministério da Saúde mostram que a cada ano 80% dos fumantes desejam para de fumar, porém apenas 3% conseguem parar sozinhos. “O controle do tabagismo deve ser priorizada como estratégia fundamental, pois, é uma questão de saúde pública”, explica. Cristina afirma que a secretaria quer implantar o programa nas unidades básicas e a capacitação irá ajudar no trabalho. De acordo com Cristina, a filosofia do programa não é contra o fumante. “O programa não objetiva perseguir ou marginalizar o fumante. Procura apóia-los para que parem e preservem sua saúde”, afirma. A etapa de “Abordagem e Tratamento do Fumante” atinge o grupo de fumantes que ainda não pensou em deixar de fumar

A

A PALESTRA reuniu vários fumantes e o grupo que pensa em deixar de fumar, mas que necessita de uma orientação mais específica de como enfrentar determinadas situações. De acordo com Vanessa Bertussi, enfermeira do PSF de Uberlândia, o curso muda a visão do profissional quanto à pessoa do fumante. “Precisamos retirar o preconceito, principalmente do não fumante, quanto ao usuário do tabaco. Devemos tratar aquele

momento como uma patologia, uma doença que precisa de tratamento”, diz. Segundo a servidora de Uberlândia, o profissional de saúde precisa se capacitar e estar atualizado para a melhoria do atendimento à população. “Cada vez mais a secretaria tem trabalhado em ações de melhoria da saúde do luziense e os profissionais estão mais atuantes e envolvidos neste processo”, declara o Médico Psiquiatra do

NASF do município, Dr. Renato Ferreira Araújo, um dos palestrantes do encontro. “As técnicas de abordagem irão nos auxiliar junto aos pacientes em tratamento de Tuberculose, hipertensos, diabéticos, cardiopatas e os profissionais da área de saúde que passam igualmente por este tipo de problema”, reconhece a supervisora de enfermagem do CCE, Cassiandréa Teles Tran.

prefeitura iniciou no dia 3 de outubro mais um ciclo de Oficinas do Plano de Habitação de Interesse Social (PLHIS) e Plano Municipal de Regularização Fundiária Sustentável (PMRFS). O objetivo é fazer um diagnóstico habitacional do município. Assentamentos precários, loteamentos irregulares, assuntos relacionados à infraestrutura como acesso, rede de esgoto, iluminação, entre outros, deverão ser apontados neste momento, visando mapear os problemas existentes no município. Para isso, é necessária a participação dos munícipes para que apontem onde estão os problemas que necessitam ser regularizados. A ideia é conhecer a realidade habitacional da cidade para que seja feito um projeto visando recursos para investimento de obras de infraestrutura. O prazo para entrega da elaboração do plano é até o dia 31 de dezembro. Em Sabará, as oficinas estão sendo realizadas em todas as regionais em dias e horários diferentes. “Só teremos condições de regularizar uma área após fazermos este processo que é extremamente cauteloso. A regularização fundiária só é possível quando a área ou terreno tem infraestrutura adequada. Este é o momento para vocês apontarem as irregularidades para que tenhamos a chance de receber recursos e urbanizar o bairro analisado”, disse o prefeito William Borges.

Manhã Bem Viver A primeira “Manhã Bem Viver”, no dia 01º de outubro, atraiu centenas de participantes para as ruas de Sabará. A iniciativa pretende incentivar a população para práticas que garantam mais qualidade de vida. Houve uma caminhada em direção ao Bosque Municipal. Quem participou pôde aproveitar as orientações à saúde, atividades aeróbicas, além de shows e apresentações culturais. Após perceber a necessidade de melhorar significativamente a qualidade de vida da população, a prefeitura idealizou o programa Bem Viver. Com implantação de políticas integradas de saúde, esporte e meio ambiente, a administração municipal quer estimular as pessoas a mudarem seu estilo de vida, adotando hábitos mais saudáveis, visando a prevenção de doenças e motivando a integração social.

E LO Y LANNA Fotógrafo Profissional

FOTO - JORNALISMO - CONGRESSOS - EVENTOS SOCIAIS

TELEFONES: 3450-0980 / 9603-4396

Rua Tamóios, 62 - Sala 100 - Centro Belo Horizonte / Minas Gerais

Luciana Cyrino Pinto Coelho Advogada

RUA ERÊ, 125 - 1º ANDAR - BAIRRO PRADO Cep 30.410-450 - Belo horizonte / mg

Tel: (31) 3316-6692 Cel.: (31) 9932-5289


10

C I D A D E S

9 a 16 de outubro de 2011

CORONEL FABRICIANO

Cidade pode se transformar em importante centro urbano

Agência da Caixa deve abrir em março de 2012

“Nova Lima é hoje uma cidade que serve de modelo para muitas outras em Minas”

Para o prefeito Carlinhos Rodrigues (foto), essa escolha é resultado do rápido desenvolvimento da cidade nos últimos seis anos. “Nova Lima hoje serve de modelo para muitas outras em Minas e em todo país. Estamos crescendo rapidamente, mas de forma ordenada, e possibilitando que todos os cidadãos de nosso município tenham mais acesso à educação, saúde e empregos. Por isso, Nova Lima se apresenta para Minas como um grande centro em potencial que tem atraído as grandes empresas”, ressalta. Os trabalhos se baseiam, a princípio, em três áreas: mobilidade urbana, com a ampliação do transporte sobre trilhos; crescimento, para controlar a expansão urbana; e limpeza, que prevê o tratamento de lixo e a destinação correta dos resíduos. Para que o PDDI tenha êxito, é fundamental que os municípios atuem em cooperação e que os planos diretores de cada cidade sejam respeitados. De acordo com Carlinhos Rodrigues, essa cooperação é essencial para que o projeto dê certo. “Entendemos que só conseguiremos fazer com que a Região Metropolitana de BH cresça de forma ordenada se pensarmos e planejarmos isso em conjunto com os 34 municípios que são diretamente afetados com esse crescimento. Mais ainda, temos de pensar em ações para todas as áreas mais necessitadas como saúde e educação. Nova Lima tem muito a contribuir para que os municípios mineiros cresçam juntos e levem mais qualidade de vida aos cidadãos”, garante. As políticas elaboradas para compor o Plano Metropolitano foram organizadas em quatro eixos estruturantes: Acessibilidade, Urbanidade, Seguridade e Sustentabilidade. Eles abrangem todas as áreas temáticas analisadas no trabalho, considerando as dimensões territoriais e institucionais da região. A administração municipal atuou e contribuiu em todos os eixos temáticos propostos e, já como resultado desse plano, foi instituído, recentemente, o Comitê Técnico de Mobilidade Urbana, em que Nova Lima representa as outras cidades do Vetor Sul (Rio Acima, Raposos e Brumadinho).

A Câmara Municipal de Coronel Fabriciano realizou, no último dia 29, Audiência Pública com a presença do superintendente regional da Caixa Econômica, Dimas Lamounier, para o anúncio oficial do início das obras da nova agência da Caixa no Melo Viana e comemoração dos 150 anos da instituição. A iniciativa partiu do requerimento n° 144/2011, de autoria do vereador Marcos da Luz (PT), principal articulador na cidade para a instalação do banco no Melo Viana. Antes da Audiência, o superintendente visitou o imóvel onde será construída a agência, na Avenida Magalhães Pinto, n° 1653. Em entrevista a uma emissora local, Dimas Lamounier destacou a luta do vereador Marcos da Luz para a concretização do projeto. “Isso aqui só está acontecendo, só está saindo do papel, graças a uma reunião que tivemos em julho do ano passado, no gabinete do prefeito, para traçarmos as estratégias necessárias”, disse. Ele fez referência ao encontro que teve com o vereador e o prefeito Chico Simões (PT) ao assumir a Superintendência e lhe foi cobrado agilidade no processo da abertura da agência, cuja prospecção e análise mercadológica havia sido iniciada em 2007, quando o vereador ainda exercia o cargo de secretário de Finanças do município. O superintendente informou que o prazo para execução das obras é de seis meses, com previsão de inauguração no mês de março de 2012. Ainda segundo ele, será uma ampla agência com cerca de 1.000 metros quadrados, com estrutura moderna e ecologicamente correta, dotada de acessibilidade e eficiência energética, ofertando todos os serviços bancários da instituição. Marcos da Luz reafirmou que a instalação da nova agência da Caixa é uma conquista da cidade e, de forma especial, do Melo Viana, favorecendo os moradores e comerciantes do distrito, “sendo indutora de novos negócios e desenvolvimento num setor que está em franco crescimento econômico”, enfatizou.

CMCF

NOVA LIMA

Os 34 municípios da Região Metropolitana deram um importante passo para o planejamento urbano da Grande Belo Horizonte, com o lançamento do Plano Diretor de Desenvolvimento Integrado (PDDI), apresentado pelo Governo do Estado. A meta é propor soluções coletivas a médio (2023) e longo (2050) prazo, para as cidades situadas no entorno da Capital. Uma das propostas apresentadas para disciplinar o crescimento da Região Metropolitana prevê a criação de três novos centros ou centralidades: Betim, a oeste; Ribeirão das Neves, ao norte; e Nova Lima, ao sul. As propostas preveem a criação de oportunidades de desenvolvimento em zonas periféricas. Assim, Nova Lima seria um importante centro urbano com capacidade de atrair serviços e comércios, fator fundamental para reduzir a dependência de Belo Horizonte. A cidade também pode vir a ser contemplada no que se refere à mobilidade urbana. A integração do transporte público e das tarifas e o Plano Metropolitano de Prevenção de Acidentes de Trânsito, além do aproveitamento da malha ferroviária existente para a instalação do transporte de massa (trem/ metrô), já estão em estudo. PNL

EDIÇÃO DO BRASIL

MARCOS da Luz afirmou que a instalação da nova agência da Caixa é uma conquista da cidade

Gestão Fiscal No último dia 30, foi realizada Audiência Pública no plenário da Câmara Municipal de Coronel Fabriciano para apresentação do Relatório de Gestão Fiscal, relativo ao 2º quadrimestre de 2011, em conformidade à Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF). No encontro foi demonstrado e avaliado o cumprimento das metas fiscais, bem como a execução orçamentária do município até o mês de agosto.

Participaram da Audiência o secretário municipal de Controle Interno, Erivaldo Andrade, técnicos da Prefeitura, e o vereador Marcos da Luz (PT), membro da Comissão de Finanças, Orçamento e Avaliação do Legislativo. Segundo os dados apresentados, Fabriciano teve uma receita realizada no período de R$ 72,1milhões, considerada a dedução para o Fundeb, acima do valor inicialmente previsto de R$ 66,2 milhões.

Pesquisa O Instituto Tiradentes está realizando pesquisa de opinião popular para a avaliação do desempenho dos vereadores das cidades de Minas Gerais via internet, permitido apenas um voto por computador, até o dia 10 de outubro. Os mais votados serão premiados com a Medalha Dom Pedro II, durante simpósio em

Belo Horizonte, dias 25 e 26 de novembro. O objetivo da pesquisa é que os interessados participem da votação e contribuam com o reconhecimento de uma atuação parlamentar mais qualificada. Para votar o cidadão deve acessar o link: http://sites.std1.com.br/ enqueteCidades


C I D A D E S

EDIÇÃO DO BRASIL 9 a 16 de outubro de 2011

NOVA LIMA

11

PAULO CESAR PEDROSA

Programa prevê reforma e melhoria de moradias

QUEM SABE, SABE

paulocesarpedrosa@yahoo.com.br

Advogado & Jornalista RP: 098523 / 296

Celso Travassos

A

Prefeitura de Nova Lima prevê ações de melhoria de moradias através de reformas e intervenções, de forma a promover melhor qualidade de vida às famílias com renda até três salários mínimos. A Secretaria de Habitação captou junto ao Governo Federal recursos do Fundo Nacional de Habitação de Interesse Social (Fnhis) para reforma e melhoria de 60 Algumas obras habitações, priorizando aquelas em situação de risco. Os projetos estão previstas pela em fase de aprovação na Caixa Ecoprefeitura nômica Federal. Assim que possível já foram a prefeitura licitará as obras. concluídas

Projetos Em 2007 e 2008, a administração municipal investiu e trabalhou intensivamente na elaboração de projetos de revitalização da cidade, visando a melhoria das condições dos espaços urbanos e da qualidade de vida da população nova-limense. Algumas obras foram iniciadas e concluídas, como por exemplo a Praça da Bica dos Cristais. Outras ainda estão em andamento e algumas ainda

serão iniciadas. Este ano, a prefeitura continuou investindo na elaboração de novos projetos. Eles permitirão planejar as ações futuras, captar recursos externos e concretizar a médio e longo prazo todas as obras propostas. Em 2007 foram elaborados planos urbanísticos para alguns bairros. Este trabalho foi uma importante ferramenta capaz de subsidiar a elaboração do Plano Diretor do município.

Rota dos Sabores Shows, gastronomia, cerveja gelada e gente bonita. Esses foram os ingredientes que fizeram da festa de encerramento do Festival Gastronômico Rota dos Sabores um sucesso, no último dia 2, no ponto turístico da cidade Aqueduto Bicame, Centro. Centenas de pessoas prestigiaram o evento que anunciou os três pratos vencedores do festival. Além das barracas de comidas deliciosamente preparadas pelos participantes do Rota

dos Sabores, o público pôde apreciar uma paella mineira feita especialmente pelo famoso chef de cozinha Caetano Sobrinho. O vencendor do festival foi o Sabor da Serra By Sabor da Noite com o prato o “Um caipira no sereno” com Joelho de Porco à pururuca, batata salpicada no queijo parmesão, acompanhado com repolho roxo ao molho de vinho e frutas vermelhas.

ITABIRITO

Prefeitura investe no transporte coletivo

Jordana Mapa/PMI

Após receber um investimento de R$ 2 milhões, que possibilitou a pavimentação e a drenagem das ruas, confecção de passeios e sarjetas, o Bairro Portões, em Itabirito, foi contemplado com mais uma melhoria. Desde o dia 3 de outubro, a linha do transporte coletivo que atende o local foi ampliada, melhor atendendo os moradores da região. “Depois que a prefeitura asfaltou a estrada, detectamos a necessidade de expandir os horários dos ônibus, para garantir o conforto e a segurança dos moradores e motoristas, que agora fazem o trajeto em um local mais seguro e apropriado”, enfatiza Anísio Bueno, secretário de Segurança e Trânsito.

MORADORES satisfeitos com os novos ônibus

As mudanças aconteceram no quadro de horários e no ônibus que faz o trajeto. A Secretaria de Segurança e Trânsito aumentou, de 7 para 12, os horários de partida do ônibus que percorre o caminho até a região. Além disso, disponibilizou um veículo mais novo para fazer as viagens. “Nos tempos de chuva, o ônibus não vinha aqui e nos passávamos muito aperto. Com a mudança nos horários e também o asfalto, vai facilitar nossa ida ao Centro e teremos mais tempo para resolver nossas coisas. Só tenho que agradecer a prefeitura”, desabafa Célio Ferreira da Cruz, morador do bairro há 30 anos. Segundo o fiscal de Transporte Público da Prefeitura, Vander de Jesus Morais, essa melhoria para os moradores do Bairro Portões acarretou em outras mudanças no itinerário do transporte escolar. Dessa forma, a partir de agora, a região da Cohab será atendida por duas linhas: Floresta e Circular, aumentando a disponibilidade de ônibus no local. “Assim, nenhum morador será prejudicado, e a única mudança será para a melhoria do transporte público”, ressalta o fiscal. Além da pavimentação, em julho, a Associação Comunitária do Bairro Portões recebeu uma nova pintura. O espaço é usado para a realização de atendimentos médicos, festas, encontros e projetos sociais. De acordo com a moradora do bairro e vice-presidente da Associação, Maria de Lourdes Marques Gurgel, o mofo nas paredes já estava prejudicando as atividades. �Há seis anos, o salão não via uma pintura. Só de saber que está tudo limpo, já é uma alegria para nós�, disse Maria, mais conhecida como Dona Tita.

Conheça os melhores restaurantes das seguintes cidades: SANTA LUZIA: Rest. e Lanchonete Colher de Chá Espaguete na Chapa Bar Ltda MONTES CLAROS: Churrascaria Chimarrão Churrascaria e Pizzaria Papaula Bar do Toco Churrascaria Restaurante Sabor e Saúde Chicos Pizzaria e Churrascaria Uai Tchê Cervejaria Lumas Churrascaria Armandos Restaurante Restaurante Favorito Bar e Restaurante Quintal

Restaurante PauTerra CORONEL FABRICIANO Restaurante Angra Restaurante Cantina da Nona Restaurante Amigão Pizzaria do Jayme JUIZ DE FORA: Restaurante Bacco Restaurante Brazão Restaurante Belas Artes Restauante Bertu’s

IPATINGA Restaurante Tempero Mineiro Restaurante Sabor e Aroma Restaurante Bom Apetite Restaurante D’Lucas Restaurante Vovó Efigênia Restaurante Popular

VESPASIANO Restaurante Vespagril Restaurante Taberna Restaurante Vovó Marguerita Restaurante Tropic Restaurante B&N

SABARÁ Restaurante e Pizzaria 314 - Sabarabuçu Barroco Cekisabe

BETIM Restaurante e Pizzaria Hudson Churrascaria Carro de Boi Cantina da Vovó Ana

Murai Caetano e Wander Coelho em São Luis do Maranhão

PODEROSOS COM PRIVILÉGIOS A Vivo obteve financiamento de R$ 3 bilhões do BNDES. Trata-se da segunda maior aprovação já feita pelo banco a uma empresa do setor de telecomunicações desde a privatização, em 1998. A maior

foi em 2009, quando foram liberados R$ 4,4 bilhões à Oi (ex-Telemar). Essa foi a única operação para o setor de telecomunicações aprovada neste ano.

500 CONVÊNIOS IRREGULARES Força-tarefa do Ministério do Turismo cobra a devolução aos cofres públicos de R$ 80 milhões referentes a quase 500 convênios irregulares firmados pela pasta entre 2003 e 2009. De acordo com o site Congresso em Foco, a maior parte do dinheiro (R$ 52 milhões) é cobrada de organizações não governamentais, sindicatos e associações de classe, referente a 300 convênios com a pasta.

Outros R$ 20 milhões recaem sobre 145 prefeituras. Mais de R$ 5 milhões são reinvidicados de órgãos estaduais. Essas instituições estão proibidas de receber novos recursos do ministério enquanto não regularizarem a situação. Os convênios foram fechados na gestão dos ministros Walfrido dos Mares Guia (PTB), Marta Suplicy (PT) e Luiz Barreto, também indicado pelo PT.

REPASSE SUSPENSO O Ministério do Turismo congelou todo o dinheiro depositado em contas de entidades privadas sem fins lucrativos para promover cursos de capacitação profissional. Além do dinheiro que já estava na conta dos prestadores de serviço, o Turismo suspendeu R$ 91,1 milhões reservados no orçamento

deste ano para abastecer esse tipo de convênio. Em portaria publicada no Diário da União, o ministro Gastão Vieira também abriu uma brecha para repactuar os valores contratados com as organizações não governamentais (ONGs), se ficar comprovado que os acordos tiveram valores inflados

CANAL ABERTO Decisão favorável. O Superior Tribunal de Justiça (STJ) deu decisão favorável a um grupo de consumidores que batalha para garantir seus direitos em um seguro de vida contratado há quase 30 anos. A sentença, segundo o advogado dos beneficiários, consolida no tribunal uma jurisprudência que obriga as seguradoras a manterem a cobertura oferecida no momento da adesão. Alagoas e Sergipe querem royalties. A confirmação da presença de petróleo e gás em águas profundas na bacia Sergipe-Alagoas, anunciada pela Petrobras, pode mudar o xadrez da distribuição dos royalties. A descoberta revela que outros estados podem passar a ser grandes produtores de petróleo no mar, além de Rio de Janeiro, Espírito Santo e São Paulo. Assim terão que se dispor a dividir as riquezas do futuro. Com certeza a briga vai parar no Supremo Tribunal Federal. Mais uma taxa. O Governo Federal criou uma tarifa de conexão de R$ 7 sobre os passageiros que farão cone-

xão nos aeroportos de Guarulhos (SP), Brasília e Viracopos (Campinas), nos embarques domésticos e internacionais. A nova taxa, segundo os editais de concessão que estão em consulta pública, será cobrada das companhias aéreas e, provavelmente, repassada aos preços das passagens. Mascarado. A entrevista concedida pelo ex-técnico Leão a um jornal carioca, esta semana, é de um técnico mascarado e ultrapassado, além de despeitado. Está tão rico que não sabe o que fazer com tanto dinheiro. Encheu os olhos. O craque dos craques, o atacante Dagoberto, do São Paulo, disparado o melhor jogador do futebol brasileiro na atualidade, encheu os nossos olhos de alegria com uma bela atuação contra o Cruzeiro. Depois dele, pode ser Diego Souza, Lucas, Montillo, Neymar e Oswaldo. Correndo risco. O Brasil ainda corre o risco de não sediar a Copa de 2014, porque o Governo Federal não cumpriu os acordos de 2007 com a Fifa. A Alemanha está de olho na Copa.

“Se você diverge de mim, não é meu inimigo, você me completa”. “A imagem que gostaria que ficasse de mim é a imagem de um irmão”.

Dom Helder Câmara

Exploração sexual não é turismo. É crime. Disque 100 e denuncie. PROTEJA NOSSAS CRIANÇAS. EM CASO DE VIOLÊNCIA, DENUNCIE. TELEFONE: 0800-311119 Cartas, críticas, convites e sugestões enviar para a redação do Edição do Brasil. Av. Francisco Sá, 360, CEP: 30.411-145, BH, MG.


12

Divulgação

Gilvan Tavares, do Cruzeiro, sonha com a volta de Alex à Toca E l e i t o novo presidente do Cruzeiro pelos próximos três anos, Gilvan de Pinho Tavares conversou com o meio-campista Alex (foto), pelo Twitter, e disse ao jogador do Fenerbahce da Turquia que espera contar com o retorno dele durante a sua administração. Alex, que virou ídolo da torcida cruzeirense após a conquista da Tríplice Coroa em 2003, parabenizou Gilvan logo quando soube da vitória na eleição. “Dr. Gilvan, parabéns pela vitória e muita sorte ao Cruzeiro neste momento complicado, e a partir de janeiro com essa nova diretoria”, postou Alex. Imediatamente, o novo presidente respondeu ao meia também pelo Twitter e fez um convite para o retorno dele na temporada 2012. “Obrigado, Alex. Tenho certeza que sairemos deste momento ruim. Espero que possa estar conosco em breve para revivermos nossa história de glórias. Você faz parte do projeto de sucesso da nossa administração”, escreveu Gilvan. Mesmo com o desejo da diretoria do Cruzeiro, são remotas as chances de retorno de Alex ao futebol brasileiro, já que, o meia possui contrato com o clube turco até junho de 2013. O jogador já revelou por diversas vezes que quando voltar ao Brasil deseja jogar pelo Cruzeiro, Palmeiras ou Coritiba, as três equipes pelas quais ele já vestiu a camisa antes de se transferir para o exterior. Apoiado pelo atual presidente Zezé Perrella, Gilvan de Pinho Tavares venceu as eleições com cerca de 90% dos votos dos conselheiros do clube mineiro. O novo mandatário assume oficialmente o cargo em janeiro do ano que vem.

E S P O R T E

EDIÇÃO DO BRASIL 9 a 16 de outubro de 2011

Futebol mineiro decepcionante | *Carlos Cruz |

N

os últimos meses, por onde passo – seja qual lugar for –, a pergunta é sempre a mesma: o que está acontecendo com o futebol mineiro? Por ética, evito o assunto. Explico que, por trabalhar no América, em sua assessoria de comunicação, não acho legal opinar como jornalista sobre o assunto. Porém, como desportista, não há como escapar totalmente. Então, vamos a ele. Mas permito-me a falar apenas do América. Como qualquer cidadão mineiro, profissional do futebol, ando envergonhado. Triste mesmo. Às vezes, me irrito, especialmente quando escuto cariocas e paulistas zombando de nossas caras. Mas aí me lembro de nossa soberba. Daquela época em que nos sentamos em cima de nossos rabos para falar dos outros. É, meus amigos, a bola cobra... Lembro-me também que não há mal que perdure eternamente. Assim, amanhã, tudo pode ser diferente. Desde que façamos hoje alguma coisa para transformar essa realidade. O que mais me encabula, no entanto, são as teorias absurdos que rolam soltas por aí. Tem que fazer isso... Deixaram de fazer aquilo... O tal do planejamento, então, até parece ser uma entidade. Está presente em todos os calorosos discursos. E as sugestões? Algumas bizarras. Só não dá para rir porque o caso é muito, mas muito sério mesmo. Como não sou de fugir do páreo, procuro resumir o que penso da seguinte forma: os problemas no futebol não começam no dia anterior e não terminam no dia seguinte. Ou seja, para nos atolar dessa forma, esteja certo, colocamos o pé na lama faz muito tempo. O processo foi interrompido bem lá atrás. Portanto, vivemos apenas consequências de nossos equívocos. Um exemplo simples: se você deixa de fazer uma boa seleção de talentos na categoria infantil, esse erro pode ser percebido só três ou quatro anos depois. E sua correção pode levar o mesmo tempo perdido. A consequência é que você terá problemas na cadeia de produção (leia-se categorias seguintes) até o profissional. No Mundo globalizado, tornou-se rotina montar e desmontar times a cada temporada. A rotatividade ganhou tal velocidade que muitos times nem se preocupam com o que chamamos de manter a base. Pelo menos um goleiro, um zagueiro, um lateral, um volante, um armador e um atacante. Mas jogadores de alto nível. E pelo menos mais seis outros de bom nível. Com uns 12 atletas nesta base, fica fácil completar o grupo com revelações do próprio clube e contratações. Precisamos, porém, analisar a situação dos três grandes de Minas separadamente. Por mais contraditório que possa parecer, apesar da posição na tabela do Campeonato Brasileiro, o América está em ascendência. Isso mesmo! Basta lembrar que há pouco mais de dois anos o time estava no Módulo II do Campeonato Mineiro e sufocado em dívidas. Hoje, na elite do futebol, é um clube que tem suas contas em dia, receberá de volta no ano que vem seu belo estádio, o Independência, e completará as reformas no CT Lanna Drumond. Este mês, por exemplo, estamos recebendo uma novíssima, moderna e confortável sala de imprensa. Lamentavelmente, os resultados em campo ainda não

traduzem esta nova realidade. Este reflexo, como disse, é imediato. Por isso, avaliar apenas o resultado dentro das quatro linhas pode gerar distorções. Primeiro que é preciso lembrar que o clube trabalha com orçamento apertado. Recebeu pouco mais de oito milhões de reais de direitos de transmissão e sua diretoria se desdobrou para atingir uma receita em torno de R$20 milhões. Isso mesmo, nem um quarto do orçamento da maioria dos clubes da Série A. Alguns deles, do eixo Rio/São Paulo, trabalham com orçamentos de 200 milhões. Com pouco dinheiro, voltando à Série A depois de 10 anos, realmente pesou para o Coelho. Porém, apesar de tudo, o time encara adversários poderosos de igual para igual. Deixou pelo menos uma dúzia de pontos escaparem por entre os dedos. Azar, inexperiência, incompetência... Um pouco de tudo. O certo é que o time tem bons jogadores, alguns se destacando e o clube está no caminho certo. Se cair, está estrutura para voltar rápido. O América precisa manter este estilo de gestão profissional por pelo menos mais uma década, para voltar a ser o que foi no passado recente. Com relação a Atlético e Cruzeiro, como disse no começo, prefiro nada comentar. Apenas repito o que a maioria diz: com orçamentos e estruturas milionárias, esperava-se muito mais da dupla. Mudando o ângulo de observação, como presidente da AMCE, a crise nos leva a outras reflexões. A principal delas, como a nossa imprensa anda desatenta. Em muitos casos, percebe-se até mesmo falta de compromisso com a informação. A maioria só percebe os problemas quando já estamos atolados neles. Muitos se limitam – felizmente não são todos – a noticiar o show. Ficam nas análises superficiais ou no discurso do óbvio. Apesar dos inúmeros sinais, parecem não estar nem aí. Agora, vivemos uma Torre de Babel. Um falatório desenfreado. Mas a verdade é que falta conteúdo e a maioria acaba jogando para a torcida. Ou seja, falam só aquilo que o torcedor quer ouvir. Este fenômeno, lamentavelmente, não é exclusividade da imprensa mineira. Pelo contrário. Estive na semana passada no 1º Congresso Brasileiro da Fifa, promovido pela Associação Brasileira de Cronistas Esportivos, entidade da qual sou vice-presidente da região Sudeste. Saí de lá assustado com tudo que ouvi. O encontro, em Fortaleza, muito bem planejado pelo nosso presidente Aderson Maia, reuniu os presidentes das associações dos 12 estados que receberão jogos da Copa em 2014. Entre outros assuntos, o objetivo era que cada sede apresentasse a situação de momento. Amigos, pasmem! Foi um festival de ilusionismo. Primeiro, se fizerem metade do que estão prometendo, vamos viver no paraíso. Estádios maravilhosos, luxuosos em cidades onde o futebol é semiprofissional. Estradas maravilhosas, que não levam a lugar algum; metrôs para todos os lados, construção de cidades inteiras, hospitais cinco estrelas para o povo, rodovias novas e aeroportos seguros e confortáveis, e que não fecham com os chuviscos... Incrível! Foi demais! Vídeos maravilhosamente editados, belas imagens, textos perfeitos. Mas enquanto acompanhava atentamente as exposições dos companheiros, me perguntava: aonde anda o nosso senso crítico?

E Minas? Claro! Eu também falei sobre o que andamos fazendo por aqui. Ma fui direto ao ponto e avisei de cara: temos um mundo ideal e outro real; então apresentei apenas o nosso universo real. Não estava lá para vender ilusões, repetir promessas, fazer marketing institucional. Fiz um resume das ações do governo e da prefeitura, falei de nossos avanços e dos nossos problemas e ponto. Mostrei que a Copa, pelo menos em Minas, está sendo construída em pilares um pouco mais sólidos do que nos outros estados. Deixei claro que sabemos que muito do que foi prometido aqui já se perdeu no ar. O Mineirão segue seu cronograma normal, o Independência está praticamente pronto e algumas obras de mobilidade acontecem. Porém, ainda falta muito. E muita coisa vai ficar faltando mesmo. O que me preocupa, no entanto, é o famoso legado. É o pós Copa. Observei que estamos atentos, conversando, dentro do que é possível, com nossos governos. Nossa preocupação é não deixar que se esqueça que a vida volta ao normal depois da Copa do Mundo. Especialmente porque adoram construir tudo sem ouvir os profissionais que conhecem na prática como tudo funciona. Quase sempre é preciso brigar ou gritar para se fazer ouvir. É justamente aí que mora o perigo. Em alguns estados a imprensa esportiva não está tendo acesso às informações. Vários colegas apresentaram dados desatualizados. Estados como Porto Alegre, Paraná, Pernambuco descreveram um quadro caótico. Pouco ou quase nada ainda feito por lá. O colega Jorge Martins, presidente da Associação de Brasília, por exemplo, relatou que o custo do novo estádio de lá gira em torno de R$ 700 milhões, mas sem a cobertura, sem o gramado e outros itens fundamentais para um bom estádio. Para comparação, aqui, o Mineirão completo sairá por cerca de R$ 650 milhões. Só que esta conta não será paga apenas pelos candangos. Vai sobrar para todo o povo brasileiro. Estão construindo elefantes brancos para todos os lados. Alguns estados estão se atolando em dívidas. E depois da Copa, meus amigos? Daí a importância desse congresso. Temos que alertar. Caminhamos para um abismo, é preciso colocar um freio, fechar as torneiras. Do contrário, vai sobrar mesmo para o povo brasileiro. É bom cuidarmos desse assunto agora, para não nos arrependermos mais tarde. A Fifa, por experiência de Copas anteriores, não está nem aí. Preocupa-se mesmo é com seu faturamento e com o conforto para sua turma. E o povo... PS I: Desejo sucesso ao colega Roberto Teixeira, presidente do Asbemge, em sua nova jornada profissional. Ao lado do Ricardo Rasso, que tem o DNA da Ademg no sangue, tenho certeza do sucesso da dupla. OS II: Depois de fechar parceria com a FMF, acertamos também a Arfoc, presidida pelo meu amigo Valdez Maranhão. Assim, os repórteres-fotográficos também terão direito de usar o serviço odontológico da AMCE, que passará a funcionar na Praça Sete. Mais informações em nosso site: www.amce.org.br

G E R A L Ministro do Turismo busca apoio para a Copa de 2014

Resolução do Contran

Divulgação

| *Leandro Lopes |

O MINISTRO do Turismo, Gastão Vieira

O

ministro do Turismo, Gastão Vieira, quer aproveitar a mobilização de preparação do país para os grandes eventos internacionais para definir uma política de longo prazo para o turismo brasileiro. Este foi um dos assuntos tratados no dia 5, em reunião no Ministério do Turismo, com integrantes do Fórum Nacional dos Secretários e Dirigentes de Turismo (Fornatur). “A proposta é unir esforços com as secretarias de turismo e outros ministérios para trabalhar em projetos estruturantes que surtam efeitos mesmo depois da Copa e das Olimpíadas”, disse o ministro. Fortalecer e criar novos projetos para reduzir os efeitos da sazonalidade nos destinos turísticos e incorporar o público do programa Bolsa Família nos programas de qualificação e capacitação profissional são algumas das propostas apresentadas. Ele deu ênfase especial ao treinamento de mão de obra e disse que deverá incluir o turismo no Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego (Pronatec) e nos projetos do Senac para a Copa. O presidente do Fornatur, Domingos Leonelli, apresentou uma pauta de reivindicações. Entre as demandas estão a participação das secretarias nos programas de treinamento e a liberação de verbas para o financiamento dos projetos de formação de mão de obra dos próprios órgãos de turismo. Esta foi a primeira reunião do ministro do Turismo com membros do Fornatur. A próxima deverá acontecer no dia 20 de outubro, durante da Feira das Américas – Abav 2011.

A

resolução nº 363 do Conselho Nacional de Trânsito – Contran, que estava prevista para entrar em vigor no dia 21 de outubro, teve sua data prorrogada e, de acordo com o Diário Oficial da União, do dia 29 de setembro, entrará no dia 1º de julho de 2012. O adiamento é uma vitória temporária do segmento de locação de automóveis. A preocupação em relação à medida foi aliviada, mas ainda permanece. Isso porque a determinação prevê algumas mudanças nas regras de transferência de pontos nas multas. Uma dessas alterações é tão grave que pode levar empresas que atuam no setor de aluguel de veículos a falência. É que, de acordo com a resolução, a partir da vigência da medida,

será exigido, para que se transfira os pontos, um burocrático reconhecimento das assinaturas em cartório do proprietário do automóvel e do condutor infrator. De acordo com o Departamento Nacional de Trânsito – Denatran, a medida foi criada para evitar algumas fraudes no processo. Para muitos, ela só vai burocratizar ainda mais os procedimentos. Até mesmo alguns Departamentos de Trânsito Estaduais, como o de Minas Gerais, são contra a medida. O Detran-MG já publicou nota avisando que não cumprirá a exigência em função das dificuldades que o novo processo irá criar. “É uma determinação também inviável para o cotidiano do setor. Atualmente, as empresas de locação, a partir de uma cláusula contratual com seus clientes, preenchem o formulário e envia aos seus

respectivos Detrans. Com essa medida, teremos que procurar locatário por locatário e muitos deles são de outros Estados e até de outros países”, explica Leonardo Soares, presidente do Sindloc-MG. Segundo Saulo Froes, presidente de Honra do Sindloc-MG, além disso, caso o locatário não seja localizado, na infração seguinte, cometida por outro cliente, a multa será duplicada. Isso porque no primeiro caso os pontos não foram transferidos. “Virará uma bola de neve e inviabilizará o segmento de locação. Isso poderá fechar todas as 2.500 locadoras desse Brasil. É uma determinação que precisa ser combatida e repensada. Essa prorrogação é, de certo modo, uma atitude que já mostra que as coisas estão sendo estudadas”, afirma Froes.

Atuação do Sindloc-MG Há algumas semanas o Sindloc-MG vem se mobilizando para evitar que a resolução se concretize. A notícia no Diário Oficial da União mostra que o trabalho vem surtindo efeito. “Estivemos reunidos com a chefia do Detran-MG e o jurídico do Sindloc-MG está estudando o assunto”, afirma Leonardo Soares. De acordo com o advogado do sindicato, Adriano Castro, algumas entidades estão orientando associados a ingressarem com ações individuais. “A resolução nº 363 é inconstitucional porque desborda do poder

regulamentar do Contran e cria obrigações para o cidadão sem previsão legal”, afirma o jurista. “Ganhamos um prazo para as negociações. Mas não queremos achar com isso que a situação está tranquila. De jeito nenhum! Vamos continuar tentando dialogar com o Contran e mostrar o quanto essa resolução pode prejudicar não só uma classe empresarial inteira, mas, sobretudo, uma nação de condutores em todo o Brasil”, afirma Leonardo Soares. “Essa prorrogação é um sinal positivo. Se o órgão tem como objetivo

contribuir para as soluções e preservar os interesses da população, certamente, ele irá suspender o decreto. Não acreditamos em atitude diferente disso. É uma questão de bom senso”, afirma Saulo Froes.

*Jornalista do Sindloc-MG, responsável pelo conteúdo da Revista Sindloc, do site, do facebook e do twitter do sindicato. É repórter do Programa Diverso, da Rede Minas de Televisão e editor do www. blogdaslocadoras.com.br

jornal Edição do Brasil  

de 9 a 16 de outubro de 2011

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you