Page 1

w w w . j o r n a l e d i c a o d o b r a s i l . c o m . b r

Belo Horizonte/Brasília

De 8 a 15 de maio de 2011

Nº 1464

R$ 1,00

Comida industrializada faz aumentar os casos de câncer JEditorial

O consumo em excesso de alimentos industrializados pode contribuir significativamente para o surgimento CERTOS do câncer. Em 2011, 500 tipos de mil brasileiros vão contrair a doença, de acordo alimento são prejudiciais com avaliação do Instituto Nacional do Cânà saúde cer (Inca). Este número representa cerca de 11 mil casos a mais do que no ano passado. Estudos científicos comprovam os malefícios dos PÁGINA..........8 conservantes na comida.

De acordo com Lázaro Pontes, o monitoramento pode ser uma segurança a mais para o funcionário

Desde a recente decisão da Justiça do Trabalho, admitindo o monitoramento de funcionários por meio de câmeras, muitas discussões sobre o assunto vêm acontecendo. Polêmicas a parte, o advogado Lázaro Pontes, com vasta experiência em Direito Trabalhista e no ramo econômico, faz uma análise dos aspectos da lei. Ele ressalta que o monitoramento não ofende em momento algum a intimidade e privacidade dos trabalhadores, porém é preciso tomar certas precauções.

PÁGINA.....2

Q

Cidades

PÁGINA........9

Galo cede às pressões e vai assinar com a Globo Divulgação

Galpão de lixo revolta moradores do Bonfim

Cidades

PÁGINA......10

Economia

O presidente da Coca-Cola Mercosul, Miguel Angel Peirano, e o governador Anastasia assinaram o protocolo de intenções

PÁGINA.......5

Carlaile e Maria do Carmo vão se enfrentar em Betim

Não restou alternativa. O presidente do Atlético, Alexandre Kalil, será obrigado a assinar contrato com a Globo para a transmissão dos jogos do Campeonato Brasileiro. Ele até fez algumas cenas, ao dizer para a imprensa que não vai aceitar esmola da rede de televisão, como aconteceu com alguns times do denominado Clube dos 13. Em tom de ironia, Kalil arrematou: “Quem vai assinar com a emissora é o Atlético, eu, pessoalmente, não”.

Moradores do Bairro Bonfim se uniram para protestar contra o galpão de lixo

Sinais dos tempos. A Rua Aceburgo, no tradicional Bairro Bonfim, que serviu de passarela para a boemia belo-horizontina durante várias décadas, agora pode receber um galpão de reciclagem de lixo, devidamente autorizado pela prefeitura da Capital. Os moradores da região protestam, pois consideram o bairro de caráter residencial, com tradição centenária, não merecendo este tipo de tratamento por parte das autoridades municipais

Nova fábrica da Coca-Cola pode ser instalada em Itabirito A direção do Grupo Coca-Cola assinou um protocolo de intenções com o governo mineiro, com a finalidade de construir uma nova fábrica no Estado. Os investimentos giram em torno de R$ 259 milhões, gerando emprego e renda para a população. No momento, a direção da empresa está realizando análises técnicas em relação ao município a ser instalada a nova indústria. Segundo fontes palacianas, existe possibilidade do empreendimento ser erguido em Itabirito, em um terreno com mais de um milhão de metros quadrados.

uem estiver procurando emprego em Santa Luzia, na Região Metropolitana da Capital, não pode perder a oportunidade de visitar o Sistema Nacional de Emprego (Sine). Segundo a coordenadora do programa na cidade, Kassia Gabriel, atualmente existem cerca de 1.500 vagas para diversas especialidades. O Sine local tem 200 empresas cadastradas e uma média diária de atendimento de 150 pessoas.

Ricardo Matskawa/Terra

Opinião

Sine de Santa Luzia tem 1.500 vagas de empregos disponíveis

Osmar Freire

Divulgação

Monitoramento por câmera não ofende privacidade do funcionário

JEditorial

Vida

Kalil esbravejou contra o Clube dos 13 e a Rede Globo

Esportes

PÁGINA......12

Carlaile Pedrosa não fugirá da disputa no pleito de 2012 Em Betim, na Região Metropolitana de BH, a sucessão está morna. O deputado federal do PSDB, Carlaile Pedrosa, se prepara para enfrentar a atual prefeita do PT, Maria do Carmo Lara, no ano vindouro, com uma realidade que corre os quatro cantos do município: ele nunca perdeu para a prefeita nas vezes em que ambos foram buscar votos na cidade

Política

PÁGINA........3


O P I N I Ã O

NOTA ZERO Membro de uma família tradicional, o presidente do Tribunal de Contas de Minas, Antônio Andrada, tem produzido más notícias desde que chegou ao comando daquela Corte. Primeiro foi o pedido de autorização para contratar mais de 100 funcionários sem concurso. Agora surge um novo escândalo: as pensões das viúvas de ex-conselheiros, com vencimentos de até R$ 27 mil. Por estas e outras razões, o presidente fica cada vez mais desacreditado.

José Alves Neto

Divulgação

O

EDITORIAL Coca-Cola em Itabirito Por causa de certas condições, como a existência de uma área de mais de um milhão de metros quadrados já devidamente licenciada pelas autoridades ambientais, o município de Itabirito está prestes a ser confirmado oficialmente como sede da nova fábrica da Coca-Cola em Minas, cujos investimentos devem ultrapassar a casa dos R$ 100 milhões. O empreendimento já sacramentado entre os dirigentes da empresa e o governo mineiro pode ocupar um espaço enorme na Rodovia dos Inconfidentes, no trecho que liga Belo Horizonte a Ouro Preto, dois quilômetros após a saída da BR-262. Trata-se de um local com facilidade de acesso para todos os municípios da Região Metropolitana, além de estar próximo a grandes troncos rodoviários. Essas são condições essenciais para o escoamento da produção. O povo de Itabirito pode ser beneficiado, também, com a instalação no mesmo local de uma distribuidora da marca Coca-Cola e seus produtos terceirizados. Para a simples instalação da linha de produção, o espaço necessário é de 300 mil metros quadrados. Então, como há terreno de sobra, a empresa pode optar pela ampliação de suas atividades no mesmo ponto. Segundo fontes em Belo Horizonte, a Coca-Cola, na Capital mineira, funcionando no Anel Rodoviário, não tem a menor chance de crescer para atender a demanda do mercado. Por enquanto, a Prefeitura de Itabirito, distante cerca de 55 quilômetros de BH, ainda não calculou a importância do impacto da instalação dessa fábrica, mas o certo é que, aos poucos, a cidade caminha para deixar de ser conhecida apenas pela mineração para se tornar um município também industrial, com boas áreas disponíveis, infraestrutura e água em abundância.

EDIÇÃO DO BRASIL Julho Editorial Ltda Cooperativa de Comunicação Social

ARTHUR LUIZ FERREIRA Diretor-Editor EUJÁCIO ANTÔNIO SILVA Diretor-Responsável ESCRITÓRIO CENTRAL - BELO HORIZONTE AV. FRANCISCO SÁ, 360 - PRADO CEP 30.411-145 TELEFONE: (0 xx 31) 3291-9080

jornaledicaodobrasil@terra.com.br e.brasil@yahoo.com.br Site: www.jornaledicaodobrasil.com.br

De 8 a 15 de maio de 2011

Monitoramento de funcionários não fere a Legislação Brasileira

Tribunal “sem conta”

Endereços Eletrônicos:

EDIÇÃO DO BRASIL

JEditorial

2

advogado Lázaro Pontes tem vasta experiência no ramo econômico. Ele analisa, em entrevista ao jornal Edição do Brasil, a questão do monitoramento de funcionários por meio de câmeras. Lázaro avalia os aspectos legais e fala sobre os cuidados que o empregador deve tomar na hora de optar pela instalação dessa tecnologia. Essas precauções servem para que o empresário não desrespeite nenhum direito constitucional fundamental, como o da privacidade. O advogado também explica que a Legislação Brasileira não proíbe essa prática e que, em alguns casos, o monitoramento pode ser benéfico para os funcionários. “A empresa, antes de tomar essa atitude, deve conscientizar o seu colaborador, que também é um parceiro. Muitas vezes o que a empresa quer, além da fiscalização, é a própria segurança de todos”, afirma.

LÁZARO Pontes: “A legislação nacional não proíbe em nenhum momento a fiscalização por meio de câmeras”

Como o senhor avalia a questão privadas? E quanto ao direito de imagens do monitoramento de funcionários Não há diferença, pois as duas são con- e utilização dessas? sideradas empregadoras, e cada uma tem os por meio de câmeras? O direto de imagens é uma discussão O monitoramento no ambiente de trabalho vem dentro dessa lógica da tecnologia e passou a ser um instrumento probatório na conduta do empregado. A Legislação Brasileira não proíbe, em nenhum momento, a fiscalização por meio de câmeras, mas temos que observar os requisitos, pois o empregador deve atendê-los. O Tribunal Superior do Trabalho (TST) recentemente apresentou uma decisão nesse sentido, de que o monitoramento por câmeras para fins de segurança não ofende em momento algum a intimidade ou privacidade dos trabalhadores. Porém, deve-se observar que o monitoramento de locais como refeitórios, salas de café, cantinas e banheiros violam dispositivos constitucionais e fundamentais, como intimidade, vida privada, dentre outros. Acrescentam-se aí os ambientes de repouso e os destinados a atendimentos médicos (somente medicina do trabalho). Então, é importante seguir os critérios. A Legislação Brasileira vai ao encontro de legislações internacionais, apresentando uma forte linha de coerência.

Há diferença entre o monitoramento de empresas públicas e

Mário Ribeiro

F

requisitos que devem ser respeitados. Primeiro, o empregado, seja público ou privado, deve ter ciência, com antecedência, de que está sendo monitorado e os locais onde isso ocorre. A diferença que pode existir é apenas nos requisitos a serem cumpridos, uma vez que, a partir do momento em que a pessoa está monitorada, ela tem conhecimento dos fatos. A câmera tem o seu princípio da finalidade, ou seja, busca o monitoramento da produção e do rendimento e a questão da própria segurança da empresa, seja pública ou privada.

A respeito dos estabelecimentos que mantêm câmeras desligadas ou até mesmo sem funcionamento, o que pode acontecer ao empresário? O que pode acontecer com isso é a indenização por dano moral para essas chamadas câmeras psicológicas. Aquelas desligadas ou até mesmo falsas, que existem ali apenas para influenciar no aspecto psicológico. Essa deve ser repudiada em qualquer circunstância e não deve existir.

judicial, na qual há duas correntes que entendem que elas devem ser utilizadas para o princípio ou finalidade que ela foi regulamentada. Há também uma corrente que entende que ela não pode servir como prova de punição ao empregado, mas sim como aspecto de orientação. A corrente majoritária entende dessa forma, e não como forma de punição ao empregado, o que é o mais correto.

Pela sua experiência no ramo empresarial, o senhor acredita que os funcionários recebem bem esse tipo de monitoramento? Isso depende muito da prática aplicada pela empresa, que antes de tomar uma decisão como essa deve conscientizar o seu próprio funcionário, que também é um parceiro. Muitas vezes, o que a empresa quer, além da fiscalização, é a segurança de todos. A partir do momento em que há monitoramento, isso pode servir para essa segurança.

Ícones de nossa modernidade

oi realmente fascinante acompanhar os lances de desprendimento de uma tropa do Exército para resolver o problema causado aos pedestres da ponte sobre o Rio das Velhas, em Santa Luzia, que acabava de ser condenada a não receber nem carros nem pessoas. Era véspera de um dos maiores feriadões pátrios e o tumulto se instalava em todo o sistema rodoviário federal de Minas. Embora apreensivos, todos seguiam com fervor varonil os lances para a solução do problema. Inicialmente, seria apenas uma passarela. Aliás, não uma simples passarela sobre o rio, mas uma passarela moderna, em material metálico e sobre balsas, de modo que, havendo qualquer alteração no leito do rio, fosse para baixo ou para cima, as passarelas tivessem condições de manter o nível adequado para uso dos pedestres. Poucas horas à frente veio a notícia alvissareira. Se fosse apenas uma passarela, os pedestres de um lado teriam de esperar meia hora até que os do outro lado pudessem passar, e a outra meia hora seria para os da margem do lado de cá. Num esforço inaudito, decidiu-se pela construção da segunda passarela, moderna como a primeira, dando condições aos pedestres de ambas as margens do rio trafegarem simultaneamente sem interrupções incômodas. Um espetáculo!!! E não é que no dia seguinte, as passarelas estavam prontas? Depois criticam, injustamente, a engenharia nacional. Os meios de comunicação, ao invés de enalte-

cer a iniciativa, focavam suas reportagens nos engarrafamentos e desastres nas estradas entupidas de carros, nas voltas que os caminhões passaram a dar para chegar ao destino, o que gera custos mais altos para o transporte de cargas e de pessoas, e coisas menos importantes. Poucos dias depois vinha a notícia de que o governo decidia pela solução do problema dos aeroportos, sem condições de atender o volume cada dia mais crescente de passageiros da nova classe média, tentando evitar o caos aéreo durante a realização da Copa do Mundo de 2014. A solução anunciada seria a construção, pela tão criticada iniciativa privada, de anexos aos aeroportos para acomodar os passageiros em espera de embarques, despachar suas malas, ler seus jornais e livros. Houve uma época em que a classe média passou a construir casas em condomínios sofisticados, e as madames chamavam de anexos, dando um certo charme ao popular “puxado”. A criatividade brasileira é realmente espantosa. Fala-se em inviabilidade de realização da Copa no Brasil por causa da infraestrutura dos aeroportos, quando a solução vem do povo, esse povo imaginativo que sempre soube resolver seus problemas como o de acomodar também a filha que casou com a construção de um “puxadinho” para ela e o marido no terreiro da casa. Assim, em um espaço de poucos dias, vimos surgir dois ícones da modernidade brasileira: a passarela – na verdade uma autêntica e velha pinguela para atravessar

córregos nas áreas rurais – e o anexo, ou seja, o velho e querido “puxado”. É o país que segue em frente com soluções que vem lá de trás. Seria importante saber também como será resolvido o problema do caótico sistema de saneamento, lembrando que em algumas áreas o esgoto a céu aberto chega a 70%. Quem sabe a industrialização através de usinas especiais para a produção de fertilizantes de utilização extensiva na agricultura, como já ocorre na China, não seria uma boa alternativa? Afi nal, há os que afirmam que se trata de produto que gera inacreditável fertilidade. Portanto, uma alternativa a ser estudada com carinho. Sensacional será se ocorrer caos na distribuição de combustível para nossos carros e caminhões, como alguém irresponsável anda falando por aí aos quatro ventos diante de consecutivos aumentos do álcool e da gasolina. Porque, assim, poderemos utilizar outro ícone de nossa modernidade, retirado lá do passado, da época da Segunda Guerra: o gasogênio. Aí, sim, ninguém irá segurar a modernidade brasileira. Os exemplos demonstram que não estamos tão longe assim do Japão que em vinte dias reconstruiu as estradas destruídas por um tsunami.

*Jornalista, publicitário e comentarista esportivo


P O L Í T I C A

EDIÇÃO DO BRASIL De 8 a 15 de maio de 2011

V I G Í LI A S

Sucessão em Betim é uma das mais acirradas no Estado Município rico e influente na política mineira, Betim, na Região Metropolitana de Belo Horizonte, está se armando para uma verdadeira batalha eleitoral. No poder há dois anos e meio, a petista Maria do Carmo Lara vai na esteira da organização de seu partido, pois sabe que, em momento oportuno, a ideologia falará mais alto e haverá oportunidade para voltar com a militância às ruas, no período eleitoral do ano que se avizinha. Nos meandros da política local, há informações demonstrando que existe uma espécie de “aparelhamento” da máquina pública daquela municipalidade, a partir de indicações de cargos, favores e todo tipo de influência de quem ocupa algum posto de confiança em uma das prefeituras mais ricas de Minas e do Brasil.

JEditorial

Tércio Amaral

CARLAILE Pedrosa se diz preparado para a guerra

PMDB X PT Sempre sorridente, ao que parece, de bem com a vida, o deputado Vanderlei Miranda, em rodas mais íntimas, comenta que está cada vez mais assustado com o radicalismo de seu colega, o deputado petista Rogério Correia, que, por qualquer assunto simples, faz críticas muito pesadas contra o governo. Em tempo: Deve ser por conta disto que Miranda pretende pular fora do Bloco de Oposição, cujos integrantes são os deputados do PMDB e PT. É aguardar para conferir.

Disputa Nestes últimos dois meses, diversas manifestações de funcionários do município têm acontecido, com destaque para a greve dos professores e do setor da saúde, que vive às turras buscando melhores vencimentos e outras reivindicações. Esta situação de momento está deixando a prefeita Maria do Carmo Lara desgastada, embora exista uma realidade: daqui a um ano, quando efetivamente começará o período eleitoral, a petista tem tudo para reverter esta insatisfação de agora. Vale dizer que a oposição já está bem estruturada. O tucano Carlaile Pedrosa, atual deputado federal, confessa a amigos que não gostaria de continuar na vida pública por muito tempo, mas também não se esquivará em disputar o pleito de 2012 com a atual prefeita. Recentemente, o deputado lembrou que nunca perdeu para a petista em um confronto direto, inclusive em

relação à sucessão municipal. Ou seja, nas disputas anteriores, sempre abateu Maria do Carmo. Por conta disto, estaria disposto a enfrentar mais este desafio. A rigor, a sucessão na terra da Fiat Automóveis é discutida em diferentes mesas, na Cidade Administrativa, no Congresso Nacional e até mesmo no gabinete político da presidência da República. Por estar muita próxima a Belo Horizonte, Betim sempre atrai a imprensa da Capital em épocas de disputa eleitoral. Certamente, neste próximo ano, não será muito diferente, mesmo porque fala-se nos corredores da Assembleia Legislativa que um farto material jornalístico, no estilo denúncia, está sendo “amoitado” por ambos os lados, o que pode provocar um verdadeiro acirramento de debates, capazes de transformar o pleito de lá em um duelo dos mais pesados de Minas em 2012.

Anastasia bate pesado Considerado um orador de primeira cepa, o governador Antonio Anastasia, participando da abertura do Congresso Mineiro de Municípios, garantiu: “Vou usar de toda minha influência para pressionar o Congresso a respeito da Reforma Tributária, especialmente no item em que concede mais transferências de receita para os municípios”. Foi aplaudido de pé.

Abuso de poder Na terça-feira, dia 3, na Avenida do Contorno com Amazonas, às 20h40, um policial à paisana em sua moto persegue um motoqueiro pela Avenida do Contorno. Na Amazonas, com o semáforo fechado, o policial desce de sua moto com a arma na mão, dá voz de prisão ao motoqueiro e diz: “Você está ferrado seu f.p., agora você vai ver com quem se meteu seu m., cala a boca se não eu te mato”. Em seguida, o policial ligou para seus colegas. Não passou nem dois minutos, chegaram sete viaturas, parecia que ali aconteceria uma guerra mundial. Motivo: O motoqueiro deu uma fechada no policial a dois quarteirões dali. Cena Final: Depois de muita conversa, discussão e palavrões, os dois se despediram e cada um foi para o seu lado.

Assembleia aprova o nome de Marcílio César para o Cetec Graduação O deputado Carlin Moura (PCdoB) questionou o indicado sobre a perspectiva da instituição criar um curso de graduação na área de Aeronáutica, bem como sobre a razão que motivou a escolha de um curso nessa área. O parlamentar também argumentou se isso poderia prejudicar o investimento na área de pesquisa do Cetec. Marcílio explicou que a definição na aeronáutica pelo governo estadual ocorreu em função de uma política pública que pretende fazer de Minas Gerais uma referência na área. O indicado esclareceu que, atualmente, o edital do curso, lançado em 2010, encontra-se suspenso e em fase de adaptação, mas afirmou que a previsão é de que ele seja relançado em 2012. Marcílio também lembrou que a atuação da instituição na linha de ensino não é uma inovação do Cetec, que, segundo ele, já tem experiências bem sucedidas em nível de mestrado e doutorado. Os deputados Carlin Moura e Bruno Siqueira também questionaram o indicado à presidência do Cetec sobre as parcerias desenvolvidas pela instituição nas regiões mais carentes do Estado. Marcílio exemplificou a atuação da instituição no Norte de Minas, por meio do seu setor de informação tecnológica, que lançou recentemente o catálogo “Joias do Mucuri”, projeto que integra competências para o avanço tecnológico e modernização produtiva no setor de joias. O catálogo traz protótipos de peças desenvolvidas dentro de uma perspectiva de agregação de valor às jóias, através da inserção de designers da Uemg e da verificação de qualidade das pedras. Marcílio lembrou ainda que embora a instituição tenha grandes clientes como Fiat e Cemig, também possui parcerias com micro e pequenas empresas. Ele considerou que a instituição precisa adotar políticas mais agressivas, buscando as empresas que precisam de suporte. “Queremos continuar consolidando o Cetec como referência em suas áreas de competência”.

seca (diretor administrativo), Arabela Maria Lyrio Viana (vice-diretora administrativa), Marcos Fernando Moreira (diretor financeiro), Joaquim Antônio Guimarães Neto (vice-diretor financeiro), João Carlos da Silva Simão (diretor jurídico), Mário Fernando Luchesi de Carvalho (Conselho Fiscal) e Waldir Teixeira Moreira (Conselho Fiscal). Segundo Dirce Passini, a principal meta da nova diretoria é apresentar o maior número possível de vantagens para os associados, além de buscar mais entro­samento entre eles. A vice-presidente da associação ressaltou também que a Sercap não tem legalidade, mas representatividade. “Dessa forma, é importante que haja

A imprensa estampou, na semana passada, a seguinte manchete: “O secretário extraordinário de Regulação Agrária, Manoel Costa, está com seus bens bloqueados pela Justiça”, por problemas passados vividos exatamente no governo mineiro. Resta saber se o governador Anastasia vai demiti-lo, a exemplo de outros políticos ficha suja. O Sr. Manoel, quando tem qualquer problema, bate no peito e diz que não está no governo pela conta do PDT, mas sim por causa de seu padrinho político, Itamar Franco. É isso aí...

João Leite e o PSDB MARCÍLIO fez uma explanação sobre sua trajetória profissional na instituição questões que serão prioritárias na próxima gestão, Marcílio pontuou que o Cetec tem tido uma crescente inserção junto a empresas e a políticas públicas estaduais e federais. “O resultado disso é que tivemos um crescimento da nossa capacidade de receita, que passou de R$ 6 milhões, ao fim de 2007, para R$11 milhões, ao fim de 2010”, afirmou. Marcílio também disse que as perspectivas de sua gestão se pautam na organização e consolidação da instituição como braço técnico da indústria mineira e das políticas públicas.

Sudecap divulga composição da nova diretoria da Sercap A Superintendência de Desenvolvimento da Capital (Sudecap) conheceu na última semana a composição da nova diretoria para o biênio 2011/2012 da Associação dos Servidores da Sudecap (Sercap). A divulgação do resultado da apuração dos votos foi realizada no dia 27 de abril, consolidando o mandato de dois anos para a nova comissão, que recebeu 91% dos 243 votos computados. A chapa vencedora é representada pelo presidente reeleito, Reuter Ferreira Júnior. A votação foi feita em 15 de abril no hall de entrada da sede da Sudecap. A chapa única é composta, ainda, por Dirce Passini (vice- presidente), Luiz Otávio Caetano da Fon-

E agora, seu Manoel Guilherme Bergamini

A indicação de Marcílio César de Andrade para a presidência da Fundação Centro de Tecnologia de Minas Gerais (Cetec) recebeu parecer favorável da Comissão Especial da Assembleia Legislativa, criada para analisar a questão. O indicado foi sabatinado pelos deputados na reunião da comissão no dia 5 de maio. Marcílio fez uma explanação sobre sua trajetória profissional na instituição, onde começou a trabalhar como estagiário em 1975, chegando a exercer o cargo de diretor de desenvolvimento e serviços tecnológicos, entre 2008 e 2010. Ele também destacou a atuação do Cetec em seis áreas principais: tecnologia mineral, metalúrgica, ambiental, de biotecnologia, metrologia e informação tecnológica. “Vejo o Cetec como instituição da mais alta relevância para o crescimento do Estado e do país, bem como para a formação de mão-de-obra qualificada”, comentou. Questionado pelo relator da indicação, deputado Bruno Siqueira (PMDB), sobre os resultados da instituição nos últimos anos e sobre as

3

Estava tudo certo para que o burocrata Reinaldo Costa fosse eleito presidente do PSDB de Belo Horizonte. Na última hora, porém, tucanos mais experientes entraram em cena para reverter a situação, elegendo o deputado João Leite ao cargo.

PSDB II Já devidamente empossado no cargo, João Leite afirma que vai promover muitos debates a respeito da sucessão em Belo Horizonte. Antecipa, todavia, que existe uma tendência dos tucanos em Minas: “Temos que fazer tudo pensando no que vai ser melhor para viabilizar o nome de Aécio Neves no plano federal, ou seja, se vamos fazer aliança para a PBH ou caminhar com candidatura própria”, concluiu o parlamentar estadual.

Neider governista “O PSD mineiro, com seus quatro deputados estaduais, será, sem sombra de dúvidas, a base de sustentação do Governo Anastasia”. Palavras do deputado Neider Moreira, ao responder a pergunta de uma repórter. Cena Final: O PSD ainda está em fase de criação. Trata-se de um novo partido, criado pelo prefeito de São Paulo, Gilberto Kassab. Aqui em Minas, já conta com a filiação de quatro estaduais.

um compromisso com a interação e participação de todos os sócios”, disse. Sercap A Associação dos Servidores da Sudecap (Sercap) foi fundada em 1973 com o objetivo de fortalecer o espírito de união e cooperação entre os servidores da Sudecap. Um de seus principais objetivos é manter uma estreita relação com os demais departamentos da autarquia. Além disso, seu corpo administrativo trabalha no sentido de aprimorar o atendimento dos associados, mantendo-os informados e atualizados e implantando uma rede de convênios variados, incluindo cesta básica, fotografias, convênios médicos e outros.

2552-6333


4

EDUCAÇÃO E CULTURA Semana passada, jornalistas que fazem a cobertura política na Assembleia foram informados que não é só a Polícia Federal que está “grampeando” os telefones de pessoas em Minas. A Polícia Civil também estaria fazendo este serviço, inclusive usando um rastreador de última geração, adquirido em Israel. Detalhe: No mês passado, o aparelho havia dado defeito e estava fora de ação, para alívio geral dos possíveis grampeados.

Amig e Anastasia A diretoria da Associação dos Municípios Mineradores de Minas Gerais (Amig) se reuniu com o governador Antonio Anastasia na Cidade Administrativa. O objetivo do encontro foi questionar a atual alíquota de 2% do faturamento líquido praticada pela Compensação Financeira pela Exploração de Recursos Minerais (CFEM) e sugerir a elevação para 4% do faturamento bruto.

O Crea e o PT No início do ano passado, esta coluna registrou que havia uma verdadeira facção petista comandando o Conselho Regional de Engenharia e Arquitetura de Minas Gerais, o famoso Crea-MG. A época, o presidente Gilson Queiroz desmentiu a informação com veemência. Agora, cerca de dois anos depois, ele, ainda na condição de presidente da entidade, se torna presidente da Fundação Nacional de Saúde, por indicação do PT mineiro, por ser ele um homem de confiança do grupo petista local. Muita coincidência, não é mesmo.

O

governador Antonio Anastasia lançou, no dia 2 de maio, no Auditório JK, o Calendário Sociocultural da Cidade Administrativa, que oferecerá entretenimento, cultura e atividades esportivas a todos os servidores e prestadores de serviço. Ao lado da secretária de Planejamento e Gestão, Renata Vilhena, o governador destacou que a Cidade Administrativa se tornará um espaço ativo com participação dos servidores em atividades de cultura e lazer. A iniciativa conta com parceria da Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo de Minas Gerais (Fecomércio Minas). “Cada vez mais vamos aprofundando as questões relativas ao nosso dia-a-dia na Cidade Administrativa. Agora,

através dessa parceria com a Federação do Comércio e depois com diversas outras instituições, teremos vários eventos por aqui. Por termos uma cidade, ela se desdobra em diversas ações, inclusive de qualificação, lazer e cultura. Aos poucos vamos fazendo com que a Cidade Administrativa se torne um organismo vivo, pleno, como aconteceu com Brasília. Queremos, certamente, uma cidade cada vez mais viva, mais feliz e animada, com a participação de todos os servidores”, disse Anastasia. O calendário prevê a execução de atividades ao longo de todo ano, com programação especial na semana de lançamento. Os servidores terão a chance de assistir a espetáculos musicais, de dança,

Violência em MOC O governo estadual precisa fazer mais do que mandar policiais para resolver a crescente violência em Montes Claros, no Norte de Minas. Tem que ajudar investindo em projetos sociais, em conjunto com as demais entidades públicas, Prefeitura e Governo Federal devem trabalhar para minorar a situação, evitando um verdadeiro caos que pode ser instalado nos bairros periféricos, onde jovens são aliciados à luz do dia por traficantes, o que contribui com o aumento da onda de assaltos e crimes. Trecho de um debate travado entre vereadores na Câmara local, recentemente.

Triângulo importante É cada vez mais constante o diálogo entre os senadores mineiros Clésio Andrade e Aécio Neves. Na realidade, tudo isso é em nome de Minas. Ou seja: Aécio, que é oposição, tem em Andrade a esperança de abrir algumas portas junto à presidente Dilma Rousseff, para conseguir colocar em prática as grandes demandas mineiras. Coisas da política.

Zé Dirceu joga pesado Quando esteve em Belo Horizonte, na semana passada, o ex-ministro José Dirceu não topou ter um “dedo de prosa” reservado com o vice-prefeito Roberto Carvalho, ambos do PT. Para os entendidos no assunto, isto foi o bastante para jogar por terra a tese de que Roberto seria candidato a prefeito, rompendo a aliança com Marcio Lacerda.

Zé Dirceu II Ainda durante sua passagem pela Capital, Zé Dirceu acertou com o presidente do PT mineiro, deputado federal Reginaldo Lopes, que a partir de agora eles vão se falar mais vezes, se possível uma vez por semana. O intuito é acompanhar o desenrolar das discussões do partido no Estado, especialmente em relação à sucessão em cidades importantes, como Contagem, Betim, Valadares, etc. Cena Final: Até recentemente, quem municiava a corte petista sobre assuntos dessa natureza era o então poderoso ministro-chefe da Secretaria Geral da Presidência da República, Luiz Dulce, que pelo visto está ficando cada vez mais fora de foco.

Érica e os velhinhos Na rodada de empresários ligados ao setor de turismo, na semana passada, ironizou-se muito a respeito da entrevista concedida pela ex-secretária Érica Drumond. Ela criticou a presidente Dilma e o ministro do Turismo, Pedro Novais Lima, por ele ser um homem mais idoso, sem muita ação. Cuidado gente...

Adalberto Lustosa de Matos Advogado Telefones: (31) 3221-3447 (31) 3282-3447 (31) 9983-3312 Rua São Paulo, 1071 - Sala 1715 Centro Empresarial São Paulo - Centro Belo Horizonte - MG - CEP 30.170-907 dr.lustosa@bol.com.br drlustosa@hotmail.com

O GOVERNADOR destacou que a Cidade Administrativa se tornará um espaço ativo com participação dos servidores

circenses, além de participar de sessões de ginástica e de tai chi chuan. Além de revelar talentos entre os servidores, o calendário estimulará a utilização de espaços como os térreos dos prédios Minas e Gerais, Praça Cívica, Vão Livre do Palácio Tiradentes, entrada do Centro de Convivência e Auditório JK. Desde a inauguração da Cidade Administrativa, há pouco mais de um ano, esses espaços já vêm sendo utilizados, de forma espontânea, para apresentações artísticas de servidores e ações de comunicação de programas de governo. A Cidade Administrativa já conta com 14.500 servidores. Cerca de 80% dos órgãos e entidades já estão instalados no complexo.

Melhor ambiente A secretária de Planejamento e Gestão, Renata Vilhena, apresentou a programação e convocou os servidores a participarem das atividades. “Com essa agenda de relaxamento e um pouco de diversão, iremos criar um ambiente de trabalho ainda melhor. E para que o calendário funcione é importante que todos participem. Teremos atividades muito dinâmicas, no sentindo de tornar a Cidade Administrativa mais viva, como disse o governador”, explicou. A abertura da programação do Calendário Sociocultural da Cidade Administrativa contou com a apresentação do Grupo Corpo Cidadão, formado por integrantes do aclamado Grupo Corpo. Entre outras atrações previstas, estão a apresentação do Grupo de Choro do Palácio das Artes; Coral Lírico de Minas Gerais, da Fundação Clóvis Salgado; Coral Cidade em Canto, formado por servidores estaduais; espetáculo teatral do Valores de Minas e Oficina de Circo do programa Fica Vivo.

Sugestão dos servidores Durante a solenidade, a secretária Renata Vilhena e o presidente da Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo de Minas Gerais (Fecomércio Minas), Lázaro Luiz Gonzaga, assinaram convênio de parceria entre o Governo de Minas e a Fecomércio. A entidade participará da montagem do calendário, realizando oficinas, palestras e cursos de interesse dos servidores nas áreas de arte e lazer. Também será criado

um comitê, integrado por representantes das diversas secretarias e da Intendência, órgão gestor da Cidade Administrativa. O comitê será responsável pela elaboração do Calendário Sociocultural. Será criado ainda o Fórum de Ideias da Cidade Administrativa, um espaço aberto a novas propostas culturais e, ao mesmo tempo, à discussão de propostas para melhorar a rotina administrativa dos servidores. “Estamos criando um

espaço aberto para que possamos receber propostas culturais e discutir sugestões dos servidores para a rotina da Cidade. Criaremos ainda a seleção de Pratas da Casa, ou seja, conheceremos os servidores que tenham algum potencial artístico, seja cantar, dançar ou tocar algum instrumento, para que possam fazer apresentações a todos, com realização de concursos e votações”, concluiu Renata Vilhena.

Programa Bem Receber Copa é lançado em Belo Horizonte Felipe José de Jesus Faltando três anos para a Copa do Mundo de 2014, uma das maiores preocupações dos empresários brasileiros, principalmente do setor de turismo, é com relação à qualificação e especialização da mão-de obra. Isso deve acontecer o mais rápido possível e de forma eficiente, para que o “boom” do Mundial traga frutos duradouros ao país, com desenvolvimento do mercado de trabalho e da economia como um todo. Visando atingir essa meta, foi lançado, no dia 3 de maio, na sede da Associação Brasileira da Indústria de Hotéis, em Belo Horizonte, o programa de qualificação profissional “Bem Receber Copa”, criado pelo Ministério do Turismo em parceria com o Instituto Brasileiro de Hospedagem (IBH) e a ABIH. O projeto tem como objetivo capacitar os profissionais do setor de turismo, para atingir padrões internacionais de qualidade nos serviços, focando em pessoas e empresas do setor hoteleiro. A meta é qualificar cerca de 306 mil pessoas em todo o Brasil até a realização da Copa do Mundo. Durante o evento, que reuniu cerca de 50 pessoas, foram abertas as inscrições para a Escola Virtual dos Meios de Hospedagem, da ABIH-MG, que dará suporte aos alunos nos cursos oferecidos. A presidente da ABIH-MG, Rafaela Fagundes, e a coordenadora do programa Bem Receber Copa em Belo Horizonte, Yluska Bambirra, fi-

zeram parte da mesa de autoridades. Rafaela lembrou que a realização de programas como este na Capital são fundamentais para colocar BH em destaque, mostrando assim o seu potencial e eficiência. “Os cursos e ações que serão realizados são de extrema importância. Eles mostrarão para o país que Belo Horizonte segue na frente das demais cidades-sede da Copa de 2014, com relação à qualificação de pessoal, construção de hotéis, obras de estrutura viária e reforma do Mineirão”, ressaltou. A coordenadora do Bem Receber Copa, Yluska Bambirra, afirmou que o número de qualificados este ano poderá ser maior, tendo em vista que, em 2010, cerca de 85% dos ingressos, ou cinco mil matriculados, já estão concluindo os cursos. “O setor hoteleiro precisa estar totalmente preparado para a Copa. Este ano estamos com 1.200 vagas, sendo 600 para hotelaria e 600 para o setor de alimentos e bebidas. Estas vagas são destinadas aos cargos de gerência, recepção, camareira, garçom, governança etc. Estamos expandimos a oferta de cursos para 15 mil”, disse. Sobre o número de qualificações que serão realizadas no setor hoteleiro já para 2012, Yluska afirma que provavelmente mais de 15 mil profissionais estarão especializados. “Essa meta deve ser cumprida através da metodologia de educação que foi adotada pela Escola Virtual dos Meios de Hospedagem, implantada pelo IBH junto à ABIH”, explicou.

Felipe José de Jesus

Arapongas de Minas?

De 8 a 15 de maio de 2011

Governo lança calendário cultural e de lazer para servidores de Minas

Carlos Alberto/Secom

V I G ÍLIAS DOBRADAS

EDIÇÃO DO BRASIL

A PRESIDENTE da ABIH, Rafaela Fagundes, e a coordenadora do Bem Receber Copa, Yluska Bambirra

Inscrições De acordo com Yluska, a primeira turma do curso já está fechada, porém os empreendimentos hoteleiros que tiverem interesse podem fazer a inscrição dos funcionários indicados por meio da ABIH-MG ou pelo site www.evmh.com.br. Outras informações sobre inscrições e carga horária dos cursos podem ser adquiridas através do e-mail da coordenação Bem Receber Copa: coordenacao.mg@evmh.com.br.

SP Consultoria Empresarial e Institucional Ltda. Estratégias em Saúde Consultoria e Assessoria Especializada às Secretarias Municipais de Saúde nas áreas de: Gestão Organizacional Planejamento Estratégico e Situacional Programação Assistencial Instrumentalização e formalização legal do FMS

Gestão orçamentária, Financeira

e Patrimonial do FMS Políticas Governamentais de Saúde Geoprocessamento Assessoria Jurídica

Avenida Nossa Senhora do Carmo, 1890 - Conjunto 1108 - Bairro Sion Belo Horizonte / MG - Cep 30320-000 Fones: (31) 2555-5179 / 2535-5180 - Fax: (31) 2555-1807 E-mail: sp.consultoria@yahoo.com.br


E C O N O M I A

EDIÇÃO DO BRASIL De 8 a 15 de maio de 2011

Governador Anastasia cria Rede Mineira do Trabalho a primeira ideia de fazermos uma grande integração entre governo, empresários e trabalhadores. A geração de empregos não pode ser responsabilidade única de nenhum desses segmentos. O governo conduzirá o processo, mas precisa muito da participação das entidades sindicais e empresariais, para termos empregos em número maior em Minas Gerais, formalizados e de boa qualidade”, afirmou o governador, em entrevista. Qualidade de vida O governador reiterou que a geração de emprego de qualidade é prioridade absoluta do Governo de Minas. O Estado tem conseguido se destacar e alcançar índices expressivos na geração de postos de trabalho, porém, segundo o governador, é preciso avançar. A pessoa empregada, de acordo com ele, tem mais acesso aos serviços de saúde, assegura a educação dos filhos, consome mais e melhora as condições de segurança da família. Anastasia afirmou, no entanto, que para ter um bom emprego é preciso cada vez mais investir na qualificação. “Nos próximos anos, teremos em Minas Gerais o aumento dos números da atividade econômica, mais empresas virão e as que estão aqui vão se expandir. Então, temos de ter mão-de-obra a ser ofertada com qualificação, para ocupar esses novos postos de trabalho que serão gerados. A Rede Mineira tem esse objetivo,

muita qualificação, melhorar o nível de empregos e ouvir as ideias, as críticas e as sugestões das entidades que serão nossas parceiras nesse grande esforço”, disse ele. Esforço conjunto  Trabalhadores e empresários aplaudiram a iniciativa do governo e se comprometeram com a proposta da Rede Mineira do Trabalho. O presidente da Central dos Trabalhadores e Trabalhadoras do Brasil e do Sindicato dos Professores do Estado de Minas Gerais (Sinpro Minas), Gilson Reis, lembrou a pesquisa do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea), apontando que 78% dos trabalhadores brasileiros não têm qualificação adequada para atender o mercado. “Mudar essa realidade vai exigir esforço conjunto dos governos e da sociedade. A iniciativa do Governo de Minas de criar a Rede Mineira do Trabalho sinaliza uma mudança de rumo essencial para o debate em torno do mundo do trabalho e de ações efetivas para transformarmos o que existe hoje”, disse ele. O presidente da Federação das Indústrias do Estado de Minas Gerais (Fiemg), Olavo Machado Júnior, ressaltou que a entidade já é parceira do Governo de Minas em programas de capacitação de jovens, como é o caso da Ciranda da Formação, que está levando ensino técnico a cidades carentes de cursos de formação profissional. 

Osmar Freire

Coca-Cola terá nova fábrica em Minas Gerais

MIGUEL Angel Peirano e o governador Anastasia durante a assinatura No dia 4 de maio, a Coca-Cola Femsa, empresa do Grupo Femsa (Fomento Econômico Mexicano S. A.), assinou protocolo de intenções com o Governo de Minas Gerais, para a instalação de uma nova fábrica de refrigerantes no Estado. Os investimentos na construção e implantação da unidade serão da ordem de R$ 250 milhões (US$ 146 milhões), e a localização do empreendimento será divulgada assim que a empresa concluir as análises técnicas das áreas já selecionadas. Atualmente, a fábrica da Coca-Cola Femsa em Belo Horizonte está com sua capacidade máxima de produção e não há mais espaço físico para novas ampliações. Mesmo com os investimentos em expansões realizados nos últimos anos, o mercado mineiro ainda é dependente dos produtos fabricados em outros estados brasileiros. A opção por ampliar os negócios em Minas contou com o apoio do governo do Estado de Minas Gerais, por meio da Secretaria de Desenvolvimento Econômico. “Acreditamos que, depois da construção dessa

nova unidade fabril, poderemos atender toda a crescente demanda existente no Estado”, afirma o presidente da Coca-Cola Femsa Mercosul, Miguel Angel Peirano. A nova fábrica deverá ser implantada em uma área de cerca de 300 mil metros quadrados e terá, até o ano de 2015, capacidade anual instalada para produção de 2,1 bilhões de litros de refrigerantes, equivalente a um incremento de aproximadamente 47% da atual capacidade instalada na unidade fabril em Belo Horizonte. Serão produzidos nessa nova unidade todos os refrigerantes da marca Coca-Cola em todas as embalagens existentes. Durante a construção da nova unidade fabril, serão gerados cerca de 500 postos de trabalho. Atualmente, a Coca-Cola Femsa emprega em suas operações no Estado de Minas Gerais cerca de 3.600 pessoas.

Fábrica verde >> A nova unidade fabril seguirá os padrões de construção e operação com sustentabilidade ambiental. Desde a escolha

do terreno, o empreendimento seguirá padrões que garantam o uso responsável de água e eficiência energética. A Coca-Cola Femsa Brasil, do Grupo Femsa (Fomento Econômico Mexicano SA.), é a maior franquia de Coca-Cola do mundo em volume de vendas. A empresa fabrica refrigerante e água, comercializa e distribui produtos das marcas do portfólio Coca-Cola Company, composto por chás, sucos, bebida láctea, energéticos, isotônicos e hidrotônicos e cervejas da Heineken.

Brasil >> No Brasil, emprega mais de 15 mil funcionários e atende cerca de 40 milhões de consumidores, distribuídos nas regiões de São Paulo, Campinas, Santos, em todo o Estado do Mato Grosso do Sul, parte do Estado de Goiás e grande parte do Estado de Minas Gerais. A Coca-Cola Femsa possui 30 unidades fabris nos países latino-americanos. A empresa atua no México, Guatemala, Nicarágua, Costa Rica, Panamá, Colômbia, Venezuela e Argentina.

Carlos Alberto/Secom MG

O governador Antonio Anastasia lançou, no dia 2 de maio, em reunião com entidades representativas de empresários e trabalhadores, a Rede Mineira do Trabalho. O objetivo da iniciativa é potencializar as ações do Governo de Minas voltadas para a geração de emprego e renda, por meio da parceria com instituições do setor privado, organizações de classe e sociedade civil. A Rede terá a responsabilidade de identificar problemas e encontrar soluções, colocando em prática programas que levem o Estado a ampliar a oferta de emprego de qualidade, principal alicerce para o crescimento econômico e o desenvolvimento social das famílias mineiras. Ainda neste mês de maio, o governador instituirá o Comitê de Relações de Trabalho e Sindicais, fórum de debates e acompanhamento das ações a serem implementadas pela Rede. De acordo com o Antonio Anastasia, serão desenvolvidas ações em várias frentes para aumentar as oportunidades de quem tem qualificação e já está no mercado e também para incluir os mais pobres, que não tiveram chance de estudar e se capacitar. Antonio Anastasia ressaltou ainda que o setor privado gera empregos, mas que cabe ao poder público o fomento, o estímulo e a criação do ambiente propício à instalação e expansão de novos empreendimentos. “Estamos lançando aqui

Anastasia: “Estamos lançando uma grande integração entre governo, empresários e trabalhadores” “A Ciranda da Formação e outras iniciativas passam, agora, a integrar a Rede Mineira do Trabalho. A proposta do Governo de Minas será de grande importância para assegurar capacitação de qualidade. Não é possível pular etapas no treinamento de pessoas, é preciso se preocupar com o conhecimento básico e competente”, afirmou. Segundo o governador, melhorar e abrir novas oportunidades em relação ao trabalho formal é o maior objetivo do

Governo de Minas, com a atração de novos investimentos em todos os segmentos e o apoio ao pequeno e microempresário. Ele explicou que as ações sugeridas pelas entidades de classe e as diversas iniciativas do Estado nessa área estarão, a partir de agora, concentradas e organizadas pela Rede Mineira do Trabalho. “Temos diversas ações em todas as áreas em relação a trabalho e emprego, mas, muitas vezes,

lamentavelmente, são descoordenadas, não há uma int egr aç ão nas aç ões de governo em relação a isso. A secretaria de Cultura, por exemplo, da Agricultura, as secretarias sociais, as secretarias da área econômica, elas acabam atuando de maneira um pouco dispersas. Então, o objetivo primeiro é integrar e potencializar as ações do Governo”, afirmou Antonio Anastasia.

Diversificar para crescer é a maior aposta do comércio Para os empresários do comércio de Belo Horizonte, a ordem em 2011 é investir em diversificação de produtos. A Sondagem de Opinião do Lojista – Ações e Investimentos do Comércio Varejista – mostra que 56% dos empresários realizam investimentos neste ano. Desses, 32,3% apostam em diversificar o mix de produtos. A sondagem, realizada pelo Departamento de Economia do Sistema Fecomércio Minas, Sesc, Senac e Sindicatos indica também os fatores que estão estimulando o comércio neste ano e as dificuldades enfrentadas em um cenário de alta de juros e restrição de crédito. Conforme explica a coordenadora do Departamento de Economia do Sistema Fecomércio, Silvânia Araújo, o investimento em produtos é uma atitude que significa ter o produto e a disponibilidade em estoques adequados para satisfazer o consumidor. “Os empresários se organizam para atender o movimento dinâmico do mercado, onde moda e tecnologia dão a tônica do comportamento do consumidor, cada vez mais em busca de soluções para as suas necessidades e desejos”, explica. Outros investimentos são a abertura de filiais, com 16,8% das respostas, contratação de pessoal e capacitação de empregados (15% cada) e expansão física do ponto de vendas, 11,5%. O maior estímulo apontado pelos empresários para a gestão dos negócios é a oferta de crédito, opção escolhida por 33,8% dos entrevistados. A conjuntura econômica (26,1%) e a mão-de-obra treinada (23,2%) também são percebidas pelos empresários como fatores favoráveis. Isso indica a confiança dos empresários na condução da política econômica. Por outro lado, con-

forme alerta Silvânia Araújo, os empresários devem ficar atentos para a realidade de política monetária mais restritiva e de possíveis medidas anti-inflacionárias no decorrer do ano. Entre os itens que mais dificultaram os bons ventos do comércio neste primeiro semestre, aparecem, no topo do ranking, os tributos. Para 19,9% dos pesquisados, o pagamento de IPTU, ICMS

e outras taxas pesaram significativamente. Em seguida, vem a formação de estoques, manutenção de projetos de investimentos e o acesso ao crédito. Tais dificuldades estão no dia-a-dia dos empresários e podem comprometer o futuro dos investimentos. Para essa sondagem foram entrevistados 300 empresários de diversos pontos do comércio varejista de Belo Horizonte.

www.clientesa.com

5

SILVÂNIA: “Os empresários se organizam para atender o movimento dinâmico do mercado”


6

G E R A L

EDIÇÃO DO BRASIL De 8 a 15 de maio de 2011

JORNAL DO ACIR ANTÃO O

deputado Inácio Franco, 2º vice-presidente da Assembleia Legislativa, foi homenageado pela Associação Mineira de Municípios (AMM) durante o 28º Congresso Mineiro de Municípios, em reconhecimento à sua atuação na política, sobretudo na luta pela defesa dos interesses dos municípios mineiros. O parlamentar recebeu a Medalha do Mérito Municipalista Celso Mello de Azevedo.

CRUZEIRO X ATLÉTICO decidem mais uma vez o título do Campeonato Mineiro. Há poucas semanas, o Cruzeiro era incensado como uma das melhores equipes da temporada no futebol brasileiro, o que veio abaixo com a inesperada desclassificação na Libertadores em casa. Já o Atlético amargava há algum tempo crise por causa da eliminação também em casa na Copa do Brasil. Ou seja, em menos de uma semana a situação se inverteu, o Galo está por cima e o Cruzeiro de cabeça baixa. Uma final imprevisível. Resta prever qual será o papel que os três times mineiros (Cruzeiro, Atlético e América) terão no cenário nacional. BETH CARVALHO – A cantora Beth Carvalho comemorou, no último dia 5, seus 65 anos. Uma das sambistas mais respeitas no meio musical, ela foi a responsável por lançar luz sobre artistas que estavam obscurecidos diante do olhar do grande público. Foram os casos de nomes como Cartola, Nelson Cavaquinho e, anos mais tarde, Zeca Pagodinho, quando Beth passou a se envolver ativamente com o pessoal do Cacique de Ramos. Entre os sucessos de sua carreira, estão composições de Jorge Aragão, Danilo Caymmi, Argemiro, Francisco Santana e outros. Esse ano, Beth voltou aos palcos depois de um ano e meio afastada por problemas de saúde, e também lançou uma caixa com os cinco primeiros discos da sua carreira. BRUMADINHO – O prefeito de Brumadinho, o Neném da Asa, confirmou a criação de uma subprefeitura regional na Região do Marques, zona rural do município, para atender a centenas de proprietários da região. A nova entidade ficará sob o comando do popular coronel Walter.

Servas

Intralot doa 500 TVs para o Servas e amplia investimento social em Minas

ANDREA Neves e Sérgio Alvarenga

A

Intralot, empresa concessionária da Loteria Mineira na distribuição e operação de jogos no Estado, decidiu doar 500 aparelhos de televisão ao Servas, para serem utilizados nos programas sociais da instituição, em apoio a hospitais, escolas, creches, abrigos e outras iniciativas que carecem deste recurso. O ato aconteceu no dia 4 de maio em evento na sede do Servas, com a presença da presidente Andrea Neves e do CEO da Intralot Brasil, Sérgio Alvarenga. A Intralot já é a principal fonte de arrecadação de recursos da Loteria Mineira. Desde o início das operações da companhia no Estado, em setembro de 2010, e com apenas uma única modalidade de jogo, a empresa já repassou mais de R$ 1 milhão à Lemg, o que significa 30.1% da arrecadação líquida proveniente do Keno Minas. Os recursos têm integral aplicação em projetos sociais sob a guarda do Estado.  Para Sérgio Alvarenga, executivo e sócio na operação da companhia no Brasil, as empresas, especialmente

Domingo, dia 8 de maio Dia das mães Ex-vereador Eugenio Pazisi Promotor Miguel Ângelo Santiago Washington Duarte Teixeira Pinto – Contagem Radialista Wellington de Castro

concessionárias de serviços públicos, precisam ser parceiras do processo de desenvolvimento do Estado. “O investimento na sociedade em que participa, seja nos âmbitos do meio ambiente, da cultura ou do social, propulsiona um ciclo de desenvolvimento que em última instância fortalece a própria empresa”. Alvarenga enfatiza o papel da Loteria de ser um agente que viabiliza recursos para o desenvolvimento social e lembra que a Intralot só conseguiu se tornar a líder mundial na operação e suporte para jogos lotéricos e de entretenimento online e real time porque desenvolveu laços e benefícios importantes nos países em que está presente. “Em Minas e no Brasil não poderia ser diferente”. A perspectiva do executivo é que o montante de recursos repassados à Loteria Mineira aumente gradativamente, uma vez que serão lançadas mais quatro modalidades de jogos nos próximos anos, ampliando consideravelmente a operação da empresa no Estado.

Segunda-feira, de 9 Sadi da Cunha e Dona Leda (aniversário de Casamento) Jairo de Oliveira (Casco Escuro) – Barão de Cocais Governador Antonio Augusto Anastasia Jornalista Mário Fontana Fernando Cabral Sra. Laura Machado Medioli (esposa de Vittório Medioli) Terça-feira, dia 10 Professor Ricardo Romero – Contagem Senhora Lourdes Rocha Vasconcelos Geraldo Magela – Ceguinho Quarta-feira, dia 11 Cristiano Carneiro Naves – Rádio Extra FM Sra Meiga Vilas Boas Vasconcelos (esposa de João Marques) Quinta-feira, dia 12 Dalmi de Jesus – ex-diretor-geral da Assembleia Publicitário Wander Júnior Aldija Starling Jorge Sexta-feira, dia 13 Dia de Nossa Senhora de Fátima Doutora Neide Januário – Delegada Gabriel Ângelo Faria da Rocha Sábado, dia 14 Deputado José Bonifácio Mourão Publicitário Geraldo Eugênio José Militão Costa Coronel Josemar Trant Ex-deputado Wainer Ávila Niltinho Tristão

A todos, os nossos Parabéns!

Fiemg recebe compradores peruanos e dominicanos Duas empresas do setor eletroeletrônico, Compañia Americana de Multiservicios (Peru) e Zycom Solutions (República Dominicana), vão visitar Belo Horizonte em busca de parceiros e fornecedores. Elas participam, de 7 a 9 de junho, do Expoforte Eletroeletrônico, promovido pela Fiemg em parceria com o Banco do Brasil e com o Sindicato da Indústria de Aparelhos, Eletrônicos e Similares de Minas Gerais (Sinaees). Para preparar as empresas mineiras para o evento, essas instituições realizam, no dia 10 de maio, de 9h as 11h30, na sede da Fiemg, um workshop com informações sobre os mercados daqueles países e financiamentos para exportação. No workshop, os profissionais da indústria mineira serão assessorados pela gerência de comércio exterior do Banco do Brasil. Serão fornecidas informações atuais sobre os mercados dos compradores, sobre as linhas de crédito para exportação, além de dados sobre as empresas do Peru e da República Dominicana. Durante o Expoforte, em junho, os estrangeiros bus-

carão fornecedores para demandas já informadas ao mercado mineiro. A Compañia Americana de Multiservicios (www.cam-la.com) busca, principalmente, transformadores, interruptores, cabos, células de medição, medidores elétricos, blindagem para barramentos e luminárias. A Zycom Solutions (www. zycomsolutions.com) procura empresas que comercializem materiais relacionados a instalações aéreas, cabos para redes de alta e baixa tensão e dispositivos de segurança para sistemas de medição. Ambas possuem experiência com importação de produtos. Em 2010, a peruana comprou de outros países – Alemanha, Itália, Espanha, Brasil, Estados Unidos, Coréia, Malásia, Colômbia e China – U$ 3,5 milhões. Já a empresa dominicana importa cerca de U$ 2,5 mi por ano, de China, Estados Unidos e Argentina. Para participar do Expoforte Eletroeletrônico, as empresas mineiras devem preencher o formulário disponível na Fiemg e enviá-lo para negcin@fiemg.com.br. As inscrições são gratuitas e as vagas são limitadas. JEditorial

UNIÃO GAY – O Supremo Tribunal Federal discute em seu parlamento a união gay. O caso já é uma pedida de homossexuais e simpatizantes da área há algum tempo e recentemente já foi aprovado na Argentina. Na semana passada, estudantes realizaram uma manifestação no Campus da UFMG, na Pampulha, defendendo o direito de ser homossexual, depois que houve a agressão a dois rapazes que se beijavam durante uma calourada. O Canal Brasil exibiu o documentário “Dzi Croquettes”, sobre o grupo de teatro performático que abalou as estruturas entre masculino e feminino na década de 70, no Brasil, em plena ditadura. É um interessante ponto a ser debatido numa sociedade que tem por hábito o determinismo, e se esquiva da compreensão ao diferente.

A NI V E RS A RI A NT E S

Mérito Municipalista

Sérgio Monteiro

BIN LADEN – Um dos terroristas mais procurados do mundo foi morto na semana passada, por tropas americanas em operação realizada no Paquistão. O anúncio da morte, feito pelo presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, ocorreu depois que a rede de notícias CNN já havia soltado a notícia. A repercussão do caso foi mundial, e a grande maioria em tom de comemoração. É claro que se tratava de um assassino em potencial que assim como outros criminosos de guerra executou milhares de pessoas em atentados planejados. No entanto, a ideia de que a vingança é o caminho para o alívio da angústia pode se tornar complicada se isso se transformar em uma rede sem fim, um ciclo de matanças que acaba tomando conta desse tipo de ação. O próprio governo americano já anunciou que espera retaliações. É sempre bom colocar em discussão a didática da “justiça com as próprias mãos”, e perguntar se a morte de um assassino é realmente o caminho para a conciliação e o fim das discussões ideológicas que invariavelmente tem desembocado em guerras na história humana: sejam frias ou quentes.

A FIEMG realiza um workshop no dia 10 de maio, em sua sede


S O C I A L

EDIÇÃO DO BRASIL De 8 a 15 de maio de 2011

7

Editada por Emilienne Santos

mili.edicaodobrasil@globo.com

NO DIA 3 DE MAIO, o Sindicato das Empresas Locadoras de Automóveis do Estado de Minas Gerais (Sindiloc-MG) recebeu de braços abertos sua nova diretoria. A posse aconteceu no Imperador Eventos, quando o ex-presidente da entidade, Saulo Froes (Lokamig Rent a Car), depois de oito anos de gestão, passou a coroa para o empresário Leonardo Soares (Yes Rent a Car). MINAS, atualmente, conta com uma frota de 40 mil veículos, formada por mais de 300 empresas do setor. O Sindiloc-MG tornou-se o maior sindicato da categoria do país, com crescimento de aproximadamente 600%, entre 2003 e 2010.

CIDADÃ HONORÁRIA NO FIM de abril, a empresária Sarah Vaintraub – proprietária da SV Eventos e idealizadora do Encontro da Moda – recebeu das mãos do vereador Daniel Nepomuceno o título de Cidadã Honorária de Belo Horizonte, na Câmara Municipal.

Ela tem a capacidade de ouvir o silêncio. Adivinhar sentimentos. Encontrar a palavra certa nos momentos incertos. Nos fortalecer quando tudo ao nosso redor parece ruir. Sabedoria emprestada dos deuses para nos proteger e amparar. Sua existência é em si um ato de amor. Gerar, cuidar, nutrir. Amar, amar, amar... Amar com um amor incondicional que nada espera em troca. Afeto desmedido e incontido, Mãe é um ser infinito. (Trecho do livro Minha mãe, meu mundo Anderson Cavalcante)

AS 10+ DO ANO

SALVADOR Olrana e Altina Olrana

A COLUNISTA Emilienne Santos entregando o prêmio à empresária Marília Lotte

A INICIATIVA da honraria foi do ex-vereador e atual deputado estadual Fred Costa. Sarah, que há mais de 20 anos realiza com sucesso feiras de negócios de moda, se prepara para seu próximo evento, em São Paulo. A edição Verão 2012 do Encontro da Moda acontece de 20 a 22 de junho no Frei Caneca.

RICARDO Accácio e Liliane Carneiro Costa

O CASAL Sarah e José Vaintraub

JULIANO Morande, Fernanda Bellone e Alex Martins

O COLUNISTA Social mais conhecido de Contagem, Ricardo Accácio, realmente não perde o tom. Na festa promovida por ele todos os anos, “As dez mais do Ano”, que aconteceu no dia 28 de abril, as homenageadas e os convidados foram brindados com uma noite fabulosa. O LOCAL escolhido para o acontecimento foi o Augusttus Buffet, localizado no centro de Contagem, que tem uma estrutura ideal para eventos sociais. A decoração da festa, feita por Lennon Lucas, deixou o lugar com um toque de extremo luxo. A PREMIAÇÃO foi feita de maneira rápida e limpa, sem muita “embromação”, e as escolhidas, mulheres bem sucedidas da sociedade mineira, receberam seus troféus com muita honra e comemoração.

CURSO TURISMO

ENTRE os dias 9 e 13 de maio, a ABAV/MG vai promover o Curso Básico de Tarifas e Emissão, dirigido para todos os profissionais que trabalham na área e também para aquelas pessoas que desejam ingressar no mercado de turismo. O encontro tem como meta capacitar os interessados a emitir bilhetes aéreos dentro dos padrões sugeridos pela IATA/BSP, orientá-los na interpretação de regras das tarifas promocionais, familiarizá-los com as normas e procedimentos adotados na Aviação Comercial Brasileira BSP, além de enfatizar os corretos preenchimentos dos campos nos bilhetes. O CURSO será realizado na sede da entidade em Belo Horizonte. A instrutora será Maria Ângela Tornelli Pimenta, profissional com vasta experiência no mercado de Turismo, autorizada pelo sistema Sabre.

SÃO FIRMINO BOTEQUIM NÃO É TODO dia que vemos boas ideias nas casas noturnas de Belo Horizonte. Os mineiros são tradicionalistas e novos projetos geralmente são aceitos com relutância. A 4ª Sem lei do São Firmino Botequim com certeza é uma noite divertida que vale a pena ser conferida. O lançamento da festa aconteceu no último dia 4 de maio, com direito a meninas policiais e prisioneiros. A banda que orquestra a festa, vinda diretamente de São Paulo para tocar no São Firmino, apresenta uma inovadora mistura de samba, forró, sertanejo e pop, que anima qualquer público. É uma boa pedida para a noite de quarta. Divulgação

O NOVO presidente do Sindiloc Leonardo Soares e Saulo Froes

HOMENAGEM DA COLUNA CICI SANTOS E DO EDIÇÃO DO BRASIL ÀS MÃES MINEIRAS

OS JORNALISTAS Saulo Barbosa, Lilian Lobato e Emilienne Santos com a turismóloga Adriana Calais, conferindo o lançamento da 4ª Sem Lei Divulgação

Eloy Lanna

POSSE SINDILOC

BETO VIDIGAL e Wallace Fagundes, sócios do São Firmino Botequim


8

V I D A

O

Instituto Nacional do Câncer (Inca) diz que pelo menos 500 mil brasileiros terão câncer em 2011. Serão 11 mil casos a mais do que em 2010. E um dos hábitos que contribuem para o surgimento do câncer é a alimentação com excesso de produtos industrializados, como os embutidos. Construir a base de seu cardápio com esses itens não é recomendado, ainda mais se houver deficiência no consumo de frutas, legumes e verduras. “Conservantes, corantes e estabilizantes são objeto de estudo de várias pesquisas que ligam seu consumo ao surgimento da doença”, explica o nutrólogo Maximo Asinelli, especialista em nutrologia, vigilância sanitária e epidemiologia. Com base nas causas do câncer, especialistas desenvolvem tecnologias que buscam reduzir a necessidade do uso de aditivos químicos pelas indústrias. A empresa italiana de alimentos DelSanto, por exemplo, usa uma técnica que dispensa o uso de qualquer substância química. “Os vegetais e hortaliças em conserva passam por um severo processo de esterilização e pasteurização”, diz o empresário Alexander Bonetti, da San Marco Alimentos. “E depois são embalados em potes de vidro ou sachês de alumínio, também esterilizados”. Ao passar pela esterilização, as hortaliças e vegetais têm suas propriedades preservadas, como a textura, cor e sabor. Para o Dr. Maximo Asinelli, ter à disposição alimentos sem substâncias químicas é uma tendência que cresce no mundo inteiro. “Estudos científicos comprovam cada vez mais os malefícios dos conservantes, então a indústria tem de começar a mudar a maneira de processar os alimentos para garantir seu futuro”.

JEditorial

Comida industrializada pode causar câncer

O EXCESSO de produtos industrializados é prejudicial ao organismo

Meias elásticas apenas aliviam sintomas de varizes Quem não pode das meias reduz o inchaço das varizes, que costuma incomodar especialmente no final do dia. Assim, o risco de edemas é menor e a mulher também fica livre daquela sensação de cansaço e peso nas pernas. Esse resultado é obtido com uma compressão de intensidades diferentes ao longo da meia, sendo mais intensa nos pés e menor na perna. Isso favorece o retorno do sangue venoso e evita acúmulo nas veias. Nem toda meia compressora precisa ser como a meia calça, da cintura aos pés. “A maioria das prescrições é para usar meias três quartos”, afirma o médico. Isso porque a maioria das varizes se concentra abaixo dos joelhos. Se a mulher residir em cidades muito quentes, como as do nordeste brasileiro, o uso da meia não precisa ser feito o dia todo. “Não dá para esperar que a mulher aguente ficar com essas meias sob um calor de 40 graus”, comenta o médico. O uso apenas no período da manhã já ajuda no controle dos sintomas.

Divulgação

uando um médico prescreve meias elásticas contra varizes, problema comum de circulação, muitas mulheres já entortam o nariz. A ideia de usar meias apertadas o dia todo nem sempre agrada, especialmente no calor de um país tropical. Pior ainda quando a paciente se dispõe a usar a tal meia e as varizes não param de avançar. As meias compressoras têm má fama e isso acontece porque muitos conceitos errados estão associados a elas. Ao menos essa é a opinião do angiologista Marcondes Figueiredo, coordenador da diretriz de compressão elástica da Sociedade Brasileira de Angiologia e Cirurgia Vascular. “É preciso esclarecer algumas coisas”, alerta. A primeira delas é que meias elásticas não impedem o avanço das varizes. “Elas servem para combater os sintomas. São como óculos, eles não deixam a pessoa menos míope, apenas corrigem a visão”, explica. A compressão

Existem basicamente duas situações nas quais as meias elásticas devem ser evitadas. A primeira é quando as varizes se tornaram graves o suficiente para abrir feridas na perna. Essas feridas requerem um tratamento anterior ao uso das meias, pois elas podem piorar se forem comprimidas. O segundo caso acontece quando há entupimento das artérias, a chamada aterosclerose. O problema consiste na formação de placas dentro dos vasos sanguíneos, que têm seu diâmetro reduzido. “Neste caso, a compressão das meias vai reduzir ainda mais as artérias e prejudicar o problema”, ressalta o especialista.

Veias dilatadas As varizes, diferente da aterosclerose, atacam as veias e não as artérias. Artérias levam o sangue com oxigênio para as extremidades do corpo. Depois disso, o sangue usa as veias para retornar das extremidades e se abastecer com oxigênio novamente. Mas no percurso, no retorno venoso, o sangue pode se deparar com dilatações e formar as varizes. A formação pode estar ligada a diversos fatores, como excesso de peso, gravidez, idade avançada e postura inadequada no trabalho. “A incidência é maior em mulheres”, aponta Figueiredo. A relação é de um homem com varizes para quatro mulheres. Calça justa, salto alto, meias apertadas, viagens longas e postura errada no trabalho. Existem diversos mitos mal compreendidos sobre varizes. Entre os principais, mais questionados nos consultórios médicos, está o uso da pílula. Especialistas esclarecem que o uso contínuo e prolongado de anticoncepcionais pode provocar retenção de líquidos e dilatação nas veias.

Tratamentos

A MEIA calça também ajuda a combater os sintomas das varizes

Quando as varizes ainda são pequenas, com vasos de poucos milímetros, o prejuízo é apenas estético. Como não existem sintomas, é inútil usar meias elásticas. Um dos possíveis tratamentos é com escleroterapia. O médico destrói as microvarizes com injeções no local, sem que haja prejuízo para a circulação. “É comum dizer que as varizes voltam, mas não é isso que acontece. Outras varizes aparecem com o tempo, mas aquelas foram totalmente destruídas”, esclarece Figueiredo. A solução pode ser refazer o tratamento a cada dois anos, quando novas veias começarem a aparecer. Em vasos maiores, é necessário cirurgia. O procedimento é simples e pode ser feito, em alguns casos, com anestesia local. Ele consiste na eliminação dos vasos doentes para evitar o avanço do problema, que pode provocar até úlceras nas pernas.

EDIÇÃO DO BRASIL De 8 a 15 de maio de 2011

Alerta: fique de olho nos alimentos transgênicos

O

s alimentos transgênicos estão cada vez mais presentes nas prateleiras dos supermercados, mas você sabe ao certo o que são eles? Criados pela engenharia genética, eles nada mais são do que organismos modificados em laboratório com o objetivo de oferecer os melhores genes para o consumo, o que em certos casos pode trazer malefícios à saúde. Com o objetivo de alertar a população, a cartilha “Transgênicos: feche a boca e abra os olhos”, criada pelo Instituto Brasileiro de Defesa do Consumidor (IDEC), traz informações preciosas sobre esses alimentos. O que pouca gente sabe é que, além de estarem associados a diversos riscos para a agricultura e o meio ambiente, pesquisas demonstram que os alimentos geneticamente modificados também podem prejudicar a saúde. De acordo com a apostila, essa nova tecnologia pode usar genes “de rato, de bactéria, de vírus ou de peixe, em espécies de arroz, soja, milho e trigo”. Entre os males para a saúde citados pela apostila, estão o aumento das alergias, aumento da resistência aos antibióticos e, ainda, o aumento de substâncias tóxicas e venenos nos alimentos. Atualmente, existem no Brasil alguns alimentos feitos com soja, algodão e milho transgênicos liberados para o consumo. No entanto, algumas empresas omitem a sua presença na composição dos produtos. Por isso, fique de olho nos alimentos que trazem a sigla “T” nas embalagens para decidir se deseja ou não incluí-los em sua alimentação. Fonte: Terra.

Nova UPA de Itabirito começa a ser construída

I

tabirito já pode comemorar o início da construção da nova Unidade de Pronto Atendimento (UPA) da cidade. O investimento de R$ 1,4 milhão beneficiará toda a região. O espaço escolhido conta com 5,7 mil metros quadrados, próximo à Rodoviária Nova. “A prioridade das prioridades é a saúde. Temos que olhar com muito carinho para que as pessoas vivam com saúde e tenham acesso a remédios e tratamento”, afirma o prefeito Manoel da Mota. Na primeira etapa da construção, o serviço de limpeza e o levantamento topográfico do terreno já estão sendo concluídos. “Após essa fase, partiremos para a terraplanagem e o aterramento para a locação preliminar da obra”, adianta Ricardo Oliveira, chefe da Divisão de Limpeza Urbana da prefeitura. De acordo com o secretário de Urbanismo, Aloísio Alves, o local para a construção foi amplamente estudado, “já que a UPA deve ser localizada, estrategicamente, para viabilizar e dar agilidade aos atendimentos urgentes”. Além da área de pronto atendimento, a unidade oferecerá atendimento de urgência, salas de observação e apoio de diagnóstico terapêutico, administrativo e técnico logístico.

Renata Cyrino Cirurgiã Dentista Odontologia estética Prótese – Implantodontia

Av. Augusto de Lima, 655 – Sala 1015 Telefone: (31) 3271-0191 Centro - Belo Horizonte - MG www.renatacyrino.hpq.ig.com.br

E LO Y LANNA Fotógrafo Profissional

FOTO - JORNALISMO - CONGRESSOS - EVENTOS SOCIAIS

TELEFONES: 3450-0980 / 9603-4396

Rua Tamóios, 62 - Sala 100 - Centro Belo Horizonte / Minas Gerais Aqui você encomenda seu sonho, nós realizamos, respeitando a magia do momento.

Luciana Cyrino Pinto Coelho Advogada

RUA ERÊ, 125 - 1º ANDAR - BAIRRO PRADO Cep 30.410-450 - Belo horizonte / mg

Tel: (31) 3316-6692 Cel.: (31) 9932-5289

Av. Bandeirantes, 2323 Bairro Serra - CEP 30210-420 Belo Horizonte - MG Telefones: 3287-4422 / 3287-1293 www.buffetsausalito.com.br


C I D A D E S

EDIÇÃO DO BRASIL De 8 a 15 de maio de 2011

9 ITAÚNA

Cerca de 1.500 vagas à espera de trabalhadores

Ônibus reforçam frota do transporte público

PMSL

Inaugurado em 2010 com o objetivo de oferecer mais oportunidades aos moradores de Santa Luzia, o Sine é sucesso de parceria entre a prefeitura municipal, o governo do Estado e empresários. Atualmente, 200 empresas disponibilizam cerca de 1.500 vagas de empregos. A média diária de atendimentos gira em torno de 150 pessoas. “Mesmo com uma estrutura reduzida buscamos atender da melhor maneira as pessoas que procuram um espaço no mercado de trabalho. Até disponibilizamos um espaço na unidade para que as empresas realizem a seleção aqui mesmo, facilitando o deslocamento dos pré-selecionados na realização do cadastro”, diz a coordenadora do Sine Santa Luzia, Kassia Gabriel. Buscando melhorar cada vez mais a qualidade de vida da população, a Prefeitura de Santa Luzia apresenta constantemente a empresários as vantagens de se investir no

PMI

SANTA LUZIA

município. Porém, de acordo com a coordenadora do Sine, falta mão-de-obra local para suprir a demanda de vagas. “Os empresários se sentem satisfeitos com o nosso trabalho, mas estão carentes de trabalhadores que aqui residem. Por isso, peço àqueles que buscam uma oportunidade no mercado que nos procurem. Atualmente, a demanda de vagas é superior à mão-de-obra”, finalizou. Aline Menezes de Souza foi selecionada após se cadastrar no Sine. Ela se diz muito satisfeita com todo o processo. “A unidade do Sine na cidade facilitou muito minha volta ao mercado trabalho. Me cadastrei e rapidamente fui direcionada para a seleção da vaga para qual meu perfil se encaixava. Hoje estou contratada e muito feliz, já que pelo fato de trabalhar próximo a minha casa não me desgasto com o deslocamento”. Informações Sine Santa Luzia site: www.sine.mg.gov.br.

O PREFEITO Eugênio Pinto aprovou os novos ônibus A Autotrans, empresa responsável pelo transporte coletivo em Itaúna, apresentou para o prefeito Eugênio Pinto quatro novos ônibus que vão compor a frota de veículos da empresa. Em breve eles vão fazer a rota entre a região central e os bairros, atendendo principalmente os locais de maior demanda. De acordo com o diretor-geral da Autotrans, Alessandro Rabelo, os novos ônibus oferecem à comunidade uma maior segurança, já que trazem no interior do veículo equipamentos de ponta. “Os ônibus chegam para a renovação da frota, que estava prevista no contrato, e os novos veículos vão oferecer ao usuário do transporte coletivo de Itaúna mais segurança e conforto. Eles são equipados com câmeras internas e adaptados para atender portadores de necessidades especiais, entre outros itens”, revela. Além dos quatro veículos entregues, outros dois novos ônibus farão parte da frota da Autotrans. A previsão de chegada deles é até junho. O diretor-geral, Alessandro Rabelo, ainda não revelou para quais linhas os novos ônibus serão destinados, mas afirmou que os veículos darão cobertura em regiões onde a demanda pelo transporte coletivo é maior. É certo que pelo menos um deles fará a linha do Bairro Leonane, que até então era a única que ainda não tinha sido beneficiada com um veículo que atendesse aos portadores de necessidades especiais. O prefeito Eugênio Pinto conheceu de perto os novos ônibus que vão atender os itaunenses. “A renovação de frota do transporte coletivo implica diretamente na melhoria do atendimento prestado aos usuários dos serviços. Os novos ônibus serão distribuídos entre as linhas onde há mais demanda de passageiros, e isso minimiza as lotações. Os itens de segurança e a acessibilidade são essenciais para os cidadãos”, afirma.

Congresso Como forma de aperfeiçoar e melhorar os trabalhos desenvolvidos, parte da equipe da Secretaria Municipal de Cultura e Turismo participou do 28º Congresso Mineiro de Municípios, que ocorreu no período de 03 a 05 de maio, no Expominas. O objetivo do evento é mostrar aos 853 municípios de Minas, bem como para seus agentes políticos, que o uso correto das ferramentas de comunicação é essencial para que os gestores possam

estabelecer uma interação e um diálogo com os cidadãos, instituindo a tão desejada transparência de governo. Entre as várias palestras que aconteceram durante o encontro, a equipe da Secretaria de Cultura assistiu as seguintes: Comunicação Pessoal e Liderança, com Beth Seixas; Liberdade de Imprensa: ética na comunicação, limites e responsabilidades da imprensa, com o jornalista Caco Barcellos;

A Importância da Comunicação Interna para a Eficiência da Gestão Pública, com Luciene Cristina, da Vale; e Como utilizar as Ferramentas Gratuitas de Comunicação Web na Gestão Pública, com Oswaldo Gouveia de Oliveira Neto. O secretário de Cultura e Turismo, Hernani Pantoja, enfatizou que a iniciativa visou qualificar melhor os servidores da Secretaria de Cultura e Turismo.

BELO HORIZONTE

O governador em exercício, Alberto Pinto Coelho, participou no Expominas, da posse do prefeito de São Gonçalo do Pará, Ângelo Roncalli, como presidente da Associação Mineira de Municípios (AMM). Durante a solenidade, que marcou o encerramento do 28º Congresso Mineiro de Municípios, Alberto Pinto Coelho defendeu a criação de uma agenda que atenda aos interesses das cidades e a construção de uma nova federação, com uma parceria mais estreita entre União, estados e municípios. “Este momento assinala o marco de um processo político que haverá de culminar na construção de uma nova Federação Brasileira, em que União, Estados e cidades sejam de fato parceiros e co-gestores do desenvolvimento nacional, em plano de real equilíbrio e de responsabilidades comuns”, afirmou o governador em exercício, em seu pronunciamento. O vice-governador afirmou que a agenda municipalista deve priorizar demandas que beneficiarão diretamente os municípios, como a revisão dos royalties do minério, as mudanças na regra de repasse do Fundo de Participação dos Municípios e a aprovação da Emenda Constitucional número 29, com seus princípios de universalização, equidade e melhoria

na qualidade da saúde. Ao lado do senador Aécio Neves, Alberto também defendeu a efetiva transferência dos recursos do Fundo Nacional de Segurança e do Fundo Penitenciário para que os Estados possam aumentar os investimentos na segurança da população. “O governo de Minas está firmemente empenhado na revisão da legislação sobre os recursos minerais e revisão dos royalties do minério, em decidida adesão às reivindicações dos municípios mineradores. Também se impõe a transferência aos Estados e Municípios dos recursos do Fundo Nacional de Segurança e do Fundo Penitenciário, sempre contingenciados, para que sejam repassados em duodécimos, numa parcela mínima de 70%”, disse. Alberto Pinto Coelho ainda destacou a importância do repasse aos Estados e municípios dos recursos arrecadados com a Contribuição de Intervenção no Domínio Econômico (Cide). Segundo ele, os recursos constantemente contingenciados têm impedido a conservação das estradas federais que cortam Minas Gerais e dificultado o desenvolvimento dos municípios. “Como são ignorados, fria e solenemente, os repasses não são

Dr. Paulo César G. Guerra Tel.: (31) 3241-4777 Fax: (31) 2555-4777 Rua Piauí, 179 - Santa Efigênia CEP 30150-320 - Belo Horizonte - MG

Wellington Pedro/Imprensa/ MG

Alberto Pinto Coelho defende mudança no repasse do FPM

ALBERTO Pinto Coelho e o novo presidente da AMM, Ângelo Roncalli repartidos entre os entes federados, acumulando-se no exclusivo bolo tributário da União. Estamos, hoje, infelizmente, convivendo com mais um drama que ocorre nas estradas que cruzam Minas Gerais. Com a transferência desses recursos, o Estado poderia passar a gerir e administrar essa extensa malha rodoviária, tão distante dos olhares burocráticos de Brasília e tão perto de nossas dores, aflições e necessidades”, afirmou. Alberto Pinto Coelho destacou a importância do congresso para o

aprimoramento da gestão pública e o fortalecimento dos municípios. “Nos cabe rediscutir temas importantes da hipertrofia da União, da concentração da União, daquilo que precisamos fazer no sentido de fortalecer os municípios como elo principal dessa cadeia dos entes federados. Portanto, é da maior importância esse fórum pelo que ele representa no aprimoramento da gestão pública e, mais do que isso, a discussão dos grandes temas relevantes para o desenvolvimento do país”, disse.

A empresa WC Telecomunicações Ltda. anuncia que houve extravio de seus seguintes documentos: 1.1   livros de prestação de serviços

1.2   livro de  registro de ocorrência (rudfto)

1.3   blocos de notas fiscais de 01 até 500.


10

C I D A D E S

EDIÇÃO DO BRASIL De 8 a 15 de maio de 2011

BELO HORIZONTE

SALINAS

Galpão de reciclagem no Bonfim gera indignação de moradores

Projeto aprova doação de imóvel para a construção da Unimontes

AO CENTRO, Márcio Emiliano, do Consep-21, com moradores da região mos o fato de que o Bonfim não produz este lixo, faltaria demanda de produtos recicláveis para este espaço. Muito lixo teria que vir de outros bairros da cidade, ou seja, não seria daqui o lixo produzido. Outro fato é o dinheiro público desnecessário que será gasto no local, no máximo três famílias poderiam ser sustentadas, não geraria tanto emprego em vista ao investimento alto que será feito para a construção, fora a sujeira, que vai aumentar”, ressalta. Márcio afirma que os moradores necessitam de serviços públicos que engrandeçam e atendam as demandas familiares, já que a região possui muitos idosos. “O bairro é histórico e está sendo esquecido definitivamente. É triste ver que ele está começando a ruir. Temos moradores que não têm saúde para ir ao Centro pagar uma conta.

Drogas Outro fato que o presidente do Consep-21 chama a atenção é com relação ao grande número de usuários de drogas que poderão ficar próximos do local de reciclagem, o que trará mais insegurança aos moradores. “É comum você ver usuários de drogas em algumas ruas do bairro. Temos o apoio direto e em conjunto com a Polícia Militar e a Polícia Civil, um ótimo

trabalho, que nos ajuda muito, mas é difícil combater. Existe o direito de ir e vir, então não adianta tentar obrigar o usuário a se tratar. Afirmo que, com a construção do galpão, mais usuários vão se aproximar se passando por catadores, para poder vender drogas. Podemos afirmar com toda propriedade: o galpão não está entre os planos de melhorias para o bairro”, conclui Márcio Emiliano.

Assim, no lugar de um galpão de reciclagem, seria mais proveitoso ter supermercado, agência bancária, sacolão, farmácia e padaria, fora a sede da 21ª Cia Especial do 34º Batalhão da PMMG. Para isso, queremos a participação do prefeito”, diz. Além das sugestões, Márcio lembra que a prefeitura poderia investir na revitalização de ruas, como foi feito na Rui Lage, Arari e Sebastião de Melo, sem falar no transporte público. “Há três anos algumas ruas foram requalificadas. É interessante, pois dá cara nova e aproxima os visitantes. Com a revitalização das casas antigas e o tombamento, poderemos manter vivo o tradicional Bonfim e afastar o preconceito que algumas pessoas têm do lugar. Fora isso, seria importante melhorar o transporte, implantar mais linhas de ônibus, já que o 4114, que atende o bairro, não passa em locais úteis como a área hospitalar”. Perguntado sobre as medidas tomadas para evitar a construção do galpão de reciclagem, o presidente diz que a primeira moção de repúdio foi realizada. Agora eles tentam uma reunião com o prefeito Marcio Lacerda. “Tivemos uma assembleia geral extraordinária aprovando uma moção constituída por um abaixo assinado. Já temos 1.000 assinaturas dos moradores (familiares). Este documento será protocolado no gabinete do Marcio Lacerda, solicitando um diálogo. Queremos debater esta situação e mostrar que o bairro absolutamente não produz esse lixo reciclável”.

CONGONHAS

Implantação da rede de monitoramento do ar M

otivado por denúncias da prefeitura, do Conselho Municipal de Desenvolvimento Ambiental (Codema) e da sociedade civil, o Ministério Público Estadual (MPMG) intermediou a preparação do projeto de implantação da Rede de Monitoramento da Qualidade do Ar e Meteorologia. A Ferrous Resources do Brasil arca com as despesas da primeira etapa, por meio do Termo de Ajustamento de Conduta assinado com o MPMG. A empresa Ecosoft Engenharia é a responsável pelo serviço. O número de denúncias se intensificou em 2008 com o aumento dos eventos de poluição atmosférica. Cidades como Itabira e Ipatinga já implantaram este instrumento de medição da poeira no ar. A pesquisa de campo para a elaboração do inventário das fontes de poluição em Congonhas foi realizada entre 11 e 15 de abril. A medição

da poeira foi feita nos quatro pontos de maior fluxo de veículos e concentração de pessoas: dois na Av. JK, um próximo à Policlínica e outro na Rua Santo Antônio. Entre os dias 21 a 25 de março, a empresa responsável por realizar esta primeira etapa vistoriou as empresas para coleta de dados. Durante o trabalho, foi detectada a necessidade de realizar o levantamento das empresas com provável potencial poluidor localizadas em Belo Vale e Jeceaba. A vistoria se estendeu àquelas de pequeno porte de Congonhas, como cimenteiras e pedreiras, para verificar se também contribuem para a poluição do ar. A conclusão do inventário das fontes de poluição está prevista para agosto. Na segunda fase, serão identificados os locais adequados à instalação das estações de monitoramento, definida a quantidade delas e aperfeiçoado o processo.

ENCADERNAÇÃO EM GERAL Executamos qualquer tipo de encadernação em CAPA DURA com revestimento em PERCALUX, TECIDO, COURO, PAPEL ESPECIAL, PELICA ou qualquer material escolhido pelo cliente que seja adequado para uso de cola. Temos WIRE-O nas cores: preto, branco e prata, fazemos até 42 cm de largura em PP OU CAPA DURA. Também trabalhamos com aspiral. Traga seu trabalho de faculdade.

Rua Esmeralda, 550 - Bairro Prado - Telefax: (31) 3372-2700 Site: www.abencadernacoes.com.br / E-mail: ab@encadernacoes.com.br

Após a aprovação em 1º turno no Plenário da Assembleia de Minas, foi aprovado, também na Comissão de Fiscalização Financeira e Orçamentária, o projeto de autoria do deputado Arlen Santiago, que autoriza o Poder Executivo a doar à Prefeitura de Salinas um terreno de área de 14.950 metros quadrados, destinado à construção da sede da Universidade Estadual de Montes Claros (Unimontes). O recurso já se encontra disponível. O Projeto tem por finalidade formalizar a doação de um terreno do Estado para a Prefeitura de Salinas, pois o referido imóvel foi, anteriormente, doado ao Estado. O terreno está situado na localidade de Boa Viagem e, atualmente, parte dele encontra-se desocupada, sem serventia para o Estado. Para Arlen Santiago, a doação vai viabilizar a construção da sede da Unimontes, fundada com o objetivo de superação contínua dos limites

geográficos. “Farei sempre o possível para que a luta pela valorização da educação em Minas Gerais tenha resultados positivos”, afirma. Segundo o parlamentar, a construção do prédio próprio da Unimontes em Salinas irá proporcionar aos estudantes, especialmente os do Norte de Minas, melhores condições para aprimorarem o estudo, desenvolverem pesquisa e fortalecerem sua formação acadêmica. “Continuarei envidando todos os esforços a fim de traçar um novo cenário para a educação no Estado. A ampliação da estrutura é uma necessidade que se impõe, para fazer frente ao constante crescimento da instituição”, destaca Arlen, que muito lutou para a concretização deste antigo sonho da população salinense. O Projeto aguarda publicação para ser votado em 2º turno no Plenário e, posteriormente, na Comissão de Redação, seguindo para Sanção do governador Antonio Anastasia.

Almg

O Bairro Bonfim é um dos mais antigos e tradicionais de Belo Horizonte. Sua história se confunde com a da Capital e lá está localizado um dos patrimônios históricos mais conhecidos da cidade, o Cemitério do Bonfim. Porém, entre casos e lendas, o bairro está começando a perder o seu brilho e caráter residencial para se tornar uma região industrial, através de desapropriações de casas antigas e construção de empresas. Atualmente, uma questão bastante polêmica é discutida: a prefeitura está prestes a instalar um galpão de reciclagem de lixo na Rua Arceburgo. O projeto, antes mesmo de ser consolidado, já causa discórdia e incômodo entre moradores da região. O espaço para a montagem da empresa da prefeitura pertence aos ex-funcionários associados da extinta Beneficiência da Prefeitura Municipal (Beprem). De acordo com os representantes, o local está sendo ocupado sem nenhum aviso prévio ou diálogo. Em entrevista ao Jornal Edição do Brasil, o presidente do Conselho Comunitário de Segurança Pública (Consep-21 BH) do Bonfim e Lagoinha, Márcio Emiliano da Silva, que também é representante da Rede de Vizinhos Protegidos, fala sobre a ocupação do espaço e o que poderá acontecer caso o projeto seja colocado em prática. “O ponto era dos associados da extinta Beprem, mas como ela foi abolida de repente, o local agora está com a prefeitura. Questiona-

Divulgação

Felipe José de Jesus

ARLEN Santiago foi o autor do projeto


C I D A D E S

EDIÇÃO DO BRASIL De 8 a 15 de maio de 2011

PAULO CESAR PEDROSA

MONTES CLAROS

Prefeito vai a Brasília para reivindicar verba do PAC

QUEM SABE, SABE

A SUPERINTENDENTE da Infraero, LeniTolentino, e o prefeito Luiz Tadeu Leite

Outra reivindicação junto aos ministros e ao vice-presidente refere-se à liberação de recursos do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC I e II), para obras como a urbanização da Conferência Cidade Cristo Rei, pavimentação e mesmo a ZPE. O Aeroporto Mário Ribeiro da Silveira vive uma situação ímpar, desde que passou a ser administrado pela Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária (Infraero), em

1980. O número de passageiros que passava pela plataforma de embarque girava em torno de 7 mil por mês. De novembro de 2010 para cá, quando a Gol Linhas Aéreas começou a atuar na cidade, este número saltou para 14 mil passageiros por mês, ultrapassando, pela primeira vez, a capacidade de atendimento, segundo a superintendente da Infraero em Montes Claros, Leni Tolentino.

MARIANA

Advogado & Jornalista RP: 098523 / 296

O Zero Um de Cuba finalmente pediu para sair, quer dizer, se aposentar. Depois de exercer o poder por 50 anos na olhota caribenha, quer dizer, na ilhota caribenha, Fidel vai virar um cidadão cubano comum e passar fome o dia todo. Aposentado e sem ter nada para fazer, o ex-ditador vitalício de Cuba agora vai passar o dia inteiro de pijama jogando dama na pracinha, correndo atrás das babás e dedurando quem fala mal de seu irmão, Raul Seixas Castro. Na sua despedida emocionada no Congresso do Partido Comunista, em Havana, o combalido Fidel mostrou a todo mundo que mudou de patrocinador. Antes, ele só usava uniforme esportivo da Adidas, mas agora trocou pela fila. Fila da puta. Felizmente, Fidel não faz mais aqueles discursos de mais de 12 horas que deixavam a população tão de saco cheio que, depois de escutar aquele papo furado sem fim, os cubanos fugiam nadando para Miami. Cuba agora quer se modernizar e se transformar num país capitalista de esquerda, seguindo o exemplo da ditadura chinesa. Agora os cubanos vão poder abrir o próprio negócio. Mas isso também não é novidade: as prostitutas com pós-doutorado de Havana já abrem o próprio negócio há muito tempo. Agamenon, jornal O Globo.

Paula Mello, Fábio Mello, Sinésio Pedrosa e Elmo Bicalho

Este colunista e Fábio Aguayo, da Abrabar

O NÚMERO NÃO CRESCE

SEM VOO E SEM COPA

Mesmo com o real valorizado em relação ao dólar, o Brasil recebeu somente 5,16 milhões de turistas estrangeiros no ano passado. Este número para um país da grandeza do Brasil, com seu clima tropical, praias e mulheres bonitas, além da melhor hospitalidade e mão-de-obra, é ridículo. Para o leitor fazer uma pequena comparação, países como Argentina, Chile e Uruguai recebem mais que o dobro de turistas estrangeiros do que nós.

Nove dos 13 aeroportos das cidades brasileiras que vão sediar os jogos da Copa em 2014 não estarão preparados a tempo para o evento, pois levará um prazo de sete anos para que as obras estejam terminadas. A conclusão é do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (IPEA), que avaliou os prazos médios das obras de infraestrutura no Brasil, considerando as fases de projeto, licença ambiental, licitação e obra, sem contar o tempo que o Tribunal de Contas da União (TCU) gasta para analisar e emitir pareceres.

CANAL ABERTO

Executivo repassa verbas para os grupos culturais no total, sendo R$ 9 mil para cada sociedade musical e 10 mil para a Organização Zé Pereira dos Lacaios. Na ocasião, foi entregue um explicativo de como o dinheiro pode ser gasto e como deverá ser feita a prestação de contas. Estiveram presentes os representantes das sociedades musicais: Santa Cecília, Nossa Senhora da Conceição, São Caetano, de Monsenhor Horta, São Vicente de Paulo, 16 de Julho, São

Sebastião, de Cláudio Manoel e também de Passagem de Mariana, Sagrado Coração de Jesus, União XV de Novembro, São Sebastião de Bandeira e Oito de dezembro. A representante da Organização Zé Pereira da Chácara também esteve presente. Os demais grupos culturais, como o Congado, orquestras e corais, terão suas verbas repassadas quando encaminharem documentação completa.

PM

O prefeito municipal de Mariana, Geraldo Sales, mais conhecido como Bambu, repassou as verbas liberadas para as corporações musicais e o grupo Zé Pereira da Chácara de Mariana. O Repasse ocorreu no Centro de Atenção ao Turismo (CAT) e contou com a presença do prefeito, do secretário de Cultura e Turismo, Cristiano Casimiro, dos representantes das sociedades musicais e do Zé Pereira. Foram repassados R$ 109 mil

paulocesarpedrosa@yahoo.com.br

FIDEL CASTRO Fábio Marçal/PMC

C

om o objetivo de agilizar o processo de construção de um novo aeroporto em Montes Claros, o prefeito Luiz Tadeu Leite foi a Brasília na semana passada, onde se encontrou com o secretário de Aviação Civil, Wagner Bittencourt. A proposta é construir um novo terminal, para que a demanda das empresas aéreas instaladas no município possa ser atendida a contento, principalmente devido à possibilidade concreta de implantação da Zona de Processamento e Exportação (ZPE) em MOC. A audiência com o secretário de Aviação foi agendada por intermédio do deputado federal Saraiva Felipe e do estadual Luiz Tadeu Martins Leite (Tadeuzinho). O prefeito também manteve contato com o ministro das Cidades, Mário Negromonte, o ministro de Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior, Fernando Pimentel, e com o vice-presidente Michel Temer, que foi convidado a visitar Montes Claros.

11

ANISTIA I. Prestes a completar 95 anos, o ex-presidente da Fifa, João Havelange, está pedindo ao Governo Federal perdão para as dívidas dos clubes, além de não cobrar mais impostos. Nada demais se o governo fizer o mesmo com as micro e pequenas empresas. ANISTIA II. Ranking dos endividados: Fluminense: R$ 329.278.000 Vasco: R$ 327.432.000 Botafogo: R$ 317.469.000 Flamengo: R$ 308.331.000 Atlético-MG: R$ 285.836.000 Santos: R$ 181.084.000 Inter-RS: R$ 147.577.000 Grêmio: R$ 137.318.000 Palmeiras: R$ 117.061.000 Corinthians: R$ 99.821.000 Cruzeiro: R$ 97.746.000 São Paulo: R$ 66.298.000 Fonte: BDO/RCS Valores referentes a 2009.

“NINGUÉM DEVE mais que o Fluminense no futebol brasileiro. São, ao todo, R$ 385 milhões – dívida em sua maior parte concentrada nos últimos seis anos da desastrada administração Roberto Horcades, que assumiu o clube em 2005 com um passivo de R$ 100 milhões. Se a Unimed sair agora, o Fluminense quebra”. Peter Siemsen. ALZHEIMER NO CÉREBRO. Pesquisadores da Universidade de Harvard divulgaram resultados de um estudo que pode ser o primeiro passo para o diagnóstico do mal de Alzheimer. Usando imagens de ressonância magnética, eles detectaram sinais no cérebro de pacientes anos antes de eles desenvolverem a doença. MEU CARRÃO. O ator Tony Ramos comprou o seu sonho de consumo de automóvel, o Audi, modelo A7, que custou R$ 324 mil.

FORAM repassados, no total, R$ 109 mil

PRESERVATIVOS. Motéis, hotéis e estabelecimentos similares poderão ser obrigados a fornecer, gratuitamente, preservativos masculinos e femininos aos seus hóspedes, assim como panfletos educativos sobre doenças sexualmente transmissíveis. Isso é o que determina um projeto de lei da senadora Maria do Carmo Alves (DEM-SE), aprovado pela Comissão de Assuntos Sociais (CAS) do Senado em caráter terminativo.

“EU FUI PIONEIRO em muitas coisas na minha vida, mas, desta vez, vou ceder lugar para o Aécio”. Senador Roberto Requião (PMDB-PR) ALÉM DAS MONTANHAS. O Instituto Cultural Manoel Antônio de Carvalho convida para a abertura da exposição “Entre as Montanhas de Minas Gerais”, dos artistas Beth Lírio; Marília Pierazoli e Belkiss Diniz, dia 10 de maio, com visitação de 11 a 13 de maio, à rua Eduardo Porto, 612, Cidade Jardim. PAÍS DE GORDOS. Os brasileiros estão cada vez mais gordos, revela uma pesquisa do Ministério da Saúde. Sem o hábito de praticar exercícios e com uma alimentação ruim, muito rica em gordura e pobre em frutas e verduras, 48,1% dos adultos têm excesso de peso. A obesidade alcança 15% da população brasileira acima dos 18 anos. RECONHEÇO MEU ERRO. “Estava a três quadras do meu apartamento, voltando de um jantar, quando fui parado numa blitz. Uma operação corretíssima, aliás, de alto nível e que deve ser levada a todo o Brasil. Abordado por um agente, que foi muito educado, fiz o que qualquer cidadão deve fazer. Entreguei meus documentos. O policial então me alertou que minha carteira estava vencida”. Senador Aécio Neves. DIREITOS AUTORAIS – ECAD. A fraude no Escritório Central de Arrecadação e Distribuição (ECAD), denunciada pelo Segundo Caderno do jornal O Globo, fez com que a diretora de Direitos Intelectuais do Ministério da Cultura (MinC), Márcia Barbosa, admitisse a necessidade de supervisionar o órgão que recolhe e paga os direitos autorais dos músicos de todo o país. “Nunca tinha visto uma fraude com essa extensão”, disse ela sobre o pagamento indevido de R$ 127,8 mil a Milton Coitinho dos Santos, um desconhecido que, ao longo de dois anos, registrou como suas diversas trilhas sonoras do cinema brasileiro. “Essa denúncia denota claramente a existência de um problema sério na estrutura do escritório de arrecadação”, afirmou a diretora.

“Se você diverge de mim, não é meu inimigo, você me completa”. “A imagem que gostaria que ficasse de mim é a imagem de um irmão”.

Dom Helder Câmara.

Exploração sexual não é turismo. É crime. Disque 100 e denuncie. PROTEJA NOSSAS CRIANÇAS. EM CASO DE VIOLÊNCIA, DENUNCIE. TELEFONE: 0800-311119 Cartas, críticas, convites e sugestões enviar para a redação do Edição do Brasil. Av. Francisco Sá, 360, CEP: 30.411-145, BH, MG.

Cursos da Fecomércio Atividades Funcionais da Zeladoria - Curso Gratuito Data: 09, 10, 11, 12 e 13 de maio Competência Emocional para a Liderança Data: 30, 31 de maio, 01, 02 e 03 de junho Administração Financeira para Pequenas e Médias Empresas Data: 30, 31 de maio, 01, 02 e 03 de junho

Informações: (31) 3270-3359 E-MAIL: cde@fecomerciomg.org.br

Conheça os melhores restaurantes das seguintes cidades: SANTA LUZIA: Rest. e Lanchonete Colher de Chá Espaguete na Chapa Bar Ltda MONTES CLAROS: Churrascaria Chimarrão Churrascaria e Pizzaria Papaula Bar do Toco Churrascaria Restaurante Sabor e Saúde Chicos Pizzaria e Churrascaria Uai Tchê Cervejaria Lumas Churrascaria Armandos Restaurante Restaurante Favorito Bar e Restaurante Quintal

Restaurante PauTerra CORONEL FABRICIANO Restaurante Angra Restaurante Cantina da Nona Restaurante Amigão Pizzaria do Jayme JUIZ DE FORA: Restaurante Bacco Restaurante Brazão Restaurante Belas Artes Restauante Bertu’s

IPATINGA Restaurante Tempero Mineiro Restaurante Sabor e Aroma Restaurante Bom Apetite Restaurante D’Lucas Restaurante Vovó Efigênia Restaurante Popular

VESPASIANO Restaurante Vespagril Restaurante Taberna Restaurante Vovó Marguerita Restaurante Tropic Restaurante B&N

SABARÁ Restaurante e Pizzaria 314 - Sabarabuçu Barroco Cekisabe

BETIM Restaurante e Pizzaria Hudson Churrascaria Carro de Boi Cantina da Vovó Ana


12

E S P O R T E

m tempos de violência urbana, a maior instituição organizadora de lutas marciais, o Ultimate Fighting Championship (UFC), promove eventos que servem de exemplo para outros esportes em termos de organização e lucratividade. Só no último campeonato, no Canadá, aproximados 11 milhões de dólares foram arrecadados com bilheteria. No dia 27 de agosto desse ano, o UFC volta ao Rio de Janeiro após 23 anos, apresentando ao público as evoluções do MMA (tradicional Vale Tudo) ao longo do tempo. Os lutadores não são mais vistos como truculentos e encrenqueiros, mas sim como esportistas. A tradicional cara de mau se limita apenas ao tatame, uma vez que os novos lutadores costumam ser bem gentis com o público em geral. Um exemplo disso é o ídolo brasileiro Anderson Silva. Provocativo com os adversários, o lutador já admitiu que isso faz parte do espetáculo e respeita muito seus desafiantes. Além de ter a mão pesada, Silva tem grande carisma. Já participou de programas populares e tem um grande fã clube na internet. O promotor do UFC (principal organização que promove lutas MMA),

Dana White, revela as cifras astronômicas que o evento movimenta. “É verdadeiramente fenomenal o nosso sucesso ao vender ingressos pelo mundo. Fizemos 11 milhões de dólares com a venda de ingressos em Toronto, para o UFC 129; foram 4,5 milhões de dólares em Montreal; na Irlanda, 1,6 milhão de dólares. Da última vez que estivemos em Vancouver fizemos 4,2 milhões”, revelou. Ele também mostra ambição quanto à popularização do evento no mundo. “Estamos levando tudo para um nível acima. O UFC está ganhando uma proporção maior. Não tenho dúvidas de que vai ser o esporte mais popular do mundo. E vai chegar um dia, não acredito que vou falar isso, mas vai chegar um dia em que vamos realizar, por exemplo, um evento em Las Vegas e outro na Austrália ao mesmo tempo. Estamos caminhando para isso”, disse White. Fã do evento, o estudante Vitor Araújo mal pode esperar para acompanhar o UFC Rio. Ele garante estar disposto a pagar um preço razoavelmente salgado para assistir a competição. “Acho o MMA um esporte muito interessante. Há muitos brasileiros entre os melhores, então a chance é grande de ver um esportista nacional dando show”, revelou.

Kalil confirma negociação com a Globo, mas descarta “esmola” De forma exaltada e claramente insatisfeito, o presidente do Atlético, Alexandre Kalil, confirmou que o clube vai negociar os direitos de transmissão do Campeonato Brasileiro a partir de 2012 com a Rede Globo. Citando prejuízo nas negociações individuais, ele garantiu que o clube não vai se contentar com a “esmola” oferecida pela emissora a outras agremiações. “O Atlético vai negociar com a Globo para pegar dinheiro. O Atlético não vai pedir esmola como os outros clubes já fizeram”, disse o dirigente, após reunião do Clube dos 13, entidade da qual faz parte da diretoria e que defendeu desde o racha provocado pelo Corinthians no início do ano.

DANA WHITE: “É verdadeiramente fenomenal o nosso sucesso ao vender ingressos pelo mundo”

Preferência Segundo recente levantamento divulgado pelos sites americanos FightMetric e o MMAPayout, o MMA apresenta crescimento no número de fãs em relação a outros esportes populares americanos. Recentemente, a estimativa levantada pelos sites apontou que o esporte tem mais fãs que o hockey e o futebol nos Estados Unidos. Ainda de acordo com os levantamentos, nos últimos três anos o esporte alcançou um aumento de 30% no total de fãs assíduos, número superior aos 6% alcançados pela NBA, por exemplo.

Vídeo sobre o Mineirão mostra avanço das obras

Ricardo Matskawa/Terra

KALIL não crê em “negociação imposta” com a emissora

Como a Rede Globo já fechou com a maior parte dos times da atual Série A do Campeonato Brasileiro, a entidade acabou enfraquecida. “O Atlético-MG deve assinar com a Globo. Eu, não”, afirmou o presidente. “Uma comissão do clube já foi nomeada para a negociação. Sou inquilino do Atlético. No final do ano acaba meu mandato e eu saio daqui. Por isso acho que o Atlético vai negociar (com a emissora)”, complementou Kalil, que afirmou não acreditar em negociação imposta pela Rede Globo. “Agora temos que ‘botar a viola no saco’ e ver quem ‘engole o sapo’ melhor”, concluiu Alexandre Kalil.

São Paulo Questionado se o São Paulo havia traído o projeto da atual diretoria do Clube dos 13 ao renunciar à vice-presidência da entidade na última segunda-feira, Kalil preferiu se esquivar. “Eu não gosto que me julguem e, por isso, não julgo ninguém. Nesse episódio, vejo coerência nas posições do Atlético-MG (contra a negociação individual) e do Corinthians (que liderou os clubes favoráveis às negociações individuais)”.

Montes Claros ilumina campo de futebol e reforma 20 quadras

O

secretário municipal de Juventude, Esporte e Lazer, Antônio Eustáquio Gomes (Toninho da Cowan), acredita que o esporte de Montes Claros dará uma importante guinada a partir de agora, com a execução de vários projetos e retomada de outros. O objetivo é reforçar as ações de inclusão social e revelação de talentos no município. Em parceria com o Governo do Estado e a Companhia Energética de Minas Gerais (Cemig), a prefeitura está viabilizando mais uma unidade do Programa Campos de Luz para Montes Claros. Inspirado num projeto social de Nova Iorque, nos Estados Unidos, o benefício será estendido agora à Vila Atlântida, com a finalidade de estimular a prática esportiva e abrir o leque de opções de lazer para a comunidade, reduzindo os índices de violência naquela região. O campo vai receber moderno sistema de iluminação, alambrado e dois vestiários, proporcionando aos trabalhadores e familiares atividades físicas no período noturno melhorando, ainda, a integração entre os moradores da Vila Atlântida e adjacências. O projeto contribuiu, essencialmente, para melhorar a prática esportiva e de eventos culturais, apresentando como resultado maior tranquilidade aos habitantes, que passam a se sentir mais seguros à noite devido à iluminação e à maior utilização dos espaços. Criado em 2004, o Campos de Luz baseou-se num programa social realizado em Nova Iorque, nos Estados Unidos, quando se constatou a diminuição do índice de criminalidade e vandalismo a partir da iluminação de quadras de basquete pela prefeitura. Dessa forma, percebeu-se que essa iniciativa poderia ser aplicada nos campos de Minas Gerais, visando à melhoria na qualidade de vida das comunidades, através do esporte e da cultura. Os campos atendidos têm dimensões compatíveis com a prática de futebol, pertencem à Prefeitura ou estão em área pública, vinculados com um clube amador e possuem vestiários e alambrados, dentre outros pré-requisitos. Montes Claros já conta com outros Campos de Luz: Estádio Manoel Magalhães Filho (Bairro Delfino Magalhães); Estádio Rubens Durães Peres (Liga Montes-clarense de Futebol (LMF); Campo do Cruzeirinho (Bairro Renascença) e Estádio José Pereira Dias (distrito de Nova Esperança).

ara mostrar o avanço da modernização do Estádio Governador Magalhães Pinto (Mineirão), em Belo Horizonte, um novo vídeo está disponível no site www.novomineirao.mg.gov. br. O material mostra a obra desde janeiro de 2010 até os dias atuais. Ao acessar o site, o internauta deve clicar em “imprensa” e depois em “vídeos”. O novo vídeo é o que está no topo da página e se chama “Novo Mineirão em 3 etapas”. O material apresenta máquinas e operários em plena atividade, etapa por etapa. Na primeira, realizada de 25 de janeiro a junho de 2010, foram feitos reparos estruturais das vigas de sustentação do Mineirão. O custo foi de R$ 8,2 milhões investidos pelo Governo de Minas. Na segunda etapa, de 26 de junho até 20 de dezembro, foi realizada a demolição de parte da arquibancada inferior e da geral

do estádio, e o rebaixamento do gramado em 3,4 metros, com recursos do Estado da ordem de R$ 3,5 milhões. Já a terceira e última etapa começou em 22 de dezembro de 2010 e será finalizada até 20 de dezembro de 2012. Nessa fase o Mineirão será adequado ao mais alto padrão de qualidade estabelecido pela Fifa. Para viabilizar essa fase, orçada em R$ 654 milhões, o Governo de Minas Gerais optou pelo modelo da gestão compartilhada. A Minas Arena (formada pelas empresas Construcap S.A. Indústria e Comércio, Egesa Engenharia S.A. e Hap Engenharia Ltda) conduz a obra e depois vai operar o estádio por 25 anos. No momento, 300 operários trabalham na modernização do Mineirão, sendo que, no início de 2012, este número será de dois mil, no pico da obra. Para a demanda atual, já foi concluída a instalação do canteiro de obras. No local funcionam o escritório,

Fábio Marçal/PMC

E

José Alves Neto

De 8 a 15 de maio de 2011

Divulgação

Lutas ganham fãs pelo mundo

EDIÇÃO DO BRASIL

AS INTERVENÇÕES realizadas na 2ª etapa das obras atendem os requisitos de visibilidade exigidos pela Fifa Quadras refeitório, centro de convivência dos operários, vestiários, banheiros, almoxarifados e depósitos. À medida que o número de operários cresce, as instalações do canteiro de obras são ampliadas. Aproximadamente 25% das escavações para sustentação da arquibancada inferior foram concluídas; 100% dos operários em campo estão capacitados; cerca de 95% da demolição da área interna do Mineirão foi concluída (arquibancadas, escritórios, lojas, etc) e aproximadamente 50% da área externa já foi demolida para construção da esplanada. Além do site do Novo Mineirão, os interessados podem acessar twitter.com/novomineirao e www. youtube.com/user/NMineirao.

CRIANÇAS participam de atividades na quadra

Em breve, 20 quadras poliesportivas da cidade e da zona rural serão reformadas e ganharão melhores condições para a prática esportiva e atividades sócio-culturais, inclusive no período noturno. “Todos os projetos já foram feitos e já estão na Caixa Econômica Federal (CBF). Tão logo a instituição financeira dê o seu parecer, as obras serão licitadas e conhecidas as empresas que vão executar os projetos”, explica o secretário. Ele acredita que a revitalização dessas áreas vai despertar a prática esportiva em Montes Claros, inclusive na zona rural, onde serão reformadas as quadras dos distritos de Vila Nova de Minas, Santa Rosa de Lima, São Pedro da Garça e Nova Esperança que servirão, ainda, para eventos culturais, sociais e religiosos. O Programa Segundo Tempo, realizado na cidade em parceria com o Ministério do Esporte, continua de vento em popa, movimentando 2 mil crianças e adolescentes de 7 a 17 anos expostos aos riscos sociais, com atividades esportivas e culturais em 20 núcleos espalhados pela cidade e na zona rural. Toninho da Cowan ressalta também o grande alcance do Projeto Social de Natação Raias do Futuro, desenvolvido no Montes Claros Tênis Clube (MCTC – Praça de Esportes), em parceria com a Confederação Brasileira de Desportos Aquáticos (CBDA) e os Correios. O programa atende a 500 crianças e adolescentes, sendo que a maioria já sabe nadar os quatro estilos e muitos vêm se destacando nas competições realizadas no Estado, com a conquista de várias medalhas. Outros projetos de grande alcance social, esportivo, cultural e de lazer serão retomados neste ano, objetivando promover a integração da população, oferecendo um variado leque de opções aos habitantes. Dentro da filosofia do prefeito Luiz Tadeu Leite, a Secretaria vem incrementando a prática esportiva como forma de promover a saúde e afastar os jovens da criminalidade.

jornal Edição do Brasil  

De 8 a 15 de maio de 2011

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you