Page 1

w w w . j o r n a l e d i c a o d o b r a s i l . c o m . b r

Belo Horizonte/Brasília

25 de setembro a 2 de outubro de 2011

Nº 1484

R$ 1,00

Dólar alto pode garantir mais empregos no Brasil O ECONOMISTA Cláudio Gontijo é puro otimismo

Ao fazer uma análise sobre a tendência de alta do dólar no mercado internacional, Cláudio Gontijo, PHD e membro do Conselho Regional de Economia de Minas Gerais, mostra sua expectativa positiva com relação ao tema, destacando este período de valorização da moeda estrangeira como uma ótima oportunidade para aumentar a quantidade de empregos no país. Outras duas vertentes o deixam otimista: o puxão de orelha da presidente Dilma Rousseff contra os banqueiros para baixar a taxa de juros e o aumento dos impostos dos automóveis importados. Na opinião do economista, a alta da moeda americana pode ser ruim no começo, mas depois entra na rotina e só traz benefícios, renovando o crescimento da economia brasileira. Opinião - Página 2

JEditorial

Com a finalidade de debater o futuro sustentável, será realizado, de 19 a 21 de outubro, no Hotel Ouro Minas, em Belo Horizonte, o Seminário Internacional de Responsabilidade Social e Empresarial, em sua 8ª edição. Trata-se de um evento comandado pelo Sistema Fiemg, através do Sesi, trazendo à tona os assuntos relacionados com as lideranças empresariais. Economia – Página 5

Mais um estudo científico comprova os malefícios das drogas. Desta vez, o Instituto do Câncer de São Paulo (Icesp) aponta que 25% dos pacientes com câncer de testículo atendidos no setor de urologia da unidade assumem o consumo regular de maconha. De acordo com o urologista Daniel Abe, este tipo de doença tem cura, principalmente se diagnosticada precocemente. Vida – Página 8

O UROLOGISTA Daniel Abe afirma que a doença atinge predominantemente homens com idade entre 15 e 34 anos

OLAVO Machado convoca empresários para o encontro

A decisão do PCdoB de aceitar fazer aliança com o PSB para a reeleição de Marcio Lacerda trouxe otimismo junto à coordenação da campanha, hoje comandada pelo ex-ministro Walfrido dos Mares Guia. Como o prefeito já tem o apoio do PSDB, agora só falta acertar os ponteiros com o PT. Aliás, aos petistas novamente será dada a oportunidade de indicar o nome do vice-prefeito. Política – Página 3

Visando aumentar a segurança dos pedestres que transitam pela Av. Brasília, em Santa Luzia, foram instalados radares com registro de avanço de sinal em alguns pontos daquela via. A Secretaria de Segurança da cidade está realizando uma campanha educativa, com a finalidade de orientar os transeuntes sobre uma melhor mobilidade urbana para a região. Cidades – Página 9 PMSL

MARCIO Lacerda, se fosse hoje, estaria reeleito prefeito de BH

Santa Luzia instala sinais com registro de avanço

Esporte Página 12

Gilvan Tavares, caso vença as eleições no Cruzeiro, promete contratar Luxemburgo

A AVENIDA Brasília já está com os radares de registro de avanço funcionando

PMSL

Neilton Sávio

Tudo indica que Lacerda será reeleito na Capital

Palmas para os 15 anos do Jota Quest Os 15 anos da Banda Jota Quest estão sendo comemorados com o lançamento de um CD duplo, que conta com os maiores sucessos do grupo e também novas músicas, para alegria dos milhares de fãs. O líder da turma e vocalista Rogério Flausino lembra: “Tudo começou em Belo Horizonte e não seria diferente nas comemorações dos 15 anos. Viemos fazer uma festa em nossa casa, pois aqui está a nossa raiz, o início de tudo”. Cidades – Página 9

JEditorial

Consumo de maconha pode provocar câncer de testículo

Evento da Fiemg vai discutir o desenvolvimento sustentável


EDITORIAL Espaço para os grevistas

J

á está chegando à Comissão de Constituição e Justiça da Câmara de Belo Horizonte um projeto do vereador Joel Moreira. Ele sugere a criação do “Parlatório Democrático”, que seria instalado na Praça da Estação, com a finalidade de abrigar manifestações, protestos e outros atos reivindicatórios das categorias que quisessem se manifestar na Capital mineira. De acordo com a proposta apresentada pelo vereador belo-horizontino, haveria proibição de manifestações dentro da Avenida do Contorno, em especial na região da Praça Sete, no centro de BH, das 8 às 20 horas. O próprio autor da proposta diz se tratar de uma questão polêmica. Ele se manifesta a favor dos movimentos, porém lamenta a transformação do trânsito num caos nos dias dos atos públicos, o que deixa a população em geral desprotegida e atônita, diante de ônibus e carros parados por horas seguidas. Isso acontece principalmente nos horários de pico, num desrespeito ao direto democrático de ir e vir do cidadão. A denominada mobilidade urbana exige, cada vez mais, uma solução de especialistas nas grandes metrópoles. Na era moderna, as pessoas não querem mais viver nas zonas rurais. Com isto, cerca de 80% da população do mundo está concentrada nos centros urbanos. Porém, desde a construção da eterna Roma até a moderna Brasília, os arquitetos e engenheiros não previam tamanha migração populacional. Hoje, este tema é um fenômeno desafiante. Por certo, os legisladores – como o vereador Joel Moreira – buscam discutir maneiras de melhorar a locomoção dos cidadãos nas grandes cidades. É claro que o projeto do edil proporcionará acalorada discussão, sobretudo com os representantes das entidades sindicais. O autor sugere, inclusive, um debate público sobre o assunto e afirma: “Em alguns casos, os eventos, ao invés de ganharem o apoio da população, geram antipatia”. Encarregada de disciplinar o trânsito de nossa cidade, a BHTrans não tem condições de acionar o seu departamento de engenharia para minimizar o drama popular quando da realização das ditas manifestações. As ruas e praças centrais ficam efetivamente intransitáveis. Diante da proposta do parlamentar, já em discussão na Câmara, é de se esperar o bom senso das partes. É hora de chamar a ala moderada dos sindicalistas e, especialmente, dos partidos, como PT, PSTU e PCdoB, que sempre se valeram destas entidades para insuflarem protestos. Eles devem tomar decisões coerentes. Se não for feito algo de prático em favor da população, em breve deixaremos de ser uma cidade boa, para se transformar numa região que lembra um circo de horrores. O povo de Belo Horizonte merece construir um destino diferente, menos traumático para suas futuras gerações.

EDIÇÃO DO BRASIL Julho Editorial Ltda Cooperativa de Comunicação Social ARTHUR LUIZ FERREIRA Diretor-Editor (licenciado) EUJÁCIO ANTÔNIO SILVA Diretor-Responsável ESCRITÓRIO CENTRAL - BELO HORIZONTE AV. FRANCISCO SÁ, 360 - PRADO CEP 30.411-145 TELEFONE: (0 xx 31) 3291-9080 Endereços Eletrônicos: jornaledicaodobrasil@terra.com.br e.brasil@yahoo.com.br Site: www.jornaledicaodobrasil.com.br

EDIÇÃO DO BRASIL 25 de setembro a 2 de outubro de 2011

Dólar garante estabilidade da economia internacional José Alves Neto A recente alta do dólar chamou atenção no cenário econômico da última semana. Para o economista e conselheiro do Conselho Regional de Economia (Corecon/MG), Cláudio Gontijo (foto), essa elevação do valor da moeda americana se deve ao fato dela ainda ser uma das fontes mais seguras de investimentos do mercado. Nem mesmo as recentes nuvens de pessimismo que pairam sobre a economia dos Estados Unidos foram suficientes para diminuir a confiança na moeda. “Hoje, o dólar já não tem mais a confiança que tinha antes, mas apesar disso ainda é uma moeda de referência. Tanto que estamos assistindo uma grande alta na cotação. O dólar ainda desempenha o papel de garantir a segurança do mercado internacional”, revela o economista.

“O dólar, hoje, já não tem mais a confiança de antigamente, mas apesar disso ainda é uma moeda de referência” O que ocasionou essa alta repentina do dólar? Nós estamos enfrentando a segunda onda da crise internacional. Então, nesse caso, o mercado, que está muito nervoso, procura o recurso do dólar. A perspectiva de quebra do governo americano é remota, e os investidores têm receio que seu dinheiro vire pó. Como todo mundo está fazendo isso, o dólar sobe de valor. O Banco Central brasileiro vai interferir, pois a taxa de câmbio é uma das variantes importantes na taxa de inflação, e ele teme o risco de que haja fortes pressões inflacionárias.

Essa alta pode ser positiva para a balança comercial brasileira? Isso é uma coisa muito boa. Do ponto de vista do comércio exterior, ainda bem que está acontecendo, pois não deixa de ser uma boa notícia para os exportadores.

E em relação ao mercado interno? Isso é muito bom para o emprego, pois o Brasil tem sido um dos países que mais exporta emprego nos últimos 15/20 anos. Não é a toa que crescemos menos que a taxa de crescimento da economia mundial. Estamos exportando muitos empregos para a China. Em um primeiro momento, essa alta pode ser ruim, pois um importador que comprou um carro e esperava vendê-lo em 30 dias vai levar de 60 a 90 para fazer isso. Já para o conjunto da economia, a alta é boa, principalmente pelas duas excelentes medidas tomadas pela presidente Dilma: o puxão de orelha nos banqueiros para segurar as taxas de juros e o aumento nos impostos dos automóveis importados. Isso é muito importante, pois a balança dos automóveis já estava negativa.

Segurar as taxas de juros pode provocar aumento da inflação? Primeiro é preciso entender que o processo inflacionário brasileiro nos últimos anos não é nacional. Ele é hoje um fenômeno internacional, causado essencialmente pela elevação nos preços das commodities, pela especulação desse tipo de ativo no mercado internacional. O preço dos produtos agrícolas está sofrendo muito, pela crise ecológica mundial. Temos também a questão da China, que tem uma demanda muito grande por alimentos, uma vez que grande parte de seu território é deserto.

A economia americana é um dos pilares da economia global. O presidente Obama conseguiu dar estabilidade ao mercado americano? Precisamos lembrar o seguinte: esse cenário negativo que assistimos no que diz respeito à economia americana não é responsabilidade do Barack Obama. Vamos lembrar que o Congresso daquele país colocou sérios obstáculos à elevação dos tetos do endividamento americano. Isso foi fatal, pois causou um trauma no mercado. O Partido Republicano, por motivos politiqueiros, provocou um sério dano à economia, inclusive ao dólar. Hoje a moeda já não tem mais a confiança que tinha antes, mas apesar disso ainda é uma moeda de referência. Tanto que estamos assistindo uma alta na cotação. O dólar ainda desempenha o papel de garantir a segurança do mercado internacional.

* Lázaro Pontes Divulgação

2

O P I N I Ã O

Aviso prévio proporcional:

avanço ou retrocesso?

A

lguns comemoram, outros não. Mas quem é quem? A Câmara dos Deputados aprovou o projeto de lei do Senado que aumenta o tempo de aviso prévio para os trabalhadores com mais de um ano de serviço no mesmo emprego. Não houve alteração no projeto que tramita desde 1989 – todos os partidos foram favoráveis ao projeto. Agora segue à sanção presidencial. Conforme ficou aprovado o Projeto de Lei 3.941/89, o aviso prévio para quem ficar até um ano no trabalho será de 30 dias. Para os que permanecerem por mais tempo, será computado ao aviso mais três dias por ano trabalhado, ficando limitado ao máximo de 90 dias. Para se chegar ao prazo de 90 dias, há que se ter 20 anos de serviço para o mesmo empregador e, ainda, ser dispensado sem justa causa. À luz da Constituição Federal, o aviso prévio – direito social assegurado ao trabalhador celetista – congrega em si nuances dos institutos de garantia no emprego, tais como o FGTS e o seguro-desemprego. Por certo, eles não criam nenhum óbice ao empregador para a despedida do empregado, mas possuem como objetivo primordial não permitir que a inesperada perda do emprego se torne mais difícil ao trabalhador, amenizando, assim, as repercussões na sua vida e de sua família que sobrevive à custa do salário, o qual tem feição alimentar. Como regra geral, o direito ao aviso na rescisão do contrato do trabalho é definido pela modalidade da contratação, podendo o seu prazo também ser definido por negociação coletiva, na qual as partes interessadas (empregado e patrão) estipulam normas e condições de trabalho que melhor atendam às categorias que representam, desde que respeitado o mínimo estabelecido na lei. Se por um lado pode até ganhar o trabalhador em se considerando que poderá ver retardado (mas, não diminuído) o impacto do desemprego na sua vida, lado outro a decisão terá impacto direto no caixa e na contratação pelas empresas de novos trabalhadores. Não raras vezes, na prática, não se desconhece que o trabalhador pré-avisado perde o estímulo, influenciando, diretamente, na sua produtividade. Muitas vezes, há abalo nas relações com os demais colegas e, ainda, com os superiores hierárquicos, até mesmo de forma recíproca, o que pode desaguar em mais ações trabalhistas. Portanto, não se deve esquecer que as obrigações contratuais são bilaterais, onde todos têm direitos e deveres, os quais se estendem durante o prazo do aviso prévio, cujo período é considerado tempo de serviço para todos os efeitos legais. No rompimento do contrato do trabalho, a duração do aviso prévio terá o mesmo peso no caso da iniciativa do empregado quando pedir demissão, pois também terá que conceder o aviso prévio ao empregador, prestando serviço no mesmo prazo, se não for dispensado do cumprimento pelo empregador que tem a faculdade de descontar no acerto trabalhista o valor correspondente. De fato, a proporcionalidade do aviso prévio não fere a garantia da liberdade de trabalho e a proteção contra a despedida arbitrária. Muito menos o poder potestativo do empregador. Então, será avanço ou retrocesso? Cada um saberá na medida em que atuar dentro da dinâmica “capital e trabalho”. *Advogado e mestre em Direito Empresarial lazaropontes@lazaropontes.com.br


P O L Í T I C A Walfrido planeja eleger Lacerda no primeiro turno

3

EDIÇÃO DO BRASIL

Almg

25 de setembro a 2 de outubro de 2011

Tércio Amaral O assunto político dominante em Belo Horizonte é a sucessão de Marcio Lacerda. Como o prefeito vem realizando uma administração aprovada pela população, todos querem fazer aliança com ele. Apenas o PT está postergando uma decisão neste sentido. Porém, segundo frequentadores do Café Nice, na Praça Sete, ponto onde se reúnem políticos de todas as tribos, os petistas estariam “criando dificuldades para vender facilidade”. Isto quer dizer que eles estão esticando o jogo, mas dificilmente perderiam a chance de manter a aliança com o PSB, indicando o vice-prefeito na chapa de Lacerda, como aconteceu no pleito passado. Os analistas políticos lembram, inclusive, de outra realidade. O PSB é um dos partidos médios do Brasil, com um enorme contingente de deputados, senadores, governadores, prefeitos e vereadores. Além do mais, é base aliada da presidente Dilma Rousseff.

WALFRIDO dos Mares Guia voltou à cena política mineira

Como principal articulador político da tentativa de reeleição do atual prefeito, Mares Guia também esteve por trás dos entendimentos que culminaram na recente decisão do PCdoB de apoiar o atual chefe do Executivo. Apenas para registrar, a presidente do PCdoB, deputada federal Jô Moraes, foi uma das ferrenhas adversárias na sucessão de três anos atrás, mas agora já avisou: subirá ao palanque de Marcio Lacerda. Considerado um nome consagrado nos bastidores da política nacional, Walfrido dos Mares Guia tem em seu currículo a coordenação vitoriosa da campanha do então candidato a governador, Hélio Garcia. Depois, comandou outra vitória: a eleição de Eduardo Azeredo para o Governo de Minas.

Na esfera federal, notabilizou-se como uma das estrelas da reeleição do então candidato a presidente, Lula. Mais recentemente, exerceu forte influência nos meandros da campanha da atual presidente Dilma Rousseff. Amigos do ex-ministro falam que seu projeto para 2012 é ajudar a construir uma mega-aliança, capaz de reeleger Lacerda ainda no primeiro turno, evitando o desgaste do pleito passado, quando houve a eleição em dois tempos. À época, o então prefeito do PT e hoje ministro Fernando Pimentel acreditava que seu prestígio, somado ao prestígio do governador Aécio Neves, seria trunfo suficiente para liquidar a fatura eleitoral ainda na primeira fase da disputa, o que terminou não acontecendo.

res se tornam independentes e podem vender o leite para outras empresas, obtendo preços melhores”, afirma. O tanque de resfriamento, também chamado de tanque de expansão, é um equipamento que recebe e estoca o leite a granel (dispensando o uso do Catão), promovendo o seu resfriamento direto. Esses tanques são instalados nas propriedades rurais ou em comunidades, visando, neste caso, atender a grupos de produtores. Segundo Arlen, existem várias vantagens de se utilizar o tanque de expansão, entre elas a manutenção da qualidade do leite, uma vez que a temperatura mais baixa inibe a multiplicação das bactérias e há menor possibilidade de contaminação. “Além disso, o produtor sente-se mais motivado, visando aumentar a sua produção. O tanque também incentiva a formação de grupos de produtores para a venda conjunta, aproveitando a maior remuneração pelo volume entregue e aumentando a competitividade em função da qualidade, inclu-

Controladoria discute a transparência nas contas públicas de Minas Gerais

Governo de Minas

O aprimoramento dos mecanismos de transparência na gestão pública requer o envolvimento constante dos muni-

cípios e da sociedade civil. A Controladoria-Geral de Minas Gerais (CGE-MG) vem analisando propostas para elabora-

Divulgação

Deputado reivindica tanques para recolher leite no Norte de Minas O deputado estadual Arlen Santiago esteve em audiência com o presidente da Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural (Emater), Maurílio Soares Guimarães, solicitando a liberação de quatro tanques de resfriamento de leite, 1.500 litros cada um, em benefício da Asproleite e de seus associados, do município de Montes Claros. Durante a reunião, o presidente da Emater entrou em contato com o gerente regional da empresa em MOC, Ricardo Demicheli. Ele solicitou que seja elaborado um projeto sobre quais regiões necessitam da liberação de tanques. Também foi feita a comunicação, por telefone, com o presidente da Asproleite, Cláudio Lopes, para dizer que a Associação poderá ser contemplada. Para Arlen Santiago, leite de qualidade está se tornando uma exigência cada vez maior das indústrias e do consumidor fi nal. Isso é muito importante para os produtores, pelo fato da forte tendência de maior remuneração desta matéria-prima com este padrão. “Com os novos tanques, os produto-

Clésio X Aécio O Palácio do Planalto está preocupado com o crescimento do nome de Aécio Neves para disputar a presidência da República. Chamou atenção do grupo político de Dilma Rousseff o fato do presidente do PMDB de Minas, Antônio Andrade, e do vice-presidente do partido, deputado Leonardo Quintão, estarem discutindo a possibilidade de apoiarem o nome do senador tucano publicamente. Cena Um: Diante desta realidade, a Corte vai escalar o senador Clésio Andrade para segurar estas discussões. Cena Dois: Assim, estão articulando a transferência do senador Clésio do Partido da República (PR) para o PMDB. Cena Final: Com isto, Andrade faria um contraponto aos projetos políticos do mineiro Aécio Neves, em sua escalada para tentar chegar à Presidência do Brasil.

Construtora dos pobres

Presença em Minas Ao assumir a presidência do PSB de Minas, o ex-ministro Walfrido dos Mares Guia passou a promover ações visando o crescimento do seu partido no interior do Estado, para tentar eleger um bom número de prefeitos e vereadores. Porém, de dois meses para cá, tem se dedicado em tempo integral ao projeto Belo Horizonte. Fez incursões na Capital mineira, em Brasília e em outros estados. Foi de sua autoria a ideia do encontro entre o senador tucano Aécio Neves, o prefeito Marcio Lacerda e o presidente do PSB Nacional, o governador de Pernambuco, Eduardo Campos, juntamente com outras lideranças. Desde esse encontro, realizado em Brasília, tucanos e socialistas estariam juntos na sucessão belo-horizontina.

V I G Í LI A S

Enquanto construtoras de outros estados fazem prédios de luxo em Nova Lima, a mineira MRV constrói na entrada da cidade um humilde conjunto de casas, que no futuro pode se transformar em favela. Por estas e outras razões, a MRV continua sendo uma empresa desdenhada pelos que preferem produtos com um melhor padrão de qualidade.

Mudanças na Cemig Segundo fontes de Brasília, o presidente da Cemig, Djalma Morais, estaria prestes a ser substituído pelo ex-secretário Fuad Noman. A conferir...

Cemig II Ainda a respeito da Cemig. O deputado estadual do PT, Elismar Prado, está questionando a publicação de um edital para pré-qualificação de advogados para a estatal mineira. Cena Um: O PT está de olho nas questões da Cemig desde a época da campanha eleitoral. Naquele período, chegaram a preparar um imenso dossiê envolvendo parentes do então deputado José Santana. Porém, o assunto foi esquecido. Comentário Final: Aliás, é bom o pessoal do governo saber que não se trata de invenção da imprensa. Os governistas precisam ficar atentos, pois a qualquer momento a oposição tentará colocar a Cemig no noticiário negativo. Tudo faz parte de uma estratégia petista para combater os poderosos de hoje, tendo como objetivo minar o governador Antonio Anastasia. É o jogo bruto da política mineira.

Campanha de Aécio Em solenidade realizada no Palácio das Artes, na semana passada, Geraldo Alckmin foi bastante aplaudido em seu discurso, ao defender o nome de Aécio Neves para a sucessão presidencial. “Minas, São Paulo e o Brasil precisam de Aécio”. Foi ovacionado por mais de mil convidados.

Sonho de um deputado ARLEN Santiago durante o encontro com Maurílio Guimarães sive com produtos importados”, destacou o parlamentar. A entrega de tanques de resfriamento de leite é uma das principais ações do Minas Sem Fome, programa estruturador do Governo de Minas, executado pela Emater/MG, que tem o objetivo de buscar a segurança alimentar e nutricional, com redução da pobreza, resgate da

cidadania e inclusão produtiva de pessoas, por meio de atividades voltadas para a produção de alimentos, agregação de valor e geração de renda. “O Programa visa à sustentabilidade e a melhoria da qualidade de vida das famílias mineiras, contribuindo para o aumento da renda da população”, finalizou o deputado.

ção do regimento que norteará a realização da 1ª Conferência Estadual Sobre Transparência e Controle Social (Consocial), evento que será realizado nos dias 14 e 15 de março de 2012, em Belo Horizonte. Apesar de o encontro estadual só ocorrer no próximo ano, os municípios mineiros já precisam se mobilizar. Para que a conferência estadual seja bem sucedida é necessário que os municípios realizem suas conferências locais. Conforme o cronograma da Consocial, os municípios deverão realizar suas conferências entre os dias 14 e 15 de novembro deste ano. Além de propor ações de participação da sociedade civil no acompanhamento e controle da gestão pública, cabe aos municípios indicar os delegados que participarão da etapa estadual da conferência.

A Comissão Organizadora da Consocial vai determinar a quantidade de delegados que os municípios poderão indicar à conferência estadual, com base no número de habitantes de cada cidade. Apenas os municípios que realizarem suas conferências locais poderão indicar delegados para o encontro estadual. Os encontros municipais e a etapa estadual servem como preparação para a Conferência Nacional Sobre Transparência e Controle Social, que será realizada em Brasília, entre 18 e 20 de maio de 2012, com o tema “A sociedade no acompanhamento e controle da gestão pública”. “Um dos grandes objetivos é discutir e propor ações de capacitação e qualificação da sociedade para o acompanhamento e controle da gestão pública, com envolvimento, também, de órgãos públicos e empresas”, afirma o controlador-geral do Estado, Moacyr Lobato Campos Filho.

MOACYR Lobato, controlador-geral do Estado

Na falta de algo melhor para dizer à imprensa, o deputado federal Leonardo Quintão, do PMDB, afirmou que, em Belo Horizonte, seu partido vai ter candidatura própria, independente do PT ou qualquer outro partido. Ele ainda acrescentou: “Há um compromisso da presidente Dilma Rousseff de subir no nosso palanque”. Certamente o ilustre parlamentar só se esqueceu de combinar isto com os petistas de BH e Brasília.

Grupo dizimado Denunciado por envolvimento na falcatrua da aquisição e desapropriação de terras no Norte de Minas, Manoel Costa deixa a Secretaria de Estado de Atividades Agrárias poucos meses após a morte de seu padrinho Itamar Franco. Pelas informações, todos os nomes influentes do governo mineiro, ligados ao então senador Itamar, vão ser paulatinamente apeados do poder. “É só questão de tempo”, dizem os bem informados jornalistas de Brasília.

2552-6333


4

E C O N O M I A V IGÍLIAS DOBRADAS Estão acabando com o SUS? Na opinião do deputado federal Saraiva Felipe, o SUS, que já foi o melhor programa do gênero, está em estado pré-falimentar. Por conta disto, Saraiva, que já foi ministro da Saúde, entende que a denominada Emenda 29, discutida no Congresso, tem que ser aprovada com urgência, para minorar os problemas da saúde do Brasil, que, no momento, pede socorro.

Tumulto na Assembleia Na semana passada, os grevistas ligados aos professores acamparam e tumultuaram os acessos à Assembleia Legislativa, inclusive de pessoas humildes, vindas do interior, que nada tinham a ver com suas reivindicações. Em tempo: Deve ser coincidência, mas naquele mesmo período a venda de bebidas alcoólicas na região aumentou. Os comerciantes gostaram.

Newtão sumiu Depois de alguns dias no exterior, Newton Cardoso já está de volta à política. Meio desenxabido, ele disse que agora vai se dedicar apenas à Câmara Federal. Ele, em nove meses de parlamento, não apresentou qualquer projeto, não fez discurso e não aprovou nenhum requerimento importante. Ou seja, produção zero.

Se cuide, Mercado Central Os movimentos sindicais mais radicais de Minas estão começando a armar estratégias para bater pesado na direção do Mercado Central, até conseguir a proibição da venda de animais naquele tradicional espaço. Os dirigentes dos movimentos de proteção aos animais prometem jogar duro.

Sucessão em Ipatinga Os petistas estão discutindo a questão da sucessão em Ipatinga. Os políticos ligados ao Palácio do Governo fazem o mesmo. Em comum, só uma coisa. Ambos excluem a possibilidade de lançar o nome da deputada Rosângela Reis, do PV, por considerar que ela pouco agregará nas eleições de 2012.

Sucessão em Sete Lagoas Considerado um prefeito “morno” em suas decisões, Mário Maroca dificilmente seria reeleito para a Prefeitura de Sete Lagoas. O deputado federal Márcio Reinaldo aposta: “Vamos retomar o poder local para nosso grupo”. Em tempo: Maroca é do PSDB e tem ligações políticas com o deputado e ex-governador Eduardo Azeredo.

Sucessão em Vespasiano Tido com uma espécie de coronel da política mineira, o prefeito de Vespasiano, Carlos Murta, que inclusive já foi deputado estadual, garante a amigos que, se o pleito fosse agora, estaria reeleito sem muitas dificuldades. Ocorre que sua ex-vice-prefeita, Ilce Rocha, está com a pré-campanha nas ruas, prometendo bater pesado em seu ex-parceiro, mostrando suas deficiências e incompetências. Vale dizer por lá: “a sucessão vai cheirar a chifre queimado”.

Sucessão em Lagoa Santa Em Lagoa Santa, também na Região Metropolitana da Capital, o candidato André Aparecido de Oliveira deve contar com apoio de 17 partidos. Sua assessoria promete novidades para os próximos dias.

Sucessão em Juiz de Fora Embora esteja aparecendo bem nas primeiras pesquisas sobre a sucessão em Juiz de Fora, o ex-prefeito Alberto Bejani ainda não tem um OK da Justiça permitindo sua candidatura. E, em época de Ficha Limpa, políticos com problemas no Judiciário dificilmente terão vez.

Sucessão em Montes Claros Secretário de Estado dos Assuntos Regionais dos Vales, o deputado Gil Pereira está sento tentado a ser candidato a prefeito de Montes Claros. Ele disputou este mesmo cargo no passado, sem sucesso. Agora, juntamente com seus amigos, avalia se teria chance de enfrentar o atual prefeito Luiz Tadeu Leite, considerado um político bom de voto e com uma forte aliança para disputar a reeleição.

Sucessão em Pará de Minas O atual vice-prefeito Eugênio Mansur já aceitou o desafio de disputar a sucessão de Zezé Porfírio, com apoio de muitas lideranças influentes, inclusive do deputado Inácio Franco. Do lado da oposição, quem organiza tudo é o deputado do PMDB, Antônio Júlio. Ele, ao que consta, ainda não teria batido o martelo em relação ao nome de sua preferência para a sucessão de 2012, naquele município do oeste mineiro.

EDIÇÃO DO BRASIL 25 de setembro a 2 de outubro de 2011

Setor calçadista mineiro não tem vocação para o mercado externo Maria Miranda

M

inas Gerais se destaca no setor calçadista, que é um dos responsáveis pela manutenção do crescimento da economia mineira. Somos o 3º Estado em número de fábricas, o 5º em empregos diretos, o 5º em vendas e o 6º em exportação. O faturamento nacional girou em torno de R$ 21,7 bilhões com 347 mil empregos em 2010. O presidente do Sindicato da Indústria de Calçados de Minas (Sindicalçados-MG), Jânio Gomes Lemos, afirma que a estimativa para 2011 é de crescimento de cerca de 5%. Ele fala sobre as ações do sindicato no setor, buscando sempre identificar e atender as expectativas da categoria representada. Vale dizer que o desempenho desse mercado em Minas é superior ao verificado em outros estados porque aqui são fabricados itens mais específicos, modelos arrojados em patamares de qualidade, conforto e estética. Para manter essa vantagem, o Sindicalçados incentiva ações de promoção comercial, como a participação das empresas em feiras de renome nacional e internacional, a exemplo do Minas Trend Preview, Francal e Couromoda. “Essas feiras são lançadoras de moda com grande repercussão. Além disso, ajudamos na organização de estandes coletivos para microempresas, inclusive para aquelas que estão iniciando e precisam de suporte”. O sindicato também interage com órgãos governamentais e de fomento, visando desenvolver projetos de apoio ao setor. O Programa de Melhoria da Competitividade está em fase de elaboração com recursos e parcerias do BID, Sebrae, Secretaria de Desenvolvimento de Minas e Fiemg/IEL. Dentro do programa, constam ações como capacitação de mão de obra, criação de um Distrito Industrial e de uma Central de Resíduos. Também existem parcerias com associações congêneres, como a Associação Brasileira da Indústria de Calçados (Abicalçados), na defesa de interesses comuns ao setor calçadista e aos órgãos públicos. Jânio explica que Minas Gerais é o 6º Estado em exportação, com valor de US$ 16,22 milhões. “Essa não é a nossa vocação, pois atendemos principalmente a mercado interno. Além disso, as empresas são de micro e pequeno porte, com pequena capacidade de produção e dificuldade para buscar o mercado externo, sem falar nas enormes dificuldades que a taxa de câmbio atual oferece”.

Havaianas em Minas Recentemente, foi destaque na imprensa a instalação em Montes Claros de uma fábrica da empresa Alpargatas (leia-se Sandálias Havaianas). Jânio afirma que o sindicato não participou das negociações. Porém, com certeza, essa foi uma grande novidade para setor em Minas. Outra empresa que abriu uma nova unidade no Estado foi a Marluvas, fábrica mineira de calçados de segurança, na cidade de Capitão Enéas. O presidente do Sindicalçados diz que conhece poucas políticas de incentivo para atrair empresas calçadistas, embora estas possuam potencial de geração de empregos, pois são intensivas em mão de obra. Vale ressaltar que a indústria calçadista mineira recebe do governo estadual a redução do ICMS para 3% do faturamento. O Governo Federal reduz a zero o INSS patronal de 20%, conforme o Plano Brasil Maior.

Um empresário, ao escolher uma região para instalar uma fábrica de calçados, deve observar quais são as suas necessidades. Se for mão de obra barata, o interior é a opção, em especial o Norte de Minas (a exemplo da própria Havaianas). Mas se a ideia for desenvolver produtos com maior valor agregado, a Região Metropolitana de Belo Horizonte é a melhor escolha. Quanto às marcas mineiras em evidência, Jânio destaca: Luiza Barcelos, Júnia Gomes, Paula Bahia, Débora Germani, Cláudia Mourão, Spatifilus e Príncipe Verde. Ele enfatiza que o mercado mineiro tem condições de consumir parte da produção nacional de calçados finos, dirigidos para a classe A e B.

Desaceleração da economia passa longe do varejo | *Bruno Falci |

A

evolução positiva do emprego e a renda em alta estão mantendo o comércio aquecido no país, apesar do resultado fraco de outros setores da economia, como, por exemplo, a indústria. Em Belo Horizonte, o comércio varejista cresceu 6,15% nos primeiros sete meses do ano em relação ao mesmo período do ano passado. A percepção de que a economia desacelera passa longe do varejo. A expectativa da Câmara de Dirigentes Lojistas de Belo Horizonte (CDL/ BH) é que o comércio da capital mineira feche o ano de 2011 com crescimento de 7% a 8% nas vendas. O resultado do comércio no país também é positivo. Pesquisa mensal do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) apontou crescimento de 1,4% nas vendas no mês de julho em relação a junho. E o setor de comércio e serviços continua mostrando sua força. Juntamente com a construção civil, contribuiu para o crescimento de 3,4% no Produto Interno Bruno (PIB) de Minas Gerais no 2º trimestre de 2011, contra igual período de 2010. Apesar de ser menor do que o apurado no primeiro trimestre (5,4%), o varejo deve continuar sustentando o PIB, impulsionado pelo emprego e expansão da renda. A expectativa é que o Produto

Interno Bruto tenha crescimento de 4% em 2011 na comparação com o ano anterior. E outros dois fatores poderão contribuir muito com o crescimento do varejo nos próximos meses: a queda da inadimplência e duas datas comemorativas que se aproximam, Dia das Crianças e Natal, a melhor data em vendas para o comércio. Em agosto, o número de registros junto ao Serviço de Proteção ao Crédito (SPC) da CDL/BH caiu 7,77%. Apesar dos juros ainda na casa dos dois dígitos, o consumidor está cumprindo seus compromissos e honrando suas dívidas. E aqueles que estavam inadimplentes já começam a colocar as contas em dia. O número de cancelamentos de registros que ocorre quando as pessoas regularizam seus débitos junto ao SPC da CDL/ BH cresceu 13,77% em agosto na comparação com julho. Este é o resultado da entrada de recursos no mercado como o pagamento parcial do 13º salário para aposentados e pensionistas do INSS e aumento dos rendimentos e melhora no nível de ocupação. Em termos de vendas, o Dia das Crianças já ocupa importante posição dentre as datas comemorativas e vem se firmando nos últimos anos como uma das principais datas. O Dia das Crianças apresenta ao público os principais lançamentos para o Natal e serve como sinalização de

termômetro de vendas para o fim do ano. Com a ascensão das classes C e D para um padrão de consumo maior e com o acesso mais facilitado dessas famílias ao crédito, este mercado tem se tornado promissor. A expectativa da CDL/BH é de crescimento entre 3% e 5% em relação ao ano de 2010, o que deve gerar vendas no valor de R$ 2,11 bilhões no comércio de Belo Horizonte. Para o Natal, as expectativas são bastante otimistas. A data mais importante para o setor já anima os lojistas que preparam o aumento do estoque de olho no aumento expressivo do consumo das famílias, impulsionadas pelo crescimento do tripé emprego, renda e crédito. E quem está de olho num emprego temporário é hora de se capacitar. A partir do próximo mês o setor de comércio e serviços começa a maratona de contratação temporária. Uma boa dica são os cursos da Fatec Comércio, a faculdade da CDL/BH. Todos estes fatores nos dão a certeza que o varejo passa longe da turbulência de outros setores da economia, apresentando resultado positivo e caminhando para fechar o ano com crescimento. Talvez mais modesto do que o último ano, mas com certeza longe do vermelho.

*Presidente da Câmara de Dirigentes Lojistas de Belo Horizonte (CDL/BH)

SP Consultoria Empresarial e Institucional Ltda. Estratégias em Saúde Consultoria, Treinamento e Capacitação em áreas estratégicas das Secretarias de Saúde: Planejamento Estratégico e Situacional Programação em Saúde Gestão Hospitalar Gestão Contábil e Financeira de recursos do SUS

Fontes de Financiamento/Captação de Recursos Auditoria Assistencial, Contábil e Financeira Direito Constitucional e Administrativo Políticas Governamentais de Saúde Participação e Controle Social

Avenida Nossa Senhora do Carmo, 1890 - Conjunto 1108 - Bairro Sion Belo Horizonte / MG - CEP 30320-000 Fones: (31) 2555-5179 / 2535-5180 / 7816-1151 / Fax: (31) 2555-1807 E-mail: sp.consultoria@yahoo.com.br


5

E C O N O M I A

EDIÇÃO DO BRASIL 25 de setembro a 2 de outubro de 2011

O papel do líder nas empresas sustentáveis U

m seminário internacional promovido pelo Sistema Federação das Indústrias de Minas Gerais (Fiemg) vai discutir a importância das lideranças na condução das organizações que visam à sustentabilidade. O papel da liderança assume destaque nos modernos conceitos associados à responsabilidade sócio-empresarial. Trata-se de quem conduz as organizações para a produção sustentável, exigência cada vez mais presente no mercado. Para debater este assunto, a Fiemg, por meio do Serviço Social da Indústria (Sesi), vai promover, de 19 a 21 de outubro, a 8ª edição do Seminário Internacional de Responsabilidade Social Empresarial, que terá como tema “Futuro Sustentável – As Lideranças Empresariais e o Equilíbrio de

Desenvolvimento”. O evento será realizado no Hotel Ouro Minas, em Belo Horizonte. As inscrições estão abertas. O encontro é estruturado em plenárias e mesas redondas para a apresentação de conceitos e práticas das empresas, com espaço também para debates com o público. Especialistas no tema são convidados para palestras e para participar das discussões. Nos dias do seminário, estão programados eventos simultâneos para promover o encontro de lideranças empresariais e políticas, lançamento de livros, entre outras atividades. A edição passada, realizada em outubro de 2009, recebeu mais de 600 participantes de seis países, em sua maioria executivos, empresários e profissionais da área de sustentabilidade, além de 13 conceituados jornalistas, que desempenharam o papel de mediadores.

Entrevista revela o que é responsabilidade social empresarial

Nesta edição, serão discutidos os seguintes temas: “As lideranças empresariais e o equilíbrio do desenvolvimento”, “Inovação como fator de desenvolvimento”, “O crescimento demográfico e os desafios para o desenvolvimento”, “Economia verde e inclusiva: estratégia empresarial na Rio+20”, “A gestão sustentável dos negócios alinhada ao desenvolvimento das cidades”, “O papel da liderança na conquista da confiança do mercado”, “Cooperação e liderança: o que aprender com quem fez ou está fazendo a mudança para a sustentabilidade”, “Experiências locais, soluções globais” e “Educação: métodos capazes de gerir soluções em escala”. A responsabilidade social empresarial é um dos focos da administração do presidente da Fiemg, Olavo Machado Jr. “Assumimos assim o debate de temas estratégicos e

fundamentais, promovendo o Seminário Internacional de Responsabilidade Social Empresarial, inspirando profissionais e líderes a encontrar caminhos e articular alianças para o grande avanço que podemos dar visando à sustentabilidade”, diz. O Seminário vai contribuir para apresentar a importância dos líderes e das empresas para a construção de uma economia global sustentável e pensar um novo modelo de fazer negócios, consumir e se relacionar, que envolve o respeito à vida e a lucratividade nos negócios. Para fazer a inscrição no Seminário Internacional de Responsabilidade Social Empresarial, ou obter mais informações, acesse o site www.fiemg.com.br/seminario2011, ligue para (31) 3263-4594 ou envie um e-mail para seminario2011@fiemg.com.br.

Meio ambiente vira parte do negócio

A coordenadora do núcleo de responsabilidade social do Sesi-MG e uma das organizadoras do Seminário Internacional de Responsabilidade Social Empresarial, Marisa Seoane, fala como a responsabilidade social reflete para os públicos de uma corporação o tipo de atitude que ela assume no local onde está instalada.

O que é responsabilidade social empresarial? Marisa Seoane – A responsabilidade social é um processo de gestão pelo qual a empresa assume uma postura de relacionamento ético com todos os seus públicos. A ética no relacionamento com empregados, promovendo a diversidade, respeitando direitos e valorizando os indivíduos é o primeiro passo para a em-

presa construir uma cultura de ética. A partir disso, com os empregados e representantes da empresa alinhados, é possível estabelecer relacionamentos cada vez mais éticos com todos os outros públicos, como fornecedores, clientes, governos, financiadores, comunidade, organizações sociais, famílias, etc.

O que as empresas devem fazer para serem responsáveis socialmente? Marisa Seoane – As empresas devem utilizar instrumentos de gestão para estabelecer valores institucionais, sistemas de

transparência e de gestão dos aspectos sociais, culturais, ambientais e econômicos que garantam a boa governança.

Pequenas e médias empresas também podem? Marisa Seoane – Sim, pois a responsabilidade social ocorre quando os negócios são estabelecidos em bases sólidas e com características éticas. Trata-se do cumprimento absoluto da lei e de pro-

cessos de gestão que elevam o nível de qualidade dos relacionamentos na empresa. Assim, o processo de gestão socialmente responsável independe do porte do empreendimento.

Qual é o foco deste 8º Seminário Internacional de Responsabilidade Social Empresarial? Marisa Seoane – O tema é “Futuro Sustentável: As Lideranças Empresariais e o Equilíbrio do Desenvolvimento”, e o foco é tratar das lideranças empresariais como responsáveis pelo posicionamento das empresas frente às demandas da sustentabilidade. Responsabilidade é atitude, é posicionamento, e isso depen-

de integralmente das lideranças. Dentro dos aspectos englobados pela Responsabilidade Social Empresarial, o papel da liderança é um dos mais importantes. Trata-se, pois, de quem conduzirá as organizações ao patamar da produção sustentável, exigência cada vez mais presente no mercado.

Como você avalia a posição das empresas brasileiras em relação ao tema? E as estrangeiras? Marisa Seoane – No mundo todo o tema da sustentabilidade e responsabilidade social tem ganhado importância, pois os fatores de governança empresarial são cada vez mais

determinantes para consolidação de uma economia capaz de gerar desenvolvimento sustentável.

Qual a importância de participar do 8º Seminário Internacional de Responsabilidade Social Empresarial? Marisa Seoane – O compartilhamento de experiências e a articulação entre empresas e especialistas criam um ambiente favorável para a instrumentalização das empresas na

formulação de sistemas de gestão estratégica da responsabilidade social, que lhes permita melhorar o desempenho econômico, social, ambiental e cultural.

A ENTREGA simbólica da licença para as quatro empresas representa o trabalho do Minas Sustentável

Q

uando o assunto é sustentabilidade, nada melhor que observar, na prática, como as empresas podem atuar para proteger o meio ambiente. Em agosto, o Programa Minas Sustentável, do Sistema Fiemg, comemorou com quatro indústrias de Contagem uma importante etapa de suas histórias. Elas receberam, da Secretaria de Meio Ambiente do município, a licença ambiental. A entrega simbólica, na sede da Federação, em Belo Horizonte, foi feita para a Chaperfil, Aço Press Industrial, Press Ponto e Minas Costura. O presidente da Fiemg, Olavo Machado Junior, elogiou os resultados do Programa. Para ele, a demanda de alguns municípios do interior mineiro em receber as equipes do Minas Sustentável revelam o sucesso obtido. “Já há grande expectativa sobre quando começaremos o processo de interiorização das ações”, contou. Hoje, 510 indústrias e empresas de sua cadeia produtiva em Contagem e Betim têm em mãos diagnósticos socioambientais produzidos pelo Sistema Fiemg, por meio do Sesi-MG e do Centro Industrial e Empresarial de Minas Gerais (Ciemg). A partir do recebimento desses diagnósticos é que as empresas realizaram

adequações socioambientais e estão pleiteando o licenciamento ambiental. Em Contagem, 148 empreendimentos têm processos tramitando na Secretaria Municipal de Meio Ambiente. Em Betim, são 35. “A entrega simbólica da licença para as quatro empresas representa o trabalho do Minas Sustentável com todos os empresários desses municípios”, disse o coordenador do Programa, Flávio Mayrink. Para a empresária Carla Resende, da Minas Costura, o trabalho prestado pelo Minas Sustentável foi decisivo para que pudesse receber a licença. “Recebemos a visita de técnicos do Programa e contamos com o apoio da Secretaria de Meio Ambiente de Contagem. Isso foi fundamental para nossa orientação”, revelou. Agora, fazer com que o Minas Sustentável chegue a mais indústrias no Estado é um dos passos a serem dados pela equipe do Programa. Mayrink afirmou que até o fim deste ano será apresentada uma plataforma online para recebimento de informações das empresas. A partir delas, serão gerados relatórios e diagnósticos, nos moldes dos que foram recebidos pelas indústrias de Contagem e Betim.

Iniciativa inovadora Criado e desenvolvido pelo Sistema Fiemg, por meio do Ciemg e do Sesi-MG, o Programa Minas Sustentável busca soluções que proporcionem economia e, ao mesmo tempo, receita para as empresas. Tudo de uma forma responsável e com uma nova filosofia de gestão, que alia processos produtivos baseados na otimização de resultados econômicos, ambientais e sociais. Resultado da tendência mercadológica, que identifica o tema da sustentabilidade como uma boa oportunidade para estabelecer e fortalecer marcas, o programa disponibiliza para cada uma das indústrias participantes um diagnóstico individual que avalia os impactos e mensura os custos de melhoria em cinco pilares principais: conservação de energia, racionalização no uso de água, redução e reciclagem de resíduos, responsabilidade social e emissões atmosféricas. Informações: www.minassustentavel.org.br.


6

G E R A L

EDIÇÃO DO BRASIL 25 de setembro a 2 de outubro de 2011

JORNAL DO ACIR ANTÃO

CLÉSIO MUDA DE COR – O Partido da República não interessa mais a Clésio Andrade. Depois que a sigla perdeu o poder no Ministério dos Transportes, ele já pensa em se abrigar no PMDB, que continua tendo o seu quinhão dentro do governo, mesmo com a dispensa de seus ministros com problemas de corrupção. Parece que o importante em ser de um partido que está no governo não é votar ou defender suas causas no congresso, mas sim participar da divisão do bolo. Como Clésio não vai comer mais desse bolo dentro do Partido da República, o melhor é ir para o PMDB. Essa mudança de cor partidária a ser empreendida pelo senador mineiro vem de longa data. Ele foi do PFL e depois migrou para outras siglas, até se abrigar no PR, para ser oposição a Aécio Neves, que o fez vice-governador e mais tarde o indicou para compor a chapa com Eliseu Resende. Com a morte de Eliseu no ano passado, Clésio abocanhou o cargo de senador por Minas. Ele já está pensando na próxima eleição, já que no PR ele não teria cacife para disputar novamente a senadoria. Dentro do PMDB ele, pelo menos, tem chance. Mas para que seja concretizada essa mudança, tem que haver um acordo com o PR, pois se não ele pode perder o mandato, que na verdade nunca foi dele. PROPAGANDA – A Câmara Municipal de Belo Horizonte está em campanha com propaganda afirmando que isso ou aquilo é fruto de lei dos Vereadores. Entre seus grandes feitos, está a lei que proibiu a sacola plástica no comércio da cidade, sem proibir o uso do plástico para fazer as embalagens. MÃO DUPLA – O apoio já explícito da deputada Jô Moraes e do PCdoB à candidatura de Marcio Lacerda, em Belo Horizonte, vai ter o retorno esperado em Contagem, onde o PSB vai apoiar a candidatura de Carlin Moura, desfazendo uma aliança histórica do PCdoB com o PT naquele município. A candidatura do deputado Durval Ângelo já nasce sem o apoio dos comunistas em Contagem. A história pode mudar no segundo turno.

A NI V E RS A RI A NT E S Domingo, dia 25 de setembro Maércio do Carmo João Camarão - Sete Lagoas Sandra Armanelli

O EMPRESÁRIO Domingos de Castro recebeu a Medalha JK em Diamantina, das mãos do vice-governador Alberto Pinto Coelho

DA COCHEIRA Localizado no quilômetro 362, na BR-262, distrito de Francelino, em Juatuba, o restaurante do Pesque e Solte Peixe Boi foi o local escolhido para o almoço dos 150 cavaleiros que recentemente participaram da Cavalgada em comemoração aos 82 anos do Mercado Central. Os cavaleiros vinham da cidade de Igaratinga, com destino à Capital mineira. Por horas seguidas tiveram a oportunidade de degustar a legítima comida mineira, enquanto apreciavam uma das mais belas paisagens da Região Metropolitana da Capital. Um cidadão outro dia comentando a corrupção no país: “Depois de tanta roubalheira, os políticos agora querem que nós paguemos a propaganda política deles”. A bancada do Jogo no Congresso já se movimenta para uma campanha em favor da legalização das várias formas de jogo no país, inclusive do Bicho. Segundo eles, é a melhor forma de buscar recursos para a saúde. Quem é contra a volta do jogo diz que é só o país pagar menos juros que vai sobrar muito dinheiro para a saúde. É briga de cachorro grande! O prefeito Marcio Lacerda é só sorrisos nos últimos dias, depois que a presidente Dilma Rousseff anunciou a vinda do dinheiro para terminar as obras do Metrô, que está incompleto há quase 40 anos. Apenas três parlamentares mineiros estão na lista dos 100 melhores políticos do Congresso. Isso é um sinal de que perdemos muito prestígio em Brasília. No aniversário de 221 anos de emancipação política de Conselheiro Lafaiete, a Câmara de Vereadores outorgou ao presidente da Assembleia Legislativa de Minas Gerais, deputado Dinis Pinheiro, o título de cidadão honorário, em cerimônia realizada no dia 19 de setembro.

Segunda-feira, dia 26 Drª Nilza Januário Divino Amâncio Pereira. Hales Henrique Pinheiro Azevedo Terça-feira, dia 27 Jornalista Álvaro Damião – Rádio Itatiaia Silvino Luquini – Contagem Luizinho Buldrini Quarta-feira, dia 28 Rui Lage – Ex-prefeito de Belo Horizonte Engenheiro Iazídi Bedran Filho Álvaro Brandão de Azeredo Quinta-feira, dia 29 Saulo Coelho (Provedor da Santa Casa de Misericórdia) Coronel Leonel Arcanjo Sexta-feira, dia 30 Dr. Helton Guimarães Vereador Avair Salvador – Contagem Marcos Raimundo Pessoa Duarte Sábado, dia 1º Jornalista Jane Faria Marco Aurélio Andrade Roberto Márcio Fernandes

A todos, os nossos Parabéns!

T U R I S M O Montes Claros demonstra que tem potencial turístico Fábio Marçal/PNC

SAÍDA HONROSA – A liderança do Sindicato dos Trabalhadores no Ensino está procurando uma saída honrosa para a encrenca criada ao medir força com o governo estadual, ao tentar manter uma greve dos professores durante tanto tempo. Essa atitude trouxe prejuízos para a categoria, que deixou de receber seus salários, atrasou o calendário escolar, estendendo-o até fevereiro do próximo ano, acabando com as férias de inúmeras famílias. O movimento tenta agora uma saída num encontro com o senador Aécio Neves, alegando que acabou o diálogo com o governo estadual. O professor Antonio Anastasia, governador do Estado, diz que fez até onde as contas públicas permitiram. Além dos 10% de aumento anunciado neste ano, conseguiu aumentar o salário base para aqueles que ficaram ainda no sistema antigo de remuneração, atendendo aos reclames dos grevistas. Mesmo assim, o movimento, que deixou de ser reivindicatório para ser político, resolveu manter a greve e desagradou parte da categoria que gostaria de ter voltado às salas de aula há mais tempo. Mesmo com a justiça declarando ilegal e aplicando multas para cada dia de greve a partir da decisão, a liderança do Sindicato não deu “bola” e manteve o movimento. Os professores por iniciativa própria estão voltando às salas. Pelo andar da carruagem, o sindicato vai ficando sozinho, procurando nesse encontro com Aécio uma saída honrosa. Tudo isso vem provar que nunca é bom, nem para os funcionários, nem para o governo, radicalizar ações como foi a greve.

Eloy Lanna

Email: acir.antao@ig.com.br

MONTES Claros está um ponto percentual acima da média estadual

S

egundo a Secretaria de Turismo de Montes Claros, há um ano, através da Fundação Getúlio Vargas (FGV), foi feito um estudo sobre o turismo da cidade, quando foram analisados 17 pontos com potencial para o desenvolvimento do setor. Pela pesquisa, a cidade foi classificada como Indutora, tornando-se prioridade em projetos de turismo a nível municipal e estadual. Reinaldo Corby, da Divisão de Turismo do município, ressalta que o estudo concluiu que MOC está um ponto percentual acima da média estadual e apenas dois pontos abaixo da média nacional, o que demonstra um grande potencial turístico. Ele afirma que há na cidade muitos projetos turísticos concretizados e vários em andamento, como o projeto do hipercentro, em que se busca a padronização das calçadas e melhoria na acessibilidade, indo da Praça Coronel Ribeiro até a Praça de Esportes. Corby lembra que há um site do turismo da cidade, em que se pode observar os grandes destaques da região. “O forte de

Montes Claros ainda é o turismo de negócios, não possuímos grandes paisagens e lugares de lazer a serem explorados. Mas há aqui o projeto do Parque da Lapa Grande, um lugar exuberante em que as pessoas poderão desfrutar de grutas e cavernas maravilhosas, devendo ser inaugurado em breve”, diz. O turismo hoje é entendido como tudo aquilo em que o cidadão se desloca de um lugar para outro com o fim de realizar alguma atividade produtiva, havendo, portanto, outro destaque em Montes Claros, que é no turismo de saúde e de educação, com estudantes de todos os cantos do país. Outro destaque é o fato de Montes Claros ser pré-classificada como subsede da Copa de 2014, podendo hospedar uma das seleções da competição, o que promoverá um grande desenvolvimento para a região. Todo esse desenvolvimento da cidade deve-se ao trabalho realizado pela Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Turismo e Tecnologia, na figura do secretário Edgard Santos Filho.


EDIÇÃO DO BRASIL 25 de setembro a 2 de outubro de 2011

S O C I A L

7

Editada por Emilienne Santos

mili.edicaodobrasil@globo.com

CASAMENTO DE EDUARDO & CHRISTIANY

OS NOIVOS Eduardo e Christiany

NICIA, Eduardo, Christiany e Diogo

município de Raposos foi palco do casamento de Christiany e Eduardo. Ela é filha de Hélio Vieira dos Santos e Fátima Maria Cirino. Ele é filho de Luiz Gherardi Marinho e Nícia Marcellini Gherardi. A cerimônia aconteceu ao pôr-do-sol na Igreja Nossa Senhora da Conceição, emocionando todos os presentes. Após os cumprimentos, os noivos embarcaram para uma semana de Lua de Mel em Maceió.

ATUALIZANDO VOOS A PANALPINA e a Atlas Air assinaram um novo contrato de aeronaves, tripulação, manutenção e seguro (ACMI) envolvendo dois aviões Boeing 747-8F com tecnologia de ponta. A aeronave entrará em serviço no primeiro semestre de 2012 para operar na rede própria controlada e exclusiva de frete aéreo da Panalpina, substituindo os dois Boeing 747-400F utilizados atualmente. O MAIS NOVO cargueiro tem capacidade para transportar um volume de carga 16% maior que o antecessor. Além disso, a expectativa é que tenha a mais baixa emissão de dióxido de carbono de sua classe. O grupo Panalpina é um dos principais fornecedores mundiais de soluções de cadeia de suprimento, combinando Frete Aéreo e Marítimo internacional com serviços completos de Logística de Valor Agregado e serviços de Cadeia de Suprimentos. No Brasil, a Panalpina possui 34 anos de história, com atuação em todo território nacional. Localizada em São Paulo, desde 1977, a empresa possui, atualmente, 14 escritórios próprios, além de sediar o Centro Regional para a América Latina.

FESTIVAL CULINÁRIO NOS DIAS 20, 21 e 22 de setembro, a Capital mineira recebeu a terceira edição do BH Bom de Mesa, festival do qual participam restaurantes que fazem parte da Associação dos Restaurantes da Boa Lembrança. Como acontece em São Paulo e no Rio de Janeiro, os chefs recebem colegas convidados para um intercâmbio de sabores e experiências gastronômicas. A CASA ITALIANA Osteria Mattiazzi, localizada no Bairro Santa Efigênia, em Belo Horizonte, pela primeira vez abriu as portas para uma mistura de cozinhas, já que o convidado do chef de Veneza e proprietário da casa, Massimo Battaglini, é o renomado chef Joca Pontes, de Recife. No festival, os clientes puderam degustar menus de três etapas – entrada, prato principal e sobremesa.

C

Medalha JK

oube ao governador Antonio Anastasia presidir a solenidade de entrega da Medalha JK, realizada na semana anterior, em Diamantina. Aliás, a cidade estava repleta de autoridades, empresários e muitas personalidades. Esta Medalha foi idealizada há cerca de 20 anos, por Serafim Jardim, ex-secretário particular do então presidente JK. Atualmente, Serafim preside a Casa com o nome do ex-presidente da República, naquela cidade. É um dos eventos mais prestigiados de Minas Gerais. Fotos: Eloy Lanna

O

FÁTIMA, Eduardo, Chistiany e Rodolfo

AO MEIO-AMBIENTE O DIA DA ÁRVORE, comemorado em 21 de setembro, foi celebrado em Betim com uma programação direcionada à conscientização de crianças e jovens. Estudantes da rede municipal de ensino e a prefeita Maria do Carmo Lara plantaram um Ipê Rosa no Parque Felisberto Neves. O plantio do Ipê marcou a celebração de dois anos do programa “Uma Vida, Uma Árvore. A operacionalização do programa é de responsabilidade da Secretaria Municipal de Meio Ambiente.

FACE EM PAUTA LOURDES Maria, Maristela Kubitscheck e Paulo Viana

O DEPUTADO federal Paulo Abi-Ackel e Carlos Bernardo Brecha

GRANDES nomes nacionais e internacionais da área de Ortodontia e Ortopedia facial discutirão os últimos avanços tecnológicos desse segmento durante o 8º Congresso da Associação Brasileira de Ortodontia e Ortopedia Facial, promovido pela ABOR-MG. O evento será realizado entre os dias 12 e 15 de outubro, no Minascentro. Contará com cerca de três mil participantes, entre eles nove palestrantes internacionais, como o professor associado do Departamento de Ortodontia, Cirurgia Oral e Ciências Básicas da Universidade da Carolina do Sul (USA), Dr.Stephen Yen, e o diretor-executivo do Centro para Educação Dental Avançada na Universidade de Saint Louis – EU, Dr. Rolf Behrents. Serão ministradas 152 palestras, 15 cursos e seis eventos paralelos.

RELAXAMENTO

VICTOR e Ricardo Rodrigues

O PRESIDENTE da OAB-MG, Luis Cláudio Chaves, após receber o Troféu JK

COMEÇA a contagem regressiva para um dos períodos mais relaxantes do ano: o Spa Week. O evento vai de 24 de setembro a 08 de outubro e oferece terapias nos Estados de São Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerais, Santa Catarina e Paraná. Com mais de 90 spas participantes, o Spa Week oferecerá diversos tratamentos com o patrocínio oficial de Dove, que dará brindes da marca. NESTA 5ª EDIÇÃO, o Spa Week conta com 93 estabelecimentos participantes. Em Minas Gerais, os Spas participantes são: Outeiro de Minas, Minas Day Spa, Kalmma Zen SPA – Unidade Vila da Serra, Kalmma Zen SPA – Unidade Savassi, One Day Spa e Samadhi SPA Mirante da Colyna. ENTRE os menus oferecidos estão terapias para relaxamento como banho de ofurô e massagens como a de pedras quentes, cuidados com a pele como limpezas e hidratações de face e corpo, além de novidades em tratamentos.


EDIÇÃO DO BRASIL 25 de setembro a 2 de outubro de 2011

Estudo: 25% dos pacientes com câncer de testículo usam maconha

U

Getty Images

m levantamento feito pelo Instituto do Câncer do Estado de São Paulo (Icesp), ligado à Secretaria de Estado da Saúde e à Faculdade de Medicina da USP, apontou que 25% dos pacientes com câncer de testículo atendidos no setor de urologia da unidade assumem o consumo regular de maconha. O uso da droga foi associado ao surgimento do câncer de testículo, provocando diversos efeitos sobre os sistemas endocrinológico e reprodutivo. Dos pacientes atendidos mensalmente com câncer no testículo na clínica de uro-oncologia do Icesp, 70% têm sinais de doença avançada no momento do diagnóstico. De acordo com o urologista do Icesp, Daniel Abe, o uso de drogas aumenta o risco do desenvolvimento de tumores. “Evitar o uso da droga é fundamental para diminuir consideravelmente as chances de desenvolvimento do tumor. Além disso, é fundamental que os homens realizem o autoexame para o diagnóstico precoce da doença”, diz. O câncer de testículo é curável, principalmente se diagnosticado precocemente. A doença atinge predominantemente homens com idades entre 15 e 34 anos. Fonte: Terra

DE ACORDO com o urologista Daniel Abe, o consumo de drogas aumenta o risco desenvolvimento de tumores

Cientistas indicam alimentos que evitam os cálculos renais

Q

uem sofre com cálculos renais sabe que não há nada pior do que uma cólica causada por eles, ou mesmo a dor de expeli-los naturalmente. Como o número de pessoas com o problema tem aumentado significativamente, em teoria por causa do avanço do sobrepeso, pesquisadores da Universidade de Harvard, nos Estados Unidos, oferecem algumas dicas para evitar o problema. Os estudiosos, no entanto, deixam um alerta àqueles que sofrem com as pedras nos rins: uma vez que teve o problema, há grandes chances de reincidência. Por isso, este é um dos motivos a mais para seguir as dicas dos especialistas.

Fluidos em ordem: as pedras se formam por causa da concentração de alguns minerais na urina, que se transformam em cristais. Aumentar a ingestão de bebidas - em especial de água - torna a urina mais fluida e reduz a concentração destes minerais. Comer mais cálcio: embora o cálcio seja o maior componente da maioria das pedras nos rins, não se deve evitar sua ingestão. Na verdade, muitas pedras são feitas da combinação de cálcio e oxalato, mas se há bastante cálcio na dieta, ele se liga ao oxalato no intestino, impedindo que a substância vá para a urina e forme os cálculos. Boas fontes de cálcio são laticínios desnatados, vegetais folhosos verdes e peixes como salmão. Reconsiderar os suplementos de cálcio: um estudo conduzido pela equipe de enfermaria da universidade descobriu que mulheres na menopausa que tomavam suplementos do mineral tinham 20% mais chances de ter pedras nos rins do que as que não o faziam. Uma das explicações é que o cálcio em pílulas tem um efeito diferente no organismo do que o que vem pela alimentação, já que pela comida o cálcio chega ao intestino junto do oxalato, interferindo na sua absorção. Moderar o consumo de sódio: dietas com pouco sódio diminuem

a excreção de cálcio e oxalato.

Moderar o consumo de proteínas: elas podem aumentar a excreção de oxalato e cálcio, mas dietas altamente protéicas podem reduzir os níveis de substâncias inibidoras de pedras na urina. Moderar a ingestão de oxalato: alguns fatores dietéticos podem influenciar diretamente na formação dos cálculos e a alta ingestão de oxalato pode, ocasionalmente, ser um deles. Alimentos ricos na substância são espinafre, chocolate, oleaginosas, beterraba etc.

Bocejos ajudam a regular a temperatura do cérebro

O

bocejo pode estar ligado ao tédio e também ao sono, mas pesquisadores da Universidade de Princeton (EUA) descobriram que bocejar também pode ser uma resposta do organismo para regular a temperatura do cérebro, evitando seu aquecimento. Os cientistas pediram a 80 pedestres, escolhidos aleatoriamente, que observassem fotos de pessoas bocejando e marcassem com qual eles faziam o mesmo. O teste foi realizado tanto no inverno quanto no verão e constatou que o bocejo é uma das maneiras do corpo refrescar o cérebro, trocando calor com o ar fresco que entra no organismo durante o ato. Todavia, em dias muito quentes, o bocejo não é eficaz. “Bocejar se torna contraprodutivo em temperaturas ambientes maiores que a do organismo, porque a inalação do ar ambiente não promoveria a refrescância”, explica o professor Andrew Gallup, que conduziu a pesquisa, citando que há uma janela térmica que desencadeia o bocejo em um limite de temperatura. O estudo constatou que no verão as pessoas bocejam menos do que no inverno, mostrando que

Getty Images

8

V I D A

O ESTUDO constatou que o bocejo acontece menos no verão

a frequência do bocejo varia segundo a sazonalidade, o que explicaria porque as pessoas se tornam confusas e desorientadas quando submetidas ao calor extremo, já que o cérebro tem meios limitados de se refrescar. A pesquisa vem para somar conhecimento e ajudar na compreensão de doenças neuromotoras ou epilepsia, que têm o bocejo como uma das características mais comuns.

Alzheimer avança na América Latina O Mal de Alzheimer acelera em todo o mundo e mais rapidamente na América Latina, indica um relatório publicado no Dia Mundial desta doença. Ao todo, cerca de 35,6 milhões de pessoas sofrem desta doença senil. A organização Alzheimer’s Disease International (ADI), que engloba mais de 70 grupos de diferentes países, assinalou em seu relatório deste ano que o número de casos do mal aumentou aproximadamente cerca de 10% desde 2005. O relatório calcula que nas próximas duas décadas o número de casos de demência senil mais que dobrará em regiões da América Latina e da Ásia, comparado com um aumento entre 40% e 60% na Europa e na América do Norte. Segundo os números divulgados, na Europa o aumento de casos durante as próximas duas décadas será de 40%, na América do Norte, 63%, na América Latina, 77%, e nos países desenvolvidos da Ásia, 89%. A menos que haja novidades substanciais na prevenção e tratamento deste mal, a ADI calcula que em 2050 haverá 115,4 milhões de pessoas no mundo afetadas pela doença, que se caracteriza por uma deterioração progressiva das capacidades intelectuais, incluídas memória, aprendizagem, orientação, linguagem, compreensão e julgamento.

Espanha inova Em Barcelona, na Espanha, médicos desenvolveram um tratamento pioneiro do Alzheimer, chamado de “tratamento multissensorial”, que se aplica naqueles que já estão em uma fase avançada da doença. O tratamento consiste em estimular os sentidos com luzes, cores, odores ou sons, para conseguir que durante uns instantes associe o que sente no presente à suas lembranças do passado. O tratamento não freia o avanço do mal, mas consegue fazer com que, durante o tempo que dura a sessão, alguns comportamentos típicos do Alzheimer desapareçam. Também permite aos doentes e às suas famílias viverem momentos muito emotivos.


E C O N O M I A

A CeasaMinas atua de diversas formas para contribuir com o desenvolvimento do setor de abastecimento. Uma delas é avaliar a possibilidade de instalação de Centrais de Abastecimento municipais, a pedido das prefeituras. Montes Claros, Arcos, Ipatinga, Patos de Minas e Diamantina são cidades que já foram atendidas pela estatal. Recentemente, o Setor de Estudos Estratégicos (Seest) da CeasaMinas apresentou os resultados da pesquisa de viabilidade de implementação de uma Central de Abastecimento em Pouso Alegre, no Sul do Estado. O estudo concluiu que o município tem potencial para receber uma Ceasa. Segundo Ênio de Paula, coordenador do Seest, uma das metodologias da pesquisa consistiu na aplicação de um questionário para os atores envolvidos no setor hortigranjeiro. Foram entrevistados 24 atacadistas, 65 varejistas e 156 produtores. Todos eles demonstraram interesse na construção da Ceasa e acreditam que a chegada de uma Central melhoraria o sistema de abastecimento do município. 100% dos atacadistas responderam que se deslocariam para a Ceasa. Também foi realizado um levantamento da produção. Foi constatado que 80% do que é consumido em Pouso Alegre é produzido na própria região. As cidades que concentram a produção são Estiva, Borda da Mata, Silvianópolis, Tocos do Moji, Inconfidentes e Brasópolis, além da própria Pouso Alegre – no total,

JEditorial

CeasaMinas quer instalar filiais no interior do Estado

VÁRIAS cidades podem ter a sua própria central de abastecimento essas cidades representam 70% do que é vendido no município. Os técnicos da CeasaMinas também constataram que a população de Pouso Alegre e dos municípios distantes até 54 quilômetros somam 360 mil habitantes – eles são os potenciais compradores da futura Central. A existência de

produtores profissionais, de grande produção hortifrutícola e de público consumidor mostra que Pouso Alegre tem potencial para ter uma Central de Abastecimento, mesmo que seja de pequeno porte. A prefeitura já tem o local para a construção da Central de Abastecimento. Se o projeto for

levado adiante, a CeasaMinas dará suporte técnico. Para Ênio de Paula, a Ceasa de Pouso Alegre tem condições de nascer pronta para concorrer com mercados vizinhos, como Poços de Caldas, Varginha e Três Corações, além de mercados de cidades do interior de São Paulo. Informações: 3399-2012.

9

Dia das Crianças já movimenta os principais centros de comércio Mais uma data festiva chega para animar o comércio varejista de Belo Horizonte: 12 de outubro. Desta vez, quem ganha presentes e mimos são os pequenos, mas quem lucra são os lojistas. A proximidade do Dia das Crianças já movimenta os principais centros de comércio. Os empresários estão ainda mais otimistas do que em 2010. A expectativa de vendas melhores para este ano atinge 55,6%, de acordo com a Sondagem de Opinião do Lojista, realizada pelo Departamento de Economia da Fecomércio Minas. Somando esse percentual com o número de entrevistados que acreditam em resultados iguais aos do ano passado (21%), revela-se um otimismo considerável: 76,6% de lojistas confiam no sucesso de vendas. “Os números demonstram a crença na data comemorativa, apesar das turbulências financeiras internacionais”, aponta Silvânia Araújo. O que demonstra essa confiança são as estimativas de aumento das vendas, que giram em torno de 10% a 20%, segundo 57,9% dos entrevistados. De acordo com a economista, o clima econômico – que inclui preço, renda, emprego e crédito – deste ano está favorável ao consumo. “Contudo, apesar da disposição de compra do consumidor, o alto comprometimento da renda deverá torná-lo mais seletivo e exigente”, ressalta. Por isso, o que os consumidores desejam são ações promocionais e conveniência. Os lojistas precisam ficar espertos quanto a esse quesito. Oferecer opções de escolha, prazos para adequar preços à renda, bom atendimento, promoções e uma vistosa vitrine são apenas algumas das tarefas que os lojistas precisam colocar em prática. Para impulsionar as vendas, as medidas mais citadas foram visibilidade da loja (28,4%), diversidade do mix de produtos (17,2%), promoções (13%)

orial

25 de setembro a 2 de outubro de 2011

JEdit

EDIÇÃO DO BRASIL

AS CRIANÇAS estão ansiosas com a chegada da data e mix de produtos com menor valor (8,9%). Os itens mais procurados serão os artigos de vestuário, com 51,9%, e os brinquedos, com 43,2%. “Além disso, há as ações festivas realizadas na área de serviços, com programas específicos para comemorar a data, tais como cinemas, parques, eventos e mais”, evidencia Silvânia Araújo. Com relação ao ticket médio, 65,4% esperam que a faixa de escolha deverá situar entre R$ 30 a R$ 70. “Isso indica mais cautela na compra dos presentes, caracterizando a compra como ‘lembrancinhas’”, afirma a economista. Do total de entrevistados, 6,4% acreditam que a escolha varie de R$ 100 a R$ 200. E, mais uma vez, o cartão de crédito é líder em preferência: 82,7% das respostas reafirmam que o parcelamento continua sendo a mais frequente opção de pagamento. O Dia das Crianças atua como portal para o Natal, ponto de partida para investimentos no clima natalino. 42% dos lojistas já iniciarão as ações a partir de outubro, segundo a Sondagem. “Esse é um período de lançamento dos produtos que serão comercializados em dezembro. A partir do dia 12 de outubro, o clima natalino invade o comércio”, enfatiza Silvânia.

C I D A D E S BELO HORIZONTE

SANTA LUZIA

Jota Quest completa 15 anos e comemora boa fase em BH

Cuidado com radares na Avenida Brasília

As Dores do Mundo, Amor Maior, Fácil, De Volta ao Planeta, O Vento, Só Hoje, Na Moral, Além do Horizonte e Sempre Assim. Estas são algumas músicas da discografia de uma das bandas mineiras mais conhecidas do Pop Rock nacional, o Jota Quest, que está completando 15 anos. Para celebrar o aniversário, o grupo lançou o CD duplo “Quinze”, uma coletânea com os maiores sucessos e alguns novos singles: É Preciso, Luta de Viver e Coração. Fora o novo álbum, o grupo está excursionando pelo Brasil com a turnê “Jota Quest – 15 Anos Na Moral”, que já passou por 12 cidades, dentre elas São Paulo, Rio de Janeiro, Natal e Maceió. Agora, o Jota chega a Belo Horizonte para acender as velas do bolo. No dia 14 de outubro a banda faz uma apresentação da turnê no Chevrolet Hall. Em entrevista coletiva para a imprensa, o vocalista Rogério Flausino falou sobre a importância da Capital mineira para o crescimento profissional do Jota Quest e também da concepção da turnê dos 15 anos do grupo.

“Comemorar o aniversário em casa, em BH, é motivo de alegria e muita expectativa. Nosso primeiro disco foi gravado aqui, tudo foi feito aqui. Não iniciamos a turnê na Capital porque a responsabilidade é muita, por isso ensaiamos o máximo para fazer no capricho. A “Jota 15” é na verdade uma festa. Será realizada em ambientes bem legais, onde faremos um show misturando hits, os que marcaram nossa história e, claro, alguns covers e o que rolar. A excursão começou em maio de 2011. Até o ano que vem vamos tocar em mais de 20 cidades. BH não poderia ficar de fora, já que faz parte das nossas vidas e é a nossa raiz”, afirmou Rogério. Além de falar da nova turnê, ele ainda lembrou que durante o show de BH alguns convidados especiais vão surpreender os presentes. “Será uma festa, aquela que você reúne todos os amigos. Os convidados já confirmados até agora são: Marcelo Falcão, do grupo O Rappa, Dado Villa-Lobos e Marcelo Bonfá, para um tributo especial à lendária Legião Urbana. Tem também a participação do carioca DJ Negralha, com o melhor da black music. Ele está excursionando conosco na Jota 15”.

DVD (Blue Ray) ao vivo De acordo com o tecladista Márcio Buzelin, a turnê será uma oportunidade para mostrar aos fãs e admiradores toda a história do grupo. “Gravaremos um novo trabalho através da excursão, um DVD. Como vamos passar por vários locais, são várias culturas, assim será uma oportunidade de mostrar para todos o que rolou de melhor. Todas as apresentações já estão sendo registradas para dar origem a um DVD/BlueRay, com previsão de lançamento para o início de 2012”, afirmou o tecladista.

A TURNÊ vai passar por mais de 20 cidades até 2012

BH no Rock

In Rio

Os belo-h orizontino no Rock In Rio no dia s do Jota Quest to dia, grand 30 de sete carão es mbro. No mesmo Marcelo D nomes da música estarão p 2, Shakira resentes: , Lenny K Sobre a p ravitz etc. articipaçã que o sho o d a b anda, Rog w é uma o ério disse portunida na edição de imperd de 2001 ível, já qu eles não “Estávam e fo os começa ram convi ndo, tínha banda, po mos pouco dados. r isso não tempo de fomos ch vamos co am m tudo, o único pesa ados. Desta vez apenas u ma hora. r é que to Vamos te caremos sicas que r que pen vamos ap sar nas m resentar, tocar muita úp o is s. Estou p não pode ed remos amigos e familiares” indo dicas para todo , concluiu mundo, sorridente .

a segurança para nós, pedestres, pois sempre fazemos compras no supermercado próximo”, afirma o enfermeiro Gilson Carlos Gerônimo, de 46 anos, sobre o radar instalado no entroncamento do Bairro Cristina “C”. Trabalhando como taxista há mais de um ano na Avenida Brasília, o motorista Cristiano Pedro Silva, de 28 anos, afirma que a busca pela melhoria do trânsito das ruas da cidade é importante. “Vai melhorar muito. Os pedestres têm prioridade”, enfatiza o taxista. Preocupada com a melhoria do tráfego da cidade, a Prefeitura de Santa Luzia, através da Secretaria de Segurança Pública, Trânsito e Transportes, anuncia ainda que está em fase de implantação o semáforo da Rua do Carmo com Avenida Presidente Afonso Pena, no Bairro Esperança. Outra ação é a revitalização da sinalização vertical do centro histórico, juntamente com a proibição do tráfego pesado na região.

OS RADARE S vão prop orcionar mais segura nça para motoristas e pedestre s

PMSL

Felipe José de Jesus

Felipe José de Jesus

Banda receberá convidados ilustres no dia 14 de outubro, no Chevrolet Hall

Os motoristas que trafegam pela Avenida Brasília, no Bairro São Benedito, devem ficar atentos. Os radares com registro de avanço de sinal e parada sobre a faixa de pedestres, instalados nos entroncamentos do Bairro Cristina “C”, Rua Alvorada e Rua Ubajara, poderão multar os veículos. Para orientar os motoristas, a Secretaria Municipal de Segurança Pública, Trânsito e Transporte de Santa Luzia promoveu uma campanha educativa nos sinais da avenida, com a distribuição de material com orientações. De acordo com o coordenador de trânsito da secretaria, Schneider Carvalho, a colocação dos radares irá proporcionar mais segurança, principalmente para os pedestres. “Nosso intuito é privilegiar o acesso e a mobilidade dos usuários da avenida, diminuindo o risco de atropelamentos”, diz. Motoristas e pedestres aprovaram a iniciativa. “Vai aumentar

E LO Y LANNA Fotógrafo Profissional

FOTO - JORNALISMO - CONGRESSOS - EVENTOS SOCIAIS

TELEFONES: 3450-0980 / 9603-4396

Rua Tamóios, 62 - Sala 100 - Centro Belo Horizonte / Minas Gerais

Luciana Cyrino Pinto Coelho Advogada

RUA ERÊ, 125 - 1º ANDAR - BAIRRO PRADO Cep 30.410-450 - Belo horizonte / mg

Tel: (31) 3316-6692 Cel.: (31) 9932-5289


25 de setembro a 2 de outubro de 2011

MONTES CLAROS

Senna/PMC

quatro rapazes e 12 moças para a finalíssima, que será realizada em novembro. No dia 24 de setembro, aconteceu outra seletiva, reunindo candidatos dos bairros Esplanada e Independência.

A final do concurso terá como palco o ginásio do Serviço Social do Comércio (Sesc). “Esta é uma forma de promover a igualdade racial com socialização das pessoas em suas regiões. A valorização da cultura negra é um dos principais objetivos deste projeto”, afirmou Veranice dos Santos (Brexó), coordenadora de Igualdade Racial da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social. Recentemente, o mundo brindou a vitória da angolana Leila Lopes no Miss Universo. Negra, ela representa a beleza do continente africano.

QUEM SABE, SABE

paulocesarpedrosa@yahoo.com.br

Advogado & Jornalista RP: 098523 / 296

Paulo Queiroga e Fernando Meira Dias na inauguração da Agência Master Turismo – TAP

CUIDADO COM VIAGENS INTERNACIONAIS Quem está de viagem marcada para o exterior nos próximos meses e ainda não comprou dólares terá que planejar com cuidado o orçamento para não perder dinheiro. Com as recentes altas da moeda americana, os diferentes meios de pagamento (como cartões de crédito,

débito ou moeda) apresentam vantagens e desvantagens. É importante ficar atento às oscilações do câmbio e diferenças de custos (particularmente das alíquotas de IOF) das administradoras de cartões. No mês, o dólar comercial acumula alta de mais de 10%.

TURISMO CORRUPTO Mesmo com um dos orçamentos mais modestos da Esplanada, o Ministério do Turismo, sob o comando de Pedro Novais,

tornou-se uma das áreas do Governo Federal com o maior número de denúncias de corrupção e desvios de dinheiro público. Valdez Maranhão

AS JOVENS estão ansiosas para a final, que será realizada em novembro

PAULO CESAR PEDROSA J. Urias

Concurso “Beleza Negra” elege mais 12 moças e quatro rapazes Foi das mais animadas a seletiva do Concurso “Beleza Negra”, que aconteceu no Grande Santos Reis no dia 17 de setembro. Participaram 23 mulheres e seis homens, dos quais foram classificados

11

C I D A D E S

EDIÇÃO DO BRASIL

ITABIRITO

Beneficiados do Bolsa Família devem regularizar o cadastro A Prefeitura de Itabirito, por meio da Secretaria de Assistência Social, convoca todos os beneficiados pelo Programa Bolsa Família, do Governo Federal, para regularização do cadastro obrigatório. Itabirito possui mais de 1,2 mil famílias beneficiadas pelo programa, o que reflete em uma média de 250 atendimentos por mês, realizados pelo setor responsável. De acordo com a secretária de Assistência Social, Cynthia Esteves, a secretaria se empenha para possibilitar maior agilidade no atendimento, “no que se refere ao fluxo de famílias beneficiárias, bem como o respeito com estas famílias, para que não fiquem aguardando o atendimento por muito tempo”. O serviço de recadastramento acontece no galpão da Feira Livre, à Rua Doutor Eurico Rodri-

gues, nº 486, das 8h às 17h. Para fazer o cadastro, o responsável deve apresentar cópia do CPF, Carteira de Identidade, Título de Eleitor, Carteira de Trabalho e comprovantes de renda e endereço atuais de todos os moradores da residência. Para os menores de 18 anos, é necessário apresentar cópias da Certidão de Nascimento e da declaração escolar. A assistente social responsável pelo setor do Bolsa Família, Elaine Cristine de Oliveira, avisa que os interessados em ingressar no programa podem se cadastrar em qualquer época do ano. “Aqueles que já são inscritos e que estão com os cadastros desatualizados há mais de dois anos devem comparecer ao galpão da Feira Livre até o dia 31 de outubro, para regularizar a situação e não perder o benefício”, alerta.

A assistente social ainda conta que a lista das pessoas que adquiriram o direito de receber o benefício e que ainda não retiraram o cartão na Caixa Econômica Federal está disponível no quadro de aviso do setor do Bolsa Família, na Secretaria de Assistência Social.

Avanços Desde fevereiro, Itabirito conta com a ajuda da Comissão de Acompanhamento do Bolsa Família, que, segundo Elaine, tem o objetivo de exercer o controle social do programa, “fiscalizando irregularidades e tomando decisões para melhoria do benefício no município”. Além disso, a cidade já está operacionalizando o novo formulário para coleta de dados do Sistema de Cadastro Único para Programas Sociais, na versão 7, de acordo com as exigências do Governo Federal e da Caixa Econômica, o que está facilitando o atendimento ao público.

Conheça os melhores restaurantes das seguintes cidades: SANTA LUZIA: Rest. e Lanchonete Colher de Chá Espaguete na Chapa Bar Ltda MONTES CLAROS: Churrascaria Chimarrão Churrascaria e Pizzaria Papaula Bar do Toco Churrascaria Restaurante Sabor e Saúde Chicos Pizzaria e Churrascaria Uai Tchê Cervejaria Lumas Churrascaria Armandos Restaurante Restaurante Favorito Bar e Restaurante Quintal

Restaurante PauTerra CORONEL FABRICIANO Restaurante Angra Restaurante Cantina da Nona Restaurante Amigão Pizzaria do Jayme JUIZ DE FORA: Restaurante Bacco Restaurante Brazão Restaurante Belas Artes Restauante Bertu’s

IPATINGA Restaurante Tempero Mineiro Restaurante Sabor e Aroma Restaurante Bom Apetite Restaurante D’Lucas Restaurante Vovó Efigênia Restaurante Popular

VESPASIANO Restaurante Vespagril Restaurante Taberna Restaurante Vovó Marguerita Restaurante Tropic Restaurante B&N

SABARÁ Restaurante e Pizzaria 314 - Sabarabuçu Barroco Cekisabe

BETIM Restaurante e Pizzaria Hudson Churrascaria Carro de Boi Cantina da Vovó Ana

Roberto Fagundes e Pedro Paulo na noite do Feijão Amigo

CANAL ABERTO ALVO DE AÇÃO na Justiça por fretar jatinhos com verba pública, o prefeito de Belo Horizonte, Marcio Lacerda (PSB), terá de responder agora por dar cargo a um filho na prefeitura. O Ministério Público de Minas (MP-MG) concluiu inquérito e ajuíza nos próximos dias ação civil pública para anular a nomeação de Thiago Lacerda como presidente do comitê que coordena ações e representa o município quando os assuntos são obras e preparativos do evento. Thiago foi alçado ao posto em 28 de agosto de 2009, graças a uma portaria assinada pelo pai. De acordo com a promotoria de Defesa do Patrimônio Público, para burlar a lei que proíbe o nepotismo na administração pública, o filho do prefeito usou um termo de trabalho voluntário, abrindo mão de salário. O promotor de Justiça, João Medeiros, responsável pelo inquérito, sustenta, no entanto, que a lei federal do voluntariado prevê esse tipo de vínculo para atividades distintas, como trabalhos cívicos, educacionais, culturais, recreativos e de assistência social. (Jornal “O Globo”). A ASSOCIAÇÃO de Parentes, Amigos e Vítimas de Trânsito (Trânsito Amigo) criticou a morosidade da Justiça na análise de processos como do jogador Edmundo, que teve a pena de quatro anos e quatro meses de prisão extinta pelo Supremo Tribunal Federal (STF), por ter prescrito, no último dia 12. Em 1995, Edmundo se envolveu num acidente de trânsito na orla da Lagoa Rodrigo de Freitas, no Rio, quando três pessoas morreram e três ficaram feridas. RONCO FORTE e frequente engasgo, sufocação durante o sono, sonolência excessiva durante o dia, cansaço e dor de cabeça, dificuldade de memória e concentração, irritabilidade e depressão, ganho de peso, pressão alta e impotência sexual. Quem sofre de apneia corre maior risco de infarto. O tratamento é usar máscaras especiais, que geram ar sob pressão, mantendo a faringe aberta. Outras opções são próteses orais e cirurgias. INJUSTIÇA & COVARDIA. Quando o secretário de Transporte, Júlio Lopes, do Rio de Janeiro, aponta como culpado pela tragédia do Bonde de Santa Tereza o motorneiro Nelson Correa da Silva, ele comete injustiça e covardia. Depois de estar morto, como o senhor Nelson pode se defender? APARECIDO. Se o goleiro Fábio, do Cruzeiro, quis aparecer com aquela toca na cabeça, ele conseguiu. OBESIDADE. Segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), 49,6% da população está acima do peso, sendo 13,9% obesa. E a situação tende a piorar em todas as faixas. Entre

os cinco pratos preferidos dos brasileiros, estão a lasanha, a pizza e o macarrão, em vez da nutritiva dupla arroz e feijão, como mostra a pesquisa do Comitê de Oxford de Combate à Fome. Ainda segundo o IBGE, 82% dos brasileiros abusam de gordura saturada e 61% de açúcar. E 90% não comem a quantia diária (400g) de frutas, legumes e verduras. ELEIÇÕES NO CRUZEIRO. Definidas as chapas que irão concorrer à presidência do Clube. Chapa Juntos Somos Mais Fortes: presidente Alberto Rodrigues, 1º vice-presidente Antonio Claret, 2º vice-presidente Zezé Franelli. Chapa nº 2: presidente Gilvan Tavares, 1º vice-presidente José Maria Fialho, 2º vice-presidente Marcio Rodrigues. RECUSANDO. O ex-presidente Lula parece que anda mascarado. Recusou propostas para dar palestra em duas cidades mexicanas. Nada menos que 150 mil dólares. Pode ser agenda. FUNDO DO POÇO. Os times mineiros parecem que querem chegar ao fundo do poço. Primeiro o America, que já está lá. Segundo o Atlético, que está quase chegando. Terceiro o Cruzeiro, querendo conhecer. PERDENDO PESO. Dietas têm muitos nomes, mas a única que leva a uma radical perda de peso é a vegetariana. E isto vale especialmente para quem nunca fez. Esta é a conclusão dos médicos americanos Susan E. Berokow e Neal Barnard, depois de analisarem 40 estudos diferentes relacionando hábitos vegetarianos e massa corporal. Os dois notaram que as mulheres vegetarianas pesam 6% a 17% menos do que as que são carnívoras. E o mesmo vale para os homens: os que não comem carne são de 8% a 17% mais magros. SEM ÁLCOOL. A Associação Brasileira de Álcool e Outras Drogas vai pedir ao Ministério Público do Consumidor que exija dos fabricantes um aviso dos malefícios do abuso no consumo de álcool nos rótulos de latas e garrafas, como já é feito com o cigarro. “O alcoolismo é a terceira doença que mais mata no mundo”, diz João Pena, da Abrad. COM O DÓLAR chegando a quase R$ 2,00, com valorização de mais de 25% em menos de um mês, o ministro da Fazenda conseguiu o que queria: aumentar o valor da moeda americana, atendendo especuladores e exportadores. Acontece que com a alta do dólar podemos esperar aumento da inflação, dos alimentos em geral, além de contribuir para o crescimento da pobreza. Resumindo, quem sai perdendo com a alta do dólar são os trabalhadores e pequenos empresários.

“Se você diverge de mim, não é meu inimigo, você me completa”. “A imagem que gostaria que ficasse de mim é a imagem de um irmão”.

Dom Helder Câmara

Exploração sexual não é turismo. É crime. Disque 100 e denuncie. PROTEJA NOSSAS CRIANÇAS. EM CASO DE VIOLÊNCIA, DENUNCIE. TELEFONE: 0800-311119 Cartas, críticas, convites e sugestões enviar para a redação do Edição do Brasil. Av. Francisco Sá, 360, CEP: 30.411-145, BH, MG.


12

E S P O R T E

Cruzeiro em crise promete eleições acirradas no dia 3 José Alves Neto

N

Alair Vieira/Almg

o dia 3 de outubro, o Cruzeiro conhecerá seu novo presidente. Duas chapas concorrem ao comando do clube. Enquanto Gilvan Tavares representa a situação, o radialista Alberto Rodrigues figura como candidato oposicionista. Segundo uma fonte ligada ao Conselho do Cruzeiro, essa eleição já está praticamente definida. “O apoio dos Perrellas tem grande peso dentro do Cruzeiro. É impossível outra corrente ser eleita”, confidencia. Já para o presidente do Conselho Deliberativo, Hermínio Francisco Lemos, as eleições são um processo democrático entre grandes cruzeirenses.

25 de setembro a 2 de outubro de 2011

Mano foi sincero | *Emanuel Carneiro |

Gestão compartilhada na oposição Na “oposição”, o conselheiro e radialista Alberto Rodrigues promete implementar, caso eleito, uma gestão compartilhada com os demais conselheiros que formam sua chapa. “Uma eleição com apenas um candidato fica sem graça. Votar por aplauso, porque não há concorrentes é muito ruim. É uma coisa séria que estamos propondo. Nós não estamos brincando. Se formos eleitos,

trabalharemos em conjunto. Os vices terão as mesmas funções do presidente. Só assim conseguiremos reerguer alguma coisa. Só o presidente mandando, já passou essa época”, disse o jornalista. A chapa “Juntos somos mais fortes” também pretende mudar a política de negociação de atletas no Cruzeiro, priorizando segurar jogadores de ponta no clube.

Situação promete ser independente Uma fonte fidedigna dentro do Cruzeiro traça um perfil do candidato Gilvan Tavares. “Ele agirá de acordo com as vontades próprias, sem cabresto”, revela. Ainda segundo essa fonte, o candidato tem forte personalidade e, quando eleito, não deixará influências externas, sobretudo as do presidente Zezé Perrella, ditarem o ritmo de sua administração. O candidato já traça algumas metas

ambiciosas, dentre elas ter de volta o técnico Vanderlei Luxemburgo para tentar reeditar a Tríplice Coroa, principal marca da administração de seu maior apoiador. Entre os conselheiros do clube, é dada como certa a eleição do candidato, uma vez que esse tem grande maioria no conselho, não só pelo apoio dos Perrellas, mas também do influente conselheiro José Francisco Lemes.

Dinastias

Numa entrevista à Revista Veja, o técnico da Seleção Brasileira, Mano Menezes (foto), sempre muito contido e dando até a impressão que quer ficar bem com todo mundo, deixou escapar opiniões pessoais importantes. Mano falou sobre o individualismo doentio de jogadores que estão sendo testados. Abriu o jogo sobre Neymar, reconhecendo suas qualidades, mas salientando que “nunca deixou o ambiente familiar do Santos para enfrentar as adversidades de atuar diante de uma torcida que não o conhece bem”. E disse mais adiante: “Atletas talentosos como ele e o Ganso só terão condições de se sobressair se, em primeiro lugar, estiverem com a cabeça no futebol”. Até com muita coragem para enfrentar o fogo amigo da grande maioria que continua considerando o futebol brasileiro sem concorrentes, Mano falou que é preciso reconhecer que o Brasil não está jogando o melhor futebol do mundo. E não é de hoje. Esta confissão precisa ser aceita e avaliada com a devida isenção. Não temos os grandes craques de outros tempos. O futebol brasileiro está na entressafra, apressado em badalar talentos. Há bons jogadores, poucos ótimos e quase nenhum grande craque. No futebol europeu o sintoma aparece mais claro com poucos destaques do Brasil. Mano não vai modificar muita coisa. A missão é resgatar a forma brasileira de jogar, cobrar idéias arrojadas dos principais técnicos de salários altíssimos que se limitam a ficar na área técnica reclamando dos juízes. E chegar a uma amarga conclusão de um Neymar só é pouco.

Chega de saudade

Quem for eleito terá de superar os feitos que prolongaram a “Dinastia Perrella” no Cruzeiro. Em 16 anos de administração, os irmãos Zezé e Alvimar conseguiram conquistar ao todo títulos importantes que alavancaram o Cruzeiro como uma das maiores potências da América. Dentre eles, destacam-se uma Li-

bertadores, uma Recopa Sulamericana, um Brasileiro, três Copas do Brasil, duas Copas Sul Minas e nove títulos estaduais. Outra “dinastia” que perdurou no comando dos celestes foi a de Felício Brandi, que dirigiu o Cruzeiro por 21 anos. Brandi conquistou uma Libertadores, um Brasileiro e dez títulos estaduais.

Palavra do Conselho Deliberativo

GILVAN Tavares conta com o apoio dos Perrellas

EDIÇÃO DO BRASIL

O presidente do Conselho Deliberativo do Cruzeiro, Hermínio Francisco Lemos, vê com bons olhos essa disputa entre candidatos na Toca da Raposa. “Eu vejo isso como um processo democrático, legítimo de dois cruzeirenses de peso dentro do conselho, vejo de uma forma democrática”, afirma. Para ele, independente do resultado, o conselho continuará exercendo suas

funções de maneira independente, como foi nos últimos anos. “O Conselho do Cruzeiro tem essa forma estruturada há 75 anos. Sou o 17º presidente. É um Conselho totalmente independente, composto por pessoas de muito gabarito e inteligência. Sobretudo é um Conselho de muita harmonia política, o Cruzeiro prima por isso”, finaliza.

O dia 5 de setembro marcou o 46º aniversário da inauguração do Mineirão. De novo a data passa com ele fechado para reformas e assim será também no próximo ano. Se tudo der certo estariam faltando 16 meses para a emoção estar de volta. Estamos pagando um preço muito alto para receber uns 5 jogos da Copa de 2014. Tudo poderia ter sido feito de uma forma diferente. Houve excesso de empolgação das autoridades estaduais e ao mesmo tempo uma omissão absurda dos nossos dirigentes esportivos. O Mineirão poderia ser reformado por módulos (palavra de engenheiros isentos) para diminuir o tamanho do estrago e o fechamento atrasado do Independência selou a lambança. Vendo o Cruzeiro 2 X Atlético 1 na Arena do Jacaré é que se avalia o tamanho do estrago. Muitos louvaram a lotação esgotada com 16 mil e poucos pagantes, Há quase meio século, com uma população bem menor, 100 mil pagantes era a média. Jogo de uma torcida só é para ser esquecido. Vamos torcer para este penduricalho não seja levado para o Independência na fase em que o estádio for receber os nossos principais jogos. Que tortura lembrar as grandes tardes de domingo no Mineirão, com grandes jogos, casa cheia, ídolos em campo. O Montillo, herói do último clássico, está na segunda temporada em Minas e ainda não conhece a grande China-azul. Mineirão urgente. Chega de saudade.

*Presidente da Rede Itatiaia de Rádio

G E R A L

Santa Luzia restaura a imagem de Nossa Senhora de Lourdes PMSL

A

Prefeitura de Santa Luzia, através da Secretaria Municipal de Cultura e Turismo, entregou, no dia 17 de setembro, durante solenidade do jubileu do 5º centenário da Ordem da Imaculada Conceição, no Mosteiro de Macaúbas, a imagem restaurada de Nossa Senhora de Lourdes. Foram quatro meses da restauração da peça do século XIX, de origem francesa, com 1,65 metros de altura. Integrante do acervo do Mosteiro desde 1892, a restauração foi coordenada pela Secretaria de Cultura e Turismo com recursos do ICMS Cultural. Como o convento foi tombado pela União em 1963, o Estado em 1978 e pelo município em 1990, a autorização foi dada pelos institutos do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) e de Minas Gerais (Iepha/MG). A imagem foi recuperada pela restauradora Carla Silva. Durante a solenidade, que comemorou o Jubileu de 500 anos da aprovação das regras que regem o comportamento da Ordem da Imaculada Conceição, o Arcebispo Metropolitano de Belo Horizonte, Dom Walmor Oliveira de Azevedo, disse que o trabalho de restauração promove o cultivo e a tradição dos valores do patrimônio cultural e sacro da comunidade. “A vida se sustenta por valores e o empenho do município em gestos como este, oportuna a tradição continuada”. O Arcebispo afirmou ainda que Santa Luzia, preservando o seu patrimônio cultural, se torna referência e se exercita na busca de uma sociedade justa e de bem. O prefeito de Santa Luzia, Gilberto Dorneles, afirmou que a restauração da imagem é uma demonstração de preservação da cultura e do patrimônio da cidade. “Estamos sempre buscando preservar nosso patrimônio, para valorizar ainda mais o que temos de melhor em Santa Luzia. Ações como esta mostram que a prefeitura está preocupada em manter as tradições e consequentemente contribuir para a cultura de nossa terra”, disse Dorneles. Para o secretário de Cultura e Turismo, Ubiraney de Figueiredo Silva, a secretaria tem seguido de maneira planejada e organizada, as diretrizes do IPHA/MG. Ele afirmou ainda que a ação de restauração é uma das mais importantes atualmente. “A prefeitura cumpre o seu papel para a comunidade na alocação dos recursos oriundos do ICMS Cultural”, diz. Na oportunidade, a Abadessa Maria Imaculada de Jesus Hóstia, agradeceu a presença das autoridades. “Agradeço a equipe da Secretaria de Cultura e Turismo e ao prefeito pelo carinho e dedicação nos cuidados quanto à restauração da imagem de Nossa Senhora de Lourdes e a iluminação do mosteiro”. Segundo a organização da Secretaria de Cultura e Turismo, as próximas ações culturais a serem realizadas no município, com o apoio da prefeitura, serão em outubro próximo, com a Festa de Nossa Senhora do Rosário em Pinhões e na parte alta da cidade.

Sindloc-MG amplia sua comunicação e fecha parceria com o

Edição do Brasil Jornal terá uma coluna semanal com assuntos do sindicato e do setor de locação de automóveis

FORAM quatro meses de restauração da peça do século XIX

A partir desta semana, o jornal Edição do Brasil ganha uma coluna especializada em assuntos do segmento de locação de carros. De responsabilidade do Sindicato das Empresas Locadoras de Automóveis do Estado de Minas Gerais – Sindloc-MG, o espaço irá trazer as principais informações sobre a entidade, os números do setor e os assuntos que estão em discussão no segmento. “Enquanto o Sindloc-MG expande seu núcleo de comunicação e passa a ter mais um canal de divulgação das suas atividades e propostas, o jornal ganha um texto bem apurado, com informações exclusivas e atuais do setor em Minas Gerais e no Brasil, elaborado pelo nosso jornalista Leandro Lopes, que tem experiência de seis anos no segmento. Ou seja, uma parceira onde todos ganham. É isso o que sempre queremos”, afirma o presidente do Sindloc-MG, Leonardo Soares. “Essa parceria representa uma oportunidade de um trabalho em conjunto para defender os reais interesses de uma classe tão significativa na economia de Minas Gerais, como a do setor de locação de automóveis”, afirma Eujácio Silva, diretor do Edição do Brasil. Com isso, o jornal conquista também a atenção dos associados, parceiros, funcionários e empresários do setor de aluguel de carros. “Temos excelentes respostas dos nossos associados nos nossos canais de comunicação, como a Revista Sindloc, site, facebook e twitter. Essas pessoas certamente passarão a acompanhar também essa coluna”, lembra Soares. E claro, de acordo com Manuela Marques, o jornal pretende sim ganhar também em leitores. “Toda matéria informativa que verse sobre este tema, sempre tem um índice de leitura muito expressivo. Por isso também, essa parceria nos interessa”. Portanto, acompanhem aqui, semanalmente, as principais informações sobre o segmento de locação de automóveis. Notícias do Sindloc-MG também podem ser vistas diariamente no site www.sindlocmg.com.br, no facebook.com/ sindlocminasgerais e ainda no www.twitter.com/sindlocmg. *Leandro Lopes é jornalista do Sindloc-MG, responsável pelo conteúdo da Revista Sindloc, do site, do facebook e do twitter do sindicato. É repórter do Programa Diverso, da Rede Minas de Televisão e editor do www.blogdaslocadoras. com.br.

jornal Edição do Brasil  

de 25 de setembro a 2 de outubro de 2011